You are on page 1of 2

1.

(OAB agosto 2005) A Constituição Federal proíbe que seu texto seja alterado
durante todo o tempo em que durar a intervenção federal. Revela-se a rigidez
constitucional, com limite ao Poder Constituinte de Reforma, a ser classificado como:
a) processual.
b) material.
c) temporal.
d) circunstancial.
2.(OAB dez 2004) Considerando-se o Poder Constituinte Derivado tal como inserido
na Constituição Federal, é INCORRETO afirmar-se que:
(A) A Constituição Federal pode ser modificada por iniciativa do Presidente da
República, que poderá também vetar emenda se considerar seu projeto, no todo ou
em parte, contrário ao interesse público.
(B) A proposta de emenda à Constituição deve ser discutida separadamente no
Senado Federal e na Câmara dos Deputados, em dois turnos, sendo aprovada por
três quintos dos votos dos parlamentares.
(C) A Constituição Federal poderá, ainda que por tempo limitado, ficar totalmente
imodificável.
(D) A forma federativa de Estado e a separação dos Poderes, dentre outros, são
considerados como limites materiais ao Poder Constituinte Derivado.
3. (OAB dezembro 2007) Com relação às possibilidades de alteração da Constituição
da Republica de 1988, assinale a alternativa incorreta:
(A) As emendas constitucionais de revisão foram aprovadas em sessão unicameral do
Congresso Nacional, seguindo o mesmo procedimento previsto para as emendas
constitucionais regulares.
(B) A Constituição de 1988 não prevê limitação temporal para edição de emendas
constitucionais na forma do art. 60.
(C) Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir a forma
federativa de estado.
(D) O Presidente da República não participa da promulgação das emendas
constitucionais.
4. (OAB/Cespe – caderno A – 2007.3) – Assinale a opção incorreta acerca do
processo legislativo previsto na Constituição Federal.
a) Após a aprovação da proposta de emenda constitucional pelo Congresso Nacional,
cabe ao presidente da República sancioná-la ou vetá-la.
b) Leis complementares devem ser aprovadas por maioria absoluta.
c) A discussão e a votação dos projetos de lei de iniciativa dos tribunais superiores
devem ter início na Câmara dos Deputados.

O Poder Constituinte Reformador manifesto por meio de emendas: a) Pode ser iniciado por meio das mesas das assembléias legislativas. (OAB/MG Agosto de 2008) Em relação à atual Constituição brasileira. Gabarito: D 4. da Carta Maior. na vigência de intervenção federal é considerada um limite formal ao poder de reforma do Texto. desde que por iniciativa da maioria absoluta dos membros do Congresso Nacional. b) É vedada a utilização de medidas provisórias para regulamentar artigo.d) A sanção do projeto de lei não convalida o defeito de iniciativa. no âmbito federal. 5. cuja redação tenha sido alterada por emenda constitucional promulgada entre 1°/01/95 e 11/09/01. em ambos. c) A vedação de emenda à Constituição. assinale a alternativa CORRETA: a) Todas as emendas promulgadas na vigência da Constituição de 1988 seguiram os procedimentos do art. Gabarito: A 3. b) Exige. 1. que a proposta seja discutida e votada em cada Casa do Congresso Nacional. c) permite que a matéria constante de proposta de emenda rejeitada ou havida por prejudicada seja objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa. três quintos dos votos dos respectivos membros. d) tem por característica ser inicial. limitado.2). (OAB/Cespe – caderno verde – 2007. em dois turnos. d) A matéria constante de proposta de emenda rejeitada não pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa. autônomo e incondicionado. 6. salvo mediante requerimento da maioria absoluta dos congressistas. Gabarito: A 5. considerando-se aprovadas se obtiver. Gabarito: A 2. Gabarito: B 6. 60. Gabarito: B .