You are on page 1of 4

Celebração - Bem-Aventuranças

Objectivo: Que os jovens descubram que o nosso Deus quer que todos os homens sejam felizes. Que nas Bem-aventuranças encontram um caminho para a sua realização pessoal, como homens e como cristãos. Um “ Código de felicidade” uma “proposta de Felicidade” que lhes é oferecida por Jesus.

RITOS INICIAIS Cântico de entrada: Entram pelo fundo da Igreja ao som da música e da letra de Frei Hermano da Câmara : “ Bem-aventurados...” Celebrante - Somos Bem-aventurados, pois o Senhor está connosco, Ele está no meio de nós. Comecemos pois por recordar com um gesto tão nosso conhecido o Mistério de Deus... Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo....

O Senhor esteja connosco... R/ Ele está no meio de nós!

Jovem: Vivemos numa sociedade em que cada um procura orientar-se pela sua consciência e liberdade. Procura a felicidade por caminhos que nunca lá o conduzirão. Falemos ao Senhor: Celebrante - Senhor, nosso Deus, Vós quereis a nossa felicidade, quereis que todo o homem seja feliz. Mas, nós, por vezes confundimos a felicidade com momentos de diversão e de prazer, que nos deixam vazios, de boca amarga; com possuir muitas coisas, gozar e fazer o que nos apetece... Ajudai-nos a compreender a alegria, só a podemos encontrar no seguimento de Jesus, no caminho das Bem-aventuranças de Vosso Filho. Ele que connosco... Amen! Jovem - A felicidade nunca está onde a pomos e, nunca a pomos onde estamos...” Que tipo de felicidade procura o nosso mundo? Será que a encontra? Onde? Em quê? Onde estará o Caminho da felicidade? Onde o podemos encontrar? O Profeta Isaías faz o anúncio daquele que nos trará a felicidade, que nos indicará o caminho para que possamos ser felizes. Vamos portanto escutar com os ouvidos e com o coração:

LITURGIA DA PALAVRA 1ª Leitura: Is. 61, 1-3 - Cântico: Tu serás feliz ou Salmo: Felizes os que habitam na vossa casa, Senhor

Jovem - Jesus apresenta-nos um Código de felicidade. É o Novo Código, o único que nos pode fazer plenamente felizes. Cantemos pois: Tua palavra é Boa Nova. Aleluia! Tua palavra é notícia. Aleluia! Evangelho: Mt.5, 1-12 JOVEM - Será que a felicidade que a proposta de felicidade que Jesus nos oferece é idêntica ao do nosso mundo? Pensemos. (Avançam dois adolescentes e fazem alternadamente a proclamação:) O Mundo diz: 1. O que interessa é o dinheiro 2. Não se pode viver sem ser violento 3. Diverte-te, goza a vida 4. Para quê falar de justiça? 5. Nunca lhe perdoarei 6. Finge, mente e triunfarás na vida 7. As guerras são inetitavelmente necessárias 8. Não arrisques a vida Jesus diz: Felizes os pobres em espírito Felizes os mansos porque possuirão a Terra Felize os que choram porque serão consolados Felizes os que têm fome e sede de justiça Felizes os misericordiosos Felizes os puros de coração Felizes os contrutores da paz Felizes os perseguidos

Jovem: O mundo precisa de descobrir este Código que Jesus nos oferece, e, só o pode conseguir através do nosso testemunho de felicidade, no seguimento de Jesus. Foi Ele, Jesus, o primeiro a seguir este caminho das Bem-aventuranças como bem recordamos nas descobertas que fomos fazendo durante estes anos de Catequese. Para Jesus, a receita para se ser feliz são as Bem-aventuranças. Estas consistem em aceitar Jesus na nossa vida, aceitar o seu amor e a nova vida que nos oferece. Uma vida e uma felicidade que nada nem ninguém nos pode tirar, uma felicidade que vai durar para além do tempo... A verdadeira liberdade consiste em viver segundo o espírito de Cristo, praticando as Bem-aventuranças ( Cf. 2 Cor. 3,17-18 e Gál. 5,1).

Cantemos pois: Bem-aventurados... (Os jovens vão entrando um a um... trazendo nas mãos uma das Bem-aventuranças. Do outro lado irão entrando à vez outros tantos... Enquanto um deles mostra a Bemaventurança o outro completa...) Felizes os pobres (Trazendo nas mãos um vaso...) Jovem - Somos pobres e estamos disponíveis diante de Deus, como o barro nas mãos do oleiro. Vasos vazios, que só Cristo pode encher. Ele é a nossa riqueza! Felizes os que choram (Trazendo um ramo florido) Jovem - No sofrimento voltamo-nos para Deus com lágrimas nos olhos mas com a confiança de um menino que olha para o seu Pai. Deus é Pai, é Amigo, e do sofrimento pode fazer surgir a alegria, da morte pode fazer surgir a vida feliz. Felizes os mansos (Trazendo um cordeirinho) Jovem - Seremos mansos como um cordeirinho, respondendo ao ódio com o amor. Acreditando na força da verdade e da não-violência. Felizes os que têm fome e sede... (Trazendo um pão) Jovem - Temos consciência da dignidade de toda a pessoa humana e descobrimos a urgência da Festa da Vida! Todos devem ter lugar na mesa e o pão chegará para todos, sem que ninguém passe fome! Felizes os misericordiosos (Trazendo um saco...) Jovem - Ser misericordioso é promover os valores do serviço fraterno, com uma preferência especial pelos mais pobres e humildes. Quem está disposto a continuar os gestos de Jesus de Nazaré? Felizes os puros de coração (Trazendo um vitral) Jovem - Quem de entre nós tem um olhar límpido como o de uma criança? Coração puro para nos vermos a nós próprios com olhos novos, para nunca olhar para o outro como se fosse um objecto, para vermos na natureza as pegadas de Deus.

Felizes os construtores da Paz (Trazendo uma pomba) Jovem - É grande a nossa tarefa de construir a paz, inspirada nos valores da justiça, da liberdade, da fraternidade e do diálogo.

Cântico: Bem-aventurados vós sereis (Rocha Monteiro) Jovem – Aqueles que durante a sua vida seguirem o Código da vida de Jesus, anunciado na montanha, esses podem ter a certeza: começarão já a saborear a felicidade, e gozarão um dia da felicidade sem fim, na plenitude do Reino. (Se for dentro da Eucaristia, segue-se o CREDO, ou Profissão de Fé e a Oração Universal)

LITURGIA EUCARISTICA (De modo comum)

Acção de Graças (Gesto e Oração): Criar um momento de encontro das bem-aventuranças com a cruz missionária.

Cântico: Em Cristo surgiu uma Esperança nova (ou outro)