Blogosfera, espaço público e campo jornalístico: o caso das

eleições presidenciais brasileiras de 2006
César Ricardo Siqueira Bolaño*
Valério Cruz Brittos **
Resumo
O artigo estuda o papel do blog jornalístico no espaço público, detendo-se no caso da
eleição presidencial de 2006. A partir da Economia Política da Comunicação, mostra-se
como, na chamada blogosfera, foi formado um ambiente para circulação de informações em
sentido diferenciado do fluxo da grande mídia. No caso do pleito para presidente da República
em pauta, este espaço configurou-se como um pólo de reação à campanha da mídia
hegemônica, de parcialização da cobertura eleitoral. Constata-se que, sem superestimar o
poder dos blogs – inseridos que estão num meio, a internet, cada vez mais demarcado pela
lógica dos capitais, e, além do mais, integrantes de um sistema envolvido pelo capitalismo –,
trata-se de uma força capaz de pautar a atuação das indústrias culturais tradicionais, sendo um
elemento fundamental na análise da comunicação na contemporaneidade.
Palavras-chave
Economia Política da Comunicação; jornalismo on line; políticas de comunicação;
processos midiáticos; audiovisual.
Introdução
O aporte teórico que a Economia Política da Comunicação (EPC) pode dar ao estudo
do jornalismo on line vai tanto no sentido da análise das chamadas lógicas sociais, quanto da
subsunção do trabalho intelectual cultural. De um lado, como produto transversal, o
jornalismo é interessante para a observação da convergência, em particular, de como a
concorrência intermídia se processa na rede mundial, envolvendo atores de diferentes áreas
das indústrias culturais (jornais, rádios, TVs) e inclusive outros, de setores até mais poderosos
(como as telecomunicações) e novos entrantes com vantagens, a exemplo de Yahoo, Google,
e outros portais de grande dimensão.
*

Professor na Universidade Federal de Sergipe (UFS) e no Programa de Pós-Graduação em Ciências da
Comunicação da Universidade de Brasília (UnB).; jornalista pela Universidade de São Paulo (USP) e doutor em
Economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Bolsista de produtividade (nível 1) do Conselho
Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
**
Professor no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade do Vale do Rio dos
Sinos (UNISINOS) e doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Faculdade de Comunicação
(FACOM) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Presidente do Capítulo Brasil da União Latina de
Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura (ULEPICC-Brasil).

desenvolvida ao longo do século XX. A existência do que alguns chamam de blogosfera. cuja estrutura sociológica se assemelha àquela da própria internet. que contrariam a realidade essencial da concentração e do controle. 1 CD. enquanto indústria cultural. Bauru. Internet. com a digitalização e o trabalho em rede.. ligadas à participação da grande mídia e dos blogs jornalísticos nas eleições presidenciais brasileiras de 2006. à resistência dos setores contra-hegemônicos. relacionado à estrutura da rede. a qual pode ser comparada com as estruturas de mercado típicas da economia da comunicação e da cultura e como elas têm evoluído até hoje. do debate político nacional. termo usado pelas empresas. 1984. as encarcera. mas. comparada com a velha Indústria Cultural. no novo modo de regulação do capitalismo. responsável por uma aparência de liberdade e possibilidades de ação. . Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro. apresentando como 1 HABERMAS.2 De outro. aqui se usando o conceito original de Habermas. pode-se condensar os prejuízos impostos aos profissionais de jornalismo. Esses dois aspectos foram explorados em textos anteriores. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. dada a sua nova inserção nos mercados da convergência. Jürgen. Anais .2 A nova estrutura de mediação surgida nesse processo. surgido da crise estrutural inaugurada nos anos 70 do século passado. assim como à flexibilidade do capital corresponde a flexibilização do trabalho e das relações trabalhistas. 15. Bauru: UNESP. César Ricardo Siqueira. ao mesmo tempo. em seu conjunto. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO.. 2006. com ela. ligado à contradição inerente ao capitalismo. assim. é um exemplo disso. podendo servir. Valério Cruz.1 como foi analisado em diferentes ocasiões. É interessante ver como certos blogs (especialmente os jornalísticos) têm uma influência no agendamento da mídia hegemônica e. 2006. Espaço público midiático e ideologia do merchandising social da Rede Globo: uma crítica na perspectiva da economia política da comunicação. Esta autodefinição é que determina. BOLAÑO. dizendo que eles transformam-se em produtores de conteúdo. evidentemente. indiretamente. mas há um terceiro aspecto a ser levado em consideração. discute-se apenas algumas evidências nesse sentido. a nova definição do trabalho intelectual citado. autodefinidas agora como organizações produtoras de conteúdo. constituindo uma imensa camada de atores não hegemônicos. citados adiante.. carrega as marcas do novo modo de regulação do capitalismo. 2 BRITTOS. Mas há um fundo de realidade nessa aparência. Neste artigo. que abre possibilidades liberadoras. com capacidade de acesso. esfera pública e o fenômeno dos blogs Um resultado importante de três décadas de reestruturação capitalista foi uma nova e progressiva mudança estrutural da esfera pública.

ed. 53-78. no mundo da vida. Nesse sentido. mas também interativa e dialógica. marca do modelo inclusivo do serviço público universal dos anos dourados do pós-guerra. através. nesse sentido. fragmentada. da indústria. na indústria ou nos serviços. o conjunto das indústrias de equipamento informático e eletro-eletrônico e todas as organizações culturais. A centralidade da televisão de massa. Mercado brasileiro de televisão. crítica e restrita. potencialmente democrática. Trabalho intelectual. Na TV massiva. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política. e do consumidor. caracterizada pela convivência dos mecanismos do Estado nacional e da velha Indústria Cultural manipuladora do século XX com os novos instrumentos de controle do capital globalizado e os novos modos de dispêndio do tempo de não trabalho. 2002. no período do chamado fordismo e da televisão aberta e generalista. da informática e da economia das redes telemáticas – e à intelectualização geral dos processos de trabalho mais diversos e do consumo. 2004. quando a TV segmentada é estabelecida como oligopólio mundial. justamente. baseada na internet. BOLAÑO.3 até a irresistível expansão da internet comercial. As análises mostrando a coerência entre a subordinação ao capital. descrita por Habermas. A internet é o paradigma desta situação surgida e apresenta-se perfeitamente adequada à nova centralidade adquirida pelo trabalho intelectual – crescentemente subordinado ao capital. comunicação e capitalismo: a reconfiguração do fator subjetivo na atual reestruturação produtiva. assimétrica e excludente. como mais uma coerência pode ser detectada entre os mundos do trabalho e da vida na situação recente. tornam-se mais complexas. 11. autocontrole e mobilização de ferramentas cognitivas. essencialmente. desde o decênio de 1980. por parte do consumidor final. com impactos sobre as infra-estruturas de telecomunicações. chamadas a atender a uma ampliação inédita da demanda por conteúdos. informação jornalística e ficção são mobilizadas 3 BOLAÑO. mas por indução. tanto as formas de manipulação. César Ricardo Siqueira. n. não apenas permanecem válidas para a maioria da população ainda hoje. 4 . como as de resistência. pela incorporação de duas condições de inclusão vinculadas à dispoibilidade de recursos materiais e capital simbólico. Rio de Janeiro. São Paulo: Educ.3 características segmentação. a nova esfera pública. do trabalhador. e. p. flexibilidade e exclusão pelos preços. privatizada. que marca a vitória definitiva do projeto norte-americano de digitalização geral. Uma esfera pública. Nessas condições. a internet exige do sujeito atenção. 2. das inovações trazidas pelo desenvolvimento da micro-eletrônica e. portanto. não de forma autônoma. no mundo do trabalho. em particular. quando comparada com a anterior.4 Assim como os novos processos de trabalho. a partir de 1995. vai-se deslocando lentamente. assemelha-se àquela burguesa originária. dez. César Ricardo Siqueira.

noblogs.4 conjuntamente.blog. por ação. O fenômeno dos blogs é recente. por se tratar de uma ferramenta simples. acima de tudo. freqüentemente atualizados. tanto para a publicidade comercial. sem. utilizaram-se largamente da chamada blogosfera para comunicar-se com o público externo. São espaços de noticias e comentários na internet. O requisito básico é uma disponibilidade limitada de recursos (financeiros ou capacitação técnica). uma semana depois. Valério Cruz. 2007. César Ricardo Siqueira. Ana Carolina. mas principalmente. melhor valorizar-se no mercado cultural. que ocuparam no primeiro semestre de 2007. São Paulo. o prédio da reitoria da instituição. para bem e para mal. Depois de blog. como forma de relacionamento. no que interessa a este trabalho.6 uma TV BRITTOS. por exemplo. tiveram a capacidade de contarem com um blog oficial. sem a interferência dos grandes capitais da indústria cultural. e-mail usado pela ocupação da USP sai do ar. do portal Terra. A explicação do desaparecimento pode ser. Em outra ocasião já se expôs como esse tipo mais conhecido de manipulação é combinada com a utilização da internet para potencializar as estratégias vinculadas ao chamado marketing social da Rede Globo de Televisão.com (substituído por ocupação. O movimento dos estudantes da Universidade de São Paulo (USP). a mediação da grande imprensa. da Telefónica). saiu também do ar o e-mail ocupacao. reforçando a hipótese da ação de hackers. por movimentos sociais de todo tipo e bandas de música que procuram um contato direto com o público. Disponível em: <http://www. 21 maio 2007. na estrutura global daquela.com. Serve. cujo provedor é o Google. para as possibilidades de resistência que a rede permite.5 Agora a concentração é em torno de outro exemplo de interpenetração dessas duas partes cindidas da nova esfera pública.com. os jornalistas. em princípio. com grande repercussão na mídia. utilizada por adolescentes. não obstante. Acesso em: 10 jul. já que. apoiadas na ação crítica de um conjunto de trabalhadores intelectuais.org).estadao.usp@gmail. mas bastante conhecido. para toda sorte de ator social interessado em criar um capital simbólico e. o Blog da Ocupação (que teve de mudar seu endereço. segundo 5 os estudantes.br para http://ocupacaousp. que se expandiu vertiginosamente na rede. desta forma podendo participar de um lugar de comunicação bastante horizontalizado e que se amplia dia a dia.br/educacao/noticias/2007/jun/01/358.usp@linuxmail. depois de 1999. de http://ocupacaousp. outra.terra. como para a construção de consensos e a imposição de agendas ou de padrões de comportamento e estilos de vida. BOLAÑO. que mantêm diários on line. porque o primeiro saíra misteriosamente do ar. 6 . op.org/. mantidos por indivíduos e organizações. que aponta não tanto para um reforço de manipulação e controle. assim. Nesse caso. Portal Estadão.htm>. MORENO. que ocupam um espaço específico. cit.

mas propagandísticos e gerais do conjunto do empresariado da comunicação. de desqualificação.org:8000/radio. Disponível em: <http://www. de blogs jornalísticos.estadao.agenciabrasil. da capacidade de ação crítica a serviço dos velhos ideais da profissão. n. Agência Brasil. Blog da ocupação da USP tem novo endereço.5 (http://stream. 9 DEAK. 2007. São Paulo: Ática. 2007. 1986 11 BOLAÑO. Aracaju.br/index.php?VjFSQ1VtUXlWa1pqU0ZKUFVrZDRUMXBYZEVkTk1WSlhWV 3hLYVZadVFsWlVWV2gzVkcxR1YyTklRbUZTYldoUVdWZDRjMVpWTVZoa1JuQldUVVZ2ZVZZeFVrO VdNbEY0WWtkNFlXSllRbkJhVmxaTFkyeGtWMVJyVGxkaVJsWTBWVlprYTJFeFNYaFhha0pVVmxkTmV GcEhNVk5rUlRsSVdrZEdWMlZzV25sV01uaHZVekpLUlZaWWJGQlNSRUU1>. 7. Na verdade.braslink. por parte de uma elite de intelectuais jornalistas. na chamada blogosfera.com. Universidade Federal de Sergipe. .ogg). 8 CRUZ. César Ricardo Siqueira. Valério Cruz. Brasília. mais do que em esfera pública em geral. assim.org.br/educacao/noticias/2007/mai/21/113. Danielle A. Digitalização.7 mantiveram uma movimentada comunidade no Orkut (Ocupação da Reitoria da USP)8 e discutiram o movimento em mais de 300 blogs e páginas individuais na internet. Estudantes da USP usam internet para divulgar informações sobre ocupação da Reitoria. 2005. Acesso em: 12 jul. dez.br/e%2Dcompos/>. que não representam um movimento social.paraguas. Além disso. autonomia em relação ao “capital da noticia”. contra os interesses oligopolistas da grande imprensa.paraguas. Acesso em: 11 jul. Portal Estadão. São Paulo.10 Trata-se de um movimento no sentido oposto àquele. mas influenciam a grande imprensa e o debate público em geral. 25 maio 2007. mas esse exemplo mostra a importância que a blogosfera e outras ferramentas simples têm adquirido nesse sentido. André. Elaine Patricia. O que interessa ressaltar é a existência. SOUZA.htm>. com o surgimento do jornalismo on line. BRITTOS. Disponível em: <http://www. que fique claro. com raras e notórias exceções. o que se vê é a recuperação. para usar a feliz expressão de Ciro Marcondes. O capital da notícia. Disponível em: <http://boston. 2007. 2006.br/noticias/2007/05/22/materia.revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação.com. não meramente publicitários ou individuais.com/compos.bemparana. Os blogs acabaram adquirindo uma relevância inesperada na economia política da internet justamente ao se tornarem ferramenta de ação independente por parte de muitos jornalistas com posição de destaque. A internet como suporte jornalístico em Aracaju: adaptação dos jornais impressos à nova realidade tecnológica e econômica da mídia.gov. 10 MARCONDES FILHO. 22 maio 2007. Bem Paraná. decorrente do uso da informática nas redações. 2007. interesses. Acesso em: 10 jul. 9 Não é objetivo deste texto discutir o uso da internet pelos movimentos sociais. predominante.ogg) e uma rádio (http://stream. que ganham. flexibilização e enquadramento do trabalho dos jornalistas.2007-05-22.0001063892/view>. Ciro. Disponível em: <http://www. Acesso em: 10 jul. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social – Jornalismo) – Centro de Artes. flexibilidade e reordenação dos processos jornalísticos. 1 jun. deve-se falar aqui na existência 7 OCUPAÇÃO da USP é mostrada no YouTube e blog de alunos.11 No caso em exame. Curitiba. que se amplia.org:8000/tvlivre. E-Compós. divulgaram vídeos no YouTube. 2007.

Acesso em: 10 jul. Acuado. 2. Paulo. 2005. Presumia-se que a mídia – cuja interferência nos processos eleitorais no país é patente. mais especificamente nos Correios. da aliança PSDB/PFL. n. Actes de la Recherche en Sciences Sociales. 13 mas que se manteve surpreendentemente objetiva no pleito anterior. que dera sustentação ao Governo anterior. 29 out. já havia sido criada a “CPI dos Correios”. Pierre. em entrevista à Folha de S. BOLAÑO. p. . desde 2004. com a chamada “CPI do fim do mundo”. mostrando que a dinâmica de formação do consenso social é mais complexa do que normalmente se imagina. denunciou um suposto esquema de pagamento de mesada a parlamentares da base aliada em troca de apoio político. 2007. que mostrava o ex-funcionário dos Correios Maurício Marinho negociando propina com empresários interessados em participar de uma licitação. foi a revelação de uma fita de vídeo. candidato à reeleição pela coligação PT/PRB/PCdoB. o qual levara Lula pela primeira vez ao Palácio do Planalto – permaneceria nessa posição. Valério Cruz. Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia. Disponível em: <http://www1. inclusive tendo em vista a benevolência com que foi tratada durante o primeiro Governo Lula. La production de la croyance: contribution à une économie des biens symboliques.). de Fernando Henrique Cardoso. 14 ENTENDA as crises que atingiram o primeiro mandato de Lula. escândalos e denúncias de corrupção. ed. 13. Jefferson decidiu sair para o ataque contra o Governo e. e Luiz Inácio Lula da Silva. investigar as denúncias de Jefferson.br/folha/brasil/ult96u84180. apontando sempre para a possibilidade de vitória no primeiro turno. no início de junho do mesmo ano.14 O estopim da crise do mensalão. César Ricardo Siqueira (Orgs. em especial o rumoroso caso do chamado “mensalão”. Este já enfrentara. feb. Escândalos e eleições Sete nomes concorreram à Presidência da República na eleição de 2006.12 que se intersectam ou se tangenciam. em que a oposição chegou a levantar a hipótese de impeachment em mais de uma ocasião. 13 Vários exemplos históricos são citados pelos autores da coletânea organizada por ocasião dos 40 anos da TV Globo: BRITTOS. Antes mesmo da denúncia. no entanto. Paris. No vídeo. que tinha como objetivo. São Paulo. com forte polarização entre Geraldo Alckmin.shtml>. Mas a posição do concorrente à reeleição nas pesquisas era francamente favorável. que tinha o objetivo de investigar as denúncias de corrupção nas estatais. A própria “CPI do Mensalão”.6 de campos de práticas. 3-43. o funcionário da estatal dizia ter o respaldo do deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ). 1977. foi deslocado pouco depois para a investigação da existência do suposto mensalão.uol.folha. no sentido de Bourdieu.com. mas também aquelas de compra de votos para a aprovação da emenda da reeleição de Fernando Henrique 12 BOURDIEU. São Paulo: Paulus. Seu foco. deflagrada em maio de 2005. Folha Online. 2006. graças a uma manobra bem sucedida do Governo.

a posição da Globo pareceu ser. instaurada a partir do desmonte. empresa da qual o novo ministro. Coube à Controladoria-Geral da União alertar a PF sobre as irregularidades. apelidado pela imprensa de “valerioduto”. O caso ficou conhecido como da “máfia das ambulâncias”. de relativa distância. Acalmados os ânimos. Foram protocoladas na Mesa do Congresso as assinaturas de 148 deputados em apoio à prorrogação dos trabalhos da CPI do Mensalão. mas desta vez implicando não apenas parlamentares da base governista. no âmbito da análise comunicacional. foi a substituição do ministro das Comunicações. A mudança mais significativa. pois se somava. a quadrilha teria movimentado R$ 110 milhões desde 2001 e entregue mil veículos. fora empregado e hoje é sócio. segundo informações do delegado Tardeli Boaventura Cerqueira. capitaneados pela Rede Globo de Televisão. com o auxílio da Receita Federal. atacando. ou da “CPI das sanguessugas”. À CPI dos Correios coube o mérito de ajudar a revelar o esquema de distribuição de recursos a parlamentares. mas procurando preservar a figura do presidente. sendo que já começava a operar outro esquema em licitações de equipamentos para inclusão digital. o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza. com membros infiltrados na Câmara dos Deputados e no Ministério da Saúde. tornando-se inevitável uma reforma ministerial. mas de todos as agremiações partidárias e. especialmente. Em todo o processo. encerrou seus trabalhos em novembro de 2005 sem aprovar um relatório final e sem aprofundar devidamente todas as investigações. ademais. da “CPI do fim do mundo”. teoricamente para bancar despesas de campanhas eleitorais. em 2006. identificou 22 empresas fantasmas . por certo. classificou a falta de vontade política como o principal motivo para o encerramento dos trabalhos da Comissão. mais uma vez. A denúncia que permitiu o início das investigações partiu do próprio Governo. com denúncias contra o candidato ao Governo de São Paulo. de uma quadrilha que fraudava a venda de ambulâncias para prefeituras de diversos estados do país. no momento em que se discutia a posição do Brasil sobre o padrão da TV digital. devido ao nome de seu operador. principal partido de oposição. O presidente da CPI. pela Polícia Federal (PF). No total. O processo todo gerou um desgaste importante ao Governo. senador Amir Lando (PMDB-RO). O mínimo exigido era de 171 deputados. um novo escândalo animaria a mídia. com veemência. relacionada também com o problema do financiamento das campanhas eleitorais. o PSDB. A PF iniciou as investigações em 2004 e.7 Cardoso. José Serra. tema de interesse vital para os radiodifusores. Hélio Costa. ao escândalo dos bingos. o Partido dos Trabalhadores.

portanto. as acusações se dirigiam ao presidente da República. submetido. Laboratório de Pesquisas em Comunicação. participação no caso. cit. Disse ainda que seu contato no PT seria alguém de nome “Froud” ou “Freud”. faltando 15 dias para as eleições. Em São Paulo. que apareceria num vídeo e fotos. no hotel Ibis.com. levaria a grande mídia a seguir por caminhos surpreendentes. afastou o coordenador de comunicação da campanha. Outros membros da sigla com cargos no Governo também acabaram demitidos preventivamente. que o caso se esgotaria no nível das investigações policiais e da Justiça. Um fato. com R$ 1. Carta Capital.cartacapital. 2007.7 milhão. Folha de S. demonstra claramente como a cobertura jornalística foi “predominantemente” negativa “para o presidente/candidato Lula”. No dia 29 de setembro. presidente nacional do partido. no entanto. Política e Opinião Pública. Ricardo Berzoini. O material contra Serra seria entregue pelo empresário Luiz Antônio Vedoin. filiado ao PT do Mato Grosso. produziu um estudo sobre o desempenho dos meios de comunicação na campanha das eleições presidenciais de 2006. 15 ENTENDA as crises que atingiram o primeiro mandato de Lula. agora candidato à reeleição. Após a denúncia. comprometeu a pluralidade indispensável para a saúde da democracia”. 451. O PT também nega que o dinheiro seja do partido.16 Embora o caso se referisse à campanha pelo Governo paulista. apreendidos pela Polícia Federal. pela unanimidade. A crise derrubou o coordenador da campanha à reeleição de Lula.17 Nomes importantes do PT começaram a ser relacionados ao dossiê. Gedimar e Valdebran foram presos quando aguardavam. Paulo. Em depoimento. 16 . Hamilton Lacerda. Os quatro envolvidos foram presos pela PF. tendo sido dedicado “mais espaço positivo para Geraldo Alckmin”. Paulo e O Globo). em que. que teria articulado a publicação da reportagem da Istoé contra Serra. n. acusando Serra de envolvimento na máfia. e que do pacote fazia parte uma entrevista. supostamente à revista Istoé. do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ). Disponível em: <http://www. retornando de forma dramática o clima de acusações e suspeitas contra o PT e o presidente Lula. COMO queríamos demonstrar. por um emissário de Vedoim. Paulo Roberto Dalcol Trevisan. substituído por Marco Aurélio Garcia. São Paulo. candidato à reeleição. chefe das sanguessugas. Freud Godoy. Ele nega as acusações. que não teve. Aloizio Mercadante. Um fato teve importância crucial no rumo das eleições. José Serra. 2007. 4 jul. pediu afastamento do cargo. em São Paulo. op. a Gedimar Pereira Passos. da compra de um dossiê contra o candidato ao Governo de São Paulo. o assessor especial da Presidência da República. portanto. 15 Tudo fazia supor. Acesso em: 14 jul. advogado e ex-policial federal.8 montadas para dar aparência de veracidade às concorrências para venda das ambulâncias. Foi constatado um “anti-lulismo que. 17 O Doxa. a uma “dupla visibilidade”. e Valdebran Padilha da Silva.br/2007/07/451/como-queriamos-demonstrar/>. na entrega de ambulâncias da máfia das sanguessugas. O dossiê da mídia O estopim desta vez foi a divulgação. o candidato ao Governo do PT. como ficou constatado posteriormente. analisando o comportamento e as opções editoriais principalmente dos três maiores jornais do país (O Estado de S. Gedimar disse que foi “contratado pela Executiva Nacional do PT” para negociar com a família Vedoin a compra de um dossiê contra o tucano.

com grande destaque. segundo informou à Carta Capital. recebera. 2006. intensos movimentos na redação do telejornal. UNIDOS. sem resposta. o delegado reuniu-se com outros quatro jornalistas (Lilian Christofoletti. O presidente dedicou-se prioritariamente à eleição.com/Noticias/Eleicoes/0. Especial eleições 2006: apuração 1º turno – governador resumo nacional. 2007.AA1290678-6282-433. que seria ocupada pelo candidato do PT. Paulo Baraldi.globo. na mesma data. naturalmente. por exemplo. Em seguida. da Globo. Disponível em: <http://www. 416. do jornal O Globo) para repassar outro CD.com. feita por Cristovam Buarque. São Paulo.cartacapital.64% para Geraldo Alckmin. foi dirigida a Lula. Rio de Janeiro.20 ganharam destaque e o dossiê da mídia foi sendo 18 PEREIRA. o que desencadeou. candidatos atacam Lula.br/2006/10/5457/>. 17 out. da Polícia Federal. em pelo menos duas edições. RESPOSTA a Ali Kamel: Tartufo trabalha na Globo? Carta Capital.htm>. o que não cabe retomar aqui. 2007. 2007. A primeira pergunta do debate.html>. Alckmin e Heloisa Helena mencionaram a falta de Lula antes de responder às suas questões: “Ele tinha a obrigação de descer do seu trono de corrupção e covardia e vir aqui se explicar ao eleitorado”.00. n. e Tatiana Farah. se chocara com um jato Legacy. A revista Carta Capital. Raimundo Rodrigues. principal fonte de informação da população brasileira. 2006. e (2) não veicular a existência da fita de áudio posteriormente divulgada por Amorim.br/frameset. Luiz Carlos Azenha foi o primeiro a divulgar.cartacapital.. a fim de que fosse copiado. O repórter César Tralli. de OESP. trechos da conversa do delegado com os jornalistas.19 Na segunda etapa. André Guilherme. n. apresentou.terra. foi em defesa da verdade dos fatos.9 véspera do primeiro turno. Paulo Henrique Amorim veiculou o áudio e uma transcrição sumária da fita. Os fatos ocultos. denunciando o chamado “dossiê da mídia”. 20 A ausência de Lula no debate da TV Globo no primeiro turno ganhou uma cobertura midiática não verificada quando Fernando Henrique Cardoso fez-se ausente em encontros semelhantes. 415. 24 out. Acesso em: 14 jul. Acesso em: 10 jul. com os demais concorrentes dirigindo-se ao ausente. Disponível em: <http://www. da Rádio Jovem Pan. logicamente: “O senhor é candidato sob fortes suspeitas de uso de recursos públicos no processo eleitoral.18 que conta ainda com outras ações.br/2006/10/5459/>. O resultado do primeiro turno indicou 48.61% de votos válidos para Lula e 41. 2007. do dinheiro apreendido com Gedimar e Valdebran. 29 set. 19 TERRA. G1: o portal de notícias da Globo. o Jornal Nacional. A Rede . São Paulo. em primeira mão. A decisão de divulgar as fotos no Jornal Nacional daquele dia foi acompanhada de outras duas: (1) omitir o acidente com o avião da Gol. A cadeira vazia. foi focada várias vezes. o CD distribuído à imprensa pelo delegado. Se for eleito e comprovar-se a denúncia. levando a disputa para um segundo turno. que. Depois de entregar o material a Tralli. em seu blog. 2006. a estratégia do candidato Lula mudou. fotos tomadas irregularmente pelo delegado Edmilson Bruno. Disponível em: <http://g1. disse a candidata do PSOL. Carta Capital. da FSP. muito criticado por não haver comparecido aos do primeiro turno. Os debates. da Rede Globo. Disponível em: <http://eleicoes. Acesso em: 10 jul. renunciará ao cargo?”. Acesso em: 14 jul. por parte da revista Veja.com.com. desta vez com a presença do postulante petista. logo Azenha liberou o texto completo. provocando a morte de todos os passageiros. em 1998. ao concorrer à reeleição.

23 As companhias comunicacionais cada vez mais lançam blogs de responsabilidade de seus contratados. Assim como em outros setores da chamada economia do conhecimento.22 Ao contrário do caso dos blogs do movimento dos estudantes da USP. ao influenciar o trabalho dos formadores de opinião. tratando-se de nomes conhecidos do público por sua atuação na grande mídia. Paulo. 2007. BRITTOS. 28 set. Paulo e TV Globo. nos seus blogs pessoais aparecem e se comportam efetivamente como intelectuais autônomos e conquistam respeito no campo (entre seus pares) por isso.00.br/eleicoes2006/interna/0. 21-45. cit. op. sem. Acesso em: 10 jul. indicando que a ausência não provocaria perdas no índice de intenção de voto.html>. Segundo o presidente. estes. RESPOSTA a Ali Kamel: Tartufo trabalha na Globo?. o Jornal da Record. em que a mediação entre os interesses hegemônicos e o público consumidor. A reportagem de capa de Carta Capital. 2006. intelectual) cuja subsunção no capital será sempre problemática. com impacto na opinião pública. esquivaram-se até quanto possível. Na TV Record. na sexta feira 13.com.br/eleicoes2006/interna/0.23 mas. no caso combinada com a sinergia de recursos humanos. Disponível em: <http://noticias. Considerações conclusivas O que esse caso demonstra é a complexidade dos mecanismos de manipulação e de criação do consenso numa sociedade de massas.terra.00. op. em seus sítios e blogs. Terra Notícias. Porto Alegre: Nova Prova.OI1164639-EI6651. citados anteriormente. para realizar-se. jornalísticos. a Globo informou que lamentava a ausência do presidente da República e candidato à reeleição. Comunicação na Fase da Multiplicidade da Oferta. p. “Os fatos ocultos”. 34-35. provocou reações diferentes em diferentes veículos de comunicação. deve recorrer a um tipo de trabalho especial (cultural..OI1164639-EI6651. op.com. 2006. citar a revista.. Mais. que serviram como fontes para a imprensa. Registros. Valério Cruz. que é a captação e produção de conteúdo. In: _____ (Org. 2006. “o grau de virulência e desespero de alguns adversários” era o principal motivo para a ausência no debate. concentração e concorrência no capitalismo contemporâneo. A TV Bandeirantes usou informações da reportagem no Jornal da Band. 2007. O presidente teria consultado pesquisas qualitativas. a começar por O Estado de S. Porto Alegre. 22 PEREIRA. 21 PEREIRA. eleitor ou cidadão. Raimundo Rodrigues. facilitaram o debate no interior do campo jornalístico. estes últimos podem ser empregados dos grandes veículos.21 Alguns. Acesso em: 10 jul. mencionou a publicação e mostrou capa e miolo da revista. p. cit. Terra Notícias. Luiz Inácio Lula da Silva.10 desmascarado pela ação dos jornalistas e outros participantes do espaço dos blogs. Em anexo apresenta-se a lista dos que foram consultados nesta pesquisa. A revista cita uma série de blogs e sites jornalísticos que participaram do debate. LULA não vai a debate para evitar “desespero” de adversários.terra. alguns jornalistas puderam opinar e estimular alguma reflexão sobre a faceta da mídia escancarada pela Carta Capital. Lula afirmou ainda que foi um dos candidatos que mais participou de debates nos últimos anos e que não tinha “receio” de enfrentar os adversários.. Raimundo Rodrigues. 28 set. Disponível em: <http://noticias. Televisão. Mas é em outro meio de comunicação que verdadeira ebulição tomou lugar. Na internet. Porto Alegre. em debate. aproveitando a vocação da organização (sinergia funcional). que já buscam informações para outros veículos do mesmo grupo. Folha de S. no entanto. cit. citados nominalmente no texto. GLOBO lamenta ausência de Lula em debate.html>.). .

Certamente implica em democratização. p. mas com a qual não se confunde. é preciso mudar a representação da internet como “impermeável à comercialização e universalmente acessível. mas cada um dos diferentes campos acadêmicos envolvidos na pesquisa e na inovação de interesse do setor. profissionais de diferentes áreas. para citar um paradigmático. na rede. cit. embora naquele possam haver maiores condições para sua reprodução. Mas será assim parcialmente. que extrapola o meramente mercantil. intelectuais de todo tipo) interessados na luta pela hegemonia no campo da produção simbólica e da ideologia.. não é simplesmente o mercado de medicamentos que a indústria farmacêutica deve considerar. Para ela. Assim. . 2003. Pode continuar sendo um espaço para práticas democráticas de fato (não necessariamente autoconscientes). é periférico. como uma forma de resistência contra os extensos poderes da economia e do poder hierárquico. p. denuncia e. pauta a grande imprensa. que a participação de um indivíduo nesse campo jornalístico dos blogs não exige diploma ou certificação. mas isto é assunto para outro artigo. a produção capitalista só pode existir em articulação com um campo particular de conhecimento. envolvendo jornalistas. ajudando a construir a agenda social. As imagens que devem ser introduzidas nas representações da rede são as da confrontação e da resistência. na medida em que fiscaliza. É uma esfera pública específica (e bastante especializada). Saskia. é preciso entender a ação dos blogs na reconstrução de um espaço crítico no interior do campo político do jornalismo on line. Não se pode defini-lo. que os profissionais da imprensa devem levar em consideração. assim como no mundo real. 217. num mundo em que a tônica continua sendo. Los espectros de la globalización. de alguma forma. 24 SASSEN. Trata-se de uma área de disputas estratégicas. Saskia. explicita bem a questão da rede como espaço de poder distribuído.11 exemplo da pesquisa biotecnológica. sob o risco da desmoralização e do descrédito. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica. mais do que “simplesmente o romance entre a liberdade e a inter-conectividade”. políticos e outros (sindicatos. Saskia Sassen. Assim. movimentos sociais. 217. 24 O não-hegemônico. portanto. mas não deve haver ilusões a respeito do seu alcance. também no campo do jornalismo constitui-se uma esfera pública produtiva particular. tratando-se antes de um campo aberto. op. atravessado pela política. É interessante notar. arguta analista da sociologia das redes eletrônicas. com influência importante e crescente na grande esfera pública do capitalismo atual. mais do que como o espaço de uma liberdade ilimitada”. 25 SASSEN. como algo puramente profissional.25 Por isso. como parte de um processo de recuperação do velho ideal burguês da liberdade de imprensa.

. André.. César Ricardo Siqueira. Disponível em: <http://boston. Disponível em: <http://www. La production de la croyance: contribution à une économie des biens symboliques. Bauru. Digitalização. DEAK. 2005. 53-78. 7. n. Referências BOLAÑO. flexibilidade e reordenação dos processos jornalísticos.br/2007/07/451/como-queriamos-demonstrar/>. 21-45. Bem Paraná.org.com. Pierre.br/index. Paris. Mercado brasileiro de televisão. Rio de Janeiro. 2007.). Curitiba. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política. Actes de la Recherche en Sciences Sociales. para manter. ed. 25 maio 2007. Trabalho intelectual.br/e%2Dcompos/>. potencializados agora com os instrumentos da convergência digital. Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia. Anais .).12 e cada vez mais. 2007. 4 jul. ed. BRITTOS. dez. COMO queríamos demonstrar. p. 13. Acesso em: 10 jul. São Paulo: Educ. Comunicação na Fase da Multiplicidade da Oferta. 2007. 2. p. Valério Cruz. Disponível em: . Televisão. 2004. BRITTOS.bemparana. Carta Capital. 2006. Valério Cruz. In: _____ (Org. Elaine Patricia. Brasília. São Paulo. BOLAÑO. na essência. 11. Bauru: UNESP. 2006. inclusive aquele. BOLAÑO. Aparência de liberdade que a esfera pública global em construção cria. o sistema de exclusão e exploração do capital e os mecanismos de manipulação e controle da velha Indústria Cultural. comunicação e capitalismo: a reconfiguração do fator subjetivo na atual reestruturação produtiva. BRITTOS.cartacapital. César Ricardo Siqueira (Orgs.php?VjFSQ1VtUXlWa1pqU0ZKUFVrZDRUMXB YZEVkTk1WSlhWV3hLYVZadVFsWlVWV2gzVkcxR1YyTklRbUZTYldoUVdWZDRj MVpWTVZoa1JuQldUVVZ2ZVZZeFVrOVdNbEY0WWtkNFlXSllRbkJhVmxaTFkyeG tWMVJyVGxkaVJsWTBWVlprYTJFeFNYaFhha0pVVmxkTmVGcEhNVk5rUlRsSVdr ZEdWMlZzV25sV01uaHZVekpLUlZaWWJGQlNSRUU1>. Valério Cruz. Espaço público midiático e ideologia do merchandising social da Rede Globo: uma crítica na perspectiva da economia política da comunicação. 1 CD.braslink. cada vez mais concentrado e centralizado. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO.. César Ricardo Siqueira. de todas as empresas oligopolistas de todos setores econômicos. Agência Brasil. Blog da ocupação da USP tem novo endereço. Porto Alegre: Nova Prova. 15. 22 maio 2007. BOURDIEU. p. _____. 2. Acesso em: 14 jul. dez. n. 3-43. 2007. E-Compós. Acesso em: 12 jul. São Paulo: Paulus.com/compos. n. Disponível em: <http://www. Estudantes da USP usam internet para divulgar informações sobre ocupação da Reitoria. da comunicação social. n. CRUZ. 1977.com. _____. BRITTOS. 2002. Valério Cruz. 2006.revista da Associação Nacional dos Programas de PósGraduação em Comunicação. a da liberdade de empresa. 2006. feb. concentração e concorrência no capitalismo contemporâneo. 451.

Especial eleições 2006: apuração 1º turno – governador resumo nacional. Portal Estadão.com. SASSEN. Universidade Federal de Sergipe. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica.00. 21 maio 2007. Acesso em: 14 jul. 29 set.cartacapital. Disponível em: <http://www. 2005. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.agenciabrasil. São Paulo.br/eleicoes2006/interna/0.br/educacao/noticias/2007/mai/21/113. SOUZA. 2007. Terra Notícias.com. 2007.br/folha/brasil/ult96u84180.com. 24 out.com. n. Ana Carolina. Danielle A.0001063892/view>. 1 jun. Acesso em: 10 jul. . 2006. 2006.globo. Acesso em: 10 jul. 2006..com. Disponível em: <http://www.shtml>.terra. Acesso em: 14 jul. 1984. São Paulo. 2006. TERRA. 2007. GLOBO lamenta ausência de Lula em debate.html>. 2006. candidatos atacam Lula.estadao. Disponível em: <http://noticias. Saskia. Terra Notícias. O capital da notícia. 17 out. Depois de blog. Acesso em: 10 jul. OCUPAÇÃO da USP é mostrada no YouTube e blog de alunos.cartacapital. Disponível em: <http://www.terra. G1: o portal de notícias da Globo.com/Noticias/Eleicoes/0.gov.br/eleicoes2006/interna/0. e-mail usado pela ocupação da USP sai do ar. Disponível em: <http://eleicoes.. São Paulo: Ática. A internet como suporte jornalístico em Aracaju: adaptação dos jornais impressos à nova realidade tecnológica e econômica da mídia. Acesso em: 10 jul. Rio de Janeiro. Os fatos ocultos.br/frameset. Folha Online. Acesso em: 10 jul. São Paulo. Porto Alegre. Ciro. Acesso em: 11 jul.00. Acesso em: 10 jul. 416. 2003. 1986 MORENO. Raimundo Rodrigues.htm>. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. 2007.folha. HABERMAS. MARCONDES FILHO. ENTENDA as crises que atingiram o primeiro mandato de Lula. Disponível em: <http://www.htm>. 2007.com. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social – Jornalismo) – Centro de Artes. Carta Capital. São Paulo.uol. 2006. n. 2007. 2007.terra.com. Portal Estadão. Los espectros de la globalización. Jürgen.2007-0522.br/educacao/noticias/2007/jun/01/358. Aracaju.OI1164639EI6651. 415.html>. 29 out. Acesso em: 10 jul.estadao. 2007.00.com. Porto Alegre.OI1164639-EI6651. 28 set. 28 set. Disponível em: <http://g1. 2007.html>.htm>. São Paulo. LULA não vai a debate para evitar “desespero” de adversários.13 <http://www. UNIDOS. RESPOSTA a Ali Kamel: Tartufo trabalha na Globo? Carta Capital.br/2006/10/5457/>. 2007. 2007.AA1290678-6282433. Disponível em: <http://noticias. Disponível em: <http://www1.br/2006/10/5459/>.. PEREIRA.br/noticias/2007/05/22/materia.

5.c om.15.críticas aos meios de comunicações 3. 14.zip.blogs pot. controle dos meios de comunicações 10. 19-28 e 31 Blog do ET Etevaldo Dias.14 Apêndice Blogs jornalísticos pesquisados Origem Responsável Endereço Tema central Datas de out.com/2006_10_01_archive . jornalista http://blog. 16.blogs Covardia geral pot.com/2006_10_01_arch 17 . 16-24.blogdogadelha. Riscos de Lula 23 e 24 Blog do Mello Antonio Mello.html Obsessão pelo dossiê e desespero golpista 17/10 Blog Não http://blogscoligados.com. jornalista http://z001. jornalista http://blog. dossiê e reportagem Carta Capital 4.ig.com Parcialidade das mídias.br/arch2006-1022_2006-10-28.as p?id_blog=3 Dossiê.br/ Código de conduta dos meios de comunicação 25.com. 21. crítica a Globo 4. 13.com. 20 Blog Contrapauta Alceu Nader.br/ blog/padiglione/?m=20061 0 Debate e a disputa da audiência 8/10 Blog Boteco de idéias UOL http://fperlatto. 26 Blog Cristina Padiglione Cristina Padiglione. 2006 Blog do Gadelha Hayle Gadelha.html Aumento de gastos de campanha.ultimos egundo.html Críticas ao diretor de jornalismo da Globo e a revista Veja.ig.uol.br/ig/21 /55/931191/blig/blogdoet/2 006_45. escritor e publicitário http://blogdomello.blog.contrapauta. 11.net/arch 2006-10-15_2006-1021. 24 Blog de Fernando Rodrigues Jornalista Fernando Rodrigues http://uolpolitica.estadao. 17.br/blogs. jornalista http://observatorio. 7.blogspo t. jornalista www.14. 27 Blog Verbo Solto Luis Weis.html Erro do jornal O Globo. 6. 19. dossiê Serra.co m.

16-19.blogs Covardia geral pot.blogsp dinheiro do ot. dossiê.as p Dossiê.as p?id_blog=2&id={741321 B6-6A3A-4CC8-AB0FCD78ECDC19DD}&data =200610 Meias verdades nas campanhas eleitorais.zip. denúncias da Veja http://blogscoligados. 27 Blog Código aberto Carlos Castilho. prof da Univ. 6.co m/2006_10_01_cristaldo_a rchive.blogspot. estudante da Unicamp http://lpereira. 10.13.br/blogs. jornalista http://cristaldo. 25 Blog Deu no jornal Blog de Mario Araujo Filho Blog do Patrick encontrado Mario Araújo.15 Coligados ive. 22.html da mídia http://oglobo. jornalista http://observatorio.htm dos meios ONG Transparência Brasil http://crwa. liberdade de imprensa. o papel ve. Geraldo Lula e as elites 9.ig.net/arch200 6-10-01_2006-10-31.co m/blog/2006/10/11/lulavai-ganhar/ Lula vai ganhar 11 Debate. confiabilidade das urnas eletrônicas 6. 23 Blog de Janer Cristaldo Janer Cristaldo. 13.com/pa is/noblat/arquivodoblog.br/2006 Campina _10_01_archive. http://www. Informações das mídias sobre o dossiê 4. jornalista Blog Coligados Não encontrado Fotos do http://blogdopatrick.panoramablog Federal de mario. acusações entre os candidatos.10.com.html Dossiê.com/2006_10_01_arch dos meios ive.html Grande Acadêmico do Curso de História da UFCG Blog do Ricardo Noblat Ricardo Noblat.htm 19 3-28 17 .freehostia.globo.blogger.com/2006_10_01_archi dossiê.ultimos egundo.com. Longa vida ao PT 2e9 BLOG Abafos e Desabafos Luís Guilherme Fernandes.html Mentiras do Presidente.

19.16.blogspot.27.16 Blog Minha política Não encontrado http://minhapolitica.com/2006_10_0 1_archive.html Criticas à blogs.html Análise da cobertura eleitoral. médico e jornalista http://blogandofrancament e. críticas a Veja e Carta Capital Blog Na pratica a teoria é outra Não encontrado http:/napraticaateoriaeoutr a.com/2006_10_01_minh apolitica_archive.ht ml A mídia e o Presidente 15.bl ogpot.com/ 2006_10_01_archive.blogspot. 28 .html Debate e massacre da imprensa 13 e 19 Blog Blogando Francament e Dr.blogspot.html Ética da Globo e transparência da Polícia Federal 19 e 21 Blog de conversa em conversa Valter Abrucez. jornalista http://deconversaemconver sa.com/2006_10_0 1_archive.zip. revista Carta Capital e Veja 14 e 25 Blog Que a indignação leve à ação Não encontrado http://daindignacaoacao.htm Análise da imprensa 10 e 19 5. David Zylbergeld Neto.n et/arch2006-10-15_200610-21.blogsp ot. 22 Blog descontrole = Corrupção Não encontrado http://controleinterno.com/2006_10_01_da indignacaoacao_archive.