You are on page 1of 46

“Novos” Problemas surgem a cada dia...

E os “velhos” problemas persistem...

E os “velhos” problemas persistem...

muita esperança. .Há esperança...

Mas. qual é o futuro para as próximas gerações? .

. Pesquisas e os Estudos Comprovam. O acesso e a permanência bem sucedida na escola varia de acordo com a raça/etnia.As Estatísticas.     A escola brasileira tem ainda um caráter excludente.. encontra-se inadequada à população negra e pobre. . As trajetórias escolares dos(as) negros(as) se apresentam bem mais acidentadas do que as percorridas pelos(as) estudantes brancos(as). Com sua estrutura rígida. A estrutura escolar. os tempos e os espaços escolares estão inadequados à população pobre e negra. o currículo.

 (Nação branca.Reconhecendo o processo historicamente construído… A educação era negada aos escravos. • Preconizou-se o mito da democracia racial brasileira. .  • A escola silenciou sobre as tradições culturais africanas consolidando o eurocentrismo.  Construção do nacionalismo brasileiro. • A cultura negra e seus elementos não entraram na escola por meio dos currículos.  A exclusão escolar da população negra foi oficializada. ocidental e cristã).

Nelson Mandela .. pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o oposto. Para odiar.REPENSANDO A EDUCAÇÃO BRASILEIRA… Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem.. as pessoas precisam aprender e se elas podem aprender a odiar podem ser ensinadas a amar. ou por sua religião.

Pressupostos para a construção de novas práticas pedagógicas Pensamento Pedagógico contemporâneo Objetivos da educação Pedagogia da diversidade Africanidades brasileiras Novos referenciais Sobre a diversidade .

História e cultura africana e afro-brasileira. O Continente Africano como berço da humanidade identificando-o como uma das matrizes legítimas da cultura humana geral e em especial do Brasil MATEMÁTICA Reconhecer e valorizar os vários saberes matemáticos que são construídos por diferentes povos e culturas. levando em conta sua visão de mundo.códigos e símbolos. CIÊNCIAS Aprendizado de conceitos e a construção de conhecimentos com base científica que levem . PORTUGUÊS Respeitar a diversidade cultural brasileira por meio do reconhecimento das heranças Linguísticas africanas. Identificando e reconhecendo as concepções estéticas africanas como referenciais que poderão auxiliar na construção de novas percepcões e sobre a real identidade brasileira. EDUCAÇÃO FÍSICA Práticas corporais advindas das variadas manifestações culturais. Compreender que o território brasileiro e africano foram e continuam sendo espaços produzidos pelas relações sociais estabelecidas gerando desigualdades e contradições. valorizando-as Como patrimônio cultural e respeitando Os diferentes grupos étnicos e sociais. a reflexão sobre preconceitos estereótipos e discriminações advindas do senso comum sobre os seres humanos na terra e suas relações LINGUA ESTRANGEIRA Conecxões com símbolos culturais e políticos de outros continentes como instrumento de cidadania. . Educação das Relações étnico-raciais ARTES Compreender a arte como cultura . ampliando o acesso as experiências culturais e históricas africanas e da diáspora.GEOGRAFIA HISTÓRIA A diversidade sócio cultural brasileira numa perspectiva geográfica.seus discursos históricos Culturais.

Mudar virou um verbo imperativo. Em nenhum momento da humanidade vivemos tantas e tão intensas transformações. desaprender algumas práticas e noções do passado. Temos que.. ao mesmo tempo. Mas mudar o que? Para quê? Para quem? De que forma? Com quem? Aprender sempre..Esta não é uma tarefa fácil. Mas isso não é suficiente. eis um bom caminho. .

De quem é a responsabilidade de uma sociedade mais justa e equilibrada Estado? Mercado? Terceiro Setor? .

Mercado e Terceiro Setor Estado Mercado Recursos Públicos para fins Públicos Recursos Privados para fins Privados Terceiro Setor Recursos Privados para fins Públicos .Uma visão geral: Estado.

. autonomização do capital. revolução tecnológica.Alguns Fatores Propulsores “Vivemos um tempo de perda de referências. especulação financeira. concentração de riquezas e desemprego” (Eric Hobsbawm) Alguns números atestam de forma emblemática os contrastes econômicos e sociais desta era.

.Alguns Fatores Propulsores    Fortalecimento dos direitos do consumidor e crescimento de ONG´s ampliando demandas (filosofias sociais e ambientais). Capacidade de comunicação global.

Alguns Fatores Propulsores Constituição Cidadã Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I – Construir uma sociedade livre. III – erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais IV.justa e solidária. II. raça. sexo. idade e quaisquer outras formas de discriminação . cor.Garantir o Desenvolvimento Nacional.promover o bem estar de todos sem preconceitos de origem.

materializando-se no direito à educação. à propriedade e à igualdade perante a lei Direitos Sociais – assegurar a participação do indivíduo na riqueza coletiva.É o direito de ter direitos e o dever de ter deveres. Direitos Civis – direitos fundamentais à vida. saúde. alimentação. a um trabalho digno. à liberdade. à aposentadoria Direitos políticos – participação do cidadão no governo da sociedade .Alguns Fatores Propulsores    Cidadania – participação em relação ao exercício do poder e em relação à busca do bem comum.

a malária e outras doenças  Garantir a Sustentabilidade Ambiental  Promover uma Parceria Mundial para o Desenvolvimento .Alguns Fatores Propulsores Metas: Erradicar a extrema pobreza e a fome  Atingir a universalização do ensino fundamental  Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia da mulher  Reduzir a mortalidade infantil  Melhorar a saúde materna  Combater o HIV/Aids.

Alguns Fatores Propulsores FILANTROPIA Grego = amor à humanidade   Ação altruísta e desprendida Não exige previsão do retorno de investimento realizado nem do ponto de vista do beneficiário nem do investidor .

fornecedores.É uma postura de gestão baseada em princípios éticos de valores. condutas e compromissos que as empresas adotam com empregados e acionistas (público interno). clientes e a comunidade (público externo). visando a intervenção social em busca do bem comum e do fortalecimento da empresa. .

responsabilidade social é toda e qualquer ação que possa contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sociedade. e que é preciso uma convivência baseada no uso responsável de recursos com visão de sustentabilidade. .Em uma visão expandida. Engloba a compreensão de que as ações e a vida na terra estão relacionadas.

Consumidores/clientes Governo e sociedade Acionistas Comunidade Empresa Socialmente Responsável Público Interno Meio Ambiente Valores e Transparência Fornecedores .

Pesquisa Instituto Ethos e jornal Valor: 31% dos consumidores brasileiros prestigiaram ou puniram uma empresa com base em sua conduta social. a ética nos negócios é um dos principais fatores para determinar se uma empresa é boa ou ruim.  .  Para 51% dos consumidores.

 Estrutura jurídica. cuidando desse meio e assegurando seu usufruto sustentável a longo prazo.Depredamos a natureza da qual tiramos os insumos? Descuidamos-nos em relação aos resíduos químicos ou poluentes industriais que geramos?Ou investimos o necessário para cuidar dos recursos naturais. tributária e legal do Estado:Aproveita-se do „jogo do poder‟ em beneficio do interesse próprio? Sonegamos tributos alegando injustiça ou dúvidas sobre a aplicação? Ou. cumprimos com as obrigações.  .Dilemas das Responsabilidade Social Meio ambiente . ainda que não estejamos totalmente de acordo? Utilizando os meios representativos e institucionais para mudar a situação.

projetos sociais? Permitindo a participação do voluntariado e outras formas institucionais de participação?  Clientes:. Desconhecendo a necessidade do entorno? Proibindo a participação de voluntários nos trabalhos dessas comunidades? Ou. Cumprindo com as especificações contratadas e prometidas? Não utilizando nenhuma forma ilegal ou contra a dignidade da pessoa ou empresas? Fornecendo sempre informações claras?  . atendendo. Crescendo por meio de publicidade enganosa? Descuidando da qualidade? Ganhando mercado através de subornos ou “gratificações” irregulares? Ou. conforme possibilidades e prioridades.Dilemas das Responsabilidade Social Agentes da Comunidade organizada:.

Dilemas das Responsabilidade Social Fornecedores:. Extorquindo? Usando todo o peso do poder econômico explorar o valor? Utilizando-se de informação reservada?Ou. Falta de comunicação proposital? Estilo “manda quem pode. Propiciando uma verdadeira gestão participativa? Aceitando as diferenças? Promovendo talentos?  . Otimizando a cadeia de valor? Buscando parcerias de longo prazo? Investidores ou acionistas:. obedece quem tem juízo?” Discriminando por qualquer tipo de minoria ou diferença? Ou. Informando com responsabilidade em qualquer caso? Dedicando o tempo necessário para dar a conhecer a situação empresarial? Colaboradores e funcionários:.Fraudes em balanços econômicos e contáveis? Falta de transparência nas informações? Ou.

parcerias que agreguem valor mútuo) . normas de conduta.instituições e sustentabilidade) Terceiro Desafio: Transparência Organizacional (relações de confiança.Desafios para as organizações Primeiro Desafio:Avaliação de Desempenho SócioAmbiental Segundo Desafio: Responsabilidade Social ampliada (indivíduos.

QUAIS OS FATORES MOTIVACIONAIS? Incentivos fiscais? Imagem institucional positiva? Manutenção da ordem e garantia de mercados futuros? Responsabilidade social?  .

e operacionais sociais e ecológicos Visão de mundo restrita – Visão de mundo mais ampla – empresa contra as forças parcerias para obter vantagens competitivas competitivas Legislação ambiental = aumento Legislação ambiental = promoção dos custos de produção da inovação Uso de tecnologias de produção Uso de tecnologias limpas de tradicionais produção Questões do meio ambiente Questões do meio ambiente natural geralmente vistas como natural geralmente vistas com ameaças novas oportunidades Foco na redução de custos e Foco na inovação eficiência operacional Individualista Cooperação Resumo comparativo entre competitividade e sustentabilidade .Sustentabilidade Empresarial Competitividade Sustentabilidade Baseada em fatores econômicos Baseada em fatores econômicos.

para que seja possível identificar oportunidades e priorizar investimentos nestas áreas e. as empresas devem incluir a preocupação com o meio ambiente natural e a responsabilidade social no seu planejamento estratégico. relacioná-las com o seu desenvolvimento econômico.Sustentabilidade Empresarial Uma empresa pode ser considerada sustentável se atender aos critérios de ser economicamente viável. . ao mesmo tempo. Para isto. ocupar uma posição competitiva no mercado. produzir de forma que não agrida o meio ambiente e contribuir para o desenvolvimento social da região e do país onde atua.

é uma atitude. 2001) .“O que se opõe ao descuido e ao descaso é o cuidado.Vozes. Ed. Representa uma atitude de ocupação. Cuidar é mais que um ato. abrange mais que um momento de atenção. preocupação. de zelo e de desvelo.” (Leonardo Boff em seu livro “Saber Cuidar”. Portanto. de responsabilização e de envolvimento com o outro.

Código de Ética Profissional . -comunidade. . em seu ambiente e em suas diversas dimensões: -como indivíduo.CEP Da identidade das profissões e dos profissionais: O objetivo das profissões e a ação dos profissionais volta-se para o bem-estar e o desenvolvimento do homem. -nas gerações atuais -nas suas raízes históricas. -família. -nação e humanidade. -sociedade. -nas gerações futuras.

instituições e conselhos integrantes da organização profissional são igualmente permeados pelos preceitos éticos das profissões e participantes solidários em sua permanente construção. adoção. divulgação. associações.Código de Ética e Entidades de Classe Entidades de Classe As entidades. . preservação e aplicação..

8º A prática da profissão é fundada nos seguintes princípios éticos aos quais o profissional deve pautar sua conduta: .DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. Art.

Do objetivo da profissão: I . tendo como objetivos maiores a preservação e o desenvolvimento harmônico do ser humano.A profissão é bem social da humanidade e o profissional é o agente capaz de exercê-la.DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. de seu ambiente e de seus .

colocado a serviço da melhoria da qualidade de vida do homem. Da natureza da profissão: II – A profissão é bem cultural da humanidade construído permanentemente pelos conhecimentos técnicos e científicos e pela criação artística. .DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. pela prática tecnológica.

Da honradez da profissão: III .A profissão é alto título de honra e sua prática exige conduta honesta. digna e cidadã. .DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS.

DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. munindo-se de técnicas adequadas. Da eficácia profissional: IV . assegurando os resultados propostos e a qualidade satisfatória nos serviços e produtos e observando a segurança nos seus .A profissão realiza-se pelo cumprimento responsável e competente dos compromissos profissionais.

ordenadores. justo e com espírito progressista dos profissionais para com os gestores. Do relacionamento profissional: V . . destinatários.DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. beneficiários e colaboradores de seus serviços.A profissão é praticada através do relacionamento honesto. com igualdade de tratamento entre os profissionais e com lealdade na competição.

de seus bens e de seus valores. . Da intervenção profissional sobre o meio: VI .A profissão é exercida com base nos preceitos do desenvolvimento sustentável na intervenção sobre os ambientes natural e construído e da incolumidade das pessoas.DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS.

DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. Da liberdade e segurança profissionais: VII . . sendo a segurança de sua prática de interesse coletivo.A profissão é de livre exercício aos qualificados.

8. Constitui-se infração ética todo ato cometido pelo profissional que atente contra os princípios éticos. descumpra os deveres do ofício. 13. DA INFRAÇÃO ÉTICA Art. .DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. pratique condutas expressamente vedadas ou lese direitos reconhecidos de outrem.

a partir das disposições deste Código de Ética Profissional. A tipificação da infração ética para efeito de processo disciplinar será estabelecida.DOS PRINCÍPIOS ÉTICOS. . DA INFRAÇÃO ÉTICA Art. 8. na forma que a lei determinar. 14.

pode-se exercer com irresponsabilidade uma profissão? .Reflexão . sem ética? .Sendo-se ético.Pode-se exercer com responsabilidade uma profissão.

como construí-la? .Se não houver ética. como manter um bom relacionamento com o cliente (com a sociedade)? . e consequentemente nem responsabilidade.Em não havendo bom relacionamento numa sociedade.Reflexão .