MANUAL DO AUTOR

Olá, caro autor. É um prazer recebê-lo nesta editora.
Este pequeno manual tem o objetivo de sanar eventuais dúvidas e oferecer um
guia prático de procedimentos para que a publicação possa ocorrer da melhor
forma possível para ambas as partes.
1) sobre a entrega do material
É importante que todo o material, incluindo prefácio e textos de capa,
sejam entregues dentro do prazo estabelecido, para evitar correrias desnecessárias quando o livro estiver quase pra sair.
Mais importante: entregue o material com uma primeira revisão sua. O
texto passará sim por mudanças, pois terá uma revisão da editora. Entretanto, não serão permitidas mudanças muito drásticas, como remoção de
capítulos ou reelaboração de trechos muito longos. Se tiver que fazer grandes mudanças no texto, faça ANTES de enviar o material à editora.
Isso vale sobretudo para o título. Não podemos fazer alterações de título
depois que o livro entrar em diagramação, pois temos que pedir ISBN e ficha
catalográfica junto aos órgãos competentes. Por sinal, o título da dissertação ou da tese não precisa ser o mesmo que o do livro. Pense num título
interessante que chame a atenção e evite subtítulos intermináveis.
O texto para o livro também não precisa ser necessariamente igual à tese
ou dissertação. Anexos, apêndices, índices de tabelas são elementos que sobrecarregam muito o livro e pode-se pensar em reduzi-los ou eliminá-los.
Os documentos devem ser enviados obrigatoriamente em formato doc
ou docx do Word.
Se o texto contiver imagens, elas devem ser enviadas à parte, em formato jpeg ou psd. Preferencialmente numeradas na ordem em que aparecem no livro e divididas em pastas por capítulo.

1

Cabe ao profissional da editora a escolha do formato e das fontes tipográficas mais adequadas. que deve ser respeitado. numa nota de rodapé). que o faça antes de iniciarmos este processo. um PDF será enviado. Para livros organizados. Após a conclusão da diagramação. porém a editora tem seu padrão próprio. de modo que todos possuam a mesma forma de citação e de referência. “Padronização básica Alameda”. se julgar necessário. de maneira clara e organizada. Se o autor eventualmente tiver alguma sugestão de fonte ou de diagramação. a) Livros organizados É de responsabilidade do organizador do livro. Uma vez diagramado. o livro será encaminhado à diagramação. Estamos amparados naquilo que segue a maior parte das grandes editoras do mercado.Se o texto contiver gráficos. eles devem ser enviados à parte. Eventuais sugestões de 2 . Todos os artigos devem ser entregues de uma vez. tem autonomia na realização do projeto gráfico. A editora. b) Padronização básica A editora tem seus próprios padrões editoriais. em Excel. 2) Sobre a diagramação do livro Uma vez entregue todo o material. preferencialmente. devem ser traduzidas (pode colocar o trecho original. eventuais artigos em outro idioma devem vir traduzidos. não por enquanto. Pedimos que leia atentamente o item 6. procurando adequar seu livro a esses padrões antes do envio do material. A ABNT nos fornece sim uma base. que é feito por profissionais bem qualificados. Se houver citações em língua estrangeira. Importante: o livro deve vir inteiramente em português. Não deve ser feita uma leitura desse PDF. sobretudo no que se refere a notas e bibliografia. somente para que o autor tenha ciência de como está ficando o projeto gráfico e de como ficará o livro. ainda sem revisão. e não da editora. portanto. padronizar os artigos do livro. o livro não pode sofrer grandes alterações de projeto gráfico.

do tamanho da minúscula. 3 . Fazemos essa adaptação para todas as siglas e para séculos também. Por exemplo: • Sem versalete: século XVIII • Com versalete: século xviii Trata-se de um padrão bastante difundido e fica a critério da editora a necessidade de sua utilização. com outro profissional. 3) Sobre a capa Cabe também à editora a elaboração de capa. por ser um tanto desproporcional a diferença entre a letra maiúscula e a minúscula. logo da editora. Enfim. em busca de um produto atraente e satisfatório para o leitor. Às vezes uma imagem que o autor julga perfeita para a capa não tem resolução suficiente e pode comprometer todo o livro. 4) Sobre a revisão Uma vez terminada a diagramação. a última palavra sobre a capa será da editora. que será vendido.alteração dadas pelos autores só serão feitas se julgadas pertinentes pelo editor assistente. devendo o autor estar ciente da possível inviabilidade de seu requerimento ser aceito. adotamos o versalete. Não é procedimento corriqueiro. IMPORTANTE: em algumas fontes. eles ficarão responsáveis por todo o processo (inserir código de barras. querendo o melhor tanto para a editora quanto para o autor. Essa revisão será ortográfica. que é a razão do nosso trabalho. Estamos numa parceria. cálculo de lombada etc. mas se o autor desejar fazer a capa fora da editora. isentando a editora de quaisquer responsabilidades em sua confecção. que nada mais é do que uma letra maiúscula mais delicada. tendo know-how nesse processo. Aqui temos que ter muito cuidado: às vezes a idealização do autor para a capa não é o melhor para o livro enquanto produto. Sugestões de imagens podem ser feitas. o livro será impresso e entrará numa fila para revisão. de responsabilidade da editora.). que estará numa vitrine. gramatical e de padronização.

No entanto. ele pode fazer sugestões de mudanças ou pedir reformulações. o autor será consultado. na forma de comentários (balõezinhos amarelos). Havendo necessidade disso. que pode conter um caderno de imagens. Há exceções. Concluído esse trabalho de bater emendas. 4 . que consiste em pegar as correções da revisão impressa e aplicar ao arquivo eletrônico do livro. Se você estiver familiarizado com o Adobe Acrobat. Os procedimentos relativos à escolha do papel e à gráfica também são de competência exclusiva da editora. o autor pode fazer uma leitura mais atenta da obra. isso deve ser acertado e conversado com antecedência com a editora (Joana). indicando eventuais mudanças em um arquivo Word: basta indicar o número da página e o trecho que sofre alteração. um relatório contendo as dúvidas apontadas pela revisão. Para isso. Importante: o revisor não faz alterações substanciais de conteúdo. na maior parte das vezes a impressão é toda em preto e branco. quando as imagens coloridas são fundamentais para o entendimento do livro. e o número). o autor precisa enviar um e-mail autorizando a impressão definitiva do livro. logo que for feito o contrato. Caso o autor tenha sugestões a respeito. deve combinar previamente. enviaremos um PDF ao autor e. com recuo e fonte menor que o corpo do texto (não deve vir em itálico. se necessário. pode fazer as indicações no próprio arquivo PDF.Após o retorno da revisão. mesmo que esteja entre aspas no corpo do texto) • Não atualizar ortografia dentro de citações • Tanto para “página” como “páginas” adotamos a abreviação “p. A partir daí. Importante: por sermos uma editora de pequeno porte e contarmos com financiamento muitas vezes limitado para o livro. 5) Finalização Concluídas estas etapas. 6) Padronização básica Alameda • Citação: sem aspas. no momento do contrato.” (sempre dar espaço entre o p. passamos ao processo conhecido como bater emendas.

Título da obra. não há problema. • Atenção também para repetição de palavras. Evitar o abuso da repetição de termos e fonemas. edição. [Ex. X (mesmo autor. Cidade: Editora. Notas de rodapé 1) Citando referências: Nome do autor. Edição. substituir para itálico • Atentar para períodos muito longos e tentar desdobrá-los em frases mais curtas. p. ano. só mudou a obra: Idem. 1990].• O padrão de referência é a nota depois do ponto. Cidade: Editora. X. 5 . Referências bibliográficas 1) Livros • SOBRENOME. ano. p. 3ª ed. Por exemplo: Alameda. 3) Caso apareça a mesma obra na nota seguinte: Ibidem.. Não há problema algum. Cidade: Editora. p. X. ano. desde que o livro como um todo mantenha o mesmo padrão. Sidney.1 • Se houver sublinhados ou negritos. desde que em todo o livro se mantenha essa forma de referência. p. Se o sobrenome vier em maiúsculas antes do nome. a) Aqui. b) Há livros em que as referências são feitas no formato americano (SOBRENOME DO AUTOR. 2) Caso a referência apareça uma segunda vez: Nome do autor. São Paulo: Companhia das Letras.1 ou Alameda. página). mesma obra) 4) Mesmo autor.: chalhoub. Título: subtítulo. X. ou se existir pontos no lugar de vírgulas. Nome do Autor. Título de outra obra. Visões da liberdade: uma história das últimas décadas da escravidão na corte. o mais importante a reter é a ordem das informações e os dois pontos após a cidade. cit. op. ano. cacografias e ecos.

Um ar de liberdade: o suicídio de escravos no município de Juiz de Fora (1830-1888). Dissertação (mestrado em História) – fflch-usp. Acesso em: 25 set. p. Agradecemos sua preferência e desejamos uma bela publicação para você e para nós. Se for digital. XX. São Paulo: Brasiliense./jun. [Ex. cidade. Título da obra.2) Artigo ou capítulo de livro organizado • SOBRENOME. XX-XX. nº 1. 1988]. ano. Ana Maria Faria. São Paulo. Título da revista. 2008]. Fazer um livro é um processo demorado que requer paciência. Disponível em: <www. Nome do Autor. In: reis. tendo em conta o prazo em que deve ser entregue cada publicação. [Ex. Dissertação ou tese (mestrado ou doutorado) . 1. 6 . “Por amor e por interesse: a relação senhor-escravo em cartas de alforria”. vol. Rômulo.: amoglia. Cidade. p. Título. 7) Outras orientações Vale lembrar que a editora possui uma lista muito grande de autores.Faculdade-Instituição. Nome do Autor. nº XX. 3) Artigos de revistas • SOBRENOME. 1998.: andrade. “Família escrava e estrutura agrária na Minas Gerais oitocentista”. para mantermos todo o processo devidamente registrado e evitar morosidade no andamento da publicação.: bellini. ano. Dúvidas a respeito disso devem ser tratadas com a administração. Nome do organizador (org.). Acesso em: dia mês (abreviado) ano. “Título do capítulo ou artigo”. Edição. “Artigo”. p. Aquilo que é relativo a lançamento e distribuição não são de competência do pessoal da produção. mês (abreviado) ano. Também pedimos que as dúvidas/esclarecimentos sejam feitos exclusivamente via e-mail. In: SOBRENOME. jan.com>. População e família.). 2006]. XX-XX. tendo que dedicar atenção a todos e seguir uma ordem de prioridades. Escravidão e invenção da liberdade: estudos sobre o negro no Brasil. Nome do Autor. São Paulo. acrescentar Disponível em: <site>. vol. Ligia. Cidade: Editora. 4) Dissertações ou teses • SOBRENOME. [Ex. João José (org.populacaoefamilia. 17-36.