You are on page 1of 72

CARACTERIZAÇÃO E

CLASSIFICAÇÃO DE
SOLOS
Classificação Textural
Classificações Genéticas
Classificações Geotécnicas Convencionais
Classificações Geotécnicas Não-Convencionais
Classificações Geotécnicas Expeditas de Solos
Propriedades Geotécnicas dos solos

INTRODUÇÃO
 Caracterização e classificação dos solos em Geologia de Engenharia
 Conclusões básicas e métodos tanto de classificações convencionais como nãoconvencionais aplicáveis a solos tropicais
 Classificações geotécnicas com ensaios simples ou complexos que permitem uma
classificação geotécnico-geológica

.

.

.

para os quais determinadas propriedades específicas já estão definidas. .Os vários sistemas existentes para a classificação de solos procuram posicionar inserir os solos em grupos.

.

.

.

.

.

.

2 Classificação Textural ou Granulométrica .

Classificação Granulométrica .

.1 Classificação geológica rocha de origem.3 Classificações Genéticas 3.

1 Solos in situ ou residuais .1.3.

3.1.2 Solos Transportados  Aluviões  Terraços fluviais  Coluviões  Tálus  Sedimentos marinhos  Solos eólicos .

4 Classificações Geotécnicas Convencionais .

.

75 mm 0.425 mm 21 .40 2.10 No.Definição de Tamanho de Grão Pedregulhos Matacões Amostra -de-mão 300 mm Siltes e Areias Argilas Graúdo Miúdo 75 mm 19 mm Grossa Média Fina No.0 mm 0.4 No.075 mm No.200 4.

.

Orientação Geral
50 %
Solos granulares:

Solos finoss:

Pedreg.

Silte

50%

Areia

NO. 4
4.75 mm

Argila

NO.200
0.075 mm

•Granulometria

•LP, LL

•Cu

•Gráfico da
Plasticidade

•Cc

LL>50
LL <50

Ensaios necessários:
Peneiramento
Limites de Atterberg

23

.

1 Sistema Unificado de Classificação de Solos (SUCS) .4.

3 .

.

.

.

.

.

.

.

.0074mm).Para classificação dos solos finos (com mais de 50% passando na peneira 0. utiliza-se a Carta de Plasticidade.

IP Highly (Santamarina et al. 2001) 37 ..Procedimento para Classificação Materiais granulares Distribuição granulométrica Solos finos LL.

49 SC (15% pedregulho) Areia argilosa com pedregulho Highly (Santamarina et al.Exemplo % passando peneira 200 = 30 % LL= 33% % passando peneira 4 = 70% IP= 12% 30% passa peneira 200 70% passa peneira 4 LL=33% IP=12% IP= 0.. linha A IP=0.73(LL-20). 2001) 38 .73(33-20)=9.

.

2 Classificação do Highway Research Board (HRB) AASHTO .4.

.

.

.Procedimentos para classificação dos solos pela HRB. de acordo com a norma AASHTO (1973).

.

.

.

.

3 Limitações das classificações convencionais Principais limitações:  Relativas à dispersão dos resultados: limites de Atterberg e a granulometria de solos tropicais  Relativas à correlação entre as propriedades-índice: granulometria. Ex: solo laterítico x saprolítico – SUCS e HRB iguais (ambos CL e A-4) apresentam comportamento geotécnico completamente diferente como bases de pavimentos . limite de plasticidade e limite de liquidez: incompatibilidade entre as propriedades esperadas dos solos tropicais e o comportamento geotécnico real destes.4. quando se utilizam as classificações convencionais.

.

.

5 Classificações Geotécnicas Não-Convencionais .

.

.

.

.

.

.

.

.

.

-a .

Tabela -a .

.

.

.

.

6.00 mm  Natureza e forma dos grãos e  Determinação da designação genética .  Umidade natural  Cor  Consistência  Granulometria  Classificação MCT da fração passada na peneira 2.2 Classificação expedita MCT A metodologia MCT possui um método expedito que consiste:  Determinação da macroestrutura (ou macrofábrica).