You are on page 1of 52

instruções gerais

manual
geral de
instalação

piso em mantas
piso em placas
piso em réguas
PISO EM réguas - click
piso condutivo
piso AUTOPORTANTE
SISTEMA PARA
ÁREAS MOLHADAS

ÍNDICE

INSTRUÇÕES GERAIS......................................................................09
ESPECIFICAÇÃO.................................................................................................................. 10
VERIFIQUE OS LOTES............................................................................................................ 10
MANUSEIO E ESTOCAGEM DOS PRODUTOS................................................................................. 11
SEGURANÇA NA OBRA......................................................................................................... 12
ANÁLISE DO CONTRAPISO.................................................................................................... 13
TIPOS DE CONTRAPISO ADEQUADOS....................................................................................... 18
TIPOS DE CONTRAPISO INADEQUADOS.................................................................................... 19
MASSA DE REGULARIZAÇÃO.................................................................................................. 20
MASSA AUTONIVELANTE....................................................................................................... 20
MASSA DE PREPARAÇÃO....................................................................................................... 21
FERRAMENTAS.................................................................................................................... 23
REFILE DE BORDAS (MANTAS)............................................................................................... 24
MARCAÇÃO DO EIXO............................................................................................................ 25
ADESIVO........................................................................................................................... 26

INSTALAÇÃO DE PISO EM MANTAS.................................................... 33

INSTALAÇÃO DE PISO CONDUTIVO.................................................... 75

INICIANDO A INSTALAÇÃO................................................................................................... 36

INICIANDO A INSTALAÇÃO................................................................................................... 78

SOLDA QUENTE.................................................................................................................. 38

TÉRMINO DA INSTALAÇÃO.................................................................................................... 80

SOLDA FRIA....................................................................................................................... 42
RODAPÉS CURVOS............................................................................................................... 43

INSTALAÇÃO DE PISO AUTOPORTANTE............................................... 83

TÉRMINO DA INSTALAÇÃO.................................................................................................... 48

INICIANDO A INSTALAÇÃO................................................................................................... 85
TÉRMINO DA INSTALAÇÃO.................................................................................................... 86

INSTALAÇÃO DE PISO EM PLACAS..................................................... 51
INICIANDO A INSTALAÇÃO................................................................................................... 53
INSTALAÇÃO DO RODAPÉ (PLANO, CURVO OU DE SOBREPOR)....................................................... 54
TÉRMINO DA INSTALAÇÃO.................................................................................................... 55

INSTALAÇÃO DE PISO EM RÉGUAS..................................................... 59
INICIANDO A INSTALAÇÃO................................................................................................... 61
TÉRMINO DA INSTALAÇÃO.................................................................................................... 64

INSTALAÇÃO DE PISO EM RÉGUAS - CLICK......................................... 67
INICIANDO A INSTALAÇÃO................................................................................................... 69
TÉRMINO DA INSTALAÇÃO.................................................................................................... 71

INSTALAÇÃO DE SISTEMA PARA ÁREAS MOLHADAS............................. 91
INICIANDO A INSTALAÇÃO................................................................................................... 93
TÉRMINO DA INSTALAÇÃO.................................................................................................... 97

ANTES DA INSTALAÇÃO
Um piso de alta qualidade vai muito além do material nele empregado: a
habilidade e o profissionalismo do instalador influenciam significativamente o
resultado final. Por reconhecer nosso papel na parceria com os instaladores, a
Tarkett oferece este manual que demonstra todos os passos para a instalação
de seus produtos.
Sugestões ou recomendações são muito importantes para nós e ficaremos muito
gratos em recebê-las. Para isso, entre em contato com o seu representante
Tarkett local ou acesse nosso site: www.tarkett.com.br.

INSTRUÇÕES
GERAIS

Verifique o material quanto a defeitos visíveis ou danos antes da instalação.1. Certifique-se de que as condições de estocagem dos produtos estejam adequadas (local coberto e fechado. número sequencial de caixa ou rolo. cor. Instruções Gerais .1. No caso de produtos com validade determinada (adesivos e autonivelante. Os profissionais envolvidos na gestão de projetos devem ser corretamente assessorados.4. 10 . Caso verifique algum defeito. Siga as instruções da embalagem para o correto manuseio dos produtos e para garantir a segurança no local da instalação. 1. Caixas e rolos devem ser armazenados em áreas limpas e planas. VERIFIQUE OS LOTES IMPORTANTE: Confira os dados do código. 2. É recomendado o acompanhamento da obra desde antes do início da instalação até a entrega do trabalho.1.3. Promova produtos e soluções de acordo com o local onde serão utilizados. ESPECIFICAÇÃO 3. 1. por exemplo).2. Lembre-se que os produtos devem ser climatizados no local da instalação por pelo menos 24 horas antes do início dos trabalhos. com temperatura constante entre 15º e 27ºC).2.1. lote. MANUSEIO E ESTOCAGEM DOS PRODUTOS 1. para garantir que a instalação seja realizada da melhor maneira e assim satisfazer às expectativas do cliente. Respeite o empilhamento máximo das caixas (informação impressa na embalagem) e posicione os rolos na vertical. evitando reclamações posteriores. 3.11 .3.Instruções Gerais 3. 3. verifique o prazo máximo para a sua utilização. entre em contato com nosso departamento técnico antes de iniciar o trabalho. Entregue as etiquetas ao responsável da obra assim que finalizar o seu trabalho. 2. Inspecione previamente o local da instalação para assegurar-se de que o produto poderá ser colocado de acordo com as instruções deste manual. ventilado. 3.

4. 12 . Tenha cuidado com sopradores e soldadores.4.5.2.13 . como instalador. 4. Use e armazene corretamente estiletes e outros instrumentos de corte. 5. ao seguinte: 4. joelheiras de proteção. quando solicitadas. Retire os restos de massa.1. se necessário É responsabilidade do instalador alertar e assessorar o cliente sobre estas necessidades e soluções.3.Instruções Gerais 5. Descarte os resíduos imediatamente e com regularidade.7. Mantenha todas as áreas de trânsito livre de obstruções. ANÁLISE DO CONTRAPISO A base onde será instalado o piso / revestimento vinílico deverá encontrar-se sempre em perfeitas condições. gesso. marcas de tinta ou de caneta Instruções Gerais . para dispersar eventuais odores. quando necessário.8. Utilize roupas apropriadas para o trabalho: camisas de mangas compridas. 4. Elas dizem respeito não só a você.9. mas também a outras pessoas que podem estar presentes no local. mas não se limitam. SEGURANÇA NA OBRA A segurança no local de trabalho é sua responsabilidade. recomenda-se fazer uma limpeza profunda no contrapiso. Itens que podem exigir a sua atenção incluem. luvas. calças de trabalho. Esta superfície deve estar: • Limpa • Nivelada • Seca e curada • Firme • Impermeabilizada. 4. Guarde todos os adesivos. 4. Use todos os EPIs recomendados: óculos de segurança. Assegure uma ventilação adequada. protetor auricular e capacete. 4.1. botas de borracha ou sapatos de segurança. ferramentas e equipamentos em um lugar seguro. Mantenha as ferramentas limpas e em boas condições de trabalho. 4.6. 4. máscara. lixo e produtos não utilizados. 4. Contrapiso Limpo: Antes do início dos trabalhos. pedaços soltos. portanto siga cuidadosamente as instruções abaixo. fora do alcance de crianças. Em nenhum caso deve-se iniciar a instalação se todos estes pontos não tiverem sido corretamente verificados e aprovados.

Lembre-se também que o uso excessivo de água na limpeza de pisos com juntas secas pode fazer com que o piso se descole do contrapiso. os pisos vinílicos não devem ser entendidos como barreira contra umidade ascendente. Recomendamos um resultado máximo de 2. As amostras são colocadas dentro do aparelho de medição.15 . utilize uma marreta e talhadeira. com a esfera de aço e a cápsula de carbureto de cálcio. 6g ou 12g.3. Se o plástico “transpirar” ou se o contrapiso ficar mais escuro nessa área significa que a água ainda Instruções Gerais . Contrapiso Nivelado O nivelamento do contrapiso deve ser medido de duas formas: com uma régua de 2m e uma régua de 20cm. Utilize uma lixadeira elétrica ou lixa manual para assegurar que estes restos sejam completamente eliminados. Para isso. Contrapiso seco e curado O teor de umidade deve ser controlado previamente à instalação. e máximo de 2mm quando se utiliza a régua de 20cm.(estas podem migrar para a superfície do revestimento). Se o piso for instalado sobre contrapiso úmido. Método digital: Utilizando um medidor por radiofrequência. A interpretação da leitura deve seguir a tabela inscrita no aparelho. coloque o aparelho em uma parte plana do contrapiso ou parede. deve-se cumprir a norma DIN 18202. Método manual (plástico): Coloque pedaços de plástico (mínimo 40x40cm) em diversos pontos do contrapiso. Apesar de serem impermeáveis (a água não penetra em sua massa). e como consequência podem ocorrer bolhas ou até mesmo o descolamento do produto. Para a instalação de pisos vinílicos.1. Ao movimentar o aparelho e romper a cápsula de carbureto de cálcio.2. a uma profundidade de 2 a 3cm.3. Importante: não fumar durante o teste e utilizar luvas de proteção. Prenda toda a borda do plástico com fita adesiva e aguarde 24 horas. Remova graxas. a água não conseguirá se evaporar. 14 . Medição da umidade Método CCM (carbureto de cálcio).Instruções Gerais 5. que estabelece um máximo de 4mm de desnível entre dois pontos quando se utiliza a régua de 2m. abrindo espaço para infiltrações. dá-se uma reação química e o aparelho mede a quantidade de água presente na amostra.5% de umidade relativa para a instalação segura de pisos vinílicos. com utilização do aparelho medidor “speed test”: através da retirada de volumes de 3g. 5. 5. óleos e todos os outros tipo de sujeira.

Contrapisos não-absorventes são aqueles no qual o tempo de absorção de uma gota d´água é maior que 10 minutos. Instruções Gerais . irá garantir que o piso vinílico tenha um excelente desempenho por muitos anos. risque a superfície e meça a profundidade dos riscos com um medidor de precisão (paquímetro).está evaporando e. inclusive. Recomendamos o lixamento da superfície com lixadeira elétrica ou lixadeira manual. portanto. quando o tempo de absorção de uma gota de água é menor que 1 minuto. o contrapiso está úmido. 5. por exemplo).2. devese utilizar um primer composto pela proporção de 8 litros de água para 1kg de cola branca (PVA) ou primer acrílico selador.17 . Com um objeto pontiagudo (formão. Nestes pontos. caso contrário o piso vinílico não deverá ser instalado e haverá necessidade do contrapiso ser refeito. como consequência. é necessário certificar-se da origem (ascendente/ infiltração/ secagem) e tomar as providências necessárias. aguarde mais alguns dias e refaça o teste. é necessário refazer o contrapiso e este deve ser devidamente impermeabilizado por uma empresa especializada. Caso a umidade persista. Consulte sempre uma empresa especializada em impermeabilização. No caso de umidade ascendente/ infiltração. Neste caso. Contrapiso Impermeabilizado Proteger o contrapiso contra umidade. além de assegurar a preservação da construção. os usuários terão o conforto e a segurança necessários. Oriente o seu cliente sobre a importância da impermeabilização do contrapiso e o informe sobre as normas técnicas existentes.5MPa. além de assegurar a preservação das estruturas. Se o contrapiso ainda não estiver seco. 5. proporciona a salubridade dos ambientes e. Este tipo de contrapiso pode comprometer a ancoragem do adesivo e provocar posterior descolamento do produto. Um contrapiso fraco não suporta o peso de móveis e outros objetos e começará a ceder. representa de 2% a 3% do custo de um empreendimento. Após utilizar um dos três procedimentos descritos acima e constatar umidade. O resultado deve ser inferior a 0. um contrapiso é chamado de absorvente ou poroso. Apesar deste não ser um teste preciso ainda é o método mais utilizado. entretanto. Medição da absorção / porosidade Em geral.4. quando projetada e executada adequadamente. com a intenção de abrir porosidade e garantir a colagem.5. o piso vinílico irá acompanhar as depressões e poderá. se romper. e sob comando do responsável pela obra. Estima-se que a impermeabilização. os reparos decorrentes da execução incorreta ou da não realização da impermeabilização poderão gerar custos adicionais de até 10% em relação ao mesmo empreendimento. o responsável pela obra deve contratar empresa especializada em impermeabilização.3. Contrapiso firme É necessário testar a coesão e firmeza do contrapiso. 16 .Instruções Gerais 5. O contrapiso impermeabilizado corretamente. Deixe o local ventilado e repita o teste alguns dias depois.

TIPOS DE CONTRAPISO NÃO PERMITIDOS 6.3. Pedra: mármores e granitos polidos. é necessário o uso de um primer abrasivo ou uma demão de adesivo de duplo contato. a peça deve ser removida e o preenchimento deve ser feito com massa de regularização (ver item 8). parquets. com placas bem aderidas e niveladas e juntas menores que 3mm. Qualquer tipo de madeira (tacos.6.Instruções Gerais Instruções Gerais . 18 . 7. Atenção: verifique se há peças soltas batendo sobre elas com o cabo de um martelo.5. é necessário o uso de um primer abrasivo ou uma demão de adesivo de duplo contato.4.19 .Normas técnicas: NBR 9575 Impermeabilização. etc): deverão ser removidos e preparada uma nova base. Pedras e cerâmicas com juntas maiores que 3mm: deverão ser removidas e preparada uma nova base. Cimento queimado: deverá ser apicoado e preparada uma nova base. 6. e que seja mantido desligado também por 48h após o término. 7. tábuas. Com sistemas de calefação: certifique-se que o sistema seja desligado 48h antes do início da instalação do piso vinílico. Se a superfície for vitrificada. 7. Cerâmico: com juntas inferiores a 3mm. 6. Paviflex® (para instalação de outra camada de Paviflex®): as placas devem estar firmes. com adesivo acrílico e que não exista mais do que uma camada de Paviflex® instalada. 6. o piso que será instalado por cima dessa superfície poderá descolar. após o piso instalado e respeitadas as 48h de descanso. Cimento: desempenado ou laje de concreto. 7. isentas de cera. laminados. 6. 6.1. antes da aplicação da massa de preparação ou autonivelante. Paviflex® com adesivo betuminoso (“cola preta”): deverá ser completamente removido e a cola deverá ser lixada com areia úmida para que não fique nenhum vestígio. nunca deverá exceder 27ºC. TIPOS DE CONTRAPISO PERMITIDOS 6. Piso de alta resistência. seleção e projeto.2. 7.3. Antes da aplicação da massa de preparação.1. Caso esse procedimento não seja realizado.2.4. sem peças quebradas ou soltas. A temperatura do sistema. NBR 11905 Sistema de impermeabilização composto por cimento impermeabilizante e polímeros. Se o som produzido for “oco”. NBR 9574 Execução de impermeabilização.

MASSA DE PREPARAÇÃO 8.Instruções Gerais A função desta massa é corrigir a aspereza do contrapiso ou nivelar as juntas de cerâmica ou pedras menores que 3mm. tem secagem rápida e excelente resistência mecânica. Pintura acrílica ou epóxi: a superfície deverá ser lixada com lixadeira elétrica ou lixa nº 60. com pelo menos 2cm de espessura e caimento. para que seja criada porosidade. Siga as etapas de aplicação da Tarkomassa®: a. Outros pisos vinílicos (mantas. 10.5. 7. LVT): deverão ser removidos e preparada uma nova base. 9. Você pode utilizar a Tarkomassa® para esse fim. Caso contrário. Consulte nosso Departamento Técnico para mais informações. O tempo de cura desta massa é de aproximadamente 7 dias por centímetro de espessura. cola PVA e água (Esta massa não corrige grandes irregularidades.7.21 .6. se houver necessidade. Instruções Gerais . não haverá adesão da massa de preparação ou autonivelante. MASSA AUTONIVELANTE Para regularizações até 10mm. MASSA DE REGULARIZAÇÃO Quando o contrapiso apresentar depressões. desempenada e não queimada. Lixe o contrapiso com lixadeira elétrica ou lixa manual para ferro (grana 60). 20 . Você pode também fazer a massa de preparação com cimento. autonivelante que não requer lixamento. como ondulações ou depressões). possui secagem rápida e excelente resistência mecânica. Consulte nosso departamento técnico para mais informações. recomendamos a utilização da TARKOMASSA®. indica-se a aplicação de uma camada de massa de regularização feita com areia e cimento e na proporção de 3:1. irregularidades ou imperfeições não profundas. Verifique a embalagem do produto para saber o rendimento e aplicação. que não requer lixamento.

soprador térmico. vassoura. estilete. e. Importante: em áreas de tráfego de empilhadeiras ou carrinhos de transporte. cola PVA e cimento. verifique se há imperfeições. não recomendamos a aplicação da massa de preparação composta por água. lixa n°60. e ajude a regularização com uma desempenadeira dentada para argamassa ou rodo com lâmina dentada. Remova a poeira com aspirador de pó ou vassoura e rodo com pano úmido. Sem elas não é possível obter o resultado especificado pela Tarkett e esperado pelo cliente. compressor manual (madeira revestida) rolo compressor e outras. A utilização das ferramentas corretas é imprescindível para uma instalação de qualidade. Remova o pó antes de iniciar a instalação. lixadeira elétrica para contrapiso. Passe o rolo fura-bolhas para remover as bolhas que possam se formar durante a aplicação. régua de aço flexível. Após a secagem. Prepare o produto em recipiente limpo e estanque. d. Trena Vassoura de pelo Estilete Espátula Aspirador de pó Desempenadeira dentada Giz de linha Desempenadeira f. Se necessário. 22 . Despeje o produto no contrapiso. trena. rolo de pintura para eliminar os dentes da desempenadeira. são primordiais para a instalação do piso vinílico.11.Instruções Gerais Instruções Gerais . g. lâmina dentada A4. lápis. Ferramentas como desempenadeira.23 . c. espátula. FERRAMENTAS b. lixar com lixa 120 ou mais fina.

12. as bordas das mantas sofrem naturalmente pequenos danos. auxiliado por uma régua de metal. considere 1.Instruções Gerais 13. Instruções Gerais .13. Se houver. Depois.25 . caso necessário. meça a largura da placa. Com giz de linha ou lápis. Meça o espaço que sobrou e. 13. para um rodapé de 10cm. desconte 5 centímetros e trace uma linha paralela à parede.95m da parede. caso o projeto não tenha rodapé hospitalar. o primeiro passo é definir a parede de início da instalação. REFILE DE BORDAS (MANTAS) Devido ao processo de armazenamento vertical. Mantas O alinhamento deve ser feito a 1. 24 . como amassamentos ou impregnação de sujeira.80m para a marcação do eixo. considere o tamanho do rodapé e reduza a medida na marcação.2. Por isso. Este processo pode ser feito com um corta bordas ou com estilete. marque o eixo de início da instalação. conforme a paginação. devem ser refiladas em pelo menos 1 cm para melhorar a segurança da solda (fria ou quente). desloque o ponto inicial da instalação. Por exemplo. auxiliado por uma régua de metal.1. disponha o produto (sem adesivo ainda) até a parede. MARCAÇÃO DO EIXO Rolo de lã Lixa n° 60 Régua flexível Soprador térmico Rolo compressor Lixadeira elétrica Lápis Bico de solda Com a definição do sentido de distribuição das mantas ou placas em um croqui do ambiente. Placas Para marcar o eixo na instalação de placas.

Utilize para isto uma régua plástica ou de metal própria para homogenização de líquidos. a aderência do piso poderá ficar comprometida. entre em contato com nosso departamento técnico.O adesivo acrílico deve ser protegido de temperaturas extremas. . b. sendo a faixa ideal para armazenamento e aplicação entre 18º e 27ºC. a. . Condições climáticas . Réguas OBS: para piso em réguas click. Os movimentos devem ser circulares. . Para marcar o eixo.A área onde o piso será instalado deverá estar bem ventilada.Se um adesivo não recomendado for utilizado. 14. e cuidado para não utilizar adesivo em excesso.Instruções Gerais Instruções Gerais .Siga as recomendações contidas na embalagem do adesivo.Identifique no certificado de garantia do produto ou em nosso site o adesivo correto para sua aplicação. Após esse período. espalhe o adesivo seguindo as informações de rendimento para cada tipo de produto. siga o procedimento 25.O adesivo deve estar bem homogeneizado antes de sua utilização. Caso tenha dúvidas. c. conforme paginação.13. Meça a largura da régua e trace uma linha paralela à parede. no mínimo 1cm menor que essa largura.3. . além da perda da garantia dada pela Tarkett. . Lembre-se de espalhar adesivo em uma área possível de instalação em até 30 minutos.Adesivos com solventes derivados de petróleo podem ser inflamáveis – cuidado ao manuseá-los. tome como base a parede de início da instalação. Começando do eixo marcado previamente e utilizando uma desempenadeira dentada (A4 para pisos vinílicos e A2 para Linoleum). 14.2. 26 .1. ADESIVO 14.27 . Aplicação . este poderá causar danos às propriedades do produto.

o adesivo de tack permanente deve ser aplicado diretamente com rolo de espuma (não utilize desempenadeira dentada).O tempo de secagem total do adesivo é de aproximadamente 7 dias (consulte a embalagem do fabricante para mais informações). Utilize o rolo de lã para minimizar as marcas dos dentes da desempenadeira – certifique-se que o rolo de lã seja resistente a solventes.Instruções Gerais Instruções Gerais . . evitando assim que o produto descole. Verifique o tack aplicação. poderão ocorrer bolhas IMPORTANTE: . o adesivo acrílico deve ser aplicado com rolo de lã de pelo baixo e com duplo contato: na parede e no revestimento. Obs: Este procedimento não deve ser feito se o produto a ser instalado é do tipo LVT.Se a quantidade de adesivo recomendada não for seguida. ANOTAÇÕES e. Evite lavar o piso antes desse período.29 . Se o adesivo ainda estiver for iniciada. Em pisos elevados. 28 . f. produto. o adesivo será incapaz de fazer com que o produto seja colado. Siga sempre as recomendações da embalagem do adesivo. Se houver inicie a aplicação do úmido e a instalação ou descolamento. do adesivo após 15 minutos da pega mas os dedos ficarem limpos. Em revestimentos de parede.d. g.

PISO EM MANTAS .

j. o sentido de instalação das mantas deve ser invertido. Certifique-se de que esteja trabalhando com o mesmo número de lote e rolos consecutivos em uma mesma área.IMPORTANTE a. Lembre-se de deixar as mantas abertas e esticadas por pelo menos 20 minutos antes da instalação. lembre-se de deixar uma sobra da manta nas bordas próximas às paredes. sujeira ou oleosidade. f. aproveitamento. Caso 32 . c. escadas ou eixo central de corredores. Não instale o produto nestas condições. portas. Após ter realizado o refile de bordas. Planeje a distribuição das mantas para que as emendas não sejam coincidentes com vãos. Para estampas direcionais. e.Piso em Mantas isso ocorra. limpe o verso das mantas para remover qualquer vestígio de pó. d. Caso a instalação seja com rodapé curvo. Piso em Mantas . b. O suporte curvo e o arremate de rodapé deverão ser colados com adesivo de duplo contato sem toluol previamente à instalação das mantas. Verifique a planta de distribuição de mantas para identificar o sentido de instalação. A garantia dada pela Tarkett exclui reposição do produto caso a instalação tenha sido realizada com lotes diferentes. e entregue-as ao responsável pela obra. Guarde as etiquetas de todas as embalagens que utilizar até o término da instalação. respeitando-se o número sequencial dos rolos. Esta planta deve ser fornecida pelo responsável da obra e aprovada por ele. Decorflex®). e de acordo com o tamanho do rodapé previsto em projeto.33 . emendas de topo e percentual de perda. para que as marcas do rolo possam assentar. deverá haver aprovação do responsável pela obra antes do início dos trabalhos. g. i. h. Verifique se o adesivo ainda está úmido ou se o tack já tiver passado. Para estampas não-direcionais. Lembre-se de que não deverá existir projeto com emenda de topo para estampas direcionais (exemplos: iQ Optima®. Absolute® Madero. os rolos devem ser instalados em sequência e na mesma direção.

Puxe a manta para trás. não faça a sobreposição das bordas). Remova as sobras. Aplique o adesivo a 5 cm do eixo e aguarde o tempo de tack. Posteriormente utilize o rolo compressor de 50kg. Caso o produto possua estampa de madeira ou módulo. 15. lembre-se de alinhar o desenho deixando uma sobra no início da próxima manta.15. INICIANDO A INSTALAÇÃO 15. trabalhando na direção da parede e respeitando o eixo previamente marcado. Finalize com a aplicação do rolo compressor de 50kg.3.Piso em Mantas Piso em Mantas .4.2. Regule a ferramenta para evitar que a emenda fique demasiadamente justa. 15. Desdobre a manta para cima do adesivo. até sua metade. e aguarde o tempo de tack para finalizar a colagem.6.8. 15.9. sobrepondo a outra parte. 15. a fim de evitar bolhas de ar. Corte a borda sobreposta com o auxílio do cortador de juntas Linocut.7.1. 15. Passe o adesivo na área da segunda manta e por debaixo da borda da primeira.10. 15. 15. 15. Cuidado para não formar vincos. pois isso poderá inutilizar o material. Posicione a segunda manta sobrepondo 3cm de sua borda na manta anterior (para estampas de madeira ou módulos.5. Alise o revestimento com uma régua de madeira revestida com carpete. 15. Repita o mesmo procedimento de instalação com as próximas mantas (desdobre em duas partes e alise). 34 . Você poderá também utilizar um estilete e régua de metal.35 .

4. SOLDA QUENTE .Nunca utilize estilete para abrir a cavidade da solda. é necessário efetuar a fresagem nas emendas das mantas.1. 16. . Isso é muito importante para garantir resistência apropriada e uma boa junção do cordão de solda com o produto. 16. A solda quente é obrigatória em emendas de mantas e placas condutivas. o cordão de solda não irá se fundir ao piso e a emenda ficará aberta.2.Piso em Mantas Piso em Mantas .A profundidade da fresagem depende da espessura do produto a ser soldado e do diâmetro do cordão de solda que será utilizado. 16. 16. como paredes. 36 .16. Utilize sempre a fresa elétrica para assegurar uma cavidade uniforme e de secção circular.1. desde que isso esteja préacordado com o responsável pela obra. Instalações em áreas de saúde sempre devem ter solda quente. Remova todas as impurezas causadas pela fresagem. 16.1. rodapés ou no piso próximo à parede. .1. Fresagem Antes da solda quente.37 . para evitar que a água utilizada durante a limpeza penetre no contrapiso. ela deve ser no máximo 2/3 da espessura total do produto.A solda fria também pode ser utilizada em mantas comerciais heterogêneas instaladas em áreas de tráfego leve ou moderado. Sem essa etapa.Tenha cuidado para não fazer uma cavidade muito profunda.Lembre-se de verificar se a solda a quente é prevista em projeto. A fresa em paredes deve ser feita com fresador manual tipo L.3. parede ou por debaixo da manta. A fresa manual com lâmina “U” pode ser utilizada em locais de difícil acesso. Aspire o pó de todos os chanfros cuidadosamente. .1. .1. Normalmente utilizamos solda quente em mantas vinílicas em todas as áreas comerciais.

apare o excedente da solda com a faca meia-lua e a guia de aparar. garantindo que o cordão se funda efetivamente.Piso em Mantas 16.39 .2. 16.4. .As juntas devem estar bem fechadas.Aguarde sempre no mínimo 12 horas após a instalação para iniciar a soldagem. . depois divida-o em duas partes.3. Aplicação da solda . . Corte o cordão de solda no comprimento total da junta.2.2. .16.5.5m/min para produtos homogêneos.Use bico de solda rápida de 4.0m/min para produtos heterogêneos e 1. evitando assim que o calor do soldador deixe as bordas do piso ou revestimento com brilho.Utilize somente soldador elétrico de qualidade profissional. 16.O soldador deve estar a uma temperatura de 470ºC. com um movimento contínuo. que manterá a temperatura durante o trabalho.2.2. A ponteira do soldador deverá estar sempre paralela em relação ao piso ou revestimento.2. Aproximadamente 10 minutos após a soldagem. iniciando na parede oposta e finalizando no centro. Inicie a solda em uma das extremidades da cavidade a uma velocidade constante de 2. garantindo que o adesivo esteja seco. . Repita o mesmo procedimento na outra metade. Sobreponha os cordões aproximadamente 2 cm no ponto de encontro. .Verifique se o cordão de solda está de acordo com o especificado em projeto. tocando as extremidades umas das outras. 16.1.5mm quando o cordão de solda for de 4mm.Lembre-se de utilizar bico borboleta em mantas heterogêneas. sem estarem comprimidas ou demasiadamente abertas. 38 . Piso em Mantas .2. 16.

17. São finalizados com o arremate de rodapé.As juntas devem estar bem fechadas.2. desde que pré-acordada com o responsável pela obra. aplique o produto somente neste local. Com auxílio de um estilete. Se houver uma falha.6. . 17.Piso em Mantas Os rodapés curvos podem ser feitos com o auxílio de um suporte curvo ou aquecimento do material com soprador térmico.41 . Piso em Mantas .4. 17. tocando as extremidades umas das outras. formando um ângulo de 90º. 17. remova a fita crepe e descarte-a. em mantas heterogêneas. . com o cordão totalmente frio. Em seguida. aperte a bisnaga de Selanfix® e aplique a solda. Cole uma fita crepe de 5cm de largura na emenda das mantas. garantindo que o adesivo esteja seco. 40 . 18. corte a fita crepe exatamente na emenda das mantas.Aguarde sempre no mínimo 12 horas após a instalação para iniciar a soldagem.3.16.2.1. sem estarem comprimidas ou demasiadamente abertas. RODAPÉS CURVOS 17. Terminado o período de secagem (10 minutos). Insira o bico aplicador. SOLDA FRIA .Lembre-se que a solda fria deverá ser efetuada somente em áreas residenciais ou comerciais de tráfego leve ou moderado (exceto áreas de saúde). faça o acabamento final usando somente a faca meia-lua. mantendo uma velocidade constante.

Aguarde sua total secagem para iniciar o encaixe da manta. trace na parede a altura do rodapé prevista em projeto. cole o arremate de rodapé sobre a linha demarcada. b.Piso em Mantas 18. Com o auxílio de uma régua de metal ou do marcador de rodapé. espalhe o adesivo de duplo contato na área de colagem da parede e por cima do suporte curvo. 18. Corte a borda da manta na altura correta. encaixando a borda na aba do arremate de rodapé com o auxílio de uma chave de fenda. a. pelo menos.43 .Término do rodapé em ângulo b.1. Piso em Mantas .1. Remova o excesso de material iniciando da quina a. com adesivo de duplo contato. Utilizando adesivo de duplo contato sem toluol. Pressione o produto em direção à quina. 42 . Lembre-se que ele deve ser instalado antes da manta.O suporte curvo facilita a manutenção do piso e garante excelente higienização. Depois de instalar as mantas. Aguarde o tack e molde a manta. e. exatamente na área das bordas que serão usadas para a formação do rodapé. d. 5mm do chão.1. a. O adesivo de duplo contato sem toluol deve ser passado no verso da manta antes da sua aplicação. usando um rodízio ou bico alisador de solda. Ângulo interno c. simulando a curva.

44 . aplique o adesivo e pressione a peça no espaço. Faça um corte de 45º utilizando o molde de ângulo 90º. c.2. utilizando o molde de ângulo triangular.45 . Faça uma cavidade no verso do triângulo para fazer a dobra com perfeição. não é necessário fresar). b. Após a secagem do adesivo. d. Faça um corte de 45º em cada lado da quina utilizando o molde de ângulo 90º e remova o excesso de material. cole as abas soltas e aplique a solda (em ângulos. Piso em Mantas . solde os ângulos de 45º (não é necessário fresar). Corte uma peça triangular do tamanho da área a ser preenchida.1. Corte o excesso do cordão de solda com o cabo exato e lâmina interna redonda. d. Lembre-se de iniciar a 5mm do chão. Corte o excesso do cordão de solda com o cabo exato e o auxílio de uma lâmina externa quadrada. Também pode ser usado onde as guarnições dos batentes ainda não tiverem sido instaladas.c. Término do rodapé curvo junto às guarnições Este método propiciará acabamento uniforme e sem extremidades expostas. 18.2. Ângulo externo a. 18.Piso em Mantas e.

Recolha e armazene em local seguro todas as sobras de material. Entregue as etiquetas de lote ao responsável pela obra.3. 19. 19. TÉRMINO DA INSTALAÇÃO 19. 19. Remova todo o pó do piso / revestimento e descarte o entulho.4. Corte o suporte curvo diagonalmente cerca de 20cm a 30cm a partir do topo para a base. inclusive de adesivo (mesmo que a embalagem tenha sido aberta). d. Cole o suporte à parede com adesivo de duplo contato sem toluol. 46 . 19. 19. utilizando aplicador profissional para não deixar excessos. e peça a conferência do responsável pela obra. Instale o piso normalmente. evitando assim danos ao produto já instalado. tenha o aval do responsável pela obra de que a instalação foi feita de acordo com o projeto e que seu serviço está realmente finalizado.5.1. Vede os acabamentos do piso nas guarnições com silicone. seguindo o procedimento de corte do rodapé (ver item 18). Ao considerar o trabalho pronto.47 . Proteja o piso ou peça ao responsável pela obra para que o faça. para que ele possa arquivá-las em caso de continuação da obra ou ativação da garantia.Piso em Mantas Piso em Mantas .a. Corte a parte posterior dos suportes de modo que se ajustem uniformemente à parede. b.2. c.

ANOTAÇÕES 48 .Piso em Mantas ANOTAÇÕES Piso em Mantas .49 .

PISO EM PLACAS .

Certifique-se de que esteja trabalhando com o mesmo número de lote e sequência de caixas em uma mesma área.53 .Piso em Placas Piso em Placas . d. encoste-as na parede e com um estilete copie os recortes. Planeje a distribuição das placas evitando recortes estreitos na entrada do ambiente.3. h. para evitar que as placas fiquem deformadas. Esta planta deve ser fornecida pelo responsável da obra e aprovada por ele. g. INICIANDO A INSTALAÇÃO 20. 20. diagonal ou se há desenhos / recortes. Verifique a planta de paginação para identificar se o produto será instalado de forma regular. e. Inverta o sentido das placas para evitar distorções de tonalidade e proporcionar alinhamento perfeito. Verifique se o adesivo ainda está úmido ou se o tack já tiver passado. Dobre a placa para trás e encaixe no espaço correto. Caso isso ocorra. Distribua placas soltas sobre as últimas coladas (próximas às paredes). Repita este procedimento ao longo de todas as paredes. b. Não instale o produto nestas condições. observando se os encontros dos cantos estão ajustados.1. e distribua sempre duas fileiras. Instale as placas em todo o ambiente. c. 52 . 20. A garantia dada pela Tarkett exclui reposição do produto caso a instalação tenha sido realizada com lotes diferentes. Mantenha as caixas na posição horizontal e em superfície plana. f. deverá haver aprovação do responsável pela obra antes do início dos trabalhos. Lembre-se de climatizar o produto por pelo menos 24 horas antes da instalação.2. Guarde as etiquetas de todas as embalagens que utilizar até o término da instalação. 20.IMPORTANTE a. Comece a colocação das placas a partir do ponto demarcado. deixando os recortes para o acabamento final.

Encoste o lápis no gabarito e puxe-o junto ao piso contornando as paredes. 20.2. Ao finalizar. Para marcar a altura do rodapé na parede. 54 . Aplique adesivo de duplo contato sem toluol nas paredes e no verso do rodapé (que deve estar limpo e livre de pó). Com auxílio de um pedaço de rodapé. as emendas dos rodapés nos cantos. TÉRMINO DA INSTALAÇÃO 22. ajuste no canto e depois pressione com as mãos.3.4. Remova todo o pó do piso / revestimento e descarte o entulho. Aguarde 15 minutos e cole o rodapé encostando a parte superior junto à linha e depois encaixe a parte de baixo. use um pedaço do próprio rodapé como gabarito. e peça a conferência do responsável pela obra. 22. Faça.1. 21. INSTALAÇÃO DO RODAPÉ (PLANO. passe o estilete fazendo um risco e copiando o esquadro da outra parede. CURVO OU DE SOBREPOR) 21.5. Nas quinas.Piso em Placas Piso em Placas . 21. 21. inclusive de adesivo (mesmo que a embalagem tenha sido aberta).5.1. Encoste a ponta do outro rodapé na parede junto ao canto. faça o risco para copiar uma placa e depois mude a placa de lugar sem mudar a sua posição para copiar a outra parede. 22. 21. para que fiquem bem aderidas ao contrapiso. Corte neste risco e faça um corte de 45° na parte inferior do rodapé. Pressione o rodapé com as mãos para melhor aderência. alise as placas com uma régua de madeira revestida com carpete. 21.4.2. Recolha e armazene em local seguro todas as sobras de material. sempre que possível.20. Faça um pequeno corte nas pontas desse gabarito para apoiar o lápis.55 .

56 . para que ele possa arquivá-las em caso de continuação da obra ou ativação da garantia.57 . Proteja o piso ou peça ao responsável pela obra para que o faça.Piso em Placas Piso em Placas . Ao considerar o trabalho pronto. ANOTAÇÕES 22.3.22.4. tenha o aval do responsável pela obra de que a instalação foi feita de acordo com o projeto e que seu serviço está realmente finalizado. 22. evitando assim danos ao produto já instalado. Entregue as etiquetas de lote ao responsável pela obra.5.

PISO EM RÉGUAS .

deixando os recortes para o acabamento final. i. No caso de réguas padrão madeira. Esta planta deve ser fornecida pelo responsável da obra e aprovada por ele. Mantenha as caixas na posição horizontal e em superfície plana.3. e.IMPORTANTE a.1. 23. Planeje a distribuição das réguas evitando recortes estreitos na entrada do ambiente. e entregue-as ao responsável pela obra. deverá haver aprovação do responsável pela obra antes do início dos trabalhos. 23. c. h. Verifique se o adesivo ainda está úmido ou se o tack já tiver passado. g.61 . INICIANDO A INSTALAÇÃO 23. Piso em Réguas . Guarde as etiquetas de todas as embalagens que utilizar até o término da instalação.Piso em Réguas 23. b. para evitar que as réguas fiquem deformadas. sugerimos que abra as caixas e misture os lotes antes da instalação. caso exista uma pequena diferença de tonalidade ela não será percebida. Como as réguas são diferentes umas das outras e não possuem cor uniforme. Não instale o produto nestas condições. Verifique a planta de paginação para identificar se o produto será instalado de forma regular. Certifique-se de que esteja trabalhando com produtos da mesma tonalidade em uma mesma área. a 2/3 ou de forma desencontrada – lembre-se de confirmar o tipo da instalação com o responsável pela obra. Comece a colocação das réguas a partir do ponto demarcado. Atenção aos desenhos das réguas. Instale as réguas inteiras em todo o ambiente. Lembre-se de climatizar o produto por pelo menos 24 horas antes da instalação. 60 . A primeira régua da segunda fileira deve ser alinhada no meio da régua da fileira anterior. diagonal ou se há desenhos / recortes. f. Caso isso ocorra.2. evitando que duas réguas de mesmo padrão sejam instaladas uma ao lado da outra. d.

23. corte as barras do rodapé nas medidas e ângulos das paredes. Limpe bem cada barra e parede onde o rodapé será instalado. 23. c. 23. Aplique o adesivo de duplo contato sem toluol nas paredes e nas barras. 62 . Aguarde o adesivo secar por aproximadamente 15 minutos.6. Distribua réguas soltas sobre as últimas coladas (próximas às paredes). Com uma serra de meia esquadria. Nas quinas. Piso em Réguas . pinte-o com tinta acrílica ou esmalte base d´água. utilize a marreta de borracha para auxiliar. Para facilitar a limpeza diária do rodapé primer. Acabamento . Pressione bem contra a parede para a perfeita aderência e. para que fiquem bem aderidas ao contrapiso.23. encoste-as na parede e com um estilete copie os recortes. corte a sobra com o estilete golfinho e encaixe no espaço correto. Repita este procedimento ao longo de todas as paredes. Faça os acabamentos das emendas com massa acrílica. d.Rodapé a. Dobre a régua para trás. Remova o excesso com um pano úmido e limpo.Piso em Réguas f.7. e. pode utilizar também fita VHB para essa fixação. alise as réguas com uma régua de madeira revestida com carpete ou rolo compressor de 50kg.4.5. Ao finalizar. faça o risco para copiar uma régua e depois mude a régua de lugar sem mudar a sua posição para copiar a outra parede. b. Caso preferir.63 . se necessário.

Ao considerar o trabalho pronto. Proteja o piso ou peça ao responsável pela obra para que o faça. 24. ANOTAÇÕES 24.3. TÉRMINO DA INSTALAÇÃO 24. evitando assim danos ao produto já instalado.4. tenha o aval do responsável pela obra de que a instalação foi feita de acordo com o projeto e que seu serviço está realmente finalizado.1. Recolha e armazene em local seguro todas as sobras de material.24. 24. para que ele possa arquivá-las em caso de continuação da obra ou ativação da garantia. Remova todo o pó do piso / revestimento e descarte o entulho. 64 . e peça a conferência do responsável pela obra. 24. inclusive de adesivo (mesmo que a embalagem tenha sido aberta).2.5.Piso em Réguas Piso em Réguas .65 . Entregue as etiquetas de lote ao responsável pela obra.

PISO EM RÉGUAS CLICK .

Click 69 . Planeje a distribuição das réguas evitando recortes estreitos na entrada do ambiente. INICIANDO A INSTALAÇÃO 25. caso exista uma pequena diferença de tonalidade ela não será percebida. Inicie sempre em uma parede com o encaixe fêmea da régua voltado para ela. b.1. Mantenha as caixas na posição horizontal e em superfície plana. 68 . h. Atenção aos desenhos das réguas.Piso em Réguas . c. Lembre-se de climatizar o produto por pelo menos 24 horas antes da instalação. Certifique-se de que esteja trabalhando com produtos da mesma tonalidade em uma mesma área. Caso isso ocorra. Como as réguas são diferentes umas das outras e não possuem cor uniforme. evitando que duas réguas de mesmo padrão sejam instaladas uma ao lado da outra. d. Guarde as etiquetas de todas as embalagens que utilizar. f.Piso em Réguas .Click . 25. diagonal ou se há desenhos / recortes. Verifique a planta de paginação para identificar se o produto será instalado de forma regular. Esta planta deve ser fornecida pelo responsável da obra e aprovada por ele. para evitar que as réguas fiquem deformadas. e.IMPORTANTE a. Este produto não requer adesivo em sua instalação. sugerimos que abra as caixas e misture os lotes antes da instalação. mas a base deve estar nivelada e em perfeitas condições. Esse espaçamento será coberto pelo rodapé ao término da instalação. deverá haver aprovação do responsável pela obra antes do início dos trabalhos. Recomenda-se deixar um espaçamento de até 3mm de distância das paredes para que o alinhamento da instalação fique perfeito. No caso de réguas padrão madeira.2. até o término da instalação e entregue-as ao responsável pela obra. 25. i. g.

Para iniciar a segunda fileira. Remova todo o pó do piso / revestimento e descarte o entulho. TÉRMINO DA INSTALAÇÃO 25.Piso em Réguas . 26. Observação: para instalação do rodapé. e encaixe no comprimento da primeira régua. sempre inicie o encaixe pelo topo e depois encaixe o comprimento. caso necessário.3. 26. 26. fazendo um ângulo de 20 a 30 graus ao encaixar a parte do topo. pois depois das réguas instaladas não será possível fazer mais encaixes.Piso em Réguas .3. e assim por diante. evitando assim danos ao produto já instalado.4. Lembre-se que os recortes devem ser feitos na sequência das fileiras. 26.Click . verifique o item 23.5. 25. A terceira fileira é uma cópia da disposição das réguas da primeira fileira. Corte uma régua nesta medida. 25.7 deste manual. 25. Proteja o piso ou peça ao responsável pela obra para que o faça. 70 . tenha o aval do responsável pela obra de que a instalação foi feita de acordo com o projeto e que seu serviço está realmente finalizado. Entregue as etiquetas de lote ao responsável pela obra. Recolha e armazene em local seguro todas as sobras de material e peça a conferência do responsável pela obra.5. meça o ponto médio da primeira régua. meça o espaço faltante e corte uma régua na medida exata para preencher esta área. Ao considerar o trabalho pronto.4.Click 71 .26. 26. Instale as réguas da primeira fileira. Para as próximas réguas. para que ele possa arquivá-las em caso de continuação da obra ou ativação da garantia. Ao final.1.6. Levante o conjunto para um melhor encaixe.2.

Click .Click ANOTAÇÕES 73 .Piso em Réguas .ANOTAÇÕES 72 .Piso em Réguas .

PISO CONDUTIVO .

Não é aceitável a instalação com tabeiras feitas com outros tipos de piso. respeitando o número sequencial. e. para evitar que as bordas sejam deformadas. deverá haver aprovação do responsável pela obra antes do início dos trabalhos. Planeje a distribuição das mantas evitando emendas na entrada do ambiente. Não instale o produto nestas condições. Lembre-se que o piso condutivo deve ser instalado em todo o ambiente. Caso isso ocorra. m.IMPORTANTE a. pois ele deve proteger usuários e equipamentos. limpe o verso das mantas para remover qualquer vestígio de pó. o sentido de instalação das mantas deve ser invertido. Para estampas não-direcionais. até o término da instalação e entregue-as ao responsável pela obra. Após ter realizado o refile de bordas. g. Esta planta deve ser fornecida pelo responsável da obra e aprovada por ele. k. Mantenha os rolos na posição vertical e em superfície plana. Como a instalação deve ser feita com rodapé curvo. lembre-se de deixar uma sobra da manta nas bordas próximas às paredes. f. c. i.Piso Condutivo h. 76 . Verifique se o adesivo ainda está úmido ou se o tack já tiver passado. O suporte curvo e o arremate de rodapé deverão Piso Condutivo . para que as marcas do rolo possam assentar. emendas de topo e percentual de perda. Guarde as etiquetas de todas as embalagens que utilizar. e de acordo com o tamanho do rodapé previsto em projeto. Certifique-se com o responsável pela obra se o ponto de aterramento está disponível e funcionando. n. j. sujeira ou oleosidade. d. l. Certifique-se de que esteja trabalhando com o mesmo número de lote e sequência de rolos em uma mesma área. A garantia dada pela Tarkett exclui reposição do produto caso a instalação tenha sido realizada com lotes diferentes. Para esta instalação você vai precisar de fita de cobre e adesivo condutivo (utilizado somente na fita).77 . aproveitamento das mantas. Lembre-se de deixar as mantas abertas e esticadas por pelo menos 20 minutos antes da instalação. b. Verifique a planta de distribuição de mantas para identificar o sentido de instalação. Lembre-se de climatizar o produto por pelo menos 24 horas antes da instalação.

as fitas de cobre deverão ter seu aterramento próprio. aplique o adesivo condutivo com pincel ou brocha. Uma fita de cobre de 10cm deve ser colocada transversalmente nas emendas de topo das mantas. 27. 27.ser colados com adesivo de duplo contato sem toluol previamente à instalação das mantas. aproximadamente a 20cm das paredes de início e fim das mantas. INICIANDO A INSTALAÇÃO 27. Em ambientes com menos de 10 metros de comprimento. Lembre-se de que o piso condutivo deve ter suas emendas soldadas a quente. Em zonas sensíveis. Em ambientes maiores que 20 metros de comprimento. O aterramento deve ser feito antes da disposição das mantas.3.5. Para fixar a fita de cobre. Em ambos os casos o aterramento deve cumprir as normas e legislações vigentes. Em ambientes com 10 a 20 metros de comprimento. Uma fita de cobre de 10cm deve ser colocada transversalmente nas emendas de topo das mantas. Uma fita de cobre de 10cm deve ser colocada transversalmente nas emendas de topo das mantas. Conecte a fita de cobre ao aterramento da rede elétrica do edifício. Consulte o técnico eletricista do local para obter mais informações. Fita de cobre 27. 78 .4.Piso Condutivo 10m 10m 20cm 20m Piso Condutivo . 27. a fita de cobre é colocada transversalmente sob as mantas a cada 20 metros.2. a fita de cobre deve ser colocada a 20cm de apenas uma das paredes ou alinhada ao ponto de aterramento. 27.79 . a fita de cobre é colocada transversalmente sob as mantas.1. o.

Siga os procedimentos dos itens 15 e 16 para instalação das mantas e aplicação de solda quente. evitando assim danos ao produto já instalado. Recolha e armazene em local seguro todas as sobras de material.5.4.1. ANOTAÇÕES 27. inclusive de adesivo (mesmo que a embalagem tenha sido aberta). e peça a conferência do responsável pela obra. 28. Antes da instalação das mantas. 28. Entregue as etiquetas de lote ao responsável pela obra. tenha o aval do responsável pela obra de que a instalação foi feita de acordo com o projeto e que seu serviço está realmente finalizado. 28.81 . Remova todo o pó do piso e descarte o entulho.27.Piso Condutivo Piso Condutivo . prepare o suporte curvo para a formação do rodapé. para que ele possa arquivá-las em caso de continuação da obra ou ativação da garantia. 28. Ao considerar o trabalho pronto. Siga as instruções do item 18. 80 . TÉRMINO DA INSTALAÇÃO 28.7.3.6.2. Proteja o piso ou peça ao responsável pela obra para que o faça. 28.

PISO AUTOPORTANTE .

1. Como as réguas são diferentes umas das outras e não possuem cor uniforme. Recomendamos que as dimensões do produto sejam sempre diferentes do tamanho dos módulos do piso elevado. caso exista uma pequena diferença de tonalidade ela não será percebida. h. deverá haver aprovação do responsável pela obra antes do início dos trabalhos. evitando que duas réguas de mesmo padrão sejam instaladas uma ao lado da outra. evitando possíveis degraus nas emendas e que a água da limpeza escorra pelas juntas. 29. 24 horas antes da instalação. g. Lembre-se de climatizar o produto por. A garantia dada pela Tarkett exclui reposição do produto caso a instalação tenha sido realizada com lotes diferentes. para que as placas possam ser removidas para manutenção. b. e.IMPORTANTE a. c.85 . Atenção aos desenhos das réguas. Recomendamos que o contrapiso e o piso elevado estejam completamente nivelados. f. Planeje a distribuição das placas ou réguas evitando recortes estreitos na entrada do ambiente. Certifique-se de que esteja trabalhando com o mesmo número de lote e sequência de caixas em uma mesma área. 84 . d. Mantenha as caixas na posição horizontal e em superfície plana. No caso de réguas padrão madeira. sugerimos que abra as caixas e misture os lotes antes da instalação. INICIANDO A INSTALAÇÃO 29. Guarde as etiquetas de todas as embalagens que utilizar até o término da instalação. A instalação sobre piso elevado requer adesivo de tack permanente. e entregue-as ao reponsável pela obra. Caso isso ocorra. Isso faz com que as juntas do piso e da base do piso elevado fiquem desencontradas. pelo menos. verifique se o sentido do desenho das placas deverá ser invertido.Piso Autoportante Piso Autoportante . i. para evitar que as placas ou réguas fiquem deformadas. evitando pequenos degraus entre as placas.

86 . Recolha e armazene em local seguro todas as sobras de material.2.3.5. 30. 30. 29. Ao considerar o trabalho pronto. inicie a colocação das placas / réguas.29. para que tenha uma boa aderência à base e todas as bordas fiquem bem coladas. e peça a conferência do responsável pela obra. inclusive de adesivo (mesmo que a embalagem tenha sido aberta). Após a aplicação do adesivo de tack permanente com rolo de espuma. TÉRMINO DA INSTALAÇÃO 30. para que ele possa arquivá-las em caso de continuação da obra ou ativação da garantia.4.87 . Pressione o produto com uma régua de madeira revestida de carpete. Remova todo o pó do piso e descarte o entulho. se necessário. 30.2. invertendo o sentido do desenho. Entregue as etiquetas de lote ao responsável pela obra. 30. 30. evitando assim danos ao produto já instalado. tenha o aval do responsável pela obra de que a instalação foi feita de acordo com o projeto e que seu serviço está realmente finalizado. Proteja o piso ou peça ao responsável pela obra para que o faça.Piso Autoportante Piso Autoportante .3.1.

89 .ANOTAÇÕES 88 .Piso Autoportante ANOTAÇÕES Piso Autoportante .

SISTEMA PARA ÁREAS MOLHADAS WETROOM .

o sentido de instalação das mantas deve ser invertido. É imprescindível que o ambiente esteja impermeabilizado (contrapiso e parede) antes da instalação do piso e revestimento.IMPORTANTE a. a fim de evitar possíveis infiltrações. perda. g. Verifique se o adesivo ainda está úmido ou se o tack já tiver passado. com adesivo de duplo contato sem toluol.5 deste manual para mais informações. emendas de topo e percentual de 92 . i. Nunca devese soldar o revestimento no piso. sujeira ou oleosidade. escadas ou eixo central de corredores. Este é o primeiro item a ser instalado. respeitando-se o número sequencial. Para estampas não-direcionais. Planeje a distribuição das mantas para que as emendas não sejam coincidentes com vãos. f.1. Caso isso ocorra. c. Após ter realizado o refile de bordas. Guarde as etiquetas de todas as embalagens que utilizar até o término da instalação. A garantia dada pela Tarkett exclui reposição do produto caso a instalação tenha sido realizada com lotes diferentes. Não instale o produto nestas condições. INICIANDO A INSTALAÇÃO 31. Na instalação em áreas molhadas. e entregue-as ao responsável pela obra. Em áreas molhadas é obrigatório sobrepor o Aquarelle Wall HFS no Optima Multisafe pelo menos 3cm. Verifique o item 5.Sistema para áreas molhadas 93 . e. j. d. 31. portas de entrada.Sistema para áreas molhadas . limpe o verso das mantas para remover qualquer vestígio de pó. Verifique a planta de distribuição de mantas para identificar o sentido de instalação. b. Esta planta deve ser fornecida pelo responsável da obra e aprovada por ele. deverá haver aprovação do responsável pela obra antes do início dos trabalhos. Lembre-se de deixar as mantas abertas e esticadas por pelo menos 20 minutos antes da instalação. para que as marcas do rolo possam assentar. o uso do suporte curvo é obrigatório para que a curva entre piso e parede seja mais suave. Certifique-se de que esteja trabalhando com o mesmo número de lote e rolos consecutivos em uma mesma área. h. aproveitamento das mantas. pois as espessuras são diferentes.

4. 31. 31. 31.8. Posicione a manta do Optima Multisafe sobre o piso. cuidado ao retirar as sobras. Trace uma linha para delimitar esta área. dobre a manta para trás e aplique o adesivo de duplo contato sem toluol no verso em um raio de 15cm. trabalhando na direção da parede e respeitando o eixo previamente marcado.2. seguindo o procedimento do item 18. 31.Sistema para áreas molhadas 95 . e aguarde o tempo de tack.7. 31. corte com o cortador circular. 31. a fim de evitar bolhas de ar. Utilize uma régua de madeira revestida com carpete ou um rolo compressor de 50kg sobre o piso. para que o ralo ou grelha de escoamento sejam marcados. Estenda a manta no ambiente.3. e depois no contrapiso. 31.5. Remova o relevo do Optima Multisafe no rodapé por aproximadamente 3cm. Faça os cortes nas quinas para moldar o rodapé.9. 31. Desdobre a manta para cima do adesivo.10.6. Aplique o adesivo acrílico conforme o item 14. Evite que qualquer emenda seja posicionada a menos de 50cm do ralo ou grelha de escoamento. considerando um mínimo de 10cm de sobra nas bordas das paredes. com a faca meia lua.Sistema para áreas molhadas . Marque a posição do ralo.31.1. 94 . Como as quinas devem ser em 45º.

Alise cuidadosamente o revestimento com uma régua de madeira revestida de carpete. aplicar massa acrílica ou massa plástica nesta área. para evitar que a água se espalhe. tenha o aval do responsável pela obra de que a instalação foi feita de acordo com o projeto e que seu serviço está realmente finalizado. Aplique o Aquarelle Wall HFS nas paredes. Recolha e armazene em local seguro todas as sobras de material e peça a conferência do responsável pela obra. para que ele possa arquivá-las em caso de continuação da obra ou ativação da garantia. É possível também. 31. Ao considerar o trabalho pronto.2.15. 31. Remova todo o pó do piso / revestimento e descarte o entulho. para que o desnível entre o piso e a parede seja minimizado.4. evitando assim danos ao produto já instalado. deixando as emendas a 15cm das quinas e sobrepondo o rodapé do piso em pelo menos 3cm (exatamente na área onde o relevo do Optima Multisafe foi removido). 31.Sistema para áreas molhadas . 32. Aguarde a secagem e lixe. 32. 31.14. 32.3.11.Sistema para áreas molhadas 97 . Nunca faça as emendas do Aquarelle Wall HFS nas quinas.16. 32. Proteja o piso ou peça ao responsável pela obra para que o faça. utilize um selante de silicone ou poliuretano com resistência a fungos e bactérias. a fim de evitar bolhas de ar. 31. 96 . utilize o fresador manual tipo L. Faça a fresagem e a solda no piso e no revestimento da parede.13.1. 32. Sobre a borda do Optima Multisafe que está colada na parede. conforme o item 16. ao invés da faixa. cole uma faixa de arremate de 2mm.5.12. TÉRMINO DA INSTALAÇÃO 32. Recomendamos uma faixa de transição entre o piso da área molhada e o piso geral. Entregue as etiquetas de lote ao responsável pela obra. Para a fresagem do Aquarelle Wall HFS.31. Para a vedação entre o piso e o ralo.

ANOTAÇÕES 98 .Sistema para áreas molhadas .Sistema para áreas molhadas ANOTAÇÕES 99 .

Sistema para áreas molhadas .Sistema para áreas molhadas ANOTAÇÕES 101 .ANOTAÇÕES 100 .

000 .Tiragem 1.br .9399350006 .com.tarkett.Março/ 2014 MAIS DE www.