You are on page 1of 14

PROFECIAS

Quando se fala em profecias, vêm à nossa mente os visionários do futuro.
No entanto, profeta é mais do que um adivinho do futuro. Profetas também
pregavam a reforma moral sendo catalisadores de reformas sociais e
políticas. Profetas porém sempre foram incompreendidos e perseguidos em
seu tempo por trazerem idéias e novas revelações espirituais que de uma
forma ou de outra faziam a sociedade questionar os seus valores ou a
prática de seus valores.
Na história do Cristianismo, a começar com Jesus Cristo, que foi
perseguido pelos religiosos da sua época, há inúmeros profetas que foram
chamados de hereges ou apóstatas nos seus tempos mas que depois foram
reconhecidos como pessoas de visão e cognominados de santos. O
apóstolo Paulo foi chamado de líder da seita dos nazarenos (Atos 24.5
Porque tendo nós verificado que este homem (Paulo) é uma peste e
promove sedições entre os judeus esparsos por todo o mundo. Sendo
também o principal agitador da seita dos nazarenos).
Martinho Lutero também foi chamado de líder da seita dos luteranos após
a sua cisão da Igreja Romana.
Na Índia, Sidarta Gautama, o Buda, devido ao rápido crescimento de seus
seguidores foi apedrejado por sacerdotes brâmanes ortodoxos irados com o
que consideravam como o maior herege que já havia aparecido na Índia.
Buda era uma ameaça ao poder da hegemonia religiosa social dos
sacerdotes Brâmanes pois o Budismo desprezava o sistema de castas
sociais pregando a possibilidade da iluminação espiritual a qualquer um,
fosse ele sacerdote ou pária.
Da mesma forma, os primeiros cristãos, sendo escravos, foram acusados e
perseguidos por pregarem o Reino de Deus, tendo como rei, Jesus e não o
Imperador Romano. Para quem não entendesse o significado do reinado
espiritual de Jesus Cristo, pareceria que os cristãos planejavam uma
revolução armada contra o Imperador Romano.
Maomé também sofreu adversidade por pregar o monoteísmo contra o
politeísmo árabe. Maomé foi envenenado por seus adversários mas
sobreviveu.
O Budismo nasceu na Índia, espalhou-se para a China, Coréia e Japão.
Outra corrente de expansão seguiu-se para o Sudeste asiático.
No Japão do século 13, o Budismo havia se tornado uma religião que
somente se interessava pelo poder através de sua aliança com os senhores
feudais (Xoguns) e samurais. Pouco se preocupava com a mudança moral
do indivíduo devendo o mesmo somente crer em Buda para poder atingir a
iluminação espiritual.
Devido a isto, a sociedade japonesa da época viu somente lutas
descontroladas pelo poder entre os senhores feudais.
Um monge erudito chamado Nichiren tentou várias vezes convencer os
senhores feudais a se arrependerem e seguirem o caminho reto de acordo
com as doutrinas budistas originais. No entanto, foi perseguido e
condenado à morte pela espada do qual foi salvo milagrosamente.
O apóstolo Paulo uma vez disse que a verdadeira religião é a que é a mais
perseguida.
Este livro é uma pesquisa sobre as profecias relativas à segunda vinda do
Messias.
Todas as religiões pregam a segunda vinda de seus fundadores. Se os
fundadores destas religiões foram todos perseguidos e caluniados, não
seria correto pensar que na sua segunda vinda cada um destes fundadores
também não seriam novamente perseguidos e caluniados? Também não
seria lógico concluir que a segunda vinda de todos os fundadores de todas
as religiões seria consumada pela vinda de um só homem que tomaria
responsabilidade pela missão de todos eles ?
Tal homem provavelmente seria um dos homens religiosos mais
perseguido e caluniado de todos os tempos.
A mídia norte-americana menciona uma pessoa como o líder religioso
mais perseguido e caluniado na história humana.
Esta pesquisa durou dois anos e me surpreendeu pela quantidade de
profecias sobre a segunda vinda do Messias. Algumas chegam a ser
extremamente minuciosas e claras.
A única dificuldade para o leitor ocidental talvez sejam as profecias do
profeta oriental Nam Sa Go, uma vez que para que as profecias possam ser
lidas, há que se ter conhecimento de caracteres chineses arcaicos. No
entanto o livro em que se encontram estas profecias originais está
disponível na língua japonesa a qualquer um que quiser se aprofundar no
assunto de profecias.

Japão, 20 de Julho de 1997
Profecias do Budismo e Hinduísmo

Analisemos as profecias do Hinduísmo :

Quando as práticas ditas pelos Vedas e as instituições da Lei tiverem
quase cessados e o fim da era de Kali estiver no fim, uma parte deste
ser divino irá descer à terra....Ele (Messias) irá então restabelecer a
retidão na terra e as mentes daqueles que vivem no fim da era de Kali
serão acordadas e serão como cristal. Os homens que são agora
mudados pela virtude deste tempo especial serão as sementes de seres
humanos e darão nascimento a uma raça que seguirá as leis da era de
Krita, a era da pureza. Como está dito: ‘Quando o Sol e a Lua
estiverem na única casa, a era da pureza retornará.

Hinduísmo. Vishnu Purana 4.24

Podemos ver pelas profecias que o Messias virá quando o mal estiver no
seu ápice, no fim da era de Kali (ou era da escuridão) estiver no fim.
Também diz sobre a vinda de uma era de pureza quando o sol e a lua
estiverem juntos.
A era de Kali terminou oficialmente em 1948 de acordo com o Budismo e
sem dúvida nenhuma esta é uma das mais conturbadas épocas da história
humana. Neste século além de duas guerras mundiais, aconteceram várias
revoluções e conflitos locais; além de crimes, terrorismo, corrupção,
doenças e decadência moral. Esta é certamente a época descrita nesta
profecia.
Veja também o que o Islamismo e o Judaísmo dizem em suas escrituras
sobre os últimos dias:

A sociedade será coberta por guerras ,cheia de devastação …
Admoesto-lhe sobre as guerras do futuro.Tú não tem idéia da enorme
quantidade do mal que elas possuem.

Islamismo.Nahjul Balagha,Khutba 141

Com o anúncio do Messias, a presunção aumentará e a ambição
atingirá o seu ápice….Os acadêmicos dar-se-ão a fornicação…..
a sabedoria dos escribas tornar-se-á insípida…..Filhos envergonharão
os pais e os pais irão contra os filhos. A face desta geração será como a
face de um cão.

Judaísmo. Mishnah,Sota 9.15

Veja também II Timóteo 3.1-5 no Novo Testamento:

Sabe porém isto; nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis. Pois os
homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes,
blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes,
desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis,
inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, antes amigos dos
prazeres que amigos de Deus.

Sidarta Gautama, o Buda há 2500 anos atrás na Índia, previu a sua segunda
vinda. O Buda da segunda vinda é chamado de Metreya (significando
“amigo”).
No Japão é chamado de Miroku e na Coréia de Miruk. Buda previu que
sua volta se daria um pouco antes da era de Kali terminar (ou seja, antes de
1948), que terá milhares de seguidores e que ensinará a verdadeira Lei:

Eu sou agora o perfeito Buda e haverá também a vinda de Metreya.
Antes que esta mesma era (era de Kali) vá até o fim dos seus anos.
Budismo.
Anagata-vansa

E nestes dias irmãos, aparecerá no mundo o Elevado chamado
Metreya. Ele será um completamente Iluminado, cheio de sabedoria e
bondade. Feliz, com o conhecimento dos mundos, insuperável como
guia dos mortais prontos a seguir, um mestre para deuses e homens,
um enaltecido , um Buda como agora eu sou....A Lei, bela na sua
origem, bela no seu progresso, bela na sua consumação, ele a
proclamará tanto no espírito como nas letras, o mais alto
padrão de vivência ele o fará ser conhecido. Em toda sua plenitude e
em toda sua pureza, assim como eu o faço agora. Ele será
acompanhado por uma congregação de milhares de irmãos como eu
sou agora acompanhado de uma centena de irmãos.

Budismo. Digha Nikaya 3.76
As conclusões que podemos tirar de todas estas profecias são:

1-O Messias virá numa época quando o mal atingir o seu ápice.
2-O Messias voltará um pouco antes do fim da era de Kali (antes do
ano de1948)
3-O Messias ensinará a verdadeira Lei e estabelecerá uma reforma.
4-O Messias terá milhares de seguidores.
5-O Messias virá quando o sol e a lua estiverem juntos.
As Profecias de Gerolamo Tovazzo

Há muitas profecias sobre o fim do mundo e a segunda vinda do Messias
principalmente na Europa nos últimos 400 anos. Certamente o mais
famoso e comentado é Nostradamus da França, mas há ainda alguns
poucos conhecidos como Gerolamo Tovazzo da Itália, Grigori Iefimovitch
da Rússia e João Belquior Bosco da Itália.Vamos analisar primeiro as
profecias de Gerolamo Tovazzo.

Tovazzo nasceu ao norte da Itália em 1686 tendo morrido em Roma em
1769. Escreveu um livro de profecias chamado “Jardim Profético” que
relatam profecias sobre o final dos tempos. Analisemos as sequências das
profecias relativas à segunda vinda do Messias:

Roma degenerada acabará nas cinzas.
E o sinal do grande evento encontrá-lo-ás na glória do advento.
Esse será o tempo do papa solar; vermelho será o hábito talar.”
Atentos para os dias do dono do raio. A suportação dos sábios estará
no limite. Muitas terras abaladas, tremerão e mais montanhas
desaparecerão.
A cidade florida será engolida e o vale verde ficará amarelecido.
O mar enlouqueceu. Viram Belona dos lados de Savona
Um arado profundo passará sobre as terras do mundo.
E o sinal mais amplo virá do Oriente onde nascerá o grande sábio.”
Quando o milênio estiver no fim, os cristãos serão substancialmente
pagãos.
A única fé estará no dinheiro e no poder; triunfarão o engano, a
corrupção e a violência.
Muitos serão os desertores no tempo dos novos gladiadores.
E a fé ressurgida não partirá de Roma putrefata, mas da cidade solar
do Oriente”.
Passa a sombra de um anjo sobre a vereda; escancaradas as portas do
cemitério. Um trovão tremendo, um redemoinho, uma flecha; e tudo
passará depressa.
Virá como um ladrão o Grande Dono; ( Jesus disse que voltaria como
um ladrão, ou , seja, que voltaria de surpresa).

I Tessalonicenses 5.2: Pois vós mesmos estais inteirados com precisão de
que o Dia do Senhor vem como ladrão de noite.
Sentireis apenas um grande abalo.
Quando o sete encontrar o sete ( Nostradamus também faz referência
ao “Grande Sete”perto do fim do milênio) A humanidade inteira
estará em aperto. Voltarão os mortos, cairá o firmamento
Para todos no vale há o grande encontro. O anjo piedoso escreverá
sobre o cálice:
“Aqui jaz”.Finalmente a terra repousará em paz.

Conclui-se destas profecias que no Oriente nascerá o grande sábio que
certamente é o Messias e também que o ressurgimento da fé (no caso,
a fé cristã) partiria do Oriente no final deste século.
As Profecias de Rasputin

Grigori Iefimovitch ou como era conhecido, Rasputin, nasceu em 1872 na
aldeia Pokrovskoye na Rússia Imperial, numa família de camponeses.
Aos 22 anos teve uma visão de Maria, mãe de Jesus Cristo, acompanhada
de anjos, enquanto arava no campo. Sendo amigo de um seminarista da
Igreja ortodoxa russa, Rasputin acabou vivendo em um mosteiro e depois
acabou abandonando a vida de camponês para dedicar-se à vida religiosa.
Influenciado por um eremita siberiano (que o chama de profeta escolhido
por Deus para divulgar o ressurgimento de Cristo aos povos), Rasputin
começou a pregar para o povo e a fazer curas.
Devido à sua popularidade, Rasputin dentro de pouco tempo, tornou-se
frequentador constante da corte imperial russa.
Tendo curado o príncipe Alexei que sofria de hemofilia, gozou de prestígio
e poder, o que levou os nobres temerosos de Rasputin, a assassiná-lo em
1916.
Sempre trocou correspondência com a czarina da Rússia que depositava
completa confiança nele. Embora sua figura seja para nós um tanto
obscura, a verdade é que Rasputin realmente conseguiu prever fatos
históricos como a Revolução Russa, a Segunda Guerra Mundial, a queda
do comunismo e também a segunda vinda do Messias. Suas cartas à
czarina da Rússia, encontradas na cidade de Odessa em 1927 foram
enviadas à Biblioteca de Moscou. O conteúdo parcial destas cartas foram
publicadas depois no resto da Europa.
Vejamos o que Rasputin nos diz sobre a segunda vinda do Messias:

Quinze luas depois da morte, a mãe santa será retirada dos altares (a
religião será banida) e um coro de setecentos demônios (o parlamento
soviético tinha cerca de 700 membros) cantará uma nova música (um
novo regime político) sobre um pântano de sangue.
Não passará muita água sob as pontes antes que em família se
desencadeie uma briga furiosa (dissensões internas).
A cruz será jogada no porão e martelos golpearão os altares (a foice e
o martelo eram símbolos do Comunismo russo) e chamas devorarão as
Igrejas.
Assim começará a caça à serpente (nazismo). Mas o abutre (Stalin)
confiará a espada a uma nuvem que matará a serpente na terceira lua.
O abutre perseguirá depois os seus vermes até que seja espetada de
lado a lado.
Quando o estábulo estiver cheio de bois, serão abertas as portas e
então adeus santa; adeus santa das santas.
Isso acontecerá na época do sol. Para a cruz haverá blasfêmia e
chegará o dia em que não bastará a terra para sepultar os mortos.
Mas o Império durará pouco. Quando o sol se desencadear, não
crescerá nunca mais um fio de grama nas colinas do Volga. Só depois
de grande desolação e grande perturbação a cruz da santa voltará
para os altares.
E a serpente e o abutre nunca mais serão temidos; assim na santa;
como na santa das santas, onde um grande homem virá para fazer
justiça.
A santa mãe (os russos chamam Rússia de mãe) será guiada pelo urso
pardo (Stalin) com a espada de aço (Stalin significa aço).Lágrimas e
sangue ficarão no seu caminho.
Sua primeira dança será na floresta, mas será breve. A segunda
ocorrerá sob as estrelas. Mas as estrelas se apagarão e o urso cairá
sobre a espada, que o traspassará.
O urso branco (Messias) guiará a santa mãe (Rússia) na época da
geração feliz (nova juventude russa) quando o incêndio tiver sido
dominado (fim do comunismo na Rússia). A sua espada será de ouro e
no caminho deixará o perfume delicioso de flores desconhecidas e o
sorriso de crianças felizes. O urso branco (Messias) virá de muito
longe e trará uma nova Lei (uma nova Revelação). Brilhará como o
SOL, mas terá o nome da LUA. A sua herança será a sabedoria.

Após analisarmos as profecias do Hinduísmo, Budismo, Gerolamo
Tovazzo e Rasputin podemos já sumarizar as pistas que nos possibilitam
saber como será a segunda vinda do Messias.

1-Virá quando o mal estiver no ápice, quando haverá o caos social e
guerras.
2-Virá um pouco antes do fim da era de Kali, isto é, um pouco antes de
1948.
3-Ensinará a verdadeira Lei, ou seja trará uma nova Revelação
espiritual.
4-Terá muitos seguidores.
5-Virá do Oriente.
6-A era da pureza virá quando o sol e a lua estiverem juntos.
7-Seu nome será conectado com a lua.
As Profecias de Dom Bosco

João Belquior Bosco, mais conhecido como Dom Bosco nasceu em I
Bechi na Itália aos 16 de Agosto de 1815. Aos dez anos teve seu primeiro
sonho profético dentre um total de 40 sonhos que teve em toda sua vida.
Grande precursor no ensino aos jovens carentes, Dom Bosco fundou a
Sociedade de Francisco de Sales em 1859 com este propósito. Dom Bosco
faleceu em Turim, na Itália aos 73 anos de idade em 1888.
Em 1883, Dom Bosco teve um sonho profético sobre a América do Sul.
Dom Bosco sonhou ter visitado vários locais que se supõe ser o Centro-
oeste brasileiro.
Vejamos a descrição deste sonho:

Por mais de mil milhas costeamos a margem de uma floresta virgem
(Amazônia) ainda hoje inexplorada. O meu olhar conseguia uma
potência visual maravilhosa. Não tínhamos obstáculos para alcançar
essas regiões.
Não apenas as cordilheiras (Andes) mas também as cadeias
montanhosas isoladas naquelas planícies imensas eram vistas por
mim.
Entre o grau 15 e o grau 20 havia uma sinuosidade bem longa e larga
que partia de um ponto onde se formava um lago.
Então uma voz disse repetidamente que quando fossem escavadas as
minas escondidas entre esses montes, apareceria então a terra
prometida (Reino dos Céus na terra) cheia de leite e mel e haveria alí
uma riqueza inconcebível.”(Canaã na Bíblia também é descrita como
tendo abundância de leite e mel. Veja Exôdo 3.8 e Números 14.8 no
Velho Testamento).

Messias no conceito bíblico é aquele que constrói o templo na terra
prometida.
As Profecias de Nostradamus

Michel de Nostredame ou Nostradamus nasceu na cidade de Saint-Remy
na França aos 14 de Dezembro de 1503.
Estudou medicina na Universidade de Montpellier.
Aos 22 anos iniciou carreira de médico.
Em 1546 começou a escrever o livro de profecias chamado Centúrias.
Tornou-se famoso por suas profecias e por isto ficou sendo conselheiro dos
reis Henrique II, Francisco II e Carlos XI da França. Faleceu em 2 de Julho
de 1566. Existem vários livros sobre as profecias de Nostradamus. O autor
John Hogue escreveu o livro Nostradamus e o Milênio (Editora Nova
Fronteira).
Na página 174 deste livro, John Hogue nos mostra as profecias
concernentes à vinda de um novo mestre espiritual que surgirá no fim do
milênio para guiar a humanidade. Vamos analisar estas profecias e depois
compará-las com as profecias anteriores:

Ele aparecerá na Ásia e se sentirá em casa na Europa.
O homem do Oriente deixará seu trono.
Cruzando os Apeninos para ver a França.
Ele voará pelo céu.
Ele voará pelo céu, pelas chuvas e pelas neves.
E golpeará todo mundo com seu bastão.
Ele aparecerá na Ásia e se sentirá em casa na Europa.
O descendente do grande Hermes.

Bastão segundo a Bíblia significa a palavra de Deus (Isaías 11.4 : E Ele
ferirá a terra com a vara de sua boca e com o sopro dos seus lábios matará
o ímpio). Isto coincide com as profecias hinduístas que falam que o
Messias ensinará uma nova revelação. Isto explicaria também o porque ele
será perseguido, pois até hoje ninguém que trouxe algo novo tanto no
campo religioso ou científico foi bem aceito no começo.
Também segundo Nostradamus, o Messias aparecerá no Oriente, tal qual
as profecias de Gerolamo Tovazzo. Investiguemos mais as profecias de
Nostradamus:

Um homem será acusado de destruir os templos e as religiões
alteradas pela fantasia. (será chamado de herege)
Ele ameaçará muito mais as pedras do que os vivos.
Orelhas cheias de sermões adornados.”
As religiões se unirão contra os vermelhos. A cor rosa estará no centro
da cena mundial.
Eles falarão a verdade de boca fechada. Então, no tempo das
necessidades, o esperado virá atrasado.(veja também Lucas 17,22 : A
seguir dirigiu-se aos discípulos; virá o tempo em que desejareis ver um
dos dias do Filho do Homem e não o vereis.)

Na véspera de outra devastação, quando a igreja pervertida estará no
topo de sua mais alta e mais sublime dignidade.
Haverá alguém oriundo de uma longa e estéril linhagem que libertará
o povo da escravidão voluntária e o colocará sob a proteção de Marte.
A chama de uma seita se espalha pelo mundo.

Pelos versos acima parece claro que o Messias será perseguido novamente
na sua segunda vinda acusado de heresia e que terá conecção com a cor
vermelha.

Gerolamo Tovazzo nos diz que “esse será o tempo do papa solar”e que
“Vermelho será o hábito talar”.

Mais cedo ou mais tarde vocês verão muitas transformações.
Horrores extremos e vinganças. A Lua é conduzida por seu anjo,
Os céus se aproximarão do equilíbrio.
O segundo para o último dos homens do profeta.
Terá o dia da Lua como seu dia de descanso silencioso.

Esta quadra coincide com a profecia hinduísta que nos diz que o sol e a lua
estarão juntos e a profecia de Rasputin que nos diz que o Messias
“brilhará como o Sol mas terá o nome da Lua”.

Ele terá o dia da Lua como seu dia de descanso silencioso.
Ele viajará muito em seu caminho para enfurecer, libertando um
grande povo da sujeição. Ele aparecerá na Ásia e se sentirá em casa na
Europa. O homem do Oriente deixará seu trono.
Cruzando os Apeninos para ver a França. Ele voará pelo céu.

Nesta quadra podemos ver que o Messias viajará bastante pelo céu, o que
nos leva a pressupor se tratarem de viagens de avião.
Na centúria 1, verso 17 lemos também:

Por quarenta anos o arco-íris não será visto.
Por quarenta anos será visto todos os dias.

No tempo da segunda vinda do Messias haverá quarenta anos de
sofrimento e quarenta anos de prosperidade.

E no verso 98 lemos:

O líder que irá conduzir grande número de pessoas longe de seus céus
para costumes e línguas estrangeiras.

O Messias irá fazer com que as barreiras de nacionalismo sejam
ultrapassadas.

Na centúria 2, verso 27 lemos:

A Palavra divina será enviada do céu
Aquele que não pode mais esperar.
O segredo enfocado com a revelação.
Tal que irão marchar mais e em frente.”

Podemos ver por este verso que o Messias trará uma nova revelação do
Céu.

Na centúria 7, verso 14:

Ele irá expor a falsa topografia
As urnas e tumbas serão abertas
Seita e filosofia se desenvolvem
Negro para o branco e novo para o velho.”

Por estes versos entendemos que o Messias irá unir as raças.

Na centúria 10, verso 74

Cumprido o ano do grande sete.
Aparecerá no tempo da hecatombe.
Não muito longe do grande milênio.
Quando os sepultados sairão de suas tumbas”.

Haverá também “um grande sete” tal qual a profecia de Gerolamo
Tovazzo.
Se compararmos as conclusões chegadas da análise das profecias de
Nostradamus e compararmos com as conclusões chegadas através da
análise das profecias do Hinduísmo, Budismo, Gerolamo Tovazzo,
Rasputin e Dom Bosco, teremos um perfil mais completo do Messias que
virá :

1-Virá quando o mal estiver no seu ápice
2-Virá quase no fim da era de Kali (antes de 1948)
3-Ensinará a verdadeira Lei, trazendo uma nova revelação
4-Terá muitos seguidores
5-Virá do Oriente
6-Virá quando o sol e a lua estiverem juntos
7-Seu nome será conectado com a Lua
8-Será perseguido pelas religiões tradicionais
9-Viajará muito

Ainda faltam alguns capítulos para concluir este livro.
Se o senhor(a) achou interessante este livro, convidamos a todos para
uma palestra de um dia sobre as profecias para o século 21, ou mais
precisamente, o ano 2012. Na palestra a cópia completa deste livro
será abordada. Geralmente a palestra é no sábado ou domingo.
Mande um e-mail para escrituras21@gmail.com .

Publicado em 2002
Todos os direitos reservados, exceto a inclusão de breves citações,
nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida sem a permissão
escrita do autor
Copyright©2002