RELATÓRIO DE VISITA AO MUNDO WICCA A) Objetivo da Visita: Conhecer a Organização, ora denominada Mundo Wicca, e avaliar as potencialidades e a abrangência

de suas estruturas. B) Breve Histórico 1) Denominação do estabelecimento visitado: MUNDO WICCA – LOJA DE ESOTERISMO E CENTRO DE ESTUDO DA RELIGIÃO WICCA. 2) Endereço: Rua Vale de Salem nº 07 – Bairro: Altar-Mor – Cidade: Salem - SP 3) Descrição: Organização Não-Governamental sem fins lucrativos, com registro legal nos seguintes órgãos: Conselho Nacional da Entidades Religiosas (CNER), Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), Instituto Brasileiro de Liberdade de Expressão (IBLE). Declarada pelo Poder Municipal de Salem como Organização de Sociedade Civil de Interesse Público Municipal através do Decreto-Lei n° 013; 00 de 31 de Outubro de 2000. 4) Estrutura organizacional: Constituída de 7 parceiros associados, entre professores, atendentes, voluntários e familiares, sendo os últimos à maioria, todos envolvidos integralmente nas diversas atividades que envolvem a estrutura, desde a produção, administração, processamento e comercialização dos projetos da entidade, com gerência e usufruto comunitário do resultado econômico correspondentes. 5) Área correspondente: 185 hectares, sendo 76% área preservada de ambiente nativo, mas com utilização econômica através de manejo de flora e fauna para a produção sustentável. O Mundo Wicca dispõe de salas de aula, loja de conveniência e um laboratório de Medicamentos Fitorerápicos. Um dos motivos principais de nossa visita foi à área de estudo, que versa sobre assuntos ligados ao lado espiritual da humanidade. 6) Área explorada: Estudo da Religião Wicca, esoterismo, venda de produtos esotéricos. 7) Estudo da Religião Wicca: 7.1) Iniciação: 1. O que significa Wicca, 2. À vontade de aprender 3. O significado da palavra “iniciar” na Wicca. 7.2) Resumo do curso: 1. Algumas palavras sobre nós Pagãos; 2. Nome Mágico, 3. Covens, 4. Altar,

5. O Pentagrama, 6. Circulo Mágico, 7. A Lei, 8. A Lei Tríplice, 9. Tradições Wiccanas, 7.3) Aulas Praticas: 1. Rituais e invocações, 2. Feitiços e dicas, 3. Meditações, 4. Astrologia, 5. Numerologia 8) Parcerias O Mundo wicca tem diversas parcerias voluntárias estabelecidas que colaboraram na implantação e consolidação da atual estrutura da Empresa, podendo destacar-se como parceiros do Mundo Wicca: Ministério do Meio Ambiente, Fundo Brasileiro de Liberdade Religiosa (FBLR). Ministério das Relações Exteriores. Essas parcerias compreendem projetos que envolvem o estudo da mente humana, no sentido de religiões e misticismo propriamente dito, como também o uso de fitoterapia como Medicina Alternativa. 9) Informações Relevantes O principal assunto da entidade Mundo Wicca é deixar claro que Wicca é uma religião. Não é uma seita, tampouco um culto. A tradição, como é chamada, é uma religião de natureza xamanística, que a priori enfoca a natureza, a mulher e o homem. A Wicca - nome dado à arte da feitiçaria moderna - como religião, integra o paganismo atual ou movimento neopagão, como muitos preferem chamar, contudo sua origem está no período paleolítico, o que o torna uma fé pré-cristã. Vale lembrar que o paganismo não se opõe e nem nega qualquer outra religião. O próprio termo o define como fé naturais e nativas. Algumas observações sobre o pensamento pagão: 1 - A divindade é imanente ou interna, bem com transcendente ou externa: "Você é deusa"; "Você é Deus". 2- A multiplicidade de deuses e deusas são facetas, arquétipos de como melhor se comunicar com a força viva do todo pela personificação em partes - cria-se um elo maior com o todo criando uma conexão do amor com uma deusa chamada Afrodite, do que simplesmente usar uma face única chamada Deus. A Wicca é monoteísta, personificando a visão do todo em partes para criar mais laços com o seu próprio microcosmo. 3- A vida é para viver repleta de alegria, amor, prazer e humor. Os conceitos ocidentais de pecado e retribuição divina são considerados distorções das experiências de crescimento. 4- Com treinamento e intenção apropriados, as mentes e os corações humanos são capazes de realizar toda magia e milagres de que necessita. 5- O mínimo de dogma e o máximo de ecletismo. Os pagãos relutam em aceitar qualquer idéia sem uma investigação pessoal e que desejam adotar e usar qualquer conceito que considerem útil, independente da origem. Os adeptos da religião Wicca são chamados de Wiccans - o termo Wiccanianos - é uma infeliz tradução - ou bruxos. Os Wiccans não aceitam o conceito de pecado original ou do mal absoluto, não acreditam num céu ou num inferno, mas somente naqueles que são as suas criações próprias. Os Wiccans não cultuam os diabos, demônios ou qualquer entidade criada pelo cristianismo, tampouco acreditam na existência do demônio. Como a história claramente comprova, era comum o fato de deuses e deusas de uma religião serem transformados em diabos e demônios da seguinte. O diabo é um instrumento de propaganda antipagã inventada pela Igreja Cristã. Ele nunca existiu na bela literatura escrita antes do Novo Testamento. A arte é uma religião pré-cristã que já existia a muito tempo antes da Igreja ou do seu conceito de

Satã. O diabo é estritamente parte do sistema de crença cristão e não da religião telúrica e de amor à natureza de Wicca. Como religião, a Wicca possui aqueles que seguem os seus conceitos e celebram os solstícios e equinócios entrando em equilíbrio com a Mãe Natureza e os sacerdotes que, além disso, buscam um aprofundamento maior na sua introspecção, no estudo da magia, no estudo da arte da divinação, na estudo das ervas medicinais, enfim, nos estudos místicos para habilitar-se a realizar casamentos, batizados, aconselhamentos, curas do corpo e da alma. Conheço muito bruxos e bruxas que nunca realizaram magia. Por isso, tabus como a bruxaria lida com o diabo, com magia negra (como se existisse cor), mata criancinhas, vive em grupos secretos não revelando que são bruxos e inúmeros outros devem ser desmistificados para não continuarmos ofuscados por superstições e crendices como na Idade das Trevas, no fim da Idade Média. Por fim, cabe explicar que não faço consultas, leio sorte, etc. Apenas me disponho a orientar no que puder aqueles que gostariam de aprofundar-se um pouco mais na tradição. 10) Infra-estrutura das salas de aula e salas de massagens fitoterápicas Considerando o processo dinâmico envolvido no tema, cabe fazer referências de todas as etapas envolvidas no trabalho da Entidade. As salas de aula são divididas por cursos, sendo que cada uma tem a sua decoração voltada à matéria especifica, não podendo, por exemplo, ser ministrada uma aula de astrologia na sala de numerologia. A massagem é uma das principais técnicas utilizada pelos terapeutas ayurvédicos, por ser de baixo custo e fácil aplicação. Surgida na cultura dos Vedas (antiga etnia indiana), não é apenas uma das mais antigas e sim uma das mais completas técnicas naturais para restabelecer o equilíbrio físico e psíquico. Trata-se de uma massagem profundamente relaxante, atuando no campo físico e energético, tendo a função de purificação e manutenção da saúde corporal. Tem como objetivo restaurar o bem-estar físico, mental, energético e emocional. 11) Resumo da Avaliação: Para encerrar meu relatório, coloco a seguinte observação: Desde o dia em que a Wicca passou a ser divulgada pelos 4 cantos do mundo, passou a ser difícil, senão impossível, conter ou impedir a proliferação de charlatões que lançam mão de todo tipo de artifício para: ganhar fama e/ou dinheiro e/ou alcançar objetivos particulares. Podemos encontrar coisas do tipo: CURSO DE WICCA POR CORRESPONDÊNCIA: com promessas de receber no final um lindo diploma... Se não concorda comigo, então pare e pergunte para você mesmo: “Conheço algum padre, ancião, rabino que tenha sido iniciado por correspondência?”. VENDA DE LIVRO DE RECEITAS DE FEITIÇOS MILENARES: Dá até para rir, mas, você encontra! Basta fuçar pela Internet...Chegam a cobrar verdadeiras fortunas e existem muitos simpatizantes e neófitos que compram achando que se tornarão bruxos mais potentes que Merlin. É claro que pela Internet encontramos zilhões de feitiços prontos. No próprio Empório tem, mas, está lá...Em seu linkizinho e pode ser copiado por qualquer um. Se fazem efeito? Nada faz efeito se você não souber conduzir, se não acreditar, se não souber, no mínimo, o que realmente quer alcançar. O que dá certo para um não significa que dará certo para você. O mais legal é por seu coração para funcionar e escutar sua intuição e, então, a partir disso, fazer seu próprio feitiço, que pode ser um simples e singelo pensamento que voce direciona para determinada coisa. VOCÊ! É VOCÊ MESMO! QUER SER WICCANO??? VENHA AQUI QUE EU TE INICIO...Isso também existe! Pessoas, por pura má fé, se dizendo mestres, gurus e etc., cobram fortunas, para iniciar pessoas que teimam em acreditar (erroneamente) que na Wicca existem mestres, gurus, presidentes, representantes oficiais, etc. Conselho de amiga...Corra! É claro que existem pessoas sérias que ministram cursos, não para fazer você virar um bruxo um wiccano, mas para dar bases, caminhos que o ajudarão a caminhar. É claro que muitos cobram...Afinal, muitos ministram tais cursos em locais onde há gastos, como luz, água. Ainda, outros dispõem de tempo para ministrar tais cursos, tempo.

O que tento dizer é que você deve ser crítico. Colher informações. Ser "sacana", "velhaco" para saber separar o joio do trigo. Para não cair nas mãos de vigaristas. Os wiccanos sérios não saem à procura de ninguém! Não convertem ninguém! Agora, deixando os casos de 171 (para os que não sabem, 171 é o artigo do Código Penal sobre estelionato), vamos falar de outro ponto que acredito ser de grande importância para quem está se iniciando. Muitos têm procurado aprender sobre a Wicca nos últimos anos. Para vocês que estão tendo o primeiro contato, gostaria de dar toques como: 1. Não acredite, por pura preguiça, em tudo que te falam. Questione! Critique! Busque outras fontes que tratam sobre o assunto! Some tudo e, então, tire sua conclusão, sua definição particular. Apesar de termos bons livros, será que podemos garantir que são 100% confiáveis? Será que 100% completos? A leitura de 2 ou 3 autores sobre o mesmo assunto pode levar você a entender, completar ou descartar determinados pontos. 2. Não fique de braços cruzados esperando que tudo caia de mãos beijadas. Corra atrás. Entre para listas de discussão. Vasculhe sites. Leia o máximo de livro que puder. Faça amizades férteis com pessoas que como você encaram a religião com a devida seriedade que é. 3. Não fique somente nas leituras, chats, listas e troca de informações...ou seja, não se limite apenas em teoria. Erga as mangas e bote pra quebrar. Comece a comemorar seus Sabbats e Esbats, mesmo que seja trancado em seu minúsculo quartinho. E, por favor, não me venha com aquela venha história de que tem medo de errar. Ponha uma coisa na cabeça, se estiver decidida(o) de coração a fazer o ritual...tenha a certeza absoluta de que a Deusa e o Deus te ajudarão. Mesmo porque se não tentar, nunca vai aprender. 4. Não deixe de praticar seus rituais, por causa da velha desculpa de não ter os instrumentos rituais necessários: BOS (livro de sombras), athames, caldeirão e etc. Você é inteligente e sabe que se pegar folhas de sulfite e encarderna-las terá o seu livro de sombras; seu athame não precisa ser do tamanho do athame do He Man...e muito menos precisa custar milhões de dólares. Uma singela faquinha da tramontina, servirá para o propósito de direcionar energia e etc. Use a imaginação,. Crie seu instrumento. Use e abuse da argila, da madeira, das tintas e pincéis. Só não deixe de realizar seus rituais por não ter tais objetos. Acredito que estas palavras ajudarão você a ficar alerta em sua caminhada. Antes de terminar, gostaria de pedir desculpas por qualquer mal entendido que talvez possa surgir com este texto. E, também, gostaria de deixar claro que esta é a minha posição. Ninguém está obrigado a aceitar ou deixar de aceitar.

PIETRO AYRES SANCHINI

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful