You are on page 1of 44

CONTABILIDADE BÁSICA

EQUIPE DE ELABORAÇÃO

Direção Geral

Prof. Ms. Hércules Pereira

Coordenação Pedagógica

Prof. Ms. Luiz Annunziata
Diretoria Acadêmica

Coordenação Editorial

Leeladhar
Diretoria de Marketing

Organização/Revisão

Prof. Vinícus Maciel

Projeto Gráfico/Editorial

Carla Salgado
Marcos Mello
Rosane Furtado
Sandro Brigida
Wallace Machado
Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento Institucional

Revisão Ortográfica

Penha Faria

© 2008 Todos os direitos reservados
Av. Geremário Dantas, 1286 - Freguesia - Jacarepaguá
CEP: 22760-401 - Rio de Janeiro - RJ
INSTITUTO DE GESTÃO EDUCACIONAL SIGNORELLI

www.signorelli.srv.br
Contabilidade Básica

3

Contabilidade Básica

APRESENTAÇÃO

Prezado Cursista,
O guia de estudo que você recebeu foi formulado a partir de uma bibliografia
especializada sobre o tema, com o objetivo de orientar suas pesquisas, análises e
reflexões, bem como facilitar a fixação dos conteúdos propostos. Desse modo, a
metodologia empregada priorizou o estudo de casos como forma de aprendizagem,
na qual são apresentadas ao aluno algumas situações problematizando diversos
assuntos abordados, ao final de cada unidade, objetivando sua compreensão,
análise e solução. Tal abordagem faz com que o estudante avalie criticamente os
conteúdos enfocados, desenvolvendo habilidades necessárias ao bom desempenho
do profissional no mundo atual. Além disso, para contribuir ainda mais com seu
auto-estudo, são indicados sites para pesquisa e leituras complementares, bem
como propostas atividades práticas ao final de cada unidade, não sendo necessária
a correção do professor.
A disciplina é oferecida sob a forma de educação a distância, privilegiando o
auto-estudo e sendo mediado por material didático e apoio da Orientação Acadêmica a distância, com encontros e avaliações presenciais.
A metodologia do trabalho combina atividades teóricas e práticas com o
objetivo de possibilitar aos participantes articularem momentos de reflexão com
momentos de aplicação dos conhecimentos adquiridos à realidade. As técnicas
adotadas obedecem a uma seqüência de atividades na qual as análises sobre fatores, que contribuem ou dificultem a integração dos programas de EAD, resultem
na discussão e participação de todos.
A organização dos módulos define um núcleo temático consistente e atual,
diversificando as perspectivas de pesquisa e de análise históricas, sociológicas,
filosóficas, pedagógicas e éticas, tendo em vistas questões que a LDB, Lei 9394/96,
propõe, principalmente no seu Art. 64 sobre a formação de profissionais de educação.
Ao final do curso, você estará apto a realizar uma avaliação presencial como
parte do processo de avaliação global da disciplina.
Lembre-se que o serviço de Orientação Acadêmica está disponível para solucionar possíveis dúvidas no decorrer de seus estudos.

PRODUÇÃO

4

Contabilidade Básica SUMÁRIO 7 UNIDADE I 16 UNIDADE II 24 UNIDADE III 37 UNIDADE IV 43 CONSIDERAÇÕES FINAIS 44 REFERÊNCIAS Contas Atos e Fatos Adminstrativos Escrituração Balancete e Razonete PRODUÇÃO 5 .

PRODUÇÃO 6 . Balancete e Razonete. e traz conceitos básicos para o Curso de Contabilidade. levando-o a entender os conceitos básicos sobre Contas. A disciplina Contabilidade Básica é um dos alicerces do Curso de PósGraduação em Contabilidade. questionadas e ampliadas pelo profissional de direito. Escrituração. Atos e Fatos Administrativos.Contabilidade Básica APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA Prezado (a) Estudante. é uma disciplina importante. O objetivo da disciplina Contabilidade Básica consiste em apresentar informações que podem e devem ser discutidas.

Por exemplo: elemento Caixa. quando nos referimos aos componentes patrimoniais. elemento Veículos. elemento Móveis.). simplesmente. Até o presente. elemento Duplicatas a Pagar.CONCEITO DE CONTAS Veja o conceito do ponto de vista técnico: Conta é o nome técnico dado aos componentes patrimoniais (Bens.UNIDADE I CONTAS 1 . Obrigações e Patrimônio Líquido) e aos elementos de resultado (Despesas e Receitas). não diremos elementos e sim contas (conta Caixa. Contabilidade Básica 7 . não apresentaremos nada de novo. Direitos. falamos em elementos. conta Veículos etc. quando nos referirmos aos componentes patrimoniais. Agora.

mas permitem apurar o resultado do exercício. encerrandose no final do mesmo. aquele que nos interessa é o que as classifica em dois grupos (Teoria Patrimonialista): ▪ Contas Patrimoniais ▪ Contas de Resultado 2. são registrados em livros próprios através de contas.Contas de Resultado As Contas de Resultado dividem-se em Contas de Despesas e Contas de Receitas. os Direitos. etc. lápis. através do Balanço Patrimonial. As Despesas são registradas pela Contabilidade através das Contas de Resultado. pois até agora só nos referimos a elas. Aparecem durante o exercício social. As Contas de Resultado são aquelas que representam as Despesas e as Receitas. Todos os acontecimentos que ocorrem na empresa.Contabilidade Básica É através das contas que a Contabilidade consegue desempenhar o seu papel. o café consumido. papéis.). Dividem. Por exemplo: a energia elétrica consumida. desinfetantes. as vendas.2 . Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO Bens Caixa Veículos Direitos Duplicatas a Receber Promissórias a Receber Obrigações Fornecedores Duplicatas a Pagar Patrimônio Líquido Capital Lucros Acumulados 2. representam os Bens.1 . responsáveis pela sua gestão. Entretanto. os materiais de expediente consumidos (canetas. Despesas: decorrem do consumo de Bens e da utilização de serviços.se em Ativas e Passivas e são elas que representam o Patrimônio da empresa num dado momento. os recebimentos. detergente). você identificará o tipo de despesa: ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ Água e Esgoto Aluguéis Passivos Café e Lanches Contribuição de Previdência Descontos Concedidos Despesas Bancárias Fretes e Carretos Impostos Material de Expediente Juros Passivos Luz Material de Limpeza Salários Prêmios de Seguro Telefone PRODUÇÃO 8 . impressos etc. os pagamentos. Não fazem parte do Balanço Patrimonial. Por isso elas devem ser tratadas com bastante carinho pelos contadores. Vendo os exemplos de Contas de Despesas a seguir. 2 . vassouras. as Obrigações e o Patrimônio Líquido. como as compras. os materiais de limpeza consumidos (sabões.CLASSIFICAÇÃO DAS CONTAS As contas podem ser classificadas de acordo com vários critérios.Contas Patrimoniais As Contas Patrimoniais você já as conhece.

ao proceder à escrituração contábil. Todo contabilista. Logo. Portanto. O Plano de Contas é um elenco de todas as contas previstas pelo setor contábil da empresa como necessárias aos seus registros contábeis. No caso dos Descontos. quando figurar esse tipo de conta na nossa contabilidade. daí serem registrados na conta Descontados Obtidos. neste curso. Impostos: somente o Governo pode cobrar impostos. está sendo usada como adjetivo. São elas que permitem a escrituração dos atos e fatos ocorridos nas empresas. colocada após a palavra aluguéis. qualificando os Aluguéis de positivos (logo. ▪ A conta Aluguéis Ativos é Receita. dependendo da sua colocação. nunca Receitas. salários são Despesas da empresa. a conta Aluguéis Passivos não é do Passivo. sim. sendo as mais comuns representadas pelas seguintes contas: ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ Aluguéis Ativos Descontos Obtidos Juros Ativos Vendas Receitas de Serviços Existem Contas de Resultado que podem aparecer tanto no grupo das Despesas quanto no grupo das Receitas. Por isso. Por outro lado. Veja a diferença entre uma conta de Aluguéis que representa Despesa e uma conta de Aluguéis que representa Receita: ▪ A conta Aluguéis Passivos é Despesa. daí serem registrados na conta Descontos Concedidos. 3 . É o caso dos Aluguéis. Despesa). Note que as palavras passivos e ativos não têm nenhuma ligação com Ativo e Passivo do Balanço Patrimonial. Portanto. a palavras ativos. deve ter em mãos uma relação de todas as contas necessárias ao seu processo contábil.Contabilidade Básica Receitas: decorrem da venda de Bens e da prestação de serviços. Salários: os salários correspondem às remunerações pagas aos empregados pela prestação de serviços. Seguros: para efeito didático. Aluguéis negativos (logo. representam. Receita). não contabilizaremos. NOTAS: Você poderá encontrar ainda Aluguéis Pagos ou Despesas de Aluguéis para representar as despesas de aluguéis de Aluguéis Recebidos ou Receitas de Aluguéis para representar as receitas de aluguéis. as empresas nunca terão Receitas dessa natureza. O mesmo raciocínio deve ser aplicado às contas que registram Juros. dos Juros e dos Descontos. A diferença está nos adjetivos empregados. E são Receitas quando obtidos pela empresa. Alertamos você para analisar com cuidado os adjetivos que vamos apresentar a seguir. Existem em número menor que as Despesas. PRODUÇÃO 9 . a movimentação do Patrimônio de uma empresa de seguros. só pode ser Despesa. Como saber quando tais contas representam Despesas e quando representam Receitas? Na linguagem portuguesa existem palavras que possuem vários significados.PLANO DE CONTAS As contas são importantíssimas para os registros contábeis. são Despesas quando concedidos pela empresa.

8 FGTS a Recolher 20.1 Fornecedores 20. principalmente.2 Promissórias a Receber 12.10 Marcas e Patentes 12.7 Promissórias a Receber 10. à legislação pertinente.6 Móveis e Utensílios 12.12 (-) Amortização Acumulada 21.3 Promissórias a Pagar 20. ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO* 11.2 (-) Titular Conta Capital a Realizar 23.2 Promissórias a Pagar 22.13 Prêmios de Seguros a Vencer 20.Contabilidade Básica Cada empresa deve elaborar o seu Plano de Contas sempre obedecendo aos seus interesses e.6 PIS s/Faturamento a Recolher 20.11 Impostos e Taxas a Recolher 20.12 Provisões p/ Contribuição Social 20.4 COFINS a Recolher 20. PASSIVO CIRCULANTE 20.2 Duplicatas a Pagar 20.3 Aplicações Financeiras 10.9 Ações de Outras Empresas 10. RESULTADOS DE EXERCÍCIOS FUTUROS 22.1 Aluguéis Ativos a Vencer 22.11 Despesas de Organização 12.2 Títulos de Cobrança 24.3 Reservas de Correção Monetária do Capital 23.2 Outras Receitas a Vencer 22.2 Endossos para Cobrança PRODUÇÃO 10 .5 (+ ou -) Lucros ou Prejuízos Acumulados B – CONTAS EXTRAPATRIMONIAIS COMPENSAÇÃO DO ATIVO COMPENSAÇÃO DO PASSIVO 14.13 Provisão p/ Imposto de Renda 11.8 (-) Depreciação Acumulada 12.2 Imóveis de Renda 12.2 Banco Conta Movimento 10. CONTAS DE COMPENSAÇÃO 14.7 Contribuições de Prev.3 Computadores 12.6 (-) Provisão para Créditos de Liquidação duvidosa 10.8 ICMS a Recuperar 10.4 Reservas Legal 23.PASSIVO 10.9 Fundo de Comércio 12.1 Seguros Contratados 14. CONTAS DE COMPENSAÇÃO 24.1 Duplicatas a Pagar 21.5 Instalações 12.10 Dividendos a Pagar 20.5 ICMS a Recolher 20. ATIVO CIRCULANTE 10. PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO** 21.5 Duplicatas a Receber 10.10 Estoque de Mercadorias 10. PLANO DE CONTAS SIMPLIFICADO Gráfico I A – CONTAS PATRIMONIAIS 1 .4 Clientes 10. ATIVO PERMANENTE 12.11 Estoque de Material de Expediente 10.4 Imóveis 12.3 (-) Custos ou Perdas Correspondentes 23.12 Juros Passivos a Vencer 10.ATIVO 2 .1 Participações em Outras Empresas 12.1 Duplicatas a Receber 11.7 Veículos 12. PATRIMÔNIO LÍQUIDO 23.1 Caixa 10.9 Salários a Pagar 20.1 Capital 23. a Recolher 20.1 Contratados de Seguros 24.

16 Luz e Telefone 30.2 Descontos Obtidos 40. RECEITAS NÃO-OPERACIONAIS 41. DEDUÇÕES E PREJUÍZOS BRUTO 6 – RECEITA BRUTA. RECEITAS OPERACIONAIS 40.17 Material de Expediente 30. ** Obrigações cujos vencimentos ocorram após o término do exercício subseqüente.15 Juros Passivos 30.1 Ganhos em Transações do Ativo Permanente 31.1 Aluguéis Ativos 40.11 Encargos Sociais 30.8 Descontos Concedidos 30. DEDUÇÕES E LUCRO BRUTO PRODUÇÃO 11 .10 Despesas com Créditos de Liquidação Duvidosa 30.1 Perdas em Transações do Ativo Permanente 5 – CUSTOS.13 Fretes e Carretos 30.Contabilidade Básica * Direitos cujos vencimentos ocorram após o término do exercício subseqüente (seguintes).7 Depreciação 30.ATIVO 2 .12 FGTS 30.2 Aluguéis Passivos 30.1 Água e Esgoto 30.3 Amortização 30. Gráfico II C – CONTAS DE RESULTADO 1 .6 Contribuição de Previdência 30. DESPESAS OPERACIONAIS 30. DESPESAS NÃO-OPERACIONAIS 31. Os direitos cujos vencimentos ocorram no curso do exercício subseqüente estão no Ativo Circulante.20 Despesas Eventuais 40.9 Despesas Bancárias 30.4 Receitas Eventuais 41.14 Impostos e Taxas 30.19 Salários 30.5 Combustíveis 30. As obrigações cujos vencimentos ocorram no curso do exercício subseqüente estão no Passivo Circulante.18 Prêmios de Seguro 30.3 Juros Ativos 40.PASSIVO 30.4 Café e Lanches 30.

1 Compras Anuladas 61. DEDUÇÕES E ABATIMENTOS DAS VENDAS 51.2 Fretes e Seguros sobre Compras 60.1 Prejuízo sobre Vendas 7 – CONTAS DE APURAÇÃO DO RESULTADO 70.1 Compras de Mercadorias 30.4 ISS 51.2 Descontos Incondicionais Obtidos 62. Deduções e Lucro Bruto Contas de Apuração do Resultado PRODUÇÃO 12 .2 Receitas de Serviços 51. Note que os códigos das contas começam pelos seguintes algarismos: CONTAS Contas do Ativo Contas do Passivo Contas de Despesas Contas de Receitas Contas de Custos. PREJUÍZO BRUTO 52. RESULTADO LÍQUIDO 71. LUCRO BRUTO 62. colocamos as Contas de Resultado C. colocamos as Contas Patrimoniais A e as Contas Extrapatrimoniais B.1 Lucro sobre Vendas 52.3 ICMS sobre Vendas 51. toda vez que procedermos à escrituração. Código das contas: é o número que você encontra à esquerda de cada conta e serve para facilitar o seu manuseio. RESULTADO BRUTO 70.Contabilidade Básica 50.1 Vendas de Mercadorias 60.1 . CUSTOS DAS COMPRAS 30. Para facilitar. Deduções e Prejuízo Bruto Contas de Receita Bruta.2 Custo dos Serviços Prestados 70.1 Vendas Anuladas 51. RECEITAS BRUTA 60.2 Resultado do Exercício (RE) 3. ALGARISMOS 1 2 3 4 5 6 7 ▪ No gráfico II. DEDUÇÕES E ABATIMENTOS DAS COMPRAS 61.5 PIS sobre Faturamento 51.1 Resultado da Correção Monetária 71.Informações sobre o Plano de Contas simplificado Daqui em diante.2 Descontos Incondicionais Concedidos 51.3 Resultado da Conta Mercadorias (RCM) 71.6 COFINS 61. dividimos as contas em dois gráficos: ▪ No gráfico I.1 Custo das Mercadorias Vendidas (CMV) 70. precisaremos consultar esse Plano de Contas.

Observação: Grau de liquidez é o maior ou menor prazo no qual. pois representam disponibilidades imediatas. os móveis de uso da empresa.). Ativo Permanente Neste grupo você encontra classificadas todas as contas que representam os Bens ou Direitos que. Por exemplo. e assim por diante. é a ordem decrescente do grau de liquidez dos elementos registrados. Por isso. Ativo Circulante Neste grupo você encontra todas as contas que representam os Bens e os Direitos que. como. pela finalidade. o Plano de Contas utilizado apresenta apenas os grupos principais.Contabilidade Básica Informações sobre o gráfico I: Antes que apresentássemos o Plano de Contas simplificado. A conta Caixa e a conta Banco Conta Movimento são as que possuem maior grau de liquidez. representam recursos aplicados na empresa de maneira permanente.CONTAS PATRIMONIAIS 1. Promissórias etc. Veja: A . devido a sua finalidade. por exemplo. ATIVO No Ativo você encontra todas as contas que representam os Bens e os Direitos. estão em constante circulação. 12. dividindo-se em Ativo e Passivo. você havia aprendido que Contas Patrimoniais são aquelas que apresentam. os Títulos a Receber (Duplicatas. Ativo Permanente A ordem de disposição. as Duplicatas a Receber quando forem recebidas. Por exemplo. Bancos Conta Movimento etc. essas Contas Patrimoniais são agrupadas no Balanço Patrimonial em grupos e subgrupos. 10. Bens e Direitos podem ser transformados em dinheiro. PRODUÇÃO 13 . O lado do Ativo é composto pelos Bens e pelos Direitos e que o lado do Passivo é composto pelas Obrigações e pelo Patrimônio Líquido. a conta Caixa. os veículos de uso da empresa etc. que a todo instante está sendo movimentada (entra e sai dinheiro). a situação do Patrimônio da empresa. os Estoques de Mercadorias serão transformados em dinheiro quando forem vendidos à vista. Correspondem aos recursos aplicados em elementos que estão em franco movimento. Porém. e em sua maioria. segundo a legislação vigente. através do Balanço Patrimonial. Por exemplo. Ativo Circulante 11. 11. devidamente classificados em três grupos: 10. o mesmo ocorre com as contas de Estoque. Para facilitar. Ativo Realizável a Longo Prazo Neste grupo você encontra classificadas todas as contas que representam Direitos cujos vencimentos ocorram após o término do exercício social subseqüente. são as primeiras contas que aparecem no Plano de Contas. Ativo Realizável a Longo Prazo 12.

diminuídas dos custos e despesas correspondentes.No Ativo Permanente: 12. São contas que.) Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa . devidamente classificadas em quatro grupos: 20.5 ( + ou . 21. PASSIVO No Passivo você encontra as contas que representam as Obrigações e o Patrimônio Líquido.Contabilidade Básica NOTA: Contas Retificadoras do Ativo: você deve ter percebido que no Ativo apareceram três contas precedidas do sinal menos (-). no grupo do Patrimônio Líquido.8 ( . Passivo Circulante 21. NOTA: Também no lado do Passivo. ▪ ▪ Capital ( . Resultado de Exercícios Futuros Neste grupo você encontra contas que representam as receitas recebidas antecipadamente.) Titular Conta Capital a Realizar 23.6 ( .2 ( . Patrimônio Líquido Neste grupo você encontra as contas que representam o Patrimônio Líquido: ▪ ▪ ▪ 2.) Depreciação Acumulada 12. você encontra Contas Retificadoras: 23. Resultados de Exercícios Futuros 23. embora de natureza devedora. Passivo Exigível a Longo Prazo Neste grupo você encontra classificadas as contas que representam as Obrigações da empresa que têm vencimentos após o término do exercício seguinte. PRODUÇÃO 14 . Passivo Exigível a Longo Prazo 22. São elas: .) Titular Conta Capital a Realizar Reserva de Correção Monetária do Capital Reserva Legal (+ ou .) Lucros ou Prejuízos Acumulados As contas deste grupo representam os capitais próprios. representando prejuízos).) Amortização Acumulada 22. 23. Patrimônio Líquido 20.No Ativo Circulante: 10. figuram no Passivo pelas mesmas razões já expostas em relação às do Ativo.) Lucros ou Prejuízos Acumulados (quando o saldo for devedor. Passivo Circulante Neste grupo você encontra classificadas as contas que representam as Obrigações da empresa que vencem no curso do exercício seguinte.12 ( .

Contabilidade Básica B .1985. na apresentação do Balanço. tanto no lado do Ativo como no lado do Passivo. que torna obrigatória a escrituração das Contas de Compensação.CONTAS EXTRAPATRIMONIAIS Você encontra no Plano de Contas. Despesas (Operacionais e Não-operacionais) 4. Custos. devem ser demonstrados através da Demonstração do Resultado do Exercício. Receitas (Operacionais e Não-operacionais) 5. PRODUÇÃO 15 . através da Resolução CFC 612. Receita Bruta. de 17.12. em Notas Explicativas. bem como todas as contas utilizadas para sua apuração. não contempla essas contas.5. O resultado do exercício. Informações sobre o gráfico II: Didaticamente. classificamos as Contas de Resultado em cinco grupos: 3. NOTAS: A numeração das Contas de Resultados é seqüência das contas do gráfico I (Patrimoniais). as garantias prestadas a terceiros e outras responsabilidades eventuais ou contingentes seja indicados. porém dispões que os ônus reais constituídos sobre elementos do Ativo. A Lei n. O Conselho Federal de Contabilidade aprovou a Norma Brasileira de Contabilidade NBC T 2. As contas do grupo 7 são utilizadas para a Apuração dos Resultados Bruto e Líquido e da Correção Monetária das Demonstrações Financeiras. Deduções e Lucro Bruto 7. que você encontrará adiante. Deduções e Prejuízo Bruto 6. mas todas elas fazem parte do resultado operacional. A finalidade dessas contas é controlar os atos administrativos relevantes que possam efetuar futuramente a Situação Patrimonial da empresa.404/76. um grupo de Contas de Compensação. lucro ou prejuízo. das Sociedades por Ações. Contas de Despesas e Receitas As contas do grupo 5 e 6 foram separadas do grupo das Despesas e das Receitas Operacionais para facilitar o entendimento dos procedimentos relacionados com a apuração do Resultado da Conta Mercadoria.º6.

alguns atos administrativos poderão provocar alterações futuras no Patrimônio da empresa.UNIDADE II FATOS E ATOS ADMINISTRATIVOS 1 . Contabilidade Básica 16 . devem ser registrados através das Contas de Compensação. aval de títulos.ATOS ADMINISTRATIVOS Atos administrativos são os acontecimentos que ocorrem na empresa e que não provocam alterações no Patrimônio. fiança em favor de terceiros etc. admissão de empregados. de vendas e de seguros diversos. assinaturas de contratos de compras. Por esse motivo. Entretanto. Por exemplo.

...300 TOTAL ....... 300 Patrimônio Líquido Capital . suponhamos que na empresa L........ S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa .200 Lucros Acumulados ............. sem modificar o valor do Patrimônio Líquido... 4..... podendo ou não alterar o Patrimônio Líquido.... após este acontecimento.............. 500 Obrigações Salários a Pagar ......... N. pelo recebimento da Duplicata................................ S/A tenha ocorrido o seguinte: Recebimento da importância de R$ 500...................... 4.300 5.. fatos modificativos.000 Imóveis .......... NOTA: Para explicar cada tipo de fato administrativo........ referente a uma Duplicata................................ Os fatos administrativos podem ser classificados em três grupos: fatos permutativos. e diminuirá a conta Duplicata a Receber em R$ 500.............1 ...... 800 TOTAL ..... Por modificarem o Patrimônio............ 3.... Eis a situação patrimonial da qual partiremos: Balanço Patrimonial de L.. ao mesmo tempo........ Pode ocorrer troca entre os elementos do Ativo. N.. Esse fato aumentará o Caixa em R$ 500.............. fatos mistos......Fatos Permutativos Fatos permutativos são aqueles que permutam os elementos componentes do Ativo e/ou do Passivo.... em dinheiro.......... 2......Contabilidade Básica 2 .800 Direitos Duplicatas a Receber .... aumento e diminuição entre os elementos do Ativo.. partiremos da situação patrimonial a seguir representada (Balanço Patrimonial da empresa L... S/A)........ que será modificada com a ocorrência de cada um dos fatos administrativos apresentados nos exemplos.. pela entrada do dinheiro............. ficará assim: PRODUÇÃO 17 .................... 1..FATOS ADMINISTRATIVOS Fatos administrativos são os acontecimentos que provocam variações nos valores patrimoniais............ provocando...... entre os elementos do Passivo e entre ambos ao mesmo tempo...... devem ser contabilizados através das Contas Patrimoniais e das Contas de Resultado............ N.... a) Permutação entre Elementos Ativos Partindo do Balanço apresentado. O Balanço Patrimonial....

passou para a conta Caixa..800 Direitos..... no Balanço..... exista a importância de R$ 30................. Houve permutação entre elementos do Ativo. 1............. mas o valor do Patrimônio Líquido não se alterou... Esse valor deveria ter sido retido dos empregados..Contabilidade Básica Balanço Patrimonial de L.......000. 4... TOTAL .. N... é composto pela contas Capital e Lucros Acumulados........... não houve alteração no Patrimônio Líquido. de Imposto a Recolher........... Obrigações Salários a Pagar ......... no valor de R$ 300....... que estava em Duplicatas a Receber....... mas ainda não foi.....300 Note que a importância de R$ 500..200 Lucros Acumulados ................. já modificado pelo fato a............ S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa .. O Patrimônio Líquido...................300 b) Permutação entre Elementos Passivos Partindo do Balanço anterior.. 300 Patrimônio Líquido Capital ......... somam R$ 4. suponhamos que na conta Salários a Pagar.... Portanto. 4... registrada no Passivo....... vamos retirá-los da conta Salários a Pagar e transferi-los para conta própria......... representando o valor líquido dos salários que a empresa tem a pagar a seus empregados. tanto antes como depois do fato... 800 -0TOTAL ....... Para regularizar....... 2.. que... Note ainda que... 3. a título de Imposto de Renda... esse valor permanece o mesmo.......... juntas. PRODUÇÃO 18 ....500 Imóveis ..........

......................000 PRODUÇÃO 19 ... 270 Impostos a Recolher .... aumentará o Ativo e aumentará o Passivo..................................... não alterando o valor do Patrimônio Líquido...................... Veja como fica o Balanço Patrimonial após esse evento: Balanço Patrimonial de L....500 Imóveis ........ 700 Patrimônio Líquido Capital .. 3............................................ 1....... Com este evento...... 2................ o fato ocorrido poderá acarretar aumento ou diminuição na Situação Patrimonial....200 Lucros Acumulados ..................... 4... Aumento A compra de móveis e utensílios a prazo......... 4........ 800 TOTAL ........200 Lucros Acumulados ................ Balanço Patrimonial de L.. no valor de R$ 700...... 800 TOTAL ........................................ tanto em uma como em outra conta a referida importância representa Obrigação.. 700 Obrigações Salários a Pagar ......... 5......500 Imóveis ........ por exemplo.....800 Obrigações Salários a Pagar ............................ S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa ..... N..................... retirados da conta Salários a Pagar......... S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa ............... houve permutação entre elementos do Passivo.... Ambas são Contas do Passivo..... N........... 5....Contabilidade Básica Para a empresa L................ 1.........300 TOTAL ...........300 Note que apareceu uma conta nova — Impostos a Recolher — no valor de R$ 30. 30 Duplicatas a Pagar ........ S/A...... 2................................................................................... 3. N.... Logo...800 Móveis e Utensílios ..000 TOTAL ...30 Patrimônio Líquido Capital ...................................... 270 Impostos a Recolher ..... veja como fica o Balanço Patrimonial: c) Permutação entre Elementos do Ativo e do Passivo Neste caso.

.... 800 TOTAL .. Diminuição Suponhamos.... em dinheiro..... e o Passivo também aumentou para R$ 5...2 ... o qual permaneceu o mesmo.. diminuirá também o Patrimônio Líquido no mesmo valor.....000...... alteram o Patrimônio Líquido.. 5. 3....... 1..... N..... Veja a Situação Patrimonial após este evento: Balanço Patrimonial de L..........000...... Este evento diminuirá o Ativo.... referente a Despesas com o uso de telefones. sem interferência no Patrimônio Líquido.. tendo em vista a compra efetuada........ a Situação Patrimonial da empresa fica assim: PRODUÇÃO 20 .......... pela saída do dinheiro da conta Caixa............Contabilidade Básica Note que o Ativo aumentou para R$ 5.. 4.... no Patrimônio Líquido.... 2... de uma Duplicata no valor de R$ 500.... agora........ e diminuirá também o Passivo.. 4.000 Imóveis .. com a inclusão da conta Duplicatas a Pagar.200 Lucros Acumulados .......... consequentemente.. que a empresa L........ sem provocar alteração alguma no Patrimônio Líquido.. no mesmo valor....... e........... com a inclusão da conta Móveis e Utensílios. pela saída do dinheiro.. Após esse fato..... 30 Duplicatas a Pagar . Porém......... houve permutação entre elementos do Ativo e do Passivo ao mesmo tempo. Podem ocorrer duas situações: a) Diminuição Partindo do Balanço anterior. 700 Obrigações Salários a Pagar ... em dinheiro........ pela liquidação da Obrigação.............800 Móveis e Utensílios .................... N. por ser uma despesa... para mais ou para menos.. N........... Tal fato diminuirá o Caixa em R$ 100.Fatos Modificativos Fatos modificativos são aqueles que acarretam alterações......500 Note que. S/A pagou a importância de R$ 100.......... os fatos modificativos envolvem Contas de Resultado (Receitas e Despesas) e..500 TOTAL ... tanto no caso de aumento como no caso de diminuição... 270 Impostos a Recolher .................. S/A tenha efetuado o pagamento.... 200 Patrimônio Líquido Capital . S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa ..... devido à Obrigação contraída.. Os fatos permutativos envolvem apenas as Contas Patrimoniais..... suponhamos a ocorrência do seguinte fato: A empresa L...

..............800 Móveis e Utensílios ................ 200 Patrimônio Líquido Capital ........... 4.........400 Note que o pagamento da despesa diminuiu o Patrimônio... N....... diminuindo ou aumentando os lucros.............. 2.............. não é imediatamente após cada evento ocorrido que o contador altera o Balanço Patrimonial da empresa........Contabilidade Básica Balanço Patrimonial de L....... N............................... 270 Impostos a Recolher ..... 700 Obrigações Salários a Pagar .. 4. em dinheiro.................. 900 TOTAL ................200 Lucros Acumulados ................ 700 TOTAL ...................................... 4........................................... ficou com apenas R$ 700...... NOTA: É evidente que........... 3............... proveniente de Receitas de Aluguéis de Imóveis..... 900 Imóveis ......000.......200 Lucros Acumulados ... que tinha R$ 1.... 4.............. 30 Duplicatas a Pagar ... 1.600 PRODUÇÃO 21 .... Esse fato aumenta o Ativo pela entrada do dinheiro na conta Caixa e aumenta o Patrimônio Líquido pela Receita auferida..... agora... E a despesa com o uso de telefones diminuiu o lucro: a conta Lucros Acumulados......................... b) Aumento Suponhamos............................ S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa .. ficou com R$ 900.................. Estamos simulando situações apenas para você entender como o fato administrativo atua na Situação Patrimonial.... 30 Duplicatas a Pagar ...................600 TOTAL ............................................................. pois o Caixa................800 Móveis e Utensílios ............... que tinha R$ 800...... 200 Patrimônio Líquido Capital ... S/ A recebe a importância de R$200...... a ocorrência do seguinte fato: A empresa L. S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa ..... 2...... na prática. 270 Impostos a Recolher ...... 3...............100 Imóveis ........ N....... Veja a Situação Patrimonial modificada por este evento: Balanço Patrimonial de L.....400 TOTAL ..... 700 Salários a Pagar .

... Os fatos mistos podem acarretar aumento ou diminuição no Patrimônio: a) Aumento Partindo da Situação Patrimonial anterior... Então tivemos.. 950 TOTAL ... acarretar alterações no Ativo e no Patrimônio Líquido............ 1.. devido ao lucro obtido na venda..... S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa ..... 2................ que custaram R$ 700. PRODUÇÃO 22 .... R$ 20 de juros pelo atraso....... ao mesmo tempo.. pela extinção da obrigação de Duplicatas a Pagar.. no valor de R$ 200.. foram vendidos. O Balanço Patrimonial ficará assim: Balanço Patrimonial de L.... 4... ou no Passivo e no Patrimônio Líquido.. no Caixa........ 3......... 30 Duplicatas a Pagar .... pela saída de R$ 220 do Caixa....... pela saída de Móveis e Utensílios. N. por R$ 750. ou no Ativo. em dinheiro......Fatos Mistos Fatos mistos envolvem... portanto....................... O aumento verificado no Ativo. Pode.. pelo lucro auferido de R$ 50... e aumentará o Patrimônio Líquido........... pela redução dos lucros em R$ 20. Pagou.... b) Diminuição Suponhamos... e diminuição do Patrimônio Líquido. devido à despesa ocorrida..... acresceu o Patrimônio Líquido R$ 50... o mesmo valor do lucro....... 4.. no Passivo e no Patrimônio Líquido ao mesmo tempo....850 Imóveis .......... 270 Impostos a Recolher .... S/A efetuou o pagamento de uma Duplicata no valor de R$ 200.. Esse fato acarretará diminuição no Ativo............650 Veja que o Ativo sofreu permutação (diminuiu pela saída de Móveis e Utensílios e aumentou pela entrada do dinheiro na Caixa) e foi aumentado em R$ 50......Contabilidade Básica 5.................800 Obrigações Salários a Pagar .. aumentará novamente o Ativo. ou seja. agora.. a ocorrência do seguinte fato: A empresa L. 200 Patrimônio Líquido Capital ... pela entrada de R$ 750........ à vista... em dinheiro...650 TOTAL ..200 Lucros Acumulados .....3 .. N....... Tal evento diminuirá o ativo em R$ 700.... um fato permutativo e um fato modificativo...................... suponhamos a ocorrência do seguinte fato: Os móveis e utensílios............ portanto... um fato permutativo (permuta entre as contas Móveis e Utensílios e Caixa) e um fato modificativo (recebimento de Receitas pelo lucro obtido na transação).. ao mesmo tempo........ tendo pago também.. R$ 220..... diminuição no Passivo.

.....430 Também neste caso....200 Lucros Acumulados ............. 2.... S/A ATIVO PASSIVO Bens Caixa ....... 30 Patrimônio Líquido Capital ................630 Imóveis .................................800 Obrigações Salários a Pagar .. 3...... 4. veja o seguinte esquema: • Fatos Permutativos: envolvem apenas Contas Patrimoniais.... • Fatos Mistos: envolvem mais de uma Conta Patrimonial e uma ou mais Contas de PRODUÇÃO 23 ..... 270 Impostos a Recolher ................... ao mesmo tempo............ 930 TOTAL ........ 4................. 1..................430 TOTAL ...............................Contabilidade Básica A situação do Patrimônio passou a ser a seguinte: Balanço Patrimonial de L.................... tivemos....... N.... Para facilitar a memorização dos tipos de fatos administrativos....... Direito ou Obrigações) e uma ou mais Contas de Resultado ou do Patrimônio Líquido...... um fato permutativo (permuta entre as contas Duplicatas a Pagar e Caixa) e um fato modificativo (o pagamento da Despesa pelos juros ocorridos na operação).......... • Fatos Modificativos: envolvem apenas uma Conta Patrimonial (que representa Bem..

como escriturar esses acontecimentos? Contabilidade Básica 24 . completando-se. Mas. Caixa etc. O controle contábil das empresas começa com a escrituração dos eventos no livro Diário. e esses fatos são registrados por meio da escrituração. Razão. É através dos fatos administrativos que ocorre a gestão do Patrimônio das empresas.UNIDADE III ESCRITURAÇÃO 1 – CONCEITO Escrituração é uma técnica que consiste em registrar nos livros próprios (Diário. nos demais livros de escrituração.) todos os fatos administrativos que ocorrem na empresa. depois.

rasuras.Contabilidade Básica Vamos.1 . o Diário está sujeito às formalidades legais extrínsecas e intrínsecas. Formalidades intrínsecas (ou internas): a escrituração do Diário deve ser completa. estudar onde escriturar esses acontecimentos. a adoração desse sistema não exclui a empresa de obediência aos requisitos intrínsecos. com individuação e clareza. por ordem cronológica de dia. Formalidades extrínsecas (ou externas): o livro Diário deve ser encadernado com folhas numeradas em seqüência. Os principais livros utilizados pela Contabilidade são: ▪ ▪ ▪ ▪ Livro Diário Livro Razão Livro Caixa Livro Contas-Correntes Essas formalidades devem ser observadas para que o livro Diário mereça fé a favor do comerciante. As empresas que utilizam fichas são obrigadas a adotar o livro próprio para a inscrição das demonstrações financeiras. ainda. 2 . Por ser obrigatório. mês e ano. para depois aprender como efetuar tais registros. Porém. soltas ou avulsas). previstos na lei fiscal e comercial para o livro Diário. tipograficamente. tem sua comprovação nesse livro. como a vida da empresa e registrada no livro Diário. sem intervalos em branco nem entrelinhas. inicialmente. borraduras. vamos mencionar apenas os utilizados pela contabilização dos atos e fatos administrativos. 2. em forma mercantil. pois. toda e qualquer demonstração de situação empresarial. desde que o mesmo não contenha vícios (erros de escrituração) contrários às formalidades legais descritas. em idioma e moedas nacionais. os termos de abertura e de encerramento e ser submetido à autenticação do órgão competente do Registro do Comércio. Deve conter. emendas e transportes para as margens. PRODUÇÃO 25 .LIVROS UTILIZADOS NA ESCRITURAÇÃO Dos vários livros usados pelas empresas. em forma de sanfona. apresentada qualquer momento. O livro Diário tradicional pode ser substituído por fichas (contínuas.Livro Diário O Diário é um livro obrigatório pela legislação comercial.

o Razão é escriturado em fichas.3 . Nele são registrados todos os fatos administrativos que envolvam entradas e saídas de dinheiro. ________ de ______________ de x1 _____________________________________________________ Ass. Esses termos são colocados na época da abertura dos livros. A escrituração do livro Razão passou a ser obrigatória a partir de 1991 (artigo 14 da Lei n.Livro Caixa O livro Caixa também é auxiliar. de 29/8/91).º _______________________. de 1 (um) a _____ ( ___________________________) e servirá de DIÁRIO n. sob o número ______________.Livro Contas-Correntes O Contas-Correntes é o livro auxiliar do Razão.: Contador – CRC n. Na Contabilidade moderna.: Proprietário _____________________________________________________ Ass. e inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda sob o n.º _______ à empresa _________________________estabelecida com o ramo ______________. 2.º 8. na ____________________registrada na Junta Comercial do Estado de _______________. seguidas e tipograficamente. ________________________. conforme o seguinte modelo: TERMO DE ABERTURA (OU ENCERRAMENTO) Contém o presente livro ______________________________ (_____________________) páginas. PRODUÇÃO 26 . Serve para controlar as contas que representam Direitos e Obrigações para a empresa.º 2. numeradas.Livro Razão O Razão é um livro de grande utilidade para contabilidade porque registra o movimento de todas as contas.4 . 2.218.2 . respectivamente.Contabilidade Básica Os Termos de Abertura e de Encerramento devem ser transcritos na primeira e na última página do livro Diário.por despacho de ____________________.

1º elemento: compra à vista. marca Mantiqueira.. o documento emitido foi a Nota Fiscal n.º 8. 4. agora.Elementos Essenciais O lançamento. No caso do nosso exemplo.º 8. consiste no seguinte: Não há devedor sem que haja credor e não há credor sem que haja devedor. PRODUÇÃO 27 . conforme Nota Fiscal n. conta a ser debitada. Então. e os elementos que o compõem obedecem a uma determinada disposição. Se não houver documento idôneo que comprove a ocorrência do fato.000. Logo. mediante documentos que comprovem a legitimidade da operação (Notas Fiscais. o 2º elemento é máquina. da Maquinolândia Ltda. inicialmente do livro Diário. histórico. é feito em ordem cronológica (data). Esse método. Contratos etc. este passo consiste em identificar quais são esses elementos envolvidos na operação. considere a sua cidade e a data de hoje. o 1º elemento é dinheiro. Vejamos.931. 3º) Todo fato administrativo. 2º) Verificar que documento foi emitido na operação. dois elementos patrimoniais ou de resultado. como é que se faz um lançamento no livro Diário. objeto de escrituração. você deve seguir os seguintes passos: 1º) Verificar o local e a data da ocorrência do fato.831. de acordo com o método das partidas dobradas. no mínimo. este não poderá ser contabilizado. Recibos.LANÇAMENTO 4. Para elaborar um lançamento. No nosso exemplo.2 . sendo que a cada débito corresponde um crédito de igual valor. envolve. 2º elemento: uma máquina de escrever. o valor de R$ 1.Contabilidade Básica 3 .MÉTODO DE ESCRITURAÇÃO O método utilizado para a escrituração dos fatos administrativos é o método das partidas dobradas. valor. Logo.1 . 4 . Observe que todo lançamento deve ter os seguintes elementos essenciais: ▪ ▪ ▪ ▪ ▪ local e data da ocorrência do fato.Conceito Os fatos administrativos são registrados através do lançamento. conta ser creditada. significa que movimentamos dinheiro. no século XV. que é de uso universal e foi divulgado pelo frade franciscano Lucas Pacioli. Suponhamos o seguinte fato ocorrido na empresa: Compra à vista (em dinheiro) de uma máquina de escrever.).

Este relato deve conter apenas dados necessários para o bom esclarecimento do evento. da Maquinolândia Ltda. Máquina será registrada na conta Móveis e Utensílios. f.Contabilidade Básica 4º) Verificar no Plano de Contas que conta deveremos utilizar para registrar cada um dos elementos identificados no 3º passo. A empresa recebe a máquina e dá em troca o dinheiro. podendo acarretar diminuição entre os elementos patrimoniais. Para identificar mais facilmente a conta a ser debitada e a conta a ser creditada. a compra à vista da máquina de escrever em questão. do Passivo e do Patrimônio Líquido. E. Observe que todo fato que ocorre na empresa ocorre em forma de troca. DEBITAR a respectiva conta II. DEBITAR a respectiva conta. Vamos tomar. existe. 6º) Identificar que conta será debitada e que conta será creditada. Temos: Dinheiro será registrado na conta Caixa. Toda vez que ocorrer uma Despesa.931. pelo menos um elemento que sai em troca do que entrou. conforme Nota Fiscal n.º 8. Toda vez que diminuir o Passivo. Toda vez que diminuir o Ativo. observe o quadro a seguir: QUADRO AUXILIAR DA ESCRITURAÇÃO I. PRODUÇÃO 28 . que em todo evento ocorrido na empresa envolvendo elementos materiais existe pelo menos um elemento que entra para a empresa. podemos concluir nesta fase de aprendizagem. CREDITAR a respectiva conta. Daí. a coisa transacionada. Para elementos de Resultado: e. podendo acarretar aumento nos elementos patrimoniais. todo fato administrativo objeto de contabilização pode aumentar e/ou diminuir os elementos do Ativo. Toda vez que se realizar uma Receita. Para elementos Patrimoniais: Toda vez que aumentar o Ativo. conforme estudamos anteriormente – Atos e fatos administrativos. CREDITAR a respectiva conta. também. bem como o nome da empresa com quem se transaciona. marca Mantiqueira. Toda vez que aumentar o Passivo. 5º) Preparar o histórico do problema. por exemplo. Sendo assim. DEBITAR a respectiva conta. Nunca se deve esquecer de identificar a espécie e o número do documento comprobatório. Logo: Compra de uma máquina de escrever. CREDITAR a respectiva conta. O histórico consiste em relatar o fato.

Exemplo: Compra de uma casa. porque uma máquina está entrando para o Patrimônio da empresa. diminuirá o Ativo. no caso. n.Fórmulas de Lançamentos No exemplo de lançamento apresentado no item 4. nesta cidade. conforme escritura passada no 5º Tabelião. agora. Vamos. do Sr. Porém. Continuando o raciocínio do nosso primeiro exemplo de lançamento. Logo. esse mesmo quadro de maneira simplificada: QUADRO GERAL DO RACIOCÍNIO LÓGICO DE DÉBITO E CRÉDITO ATIVO ATIVO Aumento Diminuição Diminuição Aumento Débito Crédito Débito Crédito DESPESA DESPESA Aumento Diminuição Aumento Diminuição Quando ocorrer Despesa Estorno ou encerramento de Exercício Estorno ou encerramento de Exercício Quando ocorrer Receita Débito Crédito Débito Crédito NOTA: As Contas de Despesa só serão creditadas para estorno ou encerramento de exercício.2 tivemos apenas uma conta debitada e uma conta creditada. está acarretando aumento no Ativo é a conta Móveis e Utensílios. situada na Av. As Contas de Receita só serão debitadas para estorno ou encerramento de exercício. está acarretando diminuição para o Ativo é a conta Caixa.3 . no valor de R$ 200. CREDITAR a respectiva conta. um mesmo lançamento poderá conter mais de uma conta debitada ou mais de uma conta creditada. Sendo a máquina registrada em Conta do Ativo (Móveis e Utensílios). DEBITAR a respectiva conta. Daí a existência de quatro fórmulas de lançamentos: 1ª FÓRMULA: quando aparecem no lançamento uma conta debitada e uma conta creditada. à vista. E a respectiva conta que. isso acarreta aumento do Ativo e a letra a do quadro auxiliar da escrituração diz: toda vez que aumentar o Ativo. no caso.º 1.000. PRODUÇÃO 29 . A respectiva conta que. 4. identificar a conta a ser creditada: é a conta Caixa.001. porque está saindo dinheiro da empresa. vamos. Plínio de Almeida. agora. identificar a conta a ser debitada: é a conta Móveis e Utensílios.Contabilidade Básica Veja. e a letra b do quadro auxiliar da escrituração diz: toda vez que diminuir o Ativo. agora. Nove de Julho.

6º) Identificar qual das contas será debitada e qual será creditada: . a qual aumentará o nosso Ativo (letra a do quadro auxiliar da escrituração). conforme aceite da Duplicata n. o Ativo.390. se estamos comprando um veículo.º 5.º 0001. Nesse caso.2: 1º) Local e data: considerar a sua cidade e a data de hoje.º 5. PRODUÇÃO 30 . se estamos pagando parte da compra em dinheiro. em dinheiro. Logo. assim. 2º) Documento emitido: escritura passada no 5º Tabelião. da Casa Estrela. Exemplo: Compra de uma bicicleta.se estamos comprando a prazo. se estamos criando uma Obrigação para pagar em 30 dias. como entrada. 4º) Contas a utilizar: Imóveis e Caixa. 1º) Local e data: considerar a sua cidade e a data de hoje. 5º) Preparar o histórico 6º) Identificar qual conta será debitada e qual será creditada: ▪ Conta Veículos: será debitada.o restante será pago após 30 dias.conta Veículos ▪ dinheiro . aplicaremos a letra c do quadro auxiliar da escrituração. ela aumentará o nosso Passivo. pois. 2º) Documentos: Nota Fiscal n. ▪ Conta Caixa: será creditada.pagamento.º 0001. no ato. no valor de R$ 800. vamos seguir os passos contidos no item 4. aplicaremos a letra b do quadro auxiliar da escrituração. marca Lunar. . esta importância sai do nosso Patrimônio. pois. pois estamos comprando uma casa. se estamos pagando em dinheiro. 2ª FÓRMULA: quando aparecem no lançamento uma conta debitada e mais de uma conta creditada. o nosso Ativo diminuirá pela saída dessa importância da conta Caixa (letra b do quadro auxiliar da escrituração). evidentemente estamos criando Obrigação para pagar esta Duplicata após 30 dias.conta Caixa ▪ Duplicata . a conta será Duplicatas a Pagar. aceitando a Duplicata. conforme Nota Fiscal n. de R$ 300.Debitada: conta Imóveis. Aplicaremos para esta conta a letra a do quadro auxiliar da escrituração. ▪ Conta Duplicatas a Pagar: será creditada. este entrará para o Patrimônio da nossa empresa. pois. 5º) Preparar o histórico: utilizaremos todo o problema. aumentando. provocando diminuição no Ativo.Contabilidade Básica Para resolver esse lançamento.390 e Duplicata n. pois. 3º) Elementos envolvidos: ▪ bicicleta ▪ dinheiro ▪ Duplicata 4º) Contas a utilizar: ▪ bicicleta . Logo. nas seguintes condições: . .Creditada: conta Caixa. 3º) Elementos envolvidos: casa e dinheiro.

conforme Nota Fiscal n. por uma questão técnica. creditar as diversas contas correspondentes. conforme a sua posição. utilizaremos a expressão Diversos. A seguir. você encontrará informações de algumas Contas de Resultado. nas seguintes condições: . É comum. que poderão figurar nos registros contábeis. observe que. 4.Juros Juro é o preço do uso do dinheiro Pode ser uma Receita (Receita de Juros ou Juros Ativos).Contabilidade Básica Assim. a expressão Diversos não é conta. PRODUÇÃO 31 .º 0118. em dinheiro. depois. apenas indica a existência de mais de uma conta no débito ou no crédito.050.4 . Sendo assim. Exemplo: Venda de uma máquina de escrever a Vicente Leite. tanto podemos pagar juros como receber juros. Como aparecem duas contas no crédito. Roberto cobra-lhe R$1. Exemplo: Marcos deve a Roberto um título no valor de R$1. ao Sr. No dia 15 de maio. com 2% de juros pelo atraso (Duplicata n. . por R$ 500. Portanto. ocorre uma Receita. o pagamento ou o recebimento de juros pelo atraso no cumprimento de uma Obrigação ou pelo atraso no recebimento de um Direito. Ângelo. em dinheiro como entrada. cinco dias após o vencimento. conforme Duplicatas n.recebimento de R$ 100. 3ª FÓRMULA: quando aparece no lançamento mais de uma conta debitada e apenas uma conta creditada. Temos. com vencimento para o dia 10 de maio. no valor de R$ 1. Quando pagamos juros.º 201/01). No exemplo em questão. então: Caixa = conta a ser debitada Duplicatas a Receber = conta a ser debitada Móveis e Utensílios = conta a ser creditada. após creditarmos a expressão Diversos. o uso das colunas destinadas aos valores. ou pode ser uma Despesa (Despesa de Juros ou Juros Passivos). para quem empresta o dinheiro. 1º) Quando nós pagamos juros (Despesa): Exemplo: Pagamento de uma duplicata. Quando recebemos juros. ocorre uma Despesa.º 118/01 a 118/04. fizemos um breve histórico para. nas empresas. ainda. sendo que os R$ 50 cobrados a mais representam os juros pela demora no pagamento.recebimento do restante em 4 pagamentos. Marcos vai pagar o título.000. Observe. temos: Veículos = conta a ser debitada Caixa = conta a ser creditada Duplicatas a Pagar = conta a ser creditada Veja que uma conta será debitada e duas serão creditadas.000. para quem toma emprestado o dinheiro. 4ª FÓRMULA: quando aparecem no lançamento mais de uma conta debitada e mais de uma conta creditada. tanto como Despesas quanto como Receitas. no valor de R$ 100 cada.

.. A conta Juros Ativos será creditada....020 Caixa C 2º) Quando nós recebemos os juros (Receita): Exemplo: Recebemos a Duplicata n.......... Neste caso...000.... com 5% de juros de atraso.. E a conta Caixa será debitada por R$ 1..... esses ativos e passivos não têm relação alguma com o Ativo e o Passivo do Balanço Patrimonial. da Sra.......16 1... as palavras. ativo e passivo estão sendo utilizadas como adjetivos.. R$ 1..... a empresa pagou os juros. aumentará o nosso Ativo. Logo.032/04..... Neste caso.... Nesse caso... no valor de R$ 1.000 referentes ao valor da Duplicata e R$ 20 referentes a juros pelo atraso........... entrando para o Patrimônio.....050 Caixa D Neste caso. qualificando os juros de negativos ou positivos.......000 Juros Passivos ....... a empresa recebeu os juros........ logo. trata-se de Receita. o Ativo será diminuído pela extinção do Direito...........000 Duplicatas a Receber C Juros 50 Juros Ativos C Total a receber 1.. Para facilitar o seu raciocínio........... nesse caso........ pois os juros.... a conta Duplicatas a Receber será creditada por R$ 1..... e toda Receita será creditada... sendo R$ 1...... pois estamos recebendo esta importância que.... Logo.. Juros Passivos: representam juros negativos para a empresa..050...... correspondente à Duplicata.................000.... pois o Ativo está sendo diminuído.. a conta Caixa será creditada......... R$ 1.. ELEMENTOS ENVOLVIDOS VALORES CONTAS D/C Duplicata 1.......... pois o adjetivo ativo significa coisa positiva a favor da empresa. trata-se de Despesa. PRODUÇÃO 32 . logo..... Quando falamos em Juros Ativos e Juros Passivos......020... representam receitas para nossa firma.... pois estamos recebendo a importância em dinheiro............. poderá ser utilizado o seguinte esquema: ELEMENTOS ENVOLVIDOS VALORES CONTAS D/C Duplicata 1.. Helena Salomão..020 Veja que sairá do Caixa a importância de R$ 1.............. Juros Ativos: representam juros positivos..000 Duplicatas a Pagar D Juros 20 Juros Passivos D Total a pagar 1..Contabilidade Básica Contas envolvidas no fato: Duplicatas a Pagar . R$ 20 Caixa ..

Porém.Descontos Quando pagamos aluguéis. ocorre uma receita para nós. com 10% de desconto. PRODUÇÃO 33 . Quando damos o desconto para terceiros. porque essa importância está sendo recebida. finalmente. em dinheiro. e. que correspondem ao valor da Receita. quando recebemos aluguéis. no valor de R$ 5. finalmente.6 . e a conta a ser utilizada para registrá. a conta Caixa será debitada por R$ 4. será despesa para nós. a conta Descontos Obtidos será creditada por R$500. Logo. a conta Caixa será creditada por R$ 4.500 Caixa C Note que a conta Duplicatas a Pagar será debitada por R$ 5. pois obtivemos o desconto.º 2. a conta representativa do elemento da Despesa será Descontos Concedidos.º 321/05.Contabilidade Básica 4.500. que é o valor da Obrigação a ser baixada. ELEMENTOS ENVOLVIDOS VALORES CONTAS D/C Duplicata 5. Logo. ELEMENTOS ENVOLVIDOS VALORES CONTAS D/C Duplicata 5. ocorre despesa.051/02 à Casa Baiana.000 Duplicatas a Pagar D Juros 500 Descontos Obtidos C Total a receber 4.000. e.000. Raul Medeiros. Note que os adjetivos ativos e passivos aparecem também nesses caos com as mesmas finalidades dos casos de juros. a conta representativa do elemento da Receita será Descontos Obtidos. que correspondem ao valor da referida Duplicata a ser baixada.500 Caixa D Note que a conta Duplicatas a Receber será creditada por R$ 5. que correspondem ao valor da despesa com o desconto.la é Aluguéis Passivos. Quando recebemos o desconto de terceiros. no valor de R$ 5. de qualificar os aluguéis de positivos (Receitas) ou negativos (Despesas) Podem ocorrer na empresa dois tipos de descontos: ▪ descontos obtidos.500. e a conta utilizada para registrá-la é Aluguéis Ativos.000 Duplicatas a Receber C Juros 500 Descontos Concedidos D Total a receber 4.000. pois nós concedemos os descontos. a importância correspondente à Duplicata de nossa emissão n.000. 1º) Quando nós ganhamos o desconto Exemplo: Pagamento da Duplicata n.Aluguéis 4. ou seja.5 . pela saída dessa importância do Caixa. ocorre receita. 2º) Quando nós oferecemos o desconto Exemplo: Recebemos do Sr. a conta Descontos Concedidos será debitada por R$ 500. ▪ descontos concedidos. com 10% de desconto.

José Paulo constituiu uma firma individual para explorar o comércio de instrumentos musicais. Empresa individual é aquela constituída por uma só pessoa física. Pagamento com juros = Despesa (conta Juros Passivos). pois é uma conta do grupo Patrimônio Líquido. sendo recebido. Receitas de Juros. como: Despesas de Juros. 5. Logo. Pagamento com descontos = Receita (conta Descontos Obtidos). esse valor.A conta Capital será creditada.A conta Caixa será debitada. Na fase de constituição de uma empresa. pois é uma conta do Ativo que representa o valor do Capital recebido pela empresa de seu proprietário. também. podendo tais Receitas ou Despesas serem encontradas com outros títulos.momento em que o proprietário entrega para a empresa. 2.1 . Recebimento com descontos = Despesa (conta Descontos Concedidos). realizado em dinheiro no ato da constituição. é necessário inicialmente que se tenha um Capital. Vimos. que fica do lado Passivo e representa. dinheiro ou vários bens e direitos.Contabilidade Básica Resumindo: Note que juros ou descontos só podem ocorrer em quatro situações: 1. efetuando registro na Junta Comercial do Estado sob n.Capital Realizado em Dinheiro Em 2 de maio de x1. Recebimento com juros = Receita (conta Juros Ativos). PRODUÇÃO 34 . ELEMENTOS CONTAS D/C Dinheiro Caixa D Capital Capital C Observações: . neste caso. para se constituir uma empresa. ainda. que a representa e responde ilimitadamente pelos atos por ela praticados em nome da empresa. Seu Capital é de R$ 50. como pagamento do Capital que constituiu. podemos considerar dois momentos: a) Constituição do Capital . b) Realização ou integralização do Capital . acarreta aumento no Ativo.º 978. motivo pelo qual acarreta aumento no lado do Passivo.000. nesta cidade. 4. situada na Rua Bento Monteiro. NOTA: É evidente que esta nomenclatura de contas não é rígida. que esse Capital pode ser em dinheiro ou. a Situação Líquida inicial positiva.º 147. 5 . . em sessão de 08/05/x1.FATOS DA FASE DE CONSTITUIÇÃO DAS EMPRESAS Vimos que. n. visando dotá-la de personalidade jurídica. 3.momento em que o proprietário providencia o registro da empresa nos órgãos competentes. Receitas de Descontos etc. em outros bens e direitos.

situada à Rua Bernardo Querido. em sessão de 15/04/x1. a) Pela constituição da empresa em 21/11/x1 ELEMENTOS CONTAS D/C Direito Titular Conta Capital a Realizar D Capital Capital C Observação: Como a realização do Capital será parcelada.º 932.A conta Capital.Neste lançamento.º 4. n. no momento da constituição da empresa usa-se debitar uma conta que represente o Direito que a empresa terá de receber o valor PRODUÇÃO 35 . com Capital no valor de R$8.3 . pois todas são Contas do Ativo e representam os Bens e os Direitos recebidos pela empresa de sua proprietária.391.Contabilidade Básica 5. Duas Notas Promissórias emitidas em seu favor por Natanael dos Santos: R$5. Maria Rita de Souza constituiu uma empresa individual para explorar o comércio de brinquedos. ELEMENTOS CONTAS D/C Dinheiro Caixa D Móveis Móveis e Utensílios D Notas Promissórias Promissórias a Receber D Capital Capital C Observações: . para realização do Capital. nesta cidade. realizado no ato da constituição pelos seguintes Bens e Direitos: ▪ ▪ ▪ Em dinheiro: R$ 9.º 1.000 a ser realizado da seguinte maneira: 50% no ato da constituição e o restante 90 dias após.000. 5. três contas serão debitadas .510.000. n.2 . situada na Rua Alegria.000. Juliana Pereira constituiu uma empresa individual para explorar o comércio de artigos infantis em geral. avaliados em R$ 6. Diversos móveis. conforme registro na Junta Comercial sob n.Capital Realizado em Parcelas Em 21 de novembro de x1. com Capital no valor de R$20. nesta cidade. em sessão de 30/11/x1. Móveis e Utensílios e Promissórias a Receber -.Capital Realizado em Bens e Direitos Em 10 de abril de x1. será creditada pelas mesmas razões já explicadas no caso anterior.000.º 732.Caixa. conforme registro na Junta Comercial do Estado sob n. conforme relação. como ocorrerá em todos os lançamentos de constituição da empresa. .

Acionistas Conta Capital a Realizar (sociedade por ações) e assim por diante. em nome da empresa. estamos usando a conta Titular Conta Capital a Realizar. b) Pela realização de parte do Capital em 21/11/x1 ELEMENTOS CONTAS D/C Dinheiro Caixa D Direito Titular Conta Capital a Realizar C Observações: .A conta Titular Conta Capital a Realizar será creditada pela diminuição do Direito respectivo É sempre conveniente que o valor do Capital realizado em dinheiro seja depositado em conta bancária. fica mais fácil comprovar. PRODUÇÃO 36 . no grupo do Patrimônio Líquido. . Neste caso.A conta Caixa será debitada pela entrada do dinheiro recebido de sua titular.Contabilidade Básica do Capital subscrito por seu proprietário. no Plano de Contas figura do lado do Passivo como conta redutora da conta Capital. NOTA: A conta Titular Conta Capital a Realizar. que o Capital foi realmente realizado. Agindo dessa forma. como Quotista Conta Capital a Realizar (sociedade por quotas de responsabilidade limitada). embora represente Direito para a empresa. essa conta poderá ter nomes diferentes. para as autoridades fiscais. De acordo com o tipo da empresa. acarretando aumento no Ativo.

com seus saldos devedores e credores. Contabilidade Básica 37 .Conceito Balancete é uma relação de contas extraídas do livro Razão.BALANCETE 1.1 .UNIDADE IV BALANCETE E RAZONETE 1 .

. em dinheiro: R$ 15.000 __________________ ____________________ 3. Compra de mercadorias........ 15... Venda de mercadorias.........000........000 ____________________ ________________ PRODUÇÃO 38 . Caixa a Mercadorias Venda à vista ... _____ de ________________ de x1..........º CONTAS MOVIMENTO DÉBITO SALDO CRÉDITO DEVEDOR CREDOR Vamos supor os seguintes eventos............. 3.... Móveis e Utensílios a Caixa Compra de móveis para uso ....... ocorridos em uma empresa individual: 1... 50...... em dinheiro: R$ 50............ Caixa a Capital Investimento inicial em dinheiro ........ Investimento inicial..... Veja como são registrados esses eventos no livro Diário: 1...000 ____________________ ____________________ 4.000...... 5.... Mercadorias a Caixa Compra de mercadorias à vista ...................Modelo de Balancete N.................... 4........... em dinheiro: R$ 10..Contabilidade Básica A soma dos saldos devedores deve ser igual à soma dos saldos credores... 10..............000...... Compra de móveis para uso....... em dinheiro: R$ 5...... Teresina...........000 _________________ __________________ 2. 2....... ....000..............

Móveis e Utensílios e Mercadorias. O Balancete que apresentamos compõe-se de quatro colunas: MOVIMENTO SALDO DÉBITO CRÉDITO DEVEDOR CREDOR 1 2 3 4 As quatro colunas estão dispostas em dois blocos: Um destina-se a registrar o movimento ocorrido em cada conta.000 — 2 Mercadorias 10.000 30. No débito do bloco movimento do Balancete há R$55.000 5. sempre que relacionamos todas as contas utilizadas em uma escrituração. A coluna do débito corresponde à soma dos débitos da respectiva conta no livro Razão. Observe a conta Caixa no Balancete levando anteriormente. Note que a soma do débito do bloco movimento tem que ser igual à soma do crédito do mesmo bloco. Veja que no Razão a soma do Caixa é de R$55. em duas colunas: uma para o saldo devedor e outra para o saldo credor. também. divide-se. estamos registrando o movimento de mercadorias na conta mista Mercadorias.000. pelo método das partidas dobradas.000 TOTAIS 80. em cada lançamento estão envolvidas pelo menos duas contas e apenas um valor para cada débito e o crédito. Sendo assim.000 5. Lembre-se de que. por sua vez. O outro bloco do Balancete destina-se a registrar o saldo das contas.000 — 15.000 — 4 Capital — 50. em função do princípio fundamental do método das partidas dobradas. a soma dos débitos é igual à soma dos créditos. quatro. e a coluna do crédito corresponde à soma dos créditos da respectiva conta no livro Razão. Porém.000 — 3 Móveis e Utensílios 15. seis ou oito colunas. Da mesma forma foi feito com as demais contas: Capital. uma no débito e outra no crédito.000 50. O mesmo ocorreu com o crédito.000 50. o mesmo valor é considerado para as duas contas.º CONTAS 1 MOVIMENTO SALDO DÉBITO CRÉDITO DEVEDOR CREDOR Caixa 55. valor este transportado para o Balancete.Contabilidade Básica NOTA: Apenas para facilitar nossa explicação. no livro Diário. Este bloco divide-se.000 no débito. PRODUÇÃO 39 .000 80. cujo valor foi extraído da soma do débito da respectiva conta Caixa no livro Razão. O Balancete de Verificação ficará assim: N.000 — 50. em débito e crédito.000 os tipos de Balancete: com duas.000 25.

Como o débito é R$ 30. Logo: Veja. um modelo de Balancete com seis colunas: Débito = 55. As colunas 5 e 6 destinam-se aos saldos atualizados (saldo anterior. o movimento. em substituição ao livro Razão. por isso. Caso contrário. lado do débito. modificado pelo movimento do período).000 menos Saldo = 30. a seguir. As colunas 3 e 4 destinam ao registro do movimento do período. é possível controlar o movimento de todas as contas utilizadas na escrituração. dizemos que o saldo é devedor.000 maior que o crédito. PRODUÇÃO 40 . lançaremos todas as importâncias que representarem débito de Caixa. Sendo assim. Agora. No lado direito. através dele. Por exemplo: D CAIXA C Esse é o Razonete da conta Caixa.º CONTAS A diferença de R$ 30. porém ele será empregado para controlar o movimento individualizado das contas.Contabilidade Básica O saldo de uma conta é igual à diferença entre a soma do débito e a soma do crédito da referida conta. O mesmo procedimento foi feito com as demais contas. o colocamos no bloco saldo. será de natureza credora (crédito).000 N.000. É de grande utilidade no ensino da Contabilidade.000 Crédito = 25. pois. MOVIMENTO MOVIMENTO SALDO DÉBITO CRÉDITO DÉBITO CRÉDITO DEVEDOR CREDOR 1 2 3 4 5 6 As colunas 1 e 2 destinam-se aos saldos das contas existentes antes do movimento do período.000 e na coluna do crédito há R$ 25. No lado esquerdo.000 é o saldo da conta. didaticamente podemos utilizar gráficos em T já foi aplicado para representar o Balanço Patrimonial. na coluna do débito. na coluna débito há R$ 55. 2 – RAZONETE O Razonete nada mais é que um Razão simplificado. lado do crédito. O saldo será de natureza devedora (débito) quando o total dos débitos for maior que o total dos créditos. de maneira bem simplificada. lançaremos todas as importâncias que representarem crédito de Caixa. No exemplo. Note que a soma dos saldos devedores também tem que ser igual à soma dos saldos credores. para controlar o movimento das contas.

. Razonete D Caixa 1 60..2..... Veículos a Caixa Compra de um automóvel .000 2. 40....000 C D Capital 2 40......000 45.... à vista: R$ 40...000 C D Banco Conta Movimento C 3 5.000 5...........000 __________________ ____________________ 3........ Depósito efetuado no Banco do Brasil S/A: R$ 5..Lançamentos de Diário 1.......000 PRODUÇÃO 41 ...000 2... 5....1 ................. Banco Conta Movimento Banco do Brasil S/A a Caixa Depósito efetuado nesta data ....000 3........ Caixa a Capital Investimento inicial ... em dinheiro: R$ 60.......000 _________________ __________________ 2...............000 D Veículos 2 40..................................000 ____________________ ____________________ 2.....Contabilidade Básica Veja o seguinte exemplo: Escriturar no Diário e no Razonete e levantar o Balancete de Verificação: 1.....000 3 C 1 60....... Compra de um automóvel.. 60..... Investimento inicial...............

000 —— 80.000 — 40. Balancete N.Contabilidade Básica São utilizados tantos Razonetes em T quantas são as contas utilizadas na escrituração do Diário e lançamos os valores no débito ou no crédito das contas conforme estas estejam debitadas ou creditadas no Diário.000 50. pois seus lançamentos são extraídos do livro Diário.000 — — 15. 2. Observe que o Razonete funciona como um Razão simplificado.º DE ORDEM 1 2 3 4 CONTAS Caixa Capital Veículos Banco Conta Movimento TOTAIS MOVIMENTO SALDO DÉBITO CRÉDITO DEVEDOR CREDOR 60. conforme já afirmamos.000 5.000 PRODUÇÃO 42 .000 45.000 — 60.000 — 40.000 5.000 80.3.000 60.000 50.

Contabilidade Básica CONSIDERAÇÕES FINAIS No estudo da disciplina Teoria Geral do Direito de Família. Atos e Fatos Administrativos. Chegamos ao final desse Guia de Estudo. Balancete e Razonete. Gostaria de acrescentar que é importante a continuidade dos estudos nos próximos guias. espero que este tenha cumprido com o objetivo de fornecer subsídios para seu aprendizado. aprendemos sobre Contas. Bom Estudo! PRODUÇÃO 43 . Escrituração. O próximo Guia de Estudo é o de Contabilidade Intermediária.

ed. Eliseu. RIBEIRO. MARTINS. Saraiva. Manual de Contabilidade Básica. José Luiz dos. 2008. Contabilidade Gerencial. Atlas. IUDÍCIBUS. Contabilidade Gerencial. IUDÍCIBUS. Atlas. Jorge Katsumi. 2008. Atlas. 4. ed. 6. ARAÚJO. Clovis Luis. Contabilidade Gerencial. NIYAMA. Paulo. Atlas. Contabilidade Avançada. Atlas. __________. SANTOS. José Carlos. Atlas. 2008. Atlas. Ferreira. Stephen. Análise de Balanços. Ricardo. Introdução à Teoria da Contabilidade. ed. Silvio Aparecido. 5. Contabilidade Avançada. 5. 2008. FERREIRA. Atlas. 2008. Sergio de.Contabilidade Básica REFERÊNCIAS: ALMEIDA. Introdução à Contabilidade. 2008. 2008. MARION. Osni Moura. 6. 2006. Atlas. Saraiva. __________. Sergio de. Luciane Alves. Contabilidade Geral. Atlas. FERNANDES. Eldon. SCHMIDT. Ferreira. ed. ed. 9. Contabilidade Básica. Curso Básico de Contabilidade. IMBASSAHY. ed. Contabilidade Internacional. 2008. 4. SCHMIDT. 10. Teoria da Contabilidade. 2009. José Luiz dos. Sergio de. ed. Inaldo da Paixão Santos. 2008. João. 2008. Marcelo Cavalcanti. ed. PADOVEZE. SANTOS. História da Contabilidade. Atlas. Atlas. PRODUÇÃO 44 . KANITZ. CREPALDI. ed. Paulo. IUDÍCIBUS. HENDRIKSEN. Contabilidade Introdutória. 3.