CARACTERIZAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE CINZA DE

CASCA DE ARROZ COMO ADSORVENTE
ALTERNATIVO PARA REMOÇÃO DE BTEX EM
EFLUENTE INDUSTRIAL, ATRAVÉS DO USO DE UM
SISTEMA DE FILTRAÇÃO COM PRESSÃO POSITIVA
Jorge Augusto Berwanger Filho*, Emanuele Caroline Araujo dos Santos,
Carlos Alberto Mendes Moraes, Luis Alcides Schiavo Miranda.
* Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) – jorge.ambiental@hotmail.com

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

INTRODUÇÃO
CASCA DE
ARROZ

ARROZ
CADEIA
PRODUTIVA

23%
(FERNANDES, 2006)

CCA

22%
(XU et al., 2012;
ALI et al, 2011).

ADEQUAÇÃO E
VALORIZAÇÃO DO
COPRODUTO

APROVEITAMENTO
ENERGÉTICO

MATERIAL
ADSORVENTE

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

FONTE DE
BIOMASSA

INTRODUÇÃO
 Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA o Brasil é
o nono produtor mundial de arroz e o maior produtor de arroz fora da Ásia. A safra

brasileira de 2011/2012 gerou cerca de 13.208 milhões de toneladas e está
distribuída pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso (Mapa,

2013a, b).

 Se considerarmos que toda casca gerada seja utilizada como biomassa, cerca de
668 milhões de toneladas de CCA seriam produzidas anualmente.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

EFLUENTES
INDUSTRIAIS

BTEX
(benzeno,
tolueno,
etilbenzeno
e xilenos)

Resoluções
CONAMA nº
430/2011 e
420/2009
XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

MAIOR RIGOR
LEGAL

INTRODUÇÃO
ADSORÇÃO

CONTATO

Fase Fluida

Fase sólida

TRANSFERÊNCIA DE MASSA
Processo físico/ químico

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

INTRODUÇÃO
CARVÃO
ATIVADO

CCA

 Excelente adsorvente devido a suas
propriedades;

 Obtenção onerosa, mesmo quando
oriundo de resíduos;

 Há desperdício de energia e matéria
- prima durante sua obtenção;

 Lançamento de emissões
atmosféricas;

 Geração de resíduo perigoso;
 Geração de efluente tóxico;
Alto custo.

 Resíduo em abundância;
 Não necessita de beneficiamento;
 Mal aproveitado, sendo muitas vezes
usado para compostagem;

 Alto teor de sílica;
 Insolúvel em água;
 Boa estabilidade química;
 Alta resistência;
Estrutura granular e porosa;
 Menor impacto ambiental.
 Baixo custo.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

OBJETIVO

Caracterizar uma cinza de casca de arroz, gerada a partir da transformação
da biomassa (casca de arroz) em reator do tipo grelha e verificar a sua

eficiência na remoção de hidrocarbonetos aromáticos, os BTEX, de efluente
industrial através da utilização de sistema de filtração com pressão positiva.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

MATERIAIS E MÉTODOS
MATERIAIS

 Para realização do experimento utilizou-se 1000mL de efluente e 45g de CCA
bruta originada de queima por grelha.
Efluente bruto
CCA bruta

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

MATERIAIS E MÉTODOS
CARACTERIZAÇÃO DA CCA
Distribuição Granulométrica

Perda ao Fogo

Norma CEMP 081, em agitador
de peneiras pequeno, marca
Bertel Ltda.

Norma CEMP 120, em forno
mufla a 950°C até atingir massa
constante

Fluorescência de Raios-x

Microscopia Eletrônica de
Varredura em Microscópio

quantitativamente em
Espectrômetro de FRX, modelo
EDX 720 HS, marca Shimadzu.

Eletrônico de Varredura da
marca Zeiss, modelo EVO
MA15 Zeiss

Difração de Raios-x
em Difratômetro Siemens
D5000. A identificação através
do software X’Pert High Score.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

MATERIAIS E MÉTODOS
Sistema de Filtração com Pressão Positiva
Efluente bruto

p = 4,5 kg.f/cm²
C
C
A

Coleta em: 0,
200, 300, 400,
500 e 700 mL

Vazão: uma
gota por
segundo

Desenvolvido por Haack (2011)
XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

MATERIAIS E MÉTODOS

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

RESULTADOS
DISTRIBUIÇÃO GRANULOMÉTRICA

Verificar o diâmetro de partícula.
CCA I B
Material Retido (%)

30,000
25,000
20,000
15,000
10,000
5,000
0,000
> 3,35 3,35

1,7

0,85

0,6

0,42

0,3

0,21

0,15 0,107 0,075 0,053

Abertura de malha (mm)

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

<
0,053

RESULTADOS
ANÁLISE QUÍMCA (FRX) E PERDA AO FOGO (PF)
Elemento

Quant. (%)

SiO2

79,328

Al2O3

ND

Fe2O3

0,106

K2O

1,885

CaO

0,652

Cl

0,406

P2O5

2,455

MgO

0,04

SO3

2,156

TiO2

ND

ZnO

0,072

MnO

0,036

PF

15,47

Verificar

composição química e percentual de
material orgânico e voláteis.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

RESULTADOS
DIFRAÇÃO DE RAIOS-X

Verificar a forma estrutural da sílica.
1

1 - Cristobalita

Amorfismo
1

1 1

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

RESULTADOS
MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE VARREDURA

Verificar a morfologia da amostra.

Aumento original de 80X

Aumento original de 400X

Aumento original de 1000X

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

RESULTADOS
ANÁLISE CROMATOGRÁFICA

Os

resultados de concentrações obtidos após a análise cromatográfica
encontram-se a tabela abaixo.
Concentração de BTEX (mg/L) - CCA I B
Tolueno
Etilbenzeno
p-xileno

Benzeno
Concentração
(mg/L)

Concentração
(mg/L)

Concentração
(mg/L)

Concentração
(mg/L)

m-xileno
Concentração
(mg/L)

Bruto

0,066

0,027

0,001

0,046

0,039

Inicial

0,006

0,001

0

0

0

200 ml

0,004

0,001

0

0

0

300 ml

0,007

0,001

0

0

0,001

400 ml

0

0

0

0

0

500 ml

0

0

0

0

0

700 ml

0,001

0

0

0

0

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

RESULTADOS
EFICIÊNCIA

O gráfico abaixo apresenta a eficiência de adsorção.
Eficiência de Adsorção da CCA
120,0

Eficiênci (%)

100,0
80,0

Benzeno

Tolueno

60,0

Etilbenzeno
40,0

p-xileno
m-xileno

20,0

0,0
Bruto

Inicial

200 ml

300 ml

400 ml

500 ml

700 ml

Coleta

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

CONCLUSÕES
Após a caracterização da CCA e utilização da mesma como adsorvente
alternativo é possível inferir que:
• Queima da CA não foi homogênea, conforme resultado da Distribuição
Granulométrica, possivelmente ocasionado por gradientes de temperatura
diferentes no forno do tipo grelha;
• Não foi utilizado todo o potencial de queima CA, uma vez que havia matéria
orgânica na amostra, sendo o resultado para Perda ao Fogo 15,47%;

• Através do micrografia foi possível verificar a estrutura porosa interna da CCA,
a qual lhe confere uma maior superfície de contato para com o efluente,
sendo uma importante característica da CCA visando o uso como adsorvente.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

CONCLUSÕES
Com relação ao sistema de filtração com pressão positiva, é
possível inferir que:
• O sistema de pressão positiva, para as condições realizadas neste
trabalho, demonstrou ser uma boa opção para o tratamento de
efluentes industriais com a presença de BTEX, chegando a valores
de eficiência superiores a 98%.
• De toda forma, ressalta-se que os testes foram realizados para
uma baixa concentração destes poluentes.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

CONTINUAÇÃO DO TRABALHO
Será dada continuidade ao trabalho através de novos
ensaios testando-se novas concentrações de efluentes.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

Agradecimentos
A CAPES pela bolsa de mestrado;
A FAPERGS pela bolsa de iniciação científica;
A FAPERGS pelo financiamento do projeto CICLO DA BIOMASSA CASCA DE ARROZ:

APROVEITAMENTO ENERGÉTICO, VALORIZAÇÃO DE COPRODUTOS E REMEDIAÇÃO
DE PASSIVOS AMBIENTAIS e,

Aos Laboratórios de Química, Analises Ambientais, Materiais de Construção,
Metalurgia Física, e Caracterização e Valorização de Materiais da UNISINOS.

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

REFERÊNCIAS
FERNANDES, Alberto de Andrade. Síntese de zeólitas e wolastonita a partir da cinza da casca de arroz. Tese
(doutorado em ciências na área de tecnologia nuclear-materiais). Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares.
Autarquia associada à Universidade de São Paulo. São Paulo. 2006;
KIELING, G. A. Influência da Segregação no Desempenho de Cinzas de Casca de Arroz como Pozolanas e Material
Adsorvente. Dissertação ( Mestrado), UNISINOS, 2009.
MINISTÉTIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA [2013b]. Disponível em
<http://www.agricultura.gov.br/comunicacao/noticias/2013/03/mapa-e-ana-discutem-melhorias-na-eficiencia-douso-da-agua-na-agricultura> Acesso em: 5 mar. 2013;
NGAH, W.S.W.; HANAFIAH, M.A.K.M. Removal of heavy metal ions from wastewater by chemically modified plant
wastes as adsorbents: A review. Bioresource Technology, v. 99, 2008, 3935–3948.
HAACK. Paulo Márcio. Desenvolvimento de Sistema Pressurizado para Avaliação da Adsorção de Efluente Oleoso.
2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Engenharia Mecânica) - UNISINOS, São Leopoldo, RS, 2011.
XU, Weiting; LO, Tommy Y; MEMON, Shazim Ali. Microstructure and reactivity of rich husk ash. Elsevier. Construction
and Building Materials n,°29. 2012. Pág. 541–547

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014

OBRIGADA PELA ATENÇÃO!!!
Jorge Augusto Berwanger Filho, Emanuele Caroline Araujo dos Santos*, Carlos Alberto Mendes
Moraes, Luis Alcides Schiavo Miranda.

* Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) – emanuelecarolinearaujo@hotmail.com

XXI Mostra Unisinos de Iniciação Científica - 2014