Para ajudá-lo a encontrar respostas claras e concretas às suas perguntas

CONHECER A ASTROLOGIA
A ASTROLOGIA CHINESA

A astrologia chinesa: os elementos

A Madeira
Assim como em nosso Zodíaco a cada signo se atribui um elemento imutável, na China, o agente ou elemento que corresponde a um signo muda segundo os anos.
encontrar. Nunca faz nada sem levar em conta os desejos, necessidades ou conselhos dos demais. É de natureza ansiosa, mas também se revela tenaz e perseverante.

A Madeira, primeiro elemento do ZODÍACO chinês.
Supõe-sequeeste elemento favoreça Aexpansão,o besen¬ volvimento, A felicidade e a Generosidade de u m ser. É Étambémsinônimo de bem-estar edelongevidade, de resistência e flexibilidade. A vitalidade que caracteriza os indivíduos que possuem este elemento em seu signo chinês lhes concede uma necessidade natural be exte¬ riorização, Assim como de criatividade. Por isso, quase sempre possuem uma atrativa imaginação. Além disso. esta flexibilidade lhes outorga uma grande capacidade be adaptação e uma sociabilidade naturais. Em conse¬ qüência, são cordiais, Amistosos e bonachões. Este ele­ mento aplaca muito o egoismo e o individualismoepo-emos afirmar que favorece oAltruísmoeabenevolência.

O Búfalo de Madeira (1925 e 1985) É um ser prudente, metódico e muito organizado. N o entanto, seu elemento lhe confere uma sociabilidade e uma ca­ pacidade de adaptação às quais seu signo não o inclina. Além disso, sabe contrair compromissos inteligentes, preservando ao mesmo tempo suas reservas, con­ vicções e seu espírito de iniciativa. Tem sentido de colaboração, enquanto esta lhe for útil para as suas ambições.

S

e você nasceu em março de 1964, seu signo chinês é o Dragão. Se seu nascimento foi em março de 1976, seu signo chinês também é o Dragão. Mas no primeiro caso, seu elemento é a Ma­ deira e, no segundo, é o Fogo. Temos que esperar 60 anos para voltar a encontrar a mesma combinação signoelemento no Zodíaco chinês. Por isso, cada uma destas combinações revela umas características muito concretas e específicas que permitem distinguir a natureza e o comportamento próprio dos seres.

O Tigre de Madeira (1914e1974)
Este nativo se dobra ante os desejos dos demais, mas se leva em conta suas ne­ cessidades ou suas preocupações, sempre é para satisfazer suas ambições e exercer uma influência sobre os mesmos. Para isso, é abundante em imaginação e es­ pírito de iniciativa. É muito criativo qual­ quer que seja seu campo e se mostra in­ dividualista, aconteça o que acontecer.

O Rato de Madeira (1924 c 1984)
O nativo do Rato cujo elemento é a Madeira possui a particularidade de saber adaptar-se a todas as situações e, sobretudo, é suficientemente hábil para seguir adiante ou tirar vantagem de todas as circunstâncias vantajosas que

A Lebre de Madeira (1915 e 1975)
É um ser cuja tolerância c benevolência são quase sempre apreciadas. Detesta tanto o que é radical como o que c ex­ tremo ou definitivo. Segundo ele, tudo é sempre possível e tudo pode ser solucionado se se é com­ preensivo. Por estas razões, gosta de sen­ tir-se útil e trabalhar por uma causa comum.

O Cavalo de Madeira (1894 c 1954)
Graças à influencia de seu elemento, o nativo deste signo modera sua impa­ ciência e sua indisciplina, que logo se transformam em dinamismo otimista e construtivo. Possui o dom de suscitar simpatia, pois tem a arte de comunicar o que pensa e sente, e sabe transmitir sua visão positiva da vida. É quase sem­ pre um apaixonado das aventuras e das grandes viagens.

0 Galo de Madeira (1885 C 1945) Seu elemento modera muito seu or­ gulho natural, e sua obstinação às vezes excessiva. N o entanto, sem dúvida al­ guma por compensação, mostra-se ávido de ações e não sabe frear suas am­ bições, as quais o ofuscam. Por sorte, seu sentido inato da justiça o retém com freqüência e o impede que vá demasiado longe. Pode até mesmo chegar a pôr sua imaginação c sua capacidade de reali­ zação à disposição dos demais.

0 Dragão de Madeira (1904 c 1964) Este nativo se distingue por sua origi­ nalidade. De fato, é muito brilhante, às vezes até mesmo genial. No entanto, sua ansiedade natural deixa-o impaciente e instável, incapaz de estar dois minu­ tos sem atuar, criar ou idealizar um novo projeto. Não só possui coragem e vi­ talidade como é muito convencido de si mesmo. Os demais só lhe agradam se lhe podem ser úteis.

A Cabra de Madeira (1895 e 1955) Este nativo se caracteriza por sua grande bondade e sua constante necessidade de estar cercado do afeto de seus próximos. Para obtê-lo, às vezes tende a fazer de­ masiadas concessões, inclusive a sacri­ ficar algumas de suas qualidades ou am­ bições pessoais, tudo com o único objetivo de preservar certa harmonia so­ cial ao seu redor.

O Cão de Madeira (1934 e 1994)
É um ser desconfiado que permanece na defensiva, mas ao mesmo tempo é terno e generoso. De fato, por culpa de sua grande amabilidade ou de sua natureza espontânea e honesta, porém um pouco ingênua, tende com freqüência, a pro­ teger-se, pois gosta de compartir ou re­ distribuir tudo que obtém e realiza.

A Serpente de Madeira (1905 e 1965)
E um ser cujo espírito se move por uma constante curiosidade aguda. Mostrase ávido de saber, aprender e conhe­ cer. N o entanto, tarda algum tempo cm assimilar as coisas que vai descobrindo e que não apresentam nenhum inte­ resse para ele se não pode pô-las em prática. Possui uma grande sensibili­ dade artística e um notável espírito de família.

O MACACO de Madeira (1884 e 1944)
Este nativo é um indivíduo que se dis­ tingue dos demais nativos deste signo por seu sentido moral e sua integridade. Duvida com freqüência de si mesmo, mas possui qualidades intuitivas que lhe permitem atuar ou reagir de forma oportuna para cumprir suas ambições ou obter o êxito ao qual aspira. Por isso é muito mais perseverante do que apa­ renta.

O Javali de Madeira (1935 e 1995)
Este nativo é altruísta. Nunca faz nada para si mesmo sem levar em conside­ ração as necessidades, desejos, aspira­ ções ou motivações dos demais, os quais, no entanto, o enganam. E muito sociável, porém também muito influ­ enciável. Às vezes se mostra permissivo ao ponto de negar-se a admitir as fra­ quezas dos demais ou as decepções que sofre.

A astrologia chinesa: os elementos

O Fogo
O Fogo, segundo elemento do Zodíaco chinês.
Este Agente ou elementoincitao nativo em questão A ex­ teriorizar-se. Confere-lhe calor, generosidade, alegria de viver eumaenergiaque,Às vezes, lhedáCaracterís­ ticas de excesso,deixando-ocom freqüência bomina­ doresempre expressivo eexpansivo.Deumaformaou de outra, em função da natureza de seu signo, tenta impor-se,necessitapraticarAÇÕESC possui um caráter apaixonado. Seu orgulho e seu egocentrismo, segundo o CASO,tambémpodemintensificar-se. Às vezes tem tambémreaçõesviolentasoutendeaabusarbe SUAS forças. Por outrolado,possui certo carisma, édinâmico,entu­ siasta c se revela CAPAZ be se lançar cm grandes em­ preendimentos outarefasmenos frutíferas. tência. Pode ser motivado por uma vo­ cação ou ambição pela qual está disposto a sacrificar tudo. Às vezes é um pouco duro, mas de uma integridade e de uma retidão indiscutíveis. Por outro lado, c também um apaixonado por seus senti­ mentos e é ao mesmo tempo possessivo e protetor com respeito aos seus.

tato. Mas estas fraquezas lhe são per­ doadas, pois é muito dado e nunca mede sacrifícios quando é preciso realizar es­ forços.

0 Tigre de Fogo (1920 c 1986) Não existe ninguém mais entusiasmado que ele. Efetivamente, transborda ener­ gia, vigor e vitalidade e não pode, não quer e não sabe ficar dois minutos no mesmo lugar. Tem sempre que ter algo que fazer, que empreender. Precisa exteriorizar-se, dominar as situações e atrair a atenção. Seus sucessos c fracassos também de­ pendem, portanto, de seus excessos.

O Rato de Fogo (l936 c 199ó) Trata-se de um indivíduo de tempera­ mento enérgico, de caráter muito ge­ neroso e corajoso. Mas isto não o livra de uma ansiedade, febre e às vezes im­ paciência crônicas, que o levam a in­ tervir em qualquer circunstância. Por isso tem reações brutais ou não possui

0 Búfalo de Fogo (1937 e 1997) Este ser sofre quase sempre de uma pai­ xão secreta, motor de toda sua exis­

A Lebre de Fogo (1927 c 1987) Não é em absoluto o que aparenta este nativo, o qual, visto de fora, parece muito flexível, adaptável, compreensivo, mas que possui em realidade algo que está queimando por dentro, o que o faz quase sempre hiperemotivo, impulsivo e nervoso. Dá facilmente também mos­ tras de certa desenvoltura. Mas, uma vez mais, não devemos confiar em suas aparências, pois necessita constância e segurança em sua vida.

O Dragão de Fogo (1916 c 1976) Sempre estamos nos perguntando quando vai explodir. Falando dele, o que pode parecer uma saída de tom é, no en­ tanto, uma profunda realidade. De fato possui um temperamento explosivo, sem dúvida alguma, um carisma notá­ vel mas não pode evitar exercer uma su­ premacia, nem ir até o fim de seus de­ sejos, ambições e vontades. E é difícil resistir a ele.

a amá-lo e a gostar dele: mas, sobretudo, não devemos segui-lo, pois é basica­ mente um ser individualista e indepen­ dente e está disposto a elaborar ou con­ ceber múltiplos projetos, sendo pouco apto para materializá-los. O que faz falta nele são horizontes vastos e grandes aventuras.

0 Galo de Fogo (1897 e 1957) Não podemos negar que é um ser enér­ gico e brilhante. Mas também é muito pretensioso e não suporta que discutam sua autoridade ou que se duvide de sua dignidade. É, portanto, muito suscetí­ vel e seus ataques de cólera são memo­ ráveis. No entanto, possui talento e qua­ lidades para triunfar em seu terreno. Aprecia o sucesso e nunca se priva dele.

A Serpente de Fogo (1917 c 1997) Extremamente possessivo e muito ape­ gado aos bens terrestres, é um ser com um sentido inato do poder e muito gosto pelo luxo, a riqueza e o prestígio. Não confia em ninguém, exceto em si mesmo. Por isso tem muito poucos amigos e, quase sempre, muitos inimi­ gos. Sua intensa sensualidade o leva a viver amores não menos intensos. Mas para ele, o "eu" sempre pode mais que o "nós".

A Cabra de Fogo (1907 e 1967) E um ser que se atreve a ir até o final de suas idéias e desejos. N o entanto, como estes mudam com freqüência, às vezes custa entender onde quer ir ou onde deve parar ou então o achamos in­ coerente ou confuso. É certo que pre­ cisa alimentar-se de sonhos, evadir-se ou ceder aos ataques de loucura que, às vezes, põem em perigo sua situação financeira. Mas se se comporta assim, talvez seja porque, no fundo, tenha um espírito obscuro e fatalista.

Ele também possui encanto. Sabe disso e tira proveito. Conhece a arte de ser irresistível. Isto pode ser-lhe muito útil para cumprir suas ambições ou paixões, pois, ao contrário dos demais nativos de Cão, tem certo gosto pelo risco. Gosta que lhe amem, mas ao mesmo tempo, é muito generoso e possessivo no amor. Uma traição ou decepção neste terreno podem fazê-lo muito agressivo.

0 Cavalo de Fogo (1906 e 1966) Seus excessos e sua indisciplina são le­ gendários, mas o que nos atrai dele é, principalmente, seu encanto. Força-nos

O MACACO de Fogo (1896 e 1956) Adora conduzir as rédeas de seus negó­ cios, controlar tudo, empreender inicia­ tivas úteis para todos e das quais está orgulhoso. Sem dúvida alguma, não lhe faltam idéias. Mas precisa canalizá-las, do contrário estará tocando demasiadas te­ clas. Entretanto, como custa-lhe muito pôr-se em dúvida, às vezes se envolve em seus erros, repudia a contradição ou entra em polêmicas intermináveis e estéreis.

0 Javali de Fogo (1887 e 1947) Podemos dizer se trata de um ser com a paixão à flor da pele. Vive tudo com muita intensidade e, evidentemente, co­ mete excessos com freqüência. Está an­ sioso para chegar à fusão sensual e ao gozo da vida, o que não exclui seu ca­ ráter idealista nem sentimentos nobres e generosos, que demonstra ter. É com­ preensivo e permissivo.

A astrologia chinesa: os elementos

A Terra
está muito apegado a seus bens e a seus mais próximos. É, portanto, muito mais possessivo e dependente do que parece.

A Terra, terceiro elemento do ZODÍACO chinês
Da mesma forma que o elemento Terra do nosso Zodíaco, este elemento do Zodíaco chinês reforça o realismo do espírito prático, assim como o apego aos bens materiais e a preocupação por obter segurança. Passa a ser pruden¬ te,metódico,calculador ou racional. Também está em relação com asqualidadesde constância, tenacidade e sublinha os esforços reiterados que produzimos, e dos quais, mais cedo ou mais tarde, recolhemos os frutos que favorecem o estabelecimento de uma situação estável, duradoura e confortável. Este agente transforma o indivíduo em um ser fiel, leal, honesto, trabalhador, corajoso, mas tende a potenciar idéias fixas ou convicções inquebrantáveis. Revela também um caráter mais para o reservado, possessivo, mas também intransigente e rancoroso.

O Tigre de Terra (1938 e 1998)

A natureza estável deste elemento mo­ dera muito o temperamento enérgico do nativo em questão, por isso se mostra mais constante e construtivo. Por outro lado, seu orgulho às vezes sai reforçado. Desta forma, mostra-se mais rígido e hermético a idéias e convicções dife­ rentes às suas, torna-se muito indepen­ dente e, às vezes, até mesmo intransi­ gente. N o entanto, gosta do trabalho bem feito, aplica-se em tudo que faz e leva seus empreendimentos até o final.

A Lebre be Terra (1959 e 1999) O Rato de Terra (1888 c 1948)

É um ser equipado com um bom sen­ tido sólido e um espírito prático a toda prova. Está muito bem organizado, é prudente, às vezes sistemático c per­ feccionista. Fixa-se nos menores de­ talhes da vida material, mas não se abre para os demais e carece de generosidade. Embora aparente obsequiosidade, é muito orgulhoso. E se se entrega aos de­ mais, aos seus mais próximos em par­ ticular, é unicamente para que não pos­ sam criticá-lo neste sentido, pois quer ser perfeito e irrepreensível.

O Búfalo de Terra (1889 c 1949) O nativo do Búfalo, cujo regente é a Terra, se caracteriza por um sentido do dever c uma honestidade intelectual no­ táveis. E um ser extremamente paciente e tenaz, que persegue incansavelmente seus objetivos, com uma força perseve­ rante que quase sempre lhe permite su­ perar todos os obstáculos, seja qual for o tempo que tiver que esperar ou o per­ curso que tiver que realizar para conse­ gui-lo. Aspira alcançar uma situação só­ lida, estável, confortável, segura e, a longo prazo, quase sempre o consegue. Mas .

Este nativo possui um caráter introver­ tido e não é de natureza sociável, quer porque tenha complexos ou porque tende a recolher-se cm si mesmo e a desconfiar dos demais, ou simples­ mente, porque necessita calma c tran­ qüilidade para concentrar-se em suas idéias ou trabalhos, pois é realista e ce­ rebral, e gosta de analisar as coisas com lupa e indagar sobre a realidade e, por isso, não se fixa nos demais, isto quando não é decididamente egoísta.

O Dragão de Terra (l928 e 1988)
Ao contrário dos outros nativos deste signo, não é disperso. É muito decidido e ambicioso. Por isso, não tem descanso quando se trata de cumprir suas in­ tenções, aspirações e desejos. Mas o faz de forma sensata ou, mais exatamente, aceita moderar-se, domina-se, espera o momento oportuno para atuar. Está muito seguro de si e não suporta crí­ ticas nem oposições.

reforçado, enquanto que sua indisciplina se modera amplamente por seu realismo c seu gosto pronunciado pelo benefício. De fato, não faz nada em troca de nada e gosta de colher imediatamente os fru­ tos de seus esforços, multiplicado por muitas vezes. Muito intuitivo, geral­ mente faz bons negócios, mas às vezes superestima sua capacidade financeira e vive acima de suas posses.

0 Galo be Terra (1909 e 1969)
Tem-se quase sempre a impressão de que só se preocupa com uma coisa, que só tem um único interesse na vida: sua atividade profissional. Muitas vezes seu trabalho está à frente de tudo e não c fácil, portanto, amá-lo ou conviver com ele. Nunca pára de estudar ou de traçar planos complicados, estabelecer estra­ tégias e analisar metodicamente todos os parâmetros de que dispõe.

A Cabra be Terra (1919 c 1979)
Embora mantenha sempre uma atitude de reserva e tenha uma natureza sonha­ dora, não é por isto que deixa de ter os pés no chão. Destaca-se em sua gestão prudente e astuta das finanças e bens, cm particular dos seus. É muito menos hábil em sua vida sentimental, na qual é des­ provido de discernimento e esponta­ neidade. É com freqüência acusado de não saber expressar seus sentimentos.

A Serpente de Terra (1929 e 1989)
Não se apressa para escolher ou atuar, mas quando se compromete com algo, atém-se a ele e chega até o final e nada nem ninguém poderá fazer-lhe mudar de opinião. Não é indeciso, mas é pru­ dente, prevenido e não deixa nada ao acaso. Tem muito domínio de si, um humor estável, tranqüilo, ponderado, dando-se sempre todas as oportuni­ dades de triunfar, pois não suporta o fracasso.

0 Cão be Terra (1898 e 1958)
É o mais fiel e leal de todos os nativos deste signo chinês. Equipado de um só­ lido sistema de autodefesa c de con­ vicções e princípios não menos sólidos, estabelece metas muito altas para si mes­ mo mas também espera muito dos de­ mais. Não é muito expansivo, mas seus sentimentos são sinceros e profundos.

0 Macaco be Terra (1908 e 1968)
Sem parecer e sem perguntar nunca a ninguém, este nativo gosta acima de tudo de ser querido, incondicional­ mente. É exclusivo e exigente para com seus próximos e as pessoas de seu meio, mas nunca lhes pede nada; possui um caráter tímido ou reservado e um sen­ tido do dever exacerbado, que muitas vezes lhe faz acreditar que não cum­ priu todas as suas tarefas. Podemos sempre contar com ele, com a con­ dição, naturalmente, de que lhe de­ monstremos que gostamos dele.

0 javali be Terra (1899 e 1959)
Apesar de sua bondade e sua natureza benévola, possui uma vontade enérgica que lhe permite quase sempre triunfar em empreendimentos ambiciosos e complexos. Para pô-los em prática e tirar o máximo proveito, entrega-se to­ talmente. Então, poderá desfrutar dos resultados de seus esforços encarniça­ dos c distribuí-los com abundância ao seu redor, pois c generoso, principal­ mente com os seus.

0 Cavalo be Terra (1918 c 1978)
É o menos inquieto e o menos impul­ sivo dos nativos deste signo, mas é o mais decidido a obter o que quer. Por isso, seu espírito de independência sai

A astrologia chinesa: os elementos

O Metal
é muito corajoso e muito decidido na hora de alcançar seus objetivos.

O Metal, quarto elemento do Zodíaco chinês.
Este elemento quase sempre revela certa dureza de cará­ ter, uma propensão para asolidão,rigidezulterior, intran­ sigência, um perfil claro e radical, comopodeser o próprio metal. Tobas as qualidades que nos põem ante um ser duro como uma pedra, pois carecedeflexibilidadee ternura, exal­ tam seu espírito de independência, que é uma das carac­ terísticas fundamentais do nativo com este elemento. Mo entanto, estánecessidadequeexperimenta be sentir-se livre. para escolher edecidirnãoexclui nele uma vontade de exer­ cer certa influência sobre os demais, dominá-los para tirar proveito ou satisfazer seus própriosdesejoseambições, pois gostam do poder edodinheiro.

0 Tigre de Metal (1890 e 1950)
Este nativo tem o sentido inato da com­ petição, qualquer que seja seu setor de atividades ou seu centro de interesse. Possui um caráter muito independente e um grande orgulho que o faz muito seguro de si mesmo e, ao mesmo tempo, vítima de suas ambições, as quais quer ver satisfeitas de forma absoluta e rapi­ damente. Não suporta o fracasso e não concebe nem por um momento que al­ guém possa fazer-lhe resistência ou pôrlhe obstáculos.

A Lebre be Metei(1891e 1951)
Trata-se de um ser que dá muita im­ portância às idéias e que é muito ce­ rebral. Tudo nele é regido pela cabeça. Por isso, quase sempre tende a igno­ rar ou a conter suas emoções e senti­ mentos, enquanto que sua mente lhe faz acreditar que controla tudo em si mesmo e em sua vida. Mas, evidente­ mente, isto acaba engendrando frus­ trações que compensa mediante certa ambição, certo sentido de humor e es­ pírito de independência.

O Rato de Metal (1900 e 1960)
É o mais exaltado dos nativos deste signo. De fato, possui um caráter idea­ lista, um temperamento vivo porém ansioso, uma ambição que o leva a atuar sem cessar e, às vezes, a não saber parar a tempo. Além disso, tem uma neces­ sidade de reconhecimento e consolo que o leva a chamar a atenção, seja des­ tacando-se ou distinguindo-se de seus semelhantes, ou então vivendo acima de suas posses, mostrando-se pródigo e esbanjador. Por último, é possessivo ao máximo e não suporta compartir algo ou submeter-se.

O Búfalo de Metal (1901 e 1961)
Uma de suas qualidades mais desta­ cadas é sua arte para encontrar as pa­ lavras justas no momento adequado. De fato, seu discurso é eloqüente e convincente. Por outro lado, não é tão hábil para expressar o que experimenta e sente. Porém pode-se confiar nele: não ama com freqüência, mas seus sen­ timentos são incondicionais. Também

O Dragão de Metal (1940 e 2000)
Este nativo, intransigente e exclusivo, inflexível e implacável, incomoda. Pode chegar a ser muito duro, autoritário, dominador e sem concessões. Está dis­ posto a tudo para conseguir seus fins, tende a utilizar seu eficaz carisma, poder de sedução e de convicção. Vai até o fim de suas idéias, desejos, am­ bições, sem preocupar-se com as con­ siderações dos demais, para o pior ou melhor, segundo o caso.

A Cabra de Metal (1931 e 1991)
Este nativo, ao repudiar qualquer pers­ pectiva de mudança em sua vida, busca antes de mais nada a segurança afetiva e o conforto material e moral. Por isso, é muito apegado aos bens deste mundo, é extremamente possessivo e, final­ mente, é mais dependente do que pa­ rece. De fato, esconde sua vulnerabi­ lidade por trás de uma dedicação aos que ama, afetando sua disposição para, assim, atar-lhes melhor.

preocupação cm sua vida. Não é o su­ cesso social o que o motiva, mas sim a vontade de adquirir uma maestria in­ comparável em sua atividade. E curioso, ávido de conhecimentos, realista e con­ creto, impregnado de um espírito crítico e de um sentido inato da análise e, com freqüência, perfeccionista e meticuloso.

0 CÃO de Metal (1910 e 1970)
Da mesma forma que os nativos do Galo de Metal, também o Cão é um ser perfeccionista, meticuloso, exigente c muito crítico com respeito aos que lhe são mais chegados. N o entanto, revelase muito mais preocupado pelos demais e muito entregue a eles; tudo que es­ pera que os demais obtenham, deseja, ele mesmo, obter primeiro. Às vezes é desprovido de humor, mas é confiá­ vel, sério, consciente de suas respon­ sabilidades, as quais assume sem ne­ nhuma fraqueza.

A Serpente de Metal (1941 e 2001)
É um ser que tende a não confiar em ninguém, mas que está muito dotado para criar oportunidades e aproveitar as ocasiões que se lhe apresentam. Pos­ sui um espírito penetrante, atua com precisão e rapidez, sem fazer ruído, e sempre alcança seu objetivo. N ã o gosta de fazer-se notar, mas gosta do luxo, a voluptuosidade e é terrivel­ mente possessivo.

0 MACACO de Metal (1920 e 1980)
Uma das características originais deste nativo é sua habilidade para criar neces­ sidades completamente novas, das quais os demais não poderão prescindir e das quais, por uma parte, tira partido para exercer melhor seu poder sobre eles, mas, por outra parte, e principalmente, para satisfazer seu gosto excessivo por dinheiro. É calculista, economizador, sagaz especulador, porém nem por isso menos apaixonado cm suas atividades.

0 Javali de Metal (1911 e 1971)
O que distingue este nativo dos demais é que se atreve a empreender ou a rea­ lizar o que ninguém se atreve a fazer antes dele, obtendo, quase sempre, su­ cesso. Está cheio de boa vontade, é so­ ciável c comunicativo, mas, às vezes peca por excesso de confiança nos de­ mais. N o entanto, se o decepcionam ou o traem, pode mostrar-se temível e não cede até que lhe dêem razão.

O Cavalo de Metal (1930 e 1990)
O nativo em questão possui um espí­ rito rebelde inato. É independente, enérgico e corajoso, às vezes até chegar à inconsciência, e bastante excêntrico. Aspira a viver várias vidas, a lançar-se a todo tipo de experiências, cada uma mais excitante que a outra, a cultivar múltiplas e variadas relações. Em re­ sumo, odeia a rotina e a monotonia.

O Galo de Metal (1921 e 1981)
E um ser com tendência a antepor suas atividades profissionais a qualquer outra

A astrologia chinesa: os elementos

A Água
A Água, quinto elemento do Zodíaco chinês
AS SUAS

Este elemento está relacionado comaSENSIBILIDADEem todas formas, Assim como com AS emoções, mediante AS quais expressamos nossos sentimentos. Por isso, o ser em questãodágrandeimportânciaàdoçura,àTERNURAeaseus sentimentos e emoções. Isto ofazmaisvulnerável, mas tam­ bém mais receptivo e imaginativo, mais flexível e adaptável. NÃO é Ambicioso. Aspira mais A ser discreto, A cercar-se de COISAS belas, A viver em harmonia e AsatisfazerSHAVIVAsen­ sualidade.CompensaSUAFALTADeenergiaoudevontadecom uma intuição sem igual, que às vezes o torna oportunista. Finalmente, embora chegue a ter obscuras idéias, também é capaz De manter uma fé que remove montanhas.

que quer, o que faz e para onde vai. Nunca tem pressa nem está impaciente por alcançar seus fins, pois são raras as vezes que não consegue seu objetivo. Tem um sentido nato da lei e da ordem, e uma autodisciplina muito rigorosa. É muito moralista c, às vezes, duro e se­ vero mas não deixa de inspirar confiança.

fidências que fazem a ele, quase sem­ pre movido por uma preocupação de pôr todos de acordo. N o entanto, como é muito sociável, simpático, afável e for­ mal, goza de boa reputação entre as pes­ soas. O Rato de Água (1912 e 1972) Este nativo tem um grande defeito: tala demasiado. Por isso, há vezes em que, apesar de, no fundo, não ter más in­ tenções, semeia a confusão ou a dis­ córdia ao seu redor, pois não sabe man­ ter-se de boca calada. N o entanto, não se poderia ser mais conciliador que ele, embora divulgue os rumores ou con­

0 T i g r e de Água (1902 e 1962) Este elemento modera o excesso de energia, independência e autoridade, que às vezes sofre o nativo deste signo chinês. Por isso, consegue dominar seus instintos que, pouco a pouco, transfor­ mará em qualidades intuitivas de grande sutileza, que o ajudam a compreender aos demais, adivinhar seus estados de espírito e suas motivações, assim co­ mo antecipar os acontecimentos.

O B ú f a l o de Água (1913 c 1973) Este nativo, organizado, metódico, dis­ creto e de uma paciência infinita, sabe o

A Lebre de Água (1903 e 1963) Este nativo não pode evitar a suspeita de que os demais têm segundas ou más intenções; é mais forte que ele. E isso o incomoda, pois odeia os conflitos, as facções, as escolhas definitivas ou as si­ tuações radicais. É hipersensível, muito emotivo, mais frágil do que parece, sua grande memória põe-lhe em situações difíceis pois nunca esquece de nada e, por isso, rumina seus problemas ou de­ cepções até adoecer, tanto no sentido real como figurado.

O Dragão de Água (1892 e 1952) Se necessário, este nativo não duvida em questionar as coisas repetidas vezes para conseguir seus fins ou alcançar o objetivo que se havia proposto, nem lhe importa chegar a todos os acordos ou fazer as concessões que sejam necessá­ rias. N o entanto, tal atitude, aparente­ mente flexível, não deixa de ocultar uma extrema ambição, até mesmo uma falta de escrúpulos exacerbada.

A Cabra de Água (1883 e 1943) E um ser que possui grande sensibi­ lidade, a qual, obviamente, o deixa es­ pecialmente receptivo à beleza e à har­ monia das formas e cores, e além disso é muito sensual. N o entanto, não é muito hábil para conseguir o consolo necessário com o qual possa ser feliz. Tende também a deixar que mãos mais especializadas se façam cargo dele e, às vezes, tende a atuar e a reagir mais por oportunismo que por interesse ou afeto para com os demais.

busca possuir a razão de forma siste­ mática. Aspira a enriquecer-se intelec­ tualmente, a completar seus conheci­ mentos e inclusive a aplicar o aprendido e compreendido para obter os melhores resultados possíveis. Ao fazer isto, às vezes peca por excesso de perfeccionismo. Ou se é Galo ou não se c Galo. Não em vão, em um mo­ mento ou outro, tem que exagerar.

A Serpente de Água (1893 c 1953) O intenso psiquismo que possui lhe confere o dom de ver mais além, ou­ torga-lhe um sexto sentido ou um forte instinto que lhe permitem ver e com­ preender algumas coisas antes que os demais, e às vezes antecipar aconteci­ mentos e situações, e tirar proveito dis­ so. É sensual, refinado, inteligente, este­ ta, ama de forma exclusiva c não espera menos da pessoa pela qual se interessa.

0 MACACO de Água (1952 e 1992) Sua sensibilidade se transforma, com freqüência, em suscetibilidade. Cria sua lei, impõe seus desejos aos demais com sutileza e discrição, sem que pa­ reça que haja nada. Mas, tão logo é des­ coberto em flagrante ou com as mãos na massa, irrita-se, retrata-se, fechase em si mesmo ou desaparece sem deixar rastro, pois nada melhor que ele para saber fazer-se inacessível, silen­ cioso, anônimo...

0 CÃO de Água (1922 e 1982) Sua sensibilidade à flor da pele se apro­ xima da hiperemotividade. Passa o tempo todo na defensiva, esperando sempre o pior, mas sem deixar que se note. De fato, utiliza seu encanto para que todos o amem c o apreciem em todo momento. Por isso, sua sociabi­ lidade e sua entrega, às vezes levada ao extremo, não deixam que se intua sua vulnerabilidade emocional. Oculta bem seu jogo.

0 Cavalo de Água (1882 e 1942) Sua sociabilidade natural e seu grande poder de adaptar-se às circunstâncias podem levar a supor que não tem ne­ nhum problema. Na realidade, sua boa capacidade comunicativa, seu sentido de humor e seu encanto escondem uma inquietude fundamental que, na hora de atuar, se traduz em sua incapacidade para definir para si um caminho, deci­ dir por uma escolha e mantê-la.

0 GALO de Água (1933 c 1995) De todos os nativos deste signo chinês, é o que possui as melhores qualida­ des para o diálogo. C o m efeito, não

0 JAVALI de Água (1923 e 1985) A transbordante sensualidade ou a ânsia desenfreada deste nativo moderase um pouco graças a este elemento, pois lhe dá certo refinamento, um gosto pelos prazeres excepcionais e in­ clusive pelo luxo. Sua ingenuidade na­ tural se transforma em vontade aos olhos dos demais. Assim, em princí­ pio, confia e dá sempre uma oportu­ nidade ao outro. É jovial, tranqüilo e diplomático, sempre disposto a chegar a acordos. É uma pessoa solicitada.

RATO
Este nativo tem muito encanto, mag­ netismo e talento, mas às vezes é vai­ doso e presunçoso. De fato, sente certa complacência ao falar de si mesmo.

É um ser que se caracteriza por uma constante prudência e que está muito concentrado em seu trabalho, é cora­ joso, decidido e nunca retrocede ante um obstáculo.

Não é fácil conviver com ele, pois sem­ pre quer impor sua lei, seus desejos e suas prerrogativas. Tende a viver acima de suas posses.

É discreto. Não se nota. Não se vê. Mas vai fazendo seu caminho, como se cos­ tuma dizer. E muito astuto. Nunca deixa nada ao acaso. Sempre logra obter o que quer.

Não há ninguém mais sério, obstinado, dono de si mesmo e hermético às idéias dos demais, que ele. Às vezes é des­ provido de humor.

Fala muito, mas nunca para não dizer nada, pois suas palavras sempre vão se­ guidas de atos muito eficazes.

É muito entusiasta, apaixonado, luta­ dor, competitivo, ambicioso, egocêntri­ co, inflexível, exigente consigo mesmo e intransigente com respeito aos demais.

Possui um encanto irresistível, mas tem um caráter tremendo. Chega ao ponto de nos perguntarmos como é possível vivermos sem ele, mas também como podemos viver com ele.

É sério, grave, inclusive fatalista, leal, íntegro, mas de uma exigência e in­ transigência temíveis. É desprovido de fantasia.

Apegado ao seu passado com fanatismo, necessita ternura, afeto e proteção, mas é preciso adivinhá-lo.

Gosta da boa comida e dos prazeres; simplesmente, ama a vida. Só acredita no que vê e no que fica demonstrado.

É quase sempre vítima de uma espé­ cie de atividade mental incessante, con¬ vém-lhe ter ocupações manuais ou viver em lugares tranqüilos, para en­ tregar-se de corpo e alma a seus sen­ timentos e à sua natureza sensual.

0 TIGRE ASCENDENTE...

Corre em todas as direções. Não sabe onde vai, mas vai, quer goste quer não, saia-se bem ou mal.

Entrega-se por completo a seu trabalho, a sua vocação, a suas ambições e a seu sucesso, que sempre tem certeza de al­ cançar, mas dedica-se muito pouco ou quase nada aos seus.

É um ser que se sente proprietário dos seres e das coisas que toca. N o entanto, ao vê-lo, ninguém o diria, pois dá a im­ pressão de ser um sonhador.

Está convencido de que tem razão e de que se conhece melhor que ninguém. Gosta de cultivar certo mistério em torno de sua pessoa. É muito egocêntrico e incapaz de pôrse em dúvida, mas sua necessidade de amar e ser amado o obriga, no entanto, a moderar-se.

É travesso, silencioso, astuto, prudente e, portanto, eficaz, sobretudo se se trata de fomentar desconcertos ou de ter êxito em empreendimentos.

Não vale a pena tentar influenciá-lo ou guiá-lo, pois sempre acaba fazendo o que pensa. Às vezes se sai bem.

Possui um encanto magnético irresis­ tível e ele sabe disso. Isto, evidente­ mente, produz antipatias. Mas, isto não lhe deixa preocupado.

E um esteta de gosto seguro e refinado que, embora às vezes possa ser apegado a um luxo em particular, sobram-lhe realismo e espírito prático para satis­ fazer suas ambições com o tempo.

É enérgico, decidido, obstinado, nada lhe pode parar. Parece uma locomotiva acelerada. Mas, às vezes, sai dos trilhos ou escolhe uma via equivocada.

Aprende de seus fracassos; no entanto, isto não o impede que tenha às vezes re­ ações brutais. Passa da sensatez à intran­ sigência em um abrir e fechar de olhos.

Humanista e inteligente, tem a capaci­ dade de resolver os problemas, tanto os seus como os dos demais, por mais complicados que sejam.

Possui um temperamento enérgico, um caráter vivo, mas tende à dispersão ou é violento e agressivo.

Se sabemos gostar dele, não confiarmos nas aparências e mostrar-nos dignos dele, podemos fazer com que seja mais dócil e obter dela valiosas mostras de ternura.

Lança-se com freqüência de maneira cega, sem precaução, e cai com facilidade nas armadilhas da vida. Por sorte, é ama­ do e tem um coração bom e generoso.

A astrologia chinesa: as combinações signos-ascendentes

A Lebre, o Dragão, a Serpente e seus ascendentes
A LEBRE ASCENDENTE...
Tem quase sempre mais desejos, ânsias, sonhos ou ambições que coragem para cumpri-los ou satisfazê-los. É instável, autoritário e dominador, mas não é muito corajoso. É sensível ao bem-estar ou às preo­ cupações dos demais, e não só para suscitar simpatia ou simples compai­ xão. É sincero e ama os demais. Necessita desfrutar do melhor que a vida tem e não se priva disto, nunca se preocupa com o que gasta quando se trata de satisfazer seus desejos, mas sempre o faz com absoluta discrição.

Diz que sim com a cabeça, mas não com o coração. Deixa que digam, permite que façam, enquanto não o perturbam e pode conservar sua atitude reservada.

As características próprias deste ascen­ dente permitem a este nativo ser pouco indeciso e estar muito atento a tudo que passa ao seu redor.

Seu egoísmo se disfarça de espírito de independência, de originalidade e inclu­ sive de sede de liberdade, que o deixa indomável. É sutil, elegante, refinado, encantador, mas inacessível.

0 DRAGÃO ASCENDENTE...

Sua prudência se transforma em extre­ ma vigilância, autoconfiança e perse­ verança. Sabe exatamente o que quer e deseja realmente obtê-lo.

Este nativo é muito sutil, terno e atra­ tivo. Tem muito gosto e imaginação. Mas não sabe dizer que não e tende a acre­ ditar que tem que dar tudo.

Pouca coisa basta para indigná-lo, mas isso demonstra que não está disposto a deixar-se manipular. Tem facilidade para passar em pouco tempo seus conceitos e idéias em atos.

É sociável, conciliador, por trás de um caráter moderado esconde um espírito calculador e astuto, que sabe levar os de­ mais para onde quer sem que se note.

Seu vivo temperamento o faz muito efi­ caz em suas atividades, e é muito exi­ gente no amor. Seu inconformismo faz muitas vezes com que as coisas saiam bem para ele de uma forma insólita.

Sua tendência natural a um egoísmo sa­ dio roça o egocentrismo elaborado. Pen­ sa muito, mas atua pouco. Assim, rei­ vindica o direito à preguiça ou aplica esta diretamente.

É sincero, franco, direto, enérgico e quando está motivado ou quando acre­ dita em algo ou em alguém se compro­ mete a fundo e vai até o fim.

É preciso desconfiar de sua chama, que parece sossegada, agradável, tranqüili­ zadora, mas que também pode transfor­ mar-se em devastadora, por pouco que seja perturbado.

É infatigável, mas esgota a quem o ro­ deia. Ama com ardor e vive de forma apaixonada. Seus ataques de cólera são memoráveis e destruidores.

Tem dotes para materializar suas idéias e, ao contrário dos demais nativos deste signo, nunca se desanima.

Nele, o mínimo são a paixão e o excesso. Sem estes, em sua opinião, a vida não vale a pena vivê-la.

Possui uma força tranqüila e uma sólida determinação, o que não significa que não tenha uma grande habilidade para adaptar-se às circunstâncias.

É expansivo, expressivo, generoso, dá sempre o melhor de si mesmo, reparte tudo que ganha, sempre faz pelos de­ mais o que gostaria que fizessem por ele.

E um duplo mistério ambulante. Do momento que acreditamos tê-lo apri­ sionado, nos escapa. Mas se você é ama­ do por ele, não o deixará escapar.

A SERPENTE ASCENDENTE...
Antes de sua chegada, não havia nada. De­ pois dela, o mundo corre o risco de de­ saparecer. É o que pensa, muito seriamen­ te, e às vezes acabamos acreditamos nele.

Gosta da vida cm todas as suas formas e possui o dom inato de compartir este amor puro, sincero e nobre, simples e verdadeiro.

E atraente, carismático e irresistível. Sempre obtém o que quer dos demais. E como é muito ambicioso nunca se priva de utilizar seu encanto.

Seu espírito crítico não é nenhum pre­ sente, mas seu sentido da beleza pura das formas, os seres e as coisas é, sem dúvida, impagável.

Ama sua pessoa de maneira bastante pronunciada. Isto pode ser perdoado quando ele é divertido e brilhante, mas é irritante quando o levamos a sério.

Sua arma preferida é a amabilidade. Não há mais remédio, portanto, que ceder ante seus desejos, caprichos e prerroga­ tivas. Naturalmente, ele sabe disso.

Sabe o que faz e nunca esbanja suas for­ ças, que, por outro lado, não lhe faltam; mas concede um lugar preponderante a seus sentimentos, que ditam todos os seus atos.

Se joga, é unicamente para ganhar, caso contrário, prefere abster-se. Mas é certo que não é desprovido de talento nem de energia para triunfar.

É um megalomânico, mas sabe mostrarse à altura de suas idéias. Em sua área, é quase sempre o melhor.

Ao vê-lo tão dócil, encantador, sutil e astuto, ninguém diria que é tão flexí­ vel, voluntarioso e belicoso. Quase sempre chega longe.

Seu irresistível encanto é um dom di­ vino, que pode pôr ao serviço de sua co­ ragem, perseverança c ambições, as quais, desta maneira, sempre chega a cumprir.

Seu instinto é um diamante em estado bruto, chamemos clarividência ou pre­ monição. Para ele, sentir c saber, são a mesma coisa.

Nele, o orgulho pode alcançar quotas jamais igualadas. Quanto a ser o típico temerário, tampouco lhe traz muitos problemas. Sua loucura é contagiosa.

Confia demasiado em si mesmo, ou en­ tão desconfia de todos e de tudo. Tanto em um caso como no outro, sua iden­ tidade lhe causa problemas.

E um epicurista refinado, mas nem por isso deixa de ser realista, muito dono de si e sociável. E, antes de mais nada, se­ letivo e nunca familiar. Somente lhe in­ teressa a intimidade pura e verdadeira.

E difícil resistir-se a seu encanto, mas é quase impossível saber qual é sua ver­ dadeira cara. Nem ele mesmo sabe.

A astrologia chinesa: as combinações signos-ascendentes

O Cavalo, a Cabra, o Macaco e seus ascendentes
0 CAVALO ASCENDENTE Exagera. Quer demasiadas coisas. Aspira à supremacia. Não se pode de maneira alguma controlá-lo nem obter nada dele contra sua vontade. É apenas um paradoxo. De fato, está im­ buído de sentido comum e possui um espírito materialista, mas estraga tudo devido à sua impaciência, exigência e falta de previsão. Por trás de uma aparente calma esconde uma fogosidade, uma indomabilidade e um espírito rebelde que jamais se rende. Sempre consegue o que quer.

Sente-se muito bem com respeito ao seu amor-próprio. De fato, está muito con­ tente consigo mesmo. Mas o perdoamos facilmente pois é um ser de uma grande sinceridade e de uma lealdade perfeita.

Este nativo é um ás do cálculo e das contas bem feitas. É simpático, sociá­ vel e, em conjunto, seus sentimentos são equilibrados.

É um ser inquieto, que faz uma mon­ tanha do mínimo obstáculo que aparece em seu caminho. Mas, tem tanto encan­ to, elegância e garbo, que todos correm em sua ajuda.

A CABRA ASCENDENTE...

Não só sabe concentrar-se em um único projeto, como também o leva até o fim, nos mínimos detalhes, seguindo escru­ pulosamente os planos que elaborou. É corajoso e perseverante.

Não é indiferente aos problemas dos de­ mais, mas leva a vida com leveza e fan­ tasia. Sonha com um mundo de doçuras c delícias sempre renovadas.

Às vezes, seu espírito de independência e seu aumento de energias ativas o deixam em estado de excesso, mas tem encanto e acaba conseguindo seus objetivos.

Tem muitas qualidades, vantagens c ta­ lento. Sabe empregá-los e tirar proveito deles oportunamente. Mas isto não o faz nem humilde nem generoso. Às vezes seu egoísmo não tem limites.

Este nativo é desejoso e tão capaz de conseguir seus objetivos que pode dar mostras de muito sangue-frio c ocul­ tar suas emoções c sentimentos.

As qualidades de seu ascendente mo­ deram seu vivo temperamento, lhe dão um poder de sedução mágico, mas o fazem independente e inacessível.

Tem um pequeno toque de desfaçatez e compostura que às vezes irrita. Mas sua generosidade, seu temperamento ex­ pressivo e seu saber fazer são admiráveis.

Faça o que digo mas não faça o que faço: assim é como se pode resumir sua per­ sonalidade. De fato, é muito moralista e tende-se a acreditar nele. Mas não há nada mais suscetível e caprichoso que ele.

Não se pode confiar nele, pois muda com freqüência de idéia, centro de interesse e sentimentos. N o entanto, cada vez que se propõe algo acaba conseguindo.

Sempre se está queixando de sua sorte. Mas, em realidade, olhando-o bem, pro­ voca mais inveja que compaixão, e é muito consciente disso.

Tem sonhos ou ambições acima de seus recursos ou posses. Mas o fato de saber disto não basta para frear seus impulsos.

É discreto. Sabe fazer-se esquecer. Por isso. pode liberar-se de cargas e obri­ gações que se fazem pesadas. Sua genti­ leza e compaixão só são formais.

0 MACACO ASCENDENTE...

Não perde tempo. Sabe o que quer ou o que necessita, onde e como obtê-lo. É muito eficaz.

Sabe transformar seus sonhos em rea­ lidade. É um artista ou criador, mas não tem os pés no chão e aspira ao triunfo e ao êxito.

Não só é muito influenciável, mas tam­ bém é incapaz de resistir a qualquer ten­ tação. Muda tantas vezes de idéia, ou até mesmo de vida, como de camisa.

Nunca se sabe o que pensa, o que quer, o que faz, e, de repente, um dia sua obra nos surpreende.

Vive sempre acima de sua posses, sem temer as mudanças e os contratempos que possam se apresentar; pelo contrá­ rio, adora-os. Qualquer coisa, menos a monotonia: é este seu sentido de ordem.

A generosidade não é seu forte. Primeiro se preocupa consigo próprio. N o en­ tanto, não há ninguém como ele para saber segurar em pleno vôo uma boa oportunidade.

Parece não ter quebrado nunca um pra­ to em sua vida. É muito simpático, terno e encantador. Mas, só se trata de um jogo e, mais ainda, de um jogo duplo.

Não existe ninguém mais inacessível. Ri­ se de tudo e sempre consegue repor-se diante de qualquer tipo de dificuldade.

Sonha. Alimenta-se de seus sonhos. E, pelo que parece, com isto se satisfaz. Seus grandes sentimentos o fazem viver cada minuto em uma história novelesca.

Ao contrário do que possa pensar, não é nem um gracioso nem um ser fútil. E profundamente sério e inclusive de uma sensatez exemplar.

Tem muita vontade de sair dos cami­ nhos trilhados, distinguir-se de seus se­ melhantes e partir para a aventura. Não quer viver como os demais.

Tem imaginação e sabe tirar proveito dela. Astuto, cheio de fantasia, adaptá­ vel, sempre encontra a maneira de fazer algo partindo de quase nada.

Só segue suas idéias e não dá ouvidos a ninguém. É incapaz de permanecer dois minutos em um mesmo lugar. Crêse indispensável e não sabe delegar nem confiar nos demais.

Tem um sentido de humor à prova de fogo, o que não exclui um realismo às vezes exacerbado, mas que dá muito menos resultados.

Está cheio de idéias. Tem grandes so­ nhos e projetos. Se conseguir con­ centrar-se em um determinado e che­ gar a realizá-lo, viverá seus dias de glória.

Obviamente, é travesso mas também muito ágil, hábil, astuto e, sobretudo, um agudo diplomata. Às vezes, conse­ gue conciliar o inconciliável.

Tem olfato para os negócios e negocia­ ções, mas é franco, honesto, mantém suas promessas e permanece fiel a seus com­ promissos.

Embora sua natureza tenda ao drama¬ tismo e ao fatalismo, é muito solidário com os demais, inclusive tem momen­ tos altruístas.

A astrologia chinesa: as combinações signos-ascendentes

O Galo, o Cão, o Javali e seus ascendentes
0 GALO ASCENDENTE...
É implacável, sem concessões, jamais renuncia, nem abandona as armas. Não se sabe muito bem se atua por valen­ tia, obstinação ou orgulho extremo. Possui um agudo sentido de equilíbrio. Tem sede de justiça, tanto como de viver em condições que dêem segurança. Gosta muito de dizer a última palavra. É o nativo do Galo mais misterioso e si­ lencioso. Não quer que ninguém se in­ trometa em seus assuntos e ele não se mistura nos assuntos dos demais. Seu estilo de vida discreto o levará longe. E franco sem concessões, bastante ingê­ nuo, sempre disposto a fazer um favor, a atuar como defensor dos pobres ou a salvar o mundo. Às vezes passa à ação.

0 CÃO ASCENDENTE...
Menos vaidoso que o resto dos nativos deste signo, é tão encantador como arre¬ batador, suscita a simpatia de todos e dá mostras de uma extrema ansiedade de descoberta e saber. Adora que se fale dele e que se interes­ sem por ele, e sabe muito bem se po­ sicionar para ser o centro de atenção. E um genial oportunista.

É muito pragmático, rigoroso e autori­ tário. Sabe impor suas opiniões, tomar o poder e inclusive, às vezes, abusa do mesmo sem nenhum complexo.

O aspecto brilhante de sua personali­ dade não implica que não tenha um ca­ ráter atento, compreensivo, conciliador, que o torna simpático e atraente, em­ bora às vezes seja muito suscetível.

Apesar de seu inegável carisma, crê-se demasiado suficiente para poder ser fran­ camente simpático. E, além disso, não dis­ põe de constância, mas é bom de lábia.

Utiliza seu encanto ou seu poder de con­ vicção para obter o que quer e acaba con­ seguindo. Seu espírito desenvolto per­ mite-lhe aproveitar as oportunidades.

É um ser muito interessado e que não confia em ninguém. Mas quando com­ prova que não tem nenhuma razão para desconfiar, é de uma fidelidade sem igual.

Sempre gosta de jogar para ganhar, so­ bretudo quando não tem nenhum ás na manga. É o rei do farol. Mas, por isso, é capaz de sair de qualquer situação com facilidade.

Com ele, o relógio é o relógio, e cada coisa tem o seu momento certo. E dis­ ciplinado, organizado, meticuloso e nem por isso deixa de ser um pouco alou¬ cado, por ser demasiado razoável.

A qualquer dia e a qualquer hora, sem­ pre se pode contar com ele, com seus conselhos e com sua integridade. E des­ provido de tato, mas tem um coração de ouro.

Não é fácil gostar dele nem de satisfazêlo. Quer sempre tudo e de imediato. É um ser corajoso, mas turbulento e muito ansioso.

Quase sempre resmunga, tanto por um sim quanto por um não, mas sua na­ tureza é boa e generosa. Necessita de uma ocupação ou uma responsabilidade, do contrário vê tudo negro.

Está totalmente disposto a ocupar-se dos demais e a fazer favores, enquanto isto sirva seus interesses pessoais, pois nunca se esquece de si mesmo.

Tende a pensar que na vida não é pre­ ciso preocupar-se em demasia. Por isso vive o dia-a-dia. Não se precipita ao de­ cidir-se ou ao atuar.

Este nativo é totalmente desprovido de objetividade quando se trata de si mes­ mo. Mas isso não lhe impede ter um es­ pírito crítico. É muito ansioso e apai­ xonado.

E consciente de suas qualidades, suas de­ bilidades e recursos disponíveis. Pode mostrar-se muito dedicado a uma causa superior ou a um ser querido.

Tem grandes e sólidas convicções às quais está muito apegado e pelas quais está disposto a lutar se for necessário. E chega até o fim.

0 JAVALI ASCENDENTE...

Sua curiosidade, sobretudo intelectual, não tem limites. É tão sensual quanto ce­ rebral. Mas não tem complexos na hora de realizar seus desejos ou seus sonhos.

Irrita-se facilmente, mas não se pode negar sua capacidade de ação, a quali­ dade de seu trabalho, sua seriedade, sua eqüidade e sua ética.

Vê a vida pelo lado bom e, quase sem­ pre, sai-se bem. E sociável, amigável, mas sempre atua da maneira mais van­ tajosa para ele.

Está cheio de boa vontade, é muito de­ dicado, mas não é preciso pedir-lhe ex­ cessivamente nem forçá-lo moralmente, pois odeia isto. É um amigo perfeito. É naturalmente sociável e comunicativo, mas tem a arte de aproveitar-se de suas relações para conseguir seus objetivos, fazer negócios ou então seguir em frente.

Confunde com freqüência obsequio¬ sidade com servilismo. Por isso esgotase fazendo favores aos demais. Deixa-se levar pelo que tem diante de seu nariz.

Gosta dos romances românticos, tanto de lê-los como de vivê-los. E muito afe­ tuoso, muito independente, também in­ finitamente permissivo e conciliador.

Não devemos confiar em sua aparente despreocupação, nem na simplicidade de seu comportamento, pois tem uma saída para tudo.

É mais dócil, mais imaginativo e tam­ bém mais otimista que o autêntico na­ tivo do Macaco. Sabe distinguir-se e mo­ nopolizar as atenções.

E o mais sensato, mais comedido e pon­ derado dos nativos deste signo chinês. Sua avidez, sua prodigalidade e sua sen­ sualidade continuam sendo grandes, mas nunca transbordantes.

É bastante idealista. Precisa acreditar em algo ou em alguém. Mas, às vezes é muito ingênuo quando está absoluta­ mente convencido de que tem razão.

Prende sua atenção durante horas. É fa­ lador? Nunca. Mas sim eloqüente. Sem­ pre faz com que fiquemos suspensos em seus lábios. Mas, às vezes, sua língua pode chegar a ser muito afiada.

Este tigre dá a impressão de ser dono de si mesmo e de sua situação. Na re­ alidade, não faz nada sem pedir con­ selho, nem sem obter a aprovação dos demais.

E muito mais rigoroso e exigente do que parece. E honesto com sinceridade. A hipocrisia, a prevaricação e a traição podem torná-lo violento.

E um epicureu de grande coração, que vive a vida de forma apaixonada e joga com sua saúde. E também um fino bon vivant.

A astrologia chinesa:

As interpretações dos signos e elementos diários
Vejamos brevemente alguns significados das 60 combinações signo-elemento diário, que lhe ajudarão a afinar seu estudo de qualquer mapa astral.

e

14 Búfalo-Fogo-Yin. Este nativo, muito sincero, muito seguro de si 1 Rato-Madeira-Yang. Este nativo, preocupado por sua segurança, é corajoso, produtivo, trabalhador, competente e muito honesto. mesmo, sempre quer permanecer dono de si mesmo. 2 Búfalo-Madeira-Yin. Este nativo, trabalhador, inovador e ambicio15 Tigre-Terra-Yang. Orgulhoso, ambicioso, mas competente, este naso, sabe adaptar-se às circunstâncias para tirar melhor partido delas. tivo necessita distinguir-se. 3 Tigre-Fogo-Yang. Hiperativo e muito expressivo, nunca deixa ninil 6 Lebre-Terra-Yin. Este nativo, realista, constante mas ascético, tem guém indiferente. os pés na terra. Quer provas de tudo. 4 Lebre-Fogo-Yin. Terno, expressivo, mas influenciável, necessita apoio 17 Dragão-Metal-Yang. Este nativo, íntegro, moralista, justo e imparcial, é duro consigo mesmo e severo com os demais. consolo. Dragão-Terra-Yang. Possui um espírito lógico e racional, sempre Serpente-Metal-Yin. Voluntarioso, inteligente, este nativo tem 18 poder efetivo sobre tudo que toca, sem deixar transparecer. quer dominar a situação. 6 Serpente-Terra-Yin. Este nativo, expressivo, expansivo, e no enavalo-Água-Yang. Curioso, eclético, com muito humor, tem a arte tanto misterioso, tem a capacidade de resolver os problemas mais deadaptar-seàs circunstâncias. complexos. 20Cabra-Água-Yin.Este nativo é normalmente desprovido de confiança em si mesmo, mas tem muito encanto e sabe cercar-se 7 Cavalo-Metal-Yang. Indomável, imprevisível e apaixonado, só sabe viver em liberdade. bem. 21 Macaco-Madeira-Yang. Este nativo está sempre à espreita de novas 8 Cabra-Metal-Yin. Este nativo, seguro de si e de suas qualidades, asidéias, é curioso e muito ambicioso. pira antes de mais nada a estabelecer uma harmonia social e afetiva. 9 Macaco-Água-Yang. Intuitivo e sagaz, é um hábil estrategista, 2Galo-Madeira-Yin.Este nativo, enérgico, entusiasta e tolerante, que sempre atua da maneira mais vantajosa para si próprio. passa o tempo projetando-se para o futuro. 23Cão-Fogo-Yang.Este nativo, idealista, honesto, entusiasta, tem 10 Galo-Água-Yin. Este nativo inteligente, cultivado, mas perfeccionista, nunca deixa nada ao acaso. acapacidadede encontrar toda a ajuda que necessita. 24Javali-Fogo-Yin.Este nativo, corajoso, entusiasta, pródigo, às vezes 11 Cão-Madeira-Yang. Sociável, equilibrado e refinado, é fiel às tende a jogar a casa fora pela janela. suas escolhas, compromissos e sentimentos. 12 Javali-Madeira-Yin. Este nativo, empreendedor, generoso, so25 Rato-Terra-Yang. Este nativo, talentoso e perseverante, tem um lidário, não por isso deixa de ter costumes leves. único objetivo e o segue com firmeza. 13 Rato-Fogo-Yang. Independente, enérgico, é corajoso, assim como 26 Búfalo-Terra-Yin. Este nativo, realista, leal, sempre acaba logrando generoso e solidário. seus objetivos como quem não quer a coisa. i

C

2

2

7Tigre-Metal-Yang.Este nativo, ansioso, passional e impulsivo, estádispostoa tudo para alcançar seu objetivo. 28Lebre-Metal-Yin.Este nativo, sensual e refinado, nunca deixa de ser ambicioso e muito seguro de suas capacidades e competências.

29 Dragão-Água-Yang. Este nativo, perspicaz e lúcido, tem profundas convicções, mas estas nunca excluem as dos demais. 30 Serpente-Água-Yin. Este nativo, materialista e cerebral, tem um sentido inato para os negócios, mas também é prudente. 31 Cavalo-Madeira-Yang. Enérgico mas disciplinado, gosta das inovações, os desafios e as idéias originais. 32 Cabra-Madeira-Yin. Este nativo, terno, nobre mas um pouco ingênuo, é muito generoso e a vida o retribui bem. 33 Macaco-Fogo-Yang. Este nativo, inventivo, entusiasta e passional, gosta da competição e dos riscos calculados. 34 Galo-Fogo-Yin. Este nativo, muito individualista, dinâmico e autoritário, vê a si próprio como absolutamente exemplar. 35 Cão-Terra-Yang. Este nativo, pragmático, prudente e leal, destaca-se por ser profuso em bons conselhos. 36 Javali-Terra-Yin. Paciente, constante, sério e íntegro, sempre acaba conseguindo seus objetivos. 37 Rato-Metal-Yang. De caráter bastante intransigente, nem por isso deixa de ser um grande sentimental. 38 Búfalo-Metal-Yin, Este nativo, seguro de si, de suas idéias e convicções, nunca retrocede ante nenhum obstáculo com o fim de poder triunfar. 39 Tigre-Água-Yang. Este nativo, inteligente e humanista, lúcido e realista, vai até o final de suas aspirações. 40 Lebre-Água-Yin. Sensível, suscetível e emotivo, sempre dá a impressão de ser imprescindível. 41 Dragão-Madeira-Yang. Este nativo, curioso, imaginativo, mas perfeccionista no fundo, sempre está convencido de que tem razão. 42 Serpente-Madeira-Yin. Este nativo, imaginativo, brilhante e apaixonado, vê e sabe muito mais coisas do que diz. 43 Cavalo-Fogo-Yang. Este nativo, muito atraente, impetuoso, mas instável, funciona por instinto e só vive no presente.

C

p

abra-Fogo-Yin.Estenativo, emotivo, impressionável e impulsivo, não sabe resistir às tentações. Macaco-Terra-Yang. Este nativo, estudioso, reflexivo, responsável, tem muito sentido da responsabilidade. Galo-Terra-Yin. Este nativo, metódico, organizado, prudente, temumagudo sentido de ordem, moral e justiça. 47 Cão-Metal-Yang. Este nativo, audaz, ambicioso e muito discilinado, possui um espírito crítico muito mordaz. Javali-Metal-Yin. Este nativo, resistente e produtivo, honesto um pouco ingênuo, sempre triunfa graças a seu trabalho.

Rato-Água-Yang. Este nativo, sedutor e maquiavélico, só corre Búfalo-Água-Yin. Este nativo, calculista, tenaz, mas também

T

flexível, sempre acaba obtendo o que quer dos demais. igre-Madeira-Yang.Este nativo, diplomático e com muito encanto, põe a todos no bolso. Lebre-Madeira-Yin. Compreensivo e tolerante, às vezes não dispõe de rigor ou de discernimento em suas relações. Dragão-Fogo-Yang. Impaciente, ávido por triunfar, não anda rodeios, mas quase sempre é desprovido de humildade. Serpente-Fogo-Yin. Este nativo possui um poder de sedução convicção irresistível e ama o poder. Cavalo-Terra-Yang. Este nativo, intuitivo e imaginativo, sempre empreendendo vários projetos ao mesmo tempo. Cabra-Terra-Yin. Este nativo é serviçal, dedicado e sério, mas nem por isso deixa de ser muito independente.

57 Macaco-Metal-Yang. Este nativo, muito independente, realista e apaixonado, tem a capacidade de prever os atos e desejos dos demais. 58 Galo-Metal-Yin. Este nativo, ambicioso, corajoso e tenaz, jamais permite que o afastem de seus objetivos. 59 Cão-Água-Yang. Este nativo, intuitivo e receptivo, distinguese por sua compreensão dos sentimentos e contradições dos demais. 60 Javali-Água-Yin. Este nativo, perspicaz, tolerante e cheio de boa vontade, vive entregue aos que ama.

A astrologia chinesa

O Rato, o Búfalo, o Tigre e alguns signos e elementos diários
V
ejamos alguns exemplos de inter­ pretações das combinações entre o signo natal do Zodíaco chinês e os sig­ nos e elementos do dia, os quais lhe per­ mitirão ser mais preciso no estudo de um mapa astral chinês e deste modo afi­ nar suas interpretações. Este nativo gosta e aspira ao sucesso ma­ terial e social. Gosta de dirigir operações, pois, no fundo, não confia em ninguém mais que em si mesmo. N o entanto, em certas ocasiões sabe mostrar-se gene­ roso. Mas prevalece, sobretudo, sua grande ambição e é também muito forte sua vontade de distinguir-se de seus semelhantes por suas próprias iniciati­ vas e atos. Este nativo não é desprovido de quali­ dades e com freqüência tem um exce­ lente sentido dos negócios. N o entanto, sua grande prodigalidade o lança em si­ tuações difíceis. Por isso, apesar da si­ tuação invejável adquirida graças a seu trabalho, às vezes se encontra em si­ tuações precárias. Mas sua vontade de se­ guir sendo sempre dono das situações e seu espírito lógico poderão ser-lhe de grande ajuda para recuperar a prudência.

0 NATIVO DO RATO CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

Este nativo se revela muito preocupado com sua comodidade e segurança ma­ terial e financeira. Aspira, portanto, a proteger-se e preservar-se. N o entanto, pode dar mostras de coragem e de boas qualidades para o trabalho. Por este mo­ tivo, deduzimos que será muito hábil, eficaz, competente e produtivo em uma atividade exercida em seu próprio do­ micílio.

Este também não é dos que outorgam sua confiança facilmente. Astuto, sagaz, hábil estrategista, tem sempre uma saída para tudo e raramente não consegue o que quer. Mas isto não lhe exclui um certo encanto, um refinamento máximo e uma intensa sensualidade, que às vezes fazem esquecer que é capaz de ser muito sagaz quando seus interesses estão em

jogo.

O NATIVO DO BÚFALO CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

grande firmeza para pôr fim a litígios e discrepâncias. Portanto, poderá exer­ cer uma atividade jurídica na qual se destacará e terá êxito garantido, pois é também muito mais ambicioso do que aparenta.

variadas e raramente deixa de cumprir suas ambições ou de conseguir contri­ buir com inovações para seu setor.

Este nativo, que se distingue sobretudo por sua intensa sensualidade que o leva às vezes a cometer excessos, é um in­ divíduo bom e de caráter sociável. Sente uma necessidade visceral de viver em condições confortáveis, para não dizer acomodadas. Alem disso, seu compor­ tamento sério, sua perseverança e sua in­ tegridade lhe permitem adquirir uma boa posição.

Este nativo é quase sempre muito mais sensato, sério e independente do que pa­ rece. De fato, possui um sólido sentido de humor e não toma nada pelo ângulo trágico. Domina a arte de relativizar e eliminar o dramatismo das situações, de inverter os valores e de encontrar so­ luções inteligentes c práticas para todos os problemas. Não pode fazer nada sem paixão, o que não significa que tenha um realismo profundo e uma lucidez pró­ xima à clarividência.

Embora se mostre com freqüência ins­ tável e indisciplinado durante sua ado­ lescência e sua juventude, com o tempo e a idade este nativo consegue frear seus impulsos irrefletidos. Modera-se e pode inclusive acabar sendo muito constru­ tivo. Mas as principais características de sua personalidade, que permanecerão imutáveis aconteça o que acontecer, são seu espírito de independência e seu tem­ peramento apaixonado.

0 NATIVO DO TIGRE CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

Este nativo não é desprovido de talento, nem sequer de dotes, no campo das artes ou da expressão artística. Seu realismo, seu materialismo e seu sentido inato dos negócios são os que lhe permitem viver delas. N o entanto, como é exclusivo e muito exigente em sua vida sentimen­ tal e se deixa levar facilmente por suas emoções, que não controla bem, sua vida afetiva e social é com freqüência instável.

De natureza mais orgulhosa e bastante convencido de si mesmo, este nativo tem necessidade de sentir-se amado, apreciado, admirado e inclusive às vezes adulado. Não suporta viver na sombra nem estar só. Costuma ser mais culti­ vado que inteligente, pois seu perfec­ cionismo não lhe permite sempre apro­ veitar suas qualidades, dons e talentos. Seu rigor lógico e sua necessidade de ordem podem chegar a inibir sua ima­ ginação.

Este nativo tem um sentido muito pro­ nunciado da justiça, da lei e da ordem, que agudiza seu espírito crítico e sua vontade de autodisciplina. Gosta de dar exemplo e não duvida em intervir com

Este nativo, muito individualista, sem concessões, embora equipado com um poder de sedução que o faz muito atra­ ente, inclusive às vezes irresistível, é de uma tenacidade exemplar. Nunca se ex­ pressa em demasia nem se desanima ja­ mais. Além disso, está muito capacitado para adaptar-se às circunstâncias mais

Este nativo sente uma necessidade vis­ ceral de fazer-se ouvir e compreender, de não permitir nunca a existência de dúvidas, nem nenhum mal-entendido, quanto a suas intenções, convicções e as razões que o levam a atuar de determi­ nada maneira. Bastante idealista, franco ao máximo e entusiasta, não se con­ forma nunca com as aparências. Quer que se diga tudo, claramente e sem am­ bigüidades. Sua grande sinceridade e sua honestidade lhe permitem encontrar assim toda a confiança que necessita.

A astrologia chinesa

A Lebre, o Dragão, a Serpente e alguns signos e elementos diários
0 NATIVO DA LEBRE CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO... Adora os prazeres da vida em todas as suas formas, e seu gosto excessivo pelas coisas boas e luxuosas, pode levá-lo a co­ meter loucuras. Mas é preciso admitir que é um amigo excepcional e fiel. 0 NATIVO DO DRAGÃO CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

Este nativo esbanja encanto e talento, mas seu caráter está marcado por uma ansiedade crônica que o deixa impa­ ciente e intervencionista. Não sabe es­ perar até o momento oportuno para atuar, e por isso quase sempre desper­ diça suas oportunidades ou suas virtu­ des. Fala em demasia e nem sempre no melhor momento. Tem a língua solta ou "vende a pele do urso antes deste ter sido caçado", como se costuma dizer. Em conseqüência, é tudo exceto tran­ qüilo, embora dê a impressão contrária.

Este nativo não é nem indeciso nem con­ trovertido. Gosta de dizer o que pensa e fazer valer suas qualidades. Ás vezes, in­ clusive não duvida em exagerar para de­ monstrar aos demais do que é capaz e o quanto vale. Perseverante, tenaz, corajoso, embora não pareça, leva sempre uma vida discreta e aparenta não haver nunca que­ brado um prato. Consegue suas metas. Durante toda sua vida, este nativo aprende a ser paciente e isto não é pouca coisa para ele. N o entanto, quase sem­ pre seus sentimentos e afetos sinceros e autênticos o impulsionam para a frente. Por este motivo, esforça-se muito em moderar suas pretensões e tendências, e pôr assim a salvo suas valiosas relações. Finalmente, acaba descobrindo que o que realmente realiza com sucesso são os empreendimentos c iniciativas a lon­ go prazo.

Visto de fora, este nativo é um ser fleu­ mático, a quem as emoções fortes ou os sentimentos apaixonados parecem não afetar. No entanto, não é preciso ofendêlo ou irritá-lo, pois pode tornar-se agres­ sivo e vingativo com facilidade. É muito vivo, um hábil diplomata c excelente es­ trategista. Sabe tirar proveito das si­ tuações mais delicadas e defender seus interesses.

Este nativo é uma espécie de falso mi­ santropo, inteligente, cultivado e astuto, é do que não é preciso demonstrar que se basta consigo mesmo, que não ne­ cessita nada nem ninguém, exceto tal­ vez um bom livro e o calor de um lar.

Este nativo tem uma necessidade visce­ ral de entrar em competição. Mas não se conforma apenas em participar. Está ali para ganhar. E certo que é brilhante, audaz, competente e que a sorte o acom­ panha com freqüência. Mas é preciso dizer que não tem igual na hora de obri­ gar-se moralmente. Infelizmente, às vezes, pensa em demasia em si mesmo e não o suficiente nos demais.

0 NATIVO DA SERPENTE CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

confiar nas aparências, é justamente ele, pois por trás de seu aspecto superficial esconde-se um ser ambicioso, com um gosto pronunciado pelo poder, autori­ tário e intervencionista, de caráter muito enérgico e incômodo.

Por surpreendente que possa parecer, este nativo domina à perfeição suas pai­ xões e sua impaciência. Então, põe toda sua força e todo seu poder de sedução a serviço de suas ambições, que nele se transformam em obsessões. De fato, é insaciável com relação às ambições e está disposto a qualquer coisa para conseguilas. Está totalmente desprovido de es­ crúpulos é, quando se trata de obter o que quer, pega a todos desprevenido.

Também este tem muita sorte pois não lhe faltarão talento nem vantagens na vida e quase sempre possuirá um cará­ ter feliz e alegre. N o entanto, não se faz ilusões e sabe agradecer aos céus os dons que o destino lhe deu, repartindo fa­ vores aos que o rodeiam. Portanto, é um ser dado, leal, sincero, sempre disposto a ajudar aos demais e a oferecer-lhes bons conselhos. Somente a injustiça pode torná-lo agressivo.

Este nativo possui a arte de se ganhar a confiança de todo mundo. De fato, tem o dom de exercer uma espécie de fascinação sobre os demais, de seduzilos e acalmá-los. Dentre deste tipo de pessoas é dos que têm talento e vale mais ser seu amigo que seu inimigo, pois é um duro adversário. Além disso, de seu lúcido orgulho nasce uma espécie de complexo de superioridade que o con­ vence de que é irresistível e invencível.

Este nativo, cético, desconfiado, na de­ fensiva, só crê no que vê. Mas, sobre­ tudo, só crê no que mais lhe convém e está convencido de que na vida nada é impossível de obter ou realizar do mo­ mento que se deseja de verdade. Odeia as pessoas que se acham vítima da má sorte ou que se lamentam. Ele, se não consegue superar um obstáculo, o cir­ cunda e sempre acaba encontrando uma solução. Só é tolerante ou compreen­ sivo se tal atitude é suscetível de ser útil a seus interesses.

Este nativo não se conforma em ser ape­ nas um sedutor. Além disso, quer que se saiba, que se note sua capacidade de chamar a atenção e suscitar a admiração dos demais. Por isso, não é precisamente discreto e raramente passa despercebido. N o entanto, se devemos pôr alguém como exemplo de que nunca devemos

Este nativo possui uma personalidade rica porém cheia de contradições. Ex­ clusivo e apaixonado, é muito inde­ pendente, com freqüência libertino e, mais cedo ou mais tarde, infiel. Pers­ picaz, muito capacitado para discernir, esbanjador, gasta muito, tem gostos lu­ xuosos e é totalmente imprevisível e irracional financeiramente falando. Sabe seduzir, convencer, excitar a ansiedade, mas sua sinceridade é mais que duvi­ dosa. Tem com freqüência talento dra­ mático, mas nem sempre o utiliza com bons propósitos.

A astrologia chinesa

O Cavalo, a Cabra, o Macaco e alguns signos e elementos diários
0 NATIVO DO CAVALO CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO... quando está decidido a obter o que quer ou a conseguir atingir suas metas. É sempre muito mais ambicioso do que parece. De fato, em seu interior alberga um grande senhor. E desfruta tanto ad­ mirando uma beleza perfeita, como em¬ briagando-se com seus êxitos. É inteligente, sutil, astuto, muito intui­ tivo e também muito atraente, e ele sabe disso. Infelizmente, nunca emprega suas qualidades nem seu talento para fins muito louváveis. Assim, exerce sua ca­ pacidade de sedução para convencer, in­ fluenciar ou manipular a todos que o cercam de maneira que cada um deles ou delas lhe seja útil para algo. De fato, suas relações são sempre interesseiras e, se necessário, não duvida em preparar armadilhas ou em mentir, com tanta convicção que ninguém nota. Eviden­ temente, como sabe do que é capaz, tem tendência a desconfiar dos demais.

Este nativo tem muito charme, classe e refinamento. É um esteta e um siba¬ rita. Mostra-se muito chegado aos pra­ zeres excepcionais, que sabe apreciar em seu justo valor. É pois, muito seletivo e portanto muito exigente. E mais ainda

É um indivíduo apaixonado, cujas idéias não deixam de ter originalidade e que gosta de viver à sua maneira, totalmente independente, transbordante de energia e muito corajoso. Dá sempre atenção ao mais urgente e odeia que se metam em seus assuntos. De natureza franca e es­ pontânea, diz o que pensa e o que quer. Mas isto não significa que não seja so­ ciável, muito generoso e às vezes inclu­ sive solidário com os demais, embora ja­ mais perca de vista seu interesse pessoal, e isto explica seu grande poder de adap­ tação a todo tipo de situações.

Necessita sempre demonstrar-se a si mesmo, e ao mesmo tempo aos demais, do que é capaz. Enérgico, decidido, tem um gosto pronunciado pela competição em todas as suas formas. Apoiando-se

em sólidas convicções, avança sem reparar em obstáculos e não duvida de que seus empreendimentos terão êxito. É certo que quase sempre o consegue, pois não é desprovido de perspicácia nem de discernimento.

0 NATIVO DA CABRA CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

Também tem fé em si mesmo e não du­ vida de suas qualidades nem de suas possibilidades. Sabe avaliá-las em seu justo valor e aproveitá-las no momento oportuno. Cheio de encanto, de doçu­ ra e afeto, abundante em ternura, neces­ sita de muito amor. E, às vezes, isto não permite que seja muito fiel. O que não quer dizer que nunca assuma respon­ sabilidades, nem que não cumpra com seu dever.

sorri. Deste otimismo natural é preciso dizer que lhe cai bastante bem, pois, afi­ nal de contas, embora nunca se preo­ cupe em demasia com nada, nem o amanhã lhe tire o sono, tem a habilidade de saber aproveitar as oportunidades que aparecem e, principalmente, de encon­ trar-se no lugar certo na hora certa.

Este nativo tende a viver sempre na de­ fensiva, desconfiando de todos e de tudo. Seus medos raramente são justi­ ficados. São devido à falta de confiança em si mesmo, que nem por isso lhe transforma cm passivo e resignado, em­ bora o faça bastante fatalista. Não existe ninguém mais prudente, realista e ra­ cional que ele. Estas são as qualidades que podem fazer dele um ser serviçal e um excelente conselheiro.

É um ser que possui um caráter ambi­ valente e, às vezes, inclusive uma dupla natureza. Por isso, por um lado, sua ne­ cessidade de sentir-se amado, admirado, mimado e protegido o incita a viver de­ forma tranqüila e conformista. Mas, por outro lado, suas ambições, que o ator­ mentam, e seu espírito de independên­ cia exacerbado o levam a adotar um modo de vida original. Portanto, apesar de sua grande coragem e tenacidade, muda com freqüência de atitude e de humor c pode revelar-se muito suscetível. 0 NATIVO DO SIGNO DO MACACO CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

Por força de acreditar que sem ele a Terra poderia deixar de girar, este nativo às vezes acaba levando ao esgotamento aqueles que o cercam. Mas, por outro lado, é preciso reconhecer seu indiscu­ tível talento para realizar empreendi­ mentos grandiosos ou muito ambicio­ sos e sair dos mesmos com muito brio, pois quando quer obter algo, está dis­ posto a fazer qualquer sacrifício e im­ por-se uma disciplina de ferro.

É um ser equipado com um dom muito excepcional: adivinhar os desejos, in­ tenções e motivações dos demais com um rápido lance de olhos. Não adianta nada, portanto, tentar enganá-lo ou ven­ der-lhe gato por lebre. Nunca funciona. Por outro lado, se você se mostra franco, sincero e leal com ele, não estará tra­ tando com um ingrato, pois é muito ge­ neroso, às vezes até mesmo pródigo e extremamente voluptuoso.

Tem fé em si mesmo. Apesar de que só acredita no que vê, quando está con­ vencido de algo não é possível fazê-lo mudar de opinião. Tem a cabeça sobre os ombros, podemos nos apoiar nele pois é sólido, constante e fiel. Além disso, as adversidades, dificuldades e obstáculos não lhe dão medo. Enfrentaos com coragem, e com o tempo venceos a todos.

Não só está quase sempre contente con­ sigo mesmo, mas também não esquece nem por um instante que a vida lhe

Este nativo também possui uma espé­ cie de sexto sentido ou intuição psico­ lógica. Obviamente, lhe c de grande uti­ lidade para realizar seus desejos e aspirações, pois é incapaz de fazer algo sem crer no que faz com todo seu co­ ração, sem entregar-se de corpo e alma a tudo que empreende. Inteligente, au­ daz, enérgico, suas idéias são nobres e generosas.

A astrologia chinesa

O Galo, o Cão, o Javali e alguns signos e elementos diários
0 NATIVO DO GALO CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO... tâncias e tirar sempre a melhor vanta­ gem das mesmas. Por isso, sabe obter uma boa posição. E um ser que às vezes não possui finura, humor ou distanciamento. Irrita-se fa­ cilmente e odeia notar que zombam dele ou que não o levam a sério. Por outro lado, seus sentimentos são francos e sin­ ceros, seu caráter é reto e leal; mas quer poder exercer seu domínio sobre tudo que toca c continuar sendo dono de si mesmo sob qualquer circunstância. Não suporta que lhe dêem ordens ou que se metam em seus assuntos; portanto, negase a afastar-se de suas prerrogativas. tar-se com ele, c isto às vezes, em si, é irritante, pois não se sabe nunca se está sendo sincero ou se está fazendo um jogo. Mas nos enganamos se suspeita­ mos dele. Se se comporta desta maneira, é simplesmente porque odeia a violên­ cia e sabe do que poderia ser capaz se o levassem ate seu limite. Além disso, tem muito talento e é perseverante.

Este nativo não é desprovido de humor e adora divertir e distrair os que o cer­ cam fazendo-se de palhaço em qualquer ocasião. Mas não devemos nos enganar: trata-se de um ser audaz e muito in­ tuitivo, corajoso, astuto e com um sen­ tido prático, todas as qualidades que lhe permitem não ser vítima das circuns­

Este nativo é de mente aberta, sempre está disposto a discutir, dialogar, che­ gar a um compromisso ou a um acordo, quaisquer que sejam seus interlocuto­ res ou adversários. E muito difícil irri­

Este nativo tem muita lábia, como se costuma dizer. Fala pelo prazer de falar, mas com um amor à palavra que faz com que sua conversa enfeitice. Pode­ ríamos ouvi-lo durante horas. Ainda mais quando não fala por falar. De fato, tem idéias muito firmes, sólidas con­ vicções e sabe perfeitamente o que quer. Em geral, quando monta um cavalo de batalha, chega até o fim e sempre retorna como vencedor. Além disso, só crê no que vê. Necessita, portanto, provas tan­ gíveis e resultados demonstráveis.

O NATIVO DO CÃO CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

pé da letra. Mas, como se sabe, em casa de ferreiro... Por isso, quando se trata de sua pessoa, custa-lhe muito aplicar este mesmo discernimento ou a mesma lucidez. Quase sempre tem altos e bai­ xos, passa da fantasia exacerbada ao de­ sespero absoluto, do entusiasmo exul­ tante ao desânimo total.

é. Portanto, às vezes abusam dele devido à sua ingenuidade ou seu idealismo. No entanto, às vezes seus sonhos seduzem e podemos cair na tentação de acom­ panhá-lo em seu mundo ideal.

É incapaz de fazer, viver e experimen­ tar algo sem paixão. Sua impaciência é quase legendária. Quer tudo "para ontem". Dizer que é ansioso é dizer pouco. N o entanto, c preciso admitir que seu entusiasmo se transmite e que sempre acaba conseguindo seus fins. Mas, às vezes, nos perguntamos se não tem predileção pelos problemas, difi­ culdades ou situações extremas, pois sua existência está cheia deles.

E um ser que possui uma alma inspi­ rada, um espírito sonhador e imagina­ tivo e um caráter terno e generoso, mas um pouco ingênuo. Além disso, muda de humor com muita freqüência. É de­ pressivo. Por isso, vive recluso, isolado do mundo, não quer ver ninguém e cm seguida, da noite para o dia, sem o me­ nor aviso, interessa-se por todas as coi­ sas e todo mundo. Nem sempre é fácil de entender e compreender, embora de uma forma ou de outra, as pessoas o apreciem.

Este indivíduo tem algo de soluciona­ dor de conflitos. Sem dúvida porque é movido por um grande amor pela jus­ tiça, mas talvez também porque lhe falta confiança em si mesmo e tem medo, sem atrever-se a reconhecê-lo, de que não seja amado nem valorizado como merece. Por outro lado, às vezes con­ funde valor com obstinação, e persevera de forma obsessiva em uma via sem saída. Então, é preciso ajudá-lo e abrir seus olhos.

0 NATIVO DO JAVALI CUJO SIGNO E ELEMENTO DIÁRIOS SÃO...

Este nativo alberga em seu interior um grande trágico. Possui, portanto, um dom inato para fazer com que os demais sintam pena dele. Encontra-se longe de estar tão desesperado como quer pare­ cer. Às vezes, nos perguntamos se ao atuar assim não está se esforçando para convencer-se a si mesmo de sua má sorte ou se, finalmente, ao manter um jogo duplo, tenta obter o que quer ou espera ajuda dos demais de uma forma indireta. É um ser que sonha com um mundo perfeito e maravilhoso, uma espécie de outro mundo. Isto significa que tende ao sonho e à evasão e, por conseguinte, não está satisfeito do mundo tal como

Deixa-se guiar por seus instintos, que obviamente nem sempre são bons, mas que, de certa forma, acabam produzindo alguns reconhecimentos ou algumas honrarias, aos quais é especialmente sensível. É certo que tem muito encanto e magnetismo, que gosta de agradar, se­ duzir, conquistar e que não se priva disto. N o entanto, seus excessos sen­ suais e suas proezas não dão muita es­ tabilidade à sua vida.

É bom ser samaritano em pessoa. De fato, este nativo esbanja benevolência e seus conselhos devem ser seguidos ao

Este nativo é o rei da habilidade para sair de apuros. Encontra sempre uma astú­ cia, uma idéia original, um plano para sair das situações c seguir avante ou aproveitar as circunstâncias. Não são precisamente escrúpulos o que lhe falta. Mas atua com tal circunspecção, é tão compreensivo e inclusive tão permis­ sivo, que não podemos evitar achá-lo simpático e atraente. Por último,convém colher suas relações.

A astrologia chinesa

O Rato
nativo do signo do Rato caracterizase por um acentuado caráter indi­ vidualista que, no entanto, não é obstá­ culo a uma sociabilidade natural, uma ânsia pelos intercâmbios, relações, janta¬ res, festas, vida mundana. Seu espírito, ao mesmo tempo intuitivo e racional, impele-o para a curiosidade e inconformismo. É muitas vezes im­ pertinente, provocador, crítico, calcu­ lista, seletivo e sempre na defensiva. É muito hábil a levar os outros a confiar nele, a liberar-se, a fazê-los falar, a animá-los a revelar suas fraquezas, qua­ lidade que explorará por vezes para pro­ teger-se melhor ou obter vantagens pes­ soais ... já que o nascido sob o signo do Rato é dotado para os negócios, para os membros de sua família em particular. Mostra-se sempre encantador, mas tam­ bém desconfiado e astuto. Sabe dissi­ mular suas intenções, mostrar seu mag­ nético poder de sedução, convencer, manipular seus interlocutores, para con­ seguir os seus fins. É um estrategista as­ tuto, com muito sangue-frio. Em con­ trapartida, não suporta ser utilizado, explorado, traído ou rejeitado. Sabe movimentar-se para encontrar so­ luções simples e práticas, com as quais resolve as situações e problemas dos mais complexos. Nunca vacila perante um obstáculo. As dificuldades estimulam sua imaginação, sua necessidade de ex-

O

0 Rato é o primeiro signo do Zodíaco chinês já que, segundo a lenda, foi o primeiro animal a responder à chamada de Buda.

Nome chinês: SHU. Polaridade: Yang. Elemento: Água. Estação: Inverno. Mês: dezembro. CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Li Chun (primeiro período): de 4 a 19 de fevereiro. Da Han (vigésimo quarto e último período): de 21 de janeiro a 3 de fevereiro. AFINIDADES ASTROLÓGICAS Associa-se freqüentemente com Sagitário e seu planeta regente, Júpiter. Na realidade, relaciona-se sobretudo com os dois últimos decanatos de Sagitário e o primeiro decanato de Capricórnio que, juntos, cobrem o mês de Dezembro. Assim, astrologicamente, o Rato chinês mostra afinidades com Sagitário, Capricórnio, Júpiter e Saturno.

• • • • • •

Os anos do Rato
De 31 de janeiro 1900 a 18 de fevereiro 1901 De 18 de fevereiro 1912 a 5 de fevereiro 1913 De 5 de fevereiro 1924 a 24 de janeiro 1925 De 24 de janeiro 1936 a 10 de fevereiro 1937 De 10 de fevereiro 1948 a 28 de janeiro 1949 De 28 de janeiro 1960 a 14 de fevereiro 1961 De 15 de fevereiro 1972 a 2 de fevereiro 1973 De 2 de fevereiro 1984 a 19 de fevereiro 1985 De 19 de fevereiro 1996 a 6 de fevereiro 1997

Durante sua juven­ tude, vê-se muitas vezes cativo de uma certa agitação sentimental, pois até que o seu coração se fixe experimenta uma pro­ funda ligação ao ser amado. Mas não demonstra demasiado. Não ex­ pressa seus sentimentos, embora seja muito sensual, apaixonado, possessivo, ciumento e fiel às suas obrigações. exteriorizar suas energias e suas capacida­ MITOS E SÍMBOLOS CHINESES des cerebrais. O rato odeia a rotina. É DO RATO meticuloso e atento aos seus bens que­ Se no Ocidente o rato tem uma má re­ ridos. É econômico e detesta o des­ putação, já que o associamos muitas perdício. E generoso — mas raramente vezes à vida subterrânea, noturna, com pródigo — exclusivamente com seu par­ os infernos e demônios, as coisas são ceiro, seus filhos ou membros de seu clã. muito diferentes no Oriente.

Por exemplo, para os japoneses, o rato é o companheiro e protetor de Daikoky, o deus nipônico da sorte, da fortuna e da riqueza. Os chineses consideram-no também símbolo de abundância, de prosperida­ de, de opulência, o que não exclui sua avidez insaciável e sua avareza. Para eles, a presença de um rato numa casa é con­ siderada um bom presságio. Segundo uma lenda chinesa, o rato deu o arroz — cuja importância simbólica no Oriente é idên­ tica à do pão no Ocidente — ao legendário imperador Shennung, sob cujo reinado se iniciou o cultivo desta gramínea, que viria a ser a base alimentí­ cia dos chineses. Finalmente, acredita-se que as qualida­ des de astúcia, habilidade, dissimulação, mistificação e estratégia que se atribuem ao rato são as próprias do gênero mascu­ lino. Segundo os chineses, o homem Ra­ to tem seu equivalente na mulher-raposa.

Analogias entre os signos chineses e os signos ocidentais
Estas relações entre signos orientais e signos ocidentais não podem de forma alguma permitir-nos chegar à conclusão de que as características inerentes aos primeiros são exatamente parecidas às dos segundos. É preciso considerar o fato de que os chineses elaboraram seu Zodíaco em função de sua cultura e de suas tradições. Para criá-lo, como fizeram os habitantes da Mesopotâmia alguns séculos antes deles, assinalaram, estudaram e organizaram no seu Zodíaco as analogias evidentes entre os elementos da natureza, da paisagem e do céu da China antiga, e os da sua própria visão do mundo e da vida. Seria um trabalho inútil procurar correspondências flagrantes e sistemáticas entre os orientais e os ocidentais. É mais enriquecedor observar como as qualidades reveladas por este ou aquele signo do Zodíaco chinês completam, acentuam ou atenuam, conforme os casos, as qualidades inerentes ao nosso signo de nascimento

0 Yin e o Yang
Geralmente, no Ocidente, só se dá ao Yin e ao Yang uma interpretação esquemática e condicionada pelo nosso sistema de valores, distinguindo-os e opondo-os ao mesmo nível que o feminino e o masculino, a mulher e o homem. Na realidade, para os chineses, o Yin e o Yang são indissociáveis. E mais: o correto é dizer YinYang e não Yin e Yang. Segundo este princípio, que é o elemento fundamental, essencial, a substância primordial de toda a vida para os chineses, o Yin e o Yang interpenetram-se e não podem separarse. Formam a unidade: "um produto dois", diz o Tao te king. 0 Yin contém o Yang, do qual se alimenta, e vice-versa. Isto é o que revela o símbolo do Yin-Yang, representado por um círculo dividido em duas partes por uma linha sinuosa: uma metade negra com um ponto branco e outra branca com um ponto negro. Este símbolo representa as duas vertentes de uma montanha, uma iluminada pelo sol, a outra imersa na noite, alternadamente.

A astrologia chinesa

O Búfalo
nativo de Búfalo é um trabalhador energético, um corredor de fundo, uma mulher ou um homem da terra ou do terreno, eficaz, construtivo, que tra­ balha na continuidade com constância e perseverança, que às vezes tende para a teimosia e que com freqüência chega à maturidade sendo um homem ínte­ gro. Vê de longe e a longo prazo. Abre o seu caminho no decurso dos dias, dos meses, dos anos, sem se cansar, sem de­ sanimar. Leva o seu tempo, já que se­ gundo ele só as obras que perduram me­ recem respeito e consideração. É dotado de um espírito de análise e de síntese que aguça a sua capacidade de juízo, e lhe permite adquirir com o tempo, sólidos conhecimentos e con­ vicções. Individualista, solitário, auto­ didata, forja um caráter, uma ética, uma linha de comportamento à qual é sem­ pre fiel. Embora às vezes careça de so­ ciabilidade ou de calor humano, e pre­ fira ser o seu próprio chefe e não trabalhar em comunidade, sabe impor a si próprio uma autodisciplina rigorosa. Ignora as dificuldades ou os obstácu­ los que encontra em seu caminho e per­ segue incansavelmente seus objetivos. É honesto, leal, seletivo nas suas relações e muito fiel. Tem uma memória infa­ lível. Agrada-lhe muito transmitir o saber adquirido ou suas descobertas pes­ soais.

O

É o segundo signo do Zodíaco chinês.

• Nomechinês:NIU. • Polaridade: Yin. • Elemento: Terra. • Estação: Inverno. • Mês: janeiro. • CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Yu Shui (segundo período): de 20 de fevereiro a 5 de março. Xiao Han (vigésimo terceiro período): de 5 a 21 de janeiro. AFINIDADES ASTROLÓGICAS No Ocidente costumamos comparar as qualidades reveladas pelo signo do Búfalo do Zodíaco chinês com as do signo ocidental de Capricórnio. Na realidade, o período correspondente ao signo do Búfalo chinês no nosso Zodíaco, ou seja o mês de janeiro, cobre os dois últimos decanatos do signo de Capricórnio e o primeiro decanato do signo de Aquário. Astrologicamente, o Búfalo chinês tem em primeiro lugar, afinidade com Capricórnio e Aquário, seus planetas regentes (Saturno e Urano) e, secundariamente, com as combinações entre os planetas regentes destes signos e o dos decanatos correspondentes: Marte, Urano e Vênus.

Os anos do Búfalo
De 19 de fevereiro de 1901 a 7 de fevereiro de 1902 De 6 de fevereiro de 1913 a 25 de janeiro de 1914 De 25 de janeiro de 1925 a 12 de fevereiro de 1926 De 11 de fevereiro de 1937 a 30 de janeiro de 1938 De 29 de janeiro de 1949 a 16 de fevereiro de 1950 De 15 de fevereiro de 1961 a 4 de fevereiro de 1962 De 3 de fevereiro de 1973 a 22 de janeiro de 1974 De 20 de janeiro de 1985 a 8 de fevereiro de 1986 De 7 de fevereiro de 1997 a 27 de janeiro de 1998

qüila, de coragem, de perseverança, de paciência, de obediência, de força e de resistência, de longevidade, do cumpri­ mento do destino.... características pró­ prias deste animal, que durante muito tempo desempenhou duros trabalhos agrícolas e trabalhou como besta de carga. Costuma relacionar-se o signo de Búfalo com o de Capricórnio, mas será mais exato salientar nas evidentes analogias com o Touro. Mas, Capricórnio e Touro são animais indomáveis e se encararmos o Búfalo como Boi, veremos que este é um animal doméstico. Em qualquer dos casos, não deixa de ser curioso que, se para nós o segundo signo do Zo­ díaco é o Touro, para os chineses é o Búfalo ou o Boi. Para assinalar este espírito de sabedoria que en­ carna o Búfalo, basta dizer que foi escolhido como o animal de montagem de Lao-tsé, o grande filósofo taoísta chinês do século VI a. C. Seus ensinamen­ tos estão revelados no Tao te ching, texto principal do taoísmo que exer­ ceu uma influência considerável sobre o pensamento e os hábitos na China. O Tao te ching termina com estas palavras: "A Via do Céu: gra­ tificar sem prejudicar. A Via da Sabedoria: trabalhar sem batalhar".

Os 5 elementos ou agentes da astrologia chinesa
Em termos absolutos, aspira à sabedo­ ria. Materialista e tradicionalista, apren­ de a gerir, a poupar ao longo do tempo com o fim de sentir-se seguro e de se dedicar tranqüilamente aos seus traba­ lhos. Muito mais sensual do que parece, é muito apegado à sua comunidade, ao seu bem-estar e aos seus hábitos. Fisi­ camente é dotado de uma grande re­ sistência, de fortes recursos psíquicos que reforçam seu sistema imunitário e o protegem de qualquer problema de saúde grave. Além disso, está muito atento à pre­ servação do seu bem-estar e sabe li­ mitar-se, se for necessário. Sentimen­ talmente é pudico e reservado. Aspira a encontrar sua alma gêmea. Caso não a encontre, resigna-se com a vida de solteiro. Não aceita nenhum compromisso afe­ tivo e não se envolve nunca numa re­ lação superficial ou frustrante. Mas quando compromete seu coração é para a toda a vida e não tolera ser decepcio­ nado ou traído. Sua força sossegada pode transformar-se em ira primitiva, des­ trutiva, tão súbita como violenta e irre­ sistível. MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO BÚFALO Búfalo ou Boi? Na maior parte das vezes, os dois termos confundem-se nas mi­ tologias ocidentais e asiáticas. Trata-se sempre de um símbolo de força tran­ 0 Zodíaco ocidental é constituído a partir dos 4 elementos essenciais: o Fogo, a Terra, o Ar e a Água. Mas o Zodíaco chinês é formado a partir de 5 elementos primordiais, que chamamos agentes: a Madeira, o Fogo, a Terra, o Metal e a Água. Cada um destes elementos tem um significado diferente e particular que, combinado com as informações reveladas por um dos 12 signos do Zodíaco chinês, dá indicações específicas quanto à natureza, ao caráter e ao destino de uma pessoa com esta ou aquela configuração astrológica chinesa. 0 total dá uma variedade de 60 combinações e interpretações possíveis, que podemos relacionar com o sistema dos decanatos do Zodíaco ocidental.

A astrologia chinesa

O Tigre
A
pessoa nascida sob o signo do Tigre possui um espírito vivo, um tempe­ ramento enérgico, denodado, ardente, audaz ao nível da imprudência. Gosta do risco e do desafio. Deixa-se guiar fa­ cilmente pelas emoções, mas possui um bom instinto que lhe permite compen­ sar sua falta de previsão e seu desprezo pela lógica e pela razão fria. Tem sentido de prestígio, de honra, da aparência, cer­ to gosto pela hierarquia e pela presença, o bom conceito e a excelência de si mes­ mo. Mostra um porte por vezes altivo, mas também um coração generoso e sentimentos nobres e idealistas. O Tigre gosta da aparência, de aparen­ tar, de se impor, de ser admirável e ad­ mirado. Por outro lado, não faz nada para passar despercebido. Dentro do setor de atividades que escolher será bri­ lhante, entusiasta, capaz de argumentar, de convencer, de seduzir e de vencer melhor do que ninguém. Aspira à su­ premacia, a converter-se no dono, no lí­ der indiscutível, numa posição à vista de todos, que adquiriu graças às suas quali­ dades e méritos exclusivos e reconheci­ dos por todos. Não obstante, seu espírito de indepen­ dência, suas ações e reações impulsi­ vas, o seu caráter agressivo, tornam-no instável ou podem levá-lo a certas di­ ficuldades nas suas relações, visto que não é dos que se rebaixam, se compro-

É o terceiro signo do Zodíaco chinês.

• Nome chinês: Hu. • Polaridade: Yang. • Elemento: Madeira. • Estação: inverno. • Mês: fevereiro. • CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Jin Zhi (terceiro período): de 5 a 21 de março. Tung Chih (vigésimo segundo período): de 22 de dezembro a 5 de janeiro. AFINIDADES ASTROLÓGICAS Tradicionalmente, tem afinidade com o signo de Aquário. Mas tendo em conta que o mês de fevereiro cobre o segundo e o terceiro decanatos do signo de Aquário e o primeiro decanato do signo de Peixes, apresenta certas afinidades com a síntese das características dos dois signos destes três decanatos e seus regentes. Astrologicamente, o Tigre tem, portanto, afinidades com Aquário, Peixes, Saturno-Urano, JúpiterNetuno e a Lua negra.

Os anos do Tigre
De 8 de fevereiro de 1902 a 28 de janeiro de 1903 De 26 de janeiro de 1914 a 13 de fevereiro de 1915 De 13 de fevereiro de 1926 a 1 de fevereiro de 1927 De 31 de janeiro de 1938 a 18 de fevereiro de 1939 De 17 de fevereiro de 1950 a 5 de fevereiro de 1951 De 5 de fevereiro de 1962 a 24 de janeiro de 1963 De 23 de janeiro de 1974 a 10 de fevereiro de 1975 De 9 de fevereiro de 1986 a 28 de janeiro de 1987 De 28 de janeiro de 1998 a 15 de fevereiro de 1999

nascido sob este signo pode perder tudo da noite para o dia, começar de zero c lançar-se numa nova > aventura desde que possa agir livremente.

metem, fazem concessões nem aceitem permanecer numa situação medíocre, em seu entender, ou na qual o seu campo de ação ou seu horizonte se ve­ jam limitados. Por outro lado, raras são as vezes em que não diz simples e es­ pontaneamente o que pensa, goste ou não goste. Mas, tal como no jogo, o

Assim, como gosta da vida, esta o beneficia e a sor­ te cruza muitas vezes o seu caminho. A partir daí, com ele s e para ele não exis­ tem situações deses­ peradas, nunca nada está perdido. Por ou­ tro lado, esta palavra não existe no seu vocabulário. N o amor, é intensa­ mente idealista, sen­ sual e apaixonado. Aspira a encontrar um ser invulgar que amará e que o amará de forma excepcional, sonha em ini­ ciar e cultivar relações fora do comum, viver um amor estranho, lendário, fa­ buloso, no mínimo. Gosta de ser se­ duzido e de conquistar o objeto dos seus desejos e de suas ânsias, que se trans­ formará em uma obsessão, em uma idéia fixa, na sua única preocupação. De um dia para o outro pode abandonar tu­ do para seguir a pessoa amada até o fim do mundo. Mas também não pode se decepcionar. Do contrário, da mesma maneira, faz o caminho inverso sem avisar e renegará categórica e definitivamente a pessoa que o decepcionou ou traiu. MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO TIGRE Os chineses também têm os seus anjos da guarda. Identificados com as forças da natureza, com os representantes do reino animal, são onipresentes na mito­ logia chinesa. Trata-se sempre de gênios bons ou maus, demônios ou divindades com poderes sobrenaturais. Entre as di­ vindades, os cinco Tigres têm um papel

predominante. São considerados os guardiães e protetores da Via do Espaço, isto é, os quatro pontos cardeais e o ponto que se encontra no seu centro. Em outras palavras, os cinco Tigres for­ mam juntos uma cruz mágica, no centro da qual encontra-se o Tigre do Meio ou Tigre Amarelo, figura que simboliza o impe­ rador da China, chamado o Imperador do Meio. A China, com efeito, consi­ derada o centro do mundo por seus ha­ bitantes, chamava-se o Império do Meio. Como vemos, os cristãos não foram os únicos a considerar a cruz um símbolo essencial, uma representação do mundo existente. A cor amarela do Tigre do Meio era a cor atribuída ao imperador da China que, tal como o Sol no meio do Céu, encontrava-se no centro do universo do povo chinês. Porém, na simbologia chinesa, o ama­ relo simboliza também a cor da terra fértil e pressupõe uma representação perfeita da harmonia suprema dos prin­ cípios complementares do Yin e do Yang.

Os cinco Tigres
Em torno do Tigre Amarelo, situado no centro dos 4 pontos cardeais, encontram-se os guardiães das 4 portas do mundo, donos das 4 estações: o Tigre Azul, ao leste, sentado entre as flores e as plantas da Primavera; o Tigre Encarnado, ao sul, com a auréola dos fogos de Verão; o Tigre Branco, ao oeste, reinando sobre os metais do Outono; e, finalmente, o Tigre Negro, ao norte, guardião das águas regeneradoras do Inverno. A história chinesa está repleta de lendas que fazem alusão aos cinco guerreiros ferozes que, tal como os cinco Tigres, foram conhecidos pela sua valentia e protegeram o Império do Meio dos invasores, associados tradicionalmente aos demônios. Por outro lado, os cinco Tigres estão relacionados com os 5 elementos ou agentes do Zodíaco chinês.

A astrologia chinesa

A Lebre
nativo da Lebre é muito tímido. É prudente, sagaz, reservado, medi­ tativo. Gosta de viver em paz, em ambiente confortável, e de preservar a tranqüili­ dade. É extremamente refinado. Daí ser apreciador do raro, do belo e do bom. Gosta do luxo mas às vezes falta-lhe a coragem, a audácia ou a vontade para obter o que necessita, para satisfazer seus caprichos e desejos. Não está preparado para a luta e detesta as relações de força. Assim sendo, compensa sua falta de am­ bição e determinação desenvolvendo seu espírito astuto, sutil e sagaz, que o torna muito hábil para obter o que quer pa­ cificamente, sem realizar mais esforço do que o necessário. Uma mistura de lucidez e de receptivi­ dade para com os demais permite-lhe muitas vezes adivinhar as intenções e as verdadeiras motivações de seus interlocu­ tores. Está sempre muito atento às pre­ ocupações dos que o cercam; compa­ dece-se facilmente, mas raramente toma partido. Depositamos confiança nele porque de­ monstra uma certa serenidade, parece muito filosófico e mostra-se tranquiliza­ dor e cheio de encanto. N o entanto, sua aparente sociabilidade esconde uma gran­ de timidez que não é outra coisa senão um grande orgulho interior, uma tendên­ cia natural para olhar os outros por cima

O

É o quarto signo do Zodíaco chinês.

Nome chinês: Du, Polaridade: o Yin. Elemento: Madeira. Estação: Primavera. Mês: março. CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Chun Fen (quarto período): de 21 de março a 4 de abril. Da Xüe (vigésimo primeiro período): de 6 a 22 de dezembro. AFINIDADES ASTROLÓGICAS A Lebre chinesa se relaciona muitas vezes com o signo de Peixes do nosso Zodíaco. No entanto, o fato do mês de março cobrir os dois últimos decanatos do signo de Peixes e o primeiro decanato do signo de Áries faz com que apresente muitas analogias com uma síntese destes dois signos, seus regentes (Júpiter e Netuno para Peixes e Marte para Áries), mas também com estes três decanatos do Zodíaco ocidental e seus regentes: Júpiter, Marte e Plutão.

Os anos da Lebre
De 29 de janeiro de 1903 a 15 de fevereiro de 1904 De 14 de fevereiro de 1915 a 2 de fevereiro de 1916 De 2 de fevereiro de 1927 a 22 de Janeiro de 1928 De 19 de fevereiro de 1939 a 7 de fevereiro de 1940 De 6 de fevereiro de 1951 a 26 de janeiro de 1952 De 25 de janeiro de 1963 a 12 de fevereiro de 1964 De 11 de fevereiro de 1975 a 30 de janeiro de 1976 De 29 de janeiro de 1987 a 16 de fevereiro de 1988 De 16 de fevereiro de 1999 a 4 de fevereiro de 2000

MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DA LEBRE
Lebre ou Coelho? Pode haver diferença entre ambos? Há uma fundamental, que é puramente astrológica: existe uma constelação (que os chineses chamam "campo celeste") da Lebre (Lepus), no hemisfério sul, abaixo de Orion e à di­ reita do Cão Maior, mas não existe ne­ nhuma constelação do Coelho. E é de supor que os chineses, tal como os an­ tigos povoadores da Mesopotâmia, ti­ vessem estabelecido seu Zodíaco a par­ tir das constelações. Além disso, a lebre se distingue do coelho por suas orelhas longas e patas posteriores maiores e mais fortes, um pêlo mais espesso e sua vida em campo aberto, ao passo que o coelho vive em co­ munidade, em tocas. A lebre parece mais bonita e independente que o coelho. Está claro, portanto, que no Zodíaco chinês se trata de uma lebre. Para os chineses, e por outro lado, para todos os orientais e ocidentais, a lebre é um animal noturno. Segundo os chi­ neses, uma lebre de jade habitava a Lua, onde triturava em uma tigela os ingre­ dientes do elixir da imortalidade. Em uma representação popular tradicional chinesa da festa da Lua, figuram crianças fazendo uma roda ao redor de um homem com cabeça de lebre. É costume oferecer esta imagem como presente a uma família, formulando desejos de prosperidade e riqueza. Segundo a lenda, trata-se de uma lebre que se sacrificou e se lançou ao fogo para alimentar um Buda faminto. Assim, Buda é muitas vezes representado re­ nunciando ao mundo e lançando-se ao fogo sob a forma de uma lebre. A lebre constitui, portanto, para os chineses, um dos símbolos mais be­ néficos, ao qual, além do mais, são atribuídas qualidades de lucidez e cla­ rividência, porque nasce com os olhos abertos. Para finalizar, assinale-se que antigamente os ferreiros chineses uti­ lizavam seu fel como elemento mágico que tornava quase indestrutível o aço das espadas dos guerreiros mais va­ lentes.

do ombro e um grande egoísmo que o conduzem a viver na defensiva. É, portanto, mais influenciável e emo­ tivo do que o que deixa transparecer. Ama sua família, seu clã, seu lar, sua vida privada, que lhe dão segurança e em re­ lação aos quais é muito discreto. O êxito profissional não lhe interessa a não ser que, em contrapartida, obtenha meios para viver mais confortavelmente. Pelo contrário, tem bom olho para os ne­ gócios e sabe sempre aproveitar as opor­ tunidades que se lhe oferecem. Sabe jogar para os dois lados, dizer mentiras para obter a verdade, manobrar habilmente

para obter seus obje­ tivos. N o amor, não tem nada de apaixonado ou ardente e, por conseguinte, de instável e in­ constante. É terno, sensível, romântico, fiel dos pés à cabeça, visto que, tanto na sua vida sentimental como social, não procura nem a aventura nem a paixão. Se, finalmente, encontrar um compa­ nheiro que saiba amá-lo como ele sabe, sensível à sua ternura, sensualmente re­ finado, com tendência para o roman­ tismo, o luxo, a voluptuosidade, e que respeite os longos silêncios que tanto di­ zem, e aspire como ele à paz e à harmo­ nia..., o caminho que a seguir traçarão juntos ficará marcado pela felicidade e durará muito tempo.

A astrologia chinesa

O Dragão
nativo de Dragão tem porte, en­ canto, magnetismo e personali­ dade. Nunca passa despercebido. É oportunista e especialmente receptivo às correntes de pensamento, modas, idéias... que estão no ar, a arte de sur­ preender, de antecipar princípios ou conceitos ainda em estado embrioná­ rio. Ele encontrará projetos e irá rei­ vindicá-los como fatos já consumados perante toda as pessoas. Apesar do seu apego visceral ao passado, que respeita e inclusive às vezes venera, lança-se sempre para o futuro. Avança, evolui. Na maioria das vezes hesita, pro­ cura, experimenta, mas quando tomou uma decisão, vai até o fim o que come­ çou com entusiasmo, disposto e com uma vontade que provoca admiração. Além disso, gosta das situações espetacu­ lares, dos desafios, das façanhas, da re­ presentação. Gosta de chamar a atenção e de suscitar admiração. Tem tendên­ cia para a ostentação e para a originalida­ de, que pode chegar a ser excessiva, ostentatória e provocadora. Sua neces­ sidade de reconhecimento é, no entanto, superficial. É a máscara de uma inse­ gurança interior, de uma ansiedade fun­ damental que o levam a agir sem cessar, a intervir em tudo que acontece, a ser exigente e impaciente, suscetível e co­ lérico, a desperdiçar as energias. Não obstante, alguma vez também se desa­ nima, fica cabisbaixo, depois de ter em-

O

É o quinto signo do Zodíaco chinês.

• Nome chinês: Long. • Polaridade: o Yang. • Elemento: Terra. • Estação: Primavera. • Mês: abril. • CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Qing Ming (quinto período): de 4 a 21 de abril. Xiao.Xue (o vigésimo período): de 22 de novembro a 6 de dezembro. AFINIDADES ASTROLÓGICAS Muitas vezes traçamos um paralelismo entre o Dragão e o signo de Áries. Na realidade, o mês de abril cobre os dois últimos decanatos do signo de Áries e o primeiro decanato de Touro. 0 Dragão tem afinidade com ambos os signos. Marte e Vênus são os seus regentes, bem como com o Sol, Vênus e Mercúrio, regentes destes três decanatos.

Os anos do Dragão
De 16 de fevereiro de 1904 a 3 de fevereiro de 1905 De 3 de fevereiro de 1916 a 22 de janeiro de 1917 De 23 de janeiro de 1928 a 3 de fevereiro de 1929 De 8 de fevereiro de 1940 a 26 de janeiro de 1941 De 27 de janeiro de 1952 a 13 de fevereiro de 1953 De 13 de fevereiro de 1964 a 1 de fevereiro de 1965 De 31 de janeiro de 1976 a 17 de fevereiro de 1977 De 17 de fevereiro de 1988 a 5 de fevereiro de 1989

que força os acontecimentos a evoluir no sentido que ele escolheu. Assim, se luta por uma causa, podemos estar cer­ tos de que alcançará o êxito onde mui­ tos fracassaram. Evidentemente, o nativo de Dragão é atraído pelos amores fora do comum, as paixões devastadoras, as situações aven­ tureiras, teatrais. Quer ser amado com loucura, de uma maneira exclusiva, excepcional, abso­ luta. Tem necessidade de carícias, mas não sente menos a necessidade de ex­ perimentar uma profunda estima pelo seu parceiro. Para o Dragão, sem par­ ceiro não há amor possível. MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO DRAGÃO Enquanto no Ocidente o Dragão é as­ sociado a forças celestes ou aquáticas, isto é, aos elementos de Ar e Água, na China é um animal lendário que se mis­ tura com a Terra. O fogo que expulsa de vez em quando parece o fogo que surge do centro da Terra quando há uma erupção vulcânica. Assim, o grande Dragão chinês é uma representação sim­ bólica da criação do mundo e da ativi­ dade terrestre. E um demônio, certa­ mente, mas um demônio benéfico, o guardião da Terra que protege os ho­ mens contra os fenômenos destruido­ res. Este é o seu aspecto yang mais vi­ sível. N o entanto, segundo o grande princí­ pio do yin e do yang, base da filosofia chinesa, possui também um aspecto yin. É considerado o fornecedor das águas das chuvas. Devemos salientar que as chuvas na China são freqüentemente torrenciais e as tempestades freqüen­ temente muito violentas. Daí que, para os chineses, o Dragão pode tanto cuspir fogo a partir do centro da Terra como do céu. O Imperador, Filho do Céu, era muitas vezes representado como um dragão, cuja cabeça é o começo do ano, com a cauda indicando o final. Além disso, em astrologia, sempre relacio­ nando o tempo e o ano, os Nós norte e sul da Lua chamam-se a cabeça e a cauda do Dragão.

compreendido algum projeto que está acima de suas forças. Tal como nosso nativo de Áries, o Dragão é às vezes todo fogo e chamas. Atira-se di­ retamente ao obstáculo porque está con­ vencido de que não existe, até o dia em que, surpreendido em sua falta de re­ flexão e previsão, reage muito violen­ tamente. Os arrebatamentos do Dragão são breves mas temíveis e destruido­ res. Podemos compará-los a um terre­

moto. Não suporta que detenham seu ímpeto. Mas teria muito menos fracas­ sos se não procurasse sempre a apro­ vação e admiração incondicional dos outros, a proeza e a supremacia, a in­ dependência e a originalidade e ouvisse mais pontos de vista dos outros. Seu ca­ ráter entusiasta e ardente traz sorte, já

A astrologia chinesa

A Serpente
nativo da Serpente nunca parece escolher a via direta. Ondula, ro­ deia o obstáculo. Alimenta-se do calor do sol, da terra e de suas pedras, digere muito lentamente, saboreando a presa que acaba de engolir. Sempre dá um jeito para obter o máximo conforto com um mínimo de esforço possível para desfrutar da vida em todos os seus as­ pectos. A ação não é para ele. N o entanto, faz-se inacessível, impe­ netrável, indomável e quando ataca é te­ mível, principalmente quando se trata de defender seu ninho, seu lar, seus fi­ lhos e suas escassas pessoas queridas. Além disso, é capaz de tudo para satis­ fazer suas ambições e seus desejos. Não se deve tentar domesticá-la. Primeiro porque a serpente gosta do mistério e o cultiva com muita habilidade; é secreta, cética, só confia no seu instinto infalí­ vel e nas suas intuições mágicas. Segun­ do, possui a arte da sedução e dos feiti­ ços. Elegante, sexy, astuta, refinada, sutil, de sorriso carismático, olhar pro­ fundo e malicioso, hipnotiza seu inter­ locutor, seu parceiro ou adversário. Por último, gosta de exercer um poder, uma influência e um fascínio constante sobre os demais. Tem necessidade de ser ad­ mirada e amada incondicionalmente. Dirige e domina sem deixar transpa­ recer, pois sendo a primeira a reivin­ dicar a preguiça, é a primeira também a lutar por sua ambição. Quanto se trata

O

E o sexto signo do Zodíaco chinês.

I

• Nome chinês: Che. • Polaridade: Yin. » Elemento: Fogo. • Estação: Primavera. • O seu mês: maio. • CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Gu Yu (sexto período): de 21 de abril a 5 de maio; Li Dong (vigésimo nono período): de 7 a 22 de novembro

AFINIDADES ASTROLÓGICAS O signo chinês da Serpente associa-se muitas vezes ao signo de Touro do Zodíaco ocidental. Na realidade, o período anual que corresponde ao nosso Zodíaco cobre o segundo e o terceiro decanatos do signo de Touro e o primeiro decanato do signo de Gêmeos. Assim, a Serpente está em analogia com Touro mas também com Gêmeos, e com seus respectivos regentes, Vênus e Mercúrio, assim como com a Lua, Saturno e Netuno, regente dos três decanatos acima referidos.

Os anos da Serpente
De 4 de fevereiro de 1905 a 24 de janeiro de 1906 De 23 de janeiro de 1917 a 10 de fevereiro de 1918 De 10 de fevereiro de 1929 a 29 de janeiro de 1930 De 27 de janeiro de 1941 a 14 de fevereiro de 1942 De 14 de fevereiro de 1953 a 2 de fevereiro de 1954 De 2 de fevereiro de 1965 a 20 de janeiro de 1966 De 18 de fevereiro de 1977 a 6 de fevereiro de 1978 De 6 de fevereiro de 1989 a 26 de janeiro de 1990

'■ de conse­ guir seus ob­ jetivos, seu sangue-frio é fora do co­ mum, o que a torna imperturbável. Sua força interior, mais psí­ quica do que física, é muito intensa. É muito dotada para concentrar todos os seus recursos energéticos secretos sobre um único objetivo, que não lhe escapará. Quando o nativo da Serpente quer real­ mente uma coisa, raramente deixa de consegui-la. Por outro lado, não gosta dos consel­ hos dos outros. Sempre sabe o que tem de fazer e não gosta que se metam nos seus assuntos. Além disso, seu olhar pe­ netrante e perspicaz e

admirada, querida, desejada. Porém, seu extremo sentido de posse torna-a fiel, ao contrário do que se poderia pensar pelo seu comportamento. Com efeito, no amor, é exclusiva e ciumenta. Sabe ser indispensável e vital para

seu espírito lúcido dão-lhe uma es­ tranha faculdade de discernimento que a capacitam para antecipar os aconte­ cimentos e adivinhar os estados de es­ pírito dos seus interlocutores. Assim, sabe mais sobre as intenções dos ou­ tros do que estes jamais saberão sobre si próprios. Sua sensualidade à flor da pele torna-a muito sedutora e carismática. É encan­ tadora, às vezes sem querer, mas nunca sem ser totalmente ignorante do inte­ resse que suscita. Gosta de gostar, de ser

seu parceiro, de maneira que este não poderá viver nem nunca mais respirar sem ela.

MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DA SERPENTE
Para os chineses, a existência de espí­ ritos e demônios não é posta em dú­ vida. A literatura clássica transborda de relatos onde os heróis invocam divin­ dades com poderes sobrenaturais que surgem do Além e aparecem na Terra para ajudá-los em seus combates e lutar

ferozmente contra eles. Na maioria das vezes, estes demônios exercem um poder como reis absolutos em uma re­ gião ou um país, e não é difícil encon­ trá-los. Os chineses os chamam kuei, nome com o qual também designam a alma inferior que se encontra nos ossos e no sangue ao longo da vida e que não se separa completamente depois da morte. Daí a presença destes na Terra e o fato de continuarem ainda a assediar cer­ tas regiões. U m dos demônios mais lendários e cé­ lebres se chama Kong-kong. Tem for­ ma de serpente com cabeça humana. Seu servo, um demônio inferior cha­ mado Siang-lieu, tem nove cabeças hu­ manas e corpo de serpente. Conta a lenda que em um combate dirigido contra os rebeldes seguidores de um imperador mítico, Ts'eyeu, chamado o Imperador Amarelo — considerado o deus da guerra e inventor das armas —, Kong-kong destruiu uma montanha que era um dos pilares do mundo. O Céu e a Terra caíram e as águas dos rios irromperam nas planí­ cies e nos vales. Uma deusa veio para ajudar o Imperador Amarelo e pôs o Céu e a Terra em seu lugar acabando com a inundação. Esta lenda ilustra bem a potência e o poder sobre os elementos que os chi­ neses atribuem à serpente. Assim, seus rios e suas correntes de água são re­ presentados por este réptil, pelos mo­ vimentos ondulantes que traça quando se movimenta. Além disso, na China, como em quase todas as civilizações e culturas do mun­ do, a serpente é um símbolo com uma forte conotação sexual. Seu corpo é en­ tendido como uma representação do pênis, e sua cabeça em forma triangu­ lar associa-se ao sexo feminino. Segundo outra lenda, a serpente aquáti­ ca kiao, monstro feroz com um ape­ tite sexual desmesurado, desliza entre os juncos para se apoderar de mulhe­ res e guardá-las em seu reino de lu­ xúria.

A astrologia chinesa

O Cavalo
nativo de Cavalo é uma força da natureza, de temperamento ar­ dente e combativo, mas também uma pessoa frágil, elegante e refinada. Tem necessidade de manter as aparências, ser reconhecido, pavonear-se e destacar-se na sociedade. De inteligência fácil e elo­ qüência excepcional, possui um sutil poder de persuasão, suscita simpatia e admiração, ou então inveja e inimizade, às vezes simultaneamente. Devemos dizer que, da mesma forma como apre­ cia as relações humanas, as trocas, os contatos e as festas mundanas mais do que qualquer outra coisa, é ao mesmo tempo demasiado inconstante e volúvel e tem medo de se sentir controlado, de que alguém invada seu território que, por outro lado, já acha demasiado pe­ queno para si próprio. Também teme ser privado de sua independência. Tem necessidade de mudanças, de espaço, de viajar, de ampliar seu horizonte, de sa­ ciar sua curiosidade e de poder dar livre curso a seus impulsos, algumas vezes irreprimíveis, que podem levá-lo a par­ tir sem avisar, da noite para o dia. Fogoso, impetuoso e selvagem, rápido como o raio, indomável e imprevisível, de repente pode mostrar-se tranqüilo, impassível, sereno, cheio de encanto e humor, muito atraente. Mas trata-se de uma trégua breve... ou da bonança que precede a tempestade; já que, na maio­ ria das vezes, tem necessidade de se pre-

O

É o sétimo signo do Zodíaco chinês.

• • • • • •

Nome chinês: Ma. Polaridade: Yang. Elemento: Fogo. Estação: Verão. Mês: junho. CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Li Xia (sétimo período): de 5 a 21 de maio. Shuang Jiang (décimo oitavo período): de 23 de outubro a 7 de novembro.

AFINIDADES ASTROLÓGICAS O Cavalo chinês relaciona-se, na maioria das vezes, com o signo de Gêmeos do Zodíaco ocidental. Na realidade, o período do ano que cobre faz com que apresente analogias com os dois últimos decanatos do signo de Gêmeos e o primeiro decanato do signo de Câncer. Deste modo, apresenta pontos em comum com uma síntese dos elementos indicados por estes dois signos, seus regentes Mercúrio e Vênus, assim como pelos três regentes que correspondem a estes três decanatos: Marte, o Sol e Vênus.

Os anos do Cavalo
De 5 de janeiro de 1906 a 12 de fevereiro de 1907 De 11 de fevereiro de 1918 a 31 de janeiro de 1919 De 30 de janeiro de 1930 a 16 de fevereiro de 1931 De 15 de fevereiro de 1942 a 4 de fevereiro de 1943 De 3 de fevereiro de 1954 a 23 de janeiro de 1955 De 21 de janeiro de 1966 a 8 de fevereiro de 1967 De 7 de fevereiro de 1978 a 27 de janeiro de 1979 De 27 de janeiro de 1990 a 14 de fevereiro de 1991

do Cavalo do Zodíaco chinês, na pro­ cura de um amor impossível, um amor de sonho ou talvez simplesmente à pro­ cura de si mesmos...

MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO CAVALO
Os homens da Antigüidade compara­ vam muitas vezes o cavalo com o vento devido à sua rapidez, à sua força, à sua natureza selvagem que nada nem nin­ guém parece poder deter. Assim, na China, o cavalo é a montaria do deus do vento, equivalente a Vâyu, deus dos ventos no hinduísmo que, evidente­ mente, se associa ao elemento Ar. Mas o signo de Cavalo do Zodíaco chinês associa-se ao elemento Fogo. Pode pa­ recer estranho, já que é o fogo que se deixa levar pelo vento e não o contrá­ rio. Mas na mentalidade chinesa, Ma, o Cavalo, também chamado Grande Yang, cujo elemento é o Fogo, é a mon­ taria do deus do vento, cujo elemento é o Ar. E é assim porque só o vento pode chegar até o fogo e, sem ar, o fogo não poderia existir. Assim como no Ocidente existem qua­ tro ventos que indicam os quatro pon­ tos cardeais a partir dos quais elaborouse a rosa-dos-ventos, na China existem oito direções, representadas por oito ca­ valos que correspondem aos oito ven­ tos e aos oito trigramas fundamentais do oráculo I Ching. Oito são os cava­ los que vigiam as oito portas do mundo e oito as casas a partir das quais se cons­ trói a roda dos 64 hexagramas do Livro das Mutações. Cada um exerce uma função específica no grande jogo da vida cósmica, cujo princípio se revela através da natureza do trigrama com o qual está relacio­ nado. E, segundo os chineses, quem conse­ gue reuni-los a todos no seu quarto, po­ derá atravessar as fronteiras do mundo visível.

precipitar, de se mexer, de se atirar de olhos fechados em uma hipe­ ratividade nem sempre construtiva, ex­ ceto se tiver um objetivo a atingir, uma decisão rápida a tomar ou se tiver de se lançar em uma aventura estimulante. Destaca-se em todos os domínios da vida ou atividades que exigem uma certa im­ provisação, uma entrega instantânea e profunda, uma capacidade de estar em várias frentes ao mesmo tempo e reali­ zar o máximo esforço em um curto pe­ ríodo de tempo. Quanto mais urgente for a iniciativa a tomar ou a ação a em­ preender, melhor se sente. Não gosta das situações que se prolongam e eternizam. Necessita de ver resultados o quanto antes possível. Assim, o que o motiva é a intensidade do momento, raramente sua duração, a continuidade, os projetos ou empreendimentos a longo prazo.

Também seu coração se acelera ra­ pidamente, mas se asfixia ou se cansa com a mesma facilidade. Com efeito, embora isso pareça paradoxal, é leal e ao mesmo tempo não muito fiel. N o amor, também se entrega de corpo e alma na intensidade do momento. Em princípio é sincero, mas não suporta as relações fracas ou monótonas, a ro­ tina, a mesmice de casal do dia-a-dia. Tem necessidade de paixão cotidiana, de seduzir e ser seduzido, deslumbrado, surpreendido, de conquistar, de deixar voar sua mente em um reino melhor, maior, mais maravilhoso, um mundo sem fronteiras, em estado selvagem, onde possa correr com toda a liberdade, sem nunca parar. Então, quando não sente tanto ardor amoroso, evade-se, procura uma nova conquista, uma nova paixão, da qual se convencerá que dessa vez será para sem­ pre, que será o Amor com A maiúsculo. Assim galopam os nascidos sob o signo

A astrologia chinesa

A Cabra
nativo do signo de Cabra é um ser sensível, sensual e carinhoso. N o entanto, sua natureza doce e sonhadora dá a ele um caráter frágil, infantil e muito variável. Tem realmente mais necessidade de ter­ nura, compreensão e atenção que o que ele está disposto a dar aos demais. Por isso, tende com freqüência a compli­ car as coisas, pensar mal, a achar que não o amam tanto quanto ele ama, a dra­ matizar as situações, a se sentir incom­ preendido ou infeliz, a se lamentar de seu destino. Como vemos, apresenta muitos pontos em comum com as ca­ racterísticas atribuídas ao nativo de Câncer de nosso Zodíaco. Como ele, o nativo de Cabra está muito ligado à sua comodidade, gostos, lar, família. Entretanto, gosta também de preservar um certo grau de independência, ao mesmo tempo que quer se sentir seguro e apoiado por seu meio ambiente em todo momento. Seu sentido inato e refinado da beleza fazem dele um esteta de bom gosto. Muito exigente, aspira a encontrar e atingir os limites em todas as áreas, o que o leva com freqüência a viver acima de suas possibilidades ou, às vezes, a fazer excessivas concessões, para satisfa­ zer suas necessidades. Evidentemente, não lhe faltam nem a habilidade, nem a gentileza, nem a dedicação e imagi­ nação para ser perfeitamente capaz de

O

É o oitavo signo do Zodíaco chinês

• • • • • •

Nome chinês: Yang. Polaridade: o Yin. Elemento: a Terra. Estação: Verão. Mês: julho. Os seus CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Xiao Man (oitavo período): de 21 de maio a 5 de junho. Han Lu (décimo sétimo período): de 8 a 23 de outubro.

AFINIDADES ASTROLÓGICAS A Cabra do Zodíaco chinês apresenta numerosas afinidades com o signo de Câncer, Entretanto, o mês de julho corresponde aos dois últimos decanatos do signo de Câncer e ao primeiro decanato do signo de Leão; está em analogia com a Lua e o Sol, regentes destes dois signos, assim como com Mercúrio, novamente a Lua e Saturno, regentes destes três decanatos.

Os anos da Cabra
De 13 de fevereiro de 1907 a 1o de fevereiro de 1908 De 1o de fevereiro de 1919 a 19 de fevereiro de 1920 De 17 de fevereiro de 1931 a 5 de fevereiro de 1932 De 5 de fevereiro de 1943 a 24 de janeiro de 1944 De 24 de janeiro de 1955 a 11 de fevereiro de 1956 De 9 de fevereiro de 1967 a 29 de janeiro de 1968 De 28 de janeiro de 1979 a 15 de fevereiro de 1980 De 15 de fevereiro de 1991 a 3 de fevereiro de 1992

te signo espera seu príncipe azul. Tem que estar à altura de seus sonhos, que a desperte e a leve a um país encantado. A fórmula final dos contos de fadas "ca­ saram-se e viveram felizes para sempre" cai-lhe como uma luva. É uma esposa e mãe ideal, muito afetuosa, mas as obri­ gações da vida cotidiana a dominam, pois é muito desorganizada.

MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DA CABRA
Embora este signo seja repre­ sentado por uma cabra — com afinidades com o signo de Câncer, signo oposto de Capricórnio, represen­ tado também por uma cabra —, não po­ demos dizer que esteja em relação com os símbolos e mitos vinculados ex­ clusivamente a este animal. De fato, na China, o termo que designa a cabra significa tanto uma ove­ lha, como um bode, como também um cordeiro. Uma lenda, cuja origem remonta pelo menos ao século III a. C , conta que cinco personagens, enviados como mensageiros do céu — com todos os atributos dos anjos —, cavalgando cabras (ou cabritos machos), visitaram a cidade de Guangzhou (Cantão). O primeiro vestia um traje branco, o segundo um vestido azul, o ter­ ceiro uma roupa vermelha, o quarto uma túnica amarela e o quinto uma capa negra. Cada uma das mon¬ tarias tinha na boca uma amostra de cinco espécies de cereais que consti­ tuíam a alimentação básica dos chineses da Antiguidade: aveia, trigo, cevada, painço e arroz. Foi esta a maneira como os deuses do­ aram estes cereais aos homens. Tendo as cabras e os cabritos semeados seus cinco cereais, um milagre os transfor­ mou em estátuas de pedra, que ainda podem ser vista em Cantão atualmente. Este mito das cabras fornecedoras de se­ mentes que produzirão os frutos da terra lembra-nos o da Cornucópia, ou corno da abundância, cujo mito se relaciona com o signo de Capricórnio.

conseguir por ^ s si mesmo tudo que é necessário para seu conforto e bem-estar. Mesmo assim, falta-lhe ambição e confiança em si mesmo, causam-lhe horror as dis­ putas e relações de força, e o mundo exterior representa, com freqüência, uma angústia para ele. Em conseqüên­ cia, necessita que o animem e o apoiem no momento de atuar ou empreender algo. Para ele, o ideal é poder trabalhar em circunstâncias tranqüilas, harmonio­ sas ou dedicar-se a uma atividade libe­ ral ou artística que possa exercer em sua própria casa sem ter que afastar-se muito de seu meio habitual. De fato, está quase sempre dotado de um dom ou talento que não poderá deixar de apreciar se de­ seja alcançar a plenitude, pois às vezes é descuidado ou preguiçoso, passivo ou demasiado medroso. Protege-se então contra todo perigo de mudança ou evo­ lução em sua vida, com o risco de ficar estancado ou em uma situação sem

saída. Neste caso, também necessita que o ajudem a descer das nuvens, a abrir os olhos, abandonar seus sonhos para en­ frentar a rude realidade da vida. Se con­ segue, pode demonstrar finalmente que é eficaz, tenaz, de grande sensatez e di­ plomático em uma vida social e profis­ sional que promete então ser muito rica. Não há nada mais romântico que um nativo de Cabra. O homem deste signo aspira a despertar a Bela Adormecida em seu castelo. Por ela é capaz de superar todos os obstáculos, sob a condição de que a bela em questão seja uma mulher inteligente que saiba incentivá-lo, reconfortá-lo, consolá-lo e cercá-lo de ter­ nura em todo momento. A mulher des­

A astrologia chinesa

O Macaco
ossui tantos dons que não tem tem­ po para explorá-los. Tem muitíssimo talento e é criativo, inventivo, fantasioso, encantador, magnético, atraente, simpá­ tico, hábil, ágil, astuto, audaz; podería­ mos fazer uma lista interminável de ad­ jetivos para qualificar a brilhante e interessante personalidade, de grande re­ levo, do nativo do Macaco chinês. Além do mais, é justamente isto que deseja: adora que falem dele, que se interessem por ele que se preocupem com sua pe­ quena pessoa. Que o ponham depois em um pedestal ou no banco dos réus, pou­ co lhe importa. Para ele o essencial é não passar despercebido, estar presente a todo momento, ter o papel de protago­ nista no grande teatro da vida. A razão pela qual sente tal necessidade de sus­ citar a admiração, a estima ou o interesse dos demais é a plena consciência de seus valores e possibilidades, assim como de sua generosidade, grandeza de espírito e magnanimidade. Entende perfeitamente que tenham inveja dele por estas mes­ mas qualidades ou que seja objeto de crí­ ticas e mexericos. Mas por outro lado, não suporta a contradição, a indiferença, as limitações e os fracassos. Em qualquer circunstância, em qualquer coisa, tem de exercer sua supremacia, do contrário mostra-se muito suscetível, colérico, ou então escuda-se em sua dignidade e de­ saparece para nunca mais voltar a apa­ recer.

P

É o nono signo do Zodíaco chinês.

• Nome chinês: Hu. • Polaridade: o Yang. • Elemento: o Metal. • Estação: Outono. • Mês: agosto. • Os seus C I ou períodos do ano no calendário chinês: H Mang Zhong (nono período): de 5 a 22 de junho. Qiu Fen (décimo sexto período): de 23 de setembro a 8 de outubro. AFINIDADES ASTROLÓGICAS Tradicionalmente, o signo do Macaco relaciona-se com o signo de Leão. No entanto, o mês de agosto cobre os dois últimos decanatos do signo de Leão e o primeiro do signo de Virgem. O Macaco apresenta correspondências com ambos os signos, seus regentes (o Sol e Mercúrio), assim como os regentes dos três respectivos decanatos (Júpiter, Plutão e novamente o Sol).

Os anos do Macaco
De 2 de fevereiro de 1908 a 21 de janeiro de 1909 De 20 de fevereiro de 1920 a 7 de fevereiro de 1921 De 6 de fevereiro de 1932 a 25 de janeiro de 1933 De 25 de janeiro de 1944 a 12 de fevereiro de 1945 De 12 de fevereiro de 1956 a 30 de janeiro de 1957 De 30 de janeiro de 1968 a 16 de fevereiro de 1969 De 16 de fevereiro de 1980 a 4 de fevereiro de 1981 De 4 de fevereiro de 1992 a 22 de janeiro de 1993

Assim como sente a ne­ cessidade de seduzir, ser encan­ tador, ser um herói para a pessoa eleita de seu coração, Macaco sofre ainda mais o medo de ser decepcionado, ferido, tra­ ído, de ver como se apagam as chamas do amor. Por este motivo, é com fre­ qüência instável no amor. Foge mas tem terror que fujam dele, de ser rejeitado ou já não se sentir amado. MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO MACACO. O Macaco do Zodíaco chinês é o equi­ valente ao nosso signo de Leão. Entre­ tanto, as características simbólicas atri­ buídas na China ao Macaco têm muitos pontos em comum com as característi­ cas que se atribuem ao eixo formado pe­ los signos opostos e complementares de Gêmeos e Sagitário, assim como as rela­ tivas a Mercúrio, em nosso Zodíaco. Assim, em analogia com o signo de Sa­ gitário, o Macaco é considerado um vaga­ bundo errante, um aventureiro, um ex­ plorador; tal como Gêmeos e seu regente Mercúrio, tem fama de ser ágil, de espí­ rito vivo, crítico, lúcido, provocador, mas também é catalogado como um inter­ mediário entre o Céu e a Terra, os deu­ ses, os demônios e os homens. Segundo a tradição budista, o antepassado dos Ti­ betanos era um macaco representado por onze cabeças e mil braços, nascido da pal­ ma da mão de Avalokitesvara, um "ser desperto" ou bodhisattva, ao qual se atri­ buíam as virtudes da compaixão, do co­ nhecimento absoluto e da sensatez, tão valorizadas na China. O Macaco viria a ser uma emanação deste ser sobrenatu­ ral e benévolo, enviado ao Tibete para converter a população ao budismo. U m pouco como um anjo. Além disso, ao contrário do que se po­ deria pensar, as célebres estatuetas dos três macacos, um tapando a boca, o ou­ tro os olhos e o terceiro os ouvidos, não significam que é mais sensato não dizer nada, não ver nada nem ouvir nada, mas justamente que não é bom pronunciar palavras torpes, nem seguir os maus exemplos, nem dar ouvidos a palavras mal-intencionadas.

Estas atitudes dissimulam evidentemente uma fragilidade de caráter pouco apa­ rente, mas muito real, que o incentiva cada vez mais a procurar a aprovação e a admiração dos outros. O nativo do signo do Macaco apresenta muitas se­ melhanças com nosso nativo de Leão no fato de passar freqüentemente a imagem de dominar as situações com humor, fa­ cilidade, brio, sem complexos nem es­ crúpulos, forçando a simpatia, quando no fundo sofre de um problema de iden­ tidade. É normal, então, que provoque reações extremas à sua volta. De fato, de­ testa a fraqueza, a mediocridade, a rotina, a monotonia. Precisa de movimento, de uma aposta para perder ou ganhar, de fazer ou aceitar um desafio, uma pessoa para seduzir ou convencer, um território

para conquistar ou fazer prosperar. Nunca se rende. Infatigável, algumas vezes dominador e autoritário, outras desen­ volto e oportunista, para ele não existe missão impossível nem problema sem solução. Quando decide obter qualquer coisa, nada nem ninguém conseguirá im­ pedi-lo. Pode ser a razão pela qual, além de todos os qualificativos e múltiplas qua­ lidades e defeitos atribuídos a ele, con­ sideram-no também um felizardo. Na realidade, tem sorte na mesma me­ dida que pode não tê-la se não aprender a se dominar, a catalisar sua agitação mental, sua impaciência e sua ambição insaciável. Paradoxalmente, quando se trata de seus sentimentos, torna-se muito mais lú­ cido, razoável e seletivo. Mesmo assim, é seu medo de sofrer um fracasso que dita seu comportamento prudente.

A astrologia chinesa

O Galo
s chineses da Antigüidade, que ela­ boraram o Zodíaco utilizado nor­ malmente na Ásia e no Extremo Oriente, atribuíram aos nativos de Galo qualida­ des que poderíamos também ter-lhes atribuído no Ocidente se tivéssemos in­ troduzido este animal em nosso Zodíaco. Assim, segundo eles, o nativo de Galo é uma pessoa orgulhosa, decidida, mas ao mesmo tempo volúvel ou presunçosa, franca, leal, sem rodeios, porém sem ma­ tizes nem sutilezas, tato ou diplomacia. Normalmente, escolhe a via direta. Diz sem dissimular o que vem do coração, sem meio-termos, embora correndo o risco de cometer uma gafe, cometer de­ sagrados ou, algumas vezes, ferir. Apesar de sua falta de tato, possui um ca­ ráter muito suscetível. Quando se trata de ver e compreender o que se passa ao seu redor, pode-se contar com sua aguda visão e sua atenção aos detalhes, que es­ caparão aos demais porém nunca a ele. Esta capacidade de observação de que desfruta não o transforma, entretanto, em uma pessoa objetiva. Com efeito, pa­ ra ele, ver é crer. Mas, como não suporta a contradição e é facilmente convencido de ser o único a ter razão, não é fácil fa­ zer-lhe voltar aos seus sentidos ou abrirlhe os olhos quando fica cego. Apesar de gostar de ser lisonjeado, não é um ser tão superficial como quer apa­ rentar. No fundo, é valente e até mesmo audaz; algumas vezes, não duvida em

O

É o décimo signo do Zodíaco chinês.

• • • • • •

Nome chinês: Ji. Polaridade: Yin. Elemento: Metal. Estação: Outono. Mês: setembro. CHI ou períodos no calendário chinês: Xia Zhi (décimo período): de 22 de junho a 6 de julho. Bai Lu (décimo quinto período): de 7 a 23 de setembro.

AFINIDADES ASTROLÓGICAS O Galo é freqüentemente associado com o signo de Virgem. Na realidade, o mês de setembro cobre o segundo e terceiro decanatos do signo de Virgem e o primeiro decanato do signo de Libra, apresentando assim afinidades com ambos os signos e seus regentes, Mercúrio e Vênus, que são por sua vez regentes destes três decanatos, juntamente com a Lua.

Os anos do Galo
De 22 de janeiro de 1909 a 9 de fevereiro de 1910 De 8 de fevereiro de 1921 a 27 de janeiro de 1922 De 26 de janeiro de 1933 a 13 de fevereiro de 1934 De 13 de fevereiro de 1945 a 1 de fevereiro de 1946 De 31 de janeiro de 1957 a 17 de fevereiro de 1958 De 17 de fevereiro de 1969 a 5 de fevereiro de 1970 De 5 de fevereiro de 1981 a 24 de janeiro de 1982 De 23 de janeiro de 1993 a 9 de fevereiro de 1994

monstrar a si mesmo que é o melhor, que sempre pode seduzir. Não duvida cm lançar-se na primeira aventura que se apresente. Entretanto, possui também um sentido tirânico de posse das pes­ soas que ama, das quais não suporta se­ parar-se; e quando se trata de seus sen­ timentos, mostra-se muito suscetível. O rancor de um Galo nunca passa de­ sapercebido. MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO GALO O caráter orgulhoso e exigente de um nativo de Galo, de acordo com a astro­ logia chinesa, encontra-se na figura do servidor e no símbolo de glória a ele normalmente atribuídos na China. Muito hábeis com os sons e os sentidos das palavras, os chineses ofereciam com freqüência uma crista de galo (kung) aos funcionários do estado, cujo nome kuan é pronunciado como kung. Apesar de sua polaridade Yin, o galo é um animal que, tanto na China como no Ocidente, é as­ sociado ao Sol. N o entanto, é preciso lembrar que nas civilizações antigas o Sol tinha quase sempre um caráter fe­ minino e a Lua era representada como uma divindade masculina. De qualquer forma, os chineses estavam convencidos de que o Sol era o reino de um Galo de fogo. Segundo eles, o canto de um Galo celeste marca o nascer, o zê­ nite e o pôr do sol. Este Galo celeste é o antepassado do Yang, a polaridade masculina do univer­ so existente. Da mesma forma que estes três cantos que anunciam o aparecimento, o apogeu e o desaparecimento da luz no mundo, este galo possui três patas. Vive na árvore do mundo, obviamente entre os galhos de sua copa. Mas, curiosamente, possui também todas as qualidades e virtudes de uma galinha, pois de acordo com esta mí­ tica lenda chinesa, põe ovos de ouro dos quais nascem pintos com uma crista ver­ melha, brilhante e majestosa, que os dis­ tingue dos demais gaios da Terra. São descendentes diretos, ao mesmo tempo, do Galo celeste e do Pássaro do alvorecer.

entregar-se totalmente à defesa de uma causa justa, aceitar ou lançar um desa­ fio, cumprir uma missão, chegar a um acordo difícil. Além disso, possui uma riqueza energética tão grande que com freqüência é difícil acompanhar-lhe ou trabalhar ao mesmo ritmo que ele sem se ficar extenuado. N o momento de agir, está tão convencido de que é o me­ lhor que, na verdade, chega a sê-lo, quando não peca pelo excesso de ciú­ mes, vaidade ou tirania. N o entanto, sob a máscara das aparências, esconde um ser basicamente ansioso, atormentado por uma inquietude interior que o em­ purra a buscar estímulos, olhares de ad­ miração e cumprimentos. Compensa desta forma a debilidade de seu equilí­ brio psicológico com uma força moral,

uma capacidade de ação e convicção, uma necessidade de ordem, organização, método e pontualidade que o fazem in­ tolerante, intransigente, muito exigente tanto consigo mesmo como com os de­ mais, embora custe-lhe reconhecê-lo, por considerar-se sempre com razão e como o exemplo para os outros. Da mesma forma, sua elegância, o fato de nunca pecar por excesso de desleixo, o mostrar-se conciso e consciencioso com o mais ínfimo dos seus atos, não con­ segue esconder, entretanto, um aspecto desordenado e instável de seu caráter, que pode vir à tona com total claridade em sua vida amorosa. Agrada-lhe reinar como o senhor de sua casa, cercado de sua corte de amigos e conhecidos, de certa forma para de­

A astrologia chinesa

O Cão
bservamos que, da mesma forma que o Galo, na China o Cão apre­ senta características semelhantes à per­ cepção que temos dele no Ocidente, ex­ cetuando o fato de que não o incluímos entre nossos signos zodiacais. Mas, para os chineses, o Cão é totalmente repre­ sentativo de um tipo de comportamento humano. Assim, o nativo de Cão é considerado um ser fiel, logicamente muito mais preso a seus costumes, à sua comodi­ dade, às pessoas que o cercam e com as que vive, mas também angustiado, in­ quieto, sempre alerta. Tem, com fre­ qüência, uma sensação de inquietude, um medo de que aconteça o pior. É ba­ sicamente pessimista, até mesmo fata­ lista, apesar de não dar esta impressão, razão pela qual detesta a solidão, pois quando está só deixa-se levar pela me­ lancolia e se submerge na escuridão e dramatiza até cair doente. Este medo da solidão o leva a fazer todo o possível para estar com os demais, para estar cercado de afeto. Sua entrega aos que ama não tem limites. Sua ne­ cessidade de afeto e ternura é imensa. Pode chegar a extremos tão grandes que acabará por esgotar as pessoas mais pró­ ximas em virtude de estar onipresente em suas vidas. Possui a arte de se fazer indispensável, de se organizar de forma que não se possa viver sem ele. Esta en­ trega sem limites não é, no entanto, to-

O

É o décimo primeiro signo do Zodíaco chinês

• • • • • • •

Nome chinês: Gu. Polaridade: Yang. Elemento: Terra. Estação: Outono. Mês: outubro. CHI ou períodos no calendário chinês: Hsiao Shu (décimo primeiro período): de 6 a 12 de julho; Qiu Shu (décimo quarto período): de 22 de agosto a 7 de setembro.

AFINIDADES ASTROLÓGICAS O Cão chinês é associado ao signo de Libra no Zodíaco ocidental. Na realidade, o período do ano por ele coberto confere-lhe analogias com os dois últimos decanatos do signo de Libra e o primeiro de Escorpião. Tem, portanto, pontos em comum com as qualidades de ambos os signos, com as de seus regentes, Vênus, Marte e Plutão, assim como com Saturno, Júpiter e Marte, regentes dos três decanatos aos quais corresponde.

Os anos do Cão
De 10 de fevereiro de 1910 a 29 de janeiro de 1911 De 28 de janeiro de 1922 a 15 de fevereiro de 1923 De 14 de fevereiro de 1934 a 3 de fevereiro de 1935 De 2 de fevereiro de 1946 a 21 de janeiro de 1947 De 18 de fevereiro de 1958 a 7 de fevereiro de 1959 De 6 de fevereiro de 1970 a 26 de janeiro de 1971 De 25 de janeiro de 1982 a 12 de fevereiro de 1983 De 10 de fevereiro de 1994 a 30 de janeiro de 1995

que ele. N o entanto, esta fidelidade que expressa e reivindica em todo mo­ mento pode tornar-se sufocante, pois seu caráter possessivo pode fazê-lo ado­ tar atitudes tirânicas, mostrar-se des­ confiado, inquieto e fazê-lo infeliz sem razão. Tem necessidade de amar e ser amado sem complicações. É senti­ mental, sensual, muito unido ao seu companheiro ou companheira, mas no fundo, acha difícil acreditar no amor puro, que dure para sempre. Só o seu interesse ou fascinação pelas zonas ocultas do saber pode ajudá-lo a des­ cobrir e a assimilar uma visão mais ampla, mais generosa, menos exclusiva e menos primária dos sentimentos hu­ manos, e libertá-lo de seu cinismo fatal. MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO CÃO De acordo com a mitologia zodiacal chi­ nesa, o Cão celeste é o caçador dos demônios. Graças a seu olfato e lucidez instintiva, que lhe dão uma espécie de sexto sentido, é capaz de ver os demô­ nios, expulsá-los e caçá-los para que não perturbem a vida dos homens. Quando o Cão celeste ladra, os demô­ nios não estão longe, dizem os chine­ ses. Mas seu latido não é outro senão o estrondo do trovão. Assim, ele é as­ sociado ao raio, à tempestade, ao relâm­ pago e ao meteoro, cuja louca corrida no céu estrelado se parece com a do Cão dando caça aos demônios. Por analogia com o raio, o relâmpago e o trovão, é também o anunciador da guerra e da cólera dos deuses e dos ho­ mens na Terra. Assim, o caos inicial que precedeu à criação do mundo e ao nas­ cimento dos homens é representado por um cão mítico. Em algumas regiões da China, o Cão celeste é considerado um antepassado do povo chinês. Em outras, o prove­ dor de alguns alimentos fundamentais, como o arroz e o painço. Assim, de acordo com uma tradição muito antiga, sempre foi muito mal visto desperdiçar o arroz ou jogar fora as sobras, pois corre-se o risco de atrair os raios do Cão celeste.

totalmente desinteressada e muitas vezes pois nunca atuará contra seus próxi­ acaba oprimindo. Está dotado de um mos. O nativo de Cão possui um ca­ instinto certeiro que lhe permite chei­ ráter íntegro, espontâneo, bonachão, às rar os bons negócios antes de qualquer vezes sem matizes e rancoroso, até outra pessoa, ou adivinhar as intenções, mesmo feroz quando se sente traído, boas ou más, dos demais com respeito enganado ou abandonado. Tem reações a ele e tem, igualmente, um agudo primárias, impulsivas, irreflexivas e ex­ senso social. Desta forma, pode-se con­ cessivas, principalmente quando inter­ tar com sua lealdade, sua retidão e sua ferem em seus hábitos e perturbam a integridade quando se trata de uma calma e a tranqüilidade que necessita causa comum ou de entregar-se a uma para sobrepor-se. De fato, quando se tarefa onde estão em jogo os interesse trata de atuar ou trabalhar, não econo­ da maioria. Mas, qualquer que seja a miza esforços, parece até mesmo in­ tarefa coletiva em que participe, sem­ cansável. Não pára até que chegue ao pre pensa nele e em sua família; sabe fim de suas forças. Dedica-se tanto ao economizar para o futuro sem que nin­ trabalho, como que castigando-se a si guém note, em uma total discrição. próprio sem saber por que razão, que Não é egoísta, mas nunca esquece de acaba pondo sua saúde em perigo, e sua própria segurança c a dos seus. Os muitas vezes necessita de muito re­ que o cercam podem contar com ele, pouso. N o amor, não há outro mais fiel

A astrologia chinesa

O Javali
omo quase sempre acontece com o Zodíaco chinês —já vimos isso com a Cabra, por exemplo —, aqui es­ tamos ante um signo de características semelhantes ao signo do nosso Zodíaco que lhe corresponde (Escorpião), mas ao qual, ao mesmo tempo, se opõe. Assim, a personalidade típica do Javali possui traços de caráter que nos lem­ bram o Escorpião, mas muito mais ainda o nativo de Touro. De fato, como o Touro, o Javali apresenta-se normal­ mente com o aspecto de um persona­ gem de natureza saudável, espontânea, sensual, de caráter um pouco ingênuo, sem complicações, primário, materia­ lista, bem instalado na realidade con­ creta c com uma visão objetiva do mundo. Ele é também considerado um ser co­ rajoso, um trabalhador muito forte, ro­ busto, resistente, mas nunca faz mais que o necessário; para ser feliz, bastalhe satisfazer suas necessidades e co­ modidades. N o entanto, pode ser muito ambicioso, ávido, ou ter uma ânsia des­ medida pelo lucro. De maneira que, se de repente lhe aparece uma fonte de vantagens, pode mostrar-se muito ma­ licioso, enquanto que, aparentemente, tudo nele é inocência e ingenuidade. Mas esta curiosa mistura de tendências contraditórias acaba finalmente por be­ neficiar-lhe, porque ele sempre dá a im­ pressão de não saber nunca a que santo

C

É o décimo segundo signo do Zodíaco chinês.

• • • • • •

Nome chinês: Zhu. Polaridade: Yin. Elemento: Água. Estação: Inverno. Mês: novembro. CHI ou períodos do ano no calendário chinês: Da Shu ( ou décimo segundo período): de 12 de julho a 7 de agosto. Li Chui (décimo terceiro período): de 7 a 22 de agosto.

AFINIDADES ASTROLÓGICAS O Javali chinês apresenta afinidades com o signo de Escorpião do nosso Zodíaco. Entretanto, como o mês de novembro cobre os dois últimos decanatos do signo de Escorpião e o primeiro decanato do signo de Sagitário, o Javali está em analogia com Marte, Plutão, Júpiter e Netuno, regentes destes signos, assim como com Urano, Vênus e Mercúrio, regentes destes três decanatos.

Os anos do Javali
De 30 de janeiro de 1911 a 17 de fevereiro de 1912 De 16 de fevereiro de 1923 a 4 de fevereiro de 1924 De 4 de fevereiro de 1935 a 23 de janeiro de 1936 De 22 de janeiro de 1947 a 9 de fevereiro de 1948 De 8 de fevereiro de 1959 a 27 de janeiro de 1960 De 27 de janeiro de 1971 a 14 de fevereiro de 1972 De 13 de fevereiro de 1983 a 1 de fevereiro de 1984 De 31 de janeiro de 1995 a 18 de fevereiro de 1996

É muito obstinado e até teimoso. Não dá ouvidos a conselhos e ao que lhe con­ tradiz, não ouve ninguém e continua seu caminho de pequeno homem bom. Le­ va suas decisões e objetivos até o fim, mesmo quando não tem nenhuma razão. Por sua lentidão, necessita de mais tempo que os outros para compreender, assimilar e tirar conclusões. Mas quando passa por uma experiência,

tra-se egocêntrico e ao mesmo tempo totalmente entregue ao ser amado, dan­ do mostras de uma sensualidade trans­ bordante, excessiva, descontrolada, até mesmo incômoda, e adotando simulta­ neamente atitudes moralizadoras, rei­ vindicando até idéias sectárias e regras rígidas. É assim que manifesta de forma equivocada seu medo de ser traído, pois apesar de sua ingenuidade sabe que peca por ex­ cesso de confiança e é muito fácil ser enganado ou fazer com que se deixe levar por seus instin­ tos. Em conseqüência disto tudo, gosta da solidão. MITOS E SÍMBOLOS CHINESES DO JAVALI Javali, porco, suíno? O porco javali, cujo nome vem do árabe hinzîr yabalî ("porco montes"), é um animal selvagem que vive em solidão nos bosques fechados e pouco freqüentados, enquanto o porco é um animal doméstico. Se os chine­ ses decidiram introduzir o javali, e não o porco, no seu Zodíaco é porque este animal selvagem é mais nobre que o suíno criado unicamente por sua carne; ainda mais quando consideram e re­ presentam o porco como um animal be­ néfico, símbolo de conforto, bem-estar e prosperidade, ao ponto de uma tra­ dição chinesa dizer que toda a família deve ter o seu porco. Esta boa reputação do porco, cujo nome nos faz pensar simbolicamente em tudo aquilo que se refere à vida familiar e doméstica chi­ nesa, prestou-se à confusão entre o porco doméstico e o porco montês. Mas é, evidentemente, o javali que figura no Zodíaco chinês, embora às vezes lhe seja dado o nome de porco, o que suscita dú­ vidas sobre sua verdadeira natureza. Os chineses, sem a intenção de criar um pa­ radoxo, fixaram uma polaridade Yin para este signo, ou seja, puseram-no em ana­ logia com os valores femininos, ao mes­ mo tempo que no Zodíaco o denomina­ ram "a Força viril", como se, para eles, a expressão mais pura da força viril re­ pousasse apenas em um princípio basi­ camente feminino.

rezar. É fácil, se nos concentrarmos em demasia em suas ações, encontrar com­ plicações onde elas não existem. O mais aconselhável é aceitá-lo sempre como é. Sejam quais forem suas motivações, de­ sejos, centros de interesse e sentimen­ tos, nunca podemos duvidar de sua sin­ ceridade e honestidade. O Javali Gosta da simplicidade, da tranqüilidade, da paz, da natureza. Leva uma vida saudá­ vel, natural, ordenada, onde tudo está organizado. Necessita da comodidade e do cotidiano, que para ele são essenciais e vitais.

nunca é de forma superficial. Entregase totalmente, de corpo e alma, ao que faz, e conserva em sua persistente me­ mória todos os seus atos e aventuras, todas as experiências vividas. É senti­ mental, sensual e possessivo. O amor é para ele algo tão simples e vital como respirar ou dormir. E muito fiel, mas não pode resistir aos mimos que lhe fazem, o que pode induzi-lo a alguns desatinos. Porém, como odeia os dra­ mas e os conflitos, optará por absterse. Aqui manifestam-se mais uma vez os traços de caráter contraditório, mos­

Signos chineses e signos solares

O Rato e os signos solares
Combinando as qualidades reveladas pelos 12 signos do Zodíaco oriental e os 12 signos do Zodíaco ocidental, obtemos uma série de 144 caracteres-tipo.
ara distinguir os signos do Zodíaco chinês do nosso Zodíaco, chama­ remos a estes últimos os signos sola­ res, visto que estão em função do mo­ vimento aparente do Sol à volta da Terra. Assim, poderemos comparar e combi­ nar as informações reveladas por um dos 12 signos chineses em relação aos 12 sig­ nos solares, com o fim de obter novas indicações. Estas nos permitem delinear melhor a interpretação de um mapa as­ tral. Se você nasceu no signo do Rato, aqui está, segundo seu signo solar, o ca­ ráter padrão que corresponde à sua per­ sonalidade.

P

uma boa margem de segurança. Fiel e constante em suas decisões, em suas convicções, bem como em seus senti­ mentos, é tranqüilo e aprazível, mas suas cóleras são memoráveis. Quando põe algo na cabeça, um desejo a satisfazer ou um objetivo a alcançar, é raro não atin­ gir seus fins.

Rato

• Câncer

Rato • Gêmeos

Rato • Áries

Ansiedade, exaltação e impaciência são as três palavras-chave a partir das quais faremos o retrato deste indivíduo, que nunca parece estar em seu lugar: sem­ pre com muita pressa, não consegue es­ perar, não sabe exatamente para onde vai, mas dirige-se para lá a toda veloci­ dade, acabando sempre por encontrar algo ou alguém, pois transborda en­ canto, é atraente, muito sociável e, no fundo, mais prudente e ponderado do que parece. RATO

De olhar brilhante e malicioso, de es­ pírito vivo, possui uma curiosidade in­ saciável. Gosta de brincar de ingênuo ou investigador, dizer mentiras para colher a verdade, sempre com uma leveza e uma graça que não deixam lugar para suspeitas de que utiliza os outros para conseguir o que quer, pois sabe tornarse indispensável, preservando sua inde­ pendência.

O mundo exterior, os outros e o des­ conhecido dão-lhe medo. E uma pessoa hipersensível, que se sente fraco e que, conseqüentemente, se refugia no seu lar ou ninho familiar. No entanto, por vezes asfixia-se nele. Depois, evade-se graças à sua imaginação, aos seus sonhos, à sua inspirada criatividade ou sua grande sen­ sibilidade artística, que lhe conferem um gosto muito definido, sutil e requintado. Rato • Leão

Estes indivíduos tem a aparência de um ser com domínio de si mesmo, que con­ trola as situações, seguro de si, possui-

• Touro

Tem seus costumes e é fiel a eles. Odeia as mudanças e o imprevisto. Traba­ lhador, audacioso, realista, concreto, produtivo, não corre nenhum risco. Sua única preocupação é viver dentro de

*tsmíí^ dor de uma grande nobreza de ca­ ráter e que conseguirá cumprir suas am­ bições sem hesitar um momento. Mas no fundo preocupa-se, apaixona-se, é exclusivista e intransigente, fraquezas que revelam falta de confiança em si mesmo, e de espírito independente, sua necessidade de amor, de reconheci­ mento e admiração.
RATO • Virgem

Rato • Escorpião

em suas idéias como em suas con­ vicções, fiel ao amor, vive discretamente sua vida sem pena nem glória, com a confiança de atingir, mais cedo ou mais tarde, seu objetivo. Rato • Aquário

Sabe utilizar seu poder de sedução para obter o que quer dos outros ou conse­ guir seus objetivos. Muito consciente de seus limites e de suas fraquezas, apro­ veita-os sempre como pontos a favor para incitar seus interlocutores a com­ preendê-lo. Por trás de uma energia cheia de recursos que se recarregam sem cessar, esconde um caráter exclusivista e apaixonado. RATO • Sagitário

Não costuma falar de si mesmo e, no entanto, ninguém pode estar mais pre­ sente como ele. Ancorado na realidade concreta e material, trabalha muito, es­ tuda os detalhes, organiza-se, planeja, calcula, poupa. Detesta os atos gratuitos e retrocede diante dos seus desejos e sentimentos. N o entanto, esconde uma sensualidade transbordante, que não o protege dos ataques de loucura amorosa.

Rato

• Libra

Energético, otimista e idealista, seu bom caráter e sua boa vontade natural atraem a sorte e graças a isso obtém vários êxi­ tos, desde que saiba cercar-se bem e o incentivem regularmente, pois no fundo lhe falta espírito de independência, ao mesmo tempo que é inquieto. Por isso necessita enfrentar situações claras, não gosta de complicações.
RATO • Capricórnio

É um ser livre que não suporta as limi­ tações, as barreiras, as fronteiras, as obri­ gações, os impedimentos. Quer distin­ guir-se, sair do caminho, explorar o desconhecido, ampliar seus horizontes pessoais. Ás vezes são pessoas extrava­ gantes, indomáveis, indisciplinadas, in­ quietas. E um indivíduo infatigável, nervoso, sempre em ação, detesta a in­ justiça, vai até o fim convicto de suas idéias ou objetivos, mas muda-os com muita freqüência. Rato • Peixes

Estes indivíduos são considerados inte­ ligentes e muito sagazes, sabem esco­ lher, tomar decisões, agir e reagir opor­ tunamente quando as circunstâncias o exigem. Odeiam tanto os confrontos e os conflitos, que são capazes de anular seus desejos e fraquezas para salvaguar­ dar e manter uma situação de harmo­ nia. Elegantes e requintados, gostam de seduzir, mas seus sentimentos são muito seletivos e fiéis.
Luis Buñuel

Realista e materialista, sabe o que quer, o que faz e para onde vai. Simplesmente, precisa de tempo e de se sentir confiante para sair da sombra ou de sua toca... e conseguir um belo dia seus objetivos ou realizar suas ambições. Constante tanto

Tem quase sempre tendência a fazer crer que é o ser mais infeliz do mundo. E muito hábil neste jogo, incita os demais a se compadecerem de sua má sorte e assim dão-lhe o que quer. Hipersensível e intuitivo, encantador e malicioso, tem um coração de ouro, dedica-se aos ou­ tros e sabe fazer-se amar. Todavia, não está preparado para agir ou viver sozinho e muitas vezes é irreal ou irresponsável. Em contrapartida, pode revelar-se cria­ tivo e inspirado, é um apaixonado in­ veterado.
Charles Aznavour

Algumas celebridades nativas do Rato

Werner von Braun, cientista alemão (Rato-Áries). Charles Aznavour, cantor francês (Rato-Gêmeos). Antoine de Saint Exupéry, escritor francês (RatoCâncer). Padre Pierre, padre francês (Rato-Leão). LaurenBacall, atriz norte-americana (Rato-Virgem). Jimmy Carter, homem de estado norte-americano (Rato-Libra). Kim Wilde, cantora inglesa (Rato-Escorpião).

Laurent Voulzy, compositor e cantor francês (Rato-Sagitário). Richard Nixon, homem de estado norte-americano (Rato-Capricórnio). Natassja Kinski, atriz alemã (Rato-Aquário). Luis Buñuel, cineasta espanhol (Rato-Peixes). Estas são algumas das figuras representativas das combinações entre o signo do Rato e os 12 signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Búfalo e os signos solares
Búfalo • Áries
Uma certa contradição entre a impa­ ciência, as ofuscações do nosso Áries e a prudência, a tenacidade e a capacidade de discernimento do Búfalo chinês pode dar lugar a uma natureza ambivalente. N o entanto, na maioria das vezes, estas tendências contraditórias formam uma das alianças mais sólidas, que fazem deste nativo uma pessoa ao mesmo tempo independente e decidida, fogosa e sensata. Tem muita visão e não perde tempo. De coração ardente, sabe ser constante, sereno, sagaz. De fato, é capaz de se desprender to­ talmente de suas emoções e sentimen­ tos. O que não significa que não ame nada nem ninguém, pois se mantém constante em suas escolhas afetivas. Gosta de compartilhar suas idéias e cen­ tros de interesse. Mas continua a ser mais cerebral do que sentimental. B ú f a l o • Câncer

Búfalo • Leão

Búfalo • Touro

Trata-se de uma força tranqüila inque­ brantável. Como a tartaruga da história, este nativo segue seu caminho sem penas nem glórias, sem nunca se desviar de sua rota, imperturbável, certo de alcançar seus objetivos mais cedo ou mais tarde. E de idéias fixas. Às vezes falta-lhe sen­ tido de humor. Trabalha, produz, eco­ nomiza. É sólido como uma rocha. Se precisar de apoio pode contar com ele.

Não existe couraça mais hermética que a sua! O que prova até que ponto este nativo é, ou pelo menos se sente, vul­ nerável. Sua perseverança se confunde com o fanatismo. Parece que nada nem ninguém o desviará de suas crenças e ambições, que têm, certamente, um ca­ ráter tradicionalista ou protecionista. Nada no seu comportamento dá a ima­ gem de coragem ou atividade. Porém, é um trabalhador com uma força capaz dos maiores sacrifícios.

Este nativo tem um forte sentido do seu território e não suporta perder o auto­ controle. Domina a situação em qual­ quer circunstância, fica acima dos con­ flitos, segura as rédeas, mostra-nos o que temos de fazer e demonstra seu co­ nhecimento, sua experiência e lucidez. Pode ser irritante, pois odeia que o con­ tradigam e que possa enganar-se ou fra­ cassar. Mas é preciso saber perder para ganhar. Neste caso, ele perde seu or­ gulho. Búfalo • Virgem

É um personagem tranqüilo e discreto que aprecia a delicadeza, a reserva, o silêncio, a intimidade, a solidão. Nunca

Búfalo • Gêmeos

A flexibilidade e a agilidade mental, ca­ racterísticas próprias dos Gêmeos, no caso deste nativo interiorizam-se. Quase sempre vislumbramos sua agitação in­ terior, mas sabe tornar-se impenetrável.

* ^ ^ faz barulho nem dá o que falar. Está demasiado ocupado em preservarse e mostra-se preocupado com sua pes­ soa, perdendo-se em vãs mundanida¬ des, demasiado exigente consigo mesmo para aceitar críticas alheias. Muito se­ letivo em suas relações, sua tendência para se subestimar esconde às vezes um orgulho desmedido, contido ou inibido, que pode acabar por isolá-lo.

fres e vai até o fim de suas possibilida­ des. Mas aborrece-se com os empre­ endimentos sem sentido. Precisa de boas razões para agir, já que quando se en­ trega, tanto na vida como no amor, en­ trega-se até o fim.

é um problema, pois gosta da solidão e está convencido de que só pode con­ tar consigo mesmo. Búfalo • Aquário

Búfalo • Sagitário
Não faz alarde do seu espírito e vontade de independência nem o reivindica; mas um ou outro serão o motor de sua vida. Daí que, ou estamos diante de uma pes­ soa independente, indomável e imper­ turbável, serenamente decidido a lutar pelo que é seu, ou então estamos na pre­ sença de um indivíduo cuja idéia fixa é adquirir uma maior liberdade, viver de forma mais original e singular. Mas em ambos os casos terá de amadurecer para ver cumpridos seus desejos.

Búfalo • Libra
Lutar, vencer, convencer, são as três coi­ sas que proclama e encarna, às vezes de maneira um pouco desagradável, visto que tem o dom de ir ocupando pouco a pouco um lugar mais importante, im­ pondo-se, e além disso com muito es­ tilo e elegância. E basicamente bom e generoso, solícito e benévolo. É muito difícil negar seus favores, e aproveita-se disso de maneira que, pouco a pouco, ganha terreno, mas mostra-se realista e prudente. B ú f a l o • Capricórnio

Como misturar uma flexibilidade e gen­ tileza aparentes com a decisão mais lú­ cida, inclusive às vezes implacável? Faça esta pergunta a este nativo e lhe dará a resposta. De fato, nunca devemos con­ fiar muito em seu formalismo, que pode esconder uma grande intransigência. As leis, direitos, deveres, a justiça, a eqüi­ dade, são sagrados para ele. A sua condu­ ta está baseada em princípios sérios, pe­ los quais tem um grande respeito e que aplica a si mesmo em primeiro lugar.

Búfalo • Peixes

Búfalo • Escorpião
Nele a perseverança transforma-se em uma idéia fixa ou em obstinação. Quer ter sempre razão e nem lhe passa pela cabeça que possa aparecer um obstáculo insuperável em seu caminho. Tem um espírito lógico. E destemido, tenaz, lúcido e rigoroso. Mas falta-lhe flexibilidade e capacidade de adaptação. Acaba por isolar-se sem se dar conta. N o entanto, isso para ele não

Tem uma resistência a toda a prova. É muito duro consigo mesmo, capaz de ultrapassar seus próprios limites. Quan­ do se sente estimulado pelas circuns­ tâncias, confrontado com situações de crise, desafia, agarra o touro pelos chi­
Juan Carlos I

Suas intuições não são nem abstratas nem confusas, aproveita-as para realizar uma obra construtiva e a longo prazo ou, simplesmente, para dar segurança a si mesmo e viver em condições mais que decentes. Em princípio, é tímido e reservado, tem uma imaginação trans­ bordante e emoções que sabe canali­ zar. Porém, não se deve provocar de­ masiado sua susceptibilidade, pois existe o risco de provocar maremotos e sismos. De fato, sua delicadeza e devoção não excluem um caráter apaixonado.
Bruce Springsteen

Algumas celebridades nativas de Búfalo

Pierre Boulez, músico e compositor francês (BúfaloÁries). Charles Trenet, autor, compositor e cantor francês (Búfalo-Touro). Tony Curtis, ator norte-americano (Búfalo-Gêmeos). Greg Lemond, campeão de ciclismo norte-americano (Búfalo-Cân¬ cer). Alain Decaux, historiador francês (Búfalo-Leão). Francisco Pinto Balsemão, ex-primeiro ministro português (BúfaloVirgem).

Bruce Springsteen, compositor e cantor de rock norte-americano (Búfalo-Libra). Claude Lelouch, cineasta francês (Búfalo-Escorpião). Jean Mermoz, pioneiro francês da aviação (Búfalo-Sagitário). Juan Carlos I, rei da Espanha (Búfalo-Capricórnio). Jack Lemmon, ator norte-americano (Búfalo-Aquário). Carlos Paredes, guitarrista português (Búfalo-Peixes). Estas são algumas figuras representativas das combinações entre o signo do Búfalo e os 12 signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Tigre e os signos solares
Tigre • Áries
Podemos dizer que o nativo deste signo "Quero, e quero já!" É assim que as pes­ se desliga verdadeiramente de sua parte soas nativas deste signo se dirigem a si de Leão. Não há ser mais felino, de raça, mesmas e aos que as cercam. O fogo arde magnético, atraente, encantador e ao dentro dele, seguramente tal como arde Tigre • Câncer mesmo tempo tão feroz, selvagem, do­ no coração da Terra. Está sempre em minador e tirânico do que ele. Seu olhar ebulição. Vive em pé de guerra. Explode o hipnotiza, mas seu arranhão é mortal. à mínima centelha, ao mínimo obstáculo Evidentemente não gosta da mediocri­ ou contratempo, não suporta que o con­ tradigam nem que se atravessem em seu O nativo deste signo sente-se torturado dade; quer o melhor de cada coisa, viver caminho. Mas possui um encantoarrebatador;porseu desejo de adqui­ como um grande senhor. N o entanto, entre sua ambição, isso é amado tal como é. rir uma independência moral ou social e seu orgulho ofuscante ou sua generosi­ sua necessidade de compreensão, doçura, dade, que raia a prodigalidade, levamTigre • Touro segurança, o que o faz ser temeroso e a no a perder-se. estar na ofensiva. Na maioria das vezes aspira a conquistar um terreno conhe­ Tigre • Virgem cido ou adquirido em outro momento pelos outros, evidentemente, no passado. Tudo em que este nativo toca trans­ Em outras palavras, toma o que os ou­ forma-se em ouro, o êxito não lhe es­ tros tinham possuído antes dele e que capa, visto que sabe aliar audácia e força tinham perdido. É desta forma que en­ É evidente que o nativo de Virgem pôs serena, ambição e muito coragem. Uma contra um meio termo consigo mesmo. um tigre real em seu caráter em prinvez que tenha ganho terreno, já não o deixa. Este nativo utiliza constante­ mente o verbo ter, mas não faz o mesmo com o verbo perder. Não gosta que lhe resistam. Sabe ser generoso, fiel, cons­ tante, mas uma decepção ou uma frus­ tração torna-o implacável e sem con­ cessões. instável, recusando qualquer compro­ misso ou implicação. Do Tigre toma muitas vezes o ar orgulhoso e de raça. De Gêmeos tem o espírito astuto e adaptável. Mas terá que aprender a ser mais constante e mais sério para ser ele mesmo.

Tigre • Leão

Tigre • Gêmeos

Perguntamo-nos sempre qual será o vencedor, se o signo de Tigre ou o de Gêmeos. De fato, este nativo com­ porta-se tanto com nobreza, entu­ siasmo, inteligência, humor e agressi­ vidade, como se mostra superficial e

princípio reservado, calculista e in­ quieto. Por esta ração, torna-se bri­ lhante, ardente e adquire uma ambição e uma vontade de conquista que podem ser eficazes se forem filtradas ou con­ troladas por um espírito crítico e auto­ crítico muito exigente. A partir desse momento, sabe exatamente qual é seu objetivo e não pára até consegui-lo, agindo metodicamente c ganhando ter­ reno dia após dia.

eiras. Mas este indivíduo sublima ou transforma esta violência instintiva con­ tida em recursos energéticos e psíqui­ cos, que o tornam inesgotável, incan­ sável e invulnerável. Desafiando tabus e proibições, e ultrapassando seus limites, nada resiste nem escapa às suas garras.

demais, abstrair-se de seus sentimentos, e está convencido de que só pode con­ tar consigo mesmo. Evidentemente, de tanto evitar pedir ou dever a alguém, corre o risco de sentir-se muito sozinho.

Tigre • Aquário

Tigre • Sagitário

Tigre • Libra
Precisa nada mais nada menos do que de grandes espaços, da vida livre e sel­ vagem. Mais cedo ou mais tarde, sen­ tirá a falta de espaço. Neste caso, sente uma imperiosa necessidade de ação, mo­ vimento, conquista e expansão em todos os aspectos da vida. Os hábitos, a mo­ notonia e a rotina não foram feitos para ele. A diplomacia e a paciência não se encontram entre suas qualidades. Gosta da luta, da competição, do poder. Por outro lado, não o assustam os grandes lances em pôquer, pois efetivamente está disposto a perder tudo para obter tudo aquilo que quer.

Este indivíduo tem gosto pela caça, de tal modo que tira prazer em montar ar­ madilhas e surpreender sua presa. Mas quase sempre a deixará ilesa, renun­ ciando facilmente à sua agressividade ou omitindo seus desejos. É ao mesmo tempo forte e refinado, ambicioso mas inteligente, muito amante da justiça. Aspira a conseguir o máximo de todas as coisas, gosta de gostar, precisa estar cercado de coisas belas. É um apaixo­ nado da beleza e odeia perder tempo e aborrecer-se.

A força de sonhar sua vida, este indi­ víduo acaba por viver seu sonho. Não saberíamos ser mais independentes do que ele. N o entanto, isto não significa que viva de maneira auto-suficiente; nunca é indiferente à admiração dos ou­ tros. Daí não hesitar em fazer-se de herói, lançar-se em aventura ou missões impossíveis, realizar proezas, em ser o defensor dos pobres. Pode esperar-se que ele apareça onde não se espera. Mas não se pode apostar em sua fidelidade.

Tigre • Peixes

Tigre • Capricórnio

Tigre • Escorpião

A violência agressiva, selvagem, feroz e às vezes implacável do Tigre está latente sob a carapaça de Escorpião, cuja tran­ qüilidade e grande capacidade de se­ dução magnética são muitas vezes traiço­

O nativo deste signo possui todas as qualidades e armas para triunfar com brilho no campo ou setor de atividades que escolher. De fato, é ambicioso, efi­ caz, tenaz, belicoso, inflexível, sem con­ cessões, obstinado, incansável. Sabe iso­ lar-se do mundo, distanciar-se dos

Suas qualidades de Tigre servem as do signo de Peixes. Estamos diante de uma pessoa que sabe fazer cumprir seus so­ nhos, paixões e idéias. Sc, pelo contrário, as virtudes do signo de Peixes estão ao ser­ viço do Tigre, este nativo será um grande gato refinado, delicado, sutil, inteligente, sensual, com emoções que podem ex­ plodir a qualquer momento. Tanto em um caso como no outro, tem encantos, imaginação, mas do mesmo modo que levita no céu, mergulha no mar profundo.

Marilyn Monroe

Algumas celebridades nativas de Tigre

Rainha Isabel II

Sir Alec Guiness, ator britânico (Tigre-Áries). Elizabete II, rainha da Inglaterra (Tigre-Touro). Marilyn Monroe, estrela de cinema norte-americana (Tigre-Gêmeos). Tom Cruise, ator norte-americano (Tigre-Câncer). Louis de Funès, ator francês (Tigre-Leão). Jean-Marie Lustiger, cardeal-arcebispo francês (Tigre-Virgem). Adriano Cerqueira, jornalista português (Tigre-Libra). Rafael Azcona, argumentista espanhol (Tigre-Escorpião).

Tina Turner, cantora norte-americana (Tigre-Sagitário). Carmelo Gómez, ator espanhol (Tigre-Capricórnio). Antônio Carlos Jobim, compositor, arranjador e maestro brasileiro (Tigre-Aquário). Francisco Rabal, ator espanhol (Tigre-Peixes). Estas são algumas das figuras representativas das combinações entre o signo de Tigre chinês e os 12 signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

A Lebre e os signos solares
Lebre Áries
Muito impulsivo e perdidamente apai­ xonado durante sua juventude, sua ne­ cessidade de ação ou de saltar mais alto e mais longe que os outros torna-o ins­ tável e inconstante. Com a idade, fica astuto, aprende a concentrar-se nos seus objetivos e pode até ser muito obstinado, sem soltar nunca a presa até que esteja satisfeito. N o entanto, está sempre pre­ sente o herói caritativo de bom coração. De maneira que, no mínimo, trans­ forma-se em defensor dos pobres. realizar um projeto, já está planejando outro. Está sempre se movimentando. Lança-se a todas as oportunidades. Às vezes é ele também que mexe com os pauzinhos sem que pareça, já que é um grande jogador e um comediante com talento.

Lebre Cr Leão

Lebre Cf Câncer
m

Lebre

Touro

Não há ninguém mais realista, mate­ rialista e de maior sensatez que este na­ tivo. Muitas vezes sente-se inveja do seu êxito material, do seu gosto desmesu­ rado pela comodidade e pelos prazeres e pela facilidade com que parece obter tudo que necessita. Mas na realidade é um trabalhador paciente, consagrado, laborioso, que nunca retrocede diante do esforço nem dos obstáculos e que sabe muito bem o que significa ganhar o pão com o suor do seu rosto.

Vive em sua nuvem de sonhos ou no cô­ modo bem-estar do seu pequeno ter­ ritório, longe do ruído e do furor de seu mundo exterior, o qual teme e do qual foge. É frágil, vulnerável, hipersensível e, à força de acreditar que é um incom­ preendido ou de que não o amam, acaba sendo-o. Ou então deixar passar a idéia de que nada o atinge nem o afeta. Tanto em um caso como no outro, tende ao isolamento, a fazer uma tempestade com um copo de água, a adotar um compor­ tamento totalmente egoísta.

Seu território é o lugar onde vive, o meio onde evolui. Ambos lhe perten­ cem e nada pode pôr em dúvida este di­ reito que para ele é inato. Com seu en­ canto, seu natural poder de sedução e convicção desconcertante, parece que está sempre representando. Mas conse­ gue tudo o que quer, aparentemente sem luta e sem esforço, já que emana tranqüilidade e tem uma força de es­ pírito e um grande coração, não so¬ brestimados.

Lebre

Virgem

Desconfia de tudo e de todos. Na ver­ dade, tende a acreditar que na vida pú­ blica e social ou se é caçador ou caça.

Lebre

Gêmeos

Os nativos deste signo saltam de uma ocupação para outra, passa de um cen­ tro de interesse para outro, de uma idéia ou um amor para outro. Mal começa a

^ & **^ E como não tem um caráter fe­ roz nem ambicioso, tenta proteger-se lendo nas entrelinhas ou fixando sua atenção nas pequenas frases e nos silêncios, segundo ele, cheios de sig­ nificados. Apesar de sua tendência para a análise e de sua desconfiança, man­ tém-se objetivo e nunca é indiferente à ânsia de lucro.

sentido e sabe o que os outros ainda ig­ noram. Fala de paz, felicidade, bemestar, mas vive em um estado de gue­ rra ou crise. Não se pode estar sem ele, mas às vezes é muito difícil viver com nativos deste signo.

lações, mas não há pessoa mais fiel, constante e perseverante que ele. Se fosse necessário, seria capaz de remo­ ver montanhas.

Lebre f« Aquário

Lebre

Sagitário

Lebre Cf Libra
Ki

Dá sempre a sensação de viver dando um passo em frente c outro atrás, de pé no umbral de uma porta sem saber se sai ou se entra. Sabe o que não quer, mas nunca sabe o que quer. Suas qua­ lidades encontram-se em seu extremo esmero, no seu sentido inato das formas e da harmonia das cores, em sua habi­ lidade para cercar-se de seres inteligen­ tes ou cultivados, escolhidos rapida­ mente. Sabe defender seus interesses, mas detesta a luta, os conflitos e as com­ plicações.

O mundo lhe pertence. Considera-o um grande jardim por explorar, por des­ cobrir e por percorrer. Para ele, as fron­ teiras não existem. Dá saltos. Evade-se. Mas volta sempre ao seu porto, pois tem necessidade de ter um ponto de re­ ferência. Mesmo assim, possui con­ vicções sólidas e inquebrantáveis. Sua confiança em si mesmo é contagiante. E fácil seguir as pegadas que vai dei­ xando. Assume neste caso o papel de chefe. Seu caráter paternalista e indul­ gente é muito apreciado.

Quer saber tudo, compreender tudo e conhecer tudo. É um pesquisador de verdades, que põe em prática suas des­ cobertas. Já tem um pé no futuro. Reflete, avança, inova. Ajuda os outros a encontrar soluções práticas para os problemas. De fato, seu caráter h u ­ mano e idealista incita-o a preocuparse tanto com os outros como consigo mesmo. A solidariedade não é uma pa­ lavra para ele. Quanto à liberdade, é sua razão de viver.

Lebre /'-' Peixes
k/i

Lebre /"~ Capricórnio
Sem os outros, não sabe fazer nada, nem sequer viver. Tem os pés na terra, mas a cabeça nas nuvens. Costuma ser muito desprendido com as realidades materiais. Também é verdade que a vida cotidiana o incomoda ou exaspera. Mas serve mais do que parece para se cercar de tudo que necessita. Possui quase sempre um po­ tencial de criatividade intenso, mas ne­ cessita de ajuda ou apoio para aproveitálo. Por este motivo, satisfaz-se com seus sonhos e seus fantasmas.
Lola Flores

Lebre j j - Escorpião
Não é muito sociável e não é um ás da comunicação. Mas sabe o que quer, para onde vai, e é para lá que se dirige pouco a pouco, sempre com a segu­ rança de atingir seu objetivo com o tempo. Muito calculista e bem dotado para a estratégia, avança seus peões um a um, até ter o jogo sob seu controle. Conta com poucos amigos, poucas re­

Sua sensualidade à flor da pele e sua ca­ pacidade de sedução são irresistíveis. Suas aspirações são simples c sinceras, mas é raro conseguir realizá-las, pois não pode viver suas relações sem paixão, sem posse, sem suspeita. Possui um sexto
Fidel Castro

Algumas celebridades nativas de Lebre

Claudia Cardinale, atriz italiana (Lebre-Áries). Orson Welles, cineasta norte-americano (Lebre-Touro). Marguerite Yourcenar, escritora francesa (Lebre-Gêmeos). Per Spook, estilista norueguês (Lebre-Câncer). Fidel Castro, chefe de Estado cubano (Lebre-Leão). Ingrid Bergman, atriz sueca (Lebre-Virgem). Sting, músico e cantor britânico (Lebre-Libra). Yitzhak Shamir, chefe de Estado israelita (Lebre-Escorpião).

Edith Piaf, cantora francesa (Lebre-Sagitário). Bernard Blier, ator francês (Lebre-Capricórnio). Lola Flores, cantora espanhola (Lebre-Aquário). António Pedro Vasconcelos, cineasta português (Lebre-Peixes). Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês da Lebre e os 12 signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Dragão e os signos solares
Dragão Áries
Este nativo não descansa nunca; tem sempre algo a fazer, um projeto a rea­ lizar, uma ação a empreender, uma ta­ refa ou uma missão a cumprir. Sente a necessidade de intervir, de tomar par­ tido, de estar sempre onde as coisas acontecem. Personalidade que não ad­ mite dúvidas, peca muitas vezes por falta de moderação, impaciência e falta de tato. Por não saber parar a tempo ou por ter tendência a abusar de suas forças, às vezes corre riscos inutil­ mente. nos, suas idéias e seus projetos são muito sedutores, mas tudo que disse­ mos pouco significa sem nossos atos. Como um fogo de palha, queima ra­ pidamente seus cartuchos, entusiasmase mas não fica saciado. Seu encanto e sua forma de falar são muito sedu­ tores, embora nem sempre seja sufi­ ciente.

Dragão • Leão

Dragão • Câncer

Dragão • Touro

Gostaríamos de dizer ao nativo deste signo: desconfie da terra que dorme ou do dragão que dormita nesta natureza aparentemente tranqüila, cheia de senso comum e com os pés no chão. Pois, quando embala, nada pode detê-lo e a terra treme à sua passagem. Suavemente, mas com segurança, com uma força tranqüila imperturbável, vai para onde quer, faz o que decidiu fazer e é im­ possível fazê-lo mudar de opinião ou de caminho.

Por fora dá uma impressão de doçura, de compreensão, de calma e de bene­ volência. N o fundo, a ambição cresce e agudiza sua ânsia de domínio. Quer ser senhor absoluto de seu lar. Suas mo­ tivações são inamovíveis. É um político muito perspicaz, um hábil diplomata que pode mostrar-se às vezes fanático, intolerante, perseverante ou intratável, e possui a arte de se adiantar aos dese­ jos e às intenções dos outros para obter o que quer.

Para que conste: onde quer que viva, quaisquer que sejam suas motivações ou seus centros de interesse, é o dono e senhor do lugar. Toma o poder, impõe sua supremacia, reina com a mesma simplicidade com que respira. Tem visões amplas e torna-se tão convincente que o mundo lhe pertence e se apodera dele com um aprumo incrível. Para con­ segui-lo não hesita em utilizar os outros, que no entanto não despreza, mas que se convertem em instrumentos em suas mãos. É leal, embora ambicioso e ego­ ísta acima de tudo.

Dragão • Virgem

Se há alguém que goste de planificar, é o nativo deste signo. De fato, toda sua

Dragão • Gêmeos

Se bastasse ter imaginação para que nossos sonhos se tornassem realidade, este nativo seria um rei sobre a Terra. Suas teorias, seus princípios, seus pla­

vida parece organizada e planifi­ cada minuciosamente e dia a dia, com uma meta precisa, para ter todas as pos­ sibilidades de alcançá-la sem deixar nada ao acaso. Muito bem instalado na vida social e material, é o que puxa o carro, como se costuma dizer. Sem parecer, acaba atingindo uma situação invejável, obtida graças aos seus esforços de tra­ balhador incansável.

tiçam, hipnotizam seus interlocutores ou seus adversários. É muito possessivo, não suporta nenhuma dependência. Intransigente e inflexível, pode mostrarse permissivo e permitir-se todos os ex­ cessos. Cúmulo das contradições, é feroz, indomável, mas muito atraente.

trega nunca e sua faculdade para dis­ cernir é temível.

Dragão • Aquário

Dragão • Sagitário

Dragão • Libra
Se tem que arriscar, realizar alguma pro­ eza, está sempre disposto. Tem sede de aventuras, de liberdade, de movimento. Está sempre à espreita da situação ou da circunstância extraordinária. Mais do que ser generoso, age de maneira es­ pontânea e desinteressada, sendo sua única motivação fugir à monotonia e não viver como toda a gente. Então dá e dá-se sem vacilação, mas não é fácil segui-lo nem alcançá-lo. Dragão • Capricórnio

Dialoga e tagarela toda a noite à luz da Lua para consertar o m u n d o ; sabe o que quer dizer. Gosta de ouvir os ou­ tros, embora também necessite fazerse ouvir. Está consciente de que não há nada mais inconstante que a verdade, mas precisa dela para viver. Encan­ tador, tolerante e refinado, é um dos poucos nativos de Libra que, tendo en­ golido um dragão, é capaz de se apai­ xonar. E quando adota um ar apaixo­ nado, torna-se irresistível. Possui a beleza do diabo!

Não se pode ser mais independente e inconformista que este nativo. Impul­ sionado por uma vontade de dominar as circunstâncias e uma sede de liber­ dade insaciável, chega a um compro­ misso consigo mesmo vivendo o instan­ te presente com uma rara intensidade. Interessam-lhe todas as experiências da vida, mas depois de as provar, passa a outra coisa. Gosta da mudança, da no­ vidade, do imprevisto. Vai onde seu co­ ração o leva e só presta contas a si mesmo.

Dragão • Peixes

Dragão • Escorpião

Não é tanto a sede de triunfo e a am­ bição que o move, mas o amor pelo combate, a luta corpo a corpo prefe­ rencialmente. Seus olhos brilhantes e seu olhar penetrante fascinam, enfeiSalvador Dalí

Este nativo tem um sentido inato do poder. Qualquer que seja seu campo de predileção, quer alcançar o cume. Or­ gulhoso, muito suscetível quando se trata de hierarquia e de honra, funda­ mentalmente reto e íntegro, persegue seu objetivo ambicioso sem abrandar ou desistir. Muito seletivo em suas relações, mostra uma fidelidade sem roturas. Mas, sem que seja paradoxal, não se en­

O nativo deste signo e um verdadeiro dragão anfíbio. Flexível, ligeiro, aéreo, move as idéias e os sonhos, vive em outro mundo que sabe tornar acessível e inteligível para ele. E, de repente, mergulha no fundo de si mesmo para voltar às raízes de suas prolíficas emoções. Apaixonado, deslumbrado, romântico, sensual e magnético, levanta montanhas de paixão, mas quando se sente ferido ou decepcionado, pode causar estragos. Suas cóleras são len­ dárias.
F. Mitterrand

Algumas celebridades nativas de Dragão

Pilar Miró, realizadora espanhola de cinema (Dragão-Áries) Salvador Dali, pintor espanhol (Dragão-Touro) António Vitorino de Almeida, músico e compositor português (Dragão-Gêmeos) Rui Mendes, ator português (Dragão-Câncer) Ten Siao-p'ing, governante chinês (Dragão-Leão) Umberto II, rei da Itália (Dragão-Virgem) John Lennon, músico e cantor britânico (Dragão-Libra)

François Mitterrand, estadista francês (DragãoEscorpião) Bruce Lee, ator norte-americano (Dragão-Sagitário) Howard Hughes, milionário e produtor norte-americano (Dragão-Capricórnio) Helena Isabel, atriz portuguesa (Dragão-Aquário) Bernardo Bertolucci, diretor de cinema italiano (Dragão-Peixes)

Signos chineses e signos solares

A Serpente e os signos solares
Serpente • Áries
Não é, como os outros, nem um nativo de Serpente nem um nativo de Áries. De Áries conserva a fogosidade, o ardor, o entusiasmo, e da Serpente conserva a prudência e a escolha do momento adequado para agir. Nunca faz esforços em vão. Assim, quando decide seguir em frente, quer ter certeza de que se arriscará o mínimo possível, de não pra­ ticar imprudências e de não perder seu tempo. o que quer. E como sabe muito bem que não se pode negar-lhe nada, utiliza seu feitiço e seu espírito encantador. No en­ tanto, sob esta aparente eloqüência es­ conde-se um ser friamente decidido a chegar à sua meta, um ser com fre­ qüência pouco recomendável.

Serpente • Leão

Serpente • Câncer

Serpente • Touro

Os nativos deste signo só conhecem uma razão para deixar o ninho, arre­ gaçar as mangas e pôr mãos à obra: fazer frutificar suas possessões. É raro não ter vocação para os negócios ou fi­ nanças. Possui a arte de acumular be­ nefícios, de tirar as maiores vantagens ou o melhor proveito das situações. Possessivo e materialista, sabe gozar das coisas boas e bonitas da vida. E gene­ roso com quem ama de forma exclu­ siva, mas seu rancor é tenaz e impla­ cável quando é traído.

Não é de estranhar que ame seu am­ biente familiar e seu lar acima de qual­ quer outra coisa. Esta é sua razão de viver, e se às vezes se obriga a sair ou se esforça demasiado, é sempre com o objetivo de melhorar a comodidade do seu ambiente ou de ajudar os que lhe estão próximos. Da mesma maneira, sendo tão terno, tão sensual, tão afe­ tuoso, pode de repente tornar-se agres­ sivo e temível se alguém atacar seus entes queridos. É um pai ou uma mãe ideal.

Tem magnetismo, é irresistível, dinâ­ mico e brilhante. Isto poderia bastar-lhe, mas não; sente-se impulsionado por uma ambição e uma vontade de ferro das quais não faz ostentação, mas que o levam ao cume e o conduzem a exer­ cer uma supremacia em seu terreno pre­ dileto, porque adora o poder, o luxo, ser admirado e amar. É de uma possessi­ vidade extrema e dotado de um instinto seguro e, de fato, consegue sempre en­ contrar uma forma de ser indispensável.

Serpente • Virgem

Nos nativos deste signo, o sentido de ordem é quase obsessivo. Tem tudo tão bem organizado em sua vida, está tudo

Serpente • Gêmeos

Tem lábia e sabe usá-la. Ninguém me­ lhor do que ele sabe usar as palavras bem colocadas, as belas frases que hipnoti­ zam, no momento adequado, para obter

a

* í ^ tão perfeito, tanto em sua conduta como em sua aparência, que nos faz sus­ peitar de que esconde alguma coisa. Efetivamente, sob uma aparência im­ pecável, dissimula-se um ser inquieto, aprisionado por numerosas dúvidas acerca de si mesmo, dos outros e da vida, que o impedem de ser feliz.

o que é. Mas não diz nada, pois possui uma natureza secreta, primária, e não é muito capaz de expressar o que sente ou o que pensa. Por isso pode mostrarse muito suscetível, pois vive sempre na defensiva. Mas é preciso saber que nele se encontra um mutante que dormita.

Não gosta demasiado dos outros. E se sente em perigo ou se o agridem, tornase temível e implacável.

Serpente • Aquário

Serpente • Sagitário Serpente • Libra
É um ser caprichoso, um personagem utópico, um tipo original ou um extra­ terrestre? É de tudo um pouco. Todas as idéias fora do vulgar lhe interessam. Prova todas as aventuras, todas as expe­ riências. A um ponto tal que acabamos por nos perguntar se não estaria em sua natureza fugir, fugir de si mesmo, ou se se trata do ser mais insensível de todos. A resposta é mais simples: não sabe de onde vem nem para onde vai, mas con­ tinua a avançar.

É encantador e eloqüente e utiliza suas qualidades de forma oportuna. É amante da justiça, da ética e da equi­ dade. Tem sentido dos compromissos, possui o dom de conciliar o inconci­ liável, a arte de encontrar os métodos inteligentes. É um diplomata astuto. N o entanto, é mais hábil quando in­ tervém com benevolência na vida dos outros do que quando tem de se de­ cidir e tomar decisões definitivas na sua. Gosta do amor pelo amor, da be­ leza pela beleza.

Mostra-se decididamente permissivo e tolerante. N o entanto, não se fiem, por­ que é daqueles que dizem: faça o que digo mas não faça o que faço. Efe­ tivamente, tem uma natureza indepen­ dente e generosa, mas é muito pater­ nalista e moralista. Quer que o deixem agir à vontade, mas pede fidelidade e que respeitem os compromissos com ele. É correto e honesto, mas não se deve abusar de suas qualidades.

Serpente

• Peixes

Serpente • Capricórnio
Quando a lucidez instintiva da Serpente está imersa nas águas intuitivas de Peixes, o resultado é uma clarividência fora do comum, uma criatividade ge­ nial, uma imaginação magnífica. Seu universo é o da magia, do sonho, das emoções que o submergem. Mas não lhe peçam que seja realista ou concreto. N o entanto, nada como uma serpente, ondulando e colando-se tão bem, que acaba por chegar onde nunca ninguém chegara antes dele.
Y. Arafat

Serpente • Escorpião
Sua qualidade suprema é a lucidez que se assemelha à clarividência. N o en­ tanto, temos todo o direito de nos in­ terrogar sobre como vai usá-la porque não tem uma natureza otimista nem empreendedora. Não lhe falta coragem nem sangue-frio, nem tenacidade, mas falta-lhe aquela pequena faísca que faria com que tudo fosse possível para ele.

É melhor não aborrecer os nativos deste signo e não se fiar em sua calma apa­ rente. Dá freqüentemente a impressão de ser muito permissivo. Na realidade, não acredita em nada nem em ninguém, e sobretudo não está nada satisfeito com
A. Hepburn

Algumas celebridades nativas de Serpente

Milan Kundera, escritor tcheco (Serpente-Áries). Audrey Hepburn, atriz norte-americana (SerpenteTouro). Bob Dylan, cantor e poeta norte-americano (Ser¬ pente-Gêmeos). Hassan II, rei do Marrocos (Serpente-Câncer). Bourvil, ator francês (Serpente-Leão). Arthur Koestler, escritor inglês (Serpente-Virgem). Jesse Jackson, predicador e político norte-americano (SerpenteLibra).

Yasser Arafat, chefe da Autoridade palestina (Ser¬ pente-Escorpião). Dione Warwick, cantora norte-americana (Ser¬ pente-Sagitário). José Figueiras, animador português (Serpente-Capricórnio). Graham Hill, piloto inglês (Serpente-Aquário). Tsuta Kimura Castelo, pintor português (Serpente-Peixes). Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês da Serpente e os 12 signos solares de nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Cavalo e os signos solares
CAVALO

• Áries

vida boêmia, do mundo das aparências, devemos viver com ele.
CAVALO

• Câncer

Arranca sempre em grande velocidade, mas cansa-se e raramente alcança seus ob­ jetivos. Este nativo impetuoso e impa­ ciente necessitaria de um pouco de con­ tenção, disciplina e perseverança, mas funciona à base de impulsos e não ouve ninguém. Dá a impressão de estar a ponto de partir, de se evadir e de deixar tudo. Só o amor pode prendê-lo. CAVALO

satisfeito, sempre em busca de admi­ ração, de reconhecimento, de aprovação. Embora tenha carisma e charme, tornase insuportável por sua arrogância e ego­ centrismo. Não suporta o conformismo e os lugares-comuns, mas é incapaz de se questionar, de pensar um só instante que outros podem se opor a ele. CAVALO

• Touro

Gosta dos espaços simples e naturais, do campo que dá segurança. Aspira a viver nele com os seus. Por esta razão, suas ambições, seus desejos, suas necessi­ dades, são simples, sem dúvida para compensar suas angústias e suas mu­ danças de humor, seus caprichos ou seus dramas, que, às vezes, o fazem dizer ou fazer qualquer coisa, embora por pouco tempo. CAVALO

• Virgem

• Leão

E como um cavalo de trabalho que puxa o arado, mas gosta demasiado das co­ modidades e de seus hábitos para ser um escravo. Gosta principalmente de ser amado e que se esteja atento aos seus de­ sejos. Sob uma aparência tranqüila, fer­ vem profundas paixões amorosas e car­ nais. É capaz de alimentar rancores tenazes que expressará com irritações devastadoras. É muito suscetível, prin­ cipalmente quando se trata de dinheiro. CAVALO • Gêmeos

Este nativo emana ambição, luxo, beleza e inspira paixão. Mas é um eterno in­

Onde quer que vá e o que quer que em­ preenda, este indivíduo nunca se perde nem se desvia de sua rota. Tem sen­ tido de orientação. Não hesitará em desviar-se para evitar arriscar-se inu­ tilmente ou enfrentar o desconhecido. Para ele o importante é poder chegar à sua meta a tempo. Odeia os atrasos e os contratempos e pode fazer um drama por uma ninharia. É muito exi­ gente consigo mesmo e às vezes in­ transigente com as regras e os princí-

Os nativos deste signo têm nobreza, brilho, classe inata. Mas seu lema é "quem me ama, que me siga" e é pre­ ciso ser muito astuto para poder dizer qual é sua verdadeira personalidade. Para ele, a vida é um imenso teatro no qual ele representa todos os papéis. Mas acaba interpretando sua vida em vez de vivê-la. Se gostamos das inovações, da

princípios. conselheiro.
CAVALO • Libra

N o entanto, é um excelente tente forçá-lo ou segurá-lo; não o su­ portaria. CAVALO

Do contrário, viverá aqui, mas terá sem­ pre a cabeça em outro lugar. CAVALO

• Sagitário

• Aquário

Avança com um passo cadenciado e elegante. Seus gestos são precisos e de­ licados. Mas não se contenta em falar com as mãos, pois sabe que não há nin­ guém melhor que ele para enunciar claramente e com habilidade o que conhece a fundo. Se há uma mensagem a divulgar ou uma causa a defender, pode contar com ele: saberá encontrar as palavras necessárias, seduzir, convencer. E, além disso, compromete-se, princi­ palmente se você também se compro­ meter. CAVALO •

É sem dúvida alguma o mais fogoso e aventureiro de todos os nativos de Sa­ gitário, mas também o mais puro dos nativos do Cavalo chinês. Nasceu livre e livre vive. Porém, sua liberdade é pra­ zenteira. Não é reivindicativa nem incô­ moda para os outros. Quando o conhe­ cemos, nem pensamos em amarrá-lo, como se se tratasse de um sacrilégio. Observamo-lo evoluir e extraímos uma lição de vida, simples, boa e natural. N o entanto, é necessário que tenha um ob­ jetivo ou uma motivação para não es­ bravejar. CAVALO •

Quer saber tudo, entender e conhecer tudo. É um "pesquisador" de verdades que põe suas descobertas em prática. Tem já um pé no futuro. Pensa, acelera, inova. Ajuda a encontrar soluções prá­ ticas para os problemas. Seu caráter hu­ manista e idealista incita-o a preocuparse tanto com os outros como consigo mesmo. Para ele, solidariedade não é uma palavra vã e liberdade é a sua razão de viver. CAVALO

• Peixes

Escorpião

Capricórnio
Sabe que a verdade e uma coisa ins­ tável e que a única certeza é a do mo­ mento. C o m o não teme as contra­ dições, diz uma coisa de manhã e faz exatamente o contrário à noite. Devese ouvi-lo sem acreditar nele. Porém, é tão sedutor que caímos na tentação de acreditar no que nos diz. Passeia, observa e encaminha-se para o que lhe dita o coração. É um oportunista ingê­ nuo e espontâneo, muito receptivo e que sabe em todo momento o que deve fazer e para onde ir.
S. Connery

Embora seja fascinante, de pura raça, não se deve encarar este nativo como um animal doméstico. Tem uma na­ tureza selvagem, indomável e infini­ tamente desenfreada. Prefere perder tudo a render-se, a submeter-se ou obe­ decer. Em princípio adivinha o pensa­ mento e as intenções. E muito difícil mentir-lhe. E impenetrável, misterioso, secreto, silencioso. Vai e volta. Não
C. Eastwood

Com ele, nunca se deve confiar nas aparências. Tem boa vontade, é com­ preensivo, entrega-se, mas deixa-se levar pelos sonhos e sua imaginação é trans­ bordante. Tem sempre algum plano ou projetos na cabeça; gostaria de uma nova vida mas não sabe por onde começar. Se souber escolher entre suas idéias ori­ ginais, poderá sem dúvida realizar algo interessante para ele e para os outros.

Algumas celebridades nativas de Cavalo

Steve Mac Queen, ator norte-americano (CavaloÁries). Barbra Streisand, cantora e atriz norte-americana (Cavalo-Touro). Clint Eastwood, ator e realizador de cinema norte-americano (Cavalo-Gêmeos). Claude Chabrol, cineasta francês (Cavalo-Câncer). Lauro António, cineasta português (Cavalo-Leão). Sean Connery, ator britânico (Cavalo-Virgem). Dimitri Shostakovich, compositor e pianista russo (Cavalo-Libra).

Luchino Visconti, cineasta italiano (Cavalo-Es¬ corpião). Jimmi Hendrix, guitarrista de rock norte-americano (Cavalo-Sagitário). Helmut Schimdt, político alemão (Cavalo-Capricórnio). James Dean, ator norte-americano (Cavalo-Aquário). John Irving, escritor norte-americano (Cavalo-Peixes). Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês do Cavalo e os 12 signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

A Cabra e os signos solares
Cabra • Áries
O nativo deste signo tem fama de não se deixar arrastar. Diz sempre o que pensa e não mede suas palavras. Não sabe re­ frear seus impulsos. Gosta de operar a seu modo, mas tem tendência para se ati­ rar de cabeça nas situações mais estapa­ fúrdias, com o risco de se "entalar" em seguida. Não importa, continua sempre a levantar-se e continua seu caminho, preparado para se precipitar na primeira oportunidade que apareça. E de vez em quando adora sair do caminho trilhado. CABRA si, mas falta-lhe concentração, perse­ verança e disciplina. É nas situações ou circunstâncias em que pode jogar com vários registros, seduzir, convencer, transmitir, interpretar, fazer rir ou dis­ trair onde se sente mais à vontade. E um comediante nato, instável, capri­ choso, falador, que faz de sua vida uma paródia constante, com uma certa complacência.
CABRA • Câncer

Cabra • Leão

Tem necessidade de que gostem dele, o admirem, o felicitem. E, de fato, acon­ tece com freqüência que o adulam, pois possui um encanto irresistível, um ver­ dadeiro carisma. Não se conforma em fazer o que sabe fazer melhor, neces­ sita também do sucesso e dos louros. Porém, sob seus ares de grande senhor, é mais frágil e dependente do que pa­ rece. Às vezes esconde mesmo um autêntico complexo de identidade.
CABRA

• Touro

Gosta do conforto, da segurança ma­ terial e da tranqüilidade. Sua principal preocupação é quase sempre procurar os meios necessários para assegurar dias tranqüilos e sem ter de cair em privações financeiras. Organiza assim a sua vida a longo prazo, preparando-se contra o imprevisto, mas sabendo aproveitar qualquer circunstância que lhe possa fornecer uma vantagem suplementar. Tem um certo gosto sensual e refinado. Nunca tem pressa. Mas quando quer obter algo, sabe como fazê-lo.

Este nativo tem necessidade de ternura e sabe tão bem como enternecer os de­ mais que se tem sempre a sensação de que está prestes a explodir em lágrimas. E sensível e vulnerável, vive freqüen­ temente sob o medo ou na defensiva, inquieta-se por tudo ou por nada. Mas tem também a habilidade de se entregar a seus sonhos ou à sua imaginação. Pre­ cisa fazer parte de um clã.

• Virgem

Como já sabemos, o indivíduo de Virgem é sensato ou inepto, conforme o caso. Ora, nesta combinação, a imprudência ou a loucura de Virgem é totalmente encar-

Cabra • Gêmeos

Deste nativo poderíamos dizer que tem habilidade para tudo mas não sabe fazer nada. Não lhe falta nem inte­ ligência, nem vigor, nem confiança em

encarnada pela Cabra. Assim, estamos diante de um ser muito sensato e muito ordenado, reservado e consciencioso, dis­ ciplinado e rigoroso que, sem o menor aviso, é capaz de um ataque de loucura, tomado de um impulso descontrolado. Pega a todos desprevenidos fazendo algo de que ninguém suspeita.

sualidade intensa, magnética e um es­ pírito lutador que pode revelar-se te­ mível. Cabra • Sagitário

Cabra • Aquário

Cabra • Libra

Tem muito talento mas, com medo de decepcionar por culpa de um orgulho dissimulado ou por medo de se com­ prometer ou acabar o que empreende, fica na expectativa. Em conseqüência, se não tiver alguém de seu círculo que o empurre para a frente, que o leve a tomar iniciativas, durante muito tempo não se decidirá, sem saber que caminho escolher. Cabra • Escorpião

Seu amor pela liberdade é apenas com­ parável à sua sede de aventura. E, no en­ tanto, apesar de sua grande necessidade de independência, que o torna selvagem e indomável, especialmente em sua vida amorosa, não é por isso que é menos apegado a certos princípios que são pon­ tos de referência aos quais regressa sem­ pre, pois são necessários, para seu equi­ líbrio. Assim, embora seja evidente que gosta de enfrentar o desconhecido, no fundo tem sólidas raízes.

Totalmente inadaptado à vida social e material, cheia de coações, esforços, obrigações a cumprir, este ser aspira a viver em um mundo utópico, onde cada um seria livre e onde todas as pessoas seriam ricas. Não pode haver ninguém mais inconformista do que ele, da mesma forma que nunca é indiferente aos problemas e preocupações dos ou­ tros e sabe mostrar-se empenhado e so­ lidário. Paradoxalmente, mostra-se mais dotado quando se trata de intervir a favor dos outros do que quando são seus próprios interesses que estão em jogo.

Cabra • Peixes

Cabra • Capricórnio

Este nativo sabe muito bem o que quer, embora não o diga ou não o demons­ tre em absoluto. De fato, quando decide realizar algo de grande interesse, satis­ fazer seus desejos ou suas ambições, nada nem ninguém o conseguirão de­ mover. E freqüentemente atormentado por profundas angústias que compensa com uma grande curiosidade, uma sen­
M. Jagger

Este nativo tem sentido de responsa­ bilidade. Também sabe não se apressar para poder refletir e nunca age sem ter uma idéia precisa em sua cabeça, à qual se aferra. E muito discreto, possui uma certa distinção e gosta de se evidenciar em um contexto escolhido, com pessoas de qualidade. Sua honestidade é pro­ verbial, seu humor, bastante fino. Odeia festas pomposas e as mentes sectárias. Simplesmente vive, porém não como os demais.

Sua força é sua surpreendente intuição, sua visão completamente original e pe­ netrante nos aspectos da vida e na evo­ lução das circunstâncias e dos aconte­ cimentos do contexto em que vive. Podemos ouvi-lo e seguir seus conse­ lhos, pois tem uma visão correta e sábia. Por outro lado, não está de maneira al­ guma preparado para lutar e defenderse. Falta-lhe realismo e muitas vezes cria vãs ilusões. Tem portanto necessidade de que estejam ao seu lado, pois, em­ bora saiba guiar os outros, ele próprio pode dar passos em falso.
M. Gorbachev

Algumas celebridades nativas de Cabra

George Benson, cantor e guitarrista norte-americano (Cabra-Áries). Eva Perón, líder argentina (Cabra-Touro). John Wayne, ator norte-americano (Cabra-Gêmeos). Rafaella Carrà, cantora e apresentadora italiana (Cabra-Cân¬ cer). Mick Jagger, cantor e compositor inglês (Cabra-Leão). Fausto Coppi, ciclista italiano (Cabra-Leão). José Hermano Saraiva, historiador português (Cabra-Libra). Boris Becker, tenista alemão (Cabra-Escorpião).

Jim Morrison, cantor norte-americano (Cabra-Sagitário). Simone de Beauvoir, escritora francesa (Cabra-Capricórnio). Stéphanie Grappelli, violinista de jazz francês (Cabra-Aquário). Mikhail Gorbachev, estadista russo (Cabra-Peixes). Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês da Cabra e os 12 signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Macaco e os signos solares
MACACO

• Áries

A regra de vida deste nativo é agir no mo­ mento oportuno. Gosta da ação, tem es­ pírito empreendedor, mas nunca se cansa em vão. Adora a luta, os combates, os de­ safios, na condição de ter todos os trun­ fos na mão para vencer. É rápido e pos­ sui excelentes reflexos. É encantador, enérgico, carinhoso e atraente. Conse­ gue o que se propõe com a sua própria força e é hábil e inteligente. Incansável e dotado de uma forte vontade de viver, costuma tratar de vários assuntos ou manter várias relações ao mesmo tempo. MACACO

recer. Não gosta de fixar sua atenção muito tempo em um mesmo centro de interesse. Para ele, a vida é um grande jardim no qual passeia, colhendo uma flor de vez em quando, aproveitando a ocasião que se lhe apresenta, usando seu encanto e sua inteligência para conven­ cer e seduzir. É conciliador e permissivo com os outros, mas sobretudo com ele próprio. E difícil segui-lo. MACACO • Câncer

MACACO

• Leão

• Touro

Não aja com ele com excessiva con­ fiança, pois tem um apurado sentido de propriedade. Também não se deve ferir suas suscetibilidades, já que se mostra rancoroso de forma muito tenaz. Ma­ terialista até à medula, põe sempre seus interesses à frente de tudo. Está disposto a tudo para conseguir o que quer, para satisfazer seus desejos ou suas ambições econômicas e preservar sua segurança. Parece um anjo, mas não nos podemos fiar no que diz. Entretanto, seus senti­ mentos não são ambíguos. MACACO

Com ele, uma pequena alegria trans­ forma-se rapidamente em uma felici­ dade imensa e uma pequena contrarie­ dade toma proporções de drama. Não consegue impedir ser excessivo. Mas é perdoado com facilidade. Tem muito encanto, é doce, atento, sabe sonhar em voz alta, c arranja a realidade à sua ma­ neira. Poderíamos escutá-lo durante horas e deixar-nos enganar facilmente.

Este nativo quer tudo, mas não de qual­ quer maneira. Quer realizar um sonho ou uma vocação e não consegue viver em paz enquanto não atinge suas lou­ cas aspirações. Muito digno e muito sus­ cetível, não suporta que se duvide de sua inteligência, de sua integridade nem de sua astúcia. Não imagina nem por um só instante não ser admirável e admi­ rado. Aborrece-se com a mediocridade, não suporta a rotina nem os costumes e sabe fazer-se servir. MACACO

• Virgem

Hesita freqüentemente entre seu desejo de ultrapassar os limites e os caminhos traçados, de viver dia a dia, e sua ne-

• Gêmeos

Tem o encanto das pessoas cultas e re­ finadas. Mas seu saber é superficial, e não sério e profundo como poderia pa­

necessidade de ordem, de método, de segurança. Se consegue encontrar um meio termo entre estas duas tendências contraditórias, é graças à sua força espi­ ritual. Pode então parecer como alguém astuto, maquiavélico, corajoso, que não duvida nem dele nem de suas com­ petências. Sua lucidez crítica e seu sen­ tido de humor fazem dele um interlo­ cutor e um adversário temível. MACACO

ver para além das aparências, procura às vezes um pequeno detalhe só para verificar as reações dos que o rodeiam. Sua curiosidade insaciável permite-lhe descobrir coisas que lhe são muito úteis. Mas às vezes, seria melhor abs­ ter-se, pois se arrisca desnecessaria­ mente; apesar disso, vai sempre em frente. MACACO

baláveis e sua atitude pode fazê-lo pa­ recer austero. Na realidade, espera tanto dos outros como de si mesmo. MACACO

• Aquário

• Sagitário

• Libra

Obcecado por sua necessidade de amor, não chega a ser querido por uma pes­ soa de forma exclusiva. Quer que todos o amem. Por isso consegue uma maneira de se tornar indispensável e esforça-se diplomaticamente para que todas as pes­ soas o apreciem e necessitem dele. Gosta dos intercâmbios, das relações múltiplas e variadas, dos contatos humanos. Muito atento às necessidades e aos problemas dos outros, escuta, mas o que mais faz é falar. Adora consertar o mundo com seus amigos, mas também com os des­ conhecidos que confiam nele. MACACO

Se este nativo se vê obrigado a viver fe­ chado, satura-se e torna-se insuportá­ vel. Tem necessidade de explorar e de gastar sua energia transbordante. Possui freqüentemente excelentes qualidades de pedagogo, mas se escolher a profissão de professor, exercerá esta em qualquer parte do mundo. Gosta de se sentir fora de seu país, descobrir novas paisagens, experimentar. Tem sempre no bolso um bilhete de avião ou a mala feita, para o que der e vier.
M A C A C O • Capricórnio j

É um iluminado. Ou pelo menos é essa a impressão que dá. E é verdade que não se pode contar com ele para organizar a vida cotidiana. Vive no amanhã. Passa o tempo a imaginar planos, a pensar no dia seguinte. Tem de pôr sua imaginação a serviço de uma causa, uma ciência ou um saber. É um amigo valioso, apre­ ciado e solidário que tem o dom de en­ contrar soluções originais para os pro­ blemas mais complexos. MACACO

• Peixes

• Escorpião
É céptico e desconfiado porque teme entregar-se ou confiar em alguém. De fato, o orgulho ou a dureza que se lhe atribui não é mais do que uma reação ao seu medo de ser enganado ou atraído. Refugia-se por trás de convicções ina­

Não confia em si mesmo nem nos ou­ tros. Sempre na defensiva, muito hábil observador, sempre ávido de saber e de
João Paulo II

Nunca saberemos exatamente quem é. Tem muitas facetas, grande habilidade para se adaptar a situações e a idéias novas. E dotado da capacidade de pres­ sentir e de uma sensibilidade receptiva muito desenvolvida; adivinha os es­ tados de espírito dos outros mas uti­ liza suas faculdades para manobrar se­ gundo seus interesses. Não é nem afeito nem obstinado, mas sim bom conselheiro, muito meigo e atento ao bem-estar físico e moral de seus se­ melhantes.
Coluche

Algumas celebridades nativas de Macaco

Jean Cacharei, estilista francês (Macaco-Áries) João Paulo II, Papa polaco (Macaco-Touro) Ian Fleming, escritor inglês (Macaco-Gêmeos) Pedro Santana Lopes, político português (MacacoCâncer) Jimmy Clift, cantor e músico jamaicano de reggae (Macaco-Leão) Jacqueline Bisset, atriz francesa (Macaco-Virgem) Michael Douglas, ator norte-americano (Macaco-Libra) Michel Colucci, ator e humorista francês (Macaco-Escorpião)

Manoel de Oliveira, realizador de cinema português (Macaco-Sagitário) Patrícia Highsmith, escritora norte-americana (Ma¬ caco-Capricórnio) François Truffaut, cineasta francês (Macaco-Aquário) Elizabeth Taylor, atriz anglo-americana (Macaco-Peixes) Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês do Macaco e os 12 signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Galo e os signos solares
GALO

• Áries

Impregnado de nobreza e de uma ge­ nerosidade fora do comum, este nativo está sempre disposto a auxiliar a viúva e o órfão ou a agir como um herói. Precisa de ação e de aventura, mas tam­ bém de se dedicar a uma causa nobre. Naturalmente gosta que o admirem e que o felicitem. Sua vaidade é facil­ mente perdoada porque é correto, franco e honesto. Por outro lado, não suporta ser enganado e às vezes tem problemas de fidelidade pois quer agra­ dar c conquistar. GALO

flerta e tem variadíssimas experiências. Porém, mais cedo ou mais tarde, sente a necessidade de ampliar seu campo de ação e de enfrentar o desconhecido. Finalmente, acaba sempre por realizar o que tinha previsto ou imaginado. Então descobrimos que não é tão es¬ touvado nem tão fútil como parecia. De certa forma, é um criador que pensa grande e que necessita viver a toda ve­ locidade. Se se quiser segui-lo é preciso adaptar-se ao seu ritmo, embora não seja

à sua volta. Muito tenaz e com con­ vicções sólidas, pode parecer ambicioso e diplomático para alcançar seus fins, preservar o que lhe pertence, seus bens e suas comodidades, ou proteger os seus. GALO

• Leão

fácil.
GALO

• Câncer

• Touro

Tem pressa e angustia todos à sua volta. Sua pressa provém da ânsia de conse­ guir o que quer. Porém, não é o sucesso social nem as honras o que deseja, mas sim a prosperidade, a comodidade ma­ terial, inclusive a riqueza. É corajoso, muito obstinado e não suporta ver que os outros não conseguem se decidir. Ele sabe o que quer e como obtê-lo N o entanto, gosta de desfrutar dos praze­ res da vida e tem uma sensualidade in­ tensa e exigente. Quando está aborre­ cido ou insatisfeito, não consegue ficar calado. GALO

Tem todos os trunfos e todos os atri­ butos de um chefe de família e de um bon-vivant. Em outras palavras, gosta de levar uma vida tranqüila rodeado dos seus. Está disposto a tudo por eles, mas, como é muito susceptível, quer domi­ nar tudo o que acontece em sua casa e

Este nativo tem um fino sentido de seu ambiente e de sua aparência. Gosta de se deslumbrar por sua distinção e por seu ar altivo. Nunca se resigna. Aborrece-o a mediocridade cm todos os seus aspectos. Só aprecia os sentimen­ tos elevados, as circunstâncias excep­ cionais, o luxo, o êxito e a glória. Para ele, o fracasso é inimaginável, ao ponto de, se infelizmente fracassar, agir como uma criança a quem acabam de tirar o brinquedo favorito. Porém, embora seja egoísta, é um indivíduo enternecedor e muito afetuoso.

• Gêmeos

Agrada muito c não lhe faltam oportu­ nidades. Na primeira metade de sua vida

GALO • Virgem

É muito meticuloso e perfeccionista. É o rei da autodisciplina, da pesquisa ou da investigação sistemática. De fato, po­ demos estar certos de que mais cedo ou mais tarde encontrará algo único. Nunca perde tempo nem gosta da de­ rrota. Previdente e poupado, gosta de dar o exemplo e de dar lições. Podemos aprender muito com ele, mas falta-lhe fantasia. GALO

lista, tem tendência para suspeitar e que­ rer levar os outros no seu caminho. E quando vê uma coisa que não tolera, agride com freqüência e de forma pre­ ventiva. Está convencido de não preci­ sar de ninguém para fazer ou conseguir o que quer. Costuma ser verdade. GALO

mos sorte de lhe agradar ou de que goste de nós, podemos contar com sua ajuda e sua proteção em todas as cir­ cunstâncias.

Galo • Aquário

• Sagitário
Às vezes dá a sensação de passar a vida a correr atrás de sua independência e consequentemente de fugir cada vez que se sente aprisionado. Esta mentalidade não o deixa ser construtivo, mas pos­ sui uma capacidade tão grande de adap­ tação que consegue sempre tirar partido dos acontecimentos que se lhe apre­ sentam. Suas idéias originais despertam interesse justamente porque tem um ca­ ráter inovador e paradoxal do mais sim­ pático que há.

• Libra

Por trás do seu ar simpático, concilia­ dor, indolente, esconde-se às vezes um idealista e um justiceiro implacável e in­ transigente. Tem um sentido inato das aparências e sabe fazer-se valorizar. Elegante, refinado, sutilmente sensual, seus gostos são aceitos por unanimidade. Se é testemunha ou vítima de uma in­ justiça pode tornar-se terrível. Galo • Escorpião

Tudo o que faz, vive ou sente tem de ser excepcional, senão não tem nenhum in­ teresse para ele. Vive como se represen­ tasse um papel. Sua honestidade desarma, porém sabemos que o inferno está cheio de boas intenções. E é isto que acontece com ele, pois, sem se dar conta e como tem sempre razão ou resposta para tudo, faz o que quer e não sabe escutar nem ter em conta os verdadeiros desejos, neces­ sidades ou preocupações dos outros.
GALO • Capricórnio

Galo • Peixes

Corajoso, intrépido e provocador, ne­ cessita demonstrar a si mesmo que é ele quem manda e que pode forçar os li­ mites. Fundamentalmente individua­
E. Kazan

Este nativo distingue-se por seu sen­ tido do dever e das responsabilidades. Critica com uma severidade implacá­ vel e possui uma lucidez sem con­ cessões. Não tem nenhuma condes­ cendência nem com ele mesmo nem com os outros. Não suporta a deso­ nestidade, a hipocrisia, nem a mentira. Não se lhe pode esconder nada. É ín­ tegro e fiel como ninguém. Se tiver­

Este nativo tem mais facilidade para ver longe do que para chegar longe. Tem in­ tuições e premonições admiráveis. Porém, embora saiba antes de ninguém o que está para acontecer, não é ele quem porá mão à obra para que o acon­ tecimento se dê. Por outro lado, sabe animar e motivar os outros para que atuem, embora não tire proveito disso nem tome nenhum partido. O impor­ tante para ele é sua comodidade, poder gozar a vida, amar e ser amado.
P. O'Toole

Algumas celebridades nativas de Galo

Simone Signoret, atriz francesa (Galo-Áries). Satyajit Ray, cineasta e escritor hindu (Galo-Touro). Philip Mountbatten, duque de Edimburgo (Galo-Gêmeos). Jacques Martin, apresentador de televisão francês (Galo-Cân¬ cer). Peter O'Toole, ator irlandês (Galo-Leão). Elia Kazan, realizador de cinema norte-americano (Galo-Virgem). Charlton Heston, ator norte-americano (Galo-Libra).

George Cziffra, pianista húngaro (Galo-Escorpião). Bette Midler, cantora e atriz norte-americana (Galo-Sagitário). Maitê Proença, atriz brasileira (Galo-Capricórnio). Julie Sargeant, atriz portuguesa (Galo-Aquário). Nina Simone, cantora de jazz norte-americana (Galo-Peixes). Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês do Gaio e os 12 signos solares de nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Cão e os signos solares
CÃO • Áries Este nativo não suporta as desigualda­ des nem as injustiças, a ponto de rara­ mente deixar de intervir em um deter­ minado momento para defender uma causa, um ideal ou para pôr ordem, de­ pendendo dele ou não. A luta ou o con­ fronto não o assustam. Não se mostra agressivo sem razão. Muitas vezes trans­ borda vitalidade, aproveita suas forças com inteligência, de forma dinâmica, otimista e sem nunca desanimar. CÃO • Touro própria de Gêmeos. Às vezes mostra-se fatalista, lúcido, cultiva a ironia e o "que der e vier" para depois se tornar des­ preocupado, pouco realista, fantasista e exuberante. Mas, em ambos os casos, custa-lhe levar a sério a vida e a si mesmo.

CÃO • Leão

CÃO • Câncer

Ninguém é tão afetuoso e fiel como ele. Mas sua necessidade de se sentir querido e cercado de carinho é às vezes doentia e algo aborrecida para os que o cercam. Possui um bom instinto e senso comum e não gosta de compli­ cações. Vai sempre ao essencial. An­ tecipa as boas circunstâncias e nunca arrisca inutilmente. Tem espírito prá­ tico e é muito materialista. Quando quer alguma coisa, dificilmente fra­ cassa, pois é quase impossível fazê-lo perder o interesse. CÃO • Gêmeos

Procura que o mimem para estar a salvo da violência do mundo. É preciso dizer que faz o que for preciso para avançar neste sentido, pois sabe que não está su­ ficientemente armado para enfrentar a vida. Utiliza a sedução para atrair os fa­ vores de um ser forte que saberá enca­ rregar-se dele e apreciar sua doçura, sua sensibilidade, sua inteligência, seu apego às qualidades humanas e os princípios demonstrados. Por outro lado, entregase de corpo e alma a quem ama e os de­ fenderá sempre.

Tem muitas vezes o olhar brilhante, corpo de pura raça e espírito dominante. Gosta de ser querido e admirado. Pode faltar-lhe coragem e perseverança, mas nunca nobreza, nem vontade para con­ seguir o que quer. Só vai até onde tem certeza de triunfar. Honesto, correto, odeia a hipocrisia e a injustiça. Confia em si mesmo, mas precisa dos outros e sabe o que lhes deve. E generoso e dis­ tribui amplamente favores, em função dos méritos de cada um.

CÃO • Virgem

Por natureza, tem tendência para temer o pior. Não é que seja pessimista ou fa­ talista, mas detesta o imprevisto e o

Falta-lhe muitas vezes equilíbrio in­ terno, pois tem sempre os nervos à flor da pele e, na defensiva. Adota atitudes extremas c contraditórias, como se esta maneira de agir exaltasse a dualidade

is

* í ^ desconhecido. Passa a maior parte do tempo a verificar se está tudo em ordem com ele, em sua vida e em seu terreno de limites bem definidos. Precisa estabelecer fronteiras e não se pode penetrar em seu território sem ser convidado. Sabe organizar, compor, classificar, planificar, reger. Não tem muita boa saúde porque se preocupa excessivamente e porque adoece com qualquer variação. CÃO • Libra

ser seduzido através dos sentidos. Mas não lhe falem de um amor cor-de-rosa. Não quer viver como a maioria. Pro­ vido de um instinto seguro, intui o pe­ rigo e advinha as intenções, os desejos e os segredos antes de alguém ter pro­ nunciado a palavra. Adora provocar e pôr o outro a nu. Não se engana nunca a si mesmo nem oferece nada a nin­ guém. CÃO • Sagitário

gulho profundo. Nunca pede nada a ninguém, mas espera o eterno reco­ nhecimento por parte dos outros. Não gosta dos seres superficiais que não cumprem com sua palavra. É raro im­ plicar-se, mas quando o faz, nada nem ninguém conseguem fazê-lo mudar de rumo. CÃO • Aquário

Dedica-se ao culto da harmonia. Muito sensível à beleza plástica, ao encanto, às formas, às cores, às tonalidades, pre­ cisa viver em meio agradável. Tranqüilo e aprazível por natureza, pode ser te­ rrível e implacável se se sentir traído ou se for testemunha de uma injustiça. Mas, para chegar a agir assim, tem de sentir-se muito provocado, já que se aborrece com o confronto e foge das si­ tuações passionais. Se se sentir obrigado, sabe demonstrar o que quer dizer sen­ tido de justiça. CÃO • Escorpião

Corre mais depressa que a própria som­ bra, tem sempre alguma coisa para fazer, para ver, compreender, descobrir. É sim­ pático, generoso e amável mas não se pode domesticá-lo. E autodidata, muito jogador e inconformista, embora tenha princípios e sólidas convicções. Inte­ ressa-lhe mais a competição que o ob­ jetivo. Por isso, quando ganha, evita as honras. O que gosta é de ação, aventura, conquista, proeza. CÃO • Capricórnio

É ao mesmo tempo individualista e so­ lidário. Tem necessidade de perseguir um ideal ou de encontrar motivações que fujam ao habitual. Mas teme mui­ tas vezes não estar à altura de seus so­ nhos, de suas crenças ou de suas am­ bições, e isso tolhe seus impulsos. CÃO • Peixes

Sua sensualidade à flor da pele faz dele um ser muito atraente, magnético, até mesmo irresistível. Precisa seduzir ou
V. Gassman

É taciturno, mas pode confiar-se nele e costuma ser de grande apoio. Assume as coisas, aconteça o que acontecer. Tem um sentido inato do dever. Sua timidez, ou seu aparente ar plácido e frio, dissimulam muitas vezes um or­

Possui um sexto sentido que o faz estar sempre no lugar e no momento opor­ tuno. Adivinha os estados anímicos e pressente os acontecimentos da vida. Graças a este dom, vive com comodi­ dade e sabe manter-se. Falta-lhe sentido da realidade e deixa-se levar muitas vezes pela dramatização e pela depres­ são. Mas é um indivíduo tão encanta­ dor, possui tanta imaginação, sensibi­ lidade e amor para dar aos outros, que sabe tornar-se indispensável.
A. Gardner

Algumas celebridades nativas de Cão

Akira Kurosawa, cineasta japonês (Cão-Áries) Shirley MacLaine, atriz norte-americana (Cão-Touro) Rainer-Werner Fassbinder, cineasta alemão (CãoGêmeos). Rosa Mota, maratonista portuguesa (Cão-Câncer) Blake Edwards, cineasta norte-americano (Cão-Leão) Vittorio Gassman, ator italiano (Cão-Virgem) Brigitte Bardot, atriz francesa (Cão-Libra) Vítor de Sousa, ator português (Cão-Escorpião)

Emerson Fittipaldi, piloto brasileiro de Fórmula 1 (Cão-Sagitário) Ava Gardner, atriz norte-americana (Cão-Ca¬ pricórnio) Artur Jorge, ex-futebolista e treinador português (Cão-Aquário) Itzhak Rabin, estadista israelita (Cão-Peixes). Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês de Cão e os outros signos solares do nosso Zodíaco.

Signos chineses e signos solares

O Javali e os signos solares
JAVALI

• Áries

Dá gosto ver seu otimismo; mas, mui­ tas vezes, é a conseqüência de uma falta de discernimento e de uma ingenuidade que o convertem na vítima de seres um pouco retorcidos. Porém, nunca desa­ nima e sua generosidade espontânea nunca muda. Convencido de que faz bem em depositar sua confiança nos ou­ tros, se o traírem irão encontrá-lo des­ prevenido. E um pouco como a criança travessa, despreocupada mas muito sim­ pática. N o entanto, mais vale conduzilo do que segui-lo.
JAVALI • Touro

tros. Na realidade, sua curiosidade é tão exacerbada quanto suas faculdades men­ tais. Está à espreita de idéias originais, de acontecimentos novos, de tudo que for suscetível de alimentar sua sede de descobrir e de conhecer. Acredita em sua sorte e tem razão; porém, na maio­ ria das vezes, obtém o que quer graças ao seu encanto irresistível e à sua cu­ riosidade insaciável. JAVALI

teger, visto que, apesar de tudo, é muito frágil, vulnerável e influenciável. JAVALI

• Leão

• Câncer

É muito valente, mas obstinado e her­ mético em relação às idéias dos outros. Avança sem sair de sua trilha e olha com antolhos. Apenas se ouve a si mesmo, mas isto lhe dá resultados, já que acaba sempre obtendo o que quer. Seus cinco sentidos estão muito desenvolvidos e sua sensualidade transbordante torna-o demasiado exigente no amor, possessivo e ciumento. É um hóspede de qualidade e um importante convidado. N o en­ tanto, odeia que o contradigam ou lhe oponham resistência.
JAVALI •

Encontra-se muitas vezes encurralado entre sua necessidade de conforto e o gozo dos prazeres da vida em total se­ gurança, protegido em seu canto e an­ sioso por viver uma paixão romântica que mudará toda sua existência. Se retrair esta última, com o medo de se ver no meio da indigência ou de perder, compensará sua insatisfação com sua avidez excessiva. De qualquer forma, tem muitas vezes tendência para fazer rodeios para se pro­

Tem porte, nobreza, caráter. Tem um instinto muito seguro, possuindo tam­ bém a arte e a maneira de estar sempre onde possa reinar e prosperar. Grande apaixonado pela vida, suas alegrias e seus prazeres, vive a todo vapor e não sabe resistir às tentações. Gosta de ter sua corte de admiradores, mas é mais sele­ tivo do que aparenta. Ama em poucas ocasiões, mas incondicionalmente. JAVALI

• Virgem

Não sabe viver nem respirar fora das leis, das regras e da ordem tal como as concebe. É muito metódico, susceptí-

Gêmeos

Poderia se dizer que tem antenas, a jul­ gar pelo modo como adivinha os esta­ dos de espírito ou as intenções dos ou­

susceptível e maníaco. Também poderí­ amos dizer que esconde seus próprios excessos ou que se comporta assim por­ que está convencido, no fundo, de que toda as pessoas são como ele: excessivo e sem moderação. Pode chegar a exce­ der-se, a esquecer todos seus princípios e a fazer qualquer coisa. Mas, eviden­ temente, logo em seguida corrige-se, culpabiliza-se e castiga-se. O problema é que castiga também os outros, mesmo que não tenha nada a ver com o assunto. JAVALI

cidido, obtém o que quer graças à sua valentia ou à sua lucidez penetrante ou infalível. Para satisfazer seus desejos ou fantasmas, entrega-se a todos os exces­ sos, e arrasta qualquer um com ele. Não tem muito orgulho de ser assim, mas não consegue conter sua sensualidade intensa e magnética. JAVALI

dependentes dele. Seu sentido do dever é intocável. Se quiser seguir-lhe os pas­ sos, caminhe direito, porque ele não faz concessões. Javali • Aquário

• Sagitário
Lida como ninguém com a arte do pa­ radoxo e do distanciamento lúcido, a ponto de conseguir omitir suas neces­ sidades, desejos, dominar seus instin­ tos, às vezes reprimi-los. É bem capaz de renunciar aos prazeres da vida por uma causa humanitária, altruísta e fra­ ternal. É ao mesmo tempo imaginativo e pragmático, de maneira que encon­ tra soluções impossíveis para problemas sem resolução. Alguns aproveitam-se, mas nunca o enganam, pois apesar de tudo tem caráter.
JAVALI •

• Libra
Tem uma enorme vontade de viver, que faz dele um insaciável da ação e da aven­ tura. Mas ao defender certos princípios, não se presta a qualquer coisa. É dos que empregam as boas ações, que mostram o caminho e dizem o que é preciso fazer. É muito capaz de revelar-lhe, mesmo que você não queira, o melhor de si mesmo. Nunca discuta com ele, tem sempre razão. Se chega a sucumbir à tentação ou se dá um grande banquete, dirá que é por uma boa causa.
JAVALI • Capricórnio

Não há indivíduo mais tolerante, com­ preensivo e permissivo que ele. Tem um horror inexcedível a ver-se obrigado a tomar partido, a inclinar-se por uma de­ cisão definitiva. Por outro lado, pode contar-se com ele para pôr todas as pes­ soas de acordo, ser de utilidade, ajudar os outros a entenderem-se e compreenderem-se melhor. Somente a infâmia e a injustiça flagrantes podem tirá-lo dos eixos. Converte-se então em um ad­ versário terrível, iniludível e implacável. JAVALI

Peixes

• Escorpião
Sabe para onde vai e dirige-se para lá passo a passo, sem pressas e sem espe­ rar nada de ninguém. Quando põe uma coisa na cabeça ou se tem uma con­ vicção, é impossível fazê-lo mudar de opinião. Deixa fazer e falar; mas é ri­ goroso e severo, tanto consigo mesmo como com os que ama e os que estão

E muito atraente, embora não seja de fácil trato. Dirigimo-nos a ele porque sabemos que sente as coisas que esca­ pam aos outros e que, quando está de­
A. Schwarzenegger

Tem os pés na terra e a cabeça na lua. Pode dar-lhe a impressão de ser um per­ sonagem etéreo, que vive em outro mundo ou em outro planeta. Faz com que você sonhe. E depois você consta­ tará com surpresa que não está total­ mente despojado de realismo, sabe muito bem o que faz e sabe utilizá-lo para sa­ ciar sua intensa sensualidade inconstante, cheia de emoções fortes, sem as quais é difícil passar depois de serem provadas.
V . Allen V

Algumas celebridades nativas do Javali

Tennessee Williams, escritor e dramaturgo norte-americano (Javali-Áries) Bernard Pivot, jornalista francês especialista em livros (Javali-Touro) Henry Kissinger, diplomata norte-americano (Javali-Gêmeos) Margarita Marante, jornalista portuguesa (Javali-Câncer). Arnold Schwarzenegger, ator austro-americano (Javali-Leão) Patrick Poivre-d'Arvor, jornalista francês de televisão (JavaliVirgem) Luciano Pavarotti, cantor de ópera italiano (Javali-Libra)

Ana Bustorff, atriz portuguesa (Javali-Escorpião) Woody Allen, cineasta e ator norte-americano (Javali-Sagitário) Steven Spielberg, cineasta e produtor norteamericano (Javali-Capricórnio) Ronald Reagan, estadista norte-americano (Javali-Aquário) Franco Zeffirelli, cineasta italiano (Javali-Peixes) Estas são algumas das grandes figuras representativas das combinações entre o signo chinês do Javali e os signos solares do nosso Zodíaco.