JN - Imprimir Artigo

1 de 2

http://jn.sapo.pt/2008/04/18/primeiro_plano/seguranca_social_penhora_facturas_au.html

Segurança Social penhora "facturas" das autarquias
adelino meireles

Alexandra Figueira e Paulo Ferreira As empresas com dívidas à Segurança Social vão deixar de receber as facturas de serviços prestados a câmaras ou juntas de freguesia. As autarquias já estão a receber listas com milhares de nomes de devedores da construção civil e de limpeza e segurança e, caso tenham negócios com algum, vão deixar de lhes pagar e entregar o dinheiro correspondente à Segurança Social. As listas de devedores já chegaram às câmaras municipais e juntas de freguesia, confirmaram ao JN várias fontes conhecedoras do processo, incluindo autarcas. Estas entidades terão que confirmar se têm algum tipo de relação comercial com as empresas constantes de cada lista e quais os montantes envolvidos. Mediante esse dado, a Segurança Social desencadeia a penhora e notifica a empresa. É aqui que a empresa notificada pode reclamar a existência da dívida, negociá-la ou chegar a algum outro tipo de acordo com a Segurança Social. Se não o fizer, o valor que a empresa teria a receber da câmara ou da junta vai antes para os cofres da Segurança Social. Quem consta das listas Cada câmara e junta de freguesia recebeu uma lista diferente, mas com um traço comum lá constam três tipos de empresa. Primeiro, as que já ficavam sem 25% do valor das facturas passadas a autarquias, uma possibilidade prevista na lei desde 1991 e já aplicada, na prática; depois, as referenciadas como devedoras à Segurança Social e que o Instituto de Gestão Financeira acredita trabalharem para determinada câmara ou junta (ler caixa ao lado); e, ainda, as que declararam ao Fisco prestar serviços a autarquias. Uma das fontes contactadas explicou que não houve cruzamento de dados com as Finanças, mas sim informação recolhida pela própria Segurança Social junto das empresas. Num dos anexos da declaração de IRC, explicou, as empresas têm que declarar quais os seus principais fornecedores e clientes. Esta informação tem sido pedida pelos serviços do ministério de Vieira da Silva nos contactos feitos para regularizar dívida.

http://jn.sapo.pt/tools/imprimir.html?file=/2008/04/18/primeiro_plano/seguranca_social_penhora_facturas_au.html

JN - Imprimir Artigo

2 de 2

PME também apanhadas Já no ano passado a Segurança Social penhorou a totalidade do dinheiro que as empresas devedoras têm a haver de câmaras, mas como o processo não estava completamente informatizado, a iniciativa envolveu poucas entidades. Agora, a medida de combate à evasão generalizou-se a todo o país e inclui também as empresas muito pequenas, que mantinham contratos inferiores a cinco mil euros. A partir deste valor, as empresas têm que apresentar declarações da Segurança Social e Fisco sobre a situação contributiva, pelo que só as maiores corriam o risco de verem retido 25% do valor das facturas. Mas agora, as listas incluem outras empresas referenciadas como devedoras, pelo que é de esperar que também as micro e pequenas empresas sejam alvo destas penhoras.

http://jn.sapo.pt/tools/imprimir.html?file=/2008/04/18/primeiro_plano/seguranca_social_penhora_facturas_au.html