You are on page 1of 2

Fichamento

“O que é cultura”
José Luis dos Santos

Introdução: “O desenvolvimento da humanidade está marcado por contatos e conflitos
entre modos diferentes de organizar a vida social, de se apropriar dos recursos naturais e
transformá-los, de conceber a realidade e expressá-la. A história registra com
abundância as transformações por que passam as culturas (...) Para discutirmos cultura,
precisamos ter em mente a humanidade em toda a sua riqueza e multiplicidade de
formas de existência”.
1.0 – “Cultura diz respeito à humanidade como um todo e ao mesmo tempo a cada um
dos povos, nações, sociedades e grupos humanos”.
1.1 – Cada realidade cultural tem sua lógica interna e é preciso conhecer para entender
os sentidos de suas práticas, que são resultados de sua história. Entendido isso, é um
avanço para o combate ao preconceito.
1.2 – “Se a compreensão da cultura exige que se pense nos diversos povos, nações,
sociedades e grupos humanos, é porque eles estão em interação”.
1.3 – “A partir de uma origem biológica comum, os grupos humanos se expandiram
progressivamente, ocupando praticamente a totalidade dos continentes do planeta”.
1.4 – Alguns desses grupos se unem, outros se isolam. Posteriormente, os isolados vão
desaparecendo e os que se uniram, ocupam diferentes territórios ou “territórios
semelhantes foram ocupados de modo diferente por populações diferentes”.
1.5 – “Apesar dessa variabilidade, são notórias algumas tendências dominantes”. Por
exemplo, em maneiras de se organizar, superar conflitos, tensões e etc.
1.6 – Cada cultura é resultado de uma história em particular e também as relações com
outras culturas.
1.7 – Sobre relacionar diferentes culturas, têm-se duas hipóteses: Primeiro, pensa-se em
hierarquizar culturas segundo algum critério. Ex.: capacidade de produção, tecnologias
específicas. Desse modo, podemos pensar que uma é mais desenvolvida que outra.
1.8 – Segundo, vendo por outro viés, nega-se que seja viável fazer hierarquizações.
“Argumenta-se aqui que cada cultura tem seus próprios critérios de avaliação e que para
uma tal hierarquização ser construída é necessário subjugar uma cultura aos critérios de
outra”.

ingênua e esteve ligada ao preconceito e discriminações raciais”. o que era usado como justificativa para domínio e exploração. todas as sociedades humanas passariam por uma evolução social que conduziria até um estágio de civilização.2.1 – “Não foi difícil perceber nessa concepção de evolução por estágios uma visão europeia da humanidade”. é.3 – Ideias racistas começaram a existir. 2. 2. “Estudos permitiram destruir os falsos argumentos dessas concepções preconceituosas”. uma vez que os povos não europeus eram considerados inferiores. 2. . pois.0 – Segundo estudos feitos no século XIX.2 – Essas concepções foram atacadas. 2.4 – “A ideia de uma linha de evolução única para as sociedades humanas. pois se defendeu que cada cultura tem sua própria verdade e que era impossível hierarquizar devido a multiplicade de critérios culturais. como na Europa ocidental da época.