You are on page 1of 52

0

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO

MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO: normas e
regulamentação

João Pessoa
2011

1

APRESENTAÇÃO

Este manual surgiu da necessidade de padronização e uniformidade na
apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso da Graduação em Ciências da
Nutrição da Universidade Federal da Paraíba. A disciplina de Metodologia do
Trabalho Científico sob a Coordenação da Professora Patrícia Vasconcelos Leitão
Moreira, juntamente com o projeto de Monitoria do Departamento de Nutrição,
através das monitoras Bruna da Costa Viana e Josicléia Vieira de Abreu elaboraram
este manual a fim de auxiliar os discentes da Graduação na elaboração dos
trabalhos acadêmicos.
Trata-se de um roteiro comentado e ilustrado sobre as principais normas de
documentação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que regem
sobre a elaboração de trabalhos acadêmicos. Entretanto, o uso deste manual não
dispensa a consulta às normas de documentação da ABNT atuais.

2

LISTA DE QUADROS
Quadro 1 – Estruturação de um trabalho acadêmico...................................................7
Quadro 2 – Entrelinhamento, tipo e tamanho de letra para a digitação.....................47
Quadro 3 – Apresentação das seções.......................................................................48

3

LISTA DE FIGURAS
Figura 1 – Modelo de capa...........................................................................................9
Figura 2 – Modelo de folha de rosto...........................................................................12
Figura 3 – Modelo de folha de rosto, verso................................................................13
Figura 4 – Modelo de folha de aprovação..................................................................16
Figura 5 – Modelo de dedicatória...............................................................................17
Figura 6 – Modelo de folha de agradecimentos.........................................................18
Figura 7 – Modelo de folha de epígrafe. ....................................................................19
Figura 8 – Modelo de folha de RESUMO...................................................................22
Figura 9 – Modelo de folha do ABSTRACT................................................................23
Figura 10 – Modelo de lista de ilustrações.................................................................24
Figura 11 – Modelo de lista de tabelas.......................................................................25
Figura 12 – Modelo de lista de abreviaturas e siglas.................................................26
Figura 13 – Modelo de SUMÁRIO..............................................................................27
.

4

SUMÁRIO

1 ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO..........................................................7
1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS..............................................................................8
1.1.1 Capa....................................................................................................................8
1.1.2 Folha de rosto..................................................................................................10
1.1.2.1 Anverso da folha de rosto...............................................................................10
1.1.2.1 Verso da folha de rosto..................................................................................11
1.1.3 Errata................................................................................................................14
1.1.4 Folha de aprovação.........................................................................................14
1.1.5 Dedicatória.......................................................................................................14
1.1.6 Agradecimentos..............................................................................................14
1.1.7 Epígrafe............................................................................................................15
1.1.8 Resumo na língua vernácula..........................................................................20
1.1.9 Resumo em língua estrangeira......................................................................20
1.1.10 Lista de Ilustrações.......................................................................................20
1.1.11 Lista de tabelas..............................................................................................20
1.1.12 Lista de abreviaturas e siglas......................................................................21
1.1.13 Lista de símbolos..........................................................................................21
1.1.14 Sumário..........................................................................................................21
1.2 ELEMENTOS TEXTUAIS....................................................................................28
1.2.1 Introdução........................................................................................................28
1.2.2 Desenvolvimento.............................................................................................28
1.2.2.1 Revisão da Literatura.....................................................................................28
1.2.2.2 Metodologia....................................................................................................28
1.2.2.3 Resultados......................................................................................................29
1.2.2.4 Discussão.......................................................................................................29
1.2.3 Considerações Finais.....................................................................................30
1.3 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS............................................................................30
1.3.1 Referências......................................................................................................30
1.3.2 Glossário..........................................................................................................30
1.3.3 Apêndice..........................................................................................................30
1.3.4 Anexo...............................................................................................................31
1.3.5 Índice................................................................................................................31

.....................................................2...............................................5 Monografias..................45 4......3 FORMULANDO UMA CITAÇÃO................3..........................34 2.............................40 3.37 2................................................................................................................9 Suprimir partes de uma citação......1 Livro.......2.....................3..........................36 2.........................................................6 Citação de documentos de autoria de órgão da administração direta do governo.........4 Capítulo de livro.........................................2 CITAÇÕES INDIRETAS..........45 ..3.....................3........................................................................42 3..44 3..42 3.5 Citação de documentos cujo autor é uma entidade coletiva............................3..................................................................1 Comentários aos elementos essenciais.......2....33 2..3.....37 2....................................38 2............................................32 2......36 2.........................2 MODELOS DE REFERÊNCIAS................40 3..................................................2 Citação de trabalho de dois ou três autores..............36 2......34 2..2.........2 Autor entidade......................1 ELEMENTOS ESSENCIAIS......................................................................39 3 ELABORAÇÃO DAS REFERÊNCIAS...............3..3 REFERÊNCIAS DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS........................................3..............................3 Autoria desconhecida.....2..........................2.3...............................43 3.........................................................5 2 CITAÇÕES............................................42 3..................3..35 2...........................................................35 2............................................6 Artigo de revista não científica.45 3..................................10 Colocação de interpolações...........43 3...............................................................................1 Citação de trabalho de um autor..................... acréscimos ou comentários ao texto.1 FORMATO DO PAPEL.....................45 3....4 SISTEMA DE CHAMADA DAS CITAÇÕES..........................................................................2...........37 2...38 2.............7 Artigo de revista científica.2..................32 2...............................1 CITAÇÕES DIRETAS.............3.....................................................................3 Citação de trabalhos com mais de três autores........................4 Citação de trabalhos de autores anônimos....................................................................................................................................11 Citação de informação oral........................45 4 ORIENTAÇÕES SOBRE LAYOUT DE PÁGINA.............................................................................................................1 Sites..............................43 3...............................3...............1 Tipos de citações indiretas..........................33 2.......................................................................................................................................................44 3........................ dissertações e teses.........12 Citação de obras em fase de elaboração....................7 Citação de citação.....38 2.8 Citação de obras sem data...........3.......................1.................................

..........................................................................................2 Tipos e tamanhos de letras............................................................................................................................................................................3 ENTRELINHAMENTO...............4 TÍTULOS.................................49 4..9 USO DE NEGRITO E ITÁLICO...........10 PAGINAÇÃO..........46 4...................................................................................................................7 INCÍSO..............................49 4............................................................8 NOTAS DE RODAPÉ..................................................................47 4...48 4...47 4......................46 4................................................1 Títulos não numerados..5 PARÁGRAFO.......................2 Títulos numerados...46 4.........................................3........................................ TIPOS E TAMANHOS DE LETRAS............................................................2 MARGENS..................49 4......................................................3...................6 ALÍNEA......................................................46 4..................4......................................................51 .........................1 Entrelinhamento (Espacejamento) ........4.................49 4..............................................................................50 REFERÊNCIAS.......................................................................6 4....47 4..............

elementos textuais e elementos pós-textuais (Quadro 1). Quadro 1 – Estruturação de um trabalho acadêmico.7 1 ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO A estrutura de um trabalho acadêmico compreende: elementos pré-textuais. ESTRUTURA ELEMENTOS Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Folha de rosto (obrigatório) Errata (opcional) Folha de aprovação (obrigatório) Dedicatória(s) (opcional) Agradecimento(s) (opcional) Epígrafe (opcional) Pré-textuais Resumo na língua vernácula (obrigatório) Resumo em língua estrangeira (obrigatório) Lista de ilustrações (opcional) Lista de tabelas (opcional) Lista de abreviaturas e siglas (opcional) Lista de símbolos (opcional) Sumário (obrigatório) Introdução Textuais Desenvolvimento Conclusão Referências (obrigatório) Glossário (opcional) Pós-textuais Apêndice(s) (opcional) Anexo(s) (opcional) Índice(s) (opcional) .

tamanho 12. b) centro e/ou curso ao qual se vincula o trabalho: escritos em letras maiúsculas. Títulos longos. sem negrito.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS 1. em negrito. . em negrito. centralizado e na 6ª linha do texto. identificando o seu conteúdo e possibilitando a indexação e recuperação da informação. onde as informações são transcritas na seguinte ordem: a) nome da instituição: escrito em letras maiúsculas. g) local: o nome da cidade da instituição onde deve ser apresentado deve ser escrito em letras minúsculas. deve se na ultima linha da página. centralizados e nas 2ª e 3ª linhas. respectivamente. em negrito.8 1. centralizado na página e na 1ª linha do texto. c) nome do autor: escrito em letras maiúsculas. centralizado tanto horizontal como verticalmente. sendo apenas a primeira maiúscula. e) subtítulo: se houver. transcrito logo após o mesmo. com letras minúsculas.1 Capa Elemento obrigatório. que ultrapassam uma linha devem ser digitados com espaçamento simples. deve constar em cada capa a especificação do respectivo volume). tamanho 12 e centralizado. sem separação silábica de palavras. d) título: deve ser claro e preciso. Apenas em caso de cidade em locais distintos com nomes iguais é que se recomenda a utilização da sigla da unidade da federação. h) ano de depósito: ou da entrega do trabalho.1. negrito e tamanho 12. precedido por dois pontos. f) número de volumes (se houver mais de um. separada do nome por um hífen. tamanho 12. sem negrito. escrito em letras maiúsculas. tamanho 12. tamanho 12. em negrito. centralizado e na penúltima linha da página. deve ser subordinado ao título principal. sempre centralizado. tamanho 12.

.Modelo de capa.9 Figura1.

área de concentração. sem negrito. f) nome do orientador e. sem negrito. c) subtítulo: se houver deve ser subordinado ao título principal. em espaço simples.1. tamanho 12. se houver. g) local: o nome da cidade da instituição onde deve ser apresentado deve ser escrito em letras minúsculas. em negrito. transcrito logo após o mesmo.10 1. centralizado. sem separação silábica de palavras. tamanho 12. deve se na ultima linha da página. h) ano de depósito: ou da entrega do trabalho. d) número de volumes: (se houver mais de um. localizada abaixo do título. com letras minúsculas. alinhada a partir do centro da folha. precedido por dois pontos. escrita em letra tamanho 10. alinhada a partir do centro da folha (recuo de 8cm).2 Verso da folha de rosto . centralizado e na penúltima linha da página. tamanho 12. com espaço de duas linhas em branco. negrito e tamanho 12.1. sem negrito.1. sempre centralizado. do co-orientador: logo abaixo da nota explicativa.1 Anverso da folha de rosto Os elementos devem figurar na seguinte ordem: a) nome do autor: escrito em letras maiúsculas. em letra tamanho 10.2 Folha de rosto Elemento obrigatório o qual contém as informações essenciais à identificação do trabalho.2. nome da instituição a que é submetido. centralizado e na 1ª linha da página. que ultrapassam uma linha devem ser digitados com espaçamento simples.2. tamanho 12 e centralizado. 1. b) título: deve ser claro e preciso. deve constar em cada folha de rosto a especificação do respectivo volume). identificando o seu conteúdo e possibilitando a indexação e recuperação da informação. Títulos longos. sendo apenas a primeira maiúscula. e) nota explicativa: contendo as informações de natureza (Trabalho de Conclusão de Curso) e objetivo (grau pretendido e outros). 1. escrito em letras maiúsculas.

11 Deve conter a ficha catalográfica. Será confeccionada pela Biblioteca Central da Universidade Federal da Paraíba. conforme o Código de Catalogação AngloAmericano vigente. .

Modelo de folha de rosto.12 Figura 2 . anverso. .

13 Figura 3 . .Modelo de folha de rosto. verso.

Elemento opcional. nome. natureza. João Pessoa. como por exemplo. A. não propriamente ao conteúdo do trabalho científico.5 Dedicatória(s) Breve texto em que o autor dedica ou oferece o seu trabalho a alguém.6 Agradecimento(s) Texto que esboça o agradecimento do autor às pessoas e instituições que colaboraram para a realização do trabalho.14 1. nome da instituição a que é submetido.1. constituído pelo nome do autor do trabalho.3 Errata Destina-se a pequenas correções relacionadas à apresentação gráfica dos trabalhos científicos. 1. 160f. data de aprovação. 2011. apresentado em papel avulso ou encartado. B. Trabalho de Conclusão de Curso – Centro de Ciências da Saúde. constituído pela referência do trabalho e pelo texto da errata e disposto da seguinte maneira: Exemplo: ERRATA SILVA.4 Folha de aprovação Elemento obrigatório. C. acrescido ao trabalho depois de impresso. objetivo.1.1.1. 1. 2011. titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora e instituições a que pertencem. título do trabalho e subtítulo (se houver). A data de aprovação e assinaturas dos membros componentes da banca examinadora são colocadas após a aprovação do trabalho. área de concentração. colocado logo após a folha de rosto. erros de digitação e ortografia. Folha Linha Onde se lê Leia-se 32 3 publiacao publicação 1. Tratamento da obesidade: cirurgia bariátrica e adequação nutricional. Deve ser inserido logo após a folha de rosto. Universidade Federal da Paraíba. .

bem como a origem da obra.7 Epígrafe Menção de um pensamento que se relacione com a obra.1. .15 1.

Modelo de folha de aprovação.16 Figura 4 . .

.17 Figura 5 .Modelo de dedicatória.

Modelo de folha de agradecimentos. .18 Figura 6 .

19 Figura 7 . .Modelo de folha de epígrafe.

Elemento obrigatório. plantas. . retratos e outros). na língua. organogramas.11 Lista de tabelas Elemento opcional. 1. Ver ABNT NBR 6028/2003. com cada item designado por seu nome específico. em espanhol Resumen. recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustração (desenhos. não ultrapassando 500 palavras. que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto. elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto.bvs. esquemas. 1. com as mesmas características do resumo em língua vernácula. das palavras representativas do conteúdo do trabalho. 1. conforme ABNT NBR 6024. palavras-chave e/ou descritores.8 Resumo na língua vernácula Deve conter o título (RESUMO). centralizado. em francês Résumé. por exemplo).//decs. digitado em folha separada (em inglês Abstract. Os descritores devem ser consultados na internet pelo site http:www. logo abaixo. gráficos. Quando necessário.20 1. isto é. sem indicativo numérico. acompanhado do respectivo número da página.1.br. seguido. palavraschave e/ou descritores.1. fotografias.9 Resumo em língua estrangeira Elemento obrigatório que deve conter o título (ABSTRACT). separando o nome do título por travessão.1. mapas. Ver ABNT NBR 6028/2003. acompanhado do respectivo número da página. constituído de uma sequência de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos.10 Lista de ilustrações Elemento opcional.1. quadros. fluxogramas. isto é. Deve ser seguido das palavras representativas do conteúdo do trabalho. com cada item designado por seu nome específico.

1.21 1. . 1. seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso. Elemento obrigatório. conforme a ABNT NBR 6024/2003. Recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo. caixa alta ou versal. no texto. com o devido significado. e outro.1.1. A paginação deve ser apresentada apenas com o número da primeira página da seção (Exemplo: 27). Destacam-se gradativamente os títulos das seções.1. o qual consiste na relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto.13 Lista de símbolos Elemento opcional. Havendo mais de um volume. cujas partes são acompanhadas do(s) respectivo(s) número(s) da(s) página(s). em cada um deve constar o sumário completo do trabalho. que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto. Os elementos pré-textuais não devem constar no sumário.14 Sumário Facilita a consulta da estrutura do projeto de pesquisa. itálico ou grifo e redondo. utilizando-se os recursos de negrito. no sumário e de forma idêntica.12 Lista de abreviaturas e siglas Elemento opcional.

22 Figura 8 . .Modelo de folha de RESUMO.

Modelo de folha do ABSTRACT. .23 Figura 9 .

Modelo de lista de ilustrações.24 Figura 10 . .

.25 Figura 11 .Modelo de lista de tabelas.

.Modelo de lista de abreviaturas e siglas.26 Figura 12 .

Modelo de SUMÁRIO. .27 Figura 13 .

A descrição dos itens da metodologia depende do tipo de estudo a ser realizado. apenas uma sugestão desses itens . assim como os métodos. Isto implica em indicar o tipo de pesquisa que se pretende realizar (pesquisa bibliográfica. os sujeitos da pesquisa e as técnicas que serão utilizadas na coleta de dados. desde que estejam tais como aparecem na obra referenciada. quadros.2. 1.2. a fim de fazer um levantamento suficiente para esclarecer o leitor a respeito do assunto. 1. descritiva. ilustrações ou outros itens.2. experimental. desenvolvimento e conclusão. que variam em função da abordagem do tema e do método. Podem estar presentes no referencial teórico as tabelas. utilizando colocações impessoais através das citações. Divide-se em seções e subseções.28 1. Em seguida. com sua devida indicação.2.1 Revisão da literatura Consiste em um embasamento teórico a respeito do tema.2 Desenvolvimento Parte principal do texto.2 ELEMENTOS TEXTUAIS Constituídos de três partes fundamentais: introdução. que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. detalhando suas aplicações.2.). objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho. pesquisa ação etc. 1.1 Introdução Parte inicial do texto.2. 1.2 Metodologia (Procedimentos metodológicos) Deve estabelecer de que maneira se procederá para coletar os dados. Vale ressaltar que a justificativa e os objetivos da pesquisa devem ser expressos ao final da introdução. onde devem constar a delimitação do assunto tratado.

deve-se delimitar a área física com precisão. Para se redigir uma discussão. tais como a utilização do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido para pesquisa envolvendo seres humanos. bem como sua análise e interpretação. Devem-se estabelecer relações e associações. roteiro para as entrevistas. c) definição da amostra e área física: definir o tipo. observação e manuais de tabulação. quando for pesquisa de campo. e o cumprimento das exigências éticas da pesquisa. 1. chegando a considerações lógicas e objetivas. e) análise de dados: indicar o tempo previsto para a realização da apuração dos dados. Atenção!!! Neste momento não cabe a discussão. propor novos métodos . analisando causas e efeitos.2. evoluindo à interpretação dos resultados.4 Discussão A discussão é considerada uma etapa fundamental ao trabalho científico.2. na qual se exploram as ideias centrais da pesquisa. Os resultados são descritos por meio de tabelas. apoiadas nos resultados ou na revisão de literatura (quando for trabalho de pesquisa bibliográfica).3 Resultados Representam as interpretações do que foi realizado e obtido. formulários. quando necessário. A imparcialidade na menção dos resultados e dados obtidos é essencial.2. como questionários. b) descrição do objeto da pesquisa: deve-se descrever detalhadamente o tamanho da amostra para o experimento. gráficos e figuras. tamanho e formas de composição da amostra e. f) considerações éticas: mencionar a submissão ao Comitê de Ética em pesquisa. d) procedimentos de coleta de dados: indicar os instrumentos necessários para a coleta dos dados. os quais são auto-explicativos. se for pertinente. esclarecendo as limitações dos métodos e.29 a) Métodos e técnicas de pesquisa: consiste da definição do tipo de estudo que se pretende realizar.2. 1. inicia-se explorando o porquê da pesquisa e da metodologia empregada.

bem como nos resultados obtidos. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas.3. acompanhadas das respectivas definições. Neste texto.2.2 Glossário Relação de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro. 1. travessão e pelos respectivos títulos. fazem-se comentários sobre o trabalho.3 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS 1. na qual se apresentam conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses. quando esgotadas as 23 letras do alfabeto. mas apoiados na literatura.3.3 Considerações Finais Parte final do texto.3 Apêndice Elemento opcional. na identificação dos apêndices. que são documentos elaborados pelo próprio pesquisador. Exemplo: APÊNDICE A – Avaliação numérica de células inflamatórias totais aos quatro dias de evolução APÊNDICE B – Avaliação de células musculares presentes nas caudas em regeneração .3.30 e técnicas. utilizadas no texto. 1. 1. são identificados por letras maiúsculas consecutivas. 1.1 Referências Relação de todas as fontes que foram consultadas para a elaboração do projeto. pode-se ainda mostrar concordâncias e discordâncias. Os apêndices.

ordenadas segundo determinado critério.. que localiza e remete para as informações contidas no texto.) ANEXO B – Representação gráfica de contagem de células inflamatórias presentes nas caudas em regeneração – Grupo de controle II (Temperatura. Exemplo: ANEXO A – Representação gráfica de contagem de células inflamatórias presentes nas caudas em regeneração – Grupo de controle I (Temperatura. que são documentos que o pesquisador não elaborou. são identificados por letras maiúsculas consecutivas.3.5 Índice Lista de palavras ou frases. na identificação dos anexos.. travessão e pelos respectivos títulos.4 Anexo Elemento opcional.) 1.3.. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas. Os anexos.. quando esgotadas as 23 letras do alfabeto. .31 1.

como importante fator na recuperação do paciente” (GODOI. p. 2005) = citação para o fim do parágrafo 2. . mesmo no seio da classe médica. quando se quer transcrever o que um autor escreveu. extraídas de outra fonte. As citações bibliográficas podem ser DIRETAS (textuais) ou INDIRETAS e podem aparecer no texto e.32 2 CITAÇÕES Correspondem a descrições ou menções (conteúdos ou informações) contidas em um texto. Exemplos: Swerts (2005) = citação de início de parágrafo (SWERTS. Exemplos: O serviço de nutrição em hotelaria começa a fazer parte dos hospitais. obrigatoriamente. p. 119). ou seja. As citações são expressas indicando-se o último sobrenome do autor principal da obra (letras maiúsculas ou minúsculas). 36) ou (SWERTS. 36). seguido do ano de publicação. Nas citações diretas. devem ser em letras maiúsculas. p. 2004. deve-se indicar. após o ano de publicação (data). dependendo do caso. em notas de rodapé. o qual foi retirado o texto. e “tem sido hoje altamente reconhecido. 2005. a) citação direta curta: quando o trecho transcrito não for superior a 3 linhas. V – IV a.C) dizia “que seu alimento seja o seu remédio e que seu remédio seja o seu alimento”. quando estiverem entre parênteses. a página da obra consultada. Hipócrates (séc.1 CITAÇÃO DIRETA É a transcrição literal do texto consultado que reproduz completamente as características da redação original. As citações diretas podem ser expressas em citações diretas curtas e citações diretas longas. seguido do sobrenome do autor da obra e página. deve vir entre aspas duplas. As aspas simples são usadas para indicar citação no interior da citação. Exemplo: Swerts (2005.

associados aos sintomas confusos e com frequência penosos. .2. 2. não havendo necessidade de colocar a página de onde o conteúdo foi extraído. p. Alguns pacientes podem associar os sintomas com ato de se alimentar ao invés de atribuir a eles padrões específicos.1 Tipos de citações indiretas De acordo com Estrela e Sabino (2001). A perda de peso pode ser atribuída à ingestão inadequada resultante do medo e da ansiedade. após a cirurgia gástrica.33 b) citação direta longa: quando o trecho transcrito for superior a 3 linhas. devem figurar em letras maiúsculas entre parênteses. Os pacientes algumas vezes podem associar corretamente o consumo de tipos de alimentos com sofrimento. com frequência perdem peso. menciona-se o(s) sobrenome(s) do(s) autor(es) em letras minúsculas. deve constituir um parágrafo independente e recuado a 4 cm da margem esquerda. com sugestão do tamanho de letra 10 e com espaçamento simples ou 1 entre as linhas de seu texto. 2010. Exemplo: Os pacientes sintomáticos. Exemplo: Vasques. com o(s) nome(s) e data.2 CITAÇÃO INDIRETA Indica a reprodução do conteúdo do texto. pois seu uso em longo prazo pode fazer com que surjam outras alterações psicológicas paralelas. as citações indiretas podem ser do tipo paráfrase e condensado. mas expressando ideias e informações. 668). com frequência. 2. mas raramente podem selecionar alimentos apropriados com base nas suas experiências com alimentos ou refeições (KRAUSE. seguido de ano de publicação entre parênteses. Martins e Azevedo (2004) defendem o tratamento psiquiátrico e psicológico como importantes para a obesidade. sem transcrever literalmente as palavras do autor do texto. As citações indiretas são expressas da seguinte forma: a) quando (o)s nome(s) do(s) autor(es) integram o texto do parágrafo (início ou meio de parágrafo). volumes ou tipos de alimentos consumidos. b) quando o(s) nome(s) do(s) autor(es) estiverem no fim do parágrafo. Colocam o tratamento farmacológico em segunda instância.

1995a.... p. O sucesso pós . 2007. MATOS et al. a responsabilidade de um resultado satisfatório passa a ser do indivíduo. automaticamente. disabsortivas e mistas. são distinguidas pelo acréscimo de letras minúsculas após a data e sem espacejamento e em ordem alfabética. 2010). 2010.23) . Só a realização da cirurgia não reflete. Exemplos: Citação no parágrafo. início ou meio: Park (2005). Existem basicamente três tipos: restritivas.3 FORMULANDO UMA CITAÇÃO 2. Citação para o fim do parágrafo (PARK. a melhora do quadro geral do paciente partindo – se do princípio das inúmeras complicações que tal cirurgia traz consigo (MATTOS et al. publicados em um mesmo ano. 2005).1 Citação de trabalhos de um autor Estes documentos são indicados pelo sobrenome do autor e o ano de publicação. 2. b) citação indireta tipo condensado: no qual são sintetizadas as ideias do autor. necessariamente. Exemplo: A cirurgia bariátrica é uma técnica que vem sendo bastante utilizada. Estas promovem uma redução e manutenção de peso corporal podendo até melhorar as doenças relacionadas à obesidade (SANTOS.34 a) citação indireta tipo paráfrase: no qual se expressam as ideias do autor com as palavras próprias. As citações de diversos documentos de um mesmo autor.3. 2010). Exemplos: (TEIXEIRA. CUNHA et al. Exemplo: Após a cirurgia ter sido realizada.operatório dependerá de uma adequada adesão e seguimento de toda recomendação dada ao paciente.

(2003) Caso persista a coincidência.3.C. seguido do ano separado por vírgula. 27) ou Koo (2003a). Bassler e Morril (1991) No final de parágrafo. p. 25) Os prenomes por extenso Exemplo: Silva. p. Exemplo: Dois autores . a citação deve vir entre parênteses e os nomes dos autores separados por ponto-e-vírgula (. Exemplo: Oliveira. No início do parágrafo e meio. ALVES. . R. Koo (2003b).2 Citação de trabalho de dois ou três autores. M. 2.) e com letras maiúsculas. acrescentam-se: As segundas iniciais Exemplo: (PEREIRA. seguidos do ano de participação. p.3) (PEREIRA. C. acrescentam-se as iniciais de seus prenomes.3 Citação de trabalhos com mais de três autores Citar apenas o sobrenome do primeiro autor seguido da expressão et al. Clóvis (2005) 2. os sobrenomes dos autores devem ser ligados por e. 1979. M.Fiorini e Swerts (2004) Três autores . 1999). Exemplo: Conceitua-se política como um modo de agir com o propósito da obtenção de algo pretendido (OGUSHI.. 1995b.35 (TEIXEIRA. (2003) e Oliveira. Koo (2003c) e assim por diante. Carlos (2005) e Silva. O. 1979.Silverstein.. Quando houver coincidência de autores com o mesmo sobrenome e data de edição.3.

Quando não houver sigla citar o nome da entidade por extenso sempre que aparecer. a norma recomenda a entrada da referência pelo título.4 Citação de trabalhos de autores anônimos Quando se tratam de obras sem indicação de autoria ou responsabilidade conhecida. 5).3. seguida de reticências e data entre parênteses. Exemplo: .. a partir de então citar apenas a sigla. 1999. São Paulo. a citação é feita colocando-se a primeira palavra do título em letras maiúsculas. ou monossílabo. Exemplo: Título: Própolis um antibacteriano bucal Citação: PRÓPOLIS.3.. Folha de S. estado ou município.. 2002) 2. Exemplo: ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE (OMS. Exemplo: Título: A ROSA Prometida. 2.. seguido da data do documento.36 Exemplos: Koo et al. deve incluir na indicação da fonte.3. também em maiúsculas. (2002) ou (KOO et al. Paulo. p. 1999. (2003) Caso o título inicie com artigo (indefinido ou definido). p. 5. 16 abr. 2.. Citação: (A ROSA..5 Citação de documentos cujo autor é uma entidade coletiva Deve-se citar o nome por extenso acompanhado da sigla na primeira citação em texto.6 Citação de documentos de autoria de órgão da administração direta do governo A citação se inicia pelo nome geográfico do país. 2003) = primeira citação OMS (2003) = segunda citação em diante.

mencionar os dados do documento original. seguido da expressão “apud” e o sobrenome do autor do documento que foi realmente consultado. (1997 apud Pereira et al. minerais. 2.1978] = data aproximada 2. A indicação da fonte de uma citação de citação pode ser apresentada na forma textual ou após a descrição da ideia. extratos de tecidos. pois a cor de um alimento tem grande influência na sua aceitação (BRASIL. Posteriormente. Esta ideia. Para explicar que o autor da ideia original é citado por outro autor/obra que se está consultando. entre colchetes.37 Corantes são substâncias que conferem e intensificam cor aos alimentos para melhorar sua aparência e aceitação.. na referência.8 Citação de obras sem data Deve registrar uma data provável ou aproximada. quando se esgotarem as possibilidades de recuperação do original. Exemplos: Aragão [1978?] = data provável Aragão [da. proteínas e aminoácidos e outros produtos consumidos com o objetivo de melhorar a saúde e prevenir doenças.3. por sua vez. usa-se a expressão “apud”. Para se promover a citação de citação adota-se: a) citar o sobrenome do autor do documento não consultado (autor original). 2003) define suplementos como sendo produtos vitamínicos. pode ser expressa como citação direta ou indireta. 1961). Exemplo : Eliason et al.7 Citação de citação Só deve ser usada em último caso. Consiste na reprodução de uma referência a qual não se teve acesso.3. produtos herbais.3. de acordo com as normas de referências (ver item elaboração de referências). 2. mas da qual se tomou conhecimento apenas por citação em outro trabalho.9 Suprimir partes de uma citação .

desenvolvimento.] a adaptação do ambiente parte integrada dos cuidados de cada pessoa” (CALDAS. É indicada pela expressão “informação verbal” entre parênteses e deve-se mencionar os dados disponíveis em nota de rodapé.3..38 Quando se quiser suprimir partes de uma citação em texto. Exemplo: “a solução alcoólica de própolis [solução hidroalcoólica também] pode causar dermatite de contato” (SWERTS et al.11 Citação de informação oral Pode-se efetuar uma citação de informações colhidas em palestras. Exemplo: A estrutura física ideal de um hospital deve garantir “além de proteção.12 Citação de obras em fase de elaboração . (Informação verbal)1 Em rodapé: _______________ 1 Informe e comunicação repassada no 11º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade em junho de 2011. 177). ou seja a criança recebe de cada um dos pais um gene para hemoglobina.3.. 2001. 2.3.67). acréscimos ou comentários ao texto Quando houver a necessidade de algum comentário adicional à citação. 1998. 2. debates.10 Colocação de interpolações. usam-se reticências entre colchetes. p. p.. Exemplos: Em texto: Entre as doenças falciformes. mencione-se no momento oportuno entre colchetes [ ]. estimulação e satisfação para promover o bem-estar [. seminários e outros. a de maior significado clínico é a anemia falciforme determinada pela presença da Hb S em homozigose. 2.

. 2005 (em fase de elaboração).39 Os trabalhos em fase de publicação ou ainda não publicados podem ser citados.4 SISTEMA DE CHAMADA DAS CITAÇÕES O sistema de citações adotado para o TCC será o sistema alfabético (autordata). S. M. Quando o nome do autor estiver no fim do parágrafo e estiver entre parênteses deverá estar em letras maiúsculas e quando o nome do autor estiver contido na sentença. revista que tiver aceito e a data. da Faculdade de Odontologia da UNIFENAS. entre parênteses. indica-se o nome do autor com a inicial maiúscula com a data de publicação e a página. O. nome da instituição...] Artigo sobre a avaliação do gel de própolis na dessensibilização dentinária em lesões cervicais não cariosas (em fase de elaboração)1 Em rodapé: _______________ 1 Trabalho de autoria de ALVES. título. seguido do ano da publicação. Exemplos: (SWERTS. sendo eles: autores. Exemplo: [. SWERTS. 2010) = fim de parágrafo Swerts (2010) = no início ou meio do parágrafo . R. 2. D. em que figura o sobrenome do autor principal. informando apenas os dados disponíveis..

ed. 2000. 2000. vírgula. F. c) nome de autor de várias obras referenciadas pode ser substituído por um traço equivalente a seis espaços. M. F. Exemplo: Metodologia científica: no ensino da saúde. salvo nomes próprios. 3 v. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian. OLIVEIRA. seguido de ponto. 6 exs. O. U. A. seguido da expressão “et al. Exemplo: COSTA. d) o autor e o título da obra repetido na mesma página podem ser substituídos por dois traços equivalentes a seis espaços. Mais de três. v. ed. C. 3. Farmacognosia. AKISUE. 6. de. 3. 6. Exemplo: INFANTE. AKISUE. separa-se por ponto-e-vírgula. M. 1. deve ser antecedido de dois pontos. ed. 5. FERRETI. ______. Quando houver até três autores. seguido de ponto.J. ______.. Somente a primeira letra do título é maiúscula. as iniciais em maiúsculas e ponto. ed. ______. sem grifo.” Exemplos: SWERTS. et al. São Paulo: Scipione. ______. G. . 2000. b) título da obra: em negrito. 1998. indicase o primeiro. Curso de gramática aplicada aos textos. ______. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.1 ELEMENTOS ESSENCIAIS a) autor: SOBRENOME em maiúsculas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian. 2001. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. Quando há subtítulo. S. São Paulo: Scipione.40 3 ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS As referências apresentam elementos essenciais e podem estar acrescidas de elementos complementares. K. 2 v.

Brasília: INL. 1981. 5e ed. Pode-se abreviar algumas editoras: UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Exemplos: Viçosa. Caso existam cidades com o mesmo nome em Estados ou Países diferentes. adota-se a notação [S. anota-se o nome da cidade seguido de vírgula. (francês). L. etc. ed. A. Exemplo: FELIPE. em números arábicos sem ordinal e a palavra edição de forma abreviada.]. Exemplo: JOTA.no caso de duas editoras.. Exemplos: 2.caso tenha três ou mais editoras cita-se a primeira ou a de maior destaque. 10nd ed. Organização do espaço urbano e Mossoró. . (português e espanhol). 9. Aufl.l. Z. . Rio de Janeiro: Presença. com seus respectivos locais separandoas por ponto e vírgula. que significa sine loco.]: Esam. (Italiano). f) local de publicação: o nome da cidade não pode ser abreviado. ed.41 Observação: um traço supre a autoria individual ou múltipla e outro traço substitui o título. Exemplo: Usar COOPMED. e a abreviatura do Estado ou País. ao invés de escrever: Cooperativa Editora e de Cultura Médica. g) editora: após o nome da cidade aparece o nome da editora. MG: Viçosa. e) edição: indica-se a edição a partir da segunda. (inglês). Filhos & Irmãos. cita-se ambas. ausência de local. 2. RN: Viçosa. Não se usa: S.l.. AL: Faltando indicação de local. 1982. seguindo-se de dois pontos. [S. FGV (Fundação Getúlio Vargas). A. 6a ed. (Alemão). . J. Dicionário de lingüística. Ltda. dos S.

1 Livro Exemplo: OKUNO. sem ponto no milhar. 3. L. seguido de ponto. A.42 . i) caso não identifique a data.. Indica-se primeiro o numeral seguido da abreviatura. São Paulo: Harbra. h) data: o ano da publicação deve ser grafado com algarismos arábicos. Física para ciências biológicas e biomédicas. CHOW. Exemplo: 2000. Exemplo: BELÉM. 2000] = data aproximada [199-] = década certa [198-?] = década provável [19--] = século certo [19--?] = século provável 3. ausência de editor. C. 1986.n.]. CALDAS. 1964. E. .. I.2. Exemplo: 2 v. entre colchetes [1998?] = data provável [ca.n.faltando indicação de editora.]. procede-se: [1999] = data certa.Perspectiva: métodos dos pontos de distâncias.2 MODELOS DE REFERÊNCIAS 3.1 Comentários aos elementos essenciais a) as referências são alinhadas à margem esquerda. Belo Horizonte: [s. adota-se a notação [s. b) número de volumes da obra deve ser indicado após a data e o ponto final.1. que significa sine nomine. retirada de outras fontes. com a palavra volume abreviada. digitadas em espaço simples e separadas entre si por dois espaços simples. 490 p.

faz-se a indicação do(s) autor(es) do capítulo do livro. Rio de Janeiro. J. faz-se a entrada pela primeira palavra do título da obra em caixa alta. Creche e Pré-Escola: uma abordagem de saúde.2. São Paulo: Pinacoteca do Estado. neste caso. podendo ser seguido pela sigla separada por traço.13. indicam-se o capítulo e as páginas.OMS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS .3 Autoria desconhecida Na impossibilidade de se identificar o autor.153-158.. 59p. . substitua o nome do autor(es) do capítulo por um traço equivalente a seis espaços.43 3. 3.4 Capítulo de livro Para referenciar capítulos de livros. 2004. O. Neste caso. Não se usa o termo anônimo para substituir o nome do autor desconhecido.ABNT ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS . colocando somente a primeira palavra do título em letras maiúsculas. O. Exemplos: ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE . S. R. faz-se entrada pelo título da obra. cita-se todo o nome da entidade em letras maiúsculas. 3. NBR 14724: informações e documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. caso seja o mesmo para o capítulo.2. dos. da S. Exemplo: SILVA. Não se repete o nome do autor. No final. título e subtítulo (caso houver. p.ABNT. Saúde Bucal. M. E. Exemplo: O OLHAR e o ficar: a busca do paraíso.2 Autor entidade Quando o autor for entidade. 2005. seguida da expressão “In:” e da referência completa da obra.2. L. SWERTS. sem grifo). In: SANTOS. B. 1994. São Paulo: Artes Médicas. cap.

v. paginação inicial e final do artigo. Data de publicação. S. o local e a data da defesa. C. 13. 140 f. 616. Ensaios toxicológicos pré-clínicos e clínicos com as folhas de Cissus sicyoides L. numeração do volume. trabalho de conclusão de curso etc. . Cap. período.2.6 Artigo de revista não científica SOBRENOME. G. dissertação. 2004.2. Curitiba. p.. fascículo ou número. S. HARARI. abr. São Paulo: Atheneu. João Pessoa. Como se forma um bom aluno. M. Vigilância em saúde ambiental: uma nova área da ecologia. 2004.5 Monografias. período. Nome (se houver). 2004. Local da publicação. 3. 2009. (VITACEAE). C. Iniciais do nome. 59-62. dissertações e teses Devem ser indicados em nota o tipo de documento (tese.1. Exemplo: SWERTS. 2010. n. Exemplo: VASCONCELOS. Revista Internacional de Periodontia Clínica. local da publicação. paginação inicial e final do artigo. 40-44. o grau. T. 3.44 Exemplo: PAPINI. p.7 Artigo de revista científica SOBRENOME.2./jun. Revista Época. Qualidade de vida rural.). Exemplo: GUIMARÃES. Título do artigo: subtítulo (se houver). Enfoque atual sobre periodontite pré-pubertal. São Paulo. In: ______. 3. Título da publicação. 1. 74-82. S. Título do artigo ou da matéria: subtítulo (se houver). numeração do volume. Tese (Doutorado em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos) – Universidade Federal da Paraíba. O. mar. n. p. a vinculação acadêmica. Data de publicação. H. fascículo ou número. Título da publicação.

F.br/pdf/rsp/v39n1/02. formato A4(210 x 297mm). precedida da expressão: “Acesso em:” Exemplo: SILVA. jan.scielo. R. 4 ORIENTAÇÕES SOBRE LAYOUT DE PÁGINA 4. em geral.. 1. com exceção dos dados internacionais de catalogação-na-publicação que deve vir no verso da folha de rosto. São Paulo. o modelo de referências bibliográficas. L.pdf>. 9-17. MENDES. de acordo com a ABNT NBR 14724 de 2011. é registrar todas as informações disponíveis e fornecer ao leitor o caminho (endereço eletrônico) que foi percorrido para se chegar ao documento. Acesso em: 23 maio 2008. v. Recentemente.1 Sites O importante. 2005. Disponível em: <http://www. p. 3. Todavia. impresso em papel branco ou reciclado (com exceção da capa). Para obras consultadas on line são essenciais as informações sobre o endereço eletrônico completo. nesses casos. acrescentando-se informações relativas à descrição física do meio ou suporte. n. estipulou-se que os elementos pré-textuais devem iniciar no anverso da folha.3 REFERÊNCIAS DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS As referências de documentos eletrônicos seguem.45 3. apresentando entre <brackets>. recomenda-se que os elementos textuais e pós-textuais sejam digitados no anverso e verso das folhas. .3.1 FORMATO DO PAPEL O trabalho deve ser digitado em letras de cor preta (podendo usar outras cores somente em ilustrações). Revista de Saúde Pública. precedido da expressão: “Disponível em:” e a data de acesso do documento. 39. Exposição coambinada entre ruído e vibração e seus efeitos sobre a audição de trabalhadores.

o tipo do trabalho.3 ENTRELINHAMENTO. devem ser separadas entre si por um espaço simples em branco.2 Tipos e tamanhos de letras Recomenda-se que o texto seja digitado em letras „Times New Roman‟ ou „Arial‟. o nome da instituição e a área de concentração devem ser alinhados do meio da mancha gráfica para a margem direita. legendas das ilustrações e das tabelas. No caso de citações diretas longas.3.5 para todo o texto.2 MARGENS Para o novo modelo de impressão deve-se observar que para o anverso (esquerda e superior 3 cm e direita e inferior 2 cm) e para o verso (direita e superior 3 cm e esquerda e inferior 2 cm).46 4. o objetivo. referências. notas de roda pé. paginação. desde que quando optar por uma. com exceção das citações diretas longas. legendas e .1 Entrelinhamento (Espacejamento) Adota-se 1. entre parágrafo e citação direta longa. 4. inclusive para capa. nome da instituição a que é submetido e área de concentração) que devem ser digitados em espaço simples. Na folha de rosto e na folha de aprovação. com mais de três linhas.3. Não se adota espaçamento diferenciado: entre dois parágrafos. 4. Quanto ao tamanho da fonte deve ser 12 para todo o trabalho. TIPOS E TAMANHOS DE LETRAS 4. objetivo. entre parágrafo e tabela. dados internacionais de catalogação-na-publicação. notas de rodapé. As referências. o parágrafo deve iniciar com recuo de 4 cm. partindo da margem esquerda no anverso e direita no verso. natureza (tipo do trabalho. excetuando-se citações com mais de três linhas. deve-se manter a mesma do começo ao fim do trabalho. no final do trabalho.

As opções para entrelinhamento (espacejamento). que devem ser em tamanho menor e uniforme. 4. de uma seção precede seu título. sumário. lista de ilustrações. em algarismo arábico.5 ou 24 pontos Times ou Arial – 12 Referências simples ou 12 pontos Times ou Arial – 12 direta simples ou 12 pontos Times ou Arial – 10 Citação longa Notas de rodapé simples ou 12 pontos Times ou Arial – 10 Tabelas e quadros simples ou 12 pontos Times ou Arial – 10 4. indicando os capítulos e suas respectivas seções. sugere-se 10.4 TÍTULOS 4.4.2 Títulos numerados Os títulos numerados são aqueles que recebem numeração progressiva. resumos. anexo(s) e índice(s) – estes.1 Títulos não numerados Os títulos. b) é sempre alinhado à margem esquerda. apêndice(s). Quadro 2 – Entrelinhamento. lista de abreviaturas e siglas. lista de símbolos. DESCRIÇÃO ENTRELINHAMENTO TIPO E TAMANHO DE FONTE Texto 1.4. tipo e tamanho de letra para a digitação. referências.47 fontes das ilustrações e das tabelas. devem ser centralizados e em negrito. tipo e tamanho de letra para a digitação do texto são especificadas no Quadro 2. sem indicativo numérico são dos elementos pré e pós textuais – errata. As observações para numerar os títulos são: a) o indicativo numérico. c) separado por um espaço de caractere (não utiliza-se ponto ou hífen para separá-los). glossário. agradecimentos. .

a numeração progressiva deve ser utilizada para evidenciar a sistematização do conteúdo do trabalho.1.48 Os títulos das seções primárias devem começar em página ímpar (anverso).1 Tabulação dos itálico dados 1ª inicial maiúscula 1.1. de forma idêntica. Em geral.1. os títulos das subseções devem ser separados do texto que os precede e que os sucede por um espaço entre as linhas de 1. itálico ou sublinhado e outros. na parte superior da mancha gráfica e ser separados do texto que os sucede por um espaço entre as linhas de 1. a partir da segunda linha. no sumário e.1. não ultrapassando da seção quinária. Destacam-se gradativamente os títulos das seções.1. alinhados abaixo da primeira letra da primeira palavra do título.1. deve-se evitar excessiva subdivisão das seções.1 AMOSTRA negrito Seção terciária 1ª inicial maiúscula e em 1.5.5. . utilizando-se os recursos de negrito. Elaborada conforme a ABNT NBR 6024.1 Pesquisa de campo negrito Seção quaternária Seção quinária 1ª inicial maiúscula e em 1. TÍTULO DE APRESENTAÇÃO Seção primária letras (capítulo) negrito Seção secundária letras maiúsculas maiúsculas EXEMPLO e e em 1 METODOLOGIA sem 1.5 PARÁGRAFO Cada parágrafo deve vir recuado da margem esquerda (anverso) e direita (verso) aproximadamente de 1 a 1. no texto. O Quadro 3 apresenta os recursos gráficos para apresentação das seções.5 cm. Quadro 3 – Apresentação das seções.1 Elaboração dos resultados 4. Títulos que ocupem mais de uma linha devem ser. Da mesma forma.

que se assinalam por letras minúsculas ordenadas alfabeticamente. A primeira linha da alínea inicia na margem de parágrafo e as seguintes são alinhadas sob a primeira letra do texto da alínea. Devem ser alinhadas. sem espaço entre elas e com fonte menor. 4. seguidas de sinal de fechamento de parênteses. a partir da segunda linha da mesma nota. que termina com ponto.49 4.8 NOTAS DE RODAPÉ As notas devem ser digitadas ou datilografadas dentro das margens. deve-se observar o seguinte: a) devem ser transcritas em espaço simples e com letra menor (tamanho 10). e termina com ponto e vírgula. a partir da margem esquerda.6 ALÍNEA As alíneas são divisões enumerativas. 4. Na digitação de notas de rodapé. 4. para diferenciá-la.7 INCÍSO Os incisos (ou sub-alíneas) são divisões existentes no interior das alíneas. exceto no caso de nomes próprios. Iniciam com hífen e são alinhados a aproximadamente um centímetro da margem de parágrafo. abaixo da primeira letra da primeira palavra.9 USO DE NEGRITO E ITÁLICO . ficando separadas do texto por um espaço simples de entre as linhas e por filete de 5 cm. deixa-se uma linha em branco. menos a última. O texto das alíneas tem início com letra minúscula. c) entre uma nota e outra. e termina com ponto e vírgula. de forma a destacar o expoente. O texto dos incisos tem início com letra minúscula. b) a segunda linha e seguintes obedecem à margem do texto. exceto no caso de nomes próprios.

b) letras ou palavras que mereçam destaque ou ênfase. b) nomes de espécies em botânica e zoologia. no canto superior direito da folha. todas as folhas. a 2 cm da borda superior. a partir da folha de rosto. ficando o último algarismo a 2 cm da borda direita da folha. A numeração deve figurar. ora de outro para o mesmo tipo de expressão. O negrito pode ser utilizado para: a) títulos de livros e periódicos nas referências.50 O uso de negrito e itálico deve ser estabelecido no início da digitação do trabalho e ser coerente e uniforme. O itálico pode ser empregado para: a) palavras e frases em língua estrangeira. mas não numeradas. evitando-se o uso ora de um. . a partir da primeira folha da parte textual. em algarismos arábicos. considerando somente o anverso.10 PAGINAÇÃO As folhas ou páginas pré-textuais devem ser contadas. Para trabalhos digitados somente no anverso. quando não for possível dar esse realce pela redação. devem ser contadas sequencialmente. 4.

NBR 6024: informação e documentação: numeração progressiva das seções de um documento escrito: apresentação. Manual para elaboração de trabalhos acadêmicos dos cursos da faculdade PIO XII. 2011. Rio de Janeiro. . ______. FRAGA. 2003a.51 REFERÊNCIAS SWERTS. M. 2010. 2010 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: informação e documentação – Trabalhos acadêmicos: apresentação. 2010. ______. Rio de Janeiro. 4. S. Rio de Janeiro. O. ______. Rio de Janeiro. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. ed. 2004. Faculdade de Estudos Sociais do Espírito Santo: Cariacica-ES. 2002a. Rio de Janeiro.pdf> Acesso em: 31 de out. S. Alfenas: UNIFENAS. 2003c. 2003b. ______. ______. et al. M. NBR 6028: informação e documentação: resumo: apresentação. Rio de Janeiro. NBR 10520: citações em documentos: apresentação. Disponível em: <http://www.br/pesquisa/manualmetodologia/normasdepublicacoes. Rio de Janeiro. NBR 6027: informação e documentação: sumário: apresentação. ______. L.unifenas. 2002. NBR 12225: informação e documentação: Lombada: apresentação. Manual para elaboração de trabalhos científicos.