You are on page 1of 2

Plano de Ensino

Impresso em: 29/06/2015 13:53:23

PERÍODO: 2013 - JANEIRO A JUNHO
ESCOLA: ESCOLA DA SAÚDE
CURSO: ENFERMAGEM
SÉRIE: 5ª SÉRIE
TURMA: ENF 5 VB
DISCIPLINA: SAÚDE DO TRABALHADOR (80 h)
PROFESSOR: MARIA DE FÁTIMA CÂMARA DE SOUSAGLAUCIO JULIO LUCENA HENRIQUE;
EMENTA
O homem e suas relações com o trabalho.O trabalho como determinante e condicionante de potenciais de risco e de benefícios à saúde. A política
de saúde do trabalhador no Brasil.
OBJETIVO
Possibilitar a partir da aproximação, leitura e construção de novos conhecimentos a inserção do estudando no contexto da saúde do trabalhador,
destacando a relação entre trabalho e o processo saúde/doença dos sujeitos humanos, bem como refletindo sobre o papel da política de saúde do
trabalhador no Brasil. Construir no aluno competências e habilidades para desenvolver ações de saúde/enfermagem voltadas para promoção,
proteção, recuperação e reabilitação da saúde do trabalhador.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS
- Compreender a relação homem, saúde, trabalho e meio ambiente.
- Conhecer relações técnicas, econômicas, culturais e bio-psico-sociais que influenciam o cenário do trabalho e o meio ambiente;
- Compreender e intervir nos agravos relacionados a saúde do trabalhador.
- Compreender e avaliar a forma de organização do processo de trabalho, sua influência para o sofrimento do trabalhador e o impacto das medidas
de prevenção para a Qualidade de Vida no Trabalho
- Avaliar causas de adoecimento e a morte dos trabalhadores
- Compreender as bases epidemiológicas da relação saúde, trabalho e meio ambiente; Identificar as situações de risco e agravos relacionadas ao
trabalho de acordo com o segmento em pauta;
- Ser capaz de elaborar propostas prevencionistas e de biossegurança para aplicabilidade nos planos de trabalho como medidas de prevenção.
- Reconhecer-se como sujeito social, multidimensional, produto e produtor das transformações sociais, capaz de pensar e atuar de maneira crítica e
reflexiva sobre a realidade na qual está inserido.
- Compreender a política de saúde como parte do contexto das políticas sociais, portanto construindo e caracterizando os perfis epidemiológicos dos
diferentes grupos sociais, elencando os problemas de saúde prioritários no contexto da saúde do trabalhador.
- Reconhecer as relações de trabalho e sua influência na saúde.
- Intervir na realidade concreta a partir da compreensão dos determinantes e condicionantes do processo saúde-doença do trabalhador, de maneira
a minimizar os risco e ampliar os potenciais de benefício no ambiente de trabalho, com ações de promoção à saúde, prevenção de agravos,
reabilitação à saúde, numa perspectiva integral do cuidado.
- Atuar de maneira interdisciplinar e intersetorial, reforçando e reconstruindo as especificidades do seu saber e articulando-se aos demais saberes
em saúde e em outros campos nos quais se vivencia a experiencia do trabalho, na perspectiva da resolubilidade dos problemas de saúde, entendidos
como necessidades sociais.
VALORES E ATITUDES
- Adotar atitude ética frente aos contexto da saúde do trabalhador, mantendo sigilo profissional mediante as situações que envolvam trabalhadores e
empresa.
- Assumir postura crítica e reflexiva frente aos problemas de saúde do trabalhador, pórtando-se de maneira cordial no atendimento as necessidades
de saúde desses sujeitos.
- Exercitar atitudes prevencionistas
- Comporta-se de maneira solidaria, equanime e integral no cuidado em saúde.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - UNIDADE 1
- Políticas de Saúde do trabalhador e Programas Vinculados ao trabalhador PPP, PCMSO, PCMAT, PPRA, entre outros.
- . Historicidade, Conceituação, Legislação aplicada a saúde dos trabalhadores.
- Ambiente de trabalho e saúde; Gênero, trabalho e saúde, Doenças e acidentes de trabalho; Anamnese ocupacional;
- Consulta de enfermagem e sistematização dos cuidados; Implantação do SESMT
- Atribuição do enfermeiro e demais componentes;
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - UNIDADE 2
- Toxicologia ambiental e ocupacional
- Monitoramento clínico e epidemiológico das substâncias químicas
1

Higiene e Segurança no ambiente laboral e Biossegurança.. estudos dirigidos .Participação nas aulas de campo nas empresas e instituições afins .MAENO. .Gerenciamento de Riscos. 135p. 752p.Aulas teóricas e práticas . Caroline de Oliveira.Epidemiologia em Saúde ocupacional. 1988.Avaliação integrada. A empresa e a saúde do trabalhador. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR .GONÇALVES. para facilitar compreenção ATIVIDADES DISCENTES . 2010.SALIBA. Ernesto Lima. Universidade Potiguar .Elaboração de relatórios técnicos . 7ª ed. Jundiaí: Fontoura. Belo Horizonte: ERGO.Seminários . 314p. Tuffi Messias.Sistema de informação de agravos. Saúde do trabalhador no SUS: aprender com o passado. José Carlos do. ATIVIDADES INTEGRADAS À PESQUISA (CASO EXISTA) . CARMO. Maria.Vigilância em saúde do trabalhador . . São Paulo: LTr.Equipamentos de proteção individual e coletiva .MARTINS. . . acidente do trabalho e saúde do trabalhador.Atividades periódicas de extensão integradas a outras disciplinas BIBLIOGRAFIA BÁSICA .Elaboração de gráficos .UNP Laureate International Universities 2 . Identificação de possiveis riscos e saúde do trabalhador nos diversos processos indústriais. .BURGESS.Atividade com grupo vulnerável que seja de relevância social .Aulas de campo em diversos segmentos empresariais PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO .Visitas técnicas em locais de trabalho .Simulações. ATIVIDADES INTEGRADAS À EXTENSÃO (CASO EXISTA) . . Legislação de segurança.Entrevistas. PPST . Willian A.Colóquio . Reis Saliba.Apresentação dos resultados das Atividades Teórico-Práticas . construir o futuro. . São Paulo: Pioneira.Produção para eventos científicos.Aplicabilidade dos talentos em peças de teatro. 1997. Qualidade de vida e saúde do trabalho PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS . relatórios. Sofia C.Programa de Promoção da Saúde do Trabalhador.Diagnóstico de campo . 223p.Aplicação de instrumentos de pesquisa .Relatórios . seminários . 2005.Provas . 540p.Realização de Anamnese Ocupacional . São Paulo: Hucitec. PAGANO.Construção e discussão de Caso clínico levando em consideração a Intersetorialidade em Saúde do Trabalhador. trabalhar o presente.Coleta e análise de dados das entrevistas .Provas . 2008.Projeção de filmes e vídeos .