You are on page 1of 110

PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO

DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE
ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE
Relatório I – Diagnóstico Municipal a partir de uma
Leitura Comunitária

SALVADOR
MARÇO /2008
Ministério das Cidades
Ministro
Marcio Fortes de Almeida
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq

Presidente
___________________________________________________________________________________________

PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE

2

Erney Felício Plessmann de Camargo
Universidade Salvador – Unifacs
Reitor
Manoel Joaquim Fernandes de Barros Sobrinho
Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão:
Luiz Antônio Magalhães Pontes
Coordenador do Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Regional e
Urbano:
Alcides Caldas
Coordenadora do Curso de Arquitetura e Urbanismo:
Liliane Ferreira Mariano da Silva
Prefeitura Municipal de Entre Rios
Prefeito
Ranulfo Sousa Ferreira
Secretária de Turismo e Meio Ambiente
Karine Dantas Simões
Secretaria Municipal de Administração
Ana Lúcia Batista dos Santos
Secretaria Municipal de Agricultura
José Alexandre dos Santos
Secretaria Municipal de Transportes
Antonio Menezes dos Santos
Secretaria de Ação Social
Ana Maria de Almeida Alves
Secretaria Municipal de Educação
Eliana Suely Santiago Machado
Secretaria Municipal de Saúde
Maria das Graças Santos Oliveira.
Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Lazer
Odevaldo Ferreira Correria
Secretaria Municipal de Reparação Racial e Def da Mulher
Dalva dos Santos Lima
Secretaria Municipal de Obras e Assuntos Urbanos
Edmundo Machado

3

Equipe Técnica / Gerencial
NOME

Liliane Ferreira Mariano da Silva
Prof. Doutora Universidade Salvador - UNIFACS / Universidade
do Estado da Bahia - UNEB

Liana Silvia de Viveiros e Oliveira
Prof. Mestre - UNIFACS

Armando Branco
Prof. Especialista - UNIFACS

Karine Koch da Silva
Geóloga - UFRGS/ Arquiteta e Urbanista - UNIFACS

Rosenilda dos Santos Sousa
Estudante de Arquitetura e Urbanismo - UNIFACS

Luana Stifelman Alibio
Estudante de Arquitetura e Urbanismo - UNIFACS

Carlane Costa Dias
Arquiteta e Urbanista - UNIFACS

Maiana Fernandes Vaz Freitas
Estudante de Urbanismo - UNEB

Fernanda Guimarães Mazza
Estudante de Urbanismo - UNEB

Moacir Carneiro da Costa
Economista, Mestrando de Análise Regional - UNIFACS

Alcides dos Santos Caldas
Professor Doutor da UNIFACS

Neiton Conceição Santos
Estudante de Economia - UNIFACS

Maria Raquel Mattoso Mattedi
Prof. Mestre da UNIFACS

FUNÇÃO

Arquiteta e Urbanista
Coordenação Técnica

Arquiteta e Urbanista
Capacitação
Arquiteto e Urbanista
Arquiteta Urbanista e
Geóloga
Estudante de Arquitetura
e Urbanismo
Estudante de Arquitetura
e Urbanismo
Arquiteta e Urbanista
Urbanista
Urbanista
Economista
Geógrafo
Estudante de Economia

Socióloga

Gisele Oliveira de Lima
Historiadora, Mestranda em História - UFBA - Universidade
Federal da Bahia

Karine Dantas Simões
Secretária Municipal de Turismo e Meio Ambiente de Entre
Rios – BA
Nara Suzana Evangelhista Santana
Assessora Nível II da Secretária Municipal de Turismo e Meio
Ambiente de Entre Rios – BA

Igor Santos Batista
Diretor de Departamento da Secretária Municipal de Turismo e
Meio Ambiente de Entre Rios – BA

ATR
Coordenação Geral
Estruturação do Process
Estudos Técnicos Compl
Dinâmica Urbana
Estratégia de Desenvolvi
Projeto de Cidade
Programas e Projetos Es
Elaboração dos Relatório

Historiadora

Assessoria Ambiental

Estudos Técnicos Compl
Dinâmica Urbana
Estratégia de Desenvolvi
Projeto de Cidade
Programas e Projetos Es
Elaboração de Relatórios

Preparação da Base Cart
Estudos Técnicos Compl
Estimativa de Demandas
Diretrizes por campo - M
Programas e Projetos Es

Estudos Técnicos Compl
Econômico e Social
Estratégia de Desenvolvi
Diretrizes por campo (De
Social)
Montagem do Relatório d

Condução do processo d
Desenvolvimento Sócio C
Diretrizes por campo – H
Estudos Técnicos Compl
Diretrizes por campo - G
Estimativa de Demandas
Estudos Técnicos Compl
Econômico e Social
Diretrizes por campo - De
Social
Estratégia de Desenvolvi

Bacharel em Turismo
Bacharel em Turismo
Bacharel em Turismo

Coordenação Política e d
Revisão dos Cadernos d

4

LISTA DE QUADROS

Quadro 1 -

Quadro síntese das localidades de Capianga, Poços e Caboclo

18

Quadro 2 -

Quadro síntese da localidade de Timbó

19

Quadro 3 -

Quadro síntese da localidade de Negro do Mato

20

Quadro 4 -

Quadro síntese da localidade de Boa Vista

21

Quadro 5 -

Quadro síntese das localidades de Sítio do Meio

22

Quadro 6 -

Quadro síntese da localidade de Serraria / Vila de Ibatuí

24

Quadro 7 -

Quadro síntese das localidades de Formoso, Gamba e
Malhadinha

27

Quadro 8 -

Quadro síntese da localidade de Chapadinha

28

Quadro 9 -

Quadro síntese da localidade de Augustinho

29

Quadro 10 -

Quadro síntese da localidade de Rio Caatinga

30

Quadro 11-

Quadro síntese da localidade de Taboado

32

Quadro 12 -

Quadro síntese da localidade de Pedros

12

Quadro 13 -

Quadro síntese da localidade de Lagoa Redonda

35

Quadro 14-

Quadro síntese da localidade do Bairro Bela Vista – Sede

36

Quadro 15-

Quadro síntese da localidades de Rio Negro

38

Quadro 16-

Quadro síntese da localidade de Juruer

39

Quadro 17-

Quadro síntese da localidade de Humaitá

41

Quadro 18-

Quadro síntese da localidade de Imbé

42

Quadro 19-

Quadro síntese da localidade de Cabuçu

43

Quadro 20-

Quadro síntese da localidade de Furquilha

44

Quadro 21-

Quadro síntese das localidades de Rio Preto, Calçada Nova,
Itiúb e Tomé Alves

47

Quadro 22-

Quadro síntese da localidade de Aguazinha

48

Quadro 23-

Quadro síntese da localidade de Pedras

49

Quadro 24-

Quadro síntese da localidade de Fazenda Limoeiro

50

Quadro 25-

Quadro síntese das localidades dos Bairros Cidade Nova e
Nova Esperança – Sede Municipal

52

Quadro 26-

Quadro síntese das localidades de Catana I, Catana II e
Mamão

53

___________________________________________________________________________________________

PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE

6

Quadro 27-

Quadro síntese da localidade de Riachão

55

Quadro 28-

Quadro síntese das localidades de Corocas e Caracatu

56

Quadro 29-

Quadro síntese das localidades de Buri/ Nova Aliança, Macacos
e Areal

57

Quadro 30-

Quadro síntese da localidade do Centro – Sede Municipal

57

Quadro 31-

Quadro síntese da localidade de Massarandupió

60

Quadro 32-

Quadro síntese da localidade de Aldeia

62

Quadro 33-

Quadro síntese da localidade de Olaria

62

Quadro 34-

Quadro síntese da localidade de Sítio Novo

66

Quadro 35-

Quadro síntese da localidade de Subaúma

67

___________________________________________________________________________________________

PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE

Boa Vista e Frades 18 Reunião 03. Capebi e Quinhambinda 48 Reunião 16. envolvendo as localidades de Chapadinha. envolvendo as localidades de Timbó. Tomé Alves.2 FORMULÁRIOS APLICADOS 13 2. Serraria / Ibatuí 23 Reunião 05. Timbozinho e Fazenda Centro 21 Reunião 04. envolvendo as localidades de Cabuçu. envolvendo as localidades de Tabela. DIAGNÓSTICO MUNICIPAL 15 3. Fazenda Limoeiro. Sete Casas.1 REUNIÕES REALIZADAS E BREVE CARACTERIZAÇÃO DAS LOCALIDADES VISITADAS E/OU ENVOVIDAS 16 Reunião 01. envolvendo a localidade de Lagoa Redonda 33 Reunião 09./ Cinco Estradas. Roça Grande. Poços e Caboclo 16 Reunião 02. Jibóia e Itiúba 44 Reunião 14. Baixão e Furquilha 43 Reunião 13. envolvendo as localidades de Malhadinha. envolvendo a localidade do Bairro Bela Vista – Sede Municipal 35 Reunião 10.1 REUNIÕES COMUNITÁRIAS 13 2. envolvendo as localidades de Sítio do Meio. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS 12 2. Augustinho. Riacho Barro e Rio Caatinga 28 Reunião 07. Humaitá e Imbé 40 Reunião 12.3 I FÓRUM COMUNITÁRIO 13 3. envolvendo as localidades do Bairro Cidade Nova e Nova Esperança – Sede Municipal 50 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE 9 . Gamba e Pimenteira 24 Reunião 06. envolvendo as localidades de Prata. APRESENTAÇÃO 2. envolvendo as localidades de Pedras. Jabota. Formoso. envolvendo as localidades de Capivara. envolvendo as localidades de Rio Preto.7 SUMÁRIO 1. Negro do Mato. Calçada Nova. envolvendo as localidades de Juruer / Lombada e Rio Negro 37 Reunião 11. envolvendo as localidades de Taboado / Rebolo e Pedros 31 Reunião 08. Capianga. envolvendo a localidade de Aguazinhas 47 Reunião 15. Faz.

Pé de Serra. envolvendo as localidades de Catana I.2. envolvendo a localidade do Centro – Sede Municipal 57 Reunião 21.1 COMUNIDADES RURAIS 82 5.2 SEDE MUNICIPAL 82 6. Porto Sauípe e Água Comprida 63 Reunião 23. Riachão.4 Coleta e disposição de resíduos 70 3. envolvendo as localidades de Canoas. Buri/ Nova Aliança. envolvendo as localidades de Massarandupió. Caracatu.2. Corocas. PRINCIPAIS DEMANDAS 73 4. envolvendo as localidades de Sítio Novo.3 Abastecimento de Água 70 3.2. Aldeia e Olaria 59 Reunião 22.2.1 Sistema Viário e Transportes Coletivos 69 3.1 COMUNIDADES RURAIS 74 4. Macacos e Areal 57 Reunião 20.2.2. Subaúma e Pantanal 65 PRINCIPAIS PROBLEMAS 69 3. Bom Sucesso e Chapada 54 Reunião 19. envolvendo as localidades de Buri / Algodão. Matuim. CONSIDERAÇÕES FINAIS 84 REFERÊNCIAS 86 APÊNDICES 87 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .5 Saúde 71 3. envolvendo as localidades de Aderno/ Camaçari.2 Esgotamento Sanitário 69 3.2 SEDE MUNICIPAL 80 5.2.7 Festas Locais 71 4.2. Reunião 17. OUTRAS DEMANDAS MUNICIPAIS 81 5.6 Educação 71 3. Catana II e Mamão 52 Reunião 18.8 3. São Matheus.

9 1. APRESENTAÇÃO ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

APRESENTAÇÃO Este é o Relatório do Plano de Sensibilização e Mobilização Comunitária. estabelecidas em ordem de prioridade. parte integrante do Projeto de Revisão e Atualização do Plano Diretor Urbano do Município de Entre Rios. em apêndice (Apêndice 2). Após este processo. desenvolvido no período que se estendeu de 24 de outubro a 8 de novembro de 2006. com a participação de 195 pessoas. bem como as respectivas demandas. na sede municipal. a relação das comunidades rurais e dos bairros da sede municipal que participaram do processo. na aplicação de formulários de levantamento de informações básicas sobre cada um dos povoados ou distritos visitados. O objetivo geral do Plano consistiu no envolvimento da população municipal no seu processo de revisão. Conforme estabelecido no Documento “Plano de Sensibilização e Mobilização Comunitária” (Apêndice1). foram realizadas ainda três outras reuniões. fracos de cada uma ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Apresenta-se.10 1. para a consecução daquele objetivo foram realizadas reuniões comunitárias convocadas a partir da identificação prévia das redes de associativismo e grupos de moradores (formais e informais) locais. realizado no dia 15/12/2006. elaborado no ano de 2006/2007. os distritos e os seus respectivos povoados. bem como pontos fortes. o presente Relatório está dividido em quatro (4) partes assim distribuídas: no Capítulo 2. bem como um breve relato do I Fórum Comunitário. considerando-se a sede municipal. no Capítulo 3 apresentase o Diagnóstico Municipal formatado de acordo com os procedimentos utilizados nas reuniões comunitárias realizadas. e que culminou com o envolvimento de 71 comunidades rurais e 936 participantes. Através da aplicação de técnicas de levantamento de informações e dinâmicas de grupo. localizado no litoral norte do Estado da Bahia. que consistiram na realização de reuniões comunitárias. foram identificados os problemas e as oportunidades locais. Além desta Apresentação e das Considerações Finais. apresentam-se as atividades desenvolvidas.

a relação das comunidades e respectivo número de participantes (Apêndice 2) e. as demandas das comunidades. estabelecidas em ordem prioridade.11 delas. Em Apêndice são apresentados o Plano de Sensibilização e Mobilização Comunitária (Apêndice 1). ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Nos capítulos 4 e 5 apresentam-se. separadamente. por fim. a Ata do I Fórum Comunitário realizado (Apêndice 3).

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .12 2.

disponibilidade de Infra-estrutura (sistema viário e acessibilidade. além da equipe técnica responsável pela revisão e adequação do Plano Diretor de Entre Rios. no Centro Comunitário . totalizando. REUNIÕES COMUNITÁRIAS No período de 24 de outubro a 08 de novembro de 2006. bem como outras informações pertinente à cada localidade levantada.3. das 10:53 horas às 17:00 horas. além de secretários e técnicos do Município d eEntre Rios. 2. funcionamento dos sistemas públicos de Educação e Saúde. No turno da manhã foram apresentados os resultados do diagnóstico municipal realizado com base na percepção das comunidades residentes. 936 e 195 participantes.1. envolvendo 71 comunidades rurais e dois bairros e a área central da sede municipal. I FÓRUM COMUNITÁRIO O I Fórum Comunitário realizou-se no dia 15 de dezembro de 2006.13 2. FORMULÁRIOS APLICADOS Simultaneamente à realização das reuniões comunitárias. 2.CECOPAR. iluminação pública). ao longo do processo de sensibilização e 1 Participou da reunião o Prefeito Ranulfo Ferreira. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .2. contando com a presença de autoridades municipais1. levantando informações sobre o número estimado de domicílios e moradores. saneamento básico. foram aplicados formulários em 32 comunidades rurais. rede de associativismo existente. principais atividades produtivas desenvolvidas nas localidades. respectivamente. foram realizadas 23 Reuniões Comunitárias.

No turno vespertino. foi aberto o debate aos participantes que discutiram e complementaram com informações e detalhamento o referido Diagnóstico. os participantes formaram três grupos de trabalho. formado por técnicos do Município. após o almoço. dedicou-se à discussão e complementação do Diagnóstico Municipal. por fim. Ao término desta explanação. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . do Estado e da iniciativa privada. cada qual com um objetivo específico. dedicou-se às discussões relativas à gestão do PDDU municipal. em anexo (Anexo 3) a ATA do Fórum Comunitário.14 mobilização. o GT 3 (Grupo de Trabalho e Acompanhamento). formado por representantes da sociedade civil. formado por representantes das comunidades rurais e associações de moradores. Apresenta-se. dedicou-se ao levantamento e discussão de Projetos Estratégicos para o desenvolvimento municipal e. O GT 1 (Grupo de Consulta). o GT 2 (Grupo de Impulsão). partidos políticos e Câmara Municipal.

15 3. DIAGNÓSTICO MUNICIPAL ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

Não tem nem agente de saúde. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .1. pequena agricultura. Educação: Apenas 01 escola de 1ª a 4ª série. Localidade: Capianga Número de domicílios: 60 casas População estimada: 480 habitantes. Principais atividades produtivas: Na lavoura de mandioca.16 3. Capianga. Não existe creche. REUNIÕES REALIZADAS E BREVE CARACTERIZAÇÃO DAS LOCALIDADES VISITADAS E/OU ENVOLVIDAS REUNIÃO 01 LOCAL: Escola Padre Manoel da Nóbrega . Saúde: Inexistente. Poços e Caboclo Localidade: Prata Número de domicílios: Não estimada População estimada: Não estimada Principais atividades produtivas: roçado. sendo na maior parte do tempo na roça de terceiros e no tempo livre na própria.  Iluminação: NR  Pavimentação: NR  Acessos: pode ser considerado um ponto positivo por ser bem próximo à BR.Poços LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Prata. Ou a comunidade queima ou utiliza como adubo. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Joga no terreno  Abastecimento de água: Água do rio  Coleta de lixo: não há coleta.

feijão. Educação: Turma seriada de 1ª a 4ª série.  Abastecimento de água: Poço artesiano individual mas sem bomba. 2. A partir da 5ª vão para Araçás ou Entre Rios. costumam ir na feira e nos supermercados de Alagoinhas.17 Educação: 1 escola com 2 salas de aula . 3ª e 4ª séries separados e o pessoal da 1ª. A maior dificuldade é telefone e o transporte.  Coleta de lixo: Não existe. amendoim (agricultura familiar). onde existem 13 casas de taipa e em condições extremamente prcárias. com cerca de 20 alunos na Escola Padre Manoel da Nóbrega. Localidade: Poços Número de domicílios: 60 domicílios População estimada: NR Principais atividades produtivas: Roça: mandioca. Quando precisam de atendimento vão para Entre Rios ou Alagoinhas. junto com a educação infantil.  Iluminação: -  Pavimentação: -  Acessos: - Outras informações/observações: 1. Quando precisam comprar algo. Saúde: Não existe Posto Médico nem agente de saúde. a comunidade queima o lixo em uma valeta ou no próprio quintal. até a 4ª série . por julgarem melhores que os de Entre Rios. 3. Foram entrevistados quatro representantes de Capianga. sendo os alunos da 2ª. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Negra. milho. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Saúde: Não tem agente saúde Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Algumas com fossa. Há um foco de pobreza na Rua da Fumaça.

REUNIÃO 02 LOCAL: Escola Antônio Carlos Magalhães . Fonte: Levantamento direto. 3. Boa Vista e Frades Localidade: Timbó Número de domicílios: 25 casas População estimada: Principais atividades produtivas: Roças de subsistência Educação: 01 escola de 1ª a 4ª série. 2. 3. pontos fracos e demandas. 4. Falta de posto de saúde Demandas em ordem de prioridade 1. Agricultura Br 101 Turismo Apicultura Pontos Fracos 1. 3. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Coleta de lixo: Enterra e queima. Manutenção das estradas Posto de saúde Energia Transporte coletivo Telefone Quadro 1 – Quadro síntese: pontos fortes. com 09 casas sem luz. Falta de transporte 6. Poços e Caboclo Pontos Fortes 1. 2.  Iluminação: Só tem energia elétrica na via principal. sanitários 5. 4.Timbó LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Timbó.50) Tem transporte escolar LOCAL: Capianga. falta de poço artesiano. Não possui educação para adultos. Estradas Falta de indústria Falta de emprego Infra-estrutura da escola de Poços: Iluminação. Negro do Mato.  Pavimentação  Acessos Outras informações/observações:  Para ir até a sede têm que andar cerca de 4Km até a Br. para só então pegarem um transporte (Passagem: R$ 2. 5.18  Abastecimento de água: Poço artesiano sem água encanada. 4. 2. 2006. Não possui creche.

 Pavimentação. Serviço de saúde 3. pontos fracos e demandas. Festas populares Pontos Fracos 1.  Acessos. Terras férteis (em Prata) 2. Algumas vezes pegam carona no transporte escolar. recursos e assistência técnica para a agricultura Quadro 2 – Quadro síntese: pontos fortes.  Coleta de lixo: -  Iluminação. as visitas dos agentes de saúde têm intervalos muito longos. o deslocamento para a sede para sede para atendimento é considerado precário. percorrendo uma distância de 6km. energia elétrica 2. transporte para estudantes a noite / melhoria das estradas 4. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: despejos no Rio. Energia elétrica Demandas em ordem de prioridade 1. Desemprego 7. População estimada: NR ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Creche 2. Antigamente a comunidade fazia a reza de Cosme e Damião. plantando mandioca e criando galinha para vender na feira Sitio do Meio. LOCAL: Timbó Pontos Fortes 1. Esgotamento sanitário 6. casa de farinha moderna 5. Abastecimento de água 5. Fonte: Levantamento direto.19 Saúde: Não possui posto de saúde.  Abastecimento de água: Rio. Estradas 4. água de boa qualidade encanada 3. Localidade: Negro do Mato Número de domicílios: NR Principais atividades produtivas: Trabalham na roça. Outras informações/observações:  Para pegar transporte precisam andar até a Prata. 2006.  Toda a comunidade é caracterizada como foco de pobreza.

2. Festa de reis 3. 10. Casa de farinha 6. 8. 9. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .As pessoas costumam andar cerca de 4km para chegar até a BR e pegar um transporte. Santo Antônio e tem também a Festa de Reis. mas tem uma escola até a quarta série.  Abastecimento de água: Poço artesiano que não funciona.Festejam São João. LOCAL: Negro do Mato Pontos Fortes 1. 7. pontos fracos e demandas. Poço 3.  Iluminação:  Pavimentação: não tem pavimentação  Acessos: pela BR Outras informações/observações: . Escola e creche 2. 5. 6. 11. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: o esgoto corre a céu aberto ou é enterrado. Transporte 5. Aramazém Quadro 3 – Quadro síntese: pontos fortes. Fonte: Levantamento direto. 2006.  Coleta de lixo: o lixo é jogado a céu aberto. Saúde: Tem um agente de saúde que aparece uma vez por mês. Localidade: Boa Vista Número de domicílios: 30 casas População: Principais atividades produtivas: Agricultura / roça. 4. 3. . Terras Férteis Pontos Fracos 1.Possui um cocho com água da chuva . Educação: Não tem creche. Energia elétrica 2.20 Educação: Não tem escola. Construção de casas 4. Estradas Poço sem funcionamento Escola (pré-escolar) Saída do Médico Transporte Telefone Casas de taipa Quadra de esporte Pouca terra pra plantar Esgotamento sanitário Coleta de lixo Demandas em ordem de prioridade 1. Festa de Santo Antonio 4.

Abastecimento de água 3.21 Saúde: Não tem postos ou agentes de saúde. 2. Artesanato 2. Outras informações/observações: 1. 3. Côco 4. 2. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa. 4. Carvão 6. banana 3. Frutas: Caju (para doce e castanha). Para comprarem até o básico. Serviço de saúde 2. Maria Alves Pimenta – Sítio do Meio LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Sítio do Meio. Sete Casas. 5. as pessoas têm de ir até a sede para telefonar. Mandioca 5. LOCAL: Boa Vista Pontos Fortes 1.  Iluminação: -  Pavimentação: -  Acessos: A estrada está péssima. Existência de energia elétrica Pontos Fracos 1. Timbozinho e Fazenda Centro ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Telefone público Quadro 4 – Quadro síntese: pontos fortes. pontos fracos e demandas. Fonte: Levantamento direto.  Abastecimento de água: Poço (3 ou 4)  Coleta de lixo: não há coleta. Creche 4. REUNIÃO 03 LOCAL: Escola Profª. A comunidade enterra ou queima. 2006. precisam ir até a Sede. Dificuldade de escoar a produção de artesanato Ausência de esgotamento sanitário Estradas em condições precárias Analfabetismo de adultos Escola sem água Desemprego de jovens Demandas em ordem de prioridade 1. Devido à falta de telefone público. 6.

Educação: Escola do infantil à 8ªserie / Ensino Fundamental Saúde: Existe um Posto médico.  Coleta de lixo. A água é encanada e tratada e distribuída pela EMBASA.Existe um foco de pobreza na Rua Lourival Batista e há uma Festa de Fim de Ano da Barroquinha (Folclore).000 e 2200 habitantes.  Pavimentação. Outras informações/observações: . abandonado. Nada foi mencionado. 02 vezes por semana mais varrição e capinagem.  Abastecimento de água. Principais atividades produtivas: Boa parte dos habitantes trabalha nas empresas de reflorestamento e na roça. Pontos Fortes LOCAL: Sítio do Meio Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .22 Localidade: Sitio do meio Número de domicílios: População estimada: entre 2. Alguns têm fossa séptica mas alguns ainda despejam os dejetos no Rio Subaúma.  Acessos. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário.  Iluminação. sendo que os aposentados correspondem a 30% da população.

REUNIÃO 04 LOCAL: Escola Castro Alves . Cemitério em 10. Bordadeiras 3. com médico uma vez por mês. Abastecimento de 19. Posto medico 7. Farmácia água 12. Matadouro 12. Parabólica comunitária 8. Festas populares tradicionais 2. Curso de 2º grau destruído 15. Fonte: Levantamento direto. Especialistas da área de saúde ruína 11. Segurança casas destruídas 8. com 178 alunos matriculados de 1ª a 4ª série. População estimada: 900 pessoas Educação: Escola Municipal Castro Alves. Açougue 14. Energia elétrica (Lourival Batista e calçamento 1lote) 2. Estação ferroviária pelas chuvas 9. Saneamento precária 6. Ruas sem 1. Correio 10. Antena parabólica 13. Mais uma caixa d’água péssimas condições 18. Casas em 17. Coleta de lixo 9. Mercado 16.Serraria / Ibatuí LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Tabela. pocilgas etc. Mercado interditado 13. Escola 6. Reforma das casas 4. Rio Subaúma 3. PSF ainda não foi implantado: Projeção junho de 2007. Produção de farinha 4. Falta de medico Quadro 5 – Quadro síntese: pontos fortes. Calçamento (acesso principal e sem asfalto povoado) 3. Infra-estrutura: ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . loteamento (que está parado) poluído 4. ACODESC – Associação Comunitária e Desportiva de Sítio do Meio 5. Serraria / Ibatuí Localidade: Vila Serraria/Ibatuí Número de domicílios: Principais atividades produtivas: Diarista em fazenda. Creche 9. Ampliação do cemitério 11. Iluminação 5. Lazer 7. Estrada principal 2. Levantamento de 7. Saúde: 01 posto.23 1. Via férrea 5. Transporte 6. 2006. pontos fracos e demandas. mais o pré. Limpeza urbana 8. Água encanada LOCAL: Sítio do Meio 1.

Sanitário nas residências 12. com maior desenvolvimento econômico até mesmo que a sede. Mercado de serraria 8. entre 1920 / 1930 até a década de 1960. 2. Qualidad e da água 4. Novas industrias (geração de ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Iluminação:  Pavimentação:  Acessos: Outras informações/observações: 1. Falta de áreas para lazer 9. 13. tanque de 40. Quando precisam comprar algo costumam ir para a Sede. Iluminação 4. Pavimentação das ruas (Rua de situado em Pedros) baixo. Pavimentação das estradas e 2. rua do 7. O lugar já foi bem mais movimentado . Módulo policial 4. Como festividade local pode ser citado o tradicional 13 de junho (Santo Antônio). ambulância e equipamentos 5.  Coleta de lixo: nas 3ª e 6ª vem carro da sede buscar o lixo caseiro. Saneamento básico transporte público 3. Inexistência de carro para cruzeiro. Reforma da casa de farinha 15. Casa de farinha 8. (festa do padroeiro) 6. Tratamento de água 3.uma espécie de sede. Saneamento básico (parque) 10. Cemitério 11. Arboriza ção das ruas LOCAL: Serraria / Vila de Batui Demandas em ordem de Pontos Fracos prioridade 1. Localização do PSF (hoje 5. Transporte 11. Manutenção das estradas de saúde 6. rua do cemitério. Pontos Fortes 1. mas há necessidade de tratamento /água “in natura” distribuída em rede por gravidade. Falta de emprego 7. Falta de espaço para a 1. Praças e parques 9. Solo fértil 3. Falta de áreas para idosos e 12. Limpeza pública 8. PSF. Tratamento de água pratica de esportes (futebol) 2. Clima 2. A população não paga pela água.  Abastecimento de água: A água é de uma nascente local. Biblioteca 14.000 l. rua do fundo da igreja) socorro 6. Iluminação publica (rua da areia) 10. Festejos de Santo Antônio 5. Bumba meu boi 7.24  Esgotamento Sanitário: Fossa séptica. Reforma do matadouro grupos de mães.

População estimada: 2000 hab Principais atividades produtivas: na lavoura ou como diaristas. pontos fracos e demandas. Abastecimento irregular: Poço artesiano. REUNIÃO 05 LOCAL: Escola Oliveira Brito .25 emprego) Quadro 6 – Quadro síntese: pontos fortes. Fossa negra (poucas)  Abastecimento de água.  Coleta de lixo. 2. 2006. Fundamental até 4ª serie Saúde: Posto e 03 agentes de saúde para Formoso. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário. 164 alunos.Gamba e Malhadinha. Há muito transporte clandestino. Obs: Não tem data certa. Boa parte das terras foram vendidas para as empresas de reflorestamento. Gamba e Pimenteira Localidade: Formoso Número de domicílios: 740 famílias. Fonte: Levantamento direto.Formoso LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Malhadinha. Formoso / Cinco Estradas. Educação: Escola Municipal Oliveira Brita. chafariz e cx da CERB. Semanal: 3ª e 6ª  Iluminação:  Pavimentação: Outras informações/observações: 1. Localidade: Gamba Número de domicílios: Em torno de 20 casas ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

mas não possuem dinheiro para mão de obra nem dinheiro para se deslocar para sede. não tem trabalho para mulher. 2. Quando precisam de transporte precisam andar até Formoso. Necessidade de Capela São Marcos. Usam o mato. Existe um Samba entre setembro e dezembro. Saúde: Não possui posto de saúde. Por isso. 4. Fazem artesanato. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Obs: Não aparece assistente de saúde ha 04 meses Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Não tem vaso sanitário. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Negra  Abastecimento de água: Poço /cisterna. 3. Saúde: Assistente de saúde raramente aparece.  Abastecimento de água: Carro pipa ou brejo.  Coleta de lixo: Queimam o lixo. Educação: Escola até 3ª série. Localidade: Malhadinha Número de domicílios: Aproximadamente 62 casas População estimada: Principais atividades produtivas: Agricultura Educação: Uma escola de ensino fundamental até a 3ª série com uma única sala para atendimento a todas as séries ao mesmo tempo (regime seriado). sem creche. Outras informações/observações: 1.  Iluminação:  Pavimentação:  Acessos: Péssimo. Criança só na escola após os 07 anos. elas costumam fazer esteiras. agricultura de subsistência.26 População estimada: Principais atividades produtivas: Vende mandioca na feira. o serviço é realizado pelos agentes de saúde com visitas semanais.

Toda a região do povoado é considerada como oco de pobreza. Gambá. Pontos Fortes LOCAL: Formoso.27  Coleta de lixo: é ealizada de 08 em 08 dias  Iluminação:  Pavimentação:  Acessos: Outras informações/observações: . Malhadinha Demandas em ordem de Pontos Fracos prioridade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

Reforma do mercado 16. segurança publica 8. Energia elétrica (inexistente em Gambá) 9. Água Mata nativa (Toca Grande. Construindo casa de idoso (privada) 9. ruas transversais e principal (pavimentação) 13. Fonte: Levantamento direto. REUNIÃO 06 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Organização do trafego (transito de carretas de madeira) 7. Iluminação publica (Formoso e Malhadinha) 12. Igreja (Malhadinha) 10. ampliação do Tanque de água de Malhadinha Quadro 7 – Quadro síntese: pontos fortes. emprego 10. renovação da instalação elétrica (escola de formoso) 20. candomblé) 7. Ampliação e melhoria do cemitério 13. ampliação do cemitério 11. Escola agrícola de Aguazinha 1. transporte 7. água (gambá). 2006. Falta de telefone público 16. Futebol amador 10. 2. melhoria habitacional (déficit) 17. Tradição cultural (samba de roda. melhoria das estradas (formoso) 3. Melhoria da casa de farinha 18. monocultura do Eucalipto que esvaziou o Rio Gambá 15. organização de praças 6. reza de são Cosme. Fazenda Limoeiro) 3. água (gambá) 14. ampliação da creche de Amélia 21. esporte/lazer 5. regularização fundiária de Gambá saneamento 18. melhoria habitacional 6. infra-estrutura urbana 4. Capacitação do professorado 1. Pavimentação das ruas 11. emprego (desenvolvimento econômico) 5. Quilombo (Gamba) 4. terno de reis. Igreja Evangélica (Malhadinha) 17. consultório odontológico 19. saúde transporte/estradas energia elétrica (iluminação publica) 4. Produção de farinha 8. 2. reforma do mercado para eventos 12. pontos fracos e demandas. Ampliação da creche 15. Proximidade com a Br 101 (facilidade de escoar a produção) 6. espaço de recreação (escola) 9.28 1. Telefones públicos e residencial 14. 3. melhoria da saúde (posto de saúde) 2. Ginásio (5ª a 8ª serie) em formoso 8. Terra produtiva 5.

Fonte: Levantamento direto. Outras informações/observações: . Frutas nativas (caju. 2006. assistência técnica e financiamento para a agricultura casa de farinha comunitária Quadro 8 – Quadro síntese: pontos fortes. jaca.Como festividade local existe a Reza de São Cosme e São Damião. trabalho 7. construção de novas habitações 5. policiamento 8. laranja. Pontos Fortes 1. pontos fracos e demandas. jenipapo) LOCAL: Chapadinha Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade 1.  Abastecimento de água: Cisterna.29 LOCAL: Escola João de Souza Bacelar . Riacho Barro e Rio Caatinga Localidade: Chapadinha Número de domicílios: 40 casas População estimada: Principais atividades produtivas: Nas próprias roças Educação: Escola de 1ª a 4ª série. melhorar as estradas/reconstrução da ponte improvisada que liga ao Rio Catinga 4. Roça Grande. Saúde: Somente agente comunitário de saúde Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: A céu aberto.  Coleta de lixo: -  Iluminação: a Energia é improvisada.Chapadinha LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Chapadinha. reforma do poço e ligação às casas energia 3. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . reforma/reconstrução de casas as com 2. Residênci 1. Augustinho. posto de saúde ou ambulância para doentes 6. multisseriada.

precisam se deslocar para a Sede. ambulância 7. LOCAL: Augustinho Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade 1. Água encanada e aumento do chafariz de estrada 2. Solo fertil 2. feijão e milho. Casa de farinha para a comunidade 3.  Coleta de lixo: Cada um queima seu lixo no quintal. Telefone público Quadro 9 – Quadro síntese: pontos fortes.Tem um transporte coletivo que passa 1 vez por dia em apenas 3 dias da semana.30 Localidade: Augustinho Número de domicílios: 40 casas População estimada: 200 pessoas Principais atividades produtivas: Lavoura.  Acessos. com apenas 01 sala em regime seriado para um total de 21 alunos. Outras informações/observações: . Saúde: Como não tem nem posto de saúde nem agente.  Abastecimento de água: Chafariz (1 km de distância). principalmente nas produções da mandioca.  Pavimentação. Educação: Escola até 4ª serie.  Iluminação. Falta de água 3. Fonte: Levantamento direto. Tranqüilida 1. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Balão. 2006. Energia elétrica para a igreja e o colégio 8. Manutenção da 1. pontos fracos e demandas. Mais visitas do agente de saúde encanada 4. Manutenção da estrada 2. Quebra mola em frente ao colégio publico 6. Falta de telefone 5. Apartir da 1ª serie tem transporte escolar que leva os alunos para sede. Localidade: Rio da Caatinga Número de domicílios: 38 famílias ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

Riacho do 3. Ambulância 1.Só tem transporte coletivo em dia de Feira. ambulância : mandioca.  Abastecimento de água: Poço artesiano individual e coletivo. Sanitários para localidade Rio da alguns moradores 4. Água encanada milho e feijão água 3. Construção de sanitários 3. 2.  Coleta de lixo: Queima o lixo. Agricultura 1.31 População estimada: Principais atividades produtivas: Educação: Escola de 1ª a 4ª serie (manhã) 15 alunos / regime seriado. quando precisam de atendimento vão para Pedros ou para a Sede Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Negra / Fossa Séptica.  Pavimentação. . Saúde: Não tem posto.  Acessos. LOCAL: Rio da Caatinga Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade 1. Ausência de 9. Posto medico com visita a cada dois meses Quadro 10– Quadro síntese: pontos fortes. Outras informações/observações: . Transporte coletivo o do Rio da 6. Ausência de rede de 5. Encanamento de 2. Rede de esgoto 11. Associaçã transporte coletivo 8. A esgoto 6. Ausência de 7. dedetização Caatinga 4. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . com caruru. 2006. pontos fracos e demandas. Pavimentação da estrada da 2. Fonte: Levantamento direto. iluminação publica comunidade 5.  Iluminação. Água para a escola Caatinga iluminação publica 10. Extinção da casa de taipa 4.Festividades locais: Festa de Sto Antônio e a Novena do mês de setembro.

 Pavimentação:  Acessos. 2. Tem transporte coletivo que passa uma vez por dia. mandioca e feijão. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .32 REUNIÃO 07 LOCAL: Escola Antônio Acioli de Menezes . Saúde:Não tem Posto em Taboado mas tem em Pedras (só clinica geral). Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa negra. em apenas três dias da semana. Apesar de existirem pequenos mercadinhos. Educação: 01 Escola em regime seriado até a 4ª serie.  Iluminação: A maior parte da comunidade tem energia elétrica regular e iluminação.  Coleta de lixo: Cada família queima seu lixo. a maior parte da população compra na Feira de Entre Rios (Sede).  Abastecimento de água: Atualmente existe um chafariz que não funciona e quando funcionar não irá abranger toda população. Quando precisam demais alguma coisa vão para a sede. Outras informações/observações: 1.Pedros LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Taboado / Rebolo e Pedros Localidade: Taboado Número de domicílios: 111 casas População estimada: 468 habitantes Principais atividades produtivas: Lavoura de milho. Apartir da 5ª vão para sede e para Aguazinhas.

carro para levar os doentes para Entre Rios 6. pracinha 7. Construção de novas habitações 10. Sanitário nas residências Quadro 11– Quadro síntese: pontos fortes. A céu aberto  Abastecimento de água. Solo pobre 1. 2006.  Acessos. Falta de telefone 4. a população costuma ir para a Sede e para Itamira.  Iluminação. 2. escola da creche à quarta serie mais próxima de Pedros 2. pontos fracos e demandas.33 LOCAL: Taboabo Pontos Fortes 1.Apesar de existir um comércio local. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Demandas em ordem de prioridade 1.  Pavimentação. Outras informações/observações: . melhoria das estradas 5. Tranqüilidade 2. telefone públiico 4. assistência social que pudesse encaminhar o pessoal para os medicos em Salvador 9. Fonte: Levantamento direto. Localidade: Pedros Número de domicílios: 119 casas População estimada: Principais atividades produtivas: Lavouras próprias. Educação: Escola da Educação Infantil à 4ªserie Saúde: Tem posto médico e agente de saúde Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário. Relações de vizinhança Pontos Fracos Escola Falta de iluminação publica 3. água encanada 3. Cisterna  Coleta de lixo: não tem coleta. iluminação publica 8.

Habilidades com artesanato. Cachoeiras da pedreira 2. praças (uma perto da igreja e outra do campo) 8. tapetes. pintura da igreja 12. que passa 4 vezes por semana. telefone publico 9. chapéu. Fonte: Levantamento direto. vassoura de folha. iluminação publica do povoado 10. Água encanada (há poço mas falta da sede ligação) 2. Distancia 1. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . dentista 7. esteiras. pontos fracos e demandas. melhoria das estradas (asfaltamento do acesso ou cascalhamento) 3. Educação: Da 1ª a 4ª serie do Ensino Fundamental nos três turnos são ministradas com salas separadas.34 . transporte gratuito (no sábado salobra principalmente) / transporte de doentes e gestantes / ônibus escolar / melhoria e ampliação do serviço de transporte para a sede 4. cestos de cipó LOCAL: Pedros Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade 1. Qualidade 2.Tem transporte coletivo. Qualidade das terras 3. quadra de esporte 11. material escolar Quadro 12– Quadro síntese: pontos fortes. 2006. reforma e reconstrução das casas de taipa 5. ampliação da escola 6. Pontos Fortes 1. REUNIÃO 08 LOCAL: Escola Nelson Vieira de Jesus – Lagoa Redonda LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Lagoa Redonda Localidade: Lagoa Redonda Número de domicílios: 610 Casas População estimada: Principais atividades produtivas: Avicultura (CAPEBI) onde emprega 70% das pessoas do local. Água 3.

o boxe realizado no Mercado Municipal e as festas escolares. 2. Recuperação do mercado municipal e da estrada do entroncamento até o Distrito. com uma coleta semanal. Como festividade existe o Samba de Roda. Recuperar o campo de futebol pertencente ao Esporte Clube Lagoa Redonda e construir um centro comunitário (já possui terreno para isso).35 Saúde: Posto médico com funcionamento precário que é complementado pelos agentes de saúde.  Coleta de lixo: Precária. Recuperar e tombar a estação ferroviária para a comunidade de Lagoa Redonda. c.  Iluminação:  Pavimentação:  Acessos: Outras informações/observações: 1. Esta ferrovia vai de Salvador até Messejana no Ceará. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Para desenvolvimento local precisa: a. b. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Negra  Abastecimento de água: Poço com água encanada.

Banda musical (“de lâmpada acesa” e “forropatia”) 8. Dois jogadores de futebol (lima e jamaica do colocolo: campeões 2006 do campeonato baiano) 9. esgoto pluvial) 7. Falta de distrito industrial 11. Transporte Público (deslocamento para a sede) 6. Segurança (um policial residente no povoado) 4. “os moradores que trocam as lâmpadas dos postes”. Tranqüilidade. Lixo (na entrada. padaria. policiamento) 5. Caruru e samba de roda em setembro 10. Pavimentação (rua do cemitério) 6. Serviços (farmácia. Iluminação Pública (geral.Ouvidoria Quadro 13– Quadro síntese: pontos fortes. Melhoria das Estradas 7. Flores. Clima bom (favorável para as plantações) 4. Saúde (material)/Escola 2. Cemitério). Carnaval de Lagoa Redonda Pontos Fracos 1. Falta de proteção da 12. Saneamento 3. 2. Educação de 5ª a 8ª série Saúde (serviços especializados. 2006. Iluminação Pública (praça e rua principal) 5. Espaço para escola 2. drenagem. odontologia. Infra-estrutura urbana (saneamento. pontos fracos e demandas. Fonte: Levantamento direto. Ar puro 5. supermercado) Demandas em ordem de prioridade 1. perto da estação ferroviária) 4. Plantações de eucalipto 10. REUNIÃO 09 LOCAL: Centro Educacional Maria de Lurdes Almeira Veloso – NÚCLEO – Sede LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Bairro Bela Vista ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .36 LOCAL: Lagoa Redonda Pontos Fortes 1. posto de saúde) 3. Segurança (atendimento. Rua da Lama. quadra de esportes 13. Revisão e manutenção da fiação dos postes 9. Lazer (quadra de esportesvôlei) 14. Terras produtivas 6. Espaço para implantação de parque para jovens e crianças 7. 8. paz 3. Centro cultural 15.

1. Curso técnico profissionalizante. Terra produtiva 11. Praias 17. 3. Melhoria das escolas Melhoria do serviço de saúde (odontologia no hospital) 3.  Abastecimento de água: Embasa. 3. 5. Rede de esgoto 5. Comunidade atuante 13. Escola 15. Capoeira 6. Demandas em ordem de prioridade Mau funcionamento do posto de saúde. 4. 7. O policiamento encontrase insatisfatório. 11. Falta de segurança pública. Melhoria do abastecimento de água 9. Rios 2. Água ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Iluminação: -  Pavimentação: -  Acessos: - Outras informações/observações: LOCAL: Sede . Praias 9. Agricultura 10. Rede de esgoto 10. Capoeira 14. 1. 4. Emprego 12. Radio comunitária 16. Há a 6.37 Localidade: Bairro Bela Vista Número de domicílios: Principais atividades produtivas: População estimada:15. Ineficiência na coleta de lixo. As ruas estão precisando de melhorias na pavimentação. Saúde 13. por caçamba.  Coleta de lixo: Diária. Radio comunitária 8. Agricultura Terra produtiva Praias/turismo Comunidade atuante 5. Melhoria das escolas Melhoria do serviço de saúde (odontologia no hospital) 8. Praias/turismo 12. Não existe o tratamento da água. 2. existe apenas um hospital onde faltam especialidades como dentista. Escola 7. Melhoria do abastecimento de água 4. Curso técnico profissionalizante. A água encanada é classificada como suja. 2.000 pessoas Educação: Saúde: Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Rede de esgoto que leva para estação de tratamento.Bairro Bela Vista Pontos Fortes Pontos Fracos 1. gerando lixões nas ruas.

Merenda escolar Existência de apenas uma escola de 2° grau Ausência de incentivo ao artesanato Inexistência de biblioteca Inexistência de fabricas e industria de reciclagem. 20. Ar puro 6. Posto de INSS/DETRAN/Caixa Econômica 30. 21. Centro de referencia para a mulher 34. Projeto de inclusão social para jovens 36. 19. 23. 8. 9. 15. Recuperação do matadouro 27. Sucateamento dos transportes coletivos e do transporte escolar. Geração de empregos Quadro 14– Quadro síntese: pontos fortes. Faculdade Policiamento Estádio 17. 20. 2006. Poluição do lençol freático pelos dejetos d o cemitério 14. A rede de esgoto e o saneamento são vistos como um ponto fraco. Ausência de instituição de ensino superior. 21. Centro de tratamento para dependente químico 33.38 18. Delegacia para mulher 35. Centro de fomento à cultura 31. Postos de saúde 26. pontos fracos e demandas. 13. Recuperação do estádio de futebol 25. Ginásio 38. 14. 15. 16. Implantação de outra escola de 2° grau 29. 11. 22. Fonte: Levantamento direto. 12. Falta de espaço para os idosos. 18. Asilo 32. 17. A péssima condição da estrada que liga às praias foi citada como ponto fraco. 16. Praça da saudade 19. Geração de empregos na área de reciclagem 28. A iluminação pública está deficiente. Falta de profissionalização. 7. Não existe creche. Revitalização dos rios 37. 18. 19. Cemitério novo Reforma do estádio SAC Creche Ampliação da Apae Praça para crianças Área de lazer para idosos e jovens (centro cultural) 24. Desemprego: poderia haver o programa do 1° emprego. REUNIÃO 10 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . 10. necessidade de um posto policial.

Abastecimento de água 10. Saneamento básico 4. agente de saúde/posto de saúde 3. produtivas 2. pontos fracos e demandas. Não tem coleta de lixo 8. Transporte escolar não entra Estrada péssima Não tem agente de saúde Energia elétrica (casas e pública) 5. Produção de mandioca 3. Água Pontos Fracos 1. Segurança Demandas em ordem de prioridade 1. Segurança 7. Transporte Escolar 2. Cooperativa de reciclagem 8.39 LOCAL: Esc. Ampliação das especialidades médicas na sede 11. Rio Negro Localidade: Rio Negro Número de domicílios: 30 casas População estimada: Principais atividades produtivas: Roça e alguns estão desempregados Educação: Uma sala para todas as series. Acompanhamento agrônomo Quadro 15– Quadro síntese: pontos fortes.(Solicitam ampliação) Saúde: Não tem nem posto nem agente de saúde. Falta de representação comunitária 9. Ampliação da escola 9. Escola com 01 sala para todas séries 10. 2006. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Céu aberto  Abastecimento de água: Poucos poços  Coleta de lixo: Queimam  Iluminação:  Pavimentação:  Acessos: Outras informações/observações: LOCAL: Rio Negro Pontos Fortes 1. 3. Não tem banheiro nas casas 7. Falta dentista na hospital da sede 11. Nossa Senhora das Graças – Rio Negro LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Juruer / Lombada. Energia 5. Fonte: Levantamento direto. 4. Não tem água encanada (poço) 6. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . 2. Terras férteis. Casa de farinha 6.

apenas o escolar. que só funciona pela manhã Saúde: Não existe posto nem são visitados por agentes de saúde Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário.  Coleta de lixo: Não há coleta a população que dá solução para os resíduos. As necessidades fisiológicos são realizadas a céu aberto (no mato) e não há banheiros nas residências.  Quando precisam comprar alguma coisa a população tem que se deslocar até a Sede.  Acessos.40 Localidade: Juruer /Lombada Número de domicílios: 46 residências População estimada: Principais atividades produtivas: Agricultura Educação: Uma escola de ensino fundamental até a 4ª serie. LOCAL: Jurer Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Abastecimento de água: Poços e fontes individuais.  Pavimentação.  Iluminação. Outras informações/observações:  Todo o distrito é considerado um foco de pobreza  Não tem transporte coletivo.

Humaitá LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Cabuçu. Iluminação Pública 6. Falta de representação comunitária 9. agente de saúde/posto de saúde 11. transporte 5. Segurança 8. Os outros alunos vão estudar em Entre Rios. Energia 2. 2006. Transporte escolar 7. 2. Transporte escolar não entra Estrada péssima Não tem agente de saúde Energia elétrica (casas e pública) 5. Não tem água encanada (poço) 6. Segurança 1. Falta dentista na hospital da sede 11. Fonte: Levantamento direto. Escola com 01 sala para todas séries 10. Humaitá e Imbé Localidade: Humaitá Número de domicílios: 60 famílias População estimada: Principais atividades produtivas: Roça . Ampliação das especialidades médicas na sede Quadro 16– Quadro síntese: pontos fortes. Cooperativa de reciclagem 9. Educação: Até a 4ª série em apenas uma sala em regime seriado. Acompanhamento agrônomo 4. trabalho em fazenda .41 1. Casa de farinha 10. Abastecimento de água 12. Não tem nem posto nem agente de saúde ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . 4. pontos fracos e demandas. Esgotamento sanitário (banheiros) 3.algumas pessoas trabalham com pesquisa na Petrobrás (temporário). REUNIÃO 11 LOCAL: Escola Getúlio Vargas . 3. Não tem coleta de lixo 8. Saúde: Usam o hospital da cidade. Não tem banheiro nas casas 7.

___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . melhoria da estrada 2. que prou de prestar serviço e ainda é superlotação. curso de capacitação na cidade com preço acessível 4. Olaria (necessita de investimento) 3. 50% água do poço  Coleta de lixo: Queima ou joga no mato  Iluminação: -  Pavimentação: - Outras informações/observações:  A água do riacho é poluída  Não tem transporte coletivo. 2006. Farinha (dependem da correção da acidez do solo) Pontos Fracos 1. Falta de união 2. Mandioca / coco / laranja / maracujá / melancia / abacaxi 5.42 Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Canal aberto e Fossa Séptica  Abastecimento de água: 5% água do rio. Falta de assistência de um agrônomo 4. agente de saúde / posto de saúde 3. As pessoas costumam pegar carona no transporte escolar. Fonte: Levantamento direto. pontos fracos e demandas. Artesanato em material reciclável 4.  Reclamações com relação à Catuense. LOCAL: Humaitá Pontos Fortes 1. água encanada ou poço / construção de sanitário nas casas 5. Terreno ácido 3. Desemprego 5. Agricultura que pode ser potencializada com assistência técnica ao pequeno agricultor 2.  Solo fraco. transporte coletivo em geral Quadro 17– Quadro síntese: pontos fortes. Maioria tem ajuda do bolsa família. Falta cursos de capacitação (preço caro dos que já existem) Demandas em ordem de prioridade 1.

Os estudantes estudam em Cardeal da Silva e Entre Rios(10 estudantes em Entre Rios) 60 alunos em Cardeal da Silva (manhã. Educação: Não possui escola. LOCAL: Imbé Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . mas precisam pegar um transporte para posto médico em Cardeal da Silva.noite). Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Séptica (minoria) Céu aberto  Abastecimento de água: Fazenda Gameleira : fonte  Coleta de lixo: Joga no quintal  Iluminação: -  Pavimentação: -  Acessos: - Outras informações/observações:  Imbé fica a 22 km da Sede de Entre Rios e a 22 km de Cardeal da Silva.tarde.  As compras geralmente são feitas em Cardeal da Silva e em Entre Rios.  Região da Calçada recebe Bolsa Família  Região de gameleira não recebe Bolsa Família  Festejam Cosme e Damião. São João e São Pedro. assistir tv. 80 famílias População estimada: Principais atividades produtivas: Bar. futebol e capoeira. Saúde: Tem visita de agente de saúde.43 Localidade: Imbé Número de domicílios: aprox.

2. 6. Mas o solo não é Muito fértil. curso de qualificação profissional 13. Saúde: Não tem nem posto nem agente de saúde . Iluminação publica 7. 2006. Localidade: Cabuçu Número de domicílios: Aproximadamente 50 casas População estimada: 300 pessoas por casa. Péssima condição das estradas 6. Posto médico 9.a população vai para Entre Rios Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Séptica  Abastecimento de água: Cada casa tem a sua  Coleta de lixo: A maioria queima o seu próprio lixo no quintal  Iluminação:  Pavimentação:  Acessos: Outras informações/observações: LOCAL: Cabuçu ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Produção de coco verde / castanha de caju 6. escola para adultos no turno da noite Quadro 18– Quadro síntese: pontos fortes. 7. Segurança publica 4. emprego 1. Agricultura de mandioca / casa de farinha 5. Fonte: Levantamento direto. 8. Péssimas condições no transporte escolar 8. definição das regiões que fazem parte de Imbé 11. telefone publico 10. 4.44 1. Educação: 01 escola com uma sala em regime seriado até 4ª serie (15 alunos)A partir da 5ª vai para Entre Rios com transporte escolar. 5. Saneamento básico 3. Transporte ligando a Entre Rios 5. 3. emprego água encanada melhoria das estradas transporte reciclagem do lixo / coleta do lixo iluminação publica posto médico / ambulância ponto de ônibus para passageiros e estudantes 9. Telefone 2. Clima do local 7. milho e feijão. Jogos de futebol / capoeira 1. Extração de petroleo / presença da Petrobras 2. Rio Sauípe 3. Tranqüilidade do local / segurança 4. pontos fracos e demandas. Principais atividades produtivas: Na lavoura de mandioca. área de lazer e cultura 12.

A facilidade de conseguir água 3. Helita Mandarino . A boa qualidade da água Demandas em ordem de prioridade Pontos Fracos 1. Fonte: Levantamento direto. posto médico / agente comunitário 2. 2006. maior apoio das secretarias para o desenvolvimento local Quadro 19– Quadro síntese: pontos fortes. telefone público 4. REUNIÃO 12 LOCAL: Escola Profª. Não tem serviço de saúde 2. Baixão e Furquilha Localidade: Furquilha Número de domicílios: 60 casas População estimada: Principais atividades produtivas: Roça Educação: Falta material e transporte para professores. A distancia da escola de Humaitá 4.Furquilha LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Capivara. A tranqüilidade 2. Não tem transporte coletivo 3.45 Pontos Fortes 1. Saúde: Tem Agente de saúde mas deixa a desejar Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Céu aberto  Abastecimento de água: Outros  Coleta de lixo: Queimam  Iluminação:  Pavimentação:  Acessos: - Outras informações/observações: LOCAL: Furquilha Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . oferta de transporte coletivo/ um abro de ônibus 3. pontos fracos e demandas. Falta de emprego 1.

6. Água 4. 3. 8. 2006. Calçada Nova. corte de lenha. e agente comunitário. 2. Proximidade da praia 1. 9. 4. Iluminação pública 5. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Balão. A tranquilidade 3. Saúde: O posto de saúde conta com uma emergência e um auxiliar de enfermagem. Esgotamento sanitário 8. Transporte 2. Saúde 7. Jatobá. Estradas/ponte 3. Ausência de telefone público 1. Os moradores 2. Associação de moradores 6. Educação: A escola local funciona ate a 4ª serie do ensino fundamental. Material escolar 9. Principais atividades produtivas: Lavoura.  Iluminação. pontos fracos e demandas. contam também com planejamento familiar. REUNIÃO 13 LOCAL: Escola Manoel da Silva Reis – Rio Preto LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Rio Preto. Terra infértil 11.46 1. canal aberto e uso do mato. água encanada transporte Posto de saúde/agente de saúde melhoramento das estradas casa de farinha comunitária Iluminação pública Telefone público Esgotamento sanitário Materiais para a escola Quadro 20– Quadro síntese: pontos fortes. 5. Fonte: Levantamento direto.  Coleta de lixo: È existente da entrada até o campo quem mora após este trecho queima. Jibóia e Itiúba Localidade: Rio Preto Número de domicílios: População estimada: 120 pessoas. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Tomé Alves. após esta as crianças precisam se deslocar com transporte escolar que leva os alunos para sede. 7. Lazer 10.  Abastecimento de água: Cisterna usada do visinho.

Saúde: Não tem posto de saúde contam apenas com agente comunitário.  Abastecimento de água: Cisterna. para ter atendimento tem que se deslocar até Rio Preto. Outras informações/observações: 50% da população local já possuem energia elétrica.47  Pavimentação. Educação: Não tem escola no local as crianças precisam se deslocar com transporte escolar que leva os alunos para sede.  Coleta de lixo: queima no quintal. População estimada: 56 pessoas.  Iluminação. feijão e milho. Localidade: Ituiba Número de domicílios: 52 casa com uma media de 6 pessoas. Principais atividades produtivas: Lavoura de mandioca. Principais atividades produtivas: Lavoura. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Educação: A escolar funciona até a 4ª serie do ensino fundamental a partir desta os alunos deslocam-se para a sede.  Acessos.Há uma obra pública em andamento que é a construção de um poço artesiano com 250m de profundidade para melhor servir a população local. não há sanitário nas casas.  Pavimentação. principalmente nas produções da mandioca. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Balão. Localidade: Tomé Alves Número de domicílios: 14 casas. População estimada: 312 pessoas. Outras informações/observações: .  Acessos.

Localidade: Calçada Nova Número de domicílios: 52 casa com uma media de 6 pessoas.  Pavimentação.  Acessos. Educação: A escolar funciona até a 4ª serie do ensino fundamental a partir desta os alunos deslocam-se para a sede. Principais atividades produtivas: Lavoura de mandioca.  Iluminação.Não tem um transporte coletivo para se deslocar do local precisam andar ate a BA para conseguir transporte. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Balão.  Iluminação. População estimada: 312 pessoas.  Abastecimento de água: Cisterna.  Abastecimento de água: Cisterna.48 Saúde: Como não tem posto de saúde e contam apenas com agentes de saúde. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Coleta de lixo: O lixo é jogado em vala. Outras informações/observações: . precisa se deslocar para a Sede ou a outras localidades como a de Rio preto.  Pavimentação. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Balão.  Coleta de lixo: queima no quintal. para ter atendimento tem que se deslocar até Rio Preto.  Acessos. não há sanitário nas casas. Saúde: Não tem posto de saúde contam apenas com agente comunitário. Associativismo: Outras informações/observações: 50% da população local já possuem energia elétrica.

Energia elétrica 8. Quadra poliesportiva 10. Violência de saúde roda 6. Tomé Alves Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade 1. feijão e milho. Falta de telefone ronda de 3. Escola nova para Calçada Nova e Itiuba 7. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Falta de áreas para lazer 3. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa séptica.Aguazinhas LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Aguazinhas Localidade: Aguazinhas Número de domicílios: 20 casas com uma media de 5 pessoas.49 LOCAL: Rio Preto. Telefone publico 9. Facilidade 2. dentista. Poluição dos lençóis 4. Silencio 1. pavimenatação das estradas conseguir publica vicinais água 4. Falta de iluminação 2. medico. Calçada Nova. Módulo policial com viatura para 2. Principais atividades produtivas: Lavoura de mandioca. Fonte: Levantamento direto. para ter atendimento tem que se deslocar até a sede. Samba de 5. carro para o posto 3. construção de banheiros nas residências 6. Saúde: Não tem posto de saúde nem agentes. pontos fracos e demandas. chafariz para Itiuba e Calçada Nova freáticos devido a falta e água encanada para Rio Preto de saneamento básico 5.Investimento na agricultura – adubo Quadro 21– Quadro síntese: pontos fortes. Itiuba. Educação: A escolar Agrícola funciona da 5ª á 8ª serie do ensino fundamental. REUNIÃO 14 LOCAL: Escola Agrícola . Falta de pavimentação 1. População estimada: 100 pessoas.  Abastecimento de água: Poço da escola agrícola que abastece a comunidade. 2006.Parque infantil 11.

Melhoramento das Estradas 7. poço artesiano para a comunidade 2. Emprego 8. Cursos de artesanato 11. pontos fracos e demandas. Área de lazer 10.  Iluminação. Calma 4. Sede para a associação 9. Luz 5. Falta e aula nos turnos vespetino e noturno 2. Capebi e Quinhambinda Localidade: Pedras Número de domicílios: População estimada: ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . merenda e materiais para a escola.Pedras LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Pedras. agente de saúde mais freqüente 4. Terra 12. transformador potente para evitar quedas de energia. Inexistência de coleta de lixo 6. Inexistência de posto de saúde e agentes de saúde insuficientes para a demanda 7. Fonte: Levantamento direto. Floresta nativa 5. aulas nos turnos vespertino e noturno na escola. LOCAL: Aguazinha Pontos Fortes 1. implantação de ensino de 1ª a 4ª serie (existe espaço na própria escola existente). Rio poluído Demandas em ordem de prioridade 1. Fazenda Limoeiro. REUNIÃO 15 LOCAL: Escola Maria José Capinan . Vontade de trabalhar Pontos Fracos 1. Desemprego 9. Igreja Quadro 22– Quadro síntese: pontos fortes. Água 2. Escola agrícola 3.  Acessos. Faz. Outras informações/observações: . 2006. 6. Situação da estrada 8. telefone público 5. Pouco transporte 3. Inexistência de telefone público 4.50  Coleta de lixo: queima ncoletiva. Incentivo à produção de Biodiesel 13.  Pavimentação. População 6.As residências são de alvenaria (bloco cerâmico) e toda a população local já possuem energia elétrica. transporte coletivo 3.

 Pavimentação. LOCAL: Pedras Pontos Fortes 1. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa séptica. Posto médico 5. Biblioteca na escola com acesso para a população 7. quem cursa outra serie deslocam-se para a sede. Saúde: Não tem posto de saúde somente um agente de saúde. Transporte aos sábados Quadro 23– Quadro síntese: pontos fortes. Infra-estrutura de lazer e esporte 4. pontos fracos e demandas. Creche 6. Relação de amizade Pontos Fracos 1.  Coleta de lixo: uma vez por semana. Tranqüilidade do local 2. para ter atendimento tem que se deslocar até a sede.  Acessos.  Abastecimento de água: Poço. Outras informações/observações: . 2006. Cursos de informática 8. Falta de representação local junto aos poderes públicos Demandas em ordem de prioridade 1. Educação: A escolar funciona até a 3ª serie do ensino fundamental. Educação: A escolar funciona até a 4ª serie do ensino fundamental.A população local já possuem energia elétrica com exceção de 3 a 4 casas. Emprego 2. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .51 Principais atividades produtivas: Lavoura de mandioca e na granja (CAPEBI). com duas mulheres que uma trabalha de arrumadeira e outra de cozinheira. Escola noturna para jovens e adultos 3. Treinamento para corte/costura/bordados 9. Localidade: Fazenda Limoeiro Número de domicílios: População estimada: 10 habitantes Principais atividades produtivas: Trabalho de pedreiro. Fonte: Levantamento direto. vaqueiro.  Iluminação. Carpintaria.

Transporte 2.52 Saúde: Não tem posto de saúde nem agente de saúde.  Coleta de lixo: queima individual. Educação: Não tem escola no local quem quiser estudar tem que se deslocar para a sede. Principais atividades produtivas: Empresas de reflorestamento (ABC.Os únicos problemas apontados pelos moradores é a falta de transporte creche e posto de saúde. creche 2.  Abastecimento de água: Poço artesiano com bomba. REUNIÃO 16 LOCAL: Escola Pe. LOCAL: Fazendo Limoeiro Pontos Fortes Pontos Fracos 1. 2006. Outras informações/observações: . Fonte: Levantamento direto. pontos fracos e demandas. Não paga água. Posto médico 3. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . para ter atendimento tem que se deslocar até a sede. Transporte luz.  Pavimentação. FULFLOREST.  Iluminação. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa negra.  Acessos. aluguel de 2. PLANTAL.Entre Rios LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Bairro Cidade Nova e Nova Esperança Localidade: Cidade Nova Número de domicílios: População estimada: 830 famílias. creche Quadro 24– Quadro síntese: pontos fortes. 1. José de Anchieta – Cidade Nova . COMEPA). Posto médico casa 3. Leite à vontade Demandas em ordem de prioridade 1.

 Acessos.  Abastecimento de água: Cisterna em construção o abastecimento e feito pelo carro pipa.  Pavimentação. Para estudar. Educação: Não tem escola no local. Balão. para ter atendimento tem que se deslocar até a sede.  Coleta de lixo: todos os dias.  Acessos.  Coleta de lixo:  Iluminação. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Séptica coletiva com no máximo 4 casas. Outras informações/observações: .  Pavimentação. Canal Aberto. é preciso se deslocar para a sede.53 Saúde: Tem um posto de saúde e um agente de saúde.  Abastecimento de água: Embasa. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Balão. Saúde: Não tem posto de saúde nem agente de saúde. Outras informações/observações: ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Localidade: Nova Esperança Número de domicílios: 52 População estimada: 208 habitantes Principais atividades produtivas: Lavoura do Eucalipto.  Iluminação.Ao lado da nascente (água azul) há um poço da Petrobrás que contaminou a água.

costura e bordado 17. Esgotamento sanitário (bairro) 3. Energia elétrica(rocinha) 7. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Campo de Futebol 7. 2006. Capebi 11. Horta comunitária 18. Habitação (construção e reforma de casas) Quadro 25– Quadro síntese: pontos fortes.No local apesar de todas as carências dos serviços públicos os moradores reivindicam uma casa de farinha comunitária ou outros meios para dar ocupação á população. Capoeira 3. Linha Verde 9. Catana II e Mamão Localidade: Catana I Número de domicílios: 35 População estimada: 140 pessoas. Câmara de vereadores – falta de comunicação com a comunidade 2. Coleta de lixo (rocinha) 6. Desemprego Demandas em ordem de prioridade 1. Educação ambiental 16. Violência 3. pontos fracos e demandas. Saneamento básico 5. Creche integral 10. Calçamento da Rocinha e Cidade Nova 2.54 . Posto médico/ ambulância/ dentista/ pediatra 4. Segurança pública (módulo policial) 5. Lazer (praça) 9. creche e escola 2. Petrobrás (programa jovem aprendiz) 12. LOCAL: Cidade Nova e Nova Esperança Pontos Fortes Pontos Fracos 1. Associação de moradores 4. Abastecimento de água (há poço mas não tem ligação) 12. Principais atividades produtivas: Agricultura. População jovem 5. Capacitação: corte. Praias e estradas da orla 8. PETI 1. 13. Cemitério 13. Cooperativa de reciclagem 11. Quadra de esporte 14. REUNIÃO 17 LOCAL: Escola Maria Quitéria – Catana II LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Catana I. Fundação Joseé Carvalho 10. Fonte: Levantamento direto. Rio Subaúma 6. Existência de posto de saúde. Saúde 4. Urnas eletrônicas para eleições 15. Transporte público aos sábados p/ feira 8.

Saúde: Não tem posto de saúde somente um agente de saúde (falta médico).  Coleta de lixo: Queima individual.  Abastecimento de água:  Coleta de lixo: Queima individual. Localidade: Catana II Número de domicílios: População estimada: Entre 30 e 40. Outras informações/observações: . Principais atividades produtivas: Agricultura.  Iluminação. Educação: Tem uma escola da 1ª á 4ª serie do ensino fundamental para as comunidades de Catana I e II a partir desta tem que se deslocar para a sede. Associativismo: Outras informações/observações: .  Pavimentação.A maioria da população é carente e recebe Bolsa Família.Há um rio poluído no local que não serve para coletar sua água.  Pavimentação.  Abastecimento de água: Poço. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Balão.55 Educação: Tem uma escola da 1ª á 4ª serie do ensino fundamental a partir desta tem que se deslocar para a sede. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Céu aberto.  Iluminação. Catana II e Mamão ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . LOCAL: Catana I. no mato. Saúde: Não tem posto de saúde somente um agente de saúde.

apoio para a associação 22. Falta remédios e uma farmácia básica 6. Corocas. poços artesianos(para cada casa) 3. telefone público (demanda do município) 9. saneamento básico 4. Educação: Atende as necessidades do Local. construção de casas e reformas 5. Principais atividades produtivas: Roça. ponto de ônibus coberto 11. lagoa quente e mamão) 2. casa de farinha comunitária 13. visita do médico 1x por semana 8. Infra-estrutura: ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . São Matheus. REUNIÃO 18 LOCAL: Esc. Riachão. Educação multiseriada 5. posto médico/ ambulância/ dentista (município) 17. Falta financiamento para agricultura de mandioca e outras culturas 3. Caracatu. saneamento básico e sanitários 6. Terra fértil 5. Tranqüilidade/ segurança 2. Transporte somente um dia na semana 2. Cultura da mandioca 7. padaria comunitária 12. turmas separadas (1a à 4a ) 16. emprego e renda Quadro 26– Quadro síntese: pontos fortes. contam somente com um agente de saúde . Associação de moradores Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade 1. energia elétrica (catana II. pontos fracos e demandas. Comemoraçã o de Cosme e Damião e São João 8. União dos moradores 3. ponte sobre o Rio Catana / domingão 10. ensino de 5a a 8a 18. Religião 4. Bom Sucesso e Chapada Localidade: Riachão Número de domicílios: 14 casas. melhoria da estrada 7.56 Pontos Fortes 1.Riachão LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Aderno / Camaçari. transporte público 15. 2006. Posto médico 1. melhoria do campo de futebol 20. População estimada: uma média de 500 pessoas. Joga o lixo no mato 4. curso para mulheres: cabeleireiro/corte/costura 19. Pop. Fonte: Levantamento direto. Futebol 6. trator para tratar a terra 21. ponto de venda da produção 14. Saúde: Não tem posto de saúde. Domingos Machado de Almeida .

estrada ruim 5. Pronto socorro e ambulância 3. Recursos e orientação técnica para agricultura 5.  Coleta de lixo:  Iluminação. Plantação de mandioca.  Pavimentação. LOCAL: Riachão Pontos Fortes Pontos Fracos 1. Telefone publico Quadro 27– Quadro síntese: pontos fortes. feijão e milho 4.  Acessos. batata. Trator para a associação 9. pontos fracos e demandas. Castanhas de caju 14. Pessoas da região 6. Criação de gado 12. inhame. Educação: Tem uma escola da 1ª á 4ª serie do ensino fundamental a partir desta tem que se deslocar para a sede. 2006. manga 13. População estimada: 260 pessoas. Reativar as pontes 7. Localidade: Corocas Número de domicílios: 65 casas. aipim. poluição do brejo 4. Poço artesiano 4. abacaxi. Luz elétrica e água encanada 2. plantio de eucalipto casas muito pobres e precárias Demandas em ordem de prioridade 1.Não há iluminação nem energia elétrica nas casas. Natureza 3.57  Esgotamento Sanitário: Bala. coco.  Abastecimento de água: Cisterna. Rio Catana 1. cobras 3. igreja 8. Água encanada 9. Fonte: Levantamento direto. Fossa Negra. Local para jogar o lixo 10. Frutas: caju. melancia. Água das cabeceiras dos brejos 7. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . carrapato 2. encascalhar a estrada 6. Trabalho 5. Energia elétrica 8. Casa de farinha 2. Principais atividades produtivas: Na Lavoura própria e de terceiros. Transporte 10. Liberdade e paz 11. Outras informações/observações: .

Caracatu Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Acessos. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário:  Abastecimento de água: Rio  Coleta de lixo:  Iluminação. contam somente com um agente de saúde . População estimada: 56 pessoas.  Acessos.  Pavimentação. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: inexistente. Outras informações/observações: Localidade: Caracatu Número de domicílios: 14 casas. Principais atividades produtivas: Roça. Saúde: Não tem posto de saúde.  Pavimentação. Outras informações/observações: Não há iluminação nem energia elétrica nas casas.  Abastecimento de água:  Coleta de lixo:  Iluminação. LOCAL: Corocas. Educação: Não há uma escola no local.58 Saúde: Tem posto de saúde que está desativado contam somente com um agente de saúde . tem que se deslocar para a sede.

Transporte para doentes e gestantes 4. Assistência técnica e financiamento para agricultura Quadro 28– Quadro síntese: pontos fortes. Poço com ligação para as casas 2. água (Areal. Energia (Engenho Velho 2. Casa de farinha comunitária 11. Buri. Reforma das estradas 6. Reforma/reconstrução da ponte 5. Associação de moradores (nova aliança) 7. Todos têm alguma terra 1. Reforma da escola e energia elétrica p ela 12. REUNIÃO 20 LOCAL: Escola Auditório do Centro Cultural – Centro LOCAL: Bairro Centro Pontos Fortes Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Ampliação de energia para todos 3. Mata atlântica e Areal) 3.Aliança LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Buri / Algodão. posto de saúde (ativação) 7. Fonte: Levantamento direto. Macacos e Areal Demandas em ordem de Pontos Fortes Pontos Fracos prioridade 1. REUNIÃO 19 LOCAL: Escola Maria Bárbara Galvão Nova .59 1. Macacos e Areal LOCAL: Buri / Algodão. Rios e nascentes 2. Transporte Coletivo 9. Fonte: Levantamento direto. Nova 4. Praias 1. 2006. Buri / Nova Aliança. 2006. Buri / Nova Aliança. Educação para jovens e adultos 13. Energia Elétrica 2. Emprego 14. Distância da sede 1. Relações familiares Aliança) 5. Reforma das casas 10. Água boa e abundante (Buri) 8. pontos fracos e demandas. pontos fracos e demandas. Rio Subauma (Engenho Velho) Quadro 29– Quadro síntese: pontos fortes. Telefone público 8. Cachoeiras (Areal) 6.

Existência da rádio comunitária 1. Estruturação do aterro sanitário 24. Escola e área de lazer para milagres 22. Ordenamento do espaço e centro de abastecimento 19. pavimentação das vias 4. Atração de faculdade ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . agência da caixa econômica 7. Revitalização da feira do pau 21. Ordenamento do comércio no centro (Av. Manifestações culturais 9. Reativação dos conselhos municipais 7. Av. Esgotamento sanitário (baixinha) 10. Energia em Riacho da Prata 13. construção do novo cemitério 2. reativação do matadouro 5. Reforma de praças 16. estruturação de escolas e áreas de lazer para os bairros 3. Quadra 3. Coletores de lixo nas ruas 26. Perda das matas ciliares 2. Pavimentação da rua Salgadeira e Funcionários Públicos 17. Poeirão (atualmente é propriedade particular) 4. Rios 8. Incentivo à coleta seletiva 25. Espaço para atividades culturais(ex: teatro) 14. construção do aterro sanitário/ coleta de lixo/ reciclagem dos resíduos sólidos 6. Revitalização do matadouro 20. Fonte na Baixinha 5. Melhoria da coleta de lixo (freqüência do serviço e equipamento para trabalhadores) 23.60 1. Luiz Gonzaga 2. Aquisição do CENEC (estatização) ou construção de uma nova escola 29. tornar o Poeirão propriedade pública (regularização) 8. melhoria do acesso à fonte da Baixinha 9. Ampliação da área de lazer para crianças e jovens 15. Melhoria dos trailers 11. Cuidar dos rios 12. Maternidade 28. Área dos treilers 6. Desordenamento do comércio no centro 1. Condições para atração de indústrias 27. Juraci Magalhães e Bom Jesus) 18.

Fonte: Levantamento direto. Associativismo: AMAM – Associação dos Moradores de Massarandupió ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Construção de um novo cemitério 31.Massarandupió LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Massarandupió.Quadro síntese: pontos fortes. Escola técnica profissionalizante Quadro 30.61 30. Legislação para controle de som 34. Aldeia e Olaria Localidade: Massarandupió Número de domicílios: não revelado.  Abastecimento de água: Cisterna(pra quem pode). outros fazem artesanato (mulheres) e nos fins de semana trabalham nas barracas e outros trabalham na pesca e monocultura de mandioca (homens). Saúde: Não tem posto de saúde. Luiz Gonzaga 35.  Coleta de lixo: Terça e quinta. Reestruturação da Av. REUNIÃO 21 LOCAL: Associação/ Esc. A partir da 5ª série em Porto de Sauípe. Letras e Números . Matuim. 2006. Educação: 01 Escola de 1ª a 4ª e uma pré-escola de 3 a 6 anos(da Associação de Moradores). Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Negra. Nas quartas-feiras o transporte escolar leva as pessoas para Porto de Sauípe para se receitarem. População estimada: 480 habitantes. mas tem agente comunitário que mora no povoado. Centro para comercialização de artesanato na praça da rodoviária 33. pontos fracos e demandas. Principais atividades produtivas: Alguns trabalham em Costa do Sauípe (jovens). Emprego 32.

. Falta de segurança 7. Saneamento básico 2. Posto de saúde com médicos e enfermeira 3. Cultura 8. . Transformação do cordão de dunas. Dia dos Pais. Dia das mães. . Manutenção da estrada ruim (para Porto e para a Sede) 3.Existe uma capela católica e uma evangélica. Posto policial com policia 8.O abastecimento é feito no mercadinho(Massarandupió). Água encanada 5. A tranqüilidade do local 5. . Rios e nascentes 3. Tradição 9. Falta de telefone publico em Demandas em ordem de prioridade 1. Estrada não pavimentada. Frutas 10. Ar puro 11. .O transporte é passa uma vez ao dia para Alagoinhas e para a sede (Catuense).Não há obras públicas em andamento. Cordão de dunas e restingas 4. na sede ou no Atacadão em Lauro de Freitas. .62 Outras informações/observações: . 23 de Dezembro. Reserva extrativista de piaçava 13. Fiscalização das construções das barracas de praia 12. A estrutura precária de funcionamento da escola (não tem água encanada) 9.Compram peixe em Subaúma. Relações de vizinhança 6. Necessidade de transporte para Porto de Sauípe. Campo de futebol 9. prédio escolar.A areia das Dunas cai no acesso à praia. restingas e nascentes ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .00. Praça 10. Iluminação das ruas 7. mas o acesso é mantido pelos moradores. Falta de água e de água encanada 2. Falta de um local para “guardar” o lixo 6. LOCAL: Massarandupió Pontos Fortes 1. porteiras. Ambulância 4. Artesanato da piaçava 7.O transporte para sede custa R$ 100. . Falta de iluminação publica 5. Desfile 7 de Setembro com banda local e gincana cultural.Lugares considerados com referência: Igreja. campo de futebol. Manutenção da estrada 6.Contam com telefone público. Infra-estrutura da escola 11. Escola Letras e Números. . Falta de atendimento de saúde 4. . Praia 2. Falta de locais dedicados ao lazer e à pratica de atividades esportivas 8. dunas e praia. 2º domingo de dezembroLavagem da Igreja com baianas locais(Festa da Padroeira). Dia das crianças.Atividades de lazer e festividades: Junho – São João. Área verde Pontos Fracos 1.

Educação: 01 Escola de 1ª a 4ª em Olaria e Aldeia. Torre de televisão 24. Sede para artesãos 24. Falta de capacitação dos trabalhadores com junco 18. Escola de informática 26. Maiores investimentos para artesanato 16. sendo apenas 38 ocupados.não revelado Principais atividades produtivas: Roça e fazenda (agricultura).63 toda a localidade 10. Creche 21. Revisão geral da rede elétrica 23. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: uso do mato/outros. Aproveitamento das frutas da região 22. Fabrica de doces 25. Cursos de DST para todos 30. Segurança nas barracas de praia 19. Posto médico em Porto de Sauípe ou na sede. População estimada: .  Coleta de lixo: Não há coleta. Falta de fiscalização das barracas de praia 12. Impor restrições de uso e ocupação e até de materiais construtivos pelo menos na porção central do povoado 17. A comunidade joga no mato. Implantação de controle da natalidade 29. Associativismo: Não informado ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Investimento no turismo sustentável 16. Atendimento pré-natal 13. Posto medico em Matuim 18. Inexistência de transporte municipal 23. Padronização das barracas com utilização de materiais locais 20. pontos fracos e demandas. 2006. Atenção aos deficientes 21. Orientação para reciclagem do lixo 27. Inexistência de espaços públicos 14. Centro de apoio ao idoso Quadro 31– Quadro síntese: pontos fortes. Atenção dos professores às crianças especiais 22. Zoneamento 17. Atendimento psicológico para mães alcoólatras 19. sem creche. Queda de energia na alta estação em Parque Ecológico 14. Alinhamento das ruas 28. Saúde: Não tem agente de saúde. Localidade: Aldeia Número de domicílios: 4 domicílios. Inexistência de cursos profissionalizantes 15. Fonte: Levantamento direto.  Abastecimento de água: Cisterna. Transporte escolar (motorista alcoolizado) 20. Placas de sinalização 15. Expansão desordenada 11.

. Saneamento básico precária 4. 6. Pavimentação energia elétrica 2. LOCAL: Olaria Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade Maioria das casas sem 1.Não existem atividades de lazer nem festividade(teve no passado. ou quando se tem mais dinheiro vai para a sede. 7.O transporte é satisfatório pela proximidade da Linha Verde. . Médico da família Escola precária 8. Falta telefone publico em 4. 2006. A associação está parada 1. Rio Olaria 2. . Cachoeira dos Índios 5. Iluminação 2. Agente de saúde ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Poço artesiano / chafariz / água comunitário encanada Falta água encanada e 6. Visita do agente de saúde posto de saúde dePorto Freqüência do atendimento do posto médico de Porto Quadro 32– Quadro síntese: pontos fortes. . Pontos Fortes 1. 4. 3. onde existiu um convento no passado. Pontos Fortes 1. 5. Terra fértil Casa de farinha 1.Não há energia elétrica nas casas. Escola 4. Renda Matuim 5. Telefone publico em 4. Água encanada Matuim 5. Iluminação 3. 2. . Ronda policial Não existe centro 5. Fonte: Levantamento direto. 5. Ventilação Tranqüilidade Povo Coco Água boa Terra boa Escola LOCAL: Aldeia Pontos Fracos Demandas em ordem de prioridade 1. mas hoje todos são evangélicos.O abastecimento é feito em Porto de Sauípe. Formiga 2.Não há obras públicas em andamento. 2. Renda 3. Manutenção da escola 6. Ampliação da rede elétrica Iluminação pública 3. só nas fazendas. pontos fracos e demandas.Estão construindo uma igreja em Matuim (Assembléia de Deus). . Melhoria estrada saneamento 7. Associação dos agricultores 6.Existe uma casa de farinha. Melhor atendimento no 7. 4.64 Outras informações/observações: . 3. só existe festa evangélica). Artesanato 3. . Manutenção da escola 6.Lugares considerados com referência: Pé de cajá e na sede de Aldeia.

2006.Porto Sauípe LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Canoas. Telefone público 11. construção civil e comércio.Não há obras públicas em andamento. Saúde: Não tem posto de saúde nem agente. Associativismo: Não informado Outras informações/observações: . REUNIÃO 22 LOCAL: Sede da Associação .  Abastecimento de água: Embasa  Coleta de lixo: Funciona. População estimada: não informado. pontos fracos e demandas. mas precisa de capinagem. Colégio a partir da 5ª série em Porto de Sauípe. Reestruturação da escola 10. Não tem creche. Qualificação da mão de obra para construção civil / turismo Ambulância Quadro 33– Quadro síntese: pontos fortes. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . atendimento em Porto de Sauípe. Transporte escolar Ausência de posto e agente de saúde 9. Cemitério em terras particulares 7. . Educação: Colégio de 1ª a 4ª série em uma sala só. capo futebol 13. Praça. Porto Sauípe e Água Comprida Localidade: Canoas Número de domicílios: 210 casas. Entrada do carro d elixo 14. Fonte: Levantamento direto.O transporte é satisfatório. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Possuem rede. Telefone público 10. Construção ou legalização de cemitério 15. Principais atividades produtivas: Hotelaria. Não existe coleta de lixo 9. Fossa séptica e outros. Falta segurança 8. Centro comunitário 12.65 6. mas para casas não foi feito.

. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .Existe uma capela católica e várias protestantes.  Abastecimento de água: Embasa  Coleta de lixo: Razoável. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Possuem rede.O abastecimento é feito no próprio povoado. já citadas nos cartazes. Associativismo: Não informado Outras informações/observações: . . Localidade: Porto Sauípe Número de domicílios: não revelado. no mais.Faltam professores na escola de 2º grau. .Lugares considerados com referência: A Barra do rio Sauípe. a coleta é diária.Lugares considerados com referência: Restaurante Panela de Barro. Saúde: Tem posto de saúde e uma clínica particular. . Principais atividades produtivas: artesanato da piaçava e pesca. . Educação: Duas escolas municipal.Não há obras públicas em andamento. . .Atividades de lazer e festividades: Várias. População estimada: 7 a 8 mil habitantes.Existe igreja da Assembléia de Deus. Localidade: Água Comprida Número de domicílios: não informado. mas não existe feira. mas ainda há acúmulo de lixo nas ruas. 1º e 2º graus e tem escolas particulares para educação infantil. em Porto de Sauípe. .66 . População estimada: + 300 habitantes.Focos de pobreza: Rua de Seu Orlando e Rua de Roxinho . mas não são suficientes. .Atividades de lazer e festividades: Festas evangélicas e torneios de futebol.O abastecimento é feito no próprio povoado.O transporte é satisfatório.

Vilma. Educação: Colégio de 1ª a 4ª série em uma sala só. Lavoura de coco e jovens trabalham na Costa do Sauípe. . Principais atividades produtivas: maioria desempregado.Não há obras públicas em andamento. REUNIÃO 23 LOCAL: Clube Social . mas só na Linha Verde. alguns na CLN. Associativismo: Não informado Outras informações/observações: .  Coleta de lixo: Funciona 2 vezes na semana.O abastecimento é feito no próprio povoado(mercadinho). nem agente. trabalhavam empresas florestais.67 Principais atividades produtivas: Aposentados. Festa de Nossa Senhora de Santana. é lançado diretamente no rio. cerca de 20 de Taipa. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE nas .Lugares considerados como referência: Bar e Armazém de Ciciliano(Cici) e Restaurante de D.Atividades de lazer e festividades: Lavagem da Igreja. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Não possuem. . .  Abastecimento de água: Cisterna(pra quem pode). Saúde: Não existe nem posto.Focos de pobreza: Pereba(Bairro) . População estimada: não informado. uma evangélica e outra católica. iniciou-se a prática de Capoeira. Futebol e Cavalgada(Água CompridaMassarandupió-Curralinho-Porto de Sauípe). Subaúma e Pantanal Localidade: Sítio Novo Número de domicílios: + de 500 casas. Pé de Serra.O transporte é o escolar.Existem duas igrejas. . .Subaúma LOCALIDADES ENVOLVIDAS: Sítio Novo.

. Ruas sem pavimentação 2. .Não existem Igrejas. A velocidade dos carros Demandas em ordem de prioridade 1.O transporte é precário. 01 sala para todas as series. pavimentação e iluminação) 11. Creche fechada 10. Manutenção da escola (sala para cada turma) 8. Cursos de capacitação (costura. está dispersa na comunidade. mecânica) 15. Artesanato 3. Abrigo pata ônibus 5.O abastecimento é feito em Sítio Novo. Escola precária (sem energia. sem água. Igreja 12. Contam com a ambulância de Subaúma. Palame. Manutenção do calçamento das ruas secundarias 5. Esgotamento sanitário 14.  Coleta de lixo: Funciona 1 vez na semana. Reativação da creche 9. Inexistência de igreja (desabou) 5. Iluminação publica 7. A partir de 5ª série em Subaúma. Ambulância de Subauma 1. Energia das casas 2. Saúde: Não existe nem posto. .Atividades de lazer e festividades: Nenhuma. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa Séptica. Conde e Subaúma. nem agente. dependem de outras localidades. Ônibus escolar 4. piso precário) 9. . construção civil. Outras informações/observações: . Entre Rios. Inexistência de posto de saúde e de agentes de saúde 7. fossa negra e ao ar livre. praça 6. Acesso da rua principal (quebra-mola. Posto de saúde/agente comunitário 3. Ruas secundarias sem energia elétrica nas ruas.Não há obras públicas em andamento. Ausência de padaria 8. . casas com energia com ligação clandestina 4.Lugares considerados como referência: Rua Principal. Acesso não é pavimentado (pista principal) 11. Melhoria das casas ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Água encanada (poço) 2.Focos de pobreza: Não existe. Telefone publico 4. LOCAL: Sítio Novo Pontos Fortes Pontos Fracos 1. . Telefone publico inexistente 3.  Abastecimento de água: Embasa ou poço artesiano. Inexistencia de Praça 6.68 Educação: Escola de 1ª a 4ª série numa sala só. Sede para artesanato 13. Campo de futebol 10. bordado.

O abastecimento é satisfatório.  Coleta de lixo: Funciona 1 vez na semana. . Pé da Serra. 2006. Não é suficiente para atender as necessidades da população. Precisa-se de atendimento odontológico. Fonte: Levantamento direto. E por isso. Localidade: Subaúma Número de domicílios: não informado.69 traz risco para as crianças que brincam na porta de casa 12.Existem três Igrejas evangélicas e uma católica. População estimada: + 3000 habitantes. Clínico geral.O transporte é precário. . Costa do Sauípe – jovens e adultos(várias atividades).  Abastecimento de água: Embasa. Pantanal(alagamento) e Poço. Outras informações/observações: . Manutenção dos postes na rua principal (que está para cair) Quadro 34– Quadro síntese: pontos fortes. Educação: Três Escolas municipais de 1º grau e foi inserido o 2º grau este ano nestas mesmas escolas no período noturno. (bairros). duas enfermeiras.Focos de pobreza: Sítio Novo. pontos fracos e demandas. Estradas ruins e ônibus precários. . . ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Empreendimento dos Belgas – jovens e adultos. barzinhos e praia. Saúde: Posto de Saúde com médicos de terça a domingo. Corrinú. . uma grande parcela vai para Salvador.Lugares considerados como referência: Barracas de praia. praça.Não há obras públicas em andamento. Principais atividades produtivas: pesca – adultos. Buraco Doce. Associativismo:Não informado. mas não há uma infra-estrutura adequada. assistente e ambulância. Infra-estrutura:  Esgotamento Sanitário: Fossa negra.

Rio Crumaí 14. Melhorias para a orla: iluminação publica. Melhoria da comunicação entre comunidade e empresa 10. SAC 19. Passeios ecológicos 16. Escolas adequadas para funcionamento também do 2º grau com biblioteca. praça mal cuidada 19. Banheiro publico. Praça central 3. Posto de saúde bem equipado para atender moradores. Maior fiscalização do poder publico 20. entrada dos ônibus na praça 7.Entre Rios. Carnaval com blocos locais(bloco do caranguejo). marujada e lavagem) 13. Instituição de APA nas dunas e lagoas 9. dentista. Lavagem do senhor do Bonfim 5. falta de espaço para feira livre 16. Artesanato em casca de coco e palha 12. Empreendimento Belga em Costa do Sauípe (geradores de emprego) 11. Comunidade 18.70 . poluição sonora 15. Tartarugas 8. laboratórios. precariedade do PSF 14. farmácia do povo. falta de segurança nas praias 8. péssima qualidade e serviço do abastecimento de água 18. falta de espaço para prática de atividades esportivas 12. Sinalização 13. Belezas naturais 9. animais nas ruas 4. construções em frente à praia 2. Áreas de apoio para salva vidas e regulamentação da profissão 15. Praia 2. Lagoa da Panela 15. construções desordenadas que invadem as áreas verdes 6. Caixa eletrônico. precariedade das escolas 11. Do Bonfim. LOCAL: Subaúma Pontos Fracos Pontos Fortes 1. Torres para TV e celulares 18.Atividades de lazer e festividades: Surf. falta de vasilhames para recolher o lixo 3. posto salva-vidas 3. falta de assistência dos órgãos públicos para o meio ambiente 13. falta de iluminação pública 9. São João(precário). Área apropriada para estacionamento de ônibus de turismo 11. sanitário ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Legislação turística 12. Subauma-Alagoinhas) 6. Festa do Padroeiro da cidade(Religiosa e de Largo. ausência do profeito 17. Lavagem da Igreja do Sr. Coleta seletiva 8. falta de saneamento básico 5. Passeio religioso no Cruzeiro 4. Salinas 6. esgoto a céu aberto Demandas em ordem de prioridade 1. laboratório de exame. sinais de celular e Cd 10. Festas populares (reizado. Prisão dos animais soltos nas ruas 2. Sub-prefeitura 7. Policiamento-posto policial 14. padronização da orla e praça. hospedagem 1. Lagoa verde 17. Passeio pelo rio Subaúma 7. banco popular. (quinta-feira da última semana do mês de Janeiro até o domingo). Iluminação publica 16. Instalação de infocentro 17. UTI móvel 4. Cruzeirinho 10. creche 5. lotéricas. agente comunitário 20. Manutenção das estradas (Subauma.

2006. Além da falta de manutenção de estradas estaduais e federais. Saneamento básico 31. condições de trabalho dos professores 33. funcionário) 22. porto das embarcações 30. Fonte: Levantamento direto. Unidade bancaria 29. Assistência social 25.71 21. Posto de saúde maior com melhores condições de atendimento (carro. falta de ordenamento das barracas de praia 24. poluição sonora 35. Complexo esportivo 26. Local para feira livre 27. Cais do porto 30. transporte intermunicipal e Linha Verde 36. péssimas instalações da escola 32. Drenagem 34. Estaleiro Quadro 35– Quadro síntese: pontos fortes. lixo nas praias 25. acesso da ligação com a sede (estrada) 34. educação de 2º grau 31. Sistema Viário e Transportes Coletivos Situação precária em todo o Município. edificações que avançam para o mar 28. falta de iluminação no cemitério 22. Sinal de celular para todas as operadoras 32. pontos fracos e demandas. Reforma do clube social 23. As estradas e a falta de transporte coletivo – a ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . barracas 21. Ordenamento do solo 33. poucas atividades urbanas e áreas de lazer publico. exposição do lixo nas ruas 26. alagamento das ruas(parte baixa) 27. PRINCIPAIS PROBLEMAS 3. as estradas internas (vicinais) se encontram em estado precário e sem pavimentação. Posto de informação ao turista 36. Capacitação da mão-de-obra local 28. Cooperativa de pesca e artesanato 24.1. atendimentyo do posto de saúde (péssimo) 29. queda de energia 23. Preservação do meio ambiente 35.2.

Subaúma e Gamba. Sítio do Meio. Massarandupió e Taboado. Negro do Mato. Furquilha. Negro do Mato. rio (Timbó. Taboado. Tomé Alves e Aguazinha. Cabuçu. 3. Chapadinha. Formoso. Cinco Estradas ou Formoso. fossa negra (Capianga. A poluição de lençóis freáticos foi mencionada em Rio Preto. Pimenteira. Frades. Negro do Mato. porém a água precisa de tratamento. Rio Negro. Rio Negro. Sítio do Meio). Calçada Nova. Taboado. As formas mais comuns de escoamento das águas servidas são: a céu aberto (Prata. Lagoa Redonda. Imbé. que servia ao Município. Capianga. Poços.2. Riachão). ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .2. Juruer. rio. Calçada Nova). Abastecimento de Água Na sede o abastecimento é feito através da EMBASA. Taboado e Massarandupió. Pedros. Formoso. Augustinho. Serraria. Aguazinha. Alguns domicílios não dispõem de banheiro (Gambá. Poços. Boa Vista. 3. II e Mamão).3. Boa Vista. Pedras). Esgotamento Sanitário Apenas na sede municipal foi mencionada a existência de rede de esgotamento sanitário no Bairro de Bela Vista. fossa séptica (Vila Ibatuí/Serraria. Beira Rio (bairro da Sede). Frades.aparecem como pontos fracos em Prata. Gamba. Caboclo. fontes locais e carro pipa em Gamba. Sítio do Meio. Humaitá. faliu . Pedros. Juruer/Lombada. Forquilha. Rio Preto. cisterna. Furquilha (ponte). Itiúba. Subaúma. Malhadinha. Capivara. Baixão. Catana I e II e Mamão. Itiúba. As comunidades de Vila Ibatuí/Serraria dispõem de uma nascente.2. Boa Vista. Rio Negro. Gamba e Malhadinha.Timbó. destacando-se: poço artesiano. Catana I.72 Empresa de ônibus Catuense. Aguazinha. porém nas comunidades rurais aparecem várias formas de abastecimento. Rio da Caatinga. O abastecimento foi considerado como um ponto fraco em Timbó. Em alguns casos o abastecimento é irregular e a água não é encanada. poço comum.

Taboado. Cabuçu e Aguazinhas. Não há coleta em Prata. porém a freqüência é considerada insatisfatória. Educação ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Itiuba e Tomé Alves. Capianga. Catana I. Rio Negro. Formoso. Calçada Nova. Taboado. ocorre a visita de um médico e/ou de agentes de saúde. Humaitá. parte de Rio Preto. Os moradores de Imbé deslocam-se para Cardeal da Silva.2. Gamba. Augustinho. 5. Rio da Caatinga. Malhadinha. Nas demais comunidades. Lagoa Redonda. Nas demais comunidades. em busca de assistência à saúde. 3. Coleta e Disposição de Resíduos Foi mencionado que apenas na sede municipal existe coleta regular e diária do lixo. Saúde Deficiente em todo o município. 3. havendo necessidade de ampliação do tanque de abastecimento de água. O problema é agravado com a falta de transportes internos (para a sede) e precariedade das estradas. Em alguns bairros da sede a coleta é diária. Cabuçu. Massarandupió.2.73 Em Malhadinha. II. o serviço é precário e/ou inexistente. Vila Ibatuí/Serraria. Faltam postos e agentes de saúde para atender à população do interior. Falta serviço odontológico. Timbó.000 litros de água não são suficientes. São 12 as comunidades que não dispõem de postos e/ou agentes de saúde: Prata. Humaitá.6. Juruer/Lombada. Em Sítio do Meio. Rio Negro. Aguazinhas. Imbé. periodicamente. Boa Vista. Rio Preto e Pedras a coleta é feita uma ou duas vezes por semana através de caminhão que vem da sede municipal.4. Negro do Mato. Poços. inclusive na sede municipal. Furquilha.2. Mamão. 3. Em geral os próprios moradores queimam os resíduos no quintal ou no mato. município vizinho.5.

respectivamente. Festas Locais Através dos questionários aplicados nas reuniões comunitárias. 3.2. A prefeitura de Entre Rios disponibiliza transporte para a sede aos alunos que concluíram a 4ª série nas comunidades rurais. Mas em Subaúma e Porto Sauípe. em grande maioria. como sambas de roda. Em geral as classes são seriadas. tem Ensino Fundamental e Ensino Médio.74 Do conjunto de comunidades ouvidas. rezas e novenas. 25 possuem escolas atendendo da 1ª à 4ª série. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Apenas Sítio do Meio e Aguazinhas disponibilizam o Fundamental completo. do ensino fundamental.7. É importante salientar também que. Os estudantes de Imbé deslocam-se para Cardeal da Silva. para as comunidades onde acontecem. pode-se perceber que as principais festividades que ocorrem nas localidades estão associadas ao folclore e/ou à religiosidade. Imbé e Tomé Alves não existem escolas. são festas de pequeno porte e sem qualquer tipo de incentivo externo para que possam se transformar em verdadeiras fontes de renda e atrativos para visitantes. Dentre as principais festividades citadas estão: a Reza de Santo Antônio e a de Cosme e Damião. Nas comunidades de Negro do Mato.

75 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

Timbó Negro Do Mato Boa Vista   Energia Elétrica Abastecimento água   Escola e creche Poço   Assistência à saúde Abastecimento água  Transporte noturno  Habitações  Creche  Manutenção estradas  Transporte coletivo  Telefone público  Casa de farinha  Casa de farinha 4.1. Poços e Caboclo   Manutenção estradas Assistência à saúde (Posto)  Energia  Transporte Coletivo  Telefone 4.2. Capianga.76 4. Prata. Vila Batui/Serraria  Tratamento da água ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .1.3. PRINCIPAIS DEMANDAS 4.1.1.1. COMUNIDADES RURAIS 4.

Augustinho E Rio Da Caatinga  Construções e melhorias habitacionais  Reforma do poço e distribuição da água nos domicílios  Melhoria das estradas ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  4. Formoso Assistência à saúde  Gamba Abastecimento água  Malhadinha Igreja (melhoria. Rua do fundo da Igreja. Sítio Do Meio  Energia elétrica (Lourival Batista e Lote 01)  Pavimentação do acesso principal  Loteamento (está parado)  Melhorias habitacionais e Saneamento básico  Calçamento  Manutenção do Mercado Municipal  Recuperar a Estação de Ferro (Resgate histórico).1.1.1.6. 4.77  Pavimentação das estradas e transporte público  Módulo policial  Assistência à saúde: PSF.5. PSF)  Energia elétrica  Iluminação pública  Melhoria estradas  Regularização  Ampliação do tanque  Infra-estrutura básica  Melhorias  fundiária de abastecimento de Saneamento água.4. Chapadinha. habitacionais  Iluminação pública  Construção de Espaço Recreativo para a escola  Ampliação e melhoria da Creche Tia Amélia 4. ambulância e equipamentos  Pavimentação das ruas: Rua de Baixo. Rua do Cemitério.

Rio Negro Transporte escolar  Juruer/Lombada Energia elétrica  Assistência à saúde: posto e agente  Saneamento: construção banheiros  Saneamento básico  Transporte coletivo  Energia elétrica  Iluminação pública  Casa de farinha  Transporte escolar  4.9. Lagoa Redonda  Assistência à saúde (material)  Saneamento básico  Iluminação pública (praça e rua principal)  Transporte público  Melhoria das estradas  4.1.7. Taboado E Pedros  Abastecimento e distribuição de água  Melhoria das estradas  Transporte coletivo  Melhorias habitacionais  Ampliação da escola  Construção de área de lazer 4.78  Reconstrução da ponte sobre o Rio Caatinga  Assistência à saúde: posto e ambulância 4. Humaitá Melhoria estradas  Assistência á saúde  Abastecimento e  Melhorias estradas  Transporte coletivo distribuição de água  Transporte coletivo  Telefone público Transporte coletivo  Saneamento: coleta de  Apoio desenvolvimento   Imbé Abastecimento e  distribuição de água lixo e reciclagem  Cabuçu Assistência à saúde: posto.1.1.10. agente saúde local Assistência à saúde: posto e ambulância ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .8.1.

Rio Preto.13.1.12. Tomé Alves  Segurança pública: módulo policial  Pavimentação das estradas vicinais  Assistência à saúde: médico. carro para o Posto de Saúde  Chafariz para Itiuba e Calçada Nova e água encanada para Rio Preto  Construção de banheiros nos domicílios e melhorias habitacionais  Escola para Calçada Nova e Itiuba/ Saneamento básico  Ampliação da Escola de Rio Preto 4.79 4. Aguazinha e Centro Agrícola  Abastecimento de água: poço artesiano  Transporte coletivo  Assistência à saúde: agentes de saúde  Telefone público  Instalações elétricas da escola  4. Calçada Nova.1.1. Forquilha  Abastecimento e distribuição de água (água encanada)  Transporte coletivo  Assistência à saúde  Melhoria estradas  Casa de farinha comunitária  Telefone público 4. Itiuba. dentista.11. Pedras Emprego  Fazenda Limoeiro Transporte  Escola noturna para jovens e adultos  Posto médico  Infra-estrutura de lazer e esporte  creche  Posto médico  Creche  Biblioteca na escola com acesso para a população  Cursos de informática ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .14.1.

com policia  Campo de futebol e praça  Infra-estrutura da escola  Fiscalização das construções das barracas de praia  água encanada escola  Melhoria estrada Melhor atendimento  Médico da família no posto de saúde de  Agente de saúde Porto de Sauípe. Buri / Algodão. Lagoa Quente e Mamão)  Poços artesianos  Saneamento básico  Construções e melhorias habitacionais  Melhoria estradas  Assistência à saúde  Ponte sobre o Rio Catana 4. Catana I.1.1.18.1. Nova Aliança) 4.80 4.17. Buri.15. Buri / Nova Aliança.  Reestruturação da escola  Telefone público  Reserva extrativista de piaçava ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Macacos e Areal o  Energia (Engenho Velho e Areal)  Água (Areal. II E Mamão  Energia elétrica (Catana II.1. Corocas. Massarandupió  Saneamento básico  Aldeia Iluminação Olaria  Pavimentação  Posto de saúde com médicos. Caracatu e Riachão  Abastecimento e distribuição de água  Ampliação rede de energia elétrica  Transporte coletivo  Reforma e/ou reconstrução da ponte sobre Rio Catana  Melhoria estradas  Telefones públicos 4.  Renda  Ampliação da rede elétrica enfermeiros e ambulância  Telefone publico em  Saneamento básico Matuim  Ronda policial  Poço artesiano / chafariz /  Água encanada  Manutenção da estrada  Água encanada  Iluminação das ruas  Manutenção da  Posto policial.16.

20 Canoas e Água Comprida  Melhoria nas escolas (inclusão digital)  Acostamento na pista principal  Saneamento básico (rede de esgotamento sanitário)  Iluminação pública e ampliação da rede  Pavimentação das ruas transversais 4.1.19.21 Porto Sauípe  Drenagem e aterros ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .1. mecânica)  Melhoria das casas  Assistência à saúde 4. visitantes construção civil.81  Transformação do cordão de dunas. restingas e nascentes em Parque Ecológico  4. pavimentação e iluminação) e guarita para fiscalização desses Cursos de capacitação (costura. com ampliação da praça  praça das escolas e reciclagem dos  Iluminação publica professores  Manutenção da escola (sala para cada  Manutenção das estradas: Subaúma – Entre Rios / Subaúma – Alagoinhas turma)  Reativação da creche  Repetidora de TV  Campo de futebol  Parque Infantil  Módulo policial  Retirada dos animais da rua Igreja  Saneamento básico Sede para artesanato  Vigilância da PMER na construção civil Esgotamento sanitário  Estacionamento dos ônibus de turismo Acesso da rua principal (quebra-mola.1. bordado. Sítio Novo Energia das casas  Subaúma Sanitários públicos  Posto de saúde/agente comunitário  Padronização das barracas da orla e  Telefone publico  Manutenção do calçamento das ruas  Melhoria da assistência à saúde secundarias  Melhoria educacional.

2.1.2. ambulância.  Reativação do matadouro  Educação: cursos profissionalizantes  Segurança Pública: modulo policial  Coleta de lixo e energia elétrica: Rocinha  Transporte coletivo de lazer para os bairros  Construção do aterro sanitário/ coleta de lixo/ reciclagem dos resíduos sólidos  Agência da Caixa Econômica  Tornar o Poeirão propriedade pública (regularização) ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .2. Centro  Construção do novo cemitério  Estruturação de escolas e áreas  Abastecimento água  Assistência à saúde:  Saneamento: esgoto posto. etc.  Pavimentação das vias dentista..2. SEDE MUNICIPAL 4. Bela Vista  Melhoria escolas  Assistência à saúde 4.82  Arborização  Retirada de emissora de TV / Repetidora de sinal de TV  Segurança pública: policiamento civil  Iluminação pública  Re-locação e melhoria das barracas de rua  Urbanização da Praça e padronização das barracas da praia da Barra  Alargamento ou definição dos limites da estrada de acesso da Praia da Barra  Re-locação das “invasões” 4.3.2. Cidade Nova E Nova Esperança  Pavimentação: Rocinha e Cidade Nova 4.

83 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

Rio Preto. Itiuba e Tomé Alves. Aguazinhas)  Cooperativa de reciclagem (Rio Negro e Jurer)  Pontos de ônibus (Imbé)  Área de lazer e cultura (Imbé) ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . Calçada Nova. OUTRAS DEMANDAS MUNICIPAIS COMUNIDADES RURAIS  Armazém (Negro do Mato)  Recuperação do mercado (Serraria)  Ampliação e melhoria do cemitério (Formoso e Serraria)  Reforma do matadouro (Serraria)  Biblioteca (Serraria)  Estação Ferroviária e via férrea (Sitio do Meio)  Mercado (Sítio do Meio)  Parabólica comunitária (Sítio do Meio)  Reforma do mercado (Formoso)  Ampliação do tanque de água (Malhadinha)  Recuperação de praças (Pedros)  Quadra de esportes. quadra poliesportiva (Pedros.84 5.

faculdade. SEDE MUNICIPAL  Cemitério  Reforma do estádio  Implantação de um SAC  Ampliação APAE  Recuperação do matadouro  Área de lazer para idosos e crianças = Centro Cultural  Educação: cursos técnicos profissionalizantes.85  Escola (Calçada Nova e Itiuba)  Sede para Associação de Moradores (Aguazinha)  Igreja (Aguazinhas)  Padaria e casa de farinha comunitária (Catana I. escola de 2º grau  Cooperativa de reciclagem ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .2. Corocas. II e Mamão. Caracatu e Riachão) 5.

86 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

bem como aquelas situadas na orla atlântica municipal. foram consideradas também as localidades rurais. visando a capacitação dos membros formadores do Fórum Comunitário. assim como as recomendações para a continuidade do processo que vai envolver votação do PDDU na Câmara Municipal. com uma duração de oito horas. todavia.  Promoção de Seminário de Encerramento. visando à apresentação dos resultados do trabalho: o novo PDDU de Entre Rios. diferentemente do que aconteceu na ocasião da elaboração do primeiro Plano Diretor Urbano do Município. O Plano de Sensibilização e Mobilização aqui relatado ainda prevê o desenvolvimento das seguintes atividades:  Realização de uma Oficina de Capacitação. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . que deverão acompanhar o processo de consolidação e implementação do PDDU de Entre Rios. CONSIDERAÇÕES FINAIS As informações apresentadas neste Relatório foram levantadas diretamente junto às comunidades de moradores do Município de Entre Rios. Em outras palavras. considerando-se o território municipal como um todo.87 6. além de levantamentos técnicos realizados pela equipe envolvida neste Projeto. cuja principal atividade econômica é o turismo litorâneo. para a atualização e revisão daquele Plano. Estas informações deverão ser complementadas com entrevistas a serem realizadas com técnicos e moradores do município. cujos levantamentos concentraram-se na sede municipal.

1994. Moçambique. Compilado por Martin Whiteside. 2005. ed. COMISSÃO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Diagnóstico rápido participativo: manual de técnicas. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .88 REFERÊNCIAS BRASIL. Brasília: Ministério das Cidades/CONFEA. Ministério das Cidades. Plano diretor participativo: guia para elaboração pelos municípios e cidadãos. 2ª.

PLANO DE SENSIBILIZAÇÃO E MOBILIZAÇÃO Plano de Mobilização e Sensibilização Comunitária da Revisão do Plano Diretor de Entre Rios Estado da Bahia Salvador Agosto de 2006 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .89 APÊNDICES APÊNDICE 1 .

Também. os recursos humanos e materiais existentes e necessários. assim como os procedimentos metodológicos que embasam a proposta do trabalho participativo e as estratégias de abordagem local. pretender esgotá-las. simultaneamente. possibilitarão o envolvimento de grupos locais no processo de Revisão e Atualização do PDDU de Entre Rios. De fato. Conforme determina o Termo de Referência deste trabalho. para uma efetiva condução participativa dos trabalhos é absolutamente indispensável o envolvimento da comunidade beneficiária em todas as etapas de sua elaboração. Nos Itens 1 e 2 deste Plano serão explicitados seus objetivos gerais e específicos. este Plano de Mobilização e Sensibilização disporá sobre os objetivos. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . cuja composição deve contemplar representantes legítimos dos diversos segmentos sociais locais. bem como um cronograma indicativo das atividades. sem. bem como as formas de organização e de sistematização das informações levantadas. são indicadas as técnicas de levantamento de informação que serão usadas ao longo do trabalho. No item 3 – Especificação e programação dos trabalhos de planejamento participativo – relacionam-se as etapas e as respectivas atividades integrantes dos trabalhos de sensibilização e mobilização comunitárias. a forma final de operacionalização do Plano também resultará dos procedimentos participativos. os procedimentos metodológicos incluindo as estratégias de abordagem comunitária e as técnicas de levantamento e registro de informações. Nos itens subseqüentes serão apresentados as técnicas de organização e sistematização de dados. É importante mencionar que se trata de uma proposta de ação preliminar através da qual se levantam as diretrizes gerais e os princípios metodológicos que irão orientar as atividades. e condicionar-se-á às discussões e às avaliações prévias que serão oportunamente desenvolvidas entre a equipe técnica da proponente e da municipalidade. os quais. Assim. contudo. do Município de Entre Rios localizado no Litoral Norte do Estado da Bahia.90 Apresentação Este é o Plano de Sensibilização e Mobilização para revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano/PDDU. No item 4 apresenta-se a proposta de formação de um Fórum Comunitário – FC.

 Identificar. levantar os problemas e oportunidades locais percebidos pela população. considerando-se a sede municipal. Grupo de Proposição e Grupo de Impulsão e Realização. a partir do conjunto de entidades. Específicos  Identificar redes de associativismo e grupos de moradores (formais e informais) existentes no Município de Entre Rios. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . bem como suas respectivas propostas ou sugestões de solução aos problemas identificados. priorizar e relatar as principais demandas comunitárias e os conflitos de interesse. os quais irão subsidiar a revisão e atualização do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Entre Rios.  Facilitar e promover a formação de um Fórum Comunitário e o estabelecimento de três grupos de trabalho: Grupo de Consulta.  Promover encontros e reuniões com grupos de moradores da área visando.91 1. através da aplicação de técnicas de pesquisa.2. associações e lideranças existentes. os distritos e seus respectivos povoados. através do estabelecimento de um Fórum Comunitário Municipal. 1. agrupamentos com base nos critérios de proximidade territorial e diversidade social.Geral  Envolver a comunidade residente no Município de Entre Rios (Litoral Norte do Estado da Bahia) no processo de revisão e atualização do seu Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano/PDDU. e estabelecer.1. Objetivos 1.

planejamento Considera-se quanto na que execução a participação de programas. Procedimentos metodológicos Os procedimentos metodológicos aqui utilizados pressupõem a existência de uma diversidade de entidades. objeto de planejamento e de intervenções governamentais. cria condições favoráveis para a consecução dos objetivos e para a realização de ações. formal ou informalmente. comunitária. variando de acordo com a qualidade das informações recebidas e o entendimento do significado desse tipo de trabalho. já conta com uma relação de Associações Locais (30) e outros segmentos sociais disponibilizados pela Prefeitura Municipal de Entre Rios. Nesse sentido. adequados para a abordagem de comunidades rurais ou urbanas. e a necessidade de identificação e de conhecimento prévio desses grupos. embora seja o Plano de Mobilização e Sensibilização um guia para o trabalho no Município de Entre Rios. neste momento. associações e/ou agentes e lideranças sociais locais que atuam. À comunidade cabe a participação. será utilizada uma metodologia de natureza participativa que compatibilize prazos e capacidade operacional com representatividade. nos chamados métodos de diagnósticos rápidos e participativos. planos e tanto no projetos de desenvolvimento. sem ceder a qualquer tipo de restrição e/ou dificuldade.92 2. Entretanto. Para tanto. Em outras palavras. de forma a envolvê-los progressivamente no processo de trabalho. que poderá ser mais ou menos efetiva. Visando o envolvimento comunitário no processo. serão 2 A equipe da Proponente. a participação efetiva ocorre tão somente se se estabelece uma sinergia entre a equipe técnica e a comunidade. assegurando a representatividade dos mesmos em relação ao conjunto do corpo social2. a participação do maior número possível de entidades e/ou segmentos sociais e lideranças. há que se estabelecer procedimentos capazes de garantir. na área que será o objeto de ação. o mesmo poderá ser redefinido ou ajustado após o início dos trabalhos conjuntos entre a UNIFACS e a Prefeitura Municipal de Entre Rios. À primeira cabe o esforço no sentido de mobilizar o apoio e o envolvimento de todos os segmentos sociais locais. originalmente. Essa concepção metodológica apóia-se. em tempo hábil e a custos exeqüíveis. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

divulgar os procedimentos metodológicos adotados para o desenvolvimento dos trabalhos relacionados à revisão e atualização do PDDU de Entre Rios. que deverá ser convocado pela Prefeitura de Entre Rios. além das equipes técnicas do proponente e da municipalidade. Deste evento.  Formação de um Fórum Comunitário . quais sejam:  Realização de Reuniões Comunitárias a serem realizadas nos bairros da sede municipal e nos seus distritos e povoados. Para tanto.93 adotadas estratégias de abordagem comunitária voltadas para assegurar a participação de todos os beneficiários no processo de revisão e atualização do PDDU. com vistas ao estabelecimento de procedimentos de planejamento. será realizado um Seminário de Abertura oficial dos trabalhos. com vistas a divulgar o trabalho. participarão todos os segmentos sociais e as lideranças representativas do município. assim como das demandas e proposições. instância a ser institucionalizada localmente com a finalidade de acompanhar e participar das atividades previstas no Plano. execução e acompanhamento dos trabalhos de revisão e atualização do PDDU de Entre Rios.A constituição de um Fórum Comunitário é parte integrante deste Plano de Sensibilização e Mobilização. bem como estabelecer o Fórum Comunitário previsto na metodologia. sensibilizar e convocar os munícipes para participação no Fórum Comunitário. Os participantes das reuniões locais deverão indicar duas pessoas (titular e suplente) para participar do Fórum Comunitário. e sua formação corresponde ao eixo deste Projeto.Cujo objetivo será o de abrir oficialmente os trabalhos de revisão e atualização do PDDU de Entre Rios. Nessas reuniões a equipe técnica procederá ao levantamento de informações pertinentes ao cenário atual de cada uma das localidades consideradas. O evento. assegurando-se aos participantes transporte para os locais de realização dos eventos. Serão feitos tantas quantas reuniões comunitárias forem necessárias para cobrir o território municipal. que será precedido de encontros locais nas diversas localidades do 3 Corresponde à sessão de Planejamento Por Objetivos. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Seminário de Abertura3 . prevista na Metodologia da Proposta de Trabalho desenvolvida pela proponente. conforme já mencionado.

Essa experiência foi desenvolvida. poder-se-á promover um concurso de redação ou de frases que expressem as representações do grupo em relação ao bairro onde moram e suas expectativas quanto a seu futuro.94 município e bairros da sede (Reuniões Comunitárias). o processo de revisão e atualização do PDDU e os trabalhos a ele correspondentes 4. Itajuípe e Itacaré com resultados bastante positivos quanto ao envolvimento dos jovens no processo. nos Planos de Sensibilização e Mobilização Comunitárias dos municípios de Ponto Novo. Após o evento. b) Proposição e c) Impulsão e Realização. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Seminário de Encerramento dos trabalhos a ser realizado ao final do processo visando à apresentação e discussão. comércio e serviços). participarão do processo em três Os integrantes do Fórum momentos distintos. identificando-se informantes chaves do Município. a partir do mesmo. em plenária. Deste Fórum participarão os diversos segmentos sociais: poder público (municipal. públicas e/ou privadas (indústria. cujos membros serão indicados por ocasião do Seminário de Abertura.  Realização de palestra na (s) principal (ais) escola (s) de ensino médio da rede municipal e/ou estadual do entorno. Será definida uma amostra não aleatória.  Colocação de urnas em lugares estratégicos visando recolher sugestões para a revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Ambiental de Entre Rios. as condições para a formação do Fórum Comunitário. organizações não governamentais) e empresas. e 4 De forma a sensibilizar os jovens estudantes com relação a esses trabalhos. porém complementares: a) Consulta. organizações da sociedade civil (Associações de Moradores. estadual e federal). possibilitará à equipe técnica obter uma primeira aproximação da rede de associativismo existente. junto aos professores e aos alunos. com vistas a divulgar. estabelecendo-se. os participantes serão convidados a elaborar uma redação sobre o tema: Entre Rios: ontem. Associações de Trabalhadores Rurais. Sindicatos. hoje e amanhã. pela Consultora. da versão final do Plano de Desenvolvimento Urbano e Ambiental de Entre Rios.  Realização de entrevistas com pessoas ou grupos (grupos focais) que possam contribuir com o conhecimento da área e apresentar proposições para a revisão e atualização do PDDU de Entre Rios.

meio ambiente. 3. saneamento. Planejamento 5 Sugere-se a criação de um GT Executivo.Visando a divulgação dos trabalhos. uma cartilha será elaborada pela equipe da UNIFACS esclarecendo sobre o tipo de trabalho que será desenvolvido no município. Seminário e Abertura e reuniões do Fórum Comunitário.95 realizadas entrevistas abordando temas específicos. locais. que seja ágil e tenha autonomia relativa em relação à Prefeitura para que possa operacionalizar este Plano de Mobilização. ao final.  Levantamento fotográfico .  Produção de Folder informativo .As reuniões.Deverá ser realizado um levantamento fotográfico do processo participativo envolvendo o registro de todas as reuniões comunitárias. o trabalho aqui proposto será desenvolvido em três etapas distintas. etc.1.  Realização de Oficina de Capacitação (8 horas) para os membros do Fórum Comunitário. com definição de cronograma para realização de reuniões comunitárias e planejamento das demais atividades previstas 5. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . suas diversas etapas e componentes. tais como: educação. uma LISTA DE PRESENÇA dos participantes. quais sejam: 3.  Elaboração de Atas e Listas de Presenças . porém interrelacionadas e complementares. 3. bem como informações básicas sobre o Estatuto da Cidade e outros aspectos da legislação urbanística. Especificação e programação dos trabalhos de planejamento participativo Visando a consecução dos objetivos específicos inicialmente apontados. assim como o Seminário e Reuniões do Fórum Comunitário dever ser registradas em ATAS anexando-se. Outras Atividades  Elaboração de uma Agenda de Trabalho em conjunto com a Prefeitura Municipal de Entre Rios. formado pela UNIFACS e PMER.

apresentando e discutindo as noções básicas de urbanismo. nivelamento de informações e estabelecimento do Fórum Comunitário para a revisão e atualização do PDDU de Entre Rios.2.96  Levantamento sobre o associativismo local visando obter uma primeira aproximação da rede existente para a construção do Fórum Comunitário (FC)6. bem como o levantamento das principais demandas e proposições. com os do Estatuto da Cidade. povoados e localidades do município.  Planejamento do Seminário de Abertura que será antecedido de um processo de sensibilização e mobilização comunitária. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Realização de Reuniões Comunitárias visando à sensibilização dos participantes (convite) para envolvimento no Fórum Comunitário.  Formulação de uma Agenda de Trabalho com a equipe da Prefeitura Municipal de Entre Rios com vistas ao estabelecimento de um cronograma de Reuniões Comunitárias a serem realizadas no período que vai anteceder a promoção do Seminário de Abertura. De forma a facilitar o planejamento desses eventos. acompanhar e monitorar as ações relacionadas à revisão do PDDU. 6 A equipe da UNIFACS já dispõe de uma relação de empresas privadas e entidades não governamentais atuantes no Município de Entre Rios a partir da qual será definido um Programa de Reuniões locais nos distritos. familiarizando-os com ditames da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano/PNDU e.  Elaboração e distribuição de Folder informativo sobre o processo dos trabalhos a serem desenvolvidos para a atualização do PDDU de Entre Rios 7.  Discussão e detalhamento do funcionamento do Fórum Comunitário que será instituído com a finalidade de acompanhamento dos trabalhos. em particular. algumas reuniões poderão reunir mais de uma comunidade.  Planejamento de oficina dirigida para o Fórum Comunitário visando tornar os seus membros aptos a participar. Execução  Promoção do Seminário de Abertura oficial dos trabalhos para apresentação deste Plano de Mobilização. 3. 7 As cartilhas informativas devem ser distribuídas por ocasião das reuniões comunitárias que precederão ao Seminário de Abertura.

4..  Promoção de capacitação dirigida aos membros do Fórum Comunitário. do Seminário de Abertura e demais estratégias de levantamento de informações tais como as entrevistas com informantes chaves  Promoção de Seminário Final. Formação do Fórum Comunitário . visando à apresentação dos resultados do trabalho: o novo PDDU de Entre Rios. Conforme já mencionado. de proposições (proposições) e definição de estratégias de acompanhamento (acompanhamento e impulsão).  Relato da experiência participativa e apresentação dos cenários delineados a partir das Reuniões Comunitárias. as lideranças locais e a iniciativa privada atuantes no município. 3. as associações de moradores de bairros e/ou de povoações e distritos. considerando-se as instâncias de governo (federal. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . etc. estadual e municipal).  Planejamento do Seminário de Conclusão dos trabalhos no qual serão apresentados os resultados finais dos trabalhos e a nova configuração do PDDU de Entre Rios. atas das reuniões. as entidades não-governamentais. listas de participantes.  Realização de entrevistas (temáticas) com informantes chaves previamente definidos. Sistematização das informações  Organização de todo material levantado: informações (demandas e proposições) fotos. assim recomendações para a continuidade do processo que vai envolver votação do PDDU na Câmara Municipal. este Fórum deverá representar o município em seu conjunto.FC O Fórum Comunitário será formado a partir do levantamento da rede de associativismo local.97  Realização de reuniões com o Fórum Comunitário para levantamento de informações e demandas (consulta).3. e das reuniões e encontros prévios que serão realizados já na etapa de Planejamento deste Plano.

podem gerar a produção de gráficos ou tabelas demonstrativas do processo de trabalho. além do ordenamento. por sua vez. dentre outras). relacionados a cada uma das etapas do Plano. bem como aqueles relacionados aos levantamentos de campo necessários à atualização e revisão do PDDU de Entre Rios. seminários técnicos. 6. visitas. listas de presença e participação. relatórios das visitas técnicas. observação direta realizada pela equipe técnica. Recursos humanos e materiais e responsabilidades Os trabalhos de sensibilização e mobilização comunitárias. o que implicará em uma posterior etapa de organização e sistematização de dados. eventos. serão organizadas com a finalidade de apresentar um panorama global das atividades desenvolvidas no decorrer dos trabalhos. registros fotográficos. entrevistas semi-estruturadas com pessoas chave da comunidade. anais dos dois seminários técnicos e de outros eventos realizados. Apresenta-se a seguir a equipe técnica: ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE . em prioridade. número de participantes etc. Considerando que material coletado em campo consistirá de informações de natureza qualitativa e quantitativa. serão desenvolvidos por uma equipe técnica com membros da Universidade Salvador e da Universidade do estado da Bahia. os procedimentos de sistematização deverão adequar-se à natureza dos dados. As informações de natureza qualitativa (tais como atas de reuniões de diferentes grupos. Técnicas de sistematização e avaliação dos resultados A execução deste Plano demandará a realização de vários levantamentos de campo. dos problemas e das demandas apresentadas pelos segmentos sociais consultados. com acompanhamento e participação do Fórum Comunitário e da própria PM de Entre Rios. serão objeto de uma análise de conteúdo visando à compreensão da totalidade do processo em suas diferentes fases. As informações de natureza quantitativa. informações como número de reuniões. Assim..98 5. na ocasião da apresentação final dos resultados à comunidade em geral.

Liliane Mariano (Arquiteta Urbanista .Coordenadora Administrativa)  Prof.99  Prof. Maria Raquel Mattoso Matedi (Professora e Socióloga)  Carlane Costa Dias (Arquiteta e Urbanista)  Fernanda Guimarães Mazza (Estudante de Urbanismo da UNEB)  Gisele Oliveira de Lima (Historiadora)  Luana Abílio Stifelman (Estudante de Arquitetura e Urbanismo da UNIFACS)  Maiana Fernades vaz Freitas (Estudante de Urbanismo da UNEB)  Moacir Carneiro da Costa (Economista)  Neiton Conceição Santos (Estudante de Economia da UNIFACS)  Rosenilda dos Santos Souza (Estudante de Arquitetura e Urbanismo da UNIFACS) ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

Realização de entrevistas com informantes chaves. Reunião para discussão e detalhamento do funcionamento do Fórum Comunitário 3. Elaboração do Relatório Técnico relativo à implementação do Plano de Mobilização e Sensibilização 12. Cronograma do processo participativo Atividades / Meses 1 2 3 4 5 6 1. Realização do Seminário de Abertura. Planejamento do Programa de Capacitação para o Fórum Comunitário (Oficina) 9. 6. 4. Sistematização das informações levantadas 11. Realização do Seminário Final APÊNDICE 2 . 8. Elaboração e distribuição de Cartilha ou Folder informativa 5. ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .100 7. Realização de Oficina para o Fórum Comunitário 10. Capianga. demandas e proposições. 7. Realização de Reuniões Comunitárias para levantamento de informações. 2. Poços e Caboclo (41 participantes).Relação das comunidades e moradores envolvidas no processo de sensibilização e mobilização. COMUNIDADES RURAIS  Prata. Reunião para elaboração de Agenda e Cronograma de Trabalho (reuniões comunitárias). Planejamento do Seminário de Abertura.

Mamão (50 participantes). Subaúma e Pantanal (61 participantes)  COMUNIDADES ENVOLVIDAS 71 NÚMERO DE PARTICIPANTES: 936 COMUNIDADES URBANAS (BAIRROS DA SEDE MUNICIPAL)  Bairro Bela Vista . Rio do Negro (18 participantes).  Pedras. Bom Sucesso e Chapada (50 participantes).  Canoas.  Rio Preto. Macacos e Areal (42 participantes).  Ademo/Camaçari. Formoso/Cinco Estradas.  Roça Grande. Fazenda Capebi e Quinhambinda (31 participantes).  Massarandupió.  Tabela. São Matheus. Buri/Nova Aliança. Tomé Alves. Porto Sauípe e Água Comprida (65 participantes). Calçada Nova. Riaçhão. Chapadinha. Gamba e Pimenteira (60 participantes).101  Timbó.73 participantes. Fazenda Limoeiro. Timbozinho e Fazenda Centro (46 participantes).  Juruer/Lombada. Aldeia e Orlaria (33 participantes).  Malhadinha.  Catana I.  Sítio Novo. Boa Vista e Frades (33 participantes). Negro do Mato.  Aguazinha e Centro Agrícola (92 participantes). Catana II.  Lagoa Redonda (42 participantes).49 participantes ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .  Sítio do Meio.  Cabuçu. Baixão e Furquilha (32 participantes). Jibóia e Itiúba (73 participantes). Pé de Serra. Corocas e Caracatu.  Buri/Algodão.  Taboado/Rebolo e Pedros (61 participantes). Matuim. Humaitá e Imbé (45 participantes). Riacho do Barro e Rio da Caatinga (26 participantes). Serraria/Ibatuí (34 participantes). Sete Casas. Jatobá. Augustinho.  Centro .  Capivara.

102  Bairro Cidade Nova e Nova Esperança .73 participantes. TOTAL DE REUNIÕES: 3 TOTAL DE PARTICIPANTES: 195 ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

103

APÊNDICE 3 - Ata do I FÓRUM COMUNITÁRIO
Ata do Fórum Comunitário
Data: 15/12/2006
10:53 Abertura
Pedro Vieira, chefe de gabinete, iniciou a abertura do evento, justificando a ausência
do prefeito, fazendo os agradecimentos à equipe do Plano Diretor.
O

controlador

interno,

Dr

Mizael

parabenizou

a

administração

e

a

Universidade.Ressaltando que a comunidade participasse em maior número desse
fórum.
Passando a palavra para professora Liliane a qual se apresentou como
coordenadora do plano. Expôs os objetivos desse fórum e informou as etapas de
elaboração do plano.
Passando a palavra para professora Raquel à qual ficaria responsável em
apresentar os diagnósticos das reuniões comunitários. Enquanto ela apresentava o
levantamento os participantes se pronunciavam fazendo correções e acrescentando
elementos que não constavam no diagnóstico. Em diversos momentos os membros
da prefeitura de Entre Rios interviam apresentando justificativas para alguns
problemas apontados ou expondo algumas ações que já haviam sido iniciadas.
Dando seguimento a apresentação da professora Raquel, a plenária foi dividida em
três grupos: 1) Discussão e Revisão do diagnóstico; 2) Projetos Estratégicos; 3) GTA
– Grupo de Trabalho e Acompanhamento.
Após essa divisão o chefe de gabinete Pedro Vieira apresentou justificativas e
iniciativas da atuação da Prefeitura de Entre Rios. Dando encerramento na primeira
etapa do fórum, que teria prosseguimento no turno da tarde, o prefeito fez suas
considerações finais e convidou a plenária para o almoço.
12:00 Almoço
14:30 Realização das reuniões dos grupos definidos pela manhã.
___________________________________________________________________________________________

PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE

104

16:30 Apresentação dos relatórios produzidos nos grupos. Exposição dos trabalhos
desenvolvidos pelos professores da rede pública da cidade de Entre Rios no curso
de reciclagem, no qual apontaram principais problemas do espaço urbano de Entre
Rios e possíveis soluções.
17:00 Encerramento do fórum.

___________________________________________________________________________________________

PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE

105

APÊNDICE 4 - FOTOS DAS REUNIÕES COMUNITÁRIAS
Reunião 01 - Poços

Reunião 02 – Timbó

Reunião 03 – Sítio do Meio

___________________________________________________________________________________________

PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE

106 Reunião 04 – Serraria Reunião 05 .Formoso ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .

107 Reunião 06 .Pedros Reunião 08 .Lagoa Redonda Reunião 09 – Bela Vista ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .Chapadinha Reunião 07 .

Humaitá Reunião 13 – Rio Preto Reunião 14 .Aguazinhas ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .108 Reunião 11 .

Massarandupió Reunião 22 – Porto Sauípe ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .109 Reunião 21 .

FOTOS DO FÓRUM COMUNITÁRIO ___________________________________________________________________________________________ PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ENTRE RIOS AO ESTATUTO DA CIDADE .110 APÊNDICE 5 .