You are on page 1of 3

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL

CCET- Engenharia Automotiva
Turma: ENA0200 D Semestre: 2015-2
Grupo: 5
Alunos: Bruno Scariot, Guilherme Panisson, Gustavo Henrique, Lucas Gabardo
A globalização dos mercados mundiais provocou profundas modificações nas organizações,
gerando desafios como a correta utilização dos recursos disponíveis para a produção. O gerenciamento e a
melhoria dos recursos produtivos ocupam papel fundamental numa organização, com o objetivo de aumentar
a produtividade, reduzir os custos e atender às necessidades dos consumidores.

O objetivo do artigo é por

meio do mapeamento de processos e da simulação, melhorar a produtividade de uma linha de montagem em
uma empresa do setor de componentes automotivos.
O trabalho utiliza o mapeamento de processos e a simulação. O mapeamento de processos produtivos
é empregado inicialmente para familiarização e descrição detalhada da linha demontagem. A segunda etapa é
o desenvolvimento de um modelocomputacional em um software de simulação, Arena®. No
desenvolvimento do modelo inicial foram utilizados os tempos das atividades (operações manuais e
automáticas) e as distâncias entre as atividades. A partir do desenvolvimento do modelo inicial observou-se
que a Operação Manual 5 (OM5) estava com um tempo de operação muito alto, tornando um gargalo para o
sistema como um todo
Na terceira etapa foram propostos dois cenários alternativos em que se observaram as respostas do
sistema a partir das alterações realizadas. Os indicadores de produtividade utilizados são: o tempo de
atravessamento de um componente na linha de montagem e a quantidade total de componentes produzidos
por dia na linha de montagem. Após a verificação e a validação do modelo inicial, os modelos propostos
foram desenvolvidos. Nessa etapa foram inseridas variações no modelo inicial para observar o
comportamento do sistema
. Foram desenvolvidos dois cenários com variações diferentes, chamados de Modelo Proposto 1,
Modelo Proposto 2. Para cada modelo simulado (Modelo Inicial, Modelo Proposto 1 e Modelo Proposto 2)
foram realizadas 30 replicações de 1 dia, com 10 minutos de preparação da linha (Warm-up). As variações
realizadas nos dois modelos propostos foram às seguintes:

Modelo Proposto 1: observou-se no modelo inicial que a Operação Manual 5 (OM5) estava com
um tempo de operação muito alto, tornando-se o gargalo para o sistema como um todo. Propõese diminuir o tempo de processamento da operação gargalo OM5 em 15%, passando de (16 ±
1,6) segundos para (13,6 ± 1,36) segundos. Para diminuir o tempo de processamento da operação
gargalo podem ser realizadas pequenas melhorias, como: aplicação de estudo de tempos e
movimentos e padronização da operação.

Modelo Proposto 2: neste modelo propõe-se automatizar a operação gargalo OM5 da seguinte
forma: em um posto automático, retira-se o produto final do lado esquerdo do palete, realiza-se a
medição das características funcionais e grava-se a laser a identificação do produto. A distância

mas o tempo da OM5 cai de (16 ± 1.65%. .11% e a quantidade produzida aumentou em 35. Os resultados obtidos mostram que o mapeamento de processos em conjunto com a simulação pode ser utilizado como base científica para a tomada de decisões sem interferir no sistema real. pois a linha de montagem ficou mais homogênea com relação aos tempos de processamentos. pelo fato de a capacidade de produção da operação OM5 ter aumentado. a melhoria foi de 4.61%.6) segundos para 11. Os resultados mostram que o mapeamento de processos e a simulação são importantes ferramentasna melhoria da produtividade em linhas de montagem. Já no tempo de atravessamento. Para sobreviver nesse mercado. A grande melhoria do Modelo Proposto 2 está relacionada ao tempo de atravessamento.entre as atividades continua a mesma do modelo inicial. Comparação  Comparação do Modelo Inicial com o Modelo Proposto 1: a diminuição no tempo de processamento da operação gargalo em 15% gerou melhorias significativas na quantidade produzida. Os dois modelos propostos obtiveram desempenhos melhores do que o modelo atual da linha de montagem.8 segundos.  Comparação do Modelo Inicial com o Modelo Proposto 2: os resultados obtidos mostraram grandes avanços em relação ao modelo inicial nos dois indicadores de desempenho. que aumentou em 17. mas ainda continuar sendo o gargalo para a linha de montagem. Concluímos que o mercado automobilístico é altamente competitivo. às indústrias fornecedoras de componentes para o setor têm sido estimuladas a tornar suas linhas de montagens mais eficientes e flexíveis.26%.67%. O tempo de atravessamento reduziu-se em 36.98% e a quantidade produzida aumentou em 15.  Comparação do Modelo Proposto 1 com o Modelo Proposto 2: os resultados apresentaram grandes diferenças nos dois indicadores de desempenho utilizado: o tempo de atravessamento foi reduzido em 32.

Não use números Romanos ou letras.com/a-evolucao-das-linhas-de-montagem-e-producao/>.aedb. n. Ricardo de Oliveira Monteiro. PONTES. Heráclito Lopes Jaguaribe et al. Salvador: Enegep. A Gestão dos Processos de Produção e as Parcerias Globais para o Desenvolvimento Sustentável dos Sistemas Produtivos. UTILIZAÇÃO DO MAPEAMENTO DE PROCESSOS E SIMULAÇÃO .pdf> . 2013. PASSOS. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUCAO. 2011. 2015. Salvador. Mamoru Carlos.97-104. Acesso em: 19 jun.. 5. PORTO. Acesso em: 19 jun. PONTES. 1 . Disponível em: <http://www. YAMADA. p. Disponível em: <http://www. use somente números Arábicos. p. Identificação e análise do gargalo em uma linha de montagem de componentes automotivos utilizando simulação. .. Heráclito Lopes Jaguaribe.16. A evolução das linhas de montagem e produção. jun.logisticadescomplicada. 2013. Francisco Uchoa. Leandro Callegari.. v. Revista Minerva – Pesquisa & Tecnologia. MODELAGEM E SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL PARA O BALANCEAMENTO DE LINHAS DE MONTAGEM DE ELETRÔNICOS. RUSSEL. 2008. 97 UTILIZAÇÃO DO MAPEAMENTO DE PROCESSOS E SIMULAÇÃO PARA MELHORIA DA PRODUTIVIDADE DE UMA LINHA DE MONTAGEM DE COMPONENTES AUTOMOTIVOS. Arthur José Vieira. 2008.Referências COELHO. 1.br/seget/arquivos/artigos07/1278_1278_Artigo_Completo_Seget_Com_Identificacao. 2015. Sao Carlos.