You are on page 1of 16

MANUAL DE APLICAÇÃO

PROGRAMA 5 S TOTAL

REVISÃO FINAL
17/08/01
ÍNDICE :
Introdução

Objetivo do Programa 5 S Total

CAPÍTULO 1

Definições e Conceitos

Conceitos do 5 S
Diagnóstico inicial
Dia D’Sol
Inspeção
Comitê de inspeção
Roteiro para Inspeção
Critérios de avaliação
Conceito de risco para a Segurança
Conceito de risco para a Qualidade
Conceito de risco para o Meio Ambiente
Plano de ação
Meta
Selo 5 S Total

CAPÍTULO 2

Estrutura do Programa 5 S Total

Estrutura Organizacional do Programa 5 S Total


Etapas do Programa 5 S Total

CAPÍTULO 3

Atribuições e Responsabilidades

Coordenador Geral do Programa 5 S Total


Coordenador 5 S Total Unidades / Processos
Comitê de Controle do 5 S Total
Comitê de Padronização do 5 S Total
Comitê de Promoção do 5 S Total
LÍder 5 S Total
Comitê de inspeção
Coordenadores de Células e Facilitadores dos Times
CAPÍTULO 4

Procedimentos do Programa 5 S Total

Implantação do Programa 5 S Total


Realização do Dia D’Sol
Inspeção 5 S Total

CAPÍTULO 5

Treinamentos

CAPÍTULO 6

Padrões

Identificação
Sinalização
Selo 5 S Total
Critérios de Avaliação
Introdução :

O Programa 5 S Total da Votorantim Celulose e Papel S/A e Votocel


Filmes Flexíveis Ltda, foi implantado para proporcionar melhor qualidade de
vida no ambiente de trabalho, eliminar condições inseguras ( prevenção )
e valorizar os profissionais da empresa.
Este manual foi desenvolvido para estabelecer padrões e diretrizes
básicas para o correto cumprimento do programa 5 S Total.

Objetivo do Programa 5 S Total :

Aprimorar o comportamento das pessoas em relação à eliminação de


desperdícios, prevenção de riscos pessoais, patrimoniais, de qualidade e meio
ambiente, através das práticas do 5 S.
CAPÍTULO 1

Definições e Conceitos :

Conceitos do 5 S :

Metodologia que visa aprimorar o comportamento das pessoas,


contribuindo para o desenvolvimento de um ambiente de trabalho
organizado, limpo e saudável.

1º S - Organização (Seiri)

Separar o necessário do desnecessário, dando o destino adequado


para todos.

2º S - Arrumação (Seiton)

Agrupar, identificar e sinalizar os recursos e instalações, facilitando o


acesso, utilização e prevenção de acidentes.

3º S - Limpeza (Seiso)

Efetuar a limpeza e detectar problemas, visando eliminar ou minimizar


as fontes de sujeira.

4º S - Padronização (Seiketsu)

Instituir modelo e forma a ser seguida.

5º S – Disciplina (Shitsuke)

Garantir o cumprimento do que está padronizado.

Diagnóstico Inicial :

Pré-inspeção realizada pelo comitê de inspeção, na qual são registrados


em relatórios padrões e fotograficamente, a situação atual da área em
relação ao 5 S Total, estabelecendo-se uma pontuação inicial.

Dia D’Sol :

Dia da “grande limpeza”, onde todas as pessoas da área e convidados


praticam a Organização, Arrumação e Limpeza, oficializando a
introdução da área no Programa 5 S Total.
Inspeção :

Atividade realizada pelo comitê de inspeção, o qual identifica as


condições do 5 S Total na área. Descrevem as oportunidades
observadas, e estabelecem nova pontuação para área, utilizando-se de
critérios de avaliação padronizados.
Durante a inspeção o Líder 5 S fará um relatório apontando os pontos
fortes e pontos fracos encontrados na inspeção. Todas as oportunidades
encontradas serão analisadas para classificação de riscos envolvendo
Segurança , Qualidade e meio Ambiente.

Comitê de inspeção :

Formado pelo Líder 5 S da área a ser inspecionada, Técnico de


segurança e Líder 5 S convidado, com o objetivo de avaliar as
condições de 5 S Total na área.

Roteiro para Diagnóstico e Inspeção:

Lay-out do local a ser inspecionado, elaborado pelo líder de 5 S da área,


que contem a identificação e sinalização dos locais, bem como
possíveis áreas de riscos e rota a ser seguida para otimização da
inspeção.
Deverá conter um resumo geral da área informando as quantidades
de equipamentos, materiais e recursos existentes, visando facilitar a
verificação dos critérios no momento da avaliação

Critérios de avaliação 5 S Total :

Forma de atribuir valores às condições de Organização, Arrumação,


Limpeza, Padronização, Disciplina e possíveis riscos de segurança,
qualidade e meio ambiente verificados na área.
O registro da pontuação é realizado em software padrão do 5 S Total,
que, em função da pontuação obtida pela área, projeta a
automaticamente a data da próxima inspeção.

Conceito de risco para a Segurança :

Condição ou prática abaixo do padrão que apresenta risco potencial


de danos às pessoas, propriedade e processo. Devem ser considerados
a probabilidade de sua ocorrência e a gravidade das consequências.

Conceito de risco para a Qualidade :

Condição ou prática abaixo do padrão que apresenta risco potencial


de perdas e danos aos materiais em geral (matérias primas, produtos
em processo e final, materiais de manutenção e acessórios).
Conceito de risco para o Meio Ambiente :

Condição ou prática abaixo do padrão que apresenta risco potencial de


danos ao meio ambiente (água, ar, solo, fauna, flora e a comunidade).

Plano de ação :

Relatório emitido pelo Líder de 5 S, o qual descreve as ações a serem


adotadas, prazos e responsabilidades para correção dos desvios e
melhoria contínua das atividades de 5 S Total.

Meta :

Resultado a ser alcançado na próxima inspeção da área.

Selo 5 S Total :

Selo representativo do status da área com relação à aplicação


do 5 S Total. Constitui-se na forma de reconhecimento e valorização
da equipe, sendo aplicado somente para áreas que alcancem
pontuação superior a 70 %, de acordo com os seguintes critérios:

Ouro : avaliação maior ou igual a 90%.


Prata : avaliação entre 80 % e 89 %.
Bronze : avaliação entre 70 % e 79 %.
CAPÍTULO 2

Estrutura do Programa 5 S Total :

Comitê 5 S Total

Coordenação 5 S Total Comitês :


Unidade / Processo
Controle
Padronização
Promoção
Células

Provedores Times

Áreas Áreas
“ Líderes 5 S ” “ Líderes 5 S “
Etapas do Programa 5 S Total

1
Indicação Treinamento
de Lideres 5 S para Líderes
Palestra para para cada 5 S das áreas
conscientização área mapeada
da alta
administração 4

2 3 Cronograma
das áreas
Indicação Mapeamento
Coordenador de áreas na 1 - Diagnóstico Inicial
para o Programa Unidade 2 - Treinamento da Equipe
3 - Dia D’Sol

Avaliação das Inspeções


Inspeções Programadas
7 (Software)
6
1- Verifica oportunidades
2 - Plano de Ação
Resultados 3 - Meta
Mensais
CAPÍTULO 3

Atribuições e Responsabilidades :

Coordenador Geral do Programa 5 S Total

– Promover as reuniões do comitê 5 S Total.


– Emitir pauta e ata das reuniões com as decisões consensadas
e pendências.
– Garantir o cumprimento dos cronogramas e prazos definidos para
o 5 S Total.
– Garantir a padronização do 5 S Total em toda a empresa.
através dos Coordenadores 5 S Total das unidades/ processos.
– Definir as diretrizes para implantação e manutenção das atividades
do 5 S Total na empresa.

Coordenador 5 S Total Unidades / Processos

– Representar as respectivas Unidades/ Processos, apresentando


as práticas existentes e sugestões.
– Participar do consenso, aprovando as decisões tomadas.
– Promover as reuniões dos Comitês de 5 S Total da Unidade /
Processo.
– Garantir o cumprimento dos cronogramas e prazos definidos para
o 5 S Total.
– Validar as decisões tomadas no Comitê 5 S Total na respectiva
Unidade/ Processo
– Garantir a padronização do 5 S Total na unidade/ processo.
– Orientar e transferir aos envolvidos a metodologia de trabalho do
5 S Total.
– Monitorar os resultados das inspeções e o cumprimento dos
prazos estabelecidos para as atividades de 5 S Total nas áreas.
– Buscar a melhoria continua nas áreas mapeadas.

Comitê de Controle do 5 S Total :

– Participar das reuniões 5S Total na unidade/ processo


– Acompanhar a nível de unidade/ processo os resultados, custos e
metas do 5 S Total.
– Acompanhar o cumprimento do cronograma das inspeções.
– Apoiar o Coordenador e Líderes de 5 S Total na unidade/ processo.
– Promover reuniões com lideres de áreas para discutir e
verificar o andamento dos resultados.
– Disseminar na célula as decisões dos comitês.

Comitê de Padronização do 5 S Total :

– Participar das reuniões 5 S Total na unidade/ processo.


– Monitorar treinamentos de 5 S Total da unidade/ processo
identificando necessidades de treinamento e reciclagem.
– Verificar periodicamente a aplicação plena dos padrões
estabelecidos.
– Propor a elaboração de padrões conforme necessário.
– Apoiar as áreas durante a realização do Dia D’Sol.

Comitê de Promoção do 5 S Total :

– Participar das reuniões 5 S Total na unidade/ processo.


– Divulgar informações e resultados do 5 S Total na unidade/
processo.
– Apoiar e acompanhar eventos internos e externos relacionados
às atividades de 5 S Total.
– Apoiar as áreas na divulgação da realização do Dia D’Sol.

Líder 5 S Total :

– Apoiar a equipe na condução das atividades de 5 S Total na


área de trabalho, garantindo a aplicação da metodologia.
– Disseminar na área as decisões dos comitês.
– Promover o treinamento e reciclagem da equipe.
– Acompanhar as inspeções em sua área de trabalho.
– Elaborar planos de ação em conjunto com a equipe.
– Revisar periodicamente o status dos itens levantados durante
as inspeções.
– Implementar melhorias em seu local de trabalho.
– Fazer a manutenção do 5 S Total na área.
– Promover a auto-avaliação da área, visando prevenir possíveis
desvios quanto ao cumprimento das metas.

Comitê de Inspeção do 5 S Total :

– Executar as inspeções programas nas áreas, registrando as


oportunidades e os riscos.
– Consensar a pontuação da área com base nos critérios
de avaliação.
– Levantar os pontos fortes da área com relação ao 5 S Total.

Coordenadores de Células e Facilitadores de Times :

– Apoiar o Líder 5 S Total e disponibilizar recursos para o


desenvolvimento das atividades relacionadas ao programa.
– Apoiar o Líder 5 S Total para a obtenção do consenso do plano de
ação e no estabelecimento das metas.
– Monitorar em conjunto com o Líder 5 S Total o plano de ação.
CAPÍTULO 4

Procedimentos do programa 5 S Total :

Implantação do Programa 5 S total :

Etapa Atividade Responsável


1 Realiza palestra para conscientização da alta Coordenador 5 S total da
administração Unidade ou GGQT
2 Indica coordenador do Programa. Gerente Geral
3 Mapeia toda Unidade/Processo, segmentando-a Coordenador 5 S Total
em áreas para serem inspecionadas.
4 Indicação de Líderes em cada área, para Gerente Geral e
realização das inspeções. Coordenadores de
Célula
5 Forma os Comitês ( Controle, Padronização e Coordenador 5 S Total
Promoção ) para apoiar o programa.
6 Realiza treinamento para formação dos lideres de Coordenador 5 S Total
área.
7 Forma o Comitê de Inspeção para cada área. Coordenador 5 S Total
8 Realiza treinamento para todos os profissionais e Lideres 5 S de área
provedores.
9 Estabelece agenda para realização do diagnóstico Coordenador do 5 S
inicial e para as inspeções. Total.
10 Realiza o diagnóstico inicial. Comitê de Inspeção
11 Realiza o Dia D´Sol. Equipe e convidados
12 Realiza a inspeção com base nos critérios de Comitê de Inspeção
avaliação do 5 S Total.
13 Elabora e lança no sistema o relatório de Líder 5 S de área
inspeção com as oportunidades e os riscos para
Segurança, Qualidade e Meio Ambiente.
14 Elabora plano de ação 5W1H. Líder 5 S de área
15 Divulga o resultado da inspeção à equipe. Líder 5 S de área
16 Estabelece metas para próxima inspeção. Líder 5 S de área,
Facilitador do Time e
equipe
17 Monitora as ações e estabelece formas de Líder 5 S de área,
reconhecimento. Facilitador do Time
Realização do Dia D´Sol :

Etapa Atividade Responsável


1 Treinamento 5 S + motivacional para o pessoal da Líder 5 S de área
área e de outros setores ( manutenção /
segurança ).
2 Visita a empresas modelos. Facilitador do Time
3 Convocação de Coordenador / Facilitador / Líder 5 S de área
Gerente Geral local e de outras áreas / Unidades Facilitador do Time
para o Dia D´Sol
4 Convocar equipe de apoio (manutenção). Líder 5 S de área
5 Registrar a área antes (filmar/ fotografar). Líder 5 S de área
6 Disponibilizar para o evento (caminhão/ Líder 5 S de área
empilhadeira e outros).
7 Disponibilizar lanche para o evento (café, Líder 5 S de área
bolachas, sucos e outros). Facilitador do Time
8 Definir área para descarte. Líder 5 S de área
9 Listar e comprar material de limpeza. Líder 5 S de área
Facilitador do Time
10 Confeccionar faixas. Facilitador do Time
11 Divulgar o evento através de jornal interno e do Comitê de Promoção
mural da Unidade.
12 Contratar serviço de som. Facilitador do Time
13 Confeccionar camisetas e/ ou brindes para os Líder 5 S de área
participantes. Facilitador do Time
14 Preparar material para identificação das Líder 5 S de área
oportunidades.
15 Preparar a área para realização do evento (dividir
Líder 5 S de área
a máquina em setores/ áreas). Facilitador do Time
16 Identificar, distribuir e orientar os participantes nas
Líder 5 S de área
áreas/ setores. Facilitador do Time
17 Realizar a abertura do evento ( motivacional ) Gerente Geral
Gerente Geral /Coordenador Facilitador. Coordenador da Célula
Facilitador do Time
18 Orientar a equipe quanto aos aspectos de Líder 5 S de área
segurança (apresentado por um representante do Facilitador do Time
time segurança). Equipe
Realizar o Dia D´Sol (8h00 as 12h00).
19 Realizar o Dia D´Sol (8h00 as 12h00). Equipe e convidados
20 Compilar a planilha com o levantamento das Líder 5 S de área
oportunidades e preparar plano de ação e metas.
21 Registrar a área depois (filmar/ fotografar). Líder 5 S de área
22 Montar painéis fotográfico e divulgar. Líder 5 S de área

.
Inspeção 5 S Total

Etapa Atividade Responsável


1 Preparar os profissionais da área para receber a Líder 5 S da área
visita dos inspetores ( quem são, quais são os
objetivos ).
2 Verificar se a área esta pronta para a referida Líder 5 S da área
inspeção.
3 Preparar planos de ação anteriores Líder 5 S da área
4 Preparar formulários para anotação das Líder 5 S da área
oportunidades.
5 Preparar formulários dos critérios de avaliação. Líder 5 S da área
6 Reunir o Comitê de inspeção e fazer os Líder 5 S da área
comentários da área ( evolução / melhorias ).
7 Demonstrar aos inspetores o plano de ação e Líder 5 S da área
metas, comentando as pendências.
Nota : estes itens pendentes não podem fazer
parte dos itens da inspeção ( catalogar ).
8 Demonstrar para o Comite o lay-out da área Líder 5 S da área
informando o roteiro para a inspeção e os
possíveis riscos existentes no local.
9 Iniciar a inspeção na área seguindo o roteiro. Comitê de inspeção
10 Registrar em formulário todas as oportunidades Líder 5 S da área
encontradas.
11 Identificar as oportunidades encontradas durante Comitê de inspeção
a inspeção ( 5 S, Segurança, Qualidade, Meio
Ambiente ).
12 Executar a avaliação da área através dos critérios Comitê de inspeção
de avaliação.
13 Registrar as notas no softwaer Líder 5 S da área
14 Elaborar o relatório das oportunidades Líder 5 S da área
15 Planejar a data da próxima inspeção Comitê de inspeção
16 Elaborar plano de ação e metas Líder 5 S da área
17 Encaminhar plano de ação a coordenação 5 S Líder 5 S da área
total

CAPÍTULO 5

Treinamentos do Programa 5 S Total :

Todos os treinamentos relacionados ao Programa 5 S Total foram


padronizados pelo Comitê 5 S Total, e disponibilizados para todas as
unidades da empresa , de acordo com os seguintes critérios de aplicação:

Módulo 1: Líderes 5 S Total


Módulo 2: Gerente Geral, Coordenadores e Facilitadores
Módulo 3: Todos profissionais da empresa e integração de novos profissionais
CAPÍTULO 6

Padrões :

Objetivo :

Promover a gestão visual em todas as unidades/ processos da


VCP / Votocel visando otimizar as atividades de armazenamento, guarda e
retirada de recursos.

Padrões para Identificação :

Móveis :
– Armários fechados
– Arquivos de aço
– Bancadas
– Balcões
– Estantes dos escritórios
– Estantes do almoxarifado central
– Armários metálicos para vestiários de uso individual
– Armários de EPIs com portas de vidro
– Armários abertos
– Prateleiras
– Gabinetes
– Recipientes para Lixo e Resíduos

Materiais :

– Administrativos:
Grampeadores, Caixas de disquetes, materiais de escritório,
caixa de entrada e saída de documentos, pastas acomodadas
em prateleiras e/ ou armários
– Objetos Pessoais
– Insumos: matérias – primas, peças e outros

Equipamentos e Aparelhos :

– EPIs
– Equipamentos de laboratórios
– Equipamentos técnicos
– Máquinas
– Aparelhos telefônicos
– Microcomputadores
– Estabilizadores
– Painéis elétricos
– Painéis telefônicos
– Painéis de luzes
Padrões para Sinalização :

– Áreas de trabalho :
Salas em geral

– Áreas comuns :
Banheiros, copas, portarias, vestiários, restaurante, áreas de
circulação .

– Riscos :
Proibido fumar, risco ambiental, risco de perda da qualidade, transito
de empilhadeira, perigo de alta voltagem, voltagem de tomadas, e
outros.