You are on page 1of 34

NBR 8160/99

Doralice Ap. Favaro Soares

1/34

Sistemas prediais de esgoto sanitário

717-T 01 e 05 - Projetos

Sistemas Prediais de Esgoto
Sanitário

717-T 01 e 05 - Projetos

• Sistema unitário: quando as águas pluviais e as águas
residuárias são lançadas na mesma rede ou galeria.
• Sistema separador absoluto: quando existem duas redes
absolutamente separadas, uma para receber as águas pluviais
e outra para receber os esgotos sanitários

Doralice Ap. Favaro Soares

2/34

Sistemas prediais de esgoto sanitário

Sistemas públicos de esgotos

Lavatório

Pia de cozinha

Banheira
Máquina de lavar roupas

717-T 01 e 05 - Projetos

Chuveiro

Vaso sanitário
Demais aparelhos sanitários
• Tanque;
• Máquina de lavar pratos;
• Etc.

Mictório
Doralice Ap. Favaro Soares

Bidê
3/34

Sistemas prediais de esgoto sanitário

Aparelhos sanitários

caixas sifonadas. ralos sifonados. • Exemplos de desconectores: sifões.• Aparelho destinado a impedir a passagem dos gases gerados pela decomposição do esgoto na rede. • Altura do fecho hídrico: é a altura da camada líquida. Favaro Soares 4/34 Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 . Os gases ficam impedidos de passarem devido a presença do fecho hídrico. Doralice Ap. • Fecho hídrico: é uma camada líquida que impede a passagem dos gases.Projetos Desconectores .

Desconectores Sifão Garrafa Sistemas prediais de esgoto sanitário Sifão P 717-T 01 e 05 . Favaro Soares 5/34 .Projetos Sifão S Doralice Ap.

aplique um pouco de vaselina. Para facilitar a instalação da peça da saida do sifão neste cano. 717-T 01 e 05 . já instalado na parede.Desconectores Instalação do sifão Sistemas prediais de esgoto sanitário 1) Verifique a medida necessária para o cano que fará ligação da pia com o esgoto. Favaro Soares 6/34 .Projetos 2) No cano. deve haver um anel de borracha.Corte o cano no comprimento para que o sifão fique a um ângulo de 90º em relação à parede. Ele evita o vazamento do esgoto que sairá da pia. Utilize uma serra manual afiada. Doralice Ap.

encaixe-o no cano de saída da parede. Favaro Soares 7/34 Sistemas prediais de esgoto sanitário Instalação do sifão . Doralice Ap. use a fita teflon em todas as roscas. A pressão deve ser feita com a própria mão. A qualidade do trabalho esta ligada a esta etapa.Projetos 4) Para uma fixação e vedação eficaz das junções do sifão e principalmente do copo interior. 717-T 01 e 05 . responsável pela limpeza. Em seguida coloque as outras peças que irão compor o sifão e aperte os encaixes.Desconectores 3) Após ter cortado o cano na medida exata.

Projetos 6) Instale em seguida o copo inferior. e sim apenas a força das mãos. No momento em que houver resistência. Doralice Ap. 717-T 01 e 05 .Desconectores 5) Coloque o restante do sifão. Aqui nunca utilize ferramentas. Primeiro rosqueie na saída do ralo da pia e conecteo ao cano de baixo. pare de forçar. pois quando precisar limpar é mais fácil de retira-lo. Ajuste o anel de vedação e faça pressão com a mão. Favaro Soares 8/34 Sistemas prediais de esgoto sanitário Instalação do sifão . Para limpálo basta lavar o copo com água e desinfetante.

Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos Desconectores Ralos sifonados Doralice Ap. Favaro Soares 9/34 .

Desconectores Caixa sifonada girafácil 717-T 01 e 05 . Favaro Soares 10/34 .Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Caixa sifonada Doralice Ap.

717-T 01 e 05 . Favaro Soares 11/34 .Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Aparelhos com sifão – Vaso sanitário Doralice Ap.

Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Aparelhos com sifão – Vaso sanitário Doralice Ap.717-T 01 e 05 . Favaro Soares 12/34 .

Favaro Soares 13/34 .717-T 01 e 05 .Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Aparelhos com sifão – Vaso sanitário Doralice Ap.

Favaro Soares 14/34 .Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Instalação típica de esgoto sanitário Doralice Ap.717-T 01 e 05 .

Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Caixas de inspeção e subcoletor predial Doralice Ap. Favaro Soares 15/34 .717-T 01 e 05 .

Projetos Detalhe da caixa de inspeção Doralice Ap.Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 . Favaro Soares 16/34 .

Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 . Favaro Soares 17/34 .Projetos Partes componentes do sistema – Ramal de descarga Ramal de descarga: é a tubulação que recebe os esgotos do aparelho sanitário Doralice Ap.

Partes componentes do sistema – Ramal de descarga Número de Unidades de Hunter de contribuição dos aparelhos sanitários e diâmetro nominal mínimo dos ramais de descarga Diâmetro nominal mínimo do Número de unidades de Aparelho sanitário ramal de descarga Hunter de contribuição DN Bacia sanitária 6 1001) Banheira de residência 2 40 Bebedouro 0.Projetos Dimensionamento .5 40 Bidê 1 40 De residência 2 40 Chuveiro Coletivo 4 40 De residência 1 40 Lavatório De uso geral 2 40 Válvula de descarga 6 75 Caixa de descarga 5 50 Mictório Descarga automática 2 40 2) De calha 2 50 Pia de cozinha residencial 3 50 Pia de cozinha industrial Preparação 3 50 Lavagem de panelas 4 50 Tanque de lavar roupas 3 40 Máquina de lavar louças 2 503) Máquinas de lavar roupas 3 503) Doralice Ap. Favaro Soares 18/34 Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .

Partes componentes do sistema – Ramal de esgoto Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos Ramal de esgoto: é a tubulação que recebe os esgotos dos ramais de descarga Dimensionamento dos ramais de esgotos Diâmetro nominal Número máximo de unidade de mínimo do tubo DN Hunter de contribuição UHC 40 3 50 6 75 20 100 160 Doralice Ap. Favaro Soares 19/34 .

Favaro Soares Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos Partes componentes do sistema – Ramal de ventilação 20/34 . Doralice Ap.Ramal de ventilação: tubo ventilador interligando o desconector ou ramal de descarga de um ou mais aparelhos sanitários a uma coluna de ventilação ou tubo ventilador primário.

Favaro Soares 21/34 .717-T 01 e 05 .Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Partes componentes do sistema – Ramal de ventilação Doralice Ap.

Partes componentes do sistema – Ramal de ventilação Grupo de aparelhos sem bacias Grupo de aparelhos com bacias sanitárias sanitárias Número de unidade Diâmetro nominal Número de unidade Diâmetro nominal Hunter de do ramal de Hunter de do ramal de contribuição ventilação contribuição ventilação Até 12 40 Até 17 50 13 a 18 50 18 a 60 75 19 a 36 75 - Doralice Ap. Favaro Soares 22/34 Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos Dimensionamento dos ramais de ventilação .

de preferência. Favaro Soares 23/34 . Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos Partes componentes do sistema – Tubo de queda Obs. não deve ter desvios Doralice Ap.Tubo de queda: tubulação vertical que recebe esgotos dos ramais de esgoto.: deve ter diâmetro constante e. ramais de descarga e subcoletores.

Favaro Soares Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos Número máximo de Diâmetro unidades de Hunter de nominal contribuição do tubo Prédio de Prédio com DN até três mais de três pavimentos pavimentos 40 4 8 50 10 24 75 30 70 100 240 500 150 960 1 900 200 2 200 3 600 250 3 800 5 600 300 6 000 8 400 24/34 .Partes componentes do sistema – Tubo de queda Dimensionamento dos tubos de queda Doralice Ap.

Favaro Soares 25/34 .Projetos Coluna de ventilação: O escoamento de esgotos pode produzir sub ou sobre pressões na rede e esta é aliviada através da tubulação de ventilação.Partes componentes do sistema – Coluna de ventilação Tubulação vertical destinada a receber os gases presentes na rede. Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 . produzidos pela decomposição da matéria orgânica. e levá-los para o exterior da edificação. Doralice Ap.

Doralice Ap. Favaro Soares Diâmetro nominal mínimo do tubo de ventilação 40 50 75 100 150 200 250 300 Comprimento máximo permitido (m) 46 30 23 61 15 46 13 46 317 10 33 247 8 29 207 8 26 189 11 76 299 8 61 229 7 52 195 6 46 177 10 40 305 8 31 238 7 26 201 6 23 183 10 73 286 7 57 219 6 49 186 5 43 171 24 94 293 18 73 225 16 60 192 14 55 174 9 37 116 287 7 29 90 219 6 24 76 186 5 22 70 152 Sistemas prediais de esgoto sanitário Dimensionamento da coluna de ventilação Partes componentes do sistema – Coluna de ventilação 717-T 01 e 05 .Projetos Diâmetro nominal Número de do tubo de queda unidades de ou do ramal de Hunter de esgoto DN contribuição 40 8 40 10 50 12 50 20 75 10 75 21 75 53 75 102 100 43 100 140 100 320 100 530 150 500 150 1100 150 2000 150 2900 200 1800 200 3400 200 5600 200 7600 250 4000 250 7200 250 11000 250 15000 300 7300 300 13000 300 20000 300 26000 26/34 .

Doralice Ap. Coletor predial: é o trecho de tubulação compreendido entre a última inserção de subcoletor.Projetos Subcoletor: tubo que recebe contribuição de um ou mais tubos de queda ou ramais de esgoto. Favaro Soares 27/34 .Partes componentes do sistema – Subcoletores e coletor predial Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 . ramal de esgoto ou de descarga e o coletor público ou particular.

5 1 2 4 180 216 250 700 840 1 000 1 400 1 600 1 920 2 300 2 500 2 900 3 500 4 200 3 900 4 600 5 600 6 700 7 000 8 300 10 000 12 000 Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .: devem ter comprimento máximo de 15 m Doralice Ap. Favaro Soares 28/34 .Partes componentes do sistema – Subcoletores e coletor predial Diâmetro nominal do tubo DN 100 150 200 250 300 400 Número máximo de unidades Hunter de contribuição em função das declividades mínimas 0.Projetos Dimensionamento dos subcoletores e do coletor predial Obs.

Caixas de inspeção 9 Toda mudança de diâmetro. Favaro Soares 29/34 . limpeza e desobstrução das tubulações 9 A distância máxima entre duas caixas não deve ultrapassar 15 m para facilitar a desobstrução dos tubos Doralice Ap.Projetos Caixa destinada a permitir a inspeção. direção ou de declividade dos coletores e subcoletores enterrados deve ser feita através de uma caixa de inspeção. Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .

Favaro Soares 30/34 .Projetos Sistemas prediais de esgoto sanitário Verificação da pressão de espuma Doralice Ap.717-T 01 e 05 .

Favaro Soares 31/34 . Devem ser instaladas entre a coluna que recebe os efluentes com óleos e graxas e a caixa de inspeção Doralice Ap. postos de lavagem de veículos.Projetos Caixa destinada a reter os óleos e graxas provenientes de pias de cozinha. etc.Caixa de gordura Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .

Favaro Soares 32/34 .Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos Apresentação em planta Doralice Ap.

Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 . Favaro Soares 33/34 .Projetos Apresentação em planta Doralice Ap.

Doralice Ap. Favaro Soares 34/34 Esquema vertical Sistemas prediais de esgoto sanitário 717-T 01 e 05 .Projetos .