MATEMÁTICA FINANCEIRA

2010/2

Professora Ms. Beatriz V. Vaccari

SUMÁRIO
1 PORCENTAGEM
1.1 FUNÇÕES DE PORCENTAGEM NA HP 12C

4
4

2 ABATIMENTOS SUCESSIVOS

7

3 ACRÉSCIMOS SUCESSIVOS

8

4 DIFERENÇA PERCENTUAL ENTRE DOIS VALORES

9

5 OPERAÇÕES SOBRE MERCADORIAS
5.1 LUCRO SOBRE O PREÇO DE CUSTO
5.2 LUCRO SOBRE O PREÇO DE VENDA

11
11
11

6 JUROS SIMPLES
6.1 ELEMENTOS BÁSICOS

13
13

7 MONTANTE SIMPLES DE UM CAPITAL (M)

15

8 PRAZO MÉDIO

19

9 DESCONTO SIMPLES
9.1 DESCONTO SIMPLES COMERCIAL
9.2 DESCONTO SIMPLES RACIONAL

21
21
25

10 EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS

28

11 JUROS COMPOSTOS
11.1 CONCEITO
11.2 FÓRMULA PARA O CÁLCULO DO PRESENTE VALOR
11.3 FÓRMULA PARA O CÁLCULO DA TAXA
11.4 CÁLCULO DO NÚMERO DE PERÍODOS FINANCEIROS
11.5 CÁLCULO DO MONTANTE QUANDO O NÚMERO DE PERÍODOS FINANCEIROS
NÃO FOR UM NÚMERO INTEIRO

31
31
32
32
33

12 TAXAS PROPORCIONAIS

37

13 TAXAS EQUIVALENTES

38

14 TAXA NOMINAL

40

15 TAXA EFETIVA (i)

41

16 TAXA DE JURO REAL (ir)

43

17 TAXA ACUMULADA

45

18 CAPITALIZAÇÃO CONTÍNUA

46

19 DESCONTO COMPOSTO

48

20 EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS A JUROS COMPOSTOS

50

33

3

21 RENDAS
21.1 CONCEITO
21.2 CLASSIFICAÇÃO DAS RENDAS
21.3 VALOR ATUAL DE UMA RENDA
21.4 VALOR ATUAL OU PRESENTE VALOR DE UMA RENDA UNITÁRIA IMEDIATA

 a n 

52
52
52
53

53

21.5 PRESENTE VALOR DE UMA RENDA UNIFORME (PV)
21.6 MONTANTE DE UMA RENDA

53
57

22 SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS
22.1 SISTEMA FRANCÊS (DE PRESTAÇÕES IGUAIS OU PRICE)
22.2 SISTEMA DE AMORTIZAÇÕES CONSTANTES (SAC)
22.3 SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO MISTO
22.4 CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE FINANCIAMENTOS

61
61
63
65
66

23 ANÁLISE DE INVESTIMENTOS
23.1 VALOR PRESENTE LÍQUIDO (VPL)

69
69

23.2 TAXA INTERNA DE RETORNO (TIR)

70

GABARITO

74

ANEXO 1

79

4

1 PORCENTAGEM
A porcentagem é muito utilizada na prática. Ela é usada no cálculo de comissões,
abatimentos, lucros, descontos, reajustes, etc.
Elementos básicos:
Principal (C): Valor sobre o qual se calcula a porcentagem. O principal corresponde
sempre a 100% da operação.
Porcentagem (p): É a parte do principal que corresponde à taxa.
Taxa percentual (r): É a razão representada pela fração de denominador 100.
Cálculo da porcentagem: Por ser um sistema proporcional, para o cálculo da
porcentagem utiliza-se a seguinte regra de três:
Principal ----------- 100%
Porcentagem ------- taxa percentual
1.1 FUNÇÕES DE PORCENTAGEM NA HP 12C
1.1.1 Para calcular a porcentagem: C enter r %
Caso em seguida for clicada a tecla +, o valor da porcentagem será somado ao principal. Se
for pressionada a tecla -, o valor será subtraído do principal.
1.1.2 Para calcular o principal: r enter p %T
1.1.3 Para calcular a diferença de percentual entre dois valores a e b: a enter b  %
1.1.4 Para calcular a taxa de porcentagem: C entre p %T
Exemplo 1: Um empregado que ganha R$ 1.800,00 recebeu um aumento R$ 360,00. Qual
foi a taxa percentual desse aumento?
1.800 ---------- 100%
360 ---------- x
x 

360  100
1800

x = 20%

Na HP 12 C
1.800
enter
360
%T

Exemplo 2: Um investidor comprou um terreno por R$ 50.000,00 e vendeu-o, um ano
depois, por R$ 62.500,00. Qual o lucro, em porcentagem, do preço de custo?
50.000 ----------- 100%
62.500 ----------- x
62.500  100
x
50.000

Na HP 12 C
50.000

enter

5 x= 125% 62. correspondente a 3.75. Qual o número total de garrafas existentes no depósito? . e do refrigerante B há 1. já deduzidos os 6.296 garrafas.100% x -------.10% 12  10 x 100 x = 1.2 Na HP 12 C 12 enter 10 % Exemplo 4: Calcular que taxa percentual 8 representam de 80.4% do preço de compra. Qual foi esse preço de compra? 5) Um livro que custava R$ 43. 80 -------.000 kg. Sabendo-se que apenas 10% dos meninos ainda não aprenderam a ler.00. há dois tipos de refrigerantes.x 8 100 x 80 x = 10% Na HP 12 C 80 enter 8 %T Exercícios propostos 1) O número de funcionários de uma agência bancária passou de 80 para 120. 12 -------.100 = 25% O lucro foi de 25%. o aumento no número de funcionários foi de. 3) No transporte de frutas. Qual o valor do abatimento? 6) Um televisor foi comprado numa liquidação por R$ 420. Exemplo 3: Calcular 10% de 12.5% de abatimento. Para uma carga de 15. determinada transportadora registra uma perda média de 1.7%.00 foi vendido numa liquidação com abatimento de 15%. O refrigerante A representa 36% do total. qunato será a perda esperada? 4) Uma pessoa comprou um automóvel por determinado valor e vendeu-o com um lucro de R$ 680. a) 50% b) 55% c) 60% d) 65% e) 70% 2) Uma escola tem 600 alunos dos quais 40% são meninas e os demais meninos. Qual o valor do televisor antes do abatimento? 7) Num depósito. indique quantos meninos já sabem ler. Em relação ao número inicial.100% 8 -------.500 % 125.

00.00. qual seria o percentual de lucro? 17) Sobre uma fatura de R$ 3.00.000 dos 10. estava sendo vendido por R$ 96. De quanto por cento foi o lucro.000.00? 15) Um investidor comprou uma casa por R$ 50. o advogado conseguiu receber 90% do total da dívida.00 teve seu preço reajustado em 18%.000 5. De quanto por cento é este abatimento? . Se o preço de venda fosse R$ 2. em setembro.000. Três montadoras de automóveis Montadora A B C Unidades Produzidas 3.850.00 e o restante por R$ 6. 9) O preço de capa de uma revista mensal é de R$ 5. Qual era seu salário antes do aumento? 11) Produção e vendas. Por meio de um acordo com o devedor. Qual o seu preço final? 14) Para aumentar as vendas. Vendeu ¼ por R$ 2. Na assinatura anual. certo empregado passou a ganhar R$ 2.00 com 15% de lucro.173.000 2. com direito a 12 edições dessa revista.49 se concede um abatimento de R$ 93.91. quanto dinheiro lhe restou? 13) Certo artigo que custava R$ 200. qual é o valor de x? 12) O Sr. Qual foi o seu lucro? De quanto por cento foi o seu lucro? 16) Um produto é vendido por R$ 1.000. Manoel pagou ao advogado 15% do total recebido. o dono de uma loja de roupas resolveu dar 20% de desconto em qualquer peça de inverno. há um desconto de 12%. Qual o preço da assinatura? 10) Após um aumento de 3. na promoção.5%.6 8) Um comerciante adquiriu 2.679.000 cadernos a R$ 3. Supondo que o Sr.00.000.000 Porcentagem vendida Da produção 80% 60% x% Sabendo que nesse mês as três montadoras venderam 7. Qual era o preço original de um casaco que. Manoel contratou um advogado parra receber uma dívida cujo valor era de R$ 10.60 cada um.50.00.00 e gastou 80% do custo em reparos.000 carros produzidos. Mais tarde vendeu a casa por R$ 120.000.210.

9 x 0.7 x 0.00 são dados os seguintes descontos sucessivos: 20% + 10% + 5%.816...(1.5) (1.0.00 Taxa única no sistema de abatimentos sucessivos: i  1  (1  i1 )(1  i 2 ).3) (1 – 0..28 i=0. calcular os abatimentos sobre os valores líquidos encontrados anteriormente.56 C= 70/ 0.05) VF = 124. O cálculo do valor líquido ou valor final é dado pela seguinte fórmula: VF  C (1  i1 )(1  i 2 ).1) (1.3) (1 – 0.0. isto é.8) i= 1.7x 0..5% Exemplo 2: Por uma mercadoria foi pago R$ 70..0. Sabendo-se que sobre o preço constante na tabela foram dados descontos sucessivos de 30%+ 20%.. Qual o valor líquido a ser pago? VF = 124.95 VF = R$ 84.000 (1.00..7 2 ABATIMENTOS SUCESSIVOS No meio comercial é muito comum o uso de abatimentos sucessivos.000.2) i= 1 – 0.0..8x 0. valor de 100% i = taxas unitárias sucessivas Exemplo 1: Sobre uma fatura de R$ 124.5x 0.. Na realidade qual o desconto oferecido pela empresa? i= 1.56 C= R$ 125.10% .2) 70= C x 0.(1  i n () Sendo: VF = valor real a ser pago C = principal. qual era o preço da tabela? 70 = C (1.0...2) (1.00 Na HP 12C 124000 enter 20% ..8 70 = C x 0.0.0.72 x100 = 72% .(1  i n ) Exemplo : Sobre os valores constantes numa tabela de preços são dados os descontos sucessivos de 50%+ 30%+ 20%. ou seja.000 x 0.

8

3 ACRÉSCIMOS SUCESSIVOS
O cálculo do valor líquido ou valor final é dado pela seguinte fórmula:
VF  C (1  i1 )(1  i 2 )......(1  i n )

Exemplo 1: O preço de uma mercadoria era de R$ 8,00, no início de um determinado mês.
Durante o mês sofreu aumentos sucessivos de 2,5% + 5%. Qual o preço final dessa
mercadoria?
VF= 8 (1+ 0,025) (1+0,05)
VF = 8 x 1,025 x 1,05
VF = R$ 8,61

Na HP 12C
8 enter 2,5% + 5% +

Exemplo 2: Uma mercadoria sofreu aumentos sucessivos de 20% + 15%., pagando o
comprador R$ 144,90, qual era o valor da mercadoria?
144,90 = C (1+0,2) (1+0,15)
144,90 = C x 1,2 x 1,15
144,90 = C x 1,38
C = 144,90/ 1,38
C = R$ 105,00
Taxa única no sistema de acréscimos sucessivos:
i  (1  i1 )(1  i2 )......(1  in )  1

Exemplo: Qual a taxa total de aumento no exemplo anterior?
i= (1+ 0,2) ( 1+ 0,15) – 1
i= 1,2 x 1,15 -1
i= 0,38 x 100= 38%

9

4 DIFERENÇA PERCENTUAL ENTRE DOIS VALORES
Para calcular a diferença percentual entre dois valores ( do principal para o valor
final), utiliza-se a seguinte fórmula:
i

VF
1
C

Exemplo 1: O preço de uma mercadoria era de R$ 8,00, no início de um determinado mês.
Durante o mês sofreu aumentos sucessivos de 2,5% + 5%, passando a custar R$ 8,61.
Calcular o percentual total de aumento.
i

8,61
1
8

i  1,07625  1
i  0,07625  100
i  7,625

Na HP 12C
8 enter 8,61  %

Exercícios propostos
1) Uma mercadoria que custava R$ 24,00 foi vendida com abatimentos sucessivos de 30%
+20%+10%. Pergunta-se:
a) Por quanto foi vendida?
b) Qual o percentual total do abatimento?
2) Na compra de uma mercadoria foi obtido abatimentos sucessivos de 20%+10%+5% se
o total pago foi R$ 273,60, pergunta-se:
a) Qual o valor da mercadoria antes dos abatimentos?
b) Qual o percentual total do abatimento?
3) Um produto cujo preço era de R$ 36,00, sofreu aumentos sucessivos de 30%+25%.
Pergunta-se:
a) Qual o preço atual?
b) Qual o percentual do aumento?
4) O preço de um objeto foi aumentado, sucessivamente 10%, 10% e 20%, passando a
custar R$ 450,12. Qual era o preço inicial?
5) Uma mercadoria sofreu dois aumentos sucessivos de 20%. Na venda foi concedido um
desconto de 15%, pagando o comprador R$ 24,48. Qual era o preço inicial desta
mercadoria?
6) Uma mercadoria custava R$ 75,00 foi vendida com abatimentos sucessivos de 10%+5%
+2%. Pergunta-se:
a) Por quanto foi vendida?
b) Qual o percentual total do abatimento?
7) Na compra de uma mercadoria foi obtido abatimentos sucessivos de 10%+2%. Se o
valor pago foi de R$ 110,25, pergunta-se:
a) Qual o valor da mercadoria antes do abatimento?
b) Qual o percentual total do abatimento?

10

8) Um produto cujo preço era R$ 712,00,sofreu aumentos sucessivos de 6%+3%.
Pergunta-se:
a) A que preço está sendo vendida?
b) Qual foi o percentual total de aumento?
9) O preço da gasolina foi aumentado, sucessivamente 11,5%+7,2%+4,5% passando a
custar R$ 1,30. Qual era o preço antes dos aumentos?
10) Uma mercadoria sofreu aumentos sucessivos de 14%+9%. Na venda foi concedido um
desconto de 10%, pagando o comprador R$ 239,32. Qual era o preço inicial desta
mercadoria?
11) Um operário ganhou um salário líquido de R$ 515,97. Sabendo-se que recebeu um
aumento de 5% em relação ao salário anterior e lhe foi descontado 9% referente a
impostos previdenciários, qual era o salário deste operário?

11

5 OPERAÇÕES SOBRE MERCADORIAS
Utilizando o processo da porcentagem pode-se facilmente calcular, partindo do preço
de custo, o preço de venda de mercadorias considerando o lucro sobre o preço de custo ou
sobre o preço de venda.
5.1 LUCRO SOBRE O PREÇO DE CUSTO
Para calcular o preço de venda com lucro sobre o preço de custo, considera-se o
preço de custo como o valor correspondente a 100%. O preço de venda será equivalente a
100%+ r.
Fórmula:
V  C (1  i )

Exemplo 1: Uma mercadoria foi comprada por R$ 120,00. Por quanto deverá ser vendida
se o lucro desejado é de 40% sobre o preço de compra?
V= 120 (1+0,4)
V= 120 x 1,4
V= R$ 168,00

Na HP 12C
120 enter 40% +

5.2 LUCRO SOBRE O PREÇO DE VENDA
Para calcular o preço de venda com lucro sobre o preço de venda, considera-se o
preço de venda como o valor correspondente a 100%. O preço de custo será equivalente a
100% - r.
Fórmula:
V 

C
1 i

Exemplo 1: Por quanto deverá ser vendida uma mercadoria, comprada por R$20,00,
desejando-se obter um lucro de 20% sobre o preço de venda?
20,00
1  0,2
20,0
V 
0,8
V  R$25,00

V 

Exercícios propostos:
1) Uma mercadoria foi comprada por R$ 24,00. Por quanto deverá ser vendida para que o
lucro seja de 30% sobre o preço de compra?
2) Uma mercadoria foi vendida por R$ 50,75, com um lucro de 45% sobre o preço de
compra. Quanto custou esta mercadoria?

00. se ele representa 25% sobre o preço de custo? .12 3) Uma casa foi vendida por R$ 54. Qual o percentual de lucro sobre o preço de compra? 10) Um comerciante vendeu um artigo por R$ 5. com um lucro de R$ 6.00 e deverá ser vendida com um lucro de 40% sobre o preço de venda.250. quanto custou esta mercadoria? 8) Um objeto comprado por R$ 80.00.00 e vendido com um lucro de 5% sobre o preço de venda.00.50 com um lucro de 40% sobre o preço de venda. em reais.000.00.200.000. Qual o preço de venda? 5) Um terreno foi comprado por R$ 4.00 foi vendido por R$ 104.90.750.500. Quanto custou esta mercadoria? 7) Uma mercadoria está sendo vendida por R$ 75. Qual a taxa pela qual se calculou o lucro sobre o preço de custo? 9) Uma mercadoria foi comprada por R$ 1.00 e vendida por R$ 1. Por quanto foi vendido? 6) Uma mercadoria foi vendida por R$ 12. Se o percentual das despesas incidentes sobre o preço de venda é 29% e o lucro 15% sobre o mesmo valor. A quanto por cento corresponde este lucro? 4) Uma mercadoria foi comprada por R$ 240.00. De quanto foi o lucro.

00 1000 x 0. Juro (j): É o valor pago pelo empréstimo do dinheiro.1 ELEMENTOS BÁSICOS Capital (C): É a quantia empregada no início da aplicação.00 1 2 3 Cálculo dos juros simples Juros do período Juros (i= 10%a.000. como sendo o aluguel pago pelo uso do dinheiro. Observe o cálculo a seguir: Período Capital inicial 0 1. Nas fórmulas de cálculo utiliza-se a taxa na forma unitária. podendo ser entendido. ou seja. .300. de forma simplificada. b) remuneração do capital empregado em atividades produtivas. custo do capital de terceiros colocado à nossa disposição.00 0. Calcule o valor dos juros que Pedro receberá de João.10= 100 100 1000 x 0. os juros de cada período são calculados sempre sobre o mesmo capital. d) remuneração do capital emprestado.000. a uma taxa de juros simples de 2. Deverá ser sempre representado em relação ao período da taxa.13 6 JUROS SIMPLES Juro é: a) valor pago pelo uso de dinheiro emprestado.200.00 6. a ser restituído em 9 meses.p.00 1.) acumulados 0. portanto os rendimentos em cada período são os mesmos e os montantes crescem linearmente. c) remuneração paga pelas instituições financeiras sobre o capital nelas aplicados. Fórmula Fundamental de Juros Simples é: j = Cit Exemplo 1: João assumiu o compromisso de restituir a Pedro a importância de R$ 200.10= 100 200 1000 x 0.000. Montante (M): É o valor total a ser pago ou recebido com a finalidade de quitar ou encerrar um empréstimo.00 1.00 1. A diferença entre o montante e a aplicação é denominada remuneração. Se aplicarmos um capital durante determinado período de tempo. (divide-se a taxa percentual por 100 para transformá-la em unitária). Taxa de juro (i): É a unidade de medida dos juros.10= 100 300 Montante 1. Tempo(t): É o tempo de duração do empréstimo.5% ao mês.00 que havia tomado emprestado. ao fim do prazo obteremos um valor (montante) que será igual ao capital aplicado acrescido da remuneração obtida durante o período de aplicação. No regime de juros simples.100. rendimento do capital ou juros.

00 em 72 dias? 240.61 = C x 0.00.612. Exemplo 4: Qual o tempo necessário. durante 3 anos.00 x 45/30 x i i = 1650. Qual foi a taxa mensal de juros simples cobrada? 1.61/ 0.00 .812.00 i = 0.00/ 0.000.12 x t t = 4.612.61. foi penalizado com um juro de R$ 1.000.67 x 12 = 20 meses ou 1 ano e 8 meses Exemplo 5: Que capital deve ser empregado em juros simples a taxa de 60% ao ano.025 x 9 j = R$ 45.00.00 x 0.000.000.612.12 x 3 C = 148.00 vencido em 24/06 e liquidado em 08/08 do mesmo ano.000.650.00 = 22.00 t = 1.12 C = R$ 2.5% 9 x Exemplo 2: Calcule o capital necessário para que uma aplicação financeira produza rendimentos iguais a R$ 148.00 Na HP 12C 200000 enter 2.00/33.00 = C x 0.000.05 x 100 = 5% Obs: Os dias são contados de data a data.650.14 j = 200.400. para que se obtenha um juro de R$ 240.000. através do ano civil. 148.000.36 C = R$ 412. à taxa de juros simples de 12% ao ano.00/ 2.81 Exemplo 3: Um título de R$ 22. para que um capital de R$ 20.000.000.000. a uma taxa simples de 12% ao ano? 4.00 renda juros de R$ 4.6 x 72/360 C= 240.00 x 0.00= 20.

Qual o valor do resgate? M = 20.00. Determinar a taxa de juro efetiva que a empresa ganhou na aplicação? 35.00 i 35..00? 12.672.06 x 3) M= R$ 23. i M 1 C Exemplo 3: Uma empresa aplicou R$ 32.00 Exemplo 2: Qual o valor a ser aplicado.000.00 1 32.000.00 ( 1 + 0.. para resgatar no fim deste tempo R$ 12.000.00 foi aplicado em juros simples num prazo fixo de 3 meses a taxa de 72%a.096 i  0.15 7 MONTANTE SIMPLES DE UM CAPITAL (M) Montante de um capital é igual a soma deste capital com os juros por ele produzido.00.000. em juro simples.00 32.00 Para calcular taxa de juro efetiva de uma aplicação.00 i  1.72/12 x 3) M = 20.00 ( 1 + 0.600.000. basta apenas dividir o valor do resgate pelo valor aplicado.056 C = R$ 12. diminuindo 1 do quociente.072.000.04 x 42/30) C = 12672. No fim de 48 dias resgatou R$ 35.096  100 Na HP 12C 32000 enter 35072 .072.672.000.m. durante 42 dias a taxa de 4% a.00 = C ( 1 + 0. M=C+j Como a fórmula de juros é: j = Cit Então o montante simples pode ser calculado pela fórmula: M = C + Cit ou M = C ( 1+ it) Exemplo 1: Um capital de R$ 20.00/ 1.072.a.

997. durante 4 meses e 18 dias. Qual a taxa anual de juros simples que o aplicador deverá conseguir para alcançar seu objetivo? 8) Um investidor fez uma aplicação em juro simples durante 2 meses . Se o valor pago na liquidação foi de R$ 23.800.00.m.000. Determinar a taxa de juros simples cobrada na venda a prazo.000.6/48) x 30 r= 6% a.3% ao mês? 7) Um aplicador deseja transformar o capital de R$ 23.00 e reaplica tudo por mais 3 meses a mesma taxa. durante 95 dias.00 para se obter um juro simples de R$ 35. qual a taxa mensal de juro simples? 12) Uma TV em cores é vendida nas seguintes condições: Preço à vista = R$ 1.306. Condições à prazo = 30% de entrada e R$ 1.00. à taxa de juros simples de 21%a. a juros simples de 5% ao semestre.000. a taxa de 96%a. à taxa de 30% a. 6) Qual o valor do resgate de uma aplicação.500. do mesmo ano.00. em juro simples por 5 meses.00 Qual a importância inicialmente aplicada? 9) Seu José aplicou R$ 200.470.287. sabendo-se que o investimento inicial foi de R$ 32.00.16 i  9.00.a.000.87. em 556 dias. de juros simples. Calcular o capital aplicado.000..a. 11) Um título no valor R$ 22.500. 2) Que capital aplicado em juro simples produz um juro de R$ 24. vencido em 18/03 foi liquidado no dia 12/04.00 em R$ 29.00 à taxa de 30% a. No fim deste tempo retira o montante de R$ 159. p. o prazo de 118 dias e a taxa de juros simples de 2.00..000. Qual o valor do resgate? 10) Uma pessoa aplicou certa quantia. Sabendo-se que o valor do resgate final é de R$ 173.000. durante 45 dias.88. % A taxa mensal de juros simples será: r = (9.343. sendo a taxa de 30% a. em 2 anos? 3) A que taxa anual de juros simples deve-se empregar o capital de R$ 80. Após este prazo.6% a. Exercícios propostos: 1) Calcular os juros produzidos por uma aplicação de R$ 2.00. recebeu R$ 897.50.310.00 para se obter um juro de R$ 32.000.m. .a.00 durante 8 meses? 4) Durante quanto tempo deve-se empregar o capital de R$ 50.a.00 em 30 dias.000.? 5) Calcule os rendimentos referentes a uma aplicação financeira R$ 1.

Qual a taxa mensal de juro simples envolvida na operação? 18) Calcular o montante produzido por um capital de R$ 2. o preço sobe para R$ 530.. Determine o montante.00 à vista. sabendo-se que a diferença entre os juros da 1ª aplicação e da 2ª aplicação são iguais a R$ 31.00 após seis meses. b) a taxa simples de juros mensal e anual cobrada no segundo empréstimo. respectivamente. de R$ 200. 15) Um certo capital.000. Este último empréstimo é resgatado 10 meses depois pelo montante de R$ 49.00 foi vendida com uma entrada de 25% e. Determinar a taxa anual. Qual é a taxa cobrada? . atingirão o mesmo montante 23) Qual a taxa mensal de juros simples que deve ser aplicado um capital para duplicar de valor em 1 ano e 3 meses? 24) Um capital de R$ 4.17 13) Uma aplicação de R$ 15. Pede-se calcular: a) o prazo do primeiro empréstimo e o valor dos juros pagos. a uma taxa de juro simples de 24% a.000.000. 21) Uma mercadoria cujo o preço à vista é R$ 500.000. sabendose que o capital aplicado foi de R$ 4.000. à taxa de 12% ao semestre de juros simples.00.3% ao mês. 16) Uma pessoa contrai um empréstimo de R$ 75.80 após 40 dias.00.00 à vista ou com uma entrada de 25% e mais um pagamento de R$ 793. mais um pagamento no valor de R$ 401. ou nas seguintes condições: 20% de entrada e um pagamento de R$106.00 pagando uma taxa de juros simples mais baixa.a.00 e que o valor de resgate foi de R$ 5.325. empregados às taxas de juros simples de 6% e 4% ao mês.00 à taxa linear de 3.50. à mesma taxa durante 45 dias. Que outra quantia deve ser aplicada por 2 meses à taxa linear de 18% ao ano para obter o mesmo rendimento financeira? 14) Uma mercadoria é oferecida num magazine por $ 130. em dois pagamentos. Entretanto.00 durante 4 meses e 17 dias.00.000.00 e contrai nova dívida no valor de R$ 40.000. Qual a taxa mensal de juros simples cobrada no financiamento? 22) Após quanto tempo os capitais de R$ 7.00. e outro em 30 dias. Calcular a taxa linear mensal de juros que está sendo cobrada.25 com vencimento para 42 dias.200.00 foi aplicado a juros simples por 72 dias. rende R$ 900. Em determinada data líquida este empréstimo pelo montante de R$ 92.600.00 aplicado durante 9 meses. com entrada.000. um outro capital de R$ 5. na ocasião. 25) O preço à vista de um televisor é R$ 500. Qual o valor dos juros a ser pago? 20) Calcular a taxa anual de juros simples que rendeu um fundo de investimento.400.00 de juro.00.00 foi também aplicado a juros simples.00 e R$ 9. a uma taxa de juros simples de 17% ao trimestre. aplicado por três trimestres.90 em 30 dias. 19) Uma pessoa tomou emprestado R$ 1.00 é efetuada pelo prazo de 3 meses à taxa de juros simples de 26% ao ano.000. 17) Um refrigerador é vendido por R$ 980.

na expectativa de alta de preço do produto. recusa a oferta de compra desse estoque à razão de R$ 30.000. rende juros simples à taxa de 22%a.m. calcule o prejuízo real do fazendeiro na data da venda da mercadoria.. Qual a taxa mensal de juros simples do financiamento.00 para 42 dias. então.18 26) Uma aplicação financeira tem prazo de 3 meses. porém o investidor deve pagar no ato do resgate um imposto de renda igual a 20% do valor do juro auferido.a. Qual o montante líquido de uma aplicação de R$ 4.00 após três meses.m. a prazo com R$ 300.00 por saca.308. foi aplicado em juro simples a taxa de 4. Qual foi o tempo da aplicação? . utilizando o regime de capitalização simples.485. Qual a taxa de juros simples usada por este estabelecimento? 29) Uma televisão é vendida à vista por R$ 1.00? 27) Um fazendeiro possui um estoque de 1.00 à vista ou uma entrada de 40% e um cheque de R$ 48. 28) Um produto está sendo vendido nas seguintes condições: R$ 70.000.00 a saca.00.. vende o estoque por R$ 24.500. Sabendo-se que a taxa de juros do mercado é de 5%a.000. Três meses mais tarde é forçado pelas circunstâncias.00 de entrada mais uma parcela de R$ 1.5% a.00 ou. Na época do resgate o juro recebido foi de R$ 1..00 sacas de café e. 30) Um capital de R$ 15.

000 t  84dias Na HP 12 C f  36 enter 2000   60 enter 5000   156 enter 3000   g  xw Exemplo 2: Se a taxa de juros é 6%a.000...00. e 156 dias.  C m t m C1  C 2  .m.00 ( 1 + 6. a taxa de 5%a. a mesma taxa..06 / 30 j  R$1....000  156 t 2... Durante quanto tempo devese aplicar a soma destes capitais...000 j  10. 60 dias.00 no início de cada mês..000  84  0...00 Exemplo 3: Uma pessoa deposita R$ 500...t m . respectivamente..000  5.00 e R$ 3. respectivamente.000.. em juro simples... 12  11  10  9  8  7  6  5  4  3  2  1 t 12 t  6..  t m m Exemplo 1: Os capitais de R$ 2.05) .19 8 PRAZO MÉDIO Sejam os capitais C1 .  C m Se os capitais forem iguais o prazo médio é calculado pela seguinte fórmula: t t1  t 2  .5meses C  12  500 C  6.680. todos empregados em juros simples.m.000....000  36  5.000 M= 6. Calcular o montante constituído no final de um ano......5 x 0. Chama-se prazo médio aquele no qual deve-se empregar a soma dos capitais.. a mesma taxa..000. a uma mesma taxa i durante os tempo t 1.. t C1t1  C 2 t 2  .. t 2 ..00 foram aplicados em juro simples durante 36 dias. qual o juro produzido no exemplo 1? C  2...000  60  3.. para obter o mesmo juro? 2.000  3. R$ 5.... C m .000 C  10.. .. para obter um juro igual a soma dos juros de cada capital determinado separadamente. C 2 .000  3......000  5.

R$ 75. Sabendo-se que a taxa de juro simples cobrada pelo credor foi de 6%a. Sabendo-se que o total dos juros pagos no financiamento foi de R$ 24.00 em 15/04 R$ 15.00 vencível em 31/03 foi pago da seguinte maneira: R$ 25.20 M = R$ 7.00 em 30/04 R$ 21.000.00 Exercícios propostos: 1) Um título de R$ 105.000. R$ 20. pelos prazos de 4. Sabendo-se que o total de juros pago na liquidação foi de R$ 11.000.000. R$ 10.00 pagou-o da seguinte maneira : R$ 120.00.000. R$ 120. Obtenha o prazo médio de aplicação desses capitais.00 foram aplicados à mesma taxa de juros simples.00 em 30/04 e R$ 21.000.3 e 2 meses. respectivamente.000.00.00 em 20/04 R$ 24. Obtenha o tempo necessário para que a soma desses capitais produza juros à mesma taxa.000. Pagou 25% no ato e o restante foi amortizado em 15 parcelas mensais iguais acrescidas de juro simples a no seu vencimento.00.000. anual cobrada pelo credor? 3) Um título de R$ 108.000.00.000. 6) Os capitais de R$ 20. respectivamente. .00 no vencimento.00 e R$ 6. R$ 30.000.00 com atraso de 25 dias e R$ 105.000.m.000.000.000. igual à soma dos juros dos capitais individuais aplicados nos seus respectivos prazos.080..00. qual o juro pago na liquidação? 2) Uma empresa devedora de um título de R$ 420.00 com atraso de 42 dias. pelos prazos de 8.000.00 com atraso de 12 dias.000.000.00 no vencimento R$ 20. determinar a taxa de juro simples.000.00 em 10/05.950.00 foram aplicados à mesma taxa de juros simples.00 em 15/04.000. qual a taxa mensal do juro simples? 5) Os capitais de R$ 8. R$ 24.00 vencível no dia 31 de março foi pago da seguinte maneira: R$ 28.00 em 10/05 Qual foi o atraso médio no pagamento do título se todos os pagamentos foram feitos no mesmo ano? 4) Uma empresa adquiriu um equipamento no valor de R$ 200.000. R$ 15.00 em 31/03.000.00 e R$ 50.000. 5 e 9 meses.00 em 20/04.000.

Sendo A = N (1 – i x n) 880 = 1000 (1 – i x 6) 880  1  6i 1000 6i = 1 – 0.1. d = 280. 9. Fórmula d  Nia t Onde: d: desconto simples comercial  quantia a ser abatida do valor nominal.02 ou seja 2% ao mês . cujo valor de resgate é de R$ 1.1 Conceito O desconto simples comercial é igual ao juro simples calculado sobre o valor nominal do título. Quando se fala em desconto simples.1 DESCONTO SIMPLES COMERCIAL 9. b) o racional ou por dentro.06 x (39/30) d = R$ 21.12 ÷ 6 = 0. N: valor nominal  valor do título a ser pago no dia do vencimento.2.000 n= 6 m A = 880 i = ? a.000. ia : taxa unitária de desconto t: tempo de antecipação  período compreendido entre o dia em que se negocia o título e seu vencimento Exemplo 1: Um título de R$ 280.m. Representa a retirada do juro calculado pelo banco nas operações de capitalização simples.00 Exemplo 2: Qual a taxa mensal de desconto utilizada numa operação a 6 meses. a uma taxa de desconto durante o tempo que antecede o vencimento deste.000.1.21 9 DESCONTO SIMPLES Desconto é o abatimento concedido sobre um título de crédito em virtude de seu resgate antecipado. Calcular o desconto.000. temos duas modalidades de desconto a considerar: a) o comercial ou bancário ou por fora.00 e cujo valor atual é de R$ 880.. proporcionalmente ao prazo antecipado de pagamento.00? N= 1.480.m.00 x 0.00 sofreu um desconto comercial 39 dias antes de seu vencimento. a uma taxa de desconto de 6%a. 9.88 i = 0.

num banco que opera com uma taxa de desconto de 4.680.07 x 27/30 = R$ 15. qual o valor líquido creditado na conta da empresa? . Sabendo-se que é cobrada uma comissão de 0. d = desconto simples comercial ia = taxa de desconto t = tempo de antecipação Exemplo: Considerando o exemplo anterior.00 por título e mais o IOF (imposto sobre operações financeiras) que é de 0. A=N–d Ou A = N (1 – iat) Onde: A = é valor líquido.m.00 9.200.4 Valor Líquido Sempre que houver cobrança de comissões ou taxas.000 – ( 15. Sabendo-se que o banco cobra uma comissão antecipada de 0.120.123% a.000.000 x 0.m.00 VL = 240.160.000. = 240. 27 dias antes do seu vencimento.200) = R$ 223.00 Exemplo 2: Uma empresa desconta 5 títulos no valor total de R$ 18..5% a.00 Com.5 % sobre o valor nominal dos títulos..0. a ser pago (ou recebido) antecipadamente. numa instituição financeira que opera com uma taxa de desconto de 7% a.000 x 0.5% sobre o valor nominal. calcular o valor atual comercial A = 280.22 9.m.06 x 39/30) = R$ 258.00 vencíveis em 36 dias.005 = R$ 1. já abatido o desconto. o valor líquido é igual ao valor atual diminuído da comissão. VL = N – (d + com) Ou : VL = N – (d+ com + desp + IOF) Onde: VL = valor líquido Com = comissão Desp = despesas N = valor nominal Exemplo 1: Um título de R$ 240.120 + 1.1. qual o valor líquido recebido pelo portador? A = 240.1.3 Valor Atual Comercial É a diferença entre o valor nominal e o desconto comercial por ele sofrido.00 sofreu um desconto bancário.000 (1. mais despesas para cobrança no valor de R$ 4..

5% 9.00123 x 36/ 30 = 26.43 Obs: Quando não houver cobrança de comissões ou taxas o valor líquido é igual ao valor atual.1. o prazo médio destes títulos e o valor líquido recebido pelo portador. 39 dias antes de seu vencimento.440 i = 20000/18440 -1 i= 1.06 x 39/30) = 18.57 VL = 18.00 IOF = 18. basta efetuar a divisão entre o valor nominal e o valor líquido diminuindo de 1. calcular a diferença percentual entre o valor líquido e o valor nominal.23 d = 18.000 – (972 + 90 + 20 + 26. Exemplo 1: Uma empresa desconta um título de R$ 20.m.0.00 com = 18.1.5 Taxa efetiva de juro numa operação de desconto simples bancário Numa operação de desconto. É a taxa de juros que aplicada sobre o valor descontado. comercial ou bancário gera no período considerado um montante igual ao valor nominal. num banco que opera com uma taxa de desconto de 6% a.000(1.1 VL Nota: Os valores correspondentes ao Desconto e ao valor Atual – são utilizados tanto para juro comercial.000 x 0. Para calcular a taxa efetiva de juro do período do desconto de títulos com vencimento para t dias.891.00 desp.00. quanto bancário.000 x 0. Seu cálculo pode ser realizado utilizando a fórmula: N i f = . de cobrança = 4 x 5 = 20.6 Taxa total de desconto em relação a taxa efetiva de juro: Para calcular a taxa total de desconto (juro antecipado) conhecida a taxa efetiva de juro. 9. ou seja.000.045 x 36/30 = 972. qual a taxa efetiva de juro paga pela empresa nesta operação? A= 20.005 = 90. utiliza-se a seguinte fórmula: .000 x 0.57) = R$ 16.085 – 1 i= 8. a taxa efetiva de juro é calculada levando-se em conta o valor nominal dos títulos..

p. .. 39 dias antes de seu vencimento. de 42 dias 1  0.00 e cujo valor atual é de $ 880.m.00 Prazo de antecipação 2 meses 1 mês 45 dias Determinar o valor líquido recebido pela empresa.07  30  7.8% a.1007 ou 10. 3 meses antes de seu vencimento.500.. mais uma taxa operacional igual a 0. Sabendo que a empresa pensa em descontar esse título em um banco que cobra uma taxa de desconto de 3% a. a que taxa mensal de desconto deveria operar em operações de desconto com prazo de 42 dias. num banco que opera com uma taxa de desconto de 6% a.000. Qual a taxa efetiva de juro paga pela empresa nesta operação? 4) Uma empresa comercial possui em seu grupo de contas a receber um cheque prédatado no valor de R$ 5. 42 Exercícios propostos: 1) Um título de $ 5.m. 5) Um pequeno comerciante leva a um banco o seguinte conjunto de cheques pré-datados para serem descontados à taxa de desconto de 2.00.000.m.500.p.7% do valor nominal.07 % a. Cheque A B C Valor R$ 500. cujo valor de resgate é de $ 1. para obter o mesmo rendimento? iat  0.a. Sabendo-se que a taxa de juros corrente é de 30% a.m.00 é descontado à taxa de 30% a.00 R$ 2. Qual a taxa efetiva de juros que incidiu sobre o valor atual? 2) Qual a taxa mensal de desconto utilizada numa operação a 120 dias.000.00 e cuja data de depósito está programada para daqui a cinco meses.112  0.a.00 R$ 1..000.112 ra  10.00? 3) Uma empresa descontou um título de R$ 20.24 iat  i 1 i OBS: Para calcular a taxa mensal de desconto basta dividir a taxa total de desconto pelo número de dias que antecede o vencimento do título multiplicando a seguir por 30.2% a. iat  iat  30 t Exemplo: Um banco que opera com uma taxa efetiva de juro de 11.194 % a. para empréstimos com prazo de 42 dias. calcule o desconto sofrido pelo título.

Duplicatas Valor Prazo de antecipação A R$ 4. a uma taxa de desconto de 3. durante o tempo (t) produza um montante igual ao valor nominal do título (N).5% a.000.00.2 Valor Atual Racional Chama-se de valor atual racional de um título de valor nominal (N).2 DESCONTO SIMPLES RACIONAL 9.25 6) Uma empresa desconta em um banco uma duplicata de R$ 14. ao capital ( Ar ) que aplicado a juro simples.2..m.. B e C para serem descontadas.5% a.2% a. Ar  N 1  it . durante o tempo que antecede o vencimento deste. d r  Ar it 9.00 sofreu um desconto por fora 42 dias antes de seu vencimento.. dois meses antes do vencimento. a uma taxa de desconto de 3.000.00 2 meses B R$ 14. numa taxa de juro.000.000.000..m.m.00 75 dias Se o banco utilizar uma taxa de desconto de 2.00 50 dias C R$ 8.2.? 8) O dono de uma pequena indústria metalúrgica leva a um banco as duplicatas A. qual o valor do desconto? 10) Uma empresa desconta em um banco uma duplicata de R$ 18. a) Qual o valor do desconto? b) Qual o valor descontado recebido pela empresa? c) Qual a taxa mensal de juros simples efetivamente cobrada pelo banco? 9.m.00. Qual o valor da promissória sabendo-se que a taxa de desconto utilizada foi de 4% a. Sabendo-se que a taxa de desconto foi de 6% a.1 Conceito Desconto simples racional é igual ao valor do juro simples calculado sobre o valor atual racional de um título.000. a) Qual o valor do desconto? b) Qual o valor descontado recebido pela empresa? c) Qual a taxa mensal de juros simples efetivamente cobrada pelo banco? 7) A o descontar uma promissória com prazo de 45 dias.200.00.m. setenta e dois dias antes do vencimento. vencível no final de um certo tempo (t). um banco calculou um desconto de R$ 1. qual será o valor líquido recebido pela empresa? 9) Um título de R$ 5.

000. 3) Qual o desconto racional sofrido por um título de valor R$ 24.m.000.1 2 d r = R$ 20. 90 dias antes do seu vencimento é R$ 125.m.000 – 100.m. a taxa de desconto? 4) Um título com valor nominal de R$ 3.00 foi resgatado quatro meses antes do seu vencimento.a.00 Ar  9.1 30 Ar  R$ 100.00. para o desconto por dentro.2% a. tendo sido concedido um desconto racional simples à taxa de 10% a.3 Fórmula para cálculo do desconto racional em relação ao valor nominal: Se: d r  N  Ar Logo: dr  Nit 1  it Exemplo: Considerando o exemplo anterior. calcular o desconto racional. Calcular o valor atual.000.000  0.000. descontado racionalmente.00.00 ou: dr  120. a taxa de juros simples? 120.00 vencível no final de 4 meses. sendo 5% a.00 vencível no final de 60 dias.1 2 1  0.00.2.m. considerando 48% a.750.00 Exercícios propostos: 1) Um título de R$ 320.Qual o desconto sofrido? 2) O valor atual de um título de R$ 158.000.000 60 1  0.560.00 foi negociado racionalmente 75 dias antes do seu vencimento a uma taxa de 11.000.000 d r = R$ 20. .000. De quanto foi o valor pago pelo título? 5) Uma letra de câmbio no valor nominal de R$ 7. vence em 6 meses e 15 dias. Calcular a taxa da transação..836. sendo 10% a. d r = 120.26 Exemplo 1: Qual o valor atual racional de um título de R$ 120. deste título.

27 6) Admita-se que uma duplicata tenha sido submetida a 2 tipos de descontos. tendo sido concedido um desconto racional simples à taxa de 60% a. De quanto foi o valor pago pelo título? . qual o valor nominal do título? 7) Calcular o desconto por dentro sobre um título de R$ 3. a juros simples. Sabendo-se que a soma dos descontos foi de R$ 635.225. mantendo as demais condições. com desconto racional. a uma taxa de 10% a.a.m.a.00 foi resgatado dois meses antes do seu vencimento.000.? 8) Um título com valor nominal de R$ 110. No primeiro caso.. vencível em 180 dias. No segundo caso.00 vencível no final de 75 dias e negociado à taxa utilizada na operação é de 36% a.50. com desconto comercial.

00..65 Exemplo 2: Um título de R$ 26. à equivalência de capitais diferidos (são aqueles cujos vencimentos têm datas diferentes) Dois ou mais capitais.15  1. sendo um de R$ 720.17 . deve ser substituído por outro.. no sistema de capitalização simples.. Calcular o valor do novo título se a transação for realizada numa taxa de juro simples de 15%a.15  1.00 Exemplo 3: Uma empresa deve pagar dois títulos.15  N2  45 39 )  N 2 (1  0. deve ser substituído por outro. com vencimento para 4 meses.00  1.732.805 N 2  R$25.02  3 ) N= R$ 1. considerando a taxa de desconto simples de 2% a. de modo geral.02  2) + 960. vencível no final de 39 dias.950. numa certa época.28 10 EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS Às vezes temos necessidade de substituir um título (ou mais) por outro (ou outros) com vencimento diferente ou.195 N2  1. Calcular o valor nominal do novo título.950.. e outro de R$ 960. A1 = A 2 ou A = A 1 + A2 + . propõe ao credor substituí-los por um único título. Calcular o valor do novo título se a transação for realizada numa taxa de desconto de 15% a.00(1  0. Exemplo 1: Um título de R$ 26.00  0.m. através do desconto comercial (com taxa de desconto) ou do desconto racional (com taxa de juro).m.. não podendo resgatá-los nos prazos estipulados.5 1  0...00.15  ) 30 30 26. vencível no final de 39 dias. disponíveis em épocas distintas.950. Entretanto.+An Para a solução: estabelecer um data de comparação e comparar os valores atuais dos títulos nessa data. Obs: A equivalência de capitais pode ser calculada.00 vencível no final de 45 dias. vencível em 2 meses.02  4)  720.. vencível no final de 45 dias. de saber se duas formas de pagamento são equivalentes.950.00(1  0.00  1  0.00(1  0.945. valores atuais iguais. No regime de juros simples... vencível em 3 meses.225 N 2  R$26.. também conhecida como data focal.3 26. N2 26.. são equivalentes se possuírem..m. Esses problemas estão ligados.775 0.00.950. 26. a data deve ser a data zero (data de contração da dívida). N (1  0. ainda.290.950.

 R$ 50. serão substituídos por um único título de valor R$ 10.000..  R$ 42.m.5%a.00 cada..000. 9) Um título de R$ 1.00 para 72 dias. pede-se calcular o valor do pagamento remanescente. calcular o valor nominal do novo título.050. propõe ao credor a substituição deste por dois novos títulos de valores nominais iguais.000. 3) Por uma mercadoria foram feitas as seguintes propostas: a) R$ 500. .00 vencíveis em 37 dias. calcule o valor nominal do novo título.00 vencíveis em 114 dias.m.00 no fim de 5 meses. Admitindo que esse títulos podem ser descontados à taxa de 1.00 no fim de 1 mês e R$ 350.00.00.00 de entrada.00 de entrada. a taxa de juros simples empregada na transação. vencíveis no final de 30 e 70 dias. sendo um no valor de R$ 7. Calcular o valor de cada um dos novos títulos sendo 5%a. R$ 200.200.29 Exercícios propostos: 1) Um comerciante deve dois títulos..200. Com problemas de caixa nestas datas deseja substituir este fluxo de pagamentos pelo seguinte esquema:  R$ 20.5% ao mês. 2) Dois títulos de valor nominal R$ 5. um de R$ 8.. b) R$ 300.  o restante em 150 dias. respectivamente. propõe ao credor a substituição deste título por dois novos títulos. Pede para substituí-los por um único título com vencimento para 60 dias. de mesmo valor nominal.00 no fim de 2 meses. R$ 350. deve ser substituído por outro com vencimento para daqui a 5 meses. quanto deveria dar mais.00 que vencerá em 3 meses. Calcular o valor dos novos títulos.00.m. Admitindo-se que esses títulos podem ser descontados à taxa de 2. 4) Um negociante tem as seguintes obrigações de pagamento com um banco:  R$ 18.00 em 100 dias.000.  R$ 100.m.000.00 vencíveis em 83 dias. Calcular o prazo deste título se a taxa de desconto simples utilizada na transação é de 3%a. 8) Um título de R$ 4.00. vencível no final de 3 meses.000.2% ao mês a taxa de juros simples adotada pelo banco nestas operações..00 para 90 dias e outro de R$ 10. Calcular o valor deste outro título considerando uma taxa de desconto igual a 2% a. vencíveis em 50 e 75 dias. se a transação é realizada numa taxa de desconto de 10%a. vencível em 60 dias.000.000.m. 2) Um título de R$ 240.5% a.00 para 30 dias e um outro para 45 dias. Sabendo-se que a taxa corrente de juro simples é de 8%a.540.000. de entrada o portador da menor oferta para igualar-se com a maior? 1) Um comerciante devedor de um título no valor de R$ 17.m. 3) Uma empresa devedora de um título no valor de R$ 22.200. vencíveis no final de 4 e 5 meses respectivamente.00 no fim de 3 meses e R$ 300. vencível em 60 dias foi substituído por dois novos títulos.. respectivamente.00 que vencerá em cinco meses deve ser substituído por outro com vencimento para daqui a oito meses. Calcular o valor do novo título se a taxa de desconto utilizada é 7.000.00 em 60 dias. Sendo 3.m.

dentro de 2 e 6 meses.000. 12) Queremos substituir dois títulos. sabendo que a taxa de desconto comercial da transação é de 3% a.30 10) Uma pessoa deseja trocar dois títulos.000.00 para 60 dias. com o mesmo valor nominal. 60 e 90 dias.000. Determine o valor desses pagamentos.00 daqui a 75 dias. um daqui a 3 meses e outro a ser pago daqui a 4 meses. vai ser substituído por outro com vencimento para 120 dias.000.m. qual será o valor do novo título? 11) Um título de R$ 70. 14) Uma empresa apresenta o borderô de duplicatas a seguir..00. vencíveis. vencíveis. um de R$ 50.00 daqui a 60 dias e R$ 8.000. sabendo que a taxa de juros simples usada é de 6%am. Sabendo que o credor pode resgatar o título à taxa de desconto igual a 36% a. Desejo trocar esse débitos por dois pagamentos iguais.00 e outro de R$ 36. por três outros. 13) Uma pessoa tem dois compromissos a pagar: R$ 5. respectivamente. Calcular o valor nominal comum. Qual o valor líquido recebido pela empresa? .00.000. pagável em 50 dias.00 para 90 dias e outro de R$ 120. determine o valor nominal do título..m. respectivamente. por um único título vencível em 4 meses.000. um de valor nominal de R$ 30. para sem descontadas em um banco à taxa de desconto comercial de 2% a.m. em 30. Sendo a taxa de juro igual a 3%a.a.

que irá ser o capital do período seguinte.1 x 1) FV3 = 1.000 x 10% = R$ 110.210 x 10% = R$ 121.00 Regime de Capitalização Composta Juros de cada período Valor acumulado R$ 1. Os juros compostos são popularmente chamados de juros sobre juros.000 ( 1 + 0. trimestre. A esse processo de agregação dos juros ao capital é que se dá o nome de capitalização composta.1 CONCEITO O regime de juros compostos é o mais comum no dia-a-dia do sistema financeiro e do cálculo econômico.100 x 10% = R$ 110.) Capital aplicado R$ 1. formando um montante.1 x 1) FV2 = 1.210.100.31 11 JUROS COMPOSTOS 11.00 R$ 1.210 ( 1 + 0.100. Utilizando as seguintes notações: PV = capital inicial FV = montante final i = taxa unitária (sempre referente ao período da capitalização) n = número de períodos de capitalização (ano. temos:  montante ao final do 1º período FV1 = PV0 ( 1 + i )  montante ao final do 2º período FV2 = PV0 ( 1 + i )²  montante ao final do 3º período FV3 = PV0 ( 1 + i )³  montante ao final do n-ésimo período FVn = PV0 1  i  n Portanto.000. etc.331.100 ( 1 + 0. Na capitalização composta ao final de cada período.00 O cálculo do montante foi assim efetuado: FV1 = 1. mês.1 x 1) Substituindo os valores pelos símbolos.00 R$ 1. os juros são calculados e somados ao capital.00 R$ 1. a fórmula fundamental para o Cálculo do Futuro Valor: FV  PV(1  i ) n . dia.00 R$ 1.00 R$ 1.00 R$ 1.210.00 R$ 1.

00 ( 1  0.3 FÓRMULA PARA O CÁLCULO DA TAXA  FV    PV  i 1 n 1 83842CHSFV 12 i .00? PV  838.171. Qual o valor a ser pago no vencimento? FV  200.12  PV  838.000.20 8n PV 11.03) FV  R$ 6. em capitalização trimestral. Qual o valor a ser pago no final do período? Na HP 12C FV  5.03 x y 10 Multiplicar o resultado acima por 5000 Exemplo 2: Um empréstimo de R$ 200.000.05 )12 FV  200.403883 8 Na HP 12 C PV  R$ 338.03) FV  5.m.00 ( 1  0.00 ( 1..000. com capitalização composta..00 deverá ser pago no final de um ano a taxa de 5% a. constituir um montante de R$ 838. para em dois anos.32 Exemplo 1: Uma pessoa toma emprestados R$ 5.426x 0.426.2 FÓRMULA PARA O CÁLCULO DO PRESENTE VALOR PV  FV 1  i  n ou PV  FV ( 1  i ) -n Exemplo: Que capital deve ser empregado a juros compostos a taxa de 12% a. num sistema de capitalização mensal.26 11.000..79585636 FV  R$ 359.4261  0.00 a juros de 3%a.t.000. pelo prazo de 10 meses.626.58 10 5000 CHS PV 10 3 i 10 n FV Na calculadora cientifica 1.719.000.m.00  1.

04 no final de dois anos em capitalização mensa ?  506. a aplicação de um capital de R$ 120.586.000.000. calculamos o juro simples sobre esse montante.m 30000 CHS PV 24 n 506736.00 à taxa de 6% a.04  i   30. Qual deverá ser o valor cobrado se o cálculo é realizado no sistema de convenção linear e a taxa é de 12% a. Existem dois sistemas de cálculo. em capitalização mensal.000.736.98? Na HP 12C 120000 CHS PV  287.000.125 x 100 i  12. oportuniza um resgate de R$ 287.736.586. FV  PV  1 i  m 1  i  p/q  Exemplo: Uma dívida de R$ 100.98 FV log1  0.1 i  0.4 .00  1 24 Na HP 12C 1 i  1.? n= 132/30 = 4.125 . para a parte fracionária. Convenção Linear: O cálculo da convenção linear calculamos a parte inteira com capitalização composta e .m.4 CÁLCULO DO NÚMERO DE PERÍODOS FINANCEIROS n log(FV/PV) log(1  i) Exemplo: No final de quanto tempo.98  log  6 i  120. Um através da Convenção Linear e outro através da Convenção Exponencial.00 está sendo paga com 132 dias de atraso.586.000.00  n 287.4 meses m=4 p/q= 0.5 CÁLCULO DO MONTANTE QUANDO O NÚMERO DE PERÍODOS FINANCEIROS NÃO FOR UM NÚMERO INTEIRO n m p q Onde m representa a parte inteira e p/q a parte fracionária.04 FV i 11.00 para obter um montante de R$ 506.06  n  15 meses n 11.m.i n FV 1 PV 33 Exemplo: A que taxa de juro deve-se empregar o capital de R$ 30.5% a.

000.12) 4.00 a uma taxa de juro de 2% ao mês.06.649.800.12 x 0.4) FV = R$ 164.t. qual o valor a ser pago no final do período? 4) Um título de renda fixa deverá ser resgatado por R$ 14.009 1= 0. Qual foi o valor do juro composto produzido? 6) O capital de R$ 22. no regime de juros compostos. a uma taxa de 1. determine o seu valor atual.8% ao mês. 5) 5-Um capital de R$ 6.000.4 FV= R$ 164.000.34 FV= 100.000.8% ao ano.904. Calcule a taxa de juro mensal dessa aplicação..08 Na HP 12C Colocar o C da calculadora 100000 CHS PV 132 enter 30 : n 12 i FV Exercícios Propostos: 1) Foram aplicados R$ 1. quanto deverá aplicar hoje? Suponha capitalização mensal. com capitalização composta. FV = 100.00 foi aplicado durante um ano.00 (1 + 0. 7) Um investidor quer resgatar R$ 35. aplicando-se R$ 5.. Calcular o montante.m. durante dois anos em capitalização mensal? 3) Josilma toma emprestados R$ 25.00 durante cinco trimestres a uma taxa de 8% a.345. ou seja inclusive no período fracionário o juro é calculado através do juro composto.83 Na HP 12C Retirar o C da calculadora 100000 CHS PV 132 enter 30 : n 12 i FV Convenção Exponencial: O cálculo da convenção exponencial se baseia na fórmula fundamental.6% ao mês.600. FV  PV 1  i  m  p/q Exemplo: Cálculo do exemplo anterior. em juros compostos a taxa de 6% a.00.00 daqui a um ano.000. . através da convenção exponencial.00 daqui a seis meses.000. 2) Qual será o valor do resgate.12)4 ( 1 + 0.449.00 foi aplicado durante dois anos e produziu o montante a juro composto de R$ 31. pelo prazo de 24 meses. Sabendo que o rendimento desse título é de 28. Se o banco oferecer uma rentabilidade de 1.

3% a.00 pode ser dobrado em 36 meses? 10) Um capital de R$ 2.5% a. 19) O capital de R$ 50. capitalizados trimestralmente : a) Pela convenção linear.t.00 e comprometeu-se liquidá-lo no final de 8 meses mediante um pagamento de R$ 158.00 à taxa efetiva de 4.200. em oito meses.00.6% ao mês.m.000.. em juros compostos.m.000.700. à taxa de 2% a.43. durante um ano.m.m. de juros compostos. em dois anos.277. obtendo como saldo R$ 615. tendo produzido o montante de R$ 2.000. por 30 dias. três meses e seis dias após a realização do empréstimo: a) Calculado através da convenção linear. triplicou de valor.95. oito meses e 12 dias. para que proporcione um juro no valor de R$ 300. pela convenção linear. qual foi o montante total recebido? 11) Um capital foi depositado a juros compostos e.00. b) Calculado através da convenção exponencial.9% a. Qual a taxa mensal de juros compostos usada? 12) A que taxa de juro composto devem ser emprestados R$ 35.35 8) Uma empresa tomou um empréstimo de R$ 98. 15) Um capital de R$ 10.000.m.m.698. Qual foi o prazo da aplicação? 17) Calcular o montante de R$ 18.00 foi aplicado à taxa de 3%a.000.00 a uma taxa efetiva de 2% ao mês. sabendo-se que a capitalização é mensal. `taxa de 7. 9) A que taxa de juro semestral um capital de R$ 43..000. a uma taxa de juro composto de 25% ao ano. a 1. a uma taxa de juro composto de 8% ao trimestre. durante 3 anos.000.. b) Pela convenção exponencial. obtermos um montante de R$ 42. 18) Uma pessoa aplicou R$ 500.570..800. a juros de 5% a. Calcular a taxa mensal de juro. Determine o prazo da aplicação.000.00 para..4% a. Qual o montante constituído no final de seis meses? 20) Que capital deverá ser aplicado.00 ficou empregado durante 6 meses.00 foi aplicado a uma taxa de juro composto de 1. e nos dois últimos à taxa de 5.247.. por 60 dias. em capitalização mensal.m.00 durante 2 a 4 m 8 d.000. e o de R$ 1.00 foi aplicado em juro composto a taxa de 6% a. sendo que nos dois primeiros à taxa de 4.8% a.94? 22) Calcule o montante resultante da aplicação de um capital de R$ 28. e foram recebidos R$ 10. 16) Foram aplicados R$ 28.00 durante um ano e quatro meses. nos dois seguintes à taxa de 4.m.00.95 de juro. após 2 anos. Qual o valor a ser cobrado na liquidação. um ano.00? 21) Por quantos meses o capital de R$ 1.m.400. em capitalização mensal. .000.7% a.00? 13) Calcule o juro produzido por um capital de R$ 100. 14) Uma certa pessoa concedeu um empréstimo de R$ 10. Calcular o valor do montante através da convenção linear.

27) Certo capital foi aplicado a juros compostos de 3% a.08%. O total de rendimentos calculado foi de R$ 2. 18% ao ano nos dez anos seguintes e 17% ao ano nos últimos 15 anos.022. durante os primeiros cinco meses. da seguinte forma: a 2. foi novamente aplicado a juros compostos. O montante de R$ 1. Calcule: a) a taxa de juros da aplicação.08.000.m.100. daí resultante.. durante cinco meses.392. agora por sete meses. a) Determine o capital aplicado. .723.25% a.65% a. Determine o montante obtido. 24) Foram aplicados R$ 20.00 durante 35 anos.8% a. c) Determine o valor dos juros recebidos no terceiro mês.m. 2.24%. gerando um montante de R$ 1. b) o total de juros recebido nas duas aplicações. d) Se o capital permanecer aplicado ao quinto mês qual deve ser a taxa recebida neste mês 26) Um capital de R$ 8.95%.36 23) Resolva o problema anterior pela convenção exponencial. 25) Certo capital foi aplicado a juros compostos durante quatro meses.m. respectivamente.73% e 2. a uma taxa de juro composto de 15% ao ano nos primeiros dez anos. Calcule o total de juros apurado. 2.00 foi aplicado a juros compostos.94. b) Determine a taxa acumulada no período.m. As taxas de juros foram de 1.14. a 1. nos próximos três meses. nos três seguintes meses e a 1.

00...........000.. 1 mês Taxas equivalentes são aquelas que produzem o mesmo montante quando o tempo é o mesmo... 12 meses 60 15 5   15% a. relativo ao capital de R$ 1..... M n  C (1  i ) n  1. as taxas não são equivalentes..m.m.24)1  .. calcule o montante nas duas situações: Durante 1 ano.... Exemplo: 60% a.: Em juros compostos as taxas proporcionais não são equivalentes. mas são proporcionais.000(1  0. . Durante 12 meses. à taxa de 2% a. Como os dois montantes obtidos não são iguais.t.. Por exemplo: taxa anual capitalização anual taxa trimestral capitalização trimestral Obs... M n  C (1  i ) n  1.37 12 TAXAS PROPORCIONAIS Duas..... ou mais taxas. Exemplo: Em um regime de juros compostos.....a. à taxa de 24% a.000(1  0. são proporcionais se entre elas e os tempos a que elas se referem existir uma mesma razão.02)12  . 3 meses 12 3 1 5% a.a.

certo tempo..795856  0 . montantes iguais. no final de um..  100 i  eq   5% ao mês Taxa equivalente para: 1 mês 1 semestre 105 dias 1 ano 1 ano exato ( base 365 dias) 100 CHS PV 79. ou mais taxas. são equivalentes quando... fazem com que capitais iguais constituam.5856 i 30 enter 360 : n FV 100 - .... no regime de capitalização a juros compostos.5% ao dia e) 25% (ano comercial) Solução algébrica Solução HP. A equivalência é calculada pela seguinte fórmula: QQ i eq   1  ic  Qt  1 Onde: QQ i eq   1  ic  Qt  1 ic = i eq = QQ = Qt = taxa conhecida.049997. em relação a k.  1  100 i  eq    0.12C 30   a) i  eq    1  0.. referindo-se a períodos e capitalização diferentes. Para as frações do ano.38 13 TAXAS EQUIVALENTES Duas.. tempo do período da taxa a ser calculada. Na realidade i eq nada mais é do que o valor do juro calculado sobre o capital unitário (1. as relações são: (1 + id)360 = (1 + im)12 = (1 + it)4 = (1+is)2 = (1+ ia) Exemplo: Taxa Conhecida a) 79. 08333.795856  360  1  100    i  eq   1.5856% ao ano b) 28.   1  100 i  eq   1.59% ao trimestre c) 2.00).049997. tempo da taxa conhecida. no prazo estipulado.5 % ao mês d) 0.. taxa a ser calculada.

0269% ao período  d) i  eq    1  0.25 360  1  100   365  i  eq   1. 013889   1  100 100 CHS PV 25 i i  eq   1.090269    100 FV 100 - i  eq   9.005 360 360 1   1  100  100 CHS PV   1  100 5i i  eq     6.39  b) i  eq    1  0.25388  100 FV 100 - i  eq   25.2859     1  100  180 90   i  eq   1.025 3.025   i  eq   1.005   i  eq   1.022575   100 FV 100 - i  eq   502.59 i i  eq   1.022575  1  100 360 n i  eq     5.388 % ao ano civil .2859  1  100  2  100 CHS PV 28.35% ao semestre FV 100 -  c) i  eq    1  0.25388  1  100 365 enter 360 : n i  eq    0.653539   1  100 180 enter 90 : n i  eq   65.5 i r i  eq   1.25 1.090269   1  100 105 enter 30 : n i  eq     0. 5   1  100  105 30   1  100   100 CHS PV 2.26 % ao ano   e) i  eq    1  0.

Para resolver problemas que trazem em seu enunciado uma taxa nominal. por exemplo. juros de 48% ao ano. por exemplo. 30 .m. a taxa nominal será de: 10% x 12m= 120% a.4% a. capitalizada diariamente a taxa nominal de juro.d.a.40 14 TAXA NOMINAL A taxa nominal é uma taxa referencial em que os juros são capitalizados (incorporados ao principal) mais de uma vez no período a que a taxa se refere.. qual a taxa de capitalização? Solução: r 12% a. a taxa de capitalização é de 10% a. Nestes casos onde o período de capitalização não coincide com o período a que a taxa se refere diz-se que a taxa é nominal.  0.m. Na prática é comum utilizar. devemos calcular a taxa efetiva da operação. capitalizada mensalmente.m. A taxa de juros é nominal quando a sua unidade de tempo não coincide com a unidade de tempo dos períodos de capitalização. Se. capitalizado semestralmente. Exemplo 1: Sendo 12% a.

d) 18% a. como já é a taxa efetivamente paga.b. capitalizada trimestralmente.a.7% a. c) 4. c) 2.a. em capitalização mensal (Taxa Nominal).12% a.a. d) 4.a.m.. durante um ano a taxa de 108% a. a taxa efetiva de juro. em capitalização mensal. qual deveria ser a taxa efetiva: a) trimestral? b) mensal? c) anual? . É a taxa de capitalização ou toda e qualquer taxa equivalente a esta. d) um ano.: a) capitalizada mensalmente. (taxa efetiva de capitalização) 12   i  eq    1  0. 4) Sendo 5% a.00 no regime de juro composto. para aplicações em CDBs.5% a. qual a taxa anual equivalente às seguintes taxas: a) 1.t.06  12   1  100 i  eq    2. Exemplo: Um banco oferece empréstimos a taxa de 72% a.m. 3) Em juros compostos.72 / 12 = 0. qual a taxa para: a) 32 dias? b) 47 dias? c) um dia? d) um mês? e) 192 dias? 6) Calcular a taxa efetiva anual equivalente a taxa nominal de 36% a.5%a.41 15 TAXA EFETIVA (i) Taxa efetiva.a. determinar a taxa para: a) 3 meses.8% a.06  1  1  100 100 CHS PV    i  eq   1.b.s 2) Em juros compostos.d.m.2196 % ao ano Exercícios propostos: 1) Em juros compostos.d.6% a. b) 50% a.m. b) 2.a.b. qual a taxa semestral equivalente às seguintes taxas: a) 0.1% a. qual o valor do montante no final do ano? 8) Um banco oferece empréstimos a taxa de 42% a.t. 7) Aplicando-se R$ 50. c) 42 dias. e) 15 dias.a.012196   100 6i 12 n FV 100 - i  eq   101.s.012196  1  100 i  eq    1.14% a. b) 1. Se o banco tivesse que apresentar o contrato em forma de taxa efetiva. c) 21% a. 5) Um banco oferece a taxa de 54% a.t. Qual a taxa efetiva anual cobrada pelo banco? Solução: i = 0. b) 3 dias. b) capitalizada diariamente.5% a. qual a taxa mensal equivalente às seguintes taxas: a) 75% a. Pergunta-se.000. e) 0. d) 6. e) 96% a.06 ou 6% a.

qual taxa em 40 dias equivalente a 2.? 11) Dadas as taxas a seguir encontre as respectivas taxas efetivas anuais.a.42 9) Em juros compostos. qual taxa em 65 dias equivalente a 2% a.a.m.5% a. c) 24% a. .a.? 10) Em juros compostos. com capitalização diária. b) 24% a. a) 24% a. d) 24% a.m. com capitalização mensal. com capitalização bimestral.a. com capitalização semestral.

03224   1  100 1 .03224   1 100 1  0 .02  1  100 i r  0.005  1  i ap 1.005  1  i   0.93 ap   1 100  1  0.2%. Na taxa real se leva em consideração a inflação do período. 012   ir    1. e a TR de mês foi de 1.005  1  i ap 0. deve-se utilizar a seguinte fórmula:  1  i ap   1  100  1  ii  ir   Exemplo 1: Qual o rendimento da poupança se a TR do mês foi 0.43 16 TAXA DE JURO REAL (ir) Taxa de juro real é a taxa efetiva ganha em cima do índice inflacionário.224% a.93% e a taxa de juro real é de 0. ou seja . O juro real é calculado sobre o capital corrigido.01435  100 i ap = 1.m.005 0. para retirar uma taxa de outra.5%a.435% a. qual a taxa de ganho real?  1  0.0093  1.m. Exemplo 2: Se a taxa aparente de juro foi de 3.?  1  i ap   1  100  1  0.93   1.m. Sendo: i ap = taxa aparente ( taxa efetiva) i i = taxa da inflação i r = taxa de ganho real Na capitalização composta.0093  1  1.01435  1  i ap i ap  0.02  100 i r  2% a. a apuração do ganho ou perda em relação a uma taxa de inflação.m. 012   ir   i r  1. Exercícios propostos: .

com a intenção de ter um retorno real correspondente a uma taxa de 9% ao ano.2%a. por um ano. sabendo que a taxa de inflação. O juro aparente recebido foi de 25%..45%). a taxa de inflação foi de 12%. Calcule a taxa de juro real. nesse período foi de 15%.a. à taxa de juros igual a 22% a. No mesmo período.m.44 1) Um capital foi aplicado. 5) Que taxa ao período deve ser aplicada sobre um capital depositado em caderneta de poupança por um mês. 6) Um empréstimo foi feito a uma taxa de 32% ao ano. calcule a taxa real anual.5% a.8%? 4) Uma pessoa adquire uma letra de câmbio em uma época A e a resgata na época B.Qual a taxa de inflação? . qual a taxa de ganho real se: a) A inflação mensal for de 6%? b) A inflação mensal for de 4. sabendo que esse produto é remunerado à taxa de 0. + TR? (considere TR do mês 0. Qual a taxa real de juros. 7) Uma financeira cobra uma taxa aparente de 22% ao ano. Sabendo que a inflação nesse ano foi de 21%.m. se a taxa de inflação resultar em 15% no mesmo período? 3) Se a taxa de juro aparente for 7. Qual a taxa real de juros? 2) A taxa anual de juros cobrada por uma loja é de 40%a.a.

Determine a taxa acumulada no período. 3. 5%.2% no primeiro mês.8% e 3.10 iacumulada = (1+0.17 no segundo e 1.2% 2. x (1 + in). Qual a taxa de juros acumulada no período? i1=0.05) -1 iacumulada= (1.12 e i2=0.1 iacumulada = 0. março e abril de um ano. o preço de um produto teve.232 = 23. . Qual a taxa de aumento no quadrimestre? 3) Calcule a taxa acumulada trimestral de um banco que pagou 1.07) x (1+0. Em três anos um produto aumentou 7%. Entretanto pode-se calcular a taxa de juros acumulada quando ela não é constante.23% no terceiro mês do ano.12) x (1+0.10)-1 = 0.05 iacumulada = (1+0.12 x 1.08 x 1. respectivamente. Qual a taxa de aumento acumulada no período? i1=0. 2.2134 iacumulada = 21.4%. respectivamente.10) -1= (1.08 e i3=0.08) x (1+0. respectivamente os seguintes aumentos: 2%. então a taxa acumulada será iacumulada=(1+ido período)n.07 x 1.1] x 100 Exemplos: 1. fevereiro. 6. Em dois anos consecutivos a taxa de juros anual de um banco foi 12% e 10%..05)-1 iacumulada = 1. 8% e 5%. Se a taxa for constante em todos os períodos.45 17 TAXA ACUMULADA Taxa acumulada é aquela resultante ao final de n períodos.2134 . 1..6% e 7%. 2) Em janeiro.2%.1% ao mês. iacumulada = [(1 + i1) x (1 + i2) x .07 i2=0.34% Exercícios propostos: 1) A inflação nos últimos 4 meses foi de 5.

4 .105171 – 1 = 0.12 i n Taxa efetiva anual ie = (1 + i)n – 1 Podemos observar que quanto maior o número de capitalizações dentro do tempo.7182818 (base dos logaritmos naturais) in = taxa nominal Exemplo 1: Qual A taxa efetiva anual equivalente a 10%a.00  e0. Seu cálculo é realizado através da seguinte fórmula: FV  PV  e inm onde: m = número de períodos referentes a taxa nominal.1 – 1 i = 2.105171 r = 10.1 – 1 i = 1. maior é a taxa efetiva.s. Porém. vamos determinar as taxas efetivas com as seguintes hipóteses de capitalização: Capitalização Nº.00  2.000.a.71828180. Quando o número de capitalizações tende ao infinito o cálculo da taxa efetiva se dá através da seguinte fórmula: i  ein  1 onde: i = taxa efetiva e = 2. pode-se observar também.a. Solução: m = 4 (número de semestres) FV = 5.5171%a.640 Taxa efetiva do período 0.000.1 4 FV = 5. para uma taxa nominal anual.71828180. Exemplo2: Calcular o montante constituído com um investimento de R$ 5.a. que a diferença entre as taxas com capitalização diária e capitalização horária é muito pequena. m representa número de meses e assim sucessivamente). (Se a taxa nominal for expressa anualmente m representa número de anos.000. períodos no ano n semestral trimestral mensal diária horária 2 4 12 360 8. A capitalização contínua proporciona o maior montante possível no final do tempo do investimento. com capitalização contínua? i = e0.00 por dois anos a uma taxa de 10% a. capitalizada continuamente.46 18 CAPITALIZAÇÃO CONTÍNUA Supondo uma taxa nominal de 12% a. se for expressa mensalmente.

m.s.000.000. b) capitalizada diariamente. c) 24% a. c) capitalizada continuamente. capitalizados mensalmente.a.. qual o montante acumulado no final de 5 anos? Solução: m = 60 (número de meses) FV = 20. capitalizados continuamente? 4) Qual o montante de uma aplicação de R$ 3.00  1..085536 = R$ 401. capitalizados continuamente? 6) O valor de R$ 15. 2) Um capital de R$ 5.m.00 durante oito meses. capitalizados continuamente? 5) Qual a taxa anual de juros compostos equivalente à taxa de 15% a.000. capitalizada continuamente. capitalizada continuamente.73 Exercícios propostos: 1) Calcular a taxa efetiva anual equivalente as seguintes taxas nominais capitalizadas continuamente: a) 15% a.a.000. Calcular o valor acumulado no final dos 4 anos se for considerada uma taxa nominal de 28% a.00  e0. 7) Calcular a taxa efetiva anual equivalente a taxa nominal de 48% a.00 é aplicado durante oito meses a juros compostos à taxa de 36% a.a.m. Qual o montante? 3) Qual o montante de uma aplicação de R$ 6.a.00  2.000. b) 36% a. .a.00 ficou aplicado durante 4 anos.a.000.a.000. à taxa de 15% a.12 Exemplo 3: Se um investimento de R$ 20.: a) capitalizada mensalmente. à taxa de 2% a.00 durante três anos. d) 2% a.71828183 FV = 20.00 for realizado a uma taxa nominal de 5% a.47 FV = 5.000.491825 = R$ 7.00  20..459.710.000.05  60 FV = 20.

000 n = 3 meses i = 2.m.46. Na HP 12C 80000 FV A= 73.907. = 0. saldado 4 meses antes de seu vencimento.000 . em descontos compostos temos dois tipos de descontos.m. logo ficaremos restritos ao desconto racional.025)-3 A = 46.000. Como d = N – A.03 O valor do desconto é de R$ 3.02)-4 i = 2% a. Assim como no caso de descontos simples. N = 80.000.429.000 A = N (1+i)-n n = 4 meses A = 80.63 4 n 2 i PV CHS O valor atual do título é de R$ 73.429.63 Exemplo 2: Qual o desconto composto que um título de R$ 50. A = N (1+i)-n A = 50.m.907.570.m.5% ao mês? d =? N = 50. à taxa de desconto composto de 2% ao mês. A = N (1+i)-n A ou N (1  i ) n A = valor atual racional ou valor descontado racional  valor líquido pago ou recebido antes do vencimento N = valor nominal do título  valor indicado no título (importância a ser paga no dia do vencimento) i = taxa de desconto n = tempo  período compreendido entre o dia em que se negocia o título e seu vencimento (Obs: inclui um dos dias extremos.00 sofre ao ser descontado 3 meses antes do seu vencimento.97 d = 50.97 d = 3.000 (1+0.03 Na HP 12C 50000 FV 3 n 2. à taxa de 2.02 a. o primeiro ou o último) Exemplo 1: Determine o valor atual de um título de R$ 80.570.5% a.48 19 DESCONTO COMPOSTO O conceito de desconto é o mesmo que no regime a juros simples: abatimento ao antecipar o pagamento de um vencimento. desconto racional e comercial. O desconto comercial praticamente não é utilizado.5 i PV 50000 + .025 a.000 (1+0.00. Emprega-se o desconto composto para operações a longo prazo. já que a utilização do desconto simples em períodos longos pode resultar em valores sem nexo. = 0.

Sabendo que a taxa de juro corrente no mercado é de 3% ao mês. Por quanto devem ser adquiridos hoje. qual o valor nominal do novo título? 6) Um comerciante. tendo sido contratado à taxa de 30% a.a. Sabendo que a taxa é de 40% ao ano. um de valor R$ 30.000.m.m. à taxa de 36% ao ano.000. que vencerá em dois anos.00.000 vencível no final de 6 meses.00 para 3 anos. Considerando a taxa de juros vigente no mercado.000. qual foi a taxa de juro mensal adotada? 5) Um título no valor nominal de R$ 75.000. qual o valor atual dos dois títulos? 8) Uma financeira oferece a um cliente dois títulos. calcule o valor desses pagamentos. capitalizado mensalmente a taxa nominal de juro? 3) Um título de valor nominal de R$ 150. pretende liquidá-los imediatamente.00. é de 2% a.000.. deseja resgatar essa dívida com dois pagamentos anuais iguais: um no fim de um ano e outro no fim de 2 anos. pergunta-se: a) Quanto a pessoa possui em dinheiro na data de hoje? b) Quanto possuíra daqui a um ano? c) Quanto possuirá daqui a dois anos? . sendo 84% a.00 foi resgatado 3 meses antes de seu vencimento.00 vencível no final de 129 dias e outro de valor de R$ 42. capitalizada mensalmente. possui R$ 18.. 2) Qual o valor atual de um título de R$ 10.55% a. considerando uma taxa efetiva de juros de 2.. Se o credor concorda com a transação a uma taxa de 48% a.000. capitalizados mensalmente.000 com vencimento para 5 meses é trocado por outro com vencimento para 3 meses. devedor de um título de R$ 400. no valor de R$ 8. e o segundo em 18 meses no valor de R$ 10.00.00 hoje.000.m.00 vencível no final de 171 dias. com vencimento para 2 anos e 6 meses.046.000.a. capitalizado semestralmente.49 Exercícios propostos: 1) Calcule o valor atual de um título de valor nominal de R$ 112.? 9) Uma Pessoa tem uma nota promissória a receber de valor nominal R$12. vencendo o primeiro em 12 meses. Que irá aplicar à taxa de 2% a.00. 7) Uma empresa devedora de dois títulos. durante dois anos.a.954 como valor de resgate. Qual foi o desconto concedido? 4) Em uma operação de desconto composto.000. o portador do título recebeu R$ 39. Além disso. Sabendo que a antecipação foi de 4 meses e o desconto de R$ 3.

R$ 1.00 vencível no final de 6 meses.413.2) 3 i = 2% a.00 hoje.a capitalizada trimestralmente.500.500 C=? n = 3 meses Fv = C (1+i)n 1500= C (1+0.037) 2 Exercícios propostos: 1) Uma empresa devedora de um título de R$ 15. já que. qual o valor dos pagamentos? 3) Uma nota promissória. pede-se que valor essa pessoa pode contar nas datas: a) de hoje b) no final de 5 meses c) no final de 3 meses data focal: dia de hoje data focal: mês cinco data focal: mês três 500 FV=700 + FV= 700(1 + 0. hoje? Fv = 1. Exemplo 1: A uma taxa de juros compostos de 2% a.a. O devedor propõe a troca por outra nota promissória.m.02 a.00.a.000.037)3 + (1  0.00 daqui a 3 meses é o mesmo que uma dívida de R$ 1. Dois capitais são equivalentes se. Exemplo 2: Uma pessoa tem hoje R$ 700.413.. Se o dinheiro pode ser remunerado à uma taxa efetiva de 3.2)3 1500 C= C = 1. a vencer daqui a 3 meses.00 para receber em 5 meses.00 por dois anos a juro de 24% a. Se transação é realizada a taxa de 12% a.m. equivalem a quanto.037)5 + 500 FV=700(1 + 0. pode-se aplicá-lo e obter.00 e mais uma nota promissória de R$ 500.500.037) 5 500 1  0. capitalizado trimestralmente. (1  0.m.7% a. para poder compará-las e decidir sobre a melhor alternativa. dispondo deste valor.000 vence daqui a um mês.000. Assim. cujo valor nominal é R$ 50. Passado 6 meses da realização do empréstimo a empresa propõe ao credor a liquidação da dívida mediante dois pagamentos iguais. daqui a 3 meses os R$1.m.48.50 20 EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS A JUROS COMPOSTOS O conceito de equivalência de capitais permite transformar formas de pagamento em outras formas equivalentes. Os conceitos aplicados na equivalência de capitais são os mesmos de juros simples. sendo um no ato e outro no final de um ano a partir daquela data. de mesmo valor nominal. uma dívida de R$ 1. seus valores são iguais. em uma mesma data t. = 0. Sabendo-se que o credor concorda com a transação concedendo um desconto a taxa de 20% a. vencíveis no final de 2 e 4 meses respectivamente. à taxa de 2% ao mês? .500. propõe a substituição deste título por dois novos títulos.00 daqui a 3 meses. Qual deve ser o valor nominal da nova nota promissória para que os capitais sejam equivalentes. qual o valor dos novos títulos? 2) Uma empresa tomou emprestado um empréstimo de R$ 100. em capitalização mensal.

676.267.000 para daqui a 3 meses.000 exigível em 2 anos e o terceiro de $ 25. Posteriormente. mais 3 prestações mensais e iguais de R$ 80..m.305. Francisco deverá pagar a mais na entrada a quantia de: (desprezar os centavos da resposta): a) R$ 4.000 após 5 meses. vencendo a primeira um mês após a entrada.m.00 b) R$ 4.51 4) Uma pessoa tem uma dívida de R$ 60. Considerando que a taxa de juros mensal cobrada é de 5% e o regime é de capitalização composta. Admitindo-se o regime de juros compostos e uma taxa mensal de 5%. a) 12 meses b)13 meses c)14 meses d)15 meses 7) A loja BOM SOM vende um conjunto de aparelhos de som em duas parcelas: R$ 20.000 exigível em 1 ano.000 para daqui a 2 meses e outra de R$ 80. A empresa pretende substituir estes 3 títulos por um único título de $ 45. que se comprometeu a pagá-lo em dois pagamentos iguais de R$ 800. aceitará a proposta? ..00 8) Uma casa é vendida à vista por R$ 318.000 de entrada e R$ 40. o devedor propôs pagar as prestações ao final do quinto e sexto meses. o segundo de R$ 30.. Quanto deverá aplicar hoje.000 cada uma. 6) Uma empresa deve pagar 3 títulos. (Questão do concurso para Controlador da Arrecadação Federal).00 ao final do terceiro e sétimo meses do empréstimo. para fazer frente a essas dívidas? 5) Resolva o problema anterior considerando a taxa de 1% a. Francisco propõe adiar a segunda parcela por mais 3 meses. à taxa de juros de 3% ao mês.00 d) R$6.00 c)R$ 4.674.000 de entrada. O primeiro de R$ 15. Sabendo que o credor trabalha com taxas de juros compostos de 8% a.000 ou a prazo por R$ 90. Qual a melhor alternativa para um comprador que pode aplicar seu dinheiro à taxa de 3% ao mês? 9) Ernesto emprestou determinada quantia a José Luiz.000 exigível em 3 anos.21. o prazo do novo título é de (aproximadamente).553.

O processo de realização de depósitos sucessivos com o objetivo de formar um fundo. o valor. quando tem um número limitado de pagamentos b) Infinita. quando os pagamentos ou recebimentos. ou saques ou depósitos ocorrem em intervalos de tempo iguais. 21. 21.2 CLASSIFICAÇÃO DAS RENDAS Vamos classificar uma renda ou série uniforme de acordo com quatro parâmetros: o prazo.1 CONCEITO Renda é uma sucessão de depósitos e/ou saques ou. b) Diferida: quando o primeiro pagamento ou recebimento. destinados a pagar uma dívida ou a formar um capital. ou saques ou depósitos não têm todos os valores iguais. b) Variáveis. quando tem um número ilimitado de pagamentos 21. Agora vamos estudar os casos de depósitos ou prestações sucessivas. b) Não Periódicas.52 21 RENDAS As operações até aqui estudadas compreenderam casos de pagamentos ou recebimentos geralmente em parcela única. 21.2. havendo. a forma e o período a que se refere a renda.2. 21. quando os pagamentos ou recebimentos.2.2 Quanto ao valor a) Fixos.1 Quanto ao prazo a) Temporária. quando todos os pagamentos ou recebimentos. ou saques ou depósitos ocorrem em intervalos de tempo variáveis. 22. ou saque ou depósito ocorre no primeiro período. ou saque ou depósito não ocorre no primeiro período. portanto um prazo de carência. ou saques ou depósitos têm valores iguais. um capital ou uma poupança é chamado de capitalização. destinados a formar um capital (capitalização) ou a pagar (ou receber) uma dívida (amortização).2. Ao processo de pagamento de uma dívida dá-se o nome de amortização. em épocas diferentes.4 Quanto à periodicidade a) Periódicas.3 Quanto ao vencimento do primeiro pagamento a) Imediata: quando o primeiro pagamento ou recebimento. ainda.5 Quanto ao momento dos pagamentos . quando os pagamentos ou recebimentos. 21. de recebimentos e/ou pagamentos.2.

1 Imediata ou Postecipada PV  PMT .53 a) Postecipadas. no entanto.3 VALOR ATUAL DE UMA RENDA O valor atual ou presente valor de uma renda é igual à soma dos valores atuais em termos de pagamentos. ter que calcular os valores atuais das parcelas individualmente. O fator é representado por  a n  .5 PRESENTE VALOR DE UMA RENDA UNIFORME (PV) 21.05 10 Na HP 12 C: a12   7.p. Na prática.an  ou PV  PMT   1  1  i   n   i      . podemos utilizar um fator específico.05 0. quando a ocorrência é no final do período.5. fica muito difícil. com 10 pagamentos. a cada operação. a taxa de juro? a12   1  1  0. sendo 5% a. Para facilitar. 21.4 VALOR ATUAL OU PRESENTE VALOR DE UMA RENDA UNITÁRIA IMEDIATA  a n  O valor atual de uma renda é a soma dos valores atuais de seus pagamentos. 21. quando o primeiro pagamento ocorre no tempo “0” da série de pagamentos.721735 1 CHS PMT 5 i 10 n PV 21. Este fator é calculado através da fórmula: an   Onde: n = número de períodos 1  1  i  i n i= taxa Exemplo: Qual o valor atual de uma renda unitária imediata. b) Antecipadas.

00.5% a.5.706.375.81 10623.20.2 Antecipada PV  PMT1 an1 ou   1  1  i    n 1 PV  PMT  1   i          Exemplo: Um aparelho eletrônico foi comprado em quatro prestações mensais de R$ 200.257765 PV = R$ 3.00.805 Exemplo 2: Qual o valor que.515000 n=5 3.082.m.60 = PMT x 7.20 = 80 x an  Na HP 12C an  = 361. pode ser amortizado em 12 prestações mensais. financiado à taxa de 2.20/ 80 80 CHS PMT an  361.00 – 7.082. 17706  100% Na HP 12C  40% x 17706 enter x = 7.00 cada uma são suficientes para liquidar um financiamento de R$ 361. à taxa de 2% a.? 361.5 i n 21.60 CHS PV 10 n 5 i PMT O valor da prestação é R$ 1.623. . no início de cada mês. iguais e sucessivas de R$ 350 cada uma? PV = 350 x 10.721735 PMT = 10.54 Exemplo 1: O preço de um carro é R$ 17.2 PV = 4.60 10. à taxa de 3.21 Na HP 12C 350 CHS PMT 2.5% ao mês.40 40 % 17.706.60/ 7.40 Valor a ser financiado R$10. Calcule o valor da prestação mensal.590..375. Um comprador dá 40% de entrada e o restante é financiado à taxa de 5% ao mês em 10 meses.m.5 i 12 n PV Exemplo 3: Quantas prestações de mensais de R$ 80. Calcular o valor a vista do aparelho.623.623.721735 PMT = R$ 1.

ao final de cada mês.an 1  i  m Onde m representa o número de períodos da carência.942322 PMT = 50000/ 17.78 Na HP 12C g beg 200 CHS PMT 2 i 4 n PV 21. vencendo a primeira parcela 30 dias da liberação dos recursos.02   1  1  0.36 50000 CHS PV 3 n 2 i FV CHS PV 0 FV 24 n PMT Exercícios propostos: 1) Calcular o valor de um financiamento a ser quitado através de seis pagamentos mensais de R$ 1.000.00.823015 PMT = R$ 2.500. 2) Um produto é comercializado à vista por R$ 500.00.805.913926 x 0.00 a ser liquidado em 12 prestações iguais mensais e consecutivas. Outra alternativa seria financiar este produto a uma taxa de 3% ao mês.02      -3 Na HP 12C 50000  PMT  18.55 PV = 200 ( 1 + 2. sendo de 3. Exemplo: Um empréstimo de R$ 50. 4) Calcular o valor da prestação de um empréstimo de R$ 25. considerando que o comprador escolha a segunda alternativa.81.883883 PV = 776.750.5.00.3 Diferida PV  PMT .5% a. Sabendo-se que a taxa de financiamento contratada foi de 2% ao mês e foi concedido um prazo de carência de 4 meses para o primeiro pagamento. determinar a quantidade de prestações deste financiamento.m. gerando uma prestação de R$ 175.883883) PV = 200 x 3.000. Qual deve ser o valor da prestação se o comprador resolver financiar em cinco prestações mensais iguais e sem entrada. pergunta-se: Qual o valor da prestação? 50000  PMT   1  0.02  24   0. a taxa de juros negociada na operação. considerando a taxa de juros cobrada pelo comerciante seja de 5% ao mês? 3) Um produto é comercializado à vista por R$ 1. .00 é concedido a uma empresa em prestações mensais e iguais.. à taxa de 4% a.m.

o primeiro pagamento deve ser feito no ato da compra e o segundo.m. sendo a primeira no ato da compra? 12) Qual o valor financiado de um bem a ser pago em 10 prestações mensais iguais de R$ 500. isto é.000.000.00.m. a serem pagas ao final de cada mês.00 ou a prazo com 20% de entrada mais 24 prestações mensais iguais. .00 e. Se a taxa de juros praticada pela empresa que irá financiar a compra for de 4% ao mês. sabendo-se que o banco cobra juros compostos. à taxa nominal de 36%a.5% a.000.500.00 cada.? 14) Um equipamento de som está sendo vendido em uma loja por R$ 1.m. com três meses de carência.00. dizer qual das duas é a mais vantajosa para o comprador. Um comprador pode pedir um financiamento pelo plano (1+1) pagamentos iguais. qual o valor de cada prestação? 15) Um banco concede um empréstimo a uma pessoa cobrando 10 prestações mensais de R$ 700. sem entrada. garantindo taxa de 3. em 5 prestações mensais iguais e sucessivas de R$ 345. e qual a diferença entre ambas: (a) a vista. ou (b) a prazo em seis prestações iguais e sucessivas de R$ 1. auxilieo. Se a taxa cobrada no financiamento é de 8% a. igual a 15.00? 7) Certa impressora está sendo vendida a vista por R$ 600. Qual o valor emprestado.000. determinar o valor de cada prestações mensais. sem entrada.00.m.56 5) Antônio adquiriu um microcomputador para pagamento. O número de prestações seria. desconfiado de que este número está elevado. segundo o vendedor.00 cada uma. em prestações mensais de R$ 98.m.00 para pagamento à vista. sem entrada.13. à taxa de 4%a. O comprador. qual o valor da máquina à vista? 9) Considerando as duas opções a seguir. um mês após aquela data.8% a. calculando o número de prestações. A loja aceita vendê-la a prazo. Qual foi o valor a vista da compra considerando a taxa mensal de 2%? 6) Qual o valor da prestação de um bem que está sendo anunciado para pagamento em 1 + 5 prestações mensais iguais.5% a.020. por R$ 8.a. 8) Uma empresa comprou uma máquina e financiou o seu valor em 6 prestações mensais de R$ 15.m.. Para uma taxa de juros de 2.. para aquisição de um imóvel. sem entrada.a.00. 10) Calcular a taxa mensal percentual que está sendo praticada no caso de um bem oferecido a vista por R$ 1. ou por 40% de entrada e o restante em 12 prestações mensais. à taxa de 4% a. em 10 prestações mensais de R$ 167.500.5% a.. sabendo que a taxa praticada é de 36% a.00 cuja primeira prestação vence daqui 90 dias.. (nominal) e o valor a vista do aparelho é de R$ 450.00.? 16) Um terreno é vendido por R$ 200. Qual o valor de cada prestação se a taxa de juros compostos do financiamento for de 1. à taxa de 4. recorreu a seus conhecimentos.00 a vista.m? 13) Um automóvel 0 km é vendido à vista por R$ 32. a prazo.00 sem entrada? 11) Qual o valor a vista de um aparelho de som que está sendo oferecido para pagamento em 5 prestações iguais de R$ 300.

sendo o primeiro no ato (1+3).00 cada com 3 meses de carência.000..000. 21.a. Se a taxa de financiamento é de 9%a. se a taxa do financiamento é de 1. Calcular o valor do empréstimo. a taxa do financiamento.m.t. Qual é o preço à vista se a taxa cobrada no financiamento é de 4% a.? 24) Uma casa comercial vende uma mercadoria em 4 pagamentos mensais de R$ 80.00. montante este calculado a partir da data deste depósito a data do último depósito..000.m. qual o valor da máquina à vista? 21) Uma empresa compra uma máquina para ser paga em 6 prestações mensais de R$ 3. com um ano de carência. Qual o valor à vista se a taxa do financiamento é de 8% a.m.p. qual o valor da máquina à vista? 22) Que empréstimo pode ser amortizado em 15 prestações mensais de R$ 20.00 ou com uma entrada de 20% e o restante financiado em 12 prestações mensais iguais.00 no ato e financia o restante em 8 prestações trimestrais de R$ 5.00 cada.m. a taxa de juro? .00 cada. a taxa nominal de 84%a. Calcular o valor das prestações. com carência de um ano. De uma Renda Unitária Imediata n  1 i   1 S  n i Exemplo: Qual o montante ou futuro valor de uma renda unitária imediata com doze depósitos.5%a.00.m.6. sendo 5% a. Sendo 8%a.? 23) Uma casa comercial vende uma mercadoria em 4 pagamentos mensais de R$ 80.m. sem entrada..m.? 21. 20) Ao comprar uma máquina uma empresa paga R$ 10.00 cada se a taxa de financiamento é de 5% a.1. Qual o valor da prestação mensal? 18) Uma empresa toma um empréstimo para ser amortizado em 24 prestações mensais de R$ 50.000.00 cada.000.? 25) Uma casa comercial oferece uma mercadoria em (1+4) vezes de R$ 120.000. se a taxa de juro do financiamento é de 6% a.00 cada.? 19) Uma empresa toma um empréstimo de R$ 720.6 MONTANTE DE UMA RENDA Montante ou futuro valor de uma renda é a soma do montante dos depósitos.57 17) Uma revendedora de carros coloca a venda um carro por R$ 25. para ser amortizado em 12 prestações mensais iguais. Qual o valor à vista se a taxa do financiamento é de 8% a.

2.025805 12000 CHS FV PMT = 12000/ 15. Exemplo 1: Determinar o valor futuro de uma série de 18 aplicações mensais.6. sabendo-se que a taxa mensal de remuneração do capital é 4% e que o primeiro depósito é feito no final do primeiro mês? 12000 = PMT x S12 Na HP 12C 12000 = PMT x 15. sabendo que a primeira é aplicada no final do primeiro mês.412312 FV = R$ 34.6. De uma Renda Imediata FV  PMT  S n  ou FV  PMT   1  i  n  1      i   Obs.. no valor de R$ 1. Sn) estaremos substituindo todos os n depósitos.58 Sn  1  0. para obter um montante de R$ 12. FV= 1600 x S12 FV = 1600 x 21.3 De uma Renda Antecipada FV  PMT  Sn   1  i  n . por um único valor com vencimento na data do último depósito.00.05 Sn  15. à taxa de 2% a.m.70 Na HP 12C 1600 CHS PMT 18 n 2 i FV Exemplo : Quanto devo depositar. ao fim de um ano.: Ao efetuarmos o cálculo do (PMT .600.63 4 i PMT 21. mensalmente.00.025805 12 n PMT = R$ 798.0512  1 Na HP 12C 0. 21.259. iguais e sucessivas.917127 1 CHS PMT 12 n 5 i FV Sn representa o fator de multiplicação para cálculo do Futuro Valor de uma renda uniforme.000.

093778 g beg FV = R$ 26.00 em um banco.16 200 CHS PMT 3 i 36 n FV Exercícios propostos: 1) Um poupador efetuava regularmente depósitos em uma conta de poupança. para que ao final de 50 meses o montante de R$ 14. a partir do primeiro depósito? FV = 200 x S36x 1  0.59 Exemplo 1: Depositando-se R$ 500. numa instituição financeira que credita juro mensalmente à taxa de 3% a.04 FV = R$ 2. durante três anos consecutivos.00 no início de cada mês.00 à taxa de 3.8% a.00 e que a taxa média de juros para os primeiros 12 meses era de 1% ao mês e que para os próximos 6 meses estimou-se uma taxa de 0. no caso de ele aplicar a quantia de R$ 640. durante dois anos. Qual o saldo da conta no final do quinto ano.300.8% ao mês. ao final de cada mês? 4) Um banco remunera suas aplicações a 2. numa instituição financeira que credita juro mensalmente a taxa de 4% a. e gostaria de saber quanto terá após 6 meses..497. R$ 200.m.275944 x 2.00. considerando-se que os valores dos depósitos eram de R$ 200. a partir de hoje.m. mas não efetuou nenhum saque.082604 x 1.m.04)¹ FV = 500 x 39. quanto ela terá acumulado ao final de 5 anos? (Taxa prevista de 0. a começar hoje. qual o saldo da conta no final dos dois anos? 500 FV = 500 x S12x (1+ 0. Quanto deverá ser depositado.78% ao mês) 3) Qual o montante que um poupador acumula em 12 meses.0322. Quanto nosso amigo poupador terá após todo o período? 2) Se uma pessoa depositar mensalmente R$ 50.03 25 Na HP 12C FV = 200 x 63.95 Na HP 12C g beg 500 CHS PMT 4 i 24 n FV Exemplo 2: Com a finalidade de constituir um fundo de reserva uma pessoa se propõe a depositar.m. Após 12 meses este poupador teve que interromper os depósitos. no início de cada mês.00 seja atingido? .1% a.

ano. um fundo constituído por aplicações mensais regulares de R$ 600.m. Qual o saldo da conta no final do quinto ano.60 5) Uma pessoa depositou mensalmente a quantia de R$ 100.00.00 durante 7 anos consecutivos. sabendo que a financeira paga juro de 2% ao mês. R$ 200. numa instituição financeira que credita juro mensalmente à taxa de 3% a.00 numa caderneta de poupança. Qual o saldo da conta no final de um ano. Que importância poderá retirar.m.00 no final de cada mês. mensalmente.m.? 13) Uma pessoa deposita em uma financeira. sabendo que o banco paga um juro de 1. para que se possa dispor. 15) Joaquim está depositando em uma conta de poupança R$ 100 por mês. de R$ 12. a partir desta data. incidindo sobre o montante do início do mês anterior. ao final desse tempo. Calcule o montante dessa renda.5% ao mês? 16) Para constituir uma aposentadoria. Se a taxa de juros foi 2% a. capitalizado mensalmente. no início de cada mês. no final de quatro anos. numa instituição financeira. durante três anos consecutivos. O primeiro depósito foi feito em 31 de janeiro e não foram feitas retiradas de capital. a seguir R$ 380. no início de cada mês. à taxa de 3% ao mês. Qual o saldo da conta no final do 6º ano. R$ 100. sabendo que a taxa de aplicação é de 2% a. 14) Uma pessoa deseja depositar bimestralmente uma mesma importância numa instituição financeira.? 10) Seu João depositou R$ 210. sendo 2% a. Os depósitos foram fitos no último dia útil de cada mês e o juro foi pago no primeiro dia útil de cada mês. no início de cada mês. à taxa anual equivalente de 34.m. se a taxa de juro é 2% a.000.00 no final de cada mês durante mais dois anos. uma pessoa deposita no início de cada mês R$ 250. durante três anos consecutivos. se a taxa de juro é de 4% a. a partir do primeiro depósito? 9) Qual o valor do depósito a ser feito durante cinco anos. durante também 7 anos. qual o saldo da conta no final dos três anos? 11) Que importância deverá ser aplicada mensalmente. à taxa de 3.00. a taxa de juro? .000. durante 5 meses.5% a.? 8) Com a finalidade de constituir um fundo de reserva uma pessoa se propõe a depositar. a partir do final do primeiro mês do 8º. em prestações mensais antecipadas. no final de cada mês.00. Quanto tempo Joaquim levará para obter o montante de R$ 50.? 17) Com a finalidade de constituir um fundo de reserva.00 durante dois anos consecutivos.489%? 12) Desejando constituir uma poupança.00.000. a quantia de R$100. durante três anos consecutivos. Qual será o saldo da conta no final do terceiro ano. Calcule a importância. se a taxa efetiva de juro é de 4% a.00. de modo que com 8 depósitos antecipados constitua o capital de R$ 150.00. à taxa de 1..m.000. uma pessoa deposita.m. no final de cada mês.m. feitas no início de cada mês? 7) Certa pessoa deposita R$ 2. numa instituição financeira que credita juro mensalmente. R$ 500.5% ao bimestre.000. capitalizado bimestralmente.00 no final de cada mês.. Qual o montante em 01 de outubro? 6) Em quanto estará. uma pessoa propõe depositar.m. para se obter no final de 24 meses o montante de R$ 100.

00? 19) Qual o valor atual de uma anuidade antecipada de 12 termos mensais de R$ 2. à taxa de 2. à taxa de 3% ao mês? 20) Uma pessoa deposita R$ 200. dentro dos conceitos de renda imediata e antecipada? .000.00 no final do vigésimo mês. constituindo um montante de R$ 6. quanto possuirá em 2 anos? 21) Pretendo depositar R$ 1. a partir de hoje.00.61 18) Seu Alípio depositou R$ 100. Quanto deveria ter depositado no final de cada mês.00? 22) Quanto se deve aplicar mensalmente.517. para que o montante constituído fosse R$ 10.00 no início de cada mês. Daqui a quanto tempo conseguirei um montante de R$ 18. à taxa de 1.500.201.42.5% ao mês.000. durante os três anos. durante três anos consecutivos. para que se tenha R$ 60.5% ao mês. durante 20 meses.00 mensalmente.00 no fim de cada mês.000. Sabendo que a taxa de juro é de 2% ao mês.

O sistema também é conhecido com Sistema ou Tabela Price. a) Pagando os juros e o capital no vencimento b) Pagando os juros antecipadamente. Os principais sistemas de amortização são:  Sistema Americano (SA)  Sistema Francês de Amortização (SF) ou Sistema de Amortização Progressiva ou Sistema Price  Sistema de Amortização Constante (SAC)  Sistema de Amortização Misto  Sistema Alemão  Empréstimo com correção monetária 22. Sempre que efetuamos um pagamento estamos pagando parte do valor relativa aos juros. Nos empréstimos a curto e médio prazo é usual a cobrança de juro simples e há três formas do devedor ou mutuário resgatar sua dívida. Os juros de cada período são calculados sobre o saldo devedor do período anterior e.1 SISTEMA FRANCÊS (DE PRESTAÇÕES IGUAIS OU PRICE) Este sistema foi usado inicialmente na França. o não pagamento de juro em um dado período redunda em um saldo devedor maior.62 22 SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS Um empréstimo ou financiamento pode ser feito a curto (até 1 ano). na data em que contrai a dívida. Nos empréstimos em longo prazo o devedor ou mutuário também tem três formas de resgatar sua dívida: a) Pagando os juros e o principal no vencimento b) Pagando os juros periodicamente e restituindo o capital no vencimento. c) Pagando os juros e o capital por meio de prestações. isto é. Nos sistemas de amortização de empréstimos em longo prazo. regra geral. Esse sistema de amortização é aplicado nas operações de crédito direto ao consumidor. pois a taxa de juros é apresentada em taxas anuais nominais e as prestações mensais são calculadas com as correspondentes taxa efetivas mensais. e outra parte chamada amortização. no século XIX. nas operações de leasing e nos crediários das lojas comerciais. médio (até 3 anos) ou longo prazo. o que significa considerar apenas o regime de juro composto. a dívida diminui e os juros tornam-se menores. Deste modo. É o sistema de amortização mais utilizado no comércio em geral nas compras à prazo de bens de consumo ( com crédito direto ao consumidor). c) Pagando periodicamente os juros e uma quota de amortização do capital Cada uma destas formas de pagamento constitui um sistema. Dessa forma as parcelas de amortização são crescentes. enquanto as cotas de amortização tornam-se . que são calculados sobre o saldo devedor. sendo a periodicidade normalmente mensal. já que está sendo calculado juro sobre juro. à medida que vão sendo pagas. no século XVIII. Sistema ou Tabela Price é um caso particular do Sistema Francês. devido ao economista Richard Price que incorporou o juro composto no sistema. portanto decrescentes. A principal característica desse sistema de amortização é que as prestações são iguais e periódicas. Como essas prestações são constantes. que faz com que o saldo devedor diminua. os juros são sempre cobrados sobre o saldo devedor. o não pagamento de uma prestação. e restituindo o capital no vencimento.

00 836.80= 239.20 Saldo devedor para o 2º período: SD = 836.1x 1 = 45.79 =836.000/ 3.02 457.00 = 163.20 x 0.18 198.000.79 263.79 -23.82= 0 Na HP 12C 1000 CHS PV 5 n 10 1 1 1 1 1 f f f f f amort amort amort amort amort 100 83.82 Cálculo do saldo devedor: Saldo devedor para o 1º período: SD= 1000.82 RCL RCL RCL RCL RCL PV PV PV PV PV -836.62 65. = 263.82 Saldo devedor para o 5º período: SD = 239.79 -65.1x 1 = 65. O sistema de amortização escolhido foi o Price.60 45.19 Parcela de amortização para o 4º período: Amort.60 45.79 n 0 1 2 3 4 5 Prestação Juros Amortização 263.Cada prestação é constante e contém duas parcelas: juros calculados sobre o último saldo devedor e amortização .00. 1º Calcular o valor da prestação: 1.02 -198. e a taxa acertada foi de 10% a.79 263.62= 180.00 .00 Juros para o 2º período: J = 836.000 =PMT .78 23.83 239.83 239.82 0.78= 218.239.82 x 0.1x 1 = 83.218.000.79 -100.01 239.83 Saldo devedor para o 4º período: SD = 457.18=656.20 656. = 263.20 .63 automaticamente maiores.79 180.79 263.01 Parcela de amortização para o 5º período: Amort.180.790787 PMT = R$263.2 656.19=457. = 263.83 x 0.00 .82 0.79 263.79 180.163.02 Saldo devedor para o 3º período: SD = 656. = 263.00 Cálculo dos juros: Juros para o 1º período: J = 1.m.80 163.00 83.79 -83.60 Juros para o 4º período: J = 457.19 218. que devem ser pagos em 5 parcelas.790787 PMT = 1.79 Parcela de amortização para o 2º período: Amort.18 198. Exemplo : Um amigo lhe empresta R$ 1.62 Juros para o 3º período: J = 656.18 Parcela de amortização para o 3º período: Amort.79 100.82 . 3.80 i PMT x><y x><y x><y x><y x><y 263.83 .01=239.1x 1 = 23.62 65.60= 198.78 23.02 457.1x 1 = 100.78 Juros para o 5º período: J = 239.79 163.02 x 0.000.82 Saldo devedor 1.79 -45.19 218.01 239.00 x 0.80 Cálculo da amortização: Parcela de amortização para o 1º período: Amort. Construir uma planilha. = 263.

s.180.00 = 900.080 / 6 Amort. portanto constantes.00 . por ocasião do pagamento de cada parcela.00 . em financiamentos imobiliários (Sistema Financeiro de Habitação). pelo Sistema Financeiro de Habitação. Nesse sistema.00 .00 – 180..180. Esse sistema de amortização é utilizado principalmente em repasses de recursos do Governo. Neste sistema o mutuário paga a dívida em prestações periódicas e imediatas. em seis prestações mensais. Obtenha a planilha pelo sistema Price.00 Saldo devedor para o 5º período: SD = 360. Cálculo do valor da amortização: Amort. Sabendo-se que a taxa de juro contratada foi de 5% a. pede-se: a) Qual o valor das prestações mensais? b) Qual o valor dos juros pagos na primeira prestação? c) Qual o valor do capital amortizado na primeira prestação? d)Qual o saldo devedor do empréstimo imediatamente após o pagamento da primeira prestação? 22.64 Exercícios propostos: 1) Um empréstimo de 50.000. também chamado de sistema Hamburguês.00 = 720.000 foi contratado para ser resgatado em 12 prestações mensais iguais.00 Saldo devedor para o 6º período: SD = 180. sendo. = R$ 180.00 Saldo devedor para o 2º período: SD = 900.00 . nas quais as cotas de amortização são sempre iguais. uma pessoa quer um financiamento de R$ 1.00 .00 = 180. que englobam juros e amortização.00 = 0.180. = 1.. Essa importância será amortizada através do SAC.00 = 360.180.00 em um banco que cobra uma taxa de juros de 1% a. Exemplo 1: Na compra de uma geladeira.00 . notadamente BNDES e. A diferença é que a amortização é constante em todos os períodos.00 Cálculo do saldo devedor: Saldo devedor para o 1º período: SD= 1080.180.2 SISTEMA DE AMORTIZAÇÕES CONSTANTES (SAC) O sistema de amortização constante. o principal é dividido pelo número de parcelas. foi introduzido entre nós. Os juros são calculados sobre o saldo devedor do principal. = PV / nº de prestações Amort.m.00 = 540.00 Saldo devedor para o 3º período: SD = 720.m.00 Saldo devedor para o 4º período: SD = 540. a partir de 1971.080. n prestações juros amortização saldo devedor 2) Um empréstimo de R$ 10. A prestação é a soma dos juros com a amortização.000 UR deve ser devolvido em quatro prestações semestrais à taxa de juros de 5% a.

1x 1 = 9.00 540.20 4ª prestação = 180.00 180.20 Juros para o 4º período: J = 540. a primeira vencível ao final do primeiro ano. através de prestações anuais.60 Juros para o 6º período: J = 180.000 – (31) 1.60 = 183..00 + 9..80 = 181.00 = 189. à taxa de juros compostos de 10% a.40 5ª prestação = 180. .080.000/50 Amortização = 1.1x 1 = 10.000 = 19.00 + 5.00 3 187.80 180.00 x 0.1x 1 = 3.000 UR para ser devolvido pelo SAC em seis parcelas trimestrais.00 7.01) 20.40 5 183. Qual valor a amortização contida no 3º pagamento? 2) Um banco libera para uma empresa um crédito de 120.20 = 187.00 + 10.00 é concedido.000.80 2 189.65 Cálculo dos juros: Juros para o 1º período: J = 1.00 deve ser pago pelo SAC em 50 parcelas mensais à taxa de 1% a. prestação e saldo devedor) correspondente ao 31º mês.1x 1 = 5.40 Juros para o 5º período: J = 360.00 x 0.00 0.00 saldo devedor 1.00 180.00 Juros para o 3º período: J = 720.00 Exemplo 2: Um empréstimo de R$ 50.m.00 x 0.00 360.00 180. Obtenha o estado da dívida (amortização.00 + 3.t.00 720.80 n prestações 0 1 190.00 + 1. juros.80 Juros para o 2º período: J = 900.1x 1 = 7.60 6ª prestação = 180.80 2ª prestação = 180.00 3ª prestação = 180.000 Saldo devedor no 30º mês = 50.80 juros amortização 10.a.00 180.00 x 0.000 Juros no 31º mês = (0.000.60 1.00 x 0.1x 1 = 1. para ser reembolsado em 5 anos.80 Cálculo da prestação: 1ª prestação = 180. sabendo-se que a taxa de juros é de 5% a.00 180.000 Exercícios propostos: 1) Um empréstimo no valor de R$ 2. Obtenha a planilha.00 x 0.000.40 = 185.60 6 181. pelo sistema SAC.000= 200 Prestação no 31º mês = 1.00 180.      Amortização = 50.200 Saldo devedor no 31º mês = 50.00 + 7.00 900.000 = 20.40 3.80 9.080.20 5.000+ 200 = 1.80 = 190.000 – (30) 1.20 4 185.

00 75.00 3. Exemplo: Um relógio que custa R$ 100.20 28.84 2.00 25.25 25. o financiamento é pago em prestações uniformemente decrescentes.48 3ª prestação = (28.80 52.35 .00 50.75 2.00 25.86 100 76.44 26.20 5. Neste caso. constituídas de duas partes : amortização e juros.86 - 2º Fazer a planilha pelo Sistema de Amortização Constante: Período Prestação Juro Amortização Saldo devedor 0 1 2 3 4 30. que corespondem à média aritmética das respectivas prestações nos Sistemas Price e Amortização Constante.00 - Cálculo da prestação: 1ª prestação = (28.00 3.20 28.34 23.00 foi comprado em 4 prestações mensais pelo sistema misto a uma taxa de 5% a.00 25.85 4ª prestação = (28.20 + 26.00 25.20 + 30.50 26. 1º Fazer a planilha pelo Sistema Price: Período 0 1 2 3 4 Prestação Juro Amortização Saldo devedor 28. Construir a planilha.58 26.m.00) /2 = 29.00 28.50) /2 = 27.75 27.50 1.20 24.75) /2 = 28.3 SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO MISTO Este sistema foi originalmente desenvolvido para atender o Sistema Financeiro de Habitação (SFH).66 n prestações juros amortização saldo devedor 22.20 +27.20 + 28.20 28.00 100.50 5.1 2ª prestação = (28.62 1.50) /2 = 27.36 25.

.5% ao mês. 4.71710 PMT = 53.67 Período t 0 1 2 3 4 Prestação Rt Sistema Price 28. deve se corrigir.75 27.2 28. em quatro prestações mensais. Sistema Francês Quando um financiamento é realizado com correção monetária. Sabendo-se que as variações foram de 5%. Monte a planilha de amortização.5% e 5%. Sabendo que a taxa de juro cobrada pelo financiamento é de 1.2 28. pelo sistema Francês.35 Exercícios propostos: 1) Uma financeira fez um empréstimo de $138.5 Prestação Rt Sistema Misto 29.00 para ser amortizado. 22.5 26. o saldo devedor do empréstimo e o valor da prestação de acordo com o índice inflacionário do período.000 / 3. sem levar em conta as correções: 200.805.71710 PMT = 200. 3.41 O valor do primeiro pagamento a ser realizado deve ser calculado levando em conta o índice de correção do período.2 Prestação Rt Amort.000. monte a planilha.1. Exercício resolvido: Uma empresa contraiu um empréstimo de R$ 200. mais juros de 3% a.m. 4%. 2) Uma financeira emprestou $100.000 = PMT . inicialmente. construir a planilha.2 28.4. corrigidas pela variação da TR.000. O juro de cada período será calculado sempre sobre o saldo devedor corrigido. período a período.000 a ser pago pelo Sistema de Amortização Misto em 6 parcelas mensais à taxa de juro de 6% ao mês. feita em 6 meses.48 27. o valor das prestações mensais.1 28.85 27. Calcula-se.00 pelo Sistema de Amortização Misto. respectivamente.4 CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE FINANCIAMENTOS 22. Constante 30 28.

00% 4. Exercício resolvido: Uma empresa contraiu um empréstimo de R$ 200.61 112.00 para ser amortizado.68 . em quatro prestações mensais. Devedor 200. respectivamente. corrigir o valor da amortização e o saldo devedor existente no início do período pelo índice de correção do período. SDC = 200.05) Amort.195. = 56.00 4985. Calcula-se.611. Calcular o juro sobre o saldo devedor corrigido e somá-lo à amortização corrigida. 4%.73 0. mais juros de 3% a.000 x (1+0. pelo sistema Francês.000 – 50.73 Amortização S. construir a planilha.32 Prestação juro S. Amort.495.32 53.000 x 0.D.48 6.195.196.89 3524. 4 PMT = 200. deve se corrigir.51 64.4.03 J = 6.50% 5. O juro de cada período será calculado sempre sobre o saldo devedor corrigido.2 Sistema de amortizações constantes Quando um financiamento é realizado com correção monetária.00% 4.49 117.05) SDC = 210.68 PMT = 53.755.426.591.591.00% 22.68 58.16 62. = 52.68 SD = 210.75 210.68 O valor do juro deverá ser calculado sobre o saldo devedor corrigido pelo índice de correção do período. período a período.00 166.000 O valor do primeiro pagamento a ser realizado deve-se.804.300 Amort. =50.m. 5.300.51 61.88 57.000.05) PMT = 56. inicialmente. Corrigido 56. = 50. corrigidas pela variação da TR.58 1877.000 J= 210.68 159. inicialmente.00 Índice de Corr.769.495.495.000.5% e 5%.804.000 = PMT .195.300 Amort.41 x (1+ 0. sem levar em conta as correções: 200.68 SD = 159.399.486.09 62. o saldo devedor do empréstimo e o valor da amortização de acordo com o índice inflacionário do período.93 59.805. 4.00 . Sabendo-se que as variações foram de 5%.00 50.874.000 / 4 PMT = 50.500.000.469.000 x (1+ 0. o valor das prestações mensais.6.

800. Sabendo-se que as TRs dos cinco meses foram: 0. 0.m.m.057.514.05) SDC = 210.03 J = 6. 3) Uma empresa tomou um empréstimo no valor de R$ 50.00 60. considerando os índices de correção.00 59.000 J= 210.057.69 SDC = 200.8% e 0. a juros reais de 2.5%a.500 + 6.797. 0.800.300 PMT = 52.909. pelo sistema francês.50% 5. corrig.00 109.800.413.D.00 3. mais juros reais. calculadas pelo sistema francês de amortizações.707.73% . considerando os índices de correção.00% 4.15 6.5% a.4%. n prestação juro s. mais IGPM.42 61. 0. índice 1.3%% e a taxa de juros foi de 1. n prestação 0 1 juro s.00 Prestação juro 58. amortização saldo dev. calculadas pelo sistema de amortizações constantes.00 163.m.73% 0. amortização saldo dev. 0.. corrig.909.500. 0. Preencher a planilha abaixo.114.000.300 PMT = 58. Preencher a planilha abaixo.00% Exercícios propostos: 1) Um empréstimo de R$ 50. Sabendo-se que as TRs dos cinco meses foram: 0.000.5% a.97% 0.m.dev.000. para ser liquidado em 5 prestações mensais corrigidas pela TR.00 Índice de Corr.3% e a taxa de juros foi de 1.00 114.00 157.00 210.8% e 0.dev.480.5%.00 54.85 0.32% 4) Uma empresa tomou um empréstimo no valor de R$ 50.4%.00 52.000.30 S.00 57.5%a. 5. Construir a planilha.300.00 59. Devedor 200. 0 1 2 3 4 índice 1.00 para ser amortizado em 4 prestações mensais. Construir a planilha. 0.00 foi realizado.85 59.00 4.00 foi realizado. mais juros reais.200..6%. a juros reais de 2.000 x 0.00 para ser amortizado em 4 prestações mensais. Corrigido Amortização S.000.6%. 2) Um empréstimo de R$ 50.42 1.500.40% 0.000.000 x (1+0.600.5%.00 57. pelo sistema de amortização constante. mais IGPM.00% 4. para ser liquidado em 5 prestações mensais corrigidas pela TR.914.

70 2 3 4 0.40% 0.32% .97% 0.

000.a.07)–1 + (1+0. se o VPL for negativo o projeto deve ser recusado.000(1 + 0. Os fluxos de caixa decorrentes do investimento estão apresentados na tabela a seguir.m. Exemplo: Uma firma investiu R$ 10.000 a) VPL (6%) VPL= -10. Um investimento deve ser efetuado quando o retorno obtido no futuro for maior do que o custo de oportunidade.36 Na HP 12C 10000 CHS g Cfo 6000 g Cfj 5000 g Cfj 6 i f NPV b) VPL (7%) VPL= -10.00 no final de dois meses. 6. com a aplicação de técnicas certas. a Matemática Financeira possui um papel fundamental. 23.000. estime o VPL.000(1+0. é possível avaliar com maior clareza e segurança os riscos inerentes a esses processos.06)-2 VPL= 110.71 23 ANÁLISE DE INVESTIMENTOS Em todo processo de análise de projetos e decisões de investimentos. Sabendo que o custo de capital da empresa é igual a 12% ao ano.07)-2 VPL= -25. Pede-se para calcular: a) O valor presente líquido (VPL) descontado a uma taxa de 6% a. pois.000 0 1 5. ou seja. quando a taxa de retorno for superior à taxa de mercado. Para analisar a viabilidade de um investimento verificaremos dois dos mais importantes métodos utilizados: cálculo do Valor Presente Líquido (VPL) e o cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR).000 + 6.00 obtendo um retorno de R$ 6.1 VALOR PRESENTE LÍQUIDO (VPL) O valor presente líquido é a soma algébrica dos valores atuais das entradas e saídas de dinheiro. ao longo do tempo. descontadas a uma taxa efetiva.000 + 6. Exercícios propostos: 1) Uma transportadora pensa em comprar um novo caminhão no valor de R$ 70.000.000. .33 Se o VPL calculado for positivo o projeto deve ser aceito. b) O valor presente líquido (VPL) descontado a taxa de 7% a.06)-1 + 5.000 2 10.00.000(1+0.00 no final de um mês e R$ 5.

000  0 1 (1  i ) (1  i ) 2 Por não existir uma fórmula para calcular o TIR. tomando como base os dados da tabela abaixo e uma taxa de 5% ao mês. se o VPL for um valor negativo a TIR é menor que a estimada Exemplo: Calcular a taxa interna de retorno.000 0 1 5.00 3) Calcule o VPL e verifique se o investimento deve ser aceito ou rejeitado. Estipulamos uma taxa qualquer e calculamos o VPL do investimento. do exemplo anterior. R$/Meses 0 1 2 3 Entrada 10. 6.00 100.000.00 45.000. OBS.00 2) Calcule o VPL e verifique se o investimento deve ser aceito ou rejeitado.000 TIR= -10.000.00 Saídas 50.00) 50.000. a TIR é maior que a estimada.2 TAXA INTERNA DE RETORNO (TIR) A taxa interna de retorno é a taxa de juros (desconto) que iguala.00 Saldo 23. tomando como base os dados da tabela abaixo e uma taxa de 18% ao ano. de valor maior que a .000. podemos afirmar que a TIR do investimento é maior que a taxa utilizada.000. Se o valor for positivo.72 Período 0 1 2 3 Fluxo (70.000.00 40.000.000 5.00 45. utilizamos o método de interpolação. Supõe-se uma nova taxa.000.000. R$/Ano Entrada Saídas Saldo 0 1 2 3 4 5 35.000.00 30. É a taxa de juro efetiva para a qual o valor presente líquido (VPL) é zero.00 20.00 15. o valor presente das entradas (recebimentos) com os das saídas (pagamentos) previstas de caixa.00 50.000.00 40.000 2 10.00 30.000.000. em determinado tempo.000 + 6.000.: Se o VPL calculado for um valor positivo.

69 TIR = 6 + 0.000.? c) Qual a TIR? 4) Calcule o VPL e verifique se o investimento deve ser aceito ou rejeitado. Pede-se: a) Qual o VPL descontado à taxa de 15% a.a.00. Como vimos.000.33 1 x 135.00 a ser liquidado em quatro pagamentos mensais e consecutivos de R$ 25.900.33. e os seguintes benefícios esperados de caixa ao final de 3 meses imediatamente posteriores: R$ 12.000. O diagrama abaixo representa o fluxo de caixa deste investimento.000.36 então.00. x= 110. 2) Uma aplicação financeira envolve uma saída de caixa de R$ 47.a.000. Em seguida faz-se a interpolação.36 e para r=7% tivemos VPL = -25.81 135.m. Determinar a TIR mensal efetiva dessa operação.00 no momento inicial. para r=6% tivemos VPL= 110.73 anterior. tomando como base os dados da tabela abaixo e uma taxa de 5% ao mês. e calcula-se o VPL. Assim podemos dizer que o valor de TIR esta entre 6% e 7%. Na HP 12C 10000 CHS g CF0 6000 g CFj 5000 g CFj f IRR Exercícios propostos: 1) Determinar a TIR referente a um empréstimo de R$ 126. .000.36  0.00 e R$ 27. R$ 38.00.00 e R$ 23.36 7 -25.00.69 110. R$ 45.000.81% a. devemos repetir o procedimento até achar um valor negativo para o VPL.000. R$ 15. logo: 6 110.? b) Qual o VPL descontado à taxa de 20% a.81= 6.00. Caso o valor volte a ser positivo. 3) Uma empresa fez um investimento que teve duração de quatro anos.

vencendo a primeira após 2 meses da liberação .00 gera entradas de caixa de R$ 25. R$ 250.000. determinar o VPL.000.00 no primeiro ano com um aumento salarial de 10% a cada ano. Calcule a taxa de juros (TIR) cobrada no empréstimo.000. O Sr. o Sr.00 e R$ 6. em cada ano será necessário um gasto de R$ 5. contraído hoje. Pedro pretende vender a máquina por R$ 10. Pedro pretende se aposentar nos próximos anos e quer juntar suas economias para investir na compra de uma máquina que faça sacolas plásticas.00 e R$ 450. determine o valor presente líquido. Para pagamento do empréstimo. Determine a taxa mensal cobrada. R$ 4.3 prestações mensais. As despesas de manutenção da máquina estão estimadas em R$ 5.000. Após os 5 anos.00 no primeiro ano e estima-se um aumento de R$ 1. onde serão obtidas receitas mensais conforme o diagrama a seguir: 500 800 200 1. respectivamente. .00 para manutenção.000.00 nos próximos 5 anos.000.000.00 a cada novo ano. mais três prestações mensais de R$ 400.00.00 25.000.000. Qual a taxa de juros deste financiamento? 8) Um empréstimo de R$ 25.00 após 1 mês de liberação . vencendo-se a primeira 7 meses após o empréstimo.000.000. Considerando que o investimento seja aceito se render pelo menos 16% a.a. iguais e consecutivas de R$ 2.00 após 5 meses da liberação do dinheiro. 6) Calcule a taxa de retorno de um investimento de R$ 1.000.00.300.300. e o faturamento anual previsto é de R$ 25.000.00.000.00.00 22.74 R$\ Meses Entradas Saídas Saldo 0 1 2 3 4.000. André entrega a Fábio cheques de R$ 3.200.00 com vencimentos para 2.00 gera 3 entradas de caixa consecutivas de R$ 650.00 de entrada.500. iguais e sucessivas de R$ 7.00.200. Pretende contratar um funcionário para trabalhar nessa máquina nos próximos 5 anos. Pedro pretende pagar para o funcionário R$ 5.00 foi feito numa instituição financeira e pago da seguinte forma: . 4 e 6 meses.000.000.Uma prestação de R$ 4.Uma prestação de R$ 5.000.000.00. Calcular a taxa interna de retorno.000. Considerando uma taxa de 5% ao mês.000.000.00 34. As informações que ele dispõe são as seguintes: uma máquina nova custa R$ 30. O investimento deve ser realizado ou não? 11) Fábio empresta hoje a André a importância de R$ 10.000.00.000. deverá ser pago da seguinte forma: uma parcela de R4 2.000.00 cada uma.00 vencível a 4 meses do empréstimo e mais 12 prestações mensais..00. considerando um custo de oportunidade de 8% ao ano. 9) Um investimento de R$ 1.00 ou então tal quantia pode ser financiada com R$ 300.200 7) Um equipamento é vendido à vista por R$ 1.00.00 - 5) O Sr.00 cada uma.00 5.00 18. 12) Um empréstimo de R$ 25.000.00 cada.100. 10) Um projeto de investimento inicial de R$ 70.

000.00 e estão previstos os fluxos de caixa a seguir.00. 14) O investimento inicial de certa indústria está estimado em R$ 120.500.00.00 ao final de cada semestre. sendo 11 mensais de R$ 700. b) Receber R$ 27.a. Que taxa o banco está cobrando de você? ( Ignore TAC e IOF) .000. como retorno de uma aplicação de R$ 50. durante um ano. no quarto e no quinto ano: R$ 40. à taxa de 12% ao ano. Pretende-se ao final de oito anos vender o negócio por R$ 200.500.00.00. Apresentar o valor presente líquido (VPL) de cada uma das opções: a) Receber 12 prestações mensais ao final de cada mês de R$ 4. d) Receber R$ 13.000.00 ao final de cada ano. sabendo que a taxa mínima de atratividade é de 12% a.00 de entrada e poderá pagar o restante.500. em 24 parcelas.000.75 13) Determinar qual das alternativas a seguir apresentadas é melhor para o investidor. Calcular o valor presente líquido.000.000.00 e uma anual de R$ 10. c) Receber R$ 55. sabendo que os fluxos de receita são: no primeiro ano: .000.000.R$ 5. pela proposta do banco da montadora.R$ 12.00.00 em cada um. Isso se repete também no segundo ano.00. no sexto ano: R$ 60. 15) Um veículo novo custa R$ 35.00 ao final de cada trimestre.00 e no sétimo: . Você dará R$ 8.00.000.000.000.

8% a.265.21% 7) a)R$ 125.5% a.4% a.a.7 meses b) 31.11% 11) 80 12) R$ 7.500.2%a. 5) 7 meses 6) 2.8% 10) R$214.10 b) 49.18% 9) R$ 1.617.2%a.m. 30) 66 dias PRAZO MÉDIO 1)R$ 4.176.46 6) R$ 35.p.00 15) R$ 30.00 c)3.29 21) 5%a.00 29) 3% a.00 OPERAÇÕES SOBRE MERCADORIAS 1) R$ 31.50 8) 30% 10) R$ 1.716.00 10) a) R$ 1.36 b) 9.m.00 7) 2.00 3) 60%a.846..a.m.000.500.00 3) 12.60 c) 3.00 17) 2. 26) R$ 4.m.a 5) R$ 81. 17) 6%a.04 11) R$ 540.00 b) 11.m DESCONTO SIMPLES COMERCIAL 1) 32. 2) 3% ao mês 3) 8. 28)10.000.000.m.43%a.325.6% 2) a) R$ 400.320.84 b) 16.00 8) a) R$ 777.00 5) R$ 5.5% 6) R$ 7.76%a.50 b) 62. ou 8.00 5) R$ 3.m.00 6) a) R$ 980.00 2) R$ 40.00. 33.00 b) R$ 13.a.76 GABARITO PORCENTAGEM 1) a 5) R$ 6.6% 5) R$20.025 8) 11.00 7) R$ 42.440.000.50 9) 25% JUROS SIMPLES e MONTANTE SIMPLES DE UM CAPITAL 1) R$ 230.m 6) 2m e meio 7) R$ 2.55 11) 4. 28.40 b) R$ 16.00 12) 3.020. ou 6.20 2) R$ 35.00 3) a) R$ 58.00 b) 2.360.382.65% a.67 9) R$ 420.000.m. R$ 17. 20) 21 dias 24) 18% a.00 10) R$ 2.a. 15) R$ 5.80 13) R$ 236.m.38% 2) 324 6) R$ 450.7% a.33% ABATIMENTOS SUCESSIVOS e ACRÉSCIMOS SUCESSIVOS 1) a) R$ 12.5% 4) R$ 310.00 6) a) R$ 62.00 14) R$ 120.667%am 25) 10%a. 13) R$ 32.000. 18) R$ 2.00 3) 27 dias 4) 70 dias 8) R$ 150.00 16) a) 7 meses.m.100.m.00 27) R$10.00 16) 37.900.17 7)19.00 4) R$ 400. 9) R$ 280.000. 4) 2%a.46%a.79% a.00 10) R$ 886.p.00 8) R$ 24.1% a.47% .00 14) 2. 22) 2a9m10d 23) 6.650.45 9) R$ 52.a.050.00 19) R$ 362.5522% 3) 255kg 4)R$ 20.00 2) 48%a. 4) R$ 785.

b)5. d) 3.41 b) R$ 28.67 3)R$ 40.00 5) R$ 6.79 2) R$ 20. e) 25.9127% a.t.384.11 b)R$ 20393.a.447.79% a.p.32% a. 3) a) 28.694.52% a.2% a.27 24) R$ 4. c.42 5) R$ 1.30519% a.99%a.68 TAXAS 1) a) 23.53 d.684% a.345.97%a.841.290.740. b. 8) a)10.62 9)a.8957% a. 3) R$ 4.137. c) 8. 13) R$ 56.23 3) R$ 75.s.603.00 7) R$ 225. b) 9.m.000.054. c) 6.49 15) R$ 32.88 6) 1.s 4) a)15.000.26.3842% a.134.92 25)a.200. 10) R$ 3.813.56% a. 6) a) 42.244.R$ 28. 26) R$ 1. b) 6.82% a.462. 7) R$ 31.9.663.42 5) R$ 70.t. b.00 18) 15 meses 19) R$ 66.53% a.600. c) 7.397.a.057.269.m. 9)12.5761% a.p.44% a.a.568.956.000. 11) a.2462% a.15 7) R$ 58. d.q.00 8) R$ 50.00 EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS 1) R$ 16.p c)0. DESCONTO COMPOSTO 1) R$ 48. b) 0.210.7991%a.710.a.66% a.510.00 2) 9%a.644.R$ 509.a c) 49.35% a. d) 3.513.a.00 5) R$ 6905.07 16) 16 meses 17) a)R$ 28.12 20) R$ 24.m.941.876.77% a. 10) 4.a.77 DESCONTO SIMPLES RACIONAL 1) R$ 70.22 7) R$ 94. 7) R$ 140.99% a. c) 19. 5) a) 3.00 6) R$ 6.p.4891% a.891.0693% a.2% a.23 c-R$ 40.951.00 3) R$ 50.24 9) 3.6637% a.5% a.841.93 4) R$11. c.36 .66 b-R$ 32.505. 2) a) 4.m.23 2) R$ 6. b) 43.5%a.R$ 25.26.00 21) 14 meses 22) R$ 42.p.37% a.R$ 815.0902% a.493.80 11) 4.3072% a.s.27.11% a.69 23) R$ 42.a.69 6) R$ 119.24%a.25%a.m.250. b) 15. e) 3.25.87% a.87 4) 1.460.27 3) R$ 10. d) 79.7625% a.047. d) 39.38% a.m.77 4) R$ 56.s.633. e) 2.m.2.53 27)a.00 9) 1) R$ 1.m.p.000.00 14) a) R$ 20.16 8) 6.m.34 4) R$ 2.d.42 b.00 8) R$ 4.m.a.85 % 8)R$ 12.5856% a.18 4) R$ 9.m.00 5) 25 dias 6) R$ 12.414.a.s.4695% a.591.000.64%a.m.75 JUROS COMPOSTOS 1) R$ 2.000.a.930.14 2) R$ 65.p.4. d) 8. 12) 2.5% a.s.931. e) 40% a.34 6) R$ 134.18 2) R$ 115.p.a.m.1200% a. b) 3.m.

16 12) R$ 40.051.761.316.54 10) Sim (VPL = R$ 9.376.829% a.R$ 1.279.m.698.506.17 25) R$ 555.252.65 7) 7 prestações 8) R$ 55.00 18) R$ 311.59 23) R$ 264.46 17) R$ 2.92 7) R$ 30.97 24) R$ 286. 3) a) R$ 3.81164%am 13) A alternativa a é a mais vantajosa.49 3) 12 meses 4) R$ 2.433.854.53%a.73 3) R$ 9.70 6) 12.23 3) R$ 52.88 15) 143 meses VALOR PRESENTE LÍQUIDO (VPL) 1) R$ 27. 9) R$ 34.918.09 PRESENTE VALOR DE UMA RENDA UNIFORME (PV) 1) R$ 7.85.67 3) 955.47% a.11 9) R$ 103.81 14) R$17.27 20) R$ 37.674.456.03 14) R$ 520.00 15) R$ 5.020.767.16 19) R$ 78.677.49 13) R$ 1.00 8) R$ 26.75 5) R$ 1.947.884.968.57% 7) 9.m.30.518.7% 8) 6.836.37 22) R$207. 11) R$ 1.857.a 4) VPL= R$ 6.922.138.00 5) R$ 136.m.83 2) R$ 115.26 12) R$ 3.10 21) R$ 11. R$ 647.86 9) A compra a vista. R$ 418.80 5) R$ 1.15 10) R$ 10.86 e R$ 180.78 EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS A JUROS COMPOSTOS 1) R$ 7.02 2) VPL = R$ 13.61 c) 18.045.35 16) R$ 2.79 10) 2%a. deve ser aceito 4) R$ 161.63 4) R$ 129.660.82 13) R$ 530.02 b) .323.m . respectivamente 14) R$ 26.63 16) R$ 11.065% 2) R$ 65.28 15) TIR+1.62 TAXA INTERNA DE RETORNO (TIR) 1) 2.97 6) d 7) a 8)é mais vantagem comprar à prazo 9)R$ 840. 83.m.663.59.91 6) R$ 74.464.R$ 892.17%am 12) 0.524.84% a.626. .14 6) R$ 80.046.015.497.992.61 11) R$ 3.893.12% a.59 MONTANTE DE UMA RENDA 1) R$ 2.65 (deve ser aceito) 5) R$ 12. oferece vantagem de R$ 125.009.015. 2) 2.71 2) R$ 3.570.20) 11) 6.

79 .

80 .

 %  é usada para calcular a diferença percentual entre dois números. ANO. 3º Funções para juros compostos: FV  valor futuro ou montante PV  valor presente ou capital i  taxa em porcentagem n  número de períodos (tempo) 4º Funções para rendas: PMT  prestação ou depósito FV  valor futuro ou montante PV  valor presente ou preço à vista i  taxa em porcentagem n  número de períodos (tempo) 5º Funções para VPL e a TIR:  CFo CFj Nj   NPV fluxo de caixa inicial fluxo de caixa inicial número de fluxos de caixa iguais e consecutivos  Valor presente líquido . MÊS.MY significa que a calculadora está pronta para operar no formato de DIA.81 ANEXO 1 1º Teclas usadas nos cálculos de porcentagem:  %T é usada para calcular o percentual de um total.  DYS  indica a diferença em dias entre duas datas. 2º Funções de calendário:  D. %  é usada para calcular a porcentagem.

82 TIR  Taxa interna de retorno .