You are on page 1of 2

OAB XVI EXAME- 1ª FASE

Direito Administrativo
Matheus Carvalho

ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA
1 – Prestação de serviço público – Centralizada
e descentralizada – Administração Pública
Direta e Indireta
ORGÃO –
competência
capacidade
próprios)

Centros especializados de
– Personalidade Jurídica –
processual
(representantes

– Classificação:
I. Quanto à posição estatal: independente,
autônomo, superior e subalterno
II. Quanto à esfera: central e local;
III. Quanto à estrutura: simples e composto;
IV. Quando á atuação funcional: singular e
colegiado;
V. Quanto às funções: ativo, consultivo e de
controle.
– Administração Indireta

a) Autarquia de controle- – Conselho de
Classe – Lei 9649 (ADIn 1717) Poder de
Polícia/ parafiscalidade, salvo a OAB
b) Autarquias de regime especial
I. Universidades públicas – escolha dos
dirigentes e autonomia pedagógica
II. Agências reguladoras – maior liberdade e
autonomia, escolha dos dirigentes e mandato
fixo (Presidente + Senado)
• Normatização – limite – pessoal – estatutário
• Normatização e fiscalização da atividade
exercida por particulares
III. Agência executiva: Plano de reestruturação
x contrato de gestão (mais recursos e mais
autonomia). Dispensa de licitação: 20%.
II. Fundações Públicas.
• Patrimônio destinado a fim público;
• Natureza jurídica

Personalidade
jurídica
(patrimônio/
receita/ autonomia administrativa)

• Fundações públicas de direito público =
autarquia

Criação/ extinção – lei específica –
finalidade (fundação LC)

• Fundações públicas de direito privado =
empresas estatais;

Fins públicos (não lucrativos)

III.

Controle x hierarquia

• Direito privado

Empresas estatais

• Diferenças entre Empresa
Sociedade de Economia Mista:

Espécies:
I. Autarquia:

Pública

e

a) Capital;

• pessoa jurídica de direito público

b) Forma societária;

• atividade típica de Estado
• Controle/ atos/ contratos/ responsabilidade
civil/ prescrição/ bens/ débitos judiciais/
Privilégios processuais/ imunidade tributária/
pessoal;

c) Deslocamento de competência.
• Regime híbrido (mais público ou mais
privado);
• Criação – lei autorizadora

• Espécies:

www.cers.com.br

1

Termo de parceria. ENTIDADES DE APOIO – Hospitais e Universidades – apoio aos servidores. art..com.) LEI 9637/98 – Prestação de serviços de utilidade pública. ensino.cers. www. pesquisa.br 2 . 3. b) Forma societária. existência a 1 ano.serviço público. Licitação e controle do TC. Convênio – vínculo jurídico. Criação – servidores ( assistência. qualificação técnica e econômica. Conselhos de Administração..S. Orçamento ou Contribuição (parafiscalidade). Qualificação técnica.). ORGANIZAÇÃO SOCIAL (O. • Responsabilidade subsidiária do Estado – serviço público • Falência ENTES DE COOPERAÇÃO 1. • Regime híbrido (mais público ou mais privado). • Criação – lei autorizadora • Controle • PRESTAÇÃO DE SERVIÇO OU EXPLORAÇÃO DE ATIVIDADE ECONOMICA • Atenção: ECT – Jurisprudência confere tratamento de Fazenda Pública • Responsabilidade civil – exploradora de atividade econômica . Contrato de gestão – dotação orçamentária/ Bens/ Servidores. 2. 1º. SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO – Assistência e ensino a categorias sociais e profissionais.OAB XVI EXAME. ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO (OSCIP) a) Capital. Dispensa de licitação. c) Deslocamento de competência.1ª FASE Direito Administrativo Matheus Carvalho • Controle 4. Qualificação econômicofinanceira.