You are on page 1of 18

REDAÇÃO TÉCNICA

Módulo 1

CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS
Sd PM Cinara Rosa

principalmente. no âmbito das instituições e entre elas. e. principalmente. e acima de tudo. e apresentar-se Cinara Rosa Professora Conteudista . e este curso procurará abordá-los criando condições para que você seja capaz de reconhecê-los.Carta do autor Seja bem – vindo ao curso de Redação Técnica! Escrever é uma habilidade cada vez mais requisitada nos dias atuais. seja de forma oral ou escrita. há padrões técnico-legais a serem seguidos na comunicação e documentação. e. a escrita literária e a escrita técnica utilizada. Aproveite esta oportunidade de aprimorar seus conhecimentos adequadamente em sua vida profissional. Um bom texto possui características específicas. existem diferenças entre a escrita geral. na PMSC. necessita comunicar uma mensagem. Entretanto. diferenciá-los e aplicá-los de forma correta e imediata em seu dia – a – dia. Nos órgãos públicos.

Onde você quer chegar? Ir alto? Sonhe alto. principalmente. Mas se desejarmos fortemente o melhor. (Carlos Drummond de Andrade) Objetivo Geral Desenvolver habilidades que aprimorem as capacidades linguísticas que o aluno já possui. Carga horária recomendada para este módulo: 15 horas . a fim de que o possibilite utilizar a língua portuguesa com propriedade nas mais variadas situações de comunicação e. Porque sou do tamanho daquilo que vejo. e. coisas pequenas teremos. O melhor vai se instalar em nossa vida. e não do tamanho da minha altura. lutarmos pelo melhor. na escolha e elaboração de documentos oficiais. principalmente. Se pensamos pequeno. Queira o melhor do melhor.

. de maneira a reconhecer a importância do uso da norma culta em textos oficiais.Módulo 1 – Texto e Contexto Ao final deste módulo você será capaz de:  Conhecer a finalidade dos recursos que possibilitam a utilização do discurso de forma clara e adaptada às situações de uso.  Ampliar os conhecimentos sobre as questões gramaticais que mais provocam dúvidas em redações técnicas.

com. ocorridas em sua rotina de trabalho. nesta disciplina você aprenderá técnicas para comunicar apenas situações profissionais. variável. aleatória e incontrolável. isso não tem muita relevância. Do ponto de vista prático.Aula 1 A língua 1. extraído do site http://www. Como. 4. através da qual as pessoas constroem suas relações. ambígua. Leia o texto abaixo. 3. A língua falada e escrita Você já parou prá pensar nas diferenças entre o que falamos e como escrevemos? Já começou a escrever algo e parou. O que é língua? É um fenômeno inerente ao ser humano e semelhante a ele próprio.br/secoes/seman/seman3. Características de uma língua É sistemática. em constante evolução. irregular.php . simplesmente para tentar lembrar na forma correta de escrever a palavra que lhe vinha à mente? Isso ocorre porque há muitas diferenças entre a língua falada e a língua escrita.soportugues. você precisará se aperfeiçoar no primeiro e mais importante critério da comunicação oficial: a língua escrita. complexa. haja vista considerarmos que a linguagem ocorre sempre que a mensagem que se quer transmitir é compreendida por quem a recebe. arbitrária. Funções de uma língua Pode ser definida como um sistema de representação de conhecimento do mundo. 2.

chamadas línguas técnicas. Fatores naturais: o uso da língua pelos falantes sofre influência de fatores naturais. Além disso. uma vez que não conta com o jogo fisionômico. pense em responder as perguntas abaixo: . Uma criança não utiliza a língua da mesma maneira que um adulto. também há variações no uso da língua. daí falar-se em linguagem infantil e linguagem adulta. Dentre eles. Fatores profissionais: o exercício de algumas atividades requer o domínio de certas formas de língua. por exemplo. A língua escrita não é apenas a representação da língua falada. técnicas que serão repassadas durante a rotina de trabalho na PMSC. pois são dois meios de comunicação distintos.Língua Falada e Língua Escrita Não devemos confundir língua com escrita. Emissor. todos falam a língua portuguesa. por exemplo. linguistas e outros especialistas. Fatores culturais: o grau de escolarização e a formação cultural de um indivíduo também são fatores que colaboram para os diferentes usos da língua. mas sim um sistema mais disciplinado e rígido. químicos. canal e contexto das mensagens. Uma pessoa escolarizada utiliza a língua de uma maneira diferente da pessoa que não teve acesso à escola. mensagem. é acompanhada pelo tom de voz. Alguns fatores são essenciais na transmissão das mensagens escritas. como idade e sexo. No Brasil. mas existem usos diferentes da língua devido a diversos fatores. Fatores contextuais: nosso modo de falar varia de acordo com a situação em que nos encontramos: quando conversamos com nossos amigos. incluindo-se fisionomias. Abundantes em termos específicos. A língua falada é mais espontânea. algumas vezes por mímicas. Para facilitar o processo de escrita do que pretendemos comunicar. focaremos alguns métodos que o auxiliarão nesses momentos. A escrita representa um estágio posterior de uma língua. as mímicas e o tom de voz do falante. No estado do Rio Grande do Sul. biólogos. Dentro de uma mesma região. médicos. receptor. há diferenças entre a língua utilizada por um cidadão que vive na capital e aquela utilizada por um cidadão do interior do estado. essas formas têm uso praticamente restrito ao intercâmbio técnico de engenheiros. Sempre que começar a escrever algo. não usamos os termos que usaríamos se estivéssemos discursando em uma solenidade de formatura. destacam-se: Fatores regionais: é possível notar a diferença do português falado por um habitante da região nordeste e outro da região sudeste do Brasil. 5. profissionais da área de direito e da informática. abrange a comunicação linguística em toda sua totalidade.

sinais .1) Quem escreve 2) Para quem escreve 3) Por que escreve? 4) Como escreve? De que forma? Através de que? 5) Onde? 6) Quando escreve? As respostas das perguntas acima precisam estar presentes de alguma forma no texto que você escreveu. Lembre-se do esquema abaixo: Receptor Emissor Mensagem Signo. linguagem.

A linguagem. Quando escrever. pense no receptor da mensagem. Não queira resumir antecipadamente os fatos. Pode ser você ou alguém que você represente. Para escolher a linguagem a ser utilizada. lembre-se de que aquele que recebe sua mensagem não pode adivinhar o que você quis dizer. os sinais que você escolheu podem ser compreendidos por quem está recebendo sua mensagem? Lembre-se de que isso é fundamental! Não haverá comunicação se não houver sentido para quem está recebendo sua mensagem.youtube. Não deixe dúvidas quanto ao que está sendo pedido ou exposto. Uma boa contextualização será o diferencial do que você está escrevendo.Funções da Linguagem https://www. AMPLIE SEU CONHECIMENTO! 001G/004G/014G/138 . Sempre use a forma mais clara e objetiva possível.Língua Portuguesa .com/watch?v=80GfSrM450o .IMPORTANTE! O emissor é quem manda a mensagem. Também se lembre de contextualizar os fatos.

Substantivo . Santa Catarina.: João. casa. salada. América do Sul. Amazonas. Silva.com/watch?v=d4TRb_yP_tc Português . felicidade.Vídeo Aula Concurso 2013 https://www. Brasil. sol. Lucas.: mesa. Substantivos Os substantivos dão nomes aos seres e objetos em geral.Aula 2 – Revisão Classes Gramaticais 1. saudade.: amor. macarrão.Morfologia . (lembrar que nomes próprios são SEMPRE iniciados com letra MAIÚSCULA) Sentimentos Ex. Lugares Ex. Alencar.: Florianópolis. ódio. Coisas Ex.youtube. AMPLIE SEU CONHECIMENTO! Português . Pessoas (lembrar que nomes próprios são SEMPRE iniciados com letra MAIÚSCULA) Ex.Gramática .Vídeo Aula Concurso 2013 https://www.Parte 01 . África. areia. Farias. Márcia.Gramática . livro. tristeza.Parte 02 .com/watch?v=97dPqp09dF8 .Substantivo .Morfologia .youtube.

UMA. Ela se refere a um caderno específico. Compre um caderno prá mim. O menino chegou atrasado. especial. São eles: UM. “Limitam” as possibilidades de identificação do substantivo. Artigos Definidos Acompanham e definem o substantivo de modo particular e preciso. OS. Artigo DEFINIDO. (Entendo que pode ser qualquer caderno. Artigo DEFINIDO. Um menino chegou atrasado. Não importa o tipo do caderno) Artigo INDEFINIDO. São eles: O. UNS. 5. (Já sei que existe mais de uma namorada. (Quem foi o menino? Qual menino?) Artigo INDEFINIDO. Tratam os substantivos de forma genérica. 4. UMAS. . geral. AS 2. A namorada do policial esteve aqui. 6. A. 3. 2.1. (Todos sabem quem é a pessoa de quem se fala). Qual é o caderno?) Artigo DEFINIDO. Artigos 2. Uma namorada do policial esteve aqui. Artigos Indefinidos Determinam o substantivo de modo vago.2. Não há necessidade de explicar com certeza a que substantivo está se referindo.2. (Entendo que preciso saber exatamente qual caderno a pessoa quer. Compre o caderno prá mim. Qual das namoradas? Quantas namoradas?) Artigo INDEFINIDO. Exemplos: 1.

3. sempre que transmitimos uma mensagem. indicando-as apenas como pessoas do discurso. Representam as pessoas que estão envolvidas no que se está representando. Trabalharemos aqui apenas com os que mais nos interessam para aplicação nas redações de nosso trabalho diário. Pronomes São palavras que substituem ou acompanham os nomes (substantivos) sem atribuir-lhes qualidades.Língua Portuguesa .3. esta se transmite: 1) De alguém (emissor) 2) Para alguém (receptor) 3) De que ou de quem se fala (mensagem) .1.Você conseguiu perceber a diferença provocada pela utilização de um artigo definido ou indefinido com um substantivo? AMPLIE SEU CONHECIMENTO! 001G/004G/014G/138 .youtube. por isso são chamados pessoais. quais são as três pessoas do discurso? Como vimos quando tratamos da função da linguagem. 2. indefinidos. pessoais. Pronomes Pessoais Designam as três pessoas do discurso (no singular ou no plural). Mas. relativos. demonstrativos. possessivos.com/watch?v=utj6RzYI-4M 2. Há vários tipos de pronomes: interrogativos.Classes Gramaticais https://www.

CONTIGO 2ª PESSOA SE.PLURAL SINGULAR Os pronomes pessoais que utilizamos são: EU 1ª PESSOA TU 2ª PESSOA ELE. LHES 3ª PESSOA . CONVOSCO 2ª PESSOA SE. A. ELA. MIM COMIGO 1ª PESSOA TE. O menino foi levado por eles. PLURAL SINGULAR Também são pronomes pessoais: ME. CONSIGO. O. TI. Ela lavou o cabelo. LHE 3ª PESSOA NOS. ELAS. CONSIGO. OS. AS. SI. VOCÊ 3ª PESSOA NÓS 1ª PESSOA VÓS 2ª PESSOA ELES. CONOSCO 1ª PESSOA VOS. VOCÊS 3ª PESSOA (Para demonstrar quem está executando a ação) Exemplos: Eu cheguei em casa. A chave está com vocês. SI.

2. Os jogadores saíram de campo conosco. 8. 4. 3. Quero te entregar as armas. 2. SUA 3ª PESSOA NOSSO (S). 9. Ele se envolveu num acidente grave. VOSSA (S) 2ª PESSOA SEU (S).Exemplos: 1. 14. Não devemos nos preocupar antecipadamente. O cidadão a deixou numa situação difícil.3. 12. Comunicou-a de sua escala de serviço 6. Confie em mim. SUA (S) 3ª PESSOA . 5. Ele vos deixou uma ordem de serviço. MINHA 1ª PESSOA TEU. quando estudarmos os documentos administrativos em espécie. NOSSA (S) 1ª PESSOA VOSSO (S). 7. Avise-me assim que estiver pronto. Venha comigo. por favor. 15. 11. Pronomes Possessivos PLURAL SINGULAR Indicam a posse em relação às pessoas do discurso: MEU. 13. TUA 2ª PESSOA SEU. 10. Certifique-se de que todos estejam devidamente equipados. O sargento lhes trouxe boas notícias. Encaminho-lhe os documentos. Os pronomes de tratamento serão tratados em momento posterior. 2. Comunico-vos dos fatos ocorridos na noite de ontem. Devolveu-o na reserva de armamento.

quem.3. ISSO (S) 1ª PESSOA 2ª PESSOA PRÓXIMO DE QUEM PRESENTE OU FALA FUTURO PRÓXIMO DE COM PASSADO SINGULAR QUEM SE FALA AQUELE. Pronomes Interrogativos Os pronomes indefinidos que. ação presente ou futura) Aquelas viaturas precisam de conserto. 2. é a nossa casa. (coisas próximas. ESTA. A sua casa. AQUELA. 3ª PESSOA AQUILO DISTANTE DE AMBOS Exemplos: Estas são as armas que foram apreendidas. Nosso maior patrimônio é o cidadão. Exemplos: Quem vai trabalhar esta semana? Que método foi utilizado? Qual o documento apropriado? . A cadeira é sua. O livro é meu.3.3.Exemplo: 1. 2. Pronomes Demonstrativos PRONOME PESSOA LUGAR (LOCAL DO TEMPO OBJETO) ESTE. qual. quanto. ISTO (S) ESSE. ESSA. (coisas distantes) 2. 3. 4.4. quando são usados para formular uma pergunta.

e há e os que variam. cujo(s). os quais.Morfologia . diferenciam uma pessoa da outra. os adjetivos são variáveis quanto ao gênero (feminino e masculino). quanto(s).Parte 01 . pois não gostava de mesas brancas. ou seja. as quais. O livro que escolheu era velho. Assim como os substantivos. diferenciam os sentimentos.com/watch?v=xKQPqOxYRgo 2.4. cuja(s). diferenciam os lugares.5. número (singular e plural) e grau (aumentativo e diminutivo). Há adjetivos que quando aplicados não variam.Pronome .Vídeo Aula Concurso 2013 https://www. o qual.Gramática . Perceba: Exemplos: garoto feliz – garota feliz mulher triste – homem triste momento anterior – hora anterior . quanta(s). Adjetivos Os adjetivos diferenciam ou qualificam os substantivos. Comeu macarrão frio porque chegou tarde ao jantar.2. Exemplo: O livro que comprei é muito bom.youtube. ou seja. Pronomes Relativos Representam numa oração os nomes mencionados na oração anterior.: Queria comprar mesas coloridas. ou seja. Ex. diferenciam as coisas entre si. concordam com o substantivo que estão acompanhando. a qual.3. quem. A casa de alvenaria é mais cara do que a de madeira. São pronomes relativos: Que. AMPLIE SEU CONHECIMENTO! Português . são escritos da mesma forma.

Perceba como os adjetivos “feliz” e “triste” permanecem iguais quando utilizamos os substantivos garoto ou garota e mulher ou homem.5. triste e anterior são INVARIÁVEIS quanto ao GÊNERO (masculino ou feminino). ações e pedidos aos outros. você utiliza adjetivos do mesmo gênero (se o nome for masculino. Este processo pode se uma ação. Verbos Que bom que você está evoluindo nesta revisão de conceitos que você já possui e utiliza todos os dias. Perceba abaixo como as terminações dos verbos conjugados mostram muito do que se quer dizer em uma oração: . pois sem eles não conseguiríamos exprimir nossas vontades. chover). e este processo está ajudando você a utilizar a língua escrita cada vez com mais propriedade. Revisar é reaprender. Também não alterou o adjetivo “anterior” quando o substantivo momento (masculino) foi trocado por hora (feminino). adjetivo masculino. inconscientemente. analise as frases abaixo e veja como é simples: Exemplo: professor dinâmico – professora dinâmica gato furioso – gata furiosa Viu como é simples? Veja agora o que acontece com os adjetivos que variam de acordo com o substantivo (nome): alunos inquietos – alunas inquietas criança amável – crianças amáveis jovem trabalhador – jovens trabalhadores público animado – públicos animados 2. viajaremos. adjetivo feminino). se o nome for feminino. Confira agora situações em que os adjetivos são variáveis. ou seja. dormiram. O verbo é a palavra que indica um processo que ocorreu em determinado tempo (brincávamos. ficar. Veja porque os verbos são tão importantes na nossa comunicação. subiremos. estado ou fenômeno da natureza (amarrar. dependendo do substantivo. Isso significa que os adjetivos feliz. dormirão). Você já faz isso naturalmente. sem perceber.

levarão). Bizu Quando quiser se referir ao passado.  Transmite a ideia do tempo da ocorrência do fato: se no presente. Veja: Os policiais conduziram os agentes do furto na VTR 01. furtarão. Observe: 1.  Transmite a ideia do número de pessoas envolvidas que executaram a ação (participei. 3. use “-ão” para terminar o verbo. Quando quiser se referir ao futuro. encontramos.1. (futuro. encontrarei. use “-am” para terminar o verbo. 2. participaram). temos ainda outro aspecto importante com relação aos verbos diz respeito ao MODO em que ele se apresenta. furtaram. levaram. disseram. ainda vai acontecer) 2. participamos.IMPORTANTE!  Transmite a ideia da pessoa que executou tal processo (escrevo.5. no passado ou no futuro (encontrei. participou. Querem que eu trabalhe uma escala de serviço de 6 horas diárias. Modos verbais Além das características básicas que relembramos acima. Trabalho em uma escala de serviço de 6 horas diárias. Trabalhe em uma escala de 6 horas diárias! . já aconteceu) Os policiais conduzirão os agentes do furto na VTR 01. (passado. partiu).

CERTEZA INDICATIVO POSSIBILIDADE. CONSELHO IMPERATIVO Conhecer os modos verbais utilizados o ajudará conjugar corretamente os verbos quando fala ou escreve. Não há dúvida sobre o que se está dizendo. Alguém quer que “eu” trabalhe todos os dias. . Não sou “eu” quem está dizendo. Na frase 2 há uma possibilidade. sugerir ou ordenar algo são chamados de MODOS VERBAIS. Na frase 3 há uma ordem. é apenas possível. IMPORTANTE! IDEIA DE MODO VERBAL AFIRMAÇÃO. mas alguém está determinando uma ação: trabalhe! Os recursos que você utiliza para flexionar os verbos quando fala. DÚVIDA SUBJUNTIVO ORDEM. conselho.Você percebeu a diferença entre as frases? Na frase 1 há uma afirmação. pedido. SUBJUNTIVO E IMPERATIVO. com o intuito de afirmar. PEDIDO. É um fato certo. Há uma indicação de uma ação que ocorre todos os dias. mas o fato não é certo. São eles: modo INDICATIVO.