You are on page 1of 7

Days On

Fire

Sinopse: Estávamos perdidos em uma imensidão, onde você optou por me
capturar de mim mesmo.
Autora: Yamí Couto
Outras Obras: Série Sensations (Thirty Seconds To Mars) & Série Meus Dias

Notas: Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.
Nessa história contêm pessoas reais adaptadas a uma ficção.

Bad Girls
M.I.A.

Quando você está em um jogo, você não tem nada a fazer do que do que
traçar as suas próprias peças.
Eles vão tentar pegar você,
Fazer você duvidar dos seus olhos,
Vão tentar vendar sua mente
Mas se você for forte o suficiente
Poderá espelhar todos esse truques velhos
E fugir de uma promessa fazendo outra
E reinando sobre o Rei dos olhos azuis.

Mia
Eu aprendi a sobreviver em cima das suas mentiras.

Eu olhei para o retrovisor, então eu vi você. Você me enxergou muito bem.
Nós dois estávamos nesse mesmo jogo.
O tempo passava, mas eu não tinha mais medo.
A perseguição começou. Os nossos carros não eram tão potentes e nós dois
sabíamos que de alguma forma isso nos levaria a morte.
Me diz, Jared... Por que eu não tenho mais medo de você?
Você me vem com esses falsos ensinamentos e me falar de um cara que
pode facilmente tomar o seu lugar.
Eu não me importo mais com o que você pensa. Eu só estou fazendo esse
jogo, pois eu sei que posso vencer no final.
Você vai acelerar esse carro. Vai ficar do meu lado. Eu estarei rindo e eu
gosto da disputa.
Você me ensinou isso.
Me ensinou a brincar primeiro e amar depois.

-Você precisa parar. –Então disse. –Ele não vai te dar nada a não ser
decepções.
Mas eu estava aceitando o jogo. Eu aprendi a ser como um dia foi. Não sinto
mais esse amor doentio nas minhas veias enquanto só estou rindo da sua
tentativa de ser são.
O que você vai fazer contra mim? Colocar minha amiga contra mim? Me
vigiar nas redes sociais e tentar fazer algum sensacionalismo?
Eu não tenho medo, por que você nunca vai sair disso. A sua covardia é
maior do que você e do seu ato de caçar.
Olha só onde chegamos.
Nem toda a sua magia pode te proteger da sua fragilidade eminente.
Dizem que o veneno mais jovem é de maior potência.
Vamos ver se isso é verdade.
Talvez deva enxergar que não quero mais ter um...
Sou Rainha de todos.
Da mesma forma como tentou ser um dia.
Mas olhe só...

O seu reinado só começou na sua velhice... Até alguém chutar as suas
bolas.

-Pare esse carro agora!
Risos.

Elas fazem isso certo.

Estamos indo tão rápido nesse carro. Seria péssimo se eu batesse e
destruísse esse sonho.

Se eu morrer, me diga quem vai poder perseguir se eu sou a única que te
dou graça.

Estou indo cada vez mais rápido e mais longe, você não consegue mais me
ter nas mãos.

E eu digo graças a Deus por isso.

Batida de carro. Explosão.

Acorda.Tremores.
-Você está bem, amor?
Respirando.
-Sim. Estou. Apenas um pesadelo bem ruim.
-Vem aqui. –E ele me sorriu. De alguma forma era a melhor coisa do
universo. –Quer que eu cante para você?
-Eu vou conseguir dormir ou terei mais pesadelos?
-... Implicante. Exagerada... Cazuza.
Risos.

Apagar de luzes.

Estava tudo bem, não estava?
O meu corpo estava tão dolorido. Parecia como uma noite em porrada.
Abre os olhos.

-Há quanto tempo que não vem aqui?
Olhei para o meu lado. O rosto dela, o sorriso... Eu queria vomitar.
-O que você está fazendo aqui?
-Os amigos visitam uns aos outros. –Ela se apoiou na minha cama, enquanto
eu fazia um esforço inútil para me afastar. –Não, não. Não se afaste, baby.
Nós duas temos muito o que compartilhar. Nós compartilhamos o mesmo

homem e quase que o mesmo sentimento. Você tem o meu Puppy. Teremos
que selar um contrato para dividir.
-Eu não selo contratos com putas. Você só pode estar louca. –Cuspi.
O rosto sujo permaneceu impassível. Os olhos se afastaram. Aquele objeto
pontiagudo que ela tinha nas mãos foi cravado no meu antebraço. Minha
boca foi tampada para evitar que escutassem qualquer súplica.
-Você vai morrer de tanto sentir dor. Isso aqui é só o começo. –Mostrou o
sangue. –Não se meta no meu caminho, vadia. Ou eu terei o maior prazer
em te tirar dele.
Ela se foi. Me deixou em lágrimas. Não era um ataque real, apenas um
prenúncio do que iria acontecer se eu continuasse aceitando o que viria
dessa história.
Eu aceitei.
Era por isso que eu estava aqui agora.
-Eu também sou uma vadia má... EU TAMBÉM SOU UMA VADIA MÁ!

Vozes externas.

-Ela está ótima, mas precisa se medicar.

-Lhe dê o urso... E a veja tirar.

-Os sofrimentos fazem parte do tratamento. Não há glória sem o sofrimento.

-Um dia ela irá ser bem recompensada por isso.

-São os preços da indústria.

-Não somos nós quem determinamos.

-Vamos trazer a outra também.

-Se ela reclamar... Penderemos sua cabeça para fora.

-Nada que um pouco de rebeldia possa ser curada com um pouco de sexo.

Risos.

-Elas estão prontas para usar a imaginação.

-Mas não ainda para dissociar o corpo de suas mentes.

-Temos o controle.

-E ele se chama MK.

Related Interests