MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA SIMA - SESI ARAPONGAS/ PR.

Page 1 of 9

SUMÁRIO

01. CONSIDERAÇÕES INICIAIS........................................................... 02. DISPOSIÇÕES GERAIS.................................................................. 03. SERVIÇOS PRELIMINARES........................................................... 04. TRANSPORTE................................................................................. 05. INSTALAÇÕES – ELÉTRICA, LÓGICA E TELEFONIA.................. 06. DIVISÓRIA....................................................................................... 07. PLATAFORMA ELEVATÓRIA......................................................... 08. DEMOLIÇÃO.................................................................................... 09. FORROS......................................................................................... 10. ESQUADRIAS.................................................................................. 11. RODAPÉS........................................................................................ 12. REVESTIMENTO DE PISO............................................................. 13. PINTURAS....................................................................................... 14. FERRAGENS................................................................................... 15. VIDROS........................................................................................... 16. INSTALAÇÕES SANITÁRIAS.......................................................... 17. DIVERSOS....................................................................................... 18. LIMPEZA..........................................................................................

02 02 02 02 02 03 04 04 04 04 05 05 05 06 07 07 07 08

MEMORIAL DESCRITIVO
1

Page 2 of 9

1- CONSIDERAÇÕES INICIAIS Este memorial tem por objetivo descrever e especificar de forma clara os serviços a serem executados para a Reforma do SIMA/ SESI. As quantidades levantadas no “Quantitativo” são orientativas, não implicando em aditivos quando das medições dos serviços, cabendo ao construtor a responsabilidade pelo orçamento proposto. O empreiteiro ao apresentar o preço para esta construção esclarecerá que não teve dúvidas na interpretação dos detalhes construtivos e das recomendações constantes das presentes especificações, e que está ciente de que as especificações prevalecem sobre os desenhos. 2 - DISPOSIÇÕES GERAIS Todos os materiais a serem empregados na obra deverão ser comprovadamente de boa qualidade e satisfazer rigorosamente as especificações a seguir. Todos os serviços serão executados em completa obediência aos princípios de boa técnica, devendo ainda satisfazer rigorosamente às Normas Brasileiras. Durante a obra deverá ser feita periódica remoção de todo entulho e detrito que venham a se acumular no local. Competirá à empreiteira fornecer todo o ferramental, instalações provisórias, maquinaria e aparelhamento adequado a mais perfeita execução dos serviços contratados. Qualquer duvida na especificação, caso algum material tenha saído de linha durante a obra, ou ainda caso faça opção pelo uso de algum material equivalente, consultar um profissional habilitado da CONTRATANTE, para maiores esclarecimentos a fim de que a obra mantenha o mesmo padrão de qualidade. 3 - SERVIÇOS PRELIMINARES Executar a demolição das paredes em alvenaria conforme o projeto e remoção do entulho. Todo o material deverá ser retirado com cuidado para não causar dano à edificação. Deverão ser substituídas as portas de aço pelas portas de vidro conforme indicação na planta baixa. 4 - TRANSPORTES Todo o entulho deverá ser retirado do local através de caçamba.

5 - INSTALAÇÕES - ELÉTRICA, LÓGICA E TELEFONIA
Verificar planta dos pontos no layout.

2

Page 3 of 9

Deverá ser feita uma revisão geral em toda parte elétrica e telefônica na edificação. Deverão ser executadas as ligações elétrica, lógica e telefônica em cada ponto de trabalho. Essas ligações deverão ser puxadas dos pontos mais próximos existentes. Deverão ser substituídas todas as calhas e lâmpadas (fluorescentes ou outras) existentes na sala. Os interruptores e tomadas serão de fabricação perfeita sem apresentação de imperfeições e defeitos. PADRÃO DE REFERÊNCIA Interruptores e Tomadas Linha Pialplus Cor Branca Marca Pial Legrand Ou Linha Thesi Cor Branca sem moldura Marca Boticino ou similar LUMINÁRIAS – Fornecimento e instalação de luminária fluorescente de sobrepor, corpo em chapa de aço galvanizada e pintada, refletor parabólico em alumínio anodizado 350G de alta pureza e refletância ref. AA01S432 contendo duas lâmpadas de 32W-127V e reator eletrônico 32W-127V AFP Marca Lumicenter, lustres Projeto ou similar 6 - DIVISÓRIAS 6.1 PAREDE DE GESSO ACARTONADO – DRYWALL 6.1.1 Serão executadas paredes de gesso acartonado, drywall para vedação da plataforma elevatória conforme indicação em Projeto. 6.1.2As paredes de gesso acartonado, serão estruturadas com perfis metálicos fixados no piso, pilares, teto e paredes, com espessura de 95mm com estrutura guia e montante em perfil de aço galvanizado 70mm, chapas de 0,5cm, conforme indicação e detalhe em Projeto, fitada e emassada em todas as faces. 6.2 PAREDE DIVISÓRIA NAVAL 6.2.1 Todos os serviços referentes a este item (montagem, ferragens) deverão ser executados conforme indicação em Projeto. 6.2.2 Deverão ser fornecidas e montadas divisórias moduladas desmontáveis do tipo Divilux Naval Aço Eucatex, painéis cegos, espessura 35 mm, perfis em aço galvanizado pintados com pintura epóxi poliéster, modulação de 1204 mm com miolo celular em kraft, revestido com eucaplac, padrão areia Jundiaí , montantes duplos e simples e rodapés simplificados, portas com acabamentos especiais, como 3

Page 4 of 9

requadros em aço fixados com arrebites, fechadura e dobradiças Lockwell, incluídas no fornecimento portas completas. Os montantes duplos serão necessários, a cada módulo, ou a cada módulo intercalado, ou seja, um com e um sem montante devido a altura do pé direito livre, bem como nesta etapa dos serviços não haverá laje nem forro não havendo possibilidade de travamentos superiores, sendo, portanto necessária a criação também de travamentos e contraventamentos intermediários e ou superiores. Deverá ser previamente fornecidos à FISCALIZAÇÃO para aprovação, modelo da divisória com detalhes dos montantes, painéis e rodapés. Deverão ser fornecidos desenhos com detalhes de todos os cantos onde serão colocados painéis inteiros, indicando as medidas reais tiradas nos locais de execução. Tanto o fornecimento como a montagem deverão ser obrigatoriamente assistidos por pessoal técnico do fabricante. Por ocasião da entrega final da obra, serão realizadas vistorias para correção de defeitos e eventuais trocas de peças defeituosas. Nos locais em que as instalações elétricas interferem com as divisórias, deverá haver acompanhamento do pessoal instalador das mesmas. A CONTRATADA, após a execução dos serviços deverá efetuar a limpeza dos locais sujos com a execução dos serviços, bem como os reparos necessários aos danos causados com a execução dos mesmos. 7 - PLATAFORMA ELEVATÓRIA Deverá ser instalada uma plataforma elevatória tipo enclausurada em paredes de drywall com dimensões internas de 914 x 1524 mm, acionamento por parafuso sem fim com sistema de esferas recirculantes, marca ThyssenKrupp Acessibilidade modelo Easy Vertical 120 para altura aproximada de 2850mm, ou similar. 8 - DEMOLIÇÃO 8.1 Algumas paredes, conforme indicado em Projeto, deverão ser demolidas dentro da melhor técnica, tomando-se os cuidados necessários para que a estrutura da edificação não sofra qualquer dano. 8.2 As paredes, pisos, forro e qualquer outro elemento que for danificado, pela demolição e reforma, deverá ser substituído recebendo o acabamento recomendado ou de acordo com o padrão existente caso o mesmo não tenha sido especificado neste caderno. 9 - FORROS As lajes de forro serão aparentes e receberão pintura com tinta acrílica; Após a retirada das luminárias, deverão ser tampados os vãos com gesso, antes da colocação das novas luminárias. 10 - ESQUADRIAS 10.1 ESQUADRIAS DE MADEIRA 4

Page 5 of 9

10.1.1Na Sala de Raio X deverá ser instalada porta de correr de madeira para pintura com revestimento em lençol de chumbo conforme legislação pertinente. 10.1.2 As portas internas de madeira deverão apresentar espessura de 35 mm, em madeira itaúba, de primeira com núcleo tipo colméia, ou no mesmo padrão das portas existentes, e serão pintadas conforme item 13. 10.1.3 Todas as faces e topos serão aparelhados e perfeitamente lixados, inclusive para caixões, marcos, aduelas e alizares. Os rebaixos, encaixes, ou outros entalhes feitos nas esquadrias para a fixação das ferragens, deverão ser certos, sem rebarbas, correspondendo exatamente às dimensões das ferragens. 10.1.4 Caixilhos em madeira rigorosamente selecionada e seca, em estufa com teor de umidade entre 8% e 12 %, abatidas há mais de dois anos isenta de branco, casca, caruncho, broca, nós, fendas e empenamentos. Vistas boleadas e acabamento em esmalte sintético. 10.2 ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO 10.2.1 Deverão ser instaladas janelas em alumínio por substituição das portas de aço e seguirão o padrão das existentes. 10.2.2 Deverá ser instalado um grichê no consultório odontológico em esquadria em alumínio (de abrir) e vidro canelado (40X40cm). 11 - RODAPÉS Serão instalados rodapés de madeira, itaúba, h=7 cm nos ambientes com paredes em alvenaria dos pavimentos térreo e superior. Os rodapés serão emassados e receberão acabamento em esmalte sintético. 12 - REVESTIMENTO DE PISO No pavimento térreo, deverá ser revestido com piso cerâmico PI-5 (alto tráfego), antiderrapante. Antes da colocação do piso, deverá ser apresentada a fiscalização da CONTRATATE amostra do piso, para a confirmação da cor do piso a ser adquirido. Antes do assentamento do piso deverá ser feita avaliação, e se necessária a regularização: contra-piso de argamassa no traço 1:3. 13 - PINTURAS Os serviços de pintura serão executados de acordo com o seguinte. Todas as superfícies a pintar serão limpas e preparadas para o tipo de pintura a que se destinem, sendo a pintura antiga das paredes totalmente removida. Será eliminada toda a poeira depositada nas superfícies a pintar, tomando-se precauções contra o levantamento de pó durante os trabalhos de pintura, até que as tintas sequem inteiramente. Cada demão de tinta só poderá ser aplicada quando a precedente estiver perfeitamente seca. Convindo observar um intervalo mínimo de 24 horas entre duas demãos sucessivas. Igual cuidado deverá haver entre as demãos de massa e tinta, sendo, pelo menos de 48 horas, nesse caso, o intervalo recomendado. Todas as alvenarias internas, paredes em tijolo à vista, rodapés e esquadrias de madeira deverão ser pintadas, as cores deverão ser escolhidas pela fiscalização. 5

Page 6 of 9

Pintura no piso com indicação de Acessibilidade, conforme projeto. REFERÊNCIAS: (Conforme indicação) PAREDES: Suvinil Self Color TINTA: 100% acrílica COR: Branco Neve; PAREDES COLORIDAS: V-003; K-003 FORROS/ TETOS TINTA: 100% acrílica COR: Branco Neve; PORTAS E RODAPÉS: TINTA: Esmalte Sintético Acetinado Suvinil ou similar. COR: Branco Neve; IDENTIFICAÇÃO DE ACESSIBILIDADE. PORTAS: PLATAFORMA ELEVATÓRIA (h=1,70m) e WC (PNE). COR: contraste nítido, fundo na cor Azul Escuro e o pictograma Branco. PISO: contraste nítido, fundo na cor Branco e o pictograma Amarelo.

14- FERRAGENS 14.1 As ferragens serão inteiramente novas, em perfeitas condições de funcionamento e de primeira qualidade. Os rebaixos de encaixes para fechaduras de embutir, dobradiças, chapas, testas, etc., terão a forma de ferragens, não sendo toleradas folgas que exijam emendas, taliscas de madeira, etc. A localização das peças das ferragens nas esquadrias, será medida com precisão evitando discrepâncias de posição ou diferença de nível perceptível à vista. As ferragens e fechaduras para portas de vidro temperado deverão ser cromadas. 6

Page 7 of 9

14.2 Fechaduras a) Portas em internas em madeira – fechaduras padrão ABNT com distância de 55 mm, trinco reversível e lingüeta em liga de zinco, com duas chaves tipo GORGE em latão e acabamento cromado acetinado. b) Portas internas em painel naval fechadura e dobradiças Lockwell. c) Porta WC (Acessibilidade – PNE) medidas 90 x 210 cm, com puxadores dos dois lados da porta (barras de apoio de 60 cm) REFERÊNCIA: Ferragens e fechaduras deverão seguir o mesmo padrão

15- VIDROS
a. Somente serão aceitos vidros isentos de trincas, ondulações, bolhas, riscos e outros defeitos. b. Os vidros das janelas instaladas por substituição das portas de aço terão espessura de 6 mm ou o mesmo padrão existente. c. Serão utilizados vidros lisos, incolor. d. As portas de acesso externas terão vidro temperado com espessura de 10 mm, lapidado e furado, segundo os padrões da ABNT/NBR 7210. A fixação será com ferragens de latão cromada. 16 - INSTALAÇÕES SANITÁRIAS As instalações do sanitário dos deficientes físicos deverão ser colocadas em alturas compatíveis com os aparelhos, que serão em tamanhos próprios para o uso previsto, conforme a NBR 9050/1994, inclusive barras de aço. REFERÊNCIA: BACIA: P51 Bacia Convencional para Linha Conforto ACENTO PARA BACIA P51: AP52 LAVATÓRIO: L 51+CS 1V Lavatório com Coluna Suspensa BARRA DE APOIO: 2310 EBR 80 cm BARRA DE APOIO EM L (LADO DIREITO): 2340 EBR TORNEIRA DECAMATIC COM FECHAMENTO AUTOMÁTICO: 1170 C 17 - DIVERSOS PELÍCULA JATEADA. Os vidros das portas de acesso externo que receberão película jateada deverão obedecer lay-out das elevações. VEDAÇÕES

7

Page 8 of 9

Deverão ser vedados com telas metálicas os espaços de abertura das telhas de cobertura, especificamente na onda ou demais espaços abertos para impossibilitar o acesso de aves e pássaros. IDENTIFICAÇÃO Se um ou mais elevadores de um edifício forem adotados conforme esta seção, estes elevadores devem ser claramente identificados com o símbolo internacional de acessibilidade, de acordo com a figura 12, para uso de pessoa portadora de deficiência. Painel luminoso back lite com 10m² para comunicação visual a ser inserida na parede frontal da edificação, padrão Sesi. 18- LIMPEZA A obra deverá ser entregue completamente limpa. Os vidros, pisos serão lavados, devendo qualquer vestígio de tinta de argamassa desaparecer, deixando as superfícies completamente limpas e perfeitas, sob pena de serem substituídos. Tudo quanto se refere a metais, maçanetas, etc., deverão ficar perfeitamente polidos, sem arranhões ou falhas. Os procedimentos indicados acima se estendem também à área externa, implicando na limpeza do piso, gramado, jardins, gradis, ou seja, tudo que se refere à obra.
OBSERVAÇÃO: DIGA-SE QUE TODAS AS MARCAS APRESENTADAS SAO MODELOS REFERENCIAIS, E QUE PODERAO SER FORNECIDOS PRODUTOS SIMILARES DESDE QUE APROVADOS PREVIAMENTE ANTES DA EXECUCAO DOS SERVICOS.

Curitiba, 12 de março de 2007.

GENG - Gestão de Engenharia e Projetos SESI SENAI

8