O Mágico de Oz

Adaptado por Sandro Coimbra
DOROTHY
ESPANTALHO
HOMEM DE LATA
LEÃO
BRUXA MALVADA
BRUXA BOA
(ouve-se ruidos de ciclone. Entra Dorothy e seu cãozinho Totó)
DOROTHY: Olá crianças! Eu me chamo Dorothy, e esse aqui é o meu cãozinho, o Totó! Nossa
como eu vim parar aqui?
BRUXA BOA: Bem-vinda seja ao País dos Anões, ilustre feiticeira. Imensa é a nossa gratidão
por ter eliminado a malvada Bruxa do Leste, libertando o nosso povo.
DOROTHY: É bondade da senhora mas eu nunca eliminei ninguém!
BRUXA BOA: Então foi a tua casa! Mas dá tudo na mesma. Olha só! (aponta para atrás do
cenário) Está vendo? Lá estão os dois pés da bruxa, debaixo daquela viga.
DOROTHY: Oh, meu Deus! A casa deve ter caído em cima da coitada! Que podemos fazer?
BRUXA BOA: Não há nada a fazer.
DOROTHY: Quem era ela?
BRUXA BOA: A malvada Bruxa do Leste, como já te disse. Durante anos e
anos obrigou os anões a trabalhar para ela como escravos. Agora
estão todos livres e muito gratos pelo grande favor.
DOROTHY: A senhora é daqui mesmo?
BRUXA BOA: Não, mas sou amiga do povo desta região, vivo para as bandas do Norte. Os
anões mandaram avisar-me que a Bruxa do Leste estava morta. Vim correndo. Sou a Bruxa Boa
do Norte, e meu povo gosta muito de mim. Porém não sou tão poderosa como a Bruxa Malvada
que acaba de morrer; se fosse, eu mesmo teria libertado essa gente. Só existem quatro bruxas
no Reino de Oz; duas delas, a do Norte e a do Sul, são bruxas boas. Sei disso, pois uma delas
sou eu. As do Leste e do Oeste eram de fato bruxas más. Agora, que você destruiu uma delas,
resta só uma bruxa malvada em todo o Reino de Oz: a Bruxa do Oeste.
DOROTHY: Pois eu achava que todas as bruxas eram más!
BRUXA BOA: Não, isso é um grande engano. Agora, tome esses sapatos, vista-os agora são
seus, uma vez que derrotou a grande bruxa.
DOROTHY: (vestindo os sapatos) Eu queria tanto voltar para minha casa e encontrar meus
tios, eles devem estar preocupados comigo!
BRUXA BOA: Então, é preciso que vás até a Cidade das Esmeraldas. Talvez o Grande Oz
possa te ajudar.
DOROTHY: Onde fica essa cidade?
BRUXA BOA: Fica exatamente no centro do país, e é governada por Oz, o Grande Mágico.
DOROTHY: Ele é um homem bom?
BRUXA BOA: É um bom mágico. Se é homem ou não, não sei. Nunca vi o Grande Oz.
DOROTHY: Mas como vou chegar lá?
BRUXA BOA: A viagem é longa. Tem de passar por um país que às vezes é bonito, outras
escuro de dar medo. A estrada para a Cidade das Esmeraldas está calçada de tijolos amarelos,
não tem como errar, vá minha filha e boa sorte! E não se esqueça, siga a estrada dos tijolos
amarelos!!
DOROTHY: Obrigado Bruxa boa do Norte, agora vou seguir meu caminho! (MUSICA) Siga a
estrada dos tijolos amarelos... Estrada dos tijolos amarelos... tijolos amarelos.... Meu Deus,
estou muito confusa, por onde será que devo ir mesmo? São tantos caminhos!
ESPANTALHO: (em off) Se me permite, esse caminho é muito bonito!
DOROTHY: Quem disse isso? (latido do Totó) Não seja bobo Totó, espantalhos não falam!
ESPANTALHO: Mas por aqui é mais bonito!
DOROTHY: Eiii, está fazendo isso de propósito ou esta fazendo sem pensar?

. nem os corvos que vem aqui no milharal.. não. a não ser.. tudo palha. mas o que custa tentar? Não é mesmo? Mesmo se não der certo você não fica pior do que está agora! ESPANTALHO: Sim é verdade! DOROTHY: Não. mas tem tanta gente ai que não tem cérebro e fala! DOROTHY: Bom nós ainda não nos apresentamos. eu não assusto ninguém.. que tal se você fosse comigo se encontrar com o Magico de Oz? Ele poderia te dar um cérebro! ESPANTALHO: Será mesmo? Será que ele pode fazer isso por mim? DOROTHY: Não sei. Quem eu sou mesmo? DOROTHY: Você é um espantalho! ESPANTALHO: É mesmo! (musica do espantalho) Ai.. não tenho medo de nada..ESPANTALHO: Esse é o problema eu não sei pensar! Eu não tenho cérebro. sou. mas. de fosforo aceso DOROTHY: É posso imaginar! ESPANTALHO: Mas eu enfrentarui uma caixa cheinha deles só pela chance de conseguir um cérebro! Olha aqui. isso mudaria tudo! DOROTHY: Espera um pouco. você não quer me levar com você? DOROTHY: Olha só.. está vendo? DOROTHY: Mas como é que pode falar? ESPANTALHO: Isso eu não sei..... vamos? DOROTHY: .. eu me chamo Dorothy! ESPANTALHO: E eu sou. Acho melhor não! Porque tem uma bruxa zangada comigo e ela pode querer encrenca! ESPANTALHO: Bruxa? Eu não tenho medo de Bruxa... eu vou te levar sim!! ESPANTALHO: Puxaaaaa!!! Nós vamos ver o Mágico!! DOROTHY: E então. acho que já entendi tudo! Você é um espantalho e não tem cérebro porque é feito de palha. se eu tivesse um cérebro.