Destak.

pt | Três provérbios

1 de 2

|Automotor |Classificados |CorreioManhã |Destak |JNegócios |Máxima |MInteriores |PCGuia |Record |Rotas&Destinos |SInformática

EDIÇÕES PDF LISBOA | PORTO FIM-DE-SEMANA VERÃO

Segunda-feira 14 Abril de 2008 LOCAL ACTUALIDADE DESPORTO FAMA & TV

PE S QUI SA

OK

INÍCIO

ARTE & LAZER

Três provérbios
03 | 04 | 2008 09.02H

artigos do mesmo autor
| Elefantes | Dois minutos | Páscoa
PUBLICIDADE

A actual crise financeira, que começou no Verão passado nas hipotecas americanas, ameaça ser das mais graves de sempre. A sua explicação mais simples encontra-se em três antigos provérbios populares. Muito se espantam por especialistas experimentados caírem em erros tão crassos, aceitando créditos incobráveis. Mas arriscar é a alma da finança, porque «quem não arrisca não petisca». Eles só o fizeram porque antes tinham tomado riscos bem maiores com resultados excelentes. Na euforia, ser prudente é loucura. No entanto, quanto o vento muda, quando o tempo de euforia passa, a época de nervosismo ou pânico, tudo muda de figura. «Perdigão perdeu a pena, não há mal que lhe não venha.» Então até investimentos razoáveis e aplicações sólidas dão mal. O clima é a alma do sucesso. Estes dois elementos estão há séculos nas crises financeiras. Mas o novo aspecto, que agravou imenso esta situação, é a perversão do princípio básico das finanças: «não se devem meter os ovos todos no mesmo cesto.» Esta regra prudencial tem sido levada ao paroxismo pela inovação económica e tecnologias informáticas, títulos e derivados. Hoje os ovos estão cozinhados de formas tão variadas, tão divididos e misturados, distribuídos por tantos cestos, tão diferentes e tão distantes, que ninguém o entende bem. Quando se suspeita que alguns estejam podres, como saber para onde foram? O pior traço da actual crise é o medo que o meu sócio também se encontre infectado sem eu saber. Isso destrói a confiança. Eis a crise americana em dois minutos e três provérbios.
JOÃO CÉSAR DAS NEVES | NAOHAALMOCOSGRATIS@FCEE.UCP.PT

COMENTAR ENVIAR IMPRIMIR

opinião
JOÃO CÉSAR DAS NEVES

Elefantes
JOSÉ LUÍS SEIXAS

A nova saúde
JOÃO MALHEIRO J.L. PIO ABREU

O nome da crise

Telemóveis

pergunta do dia
ED UCAÇÃ O

Os Sindicatos dos Professores afirmaram ao Destak que ainda há questões de fundo a resolver com o Governo na Educação. Acredita que o acordo conseguido no fim-de-semana sobre a avaliação dos docentes é o princípio de um entendimento global?

comentários
Ou, de outra forma: americano é um pouco burrito para entender. Muita festividade, muita excitação, muito armamento, muito riso, pouco ciso...
GUGU | 07.04.2008 | 14.19H

inquérito
Acredita que a ministra da educção e os sindicatos dos professores cheguem a um entendimento global? Sim Não Talvez Não sei
VOTAR

passatempos
Destak Corpo&Alma

Realmente meu caro a seu ponto de vista não tem lógica nenhuma!!!!!!!!!!
J.F. SINTRA | 06.04.2008 | 20.54H

fotos da semana

http://www.destak.pt/artigos.php?art=9700

Destak.pt | Três provérbios

2 de 2

APREENDERAM A FALAR INGLÊS (METÁFORA)>>>>>>>> Os Americanos são inteligentes aprenderam a falar Inglês! Numa aula de Macro Economia! >>>>>>>>>>>> -“Vamos tentar traduzir estes três provérbios de um país amigo, no qual temos um Aeroporto, que parecem ser a resolução dos nossos actuais de Macro Economia!>>>>>>>> 1º= «quem não arrisca não petisca». >>>>>>>>>>> 2º= «Perdigão perdeu a pena, não há mal que lhe não venha.» >>>>>>>>> 3º= «não se devem meter os ovos todos no mesmo cesto.»!>>>>>>>>>>> Nada!>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> O que demorou dois minutos a ser editado nesta crónica, parece ainda não ter sido traduzido pelos Americano até ao momento! Se fosse armamento já tudo estaria traduzido, mas um simples problema de Macro Economia pode esperar!>>>>>>>>>>>>>> Um bem haja>>>>>>>>>>> José Ernesto Pinto Ramos – Gaia http://zuluechopaparomio.blogspot.com POETÁRIO = http://yoshoabenjosue.blogspot.com
ZÉ ERNESTO -V. N. DE GAIA | 04.04.2008 | 14.12H

top notícias da semana
1 | Data de entrega de Esmeralda ao pai poderá vir a ser novamente adiada 25 comentários 2 | Adultos deixam poder nas mãos de criança 25 comentários 3 | Jorge Coroado confessa ter prejudicado o FC Porto frente ao Benfica 16 comentários

PARABÉNS: Poucos homens Ilustres do nosso tempo descem à praça e falam ao cidadão comum de forma tão clara e concisa! Bem haja pelo "serviço público gratuito", até o meu filho de 3 anos de idade entendeu a explicação!
M.C. | 03.04.2008 | 19.14H

"ameaça ser a mais grave de sempre"! Já no outro dia ouvi outro profeta da desgraça a dizer que era a maior crise desde a 2.ª guerra Mundial. Eu pergunto-me o que dirão estas pessoas quando, daqui a 3 meses, a "maior crise do mundo e arredores" estiver esquecida...
FERNANDO DA COSTA - LISBOA | 03.04.2008 | 11.18H

"Dois minutos e três provérbios", num "artigo que não foi feitos para informar, mas para divertir", segundo o autor na peça anterior.
JOÃO SERRA, LISBOA | 03.04.2008 | 10.16H

COMERCIAL | DISTRIBUIÇÃO | REDACÇÃO | CONDIÇÕES UTILIZAÇÃO | FICHA TÉCNICA

© Copyright 2007-2008 Destak . Todos os direitos reservados rss | xhtml | css | wai

http://www.destak.pt/artigos.php?art=9700