You are on page 1of 18

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS

Departamento de Publicações

NORMA PARA O
INFORME AGROPECUÁRIO

Belo Horizonte
2012

na extensão JPG. Não serão aceitas fotografias já escaneadas. Para tanto. Preferencialmente. As fotografias devem-se restringir a dez. separadamente. DELIMITAÇÕES DO INFORME AGROPECUÁRIO Com o objetivo de padronizar as informações do Informe Agropecuário. justificado.Norma para o Informe Agropecuário 2 APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS Os artigos e demais textos devem ser enviados em CD-ROM. DVD ou por e-mail.7cm). Os desenhos feitos no computador devem ser enviados na sua extensão original. corpo 12. 15. contidas em cada edição. não devem ultrapassar o total . os autores devem obedecer às delimitações a seguir: - cada edição deverá conter no máximo dez artigos. Outras ilustrações. parágrafo automático. para alinhar elementos gráficos de um quadro/tabela. espaço 1. quadros e referências. compreendendo texto. com margem de 3 cm.5 cm de largura (em página A4). e os desenhos feitos em nanquim ou papel vegetal devem ser digitalizados em JPG. Não se deve utilizar a tecla Enter para formatar quadro/tabela. superior e inferior. utilizando apenas o recurso de tabulação. não sendo o seu uso obrigatório. incluídas no texto. As fotografias para as publicações devem ser recentes. Os quadros e tabelas devem ser feitos também em Word.0 x 29. os arquivos originais das câmeras digitais (para fotografar utilizar a resolução máxima). As referências não devem ultrapassar ao número de 20.5 linha. com resolução de 300 DPIs). no mínimo. Enviar os arquivos digitalizados. pode-se usar. no formato mínimo de 15 x 10 cm. na extensão já mencionadas (JPG. Cada artigo deverá ter de 20 a 25 laudas em Word. no programa Microsoft Word. fonte Arial. à esquerda. As fotografias antigas devem ser enviadas em papel fotográfico (9 x 12 cm ou maior). cromo (slide) ou digitalizadas. no máximo. em páginas formato A4 (21. mapas. em Word. corpo 6 para a composição dos dados. acompanhados de uma cópia em PDF. bem como valer-se de "toques". para cada artigo. gráficos. à direita. podem ser enviados. desenhos e esquemas. Os gráficos devem ser feitos em Excel e ter. de boa qualidade e conter crédito do autor. títulos e legendas. As fotografias digitalizadas devem ter resolução mínima de 300 DPIs.

na ordem que se segue: a) pré-textuais: . instruções normativas. evitando-se. 3a e 4a) e a lombada. A atual linha editorial da revista Informe Agropecuário tem optado por. 2a. no máximo. ou cromos em bom estado de conservação. Outro aspecto negativo. direitos autorais. Se o Editor técnico da publicação não dispuser de uma fotografia de boa qualidade ou se o Editor-chefe considerar que a foto indicada comprometerá a capa da revista. Cada artigo deve apresentar. com o crédito da foto. assim. o que compromete a qualidade final da capa. CAPA As imagens para as capas devem ser fotografias de ótima qualidade. apenas. seis autores.editorial. . NORMALIZAÇÃO Informe Agropecuário É composto de parte interna e externa. portarias. . No verso. decretos. etc. sumário e apresentação. montagens com inúmeras fotos.entrevista (um só entrevistado da área em questão). enviar fotografias ou cromos com a imagem na vertical. A arte da capa das publicações é de inteira responsabilidade do designer do DPPU e aprovada pelo Editor técnico e pelo Editor-chefe da revista. digitais com resolução acima de 300 DPIs. . A parte interna é constituída pelos elementos. Preferencialmente. créditos e informações editoriais. em tamanhos reduzidos. uma fotografia de destaque na capa. ficha catalográfica.Norma para o Informe Agropecuário 3 de 60. Não é permitida a inserção na íntegra de leis. o fotógrafo da Empresa poderá ser acionado ou até mesmo ser feita uma pesquisa e adquirida uma fotografia profissional.folha de rosto: apresenta no anverso os dados bibliográficos. A parte externa é constituída pela capa (1a. é a perda do foco no assunto de interesse da publicação. com referência à utilização de montagens. Exceção para pequenas citações literais que venham a ratificar a informação prestada pelo autor do artigo.

Sc. secundárias e até. Elementos textuais Referem-se especificamente ao texto. constar por extenso. Devem-se evitar abreviaturas. Não devem ser utilizadas palavras já contidas no título do artigo. Caixa Postal 12. . CEP 39525-000 Nova Porteirinha-MG. conciso e indicar a ideia central do artigo.palavras-chave: logo após o resumo.resumo: constitui um texto conciso. terciárias (subseções). sua formação e títulos acadêmicos. • autoria: o nome do(s) autor(es) deverá ser centralizado. com numeração sobrescrita para indicar. devem constar palavras ou expressões que representem o conteúdo do artigo..Norma para o Informe Agropecuário 4 b) textuais: Composto por artigos. no rodapé. no máximo. as seções e/ou subseções podem ser subdivididas em alíneas e subalíneas. instituição a que pertence e endereço completo. Desenvolvimento e Considerações finais. Quando necessário. Cada artigo deve conter os seguintes elementos obrigatórios: . A Introdução deve ser breve e enfocar o objetivo do artigo. não podendo ficar vaga nenhuma delas.br. profissão. . EPAMIG Norte de Minas.cabeçalho – composto por: • título do artigo: deve ser claro. parênteses e fórmulas que dificultem a sua compreensão. As palavraschave devem ser separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto. podendo ser acrescido de subtítulo. com dados relevantes sobre o conteúdo do artigo. As seções (partes em que se divide o texto) devem ser subdivididas em primárias. Correio eletrônico: monteiro@epamig. Pesq. Deve conter de 100 a 250 palavras. Exemplo: Engo Agro. . logo abaixo do título. D. que deve ser constituído de: Introdução. Cada seção deve conter um texto introdutório.

.. . No texto coloca-se entre parênteses: (em fase de elaboração).. a ser editado pela Embrapa. c) remissivas dentro do próprio artigo (ex.. iniciando na margem esquerda.: Ver item: Irrigação. Fábio Gelape Faleiro e Keize Pereira Junqueira. Ver quarta seção deste artigo.. usando-se o número sobrescrito e sem parênteses.. As siglas com quatro letras ou mais. deverão ser indicadas entre parênteses e precedidas de sua forma por extenso.. Exemplo: Associação Brasileira de Cafés Especiais (ABCE). com aproximadamente 2 cm. alínea b. alínea b). para complementar as informações do texto em questão. do município de Santo AndréSP. grandezas e seus respectivos símbolos usar o Sistema Internacional de Unidades ou a norma nacional vigente (Resolução CONMETRO no 11 e 12 de 12/10/1988).Norma para o Informe Agropecuário 5 No desenvolvimento do assunto. quando pronunciáveis. de autoria de Nilton Tadeu Vilela Junqueira. Estas informações.. e) sites e endereços eletrônicos. devem constar em nota de rodapé (ver item notas. d) citações de trabalhos no prelo. quando citadas pela primeira vez. Notas Devem ser colocadas no rodapé e receber numeração arábica sequencial.. b) informações que se fizerem necessárias e que não devam ser incluídas no texto. As siglas. Para a utilização de unidades de medidas. alínea c). Exemplo: Resultados do projeto piloto de compostagem aplicada aos resíduos de feira e poda. As chamadas para estas notas no texto deverão ser consecutivas em algarismo arábico. sobrescrita e sem parênteses. Referem-se a: a) informações sobre os autores dos artigos (ver item Informe Agropecuário. têm apenas a inicial maiúscula. Ver item posterior. se necessárias. As notas devem ser separadas do texto por um traço horizontal contínuo. subalínea 1). Exemplo: Maracujá: informações básicas para os produtores. em 2012. Exemplo: Ceasa. recomenda-se não usar as expressões: Ver artigo anterior.

trechos transcritos ou informações colhidas de publicações consultadas. técnico de laboratório da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq). coloca-se entre parênteses: (informação verbal). as tabelas.Norma para o Informe Agropecuário 6 f) citações de dados obtidos por meio de informação oral (palestras.   Ilustrações Devem ser explicativas por si mesmas. b) Gráficos: representam especificamente o gráfico.. mapas. fotografias. logo após as referências. Nos Resumos Expandidos. usar o número arábico entre parênteses. As chamadas dentro do Quadro devem estar localizadas à esquerda do termo a ser explicado. Referem-se a: a) Quadros: optou-se pela palavra “Quadro” para representar Quadros e Tabelas. Como pode ser observado no Quadro 8. gráficos e ilustrações devem estar localizados no final... para a .. Nota e Chamada. Também podem trazer Fonte e Nota. debates. Exemplo: Informação concedida em 2003 por Heraldo Negri de Oliveira. Conforme Gráfico 2. Todas as ilustrações devem obrigatoriamente ser citadas no texto. (Quadros 2 a 5).  As ilustrações devem-se localizar o mais próximo possível da sua citação no texto. (Gráfico 4). c) Figuras: representam todas as outras ilustrações. Citações Deve-se obrigatoriamente indicar a Fonte de todas as citações. b) parte integrante do texto: De acordo com a Figura 7. Devem ser indicadas no texto... fichas e outros. Podem trazer em seu rodapé. Para as Chamadas. excluindo o asterisco. comunicações e outros). com títulos sucintos e completos. e apresentar numeração arábica independente e consecutiva. 5 e 6). No texto. As fotografias devem ser obrigatoriamente acompanhadas de sua autoria (crédito) ou fonte. esquemas. respeitando-se os direitos autorais.... Fonte. desenhos. conforme exemplos a seguir: a) entre parênteses: (Quadro 3). Pode apresentar Fonte e Nota. (Fig.

estradas. os padrões de povoamento humano e os resultados físicos da atividade humana passada e presente (terraços. terra é: uma área delineável da superfície terrestre. de Referências e de Bibliografia Consultada. devem constar as referências completas em uma lista de Referências. sem transcrever ou colocar a ideia de outros autores. com tradução em nota de rodapé. As citações dividem-se em: a) citações diretas (textual): refere-se à transcrição literal de outros autores..7 Norma para o Informe Agropecuário realização de trabalhos. assim. Pode acontecer de um único trabalho apresentar as duas listas.) integra os princípios agronômicos. que abrange todos os tributos da biosfera imediatamente acima ou abaixo desta superfície. Neste caso. devem ser inseridas dentro do texto. pode ser feita de duas formas: - fazer a citação na língua original. devem-se colocar as referências completas na lista de Bibliografia Consultada. As citações de até três linhas. Se para a realização de um trabalho houve somente consulta a outras publicações.. mangues e pântanos). a hidrologia superficial (incluindo lagos pouco profundos. Ex. capas sedimentares subsuperficiais e as reservas de águas subterrâneas associadas a elas. os direitos autorais. depósitos de água ou estruturas de drenagem.).. as populações de plantas e animais. rios.: Segundo Altieri (1998): “(. Quando se tratar de citação de texto em língua estrangeira.) a agroecologia (. respeitando-se. incluindo aqueles atributos climáticos próximos à superfície. não é necessário colocar a Fonte. No final do trabalho. no final do trabalho. utilizando-se letra menor que a do texto e dispensando as aspas. As citações com mais de três linhas devem ser recuadas à esquerda. Ex.: De acordo com a definição da FAO (1995). . edificações etc. ecológicos. socioeconômicos à compreensão e avaliação do efeito das tecnologias sobre os sistemas agrícolas e a sociedade como um todo”. e se for assunto amplamente divulgado ou de domínio público.. entre aspas duplas. o solo e as formas de relevo.

Exemplos: (MENDES. (MENDES. Jair. Exemplo: (SOUZA. Exemplo: (SOUZA apud OLIVEIRA. 2004). 1996a).”. • trabalho com mais de três autores deve ser citado pelo sobrenome do primeiro seguido da expressão “et al. • indicar claramente. Exemplo: (CASTRO. 2000). se ainda existir coincidência. 2001). • trabalho com dois autores deve ser citado pelos dois respectivos sobrenomes. G. 1995). 2001. Exemplo: (SOUZA et al. 1990). 1990). 1990). • quando for citado mais de um trabalho do(s) mesmo(s) autor(es) no mesmo ano. quando a citação não foi colhida na fonte original. 2002). • trabalhos diferentes de vários autores. devem ser grafados em caixa alta: • trabalho com um autor deve ser citado pelo sobrenome do autor e o ano. devese acrescentar as iniciais de seus prenomes. colocar os prenomes por extenso. torna-se necessário acrescentar letras minúsculas ao ano. a língua original do documento. 2010). separados por ponto e vírgula (. separados por ponto e vírgula (. MOREIRA. (MENDES. OLIVEIRA.. 1990).. 1989). mais o ano (como na referência). Exemplo: (SOUZA. OLIVEIRA. • trabalhos diferentes de um mesmo autor. . − quando indicados entre parênteses. b) citações indiretas (livre): deverão ser feitas pelo sistema autor-data. (BRANDÃO. João. BORGES. O. seguidos do ano. • quando houver coincidência de sobrenome de autores. 2001.8 Norma para o Informe Agropecuário - fazer a tradução diretamente no texto e colocar em nota de rodapé.) seguidos do ano. • trabalho com três autores deve ser citado pelos três respectivos sobrenomes. MENDES.). (MENDES. Exemplo: (CARVALHO. 2000 apud BORGES. Exemplo: (SOUZA. que deve ser indicado entre parênteses ou como parte integrante do texto.. 2002). 2000. Exemplo: (SOUZA. tanto no texto quanto nas referências.

.. • quando houver coincidência de sobrenome de autores. • trabalho com mais de três autores. 2002) em condições.. • trabalho com três autores. • quando a citação for de referências com entrada pelo título.. colocar os prenomes por extenso. com inicial maiúscula. Exemplos: Souza (apud OLIVEIRA. • trabalho com dois autores.. Exemplo: Segundo Braga (1990. • trabalhos diferentes de vários autores. Exemplo: Segundo Macedo et al. mais o ano... seguida de reticências. 2000)... 1990). o uso adequado .. Exemplo: Segundo Oliveira (1990)... Exemplos: .. Segundo Matos (2000 apud MARQUES. somente a data ficará entre parênteses... Morais (2001) e Carvalho (2003) várias . − quando o autor for parte integrante do texto.. • trabalhos diferentes de um mesmo autor. Exemplo: Souza... • trabalho de um só autor. Exemplos: (MAXIMIZANDO.. 1994)...) e ligados ao último pelo "e" (não comercial). Caso haja subordinação na entrada. 2000) constataram.. estes devem ser ligados pelo “e” (não comercial). devese acrescentar as iniciais de seus prenomes. colocar a primeira palavra significativa do título. Exemplo: Segundo Silva (2000).. mais o ano. Exemplo: Segundo Gonçalves (2000b) . .. Oliveira e Marques (2011) encontraram. • quando for citado mais de um trabalho do(s) mesmo(s) autor(es) no mesmo ano. Exemplo: (EPAMIG.. tanto no texto quanto nas referências... os dois primeiros separados por vírgula (. • quando a citação não foi colhida na fonte original. (As PASTAGENS. (2004) . essa não deve ser citada.. deve ser citado pelo sobrenome do primeiro seguido da expressão “et al.” (como na referência). 2000). torna-se necessário acrescentar letras minúsculas ao ano. Exemplo: Souza e Oliveira (1999) relataram.9 Norma para o Informe Agropecuário • trabalho em que a autoria é de determinada Instituição deve ser citado pelo nome desta... deve ser grafado em caixa baixa. se ainda existir coincidência...

. alínea d). R. 4... c) os autores citados no texto devem obrigatoriamente constar na lista de referências.. essa não deve ser citada. Coleção Mossoroense. Levantamento de reconhecimento de média inten- . (2000).. (2004). d) a grafia dos autores citados no texto deve ser exatamente igual à grafia dos autores das referências.ed.. • trabalho em que a autoria é de determinada instituição deve ser citado pelo nome desta. BRAGA.. se for imprescindível. não citar trabalhos no prelo. b) para as citações de dados obtidos por meio de informação oral seguir as instruções do item notas.. (Nome e número da série). Número de páginas ou volumes. [19 – –]. relatórios e folhetos: SOBRENOME. G. alínea f. Edição. colocar a citação em nota (ver item notas. EMBRAPA.. Caso haja subordinação na entrada. Atentar pra os seguintes itens: a) recomenda-se. Mossoró: ESAM. 540p. boletins. (ESAM. R.Norma para o Informe Agropecuário 10 Segundo Pereira. Título: subtítulo. Local (cidade) de publicação: Editora.. especialmente do Ceará. ano de publicação. Danilo (2005). Plantas do Nordeste. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. iniciais prenome (autor). Natal: UFRN. De acordo com Ferreira. Exemplo: De acordo com o IBGE (2000).. De acordo com Ferreira.. Daniel (2001) .. na medida do possível. assim como as datas devem ser as mesmas. Referências bibliográficas As referências bibliográficas devem ser completas e trazer todos os dados especificados nos exemplos citados a seguir: a) publicações avulsas consideradas no todo − livros. Segundo Pereira.. 315).

B. 88f. Categoria (Grau) – Faculdade. local (cidade) e data da defesa. Ano de publicação. reuniões e outros eventos: NOME DO EVENTO. DUARTE FILHO. Porto Alegre: ARTMED. Belo Horizonte. 398p. EMBRAPA AGROPECUÁRIA OESTE. JORGE.ed. Relatório de pesquisa: bovinos 1990-1995. . Título da publicação.1993. Subtítulo. Aditivos na produção de ruminantes e não ruminantes. ZAIGER. M. EPAMIG. Algodão: tecnologia de produção. 236p. Local (cidade) de publicação: Editora. 2004. Universidade. 2000. 296p. Botucatu.. Dourados. 2000. Belo Horizonte: EPAMIG. ano de publicação. São Paulo: Nacional. Boletim de Pesquisa. Anais. local (cidade) de realização.ed. 2001. Título: subtítulo. JOLY. 11. (EMBRAPASNLCS. Galinhas caipiras. ano.. 1992. Número de páginas ou volumes. Efeito do paclobutrazol no desenvolvimento vegetativo e na produção do morangueiro (Fragaria x ananassa Duch. 3. J. Rio de Janeiro. simpósios. 10p. 1998. iniciais prenome (autor). número.. Fisiologia vegetal. − congressos. 777p. Botucatu. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”.1). A.Norma para o Informe Agropecuário 11 sidade dos solos e avaliação da aptidão agrícola das terras do Triângulo Mineiro.. Tese (Doutorado em Agronomia) – Faculdade de Ciências Agronômicas. Número de folhas.3.. 35. 2000.4). REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA. E. Botucatu: Sociedade Brasileira de Zootecnia. 719p.). A. (Biblioteca Universitária. 1997. L. TAIZ.. 526p. 1998. Ciências Puras. − teses e dissertações: SOBRENOME. Botânica: introdução à taxonomia vegetal. Série.

número. 1997. In: SOBRENOME. Brasília: EMBRAPA-SPI. iniciais prenome (autor do capítulo). Número do capítulo. M. iniciais prenome (mesmo autor). D. NEVES. ano de publicação.. Edição. iniciais prenome (autor da obra no todo). In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DO SISTEMA PLANTIO DIRETO. Local (cidade) de publicação: Editora. Anais. 1997. de R. Número do capítulo. ano.F. P. Agricultura política: história dos grupos de interesse na agricultura. M. página inicial-final do capítulo. Título da obra no todo: subtítulo.  • quando o autor do capítulo for diferente da obra no todo SOBRENOME. Título do capítulo: subtítulo.4. Métodos de aplicação de fósforo em plantio direto.). PÖTTKER. − trabalhos apresentados em congressos. 2000. LOPES. p. cap. Passo Fundo: EMBRAPACNPT. In: ZYLBERSZTAJN. In: NOME DO EVENTO. Passo Fundo. iniciais prenome (autor do capítulo).. Título do trabalho: subtítulo. V. Título da obra no todo: subtítulo. local (cidade) de realização. Subtítulo.. D.247-250.Norma para o Informe Agropecuário 12 b) partes de publicações avulsas − capítulo de livro: • quando o autor do capítulo for o mesmo da obra no todo SOBRENOME. Página inicial-final do trabalho. 1996.50-96. Economia e gestão dos negócios agroalimentares. In: SOBRENOME. p. . MARQUES.211-234. In: LOPES. página inicial-final do capítulo. 2. (Org. Local (cidade) de publicação: Editora. Edição. Título do capítulo: subtítulo. Mercados futuros e de opções agropecuários. simpósios e outros eventos: SOBRENOME.10. ano de publicação. São Paulo: Pioneira. M. de R.\ . cap. iniciais prenome (autor do trabalho). Título da publicação.. As grandes organizações agrícolas. p. ano de publicação.. Local (cidade) de publicação: Editora.

Título próprio. 2006. • com título próprio TÍTULO DO PERIÓDICO./dez. Edição especial. número. volume/ano.25. v. Suplemento ou Número especial. 2005. mês e ano. INFORME AGROPECUÁRIO. REVISTA CERES. d) partes de publicações periódicas − fascículos: TÍTULO DO PERIÓDICO. INFORME AGROPECUÁRIO. Cafeicultura familiar. Local (cidade) de publicação: Editora. Local (cidade) de publicação: Editora. v. ACTA SCIENTIARUM: agronomy. Local (cidade) de publicação: Editora. n. volume/ano.1. Maringá: UEM. 2000. CIÊNCIA ANIMAL BRASILEIRA. Belo Horizonte: EPAMIG. v. número. − suplemento e número especial TÍTULO DO PERIÓDICO. volume/ano. n. mês e ano. Belo Horizonte: EPAMIG. Viçosa.274. 2000. v. • com subtítulo TÍTULO DO PERIÓDICO: subtítulo.47. v. ago.26. Brasília: Sociedade Brasileira de Fitopatologia. Goiânia: UFG. Suplemento: Resumos do XXXIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Jan. Doenças pós-colheita de frutas. Local (cidade) de publicação: Editora. . Local (cidade) de publicação: Editora. MG: UFV. mês e ano. nov. volume/ano.Norma para o Informe Agropecuário 13 c) publicações periódicas consideradas no todo TÍTULO DO PERIÓDICO. mês e ano. 2005.26. número.28. FITOPATOLOGIA BRASILEIRA.228. 2000. n. ano./Mar. número.

Título do Periódico. Generalidades sobre efeitos benéficos da matéria orgânica na agricultura.26. Local (cidade) de publicação. 15 dez. seção ou suplemento. Agropecuário. Aproveitamento de resíduos na agropecuária.7-8. Quanto custa criar e recriar novilhos. n. GOMES. mês e ano. BARBOSA. MAXIMIZANDO a produção. . . dia.16. iniciais prenome (autor do artigo). ano. Título do Periódico. T. • sem autoria TÍTULO do artigo (primeira palavra significativa do título. número. de. número. Ementa. página inicial-final do artigo.224. p. Título e dados bibliográficos (publicação que transcreveu a legislação). Título do Jornal. mês e ano. Belo Horizonte. Cultivar: grandes culturas. Número ou título do caderno. n. − artigos de jornais: SOBRENOME. p. M. Informe Agropecuário.28-29. página inicial-final do artigo. Local (cidade) de publicação. estado ou município). Especificação da legislação. volume/ano. número. volume/ano. C. mês e ano.2.Norma para o Informe Agropecuário 14 − artigos de publicações periódicas: • com autoria SOBRENOME. página inicial-final do artigo. iniciais prenome (autor do artigo). ano 2. Encarte especial: Cultivar. 2005. p. Local (cidade) de publicação. Título do artigo. mês. Referências legislativas a) leis e decretos: LOCAL (país. 1999. Belo Horizonte. S. . W. Estado de Minas. em caixa alta). v. NASCIF. maio 2000. dia. Pelotas. SOUZA. A.

autoriza o Poder Executivo a criar. INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS. 1999. Dispõe sobre a especificação das sanções aplicáveis às condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. Resolução no 237. 1997.1.7. de 5 de janeiro de 1995.179.15 Norma para o Informe Agropecuário BRASIL. Brasília: IBAMA. Estabelece normas sobre o registro de aquicultor e a licença anual de exercício de aquicultura.265.32-38. 245p. a Comissão Técnica Nacional da Biossegurança e dá outras providências. 1: Diário Executivo. 1996. Lei no 8. Brasília. BRASIL. Seção 1. 22 dez. b) portarias. CONAMA. pt. e aum. Belo Horizonte. 1999. Lei no 12. incluindo a que explore comercialmente a pesca amadora em estabelecimentos denominados pesque-e-pague. Brasília.974.ed. resoluções.: INSTITUIÇÃO RESPONSÁVEL. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Belo Horizonte. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. 4. Decreto no 3. Minas Gerais. 4-6. Título e dados bibliográficos (publicação que transcreveu a Portaria.1-5. no âmbito da Presidência da República. de pessoa física ou jurídica. . 22 set. Regulamenta os incisos II e V do § 1o do artigo 225 da Constituição Federal. 59. 1992. mês e ano. de 19 de dezembro de 1997. Resoluções do CONAMA 1984/91. p. Resolução ou Deliberação). Minas Gerais.1995. p. dia. de 21 de setembro de 1999. de 24 de julho de 1996. MINAS GERAIS. número. Lex : coletânea de Legislação e Jurisprudência. Portaria no 38. CONAMA. p. Ementa (quando houver). e dá outras providências. pt. v. pt. Dispõe sobre a política de proteção à fauna aquática e de desenvolvimento da pesca e da aquicultura no estado e dá outras providências.rev. deliberações etc.12 jun. 25 jul. de 9 de junho de 1999. Ministério da Ciência e Tecnologia. São Paulo. Portaria ou Resolução ou Deliberação.1: Diário do Executivo. p. estabelece normas para o uso das técnicas de engenharia genética e liberação do meio ambiente de organismos geneticamente modificados.

Aprova a Lista de Espécies Ameaçadas de Extinção da Flora do Estado de Minas Gerais. 2000. 1999. 30 out. CD-ROM ou site). Belo Horizonte. Disponível em:<http://www. Foz do Iguaçu: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. de 16 de dezembro de 1986. Belo Horizonte.br>.Norma para o Informe Agropecuário 16 COPAM. Lei no 4. Estabelece normas e padrões para qualidade das águas. 1997. 2000.br>.feam. 2003. 10 jan.. BRASIL já registrou 111 colisões entre aves e aviões neste ano. Anais. 37..planalto. 2003. sendo acrescidas do meio eletrônico (disquete. Disponível em: <http://www.shtml>. 1 CD-ROM. Acesso em: 24 maio 2005. 2001. Acesso em: 19 ago.com. lançamento de efluentes nas coleções.gov. 2 CD-ROM. e dá outras providências. Belo Horizonte: IBGE-GCEA/MG. 1987. 2003. 19 ago. 1999. de 15 de setembro de 1965. Disponível em:<http://www. Disponível em: <http://www.folha. Minas Gerais. Deliberação no 085/97. Referências de documentos eletrônicos Devem seguir o mesmo padrão das referências bibliográficas de publicações convencionais. Folha Online.odia. São Paulo. O Dia Online.com. São Paulo: FUNDECITRUS.br>. CENSO CITRÍCOLA 1998. O agronegócio do MERCOSUL e a sua inserção na economia mundial. Diário do Executivo.uol. 5 jul. Deliberação Normativa no 10.br>. Bases de Dados da Pesquisa Agropecuária. Disponível em: <http://www.fundecitrus. Acesso em: 18 jan. Institui o novo Código Florestal. CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL.com.771.br/folha/ cotidiano/ult95u77949. 2001. BARCO-gari para limpar a sujeira da Baía. COPAM. Estado de Minas. 2000. Acesso em: 19 ago. EMBRAPA. BRASIL. . Acesso em: 25 set. Rio de Janeiro. 2003. Foz do Iguaçu. Exemplos: AGRICULTURA MINEIRA – 1999. 1 disquete 3 ½ pol.. Brasília.

Envio Digital. . Brasília. EHLER. Disponível em: <http://www. 1999. 2001.br>. 853). JUCÁ. Área colhida por lavoura permanente: laranja. Portugal..pinto@epamig. limão e tangerina. Aplicar as seguintes recomendações: a) na referência. L. nov.ifas.ibge.gov.sidra.Norma para o Informe Agropecuário 17 FAO. Disponível em: <http://www. OSBORNE.gov.resol. Biodiesel: el milagro del tempate. L. IZAR. Acesso em: 28 nov. Disponível em: <http://www. Comunicado Técnico.ufl.br> em 28 fev. R. (University of Florida.ufv. 2003. p.bcb. IBGE.ni/articulo. Condimentos líquidos [mensagem pessoal]. 2012. QUADROS estatísticos.J. Rome. (Embrapa Pecuária Sudeste. Biological control of the twospotted spinder mite in greenhouse. A. J. Ponta Grossa. Rio de Janeiro. Boletim do Banco Central do Brasil.. Destinação dos resíduos sólidos no Brasil: situação atual e perspectivas. 2002. Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha. et al. n.php?id=818>.infoteca. . In: SIMPÓSIO LUSO-BRASILEIRO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL. 43). 2000. mrec. FERNÁNDEZ.br/febrapdp>. S. mais de três. Extração de nutrientes e recuperação aparente do nitrotênio em pastagens de capim-coastcross.cnptia. 2011. Acesso em: 15 maio 2006.23-26. abr. 1999.. 10. a entrada por pessoa (sobrenome) deve ser feita como a seguir: coloca-se até três autores. 1993.com. São Carlos: Embrapa Pecuária Sudeste. R. Anais eletrônicos. Agriculture & food trade: value exports of orange.htm>. 2003. Acesso em:19 dez. Disponível em: <http://www.com.agri. Disponível em: <http://www. 2000. 7p.envio. Disponível em: <http://www. Acesso em: 10 jun.fao. Disponível em: <http://www.143.br>.C. E. Acesso em: 28 dez. PRIMAVESI.org>.embrapa. Braga. 2003. Acesso em: 21 out. org.br>.edu/lso/SpMite/b853al.L. Managua. Bulletin. FEBRAPDP. Acesso em: 18 jan. F. NECHOLS..br/ handle/doc/46696>. T. Nicaragua. 2000. Acesso em: 14 jun. Apopka: University of Florida. 2001. Mensagem recebida por <cleide. Disponível em: <http:www. 2000. 1999. indica-se apenas o primeiro seguido da expressão et al.

e) as referências de periódicos devem conter o local (cidade) de publicação. para evitar desuniformidade. como também local (cidade) editora/instituição responsável e data de publicação. . coloca-se uma data aproximada entre colchetes: Exemplos: [1980 ou 1981] [1991?] data provável [1988] data certa. d) recomenda-se não abreviar os títulos dos periódicos. não indicada no item [entre 1914 e 1920] use intervalos menores de 20 anos um ano ou outro [199-] década certa [199-?] década provável [19 − −] século certo [19 − −?] século provável c) as referências de trabalhos extraídos de eventos devem conter sempre: data e local (cidade) de realização do evento.Norma para o Informe Agropecuário 18 b) se a obra referenciada não trouxer ano de publicação.