You are on page 1of 3

F´ısica Estat´ıstica e Mat´

eria Condensada
2015/1
AD1 - entrega (upload) da vers˜
ao digital em 14/03/2015

1. Dois dados s˜
ao jogados e a soma S dos valores resultantes ´e calculada. Calcule as probabilidades
abaixo.
(a) P(S > 10)

(b) P(S < 5)

(c) P((S > 10) ou P(S < 5)

Dica: construa uma tabela com todos os poss´ıveis valores de soma.
2. Num jogo as duas roletas s˜
ao giradas e os resultados somados. Qual a probabilidade da soma ser
um n´
umero par?

A

B

3. O estudo estat´ıstico dos gases em equil´ıbrio t´ermico, levou Maxwell a formular que a probabilidade
de se encontrar uma mol´ecula do g´
as com velocidade ~v ´e   

m 3/2
mv2
dP(~v ) = P(~v )d3 v =
exp −
v2 sen θ dθ dφ dv,
2πκT
2κT
sendo m a massa das mol´eculas, T a temperatura, θ o aˆngulo com rela¸c˜
ao ao eixo z e φ o aˆngulo
com rela¸c˜
ao ao eixo x. P(~v )d3 v d´
a a probabilidade de se encontrar uma mol´ecula com m´
odulo de
velocidade entre v e v + dv e movimento na dire¸c˜
ao definida pelos aˆngulos entre θ e θ + dθ e entre
φ e φ + dφ.
(a) Encontre a express˜
ao para dP(v) = P(v )dv.
Dica: Note que aqui dP(v) ´e a probalidade do m´
odulo de ~v estar entre v e v + dv, sem
importar a dire¸c˜
ao.
(b) O gr´
afico abaixo mostra a distribui¸c˜
ao de Maxwell, P(v), para o Neˆ
onio, em duas temperaturas diferentes. Estime o valor da temperatura na curva correspondendo ao g´
as mais frio.
Obs: explique como fez a identifica¸c˜
ao das curvas.
(c) Considere apenas as mol´eculas que se movem para a direita na dire¸c˜
ao x. Mostre que o valor
m´edio de v para essas mol´eculas ´e
hvx i = 

κT
2πm 

1/2

.

Dica: Considere que os movimentos nas trˆes dire¸c˜
oes s˜
ao independentes, ou seja,
P(~v )d3 v = P(vx , vy , vz )dvx dvy dvz = P(vx )P(vy )P(vz )dvx dvy dvz
Dados: massa atˆ
omica do Neˆ
onio = 40g.

1

Calcule a densidade do cobalto HCP sabendo que seu raio atˆ omico ´e R = 0. (b) Mostre que o empacotamento mais denso. Uma rede muito importante que n˜ ao foi mencionada na Aula 6 ´e a HCP (do inglˆes hexagonal close packed) ou hexagonal de empacotamento justo. (c) O cobalto ´e um elemento que se apresenta com frequˆencia na forma HCP com c/a = 1. no centro do hex´ agono. como a origem. igual a 0.622. Neste caso. A rede HCP n˜ ao ´e uma rede de Bravais mas pode ser obtida a partir da rede hexagonal(que ´e uma rede de Bravais) se consideramos uma base formada por dois a´tomos. Os vetores primitivos da rede hexagonal podem ser definidos como √ √ a a 3a 3a ~a1 = xˆ + yˆ ~a2 = − x ˆ + yˆ ~a3 = cˆ z 2 2 2 2 Na figura da direita vemos a rede HCP. Rede hexagonal Rede HCP (a) Quantos s´ıtios h´ a na c´elula convencional? Justifique sua resposta.63 a 3 Dica: Quando o empacotamento for m´ aximo.125 nm e a massa tˆ omica. 2 . Vamos considerar a esfera negra de baixo. aparece quando r 8 c = = 1.0 g.4. a outra esfera negra est´ a na posi¸c˜ ao ~r1 = 1 1 2 ~a1 + ~a2 + ~a3 . a esfera na origem e as que est˜ ao em ~r1 e em ~r2 = ~a2 se tocam.74. A base de dois a´tomos est´ a representada por esferas em negro. 58. 3 3 2 onde os vetores primitivos s˜ ao os da rede hexagonal. Esse nome refere-se a ao fato de que ´e uma rede derivada‘da rede hexagonal com uma fra¸c˜ ao de empacotamento alta.

Explique isso. 6. raio atˆ omico de 0. (b) Em que temperatura a raz˜ ao entre as popula¸c˜ oes ser´ a 1/2? (c) Muitas vezes estados fora do equil´ıbrio s˜ ao considerados como tendo temperatura absoluta negativa. sendo E2 > E1 .152 nm e massa atˆ omica de 6. 3 . Vamos ver numericamente o que isso significa considerando um determinado dispositivo emitindo luz laser com comprimento de onda λ = 550 nm. quando comparada a` luz emitida por um filamento de tungstˆenio de uma lˆ ampada incandecente? (e) O que ´e fotˆ onica e qual a sua importˆ ancia tecnol´ ogica? 7. Pesquise e escreva um pequeno texto baseado nas perguntas abaixo.5. Calcule sua densidade. (a) O que ´e luz laser? (b) Qual a origem do nome laser? (c) Quando e por quem foi produzida a luz laser pela primeira vez? (d) Quais as principais caracter´ısticas da luz laser. O l´ıtio tem estrutura BCC. Como vocˆe deve ter entendido na quest˜ ao anterior. considerando o sistema fora do equil´ıbrio. Dica: veja a Atividade 1 da Aula 7. para que exista a luz laser ´e fundamental que seja poss´ıvel inverter a popula¸c˜ ao de dois determinados n´ıveis atˆ omicos. (a) Num sistema em equil´ıbrio. qual ser´ a a raz˜ ao entre as popula¸c˜ oes η2 e η1 dos n´ıveis de energias E2 e E1 ? Suponha que a temperatura seja T = 300 K.94 g/mol. com η2 > η1 . Para sua referˆencia o valor tabelado ´e ρtab = 0.534 g/cm3 . referente a` transi¸c˜ ao entre dois estados excitados de energias E1 e E2 .