You are on page 1of 28

LIÇÕES

R E V I S TA PA R A E S T U D O S N A S E S C O L A S B Í B L I C A S

2º TRIMESTRE • 2014 • Nº 307

Siga os
passos de

Aquele que afirma que permanece nele,
deve andar como ele andou (1 João 2:6)

COMENTÁRIOS ADICIONAIS

1

Imite o Mestre

5 DE ABRIL DE 2014

1. Como se fôssemos Jesus
“[...] Se sou cristão, tenho de aprender a tratar as outras pessoas como se
eu fosse Jesus Cristo. Isto é o que significa fazer tudo em nome do Senhor
Jesus. Fazer algo em nome de outras pessoas é agir como representante
dessa pessoa [...] Assim, para o cristão, fazer tudo em nome de Jesus Cristo
é agir como se fôssemos Jesus Cristo. Se sou cristão, tenho de aprender a
tratar as outras pessoas com respeito e consideração, o cuidado e a graciosidade com que Jesus trataria” (DUDLEY, Timothy. Cristianismo autêntico:
968 textos selecionados das obras de John Stott. Tradução: Lena Aranha.
São Paulo: Vida, 2006, p. 295).
2. O Jesus autêntico dos Evangelhos
“Os apóstolos abraçam o tema de seguir a Jesus. Temos de ‘imitá-lo’,
conforme eles escreveram: Devemos seguir ‘seus passos’. O que isso significa depende de nossa compreensão do Jesus cujos passos seguiremos.
Portanto, olhemos novamente para o Jesus real, o Jesus autêntico dos Evangelhos, que está em contraposição aos sonhos populares que homens sonharam. Certamente, nosso estilo de vida cristão depende do tipo de Cristo
que recebemos e em que acreditamos” (DUDLEY, Timothy. Cristianismo
autêntico: 968 textos selecionados das obras de John Stott. Tradução: Lena
Aranha. São Paulo: Vida, 2006, p. 323).
3. Refletindo o caráter de Cristo
“A Bíblia diz claramente que nós, como cristãos, devemos moldar nossa vida
de acordo com o procedimento de Jesus Cristo. O tipo de caráter que é visto em
Jesus deve ser visto em nós também [...] Professar que estamos ligados a Cristo
pela salvação, nos leva ao dever de endossar esse testemunho verbal com um
estilo de vida que reflete o caráter de Cristo [...] Fé em Jesus como Salvador e
conformidade com seu caráter são indispensáveis” (McCALL, Larry. Andando
nos passos de Jesus. São José dos Campos: Fiel, 2009, pp. 19-20).
2

Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014

nossa obrigação e paixão.portaliap. nosso destino” (Idem. 25). nosso testemunho e. Por quê? Porque nosso destino é ser como Jesus [.br 3 . Ser como Jesus é o nosso chamado. p.. e se hoje Ele está fazendo com que todas as coisas cooperam para o “bem” em nossa vida.] Existem várias razões cruciais pelas quais devemos dedicar nossa vida ao conhecimento de Jesus Cristo. em cuja imagem estamos sendo restaurados. então deveríamos estar muito interessados em saber tudo que pudermos sobre nosso Salvador. www. Ser como Jesus é o nosso chamado “Se nosso Pai celeste nos predestinou para sermos como Jesus. de modo que sejamos mais parecidos com Ele.4.. fundamentalmente.com.

não é dizer: “Senhor.] É preciso ouvir a palavra de Deus e pratica-la” (WIERSBE. Senhor” e não obedecer a suas ordens. há apenas um caminho para fazê-lo. As palavras de um homem devem ser provadas por suas obras. 2010.31). Comentário Bíblico Expositivo: Novo Testamento: Volume I. Como é fácil aprender um vocabulário religioso. p. cantar hinos de devoção pessoal. 99). 3. p. trabalhar nossos sentimentos de afeição em relação a ele. É preciso ouvir a palavra de Deus e praticá-la “A obediência a sua vontade [de Deus] é a prova da verdadeira fé em Cristo.. 4 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 .. Tal prova não consiste em palavras. eu pertenço a Cristo’.] Alguém poderá dizer: ‘Eu sou cristãos.. Warren W. Hernandes Dias. o seu conhecimento de Deus é falso [. Timothy.] Nem palavras nem atividades religiosas substituem a obediência [. Se a sua vida contradiz as suas palavras. é mentiroso” (LOPES. Obediência: a prova de que conhecemos a Deus “Não conhecemos a Deus pelo tanto de informação que temos na mente. Devemos demonstrar amor a Cristo por meio de nossa obediência” (DUDLEY. e ainda assim não obedecer à vontade de Deus [. 2006. O caminho é obedecer a seus mandamentos. até memorizar versículos e canções.. 1. Santo André: Geográfica. mas pelo grau de obediência que manifestamos na vida. eu estou no caminho do céu. Demonstrar amor a Cristo por meio de nossa obediência “Se quisermos convencer Jesus Cristo de que o amamos. p..2 Obedeça ao Pai 12 DE ABRIL DE 2014 1. Não é fazer declarações de nossa devoção. 2006. Jesus demonstrou seu amor pelo Pai por meio de sua obediência: ‘. São Paulo: Hagnos. Traduzido por Susana E... 2 e 3 João: como ter garantia da salvação. 37).faço o que meu Pai me ordenou’ (Jo 14. Tradução: Lena Aranha. Klassen. São Paulo: Vida.. Mas se não fizer o que Cristo lhe manda. 2. Cristianismo autêntico: 968 textos selecionados das obras de John Stott. 321). entregar-nos ao serviço da humanidade.

Fora de moda “[. Entenda a Bíblia. Todavia. obedecendo a seus mandamentos e crendo em suas promessas. e isso está fora de moda hoje em dia.] obediência envolve submissão à autoridade.portaliap.br 5 . John. 255). 2005. São Paulo: Mundo Cristão. www. se o próprio Jesus Cristo viveu em humilde obediência à Palavra de Deus. (Stott. não pode haver duvida de que nós também devemos..com. Traduzido por Paulo Purim. Pois o servo não é maior que o seu senhor”.4. p..

. 151-152). podemos voluntariamente..] Não há como o amor de Deus estar habitando em você sem que ele transborde em atos de misericórdia para como os necessitados [.. Não uma sugestão.. Larry. São José dos Campos: Fiel. Andando nos passos de Jesus. o que nos motivaria e capacitaria a amar aquele que é desagradável? Em outras palavras. devemos confiar no amor que já recebemos de nosso Senhor... esboçando seu amor [.] Quando o Rei Jesus voltar. A receita para amarmos até os mais “desagradáveis” “Se por definição o amor uma doação sacrificial de si mesmo pelo bem de outra pessoa – mesmo que a outra seja diferente ou indigna.151).. amar até a pessoa mais desagradável” (Larry McCALL..] Conhecendo e confiando no amor que o Senhor tem por nós. E escolher amar algumas pessoas às vezes pode ser bem difícil” (McCALL.. 2009. Somos as ‘varas’ enxertadas na ‘Videira’.] Parece que esse tipo de amor pelos pobres marcou fortemente os primeiros cristãos [.3 Ame as pessoas 19 DE ABRIL DE 2014 1. Andando nos passos de Jesus. em vez de olharmos para o ‘objeto’ de nosso amor como a fonte de força para o nosso amor. 3. ele será capaz de detectar o seu povo por causa do amor que terão mostrado 6 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . pp.] Nosso Salvador tanto ordenou quanto foi também modelo desse amor.. 2. Cada um de nós deve submeter-se ao nosso soberano Salvador e escolher obedecer seus mandamentos diariamente. que é Cristo.] Este refletir obrigatório do caráter de Jesus é aplicado especificamente a como devemos amar uns aos outros como crentes [. O amor para com os necessitados “Outra característica do amor cristão é que ele pende para os pobres e necessitados [.. São José dos Campos: Fiel. Isto não é meramente uma boa sugestão. mas uma obrigação “Os cristãos devem ser como seu Salvador..] Esse padrão de vida impressionava até mesmo os que eram hostis para com o cristianismo [. então.. Isto é uma obrigação [. p. 2009..

São Paulo: Vida. Eu sou mesmo um cristão? Tradução: Eros Pasquim Jr. p.. 122-123. A ênfase bíblica no amor “O NT enfatiza grandemente o amor como a virtude cristã preeminente. o amor é o cumprimento da Lei (significando que ele a obedece). mas que “se você ama. o primeiro componente do fruto do Espírito (Gl 5. 2006. Tradução: Lena Aranha.22). 2012.125). São José dos Campos: Fiel.para os que passavam necessidade” (McKinley. o sinal da realidade da fé (5. 8. guardará a Lei” (DUDLEY. Timothy. que jamais acabam e sem as quais somo “nada” (I Co 13.br 7 .. Mike. O que o NT diz sobre a Lei e o amor não é que “se você ama. 13) [.2. 293).portaliap. pp.com. pode quebrar a Lei”.] O amor não é o fim da Lei (denotando a ideia que ele a torne dispensável). Cristianismo autêntico: 968 textos selecionados das obras de John Stott. 4.6) e a maior de todas as três graças cristãs duradouras. www.

pois ele humilhou-se a si mesmo. dentre os mestres religiosos e éticos do mundo. em um contexto de admiração. Humildade é um sinônimo de honestidade. Cristianismo autêntico: 968 textos selecionados das obras de John Stott. 8 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . do que a arrogância. 317). tentamos imaginar a humilhação de ser o Rei dos reis. o “Deus-Homem” “Do momento em que deixou o trono celeste até o momento em que ressuscitou. 2006. p. A verdadeira humildade só foi reconhecida depois que Jesus Cristo veio ao mundo. e nada mais atraente que a humildade” (DUDLEY. 2009. o Criador. Timothy. São José dos Campos: Fiel. esse termo era usado para designar uma atitude abjeta e subserviente. Definindo a humildade “Humildade não é nada que não seja a verdade. Tradução: Lena Aranha. sendo rejeitado. São Paulo: Vida. São Paulo: Vida.. p. A humildade de Jesus. 30). sendo perseguido” (McCALL. ‘a submissão aviltante de um escravo’. muito menos.4 Recuse aplausos 26 DE ABRIL DE 2014 1. Jesus viveu uma vida não de glória. andou sobre o próprio planeta que pessoalmente chamou à existência [.] Nada é mais deplorável em nós.] Em vão. 318). Cristianismo autêntico: 968 textos selecionados das obras de John Stott. Ao contrário. E apenas ele. Timothy.. p. 2. Ninguém se importou. 3. caminhando por uma rua movimentada. Jesus viveu sendo mal entendido. mas uma avaliação precisa de mim mesmo [. O exemplo de Cristo “A humildade era muito desprezada no mundo antigo.. como nosso modelo. Não é uma pretensão artificial sobre si mesmo. Larry. Andando nos passos de Jesus. e não ser reconhecido por ninguém.. que afirmamos seguir a Jesus Cristo. uma criança” (DUDLEY. Tradução: Lena Aranha. Deus. 2006. Os gregos nunca usaram a palavra cujo significado é humildade (tapeinotes) em um contexto de aprovação e. apresentou-nos. mas de humildade. e não de hipocrisia.

2009.br 9 . Andando nos passos de Jesus.. a humildade deve levar-nos a considerar os outros superiores a nós mesmos” (McCALL.. nossos relacionamentos com as outras pessoas também devem ser marcados pela humildade de Cristo [.] Ao invés de orgulhosamente promovermos nossas próprias preferencias e agendas. São José dos Campos.com.portaliap. 32).. www.. p. Fiel. Larry. Relacionamentos marcados pela humildade “Não há lugar para orgulho.4. quando reconhecemos que nosso relacionamento com Deus está inteiramente fundamento na graça [.] Do mesmo modo.

6). A missão cristã no mundo moderno. está fazendo e fará [. p.. algo disso deve tornar-se visível.. “Se a igreja deseja divulgar ao mundo uma mensagem de esperança e amor. o uso regular do verbo relaciona-se às boas novas cristãs. 2010. Definindo a evangelização “Em poucas palavras. justiça e paz. evangelizomai significa trazer ou anunciar o evangelion. a credibilidade de nosso evangelismo está perigosamente comprometida” (BOSCH. A credibilidade de nosso evangelismo “O uso da palavra ‘evangelizar’ no Novo Testamento não significa ganhar convertidos. p. Nesse Jesus. crucificado e ressuscitado. audível e tangível na própria igreja [. São Leopoldo: Sinodal. as boas novas. David J. Criador e Senhor do universo. Missão 10 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 .. está fazendo e fará ”O evangelismo implica testemunhar o que Deus fez. 3.19). Traduzido por Meire Portes Santos. p. Viçosa: Ultimato.5 Pregue a Boa Nova 3 DE MAIO DE 2014 1. e quando Timóteo trouxe a Paulo as boas novas da fé e amor dos tessalonicenses (I Ts 3. A palavra é usada uma vez ou duas no Novo Testamento para dar notícias comuns. David J. 46). 47). Evangelização é o anúncio das boas novas. 2002.. 495).] onde isto falta. poderíamos dizer que quase “seculares”. John. independente dos resultados” (Stott. Isabel. como quando o anjo Gabriel disse a Zacarias as boas novas de que sua esposa. Missão transformadora: mudanças de paradigma na teologia da missão. o Salvador e o Libertador. que é o Senhor da história. o reinado de Deus foi inaugurado” (BOSCH.] Evangelismo é anunciar que Deus. de fé. teria um filho (Lc 1. Testemunhar o que Deus fez. interveio pessoalmente na história humana e o fez derradeiramente através da pessoa e do ministério de Jesus de Nazaré. encarnado. Entretanto. como normalmente usamos a palavra. 2. É propagação do evangelho que constitui evangelismo” (Stott.

Transformadora: mudanças de paradigma na teologia da missão. 2004. O supremo exemplo “Jesus [.] Quem mandou evangelizar. p. O mundo de hoje não difere muito do tempo de Jesus. Em todos os lugares existem pessoas perdidas esperando para ouvir a mensagem da salvação eterna” (AMORIM. 2002. foi também quem deu o exemplo indo às pessoas para salvá-las. 493)... 4.portaliap. o que importava era que em todas as cidades todos precisavam de salvação [. o próprio Senhor Jesus.com. São Leopoldo: Sinodal.22). grande ou pequena..] levava o Evangelho a todas as localidades. Ele não fez acepção de pessoas. marcos Severo de. www. p. Santa Barbara d’Oeste: SOCEP.br 11 .. se era rica ou pobre. não importava o porte da cidade. Igreja cristã evangelizadora. de povos ou lugares.

6 Perdoe sempre 10 DE MAIO DE 2014 1. Mas nunca tinham escutado algo assim” (McCALL. 109). O que passava pela mente dos soldados romanos. Perdoando os que nunca buscam nosso perdão “Como pessoas que têm experimentado pessoalmente o perdão de Cristo. ele não merece ser 12 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . devemos perdoar não apenas àqueles que humildemente vêm a nós pedindo perdão. Ele nos perdoou de nossas inúmeras ofensas. p. mas. São José dos Campos: Fiel. p. pp. 2009. A base para sermos perdoadores “A base para sermos perdoadores não a maneira como somos tratados pelos outros. Jesus claramente nos direcionou: “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem (Mt 5. 2. como nosso Senhor. Não há lugar para rancores – no dias a dia de uma pessoa que tem experimentado o maravilhoso perdão de Jesus Cristo” (Idem. Larry..44)” (Idem. certamente podemos perdoar àqueles que nos ferem [. Mantendo-nos na base certa de seu perdão. 3. O perdão que ecoou da cruz “‘Pai. 112). do lado de fora dos muros de Jerusalém? Os soldados veteranos sem duvida ouviam uma variedade de palavras dos lábios daqueles que eram crucificados. 4. Devemos perdoar porque fomos perdoados “Por que devemos perdoar? A resposta a esta questão do coração não se encontra no merecimento daquele que ofende.. porque não sabem o que fazem’. Frequentemente nós retemos perdão. justificando nossa teimosia: ‘Bem. Andando nos passos de Jesus. e sim o modo como Cristo nos tratou. perdoa-lhes.] Não há espaço para amargura no coração de um seguidor de Jesus Cristo perdoador. devemos também perdoar àqueles que nos ferem e que nunca buscam nosso perdão”. 112-113). enquanto permaneciam de guarda àquele horrível lugar da crucificação de Jesus.

www. Devemos perdoar porque fomos perdoados” (Idem. p. Não tenho como perdoá-lo depois do que ele me fez! [.br 13 .com.] Esse tipo de resposta chega ao problema por meio da direção errada. 113)...portaliap.perdoado por causa do modo tão mal como me feriu.

Ele recebeu misericórdia em parte por sua incredulidade na ignorância e em parte para poder mostrar a ilimitada paciência de Cristo. ele começa assim sua descrição: ‘O amor é paciente’.2. Embora seja aceitável aos nossos olhos. mas escrevia sobre a liderança do Espírito Santo). não estava expondo sua opinião. doutrina e o dever. a língua hebraica. a paciência é uma virtude a ser cultivada. na visão de Paulo (que. o magnifico capítulo do ‘amor’. o apóstolo Paulo nos exorta a ser pacientes. São Paulo: ABU.113).” (STOTT.1. John.. Paulo insiste que vivamos de modo paciente. em benefício 14 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 .) de todas as subsequentes conversões.) embora Paulo tivesse sido um blasfemador e um violento perseguidor da igreja.7 Tenha paciência 17 DE MAIO DE 2014 • Cartas de paciência “Em várias de suas cartas. a queda ao chão e a sua cegueira). Em Efésios 4.22. A mensagem de I Timóteo e Tito: A vida da igreja local. pp. a voz audível. 2012. • Cultivando paciência “É obvio que. podemos afirmar que a impaciência – oposta de paciência – é um pecado que devemos matar em nossa vida. esclareço. p. São Paulo: Vida Nova. Jerry. ela foi também um ‘protótipo’ (hypotypôsis.12 manda que nos revistamos de paciência.” (Ibden. a graça de Cristo o tomou completamente. e Colossenses 3.51).. Gálatas 5..” (Bridges.. • Conversão exemplar 1 “Conquanto a conversão de Paulo tenha tido muitas características excepcionais (a luz do céu. pois ela foi uma demonstração da infinita paciência de Cristo. Em 1Coríntios. • Conversão exemplar 2 “(. Tradução: Eulália Pachero Kregness. p. não é aceitável aos olhos de Deus. Pela lógica. 2004.23 afirma que a paciência é uma das nove manifestações do fruto do Espírito.113-114). Pecados intocáveis.

perdoando-lhe seus horríveis delitos. pondo-o no apostolado e dando-lhe forças para cada dia.das futuras gerações. Tradução: Valter Graciano Martins.. William.portaliap. o pecador é perdoado e misericórdia lhe é mostrada (. No caso de Paulo.16) expressa a paciência divina para com as pessoas. 2001. essa clemência fora exibida numa medida plena (note “toda sua clemência” ou. Foi essa experiência da graça. da misericórdia e da paciência de Cristo que sustentaram todo o entusiasmo evangelístico de Paulo..br 15 . p. São Paulo: Cultura Cristã.” (Idem. alguém poderia dizer. ‘a totalidade dela’). Comentário do Novo Testamento: 1 e 2 Timóteo e Tito.).com. www. em virtude da qual a ira é refreada. p.” (HENDRIKSEN. • Conversão exemplar 3 “Clemência (paciência em 1 Tm 1.54).107).

nos renderemos a Ele continuamente. São José dos Campos: Fiel.30. O evangelho segundo os apóstolos.) A santificação [nos livra].140). Andando nos passos de Jesus. Em João 5..1). afeições e comportamento à imagem de Cristo.” (Idem. p. vivendo uma vida de obediente lealdade ao Pai que nos chamou. nós também podemos. santificado: consagrado ou separado para Deus. Como crentes. John. Jesus explicou: ‘Não procuro a minha própria vontade. A santificação é um processo contínuo.” (MACARTHUR. e devemos. como cristãos. 2009..55). ao conformar nosso caráter. Essa obra prática e perfeita do senhorio de Cristo é o processo de santificação. 2011. abandonamos a prática de pecados específicos à medida que amadurecemos em Cristo.8 Ande em santidade 24 DE MAIO DE 2014 • Santificação. Esta parece ser a essência da ‘santidade’ – ser dedicado a Deus e a seus propósitos. p. Na santificação. nos rendemos a Cristo no princípio. • Santidade na ponta do lápis “Santo: pertencente ou vindo de Deus.. Assim como fez nosso Senhor no deserto da Judéia. e sim a daquele que me enviou’. 61). em vez de vivermos para nossos próprios interesses e prazeres. Na salvação. Viver em santidade é viver para os propósitos de Deus. para agradar a Deus. Tradução: Laura Macal. São José dos Campos: Fiel. p. 16 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . resistir aos esquemas sutis de Satanás. Larry. Devemos andar de modo digno do chamado que recebemos (Efésios 4. mas. o que é? “Santificação é a obra contínua do Espírito Santo nos crentes. da contaminação do pecado. (. tornando-nos santos. Tradução: Ana Paula Eusébio Pereira. Também somos chamados a sermos filhos de Deus. • Santos em Jesus “(.” (MCCALL.. temos a obrigação de ‘andar nos passos de Jesus’.) Jesus é o supremo exemplo de santidade.

17 e Ezequiel 36. Todo cristão verdadeiro foi separado ou reservado por Deus para Deus. Pelo contrário. apesar de 2Coríntios 5.” (BRIDGES. Então. (. dedicado às boas obras (v. pp. por exemplo. Pecados intocáveis. Santo é alguém que Cristo comprou com seu sangue na cruz e separou para si mesmo como sua propriedade.12-13).com..Tt 2. É por esse motivo que Pedro.” (Idem. São Paulo: Vida Nova. www.17. 2012.11). Jerry.26 falarem sobre a mudança definitiva que sempre ocorre no íntimo de cada novo convertido. que combatem contra a alma’ (1 Pe 2.) Paulo descreve nosso Senhor Jesus Cristo como aquele que se entregou por nós para nos redimir de toda maldade e purificar a si mesma um povo todo seu.. p. Santidade constante! “A guerra entre carne e o Espírito. No entanto. a consciência dessa luta interna contra o pecado não deverá jamais ser usada como desculpa para atitudes erradas. descrita em Gálatas 5.portaliap. nos incentiva à abstenção ‘dos desejos carnais.br 17 . devemos ter sempre em mente que somos santos chamados a viver separados para Deus. Tradução: Eulália Pachero Kregness.14).14). é progressivo e contínuo nesta vida. o resultado visível dessa mudança não é instantâneo e absoluto. acontece diariamente no íntimo de cada cristão.• Separados para Deus “Separados para quê? Seria melhor perguntar: ‘Separados para quem?’ a resposta é: ‘para Deus’.

2013. Timothy. 2013. cuja ênfase está sobre ‘as questões mais importantes da lei: justiça. porquanto ele ama ternamente a essas pessoas sobrecarregadas. As dores do povo são as dores do próprio Cristo.11-16) e mostrou grande respeito pela mulher imoral que era excluída da sociedade (Lc 7.9 Seja solidário 31 DE MAIO DE 2014 • Imagem e solidariedade “Uma motivação bíblica para fazermos justiça está no início da Bíblia. em última instância. coloca a condição deles no seu coração. São Paulo: Vida Nova.23). em sua encarnação. sendo ambas idênticas no original e referindo-se a ‘algo – seja triste ou alegre. pp.27: ‘E Deus criou o homem à sua imagem’. Viveu. ressuscitou o filho de uma viúva pobre (Lc 7.” (HENDRIKSEN. Justiça generosa: a graça de Deus e a justiça social. foram criados. Ele é profundamente movido pela compaixão ou solidariedade. pp. • O Jesus dos pobres “Jesus. Justiça generosa: a graça de Deus e a justiça social. em Gênesis 1. ainda que na maioria das vezes seja a primeira – que alguém experimenta ao lado do outro’. O que significa ser uma ‘imagem’? A ideia é a de um trabalho de arte ou de extraordinária habilidade criativa. São Paulo: Cultura Cristã.96). Jesus conversava em público com as mulheres. misericórdia e fidelidade” (Mt 23. William.13).621-622). 2001. Os seres humanos não são obra do acaso.36. Tradução: Valter Graciano Martins. comeu e associou-se com os marginalizados da sociedade (Mt 9.61-62). não existe uma boa razão para tratarmos o semelhante como alguém que tem dignidade. na criação.” (KELLER. ‘foi morar’ com os pobres.27). Timothy. • Um coração solidário “Jesus. Na verdade. São Paulo: Vida Nova. Comentário do Novo Testamento: Mateus: Volume 1. p. e assim bateu de frente com os sexistas de seus dias (Jo 47. Se não acreditamos na criação. somos forçados a admitir que. algo que nenhum homem ligeiramente respeitado na sociedade fazia. 18 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 .” (KELLER.

mas a ação social é um meio preliminar útil e efetivo para alcançar seus objetivos.com. a isca no anzol (.. Viçosa: Ultimato..br 19 .) devemos atender a todo o clamor de toda necessidade humana. E o resultado de fazer nosso programa social um meio para outro fim é que produzimos os chamados ‘cristãos cesta básica’. isto faz do trabalho social (seja a alimentação. A maneira pela qual as pessoas correspondem ao evangelho determinará quem passará a eternidade entre os benditos na herança que Deus preparou desde a criação do mundo (25:34) ou no fogo eterno (25:41).• Praticando solidariedade “(. o evangelismo e a conversão são os objetivos principais. Outras passagens deixam claro que a fé e a confiança em Deus também serão importantes no juízo final (10:32-33). Neste caso..1190).. porém. p. (.. 2010....) Em qualquer dos casos o cheiro de hipocrisia permeia nossa filantropia. • Evangelismo e ação social “(. John. Essa parábola [Mt 25:31-46]. Em sua forma mais ostensiva. Tokunboh (Editor Geral).” (ADEYEMO.). A missão cristã no mundo moderno. pois é isso o que o amor faz.. Comentário Bíblico Africano. 2010.portaliap. não deve fazer-nos pensar que para ser salvo basta demonstrar amor aos necessitados.30). São Paulo: Mundo Cristão. O que nos impede a nos engajarmos nisso é um motivo francamente dissimulado.” (STOTT. mas como uma manifestação do evangelismo (.) alguns cristãos consideram a ação social um meio de evangelismo.) à ação social [deve ser feita] não como um meio para o evangelismo. www.. p. saúde ou educação) o açúcar do comprimido.

mas a ideia temporal também faz parte essencial do sentido. p.. o qual ultrapassou os terrores e as tristezas que os homens imaginariam contra ele. Essa expressão poderia ser traduzida com razão por <<até o fim extremo>>. São Paulo: Milenium. São Paulo: Mundo Cristão. jamais abandonando-os. e. p.. vol. finalmente. II. Russell Norman.. o qual se fez acompanhar confiantemente de um pequeno grupo de discípulos.10 Sirva os outros 7 DE JUNHO DE 2014 • A serviço do amor “Nenhum amor maior teve jamais qualquer homem do que aquele demonstrado pelo Senhor Jesus. até ao fim. 1983. o uso das sandálias abertas tornava necessário lavar os pés frequentemente. 20 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . São Paulo: Milenium. ‘Jesus aos pés do traidor – que cena! Quantas lições para nós!” (MACDONALD.499). • Amor extremo “As palavras <<<<. II.499).. vol. tendo sacrificado a sua própria vida (. O Novo Testamento Interpretado Versículo por Versículo.. O Novo Testamento Interpretado Versículo por Versículo.). • Deus lavando os pés dos homens “Nos países orientais. Russell Norman. até o momento em que morreu. William. quando indivíduos iníquos e desarrazoados arrebataram-lhe violentamente a vida física. dando a ideia de grau mais elevado – até à culminação da crise – a <<hora>> que é mencionada neste versículo.301).” (CHAMPLIN. tendo-lhes ensinado lições importantíssimas. 2008.” (CHAMPLIN. Aqui o divino Hospedeiro se tornou o escravo e efetuou esse serviço humilde. p.. Comentário bíblico popular versículo por versículo: Novo Testamento. Não há que duvidar que está subentendida a intensidade do amor de Cristo pelos seus. Era cortesia comum de um hospedeiro ter um escravo para lavar os pés dos seus convidados.>> significam <<através da crise toda>>. 1983.

E. p. Venda Nova: Betânia. Ele está empenhado em formar no seu povo a mesma disposição de servir e dar.19.19).. o plural neutro. Tradução: Myrian Talitha lins.. • Uma vida de serviço “Ele [Jesus] veio para servir e dar. adjetivo que significa ‘em escravidão’ (Rm 6. ‘membros’).” (SWINDOLL. indicando frequentemente sujeição sem a ideia de escravidão (. (et all). Então tem lógica afirmarmos que ele deseja o mesmo de nós. um servo? Você está brincando!. www. por meio da fé em seu Filho.1983. Depois de haver-nos feito membros de sua família.portaliap.com. Rio de Janeiro: CPAD. Eu.• Escravo consciente “1. e na função de palavra mais comum e geral para se referir a ‘servo’. concordando com mele. Deus pretende formar em nós a mesma qualidade de vida que tornou Jesus diferente de todos os outros homens de seus dias... Dicionário Vine: o significado exegético e expositivo das palavras do Antigo e de Novo Testamento. ‘servirem’.p.). doulos.” (VINE. Charles.br 21 . W. é usado como substantivo. 2005.991).. que caracterizava seu Filho.

1201).183). distorce o conceito de nosso relacionamento com Deus e cria uma visão equivocada sobre o que é oração. Se o Senhor Jesus sentiu a necessidade desse tempo matinal. 2010. • Oração e sacrifício “Jesus levantou-se alta madrugada e foi para um lugar onde estaria livre das distrações e passaria tempo em oração. 2008.11 Viva em oração 14 DE JUNHO DE 2014 • Oração do jeito certo “Qualquer ensinamento que faça da oração uma fórmula para manipular Deus. Comentário Bíblico Africano. é quase um gemido perante Deus. que as ocupações do dia não devem nunca mais ser urgentes do que o tempo gasto em comunhão com Deus. p.” (ADEYEMO. Nosso Senhor estabeleceu um claro exemplo para nós. A escolha tanto do momento e do local dão testemunho de um período ininterrupto de oração. Comentário bíblico popular versículo por versículo: Novo Testamento. Rio de Janeiro: Anno Domini. William. ele levantou e saiu alta madrugada. as instruções para o dia (Is 50:4-5). 22 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . de dependência. o Pai. O servo de Jeová se punha a ouvir a cada manhã. A oração não deveria ser uma questão de conveniência pessoal. 2009. • Oração na agenda “Antes que todo o movimento do dia começasse. isto é. Uma vida de oração é uma vida constante de dependência de Deus. para garantir o resultado ou tomar posse de alguma coisas. Tokunboh (Editor Geral). São Paulo: Mundo Cristão. Walter. quanto mais nós! Note também que a oração dele teve um preço. p.111). São Paulo: Mundo Cristão. mas de autodisciplina e sacrifício.” (MCALISTER. O fim de uma era: um diálogo crítico. de Deus. Oração é um estado de espírito. p. Jesus reservou algum tempo para a comunhão com o Pai (Mc 1:35). franco e aberto sobre a igreja e o mundo nos dias de hoje. Será que isso explica por que tanto de nosso serviço é ineficaz?” (MACDONALD.

Os pais humanos às vezes rejeitam os filhos. Jesus não disse: ‘orem com estas palavras’. p. W. Klassen. 1.30).portaliap. poderia ser chamada mais apropriadamente de ‘oração dos discípulos’. 2006.1149). Pelo contrário. Comentário Bíblico Africano. mais conhecida como ‘Pai nosso’. como forma de dirigir-se a Deus em oração (Rm 8:15). W. Os judeus. 64:8). São Paulo: Mundo Cristão. Tokunboh (Editor Geral). que expressa um relacionamento de intimidade. Tradução: Susana E. ‘usem esta oração como um modelo. Comentário bíblico expositivo: Novo testamento: vol. p. mas sim: ‘orem desta forma’. 2010. deu essa oração para evitar que usássemos de vás repetições.br 23 .• Oração dos discípulos “Essa oração. www. ou seja.com. porém. Os cristãos adotaram Aba. mas Deus nunca o fará.” (ADEYEMO. Santo André: Geográfica. Jesus não deu essa oração para ser memorizada e recitada determinado números de vezes. • Oração a Aba “A paternidade de Deus era muito apreciada no pensamento judaico (Dt 32:6.” (WIERSBE. não usavam o termo Aba [Papai] que Jesus usa em Marcos 14:36. não como um substituto’. Is 63:16.

• Corredores fiéis “Por fim. Temos de estar preparados para seguir em frente com perseverança diante das provações e tentações.865-866). Devem levar a vida disciplinada do discipulado cristão e seguir os passos de Cristo. é necessário que permaneçamos fiéis até o fim. São Paulo: Mundo Cristão. • Corrida 2 “Precisamos nos proteger da noção de que a carreira é uma corrida de velocidade fácil. Os pesos podem ser inofensivos em si.. o corredor principal.12 Insista na caminhada 21 DE JUNHO DE 2014 • Corrida “A vida cristã é uma corrida que requer disciplina e perseverança.) Durante a corrida. que tudo na vida cristã é cor-de-rosa. (. agora precisamos ouvir o chamado à nossa fidelidade. devemos desviar-nos de todos os outros objetos e fitar os olhos em Jesus. falta de mobilidade etc. Cristo já delimitou o percurso e os cristãos judeus [e todos os outros] não devem ceder à tentação de procurar correr por outro trajeto.” (MACDONALD. podem ser bens materiais. pp. Tokunboh (Editor Geral). laços familiares.. São Paulo: Mundo Cristão. com perseverança.1545). p. 2010. 2008. Já observamos a fidelidade de Deus. amor ao conforto.” (Idem). Comentário bíblico popular versículo por versículo: Novo Testamento. que preparou o caminho para os participantes ao suportar a oposição hostil no lugar deles. mas ainda assim impedem o progresso. nas corridas olímpicas. 24 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . é necessário correr. Comentário Bíblico Africano. • Maratona “Uma vez que se trata de uma maratona. Devemos nos despojar de tudo que nos retarda. William. mas o corredor nunca venceria a prova dessa forma. não há regra que proíba carregar alimento e bebida. a carreira que nos está proposta (Hb 12:1c).” (ADEYEMO. e não de uma corrida de curta distância.

Teologia Sistemática: uma perspectiva pentecostal. São Paulo: Vida. Quando a fidelidade cede o caminho para o abandono.460-461).nossa permanência na fé e crença. Rodman. J. Nossa fidelidade culmina inteiramente com o prêmio celestial. o fim é a destituição – em todos os sentidos da palavra –. www. Tradução: Sueli Saraiva e Lucy Hiromi Kono Yamakami. pp. a menos que haja arrependimento e retorno. 2011.” (WILLIAMS.portaliap.br 25 .com.

(CARRIKER. sua linguagem e. uma pena que lhe foi atribuída por motivos políticos e religiosos. Então.” (PIRAGINE JR. o evangelismo é um anúncio.17-18). pois. 2010. • Pregar arrependimento e viver arrependido “O que é preciso ao se pregar arrependimento hoje é tanto integridade quanto realismo. e é pessoal no sentido de ser transmitido por pessoas transformadas pelos eventos narrados na mensagem proclamada. Tradução: Meire Portes Santos. no seu cerne. Viçosa: Ultimato. convocou os que viriam a ser discípulos a ‘primeiro sentar e avaliar o custo’. é preciso que nos identifiquemos com a cultura do povo. O próprio Jesus nunca encobriu o custo do discipulado. • Evangelho para hoje “Como servos do Deus vivo. p.13 Evangelize sem preconceito 28 DE JUNHO DE 2014 • Conceituando o evangelismo “O evangelismo ou a evangelização. em vez disso.193). Timóteo. 26 Comentários Adicionais – 2º Trimestre de 2014 . Nossa ansiedade de converter pessoas às vezes nos induzir a calar o chamado ao arrependimento. 2008. Por isso. São Paulo: Vida. especificamente a ressurreição de Jesus de Nazaré duma morte por crucificação. A missão cristã no mundo moderno. Brasília: Palavra. Crescimento integral da igreja: uma visão prática de crescimento em múltiplas dimensões. Paschoal. somos os instrumentos do Senhor para levarão povo faminto as respostas de amor e poder do Bom Pastor. C. Em todo nosso evangelismo deve haver integridade.141). principalmente. John..” (STOTT. tomassem sua cruz e morressem. envolve o anúncio da intervenção de Deus na história humana. pp. profetas da sua graça e expressão visível do seu poderoso Reino. 2006. ele exigiria que eles negassem a si mesmos. que percebemos aquilo que angustia a alma das pessoas à nossa volta. se eles o seguissem. sim. p. Proclamando boas novas!: bases sólidas para o evangelismo.

São Paulo: Shedd Publicações. Evangelismo: uma coisa que você não pode fazer no céu. Esta não é nem de perto a resposta certa. 2008.. quando você pergunta às pessoas por que elas usam uma cruz. 2012. tatuagens e etc. . Lewis explicou: ‘A barreira que mais encontro é a falta quase total de algum senso de pecado em meus ouvintes’. p. • Algumas ideias para comunicar o evangelho “Uma maneira tranquila de começar uma conversa com as pessoas é perguntar sobre algo que estão usando: uma camiseta. Tradução: Hope Gordon Silva. ‘Eles sabem pecar muito bem. geralmente.A. jóias. por exemplo. S. C. Então. Carson.18). [Aí é uma oportunidade que temos para explicar a salvação a pessoa]. estudioso do Novo Testamento.. Em 2001. p. no geral. mas não conhecem a natureza do pecado.” (CAHILL. São Paulo: Vida Nova.• A “morte do pecado” “Na Inglaterra do século XX. você pode também usar qualquer coisa do seu próprio ambiente (. pergunto: ‘Você sabia que alguém morreu nesta cruz?’ A resposta muitas vezes é não. Mark. D. Tradução: Eulália Pachero Kregness.).99). Pecados intocáveis. Jerry. a resposta mais frequente é que fica bem para elas. afirmou que aspecto mais frustrante de pregar o evangelho em universidades é o fato de. [Por isso devemos pregar]” (Bridges. os alunos não terem noção de pecado.

os frutos e os campos PROCLAMANDO GESTÃO 2012 | 2015 .50ªAssembleiaGeral Sumaré. 28 a 29 de novembro de 2014 Os ceifeiros.