You are on page 1of 106

 Fins

do Séc. XIV
 Beleza dos objetos, do vestuário e do
entretenimento
 Mundo cortesão – imagens inspiradas na
vida real
 Natureza ‗domesticada‘
 Estudos da natureza – livro / caderno de
esboços
 Aguçado senso de observação do artista

Livro de Horas do
Duque de Berry
 Cerca de 1410
 Musèe Condé
 Calendário

Estudo de proporção do homem – Leonardo da Vinci –Folha solta – Galeria da Academia de Veneza Vitruviano – referência ao arquiteto romano Marco Vitruvio Polião que escreveu sobre as proporções para o homem perfeito. RENASCIMENTO HUMANISMO Fenômeno cultural Fenômeno intelectual O Homem Vitruviano . baseando-se no ideal clássico de beleza .

 Utilização da tinta à óleo.. em termos de luz e sombra. que possibilitará à pintura uma qualidade maior. .Características que marcam a pintura renascentista:  Utilização da perspectiva  Variação de cores frias e quentes e o manejo da luz permitem criar distâncias e volumes.

paisagens. particularmente na Itália. Não elimina a produção de caráter religioso.Período de ascensão da burguesia e de valorização do homem no sentido individualista. fauna e flora. com um cuidado e uma exatidão assombrosos Janela para a Realidade. . Nos Países Baixos destacou-se a reprodução do natural de rostos. Surgem os retratos ou mesmo cenas de família.

Colocado no centro do mundo. Individualismo . a recuperação do Direito Romano na jurisprudência. a preferência pelas formas arquitetônicas e decorativas greco-romanas na arte. O homem deixa de pensar o universo em função de Deus Retorno à cultura e civilização clássicas . etc.Substituição da concepção teocêntrica pela antropocêntrica. o homem sente-se orgulhoso das suas capacidades intelectuais e tende a valorizar o espírito de iniciativa de cada indivíduo. estudo do grego e do latim. .Regresso à natureza .

 Gótico internacional como ponto de partida  Arquitetura com tradição gótica  Intenso realismo na pintura .

 Robert Campin (provavelmente)  Cidade de Tournai – 1460-1444  Observação direta e objetiva da natureza  Utiliza o método do simbolismo dissimulado .

.

1425-28 .estrela Sentar ao chão humildade Mestre de Flémalle – Anunciação – painel central do Retábulo de Merode – c.

Lírios castidade Antigo Testamento? ―vaso puríssimo‖ – ―fonte de água viva‖ .

doadores .

ratoeira .

.

XVI 1500 •1453 – Queda de Constantinopla •1455 – Bíblia de Gutenberg •1492 – Cristovão Colombo . XV 1400 •1330 – Petrarca – poeta humanismo Séc. XIV 1300 Séc.Séc.

 1304 – 1374  Poeta italiano  Individualismo – autoconsciência e autoconfiança  Humanismo – conhecimento do homem e suas capacidades intelectuais .

– razão – qualidade humana valorizada – experiência  Racionalismo – reconhecer e respeitar as diferenças individuais – espírito de competição e à concorrência comercial  Individualismo – mundo centrado no homem (antropocentrismo)  Humanismo .

Subcategorias deste tipo de humanismo inclui o Humanismo Cristão e o Humanismo Moderno. . em grande parte. à teoria política.  Humanismo da Renascença — é o espírito de aprendizado que se desenvolveu no final da Idade Média com o renascimento das letras clássicas e uma renovada confiança na habilidade dos seres humanos para determinar por si mesmos o que é verdadeiro e o que é falso. Humanismo Literário — é uma devoção pelas humanidades ou cultura literária. no decorrer da história européia. para constituir atualmente uma parte fundamental da abordagem ocidental à ciência. à ética e à lei.  Humanismo Cultural — é a tradição racional e empírica que teve origem.  Humanismo Filosófico — é uma visão ou um modo de vida centrado na necessidade e no interesse humanos. nas antigas Grécia e Roma e evoluiu.

Muitos grupos seculares [. como "uma filosofia naturalista que rejeita todo supernaturalismo e repousa basicamente sobre a razão e a ciência.  Humanismo Moderno — também chamado Humanismo Naturalista. muitas congregações Unitário-Universalistas e todas as sociedades de Cultura Ética descrevem-se como humanistas no sentido moderno. sobre a democracia e a compaixão humana".Humanismo Cristão — é definido em dicionários como sendo "uma filosofia que defende a auto-realização humana dentro da estrutura dos princípios cristãos". Corliss Lamont. Hoje em dia. Esta fé com maior direcionamento humano é em grande parte produto da Renascença e representa um aspecto daquilo que produziu o humanismo da Renascença. Humanismo Ético. do Unitarianismo e do Universalismo. Fonte: http://www..com/Athens/4539/humanismo. O Humanismo Moderno tem uma origem dual.geocities.  Humanismo Secular — é uma conseqüência do racionalismo do iluminismo do século XVIII e do livre-pensamento do século XIX..] e muitos cientistas e filósofos acadêmicos sem outra filiação defendem esta filosofia.htm . é definido por um dos seus principais proponentes.  Humanismo Religioso — emergiu da Cultura Ética. e Humanismo Democrático. tanto secular quanto religiosa. e estas constituem suas subcategorias. Humanismo Científico.

    Cidades-estado riquezas Revolução Comercial – Mercantilismo – Fortalecer o Estado e a burguesia – transição do feudalismo para o capitalismo – início da acumulações primitivas de capital pelos Estados europeus Ambiente cultural Imprensa .

http://www.gutenbergdigital.de/gudi/eframes/index.htm .

P.M. (.” BARDI.Sforza – Milão .15 .Bentivoglio – Bolonha  Nicolau Maquiavel (1469 – 1527) – ciência política – O Príncipe (1512) – Referência aos ―príncipes‖ – Dedicatória a Lorenzo de Médici  “O impulso cultural do Renascimento revigorou valores opostos aos dos homens medievais. São Paulo: Abril. p.– Médici – Florença .) A filosofia passa a ser platônica e a idéia terrena faz nascer uma ciência fundamental: a política. 1983. Gênios da pintura – góticos e renascentistas.. Em todos os campos do saber emergiu uma vitalidade cultural que rompia com os tradicionais limites.

.

Em 1401 foi realizado concurso para a execução da 2ª porta. que foi concluída em 1424. norte e sul. com cenas da vida de São João.realizada por Andrea Pisano em 1330.  Porta oeste . chamada de “Portas do Paraíso’ Andrea Pisano .Em 1425 foi iniciado os trabalhos para a 3ª porta. Construído em cerca de 1050  Possui 8 lados e 3 portas – oeste.  Porta norte .  Porta sul .

Detalhes da porta de Andrea Pisano .

Andrea Pisano Ghiberti 1330 1425 Ghiberti 1452 .

ourives (início) e de grande erudição  Participou do concurso para a porta do Batistério de São João  Algumas de suas obras (arquitetura): .1377 – 1446 Arquiteto.Capela Pazzi   .Igreja de São Lourenço .Palácio Pitti .Cúpula (domo) do Duomo – Santa Maria del Fiore .Hospital dos Inocentes . escultor.

com especial atenção ao campanário  Domo ou cúpula – realizado por Brunelleschi em 1434  .Iniciada em 1296 por Arnolfo di Cambio  Giotto deu continuidade.

.

.

 Realizado entre 14191427 . Hospital público para assistência a bebês abandonados.  Patrocinado por Cosme de Médicis.

.

Detalhe da fachada do Hospital dos inocentes Medalhões realizados por Della Robbia .

1557-66 . XVII – . Construído para Luca Pitti em 1458  Projeto creditado a Brunelleschi  Passou por ampliações: .metade do séc.

.

.

.

esculturas . 1386 – 1466  Escultor  Foi ajudante de Ghiberti na porta norte do Batistério de São João  Trabalhou no Duomo .

.

Profeta Abacuc São João .

XV 1400 Séc.Séc. XVI 1500 •1401-1428 Masaccio •1416-1492 Piero della Francesca •1430-1516 Giovanni Bellini •1431-1506 Mantegna •1445-1510 Botticelli •1449-1494 Ghirlandaio •1450-1523 Perugino . XIV 1300 Séc.

 Trabalhou

em Arezzo e Urbino

 Perspectiva científica como

pintura
 Geometria

- Formas

a base da

Battista Sforza e Federico da Montefeltro.
ca.1472 – dípticos – madeira – Uffizi, Florença

 Filho

do pintor Jacopo Bellini. Seu irmão
Gentile também foi pintor

a cor – percepção das
cores contidas na luz e no ar

 Sensibilidade para

 Veneza

.

 Pádua – Mântua – norte da Itália dos Ermitões em Pádua – vários murais destruídos durante a II GM  Igreja  Cunhado de Bellini .

A Lamentação do Cristo morto ca. 1490 .

1485 .Madona e os querubins ca.

 Florença  Relação das figuras com a composição .

Alegoria da Primavera – ca. 1478 .

Cupido – filho de Vênus – Pronto para atingir uma cas Cárites Mercúrio – guardião do reino de Vênus Zéfiro – vento do início de março Vênus – a cena ocorre em seus jardins Ninfa Clóris Clóris ressurge como Flora As Três Graças .

As três graças – afresco de Pompéia . da música e do amor.  Seus nomes eram Tália (a que traz flores). filha do Oceano. As Três Graças nasceram da união entre Zeus e Eurínome. Aglaé (brilho e esplendor) e Eufrosine (júbilo e alegria).  Eram damas de companhia de Vênus  Delas emana o deleite com a vida e a fruição da arte.

Rafael Rubens .

Botticelli .

O Nascimento de Vênus – ca. 1480 .

 Pintor Florentino  Realizou muitos retratos de seus contemporâneos  Michelangelo foi um de seus aprendizes .

Velho e o menino ca. 1480 .

Retrato de Giovanna Tornabuoni 1488 .

Retrato de uma menina .

Retrato de uma jovem mulher .

que trabalhou com ele .nome de sua cidade Natal – Perugia  Adotou  Pode ter sido orientado por Piero della Francesca  Seu trabalho influenciou Rafael.

Auto retrato 1497-1500 .

São Sebastião .

Rosselli .Botticelli .Perugino .Papa Sisto IV Inaugurada em 1483 Em 1482 foi encomendado afrescos para as paredes laterais da Capela a um grupo de pintores: .Ghirlandaio .Signorelli    .

.

.

.

 Escultor – pintor  Foi aprendiz de Ghirlandaio  Dissecou cadáveres e desenhou modelos O Juízo Final – 1534-41 .

Capela Sistina – teto – 1508-12 .

estudar plantas e animais.  . preparar quadros. uso de cores. fundamentos de perspectiva.Foi aprendiz de Andrea del Verrocchio  Aprendeu o trabalho de fundição.

completamente e com intensidade e precisão (pensamento de Leonardo)  Curiosidade  Dissecou mais de 30 cadáveres  Crescimento da criança no ventre  Sfumato .luz e sombra com delicadeza . Função do artista era explorar o mundo visível.

Verocchio .

.

 Madona das Rochas .

Madona das Rochas 1483-1486 1495-1508 A Virgem do Rochedo 76 .

.

.

.

– 1441  Estudou com Robert Campin  Naturalismo  Observação detalhada da realidade  Pormenores  Temas: o religioso e o cotidiano  1390 .

1420-25 .Hubert e/ou Jan van Eyck – Crucificação e Juízo Final – c.

1434 .Cumprimento às testemunhas? Levando sua mão até a da esposa? Vela acesa – Cristo / Deus que tudo vê Santa Margaret – protetora do parto Frutas / laranjas – fertilidade Cão fidelidade Descalços – ‗solo sagrado‘ / Santidade da união O casal Arnolfini .

.

Cenas da vida de Cristo Imagem refletida .testemunhas .

Jan van Eyck esteve aqui .

.

Hubert e Jan van Eyck – O Retábulo de Ghent .142 .

Retábulo fechado .

Gabriel Virgem .

Santos e Patronos .

Adão e Eva .

Homem com turbante vermelho 1433 .

.ao mesmo tempo mais simples fisicamente. pág. e mais rica em termos espirituais que a arte de Jan van Eyck‖ – Janson.177  Mestre das emoções  1399 .– 1464  ―..

Retrato de uma mulher – c. 1455

Senhora – c. 1435

Anunciação – parte central de um tríptico

– 1482  Personalidade instável  Aspecto ‗surreal‘  1440 .

.

– 1516  Imagens surreais  Simbólicas  Pecado / tentações  1450 .

 Jardim das Delícias .

paraíso . Parte central.