MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDENCIA REGIONAL NO PARANA
SETOR DE ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA POLICIAL
NÚCLEO DE LICITAÇÕES

MINUTA DE EDITAL
COMPRA - SRP
HABILITAÇÃO COMPLETA
(Art. 8º, II, III, IV, V E VI da IN SLTI/MPOG nº 02/2010, atualizada)
Lei Complementar nº 123, de 2006: ampla participação.

SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS
PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2014
(Processo Administrativo n.° 08385.021306/2012-86)
Torna-se público, para conhecimento dos interessados, que a Superintendência Regional do
Departamento de Polícia Federal no Paraná, por meio do Núcleo de Licitações, sediado na Rua
Professora Sandália Monzon, 210, Bairro Santa Cândida, Curitiba/PR, realizará licitação para
REGISTRO DE PREÇOS, na modalidade PREGÃO, na forma ELETRÔNICA, do tipo menor preço,
nos termos da Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002, do Decreto nº 5.450, de 31 de maio de 2005, do
Decreto nº 7.892, de 23 de janeiro de 2013, da Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 2, de 11 de
outubro de 2010, da Lei Complementar n° 123, de 14 de dezembro de 2006, da Lei nº 11.488, de 15 de
junho de 2007, do Decreto n° 6.204, de 05 de setembro de 2007, aplicando-se, subsidiariamente, a Lei
nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e as exigências estabelecidas neste Edital.
Data da sessão: 17 / DEZEMBRO / 2014.
Horário: 10h00min.
Local: COMPRASNET (www.comprasnet.gov.br)

1.

DO OBJETO

O objeto da presente licitação é o registro de preços de componentes para o Sistema de
Circuito Fechado de Televisão – CFTV, para esta Superintendência Regional do DPF no Paraná e suas
Unidades Descentralizadas, conforme condições, quantidades e exigências estabelecidas neste Edital e
seus anexos.

1.1.

1.2.
A licitação será dividida em grupos de itens, por localidade de instalação de cada
sistema de CFTV, conforme tabela constante do Termo de Referência, devendo o licitante
participar de todos os itens que compõe cada grupo.

1

2.

DO ÓRGÃO GERENCIADOR E ÓRGÃOS PARTICIPANTES

2.1.

O órgão gerenciador será a Superintendência Regional do DPF no Paraná (UASG

200364).
2.2.

Não há órgãos participantes

3.

DA ADESÃO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

3.1.
Não será autorizada a adesão às Atas de Registros de Preços decorrentes do presente
pregão, face manifestações constantes nos autos.

4.

DO CREDENCIAMENTO

O Credenciamento é o nível básico do registro cadastral no SICAF, que permite a
participação dos interessados na modalidade licitatória Pregão, em sua forma eletrônica.
4.1.

4.2.
O cadastro no SICAF poderá ser iniciado no Portal de Compras do Governo Federal, no
sítio www.comprasgovernamentais.gov.br, com a solicitação de login e senha pelo interessado.

O credenciamento junto ao provedor do sistema implica a responsabilidade do licitante ou
de seu representante legal e a presunção de sua capacidade técnica para realização das transações
inerentes a este Pregão.
4.3.

4.4.
O uso da senha de acesso pelo licitante é de sua responsabilidade exclusiva, incluindo
qualquer transação efetuada diretamente ou por seu representante, não cabendo ao provedor do
sistema, ou ao órgão ou entidade responsável por esta licitação, responsabilidade por eventuais danos
decorrentes de uso indevido da senha, ainda que por terceiros.
4.5.
A perda da senha ou a quebra de sigilo deverão ser comunicadas imediatamente ao
provedor do sistema para imediato bloqueio de acesso.

5.

DA PARTICIPAÇÃO NO PREGÃO.

Poderão participar deste Pregão interessados cujo ramo de atividade seja compatível com
o objeto desta licitação, e que estejam com Credenciamento regular no Sistema de Cadastramento
Unificado de Fornecedores – SICAF, conforme disposto no §3º do artigo 8º da Instrução Normativa
SLTI/MPOG nº 2, de 11.10.10.

5.1.

5.2.

Não poderão participar desta licitação os interessados:

5.2.1.
proibidos de participar de licitações e celebrar contratos administrativos, na forma da
legislação vigente;

estrangeiros que não tenham representação legal no Brasil com poderes expressos para
receber citação e responder administrativa ou judicialmente;
5.2.2.

5.2.3.

que se enquadrem nas vedações previstas no artigo 9º da Lei nº 8.666, de 1993;

5.2.4.
que estejam sob falência, em recuperação judicial ou extrajudicial, concurso de credores,
concordata ou insolvência, em processo de dissolução ou liquidação;

2

5.2.5.

entidades empresariais que estejam reunidas em consórcio;

5.3.
Como condição para participação no Pregão, a licitante assinalará “sim” ou “não” em
campo próprio do sistema eletrônico, relativo às seguintes declarações:
5.3.1.
que cumpre os requisitos estabelecidos no artigo 3° da Lei Complementar nº 123, de
2006, estando apta a usufruir do tratamento favorecido estabelecido em seus arts. 42 a 49.

a assinalação do campo “não” apenas produzirá o efeito de o licitante não ter direito ao
tratamento favorecido previsto na Lei Complementar nº 123, de 2006, mesmo que microempresa,
empresa de pequeno porte ou sociedade cooperativa;

5.3.2.

5.3.3.
que está ciente e concorda com as condições contidas no Edital e seus anexos, bem como
de que cumpre plenamente os requisitos de habilitação definidos no Edital;
5.3.4.
que inexistem fatos impeditivos para sua habilitação no certame, ciente da
obrigatoriedade de declarar ocorrências posteriores;
5.3.5.
que não emprega menor de 18 anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre e não
emprega menor de 16 anos, salvo menor, a partir de 14 anos, na condição de aprendiz, nos termos do
artigo 7°, XXXIII, da Constituição.
5.3.6.
que a proposta foi elaborada de forma independente, nos termos da Instrução Normativa
SLTI/MPOG nº 2, de 16 de setembro de 2009.

6.

DO ENVIO DA PROPOSTA

6.1.
O licitante deverá encaminhar a proposta por meio do sistema eletrônico até a data e
horário marcados para abertura da sessão, quando, então, encerrar-se-á automaticamente a fase de
recebimento de propostas.
6.2.
Todas as referências de tempo no Edital, no aviso e durante a sessão pública observarão o
horário de Brasília – DF.

O licitante será responsável por todas as transações que forem efetuadas em seu nome no
sistema eletrônico, assumindo como firmes e verdadeiras suas propostas e lances.
6.3.

6.4.
Incumbirá ao licitante acompanhar as operações no sistema eletrônico durante a sessão
pública do Pregão, ficando responsável pelo ônus decorrente da perda de negócios, diante da
inobservância de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema ou de sua desconexão.
6.5.
Até a abertura da sessão, os licitantes poderão retirar ou substituir as propostas
apresentadas.
6.6.
O licitante deverá enviar sua proposta mediante o preenchimento, no sistema eletrônico,
dos seguintes campos, no que for aplicável:
6.6.1.

valor unitário e total de cada item;

a quantidade de unidades, observada a quantidade total fixada no Termo de Referência
para cada item;

6.6.2.

6.6.3.

Marca;

6.6.4.

Fabricante;

3

6.6.5.
Descrição detalhada do objeto: indicando, no que for aplicável, o modelo, prazo de
validade ou de garantia, número do registro ou inscrição do bem no órgão competente, quando for o
caso;
6.7.

Todas as especificações do objeto contidas na proposta vinculam o fornecedor registrado.

6.8.
Nos valores propostos estarão inclusos todos os custos operacionais, encargos
previdenciários, trabalhistas, tributários, comerciais e quaisquer outros que incidam direta ou
indiretamente no fornecimento dos bens.

O prazo de validade da proposta não será inferior a 60 (sessenta) dias, a contar da data de
sua apresentação.
6.9.

6.10.
O licitante deverá declarar, para cada item, em campo próprio do sistema
COMPRASNET, se o produto ofertado é manufaturado nacional beneficiado por um dos critérios de
margem de preferência indicados no Termo de Referência.

7.

DAS PROPOSTAS E FORMULAÇÃO DE LANCES

7.1.
A abertura da presente licitação dar-se-á em sessão pública, por meio de sistema
eletrônico, na data, horário e local indicados neste Edital.
7.2.
O Pregoeiro verificará as propostas apresentadas, desclassificando desde logo aquelas que
não estejam em conformidade com os requisitos estabelecidos neste Edital, contenham vícios
insanáveis, identifiquem o licitante, ou não apresentem as especificações técnicas exigidas no Termo
de Referência.

A desclassificação será sempre fundamentada e registrada no sistema, com
acompanhamento em tempo real por todos os participantes.

7.2.1.

A não desclassificação da proposta não impede o seu julgamento definitivo em sentido
contrário, levado a efeito na fase de aceitação.

7.2.2.

O sistema ordenará automaticamente as propostas classificadas, sendo que somente estas
participarão da fase de lances.
7.3.

7.4.

O sistema disponibilizará campo próprio para troca de mensagens entre o Pregoeiro e os

licitantes.
Iniciada a etapa competitiva, os licitantes deverão encaminhar lances exclusivamente por
meio de sistema eletrônico, sendo imediatamente informados do seu recebimento e do valor
consignado no registro.
7.5.

7.5.1.

O lance deverá ser ofertado pelo valor unitário do item.

7.6.
Os licitantes poderão oferecer lances sucessivos, observando o horário fixado para
abertura da sessão e as regras estabelecidas no Edital.
7.7.
O intervalo mínimo de diferença de valores entre os lances, que incidirá tanto em
relação aos lances intermediários quanto em relação à proposta que cobrir a melhor oferta deverá ser
de 1% (um porcento), cujo cálculo deve ser realizado diretamente pelo sistema, em já estando este
adequado.

4

204. 5 .10. 7. Encerrada a etapa de lances. concorrerá com o valor de sua proposta e. Em caso de falha no sistema. O sistema eletrônico encaminhará aviso de fechamento iminente dos lances. 7. Caso a microempresa. 7. será efetivada a verificação automática. Durante o transcurso da sessão pública.17. empresa de pequeno porte e sociedade cooperativa que se encontrem naquele intervalo de 5% (cinco por cento). A etapa de lances da sessão pública será encerrada por decisão do Pregoeiro. 7. no prazo de 5 (cinco) minutos controlados pelo sistema. na hipótese de desistência de apresentar outros lances. empresas de pequeno porte e sociedades cooperativas participantes. 7.7. 7. devendo a ocorrência ser comunicada imediatamente à Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Caso o licitante não apresente lances. valerá o último lance por ele ofertado. os lances em desacordo com a norma deverão ser desconsiderados pelo pregoeiro.12. empresas de pequeno porte e sociedades cooperativas que se encontrarem na faixa de até 5% (cinco por cento) acima da proposta ou lance de menor preço serão consideradas empatadas com a primeira colocada. regulamentada pelo Decreto nº 6. Na hipótese do subitem anterior.7. contados após a comunicação automática para tanto. Se a desconexão perdurar por tempo superior a 10 (dez) minutos. a ocorrência será registrada em campo próprio do sistema. as propostas de microempresas. empresa de pequeno porte ou sociedade cooperativa melhor classificada desista ou não se manifeste no prazo estabelecido. de 2006. a sessão será suspensa e terá reinício somente após comunicação expressa do Pregoeiro aos participantes. 44 e 45 da LC nº 123.9. Não serão aceitos dois ou mais lances de mesmo valor. após o que transcorrerá período de tempo de até 30 (trinta) minutos.11. 7. obrigatoriamente em valor inferior ao da primeira colocada. Nessas condições. os licitantes serão informados. para efeito de ordenação das propostas. O intervalo entre os lances enviados pelo mesmo licitante não poderá ser inferior a vinte (20) segundos e o intervalo entre lances não poderá ser inferior a três (3) segundos. procedendo à comparação com os valores da primeira colocada. para o fim de aplicar-se o disposto nos arts. no prazo estabelecido no subitem anterior.14. do porte da entidade empresarial. de 2007. se esta for empresa de maior porte. A melhor classificada nos termos do item anterior terá o direito de encaminhar uma última oferta para desempate. vedada a identificação do licitante.18. 7. o sistema eletrônico poderá permanecer acessível aos licitantes para a recepção dos lances. O sistema identificará em coluna própria as microempresas. na ordem de classificação. 7.15. No caso de desconexão com o Pregoeiro. findo o qual será automaticamente encerrada a recepção de lances. 7.7. O licitante somente poderá oferecer lance inferior ao último por ele ofertado e registrado pelo sistema.13. 7. aleatoriamente determinado pelo sistema. prevalecendo aquele que for recebido e registrado em primeiro lugar.1.8. no decorrer da etapa competitiva do Pregão. serão convocadas as demais licitantes microempresa. assim como das demais classificadas. do valor do menor lance registrado. 7. em tempo real. para o exercício do mesmo direito.16. 7.2.8. junto à Receita Federal.1.

Para a aquisição de bens comuns de informática e automação. Encerrada a etapa de lances e depois da verificação de possível empate. irrisórios ou de valor zero.22.1. DA ACEITABILIDADE DA PROPOSTA VENCEDORA. § 2º.21. para fins de aceitação pelo Pregoeiro. será assegurado o direito de preferência previsto no seu artigo 3º. No caso de equivalência dos valores apresentados pela microempresa. sucessivamente. Nesta situação. ainda que o ato convocatório da licitação não tenha estabelecido limites mínimos.2. acrescidos dos respectivos encargos. bem como quanto ao cumprimento das especificações do objeto. 7. exceto quando se referirem a materiais e instalações de propriedade do próprio licitante. empresa de pequeno porte e equiparados que se encontrem em situação de empate. 7.3. produzidos ou prestados por empresas brasileiras.1.174. 6 . produzidos ou prestados por empresas que invistam em pesquisa e no desenvolvimento de tecnologia no País.666.24.24. o critério de desempate será o sorteio.2. estabelecendo no “chat” prazo razoável para tanto. 7. de 2010. A apresentação de novas propostas na forma deste item não prejudicará o resultado do certame em relação ao licitante mais bem classificado. 7.248. Persistindo o empate. o sistema automaticamente indicará as propostas de produtos manufaturados nacionais que estão enquadradas dentro da referida margem. de 1991.22.21. Considera-se inexequível a proposta que apresente preços global ou unitários simbólicos. vedado qualquer outro processo.1. o critério de desempate será aquele previsto no artigo 3º.1.19. 7. o Pregoeiro examinará a proposta classificada em primeiro lugar quanto ao preço. 8. 7. para os quais ele renuncie a parcela ou à totalidade da remuneração. 8. Eventual empate entre propostas. O Pregoeiro poderá convocar o licitante para enviar documento digital. 7. assegurando-se a preferência. a sua exequibilidade. 8. em ato público para o qual os licitantes serão convocados. sob pena de não aceitação da proposta. 8.3.22. a proposta beneficiada pela aplicação da margem de preferência tornar-seá a proposta classificada em primeiro lugar. Para produtos abrangidos por margem de preferência. de 1993. 7. 8.23. por meio de funcionalidade disponível no sistema.7. conforme procedimento estabelecido nos artigos 5° e 8° do Decreto n° 7. 16-A da Lei n° 8. os licitantes poderão reduzir seus preços ao valor da proposta do licitante mais bem classificado. aos bens: 7. da Lei nº 8. Não será aceita a proposta ou lance vencedor cujo preço seja incompatível com o estimado pela Administração ou manifestamente inexequível. produzidos no País. 7.22. após o encerramento da etapa competitiva. caso a proposta de menor preço não tenha por objeto produto manufaturado nacional.4.20. definidos no art. será realizado sorteio para que se identifique a primeira que poderá apresentar melhor oferta. Ao final do procedimento. incompatíveis com os preços dos insumos e salários de mercado.

1. da eventual ocorrência do empate ficto. observado o preço da proposta vencedora. destacam-se os que contenham as características do material ofertado.4. 8. o documento comprobatório da caracterização do produto manufaturado nacional. o Pregoeiro solicitará ao licitante que envie imediatamente. O licitante que não apresentar o documento comprobatório. A negociação será realizada por meio do sistema. O prazo estabelecido pelo Pregoeiro poderá ser prorrogado por solicitação escrita e justificada do licitante. 9. encaminhados por meio eletrônico. haverá nova verificação. se for o caso. formulada antes de findo o prazo estabelecido. por meio eletrônico. Como condição prévia ao exame da documentação de habilitação do licitante detentor da proposta classificada em primeiro lugar. se for o caso.1. por meio do sistema eletrônico. para fins de nova aplicação da margem de preferência. informando no “chat” a nova data e horário para a continuidade da mesma. 8. por outro meio e prazo indicados pelo Pregoeiro.1. O Pregoeiro poderá encaminhar.7. DA HABILITAÇÃO 9. Nessa hipótese. de 2006. vedada a negociação em condições diversas das previstas neste Edital.1. tipo. 8. 7 .1.6. pelo sistema. se a proposta do licitante vencedor não atender ao quantitativo total estimado para a contratação. e. Dentre os documentos passíveis de solicitação pelo Pregoeiro. tais como marca. além de outras informações pertinentes. Sempre que a proposta não for aceita. poderão ser convocados tantos quantos forem necessários para alcançar o total estimado.9. Nos itens em que for admitido oferecer quantitativos inferiores.10. licitantes. fabricante e procedência.9.1.8. sem prejuízo do seu ulterior envio pelo sistema eletrônico. não poderá usufruir da aplicação da margem de preferência.1. e formalmente aceita pelo Pregoeiro. Também nas hipóteses em que o Pregoeiro não aceitar a proposta e passar à subsequente. com posterior encaminhamento por via postal. previsto nos artigos 44 e 45 da LC nº 123.8. contraproposta ao licitante que apresentou o lance mais vantajoso. assim sucessivamente.2.5. Se a proposta ou lance vencedor for desclassificado. folhetos ou propostas. sob pena de não aceitação da proposta. bem como em caso de inabilitação do licitante. com o fim de negociar a obtenção de melhor preço. o Pregoeiro suspenderá a sessão. as propostas serão reclassificadas. respeitada a ordem de classificação.1.4.6. na ordem de classificação. 8.11. mediante a consulta aos seguintes cadastros: 9. ou. 8. o Pregoeiro verificará o eventual descumprimento das condições de participação. SICAF. poderá negociar com o licitante para que seja obtido preço melhor. seguindo-se a disciplina antes estabelecida. podendo ser acompanhada pelos demais 8. especialmente quanto à existência de sanção que impeça a participação no certame ou a futura contratação. sem prejuízo das penalidades cabíveis. 8. 8. 8. Caso a proposta classificada em primeiro lugar tenha se beneficiado da aplicação da margem de preferência. 8. nos termos do Decreto n° 7174/2010. Havendo necessidade.9. o Pregoeiro examinará a proposta ou lance subsequente. e antes de o Pregoeiro passar à subsequente. modelo. a exemplo de catálogos. 8. ou cujo produto não atender aos regulamentos técnicos pertinentes e normas técnicas brasileiras aplicáveis.

que comprove a condição de microempresa ou empresa de pequeno porte.jus. 9. de 2006. Caso o Pregoeiro não logre êxito em obter a certidão correspondente através do sítio oficial.3.429. Também poderão ser consultados os sítios oficiais emissores de certidões. ressalvado o disposto quanto à comprovação da regularidade fiscal das microempresas.cnj. 9. deverão apresentar a seguinte documentação relativa à Habilitação Jurídica. 9.portaldatransparencia. devidamente registrado na Junta Comercial da respectiva sede.3. 9. documento válido que comprove o atendimento das exigências deste Edital. Constatada a existência de sanção.2. 43. 9. dentre as sanções impostas ao responsável pela prática de ato de improbidade administrativa.4. estatuto ou contrato social em vigor. de 2010. acompanhado de documento comprobatório de seus administradores. à Regularidade Fiscal e trabalhista: 9.gov. 9. da Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 2. 8 . § 1º da LC nº 123. O Pregoeiro consultará o Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores – SICAF. que prevê. por falta de condição de participação. acompanhada de prova da indicação dos seus administradores.1. de 2010. mantida pelo Tribunal de Contas da União – TCU. nos termos do artigo 8° da Instrução Normativa n° 103.1. o licitante será convocado a encaminhar. mantido pela Controladoria-Geral da União (www. § 3º. No caso de sociedade simples: inscrição do ato constitutivo no Registro Civil das Pessoas Jurídicas do local de sua sede. A consulta aos cadastros será realizada em nome da empresa licitante e também de seu sócio majoritário. 9. ou na hipótese de se encontrar vencida no referido sistema.1. No caso de microempresa ou empresa de pequeno porte: certidão expedida pela Junta Comercial ou pelo Registro Civil das Pessoas Jurídicas. No caso de empresário individual: inscrição no Registro Público de Empresas Mercantis. caput.5. por força do artigo 12 da Lei n° 8. à regularidade fiscal. 9. de 1992. do Departamento Nacional de Registro do Comércio . conforme estatui o art. 9.4. em relação à habilitação jurídica. Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas – CEIS.2.4.1. empresas de pequeno porte e das sociedades cooperativas.2. no prazo de 02 (duas) horas. a proibição de contratar com o Poder Público.9. 8º.php). trabalhista à qualificação econômico-financeira e habilitação técnica conforme disposto nos arts. especialmente quando o licitante esteja com alguma documentação vencida junto ao SICAF.4. No caso de sociedade empresária ou empresa individual de responsabilidade limitada EIRELI: ato constitutivo. 4º. de 30/04/2007.4.2. Os licitantes que não estiverem cadastrados no Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores – SICAF além do nível de credenciamento exigido pela Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 2.1. inclusive por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário.6. 9. 9.2.br/ceis).1.3. Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Atos de Improbidade Administrativa. o Pregoeiro reputará o licitante inabilitado. Lista de Inidôneos.br/improbidade_adm/consultar_requerido.4. sob pena de inabilitação.DNRC. Habilitação jurídica: 9.1. conforme o caso. III.2. a cargo da Junta Comercial da respectiva sede. mantido pelo Conselho Nacional de Justiça (www.4. 13 a 18 e 43.

9. ou sociedade cooperativa enquadrada no artigo 34 da Lei nº 11.5. Balanço patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício social. de 1º de maio de 1943.8. nos termos do Título VII-A da Consolidação das Leis do Trabalho. sob pena de inabilitação.6. mesmo que esta apresente alguma restrição.2. 9.5. devidamente arquivado na Junta Comercial ou inscrito no Registro Civil das Pessoas Jurídicas da respectiva sede. pertinente ao seu ramo de atividade e compatível com o objeto contratual. 1º. já exigíveis e apresentados na forma da lei. 9.106/07). 9. Regularidade fiscal e trabalhista: 9. mediante a apresentação de certidão negativa ou positiva com efeito de negativa. que comprovem a boa situação financeira da empresa.4. inciso I. Os documentos acima deverão estar acompanhados de todas as alterações ou da consolidação respectiva. 9 . prova de regularidade com a Fazenda Nacional (certidão conjunta. empresa de pequeno porte. No caso de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no País: decreto de autorização. 9. 9.7. quanto aos demais tributos federais e à Dívida Ativa da União.9. 9. 9. podendo ser atualizados por índices oficiais quando encerrado há mais de 3 (três) meses da data de apresentação da proposta.5.5. de 1971. conforme art. 9.9. prova de regularidade com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). 9.6.1.5. 9.488. deverá comprovar tal condição mediante a apresentação de declaração da Fazenda Estadual do domicílio ou sede do fornecedor. de 2010. relativo ao domicílio ou sede do licitante.4.SICAF no nível da Qualificação econômico-financeira.6.764.5. No caso de cooperativa: ata de fundação e estatuto social em vigor. 9.3.4.2.5.1. prova de inscrição no cadastro de contribuintes estadual. prova de inexistência de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho.4. prova de regularidade com a Seguridade Social (INSS). conforme Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 2. ou outra equivalente.5. na forma da lei. emitida pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas. deverá apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de regularidade fiscal.7. Certidão negativa de falência ou recuperação judicial expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica. prova de regularidade com a Fazenda Estadual do domicílio ou sede do licitante. bem como o registro de que trata o art.6. deverão apresentar a seguinte documentação: 9. do Decreto nº 6. por elas administrados.5. de 2007.452. caso o fornecedor seja considerado isento dos tributos estaduais relacionados ao objeto licitatório. 9.5.5.6. Caso o licitante detentor do menor preço seja microempresa. vedada a sua substituição por balancetes ou balanços provisórios. aprovada pelo Decreto-Lei 5. com a ata da assembleia que o aprovou. Os licitantes que não estiverem cadastrados no Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores . 107 da Lei nº 5.5.

admite-se a apresentação de balanço patrimonial e demonstrações contábeis referentes ao período de existência da sociedade.6.2. e Passivo Circulante 9. e o prestador de serviços com contrato escrito firmado com o licitante. que apresentarem resultado inferior ou igual a 1(um) em qualquer dos índices de Liquidez Geral (LG). deverão comprovar.2. deverão comprovar patrimônio líquido de 5% (cinco porcento) do valor estimado da contratação ou item pertinente.6.2. bem como da comprovação de que está domiciliado em localidade abrangida na definição do artigo 4°.3. 9. 9. sem mensuração de quantidades de equipamentos/softwares fornecidos. entendendo-se como tal. ainda.7. nem da sociedade cooperativa enquadrada no artigo 34 da Lei nº 11. 9. 9. de 2007.764.6.488. Passivo Circulante + Passivo Não Circulante Ativo Total SG = ----------------------------------------------------------. 9.2. empresa de pequeno porte. devidamente registrado em órgão de classe respectivo. 3º do Decreto nº 6. cadastradas ou não no SICAF. inciso XI. resultantes da aplicação das fórmulas: Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo LG = ---------------------------------------------------------.2. Passivo Circulante + Passivo Não Circulante Ativo Circulante LC = -----------------------. a apresentação de balanço patrimonial do último exercício financeiro (art. demonstrando-se tal condição através da apresentação das respectivas atas de inscrição. Comprovação de que possui.4. Solvência Geral (SG) e Liquidez Corrente (LC).1.6. 9. com formação em Engenharia Elétrica.7. na data prevista para a entrega da proposta.1. não será exigido da microempresa.7.7. o administrador ou o diretor. da Lei n° 5. 9. A comprovação da situação financeira da empresa será constatada mediante obtenção de índices de Liquidez Geral (LG). na data prevista para entrega da proposta. por meio de: 9. cadastradas ou não no SICAF. o qual deverá ser o Responsável Técnico pela execução dos serviços. 10 .3. Na análise dos atestados apresentados será considerado o fornecimento e instalação de equipamentos para Circuito Fechado de TV – IP. para fins deste Edital.7. Quanto à capacitação técnico-operacional: Apresentação de um ou mais Atestados de Capacidade Técnica. Solvência Geral (SG) e Liquidez Corrente (LC). As empresas.7. o profissional deve ser cooperado. o empregado devidamente registrado em Carteira de Trabalho e Previdência Social. No caso de bens para pronta entrega. a qualificação técnica.1. o sócio que comprove seu vínculo por intermédio de contrato social/estatuto social.5. O profissional acima elencado deverá pertencer ao quadro permanente do licitante.9. da comprovação da integralização das respectivas quotas-partes e de três registros de presença desse cooperado em assembléias gerais ou nas reuniões seccionais. No caso de empresa constituída no exercício social vigente. de 1971. Quanto à capacitação técnico-profissional (01 profissional): 9.6. fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado devidamente identificada. em nome do licitante.1. no mínimo 01 (um) profissional.7. de 5 de setembro de 2007). relativo à execução de serviços compatíveis com o objeto da presente licitação. Caso o licitante seja cooperativa. As empresas. (fornecimento e instalação de equipamentos para Circuito Fechado de TV – IP).204.

Os documentos apresentados por anexo. será concedido o mesmo prazo para regularização.11. Se. deverão ser remetidos em original.10. ou por servidor da Administração. na ordem de classificação. 9. sendo facultada a convocação dos licitantes remanescentes. 11 . por qualquer processo de cópia reprográfica. 9. da eventual ocorrência do empate ficto. 9. no prazo de 02 (duas) horas.9. No decorrer da execução do serviço. Os documentos poderão ainda ser apresentados por email institucional (licitacoes.12. serão considerados como originais e válidos para todos os efeitos. parágrafo 1º. após convocação do Pregoeiro no sistema eletrônico. 9.7.selog. seja por não apresentar quaisquer dos documentos exigidos.9.1.9. por profissional de experiência equivalente ou superior.13.450/2005. na ordem de classificação. 9. Havendo necessidade de analisar minuciosamente os documentos exigidos. seguindo-se a disciplina antes estabelecida para aceitação da proposta subsequente. após solicitação do Pregoeiro no sistema eletrônico. pelo sistema. desde que a substituição seja aprovada pela Administração. durante a sessão pública. autenticada por tabelião de notas.br). A não regularização fiscal no prazo previsto no subitem anterior acarretará a inabilitação do licitante. comprovar a regularização.3.7. O licitante disponibilizará todas as informações necessárias à comprovação da legitimidade dos atestados apresentados. desde que conferidos com o original.2. a contar da convocação do Pregoeiro. preferencialmente via anexo no próprio sistema Comprasnet. a mesma será convocada para. Será inabilitado o licitante que não comprovar sua habilitação. da Lei n° 8. seguir-se outra microempresa. não constantes no SICAF ou em sítios oficiais. Os documentos inicialmente apresentados por fac-símile ou e-mail. Os documentos exigidos para habilitação relacionados nos subitens acima. de 2006. No caso de inabilitação. nos termos do artigo 30. empresa de pequeno porte ou sociedade cooperativa com alguma restrição na documentação fiscal. de 1993. por meio da apresentação de atestados fornecidos por pessoas jurídicas de direito público ou privado. empresa de pequeno porte ou sociedade cooperativa. 9.14.10. ou publicação em órgão da imprensa oficial.4.srpr@dpf. Comprovação de aptidão para o fornecimento de bens em características. quantidades e prazos compatíveis com o objeto desta licitação. 9. O prazo poderá ser prorrogado por igual período.gov. efetuada também pelo sistema comprasnet.4.666. no sistema Comprasnet. Se a menor proposta ofertada for de microempresa. 9. 9. salvo aqueles legalmente permitidos. Não serão aceitos documentos com indicação de CNPJ diferentes. ou com o item pertinente. do Decreto 5. sem prejuízo das sanções previstas neste Edital. previsto nos artigos 44 e 45 da LC nº 123. 9. o Pregoeiro suspenderá a sessão. nos termos do artigo 30. o profissional de que trata este subitem poderá ser substituído.7. §10.1. Da sessão pública do Pregão divulgar-se-á Ata no sistema eletrônico.8. ou apresentá-los em desacordo com o estabelecido neste Edital. informando no “chat” a nova data e horário para a continuidade da mesma. haverá nova verificação. no prazo de 5 (cinco) dias úteis. e uma vez constatada a existência de alguma restrição no que tange à regularidade fiscal. 9. 9.1. deverão ser apresentados pelos licitantes.8. no prazo de 02 (dois) dias úteis.

apresentarem contrarrazões também pelo sistema eletrônico.4. se for o caso. 13.1. conforme modelo constante no Anexo IV deste Edital. o recorrente terá. Uma vez admitido o recurso.1. DOS RECURSOS 11. mas apenas verificará as condições de admissibilidade do recurso. Homologado o resultado da licitação. em outros três dias. sob pena de decair do direito à contratação.2.2. a Administração poderá encaminhá-la para assinatura. mediante correspondência postal com aviso de recebimento (AR) ou meio eletrônico.1. Os autos do processo permanecerão com vista franqueada aos interessados.3. que começarão a contar do término do prazo do recorrente.3. pelo sistema eletrônico.2. de forma motivada. a partir de então. 11. para que qualquer licitante manifeste a intenção de recorrer. DA ADJUDICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO 12. DO ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA VENCEDORA 10. empresa de pequeno porte ou sociedade cooperativa. sendo-lhes assegurada vista imediata dos elementos indispensáveis à defesa de seus interesses. querendo.1.2. cujo prazo de validade encontra-se nela fixado. terá o adjudicatário o prazo de 05 (cinco) dias. 11. constatada a regularidade dos atos praticados. Alternativamente à convocação para comparecer perante o órgão ou entidade para a assinatura da Ata de Registro de Preços. será concedido o prazo de no mínimo trinta minutos. o prazo de três dias para apresentar as razões. a contar da solicitação do Pregoeiro no sistema eletrônico. a contar da data de seu recebimento. a autoridade competente homologará o procedimento licitatório. 11. 12. O acolhimento do recurso invalida tão somente os atos insuscetíveis de aproveitamento. A proposta final do licitante declarado vencedor deverá ser encaminhada no prazo de 02 (duas) horas. O objeto da licitação será adjudicado ao licitante declarado vencedor. intimados para. para assinar a Ata de Registro de Preços. no endereço constante neste Edital.2. 11. caso não haja interposição de recurso. para decidir se admite ou não o recurso. desde logo. 11.10. após a regular decisão dos recursos apresentados. DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 13. Após a fase recursal.1. 13. para que seja assinada no prazo de 05 (cinco) dias. contados a partir da data de sua convocação. Nesse momento o Pregoeiro não adentrará no mérito recursal. A falta de manifestação motivada do licitante quanto à intenção de recorrer importará a decadência desse direito. caberá ao Pregoeiro verificar a tempestividade e a existência de motivação da intenção de recorrer. sem prejuízo das sanções previstas neste Edital.2. ficando os demais licitantes. em campo próprio do sistema.2. 11. ou pela autoridade competente. por ato do Pregoeiro. 11. fundamentadamente. 12. indicando contra qual(is) decisão(ões) pretende recorrer e por quais motivos. 12 . Havendo quem se manifeste. Declarado o vencedor e decorrida a fase de decorrida a fase de regularização fiscal de microempresa. isto é.

cujos resultados serão anexados aos autos do processo. Alternativamente à convocação para comparecer perante o órgão ou entidade para a assinatura do Termo de Contrato ou aceite/retirada do instrumento equivalente. 13 . as respectivas quantidades. a contar da data de seu recebimento. sob pena de aplicação das penalidades previstas no edital e anexos. quando o objeto não atender aos requisitos previstos no art. 13. no mínimo.1. negociação e comprovados os requisitos de habilitação. equipamentos. mediante correspondência postal com aviso de recebimento (AR) ou meio eletrônico.4. com a indicação do licitante vencedor. a Administração poderá encaminhá-lo para assinatura ou aceite. da Lei n° 8. não comprovar que mantém as mesmas condições de habilitação. ou quando. 57.5. por igual período. § 1°. o fornecedor registrado poderá ser convocado para assinar o Termo de Contrato. pela contratante.1. e desde que devidamente aceito. no ato da assinatura do Termo de Contrato ou aceite do instrumento equivalente. Será incluído na ata.3. 36 (trinta e seis) meses após o recebimento definitivo da instalação e configuração do sistema de CFTV. de 1993. injustificadamente.2. 14. Dentro da validade da Ata de Registro de Preços. prorrogável na forma do art. poderá ser convocado outro licitante. será realizada consulta ao SICAF. 14. celebrar a contratação.5. O prazo de vigência da contratação é até o final do exercício.1.4. 14. após a verificação da aceitabilidade da proposta. por solicitação justificada do fornecedor. na forma prevista no item 4 do Termo de Referência – Anexo I do Edital. Se o adjudicatário. a descrição do(s) item(ns). A contratada deverá oferecer garantia total e serviços de assistência técnica. para todos os serviços.7. materiais de cabeamento e infraestrutura de. sob a forma de anexo. 13.3. 14. 14. caso esteja implementada a funcionalidade no Sistema Comprasnet. para. Antes da assinatura do Termo de Contrato ou aceite do instrumento equivalente. Na hipótese de irregularidade do registro no SICAF. bem como ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados – CADIN. quando solicitado pelo(s) licitante(s) vencedor(s).666/93. durante o seu transcurso. contados a partir da assinatura do contrato. para que seja assinado/retirado no prazo de 05 (cinco) dias. Previamente à contratação. o contratado deverá regularizar a sua situação perante o cadastro no prazo de até 05 (cinco) dias.666. DO TERMO DE CONTRATO OU INSTRUMENTO EQUIVALENTE 14. 14. O prazo estabelecido no subitem anterior para assinatura da Ata de Registro de Preços poderá ser prorrogado uma única vez. 14. o registro dos licitantes que aceitarem cotar os bens ou serviços com preços iguais aos do licitante vencedor na sequência da classificação do certame. O prazo previsto no subitem anterior poderá ser prorrogado. por igual período. para identificar possível proibição de contratar com o Poder Público. softwares. preços registrados e demais condições. e aceita pela Administração. excluído o percentual referente à margem de preferência.13. recusar-se à assinatura ou aceite. 3º da Lei nº 8.4. desde que respeitada a ordem de classificação. 14. a Administração realizará consulta “on line” ao SICAF.6. Serão formalizadas tantas Atas de Registro de Preços quanto necessárias para o registro de todos os itens constantes no Termo de Referência. sem prejuízo das sanções previstas neste Edital e das demais cominações legais.

As contratações decorrentes da Ata de Registro de Preços poderão sofrer alterações. agência e conta corrente indicados pelo contratado. 15.1. por exemplo. 17. nos termos do art.2. o prazo para pagamento iniciar-se-á após a comprovação da regularização da situação. 18. de 1993.15. ou. regularize sua situação ou.1. 18. de 1993. a situação de irregularidade da contratada. O pagamento somente será autorizado depois de efetuado o “atesto” pelo servidor competente na nota fiscal apresentada. Os preços são fixos e irreajustáveis. no prazo de 5 (cinco) dias.892.666/93 e no Decreto nº 7. Os pagamentos decorrentes de despesas cujos valores não ultrapassem o limite de que trata o inciso II do art. 18.3. para que. obedecidas às disposições contidas no art.1. O pagamento será realizado no prazo máximo de até 30 (trinta) dias. 16. 18. por escrito.7.1. a critério da contratante. de 2013. para crédito em banco. Constatando-se. bem como quanto à existência de pagamento a ser efetuado. o pagamento ficará sobrestado até que a Contratada providencie as medidas saneadoras.666.666. 18. DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE E DA CONTRATADA 17. 5º. 65 da Lei n° 8. como. obrigação financeira pendente. junto ao SICAF. será providenciada sua advertência.4. Nesta hipótese. deverão ser efetuados no prazo de até 5 (cinco) dias úteis. circunstância que impeça a liquidação da despesa. DO PAGAMENTO 18. não acarretando qualquer ônus para a Contratante. Antes de cada pagamento à contratada. no mesmo prazo. Não havendo regularização ou sendo a defesa considerada improcedente. Será considerada data do pagamento o dia em que constar como emitida a ordem bancária para pagamento. Os critérios de recebimento e aceitação do objeto e de fiscalização estão previstos no Termo de Referência. decorrente de penalidade imposta ou inadimplência. 14 . da Lei nº 8. através de ordem bancária. será realizada consulta ao SICAF para verificar a manutenção das condições de habilitação exigidas no edital. 24 da Lei 8.5. Havendo erro na apresentação da Nota Fiscal ou dos documentos pertinentes à contratação. O prazo poderá ser prorrogado uma vez. 18. 18. por igual período.6. DO PREÇO 15. para que sejam acionados os meios pertinentes e necessários para garantir o recebimento de seus créditos. ainda. apresente sua defesa. 18. As obrigações da Contratante e da Contratada são as estabelecidas no Termo de Referência. contados a partir da data final do período de adimplemento a que se referir. DA ENTREGA E DO RECEBIMENTO DO OBJETO E DA FISCALIZAÇÃO 16. § 3º. contados da data da apresentação da Nota Fiscal.8.2. a contratante deverá comunicar aos órgãos responsáveis pela fiscalização da regularidade fiscal quanto à inadimplência da contratada.

não será rescindido o contrato em execução com a contratada inadimplente no SICAF.520.9. em qualquer caso. N = Número de dias entre a data prevista para o pagamento e a do efetivo pagamento.1. devidamente justificado.13. desde que a Contratada não tenha concorrido.1. até que se decida pela rescisão do contrato. 15 . de 2006. No entanto. não mantiver a proposta. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS. pela máxima autoridade da contratante. I = (6/100) 365 I = 0.2.11. 18. Persistindo a irregularidade. será efetuada a retenção tributária prevista na legislação aplicável. por meio de documento oficial.00016438.1.1.12. Somente por motivo de economicidade. I = Índice de compensação financeira = 0.1. caso a contratada não regularize sua situação junto ao SICAF. ensejar o retardamento da execução do objeto. é calculada mediante a aplicação da seguinte fórmula: EM = I x N x VP. para tanto. assegurada à contratada a ampla defesa. 18.1. Comete infração administrativa. cometer fraude fiscal. 19. não aceitar/retirar a nota de empenho. entre a data do vencimento e o efetivo adimplemento da parcela.1. 18. não sofrerá a retenção tributária quanto aos impostos e contribuições abrangidos por aquele regime.5. 18. fica convencionado que a taxa de compensação financeira devida pela Contratante. apresentar documentação falsa. 19. 19.12. de que faz jus ao tratamento tributário favorecido previsto na referida Lei Complementar. segurança nacional ou outro interesse público de alta relevância. 19. Quando do pagamento. Nos casos de eventuais atrasos de pagamento. 19. assim apurado: I = (TX) 19. o pagamento ficará condicionado à apresentação de comprovação. os pagamentos serão realizados normalmente. a contratante deverá adotar as medidas necessárias à rescisão contratual nos autos do processo administrativo correspondente. sendo: EM = Encargos moratórios.10. de alguma forma. deixar de entregar os documentos exigidos no certame. nos termos da Lei nº 10.00016438 TX = Percentual da taxa anual = 6%.1. A Contratada regularmente optante pelo Simples Nacional.1. o licitante/adjudicatário que: 19.3. de 2002.6. 18. quando convocado dentro do prazo de validade da proposta. 19.4. ou não assinar o termo de contrato.18. nos termos da Lei Complementar nº 123. Havendo a efetiva execução do objeto. VP = Valor da parcela a ser paga.

20.4. DA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL E DO PEDIDO DE ESCLARECIMENTO 20. Os pedidos de esclarecimentos referentes a este processo licitatório deverão ser enviados ao Pregoeiro. e subsidiariamente na Lei nº 9.2. na aplicação das sanções. entre outros.3. 19. 20. 19. de 1999.666. Caberá ao Pregoeiro decidir sobre a impugnação no prazo de até vinte e quatro horas. sem prejuízo da responsabilidade civil e criminal. levará em consideração a gravidade da conduta do infrator.640-040.4.5.5. no endereço licitacoes. Setor de Protocolo. o caráter educativo da pena. comportar-se de modo inidôneo.1.selog. em qualquer momento da licitação.784. qualquer pessoa poderá impugnar este Edital. 20. Multa de até 10% (dez por cento) sobre o valor estimado do(s) item(s) prejudicado(s) pela conduta do licitante. A aplicação de qualquer das penalidades previstas realizar-se-á em processo administrativo que assegurará o contraditório e a ampla defesa ao licitante/adjudicatário. Acolhida a impugnação.7.3. 16 . Curitiba/PR. 19.19.srpr@dpf. 19. de 1993. 19. A penalidade de multa pode ser aplicada cumulativamente com a sanção de impedimento. As penalidades serão obrigatoriamente registradas no SICAF. O licitante/adjudicatário que cometer qualquer das infrações discriminadas no subitem anterior ficará sujeito. Impedimento de licitar e de contratar com a União e descredenciamento no SICAF. certame. A impugnação poderá ser realizada por petição dirigida ou protocolada no endereço sito na Rua Professora Sandália Monzon.gov.7. 19. As respostas às impugnações e os esclarecimentos prestados pelo Pregoeiro serão entranhados nos autos do processo licitatório e estarão disponíveis para consulta por qualquer interessado.2. 20.8. até 03 (três) dias úteis anteriores à data designada para abertura da sessão pública.3.7. Considera-se comportamento inidôneo. às seguintes sanções: 19. exclusivamente por meio eletrônico via internet. bem como o dano causado à Administração.1. As sanções por atos praticados no decorrer da contratação estão previstas no Termo de Referência. As impugnações e pedidos de esclarecimentos não suspendem os prazos previstos no 20. quanto ao enquadramento como ME/EPP ou o conluio entre os licitantes. 20. A autoridade competente. Bairro Santa Cândida. CEP 82. mesmo após o encerramento da fase de lances. Até 02 (dois) dias úteis antes da data designada para a abertura da sessão pública. a declaração falsa quanto às condições de participação.6. observado o princípio da proporcionalidade.3. 20. 19. pelo prazo de até cinco anos. observandose o procedimento previsto na Lei nº 8. será definida e publicada nova data para a realização do certame. 210.br.2.6. 19.1.

9.10. 21. no endereço eletrônico www. o princípio da isonomia. 21. ANEXO IV – Modelo de Proposta. no mesmo horário anteriormente estabelecido.br .8.Termo de Referência. Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impeça a realização do certame na data marcada. 21.5. desde que não haja comunicação em contrário pelo Pregoeiro. Só se iniciam e vencem os prazos em dias de expediente na Administração.3.gov. na íntegra. 21. a sessão será automaticamente transferida para o primeiro dia útil subsequente. os seguintes anexos: 21. Curitiba/PR.1. 21. observados os princípios da isonomia e do interesse público. Os licitantes assumem todos os custos de preparação e apresentação de suas propostas e a Administração não será. Curitiba/PR. 21. a finalidade e a segurança da contratação. Bairro Santa Cândida. atribuindo-lhes validade e eficácia para fins de habilitação e classificação. 21. responsável por esses custos. 21. 21.2.1. 21. ANEXO I .3. e 21. Na contagem dos prazos estabelecidos neste Edital e seus Anexos. A homologação do resultado desta licitação não implicará direito à contratação. prevalecerá as deste Edital. excluir-se-á o dia do início e incluir-se-á o do vencimento. independentemente da condução ou do resultado do processo licitatório. mesmo endereço e período no qual os autos do processo administrativo permanecerão com vista franqueada aos interessados.21.4. Em caso de divergência entre disposições deste Edital e de seus anexos ou demais peças que compõem o processo. Integram este Edital.7. o Pregoeiro poderá sanar erros ou falhas que não alterem a substância das propostas. O desatendimento de exigências formais não essenciais não importará o afastamento do licitante. As normas disciplinadoras da licitação serão sempre interpretadas em favor da ampliação da disputa entre os interessados. em nenhum caso. e também poderão ser lidos e/ou obtidos no endereço sito na Rua Professora Sandália Monzon. ANEXO III – Minuta da Ata de Registro de Preços.comprasnet. 210.2.5. nos dias úteis. ANEXO II – Minuta do Contrato.10. para todos os fins e efeitos. desde que não comprometam o interesse da Administração. 02 de Dezembro de 2014.6. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 21. desde que seja possível o aproveitamento do ato. Anerio Nereu Messias Ferreira Pregoeiro 17 .10. no horário das 09h00min às 11h30min e das 15h00min às 17h30min. registrado em ata e acessível a todos. ANEXO V – Termo de Vistoria.10. 21. dos documentos e sua validade jurídica.4.10. mediante despacho fundamentado. O Edital e seus anexos estão disponibilizados.10. No julgamento das propostas e da habilitação. 21.

como segue: Preço Unitário Estimado (R$) M 250 50 300 74. especificações e exigências estabelecidas neste Termo de Referência e seu Anexo “A”: Qtdde Local “b” Depósito Hauer Quantidade Total Licitada Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada Fornecimento e instalação de eletrocalha 2 metálica 100x50mm Fornecimento e instalação de eletroduto de 3 PVC de 1 polegada.91 M 350 50 400 80.5mm.81 M 200 40 240 36. Fornecimento e instalação de ponto de energia 11 em fio 2.09 und 3 1 4 3. Fornecimento e instalação de ponto de energia 10 em cabo PP 3X2. incluindo instalação. Fornecimento e instalação de poste de 6 8 metros.51 M 250 50 300 5. softwares. por IP.85 M 500 50 550 41. instalação e configuração de equipamentos.88 und 2 1 3 2. suporte técnico de software e hardware. Fornecimento e instalação de caixa de 7 passagem padrão 50x50.DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDENCIA REGIONAL NO PARANÁ SETOR DE ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA POLICIAL TERMO DE REFERÊNCIA 1. conforme condições. treinamento de pessoal.ANEXO I – TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ .5mm flex (3 fios FNT).1. materiais de infraestrutura e demais serviços necessários à implementação de Sistema de Circuito Fechado de TV.79 und 40 5 45 41. Fornecimento e instalação de canaleta plástica 4 de 50x20mm Fornecimento e instalação de eletroduto 5 metálico flexível (seal tube) de 1 polegada. nas dependências da Superintendência Regional da Polícia Federal no Estado do Paraná e demais unidades descentralizadas. assistência técnica e demais itens.05 M 250 50 300 12. necessários à implantação do sistema de CFTV.35 M 200 40 240 23. Sede da Superintendência Regional do DPF no Paraná e Depósito de Veículos Apreendidos no Bairro Vila Hauer. respectivamente.678. ambos em Curitiba/PR. garantia. Fornecimento e instalação de Quadro elétrico 9 com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN. Fornecimento e instalação de eletroduto 6 metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada. OBJETO 1. quantidades. 1 Qtdde Local “a” Superintendência ITEM INFRAESTRUTURA Unidade Medida GRUPO 1 – Compreendendo os itens 01 a 47. Registro de preços para contratação de empresas especializadas no fornecimento.40 M 700 50 750 163.570.37 18 . nos Locais “a” e “b”.

90 und 90 10 100 41.08 und 9 1 10 1. 44U x 800 x 23/19" de piso com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de RACK para LAN.37 m2 80 10 90 148.051. Instalação e Configuração de 32 Monitor 42 polegadas LED Fornecimento.55 und 2 1 3 4.706.79 und 2 0 2 5.154.219.78 und 300 30 330 53.( CÂMERA TIPO 4) Fornecimento.3 Megapixel c/ 28 Caixa de Proteção e Lente. Serviço de demolição e reconstituição de forro 13 de gesso ou dry-wall branco 12 M 500 75 575 74.985.61 und 4 1 5 18. und 32 2 34 3. Instalação e Configuração de 31 Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento.86 19 .565.02 und 9 1 10 2. 2U .987.348.74 und 4 0 4 164. 20U x 670 x 19".831.( CÂMERA TIPO 1) Fornecimento. Instalação e confi-guração de 27 Câmera Dome Fixa Interna Day/Night.91 und 2 0 2 5.633. Instalação e configuração de 26 Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1.23 und 40 10 50 148. Instalação e configuração de 33 Servidor de armazenamento NVR .347.78 Preço Unitário Estimado (R$) CABEAMENTO 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Panel Categoria 6 de 24 Portas Fornecimento e instalação de Tomada RJ-45 fêmea.19’’ M 12000 1500 13500 5.47 und 8 1 9 3.079.3 Megapixel.3 Megapixel. de piso. Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 Fornecimento e instalação de Fibra Óptica em cabo 6 fibras 50/125 Serviço de montagem e conectorização óptica em conector LC duplex e fibra multimodo Fornecimento e instalação de Cordão óptico LC/LC Fornecimento e instalação de DIO de 48 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de DIO de 12 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de RACK para LAN.28 und 40 10 50 235.00 Preço Unitário Estimado (R$) ATIVOS Fornecimento.( CÂMERA TIPO 3) Fornecimento. Instalação e Configuração de 29 Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1.44 und 31 9 40 8.( CÂMERA TIPO 2) Fornecimento.50 und 2 1 3 1. com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U. Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1.30 und 2 0 2 20.Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada. Instalação e Configuração de 30 Servidor de Gerenciamento (Banco de Dados) Fornecimento.31 und 90 9 99 3.24 TB com RAID 6 (Modelo 1).270.93 M 1000 100 1100 19.07 und 600 60 660 55.

59 und 1 1 2 35.28 und 2 0 2 15.30 47 Elaboração de projeto executivo.20 und 9 1 10 15.79 und 5 41. 20 .325.012. Instalação e Configuração de 41 No-break 6KVA Fornecimento. Fornecimento.44 46 Operação Assistida Hora 40 40 80 245.77 45 Treinamento Hora 16 16 32 188. Instalação e Configuração de 42 No-break 3KVA Fornecimento.85 49 Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm 50 Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada.31 44 Fornecimento de As-Built Und 1 1 2 Preço Unitário Estimado (R$) 3. Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50.Ethernet.224. Layer 2. 2 36 Portas 1000 SFP . M 50 41. Fornecimento. PoE (switch de borda) Fornecimento. necessários à implantação do sistema de CFTV. Instalação e Confi-guração de 34 Servidor de armazena-mento NVR .40 M 50 163. Instalação e Configuração de 43 Conversor de Mídia PoE und 0 1 1 144. Und 1 1 2 10.12 TB (Modelo 2) Fornecimento.91 51 Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm M 50 80.156. Instalação e Configuração de 35 Estação de Trabalho com software de monitoramento com módulo de mapas.492. Layer 3 Empilhável (switch core) Fornecimento. no Local “c” – Delegacia de Polícia Federal em Paranaguá/PR. Instalação e Configuração de 38 Módulo Console de Vídeo para Operador Matriz Virtual Fornecimento.35 M 40 23.332.51 und 2 0 2 28.81 M 40 36.170.934.37 SERVIÇOS ADICIONAIS Qtdde Local “c” PARANAGUÁ ITEM INFRAESTRUTURA Unidade Medida GRUPO 2 – Compreendendo os itens 48 a 82. Instalação e Configu-ração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000 – 37 Gigabit Ethernet.428.09 48 52 53 54 Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada. Instalação e Configuração de 40 Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB.Fornecimento. como segue: Preço Unitário Estimado (R$) M 35 74.12 und 2 1 3 8.16 und 1 1 2 14.363.89 und 4 0 4 39.833. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada.01 und 1 1 2 10.14 und 23 0 23 951. Instalação e Configuração de 39 Decodificador de Vídeo Fornecimento. Instalação e Configu-ração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000.

78 M 1500 Preço Unitário Estimado (R$) 5.89 76 Fornecimento. Instalação e Configuração de No-break 6KVA und 1 10.( CÂMERA TIPO 2) Fornecimento.55 und 1 4.00 64 65 66 Fornecimento e instalação de RACK para LAN. 20U x 670 x 19".( CÂMERA TIPO 3) Fornecimento.012.363.325.08 CABEAMENTO 61 Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 62 Fornecimento e instalação de Patch Panel .985.59 74 Fornecimento.01 77 Fornecimento. Instalação e Configuração de No-break 3KVA und 1 8. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada.570.Ethernet. Instalação e Confi-guração de Servidor de armazenamento NVR .55 56 57 58 59 60 Fornecimento e instalação de poste de 6 metros. Instalação e Configuração de Estação de Trabalho com software de monitoramento com módulo de mapas.987.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente.( CÂMERA TIPO 4) Fornecimento.5mm flex (3 fios FNT).3 Megapixel.831.5mm.12 78 Fornecimento. Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2.833.706.51 M 50 5.93 und 1 3. Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas LED Fornecimento. Instalação e Configu-ração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000.88 und 1 2.37 m2 10 148. Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2. Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1.( CÂMERA TIPO 1) Fornecimento. Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento.07 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 und 60 55.61 und 1 18. Layer 2. Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1.20 75 Fornecimento.219. Categoria 6 und 30 53. und 1 35.14 21 .31 und 9 3.05 M 50 12. 2U 19’’ Preço Unitário Estimado (R$) ATIVOS 67 68 69 70 71 72 73 Fornecimento. de piso.90 und 10 41.37 M 75 74.678. Instalação e Configuração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB. Instalação e confi-guração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night.44 und 9 8. PoE (switch de borda) und 1 15.3 Megapixel.30 und 1 1.12 TB (Modelo 2) und 2 3.565. und 1 14.Categoria 6 de 24 Portas und 1 1. 2 Portas 1000 SFP .270.156. Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1. com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U.492.78 63 Fornecimento e instalação de Tomada RJ-45 fêmea.633.74 und 1 144. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall branco und 1 3. Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN.

2U 19’’ und 10 41. Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2.270. com porta frontal em acrílico und 1 3. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada.44 81 Operação Assistida Hora 40 245.91 86 Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm M 50 80. como segue: Preço Unitário Estimado (R$) M 35 74.37 SERVIÇOS ADICIONAIS Qtdde Local “d” PONTA GROSSA ITEM INFRAESTRUTURA Unidade Medida GRUPO 3 – Compreendendo os itens 83 a 117.40 M 50 163.09 90 Fornecimento e instalação de poste de 6 metros.00 22 .79 Fornecimento de As-Built Und 1 Preço Unitário Estimado (R$) 3.30 82 Elaboração de projeto executivo.678.565.79 83 87 88 Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada.78 98 Fornecimento e instalação de Tomada RJ-45 fêmea.428.81 M 40 36.332. Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2.93 100 Fornecimento e instalação de RACK para LAN. Und 1 10. M 50 41. necessários à implantação do sistema de CFTV.08 91 92 93 94 95 Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN. 20U x 670 x 19".90 101 Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U. und 5 41. no Local “d” – Delegacia de Polícia Federal em Ponta Grossa/PR. 89 Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50.5mm flex (3 fios FNT).5mm.77 80 Treinamento Hora 16 188. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall branco CABEAMENTO 96 Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 97 Fornecimento e instalação de Patch Panel . Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada.570.85 84 Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm 85 Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada.05 M 50 12.51 M 50 5.07 99 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 und 60 55.78 M 1500 Preço Unitário Estimado (R$) 5. und 1 3.37 m2 10 148. de piso.35 M 40 23.88 und 1 2.Categoria 6 de 24 Portas und 1 1. Categoria 6 und 30 53.37 M 75 74.

85 120 Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada.428. 122 124 Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50. Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1. Layer 2.831.( CÂMERA TIPO 4) Fornecimento.Preço Unitário Estimado (R$) ATIVOS 102 Fornecimento. Instalação e Configuração de No-break 6KVA und 1 10.3 Megapixel.363. M 50 41.706.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente. 114 Fornecimento de As-Built Und 1 Preço Unitário Estimado (R$) 3. 23 .91 121 Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm M 50 80.325. Instalação e Configuração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB. Instalação e confi-guração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night. Und 1 10.985. Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas LED Fornecimento. Instalação e Configu-ração de Switch Gerenciável 24 110 Portas 10/100/1000.3 Megapixel.09 ITEM Unidade Medida GRUPO 4 – Compreendendo os itens 118 a 152.332. Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento.12 TB (Modelo 2) Fornecimento. PoE (switch de borda) 111 Fornecimento.12 113 Fornecimento.35 M 40 23. no Local “e” – Delegacia de Polícia Federal em Guarapuava/PR.37 SERVIÇOS ADICIONAIS Qtdde Local “e” GUARAPUAVA Preço Unitário Estimado (R$) Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada 119 Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm M 35 74. Instalação e Confi-guração de Servidor de armazenamento NVR .987.012.44 116 Operação Assistida Hora 40 245. Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1.( CÂMERA TIPO 3) Fornecimento. como segue: INFRAESTRUTURA 118 Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada. 2 Portas 1000 SFP .74 und 1 144.79 und 5 41.156.833.Ethernet.77 115 Treinamento Hora 16 188. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) 123 de 1/2 polegada. Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1.40 M 50 163.55 und 1 4.81 M 40 36.31 und 9 3.30 und 1 1. Instalação e Configuração de No-break 3KVA und 1 8. und 2 3.( CÂMERA TIPO 1) Fornecimento.89 und 1 14.( CÂMERA TIPO 2) Fornecimento.20 und 1 15.61 und 1 18.59 und 1 35.14 103 104 105 106 107 108 109 Fornecimento. Instalação e Configuração de Estação de Trabalho com software de monitoramento com módulo de mapas.01 112 Fornecimento.492.30 117 Elaboração de projeto executivo.219.633.44 und 9 8. necessários à implantação do sistema de CFTV.

59 und 1 35.20 und 1 15. Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2.492.219.5mm flex (3 fios FNT). Instalação e Configuração de Estação de Trabalho 144 com software de monitoramento com módulo de mapas.570.831.706.Ethernet.08 132 Fornecimento e instalação de Patch Panel .55 und 1 4.Categoria 6 de 24 Portas und 1 1.565. Categoria 6 und 30 53.985.3 Megapixel.05 M 50 12.270. 24 . Instalação e confi-guração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night.93 und 1 3.07 134 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 und 60 55.78 133 Fornecimento e instalação de Tomada RJ-45 fêmea.833.( CÂMERA TIPO 2) und 9 3. Instalação e Configuração de No-break 3KVA und 1 8. Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1. com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U. 20U x 670 x 19".31 138 Fornecimento.5mm. Instalação e Configuração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall branco CABEAMENTO 131 Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 Fornecimento e instalação de RACK para LAN.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente.78 M 1500 Preço Unitário Estimado (R$) 5.678. PoE (switch de borda) 146 Fornecimento.3 Megapixel.363.12 TB (Modelo 2) Fornecimento.( CÂMERA TIPO 3) und 9 8. Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1.12 148 Fornecimento. Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada.( CÂMERA TIPO 1) und 2 3.633. Instalação e Configu-ração de Switch Gerenciável 24 145 Portas 10/100/1000.987. Instalação e Confi-guração de Servidor de armazena143 mento NVR .00 126 127 128 129 130 Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN. de piso.14 Fornecimento.37 M 75 74.74 und 1 144.325.01 147 Fornecimento. und 1 3.156.( CÂMERA TIPO 4) und 1 18. Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento.51 M 50 5. Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1. 2U 136 19’’ 135 Preço Unitário Estimado (R$) ATIVOS 137 Fornecimento. Layer 2.88 und 1 2. Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas 142 LED Fornecimento. 141 Fornecimento.37 m2 10 148.125 Fornecimento e instalação de poste de 6 metros.89 und 1 14.012.44 139 Fornecimento.90 und 10 41. Instalação e Configuração de No-break 6KVA und 1 10.30 und 1 1. 2 Portas 1000 SFP .61 140 Fornecimento.

149 Fornecimento de As-Built

Und

1

Preço Unitário
Estimado (R$)
3.428,77

150 Treinamento

Hora

16

188,44

151 Operação Assistida

Hora

40

245,30

152 Elaboração de projeto executivo.

Und

1

10.332,37

SERVIÇOS ADICIONAIS

Qtdde Local“f”
CASCAVEL

Preço Unitário
Estimado (R$)

Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de
1 polegada
154 Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm

M

35

74,40

M

50

163,85

155 Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada.

M

50

41,91

156 Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm

M

50

80,35

M

40

23,81

M

40

36,79

159 Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50.

und

5

41,09

160 Fornecimento e instalação de poste de 6 metros.

und

1

3.570,88

und

1

2.678,05

M

50

12,51

M

50

5,37

M

75

74,37

m2

10

148,78

M

1500

Preço Unitário
Estimado (R$)
5,08

167 Fornecimento e instalação de Patch Panel - Categoria 6 de 24 Portas

und

1

1.270,78

168 Fornecimento e instalação de Tomada RJ-45 fêmea, Categoria 6

und

30

53,07

169 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6

und

60

55,93

und

1

3.565,90

und

10

41,00

ITEM

Unidade Medida

GRUPO 5 – Compreendendo os itens 153 a 187, necessários à implantação do sistema de CFTV, no
Local “f” – Delegacia de Polícia Federal em Cascavel/PR, como segue:

INFRAESTRUTURA

153

Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube)
de 1 polegada.
Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube)
158
de 1/2 polegada.
157

161
162
163
164
165

Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores
monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN.
Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP
3X2,5mm.
Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2,5mm flex (3
fios FNT).
Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1
polegada.
Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall
branco

CABEAMENTO
166 Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6

Fornecimento e instalação de RACK para LAN, 20U x 670 x 19", de
piso, com porta frontal em acrílico
Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U, 2U 171
19’’
170

25

Preço Unitário
Estimado (R$)

ATIVOS
172

Fornecimento, Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa
Interna Day/Night 1.3 Megapixel.( CÂMERA TIPO 1)
Fornecimento, Instalação e confi-guração de Câmera Dome Fixa
Interna Day/Night.( CÂMERA TIPO 2)
Fornecimento, Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night
1.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente.( CÂMERA TIPO 3)
Fornecimento, Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em
Dome Externa Day Night 1.3 Megapixel.( CÂMERA TIPO 4)
Fornecimento, Instalação e Configuração de Monitor de 26
polegadas LED
Fornecimento, Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas
LED
Fornecimento, Instalação e Confi-guração de Servidor de armazenamento NVR - 12 TB (Modelo 2)
Fornecimento, Instalação e Configuração de Estação de Trabalho
com software de monitoramento com módulo de mapas.

und

2

3.987,31

und

9

3.219,44

und

9

8.985,61

und

1

18.633,30

und

1

1.706,55

und

1

4.831,74

und

1

144.492,59

und

1

35.363,20

und

1

15.325,89

und

1

14.156,01

182 Fornecimento, Instalação e Configuração de No-break 6KVA

und

1

10.833,12

183 Fornecimento, Instalação e Configuração de No-break 3KVA

und

1

8.012,14

173
174
175
176
177
178
179

Fornecimento, Instalação e Configu-ração de Switch Gerenciável 24
180 Portas 10/100/1000, 2 Portas 1000 SFP - Ethernet, Layer 2, PoE
(switch de borda)
181

Fornecimento, Instalação e Configuração de Mesa Controladora –
Joystick 3 eixos – USB.

184 Fornecimento de As-Built

Und

1

Preço Unitário
Estimado (R$)
3.428,77

185 Treinamento

Hora

16

188,44

186 Operação Assistida

Hora

40

245,30

187 Elaboração de projeto executivo.

Und

1

10.332,37

SERVIÇOS ADICIONAIS

2.

DESCRIÇÃO GERAL DOS SISTEMAS

2.1.
Devem ser observadas as Normas e Códigos de Obras aplicáveis e a prescrição das
Normas Brasileiras consideradas como elementos base para quaisquer serviços, ou fornecimento de
materiais e equipamentos.
2.2.
O sistema contratado deverá possibilitar integração com os sistemas de automação
predial, controle de acesso e detecção e alarme de incêndio, em um software único, em rede TCP/IP
trafegando via protocolo aberto.
2.3.
Na falta ou no caso de insuficiência de normas específicas da ABNT ou Inmetro, devem
ser adotadas as recomendações da IEEE, CE, FCC, EIA, JPEG, NTSC, PAL, UL e ONVIF como
referência de qualidade dos serviços, fornecimento e testes.
2.4.
A instalação dos sistemas deve ser feita pela CONTRATADA através de profissionais
especializados.

26

2.5.
Os equipamentos deverão ser fornecidos, instalados e integrados sob responsabilidade da
CONTRATADA, a qual se responsabiliza também por manter a garantia, efetuar a manutenção e o
fornecimento de peças de reposição durante o prazo da garantia contratual.
2.6.
A instalação e “start up” do sistema serão feitos pela CONTRATADA, mediante
utilização de mão-de-obra qualificada e treinada de acordo com as recomendações do fabricante.
2.7.
Deverá ser fornecido um sistema de CFTV (circuito fechado de TV), conectado via rede
TCP/IP. O sistema de CFTV deverá possibilitar integração com outros sistemas de segurança
eletrônico, tais como sistemas de controle de acesso, incêndio, alarmes e outros, através de SDK
(Software Development Kit) e API abertas.
2.8.
Todo o sistema de CFTV deverá ser fornecido e instalado, conforme indicado em projeto,
para uso em regime contínuo, 24 horas por dia, 07 dias por semana.
2.9.

O sistema (Câmeras e Gravadores) obrigatoriamente deverá ter as certificações abaixo:

a.

H.264, parte 10 (ISO 14496-10);

b.

Compatível com ONVIF versão 2.1.

2.10.
O cabeamento de rede que atenderá o Sistema de CFTV deverá ser independente da rede
corporativa existente do edifício.
2.11.
A rede de interligação das câmeras de CFTV ao Rack de Segurança será feita através de
cabos UTP categoria 6 em topologia estrela, instalados e certificados conforme previsto nas
especificações técnicas.
2.12.
A alimentação das câmeras será PoE ou hPoE, conforme o dispositivo, padrões IEEE
802.3af e/ou EEE 802.3at, através do mesmo cabo UTP Cat. 6 que transmitirá os sinais de vídeo e
alimentação elétrica para as câmeras. Caso a distância até o switch não permita alimentação PoE, a
Contratada deverá fornecer a fonte específica e infraestrutura para alimentação da câmera até ponto de
energia fornecido pela Contratante.
2.13.
Todos os equipamentos, materiais, softwares e demais componentes deverão ser novos,
sem uso e não recondicionados;
2.14.
Todos os cabos devem ser devidamente identificados, em ambas as extremidades, com o
número da câmera que atende, conforme indicado em projeto. A forma de identificação deverá ser
aprovada pela FISCALIZAÇÃO.
2.15.
As soluções e dispositivos especificados (Infraestrutura, Cabeamentos e Ativos) deverão
ser instalados com todos os seus componentes necessários (mão de obra especializada, equipamentos,
componentes, serviços, peças, licenças, configuração, hardwares e softwares e etc).
2.16.
Mesmo que não esteja expressamente especificado na descrição técnica de algum
dispositivo que seu pleno funcionamento dever ocorrer desde a instalação do item licitado, não será
admitido o entendimento de mera expectativa de necessidade futura da funcionalidade licitada em
cada item ou de que qualquer funcionalidade descrita necessite de aquisição de complemento para sua
imediata implementação. Este condição somente não se aplica para as funcionalidades, serviços,
facilidades e outros que tenham a previsão expressamente declarada de que a funcionalidade
pretendida é uma intenção de utilização futura, ou seja, deve estar especificada como “previsão” de
aplicativo, hardware e outros, a serem contratados.
2.17.
Ressalta-se que, onde estiver expresso “permitir” ou “possibilitar” entender-se-á que o
sistema deverá estar com as funcionalidades prontas, plenamente, para utilização imediata na
instalação sem qualquer ônus adicional à Contratante.

27

2.18.

Diagrama de Blocos exemplificativo para a Superintendência – Curitiba/PR.

2.19.

Figura 2 – Diagrama de Blocos exemplificativo para as demais Unidades.

2.20.
Relação geral dos materiais/componentes e serviços necessários para os sistemas, cujas
quantidades específicas por localidades, estão descritas no item 1 deste termo de referência.
INFRAESTRUTURA
Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada
Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm
Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada.
Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm
Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada.
Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada.
Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50.
Fornecimento e instalação de poste de 6 metros.

28

Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento. 20U x 670 x 19".( CÂMERA TIPO 3) Fornecimento. complementadas com os demais detalhamentos deste Termo de Referência.Ethernet. Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 Fornecimento e instalação de Fibra Óptica em cabo 6 fibras 50/125 Serviço de montagem e conectorização óptica em conector LC duplex e fibra multimodo Fornecimento e instalação de Cordão óptico LC/LC Fornecimento e instalação de DIO de 48 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de DIO de 12 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de RACK para LAN. Instalação e Configuração de Decodificador de Vídeo Fornecimento. com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U.12 TB (Modelo 2) Fornecimento. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada. 29 . Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000.Categoria 6 de 24 Portas Fornecimento e instalação de Tomada RJ-45 fêmea. Fornecimento. Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000 – Gigabit Ethernet. Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2.24 TB com RAID 6 (Modelo 1). Instalação e Configuração de Servidor de armazenamento NVR .3 Megapixel. Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas LED Fornecimento. Fornecimento. Fornecimento.5mm flex (3 fios FNT). Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1. estão descritas no Anexo “A” deste Termo de Referência.3 Megapixel. 2 Portas 1000 SFP . Instalação e Configuração de Conversor de Mídia PoE SERVIÇOS ADICIONAIS Fornecimento de As-Built Treinamento Operação Assistida Elaboração de projeto executivo. de piso. Instalação e Configuração de No-break 6KVA Fornecimento. 2.3 Megapixel c/ Caixa Proteção e Lente.21. Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1. Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night. Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2. Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1. 2U . Instalação e Configuração de No-break 3KVA Fornecimento.( CÂMERA TIPO 1) Fornecimento. Layer 2. Layer 3 Empilhável (switch core) Fornecimento.( CÂMERA TIPO 2) Fornecimento. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall branco CABEAMENTO Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Panel . Instalação e Configuração de Módulo Console de Vídeo para Operador Matriz Virtual Fornecimento. Instalação e Configuração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB. Instalação e Configuração de Estação de Trabalho com software de monitoramento com módulo de mapas.19’’ ATIVOS Fornecimento. As especificações técnicas de cada item acima citado. 44U x 800 x 23/19" de piso com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de RACK para LAN. Instalação e Configuração de Servidor de Gerenciamento (Banco de Dados) Fornecimento.( CÂMERA TIPO 4) Fornecimento. PoE (switch de borda) Fornecimento.5mm.Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN. Instalação e configuração de Servidor de armazenamento NVR .

3. 3.5. Rua Professora Sandália Monzon. Os equipamentos. placas e/ou equipamentos. b. CEP 83203-300.Depósito de veículos Apreendidos. conforme itens e quantidades contratados e. CEP 85010-170.Santa Cândida.718.Vila Estrela. Rua Professor Becker. CEP 82640-040. materiais. Rua Manoel Bonifácio.1. Local “f” .Delegacia de Polícia Federal em Paranaguá/PR. Rua Paraná. sem prejuízo das garantias estipuladas na documentação.6. Todos os insumos. Rua Presidente Pádua Fleury 1789 – Vila Hauer. encargos trabalhistas e previdenciários. conforme orçamentos prévios com empresas do ramo e a demanda alcançada na elaboração deste Termo de Referência. Curitiba/PR CEP 81630-240.Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Estado do Paraná.4. Cascavel/PR. Caso ocorra. deverão estar inclusos nos preços ofertados na proposta. serão autorizados a entregar os equipamentos e materiais.5. 3. materiais de cabeamento e infraestrutura especificados neste documento deverão ser entregues e instalados nesta Superintendência e suas Unidades Descentralizadas. 3. 3.Delegacia de Polícia Federal em Ponta Grossa/PR. 3. 3. canaletas e etc. seguros.5. e não existindo pendências impeditivas. softwares e demais custos correrão por conta da Contratada. 316 . acessórios.5.Delegacia de Polícia Federal em Cascavel/PR. na execução dos testes.4. Local “d” .738. sendo que as quantidades serão efetivamente contratadas conforme a necessidade e condições orçamentárias disponíveis à época. CEP 85. alvenaria. portanto. 1950 – Centro. peças. deslocamentos. 210 .810-010.3. licenças. c. queima de componentes. com as respectivas quantidades multiplicadas pelos valores unitários. Local “b” . relatórios completos dos ensaios realizados.3. Curitiba/PR. 3. Local “e” . INFORMAÇÕES PROPOSTA RELEVANTES PARA O DIMENSIONAMENTO DA 3. Local “a” . Guarapuava/PR.5. Paranaguá/PR. Ponta Grossa/PR. em duas vias. Após os testes de aceitação. Caso sejam necessários testes e ensaios de aceitação em fábrica. caberá ao contratado a reposição dos mesmos. 30 .5. 3. O valor acima perfaz a soma de todos os itens. mesmo que não configurem item de licitação correrão às expensas da Contratada.5. não sendo prevista quantidade mínima: 3.2. softwares. uma vez satisfeitas as condições impostas pelas normas de referências e pelas disposições desta especificação. 1264 – Centro. elétrica.2.5.Delegacia de Polícia Federal em Guarapuava/PR. CEP 84040-120.1. Pequenas adequações de pontos de lógica. Local “c” .1. estando previstas as respectivas quantidades próprias em cada localidade – conforme item 1 deste Termo de Referência. estes deverão ser realizados em fábrica na presença de membros da engenharia e/ou comissão de fiscalização indicados pela Polícia Federal: a.4.3. programações. 3. fretes. não cabendo nenhum ônus adicional à Contratante para ter todas as funcionalidades previstas no Objeto deste certame. Para os testes. Rua Carlos Osternack. 309 – Centro. Deverão ser fornecidos. o fornecedor deverá notificar a Polícia Federal com antecedência mínima de 15 (quinze) dias da data prevista para os ensaios. O valor estimado total da contratação é de R$ 4. em todos os grupos. cabeamentos. podendo ocorrer em separado por item e em qualquer quantidade – desde que possível a implantação/incremento do sistema de CFTV.77 (quatro milhões setecentos e trinta e oito mil setecentos e dezoito Reais e setenta e sete Centavos). hardware.

1. no mínimo.6. infraestruturas. além da identificação da ocorrência e providências tomadas. Entende-se por assistência técnica da garantia a manutenção preventiva e corretiva de reparação das eventuais falhas dos equipamentos. mediante a substituição de peças e componentes por outros de mesma especificação. nos locais em que os serviços deverão ser executados.3.1. A CONTRATADA deverá oferecer garantia total e serviços de assistência técnica para os serviços. cabendo a Contratada observância das seguintes condições: 4. 36 (trinta e seis) meses após o recebimento definitivo da instalação e configuração. fretes. de relação da rede própria ou credenciada de assistência técnica no Estado do Paraná. contado a partir do recebimento da solicitação efetuada pelo Contratante. softwares. 4. início/término do atendimento.1. incluindo mão-de-obra. A garantia deverá ser prestada com assistência on-line. 4.1. cabeamentos. deslocamentos. 24 horas por dia. todos os chamados técnicos feitos pelo Contratante.1. estando condicionado à aprovação do Contratante. 4.1. Fornecimento de suporte técnico do software de supervisão/gerenciamento e assistência técnica para manutenções preventivas e corretivas sem ônus para a Contratante durante a vigência do prazo de garantia. materiais de cabeamento e infraestrutura de. 4. sete dias por semana. para fins de controle e acompanhamento.2. sem prejuízo do controle a ser realizado pelo Executor do Contrato. viagens e substituição de peças ou materiais. 4. via sistema informatizado. DA GARANTIA DOS MATERIAIS/EQUIPAMENTOS/SERVIÇOS 4. inclusive para as demais condições de garantia. transportes. Caso algum item específico licitado tenha tempo de garantia maior que o solicitado. observando-se os seguintes critérios: a) O início do atendimento não poderá ultrapassar o prazo de 12 (doze) horas corridas. e) A Contratada deverá registrar.1. no ato de entrega dos equipamentos. f) O acompanhamento da prestação dos serviços deverá ser realizado por intermédio de um número de protocolo fornecido pela Contratada no momento da abertura do chamado técnico. de acordo com os manuais e normas técnicas específicas para os mesmos. contado a partir da solicitação efetuada pelo Contratante à Central de Atendimento a ser informada pela Contratada. diárias. b) Entende-se por início do atendimento o horário de chegada do técnico enviado pela Contratada ou pela empresa autorizada pelo fabricante.4. sendo que ao final de cada visita técnica deverá ser apresentado relatório de visita contendo data/hora do chamado. Os serviços de assistência técnica da garantia dos equipamentos e serviços deverão ser prestados nos locais de execução dos mesmos.4. valerá o maior tempo de garantia oferecido. diretamente ou por meio de rede credenciada. 31 . conforme o caso.1. Fornecimento. novos de primeiro uso e originais. softwares. d) Entende-se por término do atendimento a hora em que o equipamento for disponibilizado para uso em perfeitas condições de funcionamento. c) O término do atendimento não poderá ultrapassar os prazos de 24 (vinte e quatro) horas corridas. equipamentos. componentes e periféricos.5.

i) Se a assistência técnica não for concluída nos prazos previstos nesta Cláusula. também por escrito. j) No caso de ser necessária a retirada do equipamento defeituoso das dependências do Contratante e a sua remoção ao Centro de Atendimento da Contratada.1. ao Contratante. descrição dos serviços executados. comprovando que o responsável técnico da empresa vistoriou os locais de instalação dos equipamentos e esclareceu todas as dúvidas de ordem técnica e legais.g) Os prazos fixados nos itens anteriores. ou 30(trinta) dias úteis no prazo de vigência da garantia. deverá a Contratada relatar por escrito a situação ao servidor responsável pelo acompanhamento dos serviços. l) A Contratada deverá substituir qualquer equipamento por outro novo e de primeiro uso. que autorizará a substituição das peças/componentes os quais deverão ser novos de primeiro uso e originais. após constatar tal necessidade. autorizará a saída. k) O equipamento colocado em substituição ficará instalado nas dependências do Contratante até a devolução do equipamento consertado. ser prorrogados pelo período que o Executor do Contrato incumbido do acompanhamento e da fiscalização do Contrato entenda suficiente para que os serviços de assistência técnica dos equipamentos sejam concluídos. m) O equipamento a que se refere o parágrafo anterior terá o mesmo prazo de garantia do equipamento que fora substituído. A devolução do equipamento retirado para reparo deverá ser comunicada por escrito. nas instalações do local de execução dos serviços. estendendo-se até o dia útil anterior à data prevista para a abertura da sessão pública. deverá ser formulado antes do transcurso do prazo fixado para o atendimento do chamado de assistência técnica ou para a conclusão do reparo do equipamento defeituoso. n) Toda e qualquer substituição deverá ser acompanhada pelo Fiscal do Contrato.2. pela Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná. que deverá ocorrer no prazo de 05 (cinco) dias úteis após a sua retirada para reparos. h) Para que possa ser apreciado o pedido de prorrogação. DA VISTORIA TÉCNICA 5. 5. a Contratada fornecerá ao Contratante documento em que conste a identificação do chamado técnico. o licitante poderá realizar vistoria. indicação da peça e/ou componente eventualmente substituído. que. devendo o agendamento ser efetuado previamente pelos telefones (41) 32517830/7831/7832. ultrapassar a 10 (dez) dias úteis no prazo de 30 (trinta) dias corridos. Esta substituição será em caráter definitivo. 32 . o) Concluída a manutenção. das 09:00 horas às 11:30 horas e de 14:30 às 17:00 horas. relativos a início e término de atendimento. Para o correto dimensionamento e elaboração de sua proposta. devidamente comprovados. sempre que a soma dos períodos de paralisação do mesmo. O prazo para vistoria iniciar-se-á no dia útil seguinte ao da publicação do Edital. acompanhado por servidor designado para esse fim. equivalente ou de configuração superior àquele defeituoso. de caráter facultativo. 5. mediante solicitação escrita da Contratada e à vista dos fundamentos por ela apresentados. quando será emitido Termo de Vistoria. em virtude da necessidade de serviços de assistência técnica. data e hora de início e término da assistência técnica. de segunda à sexta-feira. o qual o substituirá até a conclusão de seus reparos. observado o disposto no parágrafo anterior. poderão. devendo ser providenciada em 07 (sete) dias após a Contratada ter sido notificada pelo Contratante. deverá a Contratada providenciar o imediato empréstimo de outro equipamento em perfeito estado de funcionamento.

podendo adquirir cada item dos serviços e equipamentos em separado e em qualquer quantidade. deverá estar devidamente identificado e com comprovação de representação junto à empresa interessada. O Sistema de CFTV. conforme a demanda e dimensionamento da Contratante à época da contratação. como aptas a plena prestação dos serviços. estruturais. 7. 7.4. a licitante. ou o seu representante.4. O objeto da presente contratação por ser objetivamente especificado por meio de padrões usuais de mercado do ramo. 6.3. quando em desacordo com as especificações constantes neste Termo de Referência e na proposta. devendo ser corrigidos/refeitos/substituídos no prazo fixado pelo fiscal do contrato. A contratação se dará conforme a conveniência da Contratante. pode ser classificado como “bem comum”. bem como os CD’s de instalação. deverá estar compatível com as dimensões de salas técnicas e demais áreas destinadas para receber os equipamentos e a instalação. 7. 33 . capacidade orçamentária e prioridades operacionais. a ser adquirido pela Polícia Federal. não impedirá a participação do licitante. FORMA DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS 7. A presente contratação deve atender os critérios de preferência previstos no Decreto nº 7.6.2. No ato da entrega dos equipamentos. em língua portuguesa. nos termos do parágrafo único.3. sejam elas físicas. será de competência da CONTRATADA. 7.2. Para a vistoria. ser licitado por meio da modalidade Pregão.520. de 2002. legais e demais adversidades que possam existir. 7.1. 6. do art.1. desde que previamente aceito pela Contratante. 7. a qual deverá ser composta pelos seguintes itens: 7. O prazo para a entrega e instalação dos equipamentos para aceitação provisória deverá ocorrer em no máximo 30 (trinta) dias corridos da data de assinatura do contrato. fornecer a documentação em mídia impressa e óptica. vetada qualquer alegação de desconhecimento das condições reais de realização dos serviços. às custas da Contratada. A não realização da Vistoria. 1°.3. Deverá seguir os dados técnicos exigidos neste Termo de Referencia. Os serviços devem ser executados na forma prevista no Anexo “A” deste Termo de Referência. Licenças de todos os softwares instalados. 7. obedecendo à demanda das unidades. da Lei 10.1. sem prejuízo da aplicação de penalidades.6.4.5.1.5.174/2010. 7. sendo-lhe. desta forma. A prestação dos serviços para o fornecimento do Objeto não gera vínculo empregatício entre os empregados da Contratada e a Administração. 5.2. podendo.6. devendo o sistema estar totalmente testado e certificado ao término das instalações. 6. Os serviços poderão ser rejeitados. no todo ou em parte. porém. aceitando-as tacitamente. vedando-se qualquer relação entre estes que caracterize pessoalidade e subordinação direta. O prazo de entrega poderá ser estendido conforme a demanda contratada em cada contratação. Manual de operação dos equipamentos e softwares. tecnológicas. CLASSIFICAÇÃO DOS BENS COMUNS 6. portanto.

8. bem como o nome dos empregados eventualmente envolvidos. na qualidade e quantidade especificadas neste Termo de Referência e em sua proposta. que deverá ser realizada em até 48 (quarenta e oito) horas. Notificar a Contratada. O recebimento provisório ou definitivo do objeto não exclui a responsabilidade da contratada pelos prejuízos resultantes da incorreta execução do contrato.10. 8. 7.7. OBRIGAÇÕES DO CONTRATANTE 8. solicitando imediata e expressamente sua substituição. anotando em registro próprio as falhas detectadas. 8. por servidor especialmente designado.5. Efetuar as retenções tributárias devidas sobre o valor da Nota Fiscal/Fatura fornecida pela contratada. salvo quando previamente acordado por razão de serviço. válido por 30 dias.4. 8.9. Considerar-se-á prestado o serviço quando todos os equipamentos. será emitido o “Termo de Aceitação Experimental – TAE”.7.9. por escrito. com a alocação dos empregados necessários ao perfeito cumprimento das cláusulas contratuais.7. deverá ser efetuada uma simulação de todas as especificações constantes no anexo “A” para que seja avaliada a plena execução de funções predefinidas e. As entregas nos locais indicados deverão ocorrer de segunda a sexta-feira em horário comercial.1. Após a instalação dos equipamentos. 7.1. ferramentas e utensílios necessários.8. 8.2. e encaminhando os apontamentos à autoridade competente para as providências cabíveis. 8.2. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 9. Exigir o cumprimento de todas as obrigações assumidas pela Contratada. Exercer o acompanhamento e a fiscalização dos serviços. 8. 8. no prazo e condições estabelecidas no Edital e seus anexos. Prestar os esclarecimentos solicitados pela empresa. Pagar à Contratada o valor resultante da prestação do serviço. 7. acessórios.8. fixando prazo para a sua correção. 8. Executar os serviços conforme especificações deste Termo de Referência e de sua proposta.9. Rejeitar todo e qualquer produto que estiver fora das especificações. Proporcionar todas as facilidades para que a CONTRATADA possa cumprir suas obrigações dentro dos prazos e condições estabelecidos. da ocorrência de eventuais imperfeições no curso da execução dos serviços. além de fornecer os materiais e equipamentos.3.1. mês e ano. 34 . Informar a Contratada o endereço para entrega do objeto.9. mediante termo circunstanciado. pertinentes ao objeto do presente instrumento. estando o sistema em funcionamento normal e sem nenhuma pendência. 8.6. Exigir o cumprimento de todos os compromissos assumidos pela Contratada 9. contados a partir da notificação. Após este período e verificada a ausência de qualquer falha no equipamento será emitido o “Termo de Aceitação Definitivo – TAD”. indicando dia. programas e funcionalidades contratadas estiverem plenamente aptos ao uso imediato. 7. de acordo com as cláusulas contratuais e os termos de sua proposta. As instalações nos locais indicados seguem o mesmo procedimento do item anterior.

9. ou dos pagamentos devidos à Contratada. Manter o (s) empregado (s) nos horários predeterminados pela Administração. todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação. Relatar à Contratante toda e qualquer irregularidade verificada no decorrer da prestação dos serviços.3. inclusive aquelas com deslocamento dos técnicos. instaladores ou troca de 35 . Utilizar empregados habilitados e com conhecimentos básicos dos serviços a serem executados. a relação nominal dos empregados que adentrarão no órgão para a execução do serviço. 9. remover ou substituir. exceto quando ocorrer algum dos eventos arrolados nos incisos do § 1º do art. Responsabilizar-se por todas as obrigações trabalhistas.12. Apresentar. 9. Apresentar os empregados devidamente uniformizados e identificados por meio de crachá.7.5. caso exigida no edital. além de provê-los com os Equipamentos de Proteção Individual .16. caso o previsto inicialmente em sua proposta não seja satisfatório para o atendimento ao objeto da licitação. Manter durante toda a vigência do contrato.13.666. no total ou em parte. 9. em compatibilidade com as obrigações assumidas. Guardar sigilo sobre todas as informações obtidas em decorrência do cumprimento do 9. os serviços efetuados em que se verificarem vícios. o valor correspondente aos danos sofridos. de 1993. Arcar com o ônus decorrente de eventual equívoco no dimensionamento dos quantitativos de sua proposta. cuja inadimplência não transfere responsabilidade à Contratante. 9. alertando-os a não executar atividades não abrangidas pelo contrato.10.2. 9. 9.6. de acordo com os artigos 14 e 17 a 27. no prazo fixado pelo fiscal do contrato. de 1990). Instruir seus empregados quanto à necessidade de acatar as normas internas da Administração. quando solicitado. Instruir seus empregados a respeito das atividades a serem desempenhadas. 9. decorrentes do cumprimento das obrigações assumidas.9.8. 57 da Lei nº 8. devendo complementá-los. contrato.078.11. Atender às solicitações da Contratante quanto à substituição dos empregados alocados. Arcar com todas as despesas. tributárias e as demais previstas na legislação específica.14. 9. às suas expensas. 9. 9. conforme descrito neste Termo de Referência.15.9. Reparar. corrigir. no prazo fixado pelo fiscal do contrato. em conformidade com as normas e determinações em vigor. quando for o caso. a fim de evitar desvio de função. defeitos ou incorreções resultantes da execução ou dos materiais empregados. 9. 9. devendo a Contratada relatar à Contratante toda e qualquer ocorrência neste sentido.17. diretas ou indiretas. Responsabilizar-se pelos vícios e danos decorrentes da execução do objeto. nos casos em que ficar constatado descumprimento das obrigações relativas à execução do serviço. quando for o caso. sociais.EPI. do Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8. previdenciárias. Apresentar à Contratante. ficando a Contratante autorizada a descontar da garantia.4. 9. atestado de antecedentes criminais e distribuição cível de toda a mão de obra oferecida para atuar nas instalações do órgão.

666. não implica em co-responsabilidade da Contratante ou de seus agentes e prepostos. 67 e 73 da Lei nº 8. de 1993. Os representantes da Administração ao verificar que houve subdimensionamento da produtividade pactuada.9. 10. informando as respectivas quantidades e especificações técnicas. inclusive perante terceiros.4. 10.666.6. total ou parcial. O descumprimento total ou parcial das demais obrigações e responsabilidades assumidas pela Contratada ensejará a aplicação de sanções administrativas. podendo culminar em rescisão contratual. 10. não eximirá a Contratada de total responsabilidade quanto ao cumprimento das obrigações pactuadas entre as partes. A conformidade do material a ser utilizado na execução dos serviços deverá ser verificada juntamente com o documento da Contratada que contenha a relação detalhada dos mesmos. A execução dos contratos deverá ser acompanhada e fiscalizada por meio de instrumentos de controle.8. de 1993 e Instrução Normativa nº 04/2010-SLTI/MPOG. A ação ou omissão. 10. 10. 34 da Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 02.1.666. da fiscalização da Contratante. conforme disposto nos artigos 77 e 80 da Lei nº 8.peças defeituosas enquanto perdurar a vigência da garantia oferecida pela Contratada. de 1993. 9. de acordo com o estabelecido neste Termo de Referência e na proposta. ainda que resultante de imperfeições técnicas. devendo ser exercidos por um ou mais representantes da Contratante. sem perda da qualidade na execução do serviço. de conformidade com o art. que compreendam a mensuração dos aspectos mencionados no art. A verificação da adequação da prestação do serviço deverá ser realizada com base nos critérios previstos neste Termo de Referência. de 1993. O acompanhamento e a fiscalização da execução do contrato consistem na verificação da conformidade da prestação dos serviços e da alocação dos recursos necessários. Responsabilizar-se por quaisquer acidentes que venham a ser vítimas os seus empregados ou prepostos quando em serviço.5. por tudo quanto as leis trabalhistas e previdenciárias lhes assegurem e demais exigências legais para o exercício das atividades. vícios redibitórios. 67 da Lei nº 8. por qualquer irregularidade.7.3. tais como: marca. CONTROLE DA EXECUÇÃO 10. na ocorrência desta. de 1993.666. 70 da Lei nº 8. previstas neste Termo de Referência e na legislação vigente. conforme o disposto nos §§ 1º e 2º do art. 10. As disposições previstas nesta cláusula não excluem o disposto no Anexo IV (Guia de Fiscalização dos Contratos de Terceirização) da Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 02. quando for o caso. na forma dos arts. deverá comunicar à autoridade responsável para que esta promova a adequação contratual à produtividade efetivamente realizada. A fiscalização de que trata esta cláusula não exclui nem reduz a responsabilidade da Contratada.666.19. adotando as providências necessárias ao fiel cumprimento das cláusulas contratuais. respeitando-se os limites de alteração dos valores contratuais previstos no § 1º do artigo 65 da Lei nº 8. 9. 10. especialmente designados.18. sem qualquer ônus à Contratante. 10. aplicável no que for pertinente à contratação.2. 36 . ou emprego de material inadequado ou de qualidade inferior e. de 2008. de forma a assegurar o perfeito cumprimento do ajuste. 10. de 2008. qualidade e forma de uso. O representante da Contratante deverá promover o registro das ocorrências verificadas.

1. de 2002.1.11.1. inexecutar total ou parcialmente qualquer das obrigações assumidas em decorrência da contratação. suspensão de licitar e impedimento de contratar com o órgão ou entidade Contratante.2. 11. a multa compensatória. testes e treinamento(salvo quando o treinamento for realizado por pessoa designada pelo fabricante do equipamento).2.1.3.2. ensejar o retardamento da execução do objeto.6. impedimento de licitar e contratar com a União com o consequente descredenciamento no SICAF pelo prazo de até cinco anos. serviços de alvenaria. 12. 12. multa compensatória de até 10% (dez por cento) sobre o valor total do contrato. a quem cabe avaliar se a subcontratada cumpre os requisitos de qualificação técnica necessários para a execução do objeto. no mesmo percentual do subitem acima.2. multa moratória de 0. 12. às seguintes sanções: 12. fraudar na execução do contrato. permanecerá a responsabilidade integral da Contratada pela perfeita execução contratual.1. 11. Será permitida a subcontratação de serviços de instalação como cabeamentos. até o limite de 30 (trinta) dias. 12.1. 12. será aplicada de forma proporcional à obrigação inadimplida. 12. como configuração de software. não mantiver a proposta. Em qualquer hipótese de subcontratação.1. 11.2.4. Não será permitida a subcontratação de serviços principais. 37 .1. 12. em caso de inexecução parcial.2. bem como responder perante a Contratante pelo rigoroso cumprimento das obrigações contratuais correspondentes ao objeto da subcontratação.2. 12.1.1. hardware.1. A subcontratação depende de autorização prévia da Contratante. DA SUBCONTRATAÇÃO 11. certificações de cabos e outros serviços de simples tarefa.5. advertência por faltas leves. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 12. cabendo-lhe realizar a supervisão e coordenação das atividades da subcontratada.2. 12. de 1993 e da Lei nº 10. A Contratada que cometer qualquer das infrações discriminadas no subitem acima ficará sujeita.666.1. sem prejuízo da responsabilidade civil e criminal.3.2. 12.2.520. pelo prazo de até dois anos.4.3. Comete infração administrativa nos termos da Lei nº 8. a Contratada que: 12.33% (trinta e três décimos percentuais) por dia de atraso injustificado sobre o valor da parcela inadimplida. fixação.5. assim entendidas aquelas que não acarretem prejuízos significativos para a Contratante. nas seguintes condições: 11. É permitida a subcontratação parcial do objeto.1. 12. comportar-se de modo inidôneo. no caso de inexecução total do objeto.2. 12. cometer fraude fiscal. até o limite de 30%(trinta por cento) do valor total do contrato.6.

As empresas deverão apresentar os seguintes documentos de capacitação técnica: 13. 12. profissional legalmente habilitado junto ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura -CREA. enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade. ANEXOS AO TERMO DE REFERÊNCIA: 14.2.3. Comprovação de que possui em seu quadro permanente.666/93. Atestado (s) de Capacidade Técnica. de 1999. registrado ou não no CREA.5.2. 12. COMPROVAÇÃO DE CAPACIDADE E QUALIFICAÇÃO TÉCNICA 13.3. 14. fraude fiscal no recolhimento de quaisquer tributos. observando-se o procedimento previsto na Lei nº 8.3.1.2. 87. observado o princípio da proporcionalidade. tenha sofrido condenação definitiva por praticar. 12.1.3. tenha praticado atos ilícitos visando a frustrar os objetivos da licitação. declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública. 20 de Novembro de 2014.1. 13.1. o caráter educativo da pena. ------------------------------------------------------------------------ 38 .1. demonstre não possuir idoneidade para contratar com a Administração em virtude de atos ilícitos praticados. 12.12. Também ficam sujeitas às penalidades do art. 12. A autoridade competente. na seguinte qualificação: a) Engenheiro Eletricista 13. As penalidades serão obrigatoriamente registradas no SICAF. bem como o dano causado à Contratante. levará em consideração a gravidade da conduta do infrator.7. Curitiba/PR. o(s) qual(ais) deverá(ão) comprovar que a licitante forneceu materiais/serviços similares ao do objeto licitado (fornecimento e instalação de equipamentos para Circuito Fechado de TV – IP).3. Integra este Termo de Referência o Anexo”A”.1. a Contratada que: 12. que será concedida sempre que a Contratada ressarcir a Contratante pelos prejuízos causados. III e IV da Lei nº 8. A aplicação de qualquer das penalidades previstas realizar-se-á em processo administrativo que assegurará o contraditório e a ampla defesa à Contratada. o qual será declarado Responsável Técnico pela execução dos serviços. na aplicação das sanções.4.666. por meio doloso. 12. de 1993.784. e subsidiariamente a Lei nº 9.6. fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado.

Inclui a reconstituição para a forma original das paredes eventualmente demolidas para passagem do eletroduto. aparente ou sobre forro de gesso e placas.1. Inclui a reconstituição para a forma original das paredes eventualmente demolidas para passagem da canaleta. dentre outros. condulete múltiplo. dentre outros. INFRAESTRUTURA 1.3. chumbador e outros necessários. incluindo todos os acessórios necessários para a fixação e montagem da canaleta.1. Em caso de instalação aparente. 1. abraçadeiras. podendo ser asfalto. áreas internas ou externas. Pode ser instalado em teto. abraçadeira. Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada para passagem de cabos. com fornecimento de todos os acessórios necessários. sobre forro de gesso ou de placas. Pode ser instalado em teto.1.DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDENCIA REGIONAL NO PARANÁ SETOR DE ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA POLICIAL ANEXO “A” DO TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS OBRIGATÓRIAS 1. como fornecimento de todos os acessórios necessários tais como.1. tais como abraçadeira. gramado. Deve incluir a reconstituição das áreas escavadas para a passagem da tubulação. parede. tais como junções. chumbador. Inclui a reconstituição para a forma original das paredes eventualmente demolidas para passagem da eletrocalha. suporte horizontal.3.4. bucha e parafuso. curva 90º e outros. deve ser pintado na mesma cor da superfície em que foi afixado. Fornecimento e instalação de em canaleta plástica de 50x20mm com tampa para passagem de cabos. curvas. curvas. incluindo todos os acessórios necessários para a fixação e montagem do eletroduto. 39 .2. saída horizontal para tubo. calçada. 1.4. Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100mmx50mm 1. sobre forro de gesso ou de placas. Em caso de instalação aparente. parede. deve ser pintada na mesma cor da superfície em que foi afixada.2. abraçadeiras. aparente. áreas internas ou externas. mão francesa. tais como junções. Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100mmx50mm. aparente. Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada 1. deve ser pintada na mesma cor da superfície em que foi afixada. emenda interna. Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada 1. Pode ser instalado em teto.1. áreas internas ou externas. petit pavê. Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada para passagem de cabos. parede. dentre outros.SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ . 1. Fornecimento e instalação de canaleta plástica 50x20mm 1. Em caso de instalação aparente. tirantes. parafuso cabeça lentilha.1.

1. abraçadeiras. incluindo todos os acessórios necessários para a fixação e montagem do eletroduto. Em caso de instalação aparente. curvas.1. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 Polegada 1. Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2. parede.11.5mm 1.9.12. 1. Fornecimento e instalação de cabo de energia 2. deve ser pintado na mesma cor da superfície em que foi afixado.9. sobre forro de gesso ou de placas. 1. sobre forro de gesso ou de placas. parede. aparente. com pintura anticorrosiva na cor preta. tais como junções. deve ser pintado na mesma cor da superfície em que foi afixado. 1. reaterro e recomposição das áreas afetadas.1.10. tendo a parte de concreto espessura de 8 cm e ou pré-moldada. incluindo todos os acessórios necessários para a fixação. áreas internas ou externas.8. Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2. dentre outros. instalado em eletroduto ou eletrocalha própria para cabos elétricos. instalado em eletroduto ou eletrocalha própria para cabos elétricos.5mm flex (3 fios FNT) 1. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada para passagem de cabos. A tampa de ferro deve ser pintada com anticorrosivo e reforçada que garantam o uso prolongado. Em caso de instalação aparente.7. tais como junções.7. 1.10. conectado a quadro elétrico. com tampa de ferro fixada à caixa.12. Fornecimento e instalação de poste de 6 metros 1. 1. apropriado para fixação de câmeras.1.1. Inclui a reconstituição para a forma original das áreas eventualmente demolidas para instalação da caixa. curvas. Fornecimento e instalação de quadro elétrico com 6 disjuntores monofásico de até 32A (trinta e dois ampéres).6. conectado a quadro elétrico. sobre forro de gesso ou de placas. 1.1.5mm flexível em 3 fios. aparente. Pode ser instalado em teto.1. abraçadeiras. Pode ser instalado em teto.5mm. dentre outros. Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50 1. curvas. concretagem. Fornecimento e instalação de quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32 A no mesmo padrão dos demais quadros elétricos existentes no edifício. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada 1. Em caso de instalação aparente. Inclui a reconstituição para a forma original das paredes eventualmente demolidas para passagem do eletroduto. em concreto. Fornecimento e instalação de poste de aço carbono de 6 metros.5. Inclui escavação. 1.5. 40 . Pode ser instalado em teto. Fornecimento e instalação de cabo de energia PP 3x2. Inclui a reconstituição para a forma original das paredes eventualmente demolidas para passagem do eletroduto.1. aparente.1. tais como junções. acabamento e montagem do eletroduto. abraçadeiras. Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50. áreas internas ou externas. incluindo todos os acessórios necessários para a fixação e montagem do eletroduto. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada 1. dentre outros. áreas internas ou externas. Inclui a reconstituição para a forma original das paredes eventualmente demolidas para passagem do eletroduto.8. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada para passagem de cabos. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada para passagem de cabos. 1. parede. deve ser pintado na mesma cor da superfície em que foi afixado. em local a ser definido pela Contratante.6.11.

1.2. 2. padrão RJ-45. para uma frequência de operação igual ou superior a 600 MHz. Painel distribuidor para Rack 19” com portas RJ45 (fêmea) Cat. com corpo em termoplástico de alto impacto não propagante á chama (UL 94 V-0).3. em fundo amarelo e letras pretas. e construídos conforme as normas ISO/IEC 11801. 2. 41 .4.1. EM 50173 3 ANSI/TIA /EIA 568 . Fornecimento e instalação de Tomada RJ-45 fêmea. de acordo com a Norma TIA/EIA-606.3. Os ícones de Identificação deverão ser utilizados plaquetas coloridas de identificação encaixadas na parte frontal da tomada RJ-45.1. para identificação externa dos pontos. 2. isolados em composto especial de polietileno. com diâmetro adequado a bitola do cabo.2-1 Categoria 6.1.1. de 24AWG. não blindado. 1. Capa externa em PVC não propagante a chama e sem halogênios e com baixa emissão de fumaça (low-smoke).2. Categoria 6 2.4.B 2-1.4. As tomadas serão do tipo modular.Categoria 6 de 24 Portas 2. com vias de contato planas. inclusive pintura.3. Características elétricas e de desempenho testados em frequências de ate 250 MHz. Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 2. tipo fêmea (jack). CABEAMENTO 2.2. com 4 pares. 2. 6. para eventual passagem e instalação de cabos e eletrodutos.1. com marcação seqüencial métrica. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso branco ou drywall.4. e fornecidas com protetores traseiros para as conexões e tampa de proteção frontal contra poeira. impedância de 100 ohms. com inscrição em baixo relevo.13.13. 8 pinos. o cabamento deverá ser certificado e o relatório de certificação deve fazer parte do AS-BUILT. 2. O cabeamento deverá ser instalado em interior de eletrocalhas. Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 2. com etiquetas de identificação. eletrodutos e outras tubulações disponíveis. em sua parte frontal e conexão traseira padrão IDC 110 (patch Panel).2. Fornecimento e instalação de Patch Panel . 2.1. Montados e testados em fabrica. Os cabos deverão ser identificados utilizando marcadores para condutores elétricos confeccionados em PVC flexível. Cabos de pares trançados compostos de condutores sólidos de cobre nu. categoria 6.4.1. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso branco ou drywall. com garantia de desempenho. de maneira a não produzir esmagamento da seção do cabo e de modo que estes não deslizem pelo cabo indicando o número da câmera e posição no Switch correspondente. 2. 2. 250 MHz. padrão 110 IDC para cabos com bitola 22 a 26 AWG.2. NVP mínimo de 70%. Atende plenamente as características elétricas contidas na norma ANSI/TIA/EIA-568B.3.1. não blindada. para taxas de transmissão de até 622 Mbps.3.1.1. Após conectorizado. 2. polaridade T568A. 2. terminais de conexão em cobre berílio.

6.5.5. estes conectores (RJ-45 macho). O cabeamento deverá ser instalado em interior de eletrocalhas.1. Durante a instalação dos cabos ópticos deverá se garantir um raio mínimo de curvatura de 100mm. utilizando o processo de fusão térmica. tem corpo em material termoplástico de alto impacto não propagante a chama que atende a norma UL 94 V-0 (flamabilidade).27µm de ouro. UTP Categoria 6 ( Unshielded Twisted Pair). 2.2. Fornecimento e instalação de Cordão óptico LC/LC 2.6. Fornecimento e instalação de Fibra Óptica em cabo 6 fibras 50/125 2. Após a instalação dos cabos ópticos deverá se garantir um raio mínimo de curvatura de 40mm.5. Deve ter tamanho suficiente para interligação dos elementos ativos as tomadas fêmea e dos switches ao patch panel. Serviço de montagem e conectorização óptica em conector LC duplex e fibra multimodo.7. totalmente dielétricos. 2.54µm de niquel e 1. atendem as especificações contidas na norma ANSI/TIA/EIA-568-B.2-1 Categoria 6 e a FCC part. 2.5.3. Serão utilizados cabos de Fibra óptica. conectorizados a RJ-45 macho Categoria 6 nas duas extremidades. 2. tipo “tight“. composto por condutores de cobre flexivel. 2. eletrodutos e outras tubulações disponíveis. em ambas as extremidades.5. Todos os cabos devem ser devidamente identificados. garras duplas para garantia de vinculação elétrica com as veias do cabo. constituído por fibras ópticas com revestimento primário em acrilato e secundário em material polimérico colorido. Possui classe de flamabilidade no mínimo CM. Todos os enlaces deverão ser certificados com OTDR e o relatório desta certificação deve constar do AS-BUILT.6.4. reunidas e revestidas por fibras sintéticas dielétricas para suporte mecânico e cobertas por uma capa externa em polímero especial. multimodo. 2. As fibras ópticas deverão ser atestadas em conformidade com a norma TIA/EIA-568-B. com quantidade de fibras conforme indicado em projeto.1.4.5 (Interferência Eletromagnética).2. 2. O acessório é confeccionado em cabo par trancado. com diâmetros 50/125 micrômetros. para a proteção contra oxidação. possui vias de contato produzidas em bronze fosforoso com camadas de 2. 68. Conectorização de ambas as extremidades dos cabos ópticos em conectores LC adequados aos DIOs e equipamentos.7. Normas Específicas: TIA/EIA-568-B. 2. 42 . tight.4.5. 2.6. Este cordão deverá ser constituído por um par de fibras ópticas multimodo 50/125µm (cor amarela). 2. 2. isolamento em poliolefina e capa externa em PVC não propagante a chama.4. multifilar. As fibras ópticas devem possuir largura de banda de 950 MHz/Km em 850 ηm e 500 MHz-KM em 1300 ηm. 2.4. o cabo óptico multimodo deve ser do tipo indoor/outdoor com fibras ópticas OM3 50/125 µm e suportar aplicações de 1Gb em até 800 metros e 10Gb em até 150 metros.5. 2.7. NBR13486 – Fibras ópticas.5.1. resistente a umidade e fungos. 24 AWG x 4 pares.2.3.5.3 – Optical Fiber Cabling Components Standard. NBR13506 – Fibras ópticas – Determinação da sensibilidade óptica à curvatura.6.5.

2. LC Duplex.7. Ser modular permitindo expansão do sistema.7. O fabricante deverá apresentar certificados ISO 9001 e ISO 14001.2.8. 2. Deve possuir áreas de armazenamento de excesso de fibras. Fornecimento e instalação de DIO de 48 Fibras 50/125 com conectores LC 2. 2.5.7.7. Sobre o revestimento secundário deverão existir elementos de tração e capa em PVC não propagante à chama. 2. Distribuidor óptico para até 48 fibras para Rack de 19”. Ser fornecido com os pigtails e adaptadores ópticos.3. até 36 fibras com conector SC e até 24 fibras com outros conectores. Ser compatível com os adaptadores ópticos ST.9. Utilizar padrão “zip-cord” de reunião das fibras para diâmetro nominal de 2mm. 2. FC. 2. Deve possuir áreas de armazenamento de excesso de fibras.4.8. 2.7.2. Os conectores ópticos devem atender os requisitos mínimos previstos na norma ABNT NBR 14433. Deve suportar até 48 fibras com conectores LC. 2.7. 2.8. 2.8. 2. identificação do produto e data de fabricação. 2. O fabricante deverá possuir certificação ISO 9001 e ISO 14001. Deve possuir altura (1U) e ser compatíveis com o padrão 19”. 2.8. 2. que devem estar internos à estrutura (conferindo maior segurança ao sistema).8.6. Ser fabricado em aço SAE 1020. SC. 43 .8.11. 2.8.8.1. que devem ficar internos à estrutura (conferindo maior segurança ao sistema).8. acomodação e emenda.9. 2.7. 2. Deverá ter a função de acomodar e proteger as emendas de transição entre o cabo óptico e as extensões óticas. 2.8.7.8.7. Ser fornecido com bandejas de acomodação de emendas em material plástico e todos os acessórios necessários para a realização de fusão.4.7.3.10.12. As extremidades deste cordão óptico duplo devem vir devidamente conectorizadas e testadas de fábrica. acomodação e emenda.5.2. A fibra óptica deste cordão deverá possuir revestimento primário em acrilato e revestimento secundário em PVC.8. Deve utilizar pintura do tipo epóxi de alta resistência a riscos.11.8.10.7.6. 2. O cordão deve estar de acordo com a norma ABNT 14106. O cabo (cordão) óptico deverá possuir certificação ANATEL.7. 2.8. Possuir impresso na capa externa nome do fabricante. 2.

18. utilizando um mesmo módulo básico.11. Deve possuir gaveta deslizante com sistema de trilhos para facilitar a manutenção e a instalação.9. Deve possuir 04 acessos para cabos ópticos traseiros.2. e trabalhos posteriores sem retirá-los do rack. 2. 2. 2.13. 2. que devem estar internos à estrutura (conferindo maior segurança ao sistema).9. Ser fornecido com bandejas de acomodação de emendas em material plástico e todos os acessórios necessários para a realização de fusão.14. Ser fornecido com os pigtails e adaptadores ópticos. Fornecimento e instalação Dio de 12 Fibras 50/125 com conectores LC 2. 2. 2. 2. 2. que devem ficar internos à estrutura (conferindo maior segurança ao sistema).17. 2.2. Deve utilizar pintura do tipo epóxi de alta resistência a riscos. e de tamanho adequado para acomodar as emendas.8.9. Deve possuir kit para permitir uma melhor ancoragem dos cabos.5. Deve suportar até 12 fibras com conectores LC. e trabalhos posteriores sem retirá-los do rack. SC. Ser fabricado em aço SAE 1020 2.8. Deve possuir kit para permitir uma melhor ancoragem dos cabos.9.9.20. Deve possuir altura (1U) e ser compatíveis com o padrão 19”. 2.7. Deve ser compatível com acessório de encaminhamento de excesso de fibras.9. 2.9. Distribuidor óptico para até 12 fibras para Rack de 19”.3. 2.9. FC. 2.4. 2. LC Duplex. Os adaptadores ópticos devem ser suportados por uma placa padrão dispostos de 12 em 12 ou de 8 em 8. 2. Ser modular permitindo expansão do sistema. 44 .16.8. Deve possuir áreas de armazenamento de excesso de fibras.8.13. acomodação e emenda. 2. acomodação e emenda. Deve possuir bandejas de proteção de emendas ópticas em material leve.9.9.8.14.15. Deverá ter a função de acomodar e proteger as emendas de transição entre o cabo óptico e as extensões óticas. essa ancoragem deve ser feita no mínimo 02 formas diferentes.9.9.19. Deve possuir gaveta deslizante com sistema de trilhos para facilitar a manutenção e a instalação.9. Deve possibilitar terminação direta ou fusão. Ser compatível com os adaptadores ópticos ST.9.10. Deve possuir áreas de armazenamento de excesso de fibras. 2. O fabricante deverá possuir certificação ISO 9001 e ISO 14001.12. 2.6. 2. 2.8.9.1.8.8.8.9. essa ancoragem deve ser feita no mínimo 02 formas diferentes.

Deve permitir a troca do sentido de abertura da porta. O fabricante deverá possuir certificação ISO 9001 e ISO 14001. Acabamento Bege RAL 7032 texturizado. Deve possuir 04 acessos para cabos ópticos traseiros. 2. 2. 02 (duas) longarinas de profundidade multi-funcionais em aço SAE 1010/1020 chapa #16 (1.6. 2. 2. nível de ruído máximo 46 dB(A). Deve ser compatível com acessório de encaminhamento de excesso de fibras. seletor de voltagem 110/220 volts e cabo de alimentação com 2.10. Porta frontal em chapa de PS fumê de 2.5 m de comprimento e plug 2P+T em conformidade com a NORMA ABNT NBR 14136/2002. Com dobradiças tipo cachimbo sem fixação aparente externa. perfurado. 02(dois) organizadores padrão 19' vertical com tampa. e de tamanho adequado para acomodar as emendas. com abertura/tampa cega com dimensões mínimas de 100 mm X 200 mm e máxima de 120 mm X 360 mm para a passagem de cabos.5 mm) eletrozincada.18.10.0mm).10.15.19. utilizando um mesmo módulo básico. 44U x 800 x 19" de piso com porta frontal em acrílico 2.11. 2.16.9.0 mm com moldura em perfis de aço ou alumínio. Altura externa máxima: 44U. 2.9.0mm) com aletas de ventilação na altura total./1020 chapa #16 (1. 2. Deve possuir bandejas de proteção de emendas ópticas em material leve.10. 45 .7. 2. fechadura com 2 chaves. 04(quatro) ventiladores bi-volt axiais com grelha de proteção. 2.17.8.10. mesmo com equipamentos já montados. 2. Deve possibilitar terminação direta ou fusão.2. 1 indicador de funcionamento. Fornecimento e instalação de RACK para LAN.2. Profundidade externa: 800 mm 2. Os ventiladores não poderão ocupar área útil do rack.4.9. Medidas de montagem 19" conforme DIN 41494 Parte 7 e IEC 297-2.5 mm) eletrozincada com 5 fileiras de furos para montagem horizontal lateral na estrutura para fixação de equipamentos adicionais.10. fechadura com 2 chaves.1.10.3.0mm) com aletas de ventilação na altura total.10. independente da estrutura com possibilidade de fixação dos mesmos em qualquer ponto de profundidade do gabinete.10. Porta traseira em aço SAE 1010/1020 chapa #19 (1. removíveis através de fechos rápidos tipo lingueta Acabamento Bege RAL 7032 texturizado.9. 2. 1 disjuntor.5. 2. 2.10. ângulo de abertura mínimo de 90º. O sistema de fixação da porta não poderá ser externa.9. dispensando uso de segundo plano e permitindo ajustes de profundidade. 2.5 mm) eletrozincada. Estrutura básica em aço SAE 1010.10. Tampas laterais em aço SAE 1010/1020 chapa #19 (1. 04 (quatro) perfis de montagem verticais 19" padrão multivendor (compatíveis com diversos fabricantes de servidores) em aço SAE 1010/1020 chapa #16 (1. Acabamento Bege RAL 7032 texturizado.10. removíveis através de fechos rápidos tipo lingueta Acabamento Bege RAL 7032 texturizado. fechadura tipo cilindro escamoteável com 2 chaves. Tampa superior em aço SAE 1010/1020 chapa #19 (1.10.9.

Cargas admissíveis: ≥ 500 kg. profundidade 800mm.4.11. 46 .1. Os equipamentos com larguras diferentes deverão ser instalados sobre bandejas fixas ajustáveis.10.2.10.10. Padrão 19” polegadas de largura.13. se necessárias deverão ser fornecidas e instaladas juntamente com o Rack 2.6. Altura máxima 19U.11.11.20. fixação no primeiro e segundo planos.5 ± 0. 2.16. Deverá ser embalado em engradado de madeira que possibilite seu transporte sem afetar sua estrutura. furação para ventilação.10.5. 20U x 670 x 19". As tampas laterais deverão poder ser removíveis apenas quando da abertura da porta frontal ou através de chave própria.000 W (3410 BTU/hr). de piso.11. porta traseira em aço e porta frontal em acrílico com chave. Os equipamentos com largura de 19” deverão ser fixados diretamente na parte frontal do Rack. mínimos.50 mm) acabamento PRETO RAL 9011.15. corpo em aço SAE 1010/1020 chapa #16 (1. 02 (duas) réguas com 12 (doze) tomadas elétricas tipo 2P+T 20A 125V. 2. 2.10.50mm).3. Os equipamentos onde os cabos são conectados em sua parte frontal devem ser fixados em um segundo plano. 2. 2. Profundidade externa 670 mm. com porta frontal em acrílico 2.11. As tomadas devem estar espaçadas (6.21. 02 bandejas 19” tipo prateleira dupla fixação. 50 porcas-gaiolas M5 em aço temperado bicromatizados e 50 arruelas lisas M5). estrutura em aço SAE 1010/1020 chapa #16(1. com 04 pés niveladores (0-25 mm). 02 Kits de montagem (conjunto de 50 parafusos niquelados Philips M5x13 mm. dotadas de furações para ventilação. 2. Observação: as espessuras das chapas de aço indicadas para os racks são valores 2. 2. possibilitando o fechamento da porta frontal do Rack sem que os cabos sofram pressão.11. com cabo flexível PP 3x2. através de parafusos.10.2. solicitada.10. As características técnicas deverão ser comprovadas através de catálogos e/ou endereço na WEB (indicar link).10. O gabinete deve possibilitar a instalação vertical das duas réguas no mesmo lado. Dissipação de calor: até 1. Deverá acompanhar todos os materiais necessários a montagem da configuração 2. 2. Estas bandejas.12.18.10. acabamento em epoxi texturizado na cor do rack. largura 4. 2. 2.17. 2. Fornecimento e instalação de RACK para LAN.5 cm.10.14. Com tampas laterais removíveis.5 mm2 e plug em conformidade com a NORMA ABNT NBR 14136/2002 e perfuração nas extremidades para fixação vertical na estrutura do gabinete. 2.5 cm centro a centro) de maneira a que não ocorra o bloqueio de tomadas vizinhas quando for necessário acomodar blocos transformadores lado a lado ou espaçados. Apoio sobre o solo estacionário.19.11.

9. Sensor CMOS ou CCD. Confeccionado em aço SAE 1020. Deverá suportar a passagem de até 24 cabos.1. A profundidade do Rack deverá comportar uma distância mínima de 10 cm entre o equipamento de maior profundidade e a porta traseira do Rack. Deverá ser fornecido na cor preta. Cabo de alimentação com 2.11.11. Fornecimento.12.1. A quantidade de tomadas elétricas a serem instaladas no Rack. 2. 2. Acabamento em pintura de epóxi pó de alta resistência à riscos. 2.12. 2.12. 2U . Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U. As tomadas deverão ser do tipo 2P+T em conformidade com a NORMA ABNT NBR 14136/2002.2. Com pintura em epóxi. 2. operação e manutenção. Altura mínima de 44mm. 2. Todos os patch-cords deverão ser corretamente identificados. sem parafusos.1.2. 2. Instalação e Configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1.2. As distâncias entre Racks e eventuais obstáculos ou paredes deverão ser projetadas a fim de atender as necessidades de instalação. 2.4. protegido contra corrosão. 2. será através de réguas de tomadas e deverão comportar o número total necessário para ligar os equipamentos previstos. Câmera IP Fixa Interna em mini Dome.12.3. 3. A alimentação elétrica.2mm. Deverá possuir tampa metálica removível. de acordo com as condições indicadas para uso interno. Deve apresentar uma profundidade mínima útil de 68 mm. 2.12.11.11.12. possibilitando o total fechamento do Rack. 2.12.12. 3.19’’ 2. Bases.10.11. 2.6.12.11.1. fundos e tampas deverão permitir o acesso dos mesmos.12. devendo obedecer ao menor caminho. 2.9.7. Os cabos lógicos e elétricos devem ser organizados de maneira que suas entradas no Rack ocorram em lados opostos.8.7. 47 . Os patch-cords ligando os diversos dispositivos dentro do Rack deverão ser organizados de maneira que suas conexões e desconexões sejam efetuadas facilmente e que a identificação das portas dos equipamentos sejam visíveis frontalmente.1. ATIVOS 3.12.11. 2.3 Megapixel: (CÂMERA TIPO 1) 3.5 m de comprimento e plug 2P+T em conformidade com a NORMA ABNT NBR 14136/2002. Espessura de chapa da estrutura mínima de 1. mais 30% para futuras ampliações.8. bem como a chegada dos cabos lógicos poderão chegar pela parte superior ou inferior do Rack (sempre pela sua parte traseira). pela EIA 569.5.

Segurança de acesso através de senhas.19. Entrada de energia POE.1.7.3. 3.15.23.1.4.05 em modo day/night ou melhor. Compatível com ONVIF versão 2. forro ou parede. 3. 3. 3.1.1.264. alarmes. Compressão de vídeo H. 3.16.25. FTP.20. H. SNR 50 dB ou melhor. Ajuste pan.26.24.1. UPnP. 3. Deverá possuir as certificações abaixo: 3.13.264 intrínseco à câmera.1.3.1.1. 3.1. HTTP.11.1.1.8.12. Velocidade de quadros 30 FPS. SMTP.8 a 10mm. 3. Dois streamings de vídeo simultâneos.14. Configuração via Web Browser em idioma Português. Porta para cartão de memória para armazenamento local de imagens provenientes de 3. 3.1.1.15 lux em modo color e 0.1. 3.1.18.1. Deve ser antivandalismo. Faixa Dinâmica Ampla (WDR) 50 dB ou melhor. 3. multicast). tilt e rotação manual.10. 3. RTSP. IEEE 802. Deve suportar os protocolos TCP/IP. SNMP. NTP. Lente varifocal de 2. 48 . 3. 3.27.28.1. API aberto.1. SSL.1. Ajuste de foco automático. Temperatura de operação de 0 a 50 C. 3. 3.5.1.1.22. DNS. Sensibilidade 0. LDAP (cliente).21. UDP/IP (IGMP unicast.1.1. 3. Interface de rede RJ-45 100Base-TX.1. 3.1.3af. 3.6. Imagem em cores. 3. parte 10 (ISO 14496-10). QoS. RTP. 3.17. DHCP. Resolução de vídeo configurável de 320x240 (CIF) a 1280x1024 (1.1.1. SSH. IPv4.3 Megapixel). 3. Caixa de proteção do tipo dome fumê para instalação em teto. Deve possuir certificação UL e CE.9. 3. Conexões em unicast e multicast. HTTPS.

3.1.1. 3. 3.5.34.2. Se houver movimento não autorizado da câmera.1.2.30. Função Day&Night. a CONTRATADA deverá realizar os procedimentos de furação do forro nas medidas exatas e instalação da câmera conforme as orientações do fabricante. conforme o dispositivo. 3. Caso a distância até o switch não permita alimentação PoE. Câmera IP Fixa Interna em mini Dome 3.29.1. sendo que. Sensor CMOS ou CCD.2. Fornecimento.2. Faixa Dinâmica Ampla (WDR) 50 dB ou melhor. Não serão aceitos cabos elétricos e / ou lógico aparentes. 3.1. o comportamento dispara um alarme.35. neste caso. 3. estruturas de proteção e bolha da dome.3af e/ou EEE 802.3at. A CONTRATADA deverá realizar o posicionamento e ajuste das câmeras. padrões IEEE 802. sem se despreocupar com a estética do local.8.7. um alarme também é acionado. Esse algoritmo pode ser intrínseco a câmera ou através de software instalado em um servidor. A alimentação das câmeras será PoE ou hPoE. A CONTRATADA deverá seguir as orientações de infraestruturas elétricas e lógicas apresentadas nesta Especificação. 3. o servidor deverá fornecido pela Contratada sem custo adicional e dentro da topologia de rede proposta. 3. 3. Ajuste de foco automático. 3.4.2. 3.1. 3. através do mesmo cabo UTP Cat.1.6. 6 que transmitirá os sinais de vídeo e alimentação elétrica para as câmeras.3.2.9.2.32.2. partes móveis. A CONTRATADA deverá utilizar o suporte adequado para cada ponto de instalação de forma a promover a máxima segurança na fixação do equipamento. a Contratada deverá fornecer a fonte específica e infra-estrutura para alimentação da câmera até ponto de energia mais próximo fornecido pela Contratante. SNR 50 dB ou melhor. Os ajustes finos serão realizados pela CONTRATADA com acompanhamento da CONTRATANTE durante o período de comissionamento do sistema.33. 3. Instalação e Configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night (CÂMERA TIPO 2).2. articuladores. Se a lente for coberta por tinta em spray.3. Caixa de proteção do tipo dome fumê para instalação em teto. No caso de fornecimento de câmeras domes para instalação embutida. concluindo com o correto travamento dos seus fixadores. Sensibilidade 0. 3. configurado e integrado com os demais elementos do sistema. Configuração via Web Browser em idioma Português. pano ou por uma tampa de lente.36.1. assim como a distância focal e ajuste de foco. 3.2. incluindo os elementos de ajuste da lente como comprimento focal e ajuste de foco. O item só será considerado entregue quando instalado. 49 . 3. forro ou parede.31.05 em modo day/night ou melhor.15 lux em modo color e 0. Deve possuir algoritmo inteligente de detecção de sabotagem. Cada enquadre visual dos pontos de monitoramento deverá ser realizado utilizando-se os graus de liberdade da câmera. Esse algoritmo de comportamento detecta alterações de contraste no campo de visão da câmera.2.1.

2. Lente varifocal de 2. 3. IEEE 802.3at. neste caso.2.2.2.15. a Contratada deverá fornecer a fonte específica e infra-estrutura para alimentação da câmera até ponto de energia fornecido pela Contratante. 3.2. 3. LDAP (cliente).31.8 a 10mm. SSL.22. um alarme também é acionado. 3.2.2. 3.1 3.13. 3.2. Se houver movimento não autorizado da câmera. Deve ser antivandalismo.2. 6 que transmitirá os sinais de vídeo e alimentação elétrica para as câmeras.2.21. SNMP. A alimentação das câmeras será PoE ou hPoE. Ajuste pan. Imagem em cores. 3. através do mesmo cabo UTP Cat. 3. conforme o dispositivo.28. UPnP. DNS.2. Dois streamings de vídeo simultâneos. NTP.2.16.17. o comportamento dispara um alarme.2. alarmes. Entrada de energia POE.10. Caso a distância até o switch não permita alimentação PoE.25. Conexões em unicast e multicast. tilt e rotação manual. 3. Deve possuir algoritmo inteligente de detecção de sabotagem.2. Porta para cartão de memória para armazenamento local de imagens provenientes de 3. Temperatura de operação de 0 a 50 C.14. parte 10 (ISO 14496-10) 3. 3. Velocidade de quadros 30 FPS.12. SMTP. 3. Compressão de vídeo H.24.264. Compatível com ONVIF versão 2.2. 3.3. Deverá possuir as certificações abaixo: 3. UDP/IP (IGMP unicast. HTTP. padrões IEEE 802.2.2.30.11.3af.2. IPv4. sendo que. Segurança de acesso através de senhas. 50 . Se a lente for coberta por tinta em spray. RTSP.3af e/ou EEE 802. 3. FTP. 3. multicast). Esse algoritmo de comportamento detecta alterações de contraste no campo de visão da câmera. H. API aberto. Interface de rede RJ-45 100Base-TX.23.27. HTTPS. Deve possuir certificação UL e CE.2.18.20. o servidor deverá fornecido pela Contratada sem custo adicional e dentro da topologia de rede proposta. Deve suportar os protocolos TCP/IP. SSH. 3.264 intrínseco à câmera. QoS.26.2.2. RTP. Resolução de vídeo configurável de 320x240 (CIF) a 800x600 (SVGA). Esse algoritmo pode ser intrínseco a câmera ou através de software instalado em um servidor. pano ou por uma tampa de lente.2. 3. DHCP.29.19. 3.

03 lux em modo colorido ou melhor.32.3.37.2. O item só será considerado entregue quando instalado. Compensação de luz de fundo (WDR) 60 Db ou melhor.36. a CONTRATADA deverá realizar os procedimentos de furação do forro nas medidas exatas e instalação da câmera conforme as orientações do fabricante. Fornecimento. 3. Câmera IP Fixa tipo caixa com lente. Não serão aceitos cabos elétricos e / ou lógico aparentes.2.2. 3. Segurança de acesso através de senhas.14. incluindo os elementos de ajuste da lente como comprimento focal e ajuste de foco.3.33.6. 3.34.3. 3. Sensibilidade 0. partes móveis.3. Cada enquadre visual dos pontos de monitoramento deverá ser realizado utilizando-se os graus de liberdade da câmera. A CONTRATADA deverá realizar o posicionamento e ajuste das câmeras.15. 3. assim como a distância focal e ajuste de foco.3.11.10.264 intrínseco à câmera. 3.3.12.3.16. Compressão de vídeo H. Conexões em unicast e multicast.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente: CÂMERA TIPO 3 3. Imagem em cores.3.3.5.2. Ajuste de foco traseiro automático (Auto Back Focus). concluindo com o correto travamento dos seus fixadores. 3. 3. articuladores.13.3. Faixa dinâmica ampla (WDR) 50 dB ou melhor.7. 3.8. 3.2.3. 3.3. 3. 3.3. 3. 3. 3.1. A CONTRATADA deverá seguir as orientações de infraestruturas elétricas e lógicas apresentadas nesta Especificação.35.3.264. 3. Resolução de vídeo configurável de 320x240 (CIF) a 1280x1024 (1. No caso de fornecimento de câmeras domes para instalação embutida. Sensor CMOS ou CCD. 3. configurado e integrado com os demais elementos do sistema. Função Day&Night. 3. SNR 50 dB ou melhor. Instalação e Configuração de Câmera Fixa Day Night 1.3. 3. Configurável via Web Browser em idioma Português.3. 51 .3.9. 3. Os ajustes finos serão realizados pela CONTRATADA com acompanhamento da CONTRATANTE durante o período de comissionamento do sistema. sem se despreocupar com a estética do local. API aberto.4.3 Megapixel). Velocidade de quadros 30 FPS com a resolução a 1280x960 em H.3.3. estruturas de proteção e bolha da dome.2. A CONTRATADA deverá utilizar o suporte adequado para cada ponto de instalação de forma a promover a máxima segurança na fixação do equipamento.2.

32. Deve possuir certificação UL e CE. parte 10 (ISO 14496-10). A CONTRATADA deverá prever sobra de cabo suficiente para promover a articulação do conjunto para ajustes de enquadre visual necessários. Contagem de objetos. 3. RTSP. Analise Direcional.21. deve ser resistente a atos de vandalismo e deve prover proteção total de chuva. NTP.264. Os algoritmos podem ser intrínsecos a câmera ou através de software instalado em um servidor. alarmes.3. Se houver movimento não autorizado da câmera. IPv4. LDAP (cliente). sendo que. Multicast IGMP). 3.3. QoS. umidade e altas temperaturas.20. Detecção de Movimento em ambiente externo (Adaptive Motion). o servidor deverá fornecido pela Contratada sem custo adicional e dentro da topologia de rede proposta. 3. A alimentação das câmeras será PoE ou hPoE. 3. A CONTRATADA deverá cumprir com os procedimentos de segurança de instalação recomendados pelo fabricante das câmeras e suportes. UDP/IP (Unicast. Dois streamings de vídeo simultâneos.3af e/ou EEE 802. Isso envolve o uso de buchas.3. FTP.3af e 24 VAC. A CONTRATADA deverá utilizar o suporte adequado para cada ponto de monitoramento sem se descuidar com as dimensões.3.3. HTTPS.3. 52 .18. SSL.27.31. A Câmera deve possuir os seguintes algoritmos de analise de vídeo: Objeto abandonado. 3. Entrada de energia POE IEEE 802.3.22. neste caso. DHCP. H. o comportamento dispara um alarme. Deve suportar os protocolos TCP/IP. Caso a distância até o switch não permita alimentação PoE. parafusos e arruelas apropriados para cada tipo de ambiente e de superfície de suporte. aquecedor. pano ou por uma tampa de lente.3. SNMP.3.3. através do mesmo cabo UTP Cat.8 a 12 mm. Lente varifocal megapixel de 2. conforme o dispositivo. 3. Se a lente for coberta por tinta em spray. 3. Interface de rede RJ-45 100Base-TX. Porta de serviço com saída de vídeo NTSC. DNS.3. poeira. Porta para cartão de memória para armazenamento local de imagens provenientes de 3. 3.24.19. Objetos Removidos. a Contratada deverá fornecer a fonte específica e infra-estrutura para alimentação da câmera até ponto de energia fornecido pela Contratante. 3. RTP.23. 3.17. Deverá ser prevista posição de fixação. Deverá possuir as certificações abaixo: 3.30. 3. assim como proceder com os encaixes e fechamentos de forma adequada.28.25.3at. 6 que transmitirá os sinais de vídeo e alimentação elétrica para as câmeras. Compatível com ONVIF versão 2. Deve possuir caixa de proteção IP66 com ventoinha. 3. SMTP.3. Detecção de Sabotagem (Esse algoritmo de comportamento detecta alterações de contraste no campo de visão da câmera. de modo a reduzir o comprimento do cabo em exposição.1. HTTP.3. um alarme também é acionado).3. 3. Os suportes e as tomadas de lógica deverão estar o mais próximos possíveis. SSH.3. fonte e suporte de fixação em parede ou poste. comprimento do braço assim como necessidades de grau de liberdade para articulação do conjunto para cada situação.3. padrões IEEE 802.26.29.3. UPnP.

4. 3. Caso o suporte seja fornecido com película de proteção do visor frontal. Movimentação de PAN 360 graus continuo. 3.10. Velocidade de Pan de 400º/segundo. 3.4.4.12.2. 2.22.3. Deve possuir filtro de IR removível.4. 3.4. Fornecimento.3. Deve possuir no mínimo 15 configurações de Preset Tours.9.4.11.17. compressão de vídeo 3. com grau de proteção IP66.4. 3. umidade e altas temperaturas. 3.4.4.15. 3. 3. Deve possuir no mínimo 8 zonas de privacidade. 3.4.5.14. 3.850°K.16.19. configurado e integrado com os demais elementos do sistema.21. API aberto.3. 3. poeira. O item só será considerado entregue quando instalado. Deve possuir porta USB para acessórios de áudio/alarme. canto ou poste.8.4. 3. Deve suportar Deve possuir WDR de 60 dB.6.4. 53 . Deve possuir no mínimo 250 configurações de Presets.3af.7. SNR >24dB).1. incluindo suporte de instalação podendo ser afixada em teto. O manuseio do suporte deverá ser realizado de forma apropriada de modo a não inserir qualquer tipo de sujeira ou mancha no visor frontal.4. 3. 3. Sensibilidades de 0.3 Megapixel: CÂMERA TIPO 4 3.264 e MJPEG.4.4.4. esta deverá ser retirada somente na etapa de comissionamento.02 lux no modo monocromático (f/1.4. Saídas de vídeo Ethernet.4. Deve possuir funcionalidade de auto-tracking.6. Deve possuir 2 streams de vídeo H.4. Deve suportar Power over Ethernet (PoE) IEEE 802. 3.4.4.34.4. Função Day&Night. Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1.4.4. 3.13.3. Possui caixa de proteção resistente a atos de vandalismo e deve prover proteção total de chuva. 3. 3. Câmera IP Móvel em Dome Externa 3.264. parede. 3. Imagem em cores.18. H. Foco e íris automático. Memória de programação local. Lente zoom óptico de 18X. 3.20.33. forro. 3. Deve suportar 30 FPS na resolução de 1280x720 e 20 FPS na resolução 1280x960.

6 Deverá ser instalado em rack padrão 19” que poderá ser compartilhado com os servidores de armazenamento do sistema.4. 3.25. Compatível com ONVIF versão 2.27.264. UL e CE. Detecção de Sabotagem (Esse algoritmo de comportamento detecta alterações de contraste no campo de visão da câmera.4.4. Deve possuir certificação FCC. Instalação e Configuração de Servidor de Gerenciamento (Banco de 3. 3. Os algoritmos podem ser intrínsecos a câmera ou através de software instalado em um servidor. Se houver movimento não autorizado da câmera. Detecção de Movimento em ambiente externo (Adaptive Motion).1° ou melhor. um alarme também é acionado). o comportamento dispara um alarme.7 Deverá atuar como servidor UpnP e DHCP dos ativos de segurança. através do mesmo cabo UTP Cat. Deve possuir precisão de Preset de ±0.28.32.4. Deverá administrar os direitos e privilégios de todos os usuários e dispositivos do 3. H. 3. configurado e integrado com os demais elementos do sistema. o servidor deverá fornecido pela Contratada sem custo adicional e dentro da topologia de rede proposta. conforme o dispositivo. A Câmera deve possuir os seguintes algoritmos de analise de vídeo: Objeto abandonado. tais como câmeras. no caso de mais de um banco de dados. 3.31. Caso a distância até o switch não permita alimentação PoE.4.5.29. 54 .24. Analise Direcional. Se a lente for coberta por tinta em spray.4. 3. 3.23. padrões IEEE 802.1 3.4. 3. 3. neste caso. pano ou por uma tampa de lente.4.5 Deverá funcionar como banco de dados de todas as funções do sistema. 3. 3.5.5.5. encoders.5. Deverá possuir as certificações abaixo: 3.33.2 Deverá armazenar e administrar todos os registros de erros.5. eventos e alarmes do sistema. Deve suportar temperatura de operação de + 60°C a – 30°C). 3.5.3. Contagem de objetos. Dados) Fornecimento.3af e/ou EEE 802. realizando backups periódicos entre eles.4.3at. 3.1 sistema. Proteção IP66 e NEMA 4X. 3. O item só será considerado entregue quando instalado. estações de trabalho e gravadores. 3. Objetos Removidos. a Contratada deverá fornecer a fonte específica e infra-estrutura para alimentação da câmera até ponto de energia fornecido pela Contratante.9 Bivolt (127/220V). sendo que.4 Devera trabalhar em redundância com outro servidor de banco de dados. 3.4.5. A alimentação das câmeras será PoE ou hPoE. Velocidade de Tilt de 200º/segundo.5.5. 6 que transmitirá os sinais de vídeo e alimentação elétrica para as câmeras.4.3 Deverá ser capaz de se sincronizar com o servidor NTP (Network Time Protocol). parte 10 (ISO 14496-10) 3.30.26.8 Deverá possuir sistema operacional Linux.

4.5. Base com ajuste de altura de. Fornecimento. Área visível de tela de 26 polegadas. Resolução mínima do painel: 1920 (H) x 1080 (V). Brilho de. 3.6.6. Trinorma (Pal-M. 600:1. 3. Tecnologia TFT LED de matriz ativa. 3.6.6.6. Controle Remoto.3. 3.6.6. Pixel pitch de.7. Progressive Scan.11. 0. Tempo de resposta máximo de 8ms. superior. no mínimo. 3.2.6.8. no mínimo.16. 250 cd/m2. Tensão de entrada: Bivolt (110V/ 220V)automática.3. 90º.7. Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED 3.6.8. 3. 80 mm.15. Base com ajuste de rotação (pivot) de. 3.6.6.14. 3. no mínimo. 55 . no máximo.7. isolada. Fornecimento.5. Ângulo de visão vertical/horizontal mínimo de 160º/160°. Acompanhar CD de instalação com drivers para Sistema Operacional Windows 7 ou 3. no mínimo.6. no mínimo.12. Relação de contraste de. Pal-N.9. 3.7.294 mm. Contraste de no mínimo 3000000:1. Resolução de.9.6. 3. 3. 3. Tamanho de 42” LED.6.7. Acompanhar suporte para parede e para mesa.2. 3.1. Conexões analógicas e digitais (VGA DB15 e DVI).6. Deve vir acompanhado de todos os cabos necessários à conexão a microcomputadores padrão IBM-PC (cabo de sinal VGA padrão DB15 e cabo de sinal digital DVI). 3. 3. 1920 x 1080 a 75 Hz. 3. 3. Fonte de alimentação elétrica interna.13. 3.7.7.4.6. 3.7.7.10. 3. com seleção automática para voltagens de 110 a 220 volts.7. 3.7. NTSC).7. Voltagem: 100 ~ 240 V. HDTV Ready (Pronto para TV Digital). 3. 3.1.6. Suporte a exibição de pelo menos 16M de cores.6.3. Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas LED 3.6.

8. 1 Entrada RGB para PC.12. Cada um deve possuir a capacidade mínima de transferência de imagens de 250 Mbps e ainda prover um adicional de 32 conexões simultâneas para a transmissão de imagens gravadas.5.1. não devendo ser limitado pela quantidade de câmeras e sim pelo processamento da máquina.8. Fornecimento.3.7. Cada servidor NVR deverá possuir a capacidade de gravar imagens com a resolução máxima extraída das câmeras conectadas ao sistema e compressão de vídeo H.8.8.11. montado em rack de 19 polegadas. O NVR (Network Video Recorder) é um dispositivo “standalone”.8. 2 Entradas A/V (Lateral e Traseira). além de permitirem operação independente “stand alone”. 3 Entrada HDMI. 3.8. Os NVRs deverão ser preferencialmente do mesmo fabricante das câmeras. com gravação em disco rígido interno. 3. Deverá gerenciar e suportar no mínimo 300 câmeras ip sem a necessidade de aquisição de licenças adicionais. Cada servidor NVR deverá possuir todos os seus HD’s em RAID6. Deve vir acompanhado de cabo HDMI. 3.15. interligadas através de redes LAN. 3.8.8.8. 3. Não serão aceitos NVR´s do tipo baseado em PC.8. deverão também permitir acesso e conectividade com centrais de monitoramento remotas.10.264 e MPEG-4.2. 3.7. controle de acesso por login e senha do administrador(es). 3. MAN.3.4. O mesmo deve suportar o armazenamento de imagens com resolução de ate 2.8.7.7. 3. 1 Entrada Vídeo Componente.7. Cada servidor NVR deverá poder gravar o máximo de câmeras possível. Cada servidor NVR deverá possuir duas fontes “hot Swappable” redundantes. sem a perda de seu processamento. 3. Os aparelhos serão do tipo monobloco. sendo limitado o numero de câmeras pelo processamento de 250 Mbps de trhougput.13.7.8. não haja perda das imagens armazenadas. 3.1 megapixel (1920X1080) a 30 FPS em H. bivolt(127/220V).14.6. 3. caso os equipamentos sejam de fabricantes diferentes eles devem possuir total compatibilidade com o sistema. 3. Os NVR´s.9. Ao mesmo tempo o sistema deve trabalhar em modo failover. 3. Os equipamentos deverão ser de modelos e tipos padronizados em linha de produção industrial. dedicados. 3. de uso corrente e devidamente testados no mercado nacional e/ou internacional. WAN e internet.7.24 TB com RAID 6 (Modelo 1).8. protocolo ONVIF ou aberto. com sistema operacional proprietário.10. para montagem em rack de 19” com no máximo 3U de altura. 3.11. permitindo assim que. no caso da queda de qualquer 56 . O subsistema de armazenamento deve possuir ainda diagnóstico interno e logs de erros. mesmo com a falha de 2 HD’s de um mesmo módulo. normalmente utilizados em aplicações idênticas às pretendidas na presente especificação. 3. ou seja.264 para todas as câmeras. Conexões: 3. Instalação e Configuração de Servidor de armazenamento NVR .

26. O NVR (Network Video Recorder) é um dispositivo “standalone”.14.8.8. Quando instalado mais de um NVR o sistema de gravação deve possuir a característica de balanceamento automático. Instalação e Configuração de Servidor de armazenamento NVR . Deve possuir no mínimo 24 TB de capacidade de armazenamento.13. 3.17. Deve possuir 2 interfaces Ethernet 10/100/1000. Deve suportar gravação de áudio. quad-screen e multscreen.8.8. Os servidores de gravação poderão ser compartilhados com o servidor de gerenciamento do sistema. 3. 3.8. com gravação em disco rígido interno.8. tanto em tempo real como gravadas.8.25. Deve suportar ampliação do storage via “fiber channel”. com sistema operacional proprietário. as imagens devem ser roteadas automaticamente aos demais. Deve permitir a visualização e gravação simultâneas de todas as câmeras.21. 3. evitando assim perda das mesmas.9.9. sistema.servidor. Deve possuir sistema operacional Linux. 3. 3.8. Deve possuir no mínimo 12 HDs em uma unidade controladora. tempo. selecionáveis por 3.24. 3. 3.27.22.8. 3. Fornecimento.8.28.8.2.8.8.23. de acesso. software.12 TB (Modelo 2) 3. sem intervenção humana. Deve suportar Integração com outros sistemas tais como detecção de incêndio e controle 3. 3. Deve possuir FANS “hot swappable”. Deve permitir a visualização em tela cheia. 3.16. mantendo assim uma uniformidade no tempo de armazenagem e principalmente no processamento das máquinas. Deve permitir a seleção de imagens a serem visualizadas.1.8. 3.12. 3. montado em rack de 19 polegadas. protocolo ONVIF ou aberto.8.8. Deve ser totalmente compatível com os algoritmos de análise de vídeo das câmeras. Deve possuir no mínimo 8 GB de memória RAM. com sistema de controle de acesso rápido de imagens gravadas em qualquer posto de visualização e qualidade de imagem para plena identificação das cenas. controle de acesso por login e senha do administrador(es).8.18. 3. As imagens devem ser o tempo todo distribuídas entre todos os servidores de gravação e não armazenadas somente em um. sincronizado com o vídeo.19.15. 3. 3. Deve possuir suporte a Failover e sistema de replicação de dados para que em caso de falha de 01 dos equipamentos NVR o sistema continue em funcionamento de forma ininterrupta. Deverá administrar os direitos e privilégios de todos os usuários e dispositivos do 57 .9. Deve permitir a visualização em tela cheia de qualquer uma das câmeras em qualquer 3.20.

9. quad-screen e multscreen. Deve permitir a seleção de imagens a serem visualizadas.20. Possuir Throughput de pelo menos 200 Mbps para gravação de streamings.18. estações de trabalho e gravadores.9.5. software. 3.23.9. 3.9. Deverá atuar como servidor UpnP e DHCP dos ativos de segurança. 3.12. 3. Deverá possuir a capacidade de gravar imagens com a resolução máxima extraída das câmeras conectadas ao sistema e compressão de vídeo H.9.9.14.264 para todas as câmeras. Deve possuir 1 interface de rede ethernet 10/100/1000. Deve permitir a visualização em tela cheia. com sistema de controle de acesso rápido de imagens gravadas em qualquer posto de visualização e qualidade de imagem para plena identificação das cenas. Deve suportar gravação de áudio.264 e MPEG-4. encoders. 3. Deve possuir FAN “hot swappable”. 3. 3.9.10. Deve possuir sistema operacional Linux em compact flash e ao mesmo tempo distribuído entre os arrays do servidor.15. 3. 3.25. 3. Deverá ser instalado em rack padrão 19”. Deve possuir 2 fontes “hot Swappable” redundantes.9.13.9. Deve ser totalmente compatível com os algoritmos de análise de vídeo das câmeras.9. Deve possuir sistema de diagnóstico interno e monitoramento SNMP. Deverá ser capaz de se sincronizar com servidor NTP (Network Time Protocol). 3. 3. 3. Deve suportar Integração com outros sistemas tais como detecção de incêndio. eventos e alarmes do sistema.9.8.1 megapixel (1920X1080) a 30 FPS em H. Deverá funcionar como banco de dados de todas as funções do sistema. Deve possuir no mínimo 12 HDs em uma unidade controladora.3. Deve possuir no mínimo 8 GB de memória RAM.9. Deve possuir no mínimo 12 TB de capacidade armazenamento interno.9.9.9. Deverá armazenar e administrar todos os registros de erros.24. selecionáveis por 3. Deve permitir a visualização e gravação simultâneas de todas as câmeras. sincronizado com o vídeo. Deve suportar ampliação do storage via “fiber channel”. tempo. 3.9.19.9.16.22. tais como câmeras.9. sem a perda de seu processamento. O mesmo deve suportar o armazenamento de imagens com resolução de ate 2.7. 3. 3.9. Deve permitir a visualização em tela cheia de qualquer uma das câmeras em qualquer 3.9. 3.17.6. 3. tanto em tempo real como gravadas. 3. e controle 58 .9. 3.3. bivolt(127/220V).9.11. de acesso.9.9. sendo limitado o número de câmeras pelo processamento de 200 Mbps de throughput.21.4.

Deverá possuir no mínimo 1 (uma) placa de vídeo de 512 MB de vídeo RAM (memória não compartilhada).2.11. Dispositivo fisicamente independente.1. Deverá possuir no mínimo memória interna 4 GB de RAM 3.0 3. 3. 3. O equipamento deverá possuir fonte de alimentação interna que opere na faixa de freqüência de 110-240 V e 60Hz. seleção automática. Deverá suportar todas as resoluções de vídeo geradas pelas câmeras. Instalação e Configuração de Estação de Trabalho com software de monitoramento com modulo de mapas 3.10.5. 3. Deverá possuir no painel frontal leds indicadores de alimentação.10.3ab 1000Base-T com conector RJ-45.7. Fornecimento.12.14. Deverá possui no mínimo 1 (uma) interface de rede Porta RJ-45 Gigabit Ethernet (1000BaseT) 3. para a ligação e montagem do switch em rack padrão 19 polegadas.11.10.10.10. Deverá possuir no mínimo processador Intel Xeon Q9400 Quad Core 3.264 para cada saída de vídeo DVI ou HDMI. Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000. Layer 2.10.11.10.10. Deverá possuir drive de DVD-RW/CD-RW e interface USB 2.10. Deverá possuir sistema operacional Windows 7 ou superior.3. 3. Deverá possuir fonte de alimentação100 a 240 VCA. Deverá funcionar como matriz virtual de vídeo e possibilitar a decodificação de até 16 vídeos com resolução de 1920x1080 em H.10. 3.4.10.10. altura de no máximo 1 (um) RU e fonte de alimentação próprios. 3. Este equipamento será a interface de administração do sistema. 2 saídas de DVI dual-link 3.9. status e atividade de 3.15. PoE (switch de borda) 3. rede.10.1. Deverá possuir ferramentas de gerenciamento de mapas e alarmes do sistema. cores reais (32 bits). com gabinete padrão 19”. 3. 59 .3.11.6.11.2.4. 3 e 4 (referência ao modelo OSI).11. Devera possuir 2 saídas de vídeo DVI ou HDMI.8.10. 3. capacidade de resolução da exibição de 2560 x 1600 e DirectX® 10. 3.13.0 para gravação das imagens selecionadas 3.Ethernet. Deverá permitir acesso a todas as tarefas de operação e administração do sistema. Deve possuir 24 (vinte e quatro) interfaces fast-ethernet (100/1000 Mbps) conforme padrão IEEE 802. 3.10. Deverá possuir no mínimo 6 (seis) portas USB 2.3. Deverão ser fornecidos todos os cabos e acessórios. 50/60 Hz. 3. que implemente função de switching de camada 2 e filtros em camadas 2.10.10. Fornecimento. 2 Portas 1000 SFP .

14. provendo no mínimo 7. Deve possuir e garantir recursos de Power-over-Ethernet conforme padrão IEEE 802.11.11.11. Deverá permitir a configuração manual e automática do modo de operação. para todas as interfaces. Deve permitir a criação de no mínimo 255 (duzentos e cinquenta e cinco) VLANs no padrão IEEE 802.000 (oito mil) endereços MAC.11. 3. 3. Deve implementar o protocolo IEEE 802. v2 e v3 com suporte a no mínimo 256 grupos. Deve possuir performance wire-speed.11.3ad Link Agregation. 3.20. 3.18. ssh e https com controle de acesso através de usuário e senha com múltiplos níveis de privilégio.23. para todas as interfaces 1000BASE-T.11.11.9.5.6. Deverá possuir o recurso de auto-detecção do tipo de cabo (direto ou cross-over) com ajuste automático (auto MDI/MDIX) para todas as interfaces 1000BASE-T.3. Deve permitir a agregação de links de no mínimo 3 (três) grupos de 4 (quatro) interfaces Ethernet através do padrão IEEE 802.8.1Q com VLAN ID entre 1 (um) e 4000 (quatro mil). para coleta de dados com a utilização de probes ou analisadores de protocolo externos ao equipamento. ou SNMP v3 RFC 2570 ou mais atual.11. através dos pares 1-2 e 3-6.11.11. telnet.15. 100/1000Mbps.11.10. 3. 3. 3.11. 3. Deve implementar o gerenciamento e configuração do equipamento via console. Deve possuir capacidade para no mínimo 8. 3.19. non-blocking com taxa de encaminhamento de pacotes de no mínimo 35 Mpps (trinta e cinco milhões de pacotes por segundo) e matriz de comutação de no mínimo 52 Gbps (cinquenta e dois gigabits por segundo).12. Deve possuir memória Flash ou similar não volátil para o armazenamento do sistema operacional e da configuração.1D Spanning Tree Protocol (STP). conforme modo de funcionamento A. simultaneamente.16.11. 3.1w Rapid Spanning Tree Protocol (RSTP) e IEEE 802. Deve permitir o espelhamento do tráfego de pelo menos uma interface (fluxos de entrada e saída simultâneos para a interface) em uma outra interface.11. Deve implementar gerenciamento via SNMP V2c RFC 1901 ou mais atual. 3. Deverá possuir no mínimo 2 (duas) interfaces gigabit ethernet no padrão IEEE 802.11. Deve implementar os protocolos IEEE 802. 60 .1x para autenticação do usuário. Deve implementar a função de DHCP snooping. 3. 3. 3.7. half-duplex e full-duplex. Deve possuir uma interface de console.17.11.13. 3.3ab 1000Base-T com o conector do tipo SFP (Small Form-Factor Pluggable). Deverá permitir a configuração automática e manual de velocidade de operação.11.0 (sete) watts para cada uma das 24 interfaces 100/1000 Base-T.1s Multiple Spanning Tree Protocol (MSTP).22. 3. 3.3af.11. 3.11.21. IEEE 802.24. Deve implementar IGMP Snooping v1. Deve implementar a função de VLAN guest.11. Deve implementar no mínimo 32 (trinta e duas) instâncias de Spanning Tree. 3.11.

3. 3.11. 3. Deve implementar 04 (quatro) filas de QoS (Qualidade de Serviço) por interface com base nos padrões IEEE 802.26. 61 . Deve implementar um comando (CLI) para simultaneamente para todos os comandos específicos de portas 3.29. por endereço MAC de origem e destino.RFC 1305) ou SNTP (RFC 1361) para a sincronização do relógio com outros dispositivos.1p e DSCP em todas as interfaces.31.3. Statistics.1.34. Alarms e Events. 3.11.33. Deve permitir a configuração de filtros (ACL) em camadas 2 a 4. Possuir controle de broadcast. 3.38. Dispositivo fisicamente independente.11.39. com gabinete padrão 19”.11.36.1w). 3.11.11.30.11. Deve permitir a suspensão de recebimento de BPDUs (Bridge Protocol Data Units ) caso a porta esteja colocada no modo “fast forwarding” (conforme previsto no padrão IEEE 802.28. multicast e unicast por porta. 3.11. authentication e accounting Radius. 3. Deve ser possível especificar limiares (“thresholds”) individuais para tráfego tolerável de broadcast.35. Deve implementar authorization. Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000 – Gigabit Ethernet. 3.11. multicast e unicast em cada porta do switch. para todas as interfaces. mídias e acessórios de todos os componentes adquiridos.11.12. Sendo recebido um BPDU neste tipo de porta deve ser possível desabilitá-la automaticamente. 3. Fornecimento. Shell). Deve implementar o recurso “Port security” (MAC lock-in). permitindo a geração de log de ocorrências em um servidor externo (syslog). configurar portas semelhantes Deve implementar pelo menos 2 (duas) conexões simultâneas através de SSH (Secure 3. Excedidos os valores pré-configurados deve ser possível enviar um trap SNMP e desabilitar a porta. que implemente função de switching de camada 2. 3. Deve permitir a configuração de todas as características e funcionalidades do equipamento via linha de comando.11.25. endereço IP de origem e destino e porta TCP/UDP de origem e destino. Deve implementar o protocolo Network Timing Protocol (NTP .11. Fornecer manuais e documentação completa para instalação e configuração.37.11. Implementar mecanismo de proteção da “root bridge” do algoritmo Spanning-Tree para prover defesa contra ataques do tipo “Denial of Service” no ambiente nível 2.11.32. Limitando o acesso a rede a um endereço MAC determinado numa interface ethernet. 3. Deve implementar FTP (File Transfer Protocol) ou TFTP (Trivial File Transfer Protocol) para cópia e atualização de arquivos de imagem e de configuração. 3. Layer 3 Empilhável (switch core) 3. roteamento dinâmico em camada 3 e filtros em camadas 2. 3 e 4 (referência ao modelo OSI). Deve implementar os seguintes grupos de RMON (Remote Monitoring – RFC 2819): History.11. Deve implementar a limitação de banda (rate-limit) em todas as interfaces. altura de no máximo 1 (um) U e fonte de alimentação próprios.27.12.

para a ligação e montagem do switch em rack padrão 19 polegadas.500 (mil e quinhentas) rotas.12. Deve suportar fonte de alimentação redundante. 3. 3.1Q com VLAN ID entre 1 (um) e 4000 (quatro mil). Deve implementar o roteamento dinâmico OSPFv2 (Open Shortest Path First version 2 – RFC 2328) e estático de todas as sub-redes diretamente conectadas. Deve possuir no mínimo 8 (oito) interfaces no padrão GE (gigabit ethernet). 3. 3.8. 3.6. Deve possuir no mínimo 16 (dezesseis) interfaces no padrão SFP (Small Form-Factor Pluggable) com os módulos SFP 1000BASE SX.000 (doze mil) endereços MAC.12.12.12.9. 3.1s Multiple Spanning Tree Protocol (MSTP). Deve implementar roteamento IP.21. O equipamento deverá possuir uma interface de empilhamento dedicada (não ethernet) de no mínimo 20 Gbps (vinte gigabites por segundo). 3. non-blocking com taxa de encaminhamento de pacotes de no mínimo 100 Mpps (cem milhões de pacotes por segundo) e matriz de comutação de no mínimo 142 Gbps (cento e quarenta dois gigabites por segundo). 3. 3. Deve implementar os protocolos IEEE 802. Deve implementar o gerenciamento e configuração do equipamento via console. OSPFv2 (Open Shortest Path First version 2 – RFC 2328).12. 3.11.12. 3.16. Deve possuir capacidade para no mínimo 12.3ad Link Agregation. Deve implementar os protocolos de roteamento IP RIPv1 (Routing Information Protocol version 1 – RFC 1058). 3.12.1D Spanning Tree Protocol (STP).7. Deve possuir memória Flash ou similar não volátil para o armazenamento do sistema operacional e da configuração.12.3. Deve permitir a agregação de links de no mínimo 6 (seis) grupos de 8 (oito) interfaces Ethernet através do padrão IEEE 802.15.3. 3. Deve implementar o roteamento dinâmico de no mínimo 2000 rotas pelo protocolo OSPFv2 (Open Shortest Path First version 2 – RFC 2328).5 m (meio metro).12.19.20.14.2. telnet e ssh e HTTPs com controle de acesso através de usuário e senha com múltiplos níveis de privilégio.12.12. 3. 3.17.12.10. Deve implementar a função de DHCP snooping.12.12. inclusive cabo de empilhamento de no mínimo 0. IEEE 802.12. Deve permitir a criação de no mínimo 255 (duzentos e cinquenta e cinco) VLANs no padrão IEEE 802. 3.4. Deve implementar a função de VLAN guest.13. Deve possuir uma interface de console. com redistribuição de rotas entre os protocolos de roteamento.5. Deverão ser fornecidos todos os cabos e acessórios. 62 . O equipamento deverá possuir fonte de alimentação interna que opere na faixa de freqüência de 110-240 V e 60Hz.12.12.12. 3. Deve possuir performance wire-speed. RIPv2 (Routing Information Protocol version 2 – RFC 2543).12.1w Rapid Spanning Tree Protocol (RSTP) e IEEE 802.12. 3. 3. com no mínimo 1.18.12.

31.12. permitindo a geração de log de ocorrências em um servidor externo (syslog). 3. 3.12.12. Deve implementar authorization. authentication e accounting Radius. 3.12. multicast e unicast em cada porta do switch.28. 3. 3.25.12. 3. Deve implementar em hardware pelo menos 08 (oito) filas por interface.1x para autenticação do usuário.26. 3.24.34.22. para coleta de dados com a utilização de probes ou analisadores de protocolo externos ao equipamento. 3. Alarms e Events.12.12. ou SNMP v3 RFC 2570 ou mais atual. endereço IP de origem e destino e porta TCP/UDP de origem e destino. limitando o acesso a rede a um endereço MAC determinado numa interface ethernet. 3.1p e DSCP em todas as interfaces.12.12. multicast e unicast por porta. Deve ser possível especificar limiares (“thresholds”) individuais para tráfego tolerável de broadcast.12.12. Deve implementar um comando (CLI) para simultaneamente para todos os comandos específicos de portas. 3. Excedidos os valores pré-configurados deve ser possível enviar um trap SNMP e desabilitar a porta.12.38. 3.29. v2 e v3 com suporte a no mínimo 256 grupos. Deve permitir o espelhamento do tráfego de pelo menos uma interface (fluxos de entrada e saída simultâneos para a interface) em uma outra interface. Deve permitir a configuração de filtros (ACL) em camadas 2 a 4. Sendo recebido um BPDU neste tipo de porta deve ser possível desabilitá-la automaticamente. Deve permitir a configuração de todas as características e funcionalidades do equipamento via linha de comando.35. para tratamento de QoS (Qualidade de Serviço) com base nos padrões IEEE 802.12.23. Implementar mecanismo de proteção da “root bridge” do algoritmo Spanning-Tree para prover defesa contra ataques do tipo “Denial of Service” no ambiente nível 2.3. Deve implementar o protocolo Network Timing Protocol (NTP . Deve implementar o protocolo IEEE 802. Deve implementar os seguintes grupos de RMON (Remote Monitoring – RFC 2819): History.39. Statistics.32. Deve permitir a suspensão de recebimento de BPDUs (Bridge Protocol Data Units ) caso a porta esteja colocada no modo “fast forwarding” (conforme previsto no padrão IEEE 802. Deve implementar o recurso “Port security” (MAC lock-in).12.12. Possuir controle de broadcast.36.12. configurar portas semelhantes Deve implementar pelo menos 2 (duas) conexões simultâneas através de SSH (Secure 3.27. Deve implementar IGMP Snooping v1.1w). para todas as interfaces. 3.12. Deve implementar no mínimo 64 (sessenta e quatro) instâncias de Spanning Tree. 3.33. 63 .12. Shell). 3. 3.RFC 1305) ou SNTP (RFC 1361) para a sincronização do relógio com outros dispositivos.30. Deve implementar gerenciamento via SNMP V2c RFC 1901 ou mais atual. por endereço MAC de origem e destino. 3.37. Deve implementar a limitação de banda (rate-limit) em todas as interfaces.

3. Bivolt (127/220V).14. 6 imagens (1 grande + 5 pequenas). Os monitores de alta definição também podem exibir 6 imagens (3 x 2) e 12 imagens (4 x 3) 3.14.6. status e atividade de 3.7. 16 imagens (4 x 4).14. Instalação e Configuração de Módulo Console de Vídeo para Operador Matriz Virtual 3.14. Deverá suportar todas as resoluções de vídeo geradas pelas câmeras.14. 3.2.1. Este equipamento tem a função de decodificador de vídeo com interface para controlador (Teclado com Joystick).264 para cada saída de vídeo DVI ou HDMI.2.5. 13 imagens (1 grande + 12 pequenas). 3. status e atividade de 3.14. 3.13. mídias e acessórios de todos os componentes adquiridos.3.13.14.14. 9 imagens (3 x 3).14. rede. 3. Fornecimento.9.10. Deve suportar os seguintes modos de exibição de vídeo: 3. Deve implementar FTP (File Transfer Protocol) ou TFTP (Trivial File Transfer Protocol) para cópia e atualização de arquivos de imagem e de configuração.4. 4 imagens (2 x 2). 3. Deve possuir no mínimo 1 (uma) interface RJ-45 Gigabit Ethernet (1000Base-T) 3. 10 imagens (2 grandes + 8 pequenas). H.40. Deverá possuir no painel frontal leds indicadores de alimentação.14.12.5. 3. Deve suportar a resolução máxima do monitor de 2560 x 1600 3. Deverá possuir no painel frontal leds indicadores de alimentação. 3. 1 imagem. 3. Main e 3.13. Instalação e Configuração de Decodificador de Vídeo 3. Deverá funcionar como matriz virtual de vídeo e possibilitar a decodificação de até 16 vídeos com resolução de 1920x1080 em H.3.12.13. Deve possuir 2 saídas de vídeo DVI ou HDMI. Deverá suportar todas as resoluções de vídeo geradas pelas câmeras.13. Deverá suportar matriz virtual de vídeo e possibilitar a decodificação de até 16 vídeos com resolução de 1920x1080 em H. Deverá permitir acesso a todas as tarefas de operação do sistema. 50/60 Hz. 3.1. High Deve suportar as seguintes codificações de vídeoMPEG-4.12. Deve suportar os seguintes desempenhos de decodificação: 64 . 3.13. Este equipamento tem a função de decodificador de vídeo. Fornecimento.6.11.8.3.13.264 perfis Baseline. Deve possuir fonte de alimentação automática 100 a 240 Vca. Fornecer manuais e documentação completa para instalação e configuração.13. 3.14.4.14.264 para cada saída de vídeo DVI ou HDMI. Deve possuir no mínimo 2 (duas ) saídas DVI 3.14.14.41. rede.

16.Tipo selada. 3.9. 12X transmissões de perfil H.264 Baseline em tempo real a 1080p.3.14. 3.14.5. 3. Função para envio de e-mail na troca de estado de alarmes.4. Transmissões MPEG-4 em tempo real 16X a 704 x 480/576. regulada por válvulas. 3. Deverá possuir porta Ethernet. a plena carga 3.3. Potência mínima: 3 kVA / 2. Baterias . 3. 65 .16. Fornecimento. Instalação e Configuração de Nobreak 6KVA 3. USB.2.3.2. Fornecimento. Deverá possuir apoio para punho. Incluso Adaptador SNMP.2 kW. 3. Fator de potência de entrada: maior ou igual a 0. 3. 3.16. 3.8.17. 2X transmissões de perfil H. 220V 3.15. Deverá possibilitar o controle da íris da lente e foco das câmeras e ajuste de velocidade para controle preciso de PTZ.17.16.12. 3. Gerenciamento via rede Ethernet. 220V 3.15.264 Baseline em tempo real a 704 x 480/576. Tensão de saída: Monofásica (F-N-T).. 3.2.10. 3. Instalação e Configuração de Nobreak de 3KVA 3. Instalação e Configuração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – 3.15. 3. No-break online dupla conversão.6.11.15. Deve possuir módulos de teclado numérico independentes para controle de câmera e de monitor e módulo de joystick ajustáveis para operadores destros e canhotos.4. No-break online dupla conversão. Fornecimento.15.1 kW.16. Deverá possuir teclas de função iluminadas com combinação intuitiva de cores que permita fácil navegação pelos menus de configuração.15. Bivolt (127/220V). Compatibilidade de sistemas operacionais: todo o software deverá ser compatível com os sistemas Windows 7 e Linux.5. livre de manutenção.7. 3.1.1.14.16. Deverá permitir acesso a todas as funções de operação do sistema.1.16. Tensão de entrada: Monofásica (F-N-T).16.16. Potência mínima: 6 kVA / 4. 3.16.17.15.16. Autonomia mínima: 5 min.95 3.16.16. Forma de onda de saída: senoidal 3.

5.3z. Tensão de entrada: Monofásica (F-N-T). 3.3u.3.17.1.11.12. Certificações FCC Classe A. 1000Base-T / IEEE 802. 3. 3. regulada por válvulas. 10Base-T / IEEE 802. 3. Fornecimento de As-Built 4. a plena carga 3.3.Tipo selada.17.17. 120V 3.17.18. 120V 3. Leds PWR / TP-LINK / ACT.17.8.18.17. 1000 / Link de fibra / ACT 3. assinado por Engenheiro habilitado no CREA e com ART registrada.3.10.18. Tensão de saída: Monofásica (F-N-T). com toda a documentação necessária. instalação e configuração de Conversor de Midia PoE 803. Deve vir acompanhado de fonte bivolt (127/220V). Autonomia mínima: 14 min.18.1.95 3. Incluso Adaptador SNMP.9.8.7. Padrões IEEE 802.18. Fornecimento.7. 3.18.18. realizado de acordo com as normas ABNT.4. SERVIÇOS ADICIONAIS 4. sendo que neste caso a Contratante fornecerá as plantas originais para que a Contratada proceda as atualizações. 66 . Suportar Jumbo Frame 9K 3. CE Classe A 4. Fornecimento de As-Built completo do sistema após implantado. Forma de onda de saída: senoidal 3. 1 x 1000Base-SX / LX porta Multimodo Comprimento de onda óptica 850nm / 2000 Mbps Full-Duplex 3. 1000Base-SX / LX 3. Ambiente Operacional 0 ~ 50°C / umidade: 5 ~ 90% sem condensação 3.18. Gerenciamento via rede Ethernet. Deverá possuir porta Ethernet. as eventuais alterações na rede elétrica dos edifícios. 100Base-TX / IEEE 802.17. Alimentação: DC 5V / 2A / Consumo de Energia: 5. Deverão ser fornecidas cópias impressas e também os arquivos em formato digital (DWG) devidamente gravados em mídia do tipo CD. 3.6.6 Watts. Fator de potência de entrada: maior ou igual a 0. Função para envio de e-mail na troca de estado de alarmes. No As-Built deverá constar. 1 x porta 10/100/1000Base-T Porta RJ-45 (Auto-MDI / MDI-X) 10/20 Mbps para Half / Full-Duplex / 100/200Mbps para Half / Full-Duplex / 2000 Mbps Full-Duplex 3.17.18.5. executadas para alimentação das câmeras e demais equipamentos.17.6.17.2.1.4.3at 1000Base-X para 10/100/1000Base-T 3. Compatibilidade de sistemas operacionais: todo o software deverá ser compatível com os sistemas Windows 7 e Linux. inclusive. Baterias .3ab.1.3. livre de manutenção.

5.4. 4. 4. divididos em turmas de 5 (cinco) a 10 (dez) servidores. no mínimo: 4. 4. A empresa deverá disponibilizar instrutores em número. A programação. com carga horária mínima de 08 (oito) horas para cada turma de 5 (cinco) servidores e proporcional em turmas maiores. O curso deverá abranger. A CONTRATADA será responsável pelo fornecimento da base de testes e softwares necessários ao treinamento. com 15 dias de antecedência em relação à data da primeira realização.2.2.12. especificações. Introdução aos sistemas instalados no edifício.2. manutenções preventivas e corretivas e aulas práticas.2. teoria de operação.2. devendo ser encaminhado. Modos de operação. respeitando aspectos técnico-pedagógicos de acordo com o público-alvo. 4. Manutenções Preventivas e Corretivas.6. Especificações.14. 4.1.2.15. com 15 (quinze) dias de antecedência do início do treinamento. competência e experiência profissional adequada ao treinamento a ser realizado. 4. modos de operação.7. além de outros julgados pertinentes.3. 4. O local de realização do treinamento será na unidade da Policia Federal do Santa Cândida. com utilização de equipamentos idênticos aos que serão fornecidos e base de testes que permita a visualização e análise de todas suas funcionalidades.2.2. 4. 67 . Deverá ser realizado treinamento de até 20 (vinte) servidores indicados pela SR/DPF/PR.2. 4.9. ao final do curso.2. A CONTRATADA deverá prover treinamento aos servidores da SR/DPF/PR. Teoria de operação.8. O treinamento deve ser focado na introdução aos sistemas instalados no edifício. O treinamento deverá ser focado no funcionamento e operacionalização do sistema de CFTV.2. 4.2. em horário comercial. Aulas práticas.11. programação e manutenção dos equipamentos instalados.2. 4.2. Operação. 4.18.2.13. em data a ser confirmada pela Polícia Federal. nas dependências da SR/DPF/PR e/ou Unidades Descentralizadas.2.17.2. A CONTRATADA deverá fornecer as apostilas. 4.2. 4. 4. os treinandos estejam aptos a operacionalizar o funcionamento do sistema. Curitiba/PR e/ou respectivas localidades onde os sistemas forem instalados. O curso deve possibilitar ao técnico a execução das manobras e as intervenções para operação.16. manuais e demais materiais didáticopedagógicos necessários à realização do treinamento. de forma que.10. o programa de atividades e os recursos necessários para a realização do curso de treinamento. grade horária e material didático deverá ser apresentado para aprovação prévia da SR/DPF/PR. O curso deverá ser realizado.2. Treinamento 4.4.2. 4.

Operação Assistida 4. Os custos referentes ao curso de treinamento devem estar inclusos no fornecimento dos equipamentos e será realizado após a instalação total do sistema previsto.4. 4.19. Elaboração de projeto executivo. Curitiba/PR. Elaboração de projeto executivo para até o número máximo de câmeras previsto nesta especificação técnica. em horário comercial.1. 4. realizado de acordo com as normas ABNT.3.4.2. nos 5 (cinco) primeiros dias de funcionamento de cada contratação. -------------------------------------------------------------------------------------- 68 . 4. ocasião na qual deverá providenciar as customizações solicitadas e esclarecer as dúvidas da CONTRATANTE.4.1. assinado por Engenheiro habilitado no CREA e com ART registrada. 20 de Novembro de 2014. A CONTRATADA deverá realizar a operação assistida do sistema. Deverão ser fornecidas cópias impressas e também os arquivos em formato digital (DWG) devidamente gravados em mídia do tipo CD.3.

.. resolvem celebrar o presente Termo de Contrato....... e CPF nº ...394.. mediante as cláusulas e condições a seguir enunciadas.................... Santa Cândida...................... publicada no DOU de .. inscrito(a) no CNPJ/MF sob o nº .. 3............................... expedida pela (o) ..(a) ............1......... conforme especificações e quantitativos estabelecidos no Edital do Pregão identificado no preâmbulo e na proposta vencedora......... em . e a empresa ............... nomeado pela Portaria nº . representada pelo Sr.................666... O objeto do presente Termo de Contrato é a aquisição de componentes para o sistema de Circuito Fechado de Televisão – CFTV.... doravante denominada CONTRATANTE............ de .....2.... neste ato...... inscrita no CNPJ sob o nº 00..... da Lei nº 10.......... 210.... neste ato representada pelo(a) Sr.......... A Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná – SR/DPF/PR........... sediado(a) na .. de 1990 Código de Defesa do Consumidor................. 1..... CLÁUSULA PRIMEIRA – OBJETO 1.. nesta cidade de Curitiba.............. de ...................... de 17 de julho de 2002 e na Lei nº 8.. e em observância às disposições da Lei nº 8.078........ tendo em vista o que consta no Processo nº ..... de ................ 1... 5 e/ou 6 – nos itens pertinentes a cada grupo em que restou vencedora). inscrito no CPF nº ....ANEXO II – MINUTA DO CONTRATO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO PARANÁ MINUTA DO CONTRATO nº _____/2014 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2014 – SR/DPF/PR TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE COMPONENTES PARA SISTEMA DE CIRCUITO FECHADO DE TELEVISÃO – CFTV........ QUE FAZEM ENTRE SI A SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL NO ESTADO DO PARANÁ E A EMPRESA ........ doravante designada CONTRATADA.. portador da CI RG nº ..... Discriminação do objeto: GRUPO 1 (2........494/0032-32. 4.............. independente de transcrição.520.. portador(a) da Carteira de Identidade nº .......... com sede na Rua Professora Sandália Monzon....... de .......... decorrente do Pregão nº 12/2014.. ITEM do TR INFRAESTRUTURA QTDE UND Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada M Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm M MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL 69 ... os quais integram este instrumento.................. de 21 de junho de 1993.......... de 20.......(cargo e nome)....... Estado do Paraná....

Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 Fornecimento e instalação de Fibra Óptica em cabo 6 fibras 50/125 Serviço de montagem e conectorização óptica em conector LC duplex e fibra multimodo Fornecimento e instalação de Cordão óptico LC/LC QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL M und und und M und und 70 .Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada. Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50. Fornecimento e instalação de poste de 6 metros. Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN.Categoria 6 de 24 Portas Fornecimento/instalação Tomada RJ-45 fêmea. Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2.5mm. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall branco M M M M und und und M M M m2 TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS À INFRAESTRUTURA: ITEM CABEAMENTO Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Panel .5mm flex (3 fios FNT). Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada. Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2.

com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U. und und und und und UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL und und und und und und und und 71 . de piso.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente.( CÂMERA TIPO 1) Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night.Fornecimento e instalação de DIO de 48 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de DIO de 12 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de RACK para LAN. 44U x 800 x 23/19" de piso com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de RACK para LAN.3 Megapixel. 2U .( CÂMERA TIPO 3) Fornecimento/Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1.3 Megapixel.( CÂMERA TIPO 2) Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1.19’’ ITEM ATIVOS Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1. 20U x 670 x 19".24 TB com RAID 6 (Modelo 1).( CÂMERA TIPO 4) Fornecimento/Instalação e Configuração de Servidor de Gerenciamento (Banco de Dados) Fornecimento/Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento/Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas LED Fornecimento/Instalação e configuração de Servidor de armazenamento NVR .

Layer 2. QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL Und horas horas Und TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS ADICIONAIS: CUSTO TOTAL DO SISTEMA DE CFTV ( INFRAESTRUTURA + CABEAMENTO + ATIVOS + SERVIÇOS ADICIONAIS ) 72 .Fornecimento/Instalação e Configuração de Servidor de armazenamento NVR-12 TB (Modelo 2) Fornecimento/Instalação e Configuração de Estação de Trabalho com software de monitoramento com módulo de mapas. Layer 3 Empilhável (switch core) Fornecimento/Instalação e Configuração de Módulo Console de Vídeo para Operador Matriz Virtual Fornecimento/Instalação e Configuração de Decodificador de Vídeo Fornecimento/Instalação e Configuração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB. PoE (switch de borda) Fornecimento/Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000 – Gigabit Ethernet. Fornecimento/Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000. Fornecimento/Instalação e Configuração de No-break 6KVA Fornecimento/Instalação e Configuração de No-break 3KVA Fornecimento/Instalação e Configuração de Conversor de Mídia PoE und und und und und und und und und und TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AOS ATIVOS: ITEM SERVIÇOS ADICIONAIS Fornecimento de As-Built Treinamento Operação Assistida Elaboração de projeto executivo. 2 Portas 1000 SFP .Ethernet.

3.1. CLÁUSULA TERCEIRA – PREÇO 3... As supressões resultantes de acordo celebrado entre as partes contratantes poderão exceder o limite de 25% (vinte e cinco por cento) do valor inicial atualizado do contrato.1.(.. A CONTRATADA é obrigada a aceitar.. 6. os acréscimos ou supressões que se fizerem necessários.2.3.666.)..3. 6.2. CLÁUSULA QUINTA – PAGAMENTO 5. CLÁUSULA SEGUNDA – VIGÊNCIA 2..4.1. de 1993. fiscais e comerciais incidentes. As despesas decorrentes desta contratação estão programadas em dotação orçamentária própria. É vedado efetuar acréscimos nos quantitativos fixados pela ata de registro de preços... 7.. contando-se o prazo de vigência contratual a partir da data de assinatura do contrato. 6. 57... 3. 65 da Lei nº 8. As condições de entrega e recebimento do objeto são aquelas previstas no Termo de Referência. CLÁUSULA SEXTA – REAJUSTE E ALTERAÇÕES 6. O prazo para pagamento e demais condições a ele referentes encontram-se no Edital.. O preço contratado é fixo e irreajustável.. 6... Eventuais alterações contratuais reger-se-ão pela disciplina do art...1. sendo prorrogável na forma do art.. inclusive tributos e/ou impostos. No valor acima estão incluídas todas as despesas ordinárias diretas e indiretas decorrentes da execução contratual.ENTREGA E RECEBIMENTO DO OBJETO 7.. 6. é de R$ .... frete. da Lei nº 8... nas mesmas condições contratuais. 4. taxa de administração. §1º.. prevista no orçamento da União. inclusive o acréscimo de que trata o § 1º do art. na classificação abaixo: Gestão/Unidade: Fonte: Elemento de Despesa: PI: 5. até o limite de 25% (vinte e cinco por cento) do valor inicial atualizado do contrato.1.. encargos sociais. trabalhistas. para o exercício de 20. CLÁUSULA QUARTA – DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA 4. O prazo de vigência deste Termo de Contrato é até 31 de dezembro de 2014(5).. de 1993. 65 da Lei nº 8.1.666. 73 . seguro e outros necessários ao cumprimento integral do objeto da contratação.666.2. CLÁUSULA SÉTIMA . considerando-se toda a quantidade e todos os itens adquiridos...1. de 1993. O valor do presente Termo de Contrato. previdenciários.

de 1993. assegurado-se à CONTRATADA o direito à prévia e ampla defesa. Ainda. 11. A CONTRATADA reconhece os direitos da CONTRATANTE em caso de rescisão administrativa prevista no art. 11. 78 da Lei nº 8.666. 11. É vedado à CONTRATADA: 12.1. 12. CLAÚSULA OITAVA – FISCALIZAÇÃO 8. não haja prejuízo à execução do objeto pactuado e haja a anuência expressa da Administração à continuidade do contrato.3. 11. 9. 11.5.8.1. materiais de cabeamento e infraestrutura de. 11. 9. CLÁUSULA DÉCIMA – SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 10. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA – RESCISÃO 11.1.666.1.1. caucionar ou utilizar este Termo de Contrato para qualquer operação financeira. O presente Termo de Contrato poderá ser rescindido nas hipóteses previstas no art. CLÁUSULA NONA – OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE E DA CONTRATADA 9. A CONTRATADA deverá oferecer garantia total e serviços de assistência técnica. cisão ou incorporação da contratada com/em outra pessoa jurídica. na forma prevista no item 4 do Termo de Referência – Anexo I do Edital. com as consequências indicadas no art. no mínimo. 77 da Lei nº 8.1. equipamentos. na forma estabelecida no Termo de Referência.1. É admissível a fusão.5.4. CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA – VEDAÇÕES 12.5. Balanço dos eventos contratuais já cumpridos ou parcialmente cumpridos.2. softwares. 74 . sejam mantidas as demais cláusulas e condições do contrato. 11. A fiscalização da execução do objeto será efetuada por Comissão/Representante designado pela CONTRATANTE.5. sem prejuízo das sanções aplicáveis. O termo de rescisão será precedido de Relatório indicativo dos seguintes aspectos. As obrigações da CONTRATANTE e da CONTRATADA são aquelas previstas no Termo de Referência. 12.2.3. para todos os serviços. salvo nos casos previstos em lei. interromper a execução contratual sob alegação de inadimplemento por parte da CONTRATANTE. conforme o caso: 11. Indenizações e multas. Relação dos pagamentos já efetuados e ainda devidos. de 1993. 36 (trinta e seis) meses após o recebimento definitivo da instalação e configuração do sistema de CFTV. As sanções referentes à execução do contrato são aquelas previstas no Termo de Referência. 10.2. 80 da mesma Lei. Os casos de rescisão contratual serão formalmente motivados.1. desde que sejam observados pela nova pessoa jurídica todos os requisitos de habilitação exigidos na licitação original.1.2.

13. no prazo previsto na Lei nº 8. de 1990 Código de Defesa do Consumidor . na Lei nº 10. de 1993. de 2002 e demais normas federais de licitações e contratos administrativos e.1. o presente Termo de Contrato foi lavrado em duas (duas) vias de igual teor. segundo as disposições contidas na Lei nº 8. que. por extrato.520.666. de 1993. vai assinado pelos contraentes. segundo as disposições contidas na Lei nº 8. 14. ______ de _________________ de 201___ .e normas e princípios gerais dos contratos.078.13.1. Para firmeza e validade do pactuado. CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA – FORO 15. no Diário Oficial da União.666.Justiça Federal.1. 15. O Foro para solucionar os litígios que decorrerem da execução deste Termo de Contrato será o da Seção Judiciária de Curitiba . Incumbirá à CONTRATANTE providenciar a publicação deste instrumento. CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA – DOS CASOS OMISSOS. Curitiba/PR. subsidiariamente. depois de lido e achado em ordem. CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA – PUBLICAÇÃO 14. DPF ROSALVO FERREIRA FRANCO Ordenador de Despesas Contratante Representante Legal Contratada ____________________________________ Nome RG: 1ª Testemunha ________________________________ Nome RG: 2ª Testemunha 75 . Os casos omissos serão decididos pela CONTRATANTE.

. na forma eletrônica.. no uso das atribuições delegadas para ordenar despesas ../200./200. de . 5 e/ou 6 – naqueles itens pertinentes a cada grupo..º .. O preço registrado.º 7. 4. considerando o julgamento da licitação na modalidade de pregão..... A presente Ata tem por objeto o registro de preços para a eventual aquisição de componentes para o sistema Circuito Fechado de Televisão – CFTV. neste ato representada pelo Senhor ROSALVO FERREIRA FRANCO. 2. de acordo com a classificação por ela(s) alcançada(s) e na(s) quantidade(s) cotada(s).. inscrita no CNPJ/MF sob o nº 00. 3... processo administrativo n. publicada no . sujeitando-se as partes às normas constantes na Lei nº 8. RESOLVE registrar os preços da(s) empresa(s) indicada(s) e qualificada(s) nesta ATA. atendendo as condições previstas no edital. para REGISTRO DE PREÇOS nº . em que restou vencedora). ESPECIFICAÇÕES E QUANTITATIVOS 2. DO OBJETO 1. as especificações do objeto.... de 23 de janeiro de 2013.. com sede na rua Professora Sandália Monzon.. 210. assim como a proposta vencedora. de 12 de abril de 2013../... RG nº 1589145 SSP/PE e CPF 245.conforme Portaria nº 3397/13DG/DPF.... Bairro Santa Cândida. representante) ITEM do TR INFRAESTRUTURA QTDE UND Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada M Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm M MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL 76 .764-15.. a quantidade. a ser instalado na Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal e Delegacias Descentralizadas..394.. no Decreto n.. fornecedor e as demais condições ofertadas na proposta são as que seguem: GRUPO 1 (2.. que é parte integrante desta Ata. Curitiba/PR.. DOS PREÇOS. endereço. Superintendente Regional da Polícia Federal no Estado do Paraná/PR.1.666.082. Fornecedor: (razão social.1. publicada no BS 071 de 15 de abril de 2013.. independentemente de transcrição.494/0032-32. e em conformidade com as disposições a seguir: 1..892.. contatos. de 21 de junho de 1993 e suas alterações. CNPJ/MF.ANEXO III – MINUTA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDENCIA REGIONAL NO PARANA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2014-SR/DPF/PR A Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná. especificados nos itens constantes no Termo de Referência – ANEXO I do edital de Pregão nº 12/2014....

Categoria 6 de 24 Portas Fornecimento/instalação Tomada RJ-45 fêmea.Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada. Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2. Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada.5mm. Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada. Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 Fornecimento e instalação de Fibra Óptica em cabo 6 fibras 50/125 Serviço de montagem e conectorização óptica em conector LC duplex e fibra multimodo Fornecimento e instalação de Cordão óptico LC/LC M M M M und und und M M M m2 QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL M und und und M und und 77 . Fornecimento e instalação de poste de 6 metros. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall branco CABEAMENTO Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Panel .5mm flex (3 fios FNT). Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2. Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN.

3 Megapixel.3 Megapixel.( CÂMERA TIPO 2) Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1. com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U. QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL und und und und und und und und 78 . 44U x 800 x 23/19" de piso com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de RACK para LAN.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente.( CÂMERA TIPO 4) Fornecimento/Instalação e Configuração de Servidor de Gerenciamento (Banco de Dados) Fornecimento/Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento/Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas LED Fornecimento/Instalação e configuração de Servidor de armazenamento NVR .( CÂMERA TIPO 3) Fornecimento/Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1. de piso. 2U .Fornecimento e instalação de DIO de 48 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de DIO de 12 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de RACK para LAN.( CÂMERA TIPO 1) Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night.24 TB com RAID 6 (Modelo 1). 20U x 670 x 19".19’’ und und und und und TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AO CABEAMENTO: ITEM ATIVOS Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1.

Ethernet. Layer 2.Fornecimento/Instalação e Configuração de Servidor de armazenamento NVR-12 TB (Modelo 2) Fornecimento/Instalação e Configuração de Estação de Trabalho com software de monitoramento com módulo de mapas. QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL Und horas horas Und TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS ADICIONAIS: CUSTO TOTAL DO SISTEMA DE CFTV ( INFRAESTRUTURA + CABEAMENTO + ATIVOS + SERVIÇOS ADICIONAIS ) 79 . Fornecimento/Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000. 2 Portas 1000 SFP . PoE (switch de borda) Fornecimento/Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000 – Gigabit Ethernet. Layer 3 Empilhável (switch core) Fornecimento/Instalação e Configuração de Módulo Console de Vídeo para Operador Matriz Virtual Fornecimento/Instalação e Configuração de Decodificador de Vídeo Fornecimento/Instalação e Configuração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB. Fornecimento/Instalação e Configuração de No-break 6KVA Fornecimento/Instalação e Configuração de No-break 3KVA Fornecimento/Instalação e Configuração de Conversor de Mídia PoE und und und und und und und und und und TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AOS ATIVOS: ITEM SERVIÇOS ADICIONAIS Fornecimento de As-Built Treinamento Operação Assistida Elaboração de projeto executivo.

1.2. REVISÃO E CANCELAMENTO 4. não podendo ser prorrogada..6.4. o órgão gerenciador poderá: 4. 4.7...1.4. descumprir as condições da ata de registro de preços.5. a partir do(a).7. sofrer sanção administrativa cujo efeito torne-o proibido de celebrar contrato administrativo. o órgão gerenciador deverá proceder à revogação desta ata de registro de preços... convocar os demais fornecedores para assegurar igual oportunidade de negociação. 80 . 4.7. adotando as medidas cabíveis para obtenção da contratação mais vantajosa... e sem aplicação da penalidade se confirmada a veracidade dos motivos e comprovantes apresentados.. A Administração poderá realizar pesquisa de mercado periodicamente. a Administração convocará o fornecedor para negociar a redução dos preços aos valores praticados pelo mercado..1. A validade da Ata de Registro de Preços será de 12 meses.. 4. sem justificativa aceitável. em intervalos não superiores a 180 (cento e oitenta) dias.4...3.1. 4. O cancelamento de registros nas hipóteses previstas nos itens 4. sem aplicação de penalidade.2 e 4. Não havendo êxito nas negociações.. Quando o preço registrado tornar-se superior ao preço praticado no mercado por motivo superveniente. alcançando o órgão gerenciador e órgão(s) participante(s).4 será formalizado por despacho do órgão gerenciador.2. 4. ou 4. não retirar a nota de empenho ou instrumento equivalente no prazo estabelecido pela Administração.. A ordem de classificação dos fornecedores que aceitarem reduzir seus preços aos valores de mercado observará a classificação original. 4. Quando o preço de mercado tornar-se superior aos preços registrados e o fornecedor não puder cumprir o compromisso.3... cabendo à Administração promover as negociações junto ao fornecedor..7. 4.8. não aceitar reduzir o seu preço registrado. 4.. 4.7.1.5..3. na hipótese deste se tornar superior àqueles praticados no mercado.. 4. 4... a fim de verificar a vantajosidade dos preços registrados nesta Ata.. 4. O fornecedor que não aceitar reduzir seu preço ao valor praticado pelo mercado será liberado do compromisso assumido.5.1.. VALIDADE DA ATA 3... Os preços registrados poderão ser revistos em decorrência de eventual redução dos preços praticados no mercado ou de fato que eleve o custo do objeto registrado. assegurado o contraditório e a ampla defesa...7.2. O registro do fornecedor será cancelado quando: 4.7. caso a comunicação ocorra antes do pedido de fornecimento. liberar o fornecedor do compromisso assumido... e 4..7..

de 2014. as obrigações da Administração e do fornecedor registrado. Curitiba/PR. a pedido do fornecedor.. tais como os prazos para entrega e recebimento do objeto. 4. §4º do Decreto n. contendo a relação dos licitantes que aceitarem cotar os bens ou serviços com preços iguais ao do licitante vencedor do certame. que prejudique o cumprimento da ata. Representante Legal do Fornecedor 81 .666/93.1. inclusive o acréscimo de que trata o § 1º do art. 5. 5.892. decorrente de caso fortuito ou força maior.9.2. será anexada a esta Ata de Registro de Preços. penalidades e demais condições do ajuste.1. __________________________________ DPF ROSALVO FERREIRA FRANCO Representante Legal do Órgão Gerenciador _____________________________________ . depois de lida e achada em ordem. que. CONDIÇÕES GERAIS As condições gerais do fornecimento. 7. por razão de interesse público. ou 4. nos termos do art. 11. A ata de realização da sessão pública do pregão. ANEXO AO EDITAL.2. a presente Ata foi lavrada em 02 (duas) vias de igual teor. ___ / ________________ / 2014.O cancelamento do registro de preços poderá ocorrer por fato superveniente.9. devidamente comprovados e justificados: 4. encontram-se definidos no Termo de Referência.3. 65 da Lei nº 8. É vedado efetuar acréscimos nos quantitativos fixados nesta ata de registro de preços. 5. 5.9. vai assinada pelas partes e encaminhada cópia aos demais órgãos participantes (se houver). Para firmeza e validade do pactuado..

5 E/OU 6 – NAQUELES ITENS QUE FOREM PERTINENTES A CADA GRUPO. 4.ANEXO IV – MODELO DE PROPOSTA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ – DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO PARANÁ MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL (REF PREGÃO ELETRÔNICO 12/2014 – SR/DPF/PR) DATA:__________/________/_______ RAZÃO SOCIAL DA PROPONENTE:_________________________________________________ CNPJ Nº:_____________________________ INSCRIÇÃO ESTADUAL:_____________________________ ENDEREÇO: _____________________________________________________________________ TELEFONES:________________________________________ CORREIO ELETRÔNICO:______________________________ DADOS BANCÁRIOS: BANCO (NOME E Nº): ____________________________ AGÊNCIA (NOME E Nº): __________________________ CONTA CORRENTE: _____________________________ VALIDADE DA PROPOSTA: (60) SESSENTA DIAS GRUPO 1 (2. ITEM do TR INFRAESTRUTURA Fornecimento e instalação de tubulação subterrânea em Kanaflex de 1 polegada Fornecimento e instalação de eletrocalha metálica 100x50mm Fornecimento e instalação de eletroduto de PVC de 1 polegada. Fornecimento e instalação de canaleta plástica de 50x20mm QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL M M M M 82 . 3. EM QUE RESTOU VENCEDORA).

Fornecimento e instalação de ponto de energia em cabo PP 3X2. Fornecimento e instalação de caixa de passagem padrão 50x50.Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1 polegada. Fornecimento e instalação de poste de 6 metros. Fornecimento e instalação de Quadro elétrico com 6 disjuntores monofásicos de até 32A (trinta e dois ampéres) padrão DIN.5mm. Fornecimento e instalação de eletroduto de ferro galvanizado de 1 polegada.Categoria 6 de 24 Portas Fornecimento/instalação Tomada RJ-45 fêmea. Fornecimento e instalação de ponto de energia em fio 2. Fornecimento e instalação de eletroduto metálico flexível (seal tube) de 1/2 polegada. Serviço de demolição e reconstituição de forro de gesso ou dry-wall branco M M und und und M M M m2 TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS À INFRAESTRUTURA: ITEM CABEAMENTO Fornecimento e instalação de Cabo UTP Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Panel .5mm flex (3 fios FNT). Categoria 6 Fornecimento e instalação de Patch Cord Categoria 6 Fornecimento e instalação de Fibra Óptica em cabo 6 fibras 50/125 Serviço de montagem e conectorização óptica em conector LC duplex e fibra multimodo Fornecimento e instalação de Cordão óptico LC/LC Fornecimento e instalação de DIO de 48 Fibras 50/125 com conectores LC QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL M und und und M und und und 83 .

( CÂMERA TIPO 1) Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night. de piso.3 Megapixel c/ Caixa de Proteção e Lente. 44U x 800 x 23/19" de piso com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de RACK para LAN.Fornecimento e instalação de DIO de 12 Fibras 50/125 com conectores LC Fornecimento e instalação de RACK para LAN. 2U .( CÂMERA TIPO 3) Fornecimento/Instalação e Configuração de Câmeras IP Móvel em Dome Externa Day Night 1.19’’ und und und und TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AO CABEAMENTO: ITEM ATIVOS Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Dome Fixa Interna Day/Night 1.3 Megapixel. Fornecimento/Instalação e Configuração de Servidor de armazenamento NVR-12 TB (Modelo 2) QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL und und und und und und und und und 84 .24 TB com RAID 6 (Modelo 1).( CÂMERA TIPO 2) Fornecimento/Instalação e configuração de Câmera Fixa Day Night 1. 20U x 670 x 19".( CÂMERA TIPO 4) Fornecimento/Instalação e Configuração de Servidor de Gerenciamento (Banco de Dados) Fornecimento/Instalação e Configuração de Monitor de 26 polegadas LED Fornecimento/Instalação e Configuração de Monitor 42 polegadas LED Fornecimento/Instalação e configuração de Servidor de armazenamento NVR . com porta frontal em acrílico Fornecimento e instalação de Guia Horizontal de Cabos 1U.3 Megapixel.

Fornecimento/Instalação e Confiund guração de No-break 6KVA Fornecimento/Instalação e Confiund guração de No-break 3KVA Fornecimento/Instalação e Configuração de Conversor de Mídia und PoE TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AOS ATIVOS: ITEM SERVIÇOS ADICIONAIS Fornecimento de As-Built Treinamento Operação Assistida Elaboração de projeto executivo. Layer 2. Layer 3 Empilhável (switch core) Fornecimento/Instalação e Configuração de Módulo Console de Vídeo para Operador Matriz Virtual und und und und Fornecimento/Instalação e Confiund guração de Decodificador de Vídeo Fornecimento/Instalação e Confiund guração de Mesa Controladora – Joystick 3 eixos – USB. PoE (switch de borda) Fornecimento/Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000 – Gigabit Ethernet. QTDE UND MARCA/ Modelo VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL Und horas horas Und TOTAL DOS CUSTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS ADICIONAIS: CUSTO TOTAL DO SISTEMA DE CFTV ( INFRAESTRUTURA + CABEAMENTO + ATIVOS + SERVIÇOS ADICIONAIS ) _____________________________________________________ ASSINATURA REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA 85 . Fornecimento/Instalação e Configuração de Switch Gerenciável 24 Portas 10/100/1000.Fornecimento/Instalação e Configuração de Estação de Trabalho com software de monitoramento com módulo de mapas.Ethernet. 2 Portas 1000 SFP .

210. edifício no qual se encontra instalada a sede da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná. às ____:____ hs . cuja vistoria foi efetuada no dia ____/___________/2014. o Sr.Pregão Eletrônico nº 12/2014-SR/DPF/PR. ______________________________________ Ass. pelo seu representante.ANEXO V – TERMO DE VISTORIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ – DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO PARANÁ DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL EM PARANAGUÁ TERMO DE VISTORIA Declaro que a empresa _____________________________________________________________. Curitiba/PR. Curitiba/PR. __________________________________________________________. e-mail _________________________________. lotado e em exercício na citada Superintendência. telefone ____________________. obtendo as informações necessárias à elaboração de sua proposta no certame licitatório . tomando ciência das condições e infraestrutura existentes. tendo sido acompanhado pelo Servidor _________________________________________________. procedeu VISTORIA no imóvel sito na Rua Professora Sandália Monzon. CNPJ nº ___________________________________. ______ de _____________ de 2014. Representante Empresa ______________________________________ Servidor da Administração 86 . sediada na ______________________________________________. Bairro Santa Cândida. RG _________________.