Redes TCP/IP - Aula 1 - História da Internet

1. Histórico da Internet 1995-Alguém se lembra disso? 1996-25 milhões on line

1997-50 milhões on line

1998-70 milhões on line

1999-150 milhões on line. Jeff Bezos (Amazon.com) atingiu sua maior fortuna, calculada em US$ 10 bilhões, colocando-o como o 19º homem mais rico do planeta.

2000-300 milhões on line

2001-450 milhões on line 2002-650 milhões on line 2003-800 milhões 2005-1 bilhão

2007-GESAC (Governo Eletrônico
Serviço de Atendimento ao Cidadão): Promoção da inclusão social por meio da inclusão digital. Acesso Internet banda larga para 20.000 pontos, maioria escolas.

Redes TCP/IP Mauro Mendes

Em 03/01/2008

Página 1- 1

Redes TCP/IP - Aula 1 - História da Internet

• 1957- A União Soviética lança o foguete Sputinik, o primeiro satélite artificial terrestre. Como resposta, os Estados Unidos formam a Advanced Research Projects Agency (ARPA), dentro do Departamento de Defesa para estabelecer a liderança norte-americana em ciência e tecnologia aplicáveis militarmente. • 1962 - o relatório "On distributed Communications Network" escrito por Paul Baran, foi publicado pela Rand Corporation. A investigação de Baran, patrocinada pela Força Aérea Americana, apresentava soluções para proteção dos sistemas de comunicações militares. Alguns dos conceitos assentavam num princípio: não existir autoridade central, ou seja, uma rede descentralizada. Todos os nós da rede seriam iguais em status aos outros nós, cada nó com a sua própria autoridade para originar, passar, e receber mensagens. • Nos anos 60, o principal setor estratégico americano, Department of Defense – DoD se interessou em um protocolo que estava sendo desenvolvido/utilizado pelas universidades para interligação dos seus sistemas computacionais e que utilizava a tecnologia de chaveamento de pacotes. O interesse do DoD estava no desejo de manter a comunicação entre os diversos sistemas espalhados pelo mundo, no caso de um desastre nuclear. O problema maior estava na compatibilidade entre os sistemas computacionais de diferentes fabricantes que possuíam diferentes sistemas operacionais, topologias e protocolos. A integração e compartilhamento dos dados passou a ser um problema de difícil resolução. • Em agosto de 62 surgem os primeiros registros sobre interações sociais através de redes de computadores, escritas por J.Licklider do MIT onde se discute o conceito de "Galatic Network". Em Outubro de 62, Licklider liderava um programa de pesquisa na ARPA onde convencia os seus sucessores Ivan Sutherland, Bob Taylor e o investigador do MIT Laurence G. Roberts, da importância do seu conceito de rede. Num dos muitos artigos escritos por Licklider, em co-autoria com Taylor lia-se: "In a few years men will be able to communicate more effectively through a machine than face to face... When mind interacts, new ideas emerge." ("the computer as a communication device" in IN Memoriam: J.C.R.Licklider 1915-1990, p.21) Em Julho de 1961, Leonard Kleinrock do MIT publicou o primeiro documento sobre a teoria da comutação de pacotes e o primeiro livro sobre o assunto data de 1964. Neste processo, actualmente ainda em uso, as mensagens são divididas em pedaços, chamados pacotes (“packets”), para serem enviados de computador para computador. Cada um dos pacotes contém o endereço do destinatário, do remetente e a informação a enviar, tal como se de uma carta se tratasse. Quando todos os pacotes chegam ao destino, a mensagem original é reconstruída. Mesmo que, por qualquer motivo, um dos pacotes se perca, poderá ser reenviado de forma a completar a informação original. 1966 - Um pesquisador da Agência de Projetos Avançados de Pesquisa (Arpa) chamado Bob Taylor consegue US$ 1 milhão para tocar um projeto de interligação dos laboratórios universitários que colaboram com a agência. O objetivo é economizar dinheiro ao compartilhar os recursos de computação espalhados pelo país. 1967 - Taylor convence Larry Roberts a trabalhar no projeto. Roberts, considerado a única pessoa nos Estados Unidos capaz de montar uma rede do gênero, faz o desenho da configuração original, interligando quatro centros de computadores. 1968 - Com o projeto aprovado, a Arpa abre licitação. Dezenas de empresas se candidataram. A IBM não participou, alegando que uma rede do gênero jamais poderia ser construída. A Bolt, Beranek and Newman (BBN) ganha a concorrência.

Redes TCP/IP Mauro Mendes

Em 03/01/2008

Página 1- 2

Redes TCP/IP - Aula 1 - História da Internet

1969 - Em 1° de maio de 1969, a BBN envia o primeiro equipamento da rede para a Universidade da Califórnia em Los Angeles. A UCLA se tornaria o primeiro nó (ponto de conexão) da rede que viria a se chamar ARPAnet e, mais tarde, Internet. Entre a equipe que a ajudou a montar o equipamento estava o então estudante de pós-graduação Vint Cerf, que mais tarde se tornaria presidente da Internet Society e vice-presidente da MCI, gigante do ramo de telecomunicações. No Instituto de Pesquisas de Stanford (SRI), Douglas Englebart montou o segundo nó da rede. Englebart é também o inventor do mouse. Até o final de 1969, mais dois centros de pesquisas foram conectados em links de 56Kbps: Universidade da Califórnia em Santa Bárbara (UCSB) e Universidade de Utah. Holanda, Dinamarca e Suécia entram na rede. O protocolo utilizado era o Network Control Protocol (NCP).

O primeiro nó da ARPANET, na UCLA, e um de seus criadores, Leonard Kleinrock.

1971 - A ARPAnet chega a 15 nós com a inclusão de computadores da BBN, MIT, RAND Corporation, Universidade de Harvard, Universidade de Stanford, Universidade de Illinois em Urbana, Universidade Carnegie Mellon (CMU) e do centro de pesquisas Ames da Agência Nacional de Administração Espacial (NASA), entre outros.

Redes TCP/IP Mauro Mendes

Em 03/01/2008

Página 1- 3

Redes TCP/IP - Aula 1 - História da Internet

1971 - O correio eletrônico é desenvolvido pelo engenheiro Ray Tomlison (foto), o objetivo era o envio de uma mensagem entre dois computadores, um ao lado do outro, em um quarto de Cambribge, Massachusetts. Naquele momento não foi dada a devida importância a invenção de Tomlison, que não comunicou seu descobrimento a seu chefe “porque poderia considerar perda de tempo”.

1972, foi criado o telnet 1973, foi criado o ftp (file transfer protocol). 1973 - São montadas as primeiras conexões internacionais com a ARPAnet na University College de Londres e Royal Radar Establishment, na Noruega. 1974 – Criação do TCP/IP por Vint Cerf (foto) e Bob Kahn. Eles publicam "A Protocol for Packet Network Interconection".

1979 – IP (Internet Protocol) documentado, cuja especificação foi publicada na RFC 791 de setembro/1981. 1979 – BSD Unix com TCP/IP fornecido para as Universidades; 1980- A ARPA começa a converter seus equipamentos para TCP/IP. 1983- Em 1º de janeiro o TCP/IP passa a ser obrigatório no DARPA (Agência de Pesquisas de Projetos avançados de Defesa). 1984 - O número de servidores na rede chega a 1.000. O Japão cria o Japan Unix Network. 1984 – A Arpanet divide-se em Arpanet e MILNET (assuntos militares). 1986 - A NSFNET (NSF-National Science Foundation) cria um canal de alta velocidade (para a época, 56Kbps) para conectar cinco centros de supercomputação. O

Redes TCP/IP Mauro Mendes

Em 03/01/2008

Página 1- 4

Redes TCP/IP - Aula 1 - História da Internet

resultado é uma explosão no número de universidades conectadas. O primeiro Freenet, serviço gratuito de acesso à rede, é criado no estado de Cleveland. 1986 – A NFSNET e a ARPANET eram interligadas através do nó da Carnegie-Mellon University. A rede passa a se chamar Internet. 1987 - Número de servidores na Internet chega a 10.000, enquanto na Bitnet o número chega a 1.000. 1988 - Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Islândia e Noruega se conectam à rede. 1989 - Número de servidores chega a 100.000. Austrália, Alemanha, Israel, Itália, México, Nova Zelândia e Porto Rico se ligam à rede. 1990 - A ARPAnet deixa de existir. Argentina, Áustria, Bélgica, Brasil, Chile, Grécia, Índia, Irlanda, Coréia do Sul Espanha e Suíça entram para a Internet. 1990, com a coordenação do CNPq, foi lançada oficialmente a RNP, Rede Nacional de Pesquisa (http://www.rnp.br/) baseada em protocolo TCP/IP, que contou com o apoio das Fundações de Pesquisa dos Estados de São Paulo (Fapesp), Rio de Janeiro (Faperj) e Rio Grande do Sul (Fapergs). Até 1994, o acesso Internet estava restrito às iniciativas acadêmicas. 1991– Tim Berners Lee do Centro de Estudos de Energia Nuclear (CERN) inventa a World Wide Web (WWW). Criada inicialmente como uma ferramenta de trabalho para cientistas espalhados pelo mundo, a Web começa a ser utilizada para colocar informações ao alcance de qualquer usuário da Internet. O número de servidores na rede chega a 1 milhão. Países conectados: Camarões, Chipre, Equador, Estônia, Kuwait, Luxemburgo, Eslováquia, Eslovênia, Tailândia e Venezuela. 1993 - O Centro Nacional de Aplicações de Supercomputação dos Estados Unidos (NCSA) lança o Mosaic (Marc Andressen). A Fundação Nacional de Ciência americana cria o InterNIC para organizar o registro de domínios (parte dos nomes dos computadores) e informações sobre a rede. O crescimento anual da WWW alcança 341.634%. Mais países conectados à Internet: Bulgária, Costa Rica, Egito, Fidji, Gana, Guam, Indonésia, Cazaquistão, Quênia, Liechtenstein, Peru, Romênia, Federação Russa, Turquia, Ucrânia e Ilhas Virgens. Início dos anos 90 -> A comunidade comercial exnergou o negócio que era a NSFNET, mas esta não podia ser explorada comercialmente. Criou-se a CIX (Comercial Internet Exchange), que consistia de um consórcio de provedores de redes regionais, oferecendo acesso à Internet, independente da NFSNET, embora com conexão à referida rede. 1994 - O tráfego na NSFNET ultrapassa 10 trilhões de bytes por mês (o equivalente à capacidade de 16 mil discos de CD-ROM). First Virtual, o primeiro banco na Internet começa a funcionar. Algéria, Armênia, Bermuda, Burkina Faso, China, Colômbia, Polinésia Francesa, Líbano, Lituânia, Macau, Marrocos, Nova Caledônica, Nicarágua, Nigéria, Panamá, Filipinas, Senegal, Sri Lanka, Suazilândia, Uruguai e Uzbequistão entram para a rede. 1995 - Com o intuito de tornar efetiva a participação da Sociedade nas decisões envolvendo a implantação, administração e uso da Internet, foi constituído pelos Ministérios de Ciência e Tecnologia e das Comunicações o Comitê Gestor da Internet/Brasil (http://www.cg.org.br/). Graças a esta iniciativa, foi implantada a rede Internet de tráfego misto (comercial e acadêmico).

Redes TCP/IP Mauro Mendes

Em 03/01/2008

Página 1- 5

Redes TCP/IP - Aula 1 - História da Internet

1995 - A NSFNET volta a ser uma rede exclusivamente acadêmica. O tráfego comercial nos Estados Unidos fica com a iniciativa privada. Serviços on-line tradicionais começam a oferecer acesso à Internet. As empresas criadas em torno da Internet vendem ações no mercado americano. As ações da Netscape, fabricante do navegador Netscape Navigator, alcançam valorização recorde. 2004 – Tim Berners Lee recebe o prêmio Tecnologia do milênio do governo da Finlândia, equivalente a US$ 1,7 milhões.

2. Outras Estatísticas
1980-10 redes, 100 computadores 1987-20.000 computadores de Universidades, órgãos públicos e laboratórios de pesquisa organizacional 1990-1000 redes, 100.000 computadores 1994-3 milhões de computadores em 61 países 1997-1 milhão de redes, 30 milhões de computadores Dez/1999-259 milhões de usuários, 6,8 milhões no Brasil Declaração de IR 1999-3 milhões de declarações 2000-Mais de 100 milhões de Hosts 2002/07-162.128.493 de Hosts (http://www.isc.org/ds/WWW-200207/index.html) 2002-580 milhões de usuários (http://tek.sapo.pt/stat/), 33 milhões na América Latina 2004-223 milhões de Hosts nos 30 maiores países usuários fonte Comite Gestor (Network Wizards). O Estados Unidos é o 1º com 162 milhões e o Brasil é o 8º com 3,1 milhões. 2005-Uma pesquisa realizada em novembro do ano passado (2004) mostra que as transações bancárias via WEB são realizadas por 53 milhões de pessoas nos EUA, um número que representa 44% de todos os internautas ou 25% da população adulta no país (http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u17958.shtml) 2006-6,5 milhões de hosts no Brasil, 279 milhões de Hosts nos USA. 2007-7,4 milhões de hosts no Brasil. 1,1 milhão de domínios .br (jun/2007-www.cetic.br)

Redes TCP/IP Mauro Mendes

Em 03/01/2008

Página 1- 6

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful