You are on page 1of 28

2010/2°°

2010/2

Engenharia de Produto I
Profª. Ms. Eng. Aline Soares Pereira
Prof. Dr. Arq. Cristiano Corrêa Ferreira

1

Objeto de Trabalho

“Máquinas e equipamentos para industria agroalimentar"" agroalimentar 3 .

4 .

Marca “Cada marca é como uma pessoa que teve sua personalidade própria cuidadosamente criada e desenvolvida. de sua publicidade. Essa personalidade é forjada através de suas ações de comunicação do seu design. de seu comportamento social.” Giberto Strunck 5 .

que concorrem numa mesma faixa de mercado. responda: 1) Qual lhe parece mais ultrapassada? 2) Qual a mais jovem? 3) Qual a mais popular? 4) Qual a mais sofisticada? 5) Qual a que tem menos personalidade? 6) Quais as que mais se assemelham entre si? 7) Qual lhe transmite mais sensualidade? 6 .Examinemos varias marcas de lingerie. modelos ou situações para influenciar. Sem nenhuma imagem de produtos.

Exercício 1 7 .

IMITAMOS O COMPORTAMENTO DOS QUE CHAMAMOS DE “FORMADORES DE OPINIÃO”. MAS SÍMBOLOS. POIS SOMOS EDUCADOS PARA PROCURAR O QUE ESTÁ NA MODA.VALOR E MARCA O SER HUMANO NÃO CONSOME COISAS. 8 .

está no contínuo desenvolvimento de produtos novos e aprimorados. manterão indefinidamente suas fortes posições no mercado.Engenharia de Produto como fator de competitividade nas organizações As empresas estão cada vez mais reconhecendo que a saída para se manter no mercado e crescer constantemente. Já não existe mais a idéia de que produtos consagrados perante os clientes. 9 .

Os consumidores querem e esperam uma corrente de produtos cada vez mais nova. parece ser a única maneira de se evitar a obsolescência da linha de produtos de uma empresa. de comércio ou de serviço. que atinjam suas expectativas e desejos. Seja ela industrial. está ficando cada vez mais arriscado não inovar. A inovação contínua e a busca da qualidade. mais desenvolvida e com mais qualidade.Nas condições modernas a concorrência. 10 .

Cite alguns desses exemplos? Exercício 2 11 .O desenvolvimento bem sucedido de um novo produto está se tomando cada vez mais difícil de ser conseguido e pode-se citar várias razões para isso.

televisões. dados Os novos produtos devem ser projetados levando em consideração a segurança do consumidor e a compatibilidade ecológica. copiadoras e drogas miraculosas. no que se refere a automóveis.Escassez de novas tecnologias. computadores. produtos internacionais. As exigências governamentais reduziram o ritmo de inovação na indústria 12 . Globalização das economias.

13 . em vez do mercado de massa. Isto significa vendas e lucro menores. embora a empresa possa manter sua posição por mais tempo.Um novo produto é projetado para conquistar uma grande parcela de um pequeno segmento de mercado.

Contabilidade e outras áreas funcionais. Gerentes de novos produtos .pensam em termos de modificações do produto e ampliações de linhas limitadas ao mercado de seus produtos. Constituído de representantes de: Marketing.grandes empresas criam um departamento de novos produtos chefiado por um executivo a quem é dado autoridade substancial e acesso à alta administração. Equipes de pesquisa de novos produtos 14 .Basicamente as empresas usam 5 diferentes arranjos organizacionais para tratarem do desenvolvimento de produtos Gerente de produtos – atuam no desenvolvimento de um novo produto. Departamento de novos produtos . Finanças. Comitê de novos produtos – são encarregados da revisão das propostas de novos produtos. Produção. Engenharia.

15 .Equipes de pesquisa de novos produtos A maioria das idéias de novos produtos não chega a lugar algum dentro da empresa sem que haja um “ defensor do produto”.

porque cada departamento modificou o projeto de acordo com suas próprias finalidades. Quando o produto finalmente surge.! Importante O produto surge com pouca semelhança de sua concepção original. como uma condição de apoio. 16 . é uma versão triste de nada.

em que os vários departamentos preenchem suas próprias necessidades. 17 .! Portanto Uma empresa terá de procurar arranjos organizacionais que não levem a acordos fatais e à difusão de responsabilidades. em vez das necessidades do novo produto.

Processo de Desenvolvimento do Produto Período inicial Produção do protótipo e ensaio Desenvolvimento Para pesquisar e desenvolver nova concepção do produto Para satisfação de todos Dos desenhos Processos da produção Documentação do produto 18 .

A produção é iniciada Problemas na qualidade do produto podem ser prontamente isolados com esse procedimento porque. 19 . progredir de uma etapa para a seguinte está relacionado ao desempenho satisfatório do produto em cada “aprovação” precedente no processo de desenvolvimento. ao menos em princípio.

dá-se início à produção do item. enquanto protótipos estão sendo ensaiados.O mercado se movimenta com muita rapidez Conceito “paralelo” em desenvolvimento de produto. Pesquisa e desenvolvimento iniciam e caminham adiante. 20 .

qualidade isenta de problemas dentro de custo razoável. a fim de assegurar o êxito do desenvolvimento. 21 . Essa concepção exige total capacidade em qualidade.Dicas ! Um conceito paralelo impõe condições operacionais mais exigentes a fim de assegurar.

KAIZEN. CCQ. Controle da qualidade (no estilo japonês) principalmente ligado à manufatura.PLANEJAMENTO DA QUALIDADE TOTAL No Japão. aplicado a todos os processos: CEP.5S’s. o gerenciamento da qualidade. etc. 22 . iniciou-se pelo: Controle estatístico da qualidade (no estilo americano).

? E o produto O QFD (Desdobramento da Função Qualidade) foi criado para auxiliar o processo de gestão de desenvolvimento do produto. 23 .

Identificação das características do produto (materiais e tecnológicos são necessárias).Plano tentativa de fabricação ( se der certo será adotado como padrão). mostradas a seguir: 1. 3. 4.Esta ação pode ser.Identificação dos processos (qual é o fluxograma de processo e como aquelas características podem ser agregadas). 2. seqüenciada em quatro etapas. de forma bem simples. 24 .Finalidade do produto (a que necessidades e desejos o produto deve satisfazer).

25 . Pode ser aplicado também tanto para remodelagem ou melhoria de produtos existentes quanto para produtos novos às empresas.DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE – QFD (QUALITY FUNCTION DEPLOYMENT) O QFD foi criado no Japão. principalmente pelos professores Mizuno e Akao. O método QFD pode ser aplicado tanto a produto (entendido como bens ou serviços).

A implantação do QFD objetiva duas finalidades específicas: (i) Auxiliar o processo de desenvolvimento do produto. traduzindo e transmitindo as necessidades e desejos do cliente. 26 . (i) Garantir qualidade durante o processo de desenvolvimento do produto. buscando.

tem como objetivo alcançar o enfoque da garantia da qualidade durante o desenvolvimento de produto. 27 .Definição do QFD Podemos definir QFD com “uma forma de comunicar sistematicamente informação relacionada com a qualidade e de explicar ordenadamente o trabalho relacionado com a obtenção da qualidade.

28 .Exercício 3 e 4 para a próxima aula 26/08/2010 Grupos deverão trazer 3 propostas diferentes de temas para serem desenvolvidos durante o semestre.