You are on page 1of 18

1

1 UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA – POLO DE IRECÊ CURSO DE BACHARELADO EM

UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA – POLO DE IRECÊ

CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

IRECÊ-BA

ABRIL 2014

2

2 ALTIERE LIMA MENDES - RA 431926 JAIRO DE JESUS JUNIOR RA 414653 LUANA GUEDES COSTA

ALTIERE LIMA MENDES - RA 431926 JAIRO DE JESUS JUNIOR RA 414653 LUANA GUEDES COSTA E SOUZA - RA 444339 TATIANE SOUZA SANTOS – RA 440705 ZENAIDE NEVES DA SILVA CORREIA – RA 427560

ATIVIDADE PRÁTICA SUPERRVISIONADA (ATPS)

Trabalho apresentado à disciplina Contabilidade Financeira da Universidade Anhaguera-uniderp EAD Pólo - Irecê, 3º semestre como requisito de avaliação, sob orientação do Tutor EAD Prof. Me. Hugo David Santana e do Tutor presencial Marcos Alexandre.

IRECÊ – BA ABRIL 2014

3

SUMÁRIO

  • 1. INTRODUÇÃO 04 ....................................................................................................................

  • 2. COMPONENTES DO PATRIMÔNI DA EMPRESA INOVAÇÃO & DESAFIO COM.

LTDA........................................................................................................................................04

  • 2.1 Reorganização das Contas da Empresa

04 ..............................................................................

  • 2.2 Classificação de Bens Contas da Empresa 05 .........................................................................

  • 2.3 Patrimônio Líquido e Situação da Empresa

07 .......................................................................

  • 3. ESTRUTURAÇÃO DO BALANÇO PATRIMONIAL DA INOVAÇÃO & DESAFIO COM.

LTDA ..................................................................................................................09

  • 3.1 Classificação do Balanço em Circulante E Não Circulante 09 ............................................

  • 3.2 Valor do Capital Social

09 .......................................................................................................

  • 3.3 Verificação do Balanço Patrimonial

.............................................................................

10

  • 3.4 Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido 10 ..................................................................................

    • 4. DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCICIO DA EMPRESA INOVAÇÃO &

DESAFIO COM. LTDA...................................................................................................11

  • 4.1 Valor do Custo das Mercadorias Vendidas (Cmv), Valor do Resultado Bruto e Valor do

Resultado Líquido do Período

.........................................................................................

12

  • 4.2 Demonstração do Resultado do Exercício, Receitas, Lucro Bruto, Lucro Operacional e

Lucro Líquido

................................................................................................................

12

  • 5. PLANO DE CONTAS DA EMPRESA INOVAÇÃO & DESAFIO COM. LTDA 15 ...............

Balancete de Verificação e Apuração do Resultado do Exercício

  • 5.1 ...................................... REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 19 ......................................................................................

17

4

1. INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo a elaboração do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado do exercício da empresa Inovação & Desafio Com. Ltda., que por meio de um relatório irá fornecer informações de natureza econômica, financeira e física, de produtividade e social, aos usuários internos e externos à entidade objeto da Contabilidade. Utilizaremos tabelas para demonstrar contas patrimoniais da empresa e abordar os diversos temas propostos e estudados em aula, na disciplina da Contabilidade Geral. A proposta deste relatório é de grande valia, pois nos possibilita utilizar adequadamente a linguagem das Ciências Contábeis, elaborar pareceres e relatórios, e aplicar adequadamente a legislação.

2. COMPONENTES DO PATRIMÔNI DA EMPRESA INOVAÇÃO & DESAFIO COM. LTDA

2.1 Reorganização das Contas da Empresa

As contas patrimoniais da empresa Inovação & Desafio Com. Ltda. deverão estar classificadas corretamente em bens, direitos e obrigações. Para tanto, iniciaremos este relatório fazendo uma alusão dos conceitos dos termos acima utilizados. Bens (B) no sentido contábil são todas as coisas ou objetos que satisfazem as nossas necessidades, mas ainda os bens imateriais que não tem forma física e resultam da aplicação de meios financeiros como, por exemplo, as marcas e patentes, a clientela de uma casa comercial, o fundo de comércio de um estabelecimento comercial, a capacidade de trabalho, etc. Os bens representados por títulos de crédito como, por exemplo, as duplicatas a receber, as contas a receber e quaisquer outros títulos a receber, são os pessoais, enquanto os bens reais são representados por coisas, objetos e outros valores como, por exemplo, mercadorias, móveis, ferramentas, depósitos em banco, dinheiro em cofre (caixa), máquinas diversas, etc. Os d i r e i t o s( D ) podem ser a favor ou contra a pessoa do proprietário. Os direitos a favor são representados por bens e os direitos contra são as obrigações ou dívidas. Os direitos são chamados valores ativos ou simplesmente ativo, e podem ser reais e pessoais. As obrigações são denominadas valores passivos ou simplesmente passivo, e são sempre pessoais, pois não há obrigações reais, isto é, obrigações sobre as coisas. As obrigações

5

são os bens de terceiros que estão em poder da empresa e são representados pelos débitos como, por exemplo, as duplicatas a pagar, as contas a pagar e quaisquer outros títulos a pagar. Após estas definições, será possível demonstrar as contas da empresa na tabela a

seguir.

TABELA 1 – RELAÇÃO DAS CONTAS PATRIMONIAIS

CLASSIFICAÇÃO

CONTAS

VALOR (R$)

B

Caixa

6.000,00

B

Banco conta investimento

250.000,00

O

Fornecedores

480.000,00

B

Imóveis

185.000,00

D

Duplicatas a receber

380.000,00

O

Contas a pagar

55.000,00

D

Títulos a receber

15.000,00

B

Instalações

40.000,00

B

Veículos

75.000,00

B

Estoques – Mercadorias

280.000,00

B

Utensílios

43.000,00

B

Terrenos

50.000,00

B

Estoques – materiais de escritório

8.500,00

O

Aluguéis a pagar

3.000,00

O

Impostos e taxas a recolher

101.000,00

D

Diferido

25.000,00

O

Seguros a pagar

4.000,00

B

Computadores periféricos

25.000,00

D

Adiantamento de funcionários

60.000,00

B

Estoques – material de limpeza

1.200,00

O

Energia elétrica a pagar

800,00

D

Aplicações financeiras de curto prazo

24.000,00

D

Adiantamento ao fornecedor

127.500,00

B

Material de embalagem

7.000,00

O

Empréstimos a pagar

150.000,00

D

Impostos a recuperar

70.000,00

B

Marcas e patentes

15.600,00

D

Gastos de constituição

145.500,00

D

Despesas pagas antecipadamente

300,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

2.2 Classificação de Bens Contas da Empresa

6

 

Os

Bens

de

uso são aqueles

usados

continuamente,

como

roupas, talheres e

automóveis.

 
 

Os

Bens de

troca são aqueles usados para trocar por outros, como dinheiro ou

cheques.

Os Bens de consumo são bens não duráveis ou que são gastos ou consumidos no processo produtivo - depois de consumidos, representam despesas, tais como: combustíveis e lubrificantes, material de escritório, material de limpeza, etc. Os Bens intangíveis não possuem existência física, porém, representam uma aplicação de capital indispensável aos objetivos sociais, como marcas e patentes, fórmulas ou processos de fabricação, direitos autorais, autorizações ou concessões, ponto comercial e fundo de comércio. Nas tabelas a seguir, os bens foram classificados de acordo com as definições acima.

TABELA 2 – RELAÇÃO DE BENS DE USO

BENS

VALOR (R$)

Terrenos

50.000,00

Computadores e Periféricos

25.000,00

Veículos

75.000,00

Móveis e utensílios

43.000,00

Imóveis

185.000,00

Instalações

40.000,00

Total

418.000,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

TABELA 3 – RELAÇÃO DE BENS DE TROCA

BENS

VALOR (R$)

Caixa

6.000,00

Estoque – Mercadorias

280.000,00

Banco Conta em movimento

250.000,00

Total

536.000,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

TABELA 4 – RELAÇÃO DE BENS DE CONSUMO

BENS

VALOR (R$)

Estoques – Material de limpeza

1.200,00

Estoques – Material de escritórios

8.500,00

Material de Embalagem

7.000,00

Total

16.700,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

7

TABELA 5 – RELAÇÃO DE BENS INTANGÍVEIS

BENS

VALOR (R$)

Marcas e patentes

15.600,00

Total

15.600,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

2.3 Patrimônio Líquido e Situação da Empresa

Patrimônio Líquido é o dinheiro próprio da empresa, o valor residual dos ativos da entidade depois de deduzidos todos os seus passivos. Estaremos demonstrando nas próximas tabelas o patrimônio líquido da Empresa distribuído em Bens (B), Direitos (D) e Obrigações (O).

TABELA 6 – PATRIMÔNIO LÍQUIDO – BENS (B)

BENS

VALOR (R$)

Caixa

6.000,00

Banco conta movimento

250.000,00

Imóveis

185.000,00

Instalações

40.000,00

Veículos

75.000,00

Estoques – Mercadoria

280.000,00

Móveis e utensílios

43.000,00

Terrenos

50.000,00

Estoques - Materiais de Escritório

8.500,00

Computadores e periféricos

25.000,00

Estoques - Material de limpeza

1.200,00

Material de embalagem

7.000,00

Marcas e patentes

15.600,00

Total

986.300,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

TABELA 7 – PATRIMÔNIO LÍQUIDO – DIREITOS (D)

DIREITO

VALOR R$

Duplicatas a receber

380.000,00

Títulos a receber

15.000,00

Diferido

25.000,00

Adiantamento de funcionários

60.000,00

Aplicações financeiras de curto prazo

24.000,00

Adiantamento ao fornecedor

127.500,00

Impostos a recuperar

70.000,00

Gastos de constituição

145.500,00

8

Despesas pagas antecipadamente

300,00

Total

847.300,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

TABELA 8 – PATRIMÔNIO LÍQUIDO – OBRIGAÇÕES (O)

OBRIGAÇÃO

VALOR R$

Fornecedores

480.000,00

Contas a pagar

55.000,00

Aluguéis a pagar

3.000,00

Impostos e taxas a recolher

101.000,00

Seguros a pagar

4.000,00

Energia elétrica a pagar

800,00

Empréstimos a pagar

150.000,00

Total

793.800,00

FONTE: Inovação & Desafio Com. Ltda - 20/08/2009

Considerando que para calcular o patrimônio líquido da empresa é necessário encontrar a diferença entre o valor ativo, sendo este é composto pela somatória dos bens e dos direitos, e o valor passivo, este extraído do valor das obrigações, teremos na empresa o seguinte valor:

PATRIMÔNIO LÍQUIDO = ATIVO - PASSIVO PL = ATIVO (B + D) – PASSIVO (O) PL = (986.300,00+ 847.300,00) -793.800,00 PL = 1.833.600,00 – 793.800,00 = 1.039.800,00

Sendo assim, temos um Patrimônio Líquido positivo de R$ 1.039.800,00 na Empresa

Inovação & Desafio com. Ltda.

Em pesquisa realizada no site da CMV – Comissão de Valores imobiliários foi

encontrada a empresa Banco do Nordeste - Agencias - Fundo De Investimento Imobiliário, do ramo imobiliário, cujo Patrimônio Líquido em fevereiro de 2014 foi de R$ 1.326.249,69. Mesmo a empresa estando em um ramo diferente da Inovação & Desafio com. Ltda, houve uma semelhança no valor do balanço, havendo um resultado positivo no patrimônio Líquido de ambas as empresas.

3. ESTRUTURAÇÃO DO BALANÇO PATRIMONIAL DA INOVAÇÃO & DESAFIO COM. LTDA.

9

  • 3.1 Classificação do Balanço em Circulante E Não Circulante

TABELA 9 – BALANÇO PATRIMONIAL - CIRCULANTE E NÃO CIRCULANTE

 

VALOR

 

NÃO CIRCULANTE

 

VALOR

 

CIRCULANTE

 

(R$)

(R$)

 

Caixa

6.000,00

 

Instalações

 

40.000,00

 

Fornecedores

 

480.000,00

 

Veículos

 

75.000,00

Banco conta movimento

 

250.000,00

 

Terrenos

 

50.000,00

 

Contas a pagar

 

55.000,00

 

Móveis e utensílios

 

43.000,00

Duplicatas a receber

 

380.000,00

Aplicações financeiras de curto

 

24.000,00

 

prazo

 

Impostos e taxas a recolher

101.000,00

 

Imóveis

 

185.000,00

Títulos a receber

 

15.000,00

Computadores e periféricos

 

25.000,00

 

Seguros a pagar

 

4.000,00

 

Estoques - Mercadorias

280.000,00

 

Energia elétrica a pagar

 

800,00

Estoques – Materiais de escritórios

 

8.500,00

 

Aluguéis a pagar

 

3.000,00

 
 

Diferido

25.000,00

 

Empréstimos a pagar

 

150.000,00

 

Adiantamentos a funcionários

 

60.000,00

 

Estoques - Material de limpeza

 

1.200,00

 

Adiantamento ao fornecedor

127.500,00

 

Material de embalagem

 

7.000,00

 

Impostos a recuperar

 

70.000,00

 
 

Marcas e patentes

 

15.600,00

 

Gastos de constituição

 

145.500,00

 

Despesas pagas antecipadamente

 

300,00

  • 3.2 Valor do Capital Social

 

Na

atividade

foi

proposto

o

desafio

de

determinar

o

valor

do

Capital

Social

considerando que exista uma conta denominada “Reservas de Lucros” cujo valor é

representado por R$89.500,00. Sendo assim, temos:

Patrimônio Líquido:

R$ 1.039.800,00

Reservas de Lucros:

R$ 89.500,00

Capital social:

R$950.300,00

O resultado mostra que o valor do capital social da empresa é de R$ 950.300,00.

10

  • 3.3 Verificação do Balanço Patrimonial

Conforme os dados aqui apresentados, o balanço contém agora classificação em ativo circulante e não circulante, sendo este, composto por ativo realizável em longo prazo, investimentos, imobilizado e intangível, estando assim conforme a Medida Provisória - MP nº 449, de 2008, convertida pela Lei 11.941/2009. No Passivo, as contas devem ser classificadas nos seguintes grupos: a) passivo circulante; b) passivo não circulante; c) patrimônio líquido, dividido em capital social, reserva de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e prejuízos acumulados de acordo com a Lei nº 11.638, de 2007, estando dentro das exigências. Outra questão que deve ser comentada é a Extinção do Ativo Diferido MP 449/2008, em seu art. 36, de 03.12.2008, convertida pela Lei 11.941/2009, que modificou a composição dos grupos patrimoniais, e estabeleceu que o ativo não circulante fosse composto por ativo realizável em longo prazo, investimentos, imobilizado e intangível, não citando o diferido. Portanto, este subgrupo deixa de existir. E nesse aspecto nosso Balanço está desatualizado e não atende ao previsto na Lei 11.941/2009. Segundo a MP 449/2008, art. 36, convertida pela Lei 11.941/2009, que alterou o art. 178 da Lei6. 404/76, as contas no passivo serão dispostas e serão classificadas nos seguintes grupos: Passivo Circulante, Passivo Não circulante e Patrimônio Líquido, este dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e prejuízos acumulados.

  • 3.4 Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido

Os elementos: Ativo, Passivo e Patrimônio líquido estão diretamente relacionados com a posição patrimonial, portanto faz-se necessário o conhecimento conceitual de cada item. Por definição temos que o passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos já ocorridos, cuja liquidação se espera que resulte em saída de recursos capazes de gerar benefícios econômicos. E o ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passados e do qual se espera que resultem futuros benefícios econômicos para a entidade. Tais definições de ativo e passivo identificam os seus aspectos essenciais, mas não tentam especificar os critérios que precisam ser atendidos para que possam ser reconhecidos no balanço patrimonial. O pronunciamento recomenda que ao avaliar se um item se enquadra na definição de ativo, passivo ou patrimônio liquido, deve-se atentar para a sua realidade econômica e não

11

apenas sua forma legal. Balanços patrimoniais elaborados de acordo com os Pronunciamentos Técnicos devem incluir como ativos ou passivos itens que satisfaçam, a essas definições. O beneficio econômico futuro embutido em um ativo é o seu potencial em contribuir, direta ou indiretamente, para o fluxo de caixa ou equivalentes de caixa para a entidade. A entidade geralmente usa os seus ativos na produção de mercadorias ou prestação de serviços capazes de satisfazer os desejos e necessidades dos clientes. Os benefícios econômicos futuros de um ativo podem fluir para a entidade de diversas maneiras. Muitos ativos, por exemplo, máquinas e equipamentos industriais, têm uma substancia física. Entretanto, substancia física não é essencial a existência de um ativo, as patentes e direitos autorais, por exemplo, são ativos, desde que eles sejam esperados benefícios econômicos para a entidade e que eles sejam por ela controlados. Muitos ativos, por exemplo, contas a receber e imóveis, estão ligados a direitos legais, inclusive o direito de propriedade. Os ativos de uma entidade resultam de transações passadas ou outros eventos passados. As obrigações podem ser legalmente exigíveis em consequência de um contrato ou de requisitos estatutários. Patrimônio líquido é o valor residual dos ativos da entidade depois de deduzidos todos os passivos. Podemos separar algumas subclassificações no balanço patrimonial, como por exemplo, recurso aportado pelos sócios, reserva de apropriações de lucros ou reservas para a manutenção de capital. Essas informações podem ser muito importantes para os usuários das demonstrações contábeis quando indicar restrições legais ou de outras naturezas. Concluímos assim que as posições patrimoniais e financeiras são os elementos diretamente relacionado sendo, patrimônio líquido, ativo e passivo.

4. DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCICIO DA EMPRESA INOVAÇÃO & DESAFIO COM. LTDA.

TABELA 10 – CONTAS DE RESULTADO DO EXECÍCIO

CONTAS

RESULTADO DO EXERCICIO

VALOR

SIM

NÃO

(R$)

Outras receitas

X

75.250,00

Devoluções de vendas

X

10.290,00

Fornecedores

X

680.000,00

Provisão para imposto de renda pessoa jurídica e Contribuição Social

X

81.700,00

Vendas de mercadorias

X

700.000,00

Estoque inicial de mercadorias

X

285.000,00

Despesas pagas antecipadamente

X

700,00

12

Despesa com salários

X

45.800,00

Outras despesas operacionais

X

15.950,00

Contas a pagar

X

55.000,00

Juros ativos

X

23.000,00

Abatimentos s/ vendas

X

11.900,00

ICMS sobre vendas

X

131.200,00

Compras de mercadorias

X

170.500,00

Despesas com publicidade & propaganda do mês

X

35,00

Despesa com energia elétrica da loja

X

1.800,00

Empréstimos a pagar

X

315.600,00

Juros passivos

X

47.090,00

Despesa de aluguel

X

5.500,00

Estoque final de mercadorias

X

211.600,00

  • 4.1 Valor do Custo das Mercadorias Vendidas (Cmv), Valor do Resultado Bruto e Valor do

Resultado Líquido do Período

CMV (Custo das Mercadorias Vendidas) = Ei (Estoque inicial) + Compras – Ef (Estoque Final) CMV = (285.000,00 + 170.500,00) – 211.600,00 CMV = 455.500,00 – 211.600,00

CMV = 243.900,00

Lucro Bruto = Receita Líquida – Custos das Mercadorias Vendidas (CMV) Lucro Bruto = 516.430,00 – 243.900,00

Lucro Bruto = 272.530,00

Resultado Líquido = 332.490,00

  • 4.2 Demonstração do Resultado do Exercício, Receitas, Lucro Bruto, Lucro Operacional e

Lucro Líquido

Demonstração do resultado do exercício – DRE.

É um relatório contábil que apresenta as receitas, custos, despesas, perdas e ganhos obtidos e suportados pela entidade, assim como as participações no seu resultado, evidenciando o líquido apurado em um determinado período.

13

A demonstração do resultado exercício oferece uma síntese financeira dos resultados operacionais e não operacionais de uma empresa em certo período. As demonstrações contábeis são utilizadas pelos administradores para prestar contas sobre os aspectos públicos de responsabilidades da empresa, perante acionista, credores, governo e a comunidade em geral. Tem, portanto por objetivo revelar, a todas as pessoas interessadas, as informações sobre e os resultados da empresa. A Demonstração do Resultado do Exercício (Período) deve, no mínimo, incluir as seguintes rubricas, obedecidas também as determinações legais: a) receitas; b) custo dos produtos, das mercadorias ou dos serviços vendidos; c) lucro bruto; d) despesas com vendas, gerais, administrativas e outras despesas e receitas operacionais; e) parcela dos resultados de empresas investidas reconhecida por meio do método de equivalência patrimonial; f) resultado antes das receitas e despesas financeiras; g) despesas e receitas financeiras; h) resultado antes dos tributos sobre o lucro; i) despesa com tributos sobre o lucro; j) resultado líquido das operações continuadas; k) valor líquido dos seguintes itens: 1) resultado líquido após tributos das operações descontinuadas; 2) resultado após os tributos decorrente da mensuração do valor justo menos despesas de venda, ou da baixa dos ativos ou do grupo de ativos à disposição para venda que constitui a unidade operacional descontinuada; l) resultado líquido do período;

Receitas

Receita é a entrada bruta de benefícios econômicos durante o período que ocorre no curso das atividades ordinárias de uma empresa, quando tais entradas resultam em aumento do patrimônio líquido, excluídos aqueles decorrentes de contribuições dos proprietários, acionistas ou cotistas. A Receita inclui somente a entrada bruta dos benefícios econômicos recebidos e a receber pela empresa em transações por conta própria.

Lucro Bruto

É a Receita líquida deduzida dos custos de produção. Tem por objetivo mostrar a

lucratividade das operações da empresa, sem ainda considerar as despesas administrativas, comerciais e operacionais. É um tipo de “Lucro antes de Impostos” (sobre os resultados).

Lucro Operacional

14

O Lucro Operacional mostra capacidade de geração de resultados proveniente das operações normais da empresa, ou seja, seu potencial de gerar riqueza em decorrência de suas características operacionais, independentemente de suas fontes de financiamento.

Lucro Líquido

É a diferença positiva do lucro bruto menos o lucro operacional e o não operacional,

última linha da Demonstração de Resultados, é o Lucro Operacional deduzido das receitas e despesas financeiras (ou seja, refletem a estrutura de capital da empresa – em outras palavras, as despesas decorrentes do financiamento de seus ativos e de sua operação). Não é um indicador adequado para se analisar o resultado operacional de uma empresa.

  • 5. PLANO DE CONTAS DA EMPRESA INOVAÇÃO & DESAFIO COM. LTDA

O Plano de Contas busca servir como guia e meio de padronização, para facilitar a análise e elaboração dos registros e demonstrações contábeis. Em resumo o plano de contas é um elenco sistematizado das contas que serão utilizadas pelo processo contábil. A elaboração do plano de contas atende contas de ativo, contas de passivo, contas de patrimônio líquido, contas de resultado (receitas), e contas de resultado (custos e despesas). Partindo dos itens fornecidos nas tabelas e das informações obtidas nas etapas anteriores foi elaborado o Plano de Contas da Empresa.

  • 1. ATIVO

1.1 ATIVO CIRCULANTE

  • 1.1.1 Caixa

  • 1.1.2 Banco conta movimento

  • 1.1.3 Contas a Receber

    • 1.1.3.01 Aplicações Financeiras

    • 1.1.3.02 Duplicatas a receber

    • 1.1.3.03 (-) Duplicatas descontadas

    • 1.1.3.04 Títulos a receber

    • 1.1.3.05 Adiantamento de salário (a funcionários)

    • 1.1.3.06 Adiantamento a fornecedor

    • 1.1.3.07 Impostos a recuperar

    • 1.1.3.08 Impostos a recuperar

15

  • 1.1.4.01 Estoque de mercadorias

  • 1.1.4.02 Material de embalagem

  • 1.1.4.03 Material de escritório

  • 1.1.4.04 Material de limpeza

  • 1.1.4.05 Despesas pagas antecipadamente

1.2 NÃO CIRCULANTE

  • 1.2.1 INVESTIMENTOS

    • 1.2.1.01 Aplicações financeiras de curto prazo

1.2.2

IMOBILIZADO

1.2.2.01

Terrenos

1.2.2.02

Veículos

1.2.2.03

Computador e periféricos

1.2.2.04

Imóveis

1.2.2.05

Instalações

1.2.2.06

Moveis e utensílios

1.2.3

Intangível

  • 1.2.3.01 Diferido

  • 1.2.3.02 Marcas e patentes

2. PASSIVO

  • 2.1 PASSIVO CIRCULANTE

    • 2.1.1 Impostos e Taxas a Recolher

    • 2.1.2 Contas a Pagar

      • 2.1.2.01 Fornecedores

      • 2.1.2.02 Outras Despesas

      • 2.1.2.03 Energia elétrica a pagar

      • 2.1.2.04 Seguros a pagar

      • 2.1.2.05 Aluguéis a pagar

      • 2.1.2.06 Despesas com publicidade & propaganda do mês

        • 2.1.3 Empréstimos a Pagar

          • 2.2 NÃO CIRCULANTE

          • 2.3 PATRIMÔNIO LÍQUIDO

            • 2.3.1 Capital Social

16

  • 3. CUSTOS E DESPESAS

    • 3.1 Custo dos Produtos Vendidos

      • 3.1.1 Custo dos materiais

      • 3.1.2 Custo da mão de obra

        • 3.1.2.01 Salários

          • 3.2 Custo das Mercadorias Vendidas

            • 3.2.1 Custo das mercadorias

              • 3.2.1.01 Custo das mercadorias vendidas

                • 3.4 Despesas Operacionais

                  • 3.4.1 Despesas Gerais

                    • 3.4.1.01 Despesa com Salários

3.4.1.02 Despesa de aluguel

  • 4. RECEITAS

    • 4.1 Receita Líquida

      • 4.1.1 Receita Bruta de Vendas

        • 4.1.1.01 De Mercadorias

        • 4.1.1.02 De Produtos

        • 4.1.1.03 De Serviços Prestados

          • 4.1.2 Deduções da Receita

            • 5.1 Balancete de Verificação e Apuração do Resultado do Exercício

Balancete de Verificação é o nome dado quando apuramos o saldo de cada conta e relacionamos para verificar se o total de débitos corresponde ao total de créditos, é uma forma de mapear os saldos extraídos da razão. Encontramos nas colunas do Balancete de Verificação os valores dos saldos credores que devem ser iguais aos valores dos saldos devedores, isso determina se os registros estão corretos. Existem balancetes com duas a oito ou mais colunas, conforme as necessidades de informação a serem evidenciados, alguns exemplos estão nas figuras abaixo.

FIGURA 1- BALANCETE DE VERIFICAÇÃO DE DUAS COLUNAS

17

CONTAS

 

SALDOS

DEVEDORES

CREDORES

 
 

TOTAL

FIGURA 2 - BALANCETE DE VERIFICAÇÃO DE OITO COLUNAS

 

SALDOS ANTERIORES

MOVIMENTAÇÃO DO PERÍODO

SALDOS ATUAIS

CONTAS

Devedores

Credores

Débito

Crédito

SALDOS

Devedores

Credores

 

Devedores

Credores

 
 

TOTAL

O primeiro balancete, ou Balancete de Verificação Inicial deve conter as contas patrimoniais e as contas de resultado, antes da apuração do resultado do exercício. Quando fazemos a apuração transferimos o saldo das contas de resultado, receitas e despesas, para a conta Apuração de Resultado do Exercício, por isso zeramos o saldo dessas contas. Após a

apuração é feita a distribuição do resultado do exercício, então é levantado o Balancete de Verificação Final, que dará origem ao Balanço Patrimonial.

Enfim, é através da Demonstração do Resultado do Exercício que é demonstrado a apuração do resultado do exercício de uma empresa, possibilitando entendimento e as características do regime de caixa e regime de competência.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

18

CLASSIFICAÇÃO

DE

CONTAS.

Disponível

em:

Classificacao-de-Contas. Acesso em 30 de Março de 2014.

 

CONTABILIDADE

GERAL.

Disponível

em:

http://www2.videolivraria.com.br/pdfs/4476.pdf. Acesso em 29 de Março de 2014.

PLANO

DE

CONTAS.

Disponível

em:

http://www.portaldecontabilidade.com.br/guia/planodecontas.htm. Acesso em 29 de Março de

2014.

PLT – PROGRAMA DO LIVRO TEXTO CONTABILIDADE FINANCEIRA. Alessandra Cristina Fahl, José Carlos Marion.Valinhos: Anhanguera Publicações Ltda, 2011.256p.

PRONUNCIAMENTO CONCEITUAL BÁSICO (R1) DO COMITÊ

DE

PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS(CPC), itens 4 .8 a 4.23 . Disponível em:

http://www.cpc.org.br/pdf/CPC00_R1.pdf >. Acesso em: 01 abril de 2014.

https://docs.google.com/a/aesapar.com/file/d/0B8qKHuHMENvTW9TajFUSVFRN1U/edit?

usp=sharing>. Acesso em: 03 de abril 2014.

2014.