You are on page 1of 132

RECEITAS FÁCEIS

Não tem como não dar certo.

EQUIVALÊNCIA DE PESOS E MEDIDAS
Dependendo do tipo de medidor que você usar, será preciso converter as medidas apresentadas nas receitas. Isso
não é muito difícil. Entretanto, é recomendável adquirir uma jarra graduada.

Líquidos (leite, água, óleo, bebidas Açúcar
alcoólicas, café, etc.) 1 xícara = 180 g
1 xícara = 240 ml 1/2 xícara = 90 g
1/2 xícara = 120 ml 1/3 xícara = 60 g
1/3 xícara = 80 ml 1/4 xícara = 45 g
1/4 xícara = 60 ml 1 colher de sopa de = 12 g
1 colher (sopa) = 15 ml
1 colher de chá = 5 ml Farinha de trigo
1 xícara = 120 g
Chocolate em pó (cacau em pó) 1/2 xícara = 60 g
1 xícara = 90 g 1/3 xícara = 40 g
1/2 xícara = 45 g 1/4 xícara = 30 g
1/3 xícara = 30 g 1 colher de sopa de = 7,5 g
1/4 xícara = 20 g
1 colher de sopa de = 6 g

Manteiga (ou margarina)
1 xícara = 200 g
1/2 xícara = 100 g
1/3 xícara = 65 g
1 colher de sopa de = 15 g

1
TEMPEROS E SEUS USOS

Qualquer arroz ou massa fica diferente e pode se tornar uma refeição completa, com os temperos
certos.
Lembre-se de acrescentar um pouco de cada vez, porque é possível aumentar a quantidade, mas
umavez adicionado, é impossível remover.

Absinto ou Losna: erva que é usada como aromatizante, na preparação de certos licores (vermutes). Não é
recomendada sua utilização contínua ou em excesso.

Absinto Russo: o mesmo que Estragão.

Açafrão: É o nome dado aos pistilos de uma flor de cor violeta originária do Oriente, muito cultivada na Espanha e
no Paquistão.
O verdadeiro açafrão (Azafrán de La Mancha) tem um preço elevado devido às dificuldades de cultivo, colheita,
processamento e a enorme quantidade de flores que são necessárias para se produzir uma pequena quantidade
dessa especiaria de forte aroma, sabor amargo e coloração vermelho-alaranjada.
É vendido em pequenas embalagens, pesando em média 0,3 gramas cada. O açafrão é utilizado no preparo de
arroz, risotos, massas, carnes, sopas, cremes, crustáceos, carnes brancas, pães, doces e biscoitos.
É ingrediente indispensável na paella, no risoto milanês, em pratos indianos, em sopas francesas. Deve ser
dissolvido na água, em caldos, no azeite ou óleo quente antes de qualquer preparo.
Guarde em local seco e arejado, ao abrigo da luz, para não perder suas propriedades.

Açafrão da Terra: Também conhecido como falso açafrão, açafrão de raiz, gengibre dourado ou açafrão do
amazonas, são nomes populares da cúrcuma, uma especiaria mais econômica utilizada como alternativa ao
verdadeiro açafrão.
A cúrcuma é uma especiaria de coloração amarelo-dourado que tem um sabor ligeiramente amargo e perfume
almiscarado que se obtém do risoma de uma planta tropical que atinge até 1,5 m de altura da família do gengibre.
É encontrada seca ou em pó e deve ser guardada em local escuro pois perde rapidamente seu aroma e sabor em
contato com a luz. Deve ser dissolvida em um caldo quente antes de ser incorporada a uma receita.
É ingrediente essencial do curry e para acentuar o sabor e dar cor a muitos pratos da cozinha indiana,
principalmente arroz.
Seu extrato, conhecido como curcumina, é usado para colorir laticínios, bebidas e mostarda. De maneira geral, é
usada em pratos já condimentados.
Pode ser utilizada em cozidos, sopas, ensopados, molhos, pratos à base de feijão, receitas com ovos, maioneses,
massas, batatas e couve-flor e até pães. Combina com frutas cítricas, gengibre, açafrão, cardamomo, coentro e
cominho.

Aceto: o mesmo que vinagre (termo italiano).

Aceto balsamico: vinagre preparado com uvas maduras e envelhecido em barris de carvalho. Usado para temperar
carnes, aves, peixes e em molhos (termo italiano).

Água de flor de laranjeira (maé zahar): Essência típica da culinária sírio-libanesa, é utilizada para aromatizar
vários doces.

Aipo: Da mesma família que o salsão, só que mais graúdo, com o talo branco mais rijo e mais grosso. Muito bom
nas saladas frescas, maioneses, sucos, canapés, ensopados e sopas. Muito usadas na Europa e Estados Unidos são
as semente para temperar assados, sopas, picles e saladas.

Aipo marrom ou sal de aipo: Aromatiza o sal. Usado em pratos com ovos, aves, saladas de batatas, e cozidos
com vegetais. Fica ótimo em drinks como 'bloddy mary' e sucos de tomate.

Aji-no-moto: realçador de sabor em pó que intensifica o sabor natural dos alimentos. Muito usado na cozinha
oriental e bastante divulgado na cozinha por aqui. Usa-se no preparo, ou polvilhado depois nos pratos prontos. Ao
contrário do que muitos pensam, aji-no-moto não é sal e, portanto, não possui a propriedade de salgar.
Recomenda-se o uso de até metade da quantidade que for adicionada de sal.

Albahaca: o mesmo que manjericão (termo espanhol).

Alcaparra: É o botão da flor de alcaparreira. Possui ação digestiva e tem um sabor picante e acre.
Geralmente utilizada na forma de conserva em vinagre é indispensável no preparo do molho tártaro e do steak
tartare. Ao contrário da maioria dos temperos, as alcaparras guardam seu aroma e seu sabor depois do cozimento e
se misturam muito bem com a cebola e azeitonas. São utilizadas em molhos frios, carnes frias, peixes cozidos e
saladas.

Alecrim: É uma erva aromática de sabor forte e ligeiramente canforado. Deve ser adicionada inteira ou picada no
final do cozimento, para evitar a evaporação de seus óleos aromáticos.
É utilizada para perfumar grelhados. É também utilizada em sopas, molhos, legumes, arroz e saladas. Acrescenta
um sabor delicioso à maionese. Apresenta-se também desidratadas ou em pó.

2
Alfavaca: É uma erva da família do manjericão, muito utilizada em Santa Catarina. Suas folhas secas podem ser
utilizadas para temperar peixes, carnes, arroz cozido com caldo de galinha, ensopado de lagosta e em caldos. A
alfavaca fresca entra no preparo de saladas, pizzas, massas, cogumelos, carnes, sanduíches e sopas. Combina com
molho de tomate, queijo parmesão, berinjela, abobrinha e tomate fresco.

Alho: Qualquer principiante sabe o que é alho. Esta planta herbácea, de sabor picante e aroma forte, é um dos
condimentos mais utilizados na culinária mundial. Os dentes do bulbo do alho, depois de descascado, é utilizado
esmagado, picado ou fatiado. Pode ser utilizado cru, grelhado, assado ou frito. Nunca utilize um alho queimado na
preparação dos alimentos. O alho queimado incorpora ao prato um sabor ácido e desagradável.
Tem gente que diz que não gosta, mas o alho é essencial em praticamente tudo o que se faz salgado. O segredo é
usa-lo com exatidão. Na dose certa, o paladar mais implicante não vai reclamar- só vai sentir que esta bom.
Elemento fundamental na vinha d'alhos, é claro. Pode ser utilizado em grãos, em pó ou flocos nas mais diversas
receitas de salgados.

Alho poró ou alho francês: É uma planta da família da cebola e do alho. As folhas são verdes e o bulbo branco
recoberto por uma película brilhante.
Lembra um pouco a cebolinha verde, embora seja bem maior. É indicado para quem faz regime por possuir poucas
calorias.
Tem sabor semelhante ao alho, porém mais suave. É utilizado em saladas, sopas, sopas, cremes, carnes e molhos.

Allspice: Nome inglês para a pimenta-da-Jamaica. Uma frutinha muito saborosa, misto de cravo, canela e nos-
moscada. Usada em pó, é um tempero gostoso e versátil, que valoriza salgados ou doce, bolos ou pães.
Especialmente indicada para sopas, ensopados, carne de panela, molhos, bolos de frutas e bebidas quentes, tipo
grog.

Anis: Aneto erva-doce, tudo é a mesma coisa. As sementes são temperos típicos para nossos bolos e broinhas de
fubá. E para o quentão. Usadas com sabedoria melhoram sopas como o ``borsch``, creme de tomate e pratos de
peixe. Use também em pasta de queijo. As folhas, como as sementes, dão um chá muito tranqüilizantes. Nem é
preciso falar no licor.

Anis-Estrelado: Especiaria que tem a forma de uma estrela, com 8 pontas. Deve ser utilizada seca e em pouca
quantidade, pois é tóxica. É usada na preparação de carnes de porco, pato, peixes, frutos do mar, pães, biscoitos,
doces, geléias e gelatinas. É também usado para fazer licores, chás e aromatizar bebidas alcoólicas.

Artemista: O folclore a descreve como erva-dos-cem-gostos. Mais conhecida como sálvia.

Assafétida: Trata-se da resina de uma planta que cresce no Afeganistão e no Irã. É usada em quantidade mínima.
O gosto da assafétida aproxima-se ao da cebola, mas tem aroma agradável. Ela evita os gases intestinais. Uma vez
reduzida a pó, é usada na proporção de um quarto de colher de chá para uma preparação de dois quilos. Ela dá aos
pratos um sabor forte e particular. É encontrada sob a forma sólida ou em pó em casas de ervas medicinais.

Azedinha: Utilizada na cozinha egípcia e muito consumida pelos faraós. Existem dois tipos de azedinha
comestíveis: a francesa e a jardim. Podem ser consumidas cruas, em saladas, ou cozidas, em refogados, sopas e
peixes.

Azeite-de-oliva: Óleo extraído das azeitonas prensadas. O azeite de melhor qualidade é o extravirgem, que não
sofre processamento industrial e é o mais puro e rico em antioxidantes. O azeite de oliva pode ser usado para
temperar qualquer prato salgado, além de ser utilizado com emoliente para a pele e cabelos. Seu sabor e aroma são
muito apreciados pelos árabes e pelos europeus, sendo um dos elementos-chave da dieta mediterrânea. Somente
deve ser utilizado cru; ao ser aquecido a mais de 48°C, perde suas vitaminas e propriedades antioxidantes, e torna-
se uma gordura comum.

Azeite-de-dendê: É o óleo extraído dos frutos da palmeira de dendê. É ingrediente indispensável na culinária
baiana. O mais correto seria chamá-lo de óleo.

Basilicão: Pouca gente conhece, poucos sabem usar. O sabor e o aroma são bastante fortes, mas vale a pena
experimentar até acertar, porque é tempero excelentes para molhos e massas. Nos pratos árabes fica espetacular.

Baunilha: Você encontra em fava e mais facilmente como essência. Muito aromática e de coloração marrom
escuro, a baunilha é utilizada para perfumar doces, bolos, cremes, mingaus, pudins, fios de ovos, marrom glacê,
bebidas com leite e gemadas.

Beldroega: Planta usada em saladas e sopas. Erva-de-porco.

Benishooga: Gengibre em conserva avermelhado.

Bicarbonato de Amônio: É um fermento utilizado no preparo de pães, bolos e biscoitos. Faz crescer a massa e
por ser volátil, seu aroma desaparece no forno sem deixar sabor.

Bicarbonato de Sódio: É um fermento em pó utilizado no preparo de bolos e biscoitos.

3
Bouquet Garni: Quando você quiser temperar, sem deixar vestígio dos temperos, faça um amarradinho de ervas
aromáticas frescas ou secas, utilizando um barbante para amarrar as ervas ou quando for possível, com a própria
erva,e remova no final da preparação. Para ervas secas, faça um sachê com um pedaço de gase e amarre com um
fio de algodão.
O que você junta e a quantidade, depende da receita e do volume que será preparado. O bouquet garni clássico
leva salsinha, louro e tomilho.

Bouquet Garni I
2 folhas de alho-poró (parte verde)
1 talo de aipo pequeno
1 talo de salsinha
1 ramo de tomilho
1 folha de louro

Bouquet Garni II
1 talo de salsinha
1 talinho de salsão
1 folha de louro
1 talo de manjericão

Outras combinações
salsinha, louro e alecrim
salsinha, louro e cebolinha verde
salsinha, louro, cebolinha verde e tomilho
salsinha, louro, tomilho e aipo
salsinha, tomilho e majerona
salsinha, louro e orégano
salsão, louro, tomilho e alho poró
salsão, louro, tomilho, alho-poró e alecrim
sálvia, louro, tomilho, alecrim
sálvia e dill

Caiena: É um pó muito ardido obtido da mistura de pimentinhas vermelhas e secas.

Cajun: Originário da Argentina, o cajun é composto por páprica, sal, estragão, alho, cebola, pimenta do reino,
salsa, canela, tomilho e pimenta calabresa. É típico da cozinha Creola.

Canela: Também conhecida como canela da china, apresenta-se em pau ou pó. Usa-se para dar um sabor especial
a doces, pães e bolos. É muito utilizada em banana cozida ou assada, arroz doce, vinho quente, quentão, compotas,
caldas, cremes e chocolates.

Capuchinha: Planta originária do Peru, tem um gosto ardido e lembra um pouco o agrião. As folhas tem formato
arredondado e as flores tons vibrantes de vermelho, laranja e amarelo. É rica em vitamina C. As folhas, caule e
flores podem ser usadas em saladas para dar um toque exótico. As sementes, em conserva, como alternativa às
alcaparras.

Cardamomo: Essencial na cozinha indiana, é usada no tempero de arroz, Possui sabor picante e adocicado.
Usa-se em sopas, picles, carnes de porco, fígado, peixes, pães, biscoitos, bolos e cremes. É utilizada no café árabe
e para aromatizar licores.

Casca de laranja: Utilizada para dar um toque especial no sabor de sobremesas. Desidratada é ideal para pudins,
mousses, bolos, biscoitos, molhos e sorvetes.

Cebola: Crua ou cozida na água com sal, a cebola é um alimento rico em vitamina C. É anti-séptica, estimulante,
diurética, digestiva e purificadora do sangue. É utilizada em aperitivos, antepastos, saladas, sopas, massas, carnes,
aves, peixes e molhos.

Cebolinha: É uma planta cujo sabor característico se torna mais marcante quando cortada bem fininha. Um dos
cheiros verdes. Parente da cebola, mesmo sabor, mesmo aroma, mas bem mais fraco, não deve faltar nos
refogados, molhos, omeletes, vinhas d'alhos e saladas. Vai bem ate em pastas de queijo, ou, bem picadinha,
polvilhadas em pratos de forno. É usada para decorar pratos prontos.

Cerefólio ou Cerefolho: Parecido com a salsa, mas mais suave, pode ser usado com ela, para salpicar em molho
ou assados antes de ir ao forno. O francês não despensa na sua celebre omelete “aux fines herbes”.

Cheiro Verde: É uma mistura de temperos. Os principais são salsa, cebolinha e louro.

Chilli: Muito usado no México. E um pó vermelho, feito principalmente de diversos tipos de pimentas, páprica e
cominho. Existe um tip ode pimenta vermelha ardida conhecido como Chilli.

4
Ciboulette: cebolinha verde francesa, mais fina do que a cebolinha comum.

Coentro: Erva aromática muito utilizada no nordeste do Brasil em pratos típicos e industrialmente em linguiças,
salsichas e embutidos. Com sabor marcante, tem a recomendação do uso moderado. É utilizada em carnes, aves,
principalmente peixes, em sopas, conservas, vinhas-d'alho e na preparação do molho curry indiano. Mais raramente
em pães e doces.

Colorau ou Colorifico: É uma mistura de sabor picante, feita com semente de urucum, fubá e óleo de soja.
É também utilizada para dar cor vermelho-alaranjada aos alimentos, principalmente arroz. Você poderá utilizá-la em
carnes, aves, peixes, caldeiradas, moquecas, sopas e molhos em geral. É também utilizada em pães, doces, queijos
e manteigas.

Cominho: Seu aroma é intenso e seu gosto acre e levemente amargo. Deve ser usado em pequenas quantidades.
Apresenta-se sob a forma de pó ou grãos. Você poderá utiliza-lo em pratos à base de ovos ou queijos, para
temperar carnes assadas, cozidas e de panela, molhos para carnes e peixes, batatas, legumes e pães. É muito
utilizada para condimentar salsichas e embutidos.

Cravo ou cravo da índia: Doce e picante é usado tanto para decorar quanto dar sabor. É utilizado em caldas de
frutas, nos doces à base de coco e abóbora, pudins, bolos, pães, pão de mel, biscoitos, quentão, vinho quente,
presunto defumado, pernil e pato à califórnia.

Cremor tártaro - Obtém-se à partir do depósito salino que os vinhos deixam na parede dos tonéis, rico em uma
substância chamada tartarato. É usado na fermentação dos vinhos feitos em casa e em outras fermentações
artificiais, como na confecção de balas e na consistência do suspiro e do glacê.

Cúrcuma: O mesmo que açafrão da terra ou tumerique, essa raiz entra na maioria dos pratos indianos. Os monges
usam seu pigmento amarelo para tingir roupas.

Curry: É uma mistura de várias especiarias tais como: manjericão, coentro, gengibre, páprica, cominho, cúrcuma,
pimenta-do-reino, cravo, canela, cardamomo e noz-moscada. É usado molhos, carnes, peixes, aves, sopas e pratos
com ovos e queijos. Tempero muito utilizado em receitas indianas.

Dill e Endro: O dill são as folhas de uma erva. O endro as sementes. É muito utilizado na cozinha européia,
escandinava e alemã. Usa-se o dill em legumes, principalmente no pepino e na batata. Em molhos brancos, patês,
pepinos em conserva, queijos frescos, cremosos e omeletes. O endro no tempero de peixes, para aromatizar frutas
em calda, pães, queijos e pickles.

Erva-Doce ou Funcho: É uma planta que possui um bulbo do tamanho de um punho fechado, de cor branca e
sabor adocicado, talos tenros, carnosos e folhas verdes. As folhas podem ser usadas para temperar saladas, feijão
branco, carne de porco, peixes, sopas de peixe, caldos marinados e molhos. O bulbo cortado em quadradinhos ou
tirinhas serve para acompanhar saladas, canapés ou como entrada, cru ou temperado.

Erva- Doce ou Anis: É uma planta que possui um caule cheio de raminhos com flores brancas e pequenos grãos
nas pontas, que são os frutos, popularmente conhecidos como sementes de erva doce.
A semente é bastante aromática e tem sabor adocicado. É imprescindível no bolo de fubá. É utilizada também em
biscoitos, pães, bolos, torta de frutas, maçãs assadas, caldas e canapés.

Ervas de provence ou herbes de provence: É uma mistura de ervas. Geralmente, tomilho. alecrim, louro,
manjericão e segurelha. Combina com carnes e peixes, principalmente grelhados.
É utilizada também em saladas de folhas ou legumes.

Ervas Finas ou fines herbes: É uma mistura de ervas. Geralmente, salsa, cebolinha, manjerona etc.. É utilizada
cobertura de queijos, patês de ricota, omeletes e suflês.

Essência: substância aromática obtida com diversos sistemas, como a destilação, ou a permanência do alimento
em óleo ou álcool por algum tempo. É usada para aromatizar.

Essência de baunilha: é um óleo fino e aromático extraído da fava de baunilha (fruto da baunilha) ou produzido
sinteticamente. Tradicionalmente utilizada em confeitaria para aromatizar preparações doces.

Espinafre: Desidratado e moído, dá uma agradável coloração aos pratos. Use-o em sopas, saladas, patês e para
colorir arroz, massas e maioneses.

Estragão: É uma erva que tem sabor adocicado e ao mesmo tempo picante. Usa-se em saladas verdes, pickles,
cozidos de panela, frutos do mar e pratos com ovos. É o condimento indispensável ao molho Beanaise.
Experimente com manteiga derretida e suco de limão para recheios de peixes.

Feno Grego: semente de aroma intenso, é um dos itens que usualmente faz parte do condimento Curry. Use com
moderação. Tempera carnes e picles.

Funcho: Também da família da erva-doce ou anis. As folhas temperam bem algumas sopas (os franceses acham

5
indispensável para a “bouilabaisse”). Também produz licor. Usa-se o bulbo para fazer saladas.

Gengibre: Raiz perfumada e picante, usada em doces e salgados. É uma especiaria desintoxicante e bactericida,
muito utilizada na cozinha japonesa. É indicada para acompanhar peixes, especialmente os crus, picles, molhos,
chucrute, doces, bolos, pães, bebidas quentes e saladas.

Gergelim: Sementinha originária da Índia usada em canapés, biscoitos, pães, tortas, cremes e pudins. É também
utilizada em temperos da cozinha japonesa e árabe.

Harissa: É uma mistura de sete diferentes pimentas da Tunísia. O condimento vindo do Oriente Médio é um purê
muito apimentado, resultante do esmagamento de pequenas malaguetas, pimenta de Caiena, azeite, alho, coentro,
cominho, além de menta e verbena secas.

Hortelã: Existem algumas variedades. A mais conhecida é aquela plantinha rasteira. Suas folhinhas aromáticas são
geralmente usadas frescas. Mas podem ser guardadas frescas também. Excelentes no tempero de molhos para
saladas, sopas, carne, peixes. Muito popular na cozinha árabe. Gostosa em refrescos e complemento de drinques
(mint julep). Faz licor saboroso para se tomar com gelo moído. Vai bem em geléias também.

Lavanda ou Alfazema: de todas as lavandas, é a mais perfumada. Das flores, se usa o óleo (extraído por
destilação), que serve para preparar essências e perfumes. As folhas, às vezes, são usadas como condimento de
cozinha.

Louro: Em folhas frescas, secas ou moída, é utilizada em caldos, cozidos, feijão,marinadas, molhos, peixes ao
forno, arroz, batatas e legumes. Em geral, seja qual for o prato, uma simples folha de louro é suficiente.

Macis: É uma especiaria obtida da casca que envolve a semente da noz-moscada. Dela se extrai este óleo, usado
no preparo de certos tipos de chocolates. Um pouquinho da ótimo sabor a molhos, pirão de batata, verduras, pratos
com queijo, aves, vitela e lombo. Vai muito bem na vinha d'alhos. Umas gotas na massa de bolo e pudins: ficam
mais gostosos. Utiliza-se em pratos únicos com legumes.

Manjericão ou alfavaca: As folhas frescas de manjericão, cortadas finamente ou esmagadas perfumam e
acrescentam personalidade a saladas, massas e sopas. Utilize no momento de servir pois o manjericão não suporta
bem o cozimento. Prefira combina-lo com óleo de oliva e suco de limão ao invés de vinagre. Seu sabor
complementa o da cebola e azeitonas pretas. Conserve o manjericão fresco misturando-o com um pouco de óleo de
oliva.

Manjerona: Pouco mais suave que a alfavaca, e da mesma família do orégano, porém possui um aroma mais
delicado e refinado, sendo levemente adocicada. Quando fresca apresenta um sabor mais suave e deve ser
acrescentada no fim do cozimento, para que sua frágil essência não se dissipe. Seca fica um pouco mais picante e
deve ser adicionada cinco a dez minutos antes do prato ser servido. Excelente em pratos de carne, peixe, camarão,
molho. Essencial na vinha d'alhos. Dá um gostinho especial ao molho para saladas, verduras refogadas, omeletes,
caldo de legumes, ensopados, cogumelos. As folhas secas também são usadas para o mesmos fins. Parece um
pouco com orégano.

Marasquino: é um licor obtido da destilação da cereja marasquino (espécie de cereja amarga). Muito utilizado para
aromatizar preparações doces.

Menta ou Hortelã: É utilizada para temperar cordeiro, sopas geladas e molhos para saladas, principalmente de
tomate. Muito utilizada na preparação do tabule e chás árabes. Experimente com salada de frutas, chá gelado e
suco de abacaxi.

Mirim: Vinho de arroz com sabor adocicado, usado apenas no preparo de grelhados, cozidos, caldos e molhos. É
também o vinagre feito com esse vinho.

Missô: massa/pasta de soja fermentada que dá sabor a sopas, conservas, molhos, grelhados, frituras e pratos
preparados à mesa (culinária japonesa).

Mostarda: Sua semente, misturada com mel, vinagre e mosto de uva, deu origem à mostarda que conhecemos.
Com vários sabores, adocicada, forte e picante e agridoce é indicada para acompanhar saladas, sanduíches,
conservas, pães, assados, chucrute, carnes gordas, carne de porco, salames, linguiças, salsichas, carnes frias,
peixes e maioneses.

Mostarda em pó: É uma mistura de farinha de mostarda, feita com sementes de mostarda e farinha de trigo.
Pode-se também adicionar cúrcuma. Muito picante é tradicional na Inglaterra. É usada no preparo de mostarda em
pasta e para temperar maionese.

Mostarda granulada: Também conhecida como mostarda à antiga (à l´ancienne) é elaborada com grãos inteiros
de mostarda castanha (clara e torrada). É agradavelmente picante e indicada para acompanhamento de carnes
frias. Combina também com aves e peixes.

Mostarda preta ou escura: De sabor bem característico, é elaborada com sementes de mostarda, açúcar

6
caramelizado, raiz-forte ralada, vinagre de vinho e especiarias. Produzida na Alemanha, é indicada para acompanhar
salsichas e carnes frias.

Mostarda de Dijon: Originária de Dijon, na França, é preparada a partir de sementes de mostardas moídas e
misturadas em vinho branco, vinagre e ácido cítrico. Suave, é indicada para molhos de saladas ou para acompanhar
carnes frias.

Noz-Moscada: Ao natural, deve ser ralada somente na hora de usar. Utilizada em carnes, peixes, legumes, sopas,
no recheio de massas, pratos à base de queijo, molhos branco, bechamel, omeletes, purês, conservas, bolos, tortas,
biscoitos e bebidas com leite quente ou gelado.

Orégano: Típico da cozinha italiana, o orégano com suas folhas miudinhas, tem um perfume agradável e
característico. Indispensável nas pizzas. É utilizado em pratos italianos e gregos. É indicado para temperar saladas,
queijos frescos, anchova, caça, ensopados, feijão e legumes em conserva.

Papoula: A semente da papoula é crocante e saborosa. É utilizada em saladas, massas amanteigadas, pães, bolos,
tortas, biscoitos, salgadinhos de queijo, salada de frutas e compotas. Ou junto com manteiga derretida, para assar
batatas, cenouras, ou ainda macarrão de forno. Dá um recheio diferente para bolos, misturando um pouquinho com
mel e uma colheradas de caldo de limão.

Páprica: É um pó picante, de coloração vermelho vivo extraído do pimentão vermelho. A páprica doce é usada em
carnes, peixes, sopas, canapés e molhos. A páprica picante é usada em peixes, carnes, aves, canapés, batatas,
ovos, tortas salgadas e molhos e no preparo do goulash.

Pimenta-do-Reino Branca: Com sabor mais suave que a pimenta preta pode ser usada em quase todas as
receitas salgadas. Especialmente indicada para pratos que não podem ter sua aparência e cor alteradas. Apresenta-
se em grãos ou moída.

Pimenta Calabresa: Muito picante, é indicada para temperar carnes, peixes, linguiça e lombo.

Pimenta Caiena: Essa é vermelha e bastante ardida. Mas é ótima para peixes e molhos.

Pimenta de Cheiro: Vem da Bahia. Redondilha, vermelha, é bem ardida, mas bastante perfumada também.

Pimenta Cheiro-verde: É aromática, alongada, verde ou amarela, e quase não arde.

Pimenta Chilli: Extremamente picante, é utilizada no preparo de pratos mexicanos e italianos. É usada em sopas,
molhos de tomate, carnes, aves, peixes, vegetais e coquetéis.

Pimenta Cumari: Redondinha, verde, dizem que não faz mal a ninguém.

Pimenta-da-Jamaica: Diferente das outras variedades de pimenta, tem sabor e perfume parecido ao cravo, canela
e noz-moscada. É indicada na preparação de assados, catchgup, salsichas, picles, bolinhos de carne, molhos de
tomate, bolos de frutas, bolachas, doces, pudins, tortas e frutas assadas.

Pimenta Jalapeño: pimenta verde que recebeu esse nome graças à cidade de Jalapa, capital de Veracruz, no
México. É uma das mais suaves e pode ser encontrada fresca ou em conserva. Seca, é conhecida como chipotle.

Pimenta Malagueta: Vermelha ou verde, comprida, das mais ardidas. Usada em assados, churrasco, catchup,
molhos chili.

Pimenta-do-Reino Preta: A mais famosa das pimentas, pode ser usada em quase todas as receitas salgadas.
Apresenta-se em grãos ou moída.

Pimenta Rosa: Misturada à do reino preta, branca e verde, decoram e confere sabor delicado a saladas, molhos,
grelhados e frutos do mar. Deve ser usada com moderaçao, pois seu sabor predomina sobre o sabor de outros
tremperos.

Pimenta Síria ou Bhar: É uma mistura que leva pimenta da jamaica, pimenta do reino, canela, cravo e noz
moscada. Utilizada no preparo de pratos árabes como kibe cru, frito ou de bandeja, carnes, aves e recheio para
esfiha.

Pimenta Vermelha: Largamente utilizada na cozinha brasileira, é encontrada, fresca, seca, moída ou em conserva.
É utilizada em carnes, linguiça, molhos picantes, aves e feijoada. Costuma ser chamada de dedo-de-moça.

Piripiri: membro da família das pimentas, largamente utilizado na culinária portuguesa, principalmente nos pratos
de caril. Suas sementes são a parte mais picante. Nos Estados Unidos é mais conhecido como chillies ou hot red
pepper.

Pistache: É uma castanha com semente verde-clara, comum no Mediterrâneo, é empregada em doces e pratos
salgados.
7
Raiz Forte: É uma raiz branca de cheiro forte e sabor picante que se encontra fresca, em pó ou em pasta. A raiz
fresca deve ser cortada bem fininho, ralada ou picada para liberar seu aroma e seu sabor picante, que é volátil e
portanto não indicada no preparo de pratos quentes. Corte em água corrente para evitar irritação da pele e olhos.
Seu consumo é indicado com rosbife, carnes grelhadas, peixes, particularmente os defumados, salsicha e salada de
batata. É utilizada também em diversos molhos frios, molhos com creme de leite para atenuar o sabor picante, em
molhos vinagretes, com ovos e manteiga. Pode ainda ser consumida em fatias finas temperadas com sal ou azeite e
vinagre.

Rosmaninho: De origem portuguesa. Não é fácil encontrar. Valoriza muito os molhos especialmente para saladas e
carnes. Vai bem na vinha-d'alhos.

Ruibarbo: O ruibarbo, que na verdade é um legume, mas que frequentemente é usado como fruta, é parente da
azeda e é cultivado unicamente pelos seus talos. Escolha hastes rijas e fortes e remova as folhas. Conserve no
frigorífico e use no prazo máximo de quatro dias. Corte em bocados de tamanho razoável e estufe ou escalde até
amolecer. Use em mousses, doces, gelados, tortas e pudins. É digestivo, estimulante do fígado, estomáquico,
laxante. Indicado para atonia gástrica acompanhada de constipação.
Segundo alguns especialistas não é recomendável para quem tenha cálculo renal. Atenção: não usar as folhas, pois
são venenosas!

Salsa ou salsinha: A salsa é a erva aromática mais conhecida e mais utilizada na cozinha, no preparo de molhos,
para temperar carnes, aves, peixes, sopas, saladas verdes, tomates, omeletes, na manteiga temperada, em
recheios e canapés. É rica em potássio, cálcio e vitamina C.

Salsão: O salsão tem propriedades estimulantes, diuréticas e digestivas. É rico em fibras, vitaminas A e C.
Pode ser comido cru, cortado em rodelas ou ralado, acrescentando uma textura crocante às saladas. É muito
utilizado em cozidos, ensopados e molhos. Use em pequenas quantidades porque esta planta possui um óleo com
aroma muito forte que se mistura aos alimentos durante o cozimento.

Sálvia: Excelente tempero para perfumar carnes brancas, ovelhas, porco, coelho e pato. Tem sabor balsâmico e
ligeiramente amargo mas agradável. É também utilizada no preparo de peixes que tem gordura, laticínios,
marinadas, sopas, molhos de tomate, batatas, massas que levam manteiga e até biscoitos.

Segurelha: Aromática e picante, pode ser usada sozinha ou em combinação com outras ervas em recheios para
carnes, peixes ou aves, pratos com ovos, molhos, sopas, e feijão.

Shoyu ou molho de soja: Tempero líquido obtido da fermentação natural da soja e do milho muito utilizado nas
cozinhas japonesa e chinesa. O shoyu mais claro é geralmente mais fino e salgado. O shoyu quando tem adição de
melaço é mais grosso e mais doce.
Dá um toque especial aos pratos do dia-a-dia e é indicado para temperar carnes brancas e vermelhas (cozidas,
assadas ou grelhadas), refogados, sopas, saladas, peixes, sushi e sashimi.

Tabasco: Molho picante à base de pimenta peperoncino ou cumari, leva vinagre de aguardente, sal, açúcar e
aromas. As pimentas são fermentadas em barris durante três anos, antes de serem utilizadas no preparo do molho.
É indicada para o tempero de carnes, peixe, sopas, ovos, ensopados e pratos à base de queijo ou drinques como o
blood mary.

Tahine: Pasta espessa feita com sementes de gergelim, utilizada na culinária do Oriente Médio. É empregada como
tempero, em molhos, pastas e doces.

Tomilho: Aromático e levemente picante, é usado para temperar carnes, peixes, aves, pratos com tomate e
queijos.

Urucum: fruto do anato, uma pequena árvore de cuja polpa é retirado um corante usado em vários pratos à base
de arroz, farofa, frango, peixes, mariscos, crustáceos e carnes em geral. As sementes são moídas e misturadas com
especiarias, como o cominho e o orégano, e aproveitadas em tempero para legumes, peixes, carne de porco e de
boi, mariscos e camarões, entre outros. O urucum moído, quando misturado a fubá e óleo de soja forma o colorau
ou colorífico, com sua cor laranja-avermelhado que serve para despertar o apetite e é muito usado em moquecas,
carnes, frangos e peixes.

Vinagre: Os vinagres mais indicados para aromatizar são aqueles que derivam dos bons vinhos. O vinagre de
vinho branco combina melhor com saladas verdes, de frango ou de mariscos. O vinagre de vinho tinto combina
melhor com carnes, cozidos e marinadas. O vinagre pode ser misturado com ervas aromáticas e especiarias,
tornando os alimentos e saladas mais perfumados. Para extrair os aromas mais facilmente, esmague levemente as
ervas e as especiarias antes de juntar com o vinagre.

Vinagre balsâmico: É um vinagre escuro, feito de suco não-fermentado de uvas brancas amassadas, geralmente
da região de Trebianno, envelhecido em barris de madeira. O vinagre balsâmico autêntico é produzido no Norte da
Itália, próximo a Módena. De sabor característico, forte e muito gostoso é utilizado para o tempero de saladas.

Vinagrete (molho à): Mistura de vinagre, água e óleo em partes iguais, à qual se junta salsinha, cebola, tomate e,

8
às vezes, pimentão. Usado para temperar carnes, aves, peixes e vegetais, ou como acompanhamento. Também
conhecido como Molho à Campanha (principalmente no estado do Espírito Santo - Brasil).

Vinha D'alhos: É um tempero preparado para deixar pratos de molho de véspera, para tomar gosto. É constituído
por uma mistura de vinho ou vinagre, alho, cebola, louro, sal e pimenta.

Wasabi: É um tipo de raiz forte extremamente picante, que geralmente você encontra em pasta ou em pó. Para
consumir o wasabi em pó, misture com um pouquinho de água e deixe descansar por alguns minutos. O pó
transforma-se numa pasta de coloração verde de aroma e sabor intensos. É bastante utilizado na culinária japonesa
p para temperar sushi (bolinhos de arroz temperados) e sashimi (fatias finas de peixe cru).

Worcestershire ou Molho Inglês: É um tempero líquido de cor escura e sabor característico, feito de vinagre de
malte, melaço, açúcar, cebola, alho, tamarindo, cravo, essência de anchova e extrato de carne. É utilizado para
temperar carnes, aves, sopas, molhos, caldos, caças, ensopados, recheios e sanduíches.

9
COMO EVITAR O DESPERDÍCIO

Aproveitar sobras e aparas, desde que mantidas em condições seguras até o preparo:

Carne de soja pronta: croquete, recheio de panqueca e bolo salgado;
Arroz: bolinho, arroz de forno, risotos;
Macarrão: salada ou misturado com ovos batidos;
Hortaliças: farofa, panquecas, sopas, purês;
Feijão: tutu, fejtão tropeiro, virado e bolinhos;
Pão: pudim, torradas, farinha de rosca, rabanada;
Frutas maduras: doces, bolo, sucos, vitaminas, geléia;
Leite talhado: doce de leite.

Alimentos que podem ser aproveitados integralmente:

Folhas de: cenoura, beterraba, batata doce, nabo, couve-flor, abóbora, mostarda, hortelã e rabanete;
Cascas de: batata inglesa, banana, tangerina, laranja, mamão, pepino, maçã, abacaxi, berinjela, beterraba, melão,
maracujá, goiaba, manga, abóbora;
Talos de: couve-flor, brócolis, beterraba;
Entrecascas de: melancia, maracujá;
Sementes de: abóbora, melão, jaca;
Nata;
Pão amanhecido;

Escolhas saudáveis

Folhas: Abóbora, abobrinha, aipo, -flor, feijão, inhame, língua de vaca, mandioca, nabo, batata doce, bertalha,
beterraba, bredo, beldroega, brócolis, cebola branca, cenoura, couve, quiabo, rabanete, taioba, vinagreira. Lava em
água fria, corta e usa em receitas de suflê, sopa, caldo, refogado, moqueca, panqueca, massas de biscoito, bolo,
etc.

Talos: Abóbora, abobrinha, aipo, agrião, beterraba, brócolis, couve, cenoura, espinafre, rabanete. Lava em água
fria, corta bem picado e usa em receitas de suflê, torta, bolinho frito, patê, panqueca, molhos, massas de biscoito,
bolos, etc.

Entrecasca: Maracujá, melancia. Receitas de doce, salada, sopa, etc.

Sementes: Abóbora, algaroba, bredo de veado, jaca. Cozinha e amassa ou torra e mói para receitas de pão, bolo,
biscoito, mingau, moqueca, purê, etc.

Cascas: Abóbora, abacaxi, batata-do-reino, goiaba, laranja, lima, limão, manga, maçã, ovo, pera, tangerina.

Flores: Abóbora, abobrinha, nabo.

Bagaço de caju, côco, abacaxi, outras frutas e verduras, bagunço de jaca, farelo de trigo e de arroz, Proteína
Texturizada de Soja.

10
RECEITAS PARA PRINCIPIANTES

Cada receita é suficiente, em média, para duas porções.

ABÓBORA MORANGA
2 xícaras de abóbora em cubinhos
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Afervente a abóbora até ficar “al dente”. Escorra, deixe esfriar e tempere com sal e pimenta do reino.
Sirva com arroz temperado ou massa curta (macarrão parafuso ou similar), ou como salada.

ABOBRINHAS REFOGADAS COMO MOLHO DE TOMATE E MANJERICÃO
1 abobrinha pequena picada em cubos ou fatias
½ lata de molho de tomate pronto
½ xícara de manjericão fresco
Azeite de oliva
1 dente de alho
Sal e pimenta do reino

Refogue a abobrinha em azeite com o alho picado, até ela ficar macia (espete com um garfo). Tempere com sal e
pimenta do reino. Despeje o molho de tomate, refogue bem e apague o fogo. Acrescente as folhas de manjericão.
Sirva sobre massas, arroz, batatas cozidas ou pão.

ALHO E ÓLEO
3 dentes de alho
2 colheres de azeite de oliva

Pique três dentes grandes de alho e doure em uma colher de sopa de azeite. Depois de frito, apague o fogo e
acrescente mais uma colher de sopa de azeite e sirva sobre uma porção de massa fina (espaguete ou lingüini)
cozida. Pode ser servido sobre torradas.

BERINJELAS REFOGADAS COM PIMENTÃO E ORÉGANO
2 berinjelas pequenas (ou 1 grande) em cubinhos
1 cebola pequena
Azeite
Sal e pimenta do reino
1 pimentão picado
Orégano a gosto

Refogue as berinjelas em azeite com as cebolas, sal e pimenta. Acrescente o pimentão, abaixe o fogo e cozinhe por
3 minutos, mexendo sempre. Quando a berinjela amaciar, apague o fogo e acrescente o orégano. Sirva com pão
italiano ou polenta.

CHINESINHO
1 cebola grande
½ xícara de castanhas de caju
1 pimentão picado
Óleo de soja, sal e pimenta a gosto

Fite as cebolas em duas colheres de óleo de soja. Quando dourar bem, acrescente o pimentão e refogue
ligeiramente. Tempere com sal e pimenta a gosto. Apague o fogo, acrescente as castanhas e sirva. Se desejar,
acrescente um pouquinho de shoyu.
Pode ser usado com carne de soja em pedaços, com arroz integral ou com miojo.

COUVE-FLOR FRITA
1 couve flor pequena, separada em buquês e talos, cozida abafada em água com sal (pouca água)
Óleo de soja
Shoyu

Frite os pedaços da couve-flor em óleo até as pontinhas dourarem levemente. Acrescente o shoyu (cerca de 4
colheres de sopa) e refogue muito bem, mexendo sempre, para impregná-lo nas florzinhas. Sirva em forma de
espetinho, como porção, ou com alguma massa curta cozida (parafuso, penne ou conchas).

EXPRESSO MEDITERRÂNEO
1 potinho pequeno de champignons, escorrido
2 tomates maduros sem sementes em cubinhos
½ xícara de azeitonas pretas picadas
Azeite de oliva
Ervas a gosto (hortelã, manjericão, sálvia)

11
Pique os champignons ou parta cada um ao meio (se forem muito pequenos). Misture ao restante dos ingredientes e
sirva. Pode ser servido sobre pão italiano, sobre papa de trigo cozido, sobre arroz branco ou sobre torradinhas,
como canapé.

FEIJÃO-FRADINHO
1 xícara de feijão fradinho cozido e escorrido
2 dentes de alho
Óleo de soja
Sal e pimenta-do-reino a gosto
½ xícara de farinha de milho ou de mandioca

Frite o alho no óleo de soja até dourar bem. Junte o feijão cozido e refogue rapidamente, mexendo sempre.
Tempere com sal e pimenta a gosto. Apague o fogo, junte a farinha de milho ou mandioca, mexa e sirva.
Pode ser servido como salada, como acompanhamento de frituras, ou com arroz branco e salada.

FEIJÃO PRETO E LIMÃO
1 lata de feijão preto ou 1 xícara de feijão preto cozido, temperada com uma pitada de sal
2 dentes de alho em lâminas
Azeite de oliva
2 limões descascados, cortados em cubos

Refogue o alho em azeite. Acrescente os feijõe escorridos e feixe fritar um pouco, mexendo sempre. Apague o fogo.
Junte os limões, misture e sirva sobre a massa de sua preferência, ou com arroz branco e salada.

GRÃO-DE-BICO E LIMÃO
2 xícaras de grão de bico cozido e escorrido (mantenha a casca)
1 colher de chá de alecrim seco ou 1 colher de sobremesa de alecrim fresco (recomendável)
1 limão
Sal

Escorra os grãos-de-bico e coloque na saladeira. Por cima, salpique sal, as folhinhas de alecrim e o azeite de oliva.
Leve à geladeira, tampado, para pegar gosto por cerca de 1 hora. Sirva como entrada, acompanhamento, com
polenta, com tabule ou tomates.

LEGUMES AO VAPOR
1 Cenouras em palitos de 3 cm
1 Batata em cubinhos
1 Pimentão pequeno picado
1 xícara de buquezinhos de brócolis
Sal a gosto
Azeite de oliva

Coloque todos os legumes no cesto e cozinhe a vapor até ficarem “al dente”. Tempere com sal e azeite de oliva e
sirva com macarrão farfalle (gravatinha) cozido em água e sal.
Este é o mais versátil, pode ser usado como acompanhamento, prato principal, recheio de tortas ou pastel, ou sobre
arroz ou massas cozidas.
Pode também ser temperado a gosto, com shoyu, limão, alho e óleo, molho de pimenta vermelha, ou mostarda.

MILHO VERDE
2 espigas de milho, ou a depender da quantidade de convidados
2 xícara de cebolinha fresca picada bem fininho
1 colher de sopa de óleo de soja
1 dente de alho moído
Sal a gosto

Frite o alho no óleo, acrescente os grãos de milho cortados rente ao sabugo e refogue bem. Tempere com sal,
tampe e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos se o milho estiver bem verde, ou o tempo necessário para ficar
macio. Apague o fogo, acrescente a cebolinha picada e sirva.
Pode ser servido com pão, com arroz ou intercalado entre as camadas de lasanha.

MOLHO PESTO
1 xícara de manjericão fresco
1 xícara de amêndoas sem pele
½ xícara de azeite
Sal a gosto

Bata tudo no processador ou, se desejar, esmague os ingredientes num almofariz. Sirva à temperatura ambiente
sobre massa fresca cozida em água e sal. Pode ser servido sobre torradas ou bruschettas.

SALADA DE ALFACE
1 maço de alface (crespa, lisa ou americana, ou mais de um tipo)

12
Azeite, sal e vinagre ou limão

Lave muito bem a alface, folha por folha. Se desejar, rasgue a folhas maiores para facilitar na hora de comer.
Tempere com sal, azeite e vinagre e sirva imediatamente. Sirva com pratos quentes ou dentro do pão francês, como
recheio de sanduíche.

TOMATES FRESCOS
2 tomates grandes, sem sementes, em cubinhos
Sal e pimenta-do-reino
2 colheres de sopa da erva escolhida (majerona é excelente)

Misture tudo e sirva imediatamente sobre massa cozida em água e sal, ou sobre pão saído do forno, ainda quente.

TOMATES RECHEADOS
2 tomates grandes
Azeite
Orégano ou gergelim
Palmito picado
Mussarela ralada (opcional)

Corte os tomates em cerca de 1/3 da sua altura, formando duas "cumbucas". Bata a parte restante no liquidificador
com os temperos que desejar.
Os tomates vieram recheados de palmito e queijo, mas você pode rechear só com palmito ou com palmito e o que
mais desejar.
Cubra cada um com um fio de azeite, orégano ou gergelim, e o molho de tomate batido no liquidificador.
Leve ao forno por cerca de vinte minutos a meia hora (ele vai soltar água e ficar mais mole).

13
SOBREMESAS PARA PRINCIPIANTES

BANANA FRITA
2 bananas-da-terra, sem casca, partidas no sentido do comprimento
Açúcar e canela a gosto
Óleo para fritar

Numa frigideira antiaderente, respingue umas gotas de óleo. Doure a banana dos dois lados. Sirva com açúcar e
canela por cima.

JUJU
1 litro de suco de fruta
20 saquinhos de juju (geladinho)

Encha cada saquinho com o suco, amarre a ponta e leve ao congelador. Vire depois de meia hora e aguarde mais
meia hora. Sirva. Ótimo para o verão.
Dicas: Os sucos mais indicados para fazer juju são: manga, limão, uva (de garrafa) e coco batido com água e
açúcar. Você pode experimentar outro sabores, acrescentando mais açúcar ou até leite, conforme seu paladar.

MAÇÃ REAL
2 maçãs em cubinhos
Suco de 1 limão
1 colher de mel ou Karo
Canela em pó

Despeje o suco de limão sobre as maçãs, mexa bem para envolvê-las e depois escorra. Sobre os cubinhos, espalhe
a canela em pó a gosto e subra com um fio de mel ou Karo. Sirva.

SALADA DE FRUTAS
1 banana
½ mamão
1 maçã
1 colher de suco de limão
Açúcar a gosto

Corte tudo em cubinhos. Misture o açúcar e o suco de limão e jogue por cima. Sirva gelada.

14
RECEITAS SALGADAS

LETRA A

ABARÁ
½ Kg de feijão fradinho para acarajé
3 cebolas grandes
2 pimentões
4 dentes de alho
½ maço de coentro
gengibre a gosto
castanha a gosto
sal marinho

Deixe o feijão fradinho de molho por 1 noite, passe-o no liquidificador e escorra a água.
Bata todos os temperos no liquidificador e misture à massa de feijão em uma panela. Enrole na folha de bananeira e
coloque para cozinhar. Depois de cozido dê cor com o azeite de dendê.
Esta é uma receita típica da culinária Baiana.

ABÓBORA REFOGADA
2 Kg de abóbora cortada em cubos (sem casca e sem semente)
2 colheres de sopa de óleo
1 cebola média picada
2 xícaras de chá de água
1 dente de alho amassado
Sal e pimenta-do-reino a gosto
2 colheres de sopa de cheiro-verde picado

Frite o alho com a cebola no óleo até dourar. Junte a abóbora, o sal e a pimenta-do-reino. Misture bem, acrescente
a água e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, até a abóbora ficar macia. Retire do fogo, coloque num pirex,
polvilhe o cheiro-verde e sirva.

ABOBRINHA BRASILEIRA REFOGADA
2 abobrinhas brasileira picada
2 colheres de sopa de óleo
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho picado
sal e pimenta-do-reino a gosto
1 envelope de caldo de legumes
4 ovos

Lave as abobrinhas com casca, pique em cubos e reserve. Coloque numa panela o óleo, a cebola, o alho, a
abobrinha, os temperos e o caldo de legumes. Deixe refogar por aproximadamente uns 20 minutos ou até que
esteja macia. Em seguida bata os ovos ligeiramente com sal a gosto e jogue na panela. Deixe refogar mais um
pouco até que seque e que os ovos esteja igual uma omelete.

ABOBRINHA ELEGANTE
2 abobrinhas tenras
2 tomates sem pele e sementes, processados até virar purê, temperado um dente de alho e sal a gosto
½ xícara de manjericão picado
Azeite puro de oliva

Passe as abobrinhas no ralador no sentido do comprimento, formando longos fios com a mesma. Lave em água com
vinagre, escorra bem e seque com um pano ou papel pardo (não use toalhas de papel). Despeje o purê sobre as
abobrinhas, espalhe as folhas de manjericão e regue com azeite. Voilá!

ABOBRINHA COM MANJERICÃO
½ quilo de abobrinhas cortadas em cubos pequenos
2 xícaras de sopa de manjericão fresco
½ xícaras de chá de água
1 tablete de caldo de legumes

Aquecer a água por 1 minuto na potência alta. Dissolver o caldo de legumes na água quente. Colocar a abobrinha
em um refratário e regar com o caldo dissolvido. Misturar junto o manjericão picado. Tampar o refratário e levar ao
microondas por 8 a 10 minutos na potência alta. Mexer na metade do tempo. Aguardar 10 minutos em tempo de
espera tampado.

ABOBRINHA COM QUEIJO
2 abobrinhas
quanto baste de sal
1 colher de sobremesa de margarina

15
½ xícara de chá de queijo ralado
1 xícara de chá de leite

Rale a abobrinha no ralo grosso. Unte um refratário com margarina e arrume camadas de abobrinha e queijo,
molhando com leite até terminar. Leve ao forno médio pré-aquecido até gratinar, por aproximadamente 20 minutos.

ACELGA AU GRATIN
½ maço de acelga
2 colheres de sopa de salsinha
1 colher de sopa de sal
4 colheres de sopa de margarina derretida
2 colheres de sopa de queijo ralado (opcional)
2 colheres de sopa de farinha de rosca

Cozinhar a acelga em água salgada com cheiro verde. Depois de cozida, deixar escorrer bem e colocar num prato
que possa ir ao forno. Coloque uma camada de margarina derretida em cima de uma camada de folhas de acelga,
outra de margarina até acabar as acelgas, sendo a última camada de queijo (se desejar) coberta de farinha de
rosca. Levar ao forno para dourar.

ALCACHOFRAS COM QUEIJO
8 alcachofras
150 g de queijo cremoso
1 ovo
Farinha de trigo
Óleo para fritar

Limpe as alcachofras removendo as folhas duras. Divida-as ao meio e cozinhe em um pouco de água.
Escorra e passe em ovo e farinha; frite em óleo quente.
Cubra com o queijo e leve ao forno para gratinar. Sirva.

ALFACES RECHEADAS COM ARROZ
100 g de cogumelos cozidos
1 copo de suco de tomates
100 g de arroz
2 ovos cozidos
4 pés pequenos de alface americana
sal

Retirar as folhas velhas da alface e um pouco do centro. Lavar muito bem, cozinhar alguns minutos na água
fervente ligeiramente salgada e escorrer. Preparar o recheio: cozinhar o arroz na água e sal, sem deixar amolecer
muito. Se sobrar água, estando ele cozido, escorrer e deixar secar um pouco. Acrescentar os ovos cozidos
amassados com garfo e os cogumelos picados. Colocar o recheio no meio das alfaces (de onde foram retirados os
centros). Despejar o suco de tomates num pirex, arrumar por cima as alfaces recheadas, tampar o pirex e levar ao
forno muito brando durante ½ hora. Serve duas pessoas.

ALHO EM CONSERVA EMMANOEL BASSOLEIL
1 xícara de açúcar
½ xícara de vinagre
dentes de alho inteiros a gosto

Leve ao fogo e deixe ferver sem mexer, o acúcar e uma xícara de água. Quando ferver e encorpar um pouco,
adicione os alhos o suficiente pra ficarem imersos na calda. Deixe-os cozinhando em fogo baixo por 5 a 10 minutos.
A calda vai secando e quando estiver quase queimando, junte mais ¼ xícara de água com o vinagre (pode ser
também aceto balsâmico). Deixe ferver mais um pouco até que a calda fique espessa.

Ponha em um potinho e guarde na geladeira e vá utilizando os alhos e a calda agridoce com otempero de assados,
feijões, para temperar molhos, saladas, no pão com berinjela, em outros legumes, etc.

ALHO PORÓ AO CREME DE QUEIJO
500 g de alho-poró
Sal e pimenta do reino a gosto
1 colher de sopa de manteiga ou margarina
2 ovos inteiros
4 claras
4 colheres de sopa de creme de leite
50g de queijo prato ou tipo suíço ralado fino processador

Limpe o alho-poró e corte em rodelas finas. Cozinhe por 15 minutos na panela a vapor. Tempere lentamente com
sal e pimenta do reino por cima coloque a manteiga ou a margarina, cubra com papel alumínio e deixe descansar.

16
Enquanto isso, bata os ovos inteiros e as claras. Tempere a gosto e junte o creme de leite, despeje sobre o alho-
poró. Polvilhe com o queijo. Cubra novamente com papel alumínio e cozinhe no vapor por mais 15 minutos.
ALMEIRÃO COM ARROZ
½ maço de almeirão cortado fininho
1 ½ xícara de chá de arroz cozido (sobras)
1 cebola m media picada
4 colheres de sopa de azeite
2 dentes de alho socado ou picado
sal a gosto

Numa panela, cozinhe o arroz com sal em água fervente; escorra e reserve;
Frite a cebola e o alho no azeite, junte o almeirão e refogue;
Acrescente o sal, misture e deixe por 2 minutos em fogo baixo; * Junte o refogado ao arroz, misture e sirva a
seguir. Rendimento: 4 porções

ANÉIS DE CEBOLA
1 cebola grande (ou 2 médias)
3/4 xícara de chá de água gelada
2 colheres de leite de coco
½ colher de chá de sal
1 colher de chá de fermento em pó ou bicarbonato de sódio
1 colher de café de páprica em pó
1 pitada de pimenta do reino
Farinha de trigo suficiente para empanar

Corte a cebola em fatias grossas e separe em anéis. Misture todos os ingredientes (exceto a farinha) e passe os
anéis nessa mistura. Coloque a farinha em uma tigela e empane a cebola. Repita a operação passando novamente
pelo líquido (se necessário, coloque um pouco mais de água antes de continuar) e novamente pela farinha. Asse em
forno quente por aproximadamente 20 minutos, mexendo a cada 5 minutos com uma espátula para evitar que
grudem.

ANGU DE MILHO VERDE
6 espigas de milho verde (já duras)
500 ml de água
4 colheres de sopa de salsinha picadinha
1 colher de chá de sal

Corte o milho rente ao sabugo, depois de debulhado coloque no liquidificador com a água e bata bem, passe pela
peneira e depois coloque em uma panela leve ao fogo, acrescente o sal e mexa sem parar até engrossar. Retire do
fogo acrescente a salsinha e coloque em uma travessa passada pela água fria e sirva. O milho não pode estar
novinho e molinho, pois nesse caso não vai engrossar.
Esta é uma receita típica mineira.

APERITIVO DE BERINJELA
2 berinjelas médias picadas
3 colheres de óleo
1 cebola
3 alhos
2 colheres de extrato de tomate
3 colheres de queijo ralado

Cozinhe 2 berinjelas por 5 minutos. Escorra e amasse com garfo. Aqueça o óleo e frite a cebola picadinha e o alho.
Adicione à berinjela as duas colheres de extrato de tomate e as 3 colheres de queijo ralado.
Acrescente sal e orégano a gosto. Deixe esfriar e sirva com pão ou torrada.

APERITIVO FRITO
1 xícara de queijo parmesão ralado bem fininho
1 xícara de farinha de trigo (controlar)
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa rasa de fermento em pó
1 ovo
1 pitada de sal

Misture todos os ingredientes até ficar uma massa homogênea, deixe a farinha para ir acrescentando aos poucos,
no final. Abra a massa como o rolo, na mesa polvilhada levemente com farinha, em uma espessura de
aproximadamente 1 cm , corte discos com tamanho da borda do copo e depois corte ao meio com a borda do copo e
depois corte ao meio o circulo, formando uma meia lua ou invente outro corte. Frite em óleo quente, gordura com 2
cm de altura , escorra em papel absorvente. Rende aproximadamente 24 salgadinhos.

APERITIVO DE NOZES E PERAS

17
1 copo de nozes picadas
4 peras de Bosc ou de Bartlett
1 xícara de queijo suíço bem picadinho
1 colher de manteiga

Aqueça as nozes picadas no forno ou salteie-as numa frigideira, em fogo baixo. Corte cada pêra em cerca de 5
fatias iguais. Salteie as fatias de pêras em manteiga. Em cada fatia de pêra, espalhe queijo suíço e por cima as
nozes picadas.

ARROZ AO ALHO E ÓLEO
2 xícaras de chá de arroz
1 colher de sopa de alho processado
3 colheres de sopa de óleo
4 xícaras de chá de água
Sal a gosto

Numa panela refogue o alho no óleo, junte o arroz e frite bem. Tempere com sal e junte a água. Deixe cozinhar em
fogo médio, interrompendo o cozimento ainda com o arroz bem úmido. Deixe descansar.

ARROZ ÁRABE
½ pacote de macarrão do tipo cabelo de anjo (alitria ou ninhos)
2 xícaras de Arroz Classe A
3 colheres de sopa de óleo
Sal a gosto

Corte o macarrão em pedaços pequenos, de aproximadamente 2cm de comprimento. Lave o arroz e deixe escorrer.
Esquente o óleo em uma panela média, de fundo largo, e doure o macarrão picadinho até ficar bem escuro (com
coloração marrom escuta).
Mexa constantemente com uma colher de pau, para que o macarrão doure de forma homogênea, sem queimar.
Acrescente o arroz lavado, misture bem e deixe fritar um pouco.
Acrescente a água necessária para cozinhar o arroz. Após levantar fervura, acrescente o sal a gosto e deixe cozinhar
em fogo brando, com a panela tampada, até secar toda a água. Antes de colocar na travessa, misture bem com um
garfo.
Obs.: Esta receita pode ser ajustada ao gosto de cada pessoa, adicionando maior ou menor quantidade de
macarrão. Para que o macarrão fique crocante e se obtenha o efeito desejado no produto final, é importante que
não se adicione alho ou cebola no seu preparo.

ARROZ AO AÇAFRÃO I
1 cebola
2 xícara de chá de arroz
2 colheres de sopa de azeite de oliva
5 xícaras de chá de água fervente
1 tablete de caldo de legumes
1 envelope de açafrão
sal a gosto

Refogar a cebola picada e o arroz no azeite quente. Adicionar a água, o caldo de legumes e o açafrão. Retificar o
sal, se necessário. Cozinhar em fogo baixo, com a tampa da panela semi-aberta durante 20 minutos. Apagar o fogo
tampar a panela e deixar o arroz decansar alguns minutos antes de servir.

ARROZ AO AÇAFRÃO II
2 colheres de sopa de azeite
1 dente de alho processado
1 colher de chá de açafrão em pó
2 xícaras de chá de arroz
3 xícaras de chá de água fervente
1 colher de café de sal

Aqueça o azeite na panela de pressão, junte o alho e o açafrão. Deixe dourar ligeiramente, adicione o arroz e frite-
o, mexendo sempre. Acrescente a água fervente e o sal, feche a panela e deixe cozinhar sob pressão por 5 minutos.
Retire do fogo e deixe descansar durante 3 minutos. O arroz está pronto.

ARROZ COM AMÊNDOAS TORRADAS
4 xícara de chá de arroz cozido
1 colher de sopa de manteiga
1 xícara de chá de amêndoas torrada
quanto baste de cheiro-verde picado

Derreta a manteiga, coloque as amêndoas, o arroz e o cheiro-verde. Mexa bem e sirva quente.

ARROZ COM BATATA PALHA
18
1 colher de sopa de azeite
2 xícaras de chá de arroz cozido
1 cebola média processada
1 pimentão vermelho processado grosseiramente
1 xícara de chá de batata palha

Em uma panela aqueça o azeite e acrescente o arroz. Reserve.
Em outra panela, refogue a cebola, acrescente o pimentão e refogue até murchar. Acrescente o arroz já aquecido e
misture. Coloque em um refratário, polvilhe com a batata palha e sirva.

ARROZ COM BRÓCOLIS
2 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de azeite
2 xícaras de chá rasas de brócolis picado
2 xícaras de chá rasas de arroz integral cozido

Refogue o alho no azeite e junte o brócolis. Deixe amaciar por cerca de 10 minutos, misture o arroz e retire.

ARROZ DE CASTANHAS
500g de arroz
1 cebola pequena processada
3 dentes de alho processado
¼ xícara de chá de azeite
Sal a gosto
¾ xícara de chá de castanhas processadas

Lavar o arroz e escorrer em uma peneira. Refogar em uma panela, a cebola e o alho com o azeite, juntar o arroz.
Adicionar a água e temperar com sal. Cozinhar o arroz tampado em fogo baixo até secar.
Depois de pronto, misturar as castanhas. Sirva.

ARROZ COM GENGIBRE
2 xícaras de chá de arroz
½ xícara de chá de molho shoyu
1 colher de sopa de gengibre em pedaços
2 dentes de alho amassados
4 colheres de sopa de cebolinha picada
sal a gosto

Cozinhe o arroz como de costume. Retire do fogo e deixe descansar por 10 minutos antes de abrir a panela. Misture
em uma tigela separada o molho shoyu, o gengibre, o alho e a cebolinha. Sirva o arroz acompanhado do molho.

ARROZ MEDITERRÂNEO
250 g de arroz e 600 ml de água
1 punhado de folhas frescas de hortelã
1 punhado de folhas de coentro fresco
2 pimenta malagueta
1 cebola
75 ml de óleo
5 cm de canela em pau
4 cravos-da-índia
1 colher de chá de sal

Lave bem o arroz. Pique bem as folhas de hortelã e coentro. Retire as sementes das pimentas picando bem. Corte a
cebola em pedacinhos. Aqueça bem o óleo numa panela grande. Adicione os cravos-da-índia, a canela e depois o
arroz. Mexa bem para recobrir todos os grãos com o óleo. Junte as ervas, as pimentas, a cebola e o sal e despeje a
água fria. Mexa levemente e deixe ferver. Abaixe o fogo e deixe cozinhar com a tampa por 15 min. ou até que o
arroz esteja no ponto. Desligue o fogo e deixe a panela bem tampada sobre uma superfície quente por mais 15 min.
Mexa com um garfo para evitar que os grãos de arroz se quebrem. Transfira para um prato aquecido e sirva.

ARROZ TEMPERADO
1 cenoura ralada
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
½ lata de molho de tomate
1 tomate em cubinhos
1 xícara de salsinha e cebolinha picadas (cheiro-verde)
1 cubinho de caldo de legumes
3 xícaras de arroz cozido (opção: arroz com açafrão)
1 xícara de carne de soja hidratada e refogada em temperos
1 pimenta bode inteira
Azeite de oliva e sal a gosto

19
Frite a cebola e o alho, acrescente o molho de tomate, a pimenta bode e o cubinho de caldo de legumes. Deixe o
molho ferver e acrescente a carne de soja, a cenoura, o tomate e o cheiro-verde. Apague o fogo, tempere com
azeite de oliva e verifique o sal.
Misture esse molho ao arroz cozido, mexa bem e sirva.
Opcionais: Pimentão vermelho e amarelo, brócolis cozido, milho verde, ervilhas, azeitonas, rabanete em cubinhos.
Se desejar mais picante, fritar 1 pimenta dedo-de-moça picadinha junto com a cebola e o alho, e seguir o restante
da receita.

ASSADO DE GRÃO DE BICO
2 xícaras de grão-de-bico
4 tomates picados
1 cebola picada
1/3 de xícara de azeitona picada
1 cenoura crua ralada no ralo grosso
2 xícaras de pão velho moído
Sal a gosto
Alho, cheiro verde

Deixar o grão-de-bico de molho à noite. No dia seguinte, tirar as cascas que puder e bater no liquidificador, com o
mínimo de água. Cuidar para que não se torne uma pasta. Misturar bem os ingredientes e levar ao forno em forma
untada, às colheradas.

ASSADO DE NOZES I
½ xícara de suco de legumes
100 g de castanhas de caju moídas
3 fatias de pão integral esfareladas
100 g de amêndoas moídas
2 cenouras médias raladas
4 cebolas médias
5 tomates

Refogar as cebolas na panela por 5 minutos. Juntar tomates, cenoura ralada, farelo de pão, suco de legumes e
cozinhar por 15 minutos. Juntar as castanhas e amêndoas e despejar numa forma de pão. Assar a 200°C por 30
minutos.

ASSADO DE NOZES II
4 cebolas médias
5 tomates
2 cenouras médias raladas
3 fatias de pão integral esfareladas
meia xícara de caldo de legumes
100 g amêndoas moídas
100 g castanhas de caju moídas.

Num tacho, refogue as cebolas durante 5 minutos. Junte os tomates, a cenoura ralada, o pão esfarelado e o caldo
de legumes. Deixe cozinhar cerca de 15 minutos. Junte o caju e as amêndoas e coloque numa forma de ir ao forno
(forma de bolo inglês). Asse a 200°C durante meia hora.

AZEITONAS TEMPERADAS
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de chá de cominhos
1 pitada de erva doce
1 colher de sopa de orégãos
2 colheres de chá de tomilho
8 dentes de alho
sal grosso a gosto.
1 xícara de azeitonas pretas

Coloque as azeitonas num recipiente onde as possa mexer e envolver com os temperos. Tempere de sal grosso, a
gosto. Esmague os dentes de alho com um aparelho próprio (o esmagador de alhos é um aparelho próprio de duas
peças que ao encaixarem empurram o alho através de orifícios pequenos), ou, se não o tiver, corte os alhos muito
bem picadinhos, de modo a que estes soltem o seu aroma. Regue com o azeite que deve ser de muito boa
qualidade. Deite as restantes especiarias e envolva tudo muito bem. Deixe marinar umas horas, e vá mexendo de
vez em quando.

AZEITONA EMPANADA
3 ½ copos de água
2 ½ copos de farinha de trigo
2 tabletes de caldo de legumes
2 colheres de sopa de manteiga

20
1 copo de queijo ralado

Coloque a água, a manteiga, o caldo de legumes e deixe ferver, depois coloque a farinha de trigo.
Amasse bem e coloque o queijo ralado aos poucos e vá amassando.
Faça as bolinhas, recheie com azeitonas, pedacinhos de tofu ou queijo e frite.

AZEITONAS À MILANESA
200 g de azeitona verde grande
250 g de queijo processado tipo cheddar
2 ovos
1 xícara de chá de farinha de trigo
1 xícara de chá de farinha de rosca
quanto baste de Óleo de soja para fritar

Recheie as azeitonas com o cheddar. Reserve. Passe-as na farinha de trigo, nos ovos bem batidos e finalmente na
farinha de rosca. Frite-as em óleo quente, até adquirir um tom dourado e formar uma crosta crocante. Sirva como
aperitivo.

AZEITONA RECHEADA
200 g de manteiga
2 gemas
4 colheres de sopa de leite
1 ½ xícara de trigo (até soltar das mãos)
1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
50 azeitonas

Retire os caroços das azeitonas e recheie cada uma com um pedaço de queijo prato ou de cuia. Cubra as azeitonas
com a massa feita com os ingredientes acima. Enrole-as em forma de croquetes, passe-as na clara e, em seguida,
no queijo parmesão. Leve ao forno para assar.

21
LETRA B

BABAGANOUJ I
1 Kg de berinjelas
1 colher de azeite de oliva
½ copo de suco de limão
3 dentes de alho, picadinho
4 colheres de tahini (óleo de gergelim)
½ colher de chá de sal

Fatie a berinjela ao meio pelo comprimento, e pincele azeite de oliva pela superfície. Asse numa bandeja em forno
médio. Se preferir fritar, coloque-a com o corte para baixo em fogo médio. Cozinhe por 40 minutos, ou até a
berinjela ficar macia e escura. Retire-a e bata no processador até virar um creme consistente. Misture o restante
dos ingredientes e experimente, corrigindo o tempero se necessário. Deixe esfriar por 1 hora. Sirva com vegetais,
pão ou bolinhos de grão-de-bico.

BABAGANOUJ II
2 berinjelas médias
3 dentes de alho bem socados
1 colher de chá rasa de sal
3 a 4 colheres de sopa de tahine
suco de 1/2 limão.

Queime as berinjelas no queimador do fogão até ficarem murchas. Tire a casca e amasse a polpa com um garfo (em
um pirex). Acrescente os condimentos, misture bem, polvilhe com salsinha picada, regue com azeite, e sirva frio,
com pão árabe.

BACALHOADA SEM BACALHAU
1 Kg de batatas
½ repolho
4 tomates maduros
2 pimentões médios
4 cebolas roxas médias
4 ovos cozidos duros
Salsinha picada a gosto
200ml de leite de coco (opcional)
100g de azeitonas pretas
sal e azeite a gosto

Lave bem as batatas e cozinhe-as inteiras com pele. Depois as descasque e corte-as em rodelas grossas. Cozinhe o
repolho separado, no vapor, com sal, cortado em pedaços médios.
Corte as cebolas em rodelas e o pimentão às tiras finas e pique as azeitonas e a salsinha. Corte o tomate e o ovo
em rodelas. Em seguida, numa forma de ir ao forno, dispõe uma camada de batatas, outra de repolho, a seguir uma
de tomates, rodelas de ovo, e uma camada de temperos e assim sucessivamente até terminando com uma camada
de batatas. Por último, mistura o leite de coco, 1 colher de azeite e meio copo de água e deita sobre as camadas.
Leve ao forno para gratinar. Sirva quente.
Dica: Se desejar, acrescente uma xícara de jaca verde cozida e desfiada e uma colher de sopa de alga desidratada
esmigalhada à receita, para imitar o bacalhau desfiado.

BAGUETE RECHEADA
1 couve-flor
1 pimenta vermelha
½ xícara de tofu defumado picado
4 colheres de sopa de azeite de oliva
algumas azeitonas pretas sem caroço
1 baguete
sal e pimenta-do-reino a gosto

Divida a couve-flor em buquês e cozinhe em água fervente salgada por cerca de 20 minutos, ou até que esteja
macia, mas crocante. Em seguida, escorra e reserve a água. Em uma panela grande, aqueça o azeite com a
pimenta vermelha e o tofu picado. Junte a couve-flor, sal e pimenta-do-reino e deixe cozinhar por cerca de 15
minutos, juntando, se necessário, um pouco da água de cozimento da couve-flor. Mexa de vez em quando até que a
couve-flor se reduza a um purê. Reture do fogo e junte as azeitonas. Corte a baguete ao meio, no sentido do
comprimento, e retire o miolo. Distribua o recheio, cubra com papel-alumício e deixe descansar por 30 minutos para
que o pão absorva parte da umidade do recheio. Leve as duas metades da baguete ao forno médio, preaquecido,
por 10-15 minutos. Retire do forno, corte em fatias e sirva quente.

BAIÃO DE DOIS
½ Kg de feijão verde
1 salsicha vegetariana, em rodelas
2 tabletes de caldo de legumes ou 2 Sazon

22
1 cebola ralada
1 dente de alho amassado
3 colheres de sopa de óleo
1 colher de sopa de salsa picada
2 e 1/2 xícaras de chá de arroz
150g de queijo de coalho (cortado em fatias finas)
Pimenta do reino e cominho a gosto

Deixe o feijão de molho de véspera. No dia seguinte, cozinhe-o com o cominho e a pimenta do reino dissolvidos em
dois e meio litros de água fria. Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 1 hora. Acrescente
então a salsicha vegetariana e deixe cozinhar por alguns minutos. Em outra panela, doure a cebola e o alho, no
óleo. Junte a salsa e o arroz e refogue bem. Acrescente o feijão e a salsicha já cozidos, juntamente com o caldo.
Misture bem, tampe a panela e deixe cozinhar até que o arroz fique cozido, úmido e com consistência cremosa.
Então, cubra o arroz com as fatias de queijo. Tampe a panela novamente e deixe que o vapor derreta o queijo.
Sirva acompanhado de banana frita e couve refogada. Esta é uma receita típica da culinária paulista.

BATATAS AO CREME DE ALHO
½ Kg de batatas pequenas e uniformes
1 litro de leite
10 dentes de alho amassados
1 tablete de caldo de legumes
4 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de cream cheese
1 xícara de chá de queijo parmesão ralado
sal a gosto

Lave as batatas, coloque-as em uma panela e cubra com água. Cozinhe por 30 minutos, ou até as batatas ficarem
macias. Retire, descasque-as e coloque-as em um refratário. Reserve. Ligue o forno à temperatura média. Coloque
em uma panela o leite, o alho e cozinhe, em fogo baixo, até o alho ficar macio. Retire e transfira para o
liquidificador. Junte o caldo de legumes, a farinha de trigo e o sal e bata até ficar homogêneo. Volte para a panela e
cozinhe, sem para de mexer, até encorpar. Adicione o cream cheese e cozinhe por mais 1 minuto. Retire do fogo,
despeje sobre as batatas e salpique o queijo. Leve para assar por 15 minutos. Retire do forno e sirva.

BATATA ASSADA AO MOLHO PESTO
4 batatas grandes
1 maço de manjericão picado
1/2 xícara de chá de nozes picadas
1/2 xícara de chá de azeite de oliva
1/2 xícara de chá de ricota picada
sal e pimenta-do-reino branca moída na hora a gosto

Lave as batatas com uma escova e coloque-as em uma panela de pressão com capacidade para 4,5 litros. Junte 2
litros de água, tampe a panela e leve ao fogo por 10 minutos, ou até começar a chiar. Reduza o fogo e cozinhe por
8 minutos, ou até as batatas ficarem al dente. Retire do fogo, aguarde até sair todo o vapor e abra a panela.
Escorra a água e retire as batatas. Com uma colher pequena, faça uma cavidade central nas batatas, eliminando a
polpa retirada. Ligue o forno à temperatura média. Bata no processador o manjericão, as nozes, o azeite de oliva
(reserve 1 colher de sopa), a ricota, o sal e a pimenta-do-reino, até obter uma pasta homogênea. Com o azeite de
oliva reservado, unte uma assadeira retangular de 28cm X 18 cm. Recheie as batatas com a pasta, embrulhe uma a
uma em papel-alumínio e disponha-as na assadeira. Leve ao forno por 30 minutos, ou até as batatas ficarem
macias. Retire do forno e sirva em seguida. Se preferir, decore com manjericão.

BATATA DE PANELA
1 ½ Kg batatas lavadas descascadas e cortadas em rodelas grossas
1 xícara de chá de azeitonas verdes
1 pimentão verde, sem sementes, cortado em fatias finas
2 colheres de sopa de azeite de oliva
3 dentes de alho amassados
sal a gosto
2 xícaras de chá de caldo quente de legumes

De preferência, prepare esta receita numa panela de barro ou de ferro. Seja qual for o utensílio, aqueça o azeite e
doure o alho. Salpique as batatas com um pouco de sal e disponha as rodelas na panela intercalando camadas delas
com punhados de azeitonas. No final, cubra tudo com os pimentões e jogue o caldo de legumes aquecido. Tampe a
panela e abaixe a chama. Deixe cozinhar lentamente, até que as batatas fiquem macias. Sirva imediatamente.
Rende 6 porções.

BATATA COM QUEIJO PARMESÃO
4 batatas médias descascadas
2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 xícaras de chá de leite
1 cebola média ralada

23
1 pitada de noz-moscada
2 colheres de sopa de manteiga
1 xícara de chá de queijo parmesão ralado
3 colheres de sopa de ervas frescas picadas
sal a gosto

Lave e corte as batatas em cubos médios. Reserve. Em uma tigela, peneire a farinha de trigo e o sal. Acrescente o
leite, a cebola, a noz-moscada e mexa até obter uma mistura homogênea. Reserve.
Derreta a manteiga na panela de pressão, junte as batatas e a mistura de leite. Mexa bem e, assim que ferver,
tampe a panela e deixe cozinhar por 8 minutos, ou até as batatas ficarem macias.
Resfrie rapidamente a panela e transfira as batatas para um refratário. Salpique o queijo ralado e as ervas frescas.
Sirva bem quente.

BATATA-DOCE À CAMPONESA
2 cubinhos de caldo de legumes
1 Kg de batata doce em cubos
3 tomates sem pele e sem sementes picadinhos
½ xícara de cebola picadinha
½ xícara de azeitona picadinha
1 xícara de creme de leite fresco
1 xícara de mussarela ralada

Dissolva o caldo de legumes em 4 colheres de sopa de água fervente. Junte as batatas, os tomates, a cebola, a
azeitona e misture bem. Coloque num refratário médio e cubra com o creme de leite e a mussarela. Leve ao forno
por 15 minutos para gratinar. Sirva a seguir.

BATA-DOCE CARAMELADA
1,2 Kg de batata doce bem lavadas, cozidas em panela de pressão. Após o cozimento, tirar as cascas.
Açúcar cristal

Levar ao fogo, numa panela, três xícaras das de chá de açúcar. Quando caramelar, colocar 3 xícaras das de chá de
água. Quando ferver, juntar as batatas doces já cozidas e deixar ferver mais um pouco. Se desejar, pingue algumas
gotas de limão por cima. É um acompanhamento ideal para grelhados. Fácil e saboroso.

BATATA-DOCE EMPANADA
2 batatas-doces médias
1 xícara de farinha de rosca
½ xícara de queijo parmesão ralado
1 ovo batido
1 pitada de sal
Óleo para fritar

Lave bem a batata-doce e cozinhe até ficar macia. Retire a casca e corte a batata em lascas grandes. Em um
recipiente, misture a farinha de rosca e o queijo ralado. Passe as lascas de batata no ovo batido com o sal e em
seguida na mistura de farinha de rosca e queijo. Em uma frigideira, aqueça bem o óleo e frite a batata até dourar.
Coloque sobre papel toalha para retirar o excesso de gordura e sirva em seguida.

BATATAS FRITAS AO ALHO
1 colher de sopa de azeite de oliva
¾ colher de chá de sal
1,5 Kg de batata de fritar (vermelha), cortada em palitos de ½ cm de largura
Óleo vegetal
2 colheres de sopa de manteiga
8 dentes de alho, fatiados
2 colheres de sopa de salsa fresca picada
2 colheres de sopa de parmesão ralado na hora

Pré-aqueça o forno a 200°C (alto). Misture os três primeiros ingredientes num saco plástico. Amarre a boca do saco
e sacuda bem para misturar. Distribua então as batatas numa única camada, numa assadeira untada com óleo
vegetal. Asse a 200°C por 50 minutos ou até que dourem e fiquem macias por dentro.
Ponha a manteiga e o alho numa frigideira antiaderente bem grande, e cozinhe em fogo baixo por cerca de 2
minutos, mexendo sempre. Acidione as batatas assadas, a salsa e o queijo, sacuda bem para misturar e sirva
imediatamente.

BATATA FRITA NO FORNO
Batata congelada própria para fritar (Para fazer com batatas cruas, é preciso cozinhá-las por 20 minutos e, depois,
cortá-las em tiras)
1 colher de chá de sal

Aqueça o forno em temperatura alta. Coloque as batatas em assadeira retangular e espalhe-as bem, por toda a
assadeira. Coloque no forno e, depois de 10 minutos, mexa para que assem todas por igual (Cuidado para não
24
queimar as mãos na assadeira). Deixe por mais 15 minutos, aproximadamente. Retire do fogo, coloque as batatas
em uma travessa de servir e tempere com sal.

BERINJELA AO ALHO E ÓLEO
3 colheres de sopa de azeite
2 xícaras de berinjela picada
¼ xícara de pimentão vermelho picado
3 dentes de alho picado
¼ colher de chá manjericão picado
sal e pimenta

Refogue a bernjela e o pimetão por 4 minutos. Adicione o alho e os temperos. Deixe cozinhar por 3 minutos.

BERINJELA CRIOULA
2 berinjelas grandes (cortadas em fatias finas)
1 cabeça de alho (cortada em lâminas)
3 colheres de sopa de óleo
1 vidro de molho inglês
1/2 xícara de chá de azeite
1/2 xícara de chá de salsinha picada
sal a gosto

Em uma frigideira antiaderente, aqueça o óleo e doure as fatias de berinjelas, até ficarem bem escuras e torradas
dos dois lados. Aqueça o azeite em uma panela à parte e frite as lâminas de alho, até dourarem levemente. Em uma
travessa, faça camadas de farias de berinjelas, alho frito no azeite e muito molho inglês. Salpique salsinha a gosto.
Sirva, de preferência, de um dia para o outro.

BERINJELA À MILANESA
2 a 3 berinjelas
2 a 3 ovos
sal
farinha de trigo
farinha de rosca

Lave as berinjelas, corte em fatias, no sentido do comprimento, e ponha de molho em água e sal, por uns 20
minutos. Escorra e enxugue cada fatia em um guardanapo. Passe, uma de cada vez, por farinha de trigo, ovos
batidos e por farinha de rosca. Frite, aos poucos, em gordura quente. Sirva em seguida, simples ou com um molho
grosso de tomates, polvilhado com bastante queijo parmesão ralado.

BERINJELA À PARMEGIANA I
berinjela em fatias
sal e pimenta-do-reino
alho
farinha de trigo
molho de tomate com bastante orégano e cheiro verde
parmesão ralado na hora

Tempere a berinjela com sal, pimenta e alho, passe-a na farinha de trigo e frite-a. Num refratário, alterne camadas
de berinjela, molho e parmesão, terminando com parmesão. Leve ao forno quente para gratinar.

BERINJELA À PARMEGIANA II
2 berinjelas grandes
3 ovos e farinha de trigo para empanar
óleo para fritar
½ litro de molho de tomate
400g de mussarela
queijo ralado para polvilhar

Lave as berinjelas e corte em fatias. Reserve. Coloque os ovos em um recipiente e bata levemente.
Passe as fatias de berinjelas e a seguir, passe-as pela farinha de trigo. Frite em óleo quente. Escorra.
Regue com o molho de tomate o fundo de um refratário. Intercale em camadas as berinjelas, fatias de mussarela e
molho. Termine com mussarela e molho. Polvilhe com queijo ralado.

BERINJELA À PARMEGIANA SUPER FÁCIL
2 berinjelas fatiadas no sentido do comprimento (se preferir, tire a casca)
800g de pomarola ou outro molho de sua preferência
2 xícaras de mussarela ralada
Azeite de oliva

25
Pré-aqueça o forno a 180°C. Fatie a berinjela em fatias finas. Unte uma assadeira com azeite e vá fazendo camadas
de berinjela, molho e queijo. Termine com molho e queijo. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por 45
minutos. Nos últimos 5 minutos, tire o papel alumínio e retorne ao forno para gratinar.
Sirva com arroz.

BERINJELAS RECHEADAS COM PROVOLONE
2 berinjelas grandes
Sal a gosto
2 colheres de sopa de vinagre
Água para cobrir
300g de queijo provolone fatiado
3 ovos
1 colher de chá de farinha de trigo
1½ xícara de chá de farinha de rosca
Óleo para fritar

Descascar as berinjelas e cortar 4 fatias grossas. Dividir essas fatias ao meio sem deixar que desprendam. Colocar
em uma vasilha com o sal e o vinagre, cobrir com água e deixar por 15 minutos. Escorrer e colocar 2 fatias de
provolone dentro das berinjelas. Prender as pontas com palitos de dente e reservar. Em uma vasilha, bater os ovos
e temperar com sal a gosto. Passar as berinjelas na farinha de trigo, no ovo batido e na farinha de rosca. Fritar no
óleo até dourar.

BETERRABAS À MILANESA
4 beterrabas médias
3 ovos
2 xícaras de chá de farinha de rosca
sal a gosto
óleo

Cozinhe as beterrabas com casca em água e sal. Descasque e corte em fatias. Passe na farinha de rosca, no ovo
batido e novamente na farinha de rosca. Frite em óleo quente e sirva.

BETERRABAS AO MOLHO BRANCO
½ Kg de beterraba
½ xícara de açúcar
3 colheres de sopa de vinagre
3 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo

Limpe e lave as beterrabas, mas sem tirar a casca. Cozinhe em água pura, até ficarem macias (pode ser em panela
de pressão). Escorra, descasque e corte-as em fatias finas e regulares. Ponha numa panela o vinagre, o açúcar e a
farinha de trigo. Deixe ferver por alguns minutos, mexendo sempre com uma colher de pau. Arrume as fatias de
beterraba, num prato que possa ir ao forno, despeje por cima o molho e leve ao forno brando, por meia hora. Na
hora de servir, retire do forno e espalhe a manteiga derretida.

BETERRABAS SOFISTICADAS
4 beterrabas médias
2 colheres de sopa de maisena
1 xícara de chá de suco de laranja
2 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de casca de laranja cortada em tiras

Cozinhe as beterrabas em água, com casca. Depois de macias, retire as peles e corte em cubos. Em uma panelinha
dissolva a maisena no suco de laranja, junte o açúcar e leve ao fogo brando, mexendo sem parar (para não
encaroçar), até engrossar e ficar transparente. Junte as beterrabas, deixe no fogo por mais 1 minuto e sirva
decorado com as tirinhas de casca de laranja aferventadas em água por uns 10 minutos.

BIFE DE BATATA
2 xícaras de batata crua, ralada com casca
1 xícara de cenoura ralada fininho
1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de cebola ralada
1/4 de xícara de cebolinha picada
farinha de rosca até dar consistência
salsa
sal a gosto

Misturar todos os ingredientes e formar os bifes. Assar em forma untada.

BISCOITOS DE CEBOLA

26
1 pacote de creme de cebola
3 xícaras de chá de farinha de trigo
1½ xícara de chá de margarina
Gema e azeite para pincelar
Margarina e farinha de trigo para untar

Bata todos os ingredientes no processador até obter uma massa homogênea. Faça bolinhas e amasse um pouquinho
com o garfo. Passe gema de ovo com azeite no biscoitinho. Untar e enfarinhar o tabuleiro.
Levar ao forno pré-aquecido a 180°C e deixa assar por aproximadamente 15 minutos.

BISCOITOS DE QUEIJO PARMESÃO
250 g de farinha de trigo
250 g de queijo ralado
250 g de margarina

Amassar, formar bolinhas e assar até dourar, não precisa untar o tabuleiro.

BOBÓ DE FRANGO VEGETARIANO
1 jaca verde cozida e desfiada (cerca de 2 xícaras), frita com temperos e sal a gosto
300 g de tomate em cubos
Cheiro-verde
1 cebola
1 lata de milho verde
1 lata de palmito
½ litro de leite ou substituto
½ caixinha de leite de coco
1 lata de creme de leite ou substituto
2 colheres de sopa de maisena

Depois de fritar a jaca desfiada com os temperos, misture os outros ingredientes, menos o creme de leite. Engrosse
tudo com 1 colher de maizena. Tire do fogo e deixe esfriar um pouco. Na hora de servir, acrescente o creme de
leite.

BOLINHO DE GRÃO DE BICO
2 xícaras de chá de grão de bico
2 xícaras de grãos de trigo
1 cebola
azeite
sal

Cozinhe o grão de bico. Depois, bata-o no liquidificador até formar uma pasta. Á parte, lave o trigo e deixe de
molho em água fria por cerca de 3 horas. Em seguida, amasse bem o e misture à pasta de grão de bico. Adicione o
sal e a cebola picadinha. Faça os bolinhos. Frite-os no azeite até ficarem bem corados.

BOLINHAS DE QUEIJO
½ Kg de queijo Minas, curado e ralado
4 ovos batidos separadamente
sal a gosto
4 colheres de maisena

Bata os ovos, junte o queijo a maizena e o sal. Amasse bem e arme as bolinhas que são fritas em óleo bem quente,
quase na hora de servir.

BOLINHO DE BATATA
4 batatas cozidas
1 ovo inteiro
3 colheres de sopa de farinha de trigo
Sal

Amassar as batatas (no espremedor). Misturar um ovo inteiro a esse purê, adicionar 3 colheres de sopa de farinha
de trigo e uma pitada de sal. Misturar tudo muito bem, fazer bolinhas (achatadas) e fritar.
Obs: Pode ser feito com sobras de purê de batatas. Também podem ser recheadas com queijo, fica delicioso.

BROAS DE QUEIJO (Receita escocesa)
1 ½ xícaras de farinha com fermento
30 g de manteiga
1 ovo grande
2 ½ colheres de leite de soja
125g de queijo ralado (use o de sua preferência)
½ colher de chá de sal

27
½ colher de chá de mostarda em pó
Pimenta-de-caiena a gosto

Misture a farinha, sal e pimenta. Misture a manteiga com um garfo, até ficar homogêneo. Em seguida, misture o
queijo. Bata o ovo junto com o leite; adicione a mistura de ingredientes secos para fazer uma massa macia,
elástica. Abra a mistura em uma superfície enfarinhada, mas não muito.
Corte em formas redondas e arranje numa bandeja untada.
Pincele o topo com um pouco de leite e espalhe mais queijo ralado por cima.
Asse em um forno pré-aquecido em uma prateleira alta em 220°C até dourar. Sirva quente com manteiga.

BRÓCOLIS AO ALHO E ÓLEO
1 maço de brócolis cozido "al dente"
4 colheres de sopa de Azeite Riserva D'oro
3 dente de alho amassado
quanto baste de sal

Aqueça o azeite em uma panela ou frigideira grande.
Junte o alho picado e deixe que dourem ligeiramente, como faz o alho e óleo para o macarrão.
Junte os brócolis e refogue por alguns minutos.
Tempere com sal a gosto.

BRÓCOLIS COM GERGELIM
2 dentes de alho amassados (6g)
1 colher de chá de azeite (2,5g)
3 xícaras de chá de floretes de brócolis (450g)
1 pitada de sal
1 colher de sopa rasa de semente de gergelim torrada (12g)

Refogue o alho no azeite e junte o brócolis e o sal. Regue com algumas colheres de água e deixe cozinhar, mexendo
sempre e com cuidado para não amolecer demais. Na hora de servir, salpique o gergelim.

BRÓCOLIS AO MOLHO BRANCO
3 maços de brócolis japonês verdes
1 embalagem de requeijão
2 lata de creme de leite
4 cebolas cozidas

Corte o brócolis em pedacos pequenos, refogue-o no alho e óleo por alguns minutos. Adicione a cebola e deixe mais
3 minutos, mexa bem, e por ultimo coloque o requeijão e o creme de leite, deixer ferver por mis 5 minutos.

BRÓCOLIS E CASTANHA DO CAJU SOBRE ARROZ
2 xícaras de arroz integral pré-cozido
2 colheres de sopa de semente de mostarda
1 cabeça grande de brócolis picada e pré-cozido
1 cebola picada
1/2 xícara de castanha de caju picada

Pré aqueça o forno a 140º graus coloque todos os ingredientes misturando numa forma e asse a 140º graus por 20
minutos.

BRUSCHETTA NAPOLITANA
½ Kg de tomate cereja
½ xícara de azeitonas pretas escorridas e picadas
3 dentes de alho
manjericão fresco
orégano
pimenta vermelha
azeite extra-virgem
pães italianos (bolinhas)
sal a gosto

Cortar os tomates em cubinhos, 3 dentes de alho bem picadinhos, as azeitonas, e adicionar o manjericão, o
orégano, a pimenta, o sal e o azeite. Misturar tudo como se fosse uma salada. Reserve. Levar ao forno pré-aquecido
as bolinhas de pão, e retirar quando estiverem quase douradas. Retire o miolo de cada uma, recheie com uma
porção da salada já preparada e leve ao forno novamente, por cerca de dez minutos. Servir como entrada.

28
LETRA C

CALDO DE CEBOLA
1 colher de sopa de azeite de oliva
2 colheres de sopa de margarina
3 litros de água fervente
3 cebolas cortadas em rodelas finas
1 tablete de caldo de legumes
Sal a gosto

Coloque numa panela a margarina, o azeite e junte as cebolas até ficarem bem macias. Adicione a água, o tablete
de legumes e o sal. Deixe ferver. Sirva acompanhado de croutons.

CALDO DE ESPECIARIAS
1 cenoura cortada em 4 partes
1 cebola cortada em 4 partes
1 litro de água
1 macinho de ervas (bouquet garni) com 6 galhos de salsa, 3 de tomilho fresco e 1 folha de louro
6 grãos de pimenta
2 cravos inteiros
1 colher de chá de sal

Junte todos os ingredientes numa panela e deixe ferver por 30 minutos, ou reduzir a metade para ficar bem
concentrado e o sabor acentuado. Coe e deixe esfriar. Reserve.

CALDO DE LEGUMES
1 Kg de legumes da época
4 colheres de azeite
3 litros de água
1 colher de sopa de sal grosso
3 ramos de salsa
1 ramo de salsa
Tomilho, manjericão, grãos de mostarda a gosto

Lave e limpe bem os legumes e corte em cubos. Refogue-os um pouco no azeite, numa panela grande, até ficarem
macios. Acrescente a água, o sal e as ervas e ferva em fogo alto. Depois que ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 1
hora. Coe o caldo e o congele em forminhas, para usar quando precisar.

CALDO VERDE
6 batatas médias descascadas (cortadas em quatro)
2 tabletes de caldo de legumes
1,5 litro de água (fervente)
1 maço de couve manteiga (cortada bem fina)
4 colheres de sopa de azeite

Dissolva os tabletes de caldo de legumes na água fervente e cozinhe por 30 minutos. Retire, passe pela peneira e
volte ao fogo. Quando ferver junte a couve, abaixe o fogo e deixe por mais 10 minutos. Adicione o azeite e sirva a
seguir.

CANELONE ESPECIAL DE INVERNO
1 massa de pastel
500g de mussarela fatiada
200g de gorgonzola
3 tomates maduros picados em cubos
2 xícaras de molho à bolonhesa
2 xícara de pinhão cozido e descascado, picado em rodelas
Temperos aromáticos (cebolinha, salsinha, pimenta do reino)

Misture o gorgonzola, o pinhão picado, os tomates e os temperos aromáticos. Abra a massa de pastel e forre com as
fatias de mussarela. Recheie com a mistura, enrole e corte os canelones. Coloque-os na assadeira, regue com o
molho e leve ao forno por cerca de meia hora.

CANJA
1/3 xícara de cebola ralada
3 colheres de sopa de salsa
1 xícara de cogumelos fatiados
sal e pimenta a gosto
Caldo de legumes em cubinho
2 xícaras de arroz

Numa panela grande, ferva 12 xícaras de água e adicione o caldo concentrado de sua preferência.

29
Deixe ferver por 5 a 10 minutos, adicione 2 xícaras de arroz branco e deixe cozinhar.
Antes de servir, adicione suco de limão.

CASSEROLE DE BATATA E REPOLHO
1,5 Kg de batatas cozidas e amassadas
500g de repolho picado
2 cebolas picadas
2 dentes de alho picadinhos
2 colheres de sopa de óleo
sal e pimenta a gosto

Cozinhe as batatas e amasse-as. Numa panela separada, salteie a ceola em óleo, adicione o repolho e abafe,
cozinhando até o repolho ficar macio.
Tire do fogo e misture com as batatas e temperos. Despeje na caçarola (assadeira) e asse a 180° C por 20 minutos.
Sirva.

CEBOLAS COM MOLHO DE CHURRASCO
2 cebola médias, fatiadas em anéis
1/4 xícara de caldo de legumes
1/2 xícara de molho de churrasco vegan

Salteie as cebolas no caldo, numa panela grande em fogo médio/alto por 8 minutos. Adicione molho de churrasco e
aqueça por mais 2 minutos. Sirva quente.

CEBOLAS RECHEADAS
½ copo de leite desnatado
1 copo de suco de tomates
4 cebolas médias
pimenta-do-reino
1 ovo cozido
1 torrada
sal

Descascar as cebolas e cozinhar na água fervente durante 15 minutos. Retirar parte da polpa com uma colherinha,
transformando-as em tigelinhas. Rechear com a seguinte mistura: amassar o ovo cozido e misturar a torrada
molhada no leite e esmigalhada. Temperar com sal, pimenta e adicionar aos poucos o suco de tomates. Colocar
tudo num pirex e levar ao forno quente durante ½ hora. Se o suco for demais para o recheio. despejar no pirex a
quantidade que restar.

CEBOLA RECHEADA COM CREME DE RICOTA
12 cebolas pequenas (escolha as menores)
6 colheres de sopa de ricota peneirada
½ maço pequeno de ervas frescas (salsinha, cebolinha, tomilho)
1 colher de sopa de creme de creme de leite light
sal e noz-moscada em pó a gosto

Ligue o forno à temperatura média. Descasque as cebolas e com uma faca pequena retire o miolo, pique-o e
coloque numa tigela. Misture a ricota, as ervas, o creme de leite, o sal e a noz-moscada. Distribua o recheio nas
cebolas e disponha-as numa assadeira. Leve ao forno por 10 minutos, ou até a cebola dourar. Retire do forno.

CEBOLITOS
Aproximadamente 1 Kg de farinha de trigo (até dar o ponto de enrolar)
50 g de fermento para pão
1 xícara de chá de água morna
2 xícaras de chá mal cheias de óleo
2 cebolas médias picadas
2 pimentas dedo-de-moça picadas
sal a gosto (+/- 1 colher de sopa)

Dissolver o fermento na água morna, juntar os outros ingredientes e sovar bem a massa. Enrolar palitinhos e
colocar em uma forma. Assar em forno médio +/- 1 hora. Quando perceber que os palitinhos estão dourados por
baixo, vire-os com a ajuda de um garfo e cuidado para não se queimar. Não precisa deixar crescer e nem untar a
forma.
Dica: troque as cebolas e as pimentas por gergelim a gosto (+/- 1 xic de chá).

CENOURA COM ERVAS
500 g de cenoura em rodelas finas
½ tablete de caldo de legumes
3 colheres de sopa de água
¼ de colher de chá de alecrim seco
½ colheres de sopa de hortelã picada
30
sal a gosto
¼ de colher de chá de manjericão seco
1 colher de sopa de cebolinha verde picada

Coloque a cenoura em uma fôrma refratária grande. À parte, misture os demias ingredientes e espalhe sobre a
cenoura. Mexa bem, tampe e leve ao microondas em potência alta por 6 a 9 minutos, ou até que a cenoura esteja
cozida. Mexa 2 vezes durante o cozimento.

CHARUTOS DE REPOLHO COM RECHEIO TRADICIONAL
1 cebola
3 tomates
1/2 xícara de chá de arroz lavado e escorrido
1 xícara de chá de carne de soja hidratada, temperada e frita
1 colher de sopa (rasa) de farinha de trigo
1 colher de sopa de sal
Cheiro verde a gosto
1 colher de sopa de hortelã seca
10 folhas de repolho
1 colher de sopa de manteiga
2 dentes de alho
1 l de água fervente
1 colher de sopa de sal

Pique a cebola, 2 tomates e misture com o arroz cru, a carne de soja, a farinha de trigo, o sal, o cheiro verde e a
hortelã. Não cozinhe.
Lave as folhas do repolho, uma a uma e passe em água fervente.
Tire da água e coloque a mistura de arroz e carne de soja dentro delas.
Enrole cada folha com cuidado, fazendo rolinhos.
Coloque os rolinhos em camadas dentro de uma panela, bem juntos para não abrirem no cozimento. Nos rolinhos
superiores, espete um palito de dente.
Acrescente a manteiga, os dentes de alho, o tomate restante picado, despeje água fervente com sal o sobre eles e
deixe cozinhar até o arroz ficar macio (cerca de 40 minutos, aproximadamente). Sirva quente.

CHILI FACÍLIMO
2 vidros de molho Chilli Uncle Ben’s, ou 2 vidros de molho para pizza temperados com 1 colher de sopa de Tempero
para Tacos (ver receita em Receitas de Molhos)
1 lata de feijão preto, escorrido e enxaguado
1 lata de milho verde escorrido
Doritos

Coloque o molho, o feijão preto e o milho numa panela e aqueça bem. Adicione coberturas a gosto, como queijo,
cebola, creme de leite, o que desejar.
Sirva com os Doritos ou tortillas caseiras.

CHUCHU REFOGADO
2 chuchus médios
2 dentes de alho bem socados
1 cebola pequena ralada ou picada bem fininho
Sal e pimenta do reino
Azeite de oliva
Vinagre
Opcionais: Pimentão, cenoura em cubinhos, batata em cubinhos.

Cozinhe o chuchu e os outros legumes escolhido em água com sal. Escorra e refogue muito bem em azeite de oliva
com o alho e a cebola. Deixe esfriar. Tempere com pimenta do reino e vinagre e sirva como salada.

CHIPA
2 xícaras de chá de polvilho azedo
1 xícara de chá de água fervente
1 xícara de chá de óleo quente
sal a gosto
2 xícaras de chá de queijo ralado
4 ovos

Coloque o polvilho numa vasilha, junte a água fervente aos poucos, mais o óleo e o sal, mexendo com uma colher
de pau. Em seguida adicione o queijo ralado e os ovos, um a um, mexendo bem até dar liga e formar uma massa
consistente. Faça discos de mais ou menos três cm de diâmetro e no máximo dois cm de altura (se forem grandes,
dificulta na hora de assar) e leve para assar por 15 ou 20 minutos. Não se esqueça de untar a forma.
(tempo de preparo: 30 minutos - 6 porções)

CONSOMÊ DE BOLINHAS DE QUEIJO

31
1 Litro de caldo de legumes
4 gemas cruas
200 g de queijo parmesão ralado fino

Coloque as gemas passadas por peneira em uma vasilha. Junte o parmesão até o ponto de enrolar.
Faça bolinhas bem pequenas. Leve ao freezer e reservar. Quase na hora de servir, aqueça o caldo. Quando este
ferver, acrescente as bolinhas e cozinhe por 5 minutos. Sirva imediatamente.

CONSOMÊ ROSADO
2 xícaras de chá de leite
1 receita de caldo de legumes
2 colheres de sopa rasas de creme de arroz
1 beterraba (cozida com casca em água e sal)

Dissolva o creme de arroz no leite frio e misture-o no caldo bem quente. Mexa até ferver e engrossar, durante 6 a 8
minutos. Desligue o fogo. Descasque a beterraba e corte-a ao meio. Coloque-a no consomê e mexa durante 2 ou 3
minutos até que o caldo fique em um tom rosado claro. Retire a beterraba e sirva o consomê em xícaras próprias
(de duas alças).

COQUETEL DE ALMEIRÃO OU CHICÓRIA
1 xícara de chá de suco de grapefruit
2 xícaras de chá de almeirão ou chicória (medida com as folhas bem apertadas
1 colherinha de caldo de limão
1 ½ xícara de chá de gelo picado

Ponha todos os ingredientes no copo do liquidificador. Tampe-o. Ligue-o e deixe rodar 3 minutos, para que fique
bem misturado e triturado. Sirva em seguida, em cálices de coquetel, é um ótimo aperitivo.

COUVE-FLOR AO ALHO E ÓLEO
2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
4 colheres de sopa de azeite de oliva
2 colheres de sopa de alecrim
4 dentes de alho cortado em lâminas
sal e pimenta-do-reino branca
1 couve-flor pequena

Lavar a couve-flor, separar as flores e os talos mais macios e colocar numa panela. Juntar 1 litro de água, o sal e
levar ao fogo até a couve-flor fica al dente. Retirar do fogo, escorrer a água e dispor a couve-flor em uma saladeira.
Colocar em uma panela o azeite de oliva, o alho, o vinagre, o alecrim, o sal e a pimenta-do-reino. Misturar bem e
levar ao fogo, sem parar de mexer, até o alho fritar. Retirar do fogo, regar a couve-flor e levar à geladeira por 2
horas, ou até gelar.

COUVE-FLOR RECHEADA
1 couve-flor média, inteira e limpa
300g de mussarela fatiada
2 colheres de sopa de margarina
1 cebola média bem picada
1 xícara de legumes a gosto picados
1 copo pequeno de requeijão
1 lata de creme de leite
sal a gosto

Numa panela, cozinhe a couve-flor inteira em água e sal. Escorra e coloque numa fôrma refratária untada, com
28cm de diâmetro.
Abra cada fatia de queijo, recheie com um pouco dos legumes picados, enrole-a firme e corte o canudinho ao meio,
e coloque entre as flores da couve-flor, sem deixar falhas. Reserve.
Numa panela média derreta a margarina e doure a cebola.
Acresente o requeijão mexendo bem, junte o creme de leite e aqueça bem. Tempere com sal a gosto.
Despeje sobre a couve-flor recheada e leve ao forno quente para gratinar.

COXINHA DE MILHO E QUEIJOS
2 a 3 xícaras de farinha de trigo
½ litro de leite
100g de Margarina sem sal
½ lata de milho verde (batido no liquidificador com um pouco de água)
4 colheres de sopa de creme de milho
1 colher de sopa de cheiro-verde picadinho
sal a gosto.
Recheio
1 xícara de chá de requeijão cremoso
½ lata de milho verde (refogado)

32
1 xícara de chá deprovolone ralado (bem fininho)
orégano a gosto.

Recheio: Misture todos os ingredientes do recheio e reserve.
Massa: Leve todos os ingredientes da massa ao fogo deixando até dar o ponto de fervura. Misture toda a farinha de
trigo, mexa rapidamente até que se solte do fundo da panela. Deixe esfriar. Modele as coxinhas e recheie. Passe-as
no ovo (já batido) e na farinha de rosca, em seguida frite-as no óleo bem quente.

CREME DE AZEITONA
1 copo de azeitona preta sem caroço
2 copos de ricota
200 ml de creme de leite fresco ou de caixinha

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até ficar uma mistura cremosa.
Fica ótimo com saladas, torradas, pão italiano ou biscoitos salgados.

CREME DE ERVILHA
2 xícaras ervilhas
2 xícaras de água
2 colheres de sopa azeite
1 cebola ralada
sal a gosto
1 alho-poró

Fritar levemente a cebola no azeite, acrescentar a ervilha. um pouco de sal e a água. Levar ao fogo e, depois que
ferver, tampar e deixar em fogo baixo por 30 minutos. Caso use panela de pressão, o tempo de preparo é reduzido
à metade. Depois que as ervilhas estiverem macias, bater no liquidificador e servir. Pode enfeitar com alho-poró
cortado em fatias bem finas.

CREME DE ESPINAFRE
1 maço de espinafre
2 colheres de sopa de manteiga
½ cebola picada
2 copos de leite
1 colher de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de creme de elite
½ tablete de caldo de legumes

Lave bem as folhas de espinafre. Reserve.
Numa panela coloque a cebola para dourar na manteiga, refogue o espinafre. Em seguida o tablete de caldo de
legumes. Junte o leite e a farinha, aos poucos vá misturando com o espinafre já refogado, até formar um creme.

CREME DE GRÃO-DE-BICO
1 prato de grão-de-bico cozido e amassado como purê
3 colheres de sopa de óleo de gergelim
2 dentes de alho amassados
1 colher de chá de sal
salsa picadinha
1 limão

Misture o purê de grão de bico com o óleo, o caldo de limão, o alho socado, o sal e a salsa.

CREME DE MILHO VERDE
200 g de milho verde
8g de amido de milho (maisena)
240ml de leite de soja
20g de manteiga
1g de sal

Numa frigideira, refoga metade do milho verde na manteiga com o sal. Coloca o resto do milho, o leite de soja e a
maisena no liquidificador. Depois de batido, junta na panela com o milho refogado e deixa cozinhar em fogo baixo.

CROISSANT
4 1/3 xícaras de chá de farinha de trigo
1 ½ xícara de chá de manteiga ou margarina
¾ xícara de chá de leite quente
½ xícara de chá de água morna
¼ xícara de chá de açúcar
1 colher de chá de sal
2 tabletes de fermento para pão
1 ovo para pincelar

33
Pasta: Bata a manteiga com 1/3 de farinha. Coloque entre duas folhas de papel alumínio e abra, formando um
retângulo. Leve à geladeira por 1 hora (até endurecer).
Massa: Em um recipiente, esfarele o fermento e junte o sal. Misture até ficar líquido. Adicione a água morna e
reserve. Em uma vasilha, coloque a farinha (reserve um pouco), o açúcar, o fermento reservado e o leite quente.
Misture sobre uma superfície lisa e abra com auxílio do rolo. Sobre a massa, coloque a pasta. Dobre e torne a abrir
com o rolo (repita duas vezes), sempre polvilhando a farinha reservada. Modele o croissant cortando a massa em
triângulos e enrolando em direção a uma das pontas. Ponha em assadeira (curve as pontas para o centro). Pincele
com a gema de ovo. Deixe dobrar de volume. Leve ao forno pré-aquecido por 15 minutos ou até dourar.

CROQUETE DE ARROZ
4 xícaras de chá de arroz cozido
3 ovos
1 xícara de chá de queijo ralado
sal e pimenta do reino a gosto
óleo para fritar

Bata o arroz e os ovos no liquidificador, até virar uma massa que dê para enrolar e depois coloque em uma vasilha.
Acrescente o queijo, o sal e a pimenta-do-reino. Enrole os bolinhos e coloque para fritar em óleo bem quente.

CROQUETES DE MILHO VERDE
1 lata de milho verde
3 gemas
5 colheres de queijo ralado
2 copos de leite
12 colheres de farinha de trigo
2 colheres de manteiga

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Leve ao fogo e deixe cozinhar até soltar do fundo da panela. Esfrie e
enrole. Recheie com milho. Se gostar, passe no ovo e na farinha de rosca e frite.

34
LETRA D

DAMASCO COM CREAM CHEESE – Receita Tradicional Natalina
300g de damasco seco
100g de cream cheese light
3 colheres de sopa de semente de papoula.

Segure o damasco na mão e faça um corte horizontal, até a metade do damasco, quase separando em duas fatias.
Repita a operação com todos os damascos.
Recheie os damascos com cream cheese e aperte levemente para retirar o excesso. Passe a faca na borda, alisando
a superfície.
Coloque a semente de papoula num prato. Passe a parte do queijo nas sementes de papoula, e aperte ligeiramente
para que grudem. Distribua os damascos recheados num prato, de maneira harmoniosa.

DHAL (sopa de lentilhas)
Um tipo de sopa, feito de diferentes leguminosas tais como ervilhas, lentilhas, mung dhal (minúsculo feijão
de cor verde), urad dhal (minúsculo feijão de cor amarela), etc. Deve ser bebido numa caneca ou numa pequena
tigela.

1 xícara de ervilhas
2 batatas médias
1 colherinha de curry
1 colherinha de pimenta-do-reino
Manteiga, margarina (conforme preferência) ou mesmo azeite
Sal

Deixar as ervilhas de molho durante a noite. Cozinhar com sal a gosto. Cozinhar as batatas. Quando estiverem
cozidas juntar às ervilhas e passar no liquidificador, adicionando água até ficar com a consistência de uma
sopa. Numa frigideira, derreter uma colher de sopa de manteiga, fritar o curry e a pimenta-do-reino. Despejar
na panela com a sopa, adicionar um pouco de água se necessário e deixar em fogo brando até ferver.
Servir quente.

DJITSU CREAM
3 tomates
4 colheres de sopa de água
Suco de ½ limão
12 azeitonas pretas sem caroço
1/3 de xícara de salsa fresca
1 cebola

Bata tudo junto e sirva. O sabor dessa sopa é intenso. Se adicionar menos água, pode ser servida como molho
(dip).

35
LETRA E

EMPADA DE LIQUIDIFICADOR
50 g de queijo ralado
5 ovos
1 xícara de chá de leite
1 xícara de chá de óleo
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de fermento em pó
2 xícaras de chá de farinha de trigo

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Coloque um pouco de massa no tabuleiro ou nas forminhas de empada,
por cima, o recheio, que poderá ser ao seu gosto e por cima, coloque mais um pouco da massa para a tampa. Leve
ao forno médio por 20 minutos ou até dourar.

Sugestão de recheio: Escarola
1 maço de escarola cozida e refogada com temperos a gosto
1/2 xícara de ricota amassada
3 colheres de sopa de iogurte
3 colheres de sopa de requeijão cremoso

Misture tudo e recheie as empadinhas. Tampe-as e leve para assar.

EMPADA DE PALMITO
½ Kg farinha de trigo
250 g de gordura vegetal
2 ovos
Sal a gosto

Derreta um pouco a gordura. Bata os ovos. Misture tudo com os dedos, sem amassar. Forre as forminhas com 2/3
dessa massa. Ponha o recheio de palmito e cubra com a outra parte da massa, apertando bem dos lados. Pincele
com 1 gema batida e asse em forno quente por 20 minutos ou até ficarem douradas. Deixe esfriar e remova-as com
cuidado para não quebrarem.
Recheio: Cozinhe umas cenouras bem picadinhas; refogue um palmito picadinho com cebola, alho, tomate,
pimentão picadinho. Ponha 1 colher de farinha de trigo ou maizena diluída no leite. Por fim, azeitonas picadas.
Misture tudo e recheie as empadas.

EMPADÃO DE QUEIJO
200 g de farinha de trigo
7 colher de sopa de manteiga ou margarina
1 ovo
1 colher de chá de sal
Cobertura
2 xícaras de chá de queijo parmesão ralado ou 1 xícara de chá de parmesão ralado e 1 xícara de chá de queijo-de-
minas, picado (conserve o soro)
1 xícara de chá de leite
1 colher de sopa de manteiga derretida
3 ovos
2 colheres de sopa de salsa e cebolinha verde, picadas ou de manjericão picado

Misture bem todos os ingredientes em uma vasilha, envolva-a em filme plástico leve à geladeira por cerca de 30
minutos. Retire da geladeira e, sobre um tampo ou superfície enfarinhada e com um rolo também enfarinhado, abra
a massa em espessura não muito fina (cerca de 3 mm).
Disponha em fôrma de fundo falso (de 23 cm de diâmetro), sem untar. Para se ter um fundo de torta mais seco,
pré-asse a massa por aproximadamente 15 minutos, em forno moderado, cobrindo o fundo com papel-manteiga e
grãos de feijão.
Retire os feijões e o papel.
No liquidificador, bata todos os ingredientes do recheio e despeje sobre o fundo pré-assado e leve ao forno
preaquecido (moderado) até o recheio consolidar e dourar (cerca de 30 minutos).
Dica: Se não quiser que o recheio fique esverdeado, bata o recheio e somente depois misture o cheiro verde ou o
manjericão picados.
Observação: A torta acima pode ser preparada em formato de empadinhas (para servir como salgadinho em festas
ou acompanhamento para aperitivos) abrindo-se a massa mais fina, com rendimento de cerca de 30 unidades
(dependendo do tamanho das forminhas). Rende 6 porções

ESCAROLA REFOGADA
1 colher de sopa de óleo
1 dente de alho amassado
½ colher de sopa de Fondor Maggi
1 pé de escarola lavado e picado bem fino

36
Aqueça o óleo em uma panela grande e frite ligeiramente o alho.
Adicione o fondor e a escarola picada. Refogue por cerca de 3 minutos, até a escarola murchar um pouco.
Desligue e sirva a seguir. Bom apetite.

ESPETINHOS COLORIDOS
400 g de tomate cereja
1 vidro de 320 g de mini milho em conserva
1 vidro de 320 g de cornichons em conserva
1 vidro de 320 g de cebolinha em conserva
Palitos para os espetinhos um pouco maiores que os de dentes
40 folhinhas de manjericão fresco
8 colheres de sopa de azeite
4 colheres de sopa de vinagre balsâmico
1 colher de chá de mel
2 colheres de chá de sal

Corte os tomates ao meio no sentido do comprimento, os mini milhos e os cornichons em rodelas de
aproximadamente 1,5 cm, escorra as cebolinhas e lave as folhinhas pequenas de manjericão ou corte-as em
pedaços do tamanho dos tomates Akemi cortados.
Faça os espetinhos colocando antes 1 metade de tomate Akemi, a folha de manjericão, a cebolinha, o cornichon e o
mini milho.
Faça o tempero batendo bem o vinagre, o mel, o azeite e o sal. Tempere e coloque numa molheira.
Sirva os espetinhos como aperitivo com o molho à parte.
Dica: Cornichons são aqueles pepinos pequenininhos que podemos encontrar em conserva e embandejados.

ESPINAFRE CREMOSO
1 maço de espinafre
2 colheres de sopa de margarina
2 colheres de sopa de farinha de trigo
1/2 xícara chá de leite
Sal a gosto
Pimenta do reino a gosto
1/2 lata de creme de leite
Queijo parmesão a gosto

Limpe, lave o espinafre e coloque-o em uma panela tampada. Leve ao fogo até murchar.
Espere esfriar, esprema com as mãos para soltar a aguá e pique. Reserve.
Na mesma panela, derreta a margarina, junte a farinhas de trigo e mexa até dourar. Retire do fogo e adicione o
leite, aos poucos, mexendo para não enpelotar volte ao fogo. Tempere com sal e pimenta do reino.
Junte o espinafre reservado e o creme de leite, mexa bem retire do fogo antes que ferva. Coloque em uma travessa
e polvilhe com queijo. Sirva a seguir.

37
LETRA F

FAINÁ À ARGENTINA
250 g de farinha de grão-de-bico
700 ml de água
1/2 xícara de chá de azeite
1 colher de café de sal

Misturar a farinha de grão de bico com a água, mexendo continuamente com colher de pau para que não se formem
bolinhas. Deixar repousar 1 hora. Acrescentar então o azeite e o sal sem deixar de mexer para obter uma mistura
bem emulsionada. Despejar numa assadeira bem untada com azeite. Formar uma capa de 1 cm. de espessura.
Cozinhar em forno médio até que comece a corar. Pode-se comer fria ou quente.
Esta é uma receita típica da culinária argentina.

FALSO CAMARÃO
2 colheres de sopa de óleo de soja
2 unidade de cebola picada
9 folha de louro
6 unidade de tomate grande
1 unidade de gema de ovo
100 g de queijo ralado
quanto baste de sal
quanto baste de pimenta-do-reino branca moída
1 xícara de chá de miolo de pão amolecido

No óleo, junte a cebola, o louro, os tomates até amolecerem. Adicione o pão amolecido no leite e tire as folhas de
louro. Passe tudo no liquidificador. Acrescente a gema, o queijo ralado o sal e a pimenta, voltando ao fogo para
ferver.
Dica: Ótima opção para recheio de tortas, empadas, pastéis, etc.

FALSO CARANGUEJO
1 jaca bem verde
Temperos a gosto
Leite de coco e dendê
cheiro verde

Passar óleo na mão e na faca. Descascar a jaca. Ralar em tirinhas e refogar em seguida com todos os temperos
para não escurecer.
Moqueca: Depois de refogados, acrescentar leite de coco e dendê. Colocar cheiro verde no final do cozimento.

FALSO CAVIAR
450g de feijão fradinho cozido
1 tomate médio picado
1 colher de chá de alho esmagado
4 cebolinhas verdes picadas
½ pimentão verde picado miúdo
¼ xícara de coentro picado
½ colheres de sopa de molho de pimenta
sal a gosto

Misture o feijão, tomate, cebolinha, alho, pimentão verde, coentro, molho de pimenta, sal e pimenta do reino numa
saladeira. Mexa bem, cubra e leve à geladeira por 24 h antes de servir.

FARINHA DE GRÃO-DE-BICO
Grãos-de-bico crus sem lavar

É possível fazer uma farinha razoável de grão-de-bico no processador de alimentos. Use os grãos secos. No começo,
parecerá que você está processando esferas de rolamento, de tão duros que são os grãos-de-bico.
Deixe processar até pulverizar completamente, se desejar somente a farinha, ou pare de processar um pouco antes
de processar completamente. Nesse caso, você terá a farinha e também flocos de grão-de-bico, bons para fazer
polenta. Basta peneirá-los para separar os dois.
A farinha de grão-de-bico pode ser adicionada a farinhas de cereais para fornecer aminoácidos e fibras suficientes
para o organismo. Você também pode fazer farinha de outras leguminosas ou adicionar castanhas cruas. Esta última
é tradicional na Itália e enriquece bastante o sabor dos pratos, inclusive os salgados.

FARINHA DE SOJA
Soja em grãos escolhidos e sem lavar.

Adicionar a soja em água fervente, conforme descrito para o extrato de soja "leite de soja", e cozinhar por cinco
minutos.
Escorrer bem os grãos e colocá-los para secar sobre um pano de algodão limpo e seco ou sobre papel toalha, por
38
cerca de uma hora.
Torrar os grãos, no forno em fogo baixo por cerca de uma hora, mexendo sempre com o auxílio de colher de pau
(como para torrar amendoim).
Triturar os grãos torrados no liquidificador ou em máquina de moer carne.
Peneirar a farinha obtida, utilizando uma peneira fina e, guardá-la em vasilha seca e tampada.

FAROFA
1 xícara de trigo para quibe, hidratado
1 xícara de farelo de aveia
½ xícara de nozes picadas
100g de coco ralado
Raspas da casca de 1 limão
Cebolinha e salsinha picadas
2 pimentas dedo-de-moça bem vermelhas, picadas

Misture tudo e sirva.

FAROFA DE CENOURA
3 cenouras raladas
1 cebola grande ralada
1 lata de milho sem soro
Farinha de mandioca a gosto
Sal a gosto
Azeite ou óleo

Misture as cenouras raladas, a cebola, o milho sem soro e o sal. Em um pirex acrescente a farinha de mandioca na
quantidade desejada e misture. Por último despeje o azeite ou o óleo e mexa até que a farofa fique bem úmida e
soltinha.
É uma delícia.
Dica: Se quiser acrescentar mais alguma coisa, fique à vontade.

FEIJÃO BRANCO COM ALHO
1 xícara de feijão-branco
7 dentes de alho descascados
1 raminho de salsinha
sal a gosto
3 colheres de sopa de óleo
1 tomate grande, sem descascar, cortado em 4
pimenta a gosto
1 1/2 colher de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa, ou a gosto, de páprica

Deixe o feijão de molho. Escorra. Junte 2 dos dentes de alho, a salsinha e 2 colheres (de chá) de sal. Cozinhe até
que o feijão esteja macio. Retire a salsinha e o alho. Aqueça o óleo e junte o tomate e mais 2 dentes de alho.
Cozinhe sobre fogo alto, até que engrosse ligeiramente. Salpique com sal e pimenta. Retire o alho e adicione a
farinha. Mexa bem. Acrescente um pouco do líquido do cozimento e adicione tudo ao feijão. Amasse alguns feijões
com uma colher e tempere a gosto. Amasse bem o alho restante e acrescente tudo ao feijão, juntamente com a
páprica.

FEIJÃO BRANCO À MEXICANA
500g de feijão branco já cozido
2 tomates grandes picados
2 dentes de alho
1 cebola picada
azeite quanto baste
sal a gosto
salsa a gosto

Faça um refogado com um pouco de azeite, a cebola e alho. Junte o tomate picado. Acrescente o feijão já cozido e
sal a gosto. Deixa cozinhar 5 a 10 minutos e depois salpica com salsa picada. Serve com arroz ou, batata assada.

FEIJÃO FRADINHO COM AZEITE DE DENDÊ
500 g de feijão-fradinho
1 cebola grande
1 ramo de salsa
1/3 de xícara de amendoins torrados
1/3 de xícara de castanhas de caju torradas
2 dentes de alho
¼ de xícara de azeite-de-dendê
sal e pimenta a gosto

39
Coloque o feijão de molho de véspera. Passe na máquina de moer: a cebola, os dentes de alho, os amendoins, as
castanhas e a salsa. Numa panela, frite com azeite-de-dendê os temperos triturados por alguns minutos. Acrescente
o feijão e água, o bastante para cobrir toda a superfície. Cozinhe em fogo lento, até o feijão ficar tenro. Tempere
com sal e pimenta a gosto. Acrescente água, se necessário, durante o cozimento, e mexa de vez em quando, para
evitar que o feijão pegue no fundo da panela.

FEIJOADA VEGETARIANA II
2 xícaras de chá de feijão preto
2 dentes de alhos amassados
cebola picada
2 xícaras de chá de cenoura (picada grande)
1 xícara de chá de chuchu (picado grande)
2 xícaras de chá de berinjela desidratada (picada grande)
1 xícara de chá de ervilha fresca
pimentão vermelho (picado grande)
2 xícaras de chá de carne de soja em pedaços grandes
1 xícara de chá de cebolinha verde picada
3 colheres de sopa de salsinha
4 folhas de louro
3 colheres de sopa de sopa de azeite de oliva
sal marinho a gosto

Lave bem o feijão esfregando-o entre as mãos em água corrente.
Deixe-o de molho à noite ou no mínimo 2 horas. Depois jogue fora essa água, pois nela ficam substâncias que
provocam gases no processo digestivo do feijão.
Ponha para cozinhar em 1,5 litro de água em panela de pressão por aproximadamente 15 minutos ou até ficarem
meio macios (pois será cozido ainda mais tempo em panela aberta), reserve.
Em outra panela frite o alho no azeite até dourar e em seguida coloque a cebola e deixe refogar até amolecer, na
seqüência acrescente a cenoura e o chuchu e continue refogando até ficarem um pouco macios, nesse ponto junte a
berinjela, a ervilha e o pimentão, ponha um pouco de sal e continue refogando por mais 4 minutos.
Agora junte este refogado ao feijão e coloque a carne de soja (preparada), a cebolinha, a salsinha, o louro e acerte
o ponto do sal. Cozinhe (sem pressão) mais 20 minutos ou até o feijão ficar macio e o caldo engrossar.
Está pronto para servir, sirva com couve refogada.

FONDUE DE QUEIJO LIGHT
1 dente de alho
1 xícara de chá de caldo de legumes (200ml)
1 xícara de chá de vinho branco (200ml)
1 pote grande de queijo cottage (400g)
200g de queijo prato light
1 colher de chá de amido de milho
1 colher de chá de sal
6 pães franceses cortados em cubos grandes

Esfregue o alho no fundo de uma panela de fondue. Bata no liquidificador o caldo de legumes, o vinho, o queijo
cottage, o queijo prato e o amido. Leve ao fogo baixo até encorpar. Passe para o réchaud. Espete os cubos de pão
em garfinhos próprios para fondue e passe no creme. Saboreie.

FONDUE DE QUEIJO NO PÃO ITALIANO
1 pão italiano (redondo)
1 copo de requeijão
200 g de queijo mussarela ralado
200 g de queijo gorgonzola picado
200 g de queijo provolone ralado
1/2 lata de creme de leite sem o soro.

Abra uma "tampa" na parte superior do pão italiano, guarde-a e retire quase todo o miolo do pão.
Em um recipiente, misture bem todos os queijos, requeijão e creme de leite.
Coloque a mistura de queijos, "tampe" o pão, enrole-o em papel alumínio, bem apertado e leve ao forno médio,
pré-aquecido por cerca de 30 a 40 minutos. Retire do forno e com cuidado, remova o papel.
Sirva a fondue com a própria tampa e com outros pedaços de pães, previamente cortados em cubos ou até mesmo
pedaços "rasgados" de pão. Aos poucos vá quebrando o pão italiano. Saboreie com um bom vinho.
Os tipos de queijos podem ser substituídos por queijos mais suaves, caso o paladar não aprecie os de sabor
acentuado.

FRIGIDEIRA DE ARROZ
1 repolho médio em tiras
3 xícaras de chá de arroz cozido
1 lata de molho de tomate
2 xícaras de chá de mussarela ralada grossa
3 ovos

40
1 colher de sopa de salsinha picada
1 colher de chá de orégano
1 colher de sopa de queijo parmesão ralado

Afervente o repolho em água e sal, por alguns minutos. Escorra bem e reserve. Unte com manteiga uma frigideira
funda e coloque uma camada de repolho, metade do arroz, metade do molho pronto de tomate e metade da
mussarela. Repita as camadas até terminar tudo. Bata no liquidificador os ovos, sal, salsinha, orégano e o queijo
ralado. Despeje na frigideira e leve ao fogo baixo por 15 minutos. Sirva acompanhado de uma boa salada.

FRITADA DE CEBOLAS ROXAS
1 cebola roxa em meias-luas
1 ovo
Sal
Azeite puro de oliva

Frite a cebola em pouco azeite, até dourá-la bem. Tire-a da frigideira e, no mesmo óleo, faça um ovo mexido com
sal a gosto. Depois misture os dois e dê uma salteada para pegar o sabor. Sirva imediatamente.

FRITADA AOS TRÊS QUEIJOS
3 ovos
½ xícara de chá de queijo mussarela picado
5 colheres de sopa de queijo gorgonzola amassado
½ xícara de chá de queijo parmesão ralado
½ maço de cebolinha verde picada
1 colher de chá de molho de pimenta tabasco
1 colher de sopa de manteiga
sal a gosto

Ligue o forno à temperatura média. Bata os ovos em uma tigela com um batedor manual por 2 minutos. Junte o
queijo mussarela, gorgonzola e parmesão, a cebolinha, o molho de pimenta e o sal. Misture e reserve. Unte com a
manteiga uma frigideira própria para ir ao forno, de 25cm de diâmetro. Despeje a mistura e cubra com papel-
alumínio. Leve ao forno por 15 minutos, ou até a fritada ficar firme. Retire do forno, elimine o papel-alumínio e volte
ao forno por mais 10 minutos, ou até dourar. Retire do forno e sirva em seguida.

FRITADA CHINESA
½ maço de brócolis
¼ de repolho
1 cenoura
1 aipo
1 colher de sopa de óleo vegetal
Sal

Retire as folhas do brócolis e ferva-as durante dois minutos em água. Corte o repolho em fatias grossas, a cenoura
em fatias finas e o aipo. Numa frigideira grande aqueça o óleo e junte todos os ingredientes. Mexa constantemente
e deixe o fogo baixo. Cozinhe por cinco minutos e sirva com arroz.

41
LETRA G

GRÃO-DE-BICO EXÓTICO
300g de grão-de-bico
1 pimentão verde
1 colher de chá de gengibre ralado
2 colheres de chá de sementes de cominho
2 colheres de sopa de manteiga clarificada
2 pimentas frescas picadas ou amassadas

Deixe o grão-de-bico de molho de um dia para o outro. Cozinhe durante 20 minutos em panela de pressão, escorra
e, numa panela à parte, coloque o manteiga clarificada para derreter em fogo brando. Adicione o grão-de-bico e
deixe refogar um pouco, depois junte o pimentão e as pimentas picadas. Refogue por 10 minutos, mexendo
sempre. Junte os demais ingredientes e acrescente água até ter um refogado consistente.

GRÃO-DE-BICO À MODA INDIANA
2 colheres de óleo
1 xícara de cebola picada
½ xícara de pimentão vermelho picado
½ xícara de pimentão verde picado
3 dentes de alho amassados
1 colher de chá de gengibre ralado
1 colher de sopa de curry
500 g de tomates sem pele
500 g de grão-de-bico cozido (deixar de molho na véspera e cozinhar na panela de pressão)
150 g de folhas de espinafre
2 xícaras de couve-flor cozida no vapor
¼ colher de chá de sal
¼ colher de chá de sal de pimenta Caiena

Refogue a cebola, o alho e o gengibre no óleo durante 2 minutos. Junte o curry e refogue mais 3 minutos,
mexendo.
Junte os tomates e deixe cozinhar até quase ficarem desmanchados. Junte os pimentões e tempere com sal e
pimenta Caiena. Acrescente o grão-de-bico cozido e o espinafre, mexendo. Coloque a couve-flor por cima. Cubra e
deixe cozinhar no vapor durante 10 minutos, ou até que a couve-flor fique macia.
Obs.: Fica mais bonito se cozinhar diretamente em uma panela que possa ir à mesa, pois a couve-flor branca sobre
o ensopado faz um contraste bonito. Servir acompanhado de arroz branco.

GRATINADO DE ABOBRINHA E PALMITO
2 colheres de sopa de margarina
2 dentes de alho picados
1 colher de sopa de farinha de trigo
1,5 Litro de leite
1 pitada de noz-moscada
1 lata de creme de leite
2 abobrinhas cortadas em rodelas grossas
500 g de palmito cortado em rodelas
50 g de queijo parmesão ralado

Em uma panela aqueça a margarina e doure o alho. Dissolva a farinha de trigo em um pouco do leite e acrescente à
panela. Sem parar de mexer, acrescente aos poucos o restante do leite e cozinhe até engrossar. Junte a noz-
moscada e o creme de leite. Desligue o fogo e deixe esfriar um pouco. Em um refratário levemente untado distribua
a abobrinha e o palmito. Cubra com o creme, polvilhe o queijo e leve ao forno preaquecido a 220ºC durante 20
minutos ou até dourar.
Dica: Para variar, substitua a abobrinha por brócolis.

GUACAMOLE
1 abacate grande ou 2 pequenos, maduros
1 colher de sopa de cebola desidratada
½ colher de sopa de sal marinho
2 colheres de sopa de suco de limão

Use um garfo para amasser o abacate com os temperos. Para manter a cor verde, deixe o caroço do abacate
dentro da guacamole.

GUISADO DE FUNCHO
1 funcho cortado em pedaços
4 batatas cortadas em pedaços
1 cebola picada
1 dente de alho picado
grãos de funcho

42
sal e pimenta
azeite

Numa caçarola doure o alho, a cebola e os grãos de funcho. Junte o funcho e as batatas, cubra com água (ou água
do cozimento de legumes) e tempere. Espere que ferva e depois deixe em fogo baixo cerca de meia hora. Este prato
pode ser servido com empadas, almôndegas de cereais ou leguminosas.

43
LETRA H

HAMBÚRGUER DE ABOBRINHA
4 xícaras de chá abobrinha ralada
2 dentes de alho
8 colheres de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa de maionese
industrializada
1 colher (sobremesa) de salsa
Sal a gosto
4 colheres de sopa de óleo

Em uma tigela, misture todos os ingredientes e tempere com sal. Mexa bem. Unte uma frigideira com o óleo,
modele os hambúrgueres com o auxílio de uma concha, como se fosse panqueca, grelhando dos dois lados. Sirva
ainda quente. Nutrientes: Vitaminas A, C e E, Folato, Potássio, Fósforo, Cálcio, Sódio e Magnésio.

HAMBURGUER DE COUVE-FLOR
3 xícaras de couve-flor em florzinha com 1 cm de talo
1/3 xícara de leite
9 fatias de pão de forma, sem casca, esmigalhadas
Queijo parmesão ralado a gosto (opcional)
1 gema
1 ovo

Cozinhar a couve-flor em água fervente até ficar macia. Escorrer e picar bem. Colocar a couve-flor em uma tigela e
juntar com o pão, o leite, o ovo, a gema, e o queijo ralado. Misturar bem e temperar com sal. Formar os
hambúrgueres com ¼ de xícara da mistura. Untar uma frigideira antiaderente e levar ao fogo até esquentar bem.
Fritar os hambúrgueres aos poucos em fogo baixo até dourarem dos dois lados.

HAMBÚRGUER DE SOJA
1 xícara de chá de proteína de soja
2 copos de água morna
1 ovo
quanto baste de sal
2 dentes de alho amassados
7 colheres de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa de cheiro-verde picado
1/2 xícara de chá de cebola ralada
1 colher de café de orégano
quanto baste de pimenta-do-reino branca
quanto baste de cominho

Hidrate a proteína na água morna, por 20 minutos. Escorra toda a água e esprema bem o excesso de água e
misture os demais ingredientes.
Modele os hambúrgueres e frite em um pouco de óleo.

HOMUS
1 xícara de grão-de-bico cozido escorrido
1/3 xícara tahini
Suco de 4 limões
2 dentes de alho

Bata tudo no processador de alimentos.

HOMUS DE AZEITONA PRETA
1 ½ xícara de grão-de-bico cozido
1 colher de água
1/3 de copo de suco de limão
1 colher de chá de sal

Combine todos os ingredientes exceto azeitonas em um processador ou liquidificador. Bata até formar um purê,
adicionando mais água se necessário. Adicione as azeitonas pretas.
Use para petiscos ou como recheio de vegetais (tomates, abobrinhas, berinjelas).

.

44
LETRA I

INHAME FRITO I
É muito mais gostoso do que batata. Faça exatamente como faz com ela: corte em rodelas finas ou palitos, frite em
óleo bem quente e deixe escorrer sobre um papel que absorva a gordura.

INHAME FRITO II
500 g de inhame
2 ovos batidos
Sal a gosto
Óleo a gosto
Farinha de rosca para empanar

Descasque o inhame e cozinhe em água e sal.
Depois de cozido escorre bem, corte em rodelas grossas e em seguida passe nos ovos batidos e na farinha de rosca.
Frite em óleo bem quente.

INHAME SAUTÉ
3 inhames
1 colher de manteiga
Cheiro verde a gosto
Sal a gosto

Ponha os inhames com casca numa panela de vapor com água fervendo, e tampe.
Depois de meia hora espete com o garfo para ver se estão macios.
Assim a casca solta com facilidade, basta puxar que sai inteira.
Depois de cozidos e descascados, corte em rodelas ou pedaços; esquente a manteiga ou azeite numa frigideira;
ponha os inhames, e sobre eles salsão ou cebolinha picadas e sal; mexa rapidamente, baixe fogo e deixe grudar
levemente no fundo para ficar crocante.

45
LETRA J

JILÓ AO FORNO
6 Jilós
cebola
alho
tomate
manteiga
sal
1 ovo
queijo parmesão

Corte o jiló em rodelas. Refogue a manteiga, cebola, alho, tomate, sal. Depois de refogado acresente o ovo e
misture. Depois untar uma forma refratária com manteiga, espalhe a metade da mistura e polvilhe o queijo. Depois
ponha a outra metade e polvilhe. Leve ao forno para gratinar.

JILÓ À MILANESA
12 jilós
3 ovos levemente batidos
1 colher de sopa de orégano
2 xícaras de chá de farinha de rosca
óleo para fritar
sal e pimenta do reino a gosto

Lave os jilós, retire os cabos e corte em rodelas. Misture os ovos, sal, pimenta e orégano, e deixe as fatias de jiló
nesse molho, pelo menos por uma hora. Passe as fatias de jiló na farinha de rosca, novamente nesse molho e
depois mais uma vez na farinha de rosca. Frite em bastante óleo quente até ficarem douradas.

JILÓ COM VINAGRETE
10 jilós grandes ao meio
sal a gosto
folhas de salsão
Vinagrete
2 tomates sem semente picadinhos
1 pimentão verde picadinho
2 colheres de sopa de salsinha picada
3 colheres de sopa de vinagre de maçã
sal a gosto
Molho
1/2 xícara de chá de óleo de girassol
sal e pimenta-do-reino a gosto

Ponha o jiló numa panela com água e sal e leve ao fogo por 10 minutos para cozinhar. Escorra-o e reserve. Numa
tigela, misture os ingredientes do vinagrete, prove os temperos e reserve. Pegue o jiló, um a um, afunde
ligeiramente o miolo e preencha a cavidade com o vinagrete. Ponha um ao lado do outro numa travessa; decore
com folhas de salsão e sirva.

JOELHINHO
Massa
1 copo de leite morno
30g de fermento para pão
1 colher (sopa, rasa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
1/2 copo de óleo
aproximadamente 500g de farinha de trigo
Recheio
Queijo
Carne de soja
Tomate seco

Dissolva o fermento com o açúcar. Coloque o óleo, o leite e todos os ingredientes. Deixe descansar por 15 minutos.
Faça bolinhas pequenas.
Depois, abra a massa e recheie. Enrole como rocambole e pincele com gema. Leve ao forno até dourar.

46
LETRA K

KAFTA
1 xícara de proteína soja temperada
1 ½ xícara de trigo para quibe
Azeite de oliva para fritar

A kafta é semelhante ao quibe frito, porém mais seca, mais dura e de formato diferente.
Misture a soja com o trigo, que deve ter sido deixado de molho por uma hora e meia. Forme rolinhos no formato de
salsichas. Aqueça o azeite de oliva em uma frigideira e coloque a kafta quando o azeite estiver bem quente, fritando
de todos os lados. Ela deve ficar bem tostada e por igual. Sirva com limões partidos

KEDGERBE – receita espanhola
350 g de ervilhas secas
180 g de arroz
50 g de manteiga
sal

Lave as ervilhas e cozinhe-as em água com sal. Lave o arroz e junte às ervilhas, de modo que as ervilhas e o arroz
fiquem bem moles, mas conservando os grãos de arroz inteiros.
Derreta a manteiga numa panela e quando estiver bem derretida, junte a mistura de arroz e ervilhas, mexendo
bem.
Dica: Esta receita também pode ser preparada com lentilhas em vez de ervilhas.

KOUSA BIL BANDORA (Abobrinha com tomates)
1 Kg de abobrinhas pequenas
¼ de xícara de carne moída de soja, hidratada
1 xícara de arroz
Sal, pimenta, canela
4 tomates médios, sem pele e sem sementes, picados
1 lata de molho de tomate
Gordura vegetal

Limpe as abobrinhas. Corte uma das pontas e faça um furo em cada abobrinha, deixando apenas 1 centímetro no
fundo, e removendo as sementes.
Misture a carne de soja, o arroz enxaguado e escorrido, sal quanto baste, pimenta e canela, e 2 colheres de sopa de
cebola finamente picada.
Recheie as abobrinhas com essa mistura. Frite-as em 2 colheres de gordura vegetal até dourar levemente. Adicione
o tomate picado e o molho, e a´gua até cobrir as abobrinhas. Deixe ferver.
Abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por cerca de 30 minutos. Se sobrar algum recheio, adicione ao molho para
cozinhar também. Sirva com pão pita.

47
LETRA L

LANCHE RÁPIDO DE VEGETAIS
1 unidade de abobrinha média
1 unidade de berinjela média
1/2 unidade de pimentão verde em pedaços médios
1 unidade de cebola em pedaços médios
2 colheres de sopa de margarina Qualy Sadia
quanto baste de sal
quanto baste de pimenta-do-reino branca moída
quanto baste de orégano
120 g de mussarela
quanto baste de pão de forma sem casca

Corte a abobrinha em cubos. Coloque em água fervente com azeite e sal por 5 minutos. Descasque a berinjela e
corte em cubos. Para evitar que esta fique escura, deixe de molho em água com vinagre. Em uma panela, coloque a
manteiga para derreter. Em seguida jogue a cebola para dourar. Após, acrescente o pimentão, a abobrinha e a
berinjela. Adicione sal e pimenta à gosto e refoque-os até que estejam macios (preste atenção à berinjela, para que
esta não desmanche) Em uma assadeira untada, espalhe as fatias de pão de forma de maneira a forrar todo o fundo
da mesma. Joque o refogado de vegetais sobre os pães. Polvilhe orégano a gosto e finalize adicionando o queijo.
Coloque para dourar o queijo. Depois é só servir.

LASANHA DE BATATAS
6 batatas grandes, cortadas em fatias de 0,5cm
200g de mussarela fatiada
100g de catupiry (veja patês)
6 tomates fatiados
Orégano
½ xícara de caldo de legumes, bem temperado

Organize as camadas de batatas, mussarela, patê, tomate, orégano, batatas, etc. Regue com caldo de legumes
(cuidado para não ficar encharcado), cubra tudo com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por meia hora, ou
até a batata cozinhar. Sirva quente. Se preferir uma lasanha mais cremosa, pode-se acrescentar creme de leite (ver
substitutos) entre as camadas de batatas. Pode ser servida com molho à bolonhesa (tomate e carne de soja).

LASANHA DE BERINJELA
2 berinjelas
1 tomate
1 pimentão
1 cebola
milho verde, ervilha
azeite
extrato de tomate e orégano

Corte as berinjelas em fatias e frite-as no azeite de oliva ao ponto de ficarem douradinhas. Prepare o recheio com
tempero de tomate, pimentão, cebola e extrato de tomate depois misture ao milho verde e à ervilha. Arrume uma
tigela, ponha um pouco de óleo, coloque alma camada de berinjela fatiada e outra de tempero. Depois cubra com
mais berinjelas. Deixe assar até as berinjelas ficarem meio derretidas.

LEGUMES AO ALHO E ÓLEO
3 cenouras cortadas em rodelas
3 abobrinhas cortadas em rodelas
6 xícaras de florzinhas de brócolis
6 colheres de sopa de azeite
3 dentes de alho espremidos
sal e pimenta do reino a gosto

Sobre uma panela de vapor com água fervente, coloque a cenoura e a abobrinha. Tampe e cozinhe por cerca de 4
minutos, ou até a abobrinha ficar quase macia. Adicione o brócolis e polvilhe com o sal. Tampe e cozinhe por mais 2
minutos, até todos os ingredientes ficarem macios. Em uma panela grande, aqueça o azeite em fogo médio. Junte o
alho e deixe dourar. Adicione os vegetais cozidos e misture bem. Tempere com pimenta e sirva.

LEGUMES EMPANADOS
Massa
1/2 xícara de chá de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 pitada de orégano desidratado
1 colher (sobremesa) de azeite de oliva
1/2 xícara de chá de cerveja
1 clara
Legumes

48
4 buquês de couve-flor
1 cenoura média em palitos
1 berinjela pequena em palitos
1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de farinha de trigo
2 xícaras de chá de óleo de soja para fritar

Massa: peneire numa tigela a farinha de trigo com o sal, adicione o orégano e faça uma cavidade no centro. Junte o
azeite e a cerveja e mexa até obter uma massa homogênea. Cubra a tigela com filme plástico e deixe a massa
descansar, em temperatura ambiente, por 1 hora. Em seguida, incorpore a clara batida em neve e mexa
delicadamente. Reserve.
Lave a couve-flor, coloque-a numa panela com a cenoura e 1 xícara de chá de água fervente e cozinhe por 4
minutos. Retire do fogo, escorra a água e passe os legumes por água fria. Polvilhe-os com sal misturado com a
farinha de trigo. Aqueça o óleo numa panela e mergulhe, aos poucos, os legumes na massa, escorrendo o excesso
na própria panela. Frite-os até dourar a massa. Com uma escumadeira, retire os legumes da panela e coloque-os
sobre toalha de papel. Sirva quente.

LEGUMES GRELHADOS COM QUEIJO COALHO E VINAGRETE
50 g de brócolis
50 g de abóbora
40 g de palmito pupunha
6 tomates cereja
6 cebolas pequenas para conserva
70 g de queijo coalho
1 colher de chá de vinagre balsâmico
1 colher de chá de vinagre de maçã
sal
pimenta
azeite a gosto

Grelhe todos os legumes sem gordura e reserve.
Faça a mesma coisa com o queijo coalho.
Em seguida acrescente os vinagres, o azeite, o sal e a pimenta aos legumes.
Sirva com o queijo coalho grelhado por cima.
Decore com ervas a seu gosto.

LENTILHAS AO FORNO
4 xícaras de lentilhas cozidas
1 xícara de tomate cortado em pedaços
1 xícara de água
1 colher de sopa de óleo
1 cebola picada
alho e sal q. b.

Misture bem todos os ingredientes e coloque num recipiente de ir ao forno. Cozinhe em forno moderado ou mesmo
brando durante 1 hora ou mais.
Tenha o cuidado de colocar água suficiente para que as lentilhas fiquem úmidas durante a cozedura.
Sugestão: Feijão de soja ou feijão vermelho preparados desta maneira são igualmente bons.

49
LETRA M

MAÇÃS RECHEADAS
4 maçãs grandes (golden)
8 damascos secos
100 g de uvas passas
400 ml de suco de maçã sem açúcar

Tire as sementes e faça um pequeno corte no meio das maçãs para que a casca não rache no forno. Coloque-as
numa forma rasa. Pique os damascos, misture com as passas e recheie as maçãs sem o miolo. Regue com o suco e
asse em forno preaquecido a 180º C por 45 minutos.
Dica: Você pode preparar este mesmo prato como uma entrada, bastando substituir o recheio por algo salgado e
picante, de sua preferência. Lembre-se que as maçãs são doces e reduzirão o ardor de recheios mais apimentados,
equilibrando o prato.
Para retirar as sementes, você pode usar uma faca comum ou uma especial para tirar caroço, encontradas nas lojas
especializadas em equipamentos para cozinha.

MACARRÃO – MASSA CASEIRA
3 xícaras de farinha de trigo
Água
1 pitada de sal

Numa tigela, coloque a farinha e o sal, e 1 colher de sopa de azeite. Misture bem, até ficar homogêneo, e vá
acrescentando água aos poucos. Faça uma pasta grossa que dê para sovar com as mãos. Vá acrescentando farinha
até que a massa desgrude das mãos. Abra-a sobre uma superfície enfarinhada, deixando-a bem fininha. Enfarinhe
sua superfície para não grudar. Dobre a massa ou enrole-a e corte, com a faca, em tiras da largura desejada. Muito
cuidado para não comprimir a massa e fazer ela grudar. Cozinhe em água fervendo.

MACARRÃO AO ALHO E ÓLEO
Fetuccini
Alho picadinho
Azeite
Sal
Salsinha
Azeitonas verde picadas

Frita o alho no azeite, coloque salsinha a gosto por ultimo as azeitonas.
Coloque o macarrão na própria frigideira de misture a massa com o ingredientes

MACARRÃO AO MOLHO DE ABÓBORA
1 colher de sopa de óleo
1 cebola média, picada em pedacinhos
1 dente de alho amassado
1 xícara de chá de requeijão cremoso
3 xícaras de chá de abóbora cozida e amassada
250 g de macarrão tipo parafuso cozido al dente
1 xícara de chá de água
1 xícara de de chá de cheiro verde picado
½ xícara de chá de cheiro verde
sal e pimenta-do-reino a gosto

Coloque na panela o óleo e refogue a cebola, o alho, em seguida acrescente a abobora amassada e a água e mexa
bem.
Junte o requeijão, o sal e a pimenta, misture bem e deixe ferver até formar um creme homogêneo. Por último,
junte o cheiro verde, misture bem e desligue o fogo. Numa travessa coloque o macarrão e jogue por cima o molho.
Sirva quente. Rendimento: 05 porções. Tempo de preparo e cozimento: 30 minutos.
Sugestão: o requeijão pode ser substituído por creme de leite

MACARRÃO CABELO DE ANJO AO ALHO E ÓLEO
500 g de macarrão cabelo de anjo
½ xícara de óleo de oliva
3 dentes de alho amassados
6 litros de água fervente
sal e pimenta-do-reino

Fritar o alho no óleo de oliva, em fogo fraco. Enquanto isso, colocar o sal numa panela com água fervente e juntar o
macarrão. Cozinhar; quando pronto, escorrer e reservar ¼ de xícara de água quente. Juntar essa água quente ao
alho, mexer e misturar com o macarrão e a pimenta. Misturar rapidamente e servir.

MACARRÃO COM ESPINAFRE, QUEIJO E ERVAS
500g de macarrão cozido
50
Molho
2 colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem
2 xícaras de espinafre picadinho (só as folhas) lavado
170g de queijo cremoso com alho e ervas

Aqueça o azeite de oliva numa frigideira média em fogo médio a alto. Adicione o espinafre ainda úmido e tampe.
Deixe cozinhar po 1 ou 2 minutos. Junte o queijo cremoso, sal e pimenta a gosto e mexa até o queijo derreter.
Para servir, despeje esse creme sobre a massa.

MACARRÃO COM FEIJÃO PRETO
500g de massa, cozida e escorrida
1 lata de feijão preto (400g) escorrido e enxaguado
2 tomates grandes, finamente picado
½ colher de chá de canela
Sal e pimenta do reino a gosto
1 laranja

Descasque a laranja, tire a pele e corte em cubos ou gomos. Aqueça os feijões, tomates e temperos numa panela
média por 8 minutos, mexendo de vez em quando. Sirva sobre a massa cozida, junto com os pedaços de laranja.

MACARRÃO AOS DOIS QUEIJOS
300g de macarrão
2 xícaras de molho para espaguete
1 xícara de queijo cottage light
½ xícara de parmesão ralado na hora
100g de azeitonas pretas fatiadas

Cozinhe o macarrão e escorra. Aqueça o molho pronto numa panela e junte o macarrão. Deixe o molho ferver.
Junte os queijos e as azeitonas e abaixe para o fogo médio. Quanto aquecer tudo, apague o fogo e sirva.

MACARRÃO DONNA
250 g de macarrão da sua marca preferida
1 brócolis (de preferência híbrido ou americano)
100 g de cogumelo (champignon)
Alcaparras (opcional) e ao seu gosto
3 colheres de sopa de óleo de alho
3 colheres de sopa de óleo de ervas finas
2 colheres de sopa (rasas) de sal

Coloque o macarrão, 1 colher de sopa de ÓLEO DE ERVAS FINAS e o sal em uma panela com água fervendo.
Cozinhe ao dente.
Refogue o brócolis (picado), o champignon e a alcaparra em duas colheres de sopa de ÓLEO DE ERVAS FINAS e sal
a gosto. Em uma panela grande, junte o macarrão, os ingredientes restantes e o ÓLEO DE ALHO.
Refogue por 2 minutos aproximadamente mexendo sem parar e sirva quente.

MACARRÃO ESPAGUETE AO FORNO
1 cebola grande
3 colheres de sopa de margarina
2 xícaras de carne de soja temperada
sal e pimenta a gosto
250 g de tomates pelados em lata
3 xícaras de chá de caldo de legumes (sem pimenta)
200 g de espaguete
1 lata de ervilhas
1 xícara de chá de vinho tinto
2 fatias grandes de queijo tipo prato
2 ramos de salsinha

Pique a cebola. Aqueça a margarina e doure a cebola. Acrescente a carne de soja e refogue bastate. Tempere a
gosto com sal e pimenta. Junte os tomates picados com o suco, reservando 2 para a guarnição. Acrescente o caldo
de legumes. Quando ferver junte o espaguete. Tempere e deixe cozinhar por aproximadamente 10 minutos.
Acrescente as ervilhas e o vinho e cozinhe por mais 5 minutos. Cubra com o queijo e guarneça com a salsinha e os
2 tomates inteiros. Leve ao forno brando pré-aquecido por 15 minutos.
Dica: O tomate pelado em lata pode ser substituído por 7 tomates frescos, preparados da seguinte maneira:
coloque-os em água fervendo por 5 minutos. Escorra, reserve o caldo e tire a pele. Prepare o suco misturando 1/2
xícara de chá desse caldo com 1/2 xícara de chá de massa de tomate.

MACARRÃO ESPAGUETE À CARBONARA
1/2 pacote de espaguete grano duro
1 lata de molho branco pronto
½ xícara de ricota defumada

51
1 colher de chá de manteiga
2 ovos

Cozinhe o macarrão até ficar "al dente". Esfarele a ricota defumada. Refogue-a ligeiramente na manteiga. Adicione
sal a gosto e os ovos, depois acrescente o molho branco. Coloque o macarrão em uma travessa e cubra com esse
molho.

MACARRÃO ESPAGUETE COM COUVE E UM TOQUE PICANTE
500 g de espaguete
Sal a gosto
1 pimenta vermelha
¼ de xícara de chá de azeite
2 dentes de alho cortados em rodelas
½ maço de couve cortado bem fino

Cozinhe o espaguete em abundante água com sal, até ficar al dente. Corte a pimenta vermelha no meio no sentido
do comprimento e retire as semente, lave bem e corte em tiras bem finas.
Em uma frigideira aqueça o azeite, doure o alho, junte a pimenta e a couve. Tempere com o sal e deixe no fogo
durante três minutos. Misture o espaguete e sirva em seguida.

MACARRÃO ESPAGUETE À ITALIANA
1 maço de brócolis lavado
1 pacote de espaguete (500 g)
1 colher de sopa de óleo (para cozinhar o macarrão)
5 colheres de chá de sal
Molho de tomate
1 colher de sopa de óleo (para o molho)
2 dentes de alho picados
4 tomates sem pele
3 colheres de sopa de azeitonas verdes picadas

Ferva o brócolis em água suficiente. Retire-o da água e corte-o em pedaços médios. Reserve. Cozinhe o macarrão
na água que restou do cozimento do brócolis (se necessário, acrescente mais água à panela), juntamente com o
óleo e o sal.
Enquanto isso, prepare o molho de tomate: em outra panela, aqueça o óleo e frite o alho. A seguir, acrescente o
tomate e por último as azeitonas. Cozinhe por 5 minutos e desligue o fogo. Escorra o macarrão já cozido e coloque-
o em uma travessa. Adicione o brócolis picado e por cima, acrescente o molho de tomate. Sirva a seguir.

MACARRÃO ESPAGUETE AO PESTO
1 Kg de espaguete de boa qualidade Molho
1 maço de manjericão
2 nozes
6 colheres de parmesão ralado
2 dentes de alho
2 colheres de sobremesa de manteiga
azeite
sal

No liquidificador, bata o manjericão com um pouco de azeite.
Junte os outros ingredientes e acrescente mais azeite até dar ponto e reserve.
Cozinhe o espaguete “al dente”, escorra e junte 1 concha da água em que a massa foi cozida ao molho. Misture
bem no espaguete e sirva.

MACARRÃO GRAVATINHA (FARFALLE) COM PESTO DE ESPINAFRE
250 g de macarrão tipo farfalle
1 maço médio de espinafre
3 dentes de alho
3 colheres de sopa de azeite de oliva espanhol
1/2 xícara de chá de ricota fresca amassada
2 colheres de sopa de nozes picadas
Sal a gosto

Limpe o espinafre, separe somentes as folhas, lave-as e seque. Reserve.
Em uma panela média, coloque 2 litros de água. Leve ao fogo e ao ferver junte o espinafre e cozinhe por 4 minutos
ou até as folhas murcharem. Retire do fogo, escorra a água, esprema as folhas de espinafre para retirar o excesso
de água. Reserve.
Em outra panela grande, coloque 3 litros de água e leve ao fogo por 20 minutos ou até a água ferver. Incorpore o
macarrão e cozinhe por 10 minutos ou até fique al dente. Retire do fogo, escorra a água e reserve.
Enquanto isso, coloque no copo do processador o espinafre, o alho, o azeite de oliva, a ricota fresca, as nozes, o sal
e a pimenta-do-reino. Bata por 2 minutos ou até formar uma mistura homogênea.
Despeje o molho sobre o macarrão e, se preferir, polvilhe o queijo parmesão. Sirva em seguida.

52
MACARRÃO DE PANELA DE PRESSÃO 1
1 pacote de macarrão parafuso
1 lata de molho de tomate pronto
1 lata de creme de leite
500 ml de água
1 xícara de cenouras picadas
Azeitonas a gosto.

Refogue a cebola no óleo. Quando estiver bem frita, junte o molho de tomate, as cenouras em cubinhos, o creme de
leite, a água e o macarrão. Feche a pressão e quando o pino começar a funcionar, diminua o fogo e marque 3
minutos. Apague o fogo, esfrie a panela. Está pronto. Acrescente as azeitonas. Sirva com queijo parmesão ou leve
para gratinar no forno, com mussarela por cima.

MACARRÃO NA PANELA DE PRESSÃO 2
2 colheres de sopa de óleo
1 de cebola cortada em fatias
500g macarrão penne, concha ou parafuso
1 caixa de molho de tomate (500g)
1 litro de água fervente
1 xícara de legumes refogados, ou de carne de soja preparada
1 lata de creme de leite
Sal

Coloque o óleo em uma panela de pressão, doure a cebola cortada. Junte o macarrão, o molho de tomate, a água e
o creme de leite. Feche a panela e quando começar a apitar diminua o fogo e marque 5 minutos. Após esse tempo
tirar a pressão e abrir logo a panela, misturar os legumes ou a carne de soja e servir.

MACARRÃO PENNE COM ERVAS E ABOBRINHA
500g de macarrão tipo penne
2 xícaras de chá de ervas fresca (só folhas inteiras).
3 abobrinhas italianas médias . 865 g
4 colheres de sopa de azeite de oliva espanhol.
½ xícara de chá de manjericão.
2 dentes de alho em tiras finas.
Sal a gosto

Lave as abobrinhas, pique em tiras finas no sentido do comprimento. Coloque as tiras de em uma panela com água
quente e um pouco de sal. Deixe por 3 minutos ou até ficar al dentes.
Faça bem rápido para a abobrinha ficar crocante. Retire do fogo e espalhe as tiras de abobrinha em uma peneira.
Em seguida, arrume as tiras de abobrinha nos pratos, na forma de um círculo como um ninho. Reserve.
Coloque em uma panela 2 e 1/2 litros de água, as ervas frescas 1 colher de sopa de sal. Leve ao fogo por 20
minutos ou até ferver. Junte o macarrão e deixe por 5 minutos ou até ficar al dente. Retire do fogo, escorra a água
e arrume o macarrão dentro dos ninhos de abobrinha.
Coloque em uma panela pequena o azeite de oliva, o manjericão e o alho. Leve ao fogo e refogue por 1 minuto sem
parar de mexer. Retire do fogo, despeje o refogado sobre o macarrão e sirva em seguida.

MACARRÃO TALHARIM AO LIMÃO
200 g de talharim fresco de cozimento rápido
suco de 2 limões generosos frescos
1 colherzinha (de café) de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 pitada de noz-mosda ralada na hora
2 colheres (de sopa de leite)
1 colhar (e sopa) de manteiga
parmesão ralado (opcional)

Numa panela com muita água fervendo, cozinhar a massa até qe fique ao dente, mexendo bem. Numa panelinha
em fogo brando, dissolver a manteiga, a farinha de trigo, o sal, a noz-moscade o leite, juntando-lhes, ao fim, o suco
de limão com mexidas energicas. Escorra a massa, ponha-a numa travessa e espalhando por cima o molho da outra
panela. Em cada prato misturar, salpicado, o queijo parmesão (opcional).

MANDIOCA AO ALHO E ÓLEO
1 Kg de mandioca cozida
2 xícaras de salsa e cebolinha picadas
6 dentes de alho picados
1 colher de azeite

Corte a mandioca em pedaços e frite-a (ou pincele-a com óleo e asse-a em uma assadeira untada).
À parte, faça um refogado com um pouco de azeite, seis dentes de alho e cheiro verde picadinho a gosto (muito) e

53
jogue sobre a mandioca bem quente. Sirva.

MENTIRA
500g de polvilho doce
1 copo leite ou água
1 copo óleo soja
2 colheres de chá de sal
3 ovos

Colocar o polvilho em uma bacia ou outro recipiente, espalhando-o no fundo. Ferver o leite, o óleo e o sal,
adicionando ao polvilho (escaldar), mexendo até ficar morno. Provar se está bom de sal. Acrescentar os ovos aos
poucos, sovando sempre até dar ponto de enrolar, massa bem firme. Em uma panela, colocar óleo,
aproximadamente 3 dedos, e colocar no fogo baixo. Enrolar os biscoitos no formato de um dedo, torcendo-os como
um parafuso. Este formato facilita na hora de virar, durante a fritura. Pode-se fazer um “8”, mas exige mais prática.
Fritar no fogo baixo, sempre meio tampado para evitar se queimar. Quando estiverem levemente dourados, colocá-
los em papel absorvente.

MILHO À MEXICANA
1 lata de milho
¼ de pimentão vermelho sem semente em cubinhos
½ dente de alho picado
½ cebola pequena picada
½ pimenta fresca
½ tomate sem pele e sementes em cubinhos
1 colher de sopa de azeite
Molho de pimenta a gosto

Coloque o azeite numa frigideira e espere aquecer. Coloque a cebola e refogue por cerca de 2 minutos. Coloque o
alho e refogue mais um pouco. Coloque os os pimentões, o tomate, o milho, a pimenta e refogue por mais 1
minuto. Tempere com sal e sirva em seguida.
Dica: Use os grãos de três espigas de milho verde, refogados na manteiga, em vez do milho em lata.

MINI-TORTILLAS
1/4 xícara de queijo cheddar ralado
½ pacote pequeno de Doritos
2 colheres de sopa de abacate amassado
1 colher de sopa de salsa

Misture o abacate com a salsa. Sirva separados o molho, o cheddar e os Doritos. Cada um monta sua própria mini-
tortilla, passando o Doritos no molho de abacate, depois cobrindo com o queijo ralado.

MIOJO COM OVO MEXIDO
1 pacote de miojo
2 ovos
margarina
sal
orégano

Cozinhe o miojo, sem o tempero. Numa frigideira aqueça a margarina, quebre os ovos, mexa. Acrescente o sal, o
miojo cozido e o orégano. Sirva
Enviada por Cláudia Chiffre.

MIOJO “ITALIANO”
Um pacote de macarrão tipo Risoni
Rúcula
Tomate seco
Mussarela de búfala

Os ingredientes pra esse macarrão não precisam de uma medida exata, você coloca quanto quiser de cada coisa.
Prepare o macarrão.
Pique os ingredientes e quando o macarrão estiver pronto misture-os.

MISTURA DA MAMÃE
2 xícaras de croutons
1 xícara de queijo prato ou mussarela
3 ovos
1 ½ xícaras de leite desnatado

Misture tudo, cobra e deixe descansar na geladeira por 3 horas. Leve ao forno a 180° C por 20 a 25 minutos. Sirva.

54
LETRA N

NHOQUE DE ARROZ
3 xícaras de chá de sobra de arroz
1 ½ xícara de chá de leite
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
1 ovo
2 xícaras de chá de farinha de trigo (mais ou menos)

Bata no liquidificador o arroz, o leite, o queijo e o ovo. Coloque em uma tigela e acrescente a farinha de trigo,
misturando até dar o ponto de enrolar. Enrole em cordão e corte. Cozinhe em bastante água com sal. Sirva com o
molho de sua preferência.

NHOQUE DE BATATAS
1 Kg de batatas cozidas e espremidas
1 xícara de creme de arroz
3/4 de xícara de fécula de batata
1/4 de xícara de maizena
1 CS de margarina
2 ovos

Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Corte os nhoques e cozinhe-os em água fervente,
vá tirando com uma escumadeira os que forem boiando e reserve.Cubra os nhoques com o molho quente de sua
preferência, polvilhe com queijo ralado e sirva.

NUGGETS DE GRÃO DE BICO
250g de grão de bico
1 cebola grande picada
3/4 de xícara de salsinha bem picada
3 dentes de alho amassados
2 colheres de sopa de cebolinha verde picada
1 batata grande crua ralada fina
1 colher de farinha de trigo branca
2 colheres de chá de cominho em pó
1 e 1/2 colher de chá de pimenta síria ou do reino
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de fermento em pó
Farinha de rosca
Óleo para fritar

Lave os grãos de bico e deixe-os de molho de véspera, trocando a água várias vezes. Com a ajuda de um pano,
retire a pele dos grãos de bico e passe na máquina de moer carne ou no multiprocessador. Junte os ingredientes
restantes, com exceção do óleo, e misture bem. Faça os nuggets com as mãos (não faça muito grande, para não
ficarem crus por dentro). Você pode, se desejar, recheá-los com vegetais, queijo ou outro recheio de sua
preferência. Passe na farinha de rosca. Frite em óleo quente. Dá 40 nuggets. Escorra em papel pardo até ficarem
sequinhos. 27 calorias por unidade. Se desejar, congele-os crus.

55
LETRA O

OLIVADA
3 xícaras azeitonas pretas grandes, sem caroço
1/3 de xícara de azeite de oliva
2 dentes de alho

Ponha as azeitonas e o alho no liqüidificador. Adicione azeite de oliva em fio enquanto bate; processe até que a
mistura fique grossa, mas não chegue a virar um creme.

OMELETE DE AZEITONA
250g de espinafre congelado ou dois maços frescos
1 cebola média picada
2 colheres de sopa de azeite de oliva
9 ovos
7 colheres de sopa de leite
100g de azeitonas pretas sem caroço, picadas
100g de queijo feta
sal e pimenta a gosto

Cozinhe o espinafre em água fervendo com sal e escorra cuidadosamente. Bata os ovos com o leite, tempere com
sal e pimenta. Adicione as azeitonas, queijo, espinafre picado e as cebolas salteadas. Despeje a mistura em formas
individuais ou numa marinex e asse em forno pré-aquecido a 218°C, durante 20 minutos. Retire quando a omelete
estiver firme. Rende 6 porções.

OMELETE COM JARDINEIRA DE LEGUMES
sal a gosto
4 ovos
200 g de cenoura cozida e picada
2 colheres de sopa de ervilha em lata
1 colher de sopa de cheiro-verde picado
200 g de vagem cozida e picadinha

Escorra a ervilha, junte os legumes, misture bem e reserve. Bata os ovos com a água, tempere com sal e as ervas
picadas. Aqueça 1/2 colher de sopa de óleo de canola na frigideira, despeje 1/4 da mistura de ovos e frite dos dois
lados. Repita essa operação mais três vezes. Coloque cada omelete em um prato e guarneça com os legumes.

OVOS ASSADOS EM TOMATES
8 tomates grandes
8 ovos grandes
1/3 de xícara de parmesão ralado na hora
2 colheres de sopa de ervas frescas picadas

Pré-aqueça o forno a 218° C. Tire as tampas dos tomates e cuidadosamente remova as sementes.
Ponha-os numa assadeira rasa e polvilhe sal, pimenta e algumas pitadas de queijo ralado dentro das cavidades.
Quebre um ovo dentro de cada tomate. Tempere com sal, pimenta, ervas e o queijo restante.
Leve ao forno pré-aquecido por 20 minutos (se desejar a gema mole) ou 30 a 35 minutos (para gema dura). Sirva
imediatamente.

OVOS E BATATAS
2 colheres de manteiga ou margarina
2 batatas fatiadas
3 ovos
½ xícara de leite
Temperos a gosto

Numa panela, coloque um pouco de manteiga ou margarina e as batatas fatiadas. Salteie até ficarem macias. Numa
tigela, quebre três ovos, misture um pouco de leite e adicione sal, pimenta e temperos a gosto. Mexa bem para
quebrar as gemas e misturar o leite. Junte as batatas e cozinhe mexendo de vez em quando para não grudar. Sirva
nesse ponto ou salteie cebolas em rodelas e cubra.

56
LETRA P

PAELLA DE VERDURAS (RECEITA ESPANHOLA)
Arroz (largo, integral ou normal): 1/2 xícara por pessoa.
2 xícaras de água
4 ou 5 dientes de alho
Pimentão vermelho e verde
1 Tomate
Verduras variadas: Cenouras, brócoli, favas, ervilhas, alcachofras, etc.
Pimentas doces
Colorau e açafrão da terra
1 cubo de caldo vegetal
Açafrão verdadeiro
Azeite e sal

Corte os dentes de alho ao meio, sem descascar. Frite-os em uma wok (paellera) com azeite de oliva, até
dourarem. Tire-os do óleo e reserve.
No mesmo azeite, refogue os pimentões cortados em tiras, até fritá-los. Tire-os também.
Adicione ao azeite o resto das verduras picadas a gosto. Brócolis e couve-flor devem ser refogadas em separado,
porque podem desmanchar os buquês. Reserve.
Pele e tire as sementes do tomate, e corte-o em cubos.
Em um pouco de azeite, refogue as pimentas doces, e antes que fritem, adicione o tomate em cubos. Deixe esfriar
um pouco e mexa bem, misture às outras verduras para tomar sabor.
Dissolva o caldo de legumes na água (2 xícaras por pessoa). O ideal é fazer um caldo natural de verduras, mas
pode-se usar o tablete.
Refogue o arroz na paellera, mexendo bem, para que absorva o caldo das verduras. Adicione o caldo de legumes, o
colorau, o açafrão da terra, o sal e alguns filamentos de açafrão verdadeiro.
Deixe ferver em fogo alto, aguarde 3 minutos e abaixe o fogo. Adicione o alho frito e os brócolis e a couve-flor
reservadas.
É preciso vigiar para que haja água suficiente para que o arroz cozinhe por igual. Se preciso, adicione mais. Fique
atento ao aroma, para que não queimoe no fundo.
Vários minutos antes que termine de cozinhar, adicione os pimentões fritos, de forma decorativa.
Quando o arroz estiver “al dente”, tire a paella do fogo, tampe, abafe com um pano e deixe abafado por de 5 a 10
minutos. Sirva então.

PALITOS APERITIVOS
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de queijo ralado
1 colher de fermento em pó químico
2 colheres de chá de orégano
1 colher de chá de sálvia desidratada
1 pitada de pimenta do reino em pó

Misture todos os ingredientes e modele. Frite em óleo quente, escorra no papel pardo e sirva.

PALITOS DE BATATA E GERGELIM
batata ralada e cozida
½ colher de chá de pimenta vermelha em flocos
½ cebola bem picada
½ tomate bem picado
½ pimentão verde bem picado
1 colher de chá de molho de tomate
2 colheres de sopa de salsinha picada
sal e pimenta do reino à gosto
4 fatias de pão de forma
2 colheres de chá de gergelim

Em uma tigela, misture os 8 primeiros ingredientes. Divida esta mistura em 4 porções. Espalhe cada porção sobre
uma fatia de pão e aperte bem. Polvilhe gergelim sobre cada fatia. Leve ao forno por cerca de 5 minutos ou até que
as fatias de pão estejam torradas e crocantes. Corte em palitos e sirva.
DICAS: Ao invés de torrar o pão no forno, pode-se fritar em óleo quente (pouco) e cortar em palitos.

PALITOS DE CEBOLA
100 g de margarina
25 gramas de fermento biológico seco
1 xícara de leite
1 copo de óleo
1 pimenta vermelha
1 cebola
1 colher de sopa de açúcar
Farinha e Sal

57
Retire a semente da pimenta. No liquidificador bata o açúcar, o leite, a pimenta, o fermento, a margarina, a cebola,
o óleo e o sal. Despeje em uma tigela e coloque a farinha, mexendo, até dar ponto. Amasse bem e abra com um
rolo. Corte em tiras, torça e coloque em uma assadeira sem untar. Asse e sirva-se.

PALITOS DE QUEIJO
2 colheres de de sobremesa de leite
1 ovo
¼ de colher de chá de páprica
pimenta-do-reino
½ colher de chá de sal
1 colher de chá de fermento
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de queijo ralado

Peneire junto a farinha de trigo, o fermento e o sal. Junte o queijo, ovo, a pimenta-do-reino e a páprica. Adicione
leite até ficar com uma massa dura. Com o rolo, estenda a massa em mesa enfarinhada, de 1 cm de espessura.
Corte palitos com 2 cm de largura por 10 cm de comprimento. Coloque-os em tabuleiro untado e asse em forno
quente, durante 10 minutos.

PANETONE SALGADO
Massa
1 Kg de farinha de trigo
½ xícara de chá de açúcar
1 colher de sopa de sal
2 copos de leite morno
1 copo de água morna
½ xícara de chá de queijo parmesão ralado na hora
½ xícara de chá de óleo
3 ovos
1 colher de chá de essência de panetone
4 tabletes de fermento para pão
Recheio de provolone
200g de provolone
1 colher de sopa de orégano
2 colheres de sopa de pimentão vermelho

No copo do liquidificador coloque o leite (faltando um dedo para enchê-lo), a água (também faltando um dedo para
enchê-lo), o fermento esfarelado, o óleo, os ovos e a essência de panetone. Bata para se agregarem. Reserve.
Em um recipiente coloque a farinha (reserve um pouco), queijo ralado, sal e açúcar. Misture com auxílio de uma
colher de pau. A seguir, junte o líquido reservado. Misture para se agregarem todos os ingredientes (neste
momento, se necessário, utilize a farinha reservada). Deixe descansar por aproximadamente 10 minutos. Divida a
massa em 3 partes iguais. Coloque cada uma delas em um recipiente de vidro.
Recheio: Em um dos recipientes com parte da massa coloque o provolone ralado, orégano e o pimentão. Misture
para se incorporarem à massa. Acomode-o em uma forma de papel, própria para panetone.
Polvilhe com provolone ralado. Deixe dobrar de volume. Leve-o ao forno, pré-aquecido a 150°C por 20 a 25 minutos
e de 180°C a 200°C por mais 15 minutos (até dourar).

PANQUECAS
1 xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de açúcar cristal
2 colheres de sopa de fermento em pó
1 xícara de leite de soja ou outro substituto preparado
2 colheres de sopa de oleo vegetal
uma pitada de sal

Numa tigela, junte todos os ingredientes e misture bem. Se preferir, use o
liquidificador. Numa frigideira quente, fogo baixo, va pingando a massa formando
grandes circulos e conzinhe por 2 minutos. Assim que estiver fazendo bolhas, com
a ajuda de uma espatula, vire-as e cozinhe por mais 2 minutos esse lado. Sirva morno com geleia ou margarina.
Rende 3 panquecas.

PANQUECAS DE BERINJELAS COM QUEIJO
1 berinjela grande
2 ovos
1 ½ copos de farinha de matsá ou de rosca
1 ½ colher de chá de sal
1 pitada de pimenta (opcional)
1 dente de alho amassado
3 fatias de queijo duro

58
100 g de molho de tomate
óleo para fritar

Descasque a berinjela e corte-a em fatias redondas. Passe cada fatia nos ovos batidos, misturados com os
temperos, e depois na farinha de rosca.
Frite de ambos os lados. Coloque uma fatia de queijo entre duas destas berinjelas, tipo sanduíche. Ponha estes
sanduíches de volta na frigideira, despejando o molho de tomates sobre eles. Esquente em fogo brando até o queijo
derreter e o molho borbulhar. Remova com a espátula e sirva quente.

PANQUECA DE BATATA – receita Alemã
2 ovos
4 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de leite
4 batatas descascadas e raladas
1 colher de café de sal

Numa tigela, colocar os ovos e bater ligeiramente. Juntar a metade da manteiga, a farinha e o leite. Mexer bem.
Junntar as batatas e o sal. Numa frigideira, colocar o restante da manteiga, acrescentar a massa de batatas e deixar
no fogo brando até dourar. Virar e dourar o outro lado.

PANQUECAS AO MOLHO BRANCO
Massa
1 xícara de farinha de trigo
2 ovos
3 colheres de sopa de manteiga derretida
1 xícara de leite
pitada de sal sal
Molho branco
3 xícaras de leite
3 colheres de sopa de farinha de trigo
3 colheres de sopa de manteiga
4 colheres de sopa de parmesão ralado
sal noz moscada e pimenta-do-reino
Recheio: a gosto

Prepare a massa misturando o leite aos ovos levemente batidos e a manteiga derretida. Misture o sal e a farinha.
Acrescente os líquidos e incorpore para obter uma massa bem lisa. Deixe repousar por 30 minutos. Em uma
frigideira antiaderente, doure as panquecas colocando uma concha pequena de massa. Gire a frigideira para a
massa cobrir o fundo. Doure um lado, vire e doure o outro lado. Reserve as panquecas. Coloque um pouco do
recheio em cada panqueca e enrole-as. Coloque um pouco do molho branco em um refratário. Cubra com as
panquecas e regue com o molho restante, se gostar salpique com mais parmesão, leve ao forno para aquecer bem.

PANZANELLA UMBRA
1 cebola roxa grande descascada
3 tomates grandes e maduros
3 talos de aipo sem as folhas
1 pepino pequeno e fino sem casca e sem sementes
10 folhas de manjericão fresco cortadas em três
500g de pão italiano de casca grossa de vários dias
2 colheres de sopa de alcaparras em vinagre de vinho, escorridas
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
½ xícara de chá de azeite de oliva
1 ½ colher de sopa de vinagre de vinho tinto
folhas de chicória roxa e 5 folhas de manjericão fresco, cortadas em três, para decorar

Em uma tigela com água fria, deixe de molho por meia hora a cebola, os tomates, o aipo, o pepino, o manjericão e
o pão. Em seguida, retire o pão, esprema-o e coloque em um recipiente plástico. Corte a cebola em pedaços bem
pequenos e coloque em cima do pão. Corte os talos de aipo em três, no sentido do comprimento. Em seguida, corte
as tiras em pedaços de 2,5 cm e disponha-os por cima da cebola. Corte o pepino em fatias de menos de 1,20 cm de
espessura e distribua-as por cima do aipo. Junte as folhas de manjericão, as alcaparras e por último os tomates,
cortados em cubos de 1,20 cm. Tampe o recipiente e leve à geladeira por, no mínimo, 2 horas antes de servir.
Retire da geladeira e transfira o conteúdo para uma saladeira grande. Junte o sal, a pimenta-do-reino, o azeite e o
vinagre. Misture bem e sirva com as folhas de chicória e o manjericão.

PASTA DE ALHO
5 dentes de alho
1 ricota fresca
1 tablete de margarina
1 copo americano de leite fervendo
Sal e pimenta a gosto
59
Bater todos os ingredientes no liquidificador. Levar à geladeira em pote fechado. Servir com pão, broa, biscoito,
bolacha, torta, arroz, mandioca cozida, com o que você quiser, a qualquer hora.

PASTA DE QUEIJO E SEMENTE DE GIRASSOL
150g de ricota
1 pote de iogurte desnatado (200g)
1 colher de chá de curry
folhinhas de hortelã picadas
2 colheres de sopa de sementes de girassol torradas

Amasse a ricota com o iogurte e o curry até fomar uma pasta. Tempere com sal e adicione a hortelã e as sementes
de girassol. Coloque em potinhos.

PASTEIZINHOS DE FORNO
1 queijo Catupiry (220g)
250 g de manteiga ou margarina
3 xícaras de farinha de trigo Sol
gema para pincelar

Amasse bem os ingredientes e deixe a massa descansar na geladeira por uma hora. Se quiser pode fazer a massa
de vespera. Abra a massa com rolo, não muito fina, coloque uma porção de recheio salgado que desejar, dobre a
massa e corte com um cálice pequeno , em forma de meia lua, fechando bem as beiradas. Coloque em assadeira e
pincele com gema. Asse em forno médio, até dourar.

PASTEL PAULISTA
500g farinha de trigo
1 colher de sopa de óleo
água para dar ponto
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de aguardente
óleo para fritar
Recheio
½ xícara de chá de azeitonas picadas
2 colheres de sopa de salsa picada
2 colheres de sopa de azeite
2 tomates sem pele e sem sementes picados
Sal e pimenta-do-reino a gosto
300 g de carne de soja moída hidratada e escorrida
2 dentes de alho picados
1 ovo cozido picado
1 cebola picada
Óleo para fritar

Em um recipiente coloque a farinha, o óleo, a aguardente e o sal misturado com a água morna. Mexa com as mãos,
e a seguir sove sobre superfície lisa. Após sovar, abra porções de massa com auxílio do rolo ( deixe a massa bem
fina ) empregue o recheio a gosto.
Una as bordas e aperte com a ponta de um garfo. Frite em óleo quente. Escorra.
Recheio: Em uma panela, colocar o azeite e a carne moída, cebola e alho e deixar dourar. Refogar por 10 minutos
e juntar os tomates picados, deixando cozinhar por mais 5 minutos ou até que o recheio esteja quase seco.
Temperar com o sal e a pimenta, adicionar a salsa, as azeitonas, o ovo cozido e misturar bem. Retirar do fogo e
reservar. Abrir a massa com um rolo sobre uma superfície enfarinhada e cortar círculos com a boca de um copo ou
um cortador. Distribuir o recheio no centro de cada círculo. Dobrar ao meio e apertar as bordas com um garfo. Fritar
em óleo quente por 10 minutos ou até dourar. Deixar escorrer em papel-toalha. Abrir metade da massa e conservar
a outra metade embrulhada. Se secar, respingar com água e amassar bem.

PEPINO AGRIDOCE
1,2 Kg de pepinos tipo japonês
1 colher de sopa de sal
2 copos de açúcar
1 copo de vinagre de arroz
½ copo de azeite
Gergelim preto e branco
Molho
2 copos de açúcar
1 copo de vinagre branco (eu uso de arroz)
1/2 copo de azeite

Cortar os pepinos em rodelas bem finas (use o cortador ou processador).
Cobrir com água, adicionar uma colher de sal e deixar de molho por 2 horas.
Leve ao fogo e ferva, desligue logo que ferver, vai ficar um molho transparente.

60
Deixe esfriar durante as horas que o pepino ficar de molho, depois disso, escorra a água do pepino e misture tudo
adicionando gergelim. Preparar de véspera e cobrir com filme plástico até o momento de servir.

PETA (biscoito de polvilho)
5 copos de polvilho doce
2 copos de óleo
1 copo de água
Ovos

Levar a água e o óleo ao fogo e deixar ferver. Escaldar o polvilho, deixar esfriar, colocar o sal a gosto e misturar
bem , dando uma boa sovada. Acrescentar os ovos, aos poucos, sempre sovando bem (gasta mais ou menos 9
ovos). A massa fica mais mole. Colocar um pouco da massa em saco próprio ou saco plástico de leite com um
furinho no canto, espremer as petas em assadeira sem untar. Assar em forno quente, inicialmente. Quando crescer,
deixar em forno médio para secar.

PETISCOS
2 mangas maduras, porém firmes e não muito doces, em cubinhos
2 cenouras em palitos
2 tomates sem sementes, em rodelas
Folhas de alface para enfeitas

Tempere tudo com uma pitadinha de sal e sirva como entrada ou aperitivo.

PICLES
½ xícara de chá de sal
25 buquês pequenos de couve-flor
250 g de cenoura baby
10 rabanetes pequenos limpos
1 litro de vinagre de maçã
25 buquês pequenos de brócolis
15 couves-de-bruxelas limpas
2 talos de salsão sem as folhas
10 minibatatas
10 minimilhos

Lave as batatas, esfregando a casca com uma escova pequena. Caso a batata apresente pontos pretos, retire-os
com uma faca. Coloque todos os vegetais limpos e lavados em um cesto de aço inoxidável e reserve. Em uma
panela grande, coloque o vinagre, o sal e 1 litro de água. Leve ao fogo e, assim que ferver, encaixe o cesto com os
legumes. Cozinhe por 10 minutos, ou até os legumes ficarem "al dente". Retire os legumes do fogo e espere esfriar
por 20 minutos. Reserve 1,5 litro do líquido do cozimento. Em seguida, disponha os legumes em um vidro grande
esterilizado com tampa, despeje o líquido reservado e tampe. Guarde na geladeira ou em temperatura ambiente por
até 2 meses.

PIMENTÕES RECHEADOS – Receita espanhola
4 pimentões
300 g de arroz
verduras da época
Sal a gosto
500 g de molho de tomates

Prepare o arroz tipo paella com as verduras a gosto.
Remova as sementes e a tampa dos pimentões, deixando-os inteiros.
Recheie-os com o arroz e coloque na panela em fogo baixo. Doure-os levemente e despeje molho de tomate sobre
eles. Tampe e deixe terminar de cozinhar. Se desejar, esta última etapa pode ser feita no forno a gás.

PIMENTÕES RECHEADOS – Receita árabe
2 xícaras de proteína de soja hidratada
½ xícara de tofu drenado e amassado com o garfo
1 cebola grande picada
1 tomate grande picado sem pele ou sementes
1 molho de cheiro verde picado
Pimenta síria
Sal
Óleo de girassol

Corte a parte de cima do pimentão fazendo uma tampa, tire as sementes e tempere com sal e pimenta síria
Recheio: Refogue a cebola e o tomate, junte o tofu, a proteína de soja e tempere com sal e pimenta síria, cozinhe
em fogo brando até pegar gosto. Acrescente o cheiro verde picado à mistura e recheie os pimentões. Tampe e feche
com palitos. Cozinhe no vapor e sirva com arroz.

61
PIZZA DE ALHO E MANJERICÃO
1 massa de pizza grande de padaria
½ xícara de molho de tomate (aproximadamente)
3 a 4 dentes de alho, grandes, finamente fatiados
1/8 de colher de chá de pimenta-de-caiena
1 ½ xícara de mussarela ralada ou substituto
2 colheres de sopa de manjericão fresco picado

Misture o alho, o molho de tomate e a pimenta-de-caiena. Espalhe sobre a massa de pizza deixando cerca de 1cm
de distância da borda.
Cubra a pizza com mussarela. Espalhe as folhas de manjericão por cima e leve ao forno a 180°C por cerca de 20
minutos, aproximadamente. O tempo de forno variará conforme a espessura da massa e quantidade de recheio
utilizados.

PIZZA DE LIQUIDIFICADOR
2 xícaras de leite
¼ de xícara de óleo
3 ovos
3 colheres de queijo ralado
½ colher de sal
2 ½ xícaras de farinha de trigo
1 colher de fermento em pó

Bata no liquidificador primeiramente os ingredientes líquidos e vá acrescentando os sólidos aos poucos, despeje a
massa em forma redonda untada com margarina e farinha recheie a gosto e leve assar em forno médio preaquecido
por 20 min.
Divida a massa em 3 porções.

PIZZA DE PANELA DE PRESSÃO
1 Kg de farinha de trigo
1 ovo
3 colheres de óleo
45 g de fermento
500 ml de água
Recheio
Faça o recheio de sua preferência

Junte todos os ingredientes a faça uma massa homogênea. Deixe descansar por 40 minutos. Faça oito bolinhos.
Deixe descansar por 20 minutos. Abra a massa. Aqueça a panela de pressão. Coloque um pouco de azeite no fundo.
Coloque a massa. Disponha o recheio. Tampe a panela. Abaixe o fogo e cozinhe por 7 minutos. Tire a pressão e
abra a panela. Sirva.

POLENTA RÁPIDA
Caldo
1 cabeça de alho inteiro e com casca
1 ramo de salsinha
4 xícaras de chá de água
Sal marinho e pimenta a gosto
Polenta
1 xícara de chá de farinha de milho
1/2 xícara de chá de queijo ralado light para decorar
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de salsinha picada para decorar
Cozinhe os ingredientes do caldo até que os dentes de alho fiquem macios.

Retire o ramo de salsa e o alho. Reserve. Retire a polpa do alho da casca e reserve.
Junte os ingredientes da polenta ao caldo e adicione o creme de alho cozido.
Leve ao fogo e deixe cozinhar até aparecer o fundo da panela.
Transfira para um refratário e decore com o queijo ralado e a salsinha.
Bom apetite.

PURÊ DE ABÓBORA
½ abóbora japonesa cozida em água com sal sem casca
½ xícara de ervas picadas (salsa, coentro, cebolinha, manjericão, orégano...)
2 colheres de óleo ou azeite
sal a gosto
1 pitada de pimenta ou cominho, se desejar

Amasse a abóbora com um garfo formando uma massa homogênea e reserve. Em uma panela aqueça todos os
temperos. Acrescente a abóbora e refogue bem.
Acompanha arroz, torradas, etc.

62
PURÊ DE BATATA-DOCE
1 Kg de batata doce cozida e amassada
2 colheres de manteiga
1 copo de leite
Cozinhe as batatas e amasse ainda quente com a manteiga. Adicione aos poucos o leite até dar a consistência
cremosa e homogênea. Sirva quente.

PURÊ DE INHAME
1,2 Kg de inhame
200 ml creme de leite
100 ml de caldo de legumes
60 g de manteiga
10 g de sal
5 gramas de noz moscada ralada (uma pitada boa)

Descascar, cortar em cubos e cozinhar os inhames até estarem macios. Misturar o creme de leite, a manteiga o sal
e a noz moscada e ferver numa panela. Amassar o purê e juntar aos poucos o líquido morno ou quente do creme.
Bater bem para ficar fofo.

63
LETRA Q

QUATRO QUEIJOS AO MACARRÃO
100 g de mussarela ralada
100 g de parmesão ralado
100 g de roquefort
150 g de cream cheese (ou requeijão cremoso)
200 g de macarrão
1 colher de sopa de manteiga
sal a gosto
1 colher de sopa de óleo
2 litros de água fervente

Preparar o macarrão de forma tradicional, usando a água, o sal e o óleo, deixe cozinhar até ficar ao dente. Escorra e
reserve.
Em uma panela pré-aquecida acrescente a manteiga e o cream cheese, aqueça.
Acrescente a mussarela e em seguida acrescente o roquefort e deixe fundir até que se transforme em um creme
uniforme
Transfira o macarrão para uma travessa e jogue por cima o molho, misturando se preferir.
Salpique o parmesão generosamente e sirva.

QUEIJO CREMOSO
1 litro de leite
3 colheres de sopa de vinagre
2 colheres de sopa de leite em pó
Sal a gosto

Colocar o vinagre no leite para talhar. Separar o coalho do soro, passar no liquidificador o coalho, o leite em pó mais
½ xícara de água. Acrescentar em seguida o sal e guardar na geladeira.

QUEIJO DE MINAS COM AZEITE DE OLIVA
1 queijo-de-minas curado médio
1 pimenta dedo-de-moça
2 colheres de sopa de ervas desidratadas (salsinha, alecrim, manjerona)
3 e 1/2 xícaras de chá de azeite de oliva

Descasque o queijo e corte-o em cubos pequenos. Lave a pimenta e seque-a com toalha de papel. Acomode o
queijo num vidro bem limpo e seco, com capacidade para 2 litros. Junte a pimenta, as ervas e cubra com o azeite
de oliva. Guarde na geladeira. Sirva com pão, para acompanhar saladas ou para elaborar sanduíches.

QUESADILLAS DE FEIJÃO PRETO
2 colheres de chá de óleo vegetal
1 cebola picada
1 pimentão verde em cubinhos
1 colher de sopa de pimenta vermelha em pó
½ colher de chá de cominho moído
¼ de colher de chá de sal
1/8 de colher de chá de pimenta-do-reino
500g de feijão preto, cozido e escorrido (se for enlatado, enxágue com água fria antes de utilizar)
1 xícara de salsa
½ xícara de milho verde
4 tortillas grandes (massa de farinha de trigo própria para tortillas – pode ser usada a massa de pizza de frigideira)
2 xícaras de queijo cheddar fatiado
½ xícara de creme de leite ou substituto
¼ de xícara de pimenta jalapeño (tabasco) picada

Numa frigideira antiaderente grande, aqueça o oleo em fogo médio. Cozinhe a cebola, o pimentão, a pimenta em
pó, o cominho, sal e pimenta-do-reino até amaciar a cebola, por cerca de 5 a 8 minutos. Adicione o feijão preto, a
salsa e o milho. Cozinhe mexendo sempre por cerca de dez minutos.
Distribua a mistura sobre cada tortilla, cubra com queijo, dobre ao meio e pressione ligeiramente para fechá-la.
Acomode-as sobre uma assadeira grande e asse em forno alto pré-aquecido por 5 minutos. Vire-as e asse por mais
5 minutos. Sirva com creme de leite e pimenta tabasco picada.

QUIABADA
500g de quiabos
1 cebola grande picada
suco de 2 limões
sal e pimenta a gosto
2 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de óleo
4 ramos de salsinha picados

64
1 pimentão vermelho picado

Lave os quiabos e enxugue-os. Corte em rodelas e ponha numa panela com o óleo, para fritar junto com a cebola, o
pimentão, os dentes de alho, até ficarem tenros e dourados. Junte o sal, a salsinha, a pimenta, o suco dos limões e
1 xícara de água. Cozinhe em fogo lento com a panela tampada. Se quiser mais caldo, junte mais um pouco de
água.

QUIABOS FRITOS
500g de quiabos
1 ovo batido
¾ de xícara de fubá de milho fino

Lave os quiabos, enxugue e corte em rodelas de 1 cm de espessura. Passe então as rodelas de quiabo no ovo batido
e depois, cada uma delas, no fubá. Frite-as em óleo quente até ficarem douradas.

QUICHE DE CHAMPIGNONS
Massa
1 ½ xícara de chá de farinha de trigo
½ xícara de chá de óleo
3 colheres de sopa de água gelada
1 ovo
Recheio
1 vidro de 210 g de champignon fatiado ou natural refogado
1 lata de creme de leite
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
4 ovos

Amasse os ingredientes da massa e leve à geladeira por 30 minutos.
Unte e forre com a massa uma forma redonda de torta (aproximadamente 25 cm) com o fundo removível. Asse
ligeiramente. Enquanto isso, bata no liquidificador o creme de leite e os ovos. Espalhe os champignons fatiados
sobre a massa, cubra com os ovos batidos, salpique queijo ralado e asse até dourar. Sirva quente.

QUIBE DE GRÃO DE BICO
1 xícara de chá de trigo para quibe
1 cebola picada
1 dente de alho amassad
suco de 1 limão
2 xícara de chá de grão de bico cozido e amassado
1 colher de sopa de molho de soja
1 colher de chá de azeite
sal a gosto

Deixe o trigo para kibe de molho em 2 xícaras de chá de água por 6 horas. Escorra bem e misture com a cebola, o
alho, o limão, o grão de bico, o molho de soja, o azeite e o sal. Distribua numa assadeira untada. Pincele o azeite.
Asse em forno médio (180ºC), por cerca de 30 minutos ou até ficar firme e dourado.

65
LETRA R

RABANETE RECHEADO
16 rabanetes lavados
2 colheres de sopa de azeitona picadinha
1 colher de sopa de cheiro-verde picadinho
1 colher de chá de suco de limão
3 colheres de sopa de maionese
sal e pimenta a gosto

Com o auxílio de um colher de café, retire de cada rabanete uma quantidade de polpa suficiente para recheá-lo;
Reserve a polpa e coloque os rabanetes cortados numa vasilha com água, vinagre e sal enquanto prepara o recheio;
Para fazer o recheio, junte todos os ingredientes a 1 colher de sopa de polpa dos rabanetes picada e misture bem;
Escorra bem a água dos rabanetes e recheie-os.
Sugestão: Sirva como entrada num jantar ou como acompanhamento de aperitivo; aproveite o restante da polpa
refogado com carne ou em salada.

RAMOS CROCANTES DE CENOURA
1 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de óleo
Sal a gosto
30 ramos de folhas de cenoura
Óleo para fritar

Misture a farinha com o óleo, o sal e 1/2 xícaras de água.
Passe ligeiramente os raminhos na massa sem cobri-los totalmente e frite no óleo quente.

RANCHO VEGANO
1 cebola
2 dentes de alho
2 tomates maduros
200g grão-de-bico cozido
½ couve
1 cenoura
200g de massa tipo macarrão
½ xícara de cubos de soja (opcional)
azeite a gosto
sal a gosto

Refoga no azeite a cebola picada, os dentes de alho e os tomates picados. Adiciona 1 xícara de água e deixa ferver.
Junta a cenoura em rodelas, os cubos de soja previamente demolhados e as folhas de couve ripada. A meio da
cozedura, adicona a massa. Quando os ingredientes estiverem quase cozidos adiciona o grão-de-bico e o sal.

RATATOUILLE
1 Berinjela grande
1 Pimentão vermelho e/ou amarelo
2 Cebolas médias
2 dentes de alho esmagado
2 Abobrinhas
2 a 3 Tomates
Tomilho
Sal e pimenta

Corte os legumes grosseiramente e refogue-os em fogo alto, até que dourem, tempere moderadamente. Em
seguida reúna todos numa panela e deixe cozinhar em fogo brando, com o tomilho até que estejam macios e acerte
o tempero caso necessite.
Dicas: Você pode refogar cada legume separadamente ou todos juntos, mas atenção para começar pelo mais firme
(siga a ordem dos ingredientes dada) e junte o tomilho desde o começo. Caso precise, junte um pouco de água (ou
um caldo) ao cozinhar.
O ultimo cozimento pode ser feito na panela, 10 minutos, ou no forno a 180°C, pelo menos 40 minutos conforme a
textura desejada: legumes crocantes, macios ou em compota. Ajuste o tempo de cozimento e o tamanho de corte
dos legumes conforme seu gosto : legumes em pedaços pequenos cozinham mais rapidamente.

RECHEIO DE COGUMELOS – Recheio para crepes
1 colher de chá de azeite
1 cebola picada
250 g de cogumelos frescos
1 colher de sopa de salsa picada
Molho

66
1 cebola picada
2 dentes de alho amassados
4 tomates sem pele e sem sementes batido no liquidificador

Coloque o azeite em uma panela e frite a cebola e os cogumelos fatiados, mexendo sempre para não queimar.
Deixe refogar por cerca de 10 minutos. Espere amornar e recheie as panquecas.
Para o molho, misture a cebola, o alho e os tomates em uma panela e deixe cozinhar, em fogo baixo por cerca de
20 minutos. Cubra as panquecas e mantenha no forno baixo (150ºC), até a hora de servir.

RECHEIO DE ESPINAFRE – Recheio para esfihas
1 maço de espinafre
1 cebola picada
1 punhado de cheiro verde
1 colher de molho de tomate
sal
azeite
azeitona picada

Lavar o espinafre e colocá-lo para cozinhar apenas com a água que estiver nele. Refogar a cebola, adicionar os
demais ingredientes e cozinhar.

RECHEIO DE ESPINAFRE COM RICOTA – Para massas, tortas e empadas
600g de espinafre
450g de ricota
4 colheres de sopa de queijo ralado
1 pitada noz-moscada

Cozinhe por apenas 1 minuto o espinafre em bastante água fervendo com sal. Retire e passe pela água gelada, de
preferência com cubos de gelo, para manter a cor. Pique bem o espinafre e misture aos demais ingredientes até
obter uma massa firme.
Este recheio se adapta muito bem aos ravioli, tortellini, cappelletti e canelloni, tortas e empadinhas.

RECHEIO DE GORGONZOLA – Recheio para crepes
2 colheres de sopa de requeijão
1 xícara de mussarela ralada
1 xícara de gorgonzola picado

Faça uma pasta com requeijão e muzzarela ralada (no ralo grosso, na hora) e acrescente gorgonzola bem picado.
Use uma proporção de mais ou menos 1 parte da pasta de requeijão com muzzarela para 1 parte de gorgonzola, ou
varie de acordo com seu gosto. Depois é só rechear o crepe ainda quente e levar ao forno, para derreter. Fica show.
Com essa base dá para variar os recheios com queijo camembert, parmesão, provolone ou o que mais quiser

RECHEIO DE PALMITO – Recheio para tortas, massas e pastéis
1 vidro grande de palmitos
1 cebola grande ralada
2 dentes de alho
azeite e óleo
100 g de azeitonas pretas ou verdes
1 colher de sopa de maizena diluída em água
salsa picadinha

Faça um refogado com o alho, a cebola e a salsa. Junte o palmito picadinho, as azeitonas e coloque a maizena
dissolvida em água. Mexa até formar um creme espesso.
Dica: Ervas finas são sempre bem vindas em recheios.

RECHEIO DE PALMITO E AZEITONAS – Recheio para crepes
1 vidro grande de palmitos
1 cebola grande ralada
2 dentes de alho
azeite e óleo
100 g de azeitonas pretas ou verdes
1 colher de sopa de maizena diluída em água
salsa picadinha

Faça um refogado com o alho, a cebola e a salsa. Junte o palmito picadinho, as azeitonas e coloque a maizena
dissolvida em água. Mexa até formar um creme espesso. Dica: Ervas finas são sempre bem vindas em recheios.

RECHEIO DE PALMITO COM ERVAS – Recheio para crepes
500g de palmito picado em pedaços miúdos
5 colheres de chá de manteiga sem sal
estragão e manjericão a gosto

67
Depois da massa pronta para crepe, ainda na chapa, espalhe a manteiga por toda a massa, coloque o palmito
picadinho e as ervas. Deixe por alguns segundos, dobre duas vezes e sirva.

RECHEIO DE PICLES – Recheio para crepes
½ Kg de picles
maionese
2 tomates vermelhos picadinhos com a casca
salsa

Pique bem pequeno todo o picles e o tomate. Acrescente a maionese e a salsa. Faça uma pasta. Recheie os crepes.

RECHEIO DE QUATRO QUEIJOS – Recheio para crepes
250g de queijo prato ralado
75g de queijo parmesão ralado
100g de queijo gorgonzola picadinho
100g de queijo cremoso (de caixinha)

Com a massa pronta, ainda na chapa, espalhe os queijos, um a um, feche o crepe, deixe na chapa e quando os
queijos estiverem derretidos, está pronto. Pode ser acompanhado de molho de queijo ou molho vermelho.

RECHEIO DE QUEIJO– Recheio para tortas, massas e pastéis
4 ovos
salsa picadinha
1 cebola ralada
1 xícara bem cheia de queijo ralado ou picado

Passe na peneira os ovos e junte a salsa e a cebola.
Bata bem e, em seguida, acrescente o queijo. Derrame sobre a massa da torta e leve ao forno para assar. Se
desejar, acrescente manjericão fresco ou ervas de sua preferência.

RECHEIO DE REQUEIJÃO CREMOSO – Recheio para crepes
1 ½ copo de requeijão
2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de chá de fermento
½ xícara de farinha de trigo

Misture tudo até formar uma massa homogênea. Leve ao fogo até cozinhar. Recheie os crepes. Sirva quente.

RECHEIO DE RICOTA – Recheio para esfihas
1 ricota amassada
1 colher de catchup
1 colher de sobremesa de mostarda
sal
1 punhado de cheiro verde
1 cebola
4 colheres de maionese
2 colheres de leite
molho inglês

Misture tudo e recheie a esfiha.

RECHEIO DE TOMATE SECO PARA PASTEL
3 tomates secos
azeitona verde fatiada
azeite extra-virgem
orégano

Pique os tomates e acrescente os demais ingredientes. Deixe tomar gosto por 1 hora, antes de rechear os pastéis.

RECHEIO DE VERDURA PARA ESFIRRA
2 pés de escarola crua, lavados e cortado em tirinhas
3 dentes de alho socados
1 cebola grande bem picada
3 tomates médios sem pele e sementes picados

Coloque todos os ingredientes em uma tigela e tempere bem. Deixe marinar por 30 minutos e escorra em peneira
grande por 1 hora. Empregue no preparo das esfirras.

REFOGADO COLORIDO

68
1 colher de chá de margarina light
1 cebola média ralada
1 dente de alho amassado
2 xícaras de chá de chuchu em cubinhos
1 xícara de chá de cenoura em rodelas
¼ xícara de chá de caldo de legumes
1 colher de sopa de salsinha picada

Coloque a margarina em uma fôrma refratária e leve ao forno de microondas em potência alta por 1 minuto. Junte a
cebola e o alho e leve novamente ao microondas por mais 1 minuto até a cebola murchar. Adicione o chuchu, a
cenoura e o caldo; misture bem, tampe e cozinhe em potência alta por 8 a 12 minutos. Retire do microondas,
polvilhe com a salsinha e sirva.

REQUEIJÃO CREMOSO
1 Litro de leite
250 g de manteiga
5 colheres de sopa bem cheias de maizena
1 lata de creme de leite
Sal

Leve ao fogo o leite com a maizena, a manteiga e o sal. Deixe cozinhar e esfriar. Depois de frio, misture o creme de
leite sem o soro e bata bem, até ficar homogêneo. Guarde em vasilhame esterilizado e bem tampado na geladeira.

REPOLHO AO ALHO E ÓLEO
½ repolho médio picado fino
3 dentes de alho picado bem fininho
3 colheres de sopa de azeite de oliva
Sal e pimenta do reino a gosto

Refogue o alho no azeite aré que fique dourado. Acrescente o repolho, o sal e a pimenta, abaixe o fogo e tampe a
panela. Deixe murchar bem, mexendo de vez em quando, até que fique transparente. Sirva quente.

REPOLHO COM NOZ MOSCADA
2 xícara de água
1 repolho médio em tirinhas
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo
4 colheres de sopa de leite
1 noz-moscada ralada
sal à gosto

Aqueça a água em uma panela. Adicione o repolho em tirinhas. Tampe e cozinhe em fogo baixo por cerca de 4
minutos ou até que o repolho esteja cozido. Escorra e reserve a água.
Derreta a manteiga em uma frigideira. Adicione a farinha. Misture bem e delicadamente até ficar homogêneo.
Continue mexendo por cerca de 2 minuto ou até que o aroma da farinha crua tenha desaparecido, cuidando para
não dourar. Despeje a água do cozimento do repolho e continue mexendo. Deixe ferver e continue mexendo em
fogo baixo por cerca de 2 minuto ou até engrossar. O molho não deve ficar muito grosso. Acrescente o leite e
misture bem. Misture a noz moscada e sal.
Imediatamente antes de servir, aqueça o molho, misture o repolho cozido e deixe levantar fervura, mexendo
sempre. Retire do fogo e sirva.
Dicas: O sabor deste prato fica melhor quando o o molho é acrescentado imediatamente antes de servir. Os dois
primeiros passos podem ser feitos com antecedência.

RISSOLES
1 xícara de leite
1 colher de margarina
sal
1 xícara de farinha de trigo.

Leve ao fogo o leite com a margarina e o sal. Quando ferver, abaixe o fogo e vá colocando aos poucos a farinha de
trigo, mexendo sem parar para não embolar. Cozinhe até desgrudar do fundo da panela. Esfrie, abra a massa e
recheie com seu sabor preferido.

ROLINHOS DE ACELGA COM ARROZ
1 xícara de chá de arroz
3 tomates
2 colheres de sopa de kümmel
10 folhas de acelga
sal a gosto

Lave o arroz, escorra e coloque em uma tigela. Junte duas xícaras de chá de água, ou o suficiente para cobri-lo.

69
Cubra a tigela com filme plástico e deixe de molho por 1 hora. Em seguida, escorra a água e reserve. Lave os
tomates, corte-os em cubos bem pequenos, sem retirar as sementes. Incorpore o arroz (com o caldo de sementes),
junte a metade do k6ummel e o sal. Misture e reserve. Lave as folhas de acelga e escalde-as em uma panela com
água quente. Use a própria panela em que estão cozidos os rolinhos. Retire a parte mais dura da acelga e abra as
folhas em uma superfície lisa. Distribua o arroz temperado, enrole os rolinhos apertando bem e fechando as laterais.
Disponha-os no cesto de uma panela própria para cozimento a vapor. Coloque água na parte de baixo da panela e
junte o kümmel restante. Encaixe o cesto e tampe a panela. Leve ao fogo e cozinhe por 30 minutos, ou até o arroz
ficar macio. Retire do fogo e sirva a seguir.

ROLOS DE BATATA AO CREME DE CEBOLA
500g de batatas
½ xícara de chá de queijo parmesão ralado
2 gemas
100g de queijo gorgonzola amassado
1 lata de creme de leite
2 ½ xícara de chá de leite
1 pacote de sopa de cebola

Cozinhe as batatas, descasque-as e passe-as ainda quentes pelo espremedor. Acrescente o queijo parmesão e as
gemas. Abra porções da massa com as palmas das mãos, recheie com a mistura do queijo gorgonzola e quatro
colheres de sopa de creme de leite. Faça rolos com a massa. Em uma fôrma refratária, arrume os rolos enfileirados
e reserve. A parte, leve ao fogo baixo o leite e a sopa de cebola, deixe ferver e mexa por alguns minutos. Retire do
fogo, junte o creme de leite restante e espalhe sobre os rolos. Leve ao forno para dourar, por aproximadamente 20
minutos. Sirva quente.

70
LETRA S

SALADA DE ALFACE COM QUEIJO
8 folhas de alface
2 cenouras pequenas
100 g de queijo muzzarela
4 tomates grandes sem sementes
1 pepino pequeno
sal
pimenta-do-reino
2 limões
4 colheres de sopa de azeite de oliva
½ maço de hortelã fresca
½ maço de salsinha

Cortar a alface em tirinhas. Ralar a cenoura e picar em cubos o queijo, o tomate, o pepino. Juntar estes
ingredientes e temperar com sal, pimenta, suco de limão e azeite. Polvilhar com hortelã e salsinha. Misturar bem e
servir.

SALADA ÁRABE
1 pepino cortado em cubinhos
1 tomate grande cortado em cubinhos
1 cebola pequena cortada em rodelas
1 pé de alface rasgada

Tempero: salsa,cebolinha,hortelã,alho socado,suco de limão sal e azeite.
Misture tudo e sirva.

SALADA DE ARROZ COM LEGUMES
¼ colher de pimentão vermelho picado
¼ colher de pimentão verde picado
¾ colher de cenouras picadas
¼ colher de salsão bem picado
¼ colher de cogumelos picados
1 colher de arroz cozido
½ colher de chá de curry em pó
½ colher de chá de sal
2 colheres de chá de mostarda
1 colher de chá de água
pimenta moída

Tempero: 2 colheres de sopa de maionese

Misturar o arroz, os legumes e os temperos. Misturar os ingrededientes do tempero, despejar sobre o arroz e
legumes. Sirva.

SALADA DE BATATA COM LIMÃO E ALHO
500 g de batatas em cubinhos
½ xícara de salsa picada
1 dente de alho picadinho
Suco de 2 limões
1 colher de sopa de óleo vegetal
Sal e pimenta a gosto

Ferva as batatas até cozinhar. Espere esfriar. Adicione os ingredientes restantes e misture bem. Sirva.

SALADA DE BERINJELA – Receita Árabe
500 g de berinjela
2 tomates
1 cebola pequena
Caldo de um limão
Sal
Alho
Azeite

Descasque e cozinhe a berinjela na água e sal. Deixe escorrer e esfriar. Tempere e sirva.

SALADA DE BRÓCOLIS E COUVE-FLOR
1 maço de couve-flor cozida, só os buquês
1 maço de brócolis cozido (só os buquês)
1 maço de espinafre cozido

71
½ xícara de maionese
Palmito ou chapignon para enfeitar

Num pirex, alterne a couve-flor e o brócolis. Bater no liquidificador o espinafre com um pouco de maionese.
Espalhar sobre a couve-flor e o brócolis. Enfeitar com palmito em rodelas ou champignon em rodelas.

SALADA DE CEBOLA
2 cebolas grandes, brancas ou roxas, cortadas em meias-luas
Sal, pimenta-do-reino, azeite de oliva e orégano a gosto
1 colher de chá de açúcar

Tempere a cebola primeiro com o açúcar, mexa bem e adicione os outros temperos a gosto. Deixe descansar por 20
minutos antes de servir.

SALADA DE CEBOLA ROXA E LIMÃO
3 limões
1 colher de sobremesa de açúcar mascavado ou demerara
1 cebola roxa grande
1 dente de alho
sal
pimenta de moinho
3 colheres de sopa de salsa picada
azeite virgem extra

Descasque os limões de modo a eliminar qualquer pele ou película branca. Corte os limões em gomos de modo a
eliminar as peles que os envolvem e coloque-os numa saladeira baixa ou prato fundo. Aproveite o sumo que
escorrer, junte-lhe o açúcar mascavado, mexa até dissolver e deite sobre os gomos de limão.
Descasque a cebola, corte-a em gomos finos e junte ao limão. Esborrache o dente de alho, pique-o finamente e
junte-o à salada. Tempere com sal e pimenta moída na altura.
Na hora de servir, polvilhe com a salsa picada, regue com um fio de azeite virgem extra e misture bem.

SALADA DE CENOURA COM BETERRABA
1 cenoura
1 beterraba
Azeite, sal e temperos a gosto

Misture tudo e sirva.

SALADA DE GRÃO-DE-BICO I
1 cebola
1 colher de sopa de mostarda
2 colheres de sopa de cheiro-verde
4 colheres de sopa de azeite
4 dentes de alho
200 g de grão-de-bico
Suco de 1 limão
Sal a gosto

Misture a cebola, o alho, o azeite, a mostarda e o suco do limão. Cozinhe o grão-de-bico, retire a casca e reserve.
Coloque em uma assadeira, salpique o sal, coloque o molho e misture bem. Leve à geladeira por 30 minutos.
Salpique o cheiro-verde na hora de servir. Bom apetite.

SALADA DE GRÃO-DE-BICO II
1/2 quilo de grão-de-bico
1 xícara de chá de maionese
2 ovos cozidos, picados
2 colheres de sopa de cheiro verde, picado
1 cebola picada
1 dente de alho amassado
sal e pimenta do reino, a gosto
rodelas de pimentão vermelho
e raminhos de agrião, para decorar

Deixe o grão-de-bico de molho, durante 6 horas ou mais. Depois retire as cascas com cuidado. Coloque numa
panela e cozinhe em água e sal durante 20 minutos aproximadamente. Escorra e deixe esfriar. Misture com os
demais ingrediente, menos o agrião e o pimentão. Coloque numa travessa. Decore com as rodelas de pimentão e
os raminhos de agrião.

SALADA GREGA – Receita tradicional Natalina
2 tomates cortados em quatro
1 pepino japonês sem semente em fatias

72
3 colheres de sopa de pimentão verde cortado em cubos
2 colheres de sopa de cebola roxa cortada em cubos
6 azeitonas sem caroço picada
2 colheres de sopa de queijo cottage
2 colheres de café de hortelã
1 colher de sopa de salsa
2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto
2 colheres de café de molho de pimenta vermelha
2 colheres de chá de azeite
sal a gosto

Numa vasilha, junte os temperos. Emulsione com um batedor de arame e regue a salada.
Monte a salada: cottage no centro, tomates ao redor, pepino num círculo mais externo. Sobre os tomates coloque o
pimentão e a cebola. Ao redor da cottage, ponha as azeitonas. Regue o molho no centro da cottage.

SALADA DE HORTALIÇAS
1/2 repolho
4 tomates
2 cenouras grandes
1 pepino médio
1 receita de molho para salada de sua preferência.
Sal, salsa, cebola e cebolinhas picadas a gosto.

Lave as hortaliças. Pique o repolho, o tomate, a salsa, a cebola e cebolinhas. Faça um belo arranjo no prato. Raspe
e rale a cenoura e o pepino e acrescente aos outros ingredientes. Adicione o molho para salada e sirva.

SALADA ISRAELITA
2 xícaras de vegetais, como: repolho, tomate, cebolas, radicchios, abacates, rabanetes, pimentões e pepinos
2 colheres de hortelã ou salsinha picada
1 colher de azeite
Sal
Pimenta dedo-de-moça, fresca, picada

Pique os ingredientes e misture bem. Sirva.

SALADA DE LIMÃO SICILIANO
1 limão siciliano grande
¼ xícara de chá de azeite extravirgem
½ colher de chá de sal
pimenta calabresa a gosto
fatias de pão italiano

Descasque o limão (parte amarela) com cuidado, deixando a pele branca sobre ele. Com uma faca bem afiada,
divida o limão em 4, no sentido longitudinal, retire as sementes e corte em fatias bem finas e transparentes (as
mais finas que você conseguir).
Em uma tigela, coloque as fatias de limão, o sal e misture bem. Adicione o azeite, a pimenta e misture novamente.
Deixe marinar por pelo menos 15 minutos antes de servir. Sirva com fatias de pão italiano.
Dica: esta salada é deliciosa quando degustada com o pão italiano, mergulhado no molho que se formou. A
combinação sal e pão abranda a acidez do limão, resultando em um sabor interessante. A casca do limão não é
usada nesta receita, mas pode ser guardada para aromatizar biscoitos, açúcar ou mesmo jogada ao fogo para
aromatizar o ambiente.

SALADA DE MACARRÃO ITALIANA
500g de macarrão parafuso ou penne
250g de queijo provolone em cubinhos
1 brócolis pequeno, picado em pedacinhos de 1 cm e levemente cozido a vapor (não pode deixar ficar mole. Se
preferir, refogue-o levemente na manteiga)
10 a 15 tomates-cereja, cortados ao meio
Mohlo para salada Italiano de sua preferência

Cozinhe a massa conforme as instruções da embalagem. Escorra e enxágue com água fria. Espere esfriar
completamente.
Misture a massa com o provolone, o brócolis e os tomates. Junte o molho para salada (cerca de meia xícara).
Misture bem para homogeneizar e sirva.

SALADA QUENTE DE MACARRÃO
1 pacote de macarrão tipo parafuso
1 xícara de maionese
1 xícara de mussarela cortada em cubinhos
2 tomates sem pele e sem semente bem picadinhos
Bastante cheiro verde picado
73
1 xícara de milho verde cozido ou ½ a ½ ervilha e milho
1 pimentão pequeno verde e 1 vermelho bem picadinhos
1 cenoura cozida cortada em cubinhos pequenos

Cozinhe o macarrão e escorra. Imediatamente misture muito bem todos os ingredientes. Deve ser servido bem
quente para que a mussarella esteja derretida e macia.

SALADA ORIENTE MÉDIO
1 xícara de chá de trigo para kibe
1 maço de hortelã
½ unidade de cebola
2 unidade de tomate
½ xícara de chá de suco de limão
quanto baste de azeite de oliva
quanto baste de sal

Deixar o trigo em molho por 10 minutos. Agora, ele será hidratado com os outros ingredientes. Os tomates,
cortados em quadradinhos soltam água e ajudam a hidratar o trigo. Colocar o tomate picado em cima do trigo.
Cortar a cebola em pedaços pequenos e pôr em cima do tomate. Adicionar bastante salsinha muito bem picadas.
Colocar na tigela com outros ingredientes. Picar a hortelã também muito bem. Ela irá dar o aroma. Junte o suco de
limão que só deverá ser adicionado na hora de servir. Corrija com sal e regue com azeite de oliva abundantemente.
Misture todos os ingredientes. Consumir no mesmo dia. Dica: acompanhe a salada com espeto de chester com
gergelim.

SALADA SÍRIA
2 xícaras de creme de grão de bico (receita abaixo)
100 gramas de azeitonas pretas
3 maços de salsa picadinha
1 repolho picado bem fino
2 cebolas em picadas
1 lata de ervilha
Azeite
Creme
1 prato de grão de bico cozido e amassado como purê
3 colheres de sopa de óleo de gergelim
2 dentes de alho amassados
1 colher de chá de sal
salsa picadinha
1 limão

Para o creme: Misture o purê de grão de bico com o óleo, o caldo de limão, o alho socado, o sal e a salsa.
Salada: Misture o creme de grão de bico com os demais ingredientes. Ponha num prato e polvilhe coma salsa
picadinha. Regue com o azeite e sirva.

SALADA COM TOFU
1 pé de alface americana
1 cenoura
2 talos de salsão
2 tomates
1 colher de sopa de shoyu
1/2 colher de chá de óleo de gergelim torrado
1 colher de sopa de suco de limão
3 colheres de sopa de suco de laranja
1 pepino-japonês
1 colher de sopa de saquê (opcional)
1 colher de chá de gengibre ralado
300 g de tofu

Corte o tofu em cubos, os tomates em fatias e rale a cenoura. Fatie os pepinos e coste os talos de salsão em
pequenos pedaços. Arrume em uma travessa. Regue com o molho de sua preferência.

SALGADO DE BATATA
Batatas
Margarina
Queijo parmesão ralado
Mussarela
Creme de leite ou creme de soja
farinha de rosca.

Cozinhe as batatas com casca. Depois de cozidas, corte em rodelas e forre um pirex. Prossiga em camadas: rodelas

74
de batata, bolinhas de margarina, queijo ralado, mussarela, creme de soja e, por último, farinha de rosca. Vai ao
forno para gratinar.

SALPICÃO NATALINO I
3 maçãs verdes sem casca e em cubos
suco de 1 limão
1 xícara de maionese
sal e pimenta-do-reino a gosto
½ Kg batata em cubos e pré-cozidas
1 xícara de ervilhas
1 cenoura grande ralada
1 xícara de passas pretas
½ xícara de nozes picadas

Coloque em uma vasilha as maçãs e regue com o suco de limão. Em outra vasilha coloque a maionese, o sal a
pimenta e misture bem. Acrescente o restante dos ingredientes e misture. Coloque em uma vasilha, decore com
passas em rama e fatias de maçãs. Leve para a geladeira por 2 horas e sirva em seguida.

SANDUÍCHE “ESTÔMAGO DE QUEIJO”
200 g de queijo mussarela
1 xícara de tomate maduro picado
quanto baste de azeite
quanto baste de pimenta-do-reino branca moída
quanto baste de sal
2 pães franceses

Separar o queijo em duas partes, forrar um prato com uma parte, colocar o tomate e depois colocar a outra parte
cobrindo o tomate. Colocar a pimenta, o sal e o azeite a gosto. Colocar tudo no microondas por 2 minutos (ou até o
queijo derreter todo). Tirar o miolo do pão pela parte onde o miolo aparece (não cortar ele ao meio) e colocar o
queijo com o tomate lá dentro e depois tampar o que restou do buraco como miolo.

SANDUÍCHE DE QUEIJO BRANCO E AGRIÃO
2 fatias de pão de fôrma de aveia
½ cenoura ralada
2 colheres de sopa de requeijão light
2 xícaras de chá de agrião
2 fatias de queijo branco sem gordura
sal a gosto

Misture em uma tigela a cenoura, o requeijão e o sal até obter uma pasta homogênea. Disponha em uma das fatias
do pão as folhas de agrião, a pasta de cenoura e as fatias de queijo branco. Cubra com a outra fatia de pão.

SANDUÍCHE ITALIANO
4 pães tipo francês
200 g de queijo provolone fatiado
200 g de glúten temperado, fatiado finamente (opcional)
2 tomates fatiados
pitada de orégano
2 colheres de sopa de azeite de oliva
sal
folhas de alface

Coloque os tomates em uma tigela e tempere com sal, orégano e azeite de oliva. Reserve. Corte os pães ao meio.
Cubra os fundos com o glúten fatiado e arrume em uma assadeira. Cubra o glúten com as fatias de provolone e leve
ao forno pré-aquecido para que o queijo derreta. Retire do forno e arrume sobre cada sanduíche algumas fatias de
tomate e de alface. Cubra com a tampa do pão e sirva quente.

SANDUÍCHE NATURAL LIGHT
1 pé de alface picado
milho opcional
2 cenouras raladas bem finas
maionese light
uma pitada de sal
pão de forma integral

Pique o alface coloque num recipiente juntamente com a cenoura ralada fininha, coloque o sal e o milho, depois
uma pitada de sal. Coloque a maionese e mexa bem , a maionese tem que ser colocada aos poucos ate que oa
mistura fique bem molhadinha.

SOPA DE BATATAS
3 batatas

75
1 cebola
3 xícaras de água
2 colheres de manteiga
Sal a gosto

Ponha um pouco manteiga numa panela grande. Coloque a cebola em cubos salteie até ficarem transparentes.
Adicione a pouco sal e pimenta. Adicione 3 xícara de água e 3 batatas em cubinhos. Ferva com uma pitada de sal
até ficarem macias. Sirva no ponto ou acrescente creme.

SOPA DE CEBOLA
8 unidade de cebola grande
1 litro de leite de aveia ou de soja
Sal e pimenta do reino a gosto
3 colheres de sopa de farinha de trigo
3 colheres de sopa de margarina Qualy Light Sadia
quanto baste de parmesão ralado
quanto baste de salsinha

Coloque no fogo uma panela com a margarina e a cebola cortada em rodelas grossas, mexa, feche a panela e deixe
por mais ou menos 15 minutos, ou até que as cebolas estejam amareladas e transparentes, adicione sal e mexa
mais um pouco. Abaixe o fogo e coloque o leite de aveia, ferva e adicione o sal, a pimenta e o trigo dissolvido em
um copo de água. Mexa até engrossar, deixe a panela em fogo baixo, fervendo por mais ou menos 15 minutos, ou
até que as cebolas estejam quase derretidas. Desligue o fogo e sirva a sopa em canecas ou pratos fundos com
salsinha picada por cima e salpique queijo ralado. Sirva acompanhada de pão preto e vinho tinto.

SOPA CREME DE QUEIJO
2 pãezinhos (de 50 gramas cada)
2 tabletes de caldo de legumes dissolvidos conforme indicação da embalagem
2 colheres de sopa bem cheias de queijo ralado
1/2 lata de creme de leite
salsinha para decorar.

Pique os pães em pedacinhos e coloque-os no caldo dissolvido. Leve ao fogo para cozinhar por 5 minutos. Passe
esse caldo pela peneira ou bata no liquidificador, incorporando o pão ao caldo. À parte, misture o queijo ao creme
de leite e despeje no fundo da travessa ou sopeira onde vai servir. Despeje o caldo quente na sopeira, mexa bem,
polvilhe a superfície com salsinha bem picadinha e sirva em seguida.

SOPA CRUA ITALIANA
1 abacate, descascado e amassado
4 tomates
uma mão cheia de manjericão
¼ de xícara de azeite de oliva prensado a frio
Sal e pimenta a gosto

Bata todos os ingredientes. Se ficar grosso demais, adicione suco de tomate ou de pepino feito na hora. Você pode
adicionar outros temperos a gosto, para variar.

SOPA DE FEIJÃO, PIMENTÃO E TOMATE
Nesta sopa, pode-se usar feijão-branco, roxinho ou outra leguminosa de sua preferência. Esta sopa é ótima para
congelar, portanto faça-a em grande quantidade. Rende duas porções.

1 colher de sopa de azeite de oliva
1 cebola (cerca de 125 g) picada
1 dente de alho picado
1 pimentão vermelho grande, sem miolo e sem sementes, picado
1 lata de tomates pelados (cerca de 400 g) picados
1 colher de sopa de purê de tomate
½ colher de chá de páprica
1 ramo grande de tomilho fresco ou ½ colher de chá de tomilho seco
400 g de feijão-branco cozido
500 ml de caldo de legumes
um punhado de manjericão fresco picado, para guarnecer

Esquente o azeite de oliva em uma panela de fundo grosso, adicione a cebola, o alho e o pimentão e refogue até
ficarem tenros mas não dourados. Adicione os ingredientes restantes. Deixe levantar fervura, reduza o fogo e apure
por 15 minutos. Salpique as folhas de manjericão por cima, antes de servir.

SOPA DE INVERNO
4 colheres de sopa de azeite
1 cebola
200 g de batata

76
200 g de feijão verde
150 g de ervilhas
250 g de cenouras
1 L de caldo de legumes
sal a gosto
pimenta preta moída a gosto

Lave e prepare os legumes, partindo-os em pedaços muito pequenos. Refogue em azeite a cebolola picada
finamente, junte as verduras, e uma vez bem refogadas, ou seja quando estas estiverem brilhantes, deite o caldo,
deixando cozer por aproximadamente 45 minutos. Tempere de sal e pimenta. Sirva com fatias de pão torrado ou
frito.

SOPA DE MANDIOCA
½ Kg de mandioca
2 colheres de sopa de manteiga ou margarina
2 colheres de sopa de cebola picadinha
2 tomates grandes, sem pele, picados
8 xícaras de água
4 cubinhos de caldo de legumes
Sal e pimenta do reino à gosto
1 colher de sopa de salsinha e cebolinha verde picada

Descasque a mandioca e corte em pedaços. Coloque 1 colher de sopa de manteiga numa panela e leve ao fogo
médio. Adicione a cebola, o tomate e a cebolinha verde e cozinhe durante 10 minutos.
Acrescente a água e os cubinhos de caldo de legumes, tampe e cozinhe em fogo baixo até que a mandioca fique
macia. Bata tudo no liquidificador. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto.
Cozinhe em fogo baixo, sem tampa, até que engrosse.
Adicione a colher de sopa de manteiga restante, a salsinha e sirva a seguir.

SOPA NO PÃO ITALIANO
4 colheres de sopa de margarina
2 alhos-porós em rodelas (somente a parte branca)
sal e pimenta-do-reino moída na hora
1 ½ colher de sopa de farinha de trigo
3 ½ xícaras de chá de leite frio (ou substituto)
200g de tofu defumado
noz-moscada ralada na hora
4 ramos de salsa lavados e picados
2 pães italianos redondos médios
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

Em uma frigideira grande, derreta 2 colheres de sopa de margarina e doure o alho-poró em fogo alto. Tempere com
sal, pimenta e reserve à parte.
Na mesma frigideira, derreta a margarina restante e doure a farinha de trigo. Junte o leite aos poucos, mexendo
sempre com um batedor de arame para não empelotar.
Corte o tofu em pequenos cubinhos. Acrescente os cubinhos e o alho-poró ao leite, e cozinhe até que a sopa fique
encorpada.
Tempere com noz-moscada, pimenta e sal, se necessário. Retire do fogo, misture a salsa e reserve.
Corte uma tampa de cada pão italiano, retire o miolo, preencha com a sopa e polvilhe o queijo ralado. Preaqueça o
forno a 180ºC e aqueça a sopa por cerca de 10 minutos ou até que a superfície esteja dourada.
De desejar, incremente com cenoura ralada ou pimentão vermelho em cubinhos.

STROGONOFF DE QUEIJO
2 colheres de sopa de azeite
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho amassados
1 lata de molho de tomate pronto (340 g)
2 xícaras de chá de água
Sal a gosto
1 pitada de açúcar
1 colher de sopa de mostarda
1 colher de sopa de molho de soja
1 vidro de palmito picado (300 g drenado)
½ xícara de chá de cogumelos laminados
300 g de mussarela em cubos médios (ou mussarela de búfala)/prato / branco ou outros
1 lata de creme de leite sem soro (para retirar o soro do creme de leite, deixe-o por 15 minutos na geladeira)

Numa panela com 2 colheres de sopa de azeite, frite 1 cebola pequena picada e 2 dentes de alho amassados.
Acrescente 1 lata de molho de tomate pronto (340 g) e 2 xícaras de chá de água para que o molho não fique muito
grosso.
Junte sal a gosto, 1 pitada de açúcar, 1 colher de sopa de mostarda e 1 colher de sopa de molho de soja e ½ xícara

77
de chá de cogumelos laminados. Deixe cozinhar por cerca de 10 min em fogo médio.
Acrescente 1 vidro de palmito picado (300 g drenado), 300 g de mussarela em cubos médios (ou mussarela de
búfala).
Desligue o fogo e junte 1 lata de creme de leite sem soro. Misture para que o creme de leite incorpore. Sirva em
seguida com batata palha e arroz branco.
Observação: o prato deve ser servido assim que tirar do fogo para que o queijo não perca a consistência.

SUFLÊ DE AIPO
2 ramas de aipo
3 cebolas ou alhos franceses
½ couve lombarda
espargos (opcional)
3 fatias de pão integral
azeite
vinagre
½ colher de sopa de cominhos
1 colher de sopa de tomilho
salsa
1 copo de caldo de legumes

Põe de molho o miolo do pão numa mistura de azeite, vinagre, cominhos e caldo de legumes (as quantidades
dependem do gosto de cada um).
Coze em pouca água as verduras e reduz tudo a puré com a varinha mágica. Mistura ao pão até obteres uma pasta
homogénea. Põe num tabuleiro e leva ao forno bem quente cerca de 15 minutos, até a parte de cima estar
dourada. Salpica com salsa e está pronto a servir.

SUFLÊ DE BATATA E CENOURA
3 batatas grandes
3 cenouras cozidas
1 xícara de chá de leite
2 colheres de sopa de farinha de trigo
3 ovos inteiros
2 colheres de sopa de manteiga ou margarina
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
1 colher chá de sal

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até homogeneizar a massa. Colocar em forma untada e levar
ao forno médio pré-aquecido.

SUFLÊ DE QUEIJO
1 ½ xícara de leite, ou leite de soja
1 colher de sopa (bem cheia) de maisena
1 colher de sopa de manteiga ou margarina
100 g de queijo parmesão ralado
100 g de queijo mussarela cortado em pedaços
Sal
3 ovos

Leve ao fogo o leite com a maisena e cozinhe até engrossar, sem parar de mexer. Retire do fogo, junte a manteiga
e os queijos. Acrescente uma pitada de sal e misture bem. Deixe esfriar. Junte as gemas e misture bem. Acrescente
as claras batidas em neve, misturando delicadamente. Despeje numa forma para suflê e leve ao forno quente por
30 minutos. Sirva logo, bem quente.

SUFLÊ DE VEGETAIS
3 xícaras de Folhas, talos ou cascas (uma ou mistura de várias)
1 colher de sopa de manteiga ou margarina
Ovo - 4 unidades
1 colher de sopa de farinha de trigo ou maizena
1 xícara de leite ou substituto
Temperos picados a gosto
Sal a gosto
Queijo ralado (opcional) a gosto.

Lave as folhas, talos ou cascas, bem picados. Reserve. Numa panela cozinhe leite, sal, queijo ralado, manteiga e
farinha de trigo ou maizena, tipo molho branco, misture as folhas, talos, cascas e os temperos picados. Reserve.
Bata as claras em neve, acrescente as gemas e o sal. Num pirex untado com manteiga, coloque metade do ovo
batido, no centro a mistura reservada, e cubra com a outra metade do ovo. Decore a gosto (queijo ralado, tomate,
cebola...). Asse em forno quente.

SUNOMONO

78
Fatiar pepino japonês bem fininho. Salgar e esperar um pouco (uns dez minutos). É o segredo. Depois, misturar
vinagre branco (preferencialmente vinagre de arroz) com bastante açúcar e jogar sobre o pepino. Polvilhar com
gergelim cru.

STROGONOFF DE NHOQUE
400 g de nhoque de batata, feito na hora e cozido em água com sal
4 colheres de sopa de manteiga
½ xícara de cebola picada
200 g de champignon fresco
½ xícara de caldo de legumes forte e bem temperado
1 colher de sopa de molho inglês
1 xícara de creme de leite azedo (sour cream)
sal e pimenta-do-reino

Fatie os champignons. Coloque metade da manteiga em uma frigideira grande e leve ao fogo. Quando a manteiga
estiver borbulhando e bem quente, adicione o nhoque. Doure rapidamente sem mexer muito. Retire da frigideira e
reserve. Adicione na mesma frigideira a manteiga restante. Aqueça bem e coloque a cebola. Refogue para que a
cebola fique bem macia e acrescente os cogumelos. Refogue por mais 2 ou 3 minutos, regue com o molho inglês e
coloque o nhoque novamente na frigideira. Regue com o caldo e leve à fervura. Acrescente o creme, misture bem e
tempere com sal e pimenta-do-reino. Não deixe ferver novamente. Sirva.

79
LETRA T

TABULE
2 xícaras de triguilho
1 colher (chá) de sal
1 pitada de pimenta e canela
suco de 2 limões
1 xícara (café) de azeite
1/2 kg de tomates
1 molho de hortelã
2 molhos de salsa e cebolinha
1 cebola picada

Hidratar o trigo,picar tudo e temperar.
Servir com alface e pão Árabe.

TABULE
4 tomates picados em quadradinhos
1 xícara de trigo para quibe fino escolhido e lavado
1 cebola pequena picada bem fina
½ xícara de salsinha fresca picada
¼ xícara de cebolinha fresca picada
¼ xícara de hortelã fresca picada
Miolo de 2 alfaces picadas
Suco de limão
Sal, azeite e pimenta

Deixe o trigo de molho por 15 minutos. Retire da água e esprema bem. Misture a cebola, a cebolinha, a salsa, a
hortelã, a alface, e o tomate. Prepare à parte o tempero com limão, sal e azeite. Acrescente à salada e sirva numa
travessa rasa, sobre 3 folhas de alface romana.

TACACÁ
Goma
5 a 6 mandiocas médias amarelas
2 litros de água
Saco de ráfia
Peneira de palha
Caldo
5 dentes de alho
Água que ficou a goma de molho
Folhas de chicória
Sal a gosto
Goma dissolvida
Nhoque de mandioca, temperado com louro e colorau, imitando camarão

Goma: Deixe as mandiocas descascadas de molho na água por 6 horas, mais ou menos. Depois, rale a mandioca e
esprema no saco de ráfia sobre a peneira. Deixe a água que escorreu descansar por 10 horas para assentar a goma.
Escorra a água e reserve. Vai ficar uma goma no fundo. Coloque água novamente e deixe por mais duas horas.
Escorra a água, reserve e tire a goma aos pedaços. Coloque os pedaços da goma numa tigela com água para
dissolver.
Caldo: Leve a água para ferver com 2 dentes de alho, sal a gosto e duas folhas de chicória por 10 minutos.
Acrescente nhoque e deixe por mais 5 minutos. Numa outra panela leve a goma para cozinhar com 1 litro de água,
mexendo sempre para não empelotar.
Coloque 3 dentes de alho e as folhas de chicória. Sirva em cumbucas com o caldo, a goma, folhas de mandioca
desidratadas e pimenta de cheiro.

TEMPERO PRONTO (SUBSTITUTO DO CALDO KNORR)
2 cebola grande
6 dentes de alho grandes descascados
1 tomate grande (com ou sem pele) sem sementes,
1 pimentão verde grande (sem sementes)
4 colheres de azeite (de sua preferência)
Orégano, pimenta do reino, noz moscada, cominho em pó e cheiro verde fresco
3 colheres de sopa de sal
2 colheres de resíduo de soja, espremido
1 xícara de caldo de legumes

Colocar isso tudo no liquidificador, bater e ir adicionando o caldo de legumes, até ficar com consistência de uma
papa.

80
Depois é só congelar em porções pequenas, e usar substituindo os temperos artificiais. Experimente congelar na
forminha de gelo, e depois passar os cubinhos para um pote plástico no congelador. Um cubinho substitui o tempero
artificial para uma receita de 4 porções, aproximadamente. Convém conferir o sal antes de sevir.

TEXAS CAVIAR
400 g de feijão-fradinho, cozido, enxaguado e escorrido
200 g de molho picante pronto (mexicano)
sal a gosto

Numa tigela média, junte o feijão-fradinho, o molho picante e sal. Deixe na geladeira até a hora de servir.

TOMATES ASSADOS COM ERVAS
4 tomates grandes
½ de xícara de salsa fresca picada
¼ de xícara de cebolinha picada
¼ de xícara de pão amanhecido, ralado ou migalhas
1 colher de sopa de azeite de oliva

Tire a tampa dos tomates. Remova as sementes. Numa tigela, misture a salsa, a cebolinha, as migalhas de pão e o
azeite. Despeje dentro dos tomates com uma colher. Asse a 200°C por 20 a 30 minutos. Sirva imediatamente.

TOMATE CEREJA COM SÁLVIA
½ Kg de tomate-cereja
1 xícara de chá de azeite
30 folhas de sálvia - 5,5 g
1 colher de sopa de sal grosso

Preaqueça o forno em temperatura média (180ºC).
Lave os tomates, seque-os com toalha de papel e delicadamente tire os pedúnculos.
Com 2 colheres de sopa de azeite de oliva unte uma assadeira (20 cm x 29 cm). Arrume os tomates e leve ao forno
por 20 minutos. Retire do forno.
Espalhe a sálvia e volte ao forno por mais 15 minutos. Retire do forno.
Escorra o excesso de água formado na assadeira, polvilhe os tomates com o sal grosso e arrume-os em um
recipiente de vidro limpo e bem seco (capacidade para 1 litro).
Despeje o azeite de oliva restante, que de ser o suficiente para tampar os tomates. Guarde na geladeira e sirva com
fatias de pão.

TOMATES RECHEADOS I
4 tomates
1 lata de palmito picado
½ xícara de chá de maionese light
salsinha picada a gosto
sal a gosto
pimenta a gosto
1 xícara de chá de ervilhas frescas

Corte a tampa dos tomates e retire as sementes. Tempere com sal e vire os tomates sobre um prato para escorrer a
água de seu interior. Misture o palmito com a maionese, os temperos, as ervilhas e recheie os tomates. Decore a
gosto.

TOMATES RECHEADOS II
2 xícaras de carne de soja já hidratada em água e sal, escorrida
100 g de manteiga
sal a gosto
pimenta a gosto
1 colher de sopa de alho moído
4 colheres de sopa de salsinha
2 colheres de sopa de extrato de tomate
1 copo de água
8 tomates grandes
100 g de pinhãozinho

Refogar a carne de soja na manteiga com cebola picada. Temperar com o sal, alho moído, a pimenta e a salsinha.
Deixar tomar gosto por alguns minutos e desligar. Esfriar. Dissolver o extrato de tomate na água. Reservar. Lavar
os tomates e cortar uma tampa pequena junto ao cabinho. Tirar as sementes e rechear com o pinhãozinho e a
carne de soja. Colocá-los um ao lado do outro numa assadeira untada, regando com o extrato de tomate dissolvido
na água. Levar ao forno brando por 30 minutos.
Obs.: Para ficar saboroso, a carne de soja deve estar bem picante.

TOMATE SECO RÁPIDO (microondas)
3 kilos de tomates

81
1 colher de sopa de sal
1/2 xícara de açúcar
Misturar o sal com açúcar
Vinagre
Tempero
1 xícara de azeite
6 dentes de alho espremidos
1 colher de sobremesa de orégano
1 colher de sobremesa de sal
folhas de louro
pimenta a gosto

Corte os tomates ao meio e tire as sementes, coloque uma colherinha de café de vinagre em cada tomate cortado,
polvilhe com sal e açúcar.
Coloque-os no microondas com a pele para baixo e em refratário grande por 25 minutos e a cada 5 minutos jogue
fora o excesso de água dos tomates, vire-os e deixe de 10 a 15 minutos (potência alta) ou até parar de sair água.
Dica: Não coloque no micro os 3kg de tomates de uma só vez, coloque os tomates de modo a completar o prato do
micro, um ao lado do outro.
Após o micro, leve ao forno 200° C por 1/2 hora ou até que a pele fique um pouco seca.
Desligue o forno. Não retire do forno até que estejam totalmente frios.
Obs.: O Microondas é para acelerar o processo de desidratação do tomate, pois em forno comum levaria cerca de 6
horas.
É aconselhavel depois do micro colocar em forno a gás só para dar uma secada na pele pois comida de micro nunca
é igual ao de forno.
Temperar com alho picado, folhas de louro, pimenta, azeite, misturar bem e colocar em vidros, complete com azeite
até o topo e deixe descansar alguns dias. Rende mais ou menos 2 vidros (tipo maionese).

TORRADAS DE AZEITONA
100g de de pão torrado em pedaços médios
1 cebola picada
1 xícara de chá de caldo de legumes
2 colheres de sopa de creme vegetal (margarina)
1 folha de louro
2 pires de azeitonas verdes
1 colher de chá de amido de milho
1 colher de sopa de salsa picada

Doure a cebola no creme vegetal, junte o louro, o caldo de legumes e as azeitonas, sem caroço e partidas ao meio.
Deixe ferver e engrosse com o amido de milho. Ao retirar do fogo, junte a salsa. Distribua nas torradas e sirva.

TORRADAS LIGEIRAS
Tempo de preparo: 5 minutos
4 fatias de pão preto
4 fatias de queijo Feta ou Gouda (eu prefiro Gouda)
4 folhas de rúcula
1 tomate maduro fatiado
Azeite de oliva
Pimenta-do-reino

Ligue o forno. Toste o pão em temperatura alta enquanto lava a rúcula e fatia o queijo e o tomate – cerca de dez
minutos.
Tire o pão do forno, cubra cada um com uma fatia de queijo, uma folha de rúcula e uma rodela de tomate, nesta
ordem. Por cima, um pouquinho de azeite e pimenta-do-reino a gosto. Sirva imediatamente. Dá para fazer canapés
do mesmo jeito, basta cortar cada fatia de pão em quatro, e usar tomates-cereja no lugar do tomate grande.

TORRADAS COM ANTEPASTO DE BERINJELA E PIMENTÃO
1 berinjela em tiras
½ pimentão vermelho em cubos pequenos
1 dente de alho picado
½ cebola picada
2 colheres de sopa de vinagre branco
quanto baste de sal
quanto baste de salsinha picada
quanto baste de orégano
1 colher de chá de azeite
23 torradas

Refogue o alho e a cebola no azeite, junte a berinjela e o pimentão. Refogue por alguns minutos. Junte o vinagre e
o restante dos temperos. Sirva com as torradas.

TORRADAS COM TOMATE E CEBOLA

82
8 fatia de pão italiano filão
1 unidade de cebola roxa
1 maço de manjericão
4 unidade de azeitona preta sem caroço
1 unidade de pimentão vermelho
2 unidade de tomate picado, sem pele, sem sementes
1 dente de alho
3 colheres de sopa de óleo de soja
quanto baste de sal
quanto baste de pimenta-do-reino preta

Lave o pimentão, retire a pele e corte em pedaços. Passe pelo liqüidificador ou processador com 1/4 da cebola, o
óleo, um pouco de manjericão, as azeitonas, sal e pimenta do reino. Toste as fatias de pão e esfregue um lado com
o dente de alho.
Cubra com a pasta de azeitona e pimentão; coloque o tomate e a cebola cortada em fatias, as azeitonas restantes e
as folhas de manjericão. Regue com um fio de óleo.

TORTA DE CEBOLA
5 cebolas pedaços pequenos
1 copo de óleo
4 ovos
10 colheres grandes de farinha
2 colheres grandes de pó royal
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta do reino

Bater tudo no liquidificador. Colocar em assadeira untada de óleo. Assar por 45 minutos

TORTA CREMOSA DE ARROZ
1 xícara de chá de arroz
2 colheres de sopa de óleo
1 cebola média picada
2 dentes de alho amassados
3 xícaras de chá de leite
½ xícara de chá de queijo parmesão ralado
2 cenouras médias cortadas em pedaços pequenos
1 ovo batido
4 colheres de sopa de salsinha
sal a gosto

Lave o arroz, coloque-o sobre uma peneira e deixe escorrer. Aqueça o óleo em uma panela grande e junte a cebola
e o alho. Frite, mexendo de vez em quando, por 3 minutos, ou até ficar levemente dourado. Adicione o arroz e
refogue, mexendo sem parar, por 4 minutos, ou até ficar brilhante. Junte o leite, o sal e misture. Cozinhe, mexendo
de vez em quando, e assim que ferver, reduza o fogo e tampe parcialmente a panela. Cozinhe por mais 35 minutos,
ou até o arroz ficar macio. Retire e misture 3 colheres de sopa de queijo ralado. Disponha o arroz em um refratário
com 20 cm de diâmetro e reserve. Cobertura: coloque as cenouras em uma panela, cubra com água e coloque o sal.
Leve ao fogo por 20 minutos, ou até a cenoura ficar macia. Retire do fogo, escorra a água e transfira a cenoura para
uma tigela. Amasse-a com um garfo e misture o ovo e a salsinha. Distribua sobre o arroz e salpique o queijo ralado
restante. Leve ao forno médio por 20 minutos ou até gratinar. Retire do forno e sirva bem quente.

TORTA GREGA DE QUEIJO
2 pacotes de massa folhada congelada
500g queijo mussarela ou prato ralado grosso
500g de queijo parmesão ralado grosso
2 colheres de sopa de azeite de oliva
4 alhos-porós cortados em rodelas finas e refogados no azeite de oliva
1 litro de molho branco
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Numa tigela, misture os queijos (reserve um pouco - 100g - do parmesão para polvilhar sobre a massa) o molho
branco, acrescentando o alho porró refogado e tempere com sal e pimenta-do-reino. Misture bem e deixe esfriar.
Abra a massa folhada conforme as instruções do pacote, uma para o fundo da assadeira e outra para cobrir. Unte
uma assadeira retangular de 40 cm
Cubra o fundo com a massa deixando sobrar nas bordas para poder fechar;
Despeje o recheio (frio) por igual sobre a massa. Use a outra parte para cobrir;
Feche bem a torta unindo as pontas de cima e de baixo da massa.
Aperte com a ponta de um garfo previamente umedecida. Espalhe o parmesão por cima e leve para assar em forno
pré-aquecido, a 200ºC, até dourar. Sirva imediatamente.

TORTA DE LEGUMES

83
500 g de trigo para quibe
legumes variados (a gosto), cozidos e picados - (aproveite o caldo desses legumes cozidos para uma sopa)
2 cebolas cruas raladas
sal e óleo a gosto

Deixe o trigo para quibe de molho de um dia para o outro. Na manhã seguinte, escorra toda a água. Acrescente os
legumes e misture com a cebola (quanto mais cebola, mais gostosa a torta ficará). Misture tudo com o trigo para
quibe, acrescentando sal e óleo. Despeje em um pirex e leve ao forno brando por meia hora. Sirva bem quente.

TORTA DE LIQUIDIFICADOR
1 ovo
6 colheres de sopa bem cheias de farinha de trigo
5 colheres de sopa de queijo ralado
1 pitada de orégano
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
1/2 cebola
1 xícara de chá de leite
1/2 xícara de chá de óleo
Recheio: a gosto

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata, se ficar muito mole acrescente mais farinha de trigo, para
adquirir consistência. Acenda o forno para pré-aquecer em temperatura média. Unte um pirex com óleo, derrame
um pouco da massa para cobrir o fundo, depois acrescente todo recheio e cubra com o restante da massa e leve ao
forno até dourar por cerca de 30 minutos.

TORTA DE MILHO
4 espigas de milho cozidas
1 copo de leite
1 colher das de café de sal
pimenta do reino a gosto
2 ovos
7 colheres de farinha de trigo
3 fatias grossas de queijo mineiro ou mussarela

Cortar os grãos das espigas. Bater no liquidificador, os grãos, o leite, os ovos, sal e pimenta. Ir acrescentando a
farinha de trigo aos poucos, sem parar de bater. Untar um refratário e colocar metade da massa. Rechear com o
queijo picado e colocar a outra metade da massa. Levar ao forno quente por aproximadamente 35 minutos até que
enfiando um palito no centro, ele saia seco e a torta esteja dourada.

TORTA SABOROSA DE MANDIOCA
1kg de mandioca cozida em sal
1 copo de requeijão
1/2 xícara de leite quente
sal

Recheio
refogado de carne de soja com cebola, tomate e pimentão, tempero a gosto
queijo mussarela ralado a gosto

Misture o aipim cozido (esmagado como purê) no requeijão e leite. Coloque uma pitada de sal e jogue a metade
desta massa num refratário untado com manteiga e farinha de rosca. Cubra com o recheio. Coloque o restante da
massa e polvilhe com queijo parmesão. Leve no forno médio por 40 minutos.

TORTA SALGADA SIMPLES
12 colheres de farinha de trigo
1 copo de óleo
3 ovos inteiros
1 colher de sobre mesa de sal
2 copos de leite
1 colher de fermento
Recheio a gosto

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Depois coloque a metade da massa em uma forma untada e coloque o
recheio. Depois coloque o resto da massa. Leve para assar até ficar dourado.

TUTU DE FEIJÃO
½ xícara de chá de óleo
1 cebola média picada
1 dente de alho picado
1 Kg de feijão cozido
Sal a gosto

84
Farinha de mandioca - o suficiente para dar o ponto
1 colher de sopa de salsinha
1 colher de sopa de cebolinha verde picada
Pimenta a gosto

No óleo refogue a cebola e o alho. Junte o feijão e acerte o sal. Coloque a farinha de mandioca aos poucos,
mexendo sempre, até obter um pirão não muito duro. Junte a salsinha e a cebolinha. Misture bem se preferir
adicione pimenta.

TUTU À PAULISTA
3 xícaras de feijão carioca
3 xícaras de farinha de mandioca
5 colheres de sopa de óleo vegetal
1 xícara de cheiro-verde (salsinha e cebolinha picadas)
2 tomates
2 pimentões

Cozinhar o feijão em 1 litro de água com sal. Bater no liquidificador para formar um creme ralo. Se preciso, adicione
um pouco mais de água. À parte, refogar todos os temperos. Acrescentar o creme ralo de feijão, misturar bem com
todos os temperos e jogar a farinha de mandioca para engrossar até o ponto de um purê grosso. Jogar o cheiro
verde por cima.

85
LETRA V

VAGEM COM GERGELIM À MODA JAPONESA
1 colher de sopa de óleo de canola
1 ½ colher de chá de óleo de gergelim
400 g de vagens frescas, lavadas
1 colher de sopa de shoyu
1 colher de sopa de sementes de gergelim tostadas

Aqueça uma frigideira grande ou wok em fogo médio. Quando estiver quente, despeje o óleo de canola e de
gergelim. Coloque então as vagens na wok e mexa bem para envolver com o óleo. Cozinhe mexendo, até que as
vagens fiquem bem verdes e comecem a dourar em alguns pontos, ou seja, cerca de 10 minutos.
Tire do fogo e adicione shoyu, tampe e deixe descansar por 5 minutos. Trasnfira para a travessa de servir e salpique
as sementes de gergelim.

VAGEM REFOGADA
500 g de vagem
1 cebola
6 tomates
alho
louro, salsa e ervas aromáticas
sal

Frite a cebola com alho e quando começar a dourar, junte os tomates picados, o louro, a vagem picada e um pouco
de sal. Tampe e cozinhe em fogo baixo. Cinco minutos antes de apagar o fogo, junte a salsa e as ervas aromáticas.
Sirva quente.

VEGETAIS FRESCOS COM CREME HOLANDÊS
2 Kg de vegetais frescos como aspargos, cenouras, brócolis etc.,
2 gemas
200 g de manteiga
2 colheres de sopa de caldo de vegetais
suco de limão
sal
pimenta branca

Lave os vegetais e cozinhe em bastante água com sal até ficarem al dente.
Derreta a manteiga em fogo brando e deixe esfriar um pouco (aproximadamente 40° Celsius).
Bata as gemas junto com o caldo de vegetais, sal e suco de limão em uma tigela em banho-maria até obter uma
consistência espumosa. Misture a manteiga aos poucos, mexendo sempre, até obter um creme. Tempere com
pimenta.

VEGETAIS GRELHADOS COM ESPECIARIAS
1 colher de sopa de azeite de oliva
2 colheres de sopa de Creme Vegetal Sadia Vita
1 colher de café de sementes de cominho
½ pimentão verde pequeno sem sementes em tiras
½ pimentão vermelho pequeno sem sementes em tiras
½ pimentão amarelo pequeno sem sementes em tiras
2 abobrinhas italianas pequenascortadas no sentido diagonal
2 tomates pequenos cortados ao meio
1 cebola roxa pequena cortada em quatro
1 berinjela cortada em fatias grossas
4 dentes de alho picados
1 colher de sopa de gengibre picado
Sal a gosto
1 colher de chá de pimenta rosa
Para decorar: Fatias de limão

Aqueça uma grelha por 2 minutos. Coloque o azeite, o Creme Vegetal Sadia Vita e as sementes de cominho.
Disponha os vegetais na grelha e acrescente o sal, o alho, o gengibre e a pimenta.
Grelhe por, aproximadamente, 10 minutos virando na metade do tempo, ou até que os vegetais fiquem marcados
pela grelha.
Sirva com fatias de limão e polvilhe o coentro fresco picado. Repita a operação até acabarem os vegetais.

VINAGRETE DE MOSTARDA
2 ovos
¼ de xícara de mostarda
2 xícaras de azeite
2/3 de xícara de vinagre de vinho tinto

86
sal e pimenta do reino a gosto.

Numa vasilha bata os ovos com a mostarda.Sem parar de bater, junte o azeite lentamente.A mistura vai engrossar
e ter a aparência de uma maionese cremosa.Quando todo o azeite tiver sido usado, adicione os ingredientes
restantes.Dá aproximadamente 3 xícaras, e deve ser usado muito moderadamente.

VIRADO DE MILHO VERDE
Grãos de 4 espigas de milho verde
2 colheres de sopa de manteiga
Salsa picadinha
Farinha de trigo
Sal a gosto

Coloque os grãos de milho em água e deixe cozinhar. Junte o sal, e depois de cozidos, escorra a água e reserve.
Ponha em uma panela, a manteiga, junte o milho e refogue por alguns minutos. Junte a parte da água que
cozinhou o milho, acrescente a farinha de milho, aos poucos, mexendo sempre com uma colher de pau. Quando o
virado atingir boa consistência (deve ficar úmido), junte a salsa picada e misture bem.

VIRADO DE VAGEM
250 g de vagem cozida
2 colheres de sopa de margarina
1 unidade de cebola picada
1 dente de alho picado
quanto baste de sal
2 xícara de chá de farinha de mandioca crua

Corte as vagens em fatias finas. Numa panela, aqueça a margarina e refogue a cebola e o alho. Acrescente a
vagem, o sal e cozinhe por mais ou menos 10 minutos, até que a vagem esteja macia. Junte a farinha de mandioca
e mexa bem por uns 2 ou 3 minutos.
Dica: Você pode substituir a vagem por couve, repolho, acelga, ou outras verduras ou legumes.

VITAMINA SAUDÁVEL (Substituição de uma refeição)
1 xícara de chá de leite de aveia (2 colheres se sobremesa rasas de aveia para 200 ml de água quente – bata no
liquidificador e deixe esfriar)
½ fatia fina de mamão papaia
¼ de unidade de maçã
1 banana madura pequena (se for grande, use meia banana)
2 ameixas secas
½ xícara de espinafre lavado
1 colher (sobremesa) de aveia em flocos
1 colher de chá de gergelim cru
1 castanha-do-pará descascada
1 colher de chá de gérmen de trigo
1 colher de salsa fresca lavada e picada
½ copo de água

Bata no liquidificador o leite de aveia, o espinafre e a salsa. Depois acrescente o mamão, a maçã, a banana, a
aveia, a castanha-do-pará e o gergelim. Acrescente meio copo de água e bata mais. Coloque em um copo grande e
polvilhe o gérmen de trigo. Se desejar adoçar, use stevia. Tome 300 ml da vitamina, de uma vez, em substituição
de 1 refeição. Não guarde sobras.
Obs.: O espinafre e a salsa não deixam a vitamina ruim, fica com gosto de vitamina mesmo.

87
LETRA W

WRAP
500g de farinha de trigo
4 colheres de chá de sal
4 colheres de chá de açúcar
6 colheres de sopa de manteiga
1 tablete (15 g) de fermento biológico
1 clara

Peneire a farinha, junte o sal, o açúcar, 4 colheres de manteiga, o fermento, a clara e 1 xícara de chá de água
morna. Bata na batedeira em velocidade média, até a massa ficar homogênea.
Divida a massa em 14 partes iguais, faça bolinhas e embrulhe-as com filme plástico. Deixe descansar por 25
minutos. Em seguida, coloque a massa numa superfície enfarinhada.
Abra cada uma das bolas com um rolo de macarrão, ou uma garrafa de vidro esterilizada, até obter uma espessura
de aproximadamente 1 mm e 29 cm de diâmetro.
Com a manteiga restante, unte 4 assadeiras.
Disponha as massas e leve ao forno por 20 minutos. A massa deverá ficar levemente firme e não deverá dourar.
Assim que retirar as massas do forno, guarde-as, uma a uma, em saco plástico, próprio para alimentos, para não
perder umidade.
O pão pode ser guardado em geladeira 1 a 3 dias.
Deixe a massa enrolada no saco plástico e retire somente antes de usar.
Recheie a gosto, enrole e aqueça no forno.
Sugestões de recheio: Tofu picado ou amassado com o garfo, alface, tomate seco e maionese de soja. Ou frango
desfiado vegan com milho verde e cenoura ralada.

WRAP LIGHT
1 pão folha (ou pão sírio)
2 folhas de alface (americano de preferencia mas pode ser crespa)
2 colheres de sopa de cream cheese (light)
2 fatias de mussarela (light) (ou substitua por queijo branco)
2 ovos cozidos
1 colher de sopa de azeite

Numa frigideira misture o ovo picado e a mussarela e por cima o azeite. (se preferir coloque alguma erva natural de
sua preferencia como oregano ou manjericão)
Passe o cream-cheese no pão e junte o alface, e o prepado de ovos com a mussarela , dobre as laterais e enrole.
Corte ao meio e sirva.

88
LETRA Y
YAKISSOBA VEGETARIANO
Molho
2 colheres de sopa de maisena
½ xícara de chá de molho de soja
½ colher de chá de açúcar
1 colher de chá de sal

Nota: Se você tiver à sua disposição um tipo de molho de soja (shoyu) que é um pouco mais espesso você pode
misturá-lo com um pouco de shoyu convencional. Fazendo essa mistura, não é necessário utilizar os ingredientes do
molho acima.

1 xícara de óleo
1 colher de sopa de sal
400 g de macarrão para yakissoba
3 cebolas médias cortadas grosseiramente
2 cenouras grandes descascadas e cortadas em palitos
1 pimentão vermelho grande cortado em cubos
1 pimentão verde cortado em cubos
½ maço de brócolis
4 folhas médias de acelga picada
1 xícara de chá de cogumelos em fatias finas
8 talos de cebolinha verde lavados e picados

Molho: dissolva a maisena em 1 xícara de chá de água fria e leve ao fogo para que engrosse levemente. Acrescente
o molho de soja, o açúcar e o sal. Reserve, mantendo aquecido.
Macarrão: em uma panela grande, aqueça 3 litros de água com 1 colher de sopa de óleo e o sal. Acrescente
pequenas porções de macarrão e deixe cozinhar por 5 minutos.
Legumes: em uma frigideira grande e de bordas altas, aqueça o restante do óleo e refogue os legumes um a um,
na seguinte ordem: cebola, cenoura, pimentão, brócolis, acelga e cogumelos. Aos poucos, vá acrescentando
alternadamente as porções de macarrão e de molho, misturando suavemente. Acrescente a cebolinha e sirva
quente.

89
ALIMENTOS PARA CRIANÇAS

RECEITAS PRÁTICAS - DOS 6 AOS 9 MESES DE IDADE

PAPINHA DE BEBÊ
Pegue um pouco de arroz integral já cozido, ponha numa panela com algum legume picado: chuchu, batata baroa
(ou mandioquinha), cenoura, abóbora, inhame, aipim (mandioca), batata-doce; um só, ou no máximo dois. Junte
água e ponha para ferver até o legume estar cozido.
Aí, passe na peneira ou no liquidificador.
Na hora de servir, junte um pouco de suco de salsa: pegue um ou dois ramos de salsinha e esprema na peneira
com uma colher de pau, deixando o caldo cair na sopinha.
Outra possibilidade, para fazer uma papa mais doce e variar o sabor, é cozinhar o arroz com banana, maçã ou pêra.
Só dê feijão ao bebê depois dos nove meses, mas se quiser pode colocar também lentilha ou feijão azuki na sopinha
(de preferência já cozido, mas os dois cozinham bem depressa e são as leguminosas de digestão mais fácil). Varie a
sopinha a cada refeição e às vezes use aveia em vez de arroz.
Entre as principais refeições, dê suco de laranja, banana amassada, maçã ralada, mamão amassadinho. Também
variando sempre.

SOPINHA DE BATATA COM ESPINAFRE
2 batatas médias cortadas em cubinhos pequenos
algumas folhas de espinafre bem lavadas e cortadas em tiras
½ cebola picada em cubinhos
1 dente de alho picadinho
1 colher de sopa de arroz previamente cozido
1 colher de sopa de óleo de oliva, sal.

Coloque a batata, o espinafre, a cebola, o alho e sal para cozinhar em fogo baixo em uma panela com água cobrindo
os ingredientes, até ficar tudo bem cozido. Adicione o arroz e o óleo de oliva, mexendo sempre até uniformizar
tudo. Passe tudo na peneira fina.
OBS: você pode colocar a sopinha em uma forminha de gelo no freezer e ir consumindo aos poucos.

SOPINHA DE CENOURA COM COUVE
2 cenouras médias cortadas em cubinhos pequenos
algumas folhas de couve bem lavadas e cortadas em tiras
½ cebola picada em cubinhos
1 dente de alho picadinho
1 colher de sopa de arroz previamente cozido
1 colher de sopa de óleo de oliva
sal.

Coloque a cenoura, as folhas de couve, a cebola, o alho e sal para cozinhar em fogo baixo em uma panela com água
cobrindo os ingredientes, até ficar tudo bem cozido. Adicione o arroz e o óleo de oliva, mexendo sempre até
uniformizar tudo. Passe tudo na peneira fina.
OBS: você pode colocar a sopinha em uma forminha de gelo no freezer e ir consumindo aos poucos.

SOPINHA DE CHUCHU COM BRÓCOLIS
2 chuchus médios cortados em cubinhos pequenos
algumas folhas de brócolis bem lavadas e cortadas em tiras
½ cebola picada em cubinhos
1 dente de alho picadinho
1 colher de sopa de creme de arroz
1 colher de sopa de óleo de oliva
sal.

Coloque o chuchu, o brócolis, a cebola, o alho e sal para cozinhar em fogo baixo em uma panela com água cobrindo
os ingredientes, até ficar tudo bem cozido. Adicione o creme de arroz e o óleo de oliva, mexendo sempre até
uniformizar tudo. Passe tudo na peneira fina.
OBS: você pode colocar a sopinha em uma forminha de gelo no freezer e ir consumindo aos poucos.

CREME DE CEREAIS COM ERVA-DOCE
250 g de caldo vegetal
1 erva-doce média
4 ou 5 colheres de sopa de creme de cereais (já pronto)
2 colheres de queijo ralado
1 colher de óleo de oliva.

Limpe, lave e exclua os caules mais grossos da erva-doce, cortando-os em pedaços. Cozinhe até que fique bem
mole, e passe tudo na peneira fina. Acrescente o caldo vegetal, levando a fervura completa, e aos poucos vá
colocando o creme de cereais pré-cozido. tempere com o queijo-ralado e o óleo de oliva.

90
SOPINHA DE ABÓBORA
350 g de caldo vegetal
30 g de macarrãozinho
100 g de abóbora já descascada
1 colher de sopa de óleo de oliva.

Corte a abóbora em cubinhos, e leve ao fogo brando junto com o caldo vegetal, até que fique bem macia. Tire os
pedacinhos da abóbora do fogo com uma espumadeira, e acrescente os macarrãozinhos. À parte, amasse os
pedaços da abóbora, diretamente no prato do bebê, e assim que estiver pronto o macarrão, una aos outros
ingredientes, temperando tudo com um pouco de óleo e sal.

COMPOTA DE FRUTAS
2 maçãs médias
1 banana nanica madura
Descasque e corte em cubinhos as 2 maçãs médias e a banana, cubra com água e leve ao fogo bem baixo para
cozinhar até que os pedaços fiquem molinhos. Passe na peneira fina. Você pode substituir as maçãs por outras
frutas, como pera ou mamão.

RECEITAS PRÁTICAS - A PARTIR DOS 9 MESES DE IDADE

SOPA DE ABOBRINHA COM BRÓCOLIS
2 abobrinhas (tipo italianas) médias cortadas em cubinhos pequenos
algumas folhas de brócolis bem lavadas e cortadas em tiras
½ cebola picada em cubinhos
1 dente de alho picadinho
1 colher de sopa de arroz previamente cozido
1 colher de sopa de óleo de oliva
Sal
algumas folhas de manjericão (para ir dando paladar e tempero à comida).

Coloque a abobrinha, o brócolis, a cebola, o alho, o sal e o manjericão para cozinhar em fogo baixo em uma panela
com água cobrindo os ingredientes, até ficar tudo bem cozido. Bata tudo com um mixer de mão, de forma
"grosseira" para deixar cada vez mais pedaços maiores, incentivando assim o bebê a incrementar a mastigação. Ou
passe na peneira grossa ou amasse com um garfo. Leve novamente ao fogo, adicionando o arroz e o óleo de oliva,
mexendo sempre até misturar tudo.
OBS: você pode colocar a sopinha em uma forminha de gelo no freezer e ir consumindo aos poucos.

DOCE DE FRUTA
8 biscoitos tipo maisena
suco de 1 laranja
½ potinho de fruta homogeneizada
½ potinho de iogurte natural.

Deixe de molho os biscoitos no suco de laranja por 1/2 hora depois coloque-os sem desmontá-los no fundo de um
pratinho pequeno. A parte, misture a fruta homogeneizada, o iogurte e o resto do suco de fruta e coloque sobre os
biscoitos, deixando repousar por mais 1/2 hora antes de servir.

SOPA DE ABÓBORA COM ESPINHAFRE
¼ de abóbora cortada em cubinhos pequenos
algumas folhas de espinafre bem lavadas e cortadas em tiras
½ cebola picada em cubinhos
1 dente de alho picadinho
1 colher de sopa de creme de arroz
1 colher de sopa de óleo de oliva
sal

Coloque a abóbora, o espináfre, a cebola, o alho e sal para cozinhar em fogo baixo em uma panela com água
cobrindo os ingredientes, até ficar tudo bem cozido. Bata tudo com um mixer de mão, mas sem deixar que vire uma
papa (isto é, faça com que fique com uma consistência firme ou até mesmo alguns pedacinhos mais grossos, para
incentivar o bebê a mastigar). Ou passe na peneira grossa ou amasse com um garfo. Leve novamente ao fogo,
adicionando o creme de arroz e o óleo de oliva, mexendo sempre até engrossar.
OBS: você pode colocar a sopinha em uma forminha de gelo no freezer e ir consumindo aos poucos.

MACARRÃO AOS DOIS QUEIJOS
3 colheres de sopa de macarrão bem pequeno
1 queijo tipo polenguinho
Sal
Queijo ralado tipo parmesão.

91
Cozinhe o macarrão em água quente e sal, coe e coloque-o em um pratinho com pedaços do queijo tipo
polenguinho previamente cortados. Misture bem o macarrão com o polenguinho e espalhe um pouco de queijo
parmesão por cima.

SOPA DE LENTILHAS
100 g de lentilhas
1 cenoura
1 pedaço de salsão
2 colheres de macarrãozinho
1 colher de queijo ralado
1 colher de óleo de oliva

Na noite anterior, deixe as lentilhas de molho, eliminando aquelas que vierem a tona. Prepare o caldo, fazendo
ferver as verduras em pedacinhos, junto com as lentilhas, por aproximadamente 2 horas. Coe o caldo, separando
mais ou menos 250 g, e leve-o novamente ao fogo (descarte o excesso). Acrescente 2 colheres das lentilhas
separadas anteriormente e passadas na peneira, para formar um caldo mais denso, e também acrescente o
macarrãozinho, deixando-o cozinhar por 3 a 4 minutos. Tempere com queijo ralado e óleo de oliva.

COMO ACOSTUMAR A CRIANÇA COM AS VERDURAS
- No molho de tomate (na pizza, ou no macarrão) bata no liquidificador uma cenoura com o molho. No molho de
tomate você pode "esconder" abóbora, cenoura e até chuchu, desde que esteja bem cozido e batido ou moído.

- Nos molhos mais fortes, como mostarda, você pode "esconder" folhas de mostarda (aquelas grandes e picantes,
que se vende no supermercado), folhas de brócolis cozidas.

- Quando fizer lasanha, tire o presunto e use carne de soja no lugar da de vaca.

- Quando fizer um molho escuro, bata uma folha de brócolis ou espinafre no liquidificador e acrescente.

- Faça bolo de cenoura, ou mousse de beterraba (basta cozinhá-la e fazer a mousse sem gelatina, como aquelas de
morango e maracujá). Umas gotinhas de limão cortam um pouco o açúcar da beterraba, e fica parecendo
mousse de framboesa.

- Quando fizer um prato com maionese, aproveite para fazer um pesto de azeite, manjericão, alho, cebola e talos de
legumes cozidos. Bata tudo isso até virar uma pasta consistente, misture à maionese (que tem um sabor forte
e disfarça os outros ingredientes). Use essa maionese temperada para fazer sanduíches ou tortas frias (aquelas
tortas com pão de forma). Fica delicioso e nutritivo.

- Experimente amassar um inhame e misturar ao purê de batatas, e tempere com alho frito. Fica uma delícia. E o
inhame é rico em sais minerais. Não atrapalha o sabor do purê.

- Bater algumas verduras no liquidificador e misturar ao caldo do feijão também o fortifica e, como o feijão tem
sabor forte, ninguém percebe. Recomendo cebolas, pimentão vermelho, couve e salsinha. A salsa é poderoso
antioxidante e faz muito bem à pele, mas algumas pessoas não gostam do seu sabor. Se bem batida, pode ser
disfarçada em pratos que levem mostarda ou vinagre.

- Folhas de cenoura e folhas de beterraba são injustiçadas. Batidas no liquidificador, podem ser acrescentadas ao
molho madeira "falso" (sem carne). Ajudam a dar a corzinha escura que o molho tem.

- Porções de arroz integral podem ser misturadas ao arroz branco se você colocar um pouco de açafrão (aquele
tempero amarelo) e um cubinho de caldo de legumes derretido em azeite. Misture bem e despeje sobre o arroz
misturado. Numa hora dessas, eu também pico umas folhas escuras e finjo que é cheiro-verde. Fica um
perfeito arroz temperado, um olho menos atento não perceberá os ingredientes direito.

- Carne de soja costuma ser detestada por algumas pessoas, por causa do gosto. Hidrate com um pouquinho de
vinagre na água, esprema bem e preparo na frigideira um tempero: Cominho em pó, pimenta-do-reino, louro,
bastante alho picado e cebola ralada, azeite e pouco sal. Frite tudo isso até dourar o alho e misture a carne de
soja espremida. Deixe-a fritar e enquanto isso, passe no processador meia cenoura, meio pimentão verde
pequeno, e se tiver, ponha acelga também. Pegue a pasta de vegetais e refogue numa frigideira, apenas com
um pouco de azeite e uma pitada de sal. Quem quiser, pode acrescentar tomate. Junte esse purê refogado à
carne de soja que estava fritando e refogue mais um pouquinho; além de ficar muito gostosa, fica na
consistência certa para rechear tortas, rocambole e sanduíches.

92
CREMES, PASTAS E PATÉS

CREME DE ESPINAFRE (de microondas)
1 maço de espinafre (somente as folhas)
1 cebola pequena picada
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 xícara de chá de leite
2 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de salsa picadinha
Sal e pimenta do reino a gosto

Lave bem o espinafre. Coloque no refratário oval, tampe e leve ao microondas por 10 minutos na potência alta.
Mexa após 5 minutos.
Coloque no refratário redondo a cebola, a manteiga e a farinha de trigo. Adicione o leite e misture bem. Acrescente
o sal, a pimenta, o alho e a salsa. Leve ao forno por 5 minutos na potência alta.
Mexa após 2 minutos e a 4 minutos. Esprema o espinafre e bata no liquificador.
Junte ao creme e sirva em seguida.

CRÈME DE FEIJÃO E ERVAS
3 dentes de alho
1 Kg de feijão branco enlatado, escorrido e enxaguado
3 colheres de sopa de suco de limão
2 colheres de sopa de azeite de oliva
2 colheres de sopa de manjericão fresco picado
1 colher de sopa de tomilho fresco picado
1 colher de chá de sal
½ colher de chá de pimenta-do-reino

Com o motor ligado, jogue três dentes de alho no copo do liquidificador ou processador. Adicione o feijão branco, o
suco de limão e o azeite de oliva. Bata até virar um creme liso. Adicione o manjericão, tomilho, sal e pimenta. Bata
no “pulsar” até as ervas misturarem porém sem se desfazer completamente.
Sirva gelado.

CREME DE INHAME
400 g de proteína de soja hidratada (carne de soja)
1 Kg de inhame
1 maço de agrião
5 dentes de alho
2 cebolas

Refogue as 400 g de proteína de soja com 3 dentes de alho e 1 cebola bem picadinha.
Cozinhe o inhame e bata até ficar no ponto de creme, corte o agrião bem fininho.
Refogue o alho com a cebola picadinha e adicione o creme de inhame, o agrião e a proteína de soja já refogada.
Deixe cozinhar por 10 minutos. Sal a gosto.
Está receita é leve, ideal para pessoas que estão convalescendo. Se for do seu gosto, regue um pouco de azeite por
cima do creme e sirva umas torradinhas à parte.

CREME DE MILHO
1 lata de milho
1 ½ xícara de chá de leite
1 colher de sopa de manteiga
1 cebola média ralada
1 tablete de caldo de legumes
1 lata de creme de leite
2 colheres de sopa de farinha de trigo
Bata o milho e o leite no liquidificador e reserve.

Em uma panela, aqueça a manteiga, junte a cebola e refogue um pouco. Adicione a farinha de trigo e mexa
rapidamente. Deixe dourar. Misture o milho batido com o leite e o caldo. Mexa até dissolvê-lo completamente e
cozinhe por cerca de 10 minutos, até que o creme engrosse um pouco.
Acrescente o creme de leite, mexa e desligue. Sirva a seguir.

CREME DE MILHO E MAIONESE
½ lata de milho verde em conserva, escorrido e enxaguado
1 colher de sopa de maionese
1 colher de sopa de queijo cremoso light
1 colher de chá de catchup

Misture os ingredients com um garfo numa tigelinha. Cubra com filme plástico e leve à geladeira até a hora de
servir.

93
CREME DE PALMITO
300 g de palmito
1 L de leite
1 tablete de caldo de legumes ou de cebola dissolvido
2 colheres de sopa de amido de milho
2 colheres de sopa de margarina
½ unidade de cebola picada
Escorra o palmito, corte 2 unidades em rodelas e reserve.

Bata o restante dos palmitos no liqüidificador juntamente com o leite, o caldo de legumes dissolvido e o amido de
milho, até formar um creme de consistência líquida.
Em uma panela, derreta a margarina e refogue a cebola. Adicione o creme e deixe cozinhando, até que o creme
fique espesso. Desligue e sirva com as rodelas de palmito.
Fica ótimo para ser servido em pão italiano.

PASTA DE CASTANHA COM MANJERICÃO
½ xícara de castanhas-do-pará picadas
1 xícara de folhas de manjericão
Sal a gosto
Azeite a gosto

Bata tudo no liquidificador e use como molho para massas.

PASTA DE QUEIJOS
250g de creme de leite azedo
250g (1 triângulo) de queijo tipo Roquefort
1 vidro pequeno de cerejas ao marrasquino
Corte as cerejas em pedacinhos e amasse-as depois com o queijo, e o creme de leite. A calda das cerejas também
deve ser incorporada à mistura.

PASTA DE GORGONZOLA
250 g de creme de leite azedo
½ Kg (ou 2 triângulos) de queijo gorgonzola
1 colher de chá ou mais de pimenta calabresa, seca
pimenta-do-reino, se quiser, de preferência moída na hora
cerveja o quanto baste (pode ser clara ou da escura)

Amasse com o garfo, os queijos com o creme de leite. Junte a ou as pimentas e vá adicionando cerveja até
conseguir uma consistência pastosa.

PASTA DE PÁPRICA
½ Kg de ricota fresca
150g de mussarela
150g de pimentão em lata
Páprica a gosto
Sal

Rale a ricota e a mussarela. Adicione os pimentões picadinhos e amassados, junte o sal e a páprica a gosto.
Querendo, cozinhe os pimentões em fogo fraquíssimo, com sal e em panela tampada, sem água, só no próprio bafo.
Use para substituir os de vidro.

POTKÄSE
Sobras de queijos endurecidos e... envelhecidos, inclusive o de Minas, Parmesão, Provolone, Gouda, Emmenthal
Conhaque o quanto baste.

Em vidro de boca larga, vá pondo as sobras de queijos-cortados em pedacinhos e conhaque. Mantenha o vidro bem
fechado. Passados alguns dias, bata tudo no liqüidificador. Fica uma pasta saborosa e de sabor picante.

PATÉ DE ARROZ
Azeitonas pretas sem caroço
Manjerona
Sal
Azeite
Pimenta-do-reino branca moída
Arroz cozido (sobras)

Passe tudo no mixer ou processador e sirva com torradas.

PATÉ DE AZEITONAS PRETAS

94
300g de azeitonas pretas
sal grosso
azeite qb
orégano a gosto
1 dente de alho

Comece por lavar e retirar os caroços das azeitonas. Coloque as azeitonas no copo do mixer ou liquidificador, junte
o alho, um fio de azeite, cerca de uma colher de chá de sal grosso e o orégano.
Triture tudo até obter uma pasta consistente (embora não fique muito grossa) e com um aspecto uniforme.
Retire do copo e coloque numa tacinha, leve ao refrigerador por 10 minutos antes de servir.
Acompanhe com pão ou com torradas.

PATÉ DE BERINJELA
2 berinjelas
2 dentes de alho
1 cebola roxa
Azeite
Limão a gosto
5 castanhas-do-pará
1 pimenta dedo-de-moça
Corte duas berinjelas ao meio e deixe de molho por 15 minutos, em água com uma pitada de sal e uma colher de
vinagre.

Bata no liquidificador com os ingredientes restantes bem picadinhos.
Mantenha na geladeira por um dia, em vasilhame tampado, para apurar o sabor. Sirva acompanhando legumes
frescos ou recheando tomates.

PATÉ DE BETERRABA
1 Kg de beterraba
2 cebolas grandes
2 maços de cheiro verde
6 colheres de sopa óleo de milho
ou girassol
sal a gosto

Descasque e pique as beterrabas. Refogue as cebolas picadas no óleo quente até dourar. Adicione as beterrabas
picadas, o cheiro verde picado e deixe refogar muito bem. Em fogo baixo, adicione água aos poucos até ficar bem
cozido. Bata no
liquidificador para fazer um purê. Volte ao fogo até desprender do fundo. Tempere.

PATÊ DOCE
1 abacate, decascado e amassado
1 banana, descascada
1 dente de alho

Pique o alho e bata todos os ingredientes num processador de alimentos. Próprio para passar em torradinhas ou
acompanhar saladas picantes.

PATÉ DE CASTANHA
1 xícara de castanha de caju
½ xícara de tomate cozido com cebola, alho, sal e tempero a gosto.
3 colheres de azeite de oliva.

Junte todos os ingredientes e bata no liquidificador. Acrescente mais água se necessário. Pode-se utilizar castanhas-
do-pará ou pinhões cozidos em vez de caju.

PATÉ DE CENOURA
3 cenouras cruas
1 fatia de cebola de cabeça
Cebolinha e salsa
1 colher de azeite extra virgem
Sal marinho e limão a gosto

Bater tudo no liquidificador: primeiro a cenoura, temperos e em seguida adicionar o azeite. Até estar no ponto.

PATÉ FRANCÊS
200 g de champignons
100 g de azeitonas pretas sem caroço
2 colheres de levedura de cerveja
6 fatias de pão integral tostado no forno (ou pedaços de torradas quebradas)
4 cebolas

95
margarina
ervas aromáticas

Pique finamente as cebolas e os champignons e refogue-os com uma pitada de sal.
Quando dourar a cebola, junte as azeitonas.
À parte, ponha o pão de molho em pouca água e adicione as ervas aromáticas: orégano, tomilho, etc.
Escorra o pão, misture sal, levedura de cerveja e as ervas.
Bata tudo no processador junto com os champignons refogados. Sirva.

PATÉ DE GRÃO DE BICO
1 lata de grão-de-bico
½ cebola
1 dente de alho
sal fino a gosto
pimenta preta a gosto
salsa a gosto
pimentão vermelho a gosto
piri-piri a gosto
canela a gosto
um fio de azeite

Ferva durante alguns minutos, em pouca água, uma lata de grão-de-bico, meia cebola aos pedaços e um dente de
alho.
Verta a água para um recipiente à parte e tritura os ingredientes com a varinha mágica, juntando um pouco da
água da cozedura se for necessário, de forma a obter uma pasta com a consistência de um patê.
Deixe a pasta esfriar e depois misture os temperos: sal fino, pimenta preta moída, salsa picada, pimentão
vermelho, piri-piri e canela. Acrescenta um fio de azeite. Ótimo para passar no pão.

PATÉ DE LEGUMES
1 xícara de chá de abóbora amarela, descascada e picada
2 cenouras médias picadas
1 xícara de chá de espinafre
1 abobrinha pequena picada
1 cebola picada
2 colheres de sopa óleo de milho
ou girassol
sal à gosto

Doure a cebola no óleo, adicione os legumes e deixe refogar bem. Adicione água aos poucos para cozinhar e sobrar
um pouco de caldo. Bata no liquidificador para fazer um purê. Volte ao fogo até desgrudar do fundo.
Experimente com requeijão.

PATÉ DE LENTILHA
1 xícara de lentilha cozida com sal
1 dente de alho amassado
½ xícara de azeite
1 colher de coentro, salsa ou manjericão
1 pitada de pimenta ou cominho, se desejar.

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Acompanha arroz, torradas, sanduíches, etc.

PATÉ DE REQUEIJÃO E CENOURA
1 copo de requeijão
1 cenoura média cozida e amassada

Misture bem os ingredientes. Deixe na geladeira 10 minutos antes de usar.

PATÉ DE REQUEIJÃO E ERVAS
1 copo de requeijão
2 colheres de sopa talo de salsão picado
1 colher de sopa de salsa picada

Misture tudo.Deixe na geladeira 10 minutos antes de usar.

PATÉ DE REQUEIJÃO E LEGUMES
1 copo requeijão - 1 colher de sopa de pimentão verde
picado - 1 colher de sopa de pimentão vermelho picado
1 colher de sopa de tomate sem pele e sem sementes
picado

96
Misture bem os ingredientes. Deixe na geladeira 10 minutos antes de usar.

PATÊ DE TALOS DE LEGUMES
2 colheres de talos de beterraba e de espinafre
1 copo de ricota ou maionese
Sal e pimenta à gosto.

Bata tudo no liqüidificador. Sirva gelado.

PATÊ DE TOMATE SECO
100g tomate seco
200g ricota
1 xícara de chá de molho de tomate (bem apurado)
½ cebola
2 dentes de alho
molho de pimenta a gosto
1 pitada de pó de pimentão
sal a gosto
pimenta do reino a gosto
1/2 copo de creme de leite fresco
1 colher de sopa de queijo parmesão ralado

Leve todos os ingredientes ao liquidificador e deixe bater bem até formar uma massa homogênea.

97
RECEITAS DE PÃES

BISCOITO DE POLVILHO
1 xícara de polvilho azedo
1 colher de chá de sal
½ xícara de água
1 colher sobremesa de óleo

Em uma panela, aqueça a água com o óleo até ferver. Em uma vasilha, misture o polvilho com o sal. Jogue a água
com óleo fervendo sobre o polvilho e mexa com garfo. Conforme esfriar um pouco, pode mexer com a mão mesmo.
Tem que dar ponto de massa.
Faça bolinhas, minhocas ou rosquinhas, quanto mais finos mais crocantes. Asse em forno quente 320 graus, em
assadeira grande e separados uns dos outros, pois eles "inflam" com o calor.

BROA DE FUBÁ
1 xícara de chá de gordura vegetal
1 xícara de chá de açúcar
3 ovos
1 pitada de sal
1 colher de chá de erva-doce
2 xícaras de chá de fubá
2 xícaras de chá farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

Bata em creme a gordura com o açúcar. Sem parar de bater, acrescente os ovos, o sal e a erva-doce. Peneire o
fubá com a farinha e o fermento e misture à massa. Unte e enfarinhe uma assadeira. Faça 3 broas grandes e
coloque-as na assadeira. Marque passando um garfo por cima e polvilhe um pouco de farinha de trigo sobre cada
uma. Leve ao fogo quente por cerca de 30 minutos.

PANETONE
350 g de farinha de trigo
120 g de manteiga
80 g de açúcar
60 g de fermento para pão
100 g de uvas-passas escuras sem sementes
80 g de frutas cristalizadas em cubinhos
4 ovos
raspas da casca de meio limão
uma pitada de sal

Em uma tigela grande e funda, desmanche o fermento em meio litro de água morna (máximo 30 graus, mais fria do
que quente); acrescente 100 g de farinha, misture, faça um talho em cruz sobre a massa e deixe levedar por 20 a
25 minutos, cobrindo a tigela com um pano grosso (como um cobertor). Depois disso, abaixe a massa com um só
golpe, usando a colher de pau, e acrescente mais 125 gramas de farinha e 2 a 3 colheres de sopa de água morna.
Misture novamente e deixe a massa crescer outra vez coberta com o pano, até que tenha dobrado de volume.
Coloque as uvas-passas de molho em água por 15 minutos e depois escorra e seque-as.
Em uma outra tigela, dissolva bem o açúcar em um dedo de água. Acrescente a esse água adoçada, usando um
batedor de ovos, as 4 gemas e mais ou menos metade de uma das claras. Leve ao fogo em banho-maria, mexendo
sempre, até aquecer e homogeneizar. Acrescente 90 gramas da manteiga e misture. Na tigela da massa já crescida,
acrescente o restante da farinha, as raspas de limão, uma pitada de sal e a mistura de ovos já morna (quase fria).
Trabalhe a massa por 15 minutos, acrescentando, se necessário, um pouco mais de água morna, até obter uma
massa lisa e homogênea. Acrescente as uvas passas e frutas cristalizadas.
Ligue o forno a 200 graus. Deixe a massa repousar por cerca de 15-20 minutos. Unte um pedaço longo de papel
manteiga e forre com ele o interior de uma forma redonda alta (o papel deve pegar o fundo, as laterais e chegar
acima da borda da forma). Coloque nela a massa. Faça um talho em forma de cruz no alto da massa. Leve ao forno
e asse por cerca de uma hora. Dez minutos depois de colocar no forno, pincele a superfície com o restante da
manteiga. Abaixe então um pouco a temperatura do forno (para cerca de 180 graus), mas não demais, de modo
que o panetone fique bem corado, mas não queime.

PÃO DE ALHO
½ xícara de manteiga ou margarina derretida
½ xícara de queijo ralado tipo parmesão
¼ colher de chá de sal
1 dente de alho socado
2 filões de pão francês

Cortar o pão ao meio, no sentido horizontal, sem separar as duas metades. Com um pincel, passar a manteiga ou a
margarina derretida sobre as superfícies cortadas. Espalhar o sal de alho e o queijo ralado. Colocar o pão sobre uma
assadeira e assar em forno previamente aquecido por 10 minutos ou até começar a dourar. Servir quente.

PÃO ÁRABE

98
1 kg de farinha de trigo
18g de sal
30g de açúcar (fica bem dourado, se quiser mais branco diminuir)
20g de fermento seco
450 ml água morna aproximadamente

Em uma tigela misture a farinha de trigo com o fermento, depois acrescente o açúcar e o sal. faça um buraco no
centro, água morna. Misture até a massa ficar homogênea.
Passe a massa para uma superfície enfarinhada e sove até a massa ficar lisa.

Deixe descansar por 30 minutos.
Divida a massa no tamanho desejado e abra com um rolo formando os pães com 10cm de diâmetro.
Coloque em um tabuleiro ou forma retangular enfarinhados e deixe descansar por mais 5 minutos em local quente
antes de assar.
Asse de 5 a 8 minutos em forno alto 200ºC pré - aquecido
Assim que a massa abrir feito um balão, já está na hora de retirar do forno para não ressecar.
Tirar do forno e abafar com um pano. Deixar esfriar e guardar na geladeira em um saco plástico para que não fique
dura e mantenha a maciez e umidade.

PÃO DE BATATA
2 tabletes (30 g) de fermento biológico
500 g de batatas cozidas e amassadas
1 colher de chá de fondor para polvilhar
1 gema para pincelar
200 g de mussarela cortada em cubos
4 xícaras de chá de farinha de trigo
2 colheres de sopa de fondor
2 ovos
100 g de manteiga
1 xícara de chá de leite morno
1 colher de sopa de açúcar

Dissolva o fermento no açúcar até ficar líquido. Adicione o leite, a manteiga, os ovos, as batatas e o Fondor. Mexa
bem e vá adicionando a farinha de trigo até ficar uma massa firme. Cubra e deixe descansar por cerca de 30
minutos. Pegue porções de massa e recheie com um cubo de mussarela. Enrole, dando o formato de um pãozinho e
coloque em uma assadeira, um ao lado do outro, deixando uma certa distância entre eles. Pincele com a gema e
polvilhe o Fondor. Deixe crescer mais 30 minutos. Leve ao forno médio (180°C), pré-aquecido e asse por
aproximadamente 30 minutos ou até que dourem. Sirva logo.

PÃO DE BATATA-DOCE
3 batatas-doces, de tamanho médio
3 xícaras de chá de farinha de trigo
2 ovos
2 colheres de sopa de fermento
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de banha
1 xícara de chá de açúcar
sal a gosto

Cozinhe as batatas, descasque-as e passe-as pelo espremedor. Assim que estiverem frias, junte os ingredientes, um
de cada vez, intercalando os úmidos com os secos. Amasse bem, faça os pãezinhos em formato redondo, pincele
com gema e leve ao forno para assar.

PÃO BEDUÍNO
Para os benuínos, pão era um luxo. Esta é uma receita antiga, datada de milênios.

28g de bolo de fermento fresco (fermento biológico de padaria)
1 colher de sopa de mel
1 ¼ xícaras de água morna
3 ½ xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de sal

Dissolva o fermento e o mel em água morna. Adicione à farinha e ao sal. Misture bem e sove levemente a massa
numa tábua enfarinhada. Corte em oito pedaços e modele-os em forma de bola.
Amasse com um rolo ou com as mãos até virarem discos de 10 a 12 cm de diâmetro. Coloque num tabuleiro untado
com azeite, cubra com um pano de prato e deixe crescer por uma hora ou duas (se estiver calor, diminua o tempo
para quarenta minutos a uma hora, mais ou menos). Deixe crescer até atingirem dois centímetros de altura, mais
ou menos. Pré-aqueça o forno a 260°C e asse por 7 ou 8 minutos.

PÃO CASEIRO
400ml de leite

99
50g de fermento biológico
2 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de farinha de trigo
1 Kg de farinha de trigo
100ml de óleo
1/4 de xícara de manteiga (50g)
25g de sal
3 ovos

Misture numa tigela os 4 primeiros ingredientes e deixe descansar por 10 minutos (esta mistura será a base para a
fermentação, chama-se "esponja"). Misture a "esponja" com o resto dos ingredientes e sove até a massa ficar lisa e
homogênea. Deixe crescer por 20 minutos. Leve ao forno para assar por, aproximadamente, 40 minutos.
Variações:
Pão de manjericão - acrescente no preparo da massa, 4 colheres de sopa de manjericão picado.
Pão de queijos - acrescente 150g a 200g de queijo parmesão na massa, boleie, recheie com catupiri e cubra com
Provolone ralado.
Pão de azeitonas - acrescente cerca de 100g a 150g de azeitonas picadas (pretas ou verdes), boleie e cubra com
papoula ou gergelim preto.

PÃO DE CENTEIO
300g de centeio integral
700g de farinha de trigo
50g de açúcar mascavo
20g de sal
100g de margarina
80g de fermento em barra
1/2 litro de água
1 colher de mel bem cheia

Faça uma esponja com 100g de farinha de trigo, um pouquinho de água morna e o fermento, deixe descansar 15
minutos. Junte todos os ingredientes tomando cuidado com a água e a farinha, vá adicionando aos poucos até dar o
ponto. deixe descansar por 30 minutos. Modele pincele com gema e deixe crescer novamente. Torne a pincelar e
leve para assar.temperatura 200º por 20 minutos, dá mais ou menos 5 assadeiras médias.

PÃO COZIDO NA CHAPA
250 g de farinha integral (2 e ½ xícaras)
50 g de manteiga derretida
1 pitada de sal
água morna

Numa tigela, misture a farinha e o sal, juntando água morna aos poucos. Sove a massa por 10 minutos ou até estar
lisa e firme. Cubra com um pano úmido e deixe descansar por 30 minutos. Se for possível, deixe descansar de um
dia para o outro – os pães cozidos ficarão mais leves e crocantes. Forme bolinhas de 4 cm de diâmetro e abra uma
até obter círculos de mais ou menos 15 cm de diâmetro, e 3 mm de espessura. Aqueça uma frigideira de ferro ou
outra, mas de fundo grosso, e coloque aí o pão. Espere por 1 a 2 minutos e vire-o. Com um pegador tipo pinça,
pegue o pão e coloque-o diretamente sobre o fogo até que se infle como um balão. Você pode, também, colocar o
pão numa panela ao invés de colocá-lo diretamente sobre o fogo. Tampe a panela com um pano ou um pedaço de
papel e o resultado será o mesmo. Quando pronto, espalhe manteiga sobre o pão e mantenha-o quente,
embrulhado num pano até a hora de servir.
Tempo de Preparo da Massa: 15 minutos + 30 de repouso.
Tempo de Preparo do Pão: 2 a 3 minutos por pão.

PÃO GOURGER (pão de queijo francês)
150 g de farinha de trigo
50 g de manteiga
3 ovos
200 ml de água
100 g de parmesão ralado
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta-do-reino branca

Coloque numa panela a água, a manteiga, o sal e a pimenta. Leve ao fogo até ferver. Despeje toda a farinha de
uma vez e mexa até misturar completamente. Coloque a massa na batedeira, adicione o queijo e, um a um, os
ovos. Bata até que a massa fique esbranquiçada por aproximadamente seis minutos. Com ajuda de uma manga,
coloque porções do tamanho de um pão de queijo pequeno na forma untada e asse por cerca de 25 minutos, com o
forno brando (200ºC).

PÃO ITALIANO
1 Kg de farinha de trigo
50 g de fermento biológico fresco
1 colher de chá de sal

100
1 unidade) de ovo
quanto baste de água morna

Numa vasilha grande, desmanche o fermento em um pouco de água morna.
Aos poucos, acrescente a farinha, o sal, o ovo e a água até que a massa fique homogênea, sem grudar nas mãos.
Coloque a massa numa tigela grande, cubra com um pano e deixe crescer até dobrar de volume.
Divida a massa em três partes e coloque-as numa assadeira untada com um pouquinho de óleo.
Para obter uma massa crocante, pincele a parte superir com água fria.
Faça dois riscos com uma faca e asse em forno médio pré-aquecido de 30 a 40 minutos.

PÃO DE LIQUIDIFICADOR
3 ovos
1 xícara de chá de óleo
1 xícara de chá de açúcar
4 tabletes de fermento biológico (60g)
4 xícaras de chá de água fria
1 colher (sobremesa) de sal
1kg de farinha de trigo

Coloque no liquidificador os ovos, o óleo, o açúcar, o fermento, a água e o sal. Bata bem. Fora do liquidificador,
acrescente a farinha de trigo. Misture muito bem. Unte duas fôrmas tipo bolo inglês com óleo e polvilhe com farinha
de trigo. Divida a massa nas fôrmas (não passe da metade das fôrmas). Aguarde crescer. Leve para assar até
dourar.

PÃO DE MANDIOCA
04 copos de massa de mandioca
2 copos de queijo coalho
1/2 copo de óleo
1 copo de leite de vaca
1 copo de iogurte
2 colheres de queijo parmesão ralado
3 ovos
1 colher de sobremesa de sal
Misture tudo até o ponto de se enrolar na mão. Assar em forno quente.
Segundo nutricionistas, o pão de massa de mandioca é mais nutritivo que o pão francês convencional.

PÃO DE MILHO – RECEITA ALEMÃ
1 Kg de batata doce ralada
1/2kg de cará ralado
fubá
1 colher de sal
50g de fermento

Prepare o fermento: misture numa vasilha o fermento e 100g de fubá, cubra com um pano para azedar e crescer.
Ferva água, escalde a batata e deixe esfriar. Misture o cará cru, a massa fermentada, a batata e o sal e
gradualmente adicione o fubá até obter uma massa mole.
Cubra e espere crescer por cerca de 3 horas.
Forme pães para assar em formas untadas retangulares. Asse em forno à lenha por uma hora ou forno à gás por 40
minutos a 180 graus.

PÃO DE PASSAS
1 Kg de farinha de trigo branca
200 g de manteiga
6 ovos
200 ml de leite morno
50 g de fermento
250 g de passas
300 g de açúcar
10 g de sal.

Dissolva o fermento no leite morno e então junte a farinha, os ovos, açúcar e o sal. Misture tudo muito bem e deixe
crescer por 2 a 3 horas, até dobrar de volume. Abaixe a massa crescida energicamente e vá acrescentando as
passas. Colocadas as passas, passe a sovar com delicadeza, em movimentos ritmados, até deixar a massa bem
elástica. Faça pequenos pãezinhos ou um pão inteiro e coloque em forma untada. Deixe crescer na forma,
pincelando ovo batido antes e depois de crescer. Leve ao forno quente (230 graus) por 20 minutos se forem
pãezinhos; ou 45 minutos, se for um único pão.

PÃO PITA (Receita egípcia)
1 envelope de fermento seco
2 colheres de chá de sal
1 colher de sopa açúcar

101
4 xícaras de farinha de trigo comum
1 ½ xícaras de água
1 colher de sopa de azeite de oliva

Misture o fermento e açúcar numa tigela pequena. Adicone ½ xícara de água quente e deixe repousar por 10
minutos, para fermentar.
Dissolva o sal na água quente restante.
Coloque a farinha numa tigela bem grande, fazendo um furo no meio, e despeje o fermento e a água com sal no
buraco. Bata com as mãos até formar uma massa.
Pode ser necessário adicionar mais água, dependendo da qualidade e quantidade de farinha.
Sovar a massa por 10 a 15 minutos, ou até que esteja macia.
Despeje o óleo sobre a massa e sove novamente até que seja absorvido.
Cubra a massa na tigela com um pano e deixe crescer por 1 a 2 horas (até dobrar de tamanho). Então sove
novamente por mais alguns poucos minutos.
Pré-aqueça o forno a 180° C. Corte pedaços da massa do tamanh ode um ovo ou maior, dependendo do tamanho
do pão desejado. Dê a forma de bola e abra com o rolo sobre uma superfície enfarinhada, formando um disco.
Coloque 2 ou 3 discos numa assadeira de biscoito, untada, e asse na chama do fogão, por 2 a 3 minutos de cada
lado.
O pão deve ficar branco e macio.
Enrole os pitas assados numa toalha limpa até esfriaren, então armazene num saco plástico para evitar
ressecamento.
Quando for utilizá-los, aqueça um pouco de óleo numa chapa e frite por 1 minuto de cada lado, ou até dourar. Use
imediatamente, porque eles endurecem quando secam.

PÃO DE PIZZA
2 pimentões verdes sem semente e finamente picados
Cebola finamente picada
Pimenta chilli finamente picada
8 fatias de pão
8 colheres de sopa de molho de tomate
8 colheres de sopa queijo ralado
sal a gosto
Manteiga para passar no pão

Numa tigela, misture o pimentão picado, cebola, pimenta chilli e sal. Divida em 8 porções iguais. Coloque cada
porção sobre uma fatia de pão. Cubra com molho de tomate e salpique queijo ralado por cima.
Aqueça a frigideira ou chapa e unte com um pouco de manteiga. Distribua algumas fatias de pão sobre ela. Tampe e
cozinhe em fogo médio por cerca de 2 minutos ou até as bordas começarem a dourar e o queijo derreter. Repita o
processo com o restante das fatias.
Dica: Para variar, qualquer sobra de vegetais pode ser usada.
Sirva quente com azeite de oliva.

PÃO DE QUEIJO COM BATATAS
400 g de batatas descascadas e picadas
2 xícaras de chá de queijo cottage
2 ovos
7 colheres de sopa de óleo de milho
1 xícara de chá de polvilho doce
sal

Coloque as batatas em uma panela, cubra com água e leve para cozinhar por 26 minutos, ou até ficarem macias.
Escorra e, ainda quente, passe pelo espremedor. Deixe esfriar. Enquanto isso deixe o queijo escorrer por 5 minutos
em uma peneira. Em uma tigela, coloque a batata já fria, os ovos, o queijo, o sal, 5 colheres de sopa de óleo e
misture bem. Aos poucos, acrescente o polvilho e trabalhe a massa durante 4 minutos, ou até desprender das
mãos. Faça 30 bolinhas com o auxílio de um pegador de sorvetes e arrume-as em duas assadeiras untadas com o
restante do óleo. Coloque para assar em forno alto, pré-aquecido, por 30 minutos, ou até os pães de queijo
dourarem.

PÃO DE QUEIJO DE LIQUIDIFICADOR I
3 copos de polvilho doce
100 g de queijo minas ralado
1 xícara de leite
1/4 xícara de óleo
3 ovos
1 colher de fermento em pó químico
1 pitada de sal

Colocar todos os ingredientes, menos o polvilho, no liquidificador. Despeje a mistura em uma tigela, coloque o
polvilho, provar para saber se a quantidade de sal é a desejada. Coloque essa massa em forminhas. Coloque as
forminhas dentro de um tabuleiro. Leve ao forno médio (180°C) por aproximadamente 40 minutos (só até que
dourem).

102
PÃO SUECO
1 copo de iogurte (200 ml) natural desnatado cremoso
1/2 copo de açúcar mascavo (100 ml)
1/2 copo de óleo de canola ou girassol (100 ml)
1/2 copo de gergelim (100 ml)
1 colher de sopa de canela em pó
1 pitada de sal
1 copo de fibra de trigo( (200 ml)
2 copos de farinha de trigo (400 ml)

Em uma tigela coloque o iogurte, o açúcar e o óleo. Misture bem para dissolver o açúcar.
Acrescente o gergelim, sal e a fibra.
Aos poucos, junte a farinha de trigo até obter uma massa firme. Divida em 16 pedaços e faça bolinhas.
Sobre uma superfície lisa espalhe gergelim e fibra de trigo e abra cada bolinha no formato de um disco bem fino.
Coloque em assadeira e leve ao forno preaquecido à temperatura média (180 ºC), por cerca de 5 minutos.
Depois vire os pães e deixe assar o outro lado por 10 minutos aproximadamente. Rende 16 pães.
Dica: O iogurte dará a fermentação ideal e necessária ao pão sueco. Não há necessidade de untar a assadeira.
Utilize o copo de iogurte como medida dos outros ingredientes.

PÃO DE VIGÍLIA
1/2 xícara de chá de manteiga ou margarina
1 lata de leite condensado
2 ovos
1 xícara de chá de banana nanica amassada
1 1/2 xícara de chá de farinha de trigo
1 colher de café de sal
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato
1 xícara de chá de ameixa preta.

Bata em creme a manteiga; junte aos pouco o leite condensado, os ovos, a banana nanica amassada e torne a
bater até obter consistência cremosa. À parte, misture (sem bater) a farinha de trigo peneirada com o sal, o
fermento e o bicarbonato. Junte os ingredientes secos à massa, misturando bem, com colher de pau, até incorporar
totalmente. Por último, adicione as ameixas pretas (picadas e sem as sementes). Despeje a massa em forma
retangular (tipo bolo inglês), untada com manteiga. Asse em forno moderado por cerca de 40 minutos. Desenforme
cuidadosamente e deixe esfriar bem antes de servir.
Esta é uma receita luso-brasileira muito antiga e tradicionalmente servida à família na noite de Natal, na volta da
igreja, após assistir a Missa do Galo.

PÃOZINHO DELICIOSO
11 colher de sopa de óleo
1 copo e meio de leite
3 gemas
4 colheres de açúcar
50 g de fermento biológico
farinha até que baste para desgrudar das mãos

Em seguida separa-se a massa em 8 bolinhas iguais, abre-se com o rolo enrola-se e corta se ao meio , unta-se uma
assadeira e deixa-se crescer. Pincela-se com gema misturada com um pouco de margarina. Colocam-se no forno
pré-aquecido.

103
RECEITAS DOCES
Obs.: Sal: Uma pitada de sal é sempre necessária em todas as massas doces, mesmo que a receita não o
recomende.

ABACAXI GRELHADO COM GERGELIM
2 colheres de sopa de melado de cana
1 colher de sopa de gergelim crua
4 fatias de abacaxi
canela (opcional)

Colocar o melado em uma frigideira e deixar esquentar um pouco, adicionar as fatias de abacaxi e deixar grelhar
por aproximadamente 1 minuto de cada lado, se quiser coloque a canela nesse momento. Reservar. Dourar o
gergelim em uma panela até começar pular e ficar tostado. Retirar o abacaxi da frigideira, salpicar o gergelim e
servir quente com sorvete de iogurte ou iogurte natural e ramos de hortelã.

AMBROSIA
1 litro de leite
8 ovos
1Kg de açúcar cristal
Caldo de 1 limão
Raspas de casca de limão
Raspas de casca de laranja

Talhar o leite com caldo de limão. Fazer uma calda grossa com o açúcar. Passar os ovos na peneira e misturá-los ao
leite. Colocar essa mistura na calda e ferver lentamente até engrossar. Adicionar as raspas de casca de limão e
laranja. Acrescentar leite até a calda ficar na consistência desejada.

BANANA COM CANELA
1 Banana prata
1 colher de chá de canela
Açúcar mascavo para polvilhar

Corte a banana em rodelas ou apenas ao meio (de comprido), polvilhe com açúcar e canela e leve ao microondas
por 1 minuto na potência alta. Se desejar mais light, não coloque o açúcar.

BARRA DE CEREAIS
2 colheres de sopa de sementes de gergelim
1 copo de fibras de trigo
1 copo de flocos de arroz
2 colheres de sopa de aveia prensada
1 copo de açúcar mascavo
1 copo de água
1 copo de castanhas picadas (caju e pará)
3 colheres de sopa de glucose de milho

Ferva a água, o açúcar e a glucose até obter o ponto de fio, coloque por cima os ingredientes secos, misture, abra
entre um plástico e corte as barrinhas.
Dica: No lugar das castanhas você pode colocar frutas desidratadas e/ou coco.

BARRA LIGHT
1 xícara de flocos de milho
4 colheres de sopa de farinha de trigo integral ou farinha de aveia
1 colher de sopa de stévia em pó
2 colheres de sopa de óleo vegetal
4 colheres de sopa de suco de fruta como laranja e maracujá
30 g de nozes picadas (pode ser avelã, castanha, pistache ou amêndoas)
60g de frutas secas picadas a gosto
1 colher de chá de canela em pó

Junte o cereal, metade do adoçante, o óleo, as nozes e as frutas secas. Misture, colocando metade do suco até que
fique homogênea e reserve. Em uma panela ferva o restante do suco com a stévia e a canela. Deixe esfriar.
Despeje a massa numa assadeira e aperte bem, regando com a calda. Cubra com papel alumínio e asse por 15
minutos. Retire o papel alumínio e deixe assar por mais 10 minutos. Depois de fria, corte em barrinhas e embrulhe
em papel celofane. Guarde na geladeira. As barrinhas suportam bem 24h fora da geladeira.

BISCOITOS AMANTEIGADOS
400 g de farinha de trigo
125 g de açúcar mascavo
300 g de margarina sem sal ou manteiga

104
Amassar muito bem todos os ingredientes, enrolar, achatar as bolinhas, coloque em uma forma e asse em fogo
moderado até que fiquem douradinhos.

BISCOITO DE CASTANHA-DO-PARÁ
150 g de castanha-do-pará
1 ½ xícara de chá de farinha de trigo
½ xícara de chá de azeite de oliva
½ xícara de chá de açúcar
1 colher de sopa de casca de limão ralada
1 colher de sopa de essência de baunilha
1 clara
½ xícara de chá de castanha-do-pará moída

Bata no processador as 150 g de castanha-do-pará e a farinha de trigo até ficar homogêneo. Reserve. Bata na
batedeira o azeite (reserve 1 colher de sopa), o açúcar, a raspa de limão e a essência de baunilha por 5 minutos e
retire. Junte a farinha de trigo com as castanhas e bata mais um pouco somente para misturar. Junte 2 colheres de
sopa de água e misture até obter uma massa homogênea. Faça um disco com a massa e embrulhe-o com filme
plástico. Deixe descansar na geladeira por 1 hora, ou até ficar firme. A seguir, ligue o forno à temperatura média.
Sobre uma superfície enfarinhada, abra a massa com quase 1 cm de altura. Com cortadores de 5 cm de diâmetro,
corte a massa em 30 pedaços e disponha-os em uma assadeira untada com o azeite reservado. Leve ao forno por
10 minutos. Retire do forno. Coloque uma clara em uma tigela e bata um pouco, rapidamente. Pincele os biscoitos e
distribua a castanha-do-pará moída. Volte ao forno por mais 10 minutos, ou até dourar.

BISCOITOS DE GERGELIM
Uma ótima forma de reaproveitar a polpa das sementes depois de preparar o leite de gergelim.
5 copos de polpa de gergelim
2 copos de passas
3 colheres de sopa de melado
suco de uma laranja

Passe as passas e o suco de laranja no processador até que a mistura fique como um purê.
Ponha numa tigela e misture com a polpa de gergelim. Acrescente o melado e misture bem. Espalhe a mistura na
bandeja do desidratador usando a espátula e corte em quadrados. Desidrate a 110 graus por 12 a 15 horas ou até
ficar seco.
Forma 15 a 20 biscoitos.

BOLINHO DE FUBÁ FRITO
1 xícara de chá de fubá
1/2 xícara de chá de farinha de trigo
3/4 de xícara de chá de leite fervente
3 ovos
1 colher de sopa de manteiga
Sal a gosto
Óleo para fritar
Açúcar e canela para polvilhar

Em uma tigela funda, peneire o fubá junto com a farinha de trigo e adicione o leite fervente. Misture bem com uma
colher de pau e espere amornar. Acrescente as gemas, a manteiga e uma pitada de sal, batendo bem após cada
adição. À parte bata as claras em neve e incorpore-as à massa, mexendo delicadamente. Aqueça o óleo em uma
frigideira pequena e funda e frite a massa em colheradas. Frite poucos bolinhos de cada vez. Retire-os com uma
escumadeira e deixe escorrer sobre papel absorvente. Deixe amornar e polvilhe com o açúcar misturado com a
canela. Sirva em seguida.

BOLINHO DE MAISENA
200g de maisena
5 colheres de açúcar
5 colheres de farinha de trigo
1 xícara de margarina
3 colheres de coco ralado

Misture tudo até obter uma massa homogênea. Faça as bolinhas (mais ou menos do tamanho de brigadeiro) e asse
por aproximadamente 25 minutos em forno médio.

BOLO APRESSADO
4 ovos
1 lata de leite condensado
100 g de coco ralado
1 colher de sopa de fermento em pó

Bata tudo no liquidificador por 3 minutos, coloque na forma untada e leve ao forno por aproximadamente 25
minutos.
105
BOLO DE CENOURA COM COBERTURA DE CHOCOLATE
Massa
1 cenoura grande (150g)
1/4 xícara de chá de óleo
3/4 xícara de chá de água
1 xícara de chá de açúcar mascavo
1 e 1/2 xícara de chá de farinha de trigo integral
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
1 pitada de sal

Cobertura
50g de chocolate meio amargo (sem leite, eu uso o Melken - da Harald ou o Cacau Show)
1 colher (sobremesa) de melado
1/2 xícara de chá de leite vegetal (não adoçado)

Rale a cenoura. Coloque todos os ingredientes no liquidificador (líquidos embaixo, cenoura, sal e açúcar), exceto
farinha e fermento, e bata até misturar tudo (como a cenoura já está ralada, não precisa bater demais, só o
suficiente pra ficar líquido).
Em uma bacia, coloque a farinha, abra um furo no meio e despeje o conteúdo do liquidificador aos poucos, mexendo
com um chicote (batedor de ovos manual, pra quem não conhece) ou espátula até misturar tudo. Acrescente o
fermento e misture.
Coloque em forma (17 cm de diâmetro) com furo no meio e asse em forno pré aquecido, a 190ºC, por cerca de 40
minutos.

Para a cobertura, ferva o leite vegetal, acrescente o chocolate em pequenos pedaços e o melado e mexa em fogo
baixo até começar a aparecer o fundo da panela (para testar o ponto, coloque um pouco da calda sobre as costas de
uma colher e verifique se a calda pára de escorrer enquanto assopra - lembra um brigadeiro mole).
Coloque a calda sobre o bolo ainda quente e espere esfriar para servir.
Dica: Se você não tiver leite vegetal pronto na geladeira, bata no liquidificador 1/2 xícara de água com uma colher
(sobremesa) de aveia em flocos grossos. Coe apertando bem e use na receita.

BOLO DE CHOCOLATE
2 xícaras de farinha de trigo
1 e 3/4 xícaras de açúcar
½ xícara de manteiga temperatura ambiente
¾ xícara de água
½ xícara de leite
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de essência de baunilha
2 ovos graudos
100 g de chocolate meio amargo derretido
pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe o fundo e laterais de duas assadeiras de bolo redondas com
aproximadamente 25 cm de diâmetro. Se preferir, pode utilizar assadeiras retangulares. Coloque na batedeira a
manteiga e metade do açúcar, bata até obter uma textura lisa e cremosa. Acrescente os ovos, um a um, batendo
até obter uma textura cremosa e um bom volume. Coloque a essência de baunilha. Abaixe a velocidade e
acrescente delicadamente o chocolate derretido. Misture o leite e a água em um recipiente, peneire a farinha com o
fermento e o sal e coloque em outro recipiente. Com a batedeira em velocidade mínima vá acrescentando a mistura
de farinha alternadamente com a de leite, começando e terminando com a farinha. Divida a massa nas assadeiras e
asse por cerca de 30 minutos. Retire do forno e deixe esfriar.

BOLO FOFO
3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 xícara de leite ou leite de soja
1 colher de sopa de margarina vegan
1 colher de chá de fermento em pó.

Misture todos os ingredientes, até obter uma massa homogênea. Unte a forma e leve ao forno até que bolo fique
cozido.

BOLO DE FUBÁ
1 xícara de farinha
1 xícara de fubá amarelo
4 colheres de chá rasas de fermento
2 colheres de sopa de leite de coco
3 colheres de sopa de óleo de arroz, milho ou girassol
½ xícara de açúcar
1 xícara de água

106
Forno: 180ºc – médio. Tempo de cozimento: 30 minutos.
Peneire a farinha, o fubá e o fermento. Junte o açúcar, o iogurte, o óleo e a água. Misture. Misture tudo com uma
colher de pau. Despeje na forma untada. Asse o bolo por 30 minutos. Verifique se o centro está seco. Se não
estiver, deixe no forno por mais alguns minutos. Deixe o bolo esfriar por dez minutos antes de tirá-lo da forma.
Deixe esfriar completamente antes de cortá-lo em quadrados ou retângulos.

BOLO DE LARANJA
6 unidade de ovo
3 xícara de chá de açúcar
180 ml de suco de laranja
1 1/2 xícara de chá de amido de milho
1 1/2 xícara de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento químico em pó

Deixe a batedeira ligada até o final dos ingredientes. Bata as claras em neve, até ficar bem firme, junte o açúcar e
bata bem, depois junte as gemas e bata bem para misturar. Com 1 colher acrescente aos poucos o amido, farinha
de trigo e o suco de laranja, no final coloque o fermento em pó. Leve ao forno moderado até assar.

BOLO MARAVILHOSO DE MILHO (receita sem glúten)
1 lata de milho verde, previamente escorrido
1 lata de flocos de milho pré-cozidos/Milharina (usar a lata do milho como medida)
1 lata de açúcar (usar a lata do milho como medida)
1 lata de leite (usar a lata do milho como medida)
½ lata de óleo (usar a lata do milho como medida)
1 colher de sopa de fermento em pó
3 ovos
50g de coco ralado

Bater tudo no liquidificador e colocar em uma forma untada com margarina e polvilhada com os flocos de milho pré-
cozidos. Assar em forno pré-aquecido em temperatura baixa até corar e que enfiando um palito, ele saia sem massa
grudada.
Dica: No lugar do leite pode-se usar coloquei leite de coco. O bolo fica ainda mais molhadinho.

BOLO CREMOSO DE MILHO VERDE
3 espigas grandes de milho verde
3 ovos
1 e ½ xícaras de açúcar
2 xícaras de leite
50 g de manteiga derretida
¼ de xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
1 pitada de sal

Retire com uma faca os grãos das espigas. Unte com manteiga uma forma média para bolo com furo no meio e
polvilhe com açúcar. Aqueça o forno em temperatura alta. Coloque no liquidificador o leite, ovos e os grãos de
milho. Bata para que fique bem cremoso. Adicione o açúcar e a manteiga derretida, bata por mais 30 segundos e
acrescente a farinha e o sal. Coloque em uma tigela e acrescente o fermento, misture com uma colher de pau para
incorporar bem. Despeje na forma e leve ao forno. Após 20 minutos diminua a temperatura para média e asse por
mais 30 minutos aproximadamente.

BOLO DE QUEIJO
200 g de margarina
4 ovos
1 xícara de leite
3 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó químico
50 g de queijo Minas ralado

Bata a margarina, com o açúcar. Acrescente as gemas, farinha de trigo, o fermento e, por último, as claras batidas
em neve. Bata bem e coloque em forma alta pois ele cresce muito.
Leve ao forno médio-alto e assim que dourar retire do forno.

BOMBOM TIPO TRUFA COM CASTANHA DO PARÁ
500 ml de creme de leite fresco
1 Kg de chocolate ao leite ralado no ralo grosso
60 ml de licor de chocolate
200 g de castanha do pará triturada
1 Kg de chocolate meio amargo ralado no ralo grosso
100 g de chocolate em pó ou cacau
107
Em uma panela média, aqueça o creme de leite fresco até levantar fervura, desligue o fogo e junte o chocolate ao
leite ralado. Mexa bem até o chocolate derreter por completo ficando um creme liso, acrescente o licor e a castanha
do pará triturada. Incorpore bem e distribua em dois recipientes. Leve à geladeira por 24hs.
Obs.: Divida em duas partes para o chocolate não derreter quando for trabalhar, pois assim ele sempre consegue
manter a textura das trufas.
Divida o chocolate meio amargo em duas partes de 1/2kg, coloque em um bowl de vidro e leve ao forno de
microondas, na potência 7 por 3 min. Deixe dentro do micro por mais 10 min. Mexa bem para dissolver o chocolate,
assim ele já estará na temperatura certa pra começar a banhar as trufas.

Dica: Para um melhor resultado e menor desperdício, trabalhe o chocolate em poucas quantidades para não perder
qualidade.

Forre o fundo de duas assadeiras grandes com papel alumínio que servirá de base para levar as trufas à geladeira.
Com o chocolate meio amargo já derretido, pegue a massa de trufa feita no dia anterior e, com auxílio de duas
colheres de chá ou de café, faça queneles (formato oval alongado) e, com auxílio de um garfo, mergulhe no
chocolate derretido, retire e escorra bem o chocolate. Coloque nas assadeiras, repita o processo até a assadeira
estar completa e leve à geladeira.

Deixe as trufas na geladeira por aproximadamente 20min. Retire das formas, passe no chocolate ou cacau em pó.
Podemos ter variações da mesma receita, mudando o licor e acrescentando nozes, avelãs, cereja.

BRIGADEIRO DE COLHER NO MICROONDAS
1 lata de leite condensado
4 colheres (sopa) de chocolate em pó ou achocolatado
1 colher (sopa) de margarina

Coloque tudo em uma vasilha própria para microondas,se for alta melhor.
Tecle potencia alta ou se seu microondas for moderno tem o botão próprio para brigadeiro.
Deixe por 5 ou 6 minutos em potência alta ou no método brigadeiro ai depende do seu aparelho.
Tire do forno, misture tudo espere esfriar um pouco e sirva.

BRIGADEIRO DE MILHO VERDE
1 lata de milho verde (escorrido)
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de margarina
açúcar para polvilhar.

Bata no liquidificador o leite condensado c/ o milho. Passe numa peneira e leve ao fogo até ferver. Misture a
margarina e continua mexendo até soltar do fundo da panela. Despeje num prato untado e espere esfriar. Faça
bolinhas e passe no açúcar.

CALDA DE CHOCOLATE COM COCO
1/2 xícara de cacau em pó (ou achocolatado)
1/2 xícara de açúcar
1/2 copo de água
1/2 pacote de coco ralado
3 colheres de óleo

Cozinhe a mistura em fogo brando. Desligue quando a calda engrossar.
É uma delícia e serve para passar no pão.

CALDA DE MORANGO I
½ Kg de morangos maduros e firmes, sem o cabinho, lavados e secos
1 colher de sopa de suco de limão
1/3 a ½ xícara de açúcar

Em um recipiente raso, coloque os morangos bem juntos, em uma só camada. Regue com o suco de limão e
salpique o açúcar. Deixe descansar por 1 hora.
Em uma panela de fundo largo, despeje tudo (inclusive o caldo que se formou) e ponha para cozinhar em fogo
moderado, mexendo com cuidado, apenas até os morangos ficarem cozidos.
Tempo aproximado de preparo: 70 minutos + 15 minutos = 85 minutos p/ molho ou compota + 15 minutos = 100
minutos para geléia.
Dica: Se quiser dar um gostinho, coloque uma casca fina de laranja (com 5cm de comprimento) na hora de
cozinhar e retire-a no final. Esta receita pode ser usada como cobertura para sorvetes, mousses, bolos, como doce
ou geléia.

CALDA DE MORANGO II
1 xícara de chá de açúcar
1 xícara de chá de água
½ caixa de morangos
108
Numa panela, coloque o açúcar e a água e leve ao fogo. Quando começar a engrossar, mais ou menos 6 minutos,
junte os morangos lavados e escorridos e deixe ferver por 5 minutos aproximadamente, pois o morango não pode
desmanchar.

CAPPUCCINO INSTANTÂNEO
300g de leite em pó instantâneo (integral ou diet)
100g de Nescafé original
250g de açúcar ou 25 envelopinhos de adoçante (se quiser um capuccino diet)
3 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Misture todos os ingredientes e guarde em latas bem fechadas e protegidas da luz (não guarde em vidros).

CARTOLA
4 bananas prata em fatias
Manteiga para fitar
Queijo coalho
Açúcar e canela para polvilhar

Frite as bananas na manteiga e disponha sobre um refratário untado, cobrindo todo o fundo. Por cima, distribua
fatias de queijo coalho, com mais ou menos 1cm de espessura. Leve ao forno quente até que o queijo se derreta.
Retire, cubra com açúcar e canela.

COCADA CREMOSA
200 ml de leite de coco
1/2 pacote de coco ralado
1 1/2 xícara de açúcar

Em uma panela cozinhe em fogo brando os ingredientes, mexendo de vez em quando para não queimar. Quando a
calda começar a engrossar, abaixe o fogo e continue mexendo por mais 5 minutos. Desligue e sirva frio.

COMPOTA DE GOIABA E ESPECIARIAS
3 xícaras de chá de açúcar
6 cravos-da-índia
4 canelas em pau
20 goiabas vermelhas maduras
5 anises-estrelados

Descasque as goiabas, corte-as ao meio, retire as sementes e coloque-as em uma tigela. Junte 1 litro de água,
cubra a tigela com filme plástico e deixe descansar por 4 horas. Escorra a água e transfira as goiabas para uma
panela. Espalhe o açúcar e junte a canela, o anis-estrelado e o cravo. Leve a panela ao fogo baixo e cozinhe por 1
hora, ou até as goiabas ficarem macias e a calda encorpada. Retire do fogo e deixe descansar por mais 4 horas. Em
seguida, leve a panela novamente ao fogo por 30 minutos, ou até levantar fervura. Retire do fogo e deixe esfriar.
Despeje a compota em um vidro esterilizado com tampa, com capacidade para 3 litros e tampe. Guarde na
geladeira ou em temperatura ambiente por até 6 meses.

CREME DE LIMÃO
1 ½ lata de creme de leite
1 ½ lata de leite condensado
1 lata de suco de limão
1 ½ pacote de biscoito maisena moído
200g de margarina sem sal

Misture os biscoitos triturados e a margarina até formar uma farofa homogênea e cubra o fundo de um refratário.
Bata no liquidificador o creme de leite, o leite condensado e o limão. Despeje sobre o biscoito.
Leve tudo à geladeira por duas horas antes de servir.

CREME DE MAMÃO COM AMÊNDOAS
12 a 20 amêndoas hidratadas e sem pele
200g de mamão

Bater no liquidificador o mamão com as amêndoas.

CREPE SUZETTE
Calda e Recheio
1/2 xícara de chá de açúcar
5 colheres de sopa de manteiga
1/2 xícara de chá de laranja cortada em cubos
2 colheres de sopa de conhaque

109
4 colheres de sopa de suco de laranja
1 colher de sopa de casca de laranja ralada
2 colheres de sopa de licor de laranja
Massa
2 colheres de sopa de óleo
6 colheres de sopa de leite
4 colheres de sopa de farinha de trigo
1 ovo

Massa: Peneire a farinha de trigo em uma tigela, junte a metade do óleo e o ovo. Misture bem. Acrescente o leite,
aos poucos, batendo até obter uma mistura lisa. Cubra a tigela com filme plástico e deixe descansar durante 30
minutos. Pincele uma frigideira antiaderente de 22 cm de diâmetro com o óleo restante. Leve ao fogo e, assim que
aquecer, coloque um pouco de massa, inclinando a frigideira de um lado para o outro. Frite os crêpes dos dois
lados, até dourarem. Repita a operação até terminar a massa. O resultado deve ser 4 crêpes. Reserve.

Calda: Derreta 1 colher de sopa de manteiga em uma frigideira, junte 2 colheres de sopa de açúcar, a metade da
casca de laranja e o suco de laranja. Leve ao fogo baixo por 2 minutos, mexendo de vez em quando. Retire e
acrescente os cubos de laranja e a metade do licor. Reserve.

Recheio: Em uma tigela, bata a manteiga e o açúcar restantes até obter um creme claro. Acrescente o restante do
licor e das raspas de laranja, misture bem e espalhe o creme sobre os crêpes. Dobre os crêpes e coloque-os na
frigideira com a calda. Leve ao fogo baixo até aquecer. Retire e distribua-os nos pratos. Em seguida, coloque o
conhaque em uma concha, aqueça, flambe e despeje sobre os crêpes.

CURAU
12 espigas de milho verde
8 xícaras de leite
2 e 1/2 xícaras de açúcar
pitada de sal

Lave muito bem as espigas de milho, rale-as cuidadosamente em um ralador e raspe bem os sabugos com a ajuda
de uma colher. Coloque em uma tigela e acrescente o leite, misture bem e deixe a massa descansar por 10
minutos, coloque em um pano bem limpo ou peneira fina e esprema muito bem. Unte com um pouco de óleo de
canola uma forma de bolo (furo no meio). Coloque em uma panela o caldo de milho e acrescente o açúcar, misture
bem e leve ao fogo cozinhando lentamente até que o curau engrosse, cerca de 40 minutos. Despeje a mistura na
forma untada e deixe esfriar. Leva à geladeira e sirva salpicando com um pouco de canela.

DANETTE CASEIRO
1 litro de leite
2 caixas de pó para pudim sabor chocolate
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite

Leve os três primeiros ingredientes ao fogo e mexa até obter um mingau. Retire e mexa até esfriar.
Bata no liquidificador com o creme de leite. Ponha em tacinhas e leve à geladeira.
Dica: Ao invés de pó para pudim de chocolate, use 6 colheres de sopa cheias de chocolate em pó(do padre) e 1
colher de maisena.

DANONINHO DE MORANGO
1 lata de leite condensado
2 latas de creme de leite
1 pacote de TANG de morango (só serve se for o TANG)

Bata tudo no liquidificador, leve para gelar e sirva.

DOCE DE QUEIJO - Receita de Araxá
1 Kg de queijo Minas curado
10 ovos
4 Kg de açúcar
Cravo da índia a gosto

Massa: ralar o queijo, acrescentar os ovos. Misture bem a massa. O ponto é deixar a massa um pouco mais dura
do que a do pão de queijo. Enrole a massa em bolinhas.
Calda: coloque 2kg de açúcar em um tacho de cobre. Deixe ferver. Acrescente os cravos. A calda vai cozinhar as
bolinhas. Quando as bolinhas já estiverem firmes acrescente um pouco de água quente. Depois de cozidas retire as
bolinhas e coloque-as em um vidro. Com a outra metade do açúcar, faça uma calda para colocar o doce.

FIGOS COM CREME DE NOZES E AMÊNDOAS
1 xícara de chá de leite condensado
1/2 xícara de chá de leite
1/2 xícara de chá de nozes picadas

110
1/2 xícara de chá de amêndoas picadas
2 colheres de sopa de manteiga
20 figos

Misture bem em uma panela o leite condensado, o leite, as nozes, as amêndoas e a manteiga. Leve ao fogo por 8
minutos, ou até obter um creme espesso. Retire do fogo e deixe amornar por 15 minutos. Parta os figos ao meio no
sentido horizontal e recheie-os com o creme. Sirva em seguida.

GELÉIA DE AMEIXA PRETA
1 xícara de chá de ameixa seca sem caroço
2 colheres de sopa de água de coco para hidratar a ameixa
1 xícara de chá de linhaça germinada.

Separe umas 2-3 ameixas e pique miudinho. Bata no liquidificador (ou na processadora) a linhaça germinada com a
ameixa preta até obter a consistência de uma geléia cremosa. Junte as ameixas picadinhas, misture e coloque num
pote de vidro. Sirva com sobremesas, no preparo de cremes ou coberturas.

GELÉIA DE CASCA DE ABACAXI
Cascas de um abacaxi
4 copos de água
Açúcar, o quanto baste
3 colheres bem cheias de maisena

Lave com uma escovinha as cascas do abacaxi. Bata as cascas junto com a água no liqüidificador. Passe por uma
peneira. Junte o açúcar e a maisena dissolvida. Leve ao fogo e deixe cozinhar bem. Despeje em pirex previamente
umedecido. Sirva gelado.

GELÉIA DE MORANGOS
1kg de morangos maduros
1kg de açúcar
suco de 1 limão
1 envelope de gelatina em pó sem sabor

Escolha os morangos maduros. Coloque-os sobre uma peneira, mergulhe em água fria e escorra bem. Retire os
cabinhos e corte em dois os morangos maiores. Deixe macerar uma noite inteira numa tigela com o açúcar. Coloque
então os morangos num panela de cobre ou aço inoxidável, com o suco de limão e a gelatina preparada. Deixe
ferver e mantenha no fogo por mais 5 minutos. A seguir coe tudo numa peneira retirando apenas o caldo do
morango, sem desmanchá-lo muito. Você obterá um xarope. Leve o xarope ao fogo e deixe ferver por alguns
minutos. Em seguida junte os morangos. Repita essa operação algumas vezes retirando sempre a espuma que se
forma. Feito isso, retire do fogo e despeje a geléia em potes, pouco a pouco, para que os morangos não subam a
superfície. Deixe que entre o mínimo possível de ar entre a geléia e a tampa; assim obterá uma melhor conservação
de geléia.

GELÉIA DE PÊSSEGO
2kg pêssego
2 xícaras de chá de água
açúcar o necessário

Corte ao meio dois quilos de pêssegos, descartando os caroços. Se a pele estiver muito grossa, antes de cortar em
pedaços, afervente rapidamente e retire a pele. Cozinhe com uma ou duas xícaras de água, depende da quantidade
de suco da frutas, até ficarem bem macios. Passe por uma peneira. Pese o suco e coloque a metade do peso em
açúcar. Cozinhe até ficar grosso e cremoso, retirando a espuma que sobe com a fervura. Guarde em vidros
previamente fervidos.

GOIABAS EM CALDA
3 goiabas vermelhas, lavadas com casca e cortadas em rodelas
3 xícara de açúcar
2 copos de água

Cozinhe em fogo brando e mexa de vez em quando. Quando as goiabas estiverem totalmente macias e a calda em
ponto de mel, desligue. Espere esfriar. É uma Delíííííícia.

HARUMAKI DOCE
12 massas de rolinho
6 maçãs em fatias finas
1 xícara de açúcar
canela em pó a gosto

Em uma panela, coloque a maçã, o açúcar e a canela e deixe cozinhar até que as maçãs estejam amolecidas.
Deixe esfriar. Prepare então, os rolinhos e frite-os em óleo bem quente.
Polvilhe com açúcar e canela e sirva.

111
IOGURTE - (não contém glúten, não contém soja, não contém lactose)
1/2 copo de castanha de caju esmagada CRUA (sem torrar)
1 copo da água
1/4 de colher de chá de sal
1/4 de copo de leite arroz ou de amêndoas.
2 ou 3 colheres de suco de limão

Misture as castanhas de caju, a água e o sal em um liquidificador alguns minutos, ou até ficar bem homogêneo.
Derrame a mistura em uma panela média de inox mexa ao fogo médio-alto, até que a mistura engrosse
consideravelmente. NÃO DEIXE QUEIMAR ou o gosto ficará terrível!
Para variar a consistência, use apenas uma pitada do sal e da água do uso diluir a mistura à consistência que você
quer. Adicione pouco mais suco da limão se desejar. Se você gostar, você pode adicionar canela em pó, ou outro
aromatizante, ou misturar suco de frutas ou polpa de frutas.

IOGURTE CASEIRO
Aquecer 1 litro de leite de caixa, até o ponto em que não queime a mão (não é para ferver). Misture 1 copo de
iogurte natural desnatado ao leite aquecido. Coloque em um recipiente fechado (uma panela com tampa, por
exemplo), e deixe de um dia para outro dentro do forno (desligado).
Coloque, no outro dia, o iogurte em copos tampados com papel alumínio ou plástico e deixe na geladeira. Pode ser
adicionada gelatina em pó sem sabor para o iogurte ficar mais encorpado. Uma excelente opção é bater o iogurte
com fruta, melhorando o sabor.

MAÇÃ ASSADA COM CANELA
1 maçã
canela a gosto

Levar a maçã ao microondas por 4 minutos. Depois que estiver assada, cortar ao meio e salpicar canela.

MAÇÃS RECHEADAS
4 maçãs grandes (golden)
8 damascos secos
100 g de uvas passas
400 ml de suco de maçã sem açúcar

Tire as sementes e faça um pequeno corte no meio das maçãs para que a casca não rache no forno. Coloque-as
numa forma rasa. Pique os damascos, misture com as passas e recheie as maçãs sem o miolo. Regue com o suco e
asse em forno preaquecido a 180º C por 45 minutos.
Dica: Você pode preparar este mesmo prato como uma entrada, bastando substituir o recheio por algo salgado e
picante, de sua preferência. Lembre-se que as maçãos são doces e reduzirão o ardor de recheios mais apimentados,
equilibrando o prato.
Para retirar as sementes, você pode usar uma faca comum ou uma especial para tirar caroço, encontradas nas lojas
especializadas em equipamentos para cozinha.

MANTEIGA DE AMENDOIM
500g amendoins com casca
óleo vegetal, a gosto (milho, ou canola)

Descasque os amendoins. É importante só retirar a casca grossa, pois a película castanha tem muitos nutrientes.
Esmague os amendoins com um pilão ou triture no liquidificador. Ao mesmo tempo vá despejando um fio de óleo.
Moa bem até ficar uma pasta. É uma ótima manteiga para passar no pão e uma base para molhos, bolos, etc.

MOUSSE OU SORVETE DE AMEIXAS
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
10 a 12 ameixas sem caroço

Bata no liquidificador. Se for mousse, só leve à geladeira, se for sorvete, ao freezer. Se quiser sirva com uma
caldinha de ameixa.

MOUSSE DE BIS
½ lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 caixa de Bis

Bata tudo no liquidificador e leve para gelar por três horas.

MOUSSE DE FRUTAS
1 lata de creme de leite
1 lata de leite condensado
1 lata de suco de frutas (de seu gosto)

112
Bater no liquidificador e levar a geladeira.

OMELETE VIENENSE AO ESTILO IMPERIAL
3 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de creme
80 g de manteiga
4 ovos
1 colher de chá de açúcar
300 g de morangos frescos

Bata as gemas em uma tigela até obter uma consistência espumosa. Adicione o creme e a farinha de trigo e misture
até obter um líquido homogêneo.
Misture as claras com o açúcar e bata em ponto de neve. Adicione as claras à gema aos poucos.
Frite duas omeletes em uma frigideira e sirva com morangos e açúcar.

PAMONHA
12 espigas de milho verde amarelas
1 litro de leite
2 xícaras de chá de açúcar
2 colheres de sopa de manteiga derretida
1 colher de sobremesa rasa de canela em pó
1 pitada de sal

Corte o milho das espigas com uma faca, até aparecer o sabugo. Bata no liqüidificador, junto com o leite. Passe
numa peneira e acrescente o açúcar, a manteiga derretida, a canela e a pitada de sal. Despeje o creme em um
pirex médio ou num refratário e leve ao forno previamente aquecido, em banho-maria, a uma temperatura média,
por aproximadamente uma hora ou até dourar.

PÃO DE LÓ DE LIMÃO
1 xícara de farinha
½ xícara de maisena
2 colheres de chá rasas de fermento em pó
1 xícara de açúcar
½ xícara de leite de soja ou de aveia
½ xícara de leite, a casca ralada e o suco de um limão.

Numa tigela, peneire a farinha, a maisena, o açúcar e o fermento. Numa outra tigela, misture o leite, o iogurte, o
óleo, o suco e a casca ralada de limão. Misture o conteúdo das duas tigelas e bata com uma colher de pau por dois
minutos. Leve ao forno por 25 minutos. Verifique se o centro está seco. Se não estiver, deixe no forno por mais
alguns minutos. Deixe o bolo esfriar por uns dez minutos antes de tirá-lo da forma. Deixe esfriar completamente
antes de cobrir.
Sugestão para cobertura: Glacê de limão.

PUDIM DE CAFÉ
3 ovos
1 lata de leite condensado
a mesma medida da lata de leite de vaca
½ sachê de café solúvel

Bata tudo no liquidificador e coloque numa forma untada caramelizada. Levar ao forno em banho-maria até ficar
firme. Levar a geladeira.

PUDIM DE LARANJA
1 xícara de chá de açúcar
2 colheres sopa de maisena
2 xícaras chá de suco de laranja
1/3 de xícara de chá de karo
2 ovos batidos

Misturar o açúcar, a maisena e dissolver em um pouco de suco. Juntar os ovos, o restante do suco e a raspa de
laranja. Passar na peneira e daí para a forma untada com o karo. Levar ao forno quente em banho-maria.
Desenformar depois de frio.

PUDIM DE QUEIJO
4 ovos inteiros
250 ml de leite
150 g de queijo meia cura ralado
2 colheres de sopa de amido de milho
1 ½ xícaras de açúcar

113
Faça uma calda com 1 xicara de açucar (fio fraco) e reserve. Bata todos os ingredientes no restantes no
liquidificador, menos o queijo. Misture o queijo, coloque em uma forma para pudim untada, asse em banho-maria
até enfiar um palito e ele sair limpo.

SOBREMESA DE LARANJA
2 latas de leite condensado
1 lata de suco laranja (lata medida)
4 gemas
4 claras
8 colheres de sopa de açúcar

Bata no liquidificador o leite condensado, o suco de laranja e as gemas. Coloque em um Marinex retangular médio e
leve ao forno moderado, em banho maria, por 30 minutos. Quando estiver assado, bata as claras em neve, junte o
açúcar e espelhe o suspiro sobre o doce, volte ao forno mais 5 a 10 minutos. Deixe esfriar e coloque na geladeira.

SOBREMESA “OVO FRITO”
500 ml de leite
1 lata de leite condensado
200 ml de leite de coco
3 colheres de sopa de amido de milho
1 lata de pêssegos em calda

Leve ao fogo o leite, o leite condensado, o leite de coco e o amido de milho. Mexa até engrossar e deixe esfriar.
Gente! Tem que deixar esfriar. Exemplo foi o ovo do Lelos (abaixo), que não esfriou corretamente (provavelmente
ele estava doooido pra pregar uma peça em seus convivas (hahahaha!)) e rachou. Valeu pelo exemplo, Lelos!
Coloque um pouco desse creme sobre um prato, espalhando de forma que se pareça com clara frita. Peque metade
de um pêssego e coloque virado para baixo sobre o creme. Espalhe um pouco de calda para parecer óleo gelado.

SORVETE DE CAPPUCCINO
1 lata de creme de leite
1 lata de leite condensado
3 colheres de chocolate em pó
4 colheres de capuccino em pó

Bata tudo no liquidificador por uns 3 minutos. Coloque em uma vasilha e, depois, direto para o congelador ou
freezer. Dentro de 3 horas ele estará congelado e bem cremoso.

SORVETE RÁPIDO
1 lata de creme de leite
6 colheres de sopa de chocolate em pó
4 colheres de sopa de açúcar
chocolate granulado

Misture tudo muito bem, coloque em copinhos e enfeite com chocolate granulado. Congele e sirva.

TIRAMISU
8 colheres de sopa de açúcar
4 gemas
1 colher de chá de essência de baunilha
1/2kg de mascarpone
2 claras
1 xícara de chá de café em infusão forte
4 colheres de sopa de rum
18 biscoitos champanhe inglês
6 colheres de sopa de chocolate meio amargo ralado

Bata na batedeira o açúcar, as gemas e a baunilha por 5 minutos. Transfira para uma tigela refratária e cozinhe, em
banho-maria, por 10 minutos, mexendo de vez em quando. Retire do fogo e bata o creme, com um batedor manual,
por 5 minutos. Junte o mascarpone e as claras em neve e mexa delicadamente até ficar homogêneo. Leve à
geladeira e reserve. Misture numa tigela refratária grande o café e o rum e umedeça os biscoitos. Distribua-os no
fundo de 6 taças, coloque o creme e polvilhe o chocolate. Leve à geladeira por 1 hora e sirva em seguida.

TORTA DE MAÇÃ
2 xícaras de farinha de trigo integral
Maçãs cortadas em fatias
1 xícara de açúcar mascavo
1 xícara de aveia em flocos
100g de manteiga com sal
Canela em pó a gosto

114
Unte uma fôrma de vidro refratário com um pouco de manteiga e reserve.Misture à parte os ingredientes exceto a
maçã, fazendo um tipo de farelo. Coloque metade dessa massa na assadeira untada, comprimindo bem, depois
coloque as maçãs picadas. Cubra com o restante da massa para cobrir, comprimindo bem a torta. Asse em forno
brando. Torta de maçã, damasco, morango, framboesas e etc.,

Esta torta fica muito gostosa com outras frutas no lugar da maçã. Você também pode utilizar damascos e tâmaras
(previamente hidratados), morangos, framboesas e peras.

TORTA FÁCIL DE BOLACHA
1 pote de doce de leite
1 pote de nata
bolacha maria

Misture na batedeira o doce de leite com a nata. Faça camadas de bolacha, creme , bolacha, creme...

115
RECEITAS DE FESTA

CANAPÉS DE KIWI E PALMITO
6 kiwis
1 lata de palmito

Cortar os palmitos em fatias redondas de mais ou menos 1 cm. Cortar o Kiwi em rodelinhas pequenas. Colocar os
kiwis sobre as rodelas de palmito e arrumá-las num prato.

CESTINHAS DE ESPINAFRE
6 fatias de pão de forma sem as cascas
1 maço pequeno de espinafre (só as folhas)
1 frasco de maionese vegetal

Preaqueça o forno em temperatura média (180° C).
Com cada fatia de pão, forre forminhas de empada média (10 cm de diâmetro). Pressione o fundo para dar o
formato de cestinha.
Leve ao forno por 10 minutos ou até dourar. Retire do forno, espere amornar e desenforme.
Em uma panela média, coloque as folhas de espinafre, cozinhe em fogo médio até murchar, esprema e pique.
Em uma vasilha, misture o espinafre e a maionese. Recheie as cestinhas com a mistura de espinafre.
Polvilhe o farinha de rosca e retorne ao forno por 5 minutos. Sirva em seguida.

COXINHA DE SOJA
Massa
4 colheres de margarina
2 tabletes de caldo de legumes
1 litro de leite
½ Kg de mandioca cozida e espremida
3 xícaras de chá de farinha de trigo
2 ovos misturados
Recheio
2 xícaras de Proteína texturizada de soja
Vinagre
2 Tomates
1 Cebola picadinha
2 dentes de alho ralado
Salsinha e Cebolinha
1 colher de chá bem cheia de sal
Pimenta-do-reino a gosto
1 folha de louro
1 colher de café de cominho
Azeite para fritar

Preparo do recheio: Ferva 2 litros de água, adicione 3 colheres de sopa de vinagre e despeje a proteína de soja.
Deixe aferventar por 3 a 5 minutos. Escorra. Aperte muito bem para tirar toda a água. Enxágüe com água limpa.
Esprema muito bem novamente. Reserve.
Numa panela, frite a cebola e o alho em azeite. Quando dourar, adicione os tomates e todos os temperos (exceto a
salsinha e a cebolinha).
Refogue bem e adicione a proteína de soja. Frite longamente. Experimente e veja se está bem temperado. Se
estiver, apague o fogo e adicione a salsinha e a cebolinha. Caso deseje, esprema um limão sobre a carne de soja.
Tampe e reserve para rechear as coxinhas.
Preparo da massa: Refogar o caldo na margarina, coloque o leite e a mandioca e deixe ferver.
Vá colocando a farinha de trigo, mexendo bem até soltar do fundo da panela, retire do fogo, coloque os ovos,
retorne ao fogo até integrar bem os ovos.
Ao retirar do fogo deixar esfriar um pouco, sovar para ficar macia. Recheie e modele cada cozinha, passe no ovo e
na farinha de rosca e frite em óleo quente.

CROQUETE DE LEGUMES
1 xícara de chá de farinha de rosca
2 xícaras de chá de legumes de sua preferência cozidos e picados
3 miolos de pães amanhecidos
1 ovo
2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de queijo parmesão ralado
Sal, pimenta do reino e orégano a gosto
1 dente de alho amassado
1 colher de sopa de salsa picada
Óleo para fritar

Em uma tigela, misture os legumes com o pão.
Acrescente os demais ingredientes e mexa bem até obter uma massa homogênea.

116
Modele os croquetes, passe na farinha de rosca, frite em óleo quente até dourar por igual e sirva quente.
Se Preferir, asse em forma untada.
Dicas: Legumes para o recheio: Abobrinha, cenoura, milho verde, vagem, e temperos variados.

CROQUETE DE MILHO VERDE
1 cebola picada
2 colher de sopa de margarina Qualy Sadia
2 colher de sopa de extrato de tomates
quanto baste de sal
2 ovos
1 lata de milho verde
2 xícara de chá de farinha de trigo
quanto baste de mussarela em cubos pequenos

Frite a cebola na margarina. Acrescente o extrato de tomate e o sal. Refogue um pouco. Enquanto isso, bata no
liqüidificador os ovos, o milho verde e a farinha de trigo. Junte ao refogado e deixe cozinhar mexendo sempre até
soltar da panela. Retire do fogo, espere esfriar e faça croquetes recheando cada um deles com um pedaço de
queijo. Passe pelos ovos batidos, pela farinha de rosca e frite no óleo quente. Sirva a seguir.

EMPADINHA DE PALMITO
Massa
300g de farinha de trigo
200g de manteiga
2 gemas
2 colheres de sobremesa de creme de leite
1 colher de chá de sal
Recheio
1 vidro grande de palmito picado
1 lata de ervilha escorrida
1 tomate sem pele e sementes picadinho
1 cebola média ralada
Sal
Pimenta-do-reino
Óleo
1 xícara de chá de salsinha e cebolinha picadas
3 colheres de sopa de azeite
2 gemas para pincelar

Modo de preparo da massa: Misture tudo muito bem até que a massa fique com uma consistência homogênea.
Deixe descansar por 10 minutos.
Recheio: Refogue bem a cebola e o tomate no óleo. Acrescente o palmito e todos os temperos. Deixe no fogo por
10 minutos, mas sem deixar que o palmito se desmanche. Deixe esfriar.
Montagem: Abra a massa com um rolo e forre as forminhas. Acrescente o recheio e cubra com uma camada de
massa. Pincele com as gemas levemente batidas. Leve para assar em tabuleiro em forno médio pré-aquecido, até
que dourem.

EMPADINHA DE PÃO DE FORMA
10 fatias de pão de forma sem casca
2 colheres de sopa de azeite de oliva

Com o auxílio de um rolo de massas, afine cada fatia do pão.
Corte cada fatia do pão em 4 partes iguais, passe azeite em um dos lados e acomode em forminhas de empada
pequena e aperte bem. Coloque o recheio desejado e leve ao forno por 15 minutos ou até dourar.

ESFIHA DE RICOTA
¼ xícara de chá de óleo
2 xícaras de chá de leite
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de manteiga
2 ovos
2 tabletes de fermento biológico
1 Kg de farinha de trigo
Recheio
200 g de ricota fresca
2 colheres de sopa de azeite de oliva
pimenta-do-reino
sal
2 cebolas grandes

117
Massa: Dissolver o fermento na água morna. Reservar. Juntar à farinha o sal, o açúcar, o óleo, os ovos, a manteiga
derretida, o leite morno e o fermento reservado. Misturar bem e trabalhar a massa com as mãos até ficar bem lisa.
Deixar repousar 1 hora coberta com um pano em lugar abafado (pode ser o forno desligado do fogão). Abrir a
massa com um rolo, numa espessura de cerca de 1 cm e cortar pequenos quadrados.
Rechear com a ricota, misturada com a cebola bem picada, sal, pimenta e azeite. Fechar os triângulos de massa,
colocar em assadeira polvilhada com farinha de trigo e pincelar com leite. Levar ao forno preaquecido durante 20
minutos.
Dica: Para fazer a esfiha aberta é só cortar a massa em círculos e colocar o recheio de carne no meio, pressionando
com o dedo para dentro, de forma a ficar uma borda de massa mais elevada.

PÃEZINHOS DE PIZZA
1 Kg de farinha de trigo
½ copo de óleo
2 copos de leite
4 ovos
½ copo de açúcar
1 colher de sobremesa de sal
3 tabletes de fermento fleichsmann (fermento para pão)
Recheio
½ Kg de catupiry
½ Kg de mussarela fatiada
4 tomates lavados e cortados em rodelas finas
Orégano a gosto
Gema para pincelar

Esponja: Desmanche o fermento no açúcar.
Acrescente 1 copo de leite morno e 1 copo de farinha de trigo alternadamente. Dissolva bem e reserve para crescer.
Massa: Em outra tigela coloque 1 copo de leite morno, o óleo e os ovos. Misture tudo e vá colocando a farinha aos
poucos até ficar uma massa homogênea. Junte a "esponja", ou seja, o fermento.
Acrescente o restante da farinha de trigo até que desgrude das mãos.
Sove bem a massa e deixe crescer por aproximadamente 1 hora.
Após o crescimento da massa, divida-a em partes que caibam na palma da mão.
Abra cada parte da massa e recheie com mussarela, catupiry, o tomate e o orégano.
Enrole cada um e pincele com a gema de ovo.
Unte uma assadeira e leve para assar em forno pré-aquecido 180º graus por cerca de 35 a 45 minutos ou até ficar
dourado. Sirva quente ou frio.

PAVÊ SALGADO
½ Kg de batatas cozidas e picadas
250 g de cenouras cozidas e picadas
½ lata de ervilhas
½ lata de milho verde
1 colher de sopa de azeitonas picadas
4 colheres de sopa de maionese vegetal
1 pão de forma sem casca
salsinha vegetal picada a gosto

Misture os legumes e tempere a gosto. Junte 3 colheres de sopa de maionese.
Em um pirex, alterne camadas de pão e de legumes. Cubra com o restante da maionese.
Leve à geladeira por pelo menos 1 hora.

RISOLES DE ESCAROLA
Massa
1 litro de leite
100 g de manteiga sem sal
2 unidades de tabletes de caldo de legumes
1 colher de chá de sal
½ xícara de parmesão ralado
¼ xícara de salsinha picada
4 xícaras de farinha de trigo
Recheio
1 maço grande de escarola
4 dentes de alho picados
6 colheres de sopa de azeite
sal a gosto

Para fazer a massa leve ao fogo médio em panela grande os 6 primeiros ingredientes
Quando levantar fervura acrescente a farinha de trigo de uma só vez e mexa rapidamente até soltar do fundo da
panela.

118
Recheio: Numa panela coloque as folhas de escarola molhadas. Tampe e leve ao fogo até murcharem. Retire da
panela e pique bem (deverá dar 3 x). Frite o alho no azeite até começar a dourar. Junte a escarola e misture bem
durante 1 minuto. Tempere com sal.

RISOLES AOS QUATRO QUEIJOS
Massa
1 litro de leite
100 g de manteiga sem sal
2 tabletes de caldo de legumes
1 colher de chá de sal
½ xícara de parmesão ralado
¼ xícara de salsinha picada
4 xícaras de farinha de trigo
Recheio
200 g de mussarela ralada
200 g de provolone ou reino ralado
150 g de queijo prato ralado
150 g de requeijão cremoso ou queijo cheddar
orégano a gosto
Farinha de rosca

Para fazer a massa leve ao fogo médio em panela grande os 6 primeiros ingredientes
Quando levantar fervura acrescente a farinha de trigo de uma só vez e mexa rapidamente até soltar do fundo da
panela. Para o recheio misture todos os outros ingredientes e monte os risoles.
Passe no ovo e na farinha de rosca e frite em óleo quente.
Dica: Fazer a forma com a boca de um copo, vc abre a massa e corta com o copo, então recheia e modela um
pastelzinho.

RISOLES DE QUEIJO
3 copos de farinha de trigo
2 copos de leite
1 copo de água
2 colheres de sopa de manteiga
Sal a gosto.
Recheio
Queijo minas fresco, moído ou amassado com o garfo

Preparo da massa: Ferva a água, o leite e a manteiga. Acrescente a farinha e mexa até soltar da panela.
Montagem do risole: Abra a massa e corte com o cortador de número 5 ou 7. Ponha o recheio em cada pedaço,
feche e modele com as mãos. Empane com ovo e farinha de rosca. Frite em óleo em quente.
Rendimento: Em torno de 100 unidades.

SANGRIA – Receita tradicional espanhola
750 ml de vinho tinto
600 ml de soda limonada
5 pêssegos
3 maçãs
1/2 abacaxi
1/2 xícara de chá de suco de laranja
2 colheres de sopa de açúcar
1 dose (60 ml) de conhaque
1 dose (60 ml) de gim

Leve o vinho e a soda limonada à geladeira por 30 minutos.
Prepare as frutas: descasque o abacaxi e corte em fatias de 0,5 cm. Corte as fatias em tiras de 0,5 cm e as tiras em
cubos de 0,5 cm. Repita o procedimento com as maçãs e os pêssegos, mas sem descascar as frutas.
Numa tigela, coloque todas as frutas picadas. Regue com o suco de laranja e leve à geladeira.
Na hora de servir, misture todos os ingredientes na tigela com as frutas. Coloque em uma jarra ou divida em copos.
Acrescente gelo a gosto.

TORRADINHAS AROMATIZADAS – Receita original do Oriente Médio
3 pães sírios
1 colher de sopa de orégano
1 colher de sopa de manjericão
Sal a gosto
3 colheres de sopa de azeite

Corte os pães em triângulos. Em um recipiente misture os temperos ao azeite. Besunte as torradinhas com a
mistura e leve ao forno. Quando estiverem crocantes, sirva.

119
RECEITAS MEDIEVAIS

BOTERE OF ALMAND MELK - Manteiga de leite de amêndoas
Leite de amêndoas
Vinho tinto ou vinagre de vinho tinto
Um pedaço de pano grosso ou musselina grossa
Coador de pano ou coador tipo funil
Água gelada

Faça um leite de amêndoas bem grosso. Leve-o ao fogo até fever, tendo o cuidado de não queimar, adiciona o vinho
ou vinagre. Tire do fogo. Estenda o pano grosso pelas beiradas, sobre a pia ou uma bacia grande. Despeje o leite de
amêndoas no pano e deixe escorrer.
Quando o líquido tiver escorrido, coloque a mistura restante no coador de pano ou no coador tipo funil, tampe e
deixe num lugar fresco por meia hora, ou até qualquer líquido remanscente terminar de escorrer.
Tire a manteiga do coador, divida em porções, e enrole cada uma delas em gaze de algodão ou em papel de cera.
Mergulhe em água gelada por vários minutos, para separa a manteiga. Tire da água e escorra.
Desembrulhe e sirva ou guarde num local fresco.

CRISPELS
Farinha de trigo
Água
Uma pitada de sal
Fermento
Azeite de oliva
Mel

Amasse a farinha, água, fermento e sal. Abra-a bem fina e corte em círculos. Frite a massa em azeite de oliva até
dourar levemente. Escorra bem. Coloque o mel numa frigideira e o aqueça em fogo baixo, até a fervura. Com uma
escumadeira, remova a espuma que se formar. Passe um pouco desse mel nos pães fritos e sirva quentes.

FLOWNYS IN LENTE - Torta de crème de amêndoas
Massa de torta suficiente para uma assadeira de 22 cm.
3 xícaras de leite de amêndoas duplamente concentrado (ver receita)
2 colheres de sopa de farinha de arroz
2 colheres de sopa de açúcar, ou a gosto
1 ½ xícara de tâmaras em quatro partes
1 ½ xícara de figos, em quatro partes

Pré-aqueça o forno a 230°C. Numa caçarola, em fogo médio, misture o leite de amêndoas e metade do açúcar. Leve
ao fogo até ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar, mexendo sempre. Aos poucos já juntando farinha de arroz, um
pouco de cada vez e mexendo sempre, por 10 minutos, até que a consistência fique bem grossa.
Tire do fogo e coloque a mistura numa travessa grande, espalhando-a com cerca de 2 cm de espessura. Deixe
esfriar.
Asse a massa de torna na assadeira, por cerca de 10 minutos para endurecê-la. Tire do fogo e diminua a
temperatura do forno para 170°C.
Corte a mistura de amêndoas em fatias e forre o fundo da massa de torta com elas. Encha então o restante com
figos e tâmaras cortados. Misture o açúcar restante com o leite de amêndoas restante, e despeje devagar sobre a
torta.
Leve ao forno e asse por meia hora. Deixe esfriar antes de servir. Rende oito porções.

FROYDE [MYLKE DE] ALMOUNDYS - leite de amêndoas duplamente concentrado
1/2 xícara de amêndoas cruas
1/4 xícara de água para triturar as amêndoas
1 xícara de água, brodo, vinho, ou uma mistura deles
2 colheres de sopa de açúcar, ou a gosto
Pitada de sal

Leite de amêndoas duplamente concentrado
1 xícara de amêndoas cruas
1 ¼ xícara de água
2 colheres de sopa de açúcar, ou a gosto
Pitada de sal

Numa caçarola, sobre fogo médio, ferva água suficiente para cobrir as amêndoas. Despeje então as amêndoas cruas
inteiras. Ferva por três minutos. Escorra e enxágue em água delada. Deixe esfriar, e aperte para tirar as peles.
No liquidificador, moedor ou processador de alimentos, moa as amêndoas até formar uma pasta muito fina,
adicionando um pouco de água por vez.
Numa panela, em fogo baixo, dissolva completamente o açúcar e o sal em uma xícara de água. Tire do fogo e numa
tigela, misture essa água com açúcar ainda morna e a pasta de amêndoas. Mexa vigorosamente com um garfo ou
batedeira, dissolvendo compeltamente qualquer bolha ou pelota.
Cubra e deixe repousar por uma hora. Mexa bem antes de usar.

120
Notas: O Leite de amêndoas é um ingrediente básico da culinária medieval, e é utilizado em mutias receitas.
Variações sobre este mesm otema são encontradas com freqüência. Leite de amêndoas pode ser feito com vinho ou
caldo (ou brodo) em vez de água, e a quantidade de açúcar pode variar.
Pode ser feito duplamente concentrado misturando-se o dobro da quantidade de pasta de amêndoas à água.

FUNGES
Cogumelos frescos
2 alho-poró
Caldo de legumes
Açafrão

Tome alguns cogumelos frescos e corte-os em cubinhos. Peque dois alhos-porós e fatie-os finamente. Cozinhe os
alhos-porós e os cogumelos em um caldo forte de legumes (brodo). Adicione açafrão para dar cor.

LOZENGES OR CURD CHEESE PASTRIES – Pão com coalhada
225g massa feita com farinha de trigo integral
225g coalhada
25g gengibre cristalizado ou uvas passas
15g amêndoas tostadas de picadas, ou pinhões
Açúcar a gosto
Suco de limão a gosto

Abra a massa bem fininha e corte em pequenos retângulos de aproximadamente 15 x 8 cm. Formara pelo menos 24
retângulso de massa. Asse-os em forno médio (180°C) por 10 minutos ou até ficarem dourados e crocantes. Tire-os
e deixe esfriar.
Enquanto isso misture a coalhada com o gengibre ou uvas passas, as amêndoas ou pinhões e açúcar e suco de
limão a gosto. Reserve.
No momento de servir, faça um sanduíche com duas fatias de massa assada recheadas com a mistura de coalhada.
Pode ser servido como sobre mesa ou petisco.

MOLHO CAMELINE DE VINAGRE E CANELA
Gengibre moído
Canela
Cravo-da-índia
Cardamomo
Macis
Pimenta dedo-de-moça
Pão amanhecido
Vinagre
Sal

Pique o pão amanhecido e umedeça-o com vinagre. Esprema bem e junte aos outros temperos num tacho. Regoque
bem. Adicione um pouco de água e sal a gosto.
Depois bata tudo no liquidificador ou no batedor manual até obter uma pasta.
Ideal para pratos salgados exóticos. Originalmente, era usado em carne de caça.
Este molho é antiquíssimo, de acordo com Guillaume Tirel, cozinheiro de Charles V de França e compilador em 1375
do livro de culinária “Le Viandier” de Taillevant, que guardou sua receita para a posteridade.

OYLE SOPPES – Sopa de cebola e cerveja, servida sobre pão
Cebolas, cortadas em pedaços médios
Cerveja – deverá estar choca (sem gás)
Óleo
Açafrão
Sal
Fatias de pão dormido.

Ferva as ceboals até estarem parcialmente cozidas. Tire da água e deixe secar totalmente. Quendo secarem, frite-as
em óleo quente. Tire do óleo. Numa sopeira grande, misture a cerveja, as cebolas, o açafrão e sal a gusto. Quando
ferver, abaixe o fogo e continue cozinhando por cerca de 15 minutos.
Corte as fatias de pão (sem a casca) em cubinhso ou tiras. Coloque-as no fundo dde cada tigela onde será servida a
sopa. Despeje a sopa quente sobre o pão e sirva.

PANQUECAS DE SÁLVIA E DE LOURO
Farinha de trigo
Ovos
Açúcar
Canela, pimento, cravo e açafrão
Ramos de sálvia

121
Numa vasilha, misture farinha de trigo e ovos e bata bem até formar um crème. Junte o açúcar, as especiarias e
bata até ficar amarelo por causa do açafrão. Deve ficar uma massa grossa. Mergulhe então os ramos de sálvia
nessa mistura ou cubra-os com ela e frite numa frigideira grossa bem quente, untada com óleo.
As panquecas de louro podem ser feitas do mesmo modo, cobrindo as folhas de louro (colhidas na hora) com a
massa.

PÃO DE ERVAS
2 quadradinhos de fermento biológico
2 xícaras de água morna
6 ovos
1 ¼ colher de chá de sal
6 colheres de sopa de óleo vegetal
1 ½ colher de chá de alecrim
2/3 de xícara de salsinha
8 xícaras de farinha de trigo
1 ovo para pincelar

Dissolva o fermento na água. Numa bacia, misture os ovos, sal, óleo, ervas e 3 xícaras de farinha. Junte o fermento
e misture bem. Adicione mais farinha para encorpar e sove a massa numa superfície enfarinhada por 10 minutos.
Coloque numa tigela untada e cubra com um pano. Deixe crescer por uma hora e meia num ambiente fechado
(temperatura de 30° aproximadamente). Divida em duas bolas de massa, na assadeira. Deixe crescer pos mais
meia hora. Pincele com o ovo batido e asse por 50 minutos no forno quente.

PORRO LEEKS – Alho-poró
Taloz de alho-poró maduros
Caldo de legumes forte e bem temperado
Azeite de oliva

Limpe e corte as pontas do alho-poró. Depois fatie-o em pedaços de 3 cm aproximadamente. O normal é utilizar
mais a parte branca que a verde.
Ferva o alho poró no caldo. Quando estiver quase pronto, adicione um pouco de azeite ao caldo, abaixe o fogo e
deixe cozinhar até ficar pronto. Sirva.

RAUIOLES - Raviólis
1 pedaço de 200g de mussarela
2 ovos
Manteiga
Açafrão e sal a gosto
Massa fresca para macarrão (ver receita na Letra M)

Moa ou rale o queijo no ralador fino. Misture aos ovos, sal, açafrão e manteiga. Abra a massa, corte os
quadradinhos, recheie com a mistura de ovos e queijo e feche apertando bem para que não abram durante o
cozimento.
Cozinhe em água fervente até cozinhar (cerca de 8 minutos). Escorra, coloque os raviólis numa assdeira e cubra
com manteiga derretida e quejio ralado na hora. Espalhe uma pitada de noz moscada por cima e leve ao
forno pré-aquecido por 10 minutos. Sirva imediatamente.

RIQUE-MANGER – Maçãs e ovos
1 maçã
2 a 3 ovos
Manteiga
Pimenta-do-reino
Sal
Açafrão

Descasque, tire o miolo e fatie as maçãs, e afervente-as em água até amaciar. Escorra a água e frite-as na
manteiga. Tire da frigideira e reserve.
Bata os ovos e frite, adicionando as fatias de maçã quando estiverem quase prontos.
Tempere com sal, pimenta e açafrão e sirva quente.

SOUPES DORROY – Pão tostado em leite de amêndoas, cebolas e vinho
Cebolas fatiadas
Azeite de oliva
Vinho tinto
Pão branco (Use pão fresco, de preferência recém-assado
Leite de amêndoas feito com uma mistura de vinho tinto e água

Frite as cebolas no azeite de oliva até amaciarem e ficarem transparentes; tire do óleo e seque bem. Coloque-as
numa caçarola e adicione vinho tinto só até sobri-las. Leve ao fogo até ferver, então abaixe o fogo e deixe cozinhar
lentamente. Corte uma fatia de pão e toste-o no forno ou na chapa.

122
Coloque a torrada na tigela de servir e cubra com o leite de amêndoas/ vinho. Coloque as cebolas cozidas no vinho
por cima e sirva.

TORTA DE COGUMELOS – Mushroom tarte
450 g de cogumelos
120 g de Ricotta
3 ovos
3 gema de ovos
1 colher de chá de pimenta
1 colher de chá de gengibre
½ colher de chá de cravos-da-índia
¼ colher de chá de macis
Manteiga ou margarina
Massa de torta

Corte os cogumelos em pedaços (ou fatie se forem muito grandes). Frite-os na manteiga. Quando estiverem no
ponto, escorra e coloque-os numa tigela. Adicione os ovos, queijo e temperos. Coloque a mistura na massa de torta
e asse por 40 minutos a 180°C, ou até que doure (enfie uma faca para certifica-se de que está totalmente
solidificado). Receita do século 17, muito apreciada.

123
RECEITAS TERAPÊUTICAS

Receitas terapêuticas são aquelas que, além de alimentar, ajudam a tratar determinados problemas do organismo.

BEBIDA DE CENOURA E SALSA
1 xícara de salsa lavada
4 cenouras, sem a parte de cima (base do talo) pois é tóxica
1 maçã pequena, sem as sementes

Passe tudo no processador ou bata no liquidificador, juntando um pouco de água até atingir a consistência desejada.
Ótima receita para a pele e cabelos. Interessante para servir como coquetel exótico.

CREME DE MANGA COM LINHAÇA
¼ de xícara de semente de linhaça hidratada
¼ de copo de água
1 manga descascada e fatiada
½ xícara de café de sumo de gengibre ralado

Bater a semente de linhaça com água no liquidificador e coar. Bater com manga e o sumo de gengibre até ficar
cremoso. Comer pela manhã com granola, na hora do lanche ou junto com salada.

CREME DE PAPAYA
1 mamão papaya
1 colher de mel

Bata até formar um creme. Passe metade no rosto e coma a outra metade. Deixe agir na pele por 20 minutos e
enxágue com água fria ou chá de camomila frio. Para tratamento da pele.

LINHAÇA GERMINADA
- Coloque 1 xícara de chá de semente de linhaça num vidro.
- Acrecente 3 xícaras de chá de água filtrada.
- Deixe de molho por 4 a 8 horas (durante a noite).
- Está pronta para fazer leite, pastas, geléias, substituir ovos, sucos desintoxicantes ou pão.

REJUVELAC DE LINHAÇA
1 colher de sopa de semente de linhaça
½ copo de água filtrada.

Deixe por 24 horas a semente de linhaça hidratando. Coe. O filtrado é o rejuvelac de linhaça que pode ser
consumido puro (idealmente em jejum) ou no preparo de sucos e vitaminas desintoxicantes. As sementes podem
ser adicionadas nos sucos e vitaminas, no preparo de sobremesas, geléias de frutas secas, docinhos sem açúcar,
substituindo clara de ovo (em pães e bolos), etc.

SHAKE DE BANANA E AMEIXA
100 ml de leite ou substituto
1 banana pequena
1 ameixa preta
1 colher de sopa de linhaça
1 colher (sobremesa) de mel
2 cubos de gelo

Bata o leite, a banana, a ameixa preta, a linhaça e o gelo no liqüidificador. Adoce com o mel e tome logo em
seguida. Para emagrecimento (substitui uma refeição).

SHAKE DE CHOCOLATE E BANANA
100 ml de leite desnatado
1 banana
2 colheres de sobremesa de achocolatado light
1 colher (sobremesa) de linhaça
2 cubos de gelo

Bata o leite, a banana, o achocolatado, a linhaça e o gelo no liqüidificador e beba em seguida. Para emagrecimento
(substitui uma refeição).

SHAKE DE INVERNO
200 ml de leite ou substituto, morno
2 colheres de sopa de achocolatado light
1 colher (sobremesa) de mel
1 colher (sobremesa) de canela

124
Bata rapidamente o leite morno e o achocolatado no liqüidificador, adoce com mel e polvilhe a canela. Tome logo
em seguida. Para emagrecimento (substitui uma refeição).

SHAKE DE MAÇÃ
100 ml de leite ou substituto
1 maçã com casca
1 colher de sopa de linhaça
1 colher (sobremesa) de mel
2 cubos de gelo

Bata o leite, a maçã, a linhaça e o gelo no liqüidificador. Adoce a bebida com o mel e tome em seguida. Para
emagrecimento (substitui uma refeição).

SHAKE DE MAMÃO
100 ml de leite ou substituto
1/2 mamão papaia
1 colher (sobremesa) de linhaça
1 colher (sobremesa) de mel
2 cubos de gelo

Bata o leite, o mamão, a linhaça e o gelo no liqüidificador. Adoce com o mel e tome em seguida. Para
emagrecimento (substitui uma refeição).

SUCO DE ALOE-VERA
1 folha grande de babosa
2 colheres de sopa de mel

Bata bem a folha de babosa sem a casca (somente o gel) com o mel e tome imediatamente, tudo de uma vez (o
gosto é péssimo). Essa receita é usada, especialmente no oriente, por pessoas que se submeteram a cirurgias ou
sofreram queimaduras na pele. É potente cicatrizante, bactericida e regeneradora da pele.
Tem propriedades curativas para quem tem problemas estomacais (azia, úlceras).
A babosa também pode ser batida e colocada em forminhas de gelo para congelar. Essas pedras de gelo podem ser
aplicadas, enroladas em gaze, sobre a pele do rosto ou sobre queimaduras solares.

SUCO DE COUVE
3 colhas de couve
1 dente de algo
1 copo de leite de soja

Este não é o mais saboroso dos sucos, mas é um dos mais eficazes. Bata tudo e beba rapidamente, para evitar o
sabor do alho. Se preferir, adicione uma maçã ao suco para melhroar o sabor (também acrescenta vitaminas).
Melhora a digestão, protege a pele contra o sol, e possui ação bactericida, devido ao alho. Bom para quem tem
acne.

SUCO DE LIMÃO
3 limões espremidos
1 copo de água (não muito gelada)
1colher de sopa de mel

Misture tudo e beba de manhã. Ajuda a diminuir acne e outras inflamações da pele.

SUCO DE MAÇÃ
2 maçãs vermelhas, pequenas, em cubos (com casca)
1 copo de água
2 colheres de salsa picada

Bata tudo, não coe, e tome de uma vez. Esta receita, se ingerida à noite, antes de dormir, além de proporcionar um
sono tranquilo (pois a casca da maçã é calmante), ajuda a limpar o organismo de todas as impurezas acumuladas.
Não se deve substituir nenhum dos ingredientes.
Com o passar dos dias, o resultado será uma pele macia, jovem, saudável, com visível redução dos poros, das
inflamações e de manchas escuras (graças à ação da salsinha). Deve ser consumida diariamente, no mínimo duas
horas depois da última refeição do dia, e pelo menos meia hora antes de dormir. É bom utilizar esta receita por no
mínimo uma semana, todo mês. Para tratamento da pele.

SUCO DE PEPINO
1 pepino
1 cenoura
1 ½ copo de água

Bata tudo e tome de uma vez. Limpa o organismo, clareia a pele e ajuda a protegê-la do sol.

125
VITAMINA DE AMÊNDOAS COM DAMASCO
6 damascos hidratados
¼ de xícara de amêndoas hidratadas e sem pele
½ copo (100 ml) de água mineral

Bater todos ingredientes no liquidificador.

VITAMINA COM INHAME
1 inhame
1 cenoura
Salsa a gosto
2 laranjas

Ponha no liquidificador um inhame, uma cenoura, alguns ramos de salsa (ou outra folhinha verde, como coentro ou
hortelã) e o suco de duas laranjas, com mais água se desejar. Tudo cru. Dá para dois copos. Depurativo e
fortificante.

VITAMINA DE MAÇÃ
2 maçãs vermelhas pequenas, com casca, em cubinhos
1 copo de leite de soja
1 pitada de canela em pó

Bata tudo, não coe e tome logo cedo em jejum. Aguarde meia hora antes de ingerir outrs alimentos. Este suco
promove uma limpeza da pele. Bom para quem tem a pele sensível, inflamações e acne.

126
RECEITAS AFRODISÍACAS

Alguns alimentos considerados afrodisíacos

Alho: Afrodisíaco conhecido entre os egípcios, gregos, romanos, chineses e japoneses. Acredita-se que suas
propriedades estimulantes funcionem melhor para homens e mulheres na andropausa e menopausa. Isto por conter
compostos relacionados com hormônios sexuais (cuidado para não exagerar na dose e ficar com bafo de espantar
vampiro!).

Aspargos: Além da forma fálica, acredita-se que a vitamina B3 encontrada nos aspargos, tem como princípio a
dilatação dos vasos sanguíneos.

Bebidas Alcoólicas: Além de dilatar os vasos sangüíneos, com moderação, o álcool desinibe, relaxa e alegra. Vale
lembrar que o exagero pode ter efeito contrário. Como sugestão, temos:
- Amaretto: Bebida à base de amêndoas, acredita-se que é capaz de aumentar a libido. Uma dose é o ideal, mais
que isso pode causar enjôo e reduzir o efeito afrodisíaco.
- Champanhe: é a mais apreciada das bebidas, sua propriedade afrodisíaca está relacionada com o exotismo que
exerce, a atração do brinde especial. Acompanhado de morangos é prazer na certa.

Cebola: Seu poder afrodisíaco é conhecido desde a Antigüidade. Citado pelos hindus, em textos sobre sexo,
também era utilizado por romanos, gregos e árabes. No Egito, os sacerdotes em celibato eram proibidos de comer
cebolas, por causa de seu possível efeito. Já na França, era servida uma sopa de cebola aos recém-casados na
manhã seguinte à noite de núpcias para restaurar a libido.

Chocolate: O Imperador Montezuma consumia o chocolate quente e aromatizado com baunilha e outras especiarias
antes de entrar em seu harém - de quase 600 mulheres!! Esse fato levou à crença de que o chocolate fosse um
afrodisíaco. Algumas pesquisas demonstram que o consumo de chocolate libera endorfinas e cria uma sensação de
bem-estar. Outros estudos têm tentado atribuir propriedades ecxcitatórias aos componentes do chocolate.

Figo: Associado à fertilidade também por sua forma, alguns atribuem a ele propriedades afrodisíacas.

Mel: Conhecido como o néctar de Afrodite, ou seja, um manjar dos deuses. Era muito difundido na Grécia,
participando de celebrações de casamento. A noiva grega recebia uma colher de mel, no dia do casamento, pois
acreditava-se que assim sairiam apenas palavras doces de sua boca. É daí que vem a lua-de-mel. Além do conteúdo
histórico, há no mel vitaminas B e C, bem como minerais do pólen das flores, que podem agir como estimulante da
produção de hormônios sexuais.
Embora o mais comum seja o uso do mel em receitas doces, como bolos, biscoitos e sobremesas em geral, a
mistura de mel com alimentos picantes ou ácidos para temperar pratos salgados é bastante interessante.
Algumas sugestões: misture o mel com limão, mostarda, rúcula ou agrião (bata com o mel no liquidificador), raiz-
forte, pasta de alho ou gengibre.

Ovos
Para muitos povos, suas propriedades afrodisíacas são bem conhecidas. Vide os famosos ovinhos de codorna e as
gemadas levanta-defunto.

Condimentos

Açafrão: Pode tornar as zonas erógenas mais sensíveis, não se sabe ao certo o porquê. Muito usado por orientais, é
o tempero chave em vários pratos eróticos.

Baunilha: Seu poder afrodisíaco deve-se tanto pelo cheiro adocicado como pelo sabor. A palavra baunilha vem do
espanhol vainila, um diminutivo de vagina, o que aumenta a crença de sua ligação direta às propriedades amorosas.
Importante, procure usar o produto natural, pois a baunilha sintética, embora mais barata, é menos eficaz e pode
enjoar. Uma boa dica é acrescentar a essência de baunilha dentro da banheira, num banho a dois, produz um suave
efeito de estimulo amoroso.
Além destes temos os afrodisíacos nacionais como a açaí e o pó de guaraná, que garantem mais energia aos
amantes.

Gengibre: Diz a história que uma cortesã, Madame Du Barry, a favorita de Luis XV, misturava gemas de ovos e
gengibre para induzir seus amantes.

127
RECEITAS

ALCACHOFRAS COM AZEITONAS E ESPECIARIAS MARROQUINAS
4 alcachofras grandes
Suco de 2 limões
2 a 3 colheres de azeite extravirgem
1 ½ xícara de cebola picada
¼ colher de chá de cúrcuma
1 colher de chá de páprica
¼ colher de chá de cominho
½ colher de chá de pimenta-ro-reino moída na hora
Uma pitada de açafrão verdadeiro, diluída em ½ xícara de café de água quente
Sal
4 ramos de salsa
½ xícara de azeitonas pretas sem caroço, enxaguadas
1 limão partido em quatro
Folhinhas de salsa ou coentro para enfeitar

Corte as alcachofras. Quebre as folhas externas e separe o cone com as folhas restantes. Corte a parte de fora e
tire os corações, partindo-os em quatro ou oito pedaços, como preferir. Remova o miolo de cada uma.
Enquanto as prepara, vá colocando os pedaços já cortados numa tigela com água e o suco de limão.
Aqueça o óleode oliva numa frigideira grande e adicione as cebolas, cúrcuma, páprica, cominho e pimenta-do-reino.
Cozinhe por 3 a 4 minutos, adicione então o açafrão diluído. Junte as alcachofras cortadas, salgue e adicione a salsa
picada. Se desejar, adicione coentro também.
Cozinhe por mais 3 ou 4 minutos, virando as alcachofras de vez em quando. Despeje 1 ½ xícara de água, també e
cozinhe em fogo baixo até amaciar as alcachofras, cerca de 30 minutos. Adicione as azeitonas durante os 10 últimos
minutos de cozimento. Experimente e adicione mais sal, se necessário. Sirva com os limões partidos e enfeite com
folhinhas de coentro.

AMÊNDOAS DOCES
8 ovos
300 g de amêndoas descascadas
150 g de açúcar
1 colher de sopa de casca de laranja ralada
Gotas de baunilha
Manteiga para untar

Esmague as amêndoas e umedeça-as com 2 claras de ovo. Reserve. Bata bem as 8 gemas com o açúcar, junte a
casca de laranja ralada e as gotas de baunilha. Bata as 6 claras restantes em ponto de neve e misture tudo com as
amêndoas. Unte duas pequenas travessas (daquelas individuais bem bonitinhas), coloque a massa de amêndoas e
asse em fogo brando por meia hora (até espetar o palito e ele sair seco). Decore com chantilly.

ARROZ DE AÇAFRÃO E MALAGUETAS PICANTES COZIDO EM LEITE DE COCO
8-10 fios de açafrão
1 colher de chá de sal bem cheia
300 ml de água fervente
40 g de coco ralado
250 g de arroz agulhinha, lavado
40 g de manteiga
1-2 malaguetas picantes, sem pé, sem sementes, e finamente picadas

Coloque o açafrão e o sal num recipiente com um pouco de água a ferver e mexa.
Escalde o coco com água a ferver e mexa. Tampe e reserve durante 10 minutos aproximadamente, em infusão.
Derreta a manteiga numa grande panela de base pesada, em fogo baixo, junte o arroz e as malaguetas finamente
picadas e mexa. Adicione o leite de coco e o açafrão, incluindo todos os fios.
Deixe levantar fervura, tampe bem a panela e reduza o calor para o mínimo possível, durante 10-14 minutos, até o
arroz ficar macio, mas ainda levemente duro quando testado. Retire a panela do fogo e abafe-a com um pano de
prato, ou se não pretender comer imediatamente, coloque um pano entre o arroz e a tampa e deixe sobre o fogão,
com o fogo apagado, durante 20 minutos.
Para servir, misture o arroz com um garfo e deite-o para um prato de serviço aquecido.
O arroz cozido desta forma adquire um encantador e discreto sabor exótico.

ARROZ INTEGRAL COM MOLHO DE SOJA E GENGIBRE
2 xícaras de chá de arroz integral
½ xícara de chá de molho de soja
1 colher de sopa de gengibre em pedaços
2 dentes de alho amassados
4 colheres de sopa de cebolinha picada
sal a gosto

Lave o arroz e coloque-o na panela de pressão. Adicione 3 xícaras de chá de água, o sal e misture. Tampe a panela

128
e leve ao fogo. Assim que começar a chiar, reduza o fogo e cozinhe por 10 minutos, ou até o arroz ficar macio.
Retire do fogo e deixe descansar por 10 minutos antes de abrir a panela. Misture em uma tigela o molho de soja, o
gengibre, o alho e a cebolinha. Sirva o arroz acompanhado do molho.

BANANA QUENTE
1 banana nanica por pessoa
mel a gosto
canela em pó para polvilhar
creme de leite
sorvete de creme

Corte uma banana nanica em rodelas e coloque em uma frigideira com o mel, na quantidade que o seu paladar
pedir. Aqueça em fogo brando até a banana murchar um pouquinho. Coloque em uma cambuquinha uma bola de
sorvete de creme, a banana ainda quente, polvilhe com canela e ponha por cima uma colher de sobremesa de
creme de leite.

BERINJELAS À "KAMA SUTRA"
4 berinjelas
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 copo de leite
1 tomate
Suco de um limão
Pimenta caiena, pimenta do reino, açafrão, canela
Sal a gosto

Deixe as berinjelas de molho em água e sal por uma hora, depois escorra-as para tirar todo o amargo. Asse as
berinjelas e o tomate em uma grelha. Descasque tudo com cuidado e esmague com um garfo até formar uma polpa
homogênea. Reserve. À parte, derreta a manteiga numa panela pequena e junte a farinha de trigo, o sal, as
pimentas, a canela e o açafrão. Acrescente o leite e deixe cozinhar um pouco, mexendo sempre. Desligue o fogo e
misture o suco de limão. Arrume nos pratos (num jantar a dois, sugiro servir os pratos arrumados um a um. É
muuuuito mais tchan) uma camada do purê de berinjela e cubra com uma camada do molho de manteiga. Se quiser
pode decorar com azeitonas pretas.

CHAMPIGNONS E ALHO-PORÓ COM RISOTO DE AÇAFRÃO
3 colheres de água
1 colher de alho, picadinho
2 xícaras de alho-poró fatiado bem fino, tanto a parte branca como a verde
1 ½ xícaras de arroz integral longo, lavado e escorrido
2 xícaras de água fervente
250 g de cogumelos tipo champignon, fatiados
1 cenoura em cubinhos
1 colher de sementes de erva-doce (funcho)
¾ de colher de chá de sal
¼ de colher de chá de fios de açafrão
1/8 de colher de chá de pimenta-do-reino moída
2 colheres de sopa de salsa picada

Na panela de pressão, salteie o alho e o alho-poró por 2 a 3 minutos. Ao mesmo tempo, aqueça a água no
microondas. Misture sal na água. Adicione-a à panela com os outros ingredientes. Tampe, trave a pressão e cozinhe
em fogo médio/alto por 20 a 25 minutos. Tire do fogo, deixe esfriar por 10 minutos sem abrir.
Destampe, adicione salsa picada e sirva.

CHAMPIGNONS FESTIVOS
8 champignons médios
Suco de ½ limão
½ colher de manteiga
2 colheres de patê de nozes
1 colherinha de creme de leite
Sal e pimenta-do-reino
1 colherinha de azeite de oliva com trufas (opcional)

Lave os champignons em água corrente para tirar toda a areia. Retire os talos. Molhe os champignons e seus talos
em água com limão durante 10 minutos. Retire, seque-os e passe-os na manteiga derretida. Cozinhe-os apenas dois
minutos em fogo alto. Coloque-os sobre um papel absorvente e deixe-os esfriar. Pique a parte macia dos talos e
passe-a no patê, no creme de leite e tempere com sal, pimenta e azeite com aroma de trufas. Recheie os
champignons usando o tubo para decorar bolos, e sirva-os mornos ou gelados.

CHOCONHAQUE
2 xícaras de chá de açúcar cristal (400 g)
10 gramas de cravo-da-índia (1 pacote pequeno)

129
1 litro de leite bem quente
4 colheres de sopa, cheias de chocolate em pó
½ copo americano de conhaque, ou 1 copo americano de vinho tinto doce.

Em fogo alto, misture numa vasilha o cravo e o açúcar. Com o açúcar dourado, ponha o leite e o chocolate em pó.
Mexa até obter uma mistura homogênea. Acrescente o conhaque ou o vinho tinto.
Misture bem. Servir sempre quente.

CONSOMÊ DE BACO
2 xícaras de caldo picante de legumes
1 colher de sopa de cebola ralada
1 dente pequeno de alho amassado
1 colher de sopa de manteiga
2 ovos
2 colheres de sopa de xerez
sal e pimenta-do-reino em grão

Deve ser servido bem quente, por isso convém colocar duas tigelas no forno enquanto prepara o consomê.
Derreta a manteiga e refoga a cebola e o alho em fogo médio durante 2 minutos. Acrescente o caldo, verifique o
tempero e deixe ferver, depois adicione o xerez e retire do fogo. Quebre um ovo em cada tigela. Verta
imediatamente o caldo em cima e sirva.

FIGO ASSADO COM MEL E CAMEMBERT
8 figos médios maduros
3 colheres de sopa de mel
200 g de queijo camembert picado

Parta os figos ao meio, no sentido vertical, sem separar as metades. Abra-os cuidadosamente, regue com a metade
do mel e disponha um pedaço de queijo. Coloque os figos numa assadeira refratária e leve ao forno de microondas,
na potência média, por 3 minutos, ou até ficar bem quente e o queijo derreter. Retire do forno e sirva em seguida
com o mel restante.

FIGO ASSADO COM MEL E NOZES
8 figos médios maduros
½ xícara de chá de mel
½ xícara de chá de suco de laranja
1 colher de chá de especiarias em pó (canela, sementes de cardamomo, pimenta-da-jamaica)
100 g de nozes picadas
400 g de iogurte natural

Ligue o forno à temperatura média. Disponha os figos numa assadeira pequena, um ao lado do outro, e regue com
o mel misturado com o suco de laranja e as especiarias. Polvilhe as nozes e leve ao forno por 35 minutos, ou até os
figos ficarem macios. Retire os figos do forno, distribua o iogurte em pequenos potes fundos, coloque por cima os
figos e sirva. Se preferir, decore com folhas de capim-santo.

FIGOS RECHEADOS
8 figos
8 colheres de sopa de cream cheese
1 ramo de salsa
1 colher de café de colorau
1 colher de chá de gergelim
1 ramo de hortelã
sal a gosto

Corte os figos ao meio e com o auxílio de uma colher, retire a polpa e reserve a casca. Coloque em uma tigela a
polpa dos figos, o cream cheese e tempere com sal, salsa picada e colorau. Envolva bem o preparado anterior e
recheie as metades de figo. Polvilhe com o gergelim e disponha-os num prato. Decore com a hortelã e sirva frio.

FUEGO SAGRADO
2 copos de vinho do Porto
10 gotas de licor Curaçao
1 copo de água
4 colheres de chá de açúcar
2 fatias de limão
6 cravos-da-índia
Noz moscada ralada

Junte o vinho do Porto, o Curaçao , o açúcar e a água. Sirva em taças com uma rodela de limão com três cravos
espetados, e polvilhe noz moscada.

MOLHO DE CONHAQUE E PIMENTA ROSA

130
molho da legumes coado
1-2 colheres de chá de fécula de batata ou maisena (amido de milho)
conhaque
pimenta rosa

Coloque o molho em uma frigideira, leve ao fogo baixo e junte 1-2 colheres de chá de fécula diluída em um pouco
de conhaque. Mexa com um batedor.
Junte alguns grãos de pimenta rosa amassados a um pouco de água quente, despeje na frigideira e cozinhe até
obter um molho aveludado. Decore com pimenta rosa.

MORANGOS ASSADOS
250 g de morango
1 colher de sopa de suco de limão
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de shoyo (molho de soja)
cravo e canela a gosto

Numa assadeira ou panela disponha os morangos partidos ao meio. Misture o mel com o suco de limão e shoyo e
espalhe este “molho” sobre os morangos. Salpique cravo e canela. Para assar, cubra a assadeira com papel de
alumínio e leve-a ao forno pré-aquecido por 15-20 minutos. Se preferir, cozinhe-o em panela tampada, em fogo
baixo, por 10-15 minutos.

PASTA DE ALHO
5 dentes de alho
1 ricota fresca
1 tablete de margarina
1 copo americano de leite fervendo
Sal e pimenta a gosto

Bater todos os ingredientes no liquidificador. Levar à geladeira em pote fechado.
Servir com pão, broa, biscoito, bolacha, torta, arroz, mandioca cozida, com o que você quiser, a qualquer hora.

PERAS ÉBRIAS
1 pêra grande, madura e sem casca, partida pela metade
suco e casca ralada de ½ limão
2 colheres de ricota
1 colher de mel
1 pitadinha de noz-moscada
1 copo de vinho tinto
1 rama de canela

Esvazie o centro das metades da pêra e impregne-as com limão, para não escurecerem. Recheie as partes da pêra
com uma mistura de ricota, mel, casca de limão ralada e noz-moscada. Conserve-as na geladeira. Faça uma calda
espessa e perfumada com vinho, açúcar e a canela. Verta o vinho quente sobre as pêras geladas e sirva
imediatamente.

PUDIM DE MEL
½ quilo de farinha de rosca
2 copos de mel
6 ovos
1 pacotinho de canela

Misturar tudo até obter massa bastante mole; levar ao forno quente durante meia hora; esfriar e colocar na
geladeira.

SOPA DE MORANGOS
1 caixinha de morango bem maduro
1 xícara de chá de vinho branco seco
1 limão
mel
açúcar (opcional)
creme chantily

Lave bem os morangos e elimine os cabinhos. Reserve uns três ou quatro para decorar e coloque os demais no copo
do liquidificador. Acrescente o vinho, raspas de casca e suco de ½ limão. Adoce com mel e bata até obter um purê
uniforme. Prove e, se necessário, junte também um pouco de açúcar. Deixe a sopa na geladeira por cerca de 1
hora. Para servir, distribua a sopa entre taças individuais, decore-as com metades de morangos e um pouco de
chantily.

SORVETE DE GENGIBRE

131
5 colheres de sopa de gengibre ralado
1 ½ xícara de chá de açúcar
2 xícaras de chá de leite
6 gemas
3 colheres de chá de gelatina em pó incolor e sem sabor

Leve ao fogo uma panela com o gengibre, 1 xícara de chá de açúcar, o leite e 1 xícara de chá de água. Cozinhe,
mexendo até o açúcar dissolver e até começar a ferver. Retire do fogo, tampe a panela e reserve. Bata as gemas na
batedeira por 10 minutos, ou até ficarem quase brancas. Junte o açúcar restante e bata por mais 5 minutos. Sem
parar de bater, adicione, aos poucos, a calda de gengibre. Transfira a mistura para uma panela, leve ao fogo e
cozinhe, sem parar de mexer, até encorpar, mas não deixe ferver. Retire do fogo. Coloque a gelatina numa tigela
refratária e deixe hidratar por 3 minutos. Em seguida, leve ao fogo em banho-maria por 5 minutos, até dissolver.
Retire do fogo e despeje sobre o creme de gengibre. Mexa até ficar homogêneo. Transfira o creme para a tigela da
batedeira e cubra com filme plástico. Leve ao congelador por 4 horas, ou até congelar. Durante as primeiras duas
horas bata o sorvete a cada meia hora. No momento de servir, faça bolas com o sorvete e sirva com Calda de
Gengibre: raspe a casca de 1 pedaço grande de gengibre, lave-o, corte em pedaços bem pequenos e coloque numa
panela. Junte 1 xícara de chá de açúcar e 2 xícaras de chá de água e leve ao fogo baixo. Cozinhe, sem parar de
mexer, por 2 minutos, ou até o açúcar derreter. Aumente o fogo e cozinhe, sem mexer, por 40 minutos, ou até
obter uma calda. Durante a fervura, pincele os lados da panela com água para evitar a formação de cristais. Retire
do fogo. Use a calda com ou sem pedaços de gengibre. Rende 12 colheres de sopa de 17 g cada uma.

TORTA DE MEL E MAÇÃ
Recheio
6 maçãs
1 copo de mel
2 pacotinhos de canela em pó
3 cravos torrados e reduzidos a pó
Massa
½ quilo de farinha de trigo da melhor qualidade
1 xícara de óleo
½ colher de café de sal
1 copo de água morna

Ralar as maçãs e misturá-las com o mel, juntamente com a canela e o cravo. Descansar a mistura em vasilha de
louça.
Massa: Misturar os ingredientes, sovar bem e deixar durante meia hora. Esticar a massa preparada até ficar
delgada como papel; espalhar o recheio e enrolar como rocambole; assar em forno quente durante uma hora;
esfriado, levar à geladeira, cobrindo ou não com açúcar glacê. Receita para 12 pessoas.

132