Ut9

Cartaz Motivacional – A Nova Escola
A linha gráfica de Rodchenko e do Construtivismo Russo Oficina de Artes 12
Módulo 2 - Projecto Artístico; Questões Permanentes
Escola Secundária de Santa Maria – Sintra – 2009/10

Introdução
Nos anos que se seguiram à revolução russa de 1917, o design gráfico desenvolveu-se a ponto de se tornar um veículo de comunicação em massa e de propaganda politica. A Rússia tinha uma poderosa tradição visual e tinha também uma intelligentsia artística que, impulsionada pelo Futurismo, estava decidida a voltar as costas ao passado. Numa atmosfera de optimismo, numa época agitada por debates, privações, guerra civil e convulsão politica, numa sociedade semi-analfabeta, as palavras e as imagens tornaram-se os agentes de uma revolução que, à medida que avançava, lançava mão dos recursos da fotografia e da perícia dos designers especializados...” Por essa época, os trabalhos já exibiam algumas das características do estilo internacional. Entre as particularidades desse estilo incluem-se a ostensiva utilização da rectangularidade e dos espaços em branco como partes do design, o emprego exclusivo de tipos sem serifa e o uso de fotografias em vez de desenhos. Rodchenko foi um dos primeiros a fazer experiências com fotomontagem...”(1). Mais informação em: http://sala17.wordpress.com/

Definição e Objectivos
Pretende-se que elabores um cartaz motivacional transmitindo a mensagem de que o desconforto provocado pelas actuais obras de construção e remodelação na escola é um incómodo que vale a pena suportar tendo em conta a nova escola que irá nascer da situação presente. A intenção é levantar o ânimo e a moral de todos os que partilham o espaço da escola face às contrariedades infligidas por estas obras. A linha gráfica do cartaz deverá obedecer às características observáveis nas obras do Construtivismo Russo em geral e na obra de Alexander Rodchenko em particular, nomeadamente: a geometrização, a cor homogénea, a obliquidade dos enquadramentos, a montagem fotográfica e uma tipografia sólida e sem serifas. O cartaz deverá conter dois elementos; um slogan motivacional curto e de grande impacto comunicacional e uma imagem - ou conjunto de imagens – onde o novo espaço escolar deverá marcar presença.

Percurso e Metodologias

Apresentação
Relatório, Memória Descritiva e Justificativa (RMDJ)– Texto com ou sem imagens do percurso seguido, a formulação das várias ideias e a descrição e justificação da solução desenvolvida. Ficheiro Word e Pdf (imagens incluídas no texto também entregues em separado). Cartaz – O formato do cartaz poderá ser rectangular, de enquadramento vertical ou horizontal ou poderá ainda ter um formato quadrado. No caso do formato rectangular e a menos que se pretenda obter um efeito gráfico particular, deverá adoptar-se a proporção da norma DIN “A”. O resultado final deverá ser uma imagem digital cujo lado menor não poderá ter menos de 2000 pixels e o lado maior não deverá ter mais de 4000 pixels em ficheiro Jpeg. Entrega dos dois elementos em CD.

Avaliação
A B
RMDJ: Ideias desenvolvidas/ Metodologia no percurso/ Fundamentação teórica da solução Cartaz: Aproximação à linha gráfica de Rodchenko e do CR/ Composição/ Criatividade/ Eficácia Motivacional (CM - Cotação máxima, AA – Auto avaliação, AP – Avaliação do professor). Total

CM

AA

AP

40 160 200

Calendarização 12ºN (tempos de 90/135*)
T1 T2 Fev Mar Dez 22 23* 24 1 2* 3 8 9* 10 15 16* 17 22 24 25* 1 3 4* 8 10 11* 15 17 18* 3 e 10 Mar (T1 e T2) – Ponto da situação individual. Discussão e análise de ideias 22 22

(1) Hollis, Richard – Design Gráfico: Uma História Concisa OA12 2009-2010-UT9-AM Cartaz Motivacional.doc António Marques. Pág. 1/1