You are on page 1of 34

Investimentos em

INOVAÇÃO
e Setores Estratégicos do ERJ
Fabiano Gallindo
Gerência de Desenvolvimento e Inovação
1

Agenda

 Alguns conceitos  Setores estratégicos do ERJ  P&D - Investimentos no ERJ  Conclusão

2

Inovação Tecnológica
Inovação Tecnológica compreende a introdução no mercado de produtos ou processos tecnologicamente novos e melhorias significativas que tenham sido implementadas em produtos e processos existentes.
(OCDE, Manual Oslo, p. 35)
3

Inovação é a chave para a competitividade!
Ipea: empresas que inovam faturaram mais
Apesar de representarem apenas 1,7 % da indústria, elas já são responsáveis por 25,9% do faturamento industrial e por 13,2% do emprego gerado
Eliane Oliveira O Globo Online 09/06/05

BRASÍLIA. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), feito com 72 mil empresas industriais com mais de dez funcionários, constatou que as empresas que inovam e diferenciam produtos faturam mais, pagam maiores salários, têm vantagens competitivas e mais facilidades na hora de exportar.
4

Tríplice Hélice da Inovação
GOVERNO

POLÍTICA FINANCIAMENTO

Universidades e Centros de Tecnologia
Formação de RH P&D
Fonte: Sérgio Rezende (MCT)

Empresas
$ (contratos e royalties)

* Lei de Inovação – Lei 10.973/2004 e Lei do Bem – Lei 11.196/2005

Serviços Produção Comercialização Exportação
5

Setores estratégicos do ERJ

Retrato Regional
 Informações estratégicas que envolvem a produção interna bruta do Estado, com foco na sua produção industrial, o número de estabelecimentos industriais, seus estoques de empregados e a previsão de investimentos. Sistema FIRJAN Gerência de Estudos e Pesquisas
7

Participação dos Setores no PIB do Estado do Rio de Janeiro

Fonte: Fundação CIDE Elaboração: Sistema FIRJAN

8

Participação em 2006 dos Setores no Estoque de Empregados do ERJ

Fonte: RAIS (2006) e CAGED (2007) Elaboração: Sistema FIRJAN

9

Previsão de Investimentos no Estado do Rio de Janeiro (horizonte 2008-2010)
Empresa Petrobras Trem-Bala RJ – SP Governo Federal – PAC Light S.A MRS Wal-Mart CEG Arco Metropolitano Br 101- Ponte Rio-Niterói BR 393 - Divisa MG/RJ Segmento Vários Transporte/Logística Desenvolvimento Urbano Energia Transporte/Logística Comércio Varejista Energia Transporte/Logística Transporte/Logística Transporte/Logística Objetivo Expansão e Modernização Implantação Modernização Expansão e Modernização Expansão e Modernização Implantação Expansão e Modernização Implantação Expansão e Modernização Expansão e Modernização R$ mi 39.683 2.321 2.266 1.100 958 900 721 650 467 293 Empregos N.D N.D N.D N.D N.D 2.500 6.000 N.D N.D N.D

Total dos investimentos no âmbito estadual do Rio de Janeiro
Total de investimentos no Estado do Rio de Janeiro Participação dos investimentos no âmbito estadual no RJ
Fonte: Decisão Rio Investimentos 2008-2010 - Sistema FIRJAN

49.359
107.307 46,00%
10

Dez maiores investimentos Regionais
Empresa Fazenda São Bento da Lagoa Companhia Siderúrgica Nacional Segmento Hospedagem Indústria Metalurgia Objetivo Implantação Implantação R$ milhões 8.000 7.596 Empregos N.D 2.500

Companhia Siderúrgica do Atlântico
COMPERJ Complexo Portuário do Açu Angra III

Indústria Metalurgia
Indústria Petroquímica Transporte/Logística Energia

Implantação
Implantação Implantação Implantação

7.174
6.330 4.959 4.800

18.500
212.000 7.500 770

Usina Termelétrica Porto do Açu
Votorantim UHE Simplício Gerdau

Energia
Indústria Metalurgia Energia Indústria Metalurgia

Implantação
Implantação Implantação Implantação

4.100
1.013 960 930

N.D
3.900 N.D 8.750

Total dos Dez Maiores Investimentos Regionais do Rio de Janeiro
Total de Investimentos no Estado do Rio de Janeiro Participação dos Dez Maiores Investimentos Regionais no RJ
Fonte: Decisão Rio Investimentos 2008-2010 - Sistema FIRJAN

45.861
107.307 42,70%
11

Universidades e Instituições de Pesquisa e Ensino do ERJ
 Foram encontrados 158 referências, destacando-se:  CENPES, CEPEL, CTEx, INT, IEN, INB, IRD, CETEM, INCA  Embrapa Agroalimentos, Solo, Pesagro, Emater-RJ  Embratel, Eletronuclear, Lenep  CBPF, LNCC, Impa  FIOCRUZ, IOC, Farmanguinhos  COPPE-UFRJ, UFRRJ, UERJ, UENF, UEZO, IME, UFF, UGF, PUC-Rio, CEFET-RJ
Fonte:FAPERJ (2005)

12

Clusters de inovação
 Rio de Janeiro: cuja aglomeração de recursos qualificados (e por vezes subutilizados) talvez seja sem par no país. Devem-se estimular redes de cooperação e inovação em torno de pelo menos duas áreas de excelência: tecnologia de informação (PUC, UFRJ, Impa, IME, CBPF, LNCC), e biomédica (UFRJ, IOC), além dos Institutos de Engenharia Nuclear (IEN) e da Radiometria e Dosimetria (IRD), a exemplo do que já se faz em engenharia de petróleo.
Cláudio R. Frishtak, INAE 2005
13

Clusters de inovação
 Eixo Manaús-Belém (ênfase em biotecnologia): fármacos, materiais “nativos”, desenvolvimento de produtos baseados em frutas exóticas  Recife: software/computação e ótica e biomédica  São José dos Campos: aeroespacial e eletrônica  Campinas – São Carlos – São Paulo: eletrônica, ótica, mecânica de precisão e tecnologia da informação, assim como biotecnologia e engenharia genética  Florianópolis: mecânica de precisão  Porto Alegre: computação e software
14

P&D - Investimentos no ERJ

Governo Estadual – Rio Inovação
Orçamento - Edição I R$ 6.800.000,00 Orçamento - Edição II R$ 13.200.000,00 Orçamento - Edição III R$ 24.000.000,00
Apóia Projetos de Inovação Tecnológica Participa no fomento da busca de soluções, com potencial de inserção no mercado ou e alta relevância social para o Estado do Rio de Janeiro.
16

Rio Inovação I – Oferta / Demanda
Rio Inovação I R$ 6.883.000,00
Fonte Agronegócios Biotecnologia Saúde Energia Projetos recebidos 14 5 27 17 Demanda Total 6.637.623,00 2.670.351,00 12.803.343,00 8.895.755,00 Projetos aprovados 5 1 6 4 Demanda atendida 1.653.000,00 288.000,00 2.378.000,00 1.654.000,00

Outros
Total

46
109

32.985.695,00
63.992.767,00

4
20

910.000,00
6.883.000,00

Fonte: FAPERJ (2005)

17

Rio Inovação II – Oferta / Demanda
Rio Inovação II R$ 13.817.000,00
Fonte Agronegócios Biotecnologia Saúde Energia Projetos recebidos Demanda Total Projetos aprovados 6 2 11 5 Demanda atendida 1.859.892,00 1.058.600,00 2.605.340,00 1.633.000,00

20 4 25 40

5.917.064,00 1.533.600,00 10.325.383,58 10.182.460,00

Outros
Total

65
154

22.890.563,00
50.849.070,58

21
46

6.661.328,00
13.817.000,00

Fonte: FAPERJ (2007)

21

Governo Federal
 Investimento em inovação é priorizado para seis setores, tidos como estratégicos, pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). A discussão, no âmbito de políticas públicas, é saber quais os critérios de escolha e a relevância de cada um para o desenvolvimento nacional.  A proposta, foi lançada em agosto de 2006, no âmbito da Lei da Inovação (sancionada em 2004). Desde então o governo publicou quatro editais investindo um total de R$ 1,1 bilhões nas áreas de Tecnologias da Informação e Comunicação, Biotecnologia, Saúde, Defesa Nacional e Segurança Pública, Energia e Desenvolvimento Social.
25

Finep Subvenção Econômica 2006
Estados Nº Empresas % Empresas Valor % Valor

SP
RS RJ MG Outros Estados TOTAL
Fonte: FINEP (2007)

70
15 12 15 33 174

48,3%
10,3% 8,3% 10,3% 22,8% 100,0%

R$ 166.091.377,07
R$ 28.545.251,80 R$ 14.726.738,07 R$ 13.953.783,24 R$ 49.220.678,07 R$ 272.537.828,25

60,9%
10,5% 5,4% 5,1% 18,1% 100%

Empresas Fluminenses
– AUTO MECÂNICA ARAPONGAS; AUTOMATOS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA.; NORTEC - NORTEC QUÍMICA S.A.; PIPEWAY ENGENHARIA; TPV INOVA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA; PAM - MEMBRANAS SELETIVAS LTDA; VIGODENT S/A INDÚSTRIA E COMÉRCIO; RESOLVE CONSULTORIA E DESENVOLVIMENTO EM INFORMÁTICA LTDA.;VAT TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO S.A.; BIOLOGICA SISTEMAS LTDA.; MICROBIOLÓGICA QUÍMICA E FARMACÊUTICA LTDA.; CRISTÁLIA PRODUTOS QUÍMICOS FARMACÊUTICOS LTDA. / NORTEC QUÍMICA S.A.
26

Finep Subvenção Econômica 2007
Estados Nº Empresas % Empresas Valor % Valor

SP
RJ RS MG Outros Estados TOTAL
Fonte: FINEP (2008)

68
12 11 11 72 174

39%
7% 6% 6% 42% 100,0%

R$ 149.007.826,15
R$ 29.217.077,21 R$ 18.523.188,70 R$ 18.596.076,32 R$ 98.425.131,71 R$ 313.769.300,09

47,5%
9,3% 5,9% 5,9% 31,4% 100%

Empresas Fluminenses
– ENGESOFTWARE ENGENHARIA E INFORMÁTICA LTDA.; GÁVEA SENSORS SISTEMAS DE MEDIÇÃO LTDA; EXCELLION SERVIÇOS BIOMÉDICOS SA; GOVERNANÇABRASIL TECNOLOGIA E GESTÃO EM SERVIÇOS LTDA.; MJV TECNOLOGIA LTDA; CHRON EPIGEN INDUSTRIA E COMERCIO LTDA; SILVESTRE LABS QUÍMICA E FARMACÊUTICA LTDA; AUTOMATOS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA (x2); M.I. MONTREAL INFORMÁTICA LTDA; ARES AEROESPACIAL E DEFESA LTDA.; ACESSO À INTERNET RÁPIDO LTDA.
28

Finep Subvenção Econômica 2008
Estados Nº Empresas % Empresas Valor % Valor

SP
RJ RS MG Outros Estados TOTAL
Fonte: FINEP (2009)

98
27 21 27 72 245

40%
11% 8,5% 11% 29% 100,0%

R$ 244.399.971,13
R$ 70.439.878,15 R$ 42.144.072,34 R$ 38.005.602,23 R$ 119.625.242,83 R$ 514.614.766,68

47,5%
13,7% 8,2% 7,4% 23% 100%

Empresas Fluminenses
– STAR ONE S.A.; LUMIS EIP TECNOLOGIA DA INFORMACAO LTDA; DASHTI TECNOLOGIA CONSULTORIA E INFORMÁTICA LTDA.; M4U SOLUÇÕES S.A.; HYGEIA PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM BIOTECNOLOGIA APLICADA LTDA; NORTEC QUIMICA S.A.; HYGEIA PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM BIOTECNOLOGIA APLICADA LTDA; SILVESTRE LABS QUÍMICA E FARMACÊUTICA LTDA. (x2); EMPRESA GERENCIAL DE PROJETOS NAVAIS - EMGEPRON; CHEMTECH SERVIÇOS DE ENGENHARIA E SOFTWARE; ARES AEROESPACIAL E DEFESA LTDA; PERISCOPIO EQUIPAMENTOS OPTRÔNICOS LTDA; DNCER INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA; SUBSEA INTEGRITY ENGENHARIA E PROJETOS LTDA; PAM-MEMBRANAS SELETIVAS LTDA.; SENTEX INDUSTRIAL LTDA; VALE SOLUÇÕES EM ENERGIA S.A. - VSE (x2)BIOSANA RIO SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA; CONSTRUIR RIO DE JANEIRO EMPREENDIMENTOS LTDA; RSVS SERVIÇOS DE REDE VIA RADIO LTDA ME; HOLOS BRASIL SERVIÇO NAVAL LTDA; TQTVD SOFTWARE LTDA; CDF SISTEMAS LTDA; NORTEC QUIMICA S.A.; CENTRAL DE RECEPTORAS DO NORTE FLUMINENSE LTDA-ME

30

Empresas Investimentos em Inovação Tecnológica
ANO Total Brasil RJ Brasil RJ Brasil RJ Nº Empresas Avaliadas 72.006 4.661 84.262 5.468 91.054 5.293 Nº Empresas que Investiram 19.165 1.048 20.599 1.003 19.951 813 Receita Líquida (1 000 R$) 582.400.146 84.828.528 953.705.414 140.051.525 1.240.553.107 182.813.494 Investimento em Atividade de Inovação (1 000 R$) 22.343.759 2.010.284 23.419.227 1.859.368 34.405.979 2.688.430 Atividades Internas P&D (1 000 R$) 3.741.572 577.563 5.088.811 716.031 7.112.928 1.072.403

2000

2003

2005

Fonte: IBGE - PINTEC

32

Ambiente de Inovação Fluminense
 Nossa capacidade de inovar é reafirmada em todos os espaços onde é tentada em especial na tecnologia da informação e comunicação, biotecnologia, saúde, petróleo e gás e energia.
– – – – – CENPES, CEPEL, CTEx, INT, IEN, INB, INCA Embratel, Eletronuclear, Lenep, CTDUT FIOCRUZ, IOC, Inca, LNCC, CBPF COPPE-UFRJ, UFRRJ, UERJ, UENF, IME, UFF, PUC-Rio Central Globo de Engenharia, Pam-Membranas Seletivas, Excellion, Gerar Tecnologia, Novagerar, Hospital Pró-Cardíaco, M&D Diagnose, Polinova, Symmetry, Módulo Security, Nortec, Grom Acústica e Automação, PGT, Idea Valley, Oceansat, AraM, BrStreams, Chemtec, Controllato, Eneltec, DBA, Silvestre Labs, Vigodent, Gaveasensors, Pipeway, Inovax, Kognitus, Terratempo, Lumis, Fábrica Carioca de Catalisadores, Petrobras, Oi Telecom, Vivo, Claro, Ingresso.com, ...
33

Obrigado!

Fabiano Gallindo
Gerência de Desenvolvimento e Inovação

fgallindo@firjan.org.br Tel: (21) 2563-4390
34