You are on page 1of 6

DISCIPLINA DE DOUTORADO: TÓPICOS ESPECIAIS

DINÂMICA CONSTITUCIONAL BRASILEIRA E DIREITOS SOCIAIS

DATAS: 31 de agosto (segunda-feira) a 3 de setembro (quinta-feira)

OBJETIVO: A disciplina objetiva, a partir da análise dos conceitos originários de
constituição, constitucionalismo e intérpretes da constituição, evidenciar o
necessário atributo da dinâmica (ou resiliência) constitucional, apontando ainda
os indicadores de necessária adaptação da teoria constitucional e ainda da
jurisdição constitucional.

CONDIÇÕES DE DESENVOLVIMENTO DA DISCIPLINA:

Os alunos devem estar presentes em todas as sessões, envolvendo-se
em especial nas atividades específicas propostas para as sessões 2, 4 e
5;
A leitura de pelo menos um dos textos indicados (eleito por livre escolha
do aluno) na ementa em cada sessão é obrigatória, devendo o aluno
apresentar fichamento do texto escolhido por ocasião da sessão.
Os demais textos indicados na presente bibliografia deverá ser objeto de
resenha crítica, a ser apresentada após as sessões, dentro do
calendário do semestre de 2015_2, em data a ser determinada nas
sessões;
Os alunos deverão ainda apresentar ao final da sessão (admitido o
trabalho em parceira – dois autores) trabalho de conclusão de disciplina
na modalidade artigo científico, com 20 (vinte) laudas, observados os
critérios técnicos a serem definidos em sala;
A avaliação terá em conta: 1) a apresentação do fichamento do texto
eleito para a sessão; 2) a apresentação das resenhas dos demais textos
no cronograma estabelecido em aulas; 3) a participação na sessão com
o engajamento nos debates; e 4) o TCD apresentado ao final da
disciplina.

Os textos indicados estão em sua maioria, reunidos em meio eletrônico, em
pasta de arquivos a ser disponibilizada via GoogleDrive.

A inscrição na disciplina importa em conhecimento das condições acima
indicadas, e a apresentação no momento próprio, dos elementos indicados, a
saber:

Fichamento de pelo menos um texto para cada sessão;

Roberto. Volume 56. Duke Law Journal (1995): 364-396. Quadro geral de novos constitucionalismos. nos termos da atividade proposta para a Sessão 4. accesso em 16/07/2015.br/scielo. American Political Science Review. International journal of constitutional law 9. Soraya e DIMOULIS. n. DIXON. Deciding not to decide: Deferral in constitutional design. DAS 9:00 ÀS 12:00) Constituição e constitucionalismo.     GARGARELLA. Revista de Direito Administrativo 246 (2007): 79-94. consensualismo político e desenvolvimento gradual. Eixo central de debate: e possível que um mesmo texto constitucional sirva a distintos constitucionalismos? SESSÃO 2 (31 DE AGOSTO. conferencia em video proferida em 9 de setembro de 2015. Câmbio de constitucionalismo sem câmbio da constituição?    SARTORI. pp 853-864. Constitutionalism: A Preliminary Discussion. Forces and mechanisms in the constitution-making process. Acordos constitucionais sem teorias constitucionais. ELSTER. constituição como mecanismo legitimador. compromisso maximizador. . 1997. São Paulo: Direito GV.3-4 (2011): 636-672. Issue 04. Construção constitucional e teorias da democracia. Dimitri.php?script=sci_arttext&pid=S010264451997000300002&lng=en&nrm=iso>. SEGUNDA-FEIRA. ARATO. Jon. Lua Nova. Conceito. Rosalind e GINSBURG. DAS 13:30 ÀS 16:30): Constituição e acordos incompletos. Giovanni. sobrecarga do sistema político. Oscar et allii Resiliencia constitucional. Tom. Cass R.scielo. 42. p. São Paulo. 5-51. Teorias explicativas da constituição brasileira. SEGUNDA-FEIRA. Tensões internas do texto brasileiro: identificação e diagnose.(Série pesquisa direito GV). Indicação de uma decisão em que o STF tenha atuado de maneira contramajoritária e outra em que a atuação tenha sido claramente majoritária. Andrew. Compromissos dilatórios e a eficácia do texto. December 1962. SESSÃO 1 (31 DE AGOSTO. SUNSTEIN. Hacia una constitución para la ciudad de México. 2013 -. Disponível em from <http://www. in VILHENA. LUNARDI.

James Bradley. Acesso em: 07 mar 2015.. Robert C. Constitutional Culture. Vol.yale. 2005-06 Brennan Center Symposium Lecture..Atividade proposta:    Assistencia em aula ao vídeo da conferência de Gargarella Debate e análise crítica dos pontos suscitados: tensões e contradições internas dos modelos de constituição (latino-americanas em geral. Cardozo Law Review. 95. Disponível em http://ssrn.org/details/jstor1322284>. Social Movement Conflict and Constitutional Change: The Case of the De Facto Era. Disponível em <http://digitalcommons. The origin and scope of the American doctrine of constitutional law. Vanice Regina Lírio do. Do departamentalismo ao constitucionalismo administrativo. 2015). TERÇA-FEIRA.edu/fss_papers/169? utm_source=digitalcommons.com/abstract=2575399.yale. DAS 13:30 ÀS 16:30): Litígio estratégico. Boston University Law Review. Amending constitutional identity. Reva B.law. California law review (2006): 1323-1419. backlash e a “supremacia da última palavra”   POST.     THAYER. Rosalind. Disponível em: < https://archive. Faculty Scholarship Series. Volume 33 june 2012 number 5. contramajoritarianismo.law. Cultura constitucional e identidade constitucional. Acesso: 31 mar 2015. 2015. TERÇA-FEIRA. Mimeo. ROSS. Bertrall L. Reva B. DAS 9:00 ÀS 12:00): Intérpretes da constituição. Paper 169. . SIEGEL. acesso em 16/07/2015. and SIEGEL. DIXON. VALLE. e brasileira em particular) Montagem do quadro de síntese dos pontos de tensão e contradição da Carta de 1988 na perspectiva proposta por Gargarella SESSÃO 3 (1º DE SETEMBRO DE 2015. SESSÃO 4 (1º DE SETEMBRO DE 2015.edu%2Ffss_papers %2F169&utm_medium=PDF&utm_campaign=PDFCoverPages>. Roe Rage: Democratic Constitutionalism and Backlash. Backlash à decisão do Supremo Tribunal Federal: pela naturalização do dissenso como possibilidade democrática. Embracing Administrative Constitutionalism (March 8.

e SIEGAL. Popular Constitutionalism. QUARTA-FEIRA. Eixo principal do debate: no modelo brasileiro de jurisdição constitucional.2139/ssrn.1911822 Atividade proposta:   Cada aluno deverá trazer à sessão. 3. 2009. QUARTA-FEIRA. No. Democratic constitutionalism.law. DAS 9:00 ÀS 12:00): Constitucionalismo democrático. Conrado Hübner. Os cases trazidos serão debatidos na sessão. 1. Available at SSRN: http://ssrn. disponível em http://canaljusticia. 2009). Legisprudence. SABEL. restrição e incorporação. Incorporação de outras forças no debate constitucional. . Robert C. and SIEGEL. Indeterminação.com/abstract=1911822 or http://dx. Vol. Is it All About the Last Word? Deliberative Separation of Powers 1 (July 1. 69-110. tem-se a efetiva incorporação dos demais atores na construção de sentido constitucional? SESSÃO 6 (2 DE SETEMBRO DE 2015. and SIMON William H..org/10. USA: Oxford University Press. SESSÃO 5 (2 DE SETEMBRO DE 2015.. Faculty Scholarship Series.   POST. DAS 13:30 ÀS 16:30): Dinâmica constitucional e direitos sociais. pp.doi.. Qué són los derechos? Canal Justicia. and Judicial Supremacy (2004). Robert e SIEGEL. 2009.yale. uma decisão em que o STF tenha atuado de maneira contramajoritária e outra em que a atuação tenha sido claramente majoritária. Roberto.   GARGARELLA.org/#!/cursos/2. Departmentalism. http://digitalcommons. Reva B. MENDES. Destabilization rights: how public law litigation succeeds. Paper 178. Charles F. Jack M.edu/fss_papers/178. POST. de modo a se identificar quais sejam os atributos da decisão que permitam essa “classificação”. Reva. Harvard Law Review (2004): 1015-1101. in BALKIN. The Constitution in 2020. Reva B.

p.org/10. quinta-feira. LANDAU.Atividade proposta:  Construção de um quadro geral de atributos da decisão judicial em matéria de direitos “desestabilizadores” Sessão 7 (3 de setembro de 2015. Atividade proposta:   A proposição de Barroso no Recurso Extraordinário nº 580252 – provimento estruturante? A proposição de Barroso no Recurso Extraordinário nº 381367 – provimento estruturante? Sessão 8 (3 de setembro de 2015. Provimentos jurisdicionais não convencionais. 488. o Supremo e as elites. v. Docket Control and the Success of Constitutional Courts (2011). 89 (7).. Public Law Research Paper No. Juliano Zaiden. FSU College of Law. Edward Elgar Publishing.com/abstract=2256946 COSTA.2509541.com/abstract=2509541 or http://dx.2139/ssrn. quinta-feira.doi. David. 2011. No.   FONTANA. Available at SSRN: http://ssrn. 2011). A Quem Interessa o Controle Concentrado De Constitucionalidade? . contramajoritarianismo. Comparative Constitutional Law.com/abstract=1774914. Disponível em http://ssrn. The Reality of Social Rights Enforcement (March 2. Harvard International Law Journal. das 13:30 às 16:30): Docket control. David. César. Available at SSRN: http://ssrn. Beyond the courtroom: the impact of judicial activism on socioeconomic rights in Latin America. 1. .   RODRÍGUEZ-GARAVITO. GWU Law School Public Law Research Paper.The Mismatch between Theory and Practice in the Protection of Basic Rights) (April 1.O Descompasso entre Teoria e Prática na Defesa dos Direitos Fundamentais (Who is Interested in the Centralized System of Judicial Review? . Tom Ginsburg and Rosalind Dixon. 53. das 9:00 às 12:00): Estratégias judiciais na gestão jurisdicional da dinâmica constitucional. 2011. Alexandre and Benvindo. Vol. 2014). 1669-1698. Texas Law Review. 2012. eds.

.Atividade proposta:  Identificação dos elementos formais e informais de docket control utilizados pelo Supremo Tribunal Federa.