You are on page 1of 4

5 Onde Começa o Fazer Discípulos.

Extraído do livro. MULTIPLICANDO DISCÍPULOS – WAYLON B.MOORE – JUERP 1981.
A decisão é cinco por-cento; o seguimento a esta decisão é noventa e cinco por-cento.
— Billy Graham
TODA PESSOA nascida de novo é um milagre da graça de Deus. Está no plano de Deus que cada
milagrosa vida nova cresça até a plenitude de Cristo. Um nascimento espiritual sadio é essencial para o
crescimento no discipulado. Parte do retardamento espiritual, nos membros da igreja, pode ser levado à conta
de decisões iniciais obscuras em aceitar Cristo. A implementação dos métodos de Paulo, de cuidar dos novos
crentes, capacitará a igreja local a fortalecer os novos crentes imediatamente, para um discipulado
responsável.
O novo crente é uma criança espiritual, e precisa ter imediatos cuidados maternos e paternos. O tempo
longo, que, chocantemente, se deixa passar entre a decisão e o seguimento inicial, é um fator negativo de
monta, que impede o futuro crescimento. Dentro de vinte e quatro horas o novo convertido deve receber
oração, ser contatado pessoalmente, e deve-se mostrar a ele como pode começar a alimentar-se com a
Palavra de Deus. Um bebê necessita de carinho e de alimento! Quando lembramos os três anos do
discipulado diário de Jesus, e os anos de comunhão de Paulo com Timóteo e Tito, vemos que o
seguimento não é resolvido por um ou dois cultos na igreja.
A BRECHA DO BATISMO
Nos Estados Unidos, os pastores têm indicado que quase cinqüenta por-cento dos que tomam decisões
por Cristo, em suas igrejas, não são batizados posteriormente. Na América do Sul, alguns pastores têm
dito que oito, dentre dez dos que tomam uma decisão por Cristo em reuniões evangelísticas, nunca voltam
à igreja. A mesma coisa está acontecendo na África e na Ásia.
Há uma brecha dolorosa entre as centenas de profissões de fé nas igrejas e as poucas dúzias de pessoas que
na verdade são batizadas, efetivamente integradas na vida da igreja local e crescendo em Cristo um ano mais
tarde.
Embora haja muitas razões por que as igrejas perdem tantos novos convertidos (tais como uma obscura
apresentação do evangelho ou decisões baseadas em pressão de cole gas), a maior causa de perdas é o
resultado de uma compreensão inadequada dos princípios do seguimento que nos são apresentados em o
Novo Testamento.
O aconselhamento imediato é essencial. (Para uma ajuda no estabelecimento de um ministério total
de seguimento em sua igreja, consulte alguns dos livros disponíveis acerca do assunto.)'
QUATRO MÉTODOS DE SEGUIMENTO EM
I TESSALONICENSES
No primeiro século d.C., como foram os apóstolos e evangelistas capazes de transformar um pequeno
grupo de
pessoas sem instrução em vibrantes discípulos, que revolucio naram o mundo romano no período de
poucas centenas de anos? Sabemos que o evangelho havia permeado todo o mundo conhecido, dentro
de trinta e três anos, depois da ressurreição. Isso foi feito sem impressoras, telefones, televi são ou
satélites. Os crentes usaram o "tele-homem" e "telemulher" . (*) Algo havia sido feito com os novos
convertidos, que transformou dinamicamente as suas vidas, em meio às "panelas de carne" do mundo
antigo. Os novos cristãos, crescendo em Cristo, se tornaram comunidades eclesiásticas, e as novas
igrejas se multiplicaram!
I Tessalonicenses foi uma das primeiras epístolas do Novo Testamento a serem escritas, e contém tanto a
respeito do seguimento inicial, quanto qualquer outro livro, sem se contar os quatro Evangelhos. Aqui está o
que Paulo ensina em I Tessalonicenses:
Correspondência Pessoal

Como e quando você deve interceder pelos crentes novos? Ore quando vir alguém sendo batizado. enviada a todos os novos crentes. que adotem cada novo crente. Ele o fez. em sua igreja.. Quanto mais tempo um novo convertido leva para começar a crescer. que precisam ser escritas. para edificar e fortalecer outras pessoas. e ore por eles. 1:1). dentro de cada um de nós. de uma só página. em nossa maioria. perdão. nós também desfaleceremos (veja Luc. Pedro e João escreveram cartas para o seguimento das pessoas de quem eles estavam separados. e chegou a fazer um curso de pós-graduação. 18:1). fotocópias de todas as cartas que eu lhe havia escrito durante vinte e cinco anos! Algumas delas eram tão hesitan tes. facilmente transmissíveis. aplicáveis pessoalmente. Como ele conhecia tanta gente? Talvez essa chamada dos fiéis. Encorajei-o a pensar em ir para a universidade. de que "a súplica de um justo pode muito na sua atuação" (Tiago 5:16). Em Romanos 16. disponível a qualquer pessoa. na roça. dirigidas a mim. eles desfalecem e caem — algumas vezes permanentemente. Nas reuniões de oração. fazendo menção de vós em nossas orações" (I Tess. para fazerem oração intercessória pessoal por ele durante a sema na. Os estudos devem ser simples. comecei a escrever para Toby regularmente. se não fosse o fato de Paulo ter sido preso. Toby era um agradável adolescente. Há cartas. Ele era espiritualmente sensível. como ter uma hora tranquila e como testificar — pode colher grandes dividendos. Ele lembrou aos tessalonicenses: "Sempre damos graças a Deus por vós todos. Se não orarmos. de noite e de dia. que freqüentava a minha primeira igreja. 3:10). A maior parte do Novo Testamento consta de uma série de cartas pessoais para ajudar o seguimento de membros das várias igrejas novas em particular. Paulo relaciona os nomes de pelo menos vinte e oito indivíduos ou famílias. onde estamos espiritualmente. Relembre a maneira sobrenatural como Deus usou um coração carinhoso. porque alguém orou por nós com fé. Estamos. Peça voluntários. e faminto para crescer no Senhor. Pense em uma carta que você recebeu em uma hora crítica de sua vida. Paulo escreve: "Portanto. . Uma das bênçãos daqueles "anos perdidos" na prisão foi a riqueza de alguns dos livros do Novo Testamento. Em Efésios 3:13. juntamente com estudos bíblicos simples. e guardou-as todas. inclusive aos idosos e enfermos. 1:2). Recentemente. Toby juntou a uma de suas cartas. para explicar alguns dos princípios da nova vida em Cristo — como vitória sobre a tentação. relacione o nome de todos os crentes novos em um quadro-negro. pode ser que não tivéssemos um quarto do Novo Testamento. e se tornou professor universitário. menos provável é que ele amadureça plenamente. para que possamos ver o vosso rosto e suprir o que falta à vossa fé" (I Tess. que são mais lidos: as cartas que Paulo escreveu para ajudar os novos crentes a crescer. Quando não oramos pelos crentes novos. Intercessão Pessoal As cartas de Paulo às novas igrejas revelam a importância que ele dava à intercessão pessoal. e devem levar o novo crente a escrever as suas respostas. para alcançar sua vida e produzir mudanças.14.. a muitos quilômetros de você. mas Toby agradeceu por me interessar por ele. sistemáticos. Até mesmo uma carta circular. a despeito das imperfeições de estilo. Ponha em prática a declaração de Tiago. são um bom alimento espiritual para a nutrição dos novos crentes. Alguém ministrou a você por carta. Como podemos usar este conceito hoje em dia? Cartas pessoais. e menos tempo ele terá para ministrar a outros. senão. Paulo também descreveu essas orações: "Rogando incessantemen te. E. em uma longínqua estação missionária. Escrever cartas é um ministério importante. pode ser a última vez que você o veja. encorajando-o nos assuntos básicos da vida cristã. Quando assumi um pastorado em outra cidade. vos peço que não desfaleçais diante das minhas tribulações por vós. Por esta razão dobro os meus joelhos.Paulo pôs em prática o seguimento de novos crentes com cartas pessoais (veja I Tess." Você conhece alguém que está desfalecendo espiritualmente? A intercessão fortalece.

refletisse a sua lista pessoal de oração. Quantas pessoas. A maior parte dos membros da igreja. Tito e outros também foram enviados. 1:7-9)? Em nenhum outro lugar das Escrituras há uma descrição mais forte ou mais expressiva de um discipulado pessoa-a-pessoa. que podem fazer o seu trabalho. e representantes pessoais também o são. e está decidido a fazer parar a obra regular de visitação da igreja. Deus. usa carne e sangue cheios do Espírito Santo para edificar vidas (veja II Cor. serviu comigo a favor do evangelho" (Fil. Ele também trabalhou. Representantes Pessoais Paulo muitas vezes ajudou crentes novos. a fim de multiplicar os seus discípulos e igrejas em todo o mundo. Grande parte dos nenês espirituais tem problemas que só podem ser resolvidos em bases privadas individuais. . 2:18). dinâmica de grupo e reuniões são necessárias para ajudar um novo convertido a crescer até o discipulado. enviando um representante — alguém que ele havia treinado pessoalmente para ministrar a eles. é realizado por alguém." A visão e o caráter de coração de pai que Paulo expressa são claramente comunicados. que alegremente enfrentou por amor a Cristo. para sustentar a equipe de homens que estava com ele. Como sugere o exemplo de Paulo. É de se admirar. Timóteo foi enviado para ministrar. que têm a mesma mente. Por duas vezes ele impediu a volta de Paulo. e não por algo. mas nada substitui o contato pessoal. Em I Tessalonicenses 3:1-5. com quem tenho conversado a respeito do seu crescimento até chegar à liderança da igreja. ministrado por um crente mais maduro. exortando. como estivemos com vocês um a um. Epafrodito. mas apenas isso. em lugar de Paulo. alguns eruditos crêem que Paulo passou cerca de três meses em Tessalônica. chamando e testemunhando. você tem treinado. A literatura é uma boa ferramenta. indica uma ou duas pessoas cujas vidas espirituais ajudaram a colocar Cristo em um foco central para eles. pois elas são excelentes exemplos do tipo de pedido a que Deus responde. Uma expressão mais literal do versículo 11 pode ser: "Assim como vocês sabem. ele escreve: "Além dessas coisas exteriores. No fim de uma longa lista de dificuldades. O discipulado. Paulo disse: "Como filho ao pai. ocasionalmente. porque Paulo não podia ir. Satanás sabe disso. que Tessalônica tenha-se tornado uma igreja missionária maravilhosa (veja I Tess. A experiência corrobora a importância do contato pessoal. se você não puder realizálo? Contato Pessoal O cuidado carinhoso e terno. 2:22). em última análise. que aparecem em várias cartas de Paulo. como um pai com os seus filhos. é uma necessidade essencial de todo novo convertido. A respeito de Timóteo. oração é importante. 4:7). Enviar cartas é bom. Encoraje a memorização das orações de Paulo. 2:7 e 11). Embora sejam mencionados especificamente 4 9 "três dias de sábado". 11:28). fazendo tendas. é encorajado para continuar crescendo em Cristo. há o que diariamente pesa sobre mim: o cuidado de todas as igrejas" (II Cor. para visitar os novos crentes em Tessalônica (veja I Tess. e durante esse período dedicou centenas de horas aos novos convertidos. Paulo enviava homens "que tinham a mesma mente" homens que se caracterizavam pela mesma convicção e força de vontade que o seu treinador. Quando um coração faminto vê Cristo em outra pessoa. mas o tempo pessoal que se gasta individualmente produzirá discípulos mais fortes e mais amadurecidos. Paulo estabeleceu um bom padrão: ele nunca pregou e saiu correndo. do que na referência de Paulo ao compartilhamento com os tessalonicenses como seu pai e mãe espiritual (veja I Tess. Nós captamos o espírito do fardo de intercessão que ele carregava através das palavras "noite e dia". portanto.

...Quais eram os quatro métodos de seguimento de novos crentes que se mencionam em I Tessalonicenses? 5..O que pode ser feito para se receber os novos crentes e orientá-los para a congregação. neste ano? .Como a sua igreja pode tornar-se mais ativamente envolvi da em aplicar cada um desses quatro métodos bíblicos de seguimento...Quais são algumas das brechas deixadas pelo processo costumeiro de trazer o crente novo para a vida da igreja? 2. de maneira que se assegure um crescimento espiritual contínuo? 3. 4.Qual desses quatro métodos já está funcionando no ministério de sua igreja? 6.Discuta algumas da maneiras pelas quais um novo conver tido pode ser ligado a um discípulo em crescimento em sua igreja.PERGUNTAS PARA ESTUDO E DISCUSSÃO 1.