You are on page 1of 2

Práticas de Educação Musical no desenvolvimento da sensibilização

ambiental

Moniele Rocha de Souza. Mestrado. UNESP.
Talita Manzini Lopes. Doutorado. UNESP.

Palavras-chave: Educação Musical; Educação Ambiental; Sensibilização Ambiental.
O objetivo deste trabalho é relatar o processo de elaboração de práticas de
Educação Musical para o desenvolvimento da sensibilização ambiental na educação
complementar. Tal processo ocorreu durante o terceiro semestre do curso de mestrado
do programa de pós-graduação em Educação Escolar pela Universidade Júlio de
Mesquita Filho - UNESP, campus de Araraquara-SP. A pesquisa de mestrado envolve a
temática da Educação Musical e Educação Ambiental na sala de aula. O objetivo da
pesquisa é analisar as possibilidades de desenvolver a sensibilização ambiental e a
aprendizagem de conteúdos referentes ao meio ambiente, por meio de atividades de
música. Com a finalidade de realizar o objetivo geral da pesquisa foi necessário a
elaboração e planejamento das práticas de Educação Musical para o desenvolvimento da
sensibilização ambiental como parte dos objetivos específicos. O referencial teórico
utilizado para a elaboração das atividades de música que envolve o meio ambiente
partiu da leitura das obras de Schafer (2001), Schafer (2011), Fonterrada (2004) e Brasil
(2001) no intuito da compreender e selecionar possíveis atividades de música que se
relacionam com o meio ambiente. Schafer (2001), Schafer (2011) e Fonterrada (2004)
tratam da paisagem sonora em suas obras, de acordo com a percepção sonora do
ambiente. Essa percepção sonora abarca os sons da natureza e os sons produzidos pelo
homem encontrados em diferentes ambientes. Dessa forma, os autores discutem e
refletem em suas obras sobre a origem, o acontecimento e a influência desses sons
encontrados nas diferentes paisagens sonoras na vida do homem. Para tanto, seis
atividades foram elaboradas, a partir de uma sequência didática em vista dos objetivos
pensados. Cada atividade possui seus objetivos relacionados aos locais a serem visitados
por uma turma de alunos, com a faixa etária entre 09 e 10 anos de idade estudantes da
escola CEC de Itápolis-SP. Os locais a serem usados para a visita dos alunos e o

Espera-se com a realização das atividades que os alunos desenvolvam uma sensibilidade ambiental. UNESP. São Paulo: Irmãos Vitale. T. Música e meio ambiente: a ecologia sonora. Maria Lúcia Pascoal. de acordo com o ambiente em que se encontram. Tradução: Marisa Trench Fonterrada. Assim. Magda R. M. . A afinação do mundo: uma exploração pioneira pela história e pelo atual estado do mais negligenciado aspecto do nosso ambiente: a paisagem sonora. Referências FONTERRADA. Gomes da Silva. área de lazer. praça em frente à escola e uma fábrica. R. O ouvido pensante. São Paulo: Ed. Aguinaldo José Gonçalves. os espaços a serem visitados pelos alunos serão: córrego localizado próximo a escola. SCHAFER. 2 Ed.acontecimento das atividades foram escolhidos. parque ecológico. locais encontrados na escola. conforme a paisagem sonora identificada. Tradução: Marisa Trench Fonterrada. R. SCHAFER. 2001. 2004. M. 2011. São Paulo: Editora UNESP. aeroclube. M. O intuito é de que a paisagem sonora de cada local visitado promova a relação entre o meio ambiente e a música. Rev.