You are on page 1of 20

Órgão Oficial da Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro • Rua Professor Gabizo, 129 - Tijuca - RJ • Administração Sereníssimo

Grão-Mestre
Waldemar Zveiter • Jornalistas Resp. Francisco Maciel e Jaricé Braga - Reg. Prof. 12629 MTB 23.09.1977 • DEZEMBRO/2010

Fechando as portas de 2010
e abrindo as janelas de 2011

O ano 2010 foi sem dúvida mais um
ano vitorioso para a nossa Grande Loja
Maçônica do Estado do Rio de Janeiro

MEMORIAL
Fechando as portas de 2010
e abrindo as janelas de 2011
O ano 2010 foi sem dúvida mais um ano vitorioso para a
nossa Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro
GAZETA DO MAÇOM –
ABRIL DE 2010
Sob o domínio da Lei - Logo no inicio do
ano publicamos em nossa Gazeta do Maçom
a decisão do Tribunal Federal corroborando
a visão e as palavras do Sereníssimo GrãoMestre Waldemar Zveiter rejeitando a
revisão da Lei da Anistia. “Por 7 a 2, o
Superior Tribunal Federal rejeitou mudar a
Lei para que fosse possível punir militares
que cometeram crimes de tortura durante a
ditadura (1964-85).
O Irmão Waldemar Zveiter, em sua
sabedoria maçônica e jurídica, previu a
futura decisão do STF há dois anos atrás.
Segundo o Irmão Waldemar Zveiter agora o
mais importante é pensar no futuro.
Construir o futuro sem esquecer as lições do
passado.
Personalidade e Cidadania - O
Respeitabilíssimo Irmão Luiz Zveiter,
desembargador e Presidente do Tribunal de
Justiça do Rio, recebeu na noite do dia 6 de
maio, em solenidade no Jockey Club
Brasileiro, o título de Personalidade e
Cidadania 2010.
De volta à vida e ao templo - Depois de um
grave acidente, o nosso Irmão Adib Farah
Maluf recebe homenagem da Loja Dedo de
Deus através do Venerável Mestre Irmão
José Márcio como um exemplo a ser seguido
e, como Mestre Instalado da Loja, que muito
se orgulha em poder ter a oportunidade de
chamá-lo de Irmão e de homenagear o
renascimento de um verdadeiro maçom.

2

DEZEMBRO 2010

homenageando os 70 anos da Loja Moreira Guimarães nº 9. na formação e consolidação do caráter. realizada no Hotel Guanabara no Rio de Janeiro. não só na aquisição do saber. como. Jubileu de Prata .O Sereníssimo Grão-Mestre determinou que a reunião da Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro fosse realizada naquele município. Instrução relaciona-se com o intelecto.GAZETA DO MAÇOM – GAZETA DO MAÇOM – SETEMBRO 2010 JULHO 2010 Assembleia Geral . O Venerável Mestre Irmão Marcial de Souza Vianna falou de sua emoção em ostentar o comando do primeiro malhete da Loja e determinou que o Irmão Nilson Manhães fizesse uma apresentação histórica e da importância da Maçonaria. Bom Jesus do Itabapoana . DEZEMBRO 2010 3 . Este é o momento de todos nós.A Loja Fraternidade 100 comemorou o seu jubileu de prata em alto estilo. Meio século e mais 20 anos . mas pode haver instrução desacompanhada de educação. a educação com o caráter.A Loja Moreira Guimarães chega aos 70 anos não por acaso nem por mera coincidência.A Grande Loja Educação e instrução . Maçons. Faz parte da tradição maçônica erguer seus estandartes e participar da construção e preservação dos grandes ideais cívicos e morais da civilização brasileira. ele fala que é preciso não confundir instrução com educação. o Sereníssimo GrãoMestre Waldemar Zveiter abriu os trabalhos para a realização da instalação de novos Mestres Instalados.Com a presença de mais de 550 Irmãos. Maçônica do Estado do Rio de Janeiro. sairmos à praça pública e dar a nossa contribuição.Foi avançado no Grau da Marca no Templo da Loja Liberdade Igualdade e Fraternidade. cunhadas. Espírito Santo 1 . Espírito Santo 2 . GAZETA DO MAÇOM – AGOSTO DE 2010 Participação política . Mestres instalados . visitantes e convidados. sob o comando do Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter.No editorial do Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter. especialmente. se reuniu no município de Friburgo (equinócio de primavera) onde teve a presença de mais de 950 convidados entre irmãos. Instruir é ilustrar a mente com certa soma de conhecimentos sobre um ou vários ramos científicos.Mensagem do GrãoMestre: a nossa instituição não pode ficar ausente da vida política profana.O Soberano Grão-Mestre Waldemar Zveiter entregou ao Sereníssimo Grão-Mestre Irmão Aides o honroso título de Soberano Grão-Mestre passado da Grande Loja de MMM do Estado do Rio de Janeiro. A educação abrange a instrução. Educar é desenvolver os poderes do espírito. o Sereníssimo Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Espírito Santo Irmão Aides Bertholdo.

declarou o tríplice Past Grão-Mestre. Nesse dia. Foi um gesto político a sua reivindicação do Estado de Direito.O Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter jamais se omitiu quanto à questão política dentro da sociedade. em sã consciência. Eu nunca tive o privilégio de frequentar uma escola e para mim a maior faculdade foi a vida e as lojas maçônicas”. estaremos realizando a utopia maçônica de uma humanidade unida e feliz. . Mais de 60 mil eleitores aprovaram essas palavras. de harmonia e de progresso social para todo o planeta. GAZETA DO MAÇOM – OUTUBRO – 2010 Mensagem do Grão-Mestre . poderemos entender que somos uma partícula ínfima dessa fraternidade universal e que estaremos cumprindo com o sagrado dever de amor com os nossos semelhantes. a Maçonaria voltou a ser noticia. irmão e pai e lançar o nome de seu Irmão e filho Sergio Zveiter como candidato a Deputado Federal. 4 DEZEMBRO 2010 Se imaginarmos que nessa mesma hora em vários países ou em todos os países do mundo existe alguém fazendo o mesmo ato que estamos fazendo.A Loja Evolução nº 2 presta homenagem ao Past Grão-Mestre Cláudio Moreira de Sousa.GAZETA DO MAÇOM – SETEMBRO ESPECIAL Edição especial . O Rei de Três Rios – Por determinação do Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter. a construir pontes sólidas de atuação. uma comitiva formada por toda a alta administração estiveram presente nas comemorações dos 30 anos de maçonaria do Eminente Grão-Mestre Adjunto Irmão José Ricardo. GAZETA DO MAÇOM ESPECIAL – OUTUBRO 2010 Eleições . Saber nesse momento que estamos emitindo vibrações de paz. disse o Irmão Waldemar Zveiter. Foi uma festa digna de um Rei. Reconhecimento – “E quem há de negar. irmão Waldemar Zveiter sempre levou a Maçonaria ao mais alto do pedestal? Na sua quarta gestão. A cidade de Três Rios para comemorar os 30 anos de vida maçônica do Irmão José Ricardo.” Homenagem ao Irmão Cláudio Moreira de Sousa . abrir o Livro da Lei e ler um versículo apropriado para o grau em que trabalhamos. invocando a presença do Grande Arquiteto do Universal da Suprema Consciência que rege todas as coisas e todos os mundos em favor da paz da harmonia e do progresso de todas as populações. principalmente aos mais novos. “Hoje é sem dúvida um momento especial para mim e quero dizer aos Irmãos. ele é o nome e a pessoa indicada”. a Maçonaria voltou a brilhar com luz própria. aqueles em que os militares governaram o País.O Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter participou das comemorações dos 30 anos da Loja Lealdade e na oportunidade disse: “Abrir liturgicamente os nossos trabalhos. do verdadeiro Estado Democrático. que desde a sua primeira gestão como Sereníssimo Grão-Mestre. nesse momento. que a Maçonaria é uma grande faculdade para todos nós. Com ele. o Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter tem a mesma coragem de outros tempos ao se deixar levar pela paixão de Grão-Mestre. “Se nós precisarmos dele no Congresso Nacional na tribuna defendendo os interesses da Maçonaria e não interesses personalistas. durante os chamados anos de chumbo. Hoje com a democracia restabelecida. a dialogar com outras instituições representativas da sociedade brasileira.Edição em homenagem ao Dia da Independência que teve o titulo: A Maçonaria de pé e à ordem no Dia da Independência. voltou a fazer a grande diferença”.

A Loja Ressurreição. o pedido foi acolhido pela Sereníssima Grande Loja do Estado do Rio de Janeiro. Daí em diante.Uma Loja que nunca dorme e renasce a cada sessão de trabalho A história da fundação da Loja Ressurreição nº 5 tudo começou no dia 10 de dezembro de 1978. acompanhados dos Irmãos Milbio Bengaly. estiveram presentes. Na reunião discutiram formas atrativas objetivando a constituição da loja. DEZEMBRO 2010 5 . passou a reunir inicialmente em Mesas Redondas no templo da Loja Simbólica José Álvares de Maciel do Grande Oriente do Brasil. os Irmãos já referidos. hoje no Oriente Eterno. Venerável mestre da Loja Ressurreição nº 54. a Loja Ressurreição retornou ao templo da Augusta e Respeitável Loja Simbólica José Álvares Maciel. e Manoel Gonçalves Pereira. ainda no escritório do Irmão Biagio. Assim. sem fins lucrativos. a partir de 18 de agosto de 1979. na Avenida Brás de Pina. Aos 06 de outubro de 1979. uma entidade civil de Direito Privado. No dia 16 de dezembro. permitiu a transferência para o referido condomínio onde permanece até os dias de hoje. Maiores informações com o Irmão José Pache Faria Filho. composta por Maçons Regulares das Lojas Maçônicas localizadas no Condomínio. ou através do email: ressurreicao54@globo. quando os Irmãos José Abel Pinto Martins e Biagio Panza manifestaram a vontade de participar da criação de uma loja maçônica capaz de abrigar irmãos adormecidos. então sob o malhete do Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter.com. No dia 16 de novembro de 2010. onde permaneceu até 14 de abril de 1992. n° 817. foi aprovada por unanimidade a sugestão do Irmão Abel. com a aquisição de uma cota no Condomínio Demerval de Souza Barros. No dia 15 de janeiro de 1979. com a finalidade de integrar as Lojas desenvolvendo os ideais da Maçonaria e seus postulados e estimulando os Irmãos de visitação às Lojas do Condomínio. Oriente de São Cristóvão. o Venerável Mestre Irmão José Pache Faria Filho enviou uma carta a todos os Irmãos com a seguinte proposta: A Augusta e Benemérita Loja Maçônica Ressurreição nº 54 tem a honra de apresentar ao Condomínio e às Lojas Maçônicas que aqui se reúnem a Associação Maçônica. que era a criação da Loja com o nome de Ressurreição. no escritório do Irmão Biagio Panza.

dos quais a Coreia do Sul é um exemplo conhecido.O Pântano e o Lírio O relacionamento entre os Irmãos em nossa Fraternidade é um fenômeno complexo. com maior prioridade que qualquer outro tipo de educação. Apesar da reconhecida preciosidade de nossos ensinamentos. através de nosso querido Sereníssimo Grão-Mestre. Mais uma vez a LUZ sobressaiu e conseguiu forjar. Como se tivéssemos ensaiado para isso há muito tempo. Assim. é imensa e envolve muitas variáveis. a unanimidade dos pensamentos. A tarefa. e nos organizado para que tudo 6 DEZEMBRO 2010 isso acontecesse. produzindo o efeito catalisador necessário em tais momentos. Basta exercermos as pressões corretas com a intensidade necessária e dispusermos da alavanca adequada. mas teimosamente persistem em nos apequenar. mas dotados de uma geração de estudantes com formação superior á que temos hoje. Contudo. O resultado será. o resultado seria a obtenção de uma quantidade crescente de estudantes melhor preparados. também aqui será possível. em palavras aproximadas. E foi essa ultima que vimos germinar no último IV Encontro de Grandes Lojas da Região Centro-Oeste de que fizemos parte. O relacionamento entre os Altos Corpos. dessa vez expandido por números. Não por sua ineficiência ou superficialidade. O Espírito Humano contêm. Mais uma vez a Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro exerceu sua liderança. discursos curtos e empolgantes sacudiram a platéia. provocou outro fenômeno interessante. cujo currículo político possui forte ênfase nas questões educacionais. figura conhecida no meio parlamentar e no meio maçônico. mesmo dos mais tenebrosos pântanos. nos mistérios de seu cadinho poderoso. uma palestra do Ilustre Senador Cristóvão Buarque. inexoravelmente. a conversa não iria se encerrar nesse dia. Grandes Lojas ou Corpos Filosóficos e entidades do gênero. que não sabia o que comentar ou adicionar diante do brilhantismo do expositor. Um. que desafia os maiores estudiosos do comportamento humano. Já foi feita em outros países. Talvez esse fenômeno tenha inspirado o dístico da Potencia Maçônica original em nosso Pais. “Ordo Ab Caos”. com todos os seus problemas e desafios. mas também a semente que dá vida às mais luminosas idéias e contribuições. certamente inspirado pelo Grande Arquiteto do Universo: . que não é nosso Irmão. Após a exposição do ilustre Senador da República. mas tem grande admiração por nossa Instituição. e o tema da conversa foi exatamente a necessidade do Brasil investir pesadamente na Educação Fundamental. Mais tarde. durante um coquetel. o germe das grandes misérias. se desenvolve. e de alguns expoentes do Grande Oriente do Brasil. a modificação do curso da Historia Brasileira. em si. Se quisermos. como não poderia deixar de ser. também é influenciado por esses mesmos fatores. paixões cuja subjugação juramos perseguir. nesse quesito tão fundamental. que exortou a Maçonaria a se fazer presente na solução dos grandes problemas nacionais. matéria-prima necessária ao próximo passo: O Ensino Secundário e Profissionalizante de qualidade. em nos tornar melhores seres humanos. em determinadas circunstâncias. assim como a semente germina. Pois bem. Prosseguindo. mas por que combatem forças obscuras e poderosas. falham eles. de qualidade superior. Irmão Waldemar Zveiter. trocamos alguns dedos de prosa com aquele Irmão. com a participação de muitos irmãos de todas as Grandes Lojas do Brasil. construirão o nosso futuro. bem sabemos. florescem os lírios mais deslumbrantes. Novas gerações. No seguinte. não fossem tais organismos simples replicações do ambiente que temos em cada Loja. cargos e desafios ainda mais importantes. chamou nossa atenção: O do Irmão Senador Mozarildo Cavalcante. Disse ele. alcançaríamos o ensino superior. Senão vejamos: No dia da Abertura do Encontro entre as Grandes Lojas da Região Centro Oeste. na ocasião. e diante do silencio ensurdecedor da platéia. particularmente. dentro de alguns poucos anos. o Irmão Waldemar Zveiter foi provocado a fazer perguntas. floresce e frutifica no solo bem tratado pelas mãos do lavrador. Dizia o eminente Irmão que a única instituição com capilaridade nacional suficiente para contribuir de forma decisiva na erradicação desses problemas era a Maçonaria – com o que concordamos.

A platéia aderiu de forma entusiástica e por unanimidade. resgatando nosso atraso nesse campo. JOÃO CARLOS SILVEIRA – Grão-Mestre do Estado do Paraná. Dilma Rousseff. se nomeado Ministro da Educação de Base. inclusive no nível técnico profissionalizante. JOSÉ DOMINGOS RODRIGUES – Grão-Mestre do Estado de Santa Catarina. solicitar se digne Vossa Excelência atender o pleito que. construir e reformar escolas. Parabéns Maçonaria Brasileira! Parabéns Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro! Parabéns Sereníssimo Irmão Waldemar Zveiter! Ir. subscrito por todos os Grão-Mestres presentes. Tecnicamente. aperfeiçoar a qualidade do ensino. JUSCELINO MORAES DO AMARAL – Grão-Mestre do Estado de Rondônia. JOSÉ ODAIR DA FONSECA BENJAMIN – Grão-Mestre do Estado do Amapá. a fim de que possa haver significativa evolução na educação em nosso País. após pequena ajuda para a necessária digitação do texto e formatação do conteúdo. Respeitável Senador Cristóvão Buarque como pessoa dotada de capacidade. LINDBERG MELO DA SILVA – GrãoMestre do Estado de Roraima.’.. à Vossa Excelência. incumbiu o Irmão Waldemar de elaborar a Carta-Proposta que seria encaminhada à nova Presidenta do Brasil. decidiram por unanimidade. Sereníssimos GrãoMestres das Grandes Lojas Maçônicas jurisdicionadas nos vinte e sete Estados do nosso País. trata-se de uma proposta de excepcional utilidade social. melhorar o salário dos professores. vontade política. JORDÃO ABREU DA SILVA JÚNIOR – Grão-Mestre do Estado do Mato Grosso do Sul. e criar a carreira de Professor do Ensino Fundamental Federal. Brasília. espírito público. WALDEMAR ZVEITER – Grão-Mestre do Estado do Rio de Janeiro. e indicar o senador Cristóvão Buarque como a pessoa capaz de enfrentar e vencer esse desafio.Também não tenho o que perguntar. JUVENAL BATISTA AMARAL – Grão-Mestre do Distrito Federal. Sra. combater o atual baixo nível do Ensino Fundamental. REGINALDO LEAL – Grão-Mestre do Estado do Piauí. Mais uma vez o Grande Arquiteto do Universo nos proporcionou a oportunidade – desta vez muito bem aproveitada – de erigir templos a Virtude. JOSÉ VALTER RODRISGUES DOS SANTOS – Grão-Mestre do Estado de Sergipe. IVANILDO MARINHO GUEDES – Grão-Mestre do Estado de Alagoas. reunidas nesta data no IV Encontro das Grandes Lojas da Região Centro-Oeste. Os Grão-Mestres nominados também indicam. O Sereníssimo Irmão Waldemar prontamente iniciou o trabalho e.Grão-Mestre do Estado do Maranhão. José Carlos de Seixas – Grande Secretário das Relações Exteriores Senador Cristovam Buarque EXCELENTISSIMA SENHORA DILMA ROUSSEFF DIGNISSIMA PRESIDENTA DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Os abaixo nominados. LUIZ CARLOS ROCHA DA SILTA – Grão-Mestre do Estado do Rio Grande do Norte. AÍDES BERTOLDO DA SILVA – GrãoMestre do Estado do Espírito Santo. capaz de produzir benefícios de grande expressão e a longo prazo em nosso País. a preciosa matéria prima com que haveremos de construir o nosso tecido social nos próximos anos. um verdadeiro “Lírio” que surge do que há de mais sublime em nossas mentes: nossa vontade de proporcionar um futuro melhor aos nossos descendentes. ETEVALDO BARCELOS FONTENELE – Grão-Mestre do Estado do Ceará. e dar mais oportunidades e melhor qualidade de vida à juventude deste grandioso País. e como sempre acontece nessas situações. DIMAS JOSÉ DE CARVALHO – Grão-Mestre do Estado de Pernambuco. de instituir – no governo a ser instalado a partir de 1º de Janeiro de 2011 – o “Ministério da Educação de Base” para cuidar exclusivamente do Ensino Fundamental. e saga patriótica capaz de. sobrinhos e sobrinhas de todas as cores e credos. MARCOS ANTONIO DE ARAÚJO LEITE – Grão-Mestre do Estado da Paraíba. 19 de Novembro de 2010 PEDRO LUIS LONGO – Grão-Mestre do Estado do Acre. aumentar o número de horas estudadas diariamente por cada aluno. o nome do Educador. ITAMAR ASSIS SANTOS – Grão-Mestre do Estado da Bahia. com subida honra formulam. GILBERTO MOREIRA MUSSI – Grão-Mestre do Estado do Rio Grande do Sul. reduzir a evasão escolar. Historicamente. JANIR ADIR MOREIRA – Grão-Mestre do Estado de Minas Gerais. RAIMUNDO NONATO SANTOS PEREIRA . JAIR DE ALCANTARA PANIAGO – Grão-Mestre do Estado de Tocantins. DEZEMBRO 2010 7 . JOSÉ CARLOS DE ALMEIDA – Grão-Mestre do Estado do Mato Grosso. RUY ROCHA DE MACEDO – GrãoMestre do Estado de Goiás. mas gostaria de sugerir uma coisa: devemos propor ao novo Governo a criação de um Ministério da Educação Fundamental. produziu o único documento fruto da citada reunião. FRANCISCO GOMES DA SILVA – Grão-Mestre do Estado de São Paulo. ÁTILA ATALA TUMA – Grão-Mestre do Estado do Amazonas. estamos diante do primeiro documento formal produzido pela Maçonaria Brasileira para o novo governo. baixar o número de analfabetos. JOSÉ NAZAREO NOGUEIRA LIMA – Grão-Mestre do Estado do Pará. nesta Capital.

Antônio José Marconi da Silva. Os Irmãos exaltados foram Antônio Dias Ferreira.Viva a Luz Coletiva! No dia 23 de novembro de 2010. Henrique Bittencourt Brasil de Araújo. que completava mais um ano de vida. representando o Sereníssimo Grão-Mestre Waldemar Zveiter. cantando parabens pra voce e tudo mais” . No dia 30 de novembro foram iniciados mais dois novos Irmãos: Joaquim Abreu de Rezende e Charles Vitor Ferreira Pires. Viva a Luz Coletiva! 8 DEZEMBRO 2010 “Foi comemorado o aniversário do Irmão Bandeira. que completava mais um ano de vida. Também foi comemorado o aniversário do Irmão Bandeira. do Grande Oriente Independente. e. Um dos momentos mais marcantes para todos os presentes foi na entrega do avental de mestre maçom para o Irmão Matheus que havia sido do seu bisavô e foi entregue na hora pelo seu pai e pelo seu tio que também são Maçons. O ano de 2010 foi um ano positivo para nós da Loja Hiram n°7 e estamos muito felizes com o desenvolvimento em conjunto com a Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro e com os acontecimentos e representações dos Maçons de nossa querida potência no seio da maçonaria e na República Federativa do Brasil. Tivemos a presença de Irmãos do Grande Oriente. o Irmão Antônio Pedro e o 2° Grande Vigilante e também membro da Loja Hiram Carlos Henrique Bandeira dos Santos. Aylton da Silva Barros. a Loja Hiram n° 7 consagrou oito novos mestres maçons na presença de 68 irmãos representando 15 lojas na Cerimônia Magna de Exaltação. Decano da Loja Hiram n° 7. representados pelo Vandir da Encarnação. Luiz Eduardo Waitz. que é filho do irmão Célio Roberto Machado Pires. Marcio Fadini Pereira. A Loja Hiram n° 7 tem 112 anos de existência e possui obreiros felizes. Matheus Gonçalves Augusto e Pedro Leandro Steele Neto. fazendo as coisas acontecerem.

de advogados. passando. mas. já com as Atas de reunião restabelecidas. Nos anos comemorativos de datas importantes para Loja. Nestes registros pode-se verificar.Uma Loja com 78 anos de trabalho pela Maçonaria Há 78 anos. marítimos do Lloyd Brasileiro. que. Getúlio Vargas. quando chegamos a esta importante missão. pois fomos forjados. dos cerca de 35 frequentes assíduos. é uma alusão ao “Anjo de Deus”. que a Loja Adonai ao longo deste tempo. tendo como objetivo a fraternidade e a caridade com as pessoas da comunidade do bairro. e por período certo. Nesta oportunidade. mesmo durante a perseguição sofrida no período das décadas de 30 e 40. não só no mundo maçônico. realizou suas reuniões em lugares diversos. Desde então a Loja Adonai dedica-se ao trabalho de elevar a virtude e enterrar os vícios. manteve a beleza dos seus trabalhos. no mínimo. posteriormente. a Loja Adonai ainda mantém algumas das suas peculiaridades. os Mestres mais antigos assumem mais uma vez a presidência. ao longo de anos para este fim. O primeiro filho da Loja a ser iniciado teve como padrinho o Irmão Mário Bhering. O nome escolhido . Alaor Inácio dos Santos. com rigor e disciplina. Tempos depois. desde a nossa fundação. tais como a de eleger o seu presidente. justamente. viemos para o bairro da Tijuca e juntamente com outras Lojas erigimos um condomínio que hoje é o Palácio Maçônico da Mariz e Barros. em chapa única. nascia a Loja Adonai 20 nº 72. mas também no mundo profano. Posteriormente. com golpes firmes em tempos muito duros. Fábio Domingos da Costa . Durante este conturbado período de nossa história. No início quase todos os Irmãos fundadores (exceção de um) eram oriundos da Loja Estrela do Norte. entre os 48 membros regulares. com poucas e esparsas inscrições. Estas informações constam nas atas. que persistem até os dias atuais. Voltava a Loja Adonai a reunir-se no município de Nova Iguaçu. estamos todos preparados. vivendo um período difícil. Este presidente é escolhido com. membro honorário e ilustres visitantes. e seus integrantes eram também. no bairro de Ramos. sempre manteve as suas colunas erguidas. curiosa. segundo os fundadores. e dos nossos mais novos aprendizes. sem realizar anotações e sem utilizar os nossos paramentos. Tudo isto só faz aumentar o peso do malhete de Venerável da Loja Adonai. mas com tenaz força e muita sabedoria. por exemplo. a Loja Adonai. em uma praça que leva. assim sendo até os nossos três últimos iniciados neste ano de 2010. e observa-se que a Loja sempre primou pelas tradições iniciáticas com atenção a uma Coluna do Norte fortalecida. É assim que sigo no rumo traçado nas instruções dos meus Mestres. ajudando a construir uma vida melhor para a Humanidade. e hoje sendo constituída de forma mais heterogênea. pela maior presença de ferroviários.Venerável Mestre da Loja Adonai 20 nº 72 DEZEMBRO 2010 9 . nosso querido Antonio Tonico dos Santos.Adonai -. em completo anonimato. um ano de antecedência. desde a sua fundação com a maioria de marítimos. o nome do governante daquela época de obscuridade. demonstrando a forte espiritualidade e a união entre seus obreiros. saúdo a todos nas pessoas de nosso decano. dizendo um muito obrigado aos meus amados Irmãos por um dia terem me iniciado na Adonai. o que se faz com uma previsão e planejamento de cerca de cinco anos antes. em 2 de dezembro de 1932. com a maior parte dos membros de formação jurídica em exercício de profissões diversas. hoje dirigindo os trabalhos realizados por uma oficina com frequência média de 26 Irmãos. na maioria. ficando apenas a critério do Grande Arquiteto a sua efetivação. vêm se constituindo em importantes documentos de registro da história destes 78 anos e que são objeto de frequentes pesquisas do nosso Mestre de História Sérgio Alves Eiras. passando aos Aprendizes a responsabilidade de manter as colunas aprumadas para as gerações futuras. que com a mudança de endereço da Loja Mãe para o Centro da Cidade buscaram a permanência em um local próximo de suas residências para realizarem os seus trabalhos maçônicos. Com uma história de intensa participação. iniciado em 1969. em um certo período. Assim se forjava. pelo menos. passamos aos trabalhos em endereço de coincidência.

um modesto vendedor de bilhetes de loteria. Os Irmãos fundadores têm o imenso orgulho de dizer que a Maçonaria foi a primeira Instituição a homenagear Chico Xavier. Essa Loja tem como um de seus principais pilares de sustentação a humildade. assim como os demais obreiros dessa laboriosa oficina. O País festejava a conquista da Copa do Mundo de futebol daquele ano no dia de seu falecimento. Conforme 10 DEZEMBRO 2010 relatos de amigos e parentes próximos. A Loja possui um vasto material que consta de máquina de escrever. uma dona de casa. e que o País estaria em festa. apresenta a grande espiritualidade como fator marcante e característico da Loja: . Chico teria pedido a Deus para morrer em um dia em que os brasileiros estariam muito felizes.Todos os Irmãos do quadro e os que frequentam nossa Loja sãos unânimes em afirmar que a Espiritualidade está sempre presente em casa sessão. . durante conversa com uma senhora sobre gravidez. Segundo biógrafos. a mediunidade de Chico teria se manifestado pela primeira vez aos quatro anos de idade. era filho de João Cândido Xavier. Ele dizia ver e ouvir os espíritos e conversava com eles. por isso ninguém ficaria triste com seu “passamento”.Sinônimo de Humildade A Loja Francisco Candido Xavier n°153 completou oito anos de existência. e de Maria João de Deus. O médium faleceu aos 92 anos de idade em decorrência de parada cardiorrespiratória no dia 30 de junho do ano de 2002. O Venerável Mestre Jorge Marcelo. o famoso boné e diversos livros que pertenceram ao próprio Chico Xavier que estão à disposição para visita de todos os Irmãos e da família maçônica. O nome de seu patrono já diz muito coisa: Francisco Cândido Xavier nasceu no seio de uma família humilde. quando ele respondeu ao pai sobre Ciências.

Confraternização dos Mosqueteiros da Loja Schröder O jantar de confraternização da Loja.O jantar foi realizado na churrascaria Porcão Ilha e estava de altíssimo padrão. D´Artagnan Dias Filho nº 148 demonstra a força da fraternidade entre os irmãos do quadro e sobretudo a integração das cunhadas e sobrinhos. S.·. L. . com o apoio do inspirado Irmão Birinha. a Loja pode contar com um espaço reservado e música ao vivo.·. Além disso.·. O jantar foi muito bem organizado pelo VM Alexandre de Souza Soares e contou com o apoio do Irmão Antonio Claudio da Silva Mendonça (1º Vig) e do Past Master Reginaldo de Jesus. R.e o seu criador. revelando que existem dons artísticos ocultos entre os obreiros da Loja e de suas famílias . o incansável Irmão Birão. DEZEMBRO 2010 11 .·.comenta o 2º Vigilante Alexandre Maranhão.

junto com nosso VM Marcelo Spindola. e como Secretário. Adriano Martins. às vinte horas. funcionando no Rito de York. de voz suave. tendo como seu Presidente. Daniel Frederico Ramirez Bezerra . estes três últimos Companheiros e os Aprendizes André Martins. nos frustrando de não tê-lo como Venerável Mestre e nossa última perda. doravante intitulados de Irmãos. Desde então esta nossa coirmã nos tem amparado. Ir. inicialmente na sede da Loja Maçônica Jamil Kauss. RJ. Gilberto Militão Correa de Sá”. Temos certeza que está sentado ao lado do GADU. na impossibilidade da presença do Grão Mestre Luiz Zveiter. hoje nosso Venerável Mestre. Então fomos acolhidos pelo nosso querido e amado Irmão Menaldo que nos abriu as portas da Loja Novo Horizonte de Saquarema como um verdadeiro Irmão. Ir. o Irmão Luiz Gonzaga Martins. sito à Rua Conselheiro Macedo Soares nº 117. Ricardo Célio Franco Sampaio e Ir. Wilson Gonçalves Torres depois vieram: Ir. “Loja Maçônica Cavaleiros de York”. em chapa única. Ir. Segue trecho de nossa primeira Ata. Ir. Os demais cargos foram ocupados por outros associados presentes. Era um Irmão de uma simplicidade ímpar. Vicente Giffony de Moura Ferreira – 2007/2008. Comp. todos inebriados com os ensinamentos transmitidos. no ano de 2003 quando vários Irmãos dissertaram sobre Ritos Maçônicos e um em particular chamou nossa atenção. nos deixou como Primeiro Vigilante. Ir. VM Ir. Sua palestra nos contagiou. nós. Irmão. Daniel Frederico. Silmar Barbosa Fernandes da Silva. quando todos estiverem despidos de nossa Vaidade. MM Aymar que nos deu a honra de ser Instalado como Ad Vitan. às segundas-feiras. Ir.2º Vig.Sec. A princípio seria uma Loja de Estudos e Pesquisa. Por último nossa saudade e nosso muito obrigado aos nossos IIr. à Rua Conselheiro Macedo Soares nº 117. o qual foi aprovado por unanimidade. um sonho de alguns Irmãos que hoje é uma realidade e que graças ao Grande Arquiteto do Universo podemos dizer que já nasceu grande. MM Roberto Groia Viola. meu Venerável Irmão Vicente Giffony de Moura Ferreira. Nosso respeito e admiração. Wilson Gonçalves Torres . Ir. Presidente Adjunto da Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro. cidade de Araruama. Seu nome? João Pessoa das Chagas. por problemas alheio à nossa vontade. Silmar Barbosa Fernandes da Silva. Tudo começou na realidade num seminário promovido pela GLMERJ no Oriente do Rio de Janeiro. Ir. está sob os auspícios da Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro. “Ata administrativa nº 001 – 2003/2004 – Aos oito dias do mês de dezembro do ano de dois mil e três. MM Iram Domingos Mota. Amigo. Ricardo Nascimento. um MAÇOM na concepção da palavra. Após a Instalação da Loja no dia 09 de Agosto de 2004.Tes. que funcionaria na nossa Loja Mãe Jamil Kauss 24. com muita gratidão aos Irmãos da Cavaleiros de York e demais Oficinas que muito nos ajudaram. não ocorreu e que só o tempo poderá responder. Ir. Após serem tratados diversos assuntos pertinentes aos procedimentos internos da Sociedade. Centro. Murilo Soares Coelho. Fernando dos Santos Silva. reuniram-se os associados para fundação de uma Loja Maçônica. Ir. por tratar-se de uma Sociedade Maçônica. amados que estarão para sempre em nossos pensamentos: Ir. . Ir. André Luiz de Bragança Silva. Ficou declarado que a Loja Maçônica Cavaleiros de York. Assumiu a Presidência dos trabalhos. 1º Vice-Presidente da 12 DEZEMBRO 2010 Loja Maçônica Jamil Kauss. Ricardo Célio Franco Sampaio . companheiro no começo dos trabalhos. tendo como única proposição. às vinte horas. Foi colocada em votação o nome desta Sociedade Maçônica. Ir. Ir. MM Rui Carvalho da Silva. mas que. Período 2004/2006. Tivemos vários Irmãos filiados. Murilo Soares Coelho . conhecido em toda Região dos Lagos e Niterói. foi realizada a eleição da primeira administração. Companheiro de viagens pelas Lojas Simbólicas e do Grau do Rito de York. Luiz Gonzaga Martins e Marcelo Spindola Vianna. ora fundada. Então voltamos para Araruama. Marcos Vignoly e Pelayo Torres. cidade de Araruama.1º Vig. Isaias Batista de Lima. Foi então que nossos queridos Irmãos Martins e Marcelo tiveram a idéia de fundar uma Loja no Rito de York. Fleming Barros. Irmão Silmar Barbosa Fernandes da Silva”. RJ. mas de uma sabedoria contagiante. até que nossa obra termine e possamos nos reunir em um Templo próprio do Rito de York.2006/2007. Inicialmente o Presidente da Assembleia disse da finalidade da reunião. Marcelo Spinola Vianna . em Assembleia Geral Extraordinária. Emerson Eduardo e Joel Junior. como ele mesmo falava Aprendiz Instalado. Primeiro VM da Loja Cavaleiros de York.Cavaleiros de York já é uma realidade A Loja Maçônica Cavaleiros de York 158 no dia 08 de dezembro de 2010 completou sete anos de sua fundação. Irmão Fernando Paiva da Rocha Filho. Centro. Atual gestão 2010/2011. Uma Loja conhecida e querida em todo nosso Estado. A partir deste momento a Loja começou a tomar corpo com seus primeiros Iniciado Ir. foi delegado como Mestre Instalador o Eminente Grão Mestre Adjunto da GLMERJ Fernando Paiva da Rocha Filho. Antônio Carlos de Carvalho – 2008/2010. Ir. que não gostava de usar microfone. ajudam e ajudarão a Maçonaria Universal.

onde abnegados Irmãos brilharam com grandes vitórias. raças. calçados. Churrasco beneficente programado no dia 28 de novembro último. Gazeta do Maçom: Estamos praticamente no final de mais um ano. níveis sociais e culturais. colaborando com os eventos culturais. Parabéns. encenada com bastante sucesso pelo talentoso ator Irmão John Vaz. a presença do “Papai Noel” com brincadeiras. Elevações e Exaltações. você conquistou todos os seus projetos? Ladislau Comte: Sim. e. não posso deixar de acreditar na sua existência no nosso meio. pregada dentro da Maçonaria desde a nossa Iniciação. Baile intitulado “Noite Cigana” em prol do menino Jony Vicente. no que concerne ao caráter. um considerável número de obreiros que estão se empenhando ao máximo. Gazeta do Maçom: O que é ser Maçom? Ladislau Comte: É aquele homem livre e de bons costumes. minorando o sofrimento de humanidade. progressista. vinte e sete Irmãos. iniciado nos Mistérios Maçônicos. comes e bebes. preocupando-se sempre com o bem-estar da humanidade. a fim de poder ajudar e compreender com mais amor e carinho o seu semelhante. não destacaria apenas um Irmão e sim. Quero dividir com meus queridos Irmãos que estão empenhados junto comigo para termos um mundo melhor. portador de tetraplegia espástica no dia 06 de novembro. com o fito de atingir o objetivo maior que é o de “tornar feliz a humanidade”. em se tratando de Loja Vigilância nº 1. principalmente. também chamado de pedreirolivre. na Creche Mariana Macário em outubro último. a fim de patrocinar uma grande festa natalina no encerramento do ano letivo da Creche Mariana Macário. nº 81. tais como: a Festa Julina em prol da Colônia do Iguá. indiferente ao credo. Uma outra pergunta: você destacaria um Irmão da Loja? Ladislau Comte: Hoje. Gazeta do Maçom: Como funciona o departamento feminino de sua loja? Ladislau Comte: O Departamento Feminino “Vigilantes da Fraternidade” funciona como um suporte considerável junto à Loja Vigilância nº1. pois se assim não ocorresse. e como na minha formação aprendi que ela faz parte da filosofia que trata dos bons costumes ou dos deveres do homem para com seus semelhantes e para consigo. Gazeta do Maçom: Como é o relacionamento entre sua Loja e a Grande loja? Ladislau Comte: É bom. com a apresentação da peça Jacques DeMolay. roupas. e o que está sendo programado no decurso de nossa administração.Uma eterna vigilância Entrevista com o Irmão Ladislau Comte. a Maçonaria não seria milenar. um obreiro preocupado em melhorar através da humildade e dos conhecimentos adquiridos por estes vinte e quatro anos de Maçonaria. em particular. no dia 21 de março de 1987. a fim de poder ajudar e compreender com mais amor e carinho o seu semelhante. para angariar fundos. apesar dos óbices. que procura sempre através de seu intelecto fraterno fazer feliz a humanidade. Gazeta do Maçom: Seu nome completo? Ladislau Comte: Ladislau Rebelo Comte. Gazeta do Maçom: O que é Maçonaria? Ladislau Comte: É uma instituição de cunho universal constituída de homens livres e de bons costumes. do aprimoramento dos nossos obreiros. Gazeta do Maçom: Em qual Loja você foi iniciado e quando? Ladislau Comte: Loja DeMolay 38. ministrando lições socioeducativas para aperfeiçoar o caráter e exaltar as virtudes de seus obreiros. filantrópica. no dia 28 de agosto. promovendo Iniciações. Gazeta do Maçom: Quem é Ladislau Comte? Ladislau Comte: É um obreiro preocupado em melhorar através da humildade e dos conhecimentos adquiridos por estes vinte e quatro anos de Maçonaria. no entanto. Gazeta do Maçom: Qual o papel principal da Loja Vigilância? Ladislau Comte: É impulsionar progressivamente a cultura maçônica dentro dos princípios da Maçonaria Universal. A sua atuação tem sido fundamental para o sucesso dos trabalhos já realizados nesta gestão. etc. o que você diria aos seus Irmãos? Ladislau Comte: Que continuem com a determinação de trabalhar para o engrandecimento de nossa querida Loja Vigilância nº 1. Gazeta do Maçom: Ser venerável de uma Loja centenária. filosófica. proporcionando às crianças carentes. Gazeta do Maçom: Na sua administração. Gazeta do Maçom: Você acredita da ética na Maçonaria? Ladislau Comte: Nós sabemos que Ética diz respeito à Moral. Gazeta do Maçom: Quais os objetivos de sua administração como Venerável Mestre? Ladislau Comte: É o de realizar com sucesso tudo o que foi. não esquecendo. distribuição de brinquedos. Comemoração do Dia das Crianças. o que isso representa? Ladislau Comte: Representa uma responsabilidade ímpar com o objetivo maior de manter o ritmo dos trabalhos realizados por quase uma centena e meia de anos. Momento Cultural. As conquistas já foram enumeradas e citadas nos itens anteriores. DEZEMBRO 2010 13 . a Maçonaria Universal. filantrópicos e sociais. Gazeta do Maçom: Quantos Irmãos atuam na Loja Vigilância? Ladislau Comte: Em média. respeitar e fazer respeitar a Legislação Vigente de nosso País. que tem um dos Departamentos Femininos mais dinâmicos de nossa jurisdição. já passados cinco meses atuantes desta administração. da Loja Maçônica Triunfo do Brasil GOB – RJ. mística e libertária. beneficentes. fraterna. e temos procurado melhorar ainda mais. Gazeta do Maçom: Existe união na Maçonaria? Ladislau Comte: Sim. Gazeta do Maçom: Esse departamento feminino não brinca em serviço. Ele é Venerável Mestre da centenária Loja Vigilância nº 1.

principalmente neste fim de ano. fazemos doações. Estou muito feliz em saber que posso contar e trabalhar com tranqüilidade junto a estas Lojas novas de vida na Grande Loja. somos construtores por natureza. entre outras coisas. duas do Rito Escocês Antigo e Aceito e as outras duas uma no York. onde cada Loja busca superar a outra. que é um trabalho belíssimo. pois notamos que era de extrema importância esta união. Vital Brazil. além de termos um equilíbrio nos Ritos. um no Rito Escocês Antigo e Aceito e outro templo para 14 DEZEMBRO 2010 utilização de Lojas no Rito York (a construção é a mesma).. procuramos fazer visitas para o conhecimento do Rito. no mesmo terreno.. as Lojas têm a sua individualidade e suas especificidades. Fora estes eventos que buscamos em conjunto. Além da egrégora das Lojas. para informar que vem sendo feito um trabalho de união das Lojas deste Distrito. com trabalhos para levar alegria e aumentar autoestima das crianças em comunidades carentes. pois nós Maçons. somos construtores por natureza” Como Delegado do XXX Distrito na Barra da Tijuca. Maçons. o Templo que será erguido para atender a demanda de cada Rito é totalmente diferente. que a representação de todas as Lojas do Distrito se fizeram presente. Lojas estas Gênesis. José Ricardo Salgueiro de Castro. não devendo ser aproveitado o mesmo espaço para utilização de Lojas de Ritos diferentes. Antônio Monteiro Martins e Barra da Tijuca. Igualmente. Mas não paramos por aí. estamos buscando um local na Barra da Tijuca onde possamos construir dois templos conjugados.“Nós. através da Gazeta do Maçom. Percebemos nitidamente na ultima iniciação na Loja Antônio Monteiro Martins. Neste sentido. aproveito a oportunidade de neste final de ano. que contou com a presença do Grão-Mestre Adjunto Ir.” Irmão Luiz Rafael d’Oliveira Mussi Delegado do XXX Distrito . mas com antigas e enormes em qualidade e união dos Irmãos que lá se encontram. Tal entrosamento fez com que o conhecimento e riqueza do Rito York fosse ainda mais aprofundada em seus estudos e preleções. “Oh quão bom e com suave é que os irmãos vivam em união. Falando ainda em construção.

4020. da Loja Emanuel zur Mainblume n º 85. DEZEMBRO 2010 15 . Frederick Ludwig Schröder. S. Para o Irmão Alexandre Maranhão. ultrapassará Rotterdam como o principal da Europa. nas margens do Rio Elba.·.Um visitante de Hamburgo e da Loja do idealizador do Rito Schröder A Loja A. mas para a nossa Loja foi presente especial receber um Irmão pertencente à Loja do idealizador do nosso Rito”.·. O porto é um dos maiores do mundo e. do VM Agenor Burla. “é sempre um prazer receber Irmãos de qualquer parte do mundo. Seu nome é devido à primeira construção permanente no local. fundada em 6 de julho 1774 nº 85 e pertencente ao Oriente de Hamburgo. O Ilustre Irmão Visitante foi levado para a festa de aniversário da JPLSJ “Raul Abott Escobar” n. L. A Cidade Livre e Hanseática de Hamburgo é uma cidade-estado localizada no norte da Alemanha.·. um castelo construído por ordem do Imperador Carlos Magno no ano 808. D’Artagnan Dias Filho nº 148 recepcionou o Irmão Mahdad Hanzeh. segundo estimativas. Esta Loja de 226 anos foi a que iniciou o idealizador do Ritual “Schröder”. É a segunda maior da Alemanha e a oitava da União Europeia.·. R. Alemanha. A cidade é também um centro industrial de grande importância.

Grande Secretário das Relações Internas e o Grão Mestre Heitor Corrêa de Mello da Grande Loja da Guanabara. e o nº 47 foi dado pelo Sereníssimo Grão Mestre Heitor Corrêa de Melo.L. Almir Pinchemel Rodrigues. simbolicamente. à Rua Francisco Sales nº 485 Oriente de Jacarepaguá. odiosa e impossível à vida. a escola era risonha e pouca. toda a justiça é mentira. Para cada noite de trevas há sempre uma árvore fulgurante. “Localizada estrategicamente na Região de Jacarepaguá. enunciando o teorema de Pitágoras de que “o quadrado da hipotenusa é igual à soma dos quadrados dos catetos”. o aperfeiçoamento das instituições políticas e sociais e o progresso do espírito público mais que o desejo do exercício do poder maçônico. tudo isto. a arte. Eloy Rosa da Costa. foi expedido o Decreto. que os candidatos à Luz Maçônica ou eram já sábios ou possuíam um relativo saber. o Supremo Conselho do Grau 33 16 DEZEMBRO 2010 do Rito Escocês Antigo e Aceito Para República Federativa do Brasil. o lar doméstico. conseguir enfim essa liberdade sem a qual é triste.G. cujos catetos e hipotenusas estão nas proporções 3 : 4 : 5 . Sem liberdade chama o maçom ibérico Emílio Castelar. por ser o dia das comemorações do 19º ano da “Declaração dos Direitos Humanos”. a identidade de princípios. os antigos sacerdotes egípcios empregavam um triângulo destas proporções como símbolo da Trindade Divina. está exposto às deleções do espião e às violações do esbirro. em homenagem pelo Cinqüentenário de fundação das Grandes Lojas Brasileiras e que o Slogan da Loja fosse “A Loja do Cinqüentenário”.M. bem como todos os Veneráveis Mestres das Lojas jurisdicionadas. Alberto Mansur. E é por isso que o anelo de todas as artes.395/77 de 22 de dezembro de 1977. é imitação do passado. Como está representado por um Triângulo Retângulo. e Hórus. (proposição 47 de Euclides). a fundação de uma Loja para que os operários da Arte Real pudessem aprender a trabalhar pelo progresso da humanidade. Geraldo da Costa Ramos e Henrique Gutnik na residência do Irmão Artur Domingues. os desejos de todas as gerações se encaminham infalivelmente para romper às cadeias. Sem liberdade. Deslumbrava-os a comunhão espiritual. e explica o porque do nome “Liberdade” a primeira proposição do evangelho Maçônico é Liberdade. foram os trabalhos abertos às 21:00 horas pelo Irmão Artur Domingues. Após. em que Osíris e Ísis eram representados pelos catetos. Disse ainda que antigamente. números aplicados em nossa simbologia maçônica. A seguir explica que a data de fundação 10 de dezembro de 1977 foi idéia do Irmão Alberto Mansur. é vôo da ave prisioneira. sacudir as tiranias. 86 Irmãos e 18 Lojas conforme abaixo: . reúnemse os Irmãos Artur Domingues.33º Aniversário de Fundação da Loja Liberdade 47 Tal qual um organismo vivo a Loja Liberdade segue seu rumo através dos anos! No dia 10 de dezembro de 1977. Evidentemente originaram-se daí as jóias atualmente usadas pelo Venerável Mestre (um esquadro) e pelo seu P. substituindo este vocábulo pela da “Solidariedade Humana” que não humilha e a razão defende. Disse gênio genial e fecundo é que nasceu a maçonaria universal devendo ser estes nossos objetivos principais. A seguir propôs aos presentes a indicação do Irmão Alberto Mansur para presidir os trabalhos desta sessão e do Irmão Almir Pinchemel Rodrigues para Secretário o que foi aprovado por aclamação. e a beleza desse número tem uma grande representação e ilustração das Ciências Matemáticas. a Administração da Grande Loja da Guanabara. Segundo Plutarco. hoje a Loja Liberdade pode se considerar a mãe e avó das Lojas da Região”. propõe que além dos signatários do requerimento fossem considerados como cofundadores da Loja Liberdade. Sem liberdade. é o lema da maçonaria. que se ensangüentava nas grades de seu cárcere. Estiveram presentes na Sagração do Templo. assinado pelos Irmãos Sérgio Renato de Almeida Marques. o seu Produto. é inflexível como a natureza. Avelino de Melo Brasil. que o desejo da família deve guardar. que começou pôr fazer uma exposição das finalidades da reunião. pela hipotenusa. Surgem assim que o nome da mesma fosse Augusta e Respeitável Loja Simbólica Liberdade 47 que funciona sob os auspícios da então Grande Loja da Guanabara. o primeiro executa a construção e o segundo fiscaliza ou afere a sua exatidão de acordo com o “plano”. Para regularidade e funcionamento da Loja. o segredo de todas as investigações científicas. Continuando disse que os objetivos da Loja recém-fundada deveriam transcender os limites da caridade. O Nº 47 foi o número fornecido pela G. que é o famoso postulado 47 do Livro I de Euclides. ou seja.I. o que é praticamente aplicado por todos os edificadores ao levantarem as paredes formando um ângulo reto entre si. toda a religião é hipócrita. todo o castigo é infâmia. pois tinham como fim precípuo o desejo de serem úteis à humanidade.

com o intuito de trair aquilo que fora estabelecido como norma a ser adotada por toda a coletividade maçônica. através de um substitutivo a esse decreto-lei tentar adiar para ainda mais dois anos.L. destarte. devem saber honrar e cumprir aquilo a que venham a se obrigar. pois atos dessa natureza. Cerimônia: José Lineu dos Santos. Sua 1º Administração foi composta em 28/12/77 até 01/07/78 pelos Irmãos: Ven. Luz da Restauração 29. promovidos pela Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil sempre pugnaram pela efetivação dessa fusão das duas Grandes Lojas em epígrafe e que afinal culminaram com a elaboração. Maceió.1º Diácono: Nivaldo Barreiros . com sede em sua capital. que se realizaram em Florianópolis. sem expressão condizente com os ideais e princípios que nortearam sua fundação e em estrita observância ao disposto no DecretoLei S/Nº RJ-GB. uma única Grande Loja. Mário Behring nº 25. Duque de Caxias 2º. ensejam prejuízos às Lojas filiadas e seus membros e.Tesoureiro: Henrique Gutnik Chanceler: Eloy Rosa da Costa . Lázaro Zamenhof nº 37. Constancia nº 40. Reunião nº 39. tendo em vista que esse substitutivo foi repelido pela Loja Maçônica “Liberdade 47”. em boa hora. por ocasião da XII Assembléia da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil. Considerando que esse Decreto-Lei. Considerando que. a efetiva realização dessa fusão. firmado na sede da Confederação pelos Sereníssimos Grão-Mestres das Grandes Lojas Maçônicas Brasileiras. Rio de Janeiro e Brasília. Considerando que.Orador: Artur Domingues . Demolay nº 38. por suas próprias implicações e conseqüências que dele derivam. culminaram com a exclusão da Grande Loja da Guanabara do círculo de integrante daquela Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil.Hospitaleiro: Samy Tenório . desde que verbera e estigmatiza atitude que se traduzem em sedição e mesmo traição aos sadios propósitos e idéias que alicerçam e mantém firmes os nobres postulados que enobrecem os princípios Maçônicos. divulgou o Decreto Nº 471/81 de 22/07/1981.G. com ampla e total jurisdição no território do respectivo Estado.M. coloca em posição irregular todas as Lojas Maçônicas e seus membros integrantes. o aludido Decreto-Lei. identidade de ideais e propósitos e sadia fraternidade que constituem os reais atributos e virtudes que devem sempre inspirar e presidir uma Grande Loja Maçônica. Theodor Herzl nº 34. em conseqüência. estabelecendo como marco inicial dessa aguardada fusão o dia 20 de agosto de 1981. na exata realidade brasileira. com escopo indisfarçável de procrastinar a consecução dessa fusão. protelando-a injustificadamente. Mozart nº 35. Romã nº 23. sendo por ela repulsada por entender que tal medida somente iria ocasionar desarmonia entre os Irmãos das Lojas co-irmãs. quando em decorrência do dispositivo na Lei complementar nº20 de 1 de julho de 1974 os Estados do Rio de Janeiro e da Guanabara passaram a constituir em face da sua Fusão. Considerando que. desligando-se oficialmente da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil. causando indisfarçável constrangimento e mal-estar para os Irmãos Maçons. e sem sombra de dúvida. em face de procedimentos censurável. no que concerne à fusão dos dois Estados Membros da Federação e à necessidade de ser observado fielmente e cumprido. por incompatíveis com a presente Resolução. 3º) Revogar. com esse objetivo. cabal e inequívoca . sobre tratar-se de uma autêntica norma jurídica para todos os jurisdicionados como maçons. Considerando que a “Loja Liberdade Nº 47” não pode coonestar com o seu silêncio tal ato. de frequentarem e cursarem as preciosas sessões atinentes aos graus filosóficos. Considerando que os últimos acontecimentos na cidade de Salvador. em evidente menosprezo aos demais ilustres signatários daquele Decreto-Lei.Secretário: Alberto Mansur . sem restrições ou limitações de qualquer espécie. veio. se retiraram do recinto logo na 1º sessão plenária. Considerando que. Grão Mestre Heitor Corrêa de Mello. dada a flagrante incompatibilidade resultante da falta de filiação da mesma à Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil. Resolvem: 1º) A partir da presente data desligar-se da Grande Loja da Guanabara. Esta Resolução foi publicada no Jornal da Loja Liberdade 47 Nº 59 com o nome “VOZ DA LIBERDADE” ano III. em atitude indiscutível de rompimento de qualquer vinculo e essa entidade Maçônica. G. cerceando-lhes a possibilidade de atingirem a meta colimada por todos que é a obtenção do grau máximo em sua vida maçônica. Seguem-se as assinaturas dos Irmãos MM. em 17 de julho de 1980. filiar-se à Grande Loja Unidas do Estado do Rio de Janeiro ou denominação superveniente que tal entidade venha a adotar. fragmenta o verdadeiro espírito de harmonia. todas as disposições em contrário. Urias nº 2. Perfeita União nº 8. não condizente com os sadios ideais da Maçonaria assumida pelo Sereníssimo Grão Mestre e demais componentes de sua Delegação que.1º Vigilante: Geraldo da Costa Ramos . em fiel observância a essa Fusão e como consectário dos usos e costumes e do consenso adotado pelas Grandes Lojas do Brasil. Destacamos também um momento relevante e decisivo para a Loja Liberdade 47. Luís de Camões nº 3. devem merecer o nosso acentuado repúdio e justificada crítica pela rebeldia demonstrada. Estado da Bahia. notadamente pela notória divulgação desses fatos. Estrela do Norte 7. sob a denominação de Estado do Rio de Janeiro. 2º) A fim de não se situar em posição anômala. também. nos moldes em que fora redigido. Rio de Janeiro.2º Vigilante: Avelino de Melo Brasil . não retrataria o espírito e ideal que presidiu a elaboração do citado Decreto-Lei já aprovado e firmado por todos os Grão-Mestres do Brasil. as diversas Assembléias da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil. portanto. essa atitude isolada e insólita. reunidas em Brasília. o critério salutar e democrático de haver. Considerando que a atitude assumida pela Grande Loja da Guanabara. apesar de firmar livre e espontaneamente. composta da totalidade das Lojas Maçônicas nele existente e que vierem a se criar e estabelecer. Considerando que os autênticos ideais da Maçonaria não podem ser conspurcados ou denegridos por atitudes que se coadunam com a pureza de caráter e elevada formação moral dos Irmãos Maçons que obviamente. unanimidade de seus integrantes. 05 de agosto de 1981. constitui um compromisso. 71 Irmãos Mestres assinaram a resolução. a Grande Loja da Guanabara. firmado em Brasília. demonstrando o “animus” de fomentar a desarmonia e criar atmosfera insustentável de conciliação com as demais Grandes Lojas. em cada Estado da Federação. pela extraordinária significação de seu teor e pela dignidade moral e pessoal de seus ilustres signatários. Considerando que os Irmãos componentes das Lojas que integram a Grande Loja da Guanabara. DEZEMBRO 2010 17 . de 17 de julho de 1980.Secretário Adoc: José Antonio Fernandes . Fraternidade e Silencio nº 43. após esses lamentáveis fatos. seu aprimoramento e elevação cultural. ou seja para 20/08/1983.2º Diácono: Jorge de Almeida Albino . Mestre: Almir Pinchemel Rodrigues . desde que o seu desligamento. lastreado no Direito e respaldado na Razão e Lógica e no bom senso.Rei Salomão nº 41. em edição extra em agosto de 1981. Decreto-Lei S/N GB – RJ.MM. desligada da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil. com a manchete “Liberdade 47 Retira-se da Grande Loja da Guanabara”. a par da posição de autêntica restrição aos direitos e prerrogativas que advém do exercício da atividade maçônica. obstando. Considerando que.Participação e Caridade. estabeleceu-se. sob pena de ser considerado um verdadeiro acinte a seu inadimplemento. reunidos no sistema federativo. abruptamente. Considerando que. a Grande Loja da Guanabara. em consequência de sua irregularidade resultante de exclusão poderão ser impedidos. Considerando que esse procedimento acintoso vem provocar cisões e conflitos de interesses. e acintoso rompimento com a Confederação. o único Estado. traz como corolário imediato a impossibilidade de ingresso dos Irmãos pertencentes às Lojas que a ela estão filiados no recinto das demais Lojas co-irmãs e das Grandes Lojas Confederadas.

. Iniciados na Loja Liberdade 47! Que o “GADU:. Diretora de Patrimônio: Zilda Oliveira de Castro. Como a Loja já neste período atravessava momentos conturbados internamente. Nos últimos 4 anos. através de seus valorosos fundadores. princípios e normas fundamentais. sempre se preocupou com os problemas sociais. a Loja tal qual o Phoenix demonstra força para redefinir o futuro. sendo muito atuante quando da Fusão da GLG e a GLERJ. Esta publicação foi enviada para vários Estados. Também foi criado em 03 de setembro de 1982 o “Centro de Estudos Maçônicos 18 DEZEMBRO 2010 (C. Diretora Vice Presidente: Maria do Carmo Trindade. 8 elevações e 10 Exaltações. em 11 de junho de 2003. Ficou assim constituída a 1º Administração: Presidente: Nedyr Bonfá Vieira. a sabedoria da experiência com conhecimento. ainda promovemos uma Palestra da Dra. em homenagem a saudosa Cunhada Isabel Domingues. sendo apresentada em sessão de Loja e aprovado por todos os presentes. as cunhadas restabelecendo o Departamento Feminino Luzes e realizando Palestras e ações sociais e de estudos. a partir de 1989 quando se deu início às reformas das dependências do Supremo. pelos relevantes trabalhos feitos no Lar de Daniel e a comunidade. com a saída de uma grande parte dos Irmãos para outras Lojas. Bahia. Sempre se reuniu nas dependências do Supremo Conselho. e suas famílias com o propósito de crescer e integrar todos os IIr:. Textos históricos colaboração dos IIr:. Neste mesmo Ano de 1991 é fundada a Loja Obreiros da Paz Nº 115. Rio de Janeiro e o Decreto S/Nº GB/RJ. O Departamento Feminino da Loja Liberdade 47 Nº 59. Através do Irmão Artur Domingues. onde existia uma dependência própria para acomodação das Cunhadas para as suas reuniões. Maria Tude sobre Drogas e alternativas para ajudar as famílias de dependentes. e seu simbolismo. isto porque havíamos marcado o mesmo dia para a Iniciação. vem atravessando um período de dificuldades.Mestres – Waldemar Zveiter. A Loja Liberdade 47 Nº 59. com a presença do psicólogo Marcelo Riff da Coordenadoria e da UERJ. assume o ano 33° de sua existência com o fôlego de um atleta. com orgulho de ser filiada a Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro. representante do 19° Batalhão da PM. enfraqueceu bastante a Loja Liberdade. sempre teve uma participação fundamental nas campanhas filantrópicas. deveremos estar mudando o dia de nossas reuniões para quartafeira. mais não tivemos sucesso. mas a partir deste período. Grande Loja do Estado do Rio de Janeiro e Walter Amendola GrãoMestre da Grande Loja da Guanabara. No final da gestão do Venerável Mestre Waldo Marques de Almeida. destinado ao ensino-aprendizado da Arte Real. que infelizmente durou pouco tempo. era ajudar aos mais necessitados. Hoje com a denominação de “LUZES”. chegando a ocupar relevantes cargos na Administração da Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro e no Supremo Conselho do Grau 33 da República Federativa para o Brasil. Já enfraquecida. filosofismo.. inclusive politicamente. na Palma de Sua Mão até que nos encontremos novamente em nossas Sessões.)”. em reunião da ACOMI em Valença. e a Fraternidade Nº 100 em 1985. como também para às Grandes Lojas da Confederação.. Em julho p.Nesta edição foram publicados os Decretos das Grandes Lojas de Minas Gerais. incrementou junto com os Irmãos da Loja Liberdade 47 e outras Lojas um belo trabalho filantrópico e social.. não deixe de nos amparar. e com a logomarca de autoria do Irmão Luciano Augusto de Morais.”. estiveram presentes 81 IIr:. e por pouco.Mes:. a Loja sofre uma intervenção. Foram feitas algumas tentativas de reunirem as Cunhadas. Presidido pela Cunhada Neyde Tabuada de Pinho. sendo criado em 1978 e sua última edição em 1982. que com sua experiência e participações nas reuniões da Grande Loja. Neste ano de 2010. nesta sessão. a Loja Liberdade 47 nº59. A Nova Loja Liberdade 47 nº59 em perfeita harmonia está vencendo barreiras e demonstrando capacidade e liderança em tornar-se novamente a grande Loja da Região que reunia regularmente mais de 80 IIr:. a Loja Liberdade 47 nº59. porém. seus fundadores Liderado pelo Irmão Artur Domingues. Diretora Primeira Secretária Juçara Baptista do Amaral de Carvalho. programando mais 7 Iniciações para fevereiro de 2011. e sessões ordinárias. resolvem pedir o desligamento da Loja. Tal qual um organismo vivo a Loja Liberdade 47 nº59. conforme determina a Grande Loja. realizou em julho em perfeita harmonia com a Loja Isabel Domingues nª109 a Iniciação de 7. Fernando Barboza Pacheco . o Departamento Feminino retornou com toda a força através da Cunhada Neyde Tabuada de Pinho.M. contribui para o enfraquecimento da Loja. No ano de 2011. bem como o fortalecimento da comunidade empresarial buscando alternativas para solucionar os problemas de Jacarepaguá. Comissão de Beneficência: Marisa Jorge Nascimento. e este apresentado juntamente com o nome oficial do Departamento Feminino. mantendo uma freqüência em média de 23 Irmãos em suas sessões. a habilidade de um acrobata e a perseverança do obstinado. que “mantenha todos os IIr:. e um dos motivos de sua instalação em Jacarepaguá. Paraná. com a Iniciação de 15 novos membros.E. bem como fundação de novas Lojas.”. Na parte Social a Loja Liberdade 47 Nº 59. Assim sendo ficou inviável para as Cunhadas se reunirem com certo conforto. este espaço adequado passou a não mais existir. e na gestão do Irmão Ney Silva Lima de Pinho. ou seja: Irmãos faltosos.. Pedro Cesar Correa Magaton e Edison Alves de Castro. sendo 4 Iniciados da Loja Liberdade e 3 da Loja Isabel Domingues. Tesoureira: Neuma dos Santos Ramos.. Presidente da instituição Francisco de Paula “Lar de Daniel”. no Templo Isabel Domingues. Comissão de Cultura: Ana Cristina Siqueira de Almeida. mas em 2010 apresenta finalmente sinais claros de regeneração e crescimento. seis Irmãos recém saídos da Loja Liberdade 47 Nº59. reativa o Departamento Feminino. Meu Sonho: Fazer uma Sessão Histórica com todos os IIr:. assinado pelos Grão. Da Loja Liberdade 47 Nº 59.p. que produziu o desenho. Em 1991 um novo conflito surge administrativamente. desta forma estaremos realizando uma grande integração e confraternização dentre os IIr:. surgiu a idéia de fundar mais duas Lojas nas dependências do Supremo Conselho que foram às Lojas Igualdade Nº 93 em 1984. sendo os seus Fundadores. assim como de outras entidades tais como Afro Regae e outras. Também devemos ressaltar que o Irmão Artur Domingues sempre foi atuante e participante na maçonaria. na ocasião foi possível travar parcerias com a Coordenadoria Especial de Prevenção Contra a Dependência Química da Prefeitura. Realmente até 1986 foi bastante atuante. foi criado o 1º Estatuto do Departamento Feminino e com sua Ata de Fundação. também lançou o Jornal “VOZ DA LIBERDADE”. inadimplentes e a vaidade de alguns. daí surge também a Loja Isabel Domingues Nº 109. Texto das metas e objetivos da Loja: Ven:.

agasalhos. atenta para a evolução social de nossos tempos. existe Deus. Dona Cecília Zveiter no fundo é tudo isso e muito mais: um misto de fraternidade e benquerença. escolar. Palestras trimestrais de vários temas. por vezes. Há um toque de bondade infatigável. ações sociais. abominando de prima os privilégios de muitos poucos que deságuam no leito das camadas sociais mais pobres. Edson Oliveira dos Santos. implementando vários projetos e campanhas vitoriosas visando com o pano de fundo. expansão de novos Departamentos Femininos. Parabéns! Deus a proteja. É capaz de transigir nas questões administrativas. formação do Coral do Circulo Feminino Cláudia Zveiter. empresta por si só um brilho transcendental nas campanhas assistenciais em prol dos menos favorecidos. Continue firme na regência do Circulo Feminino. querida cunhada. um compromisso de amenizar a dor. E com certeza continuaremos afinados como se fora um imenso coral fraterno de homens de boa vontade. sobretudo. material de limpeza. o aperfeiçoamento do gênero humano. sem destaque para etnias. uma desonestidade. cobertores. tem momentos de centelha divina na solução dos problemas. uma violência. Igual:. agora e sempre. ela se agiganta. a busca incessante para uma melhor qualidade de vida. visando refrear as diferenças e desigualdades. nossa primeira Grande Patronesse vem amealhando em toda a sua trajetória uma verdadeira legião de admiradores que reconhecem e aplaudem o seu comando maternal. campanhas beneficentes. n° 5 Niterói. para o aperfeiçoamento do homem em nossa sublimar instituição.Com certeza. credos religiosos. na busca de uma sociedade muito mais igualitária e justa. Para a nossa Grã-Mestra onde existe vontade. existe um caminho. leite em pó. sorteios. como meta-fim insculpida na trilogia: Liberdade. membro da Diretoria do Grupo Redentor. colchonetes além de outras obras de benemerência foram levadas avante com sucesso absoluto.CECÍLIA ZVEITER um misto de fraternidade e benquerença A presença de nossa cunhada Cecília Zveiter como Presidente do Circulo Feminino Claudia Zveiter.RJ. mote que revela a grandeza de uma grande mulher. com essa doçura que lhe é peculiar. nos detalhes mais simples do comando tático.Paster Master da Loja Lib:. Meio século já se somou nesse trabalho diuturno. doação de cestas básicas. de pura vocação. Tendo como inspiração a benevolência para com os seus semelhantes. Igualdade e Fraternidade. DEZEMBRO 2010 19 . Frat:. amor acendrado ao próximo. Transforma-se em uma fortaleza invencível no cumprimento do seu dever. somatizando um verdadeiro circulo de realizações. que bem revelam o modelo de sua conduta em não reconhecer fronteiras que isolam os povos uns dos outros. Se contabilizarmos todas as suas ações no campo da fraternidade. Mas não há forças divinas capazes de a fazerem transigir quando se trata de uma injustiça. As suas decisões. brinquedos. Em nossa cunhada Cecília não há apenas essa atenção desdobrada entre suas qualidades matrizes. entidade assistencial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e Presidente da ABATERJ Associação Beneficente dos Amigos do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Incansavelmente assumiu o Circulo Cecília Zveiter com abnegação total. Diante da injustiça social. Onde existe amor. fraldas. vamos constatar que o binômio amor ao próximo e a prática da solidariedade foi conjugado em tempo presente.

seria valoriza-los demasiadamente. à guisa de exemplo de perseverança e de estímulo à união dos demais Irmãos em cujas Oficinas . no apoio irrestrito que nos presta em todas as lutas que empreendemos. na Theodor Herzl. apoiado nas firmes raízes do seu Conselho de Mestres Instalados. a Theodor Herzl segue sólida como um velho e orgulhoso carvalho. ambições extemporâneas e interesses contrariados.V. no caminho do meio. aprisionada simplesmente entre seus “pólos” positivos e negativos. Essa é a fórmula elementar para a perenidade não só da Loja. entre seus dirigentes. por razões diversas. mas da própria Ordem Maçônica. viabilizou o apadrinhamento de outras Lojas com este 20 DEZEMBRO 2010 mesmo fim. da mesma forma. alguns momentos delicados e que só foram superados pela insistência de seus Mestres em vencer as vicissitudes temporárias e prosseguir. há seis meses. Sofremos intervenções e abatemos colunas por algumas vezes. Mas. tenham uma excelente passagem de ano. A questão não está. na medida em que formamos os seus Mestres Fundadores. preparando-a para a recepção de novos Maçons e capacitando-se para continuar a formação e o aperfeiçoamento de seus Quadros.: Ubyrajara de Souza e seu filho/Irmão Birinha não deixam que os mais novos esqueçam isso). atualmente sob a presidência da cunhada Rita. desejamos que todos. apenas nas campanhas de Agosto e Dezembro. E aqui convém ressaltar a atuação permanente do nosso Departamento Feminino “AMIGAS”. posteriormente. num certo período e. mas. há pouco mais de uma década. na verificação dos esforços de seus Mestres. da Loja Theodor Herzl 34. advenham problemas causados pelos homens que a compõem. sobretudo. até com uma pontinha de vaidade. Tivemos. Mais um fim de ano se aproxima e com ele fechamos um balanço extremamente positivo do período. neste Oriente. procurando crescer. Ressaltar os problemas que ocorreram ao longo dos seus 62 anos. a idéia diretriz predominante entre seus componentes e. somos mais do que Oficinas irmãs e gozamos do reconhecimento especial de seus dirigentes (o Ir. Enquanto isso. verificando. tivemos o afastamento de dez Mestres para formarem uma outra Loja.M. na visão do seu venerável Toda organização humana tem problemas próprios às características dos homens que a compõem. Por fim. visando a implantação. desde a sua fundação. especialmente os mais antigos. em pavimentar o rumo de sua jornada de progresso. pois. Mais recentemente. com um 2011 repleto de boas energias e realizações. mas priorizando sempre a qualidade nas novas aquisições e estimulando a boa convivência social dos integrantes desta célula muito especial da grande Família Maçônica. prosseguimos com nossas atividades filantrópicas. são alguns dos fatores de fomento dos principais problemas das Lojas Maçônicas.Uma Loja Valorosa. Idiossincrasias intransponíveis. eventualmente. assim. para a consecução da sua atividade-fim. Dessa forma. especialmente os que integram a Maçonaria Fluminense. e que interferem para o sucesso ou para o insucesso de seus cometimentos. a qual. tivemos nova defecção. Fica. como vimos fazendo. nº . Mas o seu conjunto espelha bem. suas “sementes” brotarem noutros campos e se erguerem com grande vigor. Esio Cardoso Vieira Machado . falar sobre as conquistas da nossa querida Loja seria tratar a sua história de modo incompleto. ao longo do tempo. do Rito Schröreder. e lá se foram mais doze Mestres fundar nova Loja nesta Obediência. além da grande quantidade de roupas arrecadadas para os necessitados – que é um objetivo permanente – fechará este último semestre com mais de duas toneladas de alimentos arrecadados e distribuídos a instituições assistidas. Hoje. 77 . sim. dentro do que conhecemos como a verdadeira Tradição. com nossos estudos e trabalhos maçônicos. A nossa filantropia. consignado o nosso breve comentário sobre as dificuldades que vimos vencendo nessa já longa trajetória.