27/02/2015

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras

Guarapari - ES

Modelo de Gestão

28 Fev e 01
de
Março

Daziomar Nogueira
don1966@hotmail.com

Bibliografia
• BIBLIOGRAFIA BÁSICA
• ROBBINS, S. Mudança e Perspectivas na Administração. São Paulo:
Saraiva, 2008.
• CHIAVENATO, I. Administração Nos Novos Tempos, Rio de Janeiro:
Campus Ed. 2004.
• CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas. Rio de Janeiro: Campus Ed.
2004.
• BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
• Silva,A.Administração Básica 2ªed.Revisada e Ampliada.São
paulo:Ed.Atlas, 2003
• Maximiano, A. Fundamentos de Administração:manual Compacto.São
Paulo: Atlas Ed. 2004
• Masiero, G. Administração de Empresas. São Pulo:Saraiva Ed. 2007

Solicitação...

3

1

27/02/2015

O PROCESSO ESTRATÉGICO

INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA
Finalmente, caracterizar o homem não como
HOMO SAPIENS(homem sábio) e nem
como HOMO FABER(homem fazedor), mas
como HOMO LUDENS – HOMEM
JOGADOR.
Os competidores fazem o cotidiano social
e profissional em desfio, um obstáculo a
ser vencido com luta e perseverança.

Visão Panorâmica da Gestão
Estratégica e suas fases de
competições nos negócios

2

• Surgimento capitalismo industrial • Aumento da oferta de capital e de crédito. 3. Na Harvard Univerty. • Expansão dos transporte ferroviário. surge os primeiros conceitos do planejamento estratégico transferido da área militar para mundo empresarial. 2. 4. O planejamento estratégico formal e tradicional • Após a segunda guerra mundial. • O planejamento estratégico passou a ser maneira pela qual a organização aplica uma determinada estratégia para alcançar seus objetivos globais. Começa a produção – Henry Ford inaugura a linha de montagem. • Surgimento das primeiras organizações industriais e comerciais. INÍCIO DO SÉCULO XX 1. • Ambiente competitivo – Oferta e procura. abertura de estrada e tem início a economia de escala. 3 . mercado de commodities(produtos que não apresentam diferença entre si).27/02/2015 REVOLUÇÃO INDUSTRIAL • Aqui começa a competição nos negócios. Surge em 1912 a Teoria dos Negócios. General Motors – Desenvolve sua estratégia de diversificação com base nas forças fragilizadas da Ford. A mudança do papel Gerencial(Chester Barnard).

• Ex.E. • Ansoff e Steiner – Criaram e sistematizaram modelos de planejamento estratégico que até hoje servem de base para formulação de estratégias empresariais.27/02/2015 MATRIZ SWOT – 1960 Modelo de Havard ANÁLISE INTERNA: FORÇAS (Strengths) e FRAQUEZAS (Weaknesses) ANÁLISE EXTERNA: OPORTUNIDADES (Opportunities) e AMEAÇAS (Threats) MATRIZ SWOT FORÇAS alavancagem FRAQUEZAS problemas OPORTUNIDADES AMEAÇAS UNIDADES ESTRATÉGICAS DE NEGÓCIOS. • Modelos para época dinâmicos em função da complexidade crescente do ambiente externo. MODELO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE STEINER – A SEGUIR 4 . • O planejamento tradicional – global e de longo prazo com enfoque na projeção futura das condições presentes.: G. Condições estáticas em relação ao mercado. strategic business units(unidades estratégicas de negócios). – Criando a SBU.

• Exemplos – Canon conquistou parcelas de mercado da Xerox. • Wal-Mart é a logística. 5 .27/02/2015 Premissas Implementação e revisão Planejamento Estudos de Planejamento Finalidade da Organização Planejamento estratégico Valores e Princípios Organização Missão da Empresa Objetivos a Longo prazo Avaliação das oportunidades e Políticas ameaças externas Básicas e pontos fortes e fracos da Organização. Planejamento Estratégica Estratégico Significa o comportamento global da organização em relação ao ambiente que a circunda. É um plano-mestre abrangente que estabelece como a organização alcançará sua missão e os seus objetivos. • A Honda no setor automobilístico. Planejamento Planejamento Tático Operacional Programa de Curto prazo Programa de Metas Médio prazo procedimentos Sub objetivos Subpolíticas Organi zação para Imple mentar planos Revisão E Avaliação dos planos Testes de viabilidade Competências Organizacionais • Mais recentes – Hamel e Prahalad – Adotaram o conceito de competência essencial(core competence) como resultado de suas pesquisas sobre o sucesso empresarial.A estratégica é quase sempre uma resposta organizacional às demandas ambientais. • A Sony que superou a RCA(reduzindo o tamanho dos aparelhos). É um processo de formulação de estratégias organizacionais no qual se busca a inserção da organização e de sua missão no ambiente em ela está atuando.Estratégio. CONCEITOS Estratégica – Estratégica Empr. A competência essencial influencia o pensamento estratégico e a ação de planejar em função do sonho e de uma visão de futuro para os negócios. – Plaj.

6 . claramente.27/02/2015 Planos Operacionais Planos do Planejamento Estratégico Fluxo de caixa Plano de Investimento Planos Táticos Planejamento Financeiro Planejamento Estratégico Planejamento da produção Plano de aplicações Plano de produção Plano de manutenção Alcance dos Objetivos Departamentais Plano de abastecimento Planejamento Marketing Plano de vendas Plano de propaganda Planejamento de RH Plano de treinamento Informação Privilegiada Eficiência é Fazer as coisas da maneira adequada Eficácia é Fazer as coisas certas Resolver problemas Produzir alternativas criativas Cuidar dos recursos Maximizar a aplicados utilização dos recursos Cumprir dever Obter resultados Reduzir custos Efetividade Manter-se é sustentável no ambiente Apresentar resultados globais ao longo do tempo Coordenar esforços e energia sistematicamente Aumentar lucro Os Elementos que Constitui o Processo de Planejamento Estratégico 1 Declaração da Missão – É o elemento que traduz as responsabilidades e pretensões da organização. 2 Visão de Negócios – Mostra uma imagem da organização no momento da realização de seus propósitos futuros. uma definição que antecede o diagnóstico estratégico. Ela é.

9.). Análise dos públicos de interesse(STAKEHOLDERS) – Pessoas ou Grupo que influencia ou são influenciados pelo organização(consumidores.clientes.Prioridades 8..Formalização do plano – Tomada de decisão e um firme controle sobre o trabalho. Os determinantes de sucesso são também denominados fatores críticos de sucesso e encaminham as políticas de negócios. Sistemas de planejamento estratégico – Planos Táticos. Definição dos objetivos . Os Elementos que Constitui o Processo de Planejamento Estratégico 5 Fatores-Chave de Sucesso – São modelos inserido através de estudos mercadológicos. para melhor ajustamento da organização no ambiente onde atua. da missão e dos objetivos empresariais. Ex: . 7 . relacionando às suas forças e fraquezas. Auditoria de desempenho e resultados – Reavaliação Estratégica.. 10.. 7. Outros Elementos que Constitui o Processo de Planejamento Estratégico 6. O alinhamento dos diagnósticos externos e internos produz premissas que alicerçam a construção de cenários. 4 Diagnóstico estratégico interno – Corresponde as dinâmicas ambientais.Modelo SWOT.27/02/2015 Os Elementos que Constitui o Processo de Planejamento Estratégico 3 Diagnóstico estratégico externo – Procura antecipar oportunidades e ameaças para concretização da visão.

Por que o nosso envolvimento com a estratégia é cada vez mais relevante? Visão do futuro • “Meu interesse está no futuro porque é lá que vou passar o resto da minha vida” Charles Kettering 8 .27/02/2015 As Questões mais Importantes sobre Estratégia Gerencial 1.

27/02/2015 Visão do gerenciamento estratégico PRESENTE FUTURO PASSADO HOJE Alerta Geral!!! • “Se nós não planejarmos...ou contra nós.. • por nós...)” Encurtamento dos ciclos de vida Nível de Atividade Tempo 9 . (.. • outros o farão para nós.

Quais são os principais obstáculos e desafios que devo enfrentar? CULTURAS CENTENÁRIAS 10 .27/02/2015 As mudanças estratégicas As oportunidades e ameaças estão escondidas nas interseções das mudanças em: tecnologias estilos de vida regulamentações demografias geopolíticas 2.

27/02/2015 Passado de sucesso garantido FALTA DE PERCEPÇÃO DAS OPORTUNIDADES E DE RISCOS Organização em “f e u d o s” 11 .

aconteça o que acontecer” As estratégias para construir o futuro Visão – Missão -Princípios e Valores (O que queremos ser?) O FUTURO (Onde queremos chegar?) Estratégias (O que vamos fazer?) Ambiente Capacitação (O que é possível fazer?) (O que sabemos fazer?) 12 .27/02/2015 Organização burocrática Conceito de princípios “É aquilo do qual não estamos dispostos a arredar pé.

PESSOAS E ADMINISTRAÇÃO • AD = JUNTAR. EXECUTAR.. Coordena e Orienta todo o processo organizacional e contínuo para a execução de atividades antecipadamente PLANEJADAS.. • MINISTRAÇÃO = SERVIR. • EVOLUÇÃO DE PESSOAS = • EVOLUÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO 13 .. TRABALHAR.. em seus produtos e serviços? • Quais serão os resultados da organização? • A quem interessa chegar a esses resultados? ADM e ARH • Conduz. ORGANIZAR.27/02/2015 Finalização da Intenção Estratégica • Algumas questões centrais básicas: • Qual é o negócio da organização e como ele será no futuro? • Quais são os clientes e o que eles consideram valioso na organização.

do conhecimento Globalização. Terceirização. • Impacto pela gestão de Qualidade Total = Motivação pessoal. HISTÓRICO DA ARH • Impacto do Modelo Japonês = Reconhecer a Cultura Organizacional para obter comprometimento das pessoas.27/02/2015 RELAÇÕES HUMANAS HISTÓRICO DA ARH Industrialização Neoclássica Após II Guerra = Mudanças rápidas Época da valorização de RH ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS Industrialização Clássica = Revolução Industrial Principais Bases da Organizações Anos 90 era da informação. 14 . Reengenharia.

Teoria de Campo Lewin (Kurt Lewin) • C = f(P. • Esses fatos coexistentes têm o caráter de campo dinâmico.27/02/2015 Teoria de Campo Lewin (Kurt Lewin) • Comportamento humano é derivado da totalidade de fatos coexistentes.M) • O comportamento(C) é função(f) ou resultado da interação entre a pessoa(P) e o meio ambiente(M) que a rodeia. NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS • Necessidades Fisiológicas = Condições de sobrevivência pessoal e profissional 15 . no qual cada parte do campo depende de uma inter-relação com as demais outras partes.

Afeição. ou seja.socialização.status. (recrutamento.27/02/2015 NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS • a) b) c) d) Psicológicas Segurança pessoal.) • RH = Práticas de organização da função. • RH = Profissionais que trabalham na área.Seleção. inovação e criatividade. 16 .Treinamento e benefícios etc. Autoconfiança. reconhecimento. Participação. a gestão contínua do conhecimento tornará as pessoas cada vez mais completas. RH OU GESTÃO DE PESSOAS CARACTERÍSTICAS: • RH = Função ou Departamento. Staff. NECESSIDADES HUMANAS BÁSICAS • Auto Realização = Crescimento contínuo.

• Experiência e doutrinas humanísticas. no Mercado Novos Mercado Novos Clientes Competitividade Imagem no Mercado Objetivos Individuais • • • • • • • • • • • Melhores Salários Melhores Benefícios Estabilidade no Trabalho Segurança no Trabalho Qualidade de Vida Satisfação no Trabalho Respeito Oportunidade-Crescimento Liberdade para Trabalhar Liderança Liberal Orgulho da Organização Contextos de Desenvolvimento de GP • Forte desenvolvimento econômico. • Acirramento das relações de Trabalho e reformismo. Contexto da Gestão de pessoas Objetivos Organizacionais • • • • • • • • • • Sobrevivência Crescimento Sustentável Lucratividade Qualidade nos P/S Redução de custos Particip. manutenção e desenvolvimento de pessoas na organização.27/02/2015 GESTÃO DE PESSOAS • Conjunto de processos. práticas e ferramentas direcionadas à criação. • Evolução das Ciências Comportamentais 17 .

prima. comportamento das • Integra razão e intuição. aquele Investe em que apreende toda a realidade.sati aquisição dos bens sfação.serviço.benefício.valor e serviços agregado As pessoas são recursos ou parceiros da organização ? Recursos • Empregados isolados nos cargos • Horários rigidamente estabelecido • Subordinação ao chefe • Fidelidade à organização • Dependência da chefia • Alienação em relação à organização • Ênfase na especialização • Executoras de tarefas • Ênfase nas destrezas manuais • Mão-de-obra Parceiros • Colaboradores em equipe • Metas negociados e compartilhadas • Preocupação com resultados • Atendimento e satisfação do cliente • Vinculação à missão à visão • Interdependências entre colegas e equipe • Participação e Comprometimento • Ênfase na ética e na responsabilidade • Fornecedores de atividade • Ênfase no conhecimento • Inteligência e talento 18 . • Entende conflito como sendo uma Provocam tensão idéia diferente. na capacidade de no passado. procedimentos que cujas partes são articuladas. empolgação e fé Estimula basicamente • Vê erros como oportunidades de aprendizagem crescimento. organizacional. • Usa o raciocínio sistêmico. emocional. individual.c Salários.valor agregado Empregados Trabalho. Valores e objetivos são definidos pela cúpula • Compartilhamento é energia. paixão. pessoas.esforço.preço. As pessoas como parceiros da organização Parceiros da organização Contribuem com: Esperam retornos de: Acionistas e Investidores Capital de Risco.re onhecimentos e tribuições e habilidades satisfações Fornecedores Mat. controlam o • Provoca tensão criativa.27/02/2015 GESTÃO DE PESSOAS LEARNING ORGANIZATION EMPRESA TRADICIONAL • • • • • (ORGANIZAÇÃO QUE APRENDE) • Valores e objetivos são compartilhados. Baseia-se unicamente • Investe na melhoria da qualidade do raciocínio. investimento Lucros e dividendo. reflexão.tecnologia negócios Clientes e Consumidores Compras e Qualidade. Lucros e novos Insumo. nas descobertas grupais e na análise conjunta dos problemas.

Desenvolvimento de Pessoas. • Relações sindicais. Aplicação de Pessoas.27/02/2015 Processos da Gestão Pessoas ATIVIDADES • Análise de cargos • Planejamento de RH • Recrutamento • Seleção • Orientação e Motivação • Avaliação do desempenho • Remuneração. Monitorar Pessoas Um Modelo (não é a realidade. • Saúde e bem-estar • OUTROS Processos da Gestão Pessoas • • • • • Provisão de Pessoas. • Treinamento e desenvolvimento. viu?) O Mercado 19 . • Segurança. Manutenção de Pessoas.

27/02/2015 Estratégia Qualidade Inovação Por que. ou seja. Um Modelo (não é a realidade. hein? Na economia baseada no conhecimento. inovação. o principal fator de competitividade não é o conhecimento que temos. viu?) O Mercado Inovação Produtos Serviços Processos Métodos 20 . É o conhecimento que teremos.

viu?) O Mercado Produtos Serviços Processos Métodos Inovação Conhecimento Um Modelo (Não é a realidade.27/02/2015 Um Modelo (Não é a realidade. viu?) O Mercado Produtos Serviços Processos Métodos Inovação Conhecimento Aprendizagem Informação Talento 21 . viu?) O Mercado Produtos Serviços Processos Métodos Inovação Conhecimento Aprendizagem Um Modelo (não é realidade.

Programa de prevenção do desperdício de talentos Perceba oportunidades RISCOS RESULTADOS EU TRABALHAR Ontem a tarde. • Seleção: Competências e habilidades para a função requerida.. • Carreira e gratificação: Desempenho e experiência. • Gestão: Foco na performance “normalizada” por regras. 22 .... políticas e procedimentos. • Desenvolvimento: Identificação.27/02/2015 Proposta. análise e correção das “fraquezas”.

• Carreira e gratificação: + condições para a autonomia no desenvolvimento da carreira em torno das “fortalezas”.. • Gestão: foco na performance “normalizada” por resultados. Gerentes preservam.27/02/2015 Amanhã de manhã. • Desenvolvimento: + educação com foco em fortalezas e – treinamento com foco nas fraquezas. \M CG\TREINAM \SEM IN\GESCAPIN. • Seleção: pelo talento e + tempo e + $ para acertar +..PPT 23 .