You are on page 1of 8

Colégio Naval

Matemática
2001
01/08/2000

1) Seja ABCD um quadrilátero qualquer onde os lados opostos NAO são paralelos. Se as
medidas dos lados opostos AB e DC são, respectivamente, iguais a 12 e 16, um valor
possível para o segmento de extremos M (ponto médio do lado AD) e N (ponto médio do
lado BC) é
a) 12,5
b) 14
c) 14,5
d) 16
e) 17

2) Sejam os conjuntos A = {x ∈ Z | x = 6n + 3, n ∈ Z} e B = {x ∈ Z | x = 3n, n ∈ Z}.


Então A ∩ B é igual a
(A) {x ∈ Z | x é par e múltiplo de 3} Dado: Z conjunto dos números inteiros.
(B) {x ∈ Z | x é ímpar e múltiplo de 3}
(C) {x ∈ Z | x é múltiplo de 3}
(D) {x ∈ Z | x é múltiplo de 6}
(E) { x ∈ Z | x é impar}

xa = 6n + 3 = 3.2n + 3 = 3( 2n + 1) , sempre será um número ímpar e múltiplo de 3.


xb = 3n é um múltiplo de 3 e impar se n for ímpar. Logo A ∩ B {x ∈ Z | x é ímpar e múltiplo
de 3}

3) Um bebedouro que usa garrafão de água tem 2,5 metros de serpentina por onde a água passa
para gelar. Sabe-se que tal serpentina gasta 12 segundos para ficar totalmente gelada.
Colocando-se um garrafão de 10 litros e ligando-se o bebedouro, leva-se 5 minutos para que
toda a água saia gelada. Se nas mesmas condições, fosse colocado um garrafão de 20 litros no
lugar do de 10 litros, o tempo gasto para que toda a água saísse gelada seria de

(A) 9 minutos e 36 segundos.


(B) 9 minutos e 48 segundos.
(C) 10 minutos.
(D) 10 minutos e 12 segundos.
(E) 11 minutos.
Solução algébrica
y = ax + b ( onde y é o tempo e x a quantidade de litros)
Onde b =12 s ( que é o tempo inicial para gelar)
5. 60 = a .(10) + 12→ a = 28,8
y = 28,8 x + 12 então para x = 20 temos
y = 28,8(20) + 12 → y = 588 s = 9, 8 mim = 9min 48s
Solução aritmética

x − 0,2 20 − 0
= x = 2.4,8 + 0,2 → x = 9,8 min = 9,48 min 46s
5 − 0,2 10 − 0
4) Considere as afirmativas abaixo:

(I) 268 + 1068 = 268 + (2 x 5)68 = 268 + 268 x 568 = 468 + 568 = 2068
(II) 268 + 1068 = 268 + (2 x 5)68 = 268 + 268 x 568 = 2136 x 568

(III) 617 + 1023 = ( 2 x 3 )17 + ( 2 x 5 )23 = 217 x 317 +223 x 523 = ( 217 x 223 ) + ( 317 x 523 )

Pode-se afirmar que


(A) apenas a afirmativa I é verdadeira.
(B) apenas as afirmativas I e III são verdadeiras.
(C) apenas a afirmativa II é verdadeira.
(D) apenas as afirmativas II e III são verdadeiras.
(E) as afirmativas I, II e III são falsas.
(I) o quarto passo está errado
(II)
5) Uma massa fermentada ao ser colocada para descansar, ocupou uma área circular S de raio r.
Após um certo tempo t, ela passou a ocupar uma área 21% maior que S. Qual o valor de r, em
centímetros, para que a massa não transborde, quando colocada para descansar durante o tempo
t, em um tabuleiro circular de raio 22 centímetros?

(A) 17,38
2
(B) 18 11
(C) 20
(D) 20,38
(E) 21

6) A, B, C e D são vértices consecutivos de um quadrado e PAB é um triângulo equilátero,


sendo P interno ao quadrado ABCD. Qual é a medida do ângulo PCB?

(A) 30o
(B) 45o
(C) 60o
(D) 75o
(E) 90o
7) Num gibi, um ser de outro planeta capturou em uma de suas viagens três tipos de animais. 0
primeiro tinha 4 patas e 2 chifres, o segundo 2 patas e nenhum chifre e o terceiro 4 patas e 1
chifre. Quantos animais do terceiro tipo ele capturou, sabendo que existiam 227 cabeças, 782
patas e 303 chifres?

(A) 24
(B) 25
(C ) 26
(D) 27
(E) 30

Animal 1 Animal 2 Animal 3 Total


Quantidade x y z 227
Nr patas 4x 2y 4z 782
Nr Chifes 2x 0 z 303

Montando o sistema temos


(I) x + y + z = 227
(II) 4x + 2y + 4z = 782
(III) 2x + 0 + z = 303
Fazendo (III) - (I) → x - y = 76 (IV)
(II) - 4(II)→ -4x + 2y = - 430 (V)
2(IV) + (V) → x = 139, substituindo em (III) temos que z = 25

8) Dividindo-se o cubo de um número pelos 2/3 do seu quadrado, acha-se 18 para quociente.
A raiz quadrada da terça parte desse número é

(A) 2
(B) 3
(C) 4
(D) 5
(E) 6
Reposta
x3
= 18 2
Dado : 2 x 2 → x = 3 18 = 12
3
1 1
Pedido: x= 12 = 4 = 2
3 3
9) Um aluno calculou a média aritmética entre os cem primeiros números inteiros positivos,
1 27
encontrando 50
2
. Retirando um desses números encontrou como nova média aritmética 50
99
. 0 número retirado está entre

(A) 30 e 40.
Dado : A média aritmética de n números é igual à soma desses n
(B) 40 e 50. números dividida por n.
(C) 50 e 60.
(D) 60 e 70.
(E) 70 e 80.
Resposta:
1
Média encontrada foi 50
2
= 101/2 = (1+ 2 + x +.....100) /100
S100 = MA x n ( soma dos 100 termos é igual a média vezes o número de termos)

1 27 50 × 99 + 29 4977
S100 = 50 x100 = 5050 e S 99 = 50 ⇒ S 99 = =
2 99 99 99

S100 − x 27 5050 − x 4977


→ = 50 ⇒ = ⇒ x = 73
99 99 99 99

10) Um comerciante comprou k objetos idênticos por t reais, onde t é um número inteiro
positivo. Ele contribuiu para um bazar de caridade, vendendo dois objetos pela metade do
preço de custo. Os objetos restantes foram vendidos com um lucro de seis reais por unidade.
Se o seu lucro total foi de setenta e dois reais, o menor valor possível para k é

(A) 11 Doação bazar = 2 x t/2 = t reais


(B) 12 Venda = (k – 2)x ( t + 6)
(C) 15 Total = custo + lucro = kt + 76
Doação bazar + Venda = custo + lucro
(D) 16
t + (k – 2) ( t + 6) = kt + 76
(E) 18 Resolvendo a equação
88 + t
6k = 88 + t → k = , como k e t são inteiros , o número mais
6
próximo que é divisível por 6 é 90, logo o menor valor de k=90/6 = 15 ou
seja 15 objetos

11) Numa prova de vinte questões, valendo meio ponto cada uma, três questões erradas anulam
uma certa. Qual é a nota de um aluno que errou nove questões em toda essa prova?
(A) Quatro. Nr pontos de questões certas = (20 – 9)x 0,5 = (11)x0,5 = 5,5
(B) Quatro e meio. Nr pontos perdidos = (9/3) x 0,5 = 1,5
(C) Cinco. Nota final = Nr pontos de questões certas - Nr pontos perdidos = 5,5
(D) Cinco e meio. – 1,5 = 4
(E) Seis e meio.
12) Suponha que 1 (um) naval (símbolo n) seja a medida de um ângulo convexo, menor que
um ângulo reto, inscrito em um círculo de raio r, cujos lados determinam, nesse círculo, um
arco de comprimento r. Assim sendo, a soma das medidas ângulos internos de um triângulo é
igual a

(A) π n/ 4
(B) π n/ 2
(C) π n
(D) 2π n
(E) 4π n

1 1
 2 4 2
2  2 2 4
2
13) 0 valor de a +a 3 b 3

 +b +a 3 b 3
 


   

2
 23 3
3
(A) a +b 2



 
3
 23 3
2
(B) a +b 2



 
2
 32 2
3
(C) a +b 3



 
3
 32 2
2
(D) a +b 3



 
3
 23 2
2
(E) a +b 3



 
Chamando o valor procurado de x, sendo que x ≥ 0 no domínio dos números reais:
4 2 1 2 4 1

x = (a + a ⋅ b ) + (b + a ⋅ b )
2 3 3 2 2 3 3 2

Elevando os dois lados da equação ao quadrado:


2
 4 2 1 2 4 1

x 2 = ( a 2 + a 3 ⋅ b 3 ) 2 + (b 2 + a 3 ⋅ b 3 ) 2 
 

Desenvolvendo o produto notável correspondente ao quadrado da soma de dois termos:


2 2
 4 2 1
 4 2 1 2 4 1
 2 4 1

x 2 = ( a 2 + a 3 ⋅ b 3 ) 2  + 2 ⋅ (a 2 + a 3 ⋅ b 3 ) 2 ⋅ (b 2 + a 3 ⋅ b 3 ) 2 + (b 2 + a 3 ⋅ b 3 ) 2 
   
1
4 2
 4 2 2 4
2 2 4
x 2 = ( a 2 + a 3 ⋅ b 3 ) + 2 ⋅ ( a 2 + a 3 ⋅ b 3 )( b 2 + a 3 ⋅ b 3 )  +(b 2 + a 3 ⋅ b 3 )
 

A expressão entre colchetes na equação acima é desenvolvida à parte:


4 2 2 4

y = (a 2 + a 3 ⋅ b 3 )(b 2 + a 3 ⋅ b 3 )

Aplicando a distributiva:
 2 4 4 2  4 2 2 4
 2+   +2   +   + 
y =a b +a
2 2  3
⋅b + a ⋅b
3 3 3 
+a 3 3
⋅b 3 3

8 4 4 8

y = a 2b 2 + a ⋅ b + a ⋅ b + a 2 ⋅ b 2
3 3 3 3

Reagrupando os termos:
2 2
 43 2
  2 4

y =
a ⋅ b
3  + 2 ⋅ a 2 ⋅ b 2 + a 3 ⋅ b 3
 


   

Rearranjando os expoentes:
2 4 2  2 4  2
 43 2
  +   +   2 4

y =
a ⋅ b
3  + 2 ⋅ a  3 3  ⋅ b  3 3  + a 3 ⋅ b 3
 


   

Obtém-se a expressão equivalente ao produto notável do quadrado da soma de dois termos:


2
 43 2 2 4

y =
 a ⋅ b 3
+ a 3
⋅ b 3 

 

Voltando à equação em x e substituindo a expressão obtida em y:


1
4 2  4 2 2 4

2
2 2 4

x 2 = ( a 2 +a 3
⋅ b ) +2 ⋅ 
3
a 3
⋅ b 3
+ a 3
⋅ b 3   +(b 2 +a 3 ⋅ b 3 )
  
  
4 2 4 2 2 4 2 4

x 2 = ( a 2 + a 3 ⋅ b 3 ) + 2 ⋅ ( a 3 ⋅ b 3 + a 3 ⋅ b 3 ) + (b 2 + a 3 ⋅ b 3 )
4 2 4 2 2 4 2 4

x = a + a ⋅b + 2⋅ a ⋅b + 2⋅ a ⋅b + b + a ⋅b
2 2 3 3 3 3 3 3 2 3 3

4 2 2 4

x = a + 3⋅ a ⋅ b + 3⋅ a ⋅ b + b2
2 2 3 3 3 3

Rearranjando os expoentes:
3 2⋅2 2 2 2⋅2 3
2⋅ 2⋅
x =a
2 3
+ 3⋅ a 3
⋅b + 3⋅ a ⋅b
3 3 3
+b 3

2 2 2 2 2 2

x 2 = (a ) + 3 ⋅ (a ) 2 ⋅ b + 3 ⋅ a ⋅ (b 3 ) 2 + (b 3 ) 3
3 3 3 3 3

Obtém-se a expressão do produto notável correspondente ao cubo da soma de dois termos:


2 2

x 2 = (a 3 + b 3 ) 3

Lembrando das condições iniciais ( x ∈R, x ≥ 0 ), resulta:


2 2 3
x = (a + b )
3 3 2

25
+3
 −2  2

14) 0 valor da expressão 3 −16 +16 ×( 0,333 ... +1) −



3
−  
 27 9  4 
 

5
+3
1  
2 2
(A) 3 −
16 16  1  
11 11

3   1  16 16  4  16  2 16 16  2
3 − +  + 1 − ⇒ − +   −  ⇒3 −  = 0
27 9 3  − 3  9
3 27   9 
3
    
9 9
 
 4 16 0
2
(B)
9
3
3

(C) 0

(D) 1

(E) -1
15) Para se demarcar o estacionamento de todo o lado direito de uma rua reta, foram pintados
20 retângulos de 4,5 metros de comprimento e 2,5 metros de largura. Sabendo-se que os carros
estacionam no sentido do comprimento dos retângulos e da rua, e à frente e atrás de cada um
dos retângulos tem 50 centímetros de folga, qual é o comprimento, em metros, da rua?

(A) 90
(B) 90,5 Para demarcar a área do
(C) 95 estacionamento será necessário fazer 20 retângulos de 5 m, ou seja num total de 100
(D)100 metros, mas é preciso deixar a folga do vaga nr 1, então deve ser acrecido mais 0,5m
à esquerda da vaga nr 1 . Logo o total será de 100,5 m
(E)100,5

16) Considere três quadrados de bases AB, CD e EF, respectivamente. Unindo-se o vértice A
com F, B com C e D com E, observa-se que fica formado um triângulo retângulo.
Pode-se afirmar que

I - 0 perímetro do quadrado de maior lado é igual à soma dos perímetros dos outros dois
quadrados.

II- A área do quadrado de maior lado é igual à soma das áreas dos outros dois quadrados.

III- A diagonal do quadrado maior é igual à soma das diagonais dos outros dois quadrados.

Logo, apenas

(A) a afirmativa I é verdadeira.


(B) a afirmativa II é verdadeira.
(C) a afirmativa III é verdadeira.
(D) as afirmativas I e II são verdadeiras.
(E) as afirmativas II e III são verdadeiras.

17) Os pontos X, O e Y são vértices de um polígono regular de n lados. Se o ângulo XOY


mede 22o 30', considere as afirmativas:
(I) n pode ser igual a 8
(II) n pode ser igual a 12
(III) n pode ser igual a 24

Podemos afirmar que

(A) apenas I e II são verdadeiras.


(B) apenas I e III são verdadeiras.
(C) apenas II e III são verdadeiras.
(D) apenas uma delas é verdadeira.
(E) I, II e III são verdadeiras.

18) Seja N = xyzzyx um número natural escrito na base dez, onde x, y e z são algarismos
distintos. Se N1, e N2 são os dois maiores números divisíveis por 3 e 25, obtidos a partir de N
pela substituição de x, y e z, então N1 + N2 é igual a

(A) 1008800
(B) 1108800
(C) 1106650
(D) 1157000
(E) 1209800
(F) 1156650

19) Dois sinais luminosos fecham juntos num determinado instante. Um deles permanece 10
segundos fechado e 50 segundos aberto, enquanto outro permanece 10 segundos fechado e 40
segundos aberto. 0 número mínimo de segundos necessários, a partir daquele instante para que
os dois sinais voltem a fechar juntos outra vez é de

(A) 110 O tempo de operação do 1o sinal é de : 10 fechado + 50 aberto = 60 s


(B) 120 O tempo de operação do 2o sinal é de : 10 fechado + 40 aberto = 50 s
Eles fecharam juntos quando o tempo for um múltiplo comum dos dois sinais,
(C) 150 como este deve ser o mínimo logo será o mmc(50,60)
(D) 200 Mmc(50,60) = 300
(E) 300

20) A ligação entre as cidades A e B pode ser feita por dois caminhos: C 1 e C2. 0 caminho C1 é
mais curto, porém com mais tráfego e o caminho C2 é 14% mais longo do que C1 mas possui
tráfego menor, o que permite um aumento na velocidade de 20%. De quantos porcentos
diminuirá o tempo de viagem para ir de A até B usando o caminho C2?

Dado: considere as velocidades sempre constantes e as maiores possíveis.


Percurso: C2 = 1,14C1
(A) 5 Velocidade do percurso: v2 = 1.2v1
(B) 6
(C) 7 Por definição v= s/ t logo
(D) 8 Para o 1o percurso
(E) 9 C2
C C2 t2 v 2 t 2 v1C 2
t1 = 1 e t2 = , pelo enunciado = ⇒ = ⇒ substituindo pelos
v1 v2 t1 C1 t1 v 2 C1⇒
v1
t 2 1,14
os valores de C1 e v2 temos que = = 0,05 × 100 = 5%
t1 1,20

Respostas:

1)A 2)B 3)B 4)E 5)C 6)D 7) B 8)A 9) E 10)C 11)A 12)D 13)E 14)C 15)E 16)B 17)B
18)F(anulada) 19)E 20)A