You are on page 1of 7

Visão geral de um Sistema de PCP

Planejamento Agregado da
Produção

Marketing

Plano de
Produção

Avaliação de Desempenho

Previsão de
Vendas
Pedidos em
Carteira

planejamento-

Programação-Mestre da
Produção
Programa-Mestre
de Produção

Engenharia
Estrutura do
Produto
Roteiro de
Fabricação

mestre da

Programação Detalhada
- Gestão de Estoques
- Sequenciamento
- Emissão e Liberação
Ordens de
Compras

Compras

produção?

Acompanhamento e Controle da Produção

Qual é a função do

Ordens de
Fabricação

Ordens de
Montagem

Pedidos de
Compras
Fornecedores

Estoques

Fabricação e Montagem

Clientes
Fonte: Adaptado de Tubino (2007).

Do planejamento agregado ao planejamento-mestre

Desagregação do Planejamento Agregado
Levantamentos de Dados de Produção,
Estoques, Vendas, Carteira de Pedidos e
Entregas por Família de Produtos

Levantamento
Levantamentode
de
Dados
Dados

Planejamento
Planejamentode
de
Demanda
Demanda

Abril

Gestão das
Previsões

Planejamento
Planejamentode
de
Produção
Produção

1
Cadeira com encosto

Restrições de Materiais
e Capacidade

Reunião
ReuniãoPreliminar
Preliminar
de
deS&OP
S&OP

Recomendações dos
Gerentes para a
Reunião Executiva

Reunião
ReuniãoExecutiva
Executiva
de
deS&OP
S&OP

Plano de
Vendas e
Operações

2

Maio
3

4

5

6

150

7

Cadeira de cozinha

120

Cadeira de escritório

8

150

200

Plano agregado
de produção para a
família de cadeiras

120

200

200

670

200
670

Desagregação
para o MPS

Horizontes de Planejamento

Horizontes de Planejamento
Longo
prazo

Prazos

Atividades

Objetivos

Longo Prazo

Plano Agregado
(Estratégico)

Previsão de
Vendas de LP

Previsão de
Capacidade de
Produção

Médio Prazo

Programa-mestre
(Tático)

Previsão de
Vendas de MP
Pedidos em
Carteira

Planejamento da
Capacidade

Curto Prazo

Programação
detalhada
(Operacional)

Vendas

Produção

Médio
prazo
Curto
prazo
Curtíssimo
prazo

mês 1

mês 2

mês 3

mês 12

Famílias
sem 1

sem 2

sem 3

sem 4

sem 5

sem 6

sem 11 sem 12

Produtos

sem 1

sem 2

sem 3

sem 4

Componentes

seg

ter

qua

qui

sex

sáb

Operações

desagregação

Fonte: Adaptado de Tubino (2007).

Fonte: Corrêa, Gianesi e Caon (2007).

1

1 • Reuniões para definição da tática a ser empregada nas próximas semanas são realizadas periodicamente. Planejamento-mestre da Produção Longo Prazo Processo do MPS (PMP) Plano de Produção Planejamento-mestre da Produção PMP Inicial Médio Prazo Plano agregado autorizado Não Existem recursos disponíveis? Plano-mestre de produção prospectivo Viável ? Não Sim Sim PMP Final Curto Prazo Plano-mestre de produção autorizado Plano de necessidades de materiais Programação da Produção Funções do PMP • O PMP diferencia-se do plano agregado de produção sob dois aspectos : – o nível de agregação dos produtos: famílias x itens acabados. 2 3 4 5 6 7 8 9 Tempo Planejamento-mestre da Produção Programação da Produção Análise e Validação da Capacidade 2 . Gianesi e Caon (2007). Quantidade Planejamento-mestre da Produção Previsão da Demanda Pedidos em Carteira – a unidade de tempo analisada: meses x semanas.Programação-Mestre da Produção Longo prazo Médio prazo mês 1 mês 2 mês 3 Horizontes de Planejamento mês 12 Longo prazo sem 1 sem 2 sem 3 sem 4 sem 5 sem 6 Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 18 sem 11 sem 12 Produtos Médio prazo Curto prazo sem 1 sem 2 sem 3 Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Semana 12 Produtos e recursos de inércia média Semana 4 Componentes e recursos de inércia pequena Componentes seg ter qua qui sex Planejamento mestre de operações Planejamento de vendas e operações Programa mestre de produção sem 4 Curto prazo Curtíssimo prazo Grupos e f amílias de produtos e recursos Famílias Semana 1 Semana 2 Semana 3 MRP / Capacidade sáb Operações Curtíssimo prazo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Operações e alocação de recursos Programação e controle desagregação Fonte: Corrêa.

Esses períodos são denominados “períodos de congelamento” ou “time fences”.  3 Como elaborar o Transformação das informações desse plano de vendas em informações úteis à produção:  2 Time fence de demanda Plano de Vendas e PMP  1 mestre da produção? Montagem do PMP  Estoques em mãos Para facilitar o tratamento das informações e informatizar o sistema de cálculo das operações referentes à elaboração do PMP empregam-se tabelas de dados com informações detalhadas. por item que será planejado. é necessário adotar períodos em que não se permite alterações no planejamento. Marketing tem sua linguagem própria de comunicação com o mercado e nem sempre essa é a mesma que será utilizada no sistema produtivo para se acionar a produção. Processos que tenham lead times muito altos se empregam intervalos de meses e até trimestres Semana • Por que não se emprega o lead time real como o lead time de programação na montagem do plano? MPS – Um sistema produtivo para trabalhar de forma organizada necessita de um período de programação “congelado”. de forma a manter a estabilidade do sistema. trabalha-se com intervalos de semanas. – Normalmente.  Outro ponto diz respeito à dinâmica de lotes econômicos de produção. Congelando o MPS Embora o sistema de PCP possa atualizar automaticamente o MPS. ou ainda. 4 5 6 7 8 9 10 0 150 0 0 0 0 150 0 0 0 Time fence de planejamento planejamento- Normalmente.Funções do PMP • A determinação dos intervalos de tempo que irão compor o planejamento-mestre está associada à velocidade de fabricação dos itens incluídos no plano-mestre e a possibilidade prática de alterar tal plano. Uma das funções do PMP é traduzir essa linguagem de mercado para a linguagem de produção. período a período.    Lote Padrão de 120 Kg   demanda prevista recebimento programado estoques em mãos e projetados necessidade líquida plano-mestre de produção 3 . quando se está usando previsões de vendas de médio prazo para famílias de produtos que deverão ser “abertas” em produtos acabados específicos.

à medida que os pedidos entram. Desenvolvendo um MPS Item: Cadeira com encosto Abril Estoque em mãos: 1 2 Previsão 30 30 Pedidos firmes 38 27 Abril Estoque em mãos: 1 2 Previsão 30 30 Pedidos firmes 38 27 Estoque disponível projetado Estoque disponível projetado 17 Recebimento do MPS Recebimento do MPS Liberação de ordens do MPS Liberação de ordens do MPS 55 55 Explicação: Previsão menor que pedidos firmes. saldo de estoque = 55 + 0 – 38 = 17.> 30 LT de 1 semana 44 + 0 – 472 = -428 < 30 NL= 458 PMP = 4 x 120 = 480 120 + 360 – 436 = 44 > 30 Duas formas de computar a demanda Registro básico do PMP (ou MPS) Item: Cadeira com encosto Item: Cadeira com encosto Abril ITEM DE MPS LAPISEIRA P207 Atraso Previsão de demanda independente 1 200 2 3 4 5 200 200 200 200 Demanda dependente Abril 1 2 1 2 Previsão 30 30 Previsão 0 3 Pedidos firmes 38 27 Pedidos firmes 38 27 Demanda (necessidades brutas) 38 30 Demanda (necessidades brutas) 38 30 Pedidos em carteira Demanda total Estoque projetado disponível 240 200 40 200 200 240 40 200 200 240 40 400 400 Disponível para promessa Programa mestre de produção MPS Desenvolvendo um MPS Item: Cadeira com encosto Utilizando o maior valor: Somando os valores: Ou os pedidos firmes superaram a previsão ou ainda faltam pedidos firmes para atingir a demanda prevista. Considera-se que. 0 4 . dá-se baixa no valor da demanda prevista.

Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto Estoque em mãos: Abril 55 Previsão Maio 4 5 6 Política de lote: 150 un. Liberação de ordens do MPS Master Production Schedule Política de lote: 150 un. Master Production Schedule Política de lote: 150 un. Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto Estoque em mãos: Abril Maio 4 5 6 7 8 Estoque em mãos: Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Pedidos firmes 38 27 24 8 0 0 0 0 137 Recebimento do MPS 0 150 Explicação: Saldo de estoque = 17 + 150 – 30 = 137. Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto 3 17 3 Master Production Schedule 2 Estoque disponível projetado 2 Liberação de ordens do MPS 1 55 1 Abril 55 Maio 1 2 3 4 5 6 7 8 Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Pedidos firmes 38 27 24 8 0 0 0 0 Estoque disponível projetado 17 137 Recebimento do MPS 0 150 Liberação de ordens do MPS 150 Explicação: O tempo para montar 150 cadeiras é de 1 semana. O departamento de montagem tem começar o trabalho com 1 semana de antecedência. 0 Liberação de ordens do MPS Master Production Schedule Política de lote: 150 un.Desenvolvendo um MPS Master Production Schedule Item: Cadeira com encosto Política de lote: 150 un. A falta sinaliza a necessidade programar o recebimento do MPS para a semana 2. saldo de estoque = 17 + 0 – 30 = –13. Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto 1 2 3 4 5 6 7 8 Estoque em mãos: 30 30 30 30 35 35 35 35 0 Abril 55 Maio 1 2 3 4 5 6 7 8 Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Pedidos firmes Pedidos firmes 38 27 38 27 24 8 0 0 0 0 Estoque disponível projetado 17 137 Estoque disponível projetado 17 137 107 77 42 7 122 87 Recebimento do MPS 0 150 Recebimento do MPS 0 150 0 0 0 0 150 0 Liberação de ordens do MPS 150 Liberação de ordens do MPS 150 0 0 0 0 150 0 0 24 8 0 0 0 5 . Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto Abril Estoque em mãos: 1 55 Estoque em mãos: 2 Abril 55 Maio 7 8 Previsão 30 30 Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Pedidos firmes 38 27 Pedidos firmes 38 27 24 8 0 0 0 0 Estoque disponível projetado 17 Recebimento do MPS 0 Estoque disponível projetado 17 Recebimento do MPS -13 0 Explicação: Previsão maior que pedidos firmes.

150 (semana o ATP 0 = 55 (em mãos) + 0 (MPS recebido) – 38 = 17. 0 Logo. 0 0 17 Política de lote: 150 un. Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto Abril Maio Explicação: O 0 total de 0 pedidos 0 firmes 0 150 antes do próximo recebimento do MPS 0 0 2) é 38. ou seja. o ATP = 150 (MPS recebido) – 59 = 91. Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto Abril Maio Estoque em 55 mãos: 1 2 3 4 5 6 7 8 Estoque em 55 mãos: 1 2 3 4 5 6 7 8 Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Pedidos firmes 38 27 24 8 0 0 0 0 Pedidos firmes 38 27 24 8 0 0 0 0 87 Estoque disponível projetado 17 137 107 77 42 7 122 87 0 Recebimento do MPS 0 150 0 0 0 0 150 0 Liberação de ordens do MPS 150 0 0 0 0 150 0 0 17 91 Estoque disponível projetado Recebimento do MPS Liberação de ordens do MPS ATP 17 0 137 150 150 0 17 91 107 0 0 77 42 0Explicação: 0 7 0 122 150 O total de pedidos firmes antes do próximo 0recebimento 0 150MPS 0 0 do (semana 7) é 27 + 24 + 8 = 59. Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto Abril Maio Política de lote: 150 un. Tempo Horizonte do PMP Política de lote: 150 un. Logo. Lead Time: 1 semana Item: Cadeira com encosto Abril Maio Estoque em 55 mãos: 1 2 3 4 5 6 7 8 Estoque em 55 mãos: 1 2 3 4 5 6 7 8 Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Previsão 30 30 30 30 35 35 35 35 Pedidos firmes 38 27 24 8 0 0 0 0 Pedidos firmes 38 27 24 8 0 0 0 0 Estoque disponível projetado 17 137 107 77 42 7 122 87 Estoque disponível projetado 17 137 107 77 42 7 122 87 Recebimento do MPS 0 150 0 0 0 0 150 0 Recebimento do MPS 0 150 Liberação de ordens do MPS 150 0 0 0 0 150 0 0 Liberação de ordens do MPS 150 0 ATP ATP Política de lote: 150 un. ATP 150 6 .Available to Promise (ATP) É a porção do estoque e dos recebimentos futuros Disponível para promessa (DPP) Quantidade Disponível para promessa (DPP) DPP Pedidos firmes que não está comprometida. que pode ser prometida para os clientes.

Disponível para promessa Períodos 1 Previsão 100 Pedidos firmes Disponível 250 150 MPS DPP DPP Acumulado ES = 50 Lote = 250 2 30 70 50 3 50 50 200 250 4 50 50 100 5 6 70 90 30 10 250 150 250 Disponível para promessa 7 100 8 100 50 200 250 Períodos 1 Previsão 100 Pedidos firmes Disponível 250 150 MPS 80 DPP DPP Acumulado ES = 50 Lote = 250 2 30 70 50 3 4 50 50 50 50 200 100 250 150 5 6 70 90 30 10 250 150 250 210 7 100 8 100 50 200 250 250 Disponível para promessa Períodos 1 Previsão 100 Pedidos firmes Disponível 250 150 MPS 80 DPP DPP Acumulado 80 ES = 50 Lote = 250 2 30 70 50 80 3 4 50 50 50 50 200 100 250 150 230 230 5 6 70 90 30 10 250 150 250 210 440 440 7 100 8 100 50 200 250 250 690 440 7 .