You are on page 1of 4

O objetivo desta aula foi mostrar laminas com células leucêmicas vistas em

microscópio ótico, foram observado três tipos

LEUCEMIA MIELOIDE CRÔNICA (LMC)
A leucemia mieloide crônica (também chamada de leucemia mielogênica
crônica) é um tipo de câncer que afeta as células mieloides (subtipo de glóbulos
brancos) presentes na medula óssea.
A medula óssea é responsável pela produção de todas as células do sangue
do nosso corpo, subdivididas em glóbulos vermelhos (hemoglobina), plaquetas e
glóbulos brancos. Os três principais tipos de glóbulos brancos são granulócitos,
monócitos e linfócitos e, no caso específico deste tipo de leucemia, as células
anormais (malignas) se desenvolvem nas que dão origem aos granulócitos e
monócitos, também conhecidas como células mieloides

Diagnóstico
Para que o diagnóstico da doença seja estabelecido, o sangue (hemograma)
e as células da medula (mielograma) devem ser examinados. A contagem de
glóbulos brancos chega a níveis muito altos.

Tratamento
As células da maioria dos pacientes com leucemia mieloide crônica contêm o
cromossomo Ph e praticamente todos com este tipo de leucemia são diagnosticados
durante a fase crônica da doença.

Quais são as causas da LMC
A causa da ruptura cromossômica não é conhecida em praticamente nenhum
dos pacientes com LMC. Em uma pequena proporção, esse corte é causado por
exposição a doses muito altas de radiação.

cansaço fácil e notar falta de fôlego durante atividade física. Por causa disso. e podem apresentar certo mal-estar. Figura da (LMC) observada na aula prática . os pacientes não têm células sanguíneas e plaquetas suficientes.Quais os sintomas da LMC A maioria dos sintomas da forma avançada de LMC se deve ao fato de as células doentes substituírem as células normais da medula óssea.

O resultado desse dano é o crescimento descontrolado de células linfóides na medula óssea. em geral. geralmente quando realizam hemograma em tratamento de outra doença ou em exames periódicos. aparecem gradualmente. tornando-a anormal e maligna (leucêmica). A lesão no DNA da célula confere a ela maior capacidade de crescimento e sobrevivência. por isso. em muitos casos. glóbulos brancos e plaquetas e podem permanecer estáveis por longos períodos (anos). Diagnóstico Para se confirmar o diagnóstico da LLC é necessário que sejam realizados exames nas células do sangue e. o que explica a evolução mais lenta da leucemia linfóide crônica. visto que no estágio inicial.LEUCEMIA LINFÓTICA CRÔNICA (LLC) A leucemia linfóide crônica resulta de lesão adquirida (não hereditária) no DNA de uma única célula. da medula óssea. Quais os sintomas da LLC Os sintomas da leucemia linfóide crônica. Tratamento Alguns pacientes com leucemia linfóide crônica têm mínimas mudanças nas contagens sanguíneas: um discreto aumento nos linfócitos. a leucemia linfóide crônica tem pouco efeito no bem-estar da pessoa. Muitas vezes os pacientes são diagnosticados sem sinal algum. . na medula óssea. pouca ou nenhuma diminuição nos glóbulos vermelhos. de rotina. células leucêmicas (com DNA danificado e de crescimento lento) e normais convivem ao mesmo tempo. um linfócito. levando invariavelmente ao aumento do número de linfócitos no sangue. Nas leucemias crônicas não há o impedimento da formação de células normais na medula óssea.

Digamos que seja o terreno propício para que a doença possa se manifestar.Quais os fatores de risco para LLC Fator de risco é algo que afeta sua chance de adquirir uma doença como o câncer. a causa do câncer ainda é desconhecida neste momento. Quais são as causas da LLC Apesar da suspeita de que determinados fatores de risco aumentam as chances do diagnóstico da leucemia. Figura (LLC) observada na aula prática .