Gestão Resíduos Eletroeletrônicos no Brasil

Objetivo
Ter como propósito definir e organizar a gestão de resíduos sólidos (pós-consumo) de seus
Associados, efetuando a contratação fiscalização e auditoria dos serviços prestados por terceiros,

implementação de sistemas coletivos de logística reversa de
larga escala, promovendo o rateio de custos por participação na cadeia.
para a

Tornar eficiente as informações geradas por um sistema de logística reversa compartilhado por

com redução de custos de
transação, operacionais/logísticos e de economias de escala.
toda a cadeia e por diversos agentes do mesmo elo,

Promover a administração através de sistemas de informação que possibilite a visualização das
operações e dos custos através da conformidade, propor soluções inovadoras com eficácia,

visando as melhores praticas para o cumprimento da PNRS.

Decreto-Lei n.º 67/2014
de 7 de maio

Nova Diretiva Europeia

a) Até 31 de dezembro de 2015: pelo menos 4 quilogramas
por habitante e por ano de REEE provenientes de
utilizadores particulares, ou a quantidade média de REEE
recolhidos nos três anos anteriores, conforme o maior
destes valores;
b) A partir de 2016: 45 % do peso médio dos EEE colocados
no mercado nos três anos anteriores, considerando
o peso total dos REEE recolhidos provenientes de utilizadores
particulares e não particulares;
c) A partir de 2019: 65 % do peso médio dos EEE colocados
no mercado nos três anos anteriores ou, alternativamente,
85 % dos REEE gerados em Portugal, considerando
o peso total dos REEE recolhidos provenientes de
utilizadores particulares e não particulares.

Chamamento para elaborar Acordo Setorial para implantar Sistema de Logística Reversa de Produtos
Eletroeletrônicos e seus Componentes
1.1. Obrigação: Fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes estruturar e implementar sistema de LR
independente do serviço público
2.1. Objeto: Equipamentos Eletroeletrônicos de uso doméstico e seus componentes até 220 V
3.1. Característica: Sistemas de Logística Reversa de forma coletiva ou individual

Edital Nº 01/2013

4.1. Entrega das Propostas: Para apreciação do MMA, somente via entidades representativas do setor.
5.1. Prazo: 120 dias – até 12 de junho de 2013
6. Requisitos mínimos
Indicação dos produtos
Descrição pormenorizada de todas as etapas do Sistema de LR.
Possibilidade participação poder público mencionando remuneração
Plano de comunicação, mídia e educação ambiental
Cronograma de implantação
Metas progressivas em até 5 anos
• 100% municípios acima de 80.000 habitantes, sendo 1 ponto a cada 25.000 habitantes.
• Recolhimento e destinação de 17%, em peso, dos produtos colocados no mercado um ano antes da
assinatura do Acordo Setorial.

Cenário :
Cidades com mais de 80.000 hab. = 357
Atendimento de locais de descarte a cada 25.000 hab.= 44000 pontos.
17% de meta = 200 milhões de hab. X 2,5 kg/hab.(supor) = 500 mil ton. X 15 = 85.000 ton/ano.
Aplicação : total de REEE colocados no mercado 01 ano antes do acordo assinado .
Validade: 5º Ano após o Acordo assinado.

Exemplo: Acordo assinado em 2015.
Total de produtos colocados no mercado em 2014.
Validade 17% de meta em 2020.
Atendimento; 4400 pontos em 357 cidades.
Custos; divididos entre fabricantes/importadores/distribuidores/varejo.

Linhas de segmento

Linha marrom




Televisor Tubo
Televisor LCD/Plasma
DVD/VHS
Produtos de Áudio
Câmeras e filmadoras

Linha verde
• Desktop
• Notebook
• Impressora

Linha Branca
• Refrigeradores
• Fogões
• Lavadoras de Roupa
• Condicionadores de Ar

Linha Azul
Batedeira
Forno elétrico
Liquidificador
furadeiras

Varejo

Consumidor

Transporte
Primário

Consolidação

Reciclagem

Transporte
Secundário

Triagem/
Reciclagem

Aterro

Co-processamento

357 cidades atendidas.

ABINEE
ELETROS

Associações de Classe Patronal.

GOVERNO

ABRADISTI
Acordo Setorial

ABREE

Gestora

Fabricantes
Importadores

Desafios a serem Superados para Assinatura do Acordo Setorial dos REEE
• Adoção de um sistema de governança via entidades gestoras

• O reconhecimento da não periculosidade dos produtos eletroeletrônicos pós-consumo enquanto não haja alteração
das suas características físico-químicas;
• Criação de norma legal que discipline a renúncia da titularidade do REEE descartado;

• Envolvimento vinculante de todos os atores do ciclo de vida dos produtos eletroeletrônicos não signatários do acordo
setorial;
• Criação de documento auto declaratório de transporte com validade em território nacional, de forma a documentar a
natureza e origem da carga, dispensando quaisquer outros documentos para sua movimentação;
• Em estudo, a participação pecuniária do consumidor para custeio da logística reversa, destacada do preço do produto
e isenta de tributação, bem como instrumentos e mecanismos de compensação e custeio para produtos órfãos.

Varejo
Transporte
primário - Varejo

Mão de Obra

PDD
Transporte
Secundário

PDD
Consumidor
PDD

Consolidação

PDD
Triagem
Reciclagem

Varejo

?

ABREE
ABREE

Refrigerados

CRT

RECICLADORES
CAPACIDADE
TECNOLOGIA
LOCALIZAÇÃO

Luís Machado-Presidente do Conselho.
Vanderlei Niehues-Diretor Presidente.