Duas chaves para a vitória

Apocalipse: 12:10,11. Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus. Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida.

I - O Sangue do Cordeiro – que lavou os nossos pecados, e, portanto, somos
aceitos por Deus (Exatamente como se nunca tivéssemos pecado) a) Jesus derramou o seu sangue por nós – 1. Deus havia prescrito que um cordeiro fosse trazido, como oferta pelo pecado, ao altar de bronze do templo. O pecador então impunha as mãos sobre a cabeça do cordeiro... e o pecador confessava os seus pecados. Através deste processo os pecados confessados eram transferidos ao cordeiro. Devido ao fato de que a penalidade para o pecado era a morte, o cordeiro, então, tinha de morrer no altar. O cordeiro não morria por haver pecado. O cordeiro era morto em lugar do pecador. O cordeiro tornava-se um sacrifício em substituição pelo pecador, morrendo em seu lugar. 2. João 1:29 No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! b) O sangue de Jesus é poderoso contra o inimigo 1. A cruz e o sangue que Jesus derramou nela derrotaram o diabo e os demônios. Por isto, eles odeiam o sangue de Jesus 2. “O sangue do cordeiro” manteve Satanás (O DESTRUIDOR) do lado de fora das CASAS dos israelitas na noite de Páscoa no EGITO. 3. O sangue de Jesus tem frustrado os planos do diabo, por que o sangue de Jesus tapa toda brecha ao diabo e seus demônios. Sem brechas o diabo não pode entrar! c) Clame o Sangue de Jesus 1. É uma forte arma espiritual 2. Use o sangue de Jesus em oração contra Satanás 3. Coloquemos isso em prática sempre

II - A palavra do nosso testemunho – que são as nossas palavras proferidas,
CONFESSADAS, de acordo com o que Deus disse na Bíblia. Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida. Hebreus 10:23 “ Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.” A – NOSSA CONFISSÃO 1) A palavra Confissão significa “dizer a mesma coisa que” ou

“concordar com” 2) Quando confessamos os nossos pecados, estamos concordando com Deus que eles são errados.
• • • 1 João 1:6 Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. 1 João 1:8 Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. 1 João 1:10 Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

3) Não somente confessamos os nossos pecados, mas confessamos também o que Deus diz na Sua Palavra (a Bíblia) sobre:
a. A nossa salvação – Romanos 10: 9,10 • Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação. b. Quando estamos doentes confessamos: • • • Êxodo 15:26 – “Eu sou o Senhor teu Deus que te cura...” Salmos 103:3 - “Ele cura todas as minhas enfermidades...” Isaias 53:5 – “Pelos seus ferimentos eu sou sarado...” c. Quando nos sentimos oprimido e atribulados confessamos: Tribulação é: agonia, aflição, amargura, angustia, ansiedade, consternação, desgosto, dor... • • • Salmos 9:9 O SENHOR é também alto refúgio para o oprimido, refúgio nas horas de tribulação. Salmos 32:7 Tu és o meu esconderijo; tu me preservas da tribulação e me cercas de alegres cantos de livramento. Salmos 37:39 Vem do SENHOR a salvação dos justos; ele é a sua fortaleza no dia da tribulação.

• • • • •

Salmos 116:3 Laços de morte me cercaram, e angústias do inferno se apoderaram de mim; caí em tribulação e tristeza. Salmos 118:5 Em meio à tribulação, invoquei o SENHOR, e o SENHOR me ouviu e me deu folga. Salmos 119:143 Sobre mim vieram tribulação e angústia; todavia, os teus mandamentos são o meu prazer. Salmos 138:7 Se ando em meio à tribulação, tu me refazes a vida; estendes a mão contra a ira dos meus inimigos; a tua destra me salva. Salmos 142:2 Derramo perante ele a minha queixa, à sua presença exponho a minha tribulação. d. Quando queremos a salvação de nossas famílias confessamos:

• •

Atos 16:31 “... Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.” Eu vou pregar a palavra a minha família e todos se converterão e. Quando acusados pelo diabo confessamos: Romanos 8:1 Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. 1 João 1:9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

Conclusão:
Testemunhar é o mesmo que testificar. Testificar de Cristo e sua Palavra Testificar é o mesmo que testar. Ou seja, temos que testar, aplicar, a Palavra de Cristo em todas as circunstâncias das nossas vidas. Passemos então a confessá-la em todos os momentos e então veremos o quanto teremos uma vida cristã vitoriosa. Hebreus 10:23 “ Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.” Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida.

Wellington B. Rodrigues Bacharel em teologia Obreiro da Igreja do Povo