You are on page 1of 12

Patrocínio

Realização

Centro de Atendimento Integrado ao
Adolescente
Autor de Ato Infracional

Ficha Técnica Tribunal de Justiça de Minas Gerais Presidente Desembargador Sérgio Resende Primeiro Vice-Presidente Desembargador Cláudio Costa Segundo Vice-Presidente Desembargador Reynaldo Ximenes Carneiro Terceiro Vice-Presidente Desembargador Jarbas Ladeira Corregedor-Geral de Justiça Desembargador Célio César Paduani Presidente do Conselho Gestor do CIA/BH Juíza de Direito Valéria da Silva Rodrigues CARTILHA .CENTRO DE ATENDIMENTO INTEGRADO AO ADOLESCENTE AUTOR DE ATO INFRACIONAL Coordenação Editorial Assessoria de Comunicação Institucional (ASCOM) Juíza de Direito Valéria da Silva Rodrigues Texto Leonardo Gomes Sampaio (Vara de Atos Infracionais) Projeto Gráfico Daniel Fantini (ASCOM / CECOV) Sílvia Monteiro de Castro Lara (ASCOM / CECOV) Revisão Vanderleia Rosa (ASCOM / CEIMP) Juíza de Direito Valéria da Silva Rodrigues (Titular da Vara de Atos Infracionais de Belo Horizonte) .

existem nove Conselhos Tutelares. respeito. fornece autorização para viagens sem acompanhamento dos pais. Em Belo Horizonte. Vara Infracional A Vara Infracional funciona na rua Rio Grande do Sul. dignidade. a Justiça Infanto-Juvenil conta com duas varas: uma Vara Cível e uma Vara Infracional. E quando esses direitos não são assegurados? Cabe. ao Conselho Tutelar e ao Judiciário proteger essas crianças e adolescentes. Cada Conselho é formado por cinco conselheiros. cada um atendendo a uma determinada região da cidade. cultura. eleitos pela população. lazer. Dentre as medidas de proteção que podem ser determinadas por essas duas instituições. Barro Preto. dentre outras atribuições. no mesmo espaço do Centro de Atendimento Integrado ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH). para mandato de três anos. estão matrícula em estabelecimento oficial de ensino fundamental. saúde. telefone 3207-8100. a sociedade e o Estado devem garantir esses direitos. A família. Em Belo Horizonte. educação. profissionalização. 604. A Vara Cível também fiscaliza estabelecimentos onde não é permitida a entrada de adolescentes. que reúne as várias instituições públicas que compõem o Sistema de Justiça Juvenil. A Vara Cível é responsável por julgar casos em que os direitos de crianças e adolescentes são violados. Vara Cível A Vara Cível da Infância e da Juventude funciona na avenida Olegário Maciel. . Também devem zelar para que crianças e adolescentes não sofram qualquer tipo de negligência. mas é sempre bom lembrar: crianças e adolescentes têm o direito à vida. telefone 3275-3292. violência. alimentação. crueldade e opressão. liberdade e convivência comunitária. o juiz a encaminha para uma família que preencha as exigências necessárias para recebê-la. de segunda a sexta-feira. então. Assim. sem distinção. discriminação.Direitos Varas da Infância e da Juventude Todos já ouviram dizer. Disque Direitos Humanos 0800 31 11 19). Centro. 600. aplicando medidas protetivas (Ex: Quando a criança é vítima de abandono e/ou maus tratos. requisição de tratamento médico e abrigo em entidade (ler o artigo 101 do ECA). como determinam a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). possuem os mesmos direitos e sujeitam-se às mesmas obrigações. Qualquer atitude que desrespeite os direitos das crianças e dos adolescentes deve ser denunciada (Disque Denúncia 100. das 12 às 18h. todas as crianças e adolescentes. exploração. nas modalidades de guarda ou adoção).

Disque Direitos Humanos 0800 31 11 19). dignidade. discriminação. a sociedade e o Estado devem garantir esses direitos. educação. Centro. A Vara Cível é responsável por julgar casos em que os direitos de crianças e adolescentes são violados. Vara Infracional A Vara Infracional funciona na rua Rio Grande do Sul. requisição de tratamento médico e abrigo em entidade (ler o artigo 101 do ECA). respeito. exploração.Direitos Varas da Infância e da Juventude Todos já ouviram dizer. Barro Preto. Vara Cível A Vara Cível da Infância e da Juventude funciona na avenida Olegário Maciel. telefone 3207-8100. no mesmo espaço do Centro de Atendimento Integrado ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH). Dentre as medidas de proteção que podem ser determinadas por essas duas instituições. . Assim. das 12 às 18h. para mandato de três anos. cultura. como determinam a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). então. cada um atendendo a uma determinada região da cidade. possuem os mesmos direitos e sujeitam-se às mesmas obrigações. fornece autorização para viagens sem acompanhamento dos pais. eleitos pela população. 600. Em Belo Horizonte. Em Belo Horizonte. aplicando medidas protetivas (Ex: Quando a criança é vítima de abandono e/ou maus tratos. 604. saúde. a Justiça Infanto-Juvenil conta com duas varas: uma Vara Cível e uma Vara Infracional. lazer. crueldade e opressão. dentre outras atribuições. violência. liberdade e convivência comunitária. todas as crianças e adolescentes. mas é sempre bom lembrar: crianças e adolescentes têm o direito à vida. sem distinção. profissionalização. de segunda a sexta-feira. o juiz a encaminha para uma família que preencha as exigências necessárias para recebê-la. alimentação. estão matrícula em estabelecimento oficial de ensino fundamental. Também devem zelar para que crianças e adolescentes não sofram qualquer tipo de negligência. Cada Conselho é formado por cinco conselheiros. A família. existem nove Conselhos Tutelares. que reúne as várias instituições públicas que compõem o Sistema de Justiça Juvenil. E quando esses direitos não são assegurados? Cabe. telefone 3275-3292. nas modalidades de guarda ou adoção). Qualquer atitude que desrespeite os direitos das crianças e dos adolescentes deve ser denunciada (Disque Denúncia 100. A Vara Cível também fiscaliza estabelecimentos onde não é permitida a entrada de adolescentes. ao Conselho Tutelar e ao Judiciário proteger essas crianças e adolescentes.

o adolescente pode receber as seguintes medidas não privativas de liberdade: -Advertência (o juiz repreeende o adolescente verbalmente em audiência). -orientação. psicológico ou psiquiátrico. tarefas comunitárias.112. -liberdade assistida (o adolescente recebe o apoio de um orientador. em regime hospitalar ou ambulatorial. 101. Nos atos infracionais leves. visando à reinserção familiar e social do adolescente autor de ato infracional. O primeiro é o de responsabilizar o jovem pela prática de um ato contrário à lei e à harmonia social. As medidas socioeducativas são sanções com finalidade educativa. respeitando-se suas aptidões e sem prejudicar sua escolarização e jornada normal de trabalho). As medidas socioeducativas têm dois objetivos. obrigatoriamente.Medidas socioeducativas (art. do ECA) Quando um adolescente comete algum ato contra a lei. à criança e ao adolescente. -matrícula e frequência obrigatórias em estabelecimento oficial de ensino fundamental e médio. que vai ajudá-lo a melhorar seu relacionamento social e aproveitamento escolar e desenvolver atividades profissionalizantes). . O Medidas protetivas ( art. apoio e acompanhamento temporários. ele é julgado pelo juiz da Vara Infracional da Infância e Juventude e pode receber tanto medidas protetivas quanto medidas socioeducativas. a medida pode ser substituída por outra. etc). -inclusão em programa comunitário ou oficial de auxílio à família. -requisição de tratamento médico. sem violência ou grave ameaça à vítima. e podem ser aplicadas tanto pelo juiz da Vara Infracional quanto pelo juiz da Vara Cível. arcar com o conserto do carro que danificou. São aplicadas quando os direitos das crianças e dos adolescentes forem ameaçados ou violados. -abrigo em entidade. do ECA) segundo é o de socioeducar o adolescente. São elas: -encaminhamento aos pais ou responsável. mediante termo de responsabilidade. No caso de a família não possuir condições financeiras para assumir o prejuízo. de forma que desenvolva todos os seus direitos e não volte a cometer outros atos infracionais. -obrigação de reparar o dano (o adolescente deve pagar o prejuízo causado à vítima (pintar o muro que pichou. orientação e tratamento a alcoólatras e toxicômanos. -inclusão em programa oficial ou comunitário de auxílio. -prestação de serviços à comunidade (o adolescente deve cumprir.

orientação e tratamento a alcoólatras e toxicômanos. arcar com o conserto do carro que danificou.Medidas socioeducativas (art. -inclusão em programa comunitário ou oficial de auxílio à família. que vai ajudá-lo a melhorar seu relacionamento social e aproveitamento escolar e desenvolver atividades profissionalizantes). ele é julgado pelo juiz da Vara Infracional da Infância e Juventude e pode receber tanto medidas protetivas quanto medidas socioeducativas. apoio e acompanhamento temporários. As medidas socioeducativas são sanções com finalidade educativa. psicológico ou psiquiátrico. -requisição de tratamento médico. tarefas comunitárias. São elas: -encaminhamento aos pais ou responsável. a medida pode ser substituída por outra. -abrigo em entidade. sem violência ou grave ameaça à vítima. à criança e ao adolescente. respeitando-se suas aptidões e sem prejudicar sua escolarização e jornada normal de trabalho). Nos atos infracionais leves. -matrícula e frequência obrigatórias em estabelecimento oficial de ensino fundamental e médio. O primeiro é o de responsabilizar o jovem pela prática de um ato contrário à lei e à harmonia social. -obrigação de reparar o dano (o adolescente deve pagar o prejuízo causado à vítima (pintar o muro que pichou. As medidas socioeducativas têm dois objetivos. São aplicadas quando os direitos das crianças e dos adolescentes forem ameaçados ou violados. O Medidas protetivas ( art. o adolescente pode receber as seguintes medidas não privativas de liberdade: -Advertência (o juiz repreeende o adolescente verbalmente em audiência). e podem ser aplicadas tanto pelo juiz da Vara Infracional quanto pelo juiz da Vara Cível. do ECA) Quando um adolescente comete algum ato contra a lei. . etc). mediante termo de responsabilidade. -orientação. -liberdade assistida (o adolescente recebe o apoio de um orientador. de forma que desenvolva todos os seus direitos e não volte a cometer outros atos infracionais. visando à reinserção familiar e social do adolescente autor de ato infracional. em regime hospitalar ou ambulatorial. -prestação de serviços à comunidade (o adolescente deve cumprir.112. obrigatoriamente. No caso de a família não possuir condições financeiras para assumir o prejuízo. 101. -inclusão em programa oficial ou comunitário de auxílio. do ECA) segundo é o de socioeducar o adolescente.

com o funcionamento por 24 horas da Delegacia de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente Outras (DOPCAD) em suas dependências. É permitida o Centro de Atendimento Integrado ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH). repetida e injustificadamente. -Prevenir a reincidência (repetição de atos infracionais). estabelecimento próprio. por um Polícia Militar de Minas Gerais. O adolescente tem que estudar e participar de cursos iniciativa foi possível graças à integração das instituições públicas que compõem o Sistema de Justiça Juvenil profissionalizantes. das 8 às 22h. -Reinserir (reconduzir) o adolescente no convívio familiar e social. -internação sanção . à aplicação e execução das medidas socioeducativas. Ministério Público. O Centro conta. adolescente por até 90 dias. o adolescente que comete qualquer ato infracional em Belo Horizonte é encaminhado para -semi-liberdade .o adolescente é privado de sua liberdade em estabelecimento próprio. das 13 às 18h. Consiste na restrição da liberdade do -Contribuir para a diminuição dos índices de criminalidade na comarca de Belo Horizonte. Secretaria de Estado de Defesa Social. outras medidas socioeducativas anteriormente aplicadas. participar de encontros religiosos).é aplicada pelo juiz antes da sentença. reiteradas vezes. ainda. -internação definitiva . quando há indícios suficientes de que o Objetivos do CIA/BH adolescente cometeu um ato infracional grave ou praticou. O CIA/BH funciona nos dias úteis. com violência ou grave ameaça à vítima. . A os parentes. atos infracionais. O CIA foi criado para dar atividade externa.é aplicada quando o adolescente descumpre. Polícia Civil e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte). (Poder Judiciário. visitar maior agilidade à apuração da prática de atos infracionais. O adolescente fica em -Garantir a responsabilização imediata dos adolescentes autores de ato infracional na comarca de Belo Horizonte. com sua liberdade limitada. perdendo. sem necessidade de pedir autorização do juiz (frequentar atividades de lazer. Defensoria Pública de Minas Gerais. -internação provisória . e nos finais de semana e feriados. período máximo de até três anos.Criação do CIA Nos atos infracionais graves. assim. o adolescente pode receber as seguintes medidas privativas de liberdade: Desde dezembro de 2008. o direito de responder o processo em liberdade.o adolescente é recolhido em unidade preparada para recebê-lo.

o adolescente que comete qualquer ato infracional em Belo Horizonte é encaminhado para -semi-liberdade . participar de encontros religiosos). o adolescente pode receber as seguintes medidas privativas de liberdade: Desde dezembro de 2008. perdendo. das 8 às 22h. É permitida o Centro de Atendimento Integrado ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH). sem necessidade de pedir autorização do juiz (frequentar atividades de lazer. com violência ou grave ameaça à vítima. assim. por um Polícia Militar de Minas Gerais. estabelecimento próprio.o adolescente é recolhido em unidade preparada para recebê-lo. atos infracionais. com sua liberdade limitada. das 13 às 18h. com o funcionamento por 24 horas da Delegacia de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente Outras (DOPCAD) em suas dependências. . O CIA/BH funciona nos dias úteis. repetida e injustificadamente. quando há indícios suficientes de que o Objetivos do CIA/BH adolescente cometeu um ato infracional grave ou praticou. e nos finais de semana e feriados. ainda. O CIA foi criado para dar atividade externa. -Prevenir a reincidência (repetição de atos infracionais). O adolescente tem que estudar e participar de cursos iniciativa foi possível graças à integração das instituições públicas que compõem o Sistema de Justiça Juvenil profissionalizantes. Secretaria de Estado de Defesa Social. -internação definitiva . à aplicação e execução das medidas socioeducativas. período máximo de até três anos. A os parentes.é aplicada pelo juiz antes da sentença. (Poder Judiciário. Defensoria Pública de Minas Gerais.é aplicada quando o adolescente descumpre. O adolescente fica em -Garantir a responsabilização imediata dos adolescentes autores de ato infracional na comarca de Belo Horizonte. -Reinserir (reconduzir) o adolescente no convívio familiar e social. Polícia Civil e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte). -internação sanção . visitar maior agilidade à apuração da prática de atos infracionais. adolescente por até 90 dias. O Centro conta. outras medidas socioeducativas anteriormente aplicadas. reiteradas vezes. o direito de responder o processo em liberdade. -internação provisória . Consiste na restrição da liberdade do -Contribuir para a diminuição dos índices de criminalidade na comarca de Belo Horizonte.o adolescente é privado de sua liberdade em estabelecimento próprio.Criação do CIA Nos atos infracionais graves. Ministério Público.

o promotor oferece a denúncia (representação) e o juiz pode determinar: A aplicação de medida socioeducativa em meio aberto (advertência. Aplicação de medida protetiva Não sendo possível a adoção das medidas acima. defensor público ou advogado e pais. prestação de serviço à comunidade ou liberdade assistida) Internação provisória em centro de internação (onde o adolescente irá aguardar o julgamento) . reparação de dano. Remissão (Perdão) Arquivamento . e adota as medidas abaixo. na presença do promotor.Como funciona o CIA? Fluxograma O adolescente é apreendido (detido) em flagrante Encaminhado para o CIA Entregue à autoridade policial A autoridade policial toma as providências necessárias e convoca os pais a comparecerem no CIA O adolescente é levado ao juiz O juiz realiza a audiência imediata.o processo é arquivado e o adolescente não precisa responder pela acusação. separadas ou em conjunto.

710-670 Telefone: 3277-7168 Telefax: 3277-9267 Regional Norte Endereço: Rua Pastor Murilo Cassete.191 (de 8 às 17h) Corregedoria do TJMG Tel: 3339-7700 Corregedoria do Ministério Público Tel: 3330-8169 Endereços dos Centros Socioeducativos : www. 287.150. Pampulha CEP: 31.mg. 1.640-050 Telefone: 3277-8924 Fax: 3277. 239. 604 Centro) Vara de Atos Infracionais Tel:3275-3292 Promotoria da Infância e da Juventude Tel: 3250-5043 Defensoria Pública. Barão Homem de Melo. Padre Eustáquio CEP: 30.seds. 259.460-090 Telefone: 3277-7056 Fax: 3277-7008 Regional Pampulha Endereço: Av. Barreiro de Baixo CEP: 30. DOPCAD e SUASE Tel: 2129-9413 (atendimento apenas pessoalmente de 9 às 11h e de 14 às 17h) Ouvidoria das Polícias Civil e Militar Tel:0800-2839.2220. Nova Granada. Floresta CEP: 31. Venda Nova CEP: 31. Cachoeirinha CEP: 31. São Bernardo CEP:31.010-060 Telefone: 3277-4407 / 4810 Fax: 3277-4821 Regional Nordeste Endereço: Av.150-120 Telefone: 3277-4757 / 4814 / 4818 / 4825 / 4816 Fax: 3277-9225 Regional Leste Endereço: Rua Bueno Brandão. 6º e 7º andares Bairro Cruzeiro Tel: 3289-7151 / 3289-7166 CIA/BH (Rua Rio Grande do Sul.AGENDA Disque Denúncia Unificado das Polícias Civil e Militar (principalmente tráfico de drogas) Tel:181 Disque Direitos Humanos: Tel:0800-0311-119 Disque denúncia nacional contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes Tel:100 Corregedoria-Geral da Defensoria Pública Tel: 3349-9620 Secretaria de Estado de Defesa Social Tel: 2129-9500 Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas (SUASE) Tel: 2129-9690 Prefeitura Municipal de BH Tel: 156 Polícia Civil Tel: 197 Polícia Militar Tel:190 Corregedoria das Polícias Civil e Militar Rua Andaluzita.br (ícone socioeducativo) Vara Cível da Infância e da Juventude Tel: 3207-8100 Conselhos Tutelares Regional Barreiro Endereço: Rua Flávio Marques Lisboa. 470.379. 131. 85.365-450 Telefone: 3277-7970 Fax: 3277-7959 Regional Venda Nova Endereço: Rua Alcides Lins. 382.gov.8925 Regional Centro Sul Endereço: Rua Geraldo Teixeira da Costa. CEP: 30.000 Telefone: 3277-6122 Fax:3277-6124 Regional Noroeste Endereço: Rua Rio Pomba. Floresta CEP: 30.510-030 Telefone: 3277-5512 Fax:3277-9487 . Otacílio Negrão de Lima. 345. Bernardo Vasconcelos.741-405 Telefone: 3277-6655 Fax: 3277-6658 Regional Oeste Endereço: Av.

Venda Nova CEP: 31. 287. 382. 6º e 7º andares Bairro Cruzeiro Tel: 3289-7151 / 3289-7166 CIA/BH (Rua Rio Grande do Sul.741-405 Telefone: 3277-6655 Fax: 3277-6658 Regional Oeste Endereço: Av.br (ícone socioeducativo) Vara Cível da Infância e da Juventude Tel: 3207-8100 Conselhos Tutelares Regional Barreiro Endereço: Rua Flávio Marques Lisboa. CEP: 30. 345. 604 Centro) Vara de Atos Infracionais Tel:3275-3292 Promotoria da Infância e da Juventude Tel: 3250-5043 Defensoria Pública. 470.010-060 Telefone: 3277-4407 / 4810 Fax: 3277-4821 Regional Nordeste Endereço: Av. Nova Granada. Barreiro de Baixo CEP: 30. 85.000 Telefone: 3277-6122 Fax:3277-6124 Regional Noroeste Endereço: Rua Rio Pomba. 1. Otacílio Negrão de Lima. 131.2220.AGENDA Disque Denúncia Unificado das Polícias Civil e Militar (principalmente tráfico de drogas) Tel:181 Disque Direitos Humanos: Tel:0800-0311-119 Disque denúncia nacional contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes Tel:100 Corregedoria-Geral da Defensoria Pública Tel: 3349-9620 Secretaria de Estado de Defesa Social Tel: 2129-9500 Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas (SUASE) Tel: 2129-9690 Prefeitura Municipal de BH Tel: 156 Polícia Civil Tel: 197 Polícia Militar Tel:190 Corregedoria das Polícias Civil e Militar Rua Andaluzita.gov. Floresta CEP: 30.460-090 Telefone: 3277-7056 Fax: 3277-7008 Regional Pampulha Endereço: Av. Floresta CEP: 31. Cachoeirinha CEP: 31.seds.640-050 Telefone: 3277-8924 Fax: 3277. 259.150-120 Telefone: 3277-4757 / 4814 / 4818 / 4825 / 4816 Fax: 3277-9225 Regional Leste Endereço: Rua Bueno Brandão. Pampulha CEP: 31.379. Padre Eustáquio CEP: 30.mg. São Bernardo CEP:31. DOPCAD e SUASE Tel: 2129-9413 (atendimento apenas pessoalmente de 9 às 11h e de 14 às 17h) Ouvidoria das Polícias Civil e Militar Tel:0800-2839. 239.365-450 Telefone: 3277-7970 Fax: 3277-7959 Regional Venda Nova Endereço: Rua Alcides Lins.150.510-030 Telefone: 3277-5512 Fax:3277-9487 . Barão Homem de Melo.8925 Regional Centro Sul Endereço: Rua Geraldo Teixeira da Costa.710-670 Telefone: 3277-7168 Telefax: 3277-9267 Regional Norte Endereço: Rua Pastor Murilo Cassete.191 (de 8 às 17h) Corregedoria do TJMG Tel: 3339-7700 Corregedoria do Ministério Público Tel: 3330-8169 Endereços dos Centros Socioeducativos : www. Bernardo Vasconcelos.

Patrocínio Realização Centro de Atendimento Integrado ao Adolescente Autor de Ato Infracional .