You are on page 1of 13

Impresso Especial

28.907.186-2/2005/DR/PA

REAPA
CREA-PA

DEVOLUÇÃO
GARANTIDA

CORREIOS

Revista

CORREIOS

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará
Julho 2013 – Ano I I – nº 05

ENTREVISTA

Dep. Megale
apresenta
PL para
segurança
Pag. 8

Lei das
Engenharias
Públicas
As melhorias na qualidade de vida
que a regulamentação da Lei nos
municípios traz para profissionais
e população beneficiada

Pag. 10

PESQUISA

ANIVERSÁRIO

A tecnologia a
serviço da saúde e
mobilidade humana

Crea-PA chega aos 79
Engenharia de
anos de conquistas e
Pesca é mercado
valorização profissional em expansão

Pag. 16

TRABALHO

Pag. 14

Pag. 20

sem nunca abrir mão da qualidade de seus serviços. • Controle e praticidade.br 10 CONTRUINDO PARA O DESENVOLVIMENTO DO OESTE DO PARÁ CONSTRUTORA HAMAD EIRELI EPP AVENIDA SERGIO HENN. • Ambiente de Som Oqulto® “Invisível”. Porque a Gold Control tem diversos planos que se encaixam nos mais diversos tipos de orçamentos. • Automação de persianas e cortinas. cenas de iluminação. • Criação de zonas independentes de Áudio e Vídeo.com. jardins e áreas comuns. Evolution. 8 Entrevista Lei das Engenharias NOSSAS SEÇÕES Expressas 5 Opinião Técnica 19 Mercado de Trabalho 20 Agenda 22 Livros 23 A Gold Control é uma empresa de automação de casas e prédios que oferece soluções na criação de ambientes personalizados e inteligentes. • Conveniência e conforto.com. 2115 . Umarizal Telefone: (91) 3230-1473 www. Rua Dom Romualdo de Seixas.020-000 SANTARÉM-PA FONE/FAX: (93) 3324-1426 hamad@hamadengenharia. • Segurança (Sistema inteligente de segurança e controle de acesso biométrico). sistemas de refrigeração automatizados e muito mais.goldcontrol. • Controle Inteligente de Temperatura. Sala 2106.DIAMANTINO CEP: 68. • Gerenciamento de Energia em tempo real. Serviços Benefícios: • Automação de Iluminação e Home Theater por Tablet e Smartphone. • Valorização do imóvel.castilho Transformar a sua casa na casa do futuro custa menos do que você imagina. • Flexibilidade e versatilidade. E o melhor é que tudo isso custa menos do que você imagina. Como a equipe de suporte pós-venda. treinada para atender cada cliente com a máxima eficiência. 1476 Ed. • Economia de energia e segurança. Entre para o mundo Gold Control e transforme a sua casa na casa do futuro.br CREA-PA 14 Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará 79 anos do Crea-PA 16 Saúde e tecnologia . Venha para a Gold Control.

Florestal Fernando Antonio Souza Bemerguy. Superadas as dificuldades financeiras vivenciadas em 2012. sugestões. as atenções estão voltadas para o 8º Congresso Nacional de Profissionais. Por uma feliz coincidência o nosso retorno acontece ao mesmo tempo que comemoramos o primeiro ano da Revista Crea-Pa. José de Aquino. Civil Carlos Eduardo Domingues e Silva 2° Vice-Presidente Eng. Agrônoma Ana Maria Pereira de Faria (coordenadora adjunta). Geologia e Minas Coordenador: Eng. Reduto.430 Reportagens e textos: Jecyone Pinheiro. Doutor Moraes. O diretor da Mútua no Pará. de Produção Renata Melo e Silva de Oliveira REAPA Revista PALAVRA DO PRESIDENTE 78 Anos CREA-PA COMISSÃO EDITORIAL Coordenadora Eng. que acontecerá em Gramado (RS). A Mútua se fez presente nos encontros microrregionais. Eng. Santarém (15/05). Agrônoma Ana Maria Pereira de Faria Coordenador Adjunto Eng.com. A nível nacional. Civil Evaristo Clementino Rezende dos Santos Suplentes Eng.194/66. CONFEA Conselho Federal de Engenharia e Agronomia .com. durante a 70ª Semana Oficial de Engenharia e Agronomia – SOEA. Crea-PA realiza encontros microrregionais em preparação ao 8º CEP Participantes do encontro em Redenção Em Marabá. Civil/Seg. Para tanto. Agrônoma Layse Goretti Bastos Barbosa Coordenadora do Núcleo de Relações Institucionais Geógrafa Glayds Barbosa Esta é uma publicação do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará (CREA-PA) executada pela Holy Comunicação e Editora (Rua Manoel Barata. tempo em que. Atenção governantes! Fiquem de olho para mudar a situação. Agrônomo Rui de Souza Chaves 2° Tesoureiro Eng. pelo Crea-PA. exceto em Redenção. ratificando o compromisso de dar continuidade à implantação do programa de trabalho aprovado pelos profissionais na eleição de 2011. para o 8º Congresso Nacional de Profissionais . por e-mail O Novo Código Florestal Brasileiro parece que quer moralizar e preservar a exploração dos recursos naturais. Soares Mota. Eletricista Adalziro Antonio de Souza Duarte e Eng. e a população fica a mercê dos irregulares.CNP.Prezado profissional. inserção no mercado de trabalho dos profissionais e a revisão da Lei 5. Os artigos assinados não correspondem à opinião do Crea-PA. Santarém recebeu o microrregional em maio Paragominas foi onde aconteceu o primeiro ciclo Diretores: Alexandre e Olinda Mendes Edição: Mara Góes DRT/PA 1. mas sem fiscalização a Lei não vai ser respeitada por si só. 194 • Nazaré • Belém-PA • CEP 66035-080 Fone/Fax: (91) 3219-3402 / 3219-3403 / 3219-3404 / 3219-3408 Funcionamento: 2ª feira a 6ª feira das 8h às 16h E-mail: faleconosco@creapa. esse será o momento para o profissional ou estudante contribuir para decidir os rumos da engenharia e agronomia do país. de Infraestrutura Aeronáutica Marco Valério Vinagre CÂMARAS ESPECIALIZADAS Câmara Especializada de Agronomia e Florestal Coordenador: Eng. oportunidade em que as lideranças do Sistema Confea/Crea/ Mútua terão a missão de externar seus posicionamentos sobre as alterações da legislação profissional na busca de melhor atender às nossas profissões. entre os meses de abril e junho foram realizados encontros microrregionais preparatórios em Paragominas (23/04). Altamira. Agrônomo Antonio Carlos Alberio 1° Vice-Presidente Eng. do Trabalho Harold Stoessel Sadalla Câmara Especializada de Engenharia Elétrica Coordenador: Eng. Um olhar que precisa ser ampliado por todos: autoridades e sociedade. Engenheiro Agrônomo Elias Lima disse que a ideia foi divulgar o trabalho em todo o Estado para que os profissionais se associem e conheçam os objetivos da Caixa de Assistência. Agrônoma Ana Maria Pereira de Faria Câmara Especializada de Engenharia Civil. Redenção (04/06) e Marabá (06/06). Civil e Segurança do Trabalho Harold Stoessel Sadalla (coordenador). A todos um forte abraço. por e-mail Cada vez mais necessário falar sobre trânsito. o evento vai reunir propostas e discutir questões como a formação e o exercício profissional. Agrônomo Rui de Souza Chaves (membros). estamos reassumindo a presidência regional.com.creapa.br DIRETORIA 2013 Presidente Eng. outras nem isso. Esperamos que todos aproveitem ao máximo o conteúdo preparado para esta 5ª edição da revista e possam comentar os assuntos dentro das suas áreas. Mande seus comentários e sugestões para comunicacao@creapa. Eletricista Adalziro Duarte Rodrigues Câmara Especializada de Engenharia Mecânica e Metalúrgica Coordenador: Eng. grande número de profissionais O 8º Congresso Estadual de Profissionais – CEP do Sistema Confea/Crea. Engenheiro ANTONIO CARLOS ALBERIO Presidente do CREA-PA ESPAÇO DO LEITOR Q uer fazer comentários. 1569.br / www. por e-mail Expressas Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará Sede: Tv. falando sobre “Os benefícios para os associados da Mútua-Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea”. estimulado por alguns presidentes de Crea’s e atendendo convite do presidente do CONFEA atuamos na sua assessoria. Eng. Civil Salomão Peres Elgrably 1° Tesoureiro Eng. Eng. estabelecemos para 2013/2014 uma programação voltada ao aprimoramento das diversas atividades desenvolvidas pelo Conselho que esperamos poder concluir até junho do próximo ano. Eletricista Pedro Rodrigues de Brito Filho e Eng. contribuir para o enriquecimento do Congresso Nacional. Visando garantir a participação de todas as regiões do Estado. que rege todo o exercício profissional das profissões tecnológicas.br ou revistacreapa@gmail. Além disso. conhecimento especializado e experiências profissionais. Antônia Moreira. de 9 a 14 de setembro. Mecânico Ricardo José Lopes Batista 1° Secretário Eng. Segurança do Trabalho. a ser realizado em setembro próximo. uma iniciativa vitoriosa dos que fazem este Conselho e que tem merecido o reconhecimento da classe tecnológica e da sociedade pela linha adotada que possibilita a abordagem de temas variados e que. Fone 91 3218-4698). Mecânico Fábio Luis Castro Marinho Adjunto: Eng. O objetivo do CEP é garantir maior compartilhamento de informações científicas. CEP 66053-320. Agrônomo Dinaldo Rodrigues Trindade. críticas ou tirar dúvidas sobre os temas publicados? Escreva para comunicacao@creapa.com.com.br. Altamira (07/05). nos dias 2 e 3 de julho. Eletricista Beatriz Ivone Costa Vasconcelos Adjunto: Eng. Civil Edgard Braga Rodrigues Júnior Membro Eng. mantém estreita ligação com as atividades profissionais abrangidas pelo Conselho. Compõem a comissão organizadora do evento os conselheiros regionais Eng. marca o encerramento dos preparativos no Estado. relacionada ao tema do CNP deste ano: “Marco legal: competência profissional para o desenvolvimento tecnológico nacional”. Agrônomo Dinaldo Rodrigues Trindade Adjunto: Eng. Civil e Segurança do Trabalho Harold Stoessel Sadalla 2° Secretário Eng. e desse modo. Cada cidade tem seus problemas: umas com transporte coletivo ativo.com. A pós quatro meses licenciado da presidência do CREA-PA.br Ouvidoria: (91) 3219-1132 / 3219-1136 ou ouvidoria@creapa. de certo modo. Eng. Civil/Mecânico José da Silva Neves Adjunto: Eng. Comentários A matéria sobre os desafios que o trânsito nas grandes cidades enfrenta foi bastante interessante. Parauapebas. Luciana Cavalcante e Vanessa Vieira Fotos: Ascom entrevistados e banco de imagens Diagramação e arte: Elias Portilho Comercialização: Agla Nascimento Tiragem: 15 mil exemplares Impressão: Gráfica KSK *Sua opinião é muito importante.

PRODUTOS RETORNAVÉIS . teatros. a atual diretoria foi reconduzida por mais 60 dias. cinemas. além de estádios de futebol e barragens. além das eleições para a nova diretoria da APGAM 2013. pontes. A programação reuniu ciclo de palestras com informações sobre a grande mineração e os grandes projetos minerais no estado do Pará. igrejas. R sub Geólogos realizam encontro Aprovado PL que exige inspeção periódica em edificações JOONG Expressas E ILM ONS MF CO MICR 60 DE Classificados CREA A Revista Crea-PA está abrindo um novo espaço para os profissionais liberais e pequenas empresas que desejam anunciar seus serviços na publicação. Dia do Engenheiro de Pesca agora é oficial 14 de dezembro. O projeto (PLS 491/2011) foi aprovado na forma de substitutivo apresentado pelo relator. comemorou o dia do geólogo transcorrido no dia 30 de maio com um grande evento. Entre os temas debatidos esteve o Pré-Sal. no auditório do Crea-PA. em Pernambuco. a cada dois anos. para edificações com mais de 60 anos de construção. rodovias. Neste último ponto. já que não houve inscrição de chapas. estarão sujeitos a inspeções periódicas. Grandes empresas mineradoras também marcaram presença no ciclo. 6 Revista PA Edifícios residenciais e comerciais. O texto pode seguir direto para exame na Câmara dos Deputados. a inspeção será obrigatória para edificações e seus elementos complementares. Agora. Imerys e Votorantim. como a Vale do Rio Doce. em Belém. a cada três anos. Este é o dia que será comemorado no Brasil. em 1974. caso se torne lei o projeto aprovado no dia 5 de junho pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado Federal. viadutos.820. a mineração social. o Dia Nacional do Engenheiro de Pesca. geradores de energia e instalações elétricas. Para saber mais e anunciar entre em contato com a Holy Comunicação pelo fone (91) 3218-4698. grandes projetos em implantação na Amazônia. para edificações com até 39 anos de construção. A data já era comemorada no Brasil. esses profissionais contam com módulos de anúncios com preços acessíveis. a periodicidade varia conforme a idade do imóvel: a cada cinco anos. entre os dias 27 e 30 de maio. como sistemas de ar-condicionado. com 40 anos de fundação. sujeitos a legislação específica. De acordo com a proposta. senador Zezé Perrella (PDT-MG).A Associação Profissional dos Geólogos da Amazônia. caso não seja apresentado recurso para votação pelo Plenário do Senado. Outro ponto importante foi a realização da segunda reunião da Coordenação Nacional das Câmaras Especializadas de Geologia e Minas do Sistema Confea/Crea. escolas. e a cada ano. elevadores e escada rolante. A homenagem foi garantida no calendário cívico brasileiro pela presidente Dilma Rousseff. O projeto prevê que a primeira inspeção seja feita dez anos após a emissão do habite-se. ao sancionar no dia 5 de junho a lei de nº 12. David Leal. atualizado com os novos currículos das universidades. Comércio e Mineração. para edificações entre 50 e 59 anos de construção. A partir daí. O governo estadual foi representado pelo secretário de Indústria. e lembra a colação de grau da primeira turma de engenheiros de pesca no país. com propostas de normativas em favor do exercício dos geólogos. ficam dispensadas edificações residenciais com até três pavimentos. De acordo com o substitutivo. pela primeira vez de forma oficial. entre outras edificações. a diversificação das atividades do geólogo. mas extraoficialmente. para edificações entre 40 e 49 anos de construção.

boates e em eventos artísticos de qualquer porte no Estado. vai ficar condicionada à apresen. aqui no Pará. O primeiro torna obrigatório medidas de segurança em casas de espetáculo destinadas à realização de festas. Antes. mostrou para o Brasil que é imprescindível que se estabeleçam normas claras e objetivas para ocupar o vazio que temos na legislação brasileira no que diz respeito à segurança nos locais que reúnem grande público. O projeto de Saídas de Emergência prevê multa de 5. no Rio Grande do Sul. a maioria dos Estados tomou a iniciativa de criar seus projetos. tem que acontecer algo de ruim questões. As auto75 nas casas noturnas e proíbe shows de pirotecnia em locais ridades municipais também devem fiscalizar o cumprifechados. bailes. observou-se que era preciem todo o Brasil. Agora as de extintores e saídas de emergência. de alguma forma. Na sua opinião. Não há uma lei federal tratando do assunto. mento da lei estadual e trabalhar uma campanha educativa para alertar seus munícipes com relação às denúncias. nesse caso. em tribuir para a aplicação da lei? 2003. E a expedição do Alvará de Autori. Por isso. Na ausência de uma lei federal.500 participantes. infelizmente. por muito tempo. acredito. Esse algo de ruim já aconteceu no dia 27 de janeiro tivos. Mas. notamos que era coisas serão diferentes e quem atua nessa área vai ter que se preciso uma exigência com força e peso de lei.nunciar casas noturnas irregulares? Qual o procedimento? ções que garantam a segurança do público presente ou esA sociedade será o instrumento principal do Estado nestimado”. aplicada em dobro em caso de reincidência. ao bel-prazer daquele que investe. A tragédia foi do Estado nessa fiscalização”.O senhor conhece a realidade do interior do Pará em relapaço do evento. Conversamos com o deputado para saber mais detalhes dos projetos.000 UFIR’s ao estabelecimento infrator por cada autuação. na realização de denúncia será o número de emergência 190. Com a lei. shows. Se uma pessoa chega num local superlotado câmeras em eventos temporários realizados no Estado do e percebe que não há saída de segurança. Nós. Já o segundo determina o monitoramento por câmeras filmadoras em eventos temporários realizados no Estado do Pará com público acima de 2. O que é muito bom para todo mundo. ou é muito pequena para mento será de responsabilidade da empresa. Na madrugada em que 242 pessoas morreram intoxicadas dentro da boate Kiss. até porque cada município tem suas peculiari5para despertar o Poder Público. obriga. Sem fiscalização. foi adotada a legislação anti-incêndio mais rigorosa de dos estabelecimentos a correta observação dos critérios todo o país. clientela e agentes de fiscalização fizeram vista grossa aos riscos inerentes a ambientes construídos. A impressão que se tem é que pelo fato de tratar de lazer e atividades semelhantes o empresariado dessa área acredita que dificilmente algo de mal pode acontecer no que diz respeito à segurança do público. tação. essa pessoa imediatamente deve deidealizadora do evento. Logo após o episódio de Santa um divisor de águas nessa história Maria. inclusive os destinados ao público infantil. vai deixar os empresários mais A sociedade será O que o projeto traz de novo para sensíveis ao cumprimento da lei? o instrumento principal as regulamentações já existentes? Sim. Vale lembrar que nos Estados Unidos.todos os órgãos da Segurança Pública. Agora temos que fazer cumprir as normas existentes. em Santa Maria. A tragédia acendeu a luz vermelha. o relaxamento era total. O senhor acha que a tragédia de Santa Maria. O outro projeto “determina o monitoramento por sa fiscalização. estabelecer uma legislação forte e uma fiscalização periódica e severa. Para aplicar essa penalidade é preciso que haja uma severa fiscalização das autoridades de Segurança Pública.nunciar à polícia. José Megale. mas Pará com público acima de 2. provavelmente um dos meios zação.500 pessoas”. após ção ao assunto? De que forma os municípios podem con100 a tragédia de West Warwick. a sociedade e o empresadades. muitas vezes. comprovando a disponibilização das câmeras filmadoras no es. produtora ou a capacidade do local. Essa multa deve ser revertida para o Fundo Especial para Programas de Proteção e Defesa do Consumidor – FEPROCON. Estados e municípios aproveitam o momento de grande alarde para elaborar e votar leis que regulamentem a abertura e o funcionamento dessas casas. sobretudo quando se trata de lazer.ENTREVISTA No Pará. eventos esporriado.é de difícil acesso ou visibilidade. Qual a importância da criação de uma lei para normatizar o funcionamento desses lugares? O caso de Santa Maria. Alheios às regras de segurança. onde morreram 100 jovens e outros 230 ficaram feriO que deve ser fundamental aos municípios é exigir 95 do. shows e eventos de qualquer porte em recintos fechados ou abertos. des. deste ano. o deputado estadual José Megale preparou dois projetos que estão sendo analisados pela Assembleia Legislativa. junto ao órgão municipal responsável. Por que as regras que já existem não são cumpridas? E também podem elaborar leis municipais sobre essas 25 Parece que. que exige a instalação de extintores de incêndio para expedição de um alvará de funcionamento. Quantas pessoas naquela mesma noite não correram os mesmo os riscos daqueles jovens em alguma casa noturna do país? A tragédia trouxe à tona mazelas da nossa quase inofensiva fiscalização no que diz respeito ao funcionamento de casas noturnas. bailes. nada poderá fazer a lei. religiosos etc. que interliga dos eventos temporários. apresentamos um projeto tornando obrigatória e padronizada a saída de emergência de diversos tipos de evento e a instalação de câmeras em locais de grandes eventos. no Rio Grande do Sul. de projeto de monitoramento. Haverá algum tipo de fiscalização mais rígida com a aprovação do projeto de lei? Sim. 0 Revista @Premac REAPA 9 . no Estado de Rhode Island. Até porque os próprios frequentadores de locais que trata de saída de emergência diz que “ficam todos os de eventos passaram a fiscalizar e denunciar as irregularidaestabelecimentos destinados à realização de festas. no município de Santa Maria.De que forma a sociedade pode contribuir? É possível dedos a implantarem saídas de emergência em suas instala. Esse monitora. O projeto enquadrar. empresários. por que os empresários são tão resistentes quando se fala em cumprimento às normas de segurança? É uma questão cultural. que exigem o uso fiscalização periódica. Deputado Estadual FOTO: Arquivo pessoal Vanessa Vieira Monteiro O último dia 27 de janeiro de 2013 entrou para a lista das maiores tragédias já registradas no país. além da so ir além das normas já cobradas questão cultural. o Brasil acordou atento para questões antes nada urgentes. ou ela existe. pelo interessado. não havia uma pela Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

regulamentando a Lei. Essa é a base dos programas de segurança alimentar mantidos pela administração pública na capital”. A chamada Lei da Engenharia e Arquitetura Públicas deveria atender aos brasileiros que enchem os grotões onde o déficit habitacional é de mais de 8 milhões de moradias. devem ser criados fundos municipais. inclusive para BH. residentes em áreas urbanas e rurais. o que evita a ocupação de áreas de risco. que pode vir a desempenhar um papel fundamental no Brasil”. “Ainda o reconhecimento que se dá à casa própria como fator de estabilidade social. em maio de 2010. as prefeituras precisam aderir e implementar a mesma através de suas câmaras municipais. para fazer valer a lei.capa Lei de Engenharias Públicas ainda é pouco conhecida pelo Poder Público No Pará. em sua maioria. Nesse último caso.888. Jecyone Pinheiro M orar bem é o sonho de todos. que assegura às famílias com renda mensal de até três salários mínimos. nas Leis de Parcelamento. os serviços a serem prestados serão executados por profissionais reunidos pelo Sistema Confea/Crea’s. morar bem é ter dignidade. fora do planejamento e de todos os parâmetros técnicos estabelecidos Revista 10 Revista PA PA 11 . explica a engenheira Ana Maria Pereira de Faria. Nesse escopo estão incluídos todos os trabalhos de projeto. Uso e Ocupação do Solo. Segundo Ana Maria. A Lei contempla famílias com renda mensal de até três salários mínimos com assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social. a Lei ainda não foi regulamentada e instrumentalizada como deveria. Vale ressaltar que. ressalta. conselheira regional do CREA-PA. como parte integrante do direito à moradia. afirmando-se o compromisso dos profissionais da área das engenharias para o interesse social e humano”. A norma regulamentada cria a possibilidade de sanar um dos grandes problemas existentes nas cidades brasileiras. bem como com as prefeituras municipais a operacionalidade da lei e promover a mobilização dos movimentos sociais garantindo a sua aplicação. segurança e sair das estatísticas do grande déficit habitacional do País. no Pará. Daí a necessidade de se detalhar com os governos Federal e Estadual. Ao contrário do lugar comum que atribui o espaço onde se vive como status social. como a Emater-MG e a Prefeitura de Belo Horizonte. segundo dados do IBGE. a Engenharia Pública é um instrumento de controle do uso e ocupação do solo. urbanistas e técnicos em edificações. “É importante lembrar que a Engenharia Pública não se resume apenas à engenharia civil. reforça a engenheira ao lembrar que. ampliação ou regularização fundiária. “São programas que proporcionam o aumento da produtividade do pequeno agricultor e fornecem alimentos de boa qualidade a preços baixos para as cidades. uma vez que abrange muitas outras áreas e tipos de serviços. O problema é que. como a instalação de redes de energia elétrica e de infraestrutura em geral. com conselhos gestores. além da ocupação de áreas de risco. mas no Pará somente um município já regulamentou a Lei: Tucuruí. reforma. somente Tucuruí implementou a Lei que beneficia populações carentes e ainda assegura verbas aos municípios. os municípios podem ter acesso ao FNHIS (Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social) e assim melhorar a realidade habitacional das suas cidades. arquitetos. significando que a lei deve abrir oportunidades no mercado de trabalho para engenheiros de diversas modalidades. além de programas voltados para pequenos agricultores. é comum que a população – especialmente a de baixa renda – construa moradias sem nenhum crité- Desconhecimento da Lei Por se tratar de uma lei de grande interesse social. como a construção irregular. diferente de outros estados como Minas Gerais onde já existem importantes exemplos de parcerias de sucesso em programas de agricultura familiar. trata-se da Agronomia Pública. acompanhamento e execução da obra a cargo dos profissionais das áreas de arquitetura. Pouca gente sabe. está em vigor a Lei nº 11. urbanismo e engenharia necessários à edificação. enquadrando a construção ao código de obras do município. como terrenos alagadiços ou sujeitos a deslizamentos de terra e ou ocupação indevida de áreas públicas ou de proteção ambiental. pelos planos diretores e códigos de obras. no caso específico da construção civil. o que falta para os outros municípios fazerem o mesmo? Seria a falta de conhecimento? Vale destacar que. Outro ponto positivo é que. assistência técnica pública e gratuita para o projeto e construção de habitação de interesse social. mas desde dezembro de 2008. afirma Ana Maria Faria. para que seja eficaz e cumpra esses preceitos. “Se aplicada da maneira correta. Outras três cidades já dão andamento ao processo de regularização. além de proporcionar à população de baixa renda uma moradia segura de qualidade e o pleno exercício de sua cidadania”. envolvendo órgãos estaduais.

além das funções que normalmente já praticam nas repartições públicas. Eugênia defende a remuneração justa e necessária pelos serviços de projeto e fiscalização. ampliação ou regularização fundiária da habitação. como é o caso de Bragança. técnicos e econômicos empregados no projeto e na construção da habitação. pois em meio a movimentos sociais espalhados por todo o Brasil. pois nem o piso profissional é praticado pelos governos municipais e estaduais”. gratuita para a população. bem como dos recursos humanos. Evitar a ocupação de áreas de risco e de interesse ambiental. Educação Empreendedora Revista 12 PA Consultoria Gestão Inovação Resultados . econômica. mas ainda pode ser melhorada. mesmo a Engenharia Pública desempenhando função social. Com a Lei. até um especialista precisa de especialistas em pequenos negócios. Propiciar e qualificar a ocupação do sítio urbano em consonância com a legislação urbanística e ambiental. Graças a isso. Pouco mais de um ano após a entrada em vigor da Lei Federal. estética. Otimizar e qualificar o uso e o aproveitamento racional do espaço edificado e de seu entorno. está em fase de elaboração do Projeto de Lei para ir à votação na Câmara e. a prefeitura. em Bragança. para execução de serviços. além de mostrar o comprometimento com a qualidade e a segurança das pessoas e do meio ambiente”. e já entregou à população o primeiro empreendimento dessa natureza. “A atuação na Engenharia Pública. através do Plano de Habitação Popular. Segundo Ana Maria.dificultam a regulamentação e a sua efetiva expansão. o que não garante o pagamento dos serviços do profissional. legal. Para a presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Pará (Senge). Segundo a presidente do Senge. sabe-se que outros municípios estão se organizando. • • • • Quem tem seu próprio negócio. BENEFÍCIOS DA LEI Nº 11. Mas para começar ou melhorar a sua empresa. único município paraense que implantou a Lei de Engenharias Públicas. Especialistas em pequenos negócios. a Engenharia Pública precisa ser mais divulgada. Como vai? Somos o Sebrae. O exemplo pioneiro de Tucuruí Um passo à frente na expansão da Engenharia e Arquitetura sociais. reforma. necessários para a edificação. a utilização de projetos e assistência técnica acessível às famílias proporcionada pela Engenharia Pública promoverá que as construções eliminem os desperdícios de material e recursos. sobretudo.rio técnico. a falta de conhecimento e a natural resistência à novidade por parte das instituições estaduais. Formalizar o processo de edificação. Entretanto. Santarém e Parauapebas. alerta Eugênia. diz a engenheira do Senge. municipais. o Projeto de Lei já foi aprovado na Câmara dos Vereadores e aguarda assinatura do prefeito para entrar em vigor. acompanhamento e execução da obra a cargo dos profissionais das áreas de arquitetura.888 • Abrange todos os trabalhos de projeto. Vai empreender? Vai ampliar? Vai inovar? Conte com o Sebrae. urbanismo e engenharia. afinal seria uma tarefa extra. precisa ser incentivada por justa remuneração. o município vem conseguindo combater o déficit habitacional. por profissionais que trabalham nas entidades públicas. Eugênia Maria Santos Von Paumgartten. permanentes e gratuitos de assistência técnica nas áreas da Engenharia. Em Santarém. ficando assim os municípios privados do acesso e apoio financeiro da União e dos Estados. semelhante ao que acontece com os promotores públicos. de construção da cidadania. reforma ou ampliação da habitação perante o poder público municipal e outros órgãos públicos.638/2010. é um especialista. adquiriu recursos oriundos do Ministério das Cidades. “a solução passa por tornar a engenharia função com carreira pública. Então. fica o alerta a todos. em Parauapebas. essa atividade fica condicionada à aprovação dos projetos pelos órgãos públicos. o projeto também já foi aprovado na Câmara e será sancionado pelo prefeito agora em julho. que tem garantida remuneração para poder orientar gratuitamente a população”. e ainda valorizando o trabalho de profissionais habilitados nas construções populares. além da demora para receber o pagamento em caso de aprovação dos projetos. por meio do Fundo Nacional de Habitação para Interesse Social. Além de Tucuruí. entidades de classe e dos próprios profissionais . “Nesse caso. sendo o pioneiro a implantar a ação no Pará. o que atualmente não acontece. o município de Tucuruí viabilizou a regulamentação com a Lei Municipal 8. ambiental e. essa também é uma pauta justa e necessária. sugere esse adendo à Lei. Para os que não são funcionários públicos.

através de câmaras especializadas/conselheiros que dêem a segurança necessária”. O Crea tem a finalidade institucional de fiscalizaro exercício da atividade de engenharia em todo o Brasil. este deve assegurar aos usuários a confiança dos produtos que dela emergem. que deveria ser verificado quando da emissão de ARTs”. Crea-PA em números 30. garantindo mercado para quem é qualificado e registrado no Sistema CONFEA/CREAs. As suas atribuições se constituem no balizamento de segurança para a sociedade. procurando com isso reservar às pessoas com conhecimentos técnicos a responsabilidade legal pelas atividades de engenharia. finaliza o presidente. bem-estar e segurança”. alguns casos que é do conhecimento público há a desconfiança. para fiscalizar o bom exercício da profissão para benefício da sociedade. As conquistas acontecem ano a ano e os benefícios que foram regulamentados nessas quase oito décadas apontam que o Crea-PA continua na direção correta: a que corresponde aos anseios da categoria. agronômica.091 ARTs registradas no primeiro semestre 19 inspetorias no interior do estado. O Crea tem função importantíssima para a classe tecnológica bem como para a sociedade em geral. reforma e modernização da sede em Belém e das inspetorias. a construção de novos prédios no interior. Mantendo-se fiel aos princípios que norteiam sua trajetória desde a fundação. Ao longo dos últimos anos a aproximação da direção do Conselho é cada vez maior com os profissionais e empresas. assim como os maus profissionais”. capazes de proporcionar serviços e produtos com qualidade e segurança”. diretor-presidente da Marko Engenharia. presidente do Senge-PA. a celebração de parcerias com prefeituras e órgãos públicos. “Sem nenhuma dúvida. Afinal. engenheiro civil e diretor geral da Faculdade Ideal. Lutfala de Castro Bitar. geologia. prestando contas à sociedade.ESPECIAL CREA-PA Anos de histórias e conquistas que refletem na sociedade C ompletar 79 anos já é. completando: “Pelas dimensões territoriais do Estado do Pará não tem sido Revista 14 tarefa fácil. está em desenvolvimento pelo Confea uma grande campanha de marketing em todo o Brasil. aplicá-las e fiscalizá-las no âmbito de sua competência enseja para a sociedade conforto. presidente da ORPES (mantenedora do Iesam). Além disso. mas que cabe. mas dentro das possiblidades materiais e humanas o Crea-PA não mede esforços para cumpri-la”. “No Pará. desenvolverá uma forte programação de eventos e palestras nas instituições de ensino e outros segmentos da sociedade reforçando a valorização profissional”. meteorologia e técnicos dessas modalidades”. uma vez que sendo o responsável por gerar normas reguladoras. uma data emblemática. existe uma reflexão positiva do ponto de vista do andar da instituição. geografia. e denunciar os leigos que sem nenhum conhecimento técnico colocam em risco a vida da população. é a ampliação dos canais de comunicação. como a que garante o piso profissional (Lei 4. evidentemente ao Crea. Antônio Rezende.950-A) e o regular pagamento da contribuição sindical. objetivando garantir para que a sociedade seja assistida por profissionais tecnicamente habilitados. por si só. “Talvez o nosso maior desafio seja conscientizar a sociedade da importância das nossas profissões e dos profissionais no desenvolvimento das cidades. alerta o presidente. elétrica. pois representa um marco na história.109 profissionais ativos em 2013 4. A sua função é principalmente fiscalizar a atuação dos profissionais. A prioritária é fiscalizar que somente profissionais habilitados possam exercer as funções pertinentes. João Messias dos Santos Filho. E a sociedade civil também pode e deve colaborar: “É necessário implantar obras e serviços com a participação de profissionais que tenham atribuições para desenvolvê-los. Assim protege profissionais da competição de pessoas não habilitadas que queiram exercer a profissão. conselheiros e colaboradores. o principal legado do Crea-PA é a busca incessante no combate ao exercício ilegal das profissões nas atividades abrangidas pelo Conselho. opinião de quem também faz o Conselho Com relação ao Crea e instituições de ensino. industrial. O Crea-PA é essencial para a regulação da engenharia. Também de muita utilidade na divulgação de programas governamentais e das atividades que contribuem significativamente para o desenvolvimento do Pará”. avisa Antonio Alberio. enfatiza Alberio. praticada pelos profissionais com formação e competência necessárias. previstas em leis. também serve para conscientizá-la do importante papel do Conselho e das profissões na busca da implantação de obras e serviços de qualidade. o aprimoramento das ações de fiscalização com a adoção de novas tecnologias. bem como a sociedade que usa serviços técnicos de pessoas inescrupulosas que queiram atuar no setor técnico sem a habilitação adequada”. que além de divulgar as atividades. Já em relação à sociedade. em defesa dos interesses da categoria profissional dos engenheiros. etc”. Mecenas Pantoja Gonçalves. o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará – Crea/PA é uma instituição que trabalha pela valorização profissional e qualidade do mercado de trabalho da área tecnológica. “Há um ano lançamos a Revista Crea-PA. o Crea. segundo Antonio Alberio. Outro importante avanço na relação entre a instituição e profissionais. tudo para que a sociedade receba obras e serviços de qualidade. este regula a nível nacional o mínimo que uma instituição deve oferecer aos seus alunos nas diversas modalidades que cabe ao Conselho supervisionar. nesta nova fase do Crea-PA deu-se início também a contratação de um novo programa de informática. além da sede em Belém Previsão de abertura de 3 novas representações ainda este ano Revista PA REAPA 15 . mas pode ter melhor atuação na colaboração à garantia de mínimas condições de trabalho. presidente da Estacon. E para mudar essa realidade. Eugenia Maria Santos Von Paumgartten. E o Crea tem feito isso com muita competência. afirma o presidente Antonio Carlos Alberio. através da presidência. agronomia. muito em parte pela descentralização já iniciada de algumas atividades para as representações no interior. pois afinal não existe desenvolvimento sem a presença da engenharia em todos os seus ramos: civil.367 empresas com registro ativos em 2013 32.

O desafio em desenvolver a roupa não estava no ineditismo. agora recebe um destino bem útil: é matéria-prima para a fabricação de implantes para regiões do crânio e da face. Puxados por elásticos. O caroço do açaí é rico em poliol. a pesquisa teve início na UEPA. esses anéis ajudam na correção da postura. Os impulsos que provocam a estimulação da musculatura chegam ao cérebro e contribuem para que ele armazene as mensagens dos movimentos corretamente facilitando as atividades do dia a dia. quadril e joelhos. 53 anos. explica outras vantagens do material. Os testes começaram em maio de 2012 em um abrigo para crianças com problemas locomotores em Belém. O caroço da fruta. que co-orientou trabalhos de pesquisa nessa área. destinado a alinhar. Além disso. as pesquisadoras estão realizando testes para saber como os músculos dos pacientes reagem antes e depois de usar a roupa. diferente da que existe no mercado atualmente. intitulado Tecnologia de Nanocompósitos a base de Açaí para Biofabricação. professora Carmen Gilda Barroso Dias. quadril e joelhos. ele facilitou a vida dela. sustentação ao meu corpo. abundante e que depois de batido virava lixo (só no Pará. comemora a pesquisadora Carmen Gilda. há 20 anos usa. me arrisco andando com a órtese para não ficar presa à cadeira de rodas e até talvez adoecer”. destacando que essa pesquisa teve início com o tema de seu pós-doutorado em Engenharia Mecânica na Unicamp. órtese (aparelho ou dispositivo ortopédico de uso provisório ou não. Apesar dos obstáculos que encontro pela Revista 16 cidade. cerca de 350 mil toneladas são descartadas/ ano). No laboratório de Engenharia Mecânica da UFPA. Roupa para estimular o cérebro Na Universidade do Estado do Pará (UEPA) o foco da pesquisa é a roupa biocinética. E foi verificado melhor recuperação em implantados de PU de açaí. que exigem materiais mais resistentes. ossos que não exigem muita rigidez. O modelo atual é o quinto protótipo desenvolvido pela equipe e ainda vai passar por algumas adaptações para se ajustar melhor ao corpo dos pacientes. desenvolveram a roupa especial com anéis que são fixados na cintura. “Muitos dispositivos médicos são revestidos de poliuretanos. conta. capaz de promover ajustes nos movimentos do corpo de pessoas com deficiência neuromotora. A vantagem é que o PU do açaí é de uma fonte renovável e barata. A previsão é que as primeiras próteses de açaí cheguem ao mercado até o fim de 2013. “Os resultados foram positivos. esses anéis facilitam a correção da postura do paciente Revista PA PA 17 . Apesar de termos poucas verbas destinadas à pesquisa nas universidades locais. após o Ministério da Ciência. além da cadeira de rodas. prevenir ou corrigir deformidades ou melhorar a função das partes móveis do corpo) em uma das pernas para auxiliar em sua locomoção. atribuído a substâncias naturais da fruta”. lembrando a relação com as propriedades terapêuticas da fruta. além da valorização da autoestima de quem consegue voltar a desenvolver atividades antes limitadas pela condição de saúde. Com a ajuda de elásticos. sob a coordenação da terapeuta ocupacional Ana Irene de Oliveira. substância que dá origem aos poliuretanos (PU). A coordenadora do curso de Engenharia Mecânica da UFPA. vítima de paralisia infantil desde o primeiro ano de vida. explica. pois existem outros modelos fabricados fora do Brasil. A partir da proposta da coordenadora do Nedeta. como os das pernas. aliando eficiência e praticidade a um custo mais baixo. não ocorreram rejeições e problemas inflamatórios e foi visível a osteointegração”. porque eles são antibactericidas e antitrombogênicos. o açaí chegou ao laboratório e se transformou em ossos para o corpo humano. Pesquisadores do Núcleo de Desenvolvimento em Tecnologia Assistiva e Acessibilidade (Nedeta). polímeros já usados na fabricação de próteses ósseas. “A órtese me deu mobilidade para andar. mas o de simplificar a peça. os pesquisadores processam o caroço do açaí até transformá-lo em poliuretanos Profissionais investem em pesquisas que agregam tecnologia e saúde em prol da mobilidade humana Luciana Cavalcante A telefonista aposentada Rosângela Alves Botelho. Tecnologia e Inovação apostar no projeto.capa pesquisa Caroço no lixo nunca mais Da mesa e do artesanato paraense. O protótipo das próteses já foi testado in vitro e em vida. da UEPA. Os resultados alcançados são excelentes. mas a meta é concluir os trabalhos até o fim do ano. diferente daqueles de sustentação. A novidade é fruto da parceria entre a Universidade Federal do Pará (UFPa) e a Universidade de Campinas (Unicamp/SP). Só quem vive as dificuldades de mobilidade sabe a importância que pesquisas e desenvolvimento de protótipos podem trazer à melhoria da qualidade de vida. derivada do petróleo. o Pará têm contribuído com grandes avanços tecnológicos nesta área. Embora na época em que ela tenha começado a utilizar esse recurso a tecnologia ainda não fosse tão avançada. como anti-inflamatória. A roupa biocinética dispõe anéis na cintura. Por isso o preço da prótese deve ser mais barata se comparada à atual.

tal acusação não é educação. transportes e prédios públicos nas cidades brasileiras. influenciam o nosso clima. principalmente de cunho social”. “Nosso objetivo maior é sensibilizar com essa pequena ação. sem interferência de MST e Greenpeace. Dr. que nos EUA chegou a 418 milhões de toneladas em 2010. Elias Nonato procura apoio de empresas para produzir o triciclo e o homem é acusado como principal causador na alteração do clima. Nessa carta os cientistas relembram que a presidente afirmou que a fantasia não deverá ter lugar nas discussões sobre um novo paradigma de crescimento. Entretanto. Os paraenses precisam alimentar-se. nossos elogios a Sra. sim. basta lembrar. considera tal alarmismo uma besteira que fizera. que objetiva proporcionar a extensão dos benefícios do conhecimento. Alemanha. Com a palavra o ESTADO. Na mesma revista. na última década. e. Bélgica. Ricardo Felício. sendo uns 7. Holanda. Dezoito cientistas encaminharam uma carta à presidente Dilma Rousseff. sobre “Mudanças climáticas: hora de recobrar o bom senso”. contra a expansão econômica na Amazônia e no Pará. mas que é uma semente germinando.877 km². Todos são no guidão”. e ativista defensora do meio ambiente.310.414) são ocupados por terras indígenas. eliminando-o deste planeta. Assim. Revista 18 S Pesquisador independente. As elevações exageradas. portanto. Eis o “comando” dessa força: a) Estado Maior: constituído da União Nacional para a Conservação da Natureza (UICN). “Falar em tecnologia é fácil. A nosso ver. unidades de conservação. Molion. A secretária Rosângela Botelho. o movimento contra o aquecimento global.Molion. com o mínimo de 300 gramas de alimento por dia. Em Belém há pouca acessibilidade e para as pessoas com deficiência a dificuldade é muito maior”. Na Amazônia somos mais de 25 milhões de habitantes. os cientistas apresentaram à Presidente as considerações. É o patriarca da teoria do aquecimento global. Profº Titular Aposentado da UFRA e Conselheiro do CREA/PA. O acionamento do triciclo é todo manual e nenhum comando depende dos pés.000 kg (correspondente a 280 campos de futebol). é a personagem principal do vídeo. é muito bem orquestrado. que atinge mais de 1. Manoel Neto. 2 – O alarmismo antropogênico climático é contraproducente. São 15 minutos que mostram as dificuldades enfrentadas pela secretária no seu dia-a-dia saindo de casa para chegar ao trabalho. o aquecimento global é uma mentira. Dr. desabafa o engenheiro que. divulgação Triciclo elétrico A grande farsa do aquecimento global. O ex-presidente Lula determinou que na Amazônia não poderia ser plantada cana-de-açúcar e a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – ESALQ elaborou um estudo cientifico. a seguir: 1 – Não há evidências físicas da influência humana no clima global. alia baixo custo (se comparado a uma cadeira de rodas elétrica) à mobilidade para exercer o direito de ir e vir desta parcela da população brasileira. a pedido do governo paraense. como a Holanda.960. não o homem. necessitando de 2. Para o Dr. está dividida entre agricultura. cerca de 2. Elias Nonato produziu o documentário “Realidade Urbana – Uma Visão Social”. da Inglaterra. que o governo brasileiro deveria analisar mais com a razão e não com emoção desa- cerbada. Canadá. os raios cósmicos e as nuvens. Fundo Mundial para a Natureza (WWF). The Nature Conservancy. Molion. Revista PA PA 19 . melhor para a humanidade. de junho de 2012. não deveriam ser usados para fundamentar políticas públicas e estratégicas de longo alcance e com grandes impactos socioeconômicos. Noruega. O triciclo elétrico de Elias Nonato desenvolve velocidade de 35km/h. novamente na Pará Rural. criado com peças de bicicleta e baterias. da USP. quem comanda tal ameaça à Amazônia. Tal disparidade explica-se: nos EUA o produtor pode usar quase 100% da sua propriedade para produção de alimento. completa Dr. Lourenzo afirma que esses falsos messias tentam. James Lovelock iniciou tal alarmismo. b) Tropa de Choque: constituída do Greenpeace. Dr. etc. Agora. se diz preocupado e revoltado. o difícil é fazer tecnologia. a falta de acesso à eletricidade e alimentação. que ajudem no crescimento da Amazônia. como exemplo. sede do Greenpeace. do início do texto. Seu conjunto de baterias garante autonomia de até 75km com apenas uma carga. Ambientais e Jornalísticas. Suécia. “Foram quatro anos para desenvolver um produto que tem baixo custo para fabricação e se torna bastante acessível à necessidade dessas pessoas.5 bilhões de pessoas. chavões corruptores como: “o homem destroi a camada de ozônio” ou “o homem aquece o clima do planeta”. entre outras. e. sim. O aparelho. A área restante. os movimentos da terra. ao apresentador Jô Soares e fazendo o queixo do apresentador. de âmbito global. explica o pesquisador. áreas de preservação permanente e reservas legais. Rui de Souza Chaves Engenheiro Agrônomo. Ricardo Felício. quanto mais CO2 no ar.7 milhões no Pará.6 milhões de km². é. em parceira com o professor de Física. energéticos e outras. Desse total. afirma o professor Dr.OPINIÃO do profissional Foi a partir da observação da dificuldade de locomoção motora de portadores de necessidades especiais que o engenheiro elétrico e pesquisador independente. quase cair. África e América Latina. como é o caso da produção de grãos. Conservation Internacional. a todas as sociedades do planeta. fazendo “mea culpa”. tem estrutura gigantesca. calçadas. lavagem cerebral. pela imposição de que debates sobre o desenvolvimento sustentável sejam sempre pautados em rígidos fundamentos científicos. de temperatura e dos níveis do mar. verificando que o potencial do Pará. é de 9 milhões de hectares. E Dr. existem fatos. áreas essas já antropizadas e que são superiores a todas as áreas somadas do Brasil que produzem cana-de-açúcar. comando pelo príncipe Charles.514. busca parcerias para produzir o Mobilly 750 em escala. Presidente. mostram que o Brasil ocupa 8. baseiam-se em modelos matemáticos. climatologista. e. e o Brasil fica soltando foguete e patinando nas suas 160 milhões de toneladas. Ainda envolvido com a dificuldade de locomoção da população de portadores de necessidades especiais. enquanto há países. para chamar a atenção da sociedade sobre a questão da acessibilidade nas ruas. apesar de problemas climáticos daquele ano. Atentem para o sofrimento dos produtores paraenses. Na Amazônia só se pode usar 20% da propriedade. Dados da EMBRAPA. coibir os avanços de fronteiras agrícolas. tanto que a produção agropecuária paraense está sendo engessada e ninguém protesta nem denuncia. Lourenzo destaca que o Brasil tem o maior percentual de área preservada sobre propriedades agrícolas. tão forte que abala países como o Brasil. Segundo a Revista Pará Rural. por encontrar em livros de ensino médio e fundamental. Baseado nisso. c) Forças Auxiliares: ONGs Jurídicas. monitoramento por satélite. ressalta. pois se sabendo que o CO2 é o gás da vida. afirma que o sol. pecuária. d) Patrocinadores: EUA. mineração. etc. Elias Nonato Silva criou o triciclo elétrico “Mobilly 750”. para essa cultura. principalmente na Ásia. cidades e obras de infraestrutura. a vida acabaria. Por isso. que nem sequer possui legislação ambiental. 70% (5.

entre Benjamin Constant e Dr.christuscorretora. Para quem quiser seguir a carreira acadêmica.com / Site: www. como peixes. o estudante pode ingressar em Engenharia de Pesca ou em Engenharia de Aquicultura (duração de dois anos) e obter novo diploma de bacharel. onde há mais de 8 mil km de costa. abaixo do que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o mínimo. processamento e transformação do pescado Ecologia aquática Extensão pesqueira Produção de espécies aquáticas Tecnologia do pescado. este engenheiro pode atuar em indústrias de produção do pescado. de 12 a 14 quilos anuais. em laboratório e a bordo de barcos. estatística. Aqueles que desejam seguir a profissão devem saber que o engenheiro de pesca é um profissional generalista. Após a conclusão desse curso. além do projeto de criadouros de frutos do mar e de água doce. ONDE ESTUDAR Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA (Belém) Universidade Federal do Pará . já que um dos objetivos do ministério é aumentar o consumo interno do pescado (hoje de 10 quilos per capita/ ano). E mais: o engenheiro de pesca deve analisar formas viáveis e ecologicamente corretas de exploração. As aulas práticas. Dentre as possíveis especializações na área estão Aquicultura. de 20 de julho de 1999. . cultivo. para atuar na profissão é preciso ter o registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. moluscos e crustáceos.Mercado de trabalho Engenharia de Pesca O profissional que aplica conhecimentos e tecnologia na localização. Além do diploma de graduação. Além disso. bioquímica. frigoríficos. como cálculo. reprodução. com vasta variedade. Mas foi após a criação do Ministério da Pesca e Aquicultura. que inclui participação no Sisu (Ufra) e Enem (UFPA) Vagas: 50 vagas/ano no turno da manhã (Ufra) e 30 vagas/ ano no turno integral Custo: gratuito Outros: a Ufopa oferece um bacharelado interdisciplinar (BI) em Ciência e Tecnologia das Águas (três anos e meio de duração). ecologia e zoologia. o trabalho do engenheiro de pesca tem foco na produção e pro- Concorrência • Executante • Adiantamento de pagamento CHRISTUS CORRETORA DE SEGUROS Revista 20 PA Av. Ecologia Aquática. ocupam boa parte da carga horária. No mercado de trabalho. embarcar para realizar o acompanhamento do processo de captura. captura. métodos de processamento do pescado e cultivo de peixes. em 2003. mas com o tempo vai elevando. que marcam presença no currículo no primeiro ano. visando aumentar a produção. captura e processamento dos alimentos retirados das águas. beneficiamento e conservação de espécies aquáticas O curso é relativamente novo. onde temos uma oferta abundante de pescados. com sólidos conhecimentos científicos e tecnológicos. Clube de Engenharia) Sala 103. entre as atribuições deste profissional estão a pesquisa para novas tecnologias criadoras. Ele atua nas etapas de criação. Portanto. ÁREAS DE ATUAÇÃO Administração e economia pesqueira Aquicultura Beneficiamento. será necessário cursos de mestrado e doutorado. transporte e industrialização de produtos. que hoje já existem diversas opções no Brasil. Num país como o Brasil. economia e administração pesqueira. as áreas para atuação são diversificadas. Extensão Pesqueira e Técnicas de Pesca. nº 272 (Ed.UFPA (Bragança) GRADUAÇÃO Tempo: 5 anos Acesso: via processo seletivo. realizar o controle sanitário do pescado – através da inspeção da qualidade e conservação – e prestar consultoria a empresas de pesca e comunidades de pescadores. O ganho médio do engenheiro de pesca em início de carreira é de R$ 2 mil. E até a conclusão do curso entram aulas de biologia pesqueira. aquicultura. com a Autorização do Parecer nº 740/99. A criação se deu pela Portaria nº 1135. de 21 de julho de 1999. que a profissão de engenheiro de pesca ganhou mais destaque. Nazaré. Para se formar é preciso fazer estágio curricular e apresentar uma monografia. estudo de técnicas de localização de cardumes e análise do potencial pesqueiro de cada região. órgãos do Governo que atuam na área ambiental e Ong’s. É preciso ter afinidades com as disciplinas das áreas de ciências exatas e biológicas. meteorologia e tecnologia de pesca. o aluno aprende técnicas de navegação. crustáceos e moluscos.Belém/PA Contato: (91) 3241-2986 / 3222-6654 / 9981-1805 Herivaldo Cristo E-mail: christusseguros@hotmail. Nelas. Moraes /Bairro: Nazaré . e no Pará.com cessamento de organismos aquáticos.

Para quem busca informações fundamentais ao entendimento das etapas de exploração e produção de hidrocarbonetos (petróleo e gás natural) de maneira didática e introdutória. A obra foi totalmente revista e reformulada. Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica. sociais.3ª Edição (Ed.com.org. Os autores apresentam todos os estágios principais na vida de um campo petrolífero ou de gás.com.br 13º Enc. chega à 5ª edição renovado.expotuc.br e-mail: sinprotuc@hotmail. .com.com 51º Congresso da SOBER Data: 21 a 24 de julho Local: Belém-PA Inf. plano de desenvolvimento. e traz agora novos exercícios e exemplos. LIVROS o Livr Em Como Elaborar um Manual da Qualidade ISO 9001:2008 (Ed. o autor Wilson Miranda fornece informações de apoio para elaboração de manuais da qualidade para empresas que desejam adotar um sistema de gestão da qualidade que atenda a norma ABNT NBR ISO 9001. por meio de exploração.org. Cálculo e Detalhamento de Estruturas Usuais de Concreto Armado .br/ congresso2013 Simpósio Sulbrasileiro de Geologia Data: 21 a 24 de julho Local: Porto Alegre . a nova edição de Introdução à Análise de Circuitos (Ed. Além disso.com II Feira da Agricultura Familiar da Amazônia Legal (AGRIFAL) Data: 03 a 05 de julho Local: Hangar/Belém-PA Inf. enriquecem a obra com aplicações práticas em MultiSim® e PSpice®.org. de Alimentos para Animais Data: 03 a 04 de setembro Local: Maringá-PR Inf.br.: www.Edufscar) é destinado a alunos de Engenharia Civil e profissionais que desejam aprofundar seus conhecimentos em cálculo e detalhamento de estruturas de concreto armado.br/www.gbcbrasil. letras e artes. traz exemplos e problemas inéditos que.fenasan.São Paulo Inf.org.com I Congresso sobre Tecnologia da Prod.: www. Pearson Education-Br).com.br Festa do Produtor Rural Data: 24 de julho Local: Centro de Exposição Cultural Maria Siqueira dos Santos/Barcarena Inf.: www. de Materiais e de Minas Data: 29/07 a 02/08 Local: Belo Horizonte – MG Inf. Introdução à Exploração e Produção de Hidrocarbonetos (Ed. em 2014.soea. e ciências humanas. ciências da vida.abmbrasil. Simplíssimo).com.com. Os premiados receberão quantias em dinheiro.: www.8ssg.agenda V Festival do Cacau Data: Julho de 2013 Local: Comunidade de Monte Dourado (Vicinal do Cacau)/ Itaituba Inf. de Katsuhiko Ogata. Totalmente atualizada. Elsevier). com uma didática diferenciada que intensifica o processo de ensino/aprendizagem.: (93) 3544-3879/ semagri_oriximina@hotmail.: (19) 3232-7518/cbna@cbna. As categorias são: ciências exatas.: www.br 70ª Soea e 8º CNP Data: 9 a 14 de setembro Local: Gramado-RS Inf.fenormac.agrifal.br XVII EXPOTUC – Exposição Agropecuária de Tucuruí Data: 31/07 a 04/08 Local: Parque de Exposição/Tucuruí Inf. como memristores.: (93) 3518-1185/ rodrigosmotta@hotmail. bem como exibições do MATLAB©.: www. tal gi o di Livr Engenharia de Controle Moderno (Ed. junto com uma abordagem teórica altamente didática.com.: (91) 3753-1209/ semagri_ barcarena@yahoo. avaliação. para bolsistas com vínculo com o CNPq. desativação. finalmente.: (94) 3787-5916/ (94) 9132-8899 Site: www.net Estão abertas até 30/08 as inscrições ao Prêmio Destaque da Iniciação Científica e Tecnológica 2013. São apresentados fundamentos teóricos acompanhados de exemplos práticos. medidores de carga. Mark Cook e Frank Jahn.br/ enemet/2013 24ª Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente (Fenasan) Data: 30/07 a 01/08 Local: Expo Center Norte – SP Inf.RS Inf. é um ótimo instrumento. produção e.cnpq. Prentice Hall-BR). tal digi Resultado da experiência acadêmica dos autores Roberto Chust Carvalho e Jasson Rodrigues de Figueiredo Filho em diversas instituições de ensino.com 47º AGROPEC Data: 10 a 18 de agosto Local: Parque de Exposições Amilcar Tocantins/Paragominas Inf. mostrando total sintonia com as novidades da área. que facilitam a utilização do programa na representação do conteúdo apresentado. touchpads de computadores. bolsas de mestrado e passagens aéreas e hospedagens para a reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).br PORTO MELLO XXVIII EXPOFAMA – Exposição Feira Agropecuária do Médio Amazonas Data: 08 a 15 de julho Local: Parque de Exposição José Diniz Filho/Oriximiná Inf.destaqueict. Informações no www. o livro apresenta tópicos recentes.br Fenormac Data: 4 a 7 de setembro Local: Hangar/Belém-PA Inf. iluminação fluorescente versus incandescente.: http://sober. desde o ganho de entrada à oportunidade. de Robert Boylestad. da terra e engenharias.: www.cnp.br 4ª Greenbuilding Brasil Conferência Internacional & Expo Data: 27 a 29 de agosto Local: Expo Center Norte . O texto está de acordo com a NBR 6118:2003. baterias de íon-lítio e células de combustível.: (91) 3789-1212/ sindicatopgm@hotmail. de Mark Graham.